Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1 !" # $!%& %'()*#+,-.'-)/

2 1'2(/ v 3 4#'#3 56# v 728)/9:);:;)/#('# /<=;>9# 0

3 Pedro Oliveira A

4 B

5 C

6 3 4 #3;2(/FG*#>/)/#/# -H2<-/#'#/#4'<2*,*1-/#I3 4JK#7%#L#/#/1H2<-/#>MN,-</# 2/<-*2/,#('#/>*-*#O#-2.'9:-1/FG*#'P#<-H2<-/K#:'<2*,*1-/#'#-2*./FG*D E

7 +#/>*-*#3 4#/N)/21'#.R)-*9#S>-,/)'9S#(*#9-9:'P/#('#7#T#U#%*):;1;H9 VWX#XXX# *,9/9#('#(*;:*)/P'2:*#'#>Y9Z(*;:*)/P'2:* %'99*/9 VA#CXX# *,9/9#('#%)*[':*9#7TU 7('-/9 729:-:;-F]'9 AW\# '2:)*9#('#7TU#I!2-(/('9#'##"/N*)/:Y)-*9# 99*<-/(*9J Q

8 BX#728)/Z'9:);:;)/9#('#-2.'9:-1/FG*#2*#?*:'-)*#5/<-*2/, 728)/Z'9:);:;)/9 %/)<')-/9#%*):;1/,#Z#^9:/(*9#!2-(*9#(/# PL)-</ 4)/298')'2<-/#(' *2c'<-P'2:* #<*P#8*<*#2/##-2*./FG*#'#2*#'P>)''2('(*)-9P* *P#_QX#>/`9'9## **>')/FG*# 72:')2/<-*2/, a'pn)*#('#+)1/2-b/f]'9##72:')2/<-*2/-9# I ^?5K#^& K#^&+K#^a +J \

9 d

10 Unidade FCCN %,/2'/P'2:*K#1'9:G*#'#*>')/FG*#(/#)'('# ('#-2.'9:-1/FG*#'#'29-2*#2/<-*2/,K#? 4&#Z?'('# -H2<-/K#4'<2*,*1-/#'# &*<-'(/('D# 72:')2':#%)*.-(')96T#e*->#%)*.-(')9 I5?^5J# #National Research and Education Network WX

11 WW

12 W0

13 %-,/)'9#('#/FG*#(/#3 5 CONETIVIDADE COLABORAÇÃO CONHECIMENTO COMPUTAÇÃO SEGURANÇA WA

14 CONECTIVIDADE!P/#/P>,/#*8'):/#('#9*,;F]'9#('#)'('#9G*# (-9>*2-N-,-b/(/9#/:)/.L9#(/#)'('#? 4&#(/2(*#9;>*):'#/# -2MP')/9#/>,-</F]'9#'#9').-F*9#'#/<'99*#/# -28)/'9:);:;)/9#('#<*P>;:/FG*#/./2F/(/9D f'9:g*#(/#?'('#? 4&#'#728)/9:);:;)/#+>:-</ f'9:g*#('#f-1/>-g#z#5y#+>:-<*#5/<-*2/, f'9:g*#(*#^(;)*/p#z#?'('#h-)','99# f'9:g*#(/#72:'1)/fg*#(/#?'('#f^ 54 WB

15 COLABORAÇÃO!P/#./)-'(/('#('#9').-F*9#-2:')*>')R.'-9#i;'# >')P-:'P#/<'99*#/#;P#;2-.')9*#P;,:-PL(-/j#/;,/9# %,/:/8*)P/#('#^Z"'/)2-21#Z#^(;</9: &').-F*9#:L<2-<*9#('#e-('* ^9:;(-*#kU#Z#%)*(;FG*#('#<*2:';(*9#PL(-/#<-'2:-8-<*9# WC

16 CONHECIMENTO #N-N,-*:'</##(*#<*2c'<-P'2:*#*2,-2'#Z##NZ*2##Z#8*)2'<'# /<'99*#-,-P-:/(*#'#>')P/2'2:'#/#P-,c/)'9#('#>;N,-</F]'9# <-'2:`8-</9D#^9:/#R)'/#9;>*):/#/-2(/#*#?'>*9-:Y)-*# -'2:`8-<*#I(-1-:/,J#('# <'99*# N'):*#I? %JK#*#&-9:'P/# -2:'1)/(*#('#1'9:G*#('#<-H2<-/#'#:'<2*,*1-/#'#;P#9').-F*# f'9:g*#(*# )i;-.*#(/#h'n#%*):;1;'9/ f'9:g*#(/9#>;n,-</f]'9#<-'2:`8-</9#z# Z+2# U-8;9G*#(/9#/<:-.-(/('9#/</(LP-</9#'#<-'2:`8-</9#(/9#729:-:;-F*'9#Z#? % )-/FG*#('#&-9:'P/#i;'#>)*P*./#/#72*./FG*#Z#%4?7& WE

17 SEGURANÇA!P/#'i;->/#('#?'9>*9:/#/#72<-('2:'9#('#&'1;)/2F/# 728*)PR:-</#I ^?4#? 4&J#,-(/#<*P#i;'9:]'9#)',/<-*2/(/9# <*P#/#9'1;)/2F/#(/9#47j#/:/i;'9#-28*)PR:-<*9K#8/,c/9#('# 9'1;)/2F/#1)/.'9K#.`);9K#,/<;2/9#('#>)*:'FG*K# ciberbullyingk#':<.l#'#('9'2.*,.'#/f]'9#('#9'29-n-,-b/fg*# >/)/#P'(-(/9#('#>)*:'<FG*#(*9#9-9:'P/9#-28*)PR:-<*9D F]'9#%)'.'2:-./9#'#('#/,'):/#('#9'1;)/2F/D# a*2-:*)-b/fg*#('#72<-(h2<-/9#2/#?'(' %*,-:-</9#('#&'1;)/2F/ WQ

18 COMPUTAÇÃO 728)/'9:);:;)/9#Z#+#datacenter <-'2:`8-<*#8*)2'<'# '8-</b'9#9*,;F]'9#('#/)P/b'2/P'2:*#('#<*28-/2F/K# N'P#<*P*#/#</>/<-(/('#<*P>;:/<-*2/,#2'<'99R)-/# >/)/#*#('9'2.*,.-P'2:*#(/#-2.'9:-1/FG*#/./2F/(/# '#('#/:-.-(/('9#('#/,:*#('9'P>'2c*#:'<2*,Y1-<*D f'9:g*#(/9# >,-</F]'9# (P-2-9:)/:-./9 f'9:g*#('#&').-(*)'9# f'9:g*#(/9#&/,/9#4l<2-</9 f'9:g*#(*#&').-f*#e*-> f'9:g*#(*#&:*)/1'#& 5 a*2-:*)-b/fg*#('#&-9:'p/9 /<=;>9 W\

19 4'<2*,*1-/9# #####&-9:'P/9#+>')/:-.*9 Wd

20 4'<2*,*1-/9# ############# 0X

21 4'<2*,*1-/9# ######## 0W

22 4'<2*,*1-/9# ######## 00

23 4'<2*,*1-/9# ######## 0A

24 0B

25 *P#4'<2*,*1-/9#U-8')'2:'9D# 5'<'99-(/('#('#;P#9-9:'P/#(' # /<=;>9# )*N;9:*#i;'#/N)/21'99'#:*(/9#mmm 0C

26 0E

27 /<=;>9#728)/'9:);:;)/####### 0Q

28 Backups Infraestrutura PORTO Datacenters Lisboa 28

29 B#4/>'#"-N)/)n9 0#U)-.'9#"4+#E#Z#ED0C#4')/Nn:'9 \#U)-.'9#"4+#B#Z#WDE#4')/Nn:'9 0#U)-.'9#"4+#A#Z#\XX#f-1/Nn:'9 W#U)-.'9#"4+#0#Z##BXX#f-1/Nn:'9 C#&').-(*)'9#('# /<=;>9 0d

30 Backups Hardware 30

31 AW

32 /<;,/# *P;2-:n#e')9-*2#QDXDC %*9:1)'9i, e-):;/,#4/>'#"-n)/)n#+>'2&*;)<' A0

33 /<=;>9#5*)P/-9 /<=;>9#"*21*9 /<=;>9#%*):* AA

34 /<=;>9#"Y1-</####### 72-<-*#j#W\jXX 3-P#j#XdjXX %')-*(*#('#?':'2FG*#0#a'9'9 k-9:y)-<*#'p#,1;29#&-9:'p/9 AB

35 /<=;>9# >,-</:-*29#######!:-,-b/FG*#(/#3;2<-*2/,-(/('9#(*# /<;,/ Z#%)'# /<=;># <:-*29#&<)->: Z#%*9:# /<=;>9# <:-*29#&<)->: # #####!:-,-b/2(*#/9#3'))/p'2:/9 ###########(/#a-<)*9*8:# ###################*;# /<;,/ AC

36 /<=;>9# >,-</:-*29####### U/:/N/9'9 Z#%)'# /<=;># <:-*29#&<)->:# # ######an&i,#u;p>9 ###### ######%*9:1)'9i,#U;P>9 Z#%*9:# /<=;>9# <:-*29#&<)->:##### AE

37 /<=;>9# >,-</:-*29####### e-):;/,-b/:-*2 Z#&<)->:#U'9'2.*,.-(*#-2#k*;9' Z#W#&'P/2/#('#?':'2FG*#('#&2/>&c*:9#('#eP9 Z#^g>*):#(/#eP9#U-/)-*#>/)/#9:*)/1'# Z#&/,./1;/)(/#>/)/#4/>'9#U-/)-* Z##%')-*(*#('#?':'2F/*#'P#4/>'#0#a'9'9# ##### AQ

38 /<=;>9#^9:/:-9:-</9###### A\

39 /<=;>9#^9:/:-9:-</9# '#5MP')*9####### VBCX#&').-(*)'9#3-9-<*9# VBXX#&').-(*)'9#e-):;/,-b/(*9 /9'#('#U/(*9##Z#VAXX#fN /<=;>9#4*:/,#Z#VWKWXX#4')/Nn:'9 Ad

40 /<=;>9#^9:/:-9:-</9# '#5MP')*9####### Estatistica Mensal 4/g/9#('#&;<'99*#('# /<=;>9#dAo 4)/298')'2<-/#('#EA#4')/Nn:'9#U/(*9 4)/298')'2<-/#('#WEWKWddKBBQ#3-<c'-)*9 BX

41 /<=;>9#^9:/:-9:-</9# '#5MP')*9####### ^.*,;FG*#(*#&-9:'P/#('# /<=;>9 BW

42 /<;,/#4->9#T#4)-<=9###### B0

43 /<;,/#4->9#T#4)-<=9###### Z#a'P*)n#I_#\f J ##.PD(-):np)/:-*#q#0 ##.PD(-):npN/<=1)*;2(p)/:-*#q#W ##.PDb*2'p)'<,/-Pp2*('#q#X Z#3-,'&n9:'P ^r4b s3& r3& 4?3& BA

44 /<;,/#4->9#T#4)-<=9###### Z# /<;,/#!:-,9 9</2 'g:)/<:,9 <*>n :/>' Z#k'/):N'/:#72:')./,# k'/):n'/:#72:')./,#q#w#p BB

45 /<;,/#4->9#T#4)-<=9###### Z#3-<c'-)*9#('# *28-1;)/FG* tttttttttttttttt#&<c'(;,'#u'8-2-:-*2#3-,'9#tttttttttt uv':<vn/<;,/v<*28d(v9<c'(;,'d<*28 ttttttttt#&4+? f^#u^ #37"^&#ttttttttttttttt uv':<vn/<;,/v<*28d(v9:*)/1'd<*28 tttttttttt#,-'2:9#u'8-2-:/:-*29#ttttttttttttttttttt t# (-<-*2/)#2*.*9#<,-'2:'9#2/#(-)'<:*)-/#wv':<vN/<;,/v<*28D(v<,-'2:9vw uxs9c#z<#w8*)#8#-2#v':<vn/<;,/v<*28d(v<,-'2:9vyd<*28#l#(*#'<c*#uz{8 #l#(*2'ws v':<vn/<;,/v #<*28D( 66# #<,-'2:9 66# #)'P*.-(*9 66# #9<)->:9 6#### #,*19 v':<vn/<;,/v<*28d(v<,-'2:9 <,-'2:WD<*28 <,-'2:0D<*28 <,-'2:ggggD<*28 BC

46 /<;,/#4->9#T#4)-<=9###### Z# )-'#/9#9;/9#>)*>)-/9#};')n9#('#&i, #### ##############v':<vn/<;,/vi;')nd9i, t#0a j"-9:#.')/1'#"*21'9:#~*n9#4-p'#4/='2 &^"^ 4 ##[*ND2/P'K ## efiii[*nd'2(:-p'j#z#i[*nd9:/)::-p'jjj#/9#4-p' 3?+a ##>;N,-<D[*N ##f?+!%# #[*ND2/P' ##+?U^?# #4-P'#U^& l t#0a j"-9:#a r#"*21'9:#~*n9#4-p'#4/='2 &^"^ 4 ##[*ND2/P'K ##a riii[*nd'2(:-p'j#z#i[*nd9:/)::-p'jjj#/9#4-p' 3?+a ##>;N,-<D[*N ##f?+!%# #[*ND2/P' ##+?U^?# #4-P'#U^& l ## BE

47 /<;,/#4->9#T#4)-<=9###### Z#U/:/N/9'Z# /2<*#('#U/(*9 BQ

48 /<;,/#4->9#T#4)-<=9###### '88'<:-.'p</<c'p9-b'#q#0f <c'<=>*-2:p9'1p'2:9#q#eb <c'<=>*-2:p:-p'*;:#q#0xp-2 <c'<=>*-2:p<*p>,':-*2p:/)1':#q#xdd /;:*./<;;Pp./<;;Pp<*9:p(',/n#q#CP9 <;)9*)p:;>,'p8)/<:-*2#q#WDX )/2(*Pp>/1'p<*9:#q#XDXXW 9'ip>/1'p<*9:#q#XDXXW B\

49 /<;,/#4->9#T#4)-<=9###### Z# /<;,/# (P-2#~*N9 ~*N#{ ########,-'2:#q#yyyyyyyyyyyyyy ########5/P'#q#Se!!aS ########4n>'#q# (P-2 ########~*NU'89#q#U'8/;,:e/<;;P~*N ########?;2 '8*)'~*N#q#S./<;;P(N#Z!#>*9:1)'9#Z(#N/<;,/#Z.#ZbS #D#an9i, c'<= #D#?*:/:'#"*19 #D#,'/2#4'P>*)/)n#3-,'9 #D#!>(/:'#&,*:9 Bd

50 /<;,/#4->9#T#4)-<=9###### Z#a*2-:*)#n*;)#728)/9:);:;)' CX

51 /<;,/# *2<,;-(*###### Z#!:-,-b/P*9# /<;,/#('9('#0XX\# Z#%,/:/8*)P/#^9:R.',#'# N'):/ Z#3/<-,-(/('#('#72:'1)/FG*#<*P#*;:)*9#9-9:'P/9 Z#WXX#o#('#?'9:*)'9 CW

52 C0

53 9-9:'P/#('# /<;,/# /<=;>9D# 3;2<-*2/,-(/('9j Z#U/9cN*/)(#72:'1)/(*#(*#9-9:'P/#('# /<=;>9 Z#U'9<)-FG*#(':/,c/(/#(*9#%**,9K#e*,;P'9K#&:*)/1'9K#,-'2:9K#~*N9K#'g'<;FG*K##'))*9K# M,:-P*#(-/K#9'P/2/K#PH9D Z#U/(*9#^9:/:-9:-<*9#(/#'.*,;FG*#(*#&-9:'P/#('# /<=;>9D Z#&;>*):/##N/2<*9#('#(/(*9#an&}"K#%*9:1)'&}"D Z#%')P-:'#('8-2-)#>')8-9#('#;:-,-b/(*)'9#'#1);>*9 Z#72:'1)/FG*#<*P#9').-(*)'9#('# <:-.'#U-)'<:*)n#*;#"U % Z#%')P-:'# *28-1;)/)#*# /<;,/#.-/#f;-## ZZZZ# "%k #e')9-*2 CA

54 ?'>*):;,/?'>*):;,/#4-P',-2' Reportula Twitter Bootsrap 2013 Laravel PHP Framework 2013 Reportula Reportula 2.1 Configurator 2.1 CB

55 ?^%+?4!" 4'<2*,*1-/9#(*#?'>*):;,/ CC

56 REPORTULA 56

57 ?'>*):;,/ c::>jvv,*</,c*9:vv>'()*v)'>*):;,/v>;n,-<v-2('gd>c>v,*1-2 CQ

58 ?'>*):;,/ };'9:]'9# C\

#$ -.,./0*$/1 2 3,*45 $. 6 /768/. $ 2.95,* :;< 6$ $ -.,./0 *$/1 +=. $6 >.=7 2 3.=45.$ $ 1,? " 2= $.9.5!!< 2 #$45 6-= $,? <" 2= $>A 9. $ = = 5.

#$ -.,./0*$/1 2 3,*45 $. 6 /768/. $ 2.95,* :;< 6$ $ -.,./0 *$/1 +=. $6 >.=7 2 3.=45.$ $ 1,?  2= $.9.5!!< 2 #$45 6-= $,? < 2= $>A 9. $ = = 5. !"!"#$ %&!$'#(%)"&!'&*)+),#)&!-+.$#)/ %&! #$% $ &' 0123 ()**+,+,*& #$ -.,./0*$/1 2 3,*45 $. 6 /768/. $ 2.95,* :;< 6$ $ -.,./0 *$/1 +=. $6 >.=7 2 3.=45.$ $ 1,? " 2= $.9.5!!< 2 3@ #$45 6-= $,?

Leia mais

Gramáticas Livres de Contexto

Gramáticas Livres de Contexto Gramáticas Livres de Contexto 25 de novembro de 2011 Definição 1 Uma Regra (ou produção) é um elemento do conjunto V (V Σ). Sendo que V é um conjunto finito de elementos chamados de variáveis e Σ um conjunto

Leia mais

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS 1. Objetivo: 1. Esta rotina permite importar para o banco de dados do ibisoft Empresa o cadastro de pessoas gerado por outro aplicativo. 2. O cadastro de pessoas pode

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO. Rio de Janeiro Outubro 2012

ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO. Rio de Janeiro Outubro 2012 ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO Rio de Janeiro Outubro 2012 ATIVIDADES EM ANDAMENTO Poço Bloco Prospecto Sonda Distância da Costa Lâmina d água Status Net Pay CY TBMT-1D/2HP BM-C-39 Tubarão Martelo

Leia mais

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação!" !" $%& '( ) %) * +, - +./0/1/+10,++$.(2

Leia mais

SEGURO FATURAMENTO AGRÍCOLA. Condições Gerais

SEGURO FATURAMENTO AGRÍCOLA. Condições Gerais SEGURO FATURAMENTO AGRÍCOLA Condições Gerais VERSÃO 1.3 CNPJ 28.196.889/0001-43 Processo SUSEP nº 15414.001668/2011-41 Condições Gerais Seguro Faturamento Agrícola versão 1.3 / Processo SUSEP nº 15414.001668/2011-41

Leia mais

Para cada um dos experimentos abaixo, descreva o espaço amostral e dê o número de seus elementos.

Para cada um dos experimentos abaixo, descreva o espaço amostral e dê o número de seus elementos. 1 Exercício 1 Para cada um dos experimentos abaixo, descreva o espaço amostral e dê o número de seus elementos. (a) Numa linha de produção conta-se o número de peças defeituosas num intervalo de uma hora.

Leia mais

Tratamentos Tempo de Armazenamento T F secagem 0 mês 6 meses ( C) (m 3 /minuto/t) (hora) D 1 D 2 D 3 Médias D 1 D 2 D 3 Médias 42 26,9 0 10,4 10,8

Tratamentos Tempo de Armazenamento T F secagem 0 mês 6 meses ( C) (m 3 /minuto/t) (hora) D 1 D 2 D 3 Médias D 1 D 2 D 3 Médias 42 26,9 0 10,4 10,8 Tratamentos Tempo de Armazenamento T F secagem 0 mês 6 meses ( C) (m 3 /minuto/t) (hora) D 1 D 2 D 3 Médias D 1 D 2 D 3 Médias 42 26,9 0 10,4 10,8 10,9 10,7 12,8 11,6 12,0 12,1 4 11,1 10,6 10,9 10,9 13,1

Leia mais

! "#" $ %&& ' ( )%*)&&&& "+,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) (5 (6 7 36 " #89 : /&*&

! # $ %&& ' ( )%*)&&&& +,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) (5 (6 7 36  #89 : /&*& ! "#" %&& ' )%*)&&&& "+,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) 3 4 5 6 7 36 " #89 : /&*& #" + " ;9" 9 E" " """

Leia mais

! " # $ % % & ' ( ) ' * * +

!  # $ % % & ' ( ) ' * * + ! " # $ % % & ' ( ) ' * * + , - $ '. ! " $ & & - 0 $ $ 0 $ 3 4 5 4 3 ) 7 8 7 # % ' " ( ) * +,./ " ( $,,, ) 1 2 1 ' % 2 " % % ' %( 6 ' ( ( $ $ " !!. / '! % - :,! 3!3 ; % - ( *# 3)! ) < ; = 9 # 3!!3 33

Leia mais

! " #! $! %! " & ' ( )!! " * + " *, %

!  #! $! %!  & ' ( )!!  * +  *, % ! " #! $! % "! &' ( )!! " * + " *, % ! " # $ %!"#$%#&'()%#*&+ *', #%!-").%",')/&%001 #2% '.32"!'.)%#%2'%%4"'&)'#.)* *.'*#' 2)%#&"'&)' *'!&%5'/65*#'& &*#78% 2*5#%#2)'29:* #;!')*

Leia mais

Pos. Designação Tipo Medida Material 1 RETENTORES CB 4 X 11 X 6 2 RETENTORES CB 4 X 11 X 6 VITON 3 RETENTORES CB 4 X 12 X 6 4 RETENTORES CB 4 X 12 X

Pos. Designação Tipo Medida Material 1 RETENTORES CB 4 X 11 X 6 2 RETENTORES CB 4 X 11 X 6 VITON 3 RETENTORES CB 4 X 12 X 6 4 RETENTORES CB 4 X 12 X 1 RETENTORES CB 4 X 11 X 6 2 RETENTORES CB 4 X 11 X 6 VITON 3 RETENTORES CB 4 X 12 X 6 4 RETENTORES CB 4 X 12 X 6 VITON 5 RETENTORES CB 4,5 0X 16 X 7 6 RETENTORES CB 4,8 X 22 X 7 7 RETENTORES CC 5 X 15

Leia mais

TEOREMA DE CEVA E MENELAUS. Teorema 1 (Teorema de Ceva). Sejam AD, BE e CF três cevianas do triângulo ABC, conforme a figura abaixo.

TEOREMA DE CEVA E MENELAUS. Teorema 1 (Teorema de Ceva). Sejam AD, BE e CF três cevianas do triângulo ABC, conforme a figura abaixo. TEOREMA DE CEVA E MENELAUS Definição 1. A ceviana de um triângulo é qualquer segmento de reta que une um dos vértices do triângulo a um ponto pertencente à reta suporte do lado oposto a este vértice. Teorema

Leia mais

Respostas de Exercícios Propostos

Respostas de Exercícios Propostos Respostas de Exercícios Propostos Capítulo 1: 1 a) Não é associativa É comutativa ( ) x+y x + y 2 + z (x y) z z x + y + 2z 2 2 4 ( ) y + z x (y z) x x + x+y 2 2x + y + z 2 2 4 x y x + y y + x y x 2 2 b)

Leia mais

Modelos não recorrentes RNA Feed-Forward: MLP - Backpropagation, RProp,CasCor (HiperPlanos) RBF Radial Basis Function (Clusters)

Modelos não recorrentes RNA Feed-Forward: MLP - Backpropagation, RProp,CasCor (HiperPlanos) RBF Radial Basis Function (Clusters) Modelos não recorrentes RNA Feed-Forward: MLP - Backpropagation, RProp,CasCor (HiperPlanos) RBF Radial Basis Function (Clusters) 2. Outros modelos Mapas de Kohonen SOM, SOFM (Self-Organizing Feature Maps)

Leia mais

Para cada um dos experimentos abaixo, descreva o espaço amostral e dê o número de seus elementos.

Para cada um dos experimentos abaixo, descreva o espaço amostral e dê o número de seus elementos. 1 Exercício 1 Para cada um dos experimentos abaixo, descreva o espaço amostral e dê o número de seus elementos. (a) Numa linha de produção conta-se o número de peças defeituosas num intervalo de uma hora.

Leia mais

9A5&*86365 A 2A 5&*86"649A5458"

9A5&*86365 A 2A 5&*86649A5458 12345675689ABCD6756533ADCE9A56D5EF9A56 5 EAD5EF9A56 86 A C938 6 56C C9AC 4A56 B 54A861C7A5B5 C E9861953A CA9867C6 C3 2A3536 3A453!"6#2C3E$C36BC95A3638 9C65 EA6D5EF9A5 %"6 8 7A&$C367C6'5()598 6C656 A8 5&*867C6

Leia mais

Lista de Exercícios 04 Álgebra Matricial

Lista de Exercícios 04 Álgebra Matricial Lista de Exercícios 04 Álgebra Matricial - 017.1 1. Determine a quantidade desconhecida em cada uma das expressões: ( ) ( ) ( ) T 0 3 x + y + 3 3 w (a) 3.X = (b) = 6 9 4 0 6 z. Uma rede de postos de combustíveis

Leia mais

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO Segue abaixo dados das DDMs que mudaram para o PCASP, tanto as que mudaram de nome como as que mantiveram o mesmo nome. Para estas, os campos que serão excluídos (em 2015) estão em vermelho e os campos

Leia mais

ba l h e m. sab e r se h a. foy, ti m Soa. s re. e m. h oss. e a. a d. tra

ba l h e m. sab e r se h a. foy, ti m Soa. s re. e m. h oss. e a. a d. tra 96 R: VS A ( ) () b C O M b q fy q S y q P v C ç z q ff q q 24 V C ç B z q q q q q í q ã f O q M ã b ::; q z R q ã q y b q fz q P R v f F N S P z (P b M 30 q G Sz çõ Pá v v Ab qq ff ã v Cô q f z z A B

Leia mais

Lista de Exercícios de Geometria

Lista de Exercícios de Geometria Núcleo Básico de Engenharias Geometria - Geometria Analítica Professor Julierme Oliveira Lista de Exercícios de Geometria Primeira Parte: VETORES 1. Sejam os pontos A(0,0), B(1,0), C(0,1), D(-,3), E(4,-5)

Leia mais

MAE0219 Introdução à Probabilidade e Estatística I

MAE0219 Introdução à Probabilidade e Estatística I Exercício 1 Para cada um dos experimentos abaixo, descreva o espaço amostral e dê o número de seus elementos. (a) Numa linha de produção conta-se o número de peças defeituosas num intervalo de uma hora.

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Regional Catalão - IMTec

Universidade Federal de Goiás Regional Catalão - IMTec Universidade Federal de Goiás Regional Catalão - IMTec Disciplina: Álgebra I Professor: André Luiz Galdino Gabarito da 1 a Lista de Exercícios 11/03/2015 1. Prove que G é um grupo com a operação de multiplicação

Leia mais

* +,,- 5%67. 5%5%8 # ! " #$ %& ' %( ) .

* +,,- 5%67.  5%5%8 # !  #$ %& ' %( ) . http://indicadores.ethos.org.br/relatorioexternodiagnostico.aspx?id=1,2,,4,&ano=2007&questionari... Página 1 de 2 " # & ' "# * +,,-. * ' * //0 /1 2 &* '4/*5 / * / 1& &'56 ' &* 4/ &'*5 * 4 /*1 4' '4' &

Leia mais

INFORMAÇÕES TÉCNICAS SOBRE VÁLVULAS E RESPECTIVOS DIAGRAMAS

INFORMAÇÕES TÉCNICAS SOBRE VÁLVULAS E RESPECTIVOS DIAGRAMAS Museu Virtual da Válvula Eletrónica Espólio de João G. F. Porto INFORMAÇÕES TÉCNICAS SOBRE VÁLVULAS Válvula Base E RESPECTIVOS DIAGRAMAS Fil. Volts Placa Volts 117Z6 7Q 117 V 235 V Tipo Retificadora, duplicadora

Leia mais

Siemens AG 2009 SIRIUS SENTRON SIVACON. Catálogo LV 90 2009. Baixa Tensão Corte, protecção e comando. Answers for industry.

Siemens AG 2009 SIRIUS SENTRON SIVACON. Catálogo LV 90 2009. Baixa Tensão Corte, protecção e comando. Answers for industry. SIRIUS SENTRON SIVACON Catálogo LV 90 2009 Baixa Tensão Corte, protecção e comando Answers for industry. Interruptores de corte em carga, sistemas de barramentos SENTRON 8US Introdução Tipo 3NP 1 3K 3NJ4

Leia mais

Esta edição do Diário Oficial contém:

Esta edição do Diário Oficial contém: PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAMARI - BA - ANO 02 - Nº 100 Quinta-Feira, 05 de Setembro de 2013 Esta edição do Diário Oficial contém: EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO 001/2013. CERTIFICADO EMITIDO POR AC CERTISIGN

Leia mais

RELÉS 24V CA / CC 24 240V CA/CC 3RR21 41-1AA30 3RR21 41-1AW30 3RR21 42-1AA30 3RR21 42-1AW30

RELÉS 24V CA / CC 24 240V CA/CC 3RR21 41-1AA30 3RR21 41-1AW30 3RR21 42-1AA30 3RR21 42-1AW30 Reles de Monitoramento de Corrente SIRIUS Os reles de monitoramento de corrente supervisionam não apenas os motores ou outras cargas, mas adicionam facilidades para o monitoramento da corrente ideal do

Leia mais

ANEXO I (EDITAL DE CONCURSO 01/2016)

ANEXO I (EDITAL DE CONCURSO 01/2016) ANEXO I (EDITAL DE CONCURSO 01/2016) Cargo/Área de Atuação Carga Horária semanal Vagas Vagas Reservadas aos candidatos com deficiência Código da Opção Qualificação exigida para o ingresso Agente Administrativo

Leia mais

Município de Gondomar. Resumo. 97.037,18 97.037,18 6737 401 04 99D Outras construções Anfiteatro junto à Igreja de Medas

Município de Gondomar. Resumo. 97.037,18 97.037,18 6737 401 04 99D Outras construções Anfiteatro junto à Igreja de Medas 3196 31 4 4D Equipamentos não integrados nos Deposito de aguas das oliveiras 29-6-2 19.75,81 151,716.257,33 637 41 4 5D Cemitérios (construções, vedações e Cemiterio de Melres - novo 31-12-29 25.887,49

Leia mais

Capítulo 9. signum. Dispositivos de comando e sinalização

Capítulo 9. signum. Dispositivos de comando e sinalização Capítulo 9 signum Dispositivos de comando e sinalização SIGUARD Safety Integrated Técnica de segurança Sinalizador 8WD Com lâmpada incandescente e LED Diâmetro Ømm Pág. Tabela de escolha 9/ Acessórios

Leia mais

! " # $ % $ % $ & ' ( ) * % +,,' -#!...& / % / & '...&0 &...& & 1 2 3 2

!  # $ % $ % $ & ' ( ) * % +,,' -#!...& / % / & '...&0 &...& & 1 2 3 2 1 ! "#$% $%$&' () *% +,,' -#!...&/%/&'...&0&...&& 123 2 !!!" 4' -#,5,/ 36,-#3 37 8, 77',' 9' -#3 :!#!$% ;9' -?< +$ &"#9' -#& &4' @& A&49' -?& &4,-#?8,5& 2&; & &;' B8& &;',5 & &!' ;B687' 3 4,C D/'

Leia mais

Contatores de Potência 3RT10, 3TF6

Contatores de Potência 3RT10, 3TF6 3RT10 26 3RT10 36 3RT10 65 3TF69 Contatores de otência 3RT10, 3TF6 Motores trifásicos Contator 1) otências s AC-2 / AC-3, 60 z em 220 V 380 V 440 V AC-1 (Dimensões em mm) (cv / kw) (cv / kw) (cv / kw)

Leia mais

1307022443 Farol principal 8EC, 8ED 03L, KVL 11.2004 -> H7, W5W 8E0 941 030 BB 593,40

1307022443 Farol principal 8EC, 8ED 03L, KVL 11.2004 -> H7, W5W 8E0 941 030 BB 593,40 Referências de Iluminação para AUDI A3 0986310421 Farol principal 8L1 LWS, ONS 09.1996-06.2003 H4, H7, W5W, H4 8L0 941 029 156,60 0986310422 Farol principal 8L1 LWS, ONS 09.1996-06.2003 H4, H7, W5W, H4

Leia mais

! $&% '% "' ' '# ' %, #! - ' # ' ' * '. % % ' , '%'# /%, 0! .!1! 2 / " ') # ' + 7*' # +!!! ''+,!'#.8.!&&%, 1 92 '. # ' '!4'',!

! $&% '% ' ' '# ' %, #! - ' # ' ' * '. % % ' , '%'# /%, 0! .!1! 2 /  ') # ' + 7*' # +!!! ''+,!'#.8.!&&%, 1 92 '. # ' '!4'',! "#$%% $&% '% "' ' '# '"''%(&%') '*'+&%'# ),'#+# ' %, # - ' # ' "%'''' ' * '. % % ', '%'# ''''') /%, 0.1 2 / " ') 33*&,% *"'",% '4'5&%64'' # ' + 7*' # + "*''''' 12''&% '''&")#'35 ''+,'#.8.&&%, 1 92 '. #

Leia mais

INTERPRETAÇÃO TOMOGRÁFICA DE DENTES RETIDOS EM ORTODONTIA DEGUSTAÇÃO

INTERPRETAÇÃO TOMOGRÁFICA DE DENTES RETIDOS EM ORTODONTIA DEGUSTAÇÃO INTERPRETAÇÃO TOMOGRÁFICA DE DENTES RETIDOS EM ORTODONTIA Marília Sayako Yatabe Daniela Gamba Garib Gabriel Salles Barbério Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado Thais Marchini de Oliveira Guilherme

Leia mais

Módulo de Áreas de Figuras Planas. Áreas de Figuras Planas: Mais alguns Resultados. Nono Ano

Módulo de Áreas de Figuras Planas. Áreas de Figuras Planas: Mais alguns Resultados. Nono Ano Módulo de Áreas de Figuras Planas Áreas de Figuras Planas: Mais alguns Resultados Nono Ano Áreas de Figuras Planas: Mais alguns Resultados 1 Exercícios Introdutórios Exercício 1. No desenho abaixo, as

Leia mais

"# # $ % & ' (' ) * + ', -#(

# # $ % & ' (' ) * + ', -#( WinPto v9.0 ! "# # $ % & ' (' ) * + ', -#( -#". / 0 00 1 02 " '3' 0 ' 0 "# 3 4 ' 2 1 2 & ( 5 64 7 8 95 14 8 4:5 5 '; < 9 50 "#! 5 4 5* $%( 5 & ( (&=9 0 1/ < 9 2 4: > 64 " 4 (" * 9? @ *5 @ ; ) *5 $.% 4

Leia mais

9º ano. Matemática. 01. Nas figuras, a // b // c, calcule o valor de x. a) b) c) d) e) e) f) g)

9º ano. Matemática. 01. Nas figuras, a // b // c, calcule o valor de x. a) b) c) d) e) e) f) g) 9º ano Matemática 01. Nas figuras, a // b // c, calcule o valor de x. a) b) c) d) e) e) f) g) Matemática Avaliação Produtiva 02. Determine x e y, sendo r, s, t e u retas paralelas. a) b) c) d) 03. Determine

Leia mais

MAE116 - Noções de Estatística Grupo A - 1 semestre de 2015

MAE116 - Noções de Estatística Grupo A - 1 semestre de 2015 MAE116 - Noções de Estatística Grupo A - 1 semestre de 2015 Gabarito Lista 4 - Probabilidade - CASA Exercício 1. (2 pontos) Para cada um dos experimentos abaixo, descreva o espaço amostral e apresente

Leia mais

Álgebra Linear - Prof. a Cecilia Chirenti. Lista 3 - Matrizes

Álgebra Linear - Prof. a Cecilia Chirenti. Lista 3 - Matrizes Álgebra Linear - Prof. a Cecilia Chirenti Lista 3 - Matrizes. Sejam A = C = 0 3 4 3 0 5 4 0 0 3 4 0 3, B = 3, D = 3,. Encontre: a A+B, A+C, 3A 4B. b AB, AC, AD, BC, BD, CD c A t, A t C, D t A t, B t A,

Leia mais

III) Os vetores (m, 1, m) e (1, m, 1) são L.D. se, somente se, m = 1

III) Os vetores (m, 1, m) e (1, m, 1) são L.D. se, somente se, m = 1 Lista de Exercícios de SMA000 - Geometria Analítica 1) Indique qual das seguintes afirmações é falsa: a) Os vetores (m, 0, 0); (1, m, 0); (1, m, m 2 ) são L.I. se, somente se, m 0. b) Se u, v 0, então

Leia mais

mhtml:file://c:\documents and Settings\cbeirao\Ambiente de trabalho\nova pasta\oprim...

mhtml:file://c:\documents and Settings\cbeirao\Ambiente de trabalho\nova pasta\oprim... Page 1 of 21 9:! " #$"%&'&"$( &)$) '$)& '&)&*&"("" ' $(($)+"&)) "$)$* $*,( )*-)' "&'./.-&)) $ ")#$0$' 1 2$$$".,&)$)'"3 #)) &"$' )$*, )+"/&)!*&45-'"3&.' " $*/'&$ 5&("&" './ ")&)&)'$' )+" ;

Leia mais

Exercícios Resolvidos sobre: II A Representação da Economia e a Contabilidade Nacional

Exercícios Resolvidos sobre: II A Representação da Economia e a Contabilidade Nacional Exercícios Resolvidos sobre: II A Representação da Economia e a Contabilidade Nacional Contabilidade Nacional Questão 6 O nosso objectivo é conhecer o valor da produção da economia ou PIB. Se as empresas

Leia mais

$35(6(17$d 2Ã&/Ë1,&$ 'LDJQyVWLFRÃ FOtQLFR &ROHGRFROLWtDVH &ROHFLVWLWH 3DQFUHDWLWH &ROHGRFROLWtDVH HP UHVROXomR &ROHFLVWLWH 3DQFUHDWLWH &ROHGRFROLWtDVH HP UHVROXomR &yolfdãeloldu (FRJUDILD &ROpGRFRÃ!ÃÃFP

Leia mais

Trabalho 1º Bimestre - 9ºano

Trabalho 1º Bimestre - 9ºano Matéria: Matemática Data de entrega: 23/03/2017 Valor: 10 Trabalho 1º Bimestre - 9ºano TEMA: Problemas envolvendo números inteiros Desenvolvimento e Descrição: 1. Trabalho Individual manuscrito em folha

Leia mais

'!"( )*+%, ( -. ) #) 01)0) 2! ' 3.!1(,,, ".6 )) -2 7! 6)) " ) 6 #$ ))!" 6) 8 "9 :# $ ( -;!: (2. ) # )

'!( )*+%, ( -. ) #) 01)0) 2! ' 3.!1(,,, .6 )) -2 7! 6))  ) 6 #$ ))! 6) 8 9 :# $ ( -;!: (2. ) # ) !" #$%&& #% 1 !"# $%& '!"( )*+%, ( -. ) #) /)01 01)0) 2! ' 3.!1(,,, " 44425"2.6 )) -2 7! 6)) " ) 6 #$ ))!" 6) 4442$ ))2 8 "9 :# $ ( -;!: (2. ) # ) 44425"2 ))!)) 2() )! ()?"?@! A ))B " > - > )A! 2CDE)

Leia mais

quealteraoregulamento(ce)n.º423/2007 queimpõemedidasrestritivascontraoirão

quealteraoregulamento(ce)n.º423/2007 queimpõemedidasrestritivascontraoirão ConseilUE PUBLIC REGULAMETO(CE).º /2008DOCOSELHO de quealteraoregulamento(ce)n.º423/2007 queimpõemedidasrestritivascontraoirão OCONSELHODAUNIÃOEUROPEIA, TendoemcontaoTratadoqueinstituiaComunidadeEuropeia,nomeadamenteosartigos60.º

Leia mais

Características Pretendidas (ver código de cores no desenho nº 1) Circulação na estrada. segregados. Percurso misto de peões e bicicletas em passeio

Características Pretendidas (ver código de cores no desenho nº 1) Circulação na estrada. segregados. Percurso misto de peões e bicicletas em passeio eslocação () Lazer (L) A1 887 BB A2 174 BB Via de ligação ao concelho do Barreiro, com dimensões generosas, junto ao Parque da Zona Ribeirinha. Pavimento em betuminoso, estacionamento e passeios. Tráfego

Leia mais

INDICE EDITORIAL... 2

INDICE EDITORIAL... 2 INDICE EDITORIAL... 2 MATÉRIA DE CAPA... 3 Nietzsche - Vida e obra... 3 Investidas contra o Deus moral obsessivo... 4 Entrevista com Paul Valadier... 4 Buscando o critério de avaliação das avaliações...

Leia mais

MANUAL DE PINAGEM ECU-TEST2 EVOLUTION

MANUAL DE PINAGEM ECU-TEST2 EVOLUTION MANUAL DE PINAGEM ECU-TEST2 EVOLUTION 18/09/2013 MONTADORAS: SISTEMAS REUNALT: PINAGEM DA ECU: FENIX 5...04-05 PINAGEM DA ECU: IAW 5NR...06-07 PINAGEM DA ECU: IAW 8R...08-09 PINAGEM DA ECU: SAGEM 3000

Leia mais

! As redes de comunicação de dados da UFPB Campus I e II, foram projetadas levando-se em conta as seguintes premissas básicas:

! As redes de comunicação de dados da UFPB Campus I e II, foram projetadas levando-se em conta as seguintes premissas básicas: 3.2 REDE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA - UFPB-NET PREMISSAS BÁSICAS! As redes de comunicação de dados da UFPB Campus I e II, foram projetadas levando-se em conta as seguintes premissas básicas: preservação

Leia mais

Aula 4 Ângulos em uma Circunferência

Aula 4 Ângulos em uma Circunferência MODULO 1 - AULA 4 Aula 4 Ângulos em uma Circunferência Circunferência Definição: Circunferência é o conjunto de todos os pontos de um plano cuja distância a um ponto fixo desse plano é uma constante positiva.

Leia mais

Politiska riktlinjer, avsnitt 2 En stنndigt f rنnderlig vنrld

Politiska riktlinjer, avsnitt 2 En stنndigt f rنnderlig vنrld Politiska riktlinjer, avsnitt 2 En stنndigt f rنnderlig vنrld i~éé هê pلا o~ا cêëن~ضëëي نن~êة aلëيêلâي vêâ~هاة cêةاê~ض~هاةë êâ~هاة M m~êيلëي êةنëةه _لر~ننيلننâ~éليةنOلêلâينلهàةêه~ T OT _لر~نن _لر~نن نêا~ضOEâ~éليةنOFKاçإ

Leia mais

CUSTO ADICIONAL DA DEFICIÊNCIA

CUSTO ADICIONAL DA DEFICIÊNCIA CUSTO ADICIONAL DA DEFICIÊNCIA Seminário Internacional Cidades e Inclusão Social -Moradias Independentes para PcD Rio de Janeiro 13 de novembro de 2014 Equipe: Coordenador Prof. Antonio Carlos Coelho Campino

Leia mais

2. PRODUTOS NOTÁVEIS 2.1. EXPANSÃO DE PRODUTOS

2. PRODUTOS NOTÁVEIS 2.1. EXPANSÃO DE PRODUTOS 2. PRODUTOS NOTÁVEIS 2.1. EXPANSÃO DE PRODUTOS Em álgebra, é frequente termos de expandir produtos cujos fatores são expressões algébricas (polinômios, por exemplo). Para isso, aplicamos a propriedade

Leia mais

GAAL: Exercícios 1, umas soluções

GAAL: Exercícios 1, umas soluções GAAL: Exercícios 1, umas soluções 1. Determine o ponto C tal que AC = 2 AB, sendo A = (0, 2), B = (1, 0). R: Queremos C tal que AC = 2 AB. Temos AB = (1 0, 0 ( 2)) = (1, 2), logo 2 AB = (2, 4). Então queremos

Leia mais

ENSINO PRÉ-UNIVERSITÁRIO PROFESSOR(A) TURNO. 01. Determine a distância entre dois pontos A e B do plano cartesiano.

ENSINO PRÉ-UNIVERSITÁRIO PROFESSOR(A) TURNO. 01. Determine a distância entre dois pontos A e B do plano cartesiano. SÉRIE ITA/IME ENSINO PRÉ-UNIVERSITÁRIO PROFESSOR(A) ALUNO(A) TURMA MARCELO MENDES TURNO SEDE DATA Nº / / TC MATEMÁTICA Geometria Analítica Exercícios de Fixação Conteúdo: A reta Parte I Exercícios Tópicos

Leia mais

Bem-vindo! Depois de percorrer

Bem-vindo! Depois de percorrer B-! D çã O ê B, ê ê á! A, í ó, á,,,, ç. P é, á ê á. N ó á, ê á çã. D-! Tâ T ê. V ó ê. Há? - >>> >>> >>> >>> - >>> ìì - >>> >>> >>> 2 3 + TRÂNSTO DE PALAVRAS Há á õ ê. V. FRASES CÉLEBRES A ã í? Fç ê. O

Leia mais

para Fazer Contas? A primeira e, de longe, mais importante lição é 1.1. Produtos notáveis; em especial, diferença de quadrados!

para Fazer Contas? A primeira e, de longe, mais importante lição é 1.1. Produtos notáveis; em especial, diferença de quadrados! Álgebra: É Necessário ter Ideias para Fazer Contas? A primeira e, de longe, mais importante lição é 1. Fatoração é legal; fatoração é sua amiga 1.1. Produtos notáveis; em especial, diferença de quadrados!

Leia mais

(""!)*+,-+.)!"!%*+/+.+)+0*!%,-/)+/!*)! (1%2(+"/+/2+,-3".!2(+(/+/!/!/2+,-!!"!%44(!%*.!+%(4!)"(/+/! 4+/!("0+5+2/+/!/!(1%2(+"!!2% 6(+

(!)*+,-+.)!!%*+/+.+)+0*!%,-/)+/!*)! (1%2(+/+/2+,-3.!2(+(/+/!/!/2+,-!!!%44(!%*.!+%(4!)(/+/! 4+/!(0+5+2/+/!/!(1%2(+!!2% 6(+ !"# $!&"' (""!)*,-.)!"!*/.)0*!,-/)/!*)! (12("//2,-3".!2((//!/!/2,-!!"!44(!*.!(4!)"(//! 4/!("052//!/!(12("!!2 6( )(!*/)7)8!"")*)9(!:" ;;< ! /(2!6!)=! " # $$ &'()*, $-./0 $10 0- #2334 * &'()2, $-./0 $10

Leia mais

Probabilidade - aula I

Probabilidade - aula I e 27 de Fevereiro de 2015 e e Experimentos Aleatórios e Objetivos Ao final deste capítulo você deve ser capaz de: Entender e descrever espaços amostrais e eventos para experimentos aleatórios. Interpretar

Leia mais

MA13 Geometria AVF 2014

MA13 Geometria AVF 2014 MA1 Geometria AVF 014 Questão 1 [,0 pt ] Na figura, AB AC e a bissetriz interna traçada de B intersecta o lado AC em P de forma que AP + BP = BC. Os pontos Q e D são tomados de forma que BQ BP e P D é

Leia mais

Sociedade Espírita Allan Kardec

Sociedade Espírita Allan Kardec Sociedade Espírita Allan Kardec Apresenta: Equipe responsável: Eurípedes Kühl João F. Calabrese Nilson J. Guiselini Fernando Neres 1 !" # $ % & $ ' ($') $'%' * $+) $%'$''' $,$""- & $./' "! 0 ) '.. "-,.

Leia mais

Esta edição do Diário Oficial contém:

Esta edição do Diário Oficial contém: PREFEITURA MUNICIPAL DE MARUIM - SE - ANO 01 - Nº 014 Segunda-Feira, 27 de Maio de 2013, Esta edição do Diário Oficial contém: PORTARIA Nº 003/2013; PORTARIA Nº 004/2013; PORTARIA Nº 031/2013; PORTARIA

Leia mais

HEP-5800 BIOESTATÍSTICA

HEP-5800 BIOESTATÍSTICA HEP-5800 BIOESTATÍSTICA UNIDADE III INFERÊNCIA ESTATÍSTICA : AMOSTRAGEM PROBABILÍSTICA, DISTRIBUIÇÃO AMOSTRAL, INTERVALOS DE CONFIANÇA. Nilza Nunes da Silva Regina T. I. Bernal 2 1. AMOSTRAGEM PROBABILISTICA

Leia mais

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA M RJETHRTAEMCAA CM LANTAR E CLHER ALIMENT EM CAA 201 A Rzçã Ch Dvv Hb Ub CDHU I GEA é b REFEITUR A DE Ã AUL VERDE E MEI AMBIENTE FhTé Ebçã Tx Agô Jé Lz Ch T Nh Rh Rvã A M Dg Lz Egá j Nh Rh Rq L R Rf Tv

Leia mais

Artigo Inicial: 4 Artigo I ("A Semente é a Palavra de Deus"): 9 Artigo II ("Alvo de Contradição"): 20 Artigo III ("Novo Adão e Nova Eva"): 26 Artigo

Artigo Inicial: 4 Artigo I (A Semente é a Palavra de Deus): 9 Artigo II (Alvo de Contradição): 20 Artigo III (Novo Adão e Nova Eva): 26 Artigo 1 !" #!#!$" %&''() 2 Artigo Inicial: 4 Artigo I ("A Semente é a Palavra de Deus"): 9 Artigo II ("Alvo de Contradição"): 20 Artigo III ("Novo Adão e Nova Eva"): 26 Artigo IV ("São José"): 37 Artigo V ("Corpo

Leia mais

Lista de Ramais. Prefixo RAMAL DESCRIÇÃO CENTRO DEPTO SETOR BL UTILIZ

Lista de Ramais. Prefixo RAMAL DESCRIÇÃO CENTRO DEPTO SETOR BL UTILIZ UFCG - DIVISÃO DE TELECOMUNICAÇÕES - 10/2/2012 Página 1 Lista de Ramais 2101 1684 COORD. GRAD. ENFERMAGEM CCBS CCBS CCBS DA RAMAL 2101 1717 CCBS - Coord. Psicologia CCBS CCBS CCBS RAMAL 2101 1047 MEDICINA

Leia mais

!" # " $% $ : %. ( "- # 6 (( '.. '.. ( #5 (, (' 2!' 3 4 5 2 "! =!. # ( +!'! "!. # ( #! "!. # (9, 1( 9 1 9 + -. ' 6 "-! = 1( 9 1 9 % "(- ( E= + 2 F M. (( 6 (( 1 1 7 8 9 2; 22 # (' ' ". = 2 + 9 6 ( +

Leia mais

MARINE COMMANDER 3000

MARINE COMMANDER 3000 Índice Introdução 2 Colocar em funcionamento 2 Como jogar 3 A batalha 5 Variantes de jogo 6 Seleccionar a variante de jogo 8 Cria a tua própria configuração inicial 9 Tecla Near Miss 11 Verificação das

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM No u s o d a c o mp e t ê n c i a p r e v i s t a al í n e a v ) d o n. º 1 d o ar t i g o 64º d o De c r e t o -Le i n. º 1

Leia mais

Esta edição do Diário Oficial contém:

Esta edição do Diário Oficial contém: PREFEITURA MUNICIPAL DE MARUIM - SE - ANO 01 - Nº 029 Quarta-Feira, 30 de Outubro de 2013 Esta edição do Diário Oficial contém: ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 002/2013; ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 003/2013;

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro INSTITUTO DE MATEMÁTICA Departamento de Métodos Matemáticos

Universidade Federal do Rio de Janeiro INSTITUTO DE MATEMÁTICA Departamento de Métodos Matemáticos Universidade Federal do Rio de Janeiro INSTITUTO DE MATEMÁTICA Departamento de Métodos Matemáticos Gabarito da a Prova de Geometria I - Matemática - Monica 9/05/015 1 a Questão: (4,5 pontos) (solução na

Leia mais

Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa Anexo III - Térreo Brasília - DF

Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa Anexo III - Térreo Brasília - DF Henrique Leonardo Medeiros Consultor Legislativo da Área II Direito Civil e Processual Civil, Direito Penal e Processual Penal, de Família, do Autor, de Sucessões, Internacional Privado Câmara dos Deputados

Leia mais

INFORMAÇÃO NÃO CERTIFICADA

INFORMAÇÃO NÃO CERTIFICADA Freguesia (Santiago) URBANO DENOMINAÇÃO: LOTE DE HABITAÇÃO COLECTIVA SITUADO EM: Bela Fria Rua Aurélia de Sousa, nºs. 2, 4, 4-A, 4-B, 4-C, 4-D, 4-E, 4-F, 4-G, 4-H, 6, 6-A, 6-B, 6-C, 6-D, 6-E, 8, 8-A, 8-B,

Leia mais

Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães. Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães. Diretor de Operações Adriano de Magalhães

Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães. Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães. Diretor de Operações Adriano de Magalhães Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães Diretor de Operações Adriano de Magalhães Manual de Abastecimento de Água pág. 2 !"!#$$ %"&'()*%+,%-%+,%./&01

Leia mais

Lista 5. Geometria, Coleção Profmat, SBM. Problemas selecionados da seção 4.1, pág. 147 em diante.

Lista 5. Geometria, Coleção Profmat, SBM. Problemas selecionados da seção 4.1, pág. 147 em diante. MA13 Exercícios das Unidades 8, 9 e 10 2014 Lista 5 Geometria, Coleção Profmat, SBM. Problemas selecionados da seção 4.1, pág. 147 em diante. 1) As retas r, s e t são paralelas com s entre r e t. As transversais

Leia mais

Telecomunicações Básico

Telecomunicações Básico Telecomunicações Básico Prof. MSc. Eng. ! "!"!"#$ %!"# #% # $ &# #!% '($ ) ) *+, ) $-!.) / 0 1#() 0!2) $% & '() * %# ') % &# /) *%+,,%-, 334-3564.7 &3897.%& / /% 0 0% 1 0 :'( : : $00'( :'(;< : 4.*6 :4.*6

Leia mais

ISSN Pubblicato dal 23/11/2012

ISSN Pubblicato dal 23/11/2012 ISSN 1127-8579 Pubblicato dal 23/11/2012 All'indirizzo http://xn--leggedistabilit2013-kub.diritto.it/docs/34317-tr-fico-de-drogas-esubstitui-o-de-pena-privativa-de-liberdade-por-pena-restritivas-de-direitos-uma-an-liseevolutiva-do-tratamento-da-mat-ria-no-ordenamento-jur-dico-brasileiro

Leia mais

1- Universo constituído por 112? indivíduos. 1- Feminino Masculino ºano-1 - Coluna E

1- Universo constituído por 112? indivíduos. 1- Feminino Masculino ºano-1 - Coluna E VARIÁVEIS Alunos 1- Universo constituído por 112? indivíduos Género- Coluna C 1- Feminino -1 2- Masculino-2 00-01- Nivel- 1-1ºano-1 - Coluna E 00-01 Escola - Coluna F 11- João dos Santos 12- Agostinho

Leia mais

REGULAMENTO DAS PROVAS OFICIAIS FEDERATIVAS

REGULAMENTO DAS PROVAS OFICIAIS FEDERATIVAS REGULAMENTO DAS PROVAS OFICIAIS FEDERATIVAS ÉPOCA 2013-2014 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL !"#! $%&"% '! % ( )* % +, -- )*!"% % -. /0 1% 2 333-4 /0 1% 2 % -5 )*!"% 6 %%7-8 9 : 9 97 2 % ' )*!"% *9.

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO ESCOLHA A ÚNICA ALTERNATIVA CERTA, ASSINALANDO-A COM X NOS PARÊNTESES

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO ESCOLHA A ÚNICA ALTERNATIVA CERTA, ASSINALANDO-A COM X NOS PARÊNTESES MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO (Casa de Thomaz Coelho/1889 9º Ano SubSeção de Matemática 1 a PARTE Múltipla Escolha Álgebra e Geometria ESCOLHA A

Leia mais

DIDÁTIKA - RESOLUÇÕES DOS EXERCÍCIOS EXTRAS

DIDÁTIKA - RESOLUÇÕES DOS EXERCÍCIOS EXTRAS DIDÁTIKA - RESOLUÇÕES DOS EXERCÍCIOS EXTRAS 01. Na figura, ABCD é um quadrado e ADE é um triângulo retângulo em E. Se P é o centro do quadrado, prove que a semirreta EP é a bissetriz do ângulo AED. Resolução.

Leia mais

Parcerias Negociais. CSH300 Remessa CSH310 Retorno. Versão 1.2

Parcerias Negociais. CSH300 Remessa CSH310 Retorno. Versão 1.2 Parcerias Negociais CSH300 Remessa CSH310 Retorno Versão 1.2 12/03/2014 1 - Introdução Este manual apresenta o padrão para troca de arquivos entre Empresas e o Banco para confirmação de informações na

Leia mais

Aulas Teóricas e de Problemas de Álgebra Linear

Aulas Teóricas e de Problemas de Álgebra Linear Aulas Teóricas e de Problemas de Álgebra Linear Nuno Martins Departamento de Matemática Instituto Superior Técnico Maio de Índice Parte I (Aulas teóricas e chas de exercícios) Matrizes e sistemas de equações

Leia mais

Aula prática. S = a p = 3a. a2 b2 4. 2p = b 2a S = bh 2. 1).- Exercícios didáticos

Aula prática. S = a p = 3a. a2 b2 4. 2p = b 2a S = bh 2. 1).- Exercícios didáticos 1 Aula prática 1).- Exercícios didáticos É um tanto surpreendente que, em cada triângulo, as três cevianas de um dado tipo se interceptam num mesmo ponto. Essa característica é ilustrada nas figuras abaixo,

Leia mais

Lista 4.5 Derivada da Função Composta

Lista 4.5 Derivada da Função Composta Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa Apontamentos Cálculo II. Função composta de duas unções e g, com o contradomínio de g contido ou igual ao domínio de (og): Função que resulta da utilização

Leia mais

Fluxo de carga para redes radiais por injeção de correntes e técnica BFS. Abordagem matricial proposta por Teng

Fluxo de carga para redes radiais por injeção de correntes e técnica BFS. Abordagem matricial proposta por Teng Universidade Federal de Goiás Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação Fluxo de carga para redes radiais por injeção de correntes e técnica BFS Abordagem matricial proposta por Teng Método

Leia mais

Produto de Matrizes. Márcio Nascimento

Produto de Matrizes. Márcio Nascimento Produto de Matrizes Márcio Nascimento Universidade Estadual Vale do Acaraú Centro de Ciências Exatas e Tecnologia Curso de Licenciatura em Matemática Disciplina: Álgebra Matricial - 2016.1 1 de dezembro

Leia mais

Luckas Andre Farias. Criptografia em hardware usando VHDL aplicado a VOIP

Luckas Andre Farias. Criptografia em hardware usando VHDL aplicado a VOIP Luckas Andre Farias Criptografia em hardware usando VHDL aplicado a VOIP Londrina 2012 Luckas Andre Farias Criptografia em hardware usando VHDL aplicado a VOIP Trabalho de Conclusão de curso apresentado

Leia mais

Breve revisão de Análise Combinatória

Breve revisão de Análise Combinatória 1. Princípio fundamental da contagem Breve revisão de Análise Combinatória Considere que certo procedimento pode ocorrer de duas maneiras diferentes, quais sejam: A 1ª maneira, ocorrendo de a modos distintos;

Leia mais

Memorial de Cálculo: Instalações Elétricas. BRB Banco de Brasília-DF Ag. Novo Gama - Pedregal Novas Instalações TP 009/2012 - ANEXO V

Memorial de Cálculo: Instalações Elétricas. BRB Banco de Brasília-DF Ag. Novo Gama - Pedregal Novas Instalações TP 009/2012 - ANEXO V Pág. 1 Memorial de Cálculo: Instalações Elétricas Cliente: Unidade: Assunto: BRB Banco de Brasília-DF Ag. Novo Gama - Pedregal Novas Instalações Código do Projeto: 3328/12 SIA Sul Quadra 4C Bloco D Loja

Leia mais

Aula 5 Quadriláteros Notáveis

Aula 5 Quadriláteros Notáveis Aula 5 Quadriláteros Notáveis Paralelogramo Definição: É o quadrilátero convexo que possui os lados opostos paralelos. A figura mostra um paralelogramo ABCD. Teorema 1: Se ABCD é um paralelogramo, então:

Leia mais

( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( )

( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) XXX Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase Soluções Nível Segunda Fase Parte A PARTE A Na parte A serão atribuídos pontos para cada resposta correta e a pontuação máxima para essa parte

Leia mais

Catálogo de aplicação 2015 automotiva - Linha Pesada

Catálogo de aplicação 2015 automotiva - Linha Pesada Catálogo de aplicação automotiva - Linha Pesada Rolamentos Mancais de embreagem Atuadores e componentes hidráulicos de embreagem Componentes de direção e suspensão Bombas d água e kit de reparo Polias

Leia mais

DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL E FINANÇAS Setor de Apoio Jurídico e Contencioso

DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL E FINANÇAS Setor de Apoio Jurídico e Contencioso CAPÍTULO VII Tabelas De Taxas Urbanísticas (TTU) SECÇÃO I Urbanização e edificação SUBSECÇÃO I Artigo 1.º Operações de loteamento 1-Apresentação do requerimento para licenciamento ou admissão de comunicação

Leia mais