Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento"

Transcrição

1 Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Capítulo 1: América: Um continente de Contrastes Capítulo 2: Estados Unidos e Canadá Apresentação elaborada pelos alunos do 8º Ano B Montanhas Rochosas do Canadá Machu Picchu Professor: Márcio Luiz

2 América: Desenvolvimento e Subdesenvolvimento. Desenvolvidos: Dominação econômica; apresentam estrutura industrial completa, agropecuária moderna e intensiva, emprego de máquinas e mão de obra especializada. Desenvolvimento científico e tecnológico elevado. Subdesenvolvidos: Passaram por um grande processo de exploração durante o período colonial. Colônia de exploração; baixo nível de industrialização; dependência econômica, política e cultural em relação às nações desenvolvidas. Em Desenvolvimento: Estão em transição de subdesenvolvidos para desenvolvidos. Países Pobres: Correspondem à maioria dos países americanos. Nomes: Davi, Samuel, Victor A e Thiago. Turma: 8ºB

3 Exemplos Países densenvolvidos: Estados Unidos e Canadá América Anglo-Saxônica. Países em desenvolvimento: Brasil, Argentina e México. Países subdesenvolvidos: maioria das nações do continente.

4 A Economia da América Anglo-saxônica As economias dos EUA e Canadá são pujantes e dinâmicas. Reconhecidas por alto investimento de capital e aplicação de tecnologia avançada na maioria dos setores. GRUPO: Sarah Bijvoet, Luiz Fernando, Henrique Moraes e Caio André.

5 Atividades Econômicas AGRICULTURA A agricultura do Canadá e EUA é destinada ao mercado interno e o excedente à exportação, o que faz com que estejam entre os maiores produtores e exportadores de grãos do mundo. Geralmente a produção agrícola é realizada com recursos tecnológicos avançados, exigindo pouca mão de obra. INDÚSTRIA A indústria dos EUA e Canadá conta com técnicas extremamente desenvolvidas e mão de obra bastante especializada. O investimento na pesquisa também é alto, principalmente nas áreas de alta tecnologia. COMÉRCIO E SERVIÇOS Nos países ricos da América, os setores de comércio e serviços são as áreas que mais geram empregos nesses países. Esse comércio é sofisticado e muito especializado. O grande índice de urbanização eleva o grau de importância de suas atividades comerciais e de serviços.

6 A economia dos países pobres da América Os países pobres possuem um baixo nível de tecnologia para realizar suas atividades econômicas. O nível de industrialização também é muito baixo, prejudicando o desenvolvimento econômico autônomo. Por ser baixo o nível de industrialização, as multinacionais acabam se aproveitando da barata mão de obra, das fontes de matéria-prima e dos baixos impostos sobre as multinacionais.

7 O extrativismo acaba sendo efetuado pelas multinacionais e empresas estatais, fazendo com que seja uma importante atividade econômica. Possuem IDH considerado de médio para baixo e têm baixa expectativa de vida. Geralmente eles produzem produtos agropecuários voltados para a exportação.

8 Segunda metade do século XX Países latino-americanos organizaram suas economias, investindo no setor industrial. Os Estados tiveram um importante papel nessa dinamização. Exemplos de países: Brasil, México, Argentina e Chile. Proporcionou um crescimento econômico acelerado, que despertou o interesse dos grandes grupos empresariais. Cresceram as indústrias manufatureiras e de bens de consumo voltadas para o mercado internacional.

9 Apesar da industrialização e crescimento econômico considerável, possuem problemas como a má distribuição de renda e a precariedade do serviços sociais. Possuem um alto contraste social e econômico que pode ser visto, por exemplo, em importantes setores da sociedade e em polos industriais. Brasil, México, Argentina e Chile são países em desenvolvimento, pois apresentam crescimento econômico maior nestes últimos anos. Porém ainda dependem da tecnologia de países desenvolvidos.

10 [ Moeda: Dólar Americano População:313 milhões *PIB: Cerca de 13 bilhões de dólares, o maior do mundo. -78,6% serviços -20,4% indústrias -1% agricultura ESTADOS UNIDOS Os EUA são a maior potência econômica e militar do planeta, além de serem o país que mais exerce influência militar e econômica. *Renda per capita: 44 mil dólares - Mão de obra especializada; - Disponibilidade de capital para investimentos; - Capacidade de inovação tecnológica.

11 Alto grau de tecnologia: biotecnologia e agroindústria. Empresas avançadas. Agricultura dos Estados Unidos CARACTERÍSTICAS altamente Sementes selecionadas. BELTS: São as divisões da produção agrícola nos EUA, que visam adequar o uso do solo de acordo com as suas características.

12 A indústria dos Estados Unidos A indústria dos Estados Unidos é a mais poderosa do mundo. As indústrias que mais se destacam são as de alta tecnologia, automobilística, siderurgia, construção naval, espacial e de armamentos etc. A Reorganização Territorial da Indústria nos EUA Manufacturing Belt: Área no nordeste dos EUA cuja economia é baseada principalmente na indústria pesada e de manufaturas. É a área de industrialização mais antiga e mais extensa dos EUA. Nela encontram-se quase todos os tipos de indústrias, embora seja predominantes as indústrias siderúrgicas, mecânica, metalúrgica (automobilística), petroquímica, alimentícia e têxtil.

13 Sun Belt: Após o manufacturing (1998), a indústria da região declinou, perdendo competitividade. Em 1990, a região se recuperou e as indústrias da alta tecnologia substituíram as indústrias menos rentáveis. A maior parte das indústrias high-tech se desenvolveu nas áreas dos centros de pesquisa universitários, como é o caso da indústria de informática no Vale do Silício, na Califórnia. Vale do Silício: O Vale do Silício é uma das maiores aglomerações de empresas com domínio de tecnologia de ponta do mundo. Teve início em 1950, com o objetivo de gerar e fomentar inovações no campo científico e tecnológico.

14 Podemos considerar, no espaço norte-americano, duas principais regiões industrializadas, caracterizadas por diferentes processos de industrialização: Manufacturing belt Sun belt, ou apenas Sul. SNOW BELTS: Nordeste/ Norte/ região dos Grandes Lagos. SUN BELTS: Sul/ litoral do Pacífico e Meio-Oeste. Manufacturing Belt

15 Comércio: O comércio estadunidense é o mais importante das trocas internacionais. Os EUA mais importam do que exportam, pois suas multinacionais deslocaram suas unidades fabris para fora do país. Os Estados Unidos são o maior importador e terceiro maior exportador de bens, embora as exportações per capita sejam relativamente baixas.

16 Estados Unidos Canadá México Os recursos minerais e a produção de energia na América do Norte

17 Estados Unidos Extenso território com um subsolo riquíssimo em recursos naturais, destacando-se o petróleo, o gás natural e o carvão mineral. Muito desses recursos são utilizados pelas indústrias locais. Energia elétrica Os Estados Unidos são os maiores produtores de energia elétrica do mundo. A produção é facilitada pelo relevo acidentado dos Apalaches e das montanhas rochosas, que garantem ao país uma maior produção de energia hidrelétrica.

18 Canadá Subsolo rico em minérios, como: ferro, cobre, zinco, níquel e chumbo, que são fundamentais para o desenvolvimento das indústrias canadenses. Este país dispõe de uma grande diversidade de siderúrgicas e metalúrgicas. A produçao de alumínio é a principal entre os produtos metálicos do Canadá e uma das maiores do mundo, mas a matéria-prima (bauxita) é importada. Energia elétrica O Canadá é considerado um dos maiores produtores de energia elétrica do planeta, com destaque para as usinas hidrelétricas. Esta energia muitas vezes é utilizada no processamento de alumínio que requer grandes quantidades de eletricidade.

19 Canadá Atividades Agropecuárias: Representado por uma pequena área do território canadense, as terras ocupadas por lavouras e pastagens são destinadas à exportação de alimentos. A agropecuária moderna canadense tem como seus principais produtos de exportação: trigo, laticínios, frutas e vegetais.

20 Indústria Canadense: tornou-se autossuficiente em energia e matéria-prima, pois se beneficia da grande disponibilidade de jazidas minerais. São relevantes para economia canadense as indústrias automobilísticas, madeireiras, de papel e celulose, de maquinários e equipamentos, de produtos de alta tecnologia, de extração de combustíveis fósseis e agroindústrias. A influência dos Estados Unidos: o setor industrial é a base da economia canadense. O país é um importante exportador de máquinas e equipamentos, sendo eles 87% exportados para o EUA, que com os seus investidores têm o controle acionário das maiores empresas canadenses.

21 México O subsolo mexicano é rico em minérios com destaque para a prata, o cobre, carvão, gás natural e petróleo. Boa parte desses recursos estão localizados na baía de Campeche. A maior parte do petróleo produzido no México é exportada para os EUA. Energia elétrica Dispõe de usinas de energia geotérmicas, nucleares e hidrelétricas. Porém a sua produção é com menos intensidade que o Canadá e EUA.

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Capítulo 1: América: Um continente de contrastes Capítulo 2: Estados Unidos e Canadá Apresentação elaborada pelos alunos do 8º Ano C Montanhas Rochosas

Leia mais

Desenvolvimento. Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento

Desenvolvimento. Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Capítulo 1: América: Um continente de Contrastes Capítulo 2: Estados Unidos e Canadá Apresentação elaborada pelos alunos do 8º Ano A Desenvolvimento Processo

Leia mais

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Capítulo 1: América: Um continente de Contrastes Capítulo 2: Estados Unidos e Canadá Apresentação elaborada pelos alunos do 8º Ano D Montanhas Rochosas

Leia mais

Introdução: Iniciou a industrialização depois da França Porém antes da Alemanha, Itália e Japão Maior potencia mundial: Indústrias, setor financeiro,

Introdução: Iniciou a industrialização depois da França Porém antes da Alemanha, Itália e Japão Maior potencia mundial: Indústrias, setor financeiro, Introdução: Iniciou a industrialização depois da França Porém antes da Alemanha, Itália e Japão Maior potencia mundial: Indústrias, setor financeiro, agrícola, militar e cultural Consequentemente geopolítico.

Leia mais

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 C C A E A A E C B A

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 C C A E A A E C B A GABARITO 2ª CHAMADA DISCIPLINA: FÍS./GEO. COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO 53 ANOS DE HISTÓRIA ENSINO E DISCIPLINA QUEM NÃO É O MAIOR TEM QUE SER O MELHOR Rua Frei Vidal, 1621 São João do Tauape/Fone/Fax:

Leia mais

9º ANO 4º BIMESTRE -TU 902 AULA 4

9º ANO 4º BIMESTRE -TU 902 AULA 4 UD II GEOGRAFIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA E DO CANADÁ 4. O Espaço Econômico nos EUA - Referências: Geografia em Mapas (pgs. 26 a 27). Geoatlas 9º ANO 4º BIMESTRE -TU 902 AULA 4 Operações militares

Leia mais

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA Causas da Hegemonia atual dos EUA Hegemonia dos EUA Influência Cultural: músicas, alimentações, vestuários e língua Poderio Econômico: 20% do PIB global Capacidade Militar sem

Leia mais

ESTADOS UNIDOS: superpotência mundial. Capítulo 8 Educador: Franco Augusto

ESTADOS UNIDOS: superpotência mundial. Capítulo 8 Educador: Franco Augusto ESTADOS UNIDOS: superpotência mundial Capítulo 8 Educador: Franco Augusto EUA: Processo histórico Colônia de povoamento (Reino Unido, em especial a Inglaterra) A ocupação da costa do Atlântico foi baseada

Leia mais

Professora Erlani. Apostila 4 Capítulo 1

Professora Erlani. Apostila 4 Capítulo 1 Apostila 4 Capítulo 1 Os EUA possuem vizinhos muito diferentes. Ao norte, o Canadá, a maior parte da população é de origem anglo saxônica. Ao sul, o México, país latino-americano, de colonização espanhola.

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES. AULA 11.2 Conteúdo: A Ascensão da América do Norte

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES. AULA 11.2 Conteúdo: A Ascensão da América do Norte 11.2 Conteúdo: A Ascensão da América do Norte 11.2 Habilidades: Verificar como o setor secundário interfere na América Anglo - Saxônica e quais os principais fatores para o desenvolvimento econômico dos

Leia mais

REVISÃO AMÉRICA ANGLO SAXÔNICA E MÉXICO

REVISÃO AMÉRICA ANGLO SAXÔNICA E MÉXICO REVISÃO AMÉRICA ANGLO SAXÔNICA E MÉXICO DIVISÃO DO CONTINENTE AMERICANO Os países que pertencem a América do Norte são: EUA, Canadá e México. Os países que pertencem a América Anglo Saxônica são: EUA

Leia mais

Rust belt. Cinturão de ferrugem é uma área no nordeste dos EUA, situada aproximadamente entre as cidades de Chicago e Nova Iorque.

Rust belt. Cinturão de ferrugem é uma área no nordeste dos EUA, situada aproximadamente entre as cidades de Chicago e Nova Iorque. Rust belt Cinturão de ferrugem é uma área no nordeste dos EUA, situada aproximadamente entre as cidades de Chicago e Nova Iorque. Esta aglomeração industrial foi batizada de "Manufacturing belt" (atual"rust

Leia mais

9º ano do Ensino Fundamental. Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia

9º ano do Ensino Fundamental. Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia 9º ano do Ensino Fundamental Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia 9º ano do Ensino Fundamental Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia Orientações para estudos de recuperação Data da AE

Leia mais

R E L E V O RELEVO ASPECTOS FÍSICOS COMO DIVIDE-SE A AMÉRICA 27/05/2014. 1 - montanhas 2 - planícies. 3 - planaltos. Setentrional Ocidental.

R E L E V O RELEVO ASPECTOS FÍSICOS COMO DIVIDE-SE A AMÉRICA 27/05/2014. 1 - montanhas 2 - planícies. 3 - planaltos. Setentrional Ocidental. Alaska Havaí Canadá Estados Unidos Setentrional Ocidental COMO DIVIDE-SE A AMÉRICA ASPECTOS FÍSICOS 1 - montanhas 2 - planícies 3 - planaltos 1 2 3 R E L E V O RELEVO 1 1) Bacia do Ártico: sofre limitação

Leia mais

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO Agropecuária É o termo utilizado para designar as atividades da agricultura e da pecuária A agropecuária é uma das atividades mais antigas econômicas

Leia mais

Empresas mineradoras no Brasil

Empresas mineradoras no Brasil Em 211, a Produção Mineral Brasileira (PMB) deverá atingir um novo recorde ao totalizar US$ 5 bilhões (valor estimado), o que configurará um aumento de 28% se comparado ao valor registrado em 21: US$ 39

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I APRENDER A APRENDER APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA. Aula 10.2 Conteúdo: Guianas.

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I APRENDER A APRENDER APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA. Aula 10.2 Conteúdo: Guianas. Aula 10.2 Conteúdo: Guianas. 2 Habilidades: Observar as limitações das Guianas e suas ligações com o Brasil. 3 Colômbia 4 Maior população da América Andina. Possui duas saídas marítimas: Para o Atlântico

Leia mais

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 8 ANO B Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1- (1,0) A mundialização da produção industrial é caracterizada

Leia mais

América anglo-saxônica. Diferentes povos construíram duas fortes economias

América anglo-saxônica. Diferentes povos construíram duas fortes economias América anglo-saxônica Diferentes povos construíram duas fortes economias A América Desenvolvida Conhecido também como Novo Mundo, a América é sinônimo de miscigenação, desenvolvimento e mazelas sociais.

Leia mais

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE. DA REPRODUÇÃO DA VIDA E PODE SER ANALISADO PELA TRÍADE HABITANTE- IDENTIDADE-LUGAR. OBJETIVOS ESPECÍFICOS A. Caracterizar o fenômeno da urbanização como maior intervenção humana

Leia mais

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza).

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza). GEOGRAFIA 7ª Série/Turma 75 Ensino Fundamental Prof. José Gusmão Nome: MATERIAL DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL A GEOGRAFIA DO MUNDO SUBDESENVOLVIDO A diferença entre os países que mais chama a atenção é

Leia mais

Geografia/Profª Carol

Geografia/Profª Carol Geografia/Profª Carol Recebe essa denominação porque parte dos territórios dos países platinos que constituem a região é banhada por rios que compõem a bacia hidrográfica do Rio da Prata. Países: Paraguai,

Leia mais

O Canadá é um país de contraste: uma extensa área (9.976.139 km 2 ) e um pequeno número de habitantes pouco mais de 30 milhões.

O Canadá é um país de contraste: uma extensa área (9.976.139 km 2 ) e um pequeno número de habitantes pouco mais de 30 milhões. Canadá O Canadá é um país de contraste: uma extensa área (9.976.139 km 2 ) e um pequeno número de habitantes pouco mais de 30 milhões. 1 A ocupação é dificultada principalmente no norte do país devido

Leia mais

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE Conceitos Diversos Estado É uma organização políticoadministrativa da sociedade. Estado-nação - Quando um território delimitado é composto de um governo e uma população

Leia mais

9º ANO 3º BIMESTRE -TU 902 AULA 5

9º ANO 3º BIMESTRE -TU 902 AULA 5 UD II GEOGRAFIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA E DO CANADÁ 5.. Referências: Geografia em Mapas (pgs. 12 a 13). Geoatlas 9º ANO 3º BIMESTRE -TU 902 AULA 5 NORTE COSTA OESTE COSTA LESTE SUL Rio Mississípi

Leia mais

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente 7. o ANO FUNDAMENTAL Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente CONTEÚDOS E HABILIDADES A A Unidade II Comunicação e tecnologia. Aula 7.2 Conteúdo Classificação da indústria moderna. Habilidade Classificar

Leia mais

GEOGRAFIA. Brasil dos Recursos Minerais e Energéticos

GEOGRAFIA. Brasil dos Recursos Minerais e Energéticos Brasil dos Recursos Minerais e Energéticos GEOGRAFIA O Brasil apresenta um território dotado de recursos minerais e bem diversificado, porém não são bem aproveitados isso devido a uma falta de conhecimento

Leia mais

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 12 O BRASIL NEOLIBERAL E OS DESAFIOS PARA O SÉCULO XXI

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 12 O BRASIL NEOLIBERAL E OS DESAFIOS PARA O SÉCULO XXI GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 12 O BRASIL NEOLIBERAL E OS DESAFIOS PARA O SÉCULO XXI Como pode cair no enem A desconcentração industrial verificada no Brasil, na última década, decorre, entre outros fatores,

Leia mais

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRENTE 7B AULA 19 e 20. Profº André Tomasini

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRENTE 7B AULA 19 e 20. Profº André Tomasini TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRENTE 7B AULA 19 e 20 Profº André Tomasini CONTINENTE AMERICANO Possuindo uma área de 42.560.270 Km2 o continente americano é o segundo maior continente da Terra ocupando 28 % das

Leia mais

A economia global e a organização do espaço

A economia global e a organização do espaço littleny/ Shutterstock ssguy/ Shutterstock A economia global e a organização do espaço Xangai, China Las Vegas, EUA Alain Lacroix/ Dreamstime.com Empresas multinacionais e economia global A revolução tecnocientífica,

Leia mais

PERÚ Indicadores e Informação relevantes

PERÚ Indicadores e Informação relevantes Road Show dos Embaixadores às Regiões PERÚ Indicadores e Informação relevantes 1 PERÚ 2 1. Indicadores relevantes População: 30 milhões Produto Interno Bruto 2012 (PIB): US$ 196,000 milhões PIB per capita

Leia mais

ARGENTINA Comércio Exterior

ARGENTINA Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC ARGENTINA Comércio Exterior Agosto de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO E DIMENSIONAMENTO DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

CARACTERIZAÇÃO E DIMENSIONAMENTO DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO CARACTERIZAÇÃO E DIMENSIONAMENTO DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Eduardo Pereira Nunes Elisio Contini Apresentação à Diretoria da ABAG 13 de setembro de 2000 - São Paulo O PROBLEMA Controvérsias sobre contribuição

Leia mais

Aspectos recentes do Comércio Exterior Brasileiro

Aspectos recentes do Comércio Exterior Brasileiro Aspectos recentes do Comércio Exterior Brasileiro Análise Economia e Comércio / Integração Regional Jéssica Naime 09 de setembro de 2005 Aspectos recentes do Comércio Exterior Brasileiro Análise Economia

Leia mais

Subdesenvolvimento. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Blaise Pascal

Subdesenvolvimento. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Blaise Pascal Subdesenvolvimento Subdesenvolvimento, trata-se de uma expressão que surgiu depois da segunda Guerra mundial, com a intensão de caracterizar os países com IDH baixo, que tem sua analise a partir dos principais

Leia mais

Os Tigres Asiáticos. made in Hong Kong, made in South Korea, made In Taiwan e Cingapura

Os Tigres Asiáticos. made in Hong Kong, made in South Korea, made In Taiwan e Cingapura Os Tigres Asiáticos made in Hong Kong, made in South Korea, made In Taiwan e Cingapura O Surgimento dos Tigres Guerra Fria 1945 Busca de Espaços de Influencias: Plano Colombo; China se torna Comunista

Leia mais

COMÉRCIO EXTERIOR. Causas da dívida Empréstimos internacionais para projetar e manter grandes obras. Aquisição de tecnologia e maquinário moderno.

COMÉRCIO EXTERIOR. Causas da dívida Empréstimos internacionais para projetar e manter grandes obras. Aquisição de tecnologia e maquinário moderno. 1. ASPECTOS GERAIS Comércio é um conceito que possui como significado prático, trocas, venda e compra de determinado produto. No início do desenvolvimento econômico, o comércio era efetuado através da

Leia mais

A EMERGÊNCIA DA CHINA. Desafios e Oportunidades para o Brasil Dr. Roberto Teixeira da Costa

A EMERGÊNCIA DA CHINA. Desafios e Oportunidades para o Brasil Dr. Roberto Teixeira da Costa A EMERGÊNCIA DA CHINA Desafios e Oportunidades para o Brasil Dr. Roberto Teixeira da Costa Crescimento médio anual do PIB per capita - 1990-2002 10 8,8 5 0 Fonte: PNUD 1,3 Brasil China dinamismo econômico

Leia mais

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo A UA UL LA MÓDULO 7 Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo Nesta aula O café foi o principal produto de exportação durante a República Velha. Os cafeicultores detinham o controle da

Leia mais

Marie Curie Vestibulares Lista 4 Geografia Matheus Ronconi AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL

Marie Curie Vestibulares Lista 4 Geografia Matheus Ronconi AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL 1) (UDESC - 2012) São exemplos da indústria de bens de consumo (ou leve): a) Indústria de autopeças e de alumínio. b) Indústria de automóveis

Leia mais

América Latina: Herança Colonial e Diversidade Cultural. Capítulo 38

América Latina: Herança Colonial e Diversidade Cultural. Capítulo 38 América Latina: Herança Colonial e Diversidade Cultural Capítulo 38 Expansão marítima européia; Mercantilismo (capitalismo comercial); Tratado de Tordesilhas (limites coloniais entre Portugal e Espanha):

Leia mais

A Engenharia e o Desenvolvimento Regional. Palestrante: Prof. Dr. Ivaldo Leão Ferreira Professor Adjunto II VEM/EEIMVR/UFF

A Engenharia e o Desenvolvimento Regional. Palestrante: Prof. Dr. Ivaldo Leão Ferreira Professor Adjunto II VEM/EEIMVR/UFF A Engenharia e o Desenvolvimento Regional A Engenharia e o Desenvolvimento Regional Resumo A importância da qualidade e diversidade na formação do corpo de engenheiros regionais e a integração da indústria

Leia mais

PLANO DE RECUPERAÇÃO FINAL

PLANO DE RECUPERAÇÃO FINAL TURMA: 1 Ensino Médio Planeta e Cartografia As formas de relevo e a hidrografia Tipos climáticos e biomas da Terra Problemas ambientais Espaço Mundial e a industrialização Recursos minerais e fontes de

Leia mais

RESOLUÇÕES E RESPOSTAS

RESOLUÇÕES E RESPOSTAS GEOGRAFIA 1 GRUPO CV 10/2009 RESOLUÇÕES E RESPOSTAS QUESTÃO 1: a) Os gráficos destacam que conforme ocorreu o aumento da população na grande São Paulo aumentaram também o número de viagens da população

Leia mais

CAZAQUISTÃO Comércio Exterior

CAZAQUISTÃO Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC CAZAQUISTÃO Comércio Exterior Agosto de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS

AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS Tema 1: A América no mundo 1. Um continente diversificado A América possui grande extensão latitudinal e, por isso, nela encontramos diversas paisagens. 2. Fatores

Leia mais

REVISÃO DA AULA 1 RÚSSIA E CEI. Baseado nas páginas 60 e 61 do Livro Geografia em Mapas e na aula, responda:

REVISÃO DA AULA 1 RÚSSIA E CEI. Baseado nas páginas 60 e 61 do Livro Geografia em Mapas e na aula, responda: REVISÃO DA AULA 1 RÚSSIA E CEI Baseado nas páginas 60 e 61 do Livro Geografia em Mapas e na aula, responda: 1. Quantas repúblicas formaram a CEI.: ( X ) 12 (sem os países bálticos) ( ) 12 (com os países

Leia mais

Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados

Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados Análise Setorial Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados Abril de 2015 Sumário 1. Perspectivas do Cenário Econômico em 2015... 3 2. Balança Comercial de Março de 2015... 5 3.

Leia mais

Comércio e Investimento na Coréia do Sul. Traduzido e atualizado de Chong-Sup Kim Universidade Nacional de Seul

Comércio e Investimento na Coréia do Sul. Traduzido e atualizado de Chong-Sup Kim Universidade Nacional de Seul Comércio e Investimento na Coréia do Sul Traduzido e atualizado de Chong-Sup Kim Universidade Nacional de Seul 40 anos de economia coreana 1 2 3 4 5 6 10º PIB mundial US$ 680 milhões 12º país comercial

Leia mais

Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013

Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013 Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013 CAP. 02 A Dinâmica dos espaços da Globalização. (9º ano) *Estudaremos a difusão do modo capitalista de produção, ou seja, do modo de produzir bens e

Leia mais

NORDESTE: DESEMPENHO DO COMÉRCIO EXTERIOR EM 2009

NORDESTE: DESEMPENHO DO COMÉRCIO EXTERIOR EM 2009 O nosso negócio é o desenvolvimento ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE-ETENE INFORME SETORIAL INDÚSTRIA E SERVIÇOS NORDESTE: DESEMPENHO DO COMÉRCIO EXTERIOR EM 2009 Ano IV No 2 O nosso

Leia mais

8º ANO ATIVIDADES ONLINE

8º ANO ATIVIDADES ONLINE 8º ANO ATIVIDADES ONLINE 1) Analise a tabela e responda. a) Entre os países andinos, qual apresenta maior desenvolvimento, de acordo com o IDH? E menor desenvolvimento? b)que tipo de produto predomina

Leia mais

Organizações internacionais Regionais

Organizações internacionais Regionais Organizações internacionais Regionais Percurso 4 Geografia 9ºANO Profª Bruna Andrade e Elaine Camargo Os países fazem uniões a partir de interesses comuns. Esses interesses devem trazer benefícios aos

Leia mais

Amazônia Brasileira e Brasil em Crise

Amazônia Brasileira e Brasil em Crise Amazônia Brasileira e Brasil em Crise 1. (UERJ-2009) Folha de São Paulo, 01/06/2008. Adaptado de Zero Hora, 16/06/2008. Diferentes critérios e objetivos podem orientar a divisão do espaço geográfico em

Leia mais

SECRETARIA DE AGRICULTURA, IRRIGAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICA DO AGRONEGÓCIO Salvador, Maio de 2011 NOTA TÉCNICA:

SECRETARIA DE AGRICULTURA, IRRIGAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICA DO AGRONEGÓCIO Salvador, Maio de 2011 NOTA TÉCNICA: SECRETARIA DE AGRICULTURA, IRRIGAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICA DO AGRONEGÓCIO Salvador, Maio de 2011 NOTA TÉCNICA: INFORMAÇÕES SOBRE A CORÉIA DO SUL Com a rápida recuperação da crise

Leia mais

BRICS e o Mundo Emergente

BRICS e o Mundo Emergente BRICS e o Mundo Emergente 1. Apresente dois argumentos favoráveis à decisão dos países integrantes da Aliança do Pacífico de formarem um bloco regional de comércio. Em seguida, justifique a situação vantajosa

Leia mais

Japão, Tigres asiáticos e China

Japão, Tigres asiáticos e China Japão, Tigres asiáticos e China Revisão Geral Prof. Josevaldo Aspectos socioeconômicos do Japão e dos Tigres Asiáticos Japão A partir do final da Segunda Guerra Mundial Transformou-se em exemplo de crescimento

Leia mais

JAPÃO: A SUPERPOTÊNCIA DO ORIENTE. GEOGRAFIA PROF. Silvana 8º ano

JAPÃO: A SUPERPOTÊNCIA DO ORIENTE. GEOGRAFIA PROF. Silvana 8º ano JAPÃO: A SUPERPOTÊNCIA DO ORIENTE GEOGRAFIA PROF. Silvana 8º ano LOCALIZAÇÃO DO JAPÃO O Japão é um país insular que se estende ao longo da costa leste da Ásia. As ilhas principais, de norte para sul, são:

Leia mais

Exercícios sobre Tigres Asiáticos

Exercícios sobre Tigres Asiáticos Exercícios sobre Tigres Asiáticos Material de apoio do Extensivo 1. (UNITAU) Apesar das críticas, nos últimos tempos, alguns países superaram o subdesenvolvimento. São os NIC (Newly Industrialized Countries),

Leia mais

COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ Geografia 9º Ano Prof.º Daniel Fonseca. Produção energética no Brasil: Etanol, Petróleo e Hidreletricidade

COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ Geografia 9º Ano Prof.º Daniel Fonseca. Produção energética no Brasil: Etanol, Petróleo e Hidreletricidade COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ Geografia 9º Ano Prof.º Daniel Fonseca Produção energética no Brasil: Etanol, Petróleo e Hidreletricidade Etanol A produção de álcool combustível como fonte de energia deve-se

Leia mais

TIGRES ASIÁTICOS e CHINA

TIGRES ASIÁTICOS e CHINA TIGRES ASIÁTICOS e CHINA China Muito importante economicamente para o Brasil e para o mundo. Em muitos produtos vimos escrito: Made In China. O que os produtos chineses podem acarretar à produção dos mesmos

Leia mais

O Futuro da Indústria Química CARLOS FADIGAS

O Futuro da Indústria Química CARLOS FADIGAS O Futuro da Indústria Química CARLOS FADIGAS A indústria química é relevante para o Brasil... Faturamento da Indústria Química Brasileira (US$ bilhões) +6% a.a. 166 160 162 124 129 101 2008 2009 2010 2011

Leia mais

UFSC. Resposta: 01 + 02 = 03. Comentário

UFSC. Resposta: 01 + 02 = 03. Comentário Resposta: 01 + 02 = 03 01. Correta. 04. Incorreta. O número de trabalhadores no setor primário, principalmente na agropecuária, continuou diminuindo devido à automação. O aumento ocorreu no setor de serviço.

Leia mais

PANORAMA ENERGÉTICO INTERNACIONAL

PANORAMA ENERGÉTICO INTERNACIONAL SENADO FEDERAL COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DEFESA NACIONAL AGENDA RUMOS DA POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA 2011-2012 PANORAMA ENERGÉTICO INTERNACIONAL Prof. Dr. Rex Nazaré Alves 19 de setembro de 2011

Leia mais

Soluções Integradas em Petróleo, Gás e Energia BRASIL

Soluções Integradas em Petróleo, Gás e Energia BRASIL BRASIL O Brasil possui uma economia sólida, construída nos últimos anos, após a crise de confiança que o país sofreu em 2002, a inflação é controlada, as exportações sobem e a economia cresce em ritmo

Leia mais

COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ Geografia 9º Ano Prof.º Daniel Fonseca. Recursos Minerais e Energéticos

COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ Geografia 9º Ano Prof.º Daniel Fonseca. Recursos Minerais e Energéticos COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ Geografia 9º Ano Prof.º Daniel Fonseca Recursos Minerais e Energéticos O que são recursos minerais? Recursos minerais são substâncias naturais inorgânicas que foram descobertas

Leia mais

ÍNDIA: ECONOMIA EMERGENTE. Prof.º Acácio Martins

ÍNDIA: ECONOMIA EMERGENTE. Prof.º Acácio Martins ÍNDIA: ECONOMIA EMERGENTE Prof.º Acácio Martins Aspectos gerais e físico-naturais 3º maior país da Ásia e 7º maior do mundo; 2ª Maior população do planeta; Áreas montanhosas no extremo norte (Cordilheira

Leia mais

Profª: Sabrine Viviane Welzel

Profª: Sabrine Viviane Welzel Geografia 9 ano Japão 1- A importância de não nascer importante. Porque, essa frase de Eduardo Galeano, pode ser relacionada ao Japão? 2 A indústria japonesa desenvolveu-se aceleradamente no Pós-Segunda

Leia mais

CHINA. Helio Jaguaribe. Instituto de Estudos Políticos e Sociais

CHINA. Helio Jaguaribe. Instituto de Estudos Políticos e Sociais CHINA Helio Jaguaribe Instituto de Estudos Políticos e Sociais Dados Gerais A China é o país mais populoso do mundo, com mais de 1 bilhão de habitantes, terceiro maior território nacional do mundo, com

Leia mais

Estratégia Internacional

Estratégia Internacional Estratégia Internacional Professor: Claudemir Vasconcelos Aluno: Sergio Abreu Estratégia Internacional A internacionalização não se limita somente ao Comércio exterior (importação & exportação); é operar

Leia mais

América Latina: quadro natural e exploração dos recursos naturais

América Latina: quadro natural e exploração dos recursos naturais Yiannos1/ Dreamstime.com América Latina: quadro natural e exploração dos recursos naturais Imagem de satélite do continente americano. Allmaps Allmaps Divisão Política (por localização) América do Norte

Leia mais

20 de agosto de 2013. Xisto muda geopolítica da energia

20 de agosto de 2013. Xisto muda geopolítica da energia 20 de agosto de 2013 Xisto muda geopolítica da energia A "revolução do xisto" em curso nos Estados Unidos, que já despertou investimento de US$ 100 bilhões na indústria americana, vai resultar em uma nova

Leia mais

Introdução. Um 2013 difícil

Introdução. Um 2013 difícil Aetecno MBA Blogs Revista Rankings Últimas Notícias Contato Login H O M E I N T R O D U Ç Ã O R A N K I N G D A S 5 0 0 S E T O R E S A N Á L I S E E R A N K I N G S M E T O D O L O G I A Introdução Home

Leia mais

A Economia da América Latina

A Economia da América Latina A Economia da América Latina adsense1 Agricultura A agricultura de subsistência era a principal atividade econômica dos povos originais da América Latina, Essa atividade era complementada pela caça, pela

Leia mais

LISTA PARA EXAME 8º ANO

LISTA PARA EXAME 8º ANO Nome: nº Colégio Nomelini Data de Entrega: / /2012 Profª Roseli M. S. Mendes LISTA PARA EXAME 8º ANO APOSTILA 1 Módulo 2: Formas de Divisão no Mundo Atual 1) Uma das formas mais simples de dividir o mundo

Leia mais

Brasil-China: Uma Agenda de

Brasil-China: Uma Agenda de Brasil-China: Uma Agenda de Colaboração Jorge Arbache BNDES Palácio do Itamaraty, Rio de Janeiro, 17 de junho de 2011 1 China Principal parceiro comercial do Brasil Um dos principais investidores estrangeiros

Leia mais

BRASIL Comércio Exterior

BRASIL Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC BRASIL Comércio Exterior Novembro de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

1 (0,5) Dos 3% de água doce que estão na superfície terrestre, onde estão concentradas as grandes parcelas dessas águas? R:

1 (0,5) Dos 3% de água doce que estão na superfície terrestre, onde estão concentradas as grandes parcelas dessas águas? R: Data: / /2014 Bimestre: 3 Nome: 6 ANO Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Atividade: 2,0 (Dois) Nota: GRUPO 6 1 (0,5) Dos 3% de água doce que estão na superfície terrestre, onde estão

Leia mais

ETENE. Energias Renováveis

ETENE. Energias Renováveis Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste ETENE Fonte: http://www.noticiasagronegocios.com.br/portal/outros/1390-america-latina-reforca-lideranca-mundial-em-energias-renovaveis- 1. Conceito

Leia mais

BRASIL. Francisca Peixoto

BRASIL. Francisca Peixoto BRASIL Francisca Peixoto INTRODUÇÃO BRASIL Um dos principais fornecedores de alimentos e matériasprimas do mundo Dotação única em recursos naturais Política agropecuária alinhada com estratégia nacional

Leia mais

Participação dos Setores Socioeconômicos nas Emissões Totais do Setor Energia

Participação dos Setores Socioeconômicos nas Emissões Totais do Setor Energia INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA DO ESTADO DE MINAS GERAIS ANO BASE 2005 O Governo do Estado, por meio da Fundação Estadual de Meio Ambiente FEAM, entidade da Secretaria Estadual de Meio

Leia mais

BANGLADESH Comércio Exterior

BANGLADESH Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC BANGLADESH Comércio Exterior Fevereiro de 2015 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

Unidade 6: O Leste e o Sudeste Asiático

Unidade 6: O Leste e o Sudeste Asiático Unidade 6: O Leste e o Sudeste Asiático Capítulo 1: Japão - Capítulo 2: China - Capítulo 4: Tigres Asiáticos Apresentação elaborada pelos alunos do 9º Ano C Monte Fuji - Japão Muralha da China Hong Kong

Leia mais

Características Gerais

Características Gerais Características Gerais Área: 924.620 km² (cerca de 10% do território nacional); População: 85,1 milhões de habitantes (2014); Estados formadores: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo;

Leia mais

Japão e Tigres Asiáticos. Prof.º Acácio Martins

Japão e Tigres Asiáticos. Prof.º Acácio Martins Japão e Tigres Asiáticos Prof.º Acácio Martins Aspectos gerais: natureza e sociedade Arquipélago montanhoso localizado no hemisfério norte, no extremo leste da Ásia; Área de 377.488 km² um pouco maior

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO DE GEOGRAFIA SÉRIE: 7º ANO PROFESSOR: MAGDA e ROSI

Leia mais

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita)

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita) Fornecer aos agentes envolvidos no agronegócio, notadamente as indústrias de insumos agropecuários e de alimentos, além dos produtores, Governo e academia, informações estratégicas sobre a dinâmica futura

Leia mais

Prospectivas da Matriz Energética Nacional 2030

Prospectivas da Matriz Energética Nacional 2030 Prospectivas da Matriz Energética Nacional 2030 Gilberto Hollauer Departamento de Planejamento Energético SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ENERGÉTICO Brasília, Brasília, 13 de 5 setembro de

Leia mais

O Setor Elétrico Brasileiro e a Sustentabilidade no Século 21 Oportunidades e Desafios

O Setor Elétrico Brasileiro e a Sustentabilidade no Século 21 Oportunidades e Desafios O Setor Elétrico Brasileiro e a Sustentabilidade no Século 21 Oportunidades e Desafios Português Resumo Executivo Esta é a segunda edição revista e ampliada da publicação: O Setor Elétrico Brasileiro e

Leia mais

Brasil e suas Organizações políticas e administrativas. Brasil Atual 27 unidades político-administrativas 26 estados e distrito federal

Brasil e suas Organizações políticas e administrativas. Brasil Atual 27 unidades político-administrativas 26 estados e distrito federal Brasil e suas Organizações políticas e administrativas GEOGRAFIA Em 1938 Getúlio Vargas almejando conhecer o território brasileiro e dados referentes a população deste país funda o IBGE ( Instituto Brasileiro

Leia mais

Por uma nova etapa da cooperação econômica Brasil - Japão Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil São Paulo, 11 de Julho de 2014

Por uma nova etapa da cooperação econômica Brasil - Japão Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil São Paulo, 11 de Julho de 2014 1 Por uma nova etapa da cooperação econômica Brasil - Japão Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil São Paulo, 11 de Julho de 2014 Brasil: Fundamentos Macroeconômicos (1) Reservas International

Leia mais

CP/CAEM/2004 1ª PROVA FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO

CP/CAEM/2004 1ª PROVA FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO CP/CAEM/20 1ª PROVA FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA 1ª QUESTÃO ( 6,0 ) Analisar os fatores fisiográficos da América do Sul, concluindo sobre a influências destes fatores na distribuição

Leia mais

Indústria Brasileira do Aço Situação Atual e Principais Desafios

Indústria Brasileira do Aço Situação Atual e Principais Desafios Indústria Brasileira do Aço Situação Atual e Principais Desafios Marco Polo de Mello Lopes Presidente Executivo ABM Maio 2011 1 PIB x Consumo de Aço x Desenvolvimento Econômico 2 Conversa entre Lula e

Leia mais

RECURSOS MINERAIS E COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS. Prof.º Elves Alves www.professorelves.webnode.com.br

RECURSOS MINERAIS E COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS. Prof.º Elves Alves www.professorelves.webnode.com.br RECURSOS MINERAIS E COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS Prof.º Elves Alves www.professorelves.webnode.com.br RECURSOS NATURAIS A palavra recurso significa algo a que se possa recorrer para a obtenção de alguma coisa,

Leia mais

(Agroconsult, Ministério da Agricultura e Conab, 2004.)

(Agroconsult, Ministério da Agricultura e Conab, 2004.) 25 c No Brasil, no período 1990-91 a 2003-04, a produção de grãos apresentou crescimento de 125%, enquanto a área plantada aumentou apenas 24%, conforme mostra o gráfico. (Agroconsult, Ministério da Agricultura

Leia mais

Células de combustível

Células de combustível Células de combustível A procura de energia no Mundo está a aumentar a um ritmo alarmante. A organização WETO (World Energy Technology and Climate Policy Outlook) prevê um crescimento anual de 1,8 % do

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Maio 2012

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Maio 2012 Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Maio 2012 As exportações em maio apresentaram aumento de +39,13% em relação a abril, continuando a superar a marca de US$ 1 bilhão, agora pela décima-sexta vez

Leia mais

Quanto maior o desenvolvimento econômico de um país

Quanto maior o desenvolvimento econômico de um país Capítulo 8 Quanto maior o desenvolvimento econômico de um país Maior é o consumo de energia: -Economia dinâmica; - Elevado padrão de consumo da população Aumento da capacidade produtiva Aumento do consumo

Leia mais

Missão Empresarial EUA Flórida. 21 a 26 de Março 2015

Missão Empresarial EUA Flórida. 21 a 26 de Março 2015 Missão Empresarial EUA Flórida 21 a 26 de Março 2015 Apoiamos empresas a ter sucesso nos mercados internacionais Sobre nós Na Market Access prestamos serviços de apoio à exportação e internacionalização.

Leia mais

Alguns dados sobre a China

Alguns dados sobre a China CHINA "...de que país a China é colônia? É colônia de cada país com quem firmou um tratado, e todos os países que têm um tratado com a China são seus donos. Assim, a China não é somente escrava de uma

Leia mais