PESQUISA SOBRE HÁBITOS RELACIONADOS AO MEIO-AMBIENTE ABES-RS. INSTITUTO METHODUS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PESQUISA SOBRE HÁBITOS RELACIONADOS AO MEIO-AMBIENTE ABES-RS. INSTITUTO METHODUS www.methodus.srv.br methodus@methodus.srv."

Transcrição

1 PESQUISA SOBRE HÁBITOS RELACIOADOS AO MEIO-AMBIETE ABES-RS ISTITUTO METHODUS (51) Porto Alegre/ julho de

2 1- APRESETAÇÃO Realizada pelo Instituto METHODUS, de 10 a 17 de julho de 2006 esta pesquisa teve como objetivo avaliar o comportamento dos gaúchos em relação ao meio ambiente. - Objetivos específicos: - Avaliar comportamento em relação ao lixo doméstico; - Identificar a percepção dos usuários com a qualidade da água consumida; - Conhecer hábitos relacionados a utilização racional da água; - Identificar o conhecimento que a população tem sobre o tratamento de esgoto; - Identificar o conhecimento que a população tem dos problemas relacionados a enchentes; - Traçar perfil dos consumidores; - Metodologia: A pesquisa foi realizada através de entrevistas pessoais com gaúchos residentes nas regiões hidrográficas do Guaíba, Uruguai, Litorânea e em cidades da região Metropolitana. O universo esteve constituído por gaúchos, de ambos os sexos, com mais de 18 anos de idade, de diversas classes sociais, residentes nas cidades abrangidas pela pesquisa. Como amostra foram realizadas entrevistas distribuídas em 30 cidades, ficando a margem de erro deste estudo em 3,2 pp, para mais ou para menos, sobre os resultados encontrados. O nível de confiança associado a essa amostra é de de 95%. Estiveram em campo 10 pesquisadores especialmente treinados para essa pesquisa, contando com dois supervisores de campo. A verificação dos dados foi feita sobre todos os intrumentos e a checagem sobre 20% da cota de cada pesquisador. 2

3 As cidades participantes do estudo ficaram agrupadas, para fins de análise, em quatro regiões: Região Metropolitana Porto Alegre ,9% Canoas 46 4,6% Viamão 40 4,0% ovo Hamburgo 34 3,4% Alvorada 30 3,0% São Leopoldo 30 3,0% Cachoeirinha 20 2,0% ,9% Região Hidrográfica do Uruguai Passo fundo 55 5,5% Uruguaiana 45 4,5% Bagé 35 3,5% Santo Angelo 30 3,0% Cruz Alta 25 2,5% Santiago 20 2,0% ,0% Região Hidrográfica do Guaíba Caxias do Sul 35 3,5% Santa Maria 30 3,0% Santa Cruz 26 2,6% Guaíba 20 2,0% Bento Gonçalves 25 2,5% Cachoeira do Sul 13 1,3% Lageado 11 1,1% Montenegro 10 1,0% Canela 20 2,0% Soledade 10 1,0% ,0% Região Hidrográfica Litorânea Pelotas 53 5,3% Rio Grande 31 3,1% Tramandaí 10 1,0% Torres 10 1,0% ,4% 3

4 - Procedimentos Estatísticos: Para a tabulação e análise dos resultados, foram utilizados os seguintes procedimentos: Para questões abertas, tipo texto, foi utilizada uma análise lexical, seguida de uma transformação das citações em questão fechada para posterior tabulação e análise, aplicando-lhes um tratamento percentual. Às questões fechadas, tanto dos tipos escolha única, múltipla, escalar ou ordenada, foi dado um tratamento percentual seguido de uma classificação crescente ou decrescente, de acordo com a característica da variável que está sendo analisada; 4

5 2- RESULTADOS E AÁLISES Inicialmente a pesquisa identificou a preocupação dos gaúchos em relação ao meio-ambiente. A principal preocupação está relacionada a poluição das águas. Em segundo aparece o desmatamento e em terceiro a poluição atmosférica. 1. Em relação ao meio ambiente quais são as suas preocupações? *Resposta múltipla Poluição da água (recursos hídricos) ,0% Desmatamento ,0% Poluição do ar (atmosférica) ,2% Poluição do solo (lixo) ,1% Efeito estufa ,1% Poluição sonora ,5% Falta de tratamento de água 5 0,5% Queimadas 3 0,3% ão tenho nenhuma preocupação 2 0,2% Aterro 1 0,1% Esgoto 1 0,1%

6 2.1- Hábitos em relação ao lixo: A pesquisa buscou identificar como é o comportamento dos gaúchos em relação ao lixo doméstico. 70,5% dos gaúchos separam o lixo seco do lixo orgânico. a maioria das residências se observa que já existe a coleta seletiva de lixo. 2. a sua casa você separa o lixo seco do lixo orgânico? Separa ,5% ão separa ,3% ão Sabe 2 0,2% ,0% 0,2% 29,3% 70,5% Separa o lixo seco do orgânico X Regiões hidrográficas Separa ão separa ão Sabe Região Metropolitana Região Hidrográfica do Guaíba Região Hidrográfica do Uruguai Região Hidrográfica Litorânea ,3% ,0% ,6% 72 59,5% ,7% 45 22,5% 60 25,0% 49 40,5% 0 0,0% 1 0,5% 1 0,4% 0 0,0% ,0% ,0% ,0% ,0% 6

7 a maioria das residências se observa que já existe a coleta seletiva de lixo. As regiões onde um maior número de pessoas faz menção a este tipo de coleta é na Região Metropolitana e na Região Hidrográfica do Guaíba. 3. o seu bairro tem coleta seletiva de lixo? Sim ,6% ão ,9% ão sabe 25 2,5% ,0% 2,5% 26,9% 70,6% Coleta seletiva de lixo X Regiões hidrográficas Sim ão ão sabe Região Metropolitana Região Hidrográfica do Guaíba Região Hidrográfica do Uruguai Região Hidrográfica Litorânea ,1% ,0% ,4% 77 63,6% 94 21,4% 48 24,0% 84 35,0% 43 35,5% 11 2,5% 2 1,0% 11 4,6% 1 0,8% ,0% ,0% ,0% ,0% 7

8 Para os gaúchos a coleta seletiva contribui na reciclagem do lixo. 24,3% acredita que esse tipo de coleta também ajuda os catadores de lixo. 4. a sua opinião a coleta seletiva: Contribui para reciclar o lixo ,0% Ajuda os catadores de lixo ,3% ão serve pra nada 6 0,6% ão sabe 21 2,1% ,0% 0,6% 2,1% 24,3% 73,0% A percepção dos entrevistados é de que a quantidade de lixo produzida por suas famílias diariamente é superior a 1kg. 5. Você sabe quantos quilos de lixo sua família produz por dia? 250g 98 9,8% 500g ,9% 1kg ,7% 2kg ,1% Mais de 2kg ,3% ão sabe ,2% ,0% 8

9 a opinião de 38,2% dos entrevistados o lixo doméstico vai para o lixão da cidade. Apenas 2% dos gaúchos acreditam que seu lixo seja reciclado. 42,5% não sabem dizer para onde vai o lixo. 6. Você sabe para onde vai o lixo produzido na sua residência? ão Sabe ,5% Lixão ,2% Aterro sanitário ,7% Reciclagem 20 2,0% Outro 6 0,6% ,0% Uma parcela significativa dos gaúchos não sabe qual o destino dado para o seu lixo doméstico. o entanto, ao ser perguntado, na questão 3, se no seu bairro tem coleta seletiva de lixo 70,6% dos entrevistados responderam que "sim". A tabela abaixo traz um cruzamento entre estas duas questões (3 e 6) permitindo observar que 71,3% dos entrevistados que responderam "sim" na questão da coleta seletiva no bairro "não sabe" qual é o destino dado ao lixo da residência. Destino do lixo produzido na residência X Coleta seletiva no bairro questão 3 questão 6 ão Sabe Lixão Aterro sanitário Reciclagem Outro Sim ão ão sabe ,3% ,9% 12 2,8% ,0% ,1% ,3% 10 2,6% ,0% ,9% 39 23,4% 3 1,8% ,0% 13 65,0% 7 35,0% 0 0,0% ,0% 5 83,3% 1 16,7% 0 0,0% 6 100,0% ,6% ,9% 25 2,5% ,0% 9

10 Os gaúchos estão mudando seu comportamento em relação ao lixo doméstico. Essa mudança é atribuída às reportagens/programas de TV e campanhas educativas. 7. O seu comportamento em relação a destinação do lixo doméstico mudou nos últimos anos? ão (39,4%) Sim (60,6%) 8. Esta mudança de comportamento foi em função de: Para quem respondeu SIM Reportagens/Programas de TV ,9% Campanhas educativas ,3% Campanhas promovidas pela escola 88 14,5% Influência dos filhos 83 13,7% Campanhas no seu trabalho 74 12,2% ão Sabe 16 2,6% 606 a tabela a seguir faz-se um cruzamento da questão 2 - na sua casa você separa o lixo seco do orgânico? - com a questão 7, onde se pergunta ao entrevistado se nos últimos anos houve mudança no seu comportamento em relação ao lixo doméstico. Observe que 71,9% daqueles que responderam "sim" para a mudança de comportamento são também aqueles que separam o lixo. O contrário também é verdadeiro. 66,6% daqueles que não mudaram seu comportamento nos últimos anos não separam o lixo doméstico. Separa o lixo seco do orgânico X Comportamento mudou nos últimos anos questão 7 questão 2 Separa ão separa ão Sabe Sim ão ,9% ,1% ,0% 98 33,4% ,6% ,0% 1 50,0% 1 50,0% 2 100,0% ,6% ,4% ,0% 10

11 2.2- Origem e qualidade da água: A água que a maioria dos gaúchos bebe é canalisada. O consumo de água envasada atinge 12,6% dos consumidores. Ainda utilizam o poço artesiano 5,6% dos gaúchos. 9. Qual é a origem da água que você bebe na sua residência? Marcar a opção mais adequada Água canalisada ,2% Água envasada ,6% Poço tubular profundo (artesiano) 56 5,6% Fontes/vertentes 7 0,7% Poço escavado/raso/cacimba 6 0,6% ão sabe 2 0,2% Cisterna (água da chuva) 1 0,1% ,0% 10. A água que você bebe recebe tratamento? ão Sabe (1,5%) ão (5,9%) Sim (92,6%) 11

12 A água canalisada e a envasada são águas que recebem tratamento, na maioria das residências. Em alguns casos, a água de poço e de fontes também recebe algum tipo de tratamento. Tratamento da água X Origem da água que bebe Sim ão ão Sabe Água canalisada Água envasada Poço tubular profundo (artesiano) Fontes/vertentes Poço escavado/ra so/cacimba ão sabe Cisterna (água da chuva) ,0% ,8% 17 30,4% 4 57,1% 2 33,3% 2 100,0% 1 100,0% 13 1,6% 1 0,8% 38 67,9% 3 42,9% 4 66,7% 0 0,0% 0 0,0% 11 1,4% 3 2,4% 1 1,8% 0 0,0% 0 0,0% 0 0,0% 0 0,0% ,0% ,0% ,0% 7 100,0% 6 100,0% 2 100,0% 1 100,0% 12

13 A qualidade da água consumida foi considerada "boa" por 46,6% dos gaúchos. Os usuários de poço artesiano são aqueles que, em maior percentual, consideram a qualidade da água "excelente". 11. Como você classifica a qualidade da água da sua residência? Péssima 38 3,8% Ruim 97 9,7% Regular ,4% Boa ,6% Excelente 35 3,5% ,0% 3,8% 3,5% 9,7% 36,4% 46,6% Qualidade da água X Origem da água Péssima Ruim Regular Boa Excelente Cisterna (água da chuva) Poço tubular profundo (artesiano) Poço escavado/ra so/cacimba Fontes/vertentes Água envasada Água canalisada ão sabe 0,0% 3,6% 0,0% 0,0% 8,7% 3,0% 50,0% 0,0% 3,6% 0,0% 14,3% 27,8% 7,4% 0,0% 0,0% 5,4% 16,7% 42,9% 29,4% 39,9% 0,0% 100,0% 67,9% 66,7% 42,9% 34,1% 46,9% 50,0% 0,0% 19,6% 16,7% 0,0% 0,0% 2,9% 0,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 13

14 A maioria dos gaúchos sabe onde a água da sua cidade é captada e acredita que esse local está poluído. 12. Você sabe onde a água da sua cidade é captada? ão sabe (27,6%) Sabe (72,4%) 13. a sua opinião, o local onde esta água é captada está poluído? Sim, está poluído ,0% ão está poluído ,0% ão Sabe ,0% ,0% Os moradores pertencentes a Região Metropolitana acreditam, em maior percentual, que o local onde a água é captada está poluído. Poluição do local de captação de água X Regiões hidrográficas Sim, está poluído ão está poluído ão Sabe Região Metropolitana Região Hidrográfica do Guaíba Região Hidrográfica do Uruguai Região Hidrográfica Litorânea ,9% ,0% ,3% 45 37,2% 39 8,9% 43 21,5% 50 20,8% 48 39,7% 67 15,3% 45 22,5% 50 20,8% 28 23,1% ,0% ,0% ,0% ,0% 14

15 2.3- Hábitos de consumo de água e racionamento: Diversos hábitos relacionados ao consumo de água foram pesquisados. a tabela a seguir é possível observar a diferença de comportamento nas diferentes faixas de idade, sexo e escolaridade. 14. Enquanto está escovando os dentes você: 18,4% Deixa a torneira aberta ,4% Fecha a torneira ,6% ,0% 81,6% Ao escovar os dentes, você... X Escolaridade e sexo do entrevistado Deixa a torneira aberta Fecha a torneira Menos de 25 De 25 a 34 De 35 a 44 De 45 a 54 De 55 a e mais 17,0% 23,2% 17,4% 17,5% 15,4% 4,5% 83,0% 76,8% 82,6% 82,5% 84,6% 95,5% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% Ao escovar os dentes, você... X Escolaridade e sexo do entrevistado Deixa a torneira aberta Fecha a torneira Enquanto está escovando os dentes você: 1º Grau 2º Grau 3º Grau Analfabeto Masculino Feminino 17,6% 20,5% 15,6% 0,0% 21,4% 15,9% 82,4% 79,5% 84,4% 100,0% 78,6% 84,1% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 0,0% 0,0% 100,0% 100,0% 15

16 as questões seguintes foi retirado da amostra aquele entrevistado cuja questão não se aplicava, exemplo não possui plantas, automóvel, etc. 15. Ao molhar as suas plantas você utiliza: 29,0% Um regador/balde ,0% A mangueira ,0% ,0% 71,0% Ao molhar as suas plantas você utiliza... X Idade Um regador/balde A mangueira Menos de 25 De 25 a 34 De 35 a 44 De 45 a 54 De 55 a e mais 62,3% 67,3% 69,5% 79,5% 80,8% 90,0% 37,7% 32,7% 30,5% 20,5% 19,2% 10,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% Ao molhar as suas plantas você utiliza... X Escolaridade e sexo do entrevistado Um regador/balde A mangueira Ao molhar as suas plantas você utiliza: 1º Grau 2º Grau 3º Grau Analfabeto Masculino Feminino 68,4% 69,2% 80,3% 100,0% 63,7% 76,0% 31,6% 30,8% 19,7% 0,0% 36,3% 24,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 0,0% 0,0% 100,0% 100,0% 16

17 A maioria dos entrevistados que têm carro utilizam a mangueira para lavá-lo. 16. Ao lavar seu carro você utiliza: 32,8% Um balde ,8% A mangueira ,2% ,0% 67,2% Ao lavar seu carro você utiliza... X Idade Um balde A mangueira Menos de 25 De 25 a 34 De 35 a 44 De 45 a 54 De 55 a e mais 30,3% 23,2% 33,3% 39,1% 57,1% 50,0% 69,7% 76,8% 66,7% 60,9% 42,9% 50,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% Ao lavar seu carro você utiliza... X Escolaridade e sexo do entrevistado Um balde A mangueira Ao lavar seu carro você utiliza: 1º Grau 2º Grau 3º Grau Analfabeto Masculino Feminino 31,9% 32,2% 34,8% 100,0% 31,2% 34,6% 68,1% 67,8% 65,2% 0,0% 68,8% 65,4% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 0,0% 0,0% 100,0% 100,0% 17

18 17. Ao lavar a calçada você utiliza: Um balde e uma vassoura ,4% 11,3% A mangueira e uma vassoura ,2% Somente a magueira 51 11,3% ,0% 44,2% 44,4% Ao lavar a calçada você utiliza... X Idade Um balde e uma vassoura A mangueira e uma vassoura Somente a magueira Menos de 25 De 25 a 34 De 35 a 44 De 45 a 54 De 55 a e mais 42,1% 37,1% 39,4% 55,9% 52,1% 78,6% 48,4% 52,6% 45,9% 35,3% 33,3% 14,3% 9,5% 10,3% 14,7% 8,8% 14,6% 7,1% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% Ao lavar a calçada você utiliza... X Escolaridade e sexo do entrevistado Um balde e uma vassoura A mangueira e uma vassoura Somente a magueira Ao lavar a calçada você utiliza: 1º Grau 2º Grau 3º Grau Analfabeto Masculino Feminino 48,7% 43,2% 34,3% 100,0% 40,4% 47,5% 37,3% 48,6% 52,9% 0,0% 47,7% 41,6% 14,0% 8,1% 12,9% 0,0% 11,9% 10,9% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 0,0% 0,0% 100,0% 100,0% 18

19 A tabela abaixo cruza as informações relacionadas a maneira de lavar a calçada com o hábito de regar as plantas. Observa-se que aqueles que usam balde e vassoura para lavar a calçada também o fazem para molhar suas plantas. Quem tem o hábito de usar a mangueira para a calçada também faz o mesmo com as plantas. Ao molhar suas plantas você utiliza... X Ao lavar a calçada você utiliza... calçada Um balde e uma vassoura A mangueira e uma vassoura Somente a magueira plantas Um regador/balde ,2% 80 48,2% 17 39,5% A mangueira 32 19,8% 86 51,8% 26 60,5% ,0% ,0% ,0% 19

20 2.4- Qualidade e preservação das águas de rios, arroios e fontes: A pesquisa busca entender a percepção do consumidor sobre a qualidade e a disponibilidade de água no mundo, nos próximos 20 anos. A maioria dos gaúchos acredita que em 20 anos teremos pouca água. 18. Como você acredita que será a disponibilidade de água, no estado, daqui há 20 anos? Terá água suficiente, Terá pouca água ou ão terá água Terá água suficiente ,1% Terá pouca água ,9% ão terá água ,5% ão Sabe 25 2,5% ,0% Disponibilidade de água X Regiões hidrográficas Terá água suficiente Terá pouca água ão terá água ão Sabe Região Metropolitana Região Hidrográfica do Guaíba Região Hidrográfica do Uruguai Região Hidrográfica Litorânea 73 16,6% 34 17,0% 21 8,8% 23 19,0% ,0% ,0% ,8% 74 61,2% 53 12,1% 20 10,0% 19 7,9% 23 19,0% 10 2,3% 8 4,0% 6 2,5% 1 0,8% ,0% ,0% ,0% ,0% 20

21 a região das bacias hidrográficas do Guaíba e Litorânea um maior número de gaúchos acredita que no futuro a água, além de ser pouca, será de má qualidade. 19. E você acredita que está água será: de boa qualidade, de qualidade regular ou de má qualidade? De boa qualidade ,0% De qualidade regular ,7% De má qualidade ,5% ão sabe 78 7,8% ,0% Qualidade da água X Regiões hidrográficas De boa qualidade De qualidade regular De má qualidade ão sabe Região Metropolitana Região Hidrográfica do Guaíba Região Hidrográfica do Uruguai Região Hidrográfica Litorânea 80 18,2% 34 17,0% 30 12,5% 26 21,5% ,5% 58 29,0% ,9% 45 37,2% ,7% 91 45,5% 81 33,8% 45 37,2% 42 9,6% 17 8,5% 14 5,8% 5 4,1% ,0% ,0% ,0% ,0% 21

22 A tabela abaixo apresenta o grau de importância de cada uma das questões relacionadas a preservação das águas. Aqueles itens mais próximos ao número 5 (totalmente importante) são considerados de maior importância para essa preservação. Grau de importância em relação a preservação das águas dos rios, arroios e fontes mente sem importância mente Importante Preservação da mata ciliar (em torno dos rios) 13 1,3% 17 1,7% 84 8,4% 76 7,6% ,9% ,0% Tratamento de esgoto doméstico 7 0,7% 27 2,7% 34 3,4% 77 7,7% ,5% ,0% Tratamento de dejetos indústriais 12 1,2% 27 2,7% 36 3,6% 59 6,0% ,5% ,0% Redução dos usos de agrotóxicos na lavoura 26 2,6% 24 2,4% 66 6,6% 95 9,6% ,8% ,0% Preservação de banhados 49 5,0% 57 5,8% ,9% ,9% ,3% ,0% Recolhimento de lixo 10 1,0% 9 0,9% 23 2,3% 71 7,1% ,7% ,0%. Queimadas Controle de erosão do solo ,4% 48 4,8% 78 7,9% 60 6,1% ,8% 47 5,0% 47 5,0% 94 9,9% ,7% ,4% ,0% ,0% 22

23 O mapa abaixo ilustra o grau de importância de cada uma das questões relacionadas a preservação das águas. Aqueles itens mais próximos ao número 5 (totalmente importante) são considerados de maior importância para essa preservação. Os triângulos bordô representam os itens avaliados (ver tabela anterior). Os triângulos azuis representam o grau de importância associado em maior peso para cada item. Grau de importância em relação a preservação das águas dos rios, arroios e fontes Preservação da mata ciliar Eixo 2 (13%) Preservação de banhados Controle de erosão do solo Redução dos usos de agrotóxicos 2 Eixo 1 (85%) Tratamento de esgoto doméstico mente importante Tratamento de dejetos indústriais Queimadas mente sem importância 1 Recolhimento de lixo 23

24 A maioria dos gaúchos mudou seu comportamento em relação a utilização racional da água nos últimos anos. Esta mudança está associada a campanhas educativas e reportagens/programas de TV. 28. O seu comportamento em relação a utilização racional da água mudou nos últimos anos? ão (23,1%) Sim (76,9%) 29. Esta mudança de comportamento foi em função de: Para aqueles que responderam SIM Campanhas educativas ,2% Reportagens/Programas de TV ,9% Influência dos filhos 51 6,6% Campanhas promovidas pela escola 43 5,6% Campanhas no seu trabalho 28 3,6% ão Sabe 16 2,1% ,0% A ABES é conhecida por 15,3% dos gaúchos. 30. Você conhece ou já ouviu falar da ABES - Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental? Conhece (15,3%) ão conhece (84,7%) 24

25 2.5 - Tratamento de esgoto: Uma significativa parcela dos gaúchos não sabe dizer para onde vai o esgoto de sua residência. Daqueles que souberam responder 24,0% disseram que vai direto para o rio/lago/mar. Para 17,1% dos entrevistados o esgoto vai para a rede coletora. 31. Você sabe para onde vai o esgoto da sua residência? ão Sabe ,9% Direto para rio, lago ou mar ,0% Rede coletora ,1% Fossa rudimentar ,4% Fossa séptica ,3% Vala 32 3,2% Boeiro 1 0,1% ,0% 32. Você sabe dizer se o esgoto da sua cidade é tratado? Sim é tratado ,7% 35,5% 39,7% ão é tratado ,8% ão Sabe ,5% ,0% 24,8% Acreditam ter seu esgoto tratado 39,7% dos pesquisados. Esse percentual é maior entre aqueles que residem na região metropolitana e na região hidrográfica litorânea. O esgoto de sua cidade é tratado? X Regiões hidrográficas Sim é tratado ão é tratado ão Sabe Região Metropolitana Região Hidrográfica do Guaíba Região Hidrográfica do Uruguai Região Hidrográfica Litorânea ,0% 79 39,5% 45 18,8% 49 40,5% 90 20,5% 44 22,0% 81 33,8% 33 27,3% ,5% 77 38,5% ,5% 39 32,2% ,0% ,0% ,0% ,0% 25

26 O tratamento de esgoto foi considerado importante pela maioria dos gaúchos. Ao reconhecer a importância do tratamento de esgoto 67,8% dos usuários se disseram dispostos a pagar por esse serviço. a região hidrográfica litorânea é onde encontramos um maior número de usuários disposto a pagar pelo tratamento de esgoto. 33. Você considera importante ter tratamento de esgoto na sua cidade? Considera Importante ,1% ão Considera Importante 1 0,1% ão Sabe 8 0,8% ,0% 0,8% 0,1% 34. Considerando a importância que você dá para o tratamento de esgoto, estaria disposto a pagar para ter o seu esgoto tratado? Sim estaria ,8% ão estaria ,1% ão sabe 31 3,1% ,0% 99,1% Regiões Hidrográficas X Estaria disposto a pagar Sim estaria ão estaria ão sabe Região Metropolitana Região Hidrográfica do Guaíba Região Hidrográfica do Uruguai Região Hidrográfica Litorânea ,4% ,0% ,8% 94 77,7% ,4% 60 30,0% 72 30,0% 21 17,4% 14 3,2% 8 4,0% 3 1,3% 6 5,0% ,0% ,0% ,0% ,0% 26

27 Os problemas de alagamentos e enchentes atingem 58,5% dos gaúchos. Esses alagamentos têm diversas causas e na opinião dos gaúchos as principais são: poluição, desmatamento e urbanização. 35. a sua cidade existe alagamento/enchentes? ão existe (40,9%) ão sabe (0,6%) Sim existe (58,5%) Agentes que contribuem para um aumento das enchentes no RS mente sem Importância mente Importante Fenômenos naturais Mudanças climáticas Desperdício de água Queimadas Drenagem dos banhados Desmatamento Poluição em geral Urbanização ,7% 79 8,0% ,9% ,8% ,6% ,2% 65 6,6% ,8% ,1% ,4% ,6% 69 7,0% ,7% ,0% ,7% ,4% 77 7,8% ,2% ,3% ,3% ,0% 73 7,7% ,4% ,2% ,7% ,2% 32 3,2% 79 8,0% ,3% ,3% 60 6,0% 23 2,3% 44 4,4% ,2% ,1% 66 6,8% 34 3,5% ,2% ,7% ,7% ,0% ,0% ,0% ,0% ,0% ,0% ,0% ,0% 27

28 2.6 - Perfil da amostra estudada: Feminino (54,6%) Sexo Masculino (45,4%) Escolaridade 1º Grau ,0% 2º Grau ,0% 3º Grau ,7% Analfabeto 3 0,3% ,0% Idade Menos de ,0% De 25 a ,2% De 35 a ,2% De 45 a ,0% De 55 a ,4% 65 e mais 22 2,2% ,0% Renda Familiar Até R$ 350, ,6% De R$ 351,00 a R$ 875, ,6% De R$ 876,00 a R$ 1.750, ,2% De R$ 1.751,00 a R$ 3.500, ,7% Acima de R$ 3.501, ,9% ,0% 28

29 3 - COMETÁRIOS FIAIS Realizada pelo Instituto Methodus de 10 a 17 de julho de 2006, esta pesquisa investigou os hábitos dos gaúchos em relação ao meio-ambiente. Atualmente, a principal preocupação está relacionada a poluição das águas, seguido pelo desmatamento, poluição do ar e poluição do solo. A pesquisa demonstrou que a maioria dos gaúchos separa o seu lixo e ao fazê-lo acredita que contribui para a tarefa de reciclagem. o entanto, 42,5% dos gaúchos não sabem para onde vai o lixo que é produzido na sua residência. Esse comportamento, de separar o lixo, mudou nos últimos anos. Essa mudança é atribuída às reportagens e campanhas educativas. A pesquisa identificou que 80,2% dos gaúchos bebem água canalisada. Porém, o poço artesiano está presente em 5,6% das residências. A qualidade da água consumida foi considerada "boa" por 46,6% dos entrevistados. Ainda em relação a água identificou-se que a maioria dos gaúchos fecha a torneira ao escovar os dentes e utiliza regador/balde para molhar as plantas. Porém, o hábito de lavar o carro com mangueira é mantido por 67,2% dos proprietários de veículos. Os gaúchos acreditam que daqui há 20 anos haverá pouca água no mundo e que essa água não será de boa qualidade. Maiores informações podem ser obtidas no corpo deste relatório. Margrid Sauer Oliveira Diretora 29

I B OP E Opinião. O que o brasileiro pensa e faz em relação à conservação e uso da água

I B OP E Opinião. O que o brasileiro pensa e faz em relação à conservação e uso da água PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA Águas no Brasil: A visão dos brasileiros O que o brasileiro pensa e faz em relação à conservação e uso da água Dezembro, 2006 METODOLOGIA OBJETIVO Levantar informações para

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA. Águas no Brasil: A Visão dos Brasileiros

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA. Águas no Brasil: A Visão dos Brasileiros PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA Águas no Brasil: A Visão dos Brasileiros O que o brasileiro pensa sobre a conservação e o uso da água no Brasil METODOLOGIA OBJETIVO Levantar informações para subsidiar o planejamento

Leia mais

METODOLOGIA E AMOSTRA

METODOLOGIA E AMOSTRA SOBRE A PESQUISA METODOLOGIA E AMOSTRA Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo Geral O projeto tem por objetivo geral mapear as percepções,

Leia mais

abastecimento de água e imagem da COPASA Montes Claros

abastecimento de água e imagem da COPASA Montes Claros Avaliação do Serviço o de abastecimento de água e imagem da COPASA Montes Claros Pesquisa realizada entre 24 e 28 de Abril de 2010 Informações Metodológicas Tipo de pesquisa: Survey, utiliza-se de questionário

Leia mais

USO RACIONAL DA ÁGUA 2008

USO RACIONAL DA ÁGUA 2008 USO RACIONAL DA ÁGUA Tipos de Água: Água potável - é a que se pode beber. É fundamental para a vida humana, e é obtida através de tratamentos que eliminam qualquer impureza. Água poluída - É a água suja

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O USO DA ÁGUA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O USO DA ÁGUA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O USO DA ÁGUA FEVEREIRO DE 2011 JOB087 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL O projeto tem por objetivo geral mapear as percepções, opiniões e atitudes da

Leia mais

Profa. Ana Luiza Veltri

Profa. Ana Luiza Veltri Profa. Ana Luiza Veltri EJA Educação de Jovens e Adultos Água de beber Como está distribuída a água no mundo? A Terra, assim como o corpo humano, é constituída por dois terços de água; Apenas 1% da quantidade

Leia mais

Este caderno contém exercícios de fixação e passatempos sobre os temas: Água no cotidiano - Módulo 1. A oferta de água - Módulo 2

Este caderno contém exercícios de fixação e passatempos sobre os temas: Água no cotidiano - Módulo 1. A oferta de água - Módulo 2 professor Este caderno contém exercícios de fixação e passatempos sobre os temas:. Mapa conceitual sobre Água: Água no cotidiano - Módulo que são em três estados físicos A oferta de água - Módulo 2 é encontrada

Leia mais

08 a 13 de Julho de 2012 UEFS Feira de Santana - BA

08 a 13 de Julho de 2012 UEFS Feira de Santana - BA PERCEPÇÃO PÚBLICA ACERCA DO SANEAMENTO BÁSICO NO BAIRRO PEDRA DO LORDE, JUAZEIRO BA. Roberta Daniela da Silva Santos (1) Anne Kallyne dos Anjos Silva (2) Simone do Nascimento Luz (3) Marcello Henryque

Leia mais

O que é saneamento básico?

O que é saneamento básico? O que é saneamento básico? Primeiramente, começaremos entendendo o real significado de saneamento. A palavra saneamento deriva do verbo sanear, que significa higienizar, limpar e tornar habitável. Portanto,

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO MARÇO DE 2012 JOB2178 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Entender como a população brasileira percebe questões relacionadas

Leia mais

LEVANTAMENTO SOCIOECONÔMICO E AMBIENTAL

LEVANTAMENTO SOCIOECONÔMICO E AMBIENTAL LEVANTAMENTO SOCIOECONÔMICO E AMBIENTAL Resultado dos questionários aplicados Julho/2011 Índice 1. DADOS PESSOAIS... 3 2. DADOS SOCIOECONÔMICOS E CULTURAIS... 4 3. QUALIDADE DE VIDA... 5 ANEXO A QUESTIONÁRIO

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NO DISTRITO FEDERAL WWF Brasil Maio/ 2003 OBJETIVOS: Levantar informações para subsidiar o planejamento e a avaliação da comunicação da WWF Brasil. Gerar conhecimentos relevantes

Leia mais

Oi amigos. A maioria de vocês já me conhece, eu sou o Kiko, o amigo do futuro, e vou apresentar a vocês o Tibum, que é o amigo da água.

Oi amigos. A maioria de vocês já me conhece, eu sou o Kiko, o amigo do futuro, e vou apresentar a vocês o Tibum, que é o amigo da água. Oi amigos. A maioria de vocês já me conhece, eu sou o Kiko, o amigo do futuro, e vou apresentar a vocês o Tibum, que é o amigo da água. 01 Água no corpo humano: cérebro 75% sangue 81% músculos 75% coração

Leia mais

Localização Estoques Hídricos

Localização Estoques Hídricos ÁGUA USO RACIONAL FUNDAÇÃO RELICTOS Ciclo da Água Estado Físico da Água. Localização Estoques Hídricos Água no Mundo Água no Nosso Corpo 74% do nosso corpo também é constituído de água. Assim como a água

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ONG WWF MAIO 2003 OPP 065 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL - Levantar informações para subsidiar o planejamento e avaliação da comunicação da WWF e

Leia mais

8- O que você poderia fazer para contribuir com a preservação desse recurso (água)?

8- O que você poderia fazer para contribuir com a preservação desse recurso (água)? Resultado da Enquete Resposta aberta 8- O que você poderia fazer para contribuir com a preservação desse recurso (água)? Reduzir o tempo do banho. Reaproveitar mais a água que utilizo em casa, evitar desperdícios,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO. Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

GOVERNO DO ESTADO. Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro UENF GOVERNO DO ESTADO Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro CCH LÊ EA Campos dos Goytacazes, 30 de maio de 2006. Relatório de Atividades referente ao Projeto "Programa de Conscientizacão

Leia mais

TEXTO DE APOIO II PERCURSO ÁGUA

TEXTO DE APOIO II PERCURSO ÁGUA TEXTO DE APOIO II PERCURSO ÁGUA Economia no dia a dia Segundo pesquisa do Akatu 1, 67% dos consumidores brasileiros declaram fechar a torneira quando escovam os dentes. Você é um deles? E no banho, você

Leia mais

PESQUISA ELEITORAL. INSTITUTO METHODUS www.institutomethodus.com.br methodus@methodus.srv.br (51) 3221-2582. Março de 2010

PESQUISA ELEITORAL. INSTITUTO METHODUS www.institutomethodus.com.br methodus@methodus.srv.br (51) 3221-2582. Março de 2010 INSTITUTO METHODUS www.institutomethodus.com.br methodus@methodus.srv.br (51) 3221-2582 PESQUISA ELEITORAL Março de 2010 1 Esta pesquisa foi contratada pelo PSB - Partido Socialista Brasileiro/RS e foi

Leia mais

1ª RODADA NOVA S/B-IBOPE Comunicação de Interesse Público PESQUISA TELEFÔNICA NACIONAL SOBRE AQUECIMENTO GLOBAL. IBOPE Opinião

1ª RODADA NOVA S/B-IBOPE Comunicação de Interesse Público PESQUISA TELEFÔNICA NACIONAL SOBRE AQUECIMENTO GLOBAL. IBOPE Opinião 1ª RODADA NOVA S/B-IBOPE Comunicação de Interesse Público PESQUISA TELEFÔNICA NACIONAL SOBRE AQUECIMENTO GLOBAL Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas

Leia mais

Job: 11/1217 PROJETO ÁGUA

Job: 11/1217 PROJETO ÁGUA Job: 11/1217 PROJETO ÁGUA Introdução Introdução Com objetivo de compreender melhor o uso da água e o nível de consciência da população em relação aos problemas relativos ao tema, o WWF solicitou ao Ibope

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE

INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE 12:43 Page 1 INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE Jardins é Page 2 LIXO UM PROBLEMA DE TODOS Reduzir a quantidade de lixo é um compromisso de todos. Uma pessoa é capaz

Leia mais

Economia de água. Ao usar o vaso sanitário

Economia de água. Ao usar o vaso sanitário Economia de água Economizar água não é mais só um hábito saudável. Atualmente, é uma grande responsabilidade com o futuro. Se não mudarmos nossos hábitos, a escassez de água para o consumo vai nos afetar

Leia mais

ÁGUA QUE BRILHA E ILUMINA A VIDA Aos Educadores:

ÁGUA QUE BRILHA E ILUMINA A VIDA Aos Educadores: ÁGUA QUE BRILHA E ILUMINA A VIDA Aos Educadores: A consciência ecológica levanta-nos um problema de profundidade e vastidão extraordinárias. Temos que defrontar ao mesmo tempo o problema da Vida na Terra,

Leia mais

Caracterização do Meio Sócio-econômico - propriedades Local e data Nome do chefe da família

Caracterização do Meio Sócio-econômico - propriedades Local e data Nome do chefe da família Caracterização do Meio Sócio-econômico - propriedades Local e data Nome do chefe da família Naturalidade Data de nascimento Telefone Endereço Nome do cônjuge ou companheiro Naturalidade Data de nascimento

Leia mais

REDUÇÃO DE DESPERDÍCIO DE RECURSOS NATURAIS

REDUÇÃO DE DESPERDÍCIO DE RECURSOS NATURAIS CONSUMO CONSCIENTE REDUÇÃO DE DESPERDÍCIO DE RECURSOS NATURAIS ÁGUA ENERGIA INSUMOS Desenvolvimento Sustentável A ÁGUA NOSSO BEM MAIS PRECIOSO Distribuição de toda água doce 1,8 % 0,96 % 0,02 % 0,001 %

Leia mais

Índice de 11,6% é maior do que 11,4% registrado no último dia de fevereiro. Outros 5 sistemas também subiram,mas São Paulo ainda vive crise hídrica.

Índice de 11,6% é maior do que 11,4% registrado no último dia de fevereiro. Outros 5 sistemas também subiram,mas São Paulo ainda vive crise hídrica. PROJETO ATUALIZAR 2015 TEMA SISTEMA CANTAREIRA DATA DE APLICAÇÃO 09 a 13/03/2015 PROFESSORES RESPONSÁVEIS Cristiane e Felipe 1. SUGESTÕES DE PONTOS QUE PODEM SER ABORDADOS 1.1. A importância da água 1.2.

Leia mais

Água. Material de Apoio - Água

Água. Material de Apoio - Água Água Material de Apoio Programa Escola Amiga da Terra Mapa Verde Realização: Instituto Brookfield Assessoria: Práxis Consultoria Socioambiental Este material foi utilizado pelos educadores participantes

Leia mais

PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE HABITANTE DO MUNICÍPIO DE SÃO GABRIEL-RS ENVIRONMENTAL PERCEPTION FROM THE CITY OF SÃO GABRIEL-RS'S HABITANTS

PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE HABITANTE DO MUNICÍPIO DE SÃO GABRIEL-RS ENVIRONMENTAL PERCEPTION FROM THE CITY OF SÃO GABRIEL-RS'S HABITANTS Eixo Temático: Inovação e Sustentabilidade PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE HABITANTE DO MUNICÍPIO DE SÃO GABRIEL-RS RESUMO ENVIRONMENTAL PERCEPTION FROM THE CITY OF SÃO GABRIEL-RS'S HABITANTS Ana Paula Fleig Saidelles,

Leia mais

Brasília abril / 2006

Brasília abril / 2006 O que pensam, sobre meio ambiente, o(a)s aluno(a)s do ensino fundamental do Espírito Santo que participaram do processo de seleção do(a)s delegado(a)s para a II Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo

Leia mais

Sumário. Zeca. O amigo da água. 04. A importância da água. 05. Por que preservar 06. Como a água chega à sua casa 07. Dicas para preservar a água 09

Sumário. Zeca. O amigo da água. 04. A importância da água. 05. Por que preservar 06. Como a água chega à sua casa 07. Dicas para preservar a água 09 Sumário Zeca. O amigo da água. 04 A importância da água. 05 Por que preservar 06 Como a água chega à sua casa 07 Dicas para preservar a água 09 Diga não ao desperdício 10 Água de beber em casa 11 Olá!

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL APLICADA AO ENSINO FUNDAMENTAL NA ESCOLA ESTADUAL JARDIM A LUZ - GOIÂNIA - GO

EDUCAÇÃO AMBIENTAL APLICADA AO ENSINO FUNDAMENTAL NA ESCOLA ESTADUAL JARDIM A LUZ - GOIÂNIA - GO VI - 4 o CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL EDUCAÇÃO AMBIENTAL APLICADA AO ENSINO FUNDAMENTAL NA ESCOLA ESTADUAL JARDIM A LUZ - GOIÂNIA - GO Eduardo Queija de Siqueira (1) Professor

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS EDUCAÇÃO AMBIENTAL E GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS EDUCANDO PARA UM AMBIENTE MELHOR Apresentação A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte SEMARH produziu esta

Leia mais

Serão distribuídos: Para os professores: Cinco módulos temáticos e um caderno de atividades. Para os alunos: um caderno de atividades.

Serão distribuídos: Para os professores: Cinco módulos temáticos e um caderno de atividades. Para os alunos: um caderno de atividades. professor Serão distribuídos: Para os professores: Cinco módulos temáticos e um caderno de atividades. Para os alunos: um caderno de atividades. Também serão produzidos, dentro de sala de aula, cartazes

Leia mais

CARTILHA. INSTITUTO FEDERAL SÃO PAULO Campus Caraguatatuba. Uso Racional da Água nas Edificações

CARTILHA. INSTITUTO FEDERAL SÃO PAULO Campus Caraguatatuba. Uso Racional da Água nas Edificações CARTILHA INSTITUTO FEDERAL SÃO PAULO Campus Caraguatatuba Uso Racional da Água nas Edificações 1 Sobre a Cartilha Esta cartilha é parte integrante do projeto de extensão USO RACIONAL DA ÁGUA NAS EDIFICAÇÕES

Leia mais

Opinião da População Sobre a Cobrança das Sacolas Plásticas Reutilizáveis. Agosto de 2015

Opinião da População Sobre a Cobrança das Sacolas Plásticas Reutilizáveis. Agosto de 2015 Opinião da População Sobre a Cobrança das Sacolas Plásticas Reutilizáveis Agosto de 2015 2 A Lei nº 15.374 de 2011 proíbe a disponibilização de sacolas plásticas descartáveis nos estabelecimentos comerciais

Leia mais

Esta é a pesquisa de satisfação

Esta é a pesquisa de satisfação Esta é a pesquisa de satisfação dos usuários de saneamento básico realizada entre a categoria residencial dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário regulados pela Agência em 244 municípios

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DA QUALIDADE DE VIDA NA CIDADE DE ARACRUZ.

RELATÓRIO DA PESQUISA DA QUALIDADE DE VIDA NA CIDADE DE ARACRUZ. RELATÓRIO DA PESQUISA DA QUALIDADE DE VIDA NA CIDADE DE ARACRUZ. Apresentação Este relatório contém os resultados da 1ª pesquisa de Qualidade de Vida na cidade de Aracruz solicitada pela FACE. O objetivo

Leia mais

I. INFORMAÇÕES GERAIS Município: Distrito: Localidade:

I. INFORMAÇÕES GERAIS Município: Distrito: Localidade: I. INFORMAÇÕES GERAIS Município: Distrito: Localidade: Data do Relatório: (dd:mm:aa) Entrevistador (a) N O. QUEST.: II. CARACTERÍTICAS DOS MORADORES DO DOMICÍLIO Nome do chefe da família: SEXO: 1. M 2.

Leia mais

ATITUDES QUE DEVES DE TOMAR: Economizar Reciclar e Reutilizar

ATITUDES QUE DEVES DE TOMAR: Economizar Reciclar e Reutilizar A Crise da Água ATITUDES QUE DEVES DE TOMAR: Economizar Reciclar e Reutilizar ÁGUA A água é um recurso natural que depende da maneira como o Homem a utiliza para ser renovável ou não. Quando se pensa que

Leia mais

Dimensão ambiental. Saneamento

Dimensão ambiental. Saneamento Dimensão ambiental Saneamento Indicadores de desenvolvimento sustentável - Brasil 2004 135 18 Acesso a serviço de coleta de lixo doméstico Apresenta a parcela da população atendida pelos serviços de coleta

Leia mais

Jus>fica>va. Obje>vos

Jus>fica>va. Obje>vos Jus>fica>va O Brasil está entre os dez maiores emissores de gases de efeito estufa do mundo e a cada ano os brasileiros de Norte a Sul do país são mais afetados pelas consequências das mudanças climá>cas

Leia mais

Conteúdo: A água. O ciclo da água. Estados físicos da água. Tecnologia de tratamento. Combate ao desperdício. CIÊNCIAS DA NATUREZA

Conteúdo: A água. O ciclo da água. Estados físicos da água. Tecnologia de tratamento. Combate ao desperdício. CIÊNCIAS DA NATUREZA 2 Conteúdo: A água. O ciclo da água. Estados físicos da água. Tecnologia de tratamento. Combate ao desperdício. 3 Habilidades: Refletir sobre a importância da água para o Planeta Terra, para a vida e o

Leia mais

Luigi - 1º ano A. A família Pimentel é consciente da necessidade da preservação do meio ambiente, contribuímos com pequenos atos como:

Luigi - 1º ano A. A família Pimentel é consciente da necessidade da preservação do meio ambiente, contribuímos com pequenos atos como: Luigi - 1º ano A A família Pimentel é consciente da necessidade da preservação do meio ambiente, contribuímos com pequenos atos como: Coleta seletiva, economia de água (banhos mais curtos, fechar a torneira

Leia mais

Levantamento Sócioambiental do Município de Vera Cruz do. Loana B. dos Santos, Daniela Mondardo, Luciane Luvizon, Patrícia P.

Levantamento Sócioambiental do Município de Vera Cruz do. Loana B. dos Santos, Daniela Mondardo, Luciane Luvizon, Patrícia P. Levantamento Sócioambiental do Município de Vera Cruz do Oeste PR Loana B. dos Santos, Daniela Mondardo, Luciane Luvizon, Patrícia P. Bellon, Cristiane C. Meinerz, Paulo S. R. Oliveira INTRODUÇÃO Nestes

Leia mais

Jardim Escola Aladdin

Jardim Escola Aladdin Jardim Escola Aladdin Os 4 Rs da Sustentabilidade Rio de janeiro 2016 Objetivo geral Esse projeto tem como objetivo promover o envolvimento dos alunos, professores, pais e comunidade em defesa à sustentabilidade

Leia mais

5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ciências Nome: SANEAMENTO BÁSICO. Aparência de uma cidade limpa.

5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ciências Nome: SANEAMENTO BÁSICO. Aparência de uma cidade limpa. 5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ciências Nome: Leia este texto. SANEAMENTO BÁSICO Aparência de uma cidade limpa. Saneamento básico é o conjunto de cuidados que se tem com a água, o esgoto

Leia mais

Consumo Consciente. Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta

Consumo Consciente. Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta Consumo Consciente Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta Uma mudança do bem Para nós da Rossi, o consumo consciente é algo vital para a sustentabilidade da sociedade e para o futuro do nosso

Leia mais

APÊNDICE M-1 CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE E AVALIAÇÃO DE PROJETOS DO SETOR DE SANEAMENTO MODELO DE QUESTIONÁRIO

APÊNDICE M-1 CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE E AVALIAÇÃO DE PROJETOS DO SETOR DE SANEAMENTO MODELO DE QUESTIONÁRIO CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE E AVALIAÇÃO DE PROJETOS DO SETOR DE SANEAMENTO MODELO DE QUESTIONÁRIO 1 CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE E AVALIAÇÃO DE PROJETOS DO SETOR DE SANEAMENTO MODELO DE QUESTIONÁRIO Recomenda-se,

Leia mais

GRUPO: MOBILIZAÇÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL (Prefeitura de Contagem - Agenda 21- Contagem - Governo de Minas I.E.F. e COPASA)

GRUPO: MOBILIZAÇÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL (Prefeitura de Contagem - Agenda 21- Contagem - Governo de Minas I.E.F. e COPASA) GRUPO: MOBILIZAÇÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL (Prefeitura de Contagem - Agenda 21- Contagem - Governo de Minas I.E.F. e COPASA) PORTFÓLIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ESCOLA ( COM CORPO DOCENTE E CRIANÇAS

Leia mais

Cobertura de saneamento básico no Brasil segundo Censo Demográfico, PNAD e PNSB

Cobertura de saneamento básico no Brasil segundo Censo Demográfico, PNAD e PNSB Cobertura de saneamento básico no Brasil segundo Censo Demográfico, PNAD e PNSB Painel Cobertura e Qualidade dos Serviços de Saneamento Básico Zélia Bianchini Diretoria de Pesquisas 1 São Paulo, 08/10/2013

Leia mais

A INTERVENÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO BAIRRO COHAB SÃO GONÇALO - CUIABÁ/MT: ANALISANDO IMPACTOS SOFRIDOS NA COMUNIDADE

A INTERVENÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO BAIRRO COHAB SÃO GONÇALO - CUIABÁ/MT: ANALISANDO IMPACTOS SOFRIDOS NA COMUNIDADE A INTERVENÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO BAIRRO COHAB SÃO GONÇALO - CUIABÁ/MT: ANALISANDO IMPACTOS SOFRIDOS NA COMUNIDADE Thaiane Cristina dos Santos - Universidade de Cuiabá Renner Benevides - Universidade

Leia mais

TESTE SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO Nº 001/2014 DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS MUNICÍPIO DE MARMELEIRO-PR

TESTE SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO Nº 001/2014 DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS MUNICÍPIO DE MARMELEIRO-PR TESTE SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO Nº 001/2014 DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS MUNICÍPIO DE MARMELEIRO-PR CADERNO DE PROVA CARGO: ESTAGIÁRIO DO DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE

Leia mais

1 Abastecimento de água potável

1 Abastecimento de água potável Objetivo Indicador Métrica Propostas Prazo Entraves Índice de atendimento urbano de água Planilha de Objetivos, Indicadores e GT Saneamento A Santa Maria que queremos Visão: Que até 2020 Santa Maria esteja

Leia mais

Consultando a população de sete capitais sobre meio ambiente e qualidade de vida Realização:

Consultando a população de sete capitais sobre meio ambiente e qualidade de vida Realização: Consultando a população de sete capitais sobre meio ambiente e qualidade de vida Realização: PRINCIPAL OBJETIVO PESQUISA QUANTITATIVA Fornecer informações sobre o conhecimento acerca do GREENPEACE e suas

Leia mais

1 Qualificar os serviços de Abastecimento de água potável

1 Qualificar os serviços de Abastecimento de água potável nos núcleos rurais com mais de 10 economias nas áreas quilombolas nas áreas indígenas Planilha de Objetivos, Indicadores e Ações Viabilizadoras GT Saneamento A Santa Maria que queremos Visão: "Que até

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: MEIO AMBIENTE DEZEMBRO/2010

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: MEIO AMBIENTE DEZEMBRO/2010 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: MEIO AMBIENTE DEZEMBRO/2010 Pesquisa CNI-IBOPE CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Presidente: Robson Braga de Andrade Diretoria Executiva - DIREX Diretor: José Augusto

Leia mais

CRISE HÍDRICA PLANO DE CONTINGÊNCIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE

CRISE HÍDRICA PLANO DE CONTINGÊNCIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE CRISE HÍDRICA PLANO DE CONTINGÊNCIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE 14/03/2014 Jonas Age Saide Schwartzman Eng. Ambiental Instituições Afiliadas SPDM SPDM Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina OSS

Leia mais

A dinâmica do relevo terrestre e A hidrografia terrestre

A dinâmica do relevo terrestre e A hidrografia terrestre 1 O relevo terrestre é formado e modelado pela ação de diversos agentes internos (movimentos tectônicos, vulcanismo, terremoto) e externos (ação das águas, do vento e do próprio homem). Explique de que

Leia mais

ANÁLISE DA INCIDÊNCIA DE DOENÇAS DE VEICULAÇÃO HÍDRICA NA REGIÃO DE JACARAÍPE E NOVA ALMEIDA, SERRA, ES. DEVAIR VIAL BRZESKY

ANÁLISE DA INCIDÊNCIA DE DOENÇAS DE VEICULAÇÃO HÍDRICA NA REGIÃO DE JACARAÍPE E NOVA ALMEIDA, SERRA, ES. DEVAIR VIAL BRZESKY ANÁLISE DA INCIDÊNCIA DE DOENÇAS DE VEICULAÇÃO HÍDRICA NA REGIÃO DE JACARAÍPE E NOVA ALMEIDA, SERRA, ES. DEVAIR VIAL BRZESKY Importância da água para a vida: Higiene pessoal. Preparação dos alimentos.

Leia mais

Pesquisa Quantitativa Plastivida. Setembro de 2012

Pesquisa Quantitativa Plastivida. Setembro de 2012 Pesquisa Quantitativa Plastivida Setembro de 2012 objetivo geral Verificar a opinião da população de Belo Horizonte acerca da retirada das sacolas plásticas dos estabelecimentos comerciais da cidade e

Leia mais

AJUDE a salvar O PLANETA. Feche a TORNEIRA do desperdício.

AJUDE a salvar O PLANETA. Feche a TORNEIRA do desperdício. AJUDE a salvar O PLANETA. Feche a TORNEIRA do desperdício. O que é a água? A água é um elemento essencial para a existência de vida no planeta, com papel fundamental nas funções biológicas de animais e

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: MEIO AMBIENTE MAIO/2012

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: MEIO AMBIENTE MAIO/2012 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: MEIO AMBIENTE MAIO/2012 Pesquisa CNI-IBOPE CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Presidente: Robson Braga de Andrade DIRETORIA DE POLÍTICAS E ESTRATÉGIA José Augusto

Leia mais

Projeto Sustentabilidade

Projeto Sustentabilidade Projeto Sustentabilidade Elaborado pela Connection Research Maio 2010 Para falar contate: rodrigomorial@connectionresearch.com.br caio@connectionresearch.com.br Tel(011) 30312795 HISTÓRICO Conscientizar

Leia mais

O Cerrado esta em festa: E o dia da Agua!

O Cerrado esta em festa: E o dia da Agua! GestAo Ambiental da BR 080-GO apresenta: A produção do presente material foi realizada pela equipe da MPB Engenharia, responsável pela gestão ambiental das obras da rodovia BR-080/GO. O Cerrado esta em

Leia mais

A ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DE BOMBINHAS ETAPA 2

A ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DE BOMBINHAS ETAPA 2 A ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DE BOMBINHAS ETAPA 2 SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA PROBLEMÁTICA POSSÍVEIS SOLUÇÕES ETAPAS OPORTUNIDADES - Ampliação do atendimento (75% de cobertura);

Leia mais

SITUAÇÃO DO SANEAMENTO BÁSICO DO BAIRRO KIDÉ, JUAZEIRO/BA: UM ESTUDO DE CASO NO ÂMBITO DO PET CONEXÕES DE SABERES SANEAMENTO AMBIENTAL

SITUAÇÃO DO SANEAMENTO BÁSICO DO BAIRRO KIDÉ, JUAZEIRO/BA: UM ESTUDO DE CASO NO ÂMBITO DO PET CONEXÕES DE SABERES SANEAMENTO AMBIENTAL SITUAÇÃO DO SANEAMENTO BÁSICO DO BAIRRO KIDÉ, JUAZEIRO/BA: UM ESTUDO DE CASO NO ÂMBITO DO PET CONEXÕES DE SABERES SANEAMENTO AMBIENTAL Juliana Maria Medrado de Melo (1) Graduanda em Engenharia Agrícola

Leia mais

O BRASILEIRO E AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS

O BRASILEIRO E AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O BRASILEIRO E AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS Novembro/2009 2 O brasileiro e as mudanças climáticas O DataSenado realizou pesquisa de opinião pública de abrangência nacional

Leia mais

Notas técnicas. Objetivo

Notas técnicas. Objetivo Notas técnicas A Pesquisa Nacional de Saneamento Básico - PNSB-foi realizada pelo Departamento de População e Indicadores Sociais - DEPIS-, da Diretoria de Pesquisas - DPE-, contando com o envolvimento

Leia mais

As abelhas, os mais importantes agentes polinizadores

As abelhas, os mais importantes agentes polinizadores As abelhas, os mais importantes agentes polinizadores As abelhas são os insetos polinizadores mais importantes, pois a maioria das espécies de plantas é polinizada por esses animais. Tanto a fase jovem

Leia mais

EDUCAR PARA PRESERVAR: Estudo do perfil sustentável dos acadêmicos do CEAVI/UDESC

EDUCAR PARA PRESERVAR: Estudo do perfil sustentável dos acadêmicos do CEAVI/UDESC EDUCAR PARA PRESERVAR: Estudo do perfil sustentável dos acadêmicos do CEAVI/UDESC ILda Valentim ilda.valentim@udesc.br UDESC Dinorá Baldo de Faverei dinora.faveri@udesc.br UDESC Marilei Kroetz marilei.kroetz@udesc.br

Leia mais

Comitê Cubatão Cachoeira Joinville - CCJ. Um passeio pelos rios de Joinville

Comitê Cubatão Cachoeira Joinville - CCJ. Um passeio pelos rios de Joinville Comitê Cubatão Cachoeira Joinville - CCJ Um passeio pelos rios de Joinville Autoras: Therezinha Maria Novais de Oliveira Mariele Simm Bianca de Oliveira Goulart Maia Equipe Técnica Bianca G. de Oliveira

Leia mais

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando um erro máximo de 3,9%

Leia mais

EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO SUS BINGO DA ÁGUA

EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO SUS BINGO DA ÁGUA EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO SUS Desenvolver ações educativas e de mobilização social é disseminar informações visando o controle de doenças e agravos à saúde e fomentar nas pessoas o senso de responsabilidade

Leia mais

Nós, da GWA, estamos contentes por esta cartilha ter chegado às suas mãos. Por meio dela, conversaremos com você sobre assuntos muito importantes e

Nós, da GWA, estamos contentes por esta cartilha ter chegado às suas mãos. Por meio dela, conversaremos com você sobre assuntos muito importantes e ,, 2, Nós, da GWA, estamos contentes por esta cartilha ter chegado às suas mãos. Por meio dela, conversaremos com você sobre assuntos muito importantes e muito atuais. Em primeiro lugar, gostaríamos de

Leia mais

1 Abastecimento de água potável

1 Abastecimento de água potável Índice de atendimento urbano de água Planilha de Objetivos, Indicadores e GT Saneamento A Santa Maria que queremos Visão: Que até 2020 Santa Maria esteja entre os melhores Municípios do Rio Grande do Sul,

Leia mais

Nós, da GWA, estamos contentes por esta cartilha ter chegado às suas mãos. Por meio dela, conversaremos com você sobre assuntos muito importantes e

Nós, da GWA, estamos contentes por esta cartilha ter chegado às suas mãos. Por meio dela, conversaremos com você sobre assuntos muito importantes e 1 Nós, da GWA, estamos contentes por esta cartilha ter chegado às suas mãos. Por meio dela, conversaremos com você sobre assuntos muito importantes e muito atuais. Em primeiro lugar, gostaríamos de dizer

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM UM AMBIENTE UNIVERSITÁRIO: ESTUDO DE CASO DO CESUMAR, MARINGÁ - PR

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM UM AMBIENTE UNIVERSITÁRIO: ESTUDO DE CASO DO CESUMAR, MARINGÁ - PR EDUCAÇÃO AMBIENTAL E GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM UM AMBIENTE UNIVERSITÁRIO: ESTUDO DE CASO DO CESUMAR, MARINGÁ - PR angélica da silva de oliveira 1 ;Adriana dos Santos Maulais 1 ; Rosilene Luciana Delariva

Leia mais

Gestão de águas urbanas: conquistas, desafios e oportunidades

Gestão de águas urbanas: conquistas, desafios e oportunidades Associação Brasileira de Recursos Hídricos Gestão de águas urbanas: conquistas, desafios e oportunidades Vladimir Caramori CTEC/UFAL Fortaleza, novembro de 2010 Gestão das águas urbanas Tema complexo reconhecido

Leia mais

PERCEPÇÃO DA SUSTENTABILIDADE: UMA AVALIAÇÃO NOS MORADORES DO MUNICÍPIO DE MEDIANEIRA-PR

PERCEPÇÃO DA SUSTENTABILIDADE: UMA AVALIAÇÃO NOS MORADORES DO MUNICÍPIO DE MEDIANEIRA-PR PERCEPÇÃO DA SUSTENTABILIDADE: UMA AVALIAÇÃO NOS MORADORES DO MUNICÍPIO DE MEDIANEIRA-PR Área Temática: Meio Ambiente. BORTOLOTTI, Silvana Ligia Vincenzi (Coordenadora da Ação de Extensão) BORTOLOTTI,

Leia mais

OS CUIDADOS COM A ÁGUA NA ESCOLA FUNDAMENTAL PROFESSOR ADAILTON COELHO COSTA

OS CUIDADOS COM A ÁGUA NA ESCOLA FUNDAMENTAL PROFESSOR ADAILTON COELHO COSTA OS CUIDADOS COM A ÁGUA NA ESCOLA FUNDAMENTAL PROFESSOR ADAILTON COELHO COSTA Dantas 1, Mayara; Gomes 1, Márcia; Silva 1, Juliene; Silva 1, Jaciele; 1 Discente do Curso de Bacharelado em Ecologia; 2 Professora

Leia mais

Aquecimento Global: estar informado ainda não é o bastante

Aquecimento Global: estar informado ainda não é o bastante Aquecimento Global: estar informado ainda não é o bastante Simone Cardoso O aquecimento global, tema tão recorrente na mídia e na mente de ambientalistas e estudiosos, é assunto do último levantamento

Leia mais

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto.

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. REDUZIR REUTILIZAR RECUPERAR RECICLAR A redução deve ser adaptada por

Leia mais

Orientação ao Usuário dos Serviços de Água e Esgoto:

Orientação ao Usuário dos Serviços de Água e Esgoto: Orientação ao Usuário dos Serviços de Água e Esgoto: Todo cidadão tem direitos e deveres para com a sociedade e se cada um fizer sua parte, todos irão ganhar. São direitos de todos os cidadãos, referentes

Leia mais

Preserve a água e a vida

Preserve a água e a vida Preserve a água e a vida Informações básicas sobre a preservação dos recursos hídricos A consciência de toda sociedade sobre a importância da conservação dos recursos hídricos é fator imprescindível em

Leia mais

QUESTIONÁRIO UMA MÃO LAVA A OUTRA PET-CBB

QUESTIONÁRIO UMA MÃO LAVA A OUTRA PET-CBB QUESTIONÁRIO UMA MÃO LAVA A OUTRA PET-CBB Dados Pessoais: Nome:. Sexo: ( ) M ( ) F Naturalidade (cidade onde nasceu):. Estado Civil:. Há quanto tempo mora na localidade:. Questionário Domiciliar: 1. Quantas

Leia mais

Pesquisa Pantanal. Job: 13/0528

Pesquisa Pantanal. Job: 13/0528 Pesquisa Pantanal Job: 13/0528 Objetivo, metodologia e amostra Com objetivo de mensurar o conhecimento da população sobre o Pantanal, o WWF solicitou ao Ibope um estudo nacional para subsidiar as iniciativas

Leia mais

Plataforma Ambiental para o Brasil

Plataforma Ambiental para o Brasil Plataforma Ambiental para o Brasil A Plataforma Ambiental para o Brasil é uma iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica e traz os princípios básicos e alguns dos temas que deverão ser enfrentados na próxima

Leia mais

1 Abastecimento de água potável

1 Abastecimento de água potável Objetivo Indicador Métrica Propostas Prazo Entraves Índice de atendimento urbano de água Planilha de Objetivos, Indicadores e GT Saneamento A Santa Maria que queremos Visão: Que até 2020 Santa Maria esteja

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ILHABELA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ILHABELA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ILHABELA SETEMBRO DE 2008 JOB796 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Levantar junto à população da área em estudo opiniões relacionadas à Ilhabela. Ilhabela

Leia mais

AVALIAÇÃO DO USO DA ÁGUA EM AMBIENTE DOMÉSTICO POR ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL, EM ARACAJU, SERGIPE

AVALIAÇÃO DO USO DA ÁGUA EM AMBIENTE DOMÉSTICO POR ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL, EM ARACAJU, SERGIPE AVALIAÇÃO DO USO DA ÁGUA EM AMBIENTE DOMÉSTICO POR ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL, EM ARACAJU, SERGIPE DANIEL ORNELAS RIBEIRO Mestrando do PPGV/UESC Co-autores: Anderson N. do Vasco; Ana Claudia A. S.

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Saneamento Básico, Diagnóstico Ambiental, Infraestrutura.

PALAVRAS-CHAVE: Saneamento Básico, Diagnóstico Ambiental, Infraestrutura. VI-039 - SANEAMENTO BÁSICO: UMA ANÁLISE ESTRUTURAL DO BAIRRO PEDRA DO LORDE EM JUAZEIRO-BA, COMO AÇÃO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET CONEXÕES DE SABERES - SANEAMENTO AMBIENTAL. Roberta Daniela da

Leia mais

2. Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí

2. Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Nota Informativa nº 03/2011/SAG Documento nº 030178/2011-46 Em 23 de novembro de 2011 Ao Senhor Superintendente de Apoio à Gestão de Recursos Hídricos Assunto: Resumo dos resultados da pesquisa de impacto

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE. Leandro de Souza Lino

PLANOS DE SAÚDE. Leandro de Souza Lino 1 PLANOS DE SAÚDE Leandro de Souza Lino Na atualidade, as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a qualidade de vida e, por sua vez, com a saúde. Assim, a necessidade de ter planos de saúde se faz

Leia mais

N : PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA. Entrevistador: Nome do entrevistado: (xx)xxxxxxxx. Endereço: Cidade: Situação do domicílio: 1.Urbano 2.

N : PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA. Entrevistador: Nome do entrevistado: (xx)xxxxxxxx. Endereço: Cidade: Situação do domicílio: 1.Urbano 2. Entrevistador: Nome do entrevistado: Telefone: (xx)xxxxxxxx N : Endereço: Cidade: Situação do domicílio: 1.Urbano 2.Rural Estado: AC AP DF MA MT PE RJ RR SE AL BA ES MG PA PI RN RS SP AM CE GO MS PB PR

Leia mais

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04 Pesquisa de Opinião Pública sobre as Campanhas Educativas para o Trânsito & da I m a g e m I n s t i t u c i o n a l da CET- RIO Relatório de Pesquisa 2008 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 03 PRINCIPAIS RESULTADOS

Leia mais

PROGRAMA MOSTRA DE VÍDEOS

PROGRAMA MOSTRA DE VÍDEOS PROGRAMA MOSTRA DE VÍDEOS Filme: "Gotinha d'água" Categoria: infanto/juvenil e adulto Direção: Corsan Colaboração: Corsan Duração: 5min Resumo: Uma gota d água passa por todos os estágios físicos de maneira

Leia mais

Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde. Apresentação em Agosto de 2012

Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde. Apresentação em Agosto de 2012 1 Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde Apresentação em Agosto de 2012 Índice 2 Objetivo Metodologia Perfil do médico associado Avaliação das operadoras de planos de saúde

Leia mais