Turismo: a importancia do software

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Turismo: a importancia do software"

Transcrição

1 Turismo: a importancia do software A visão de quem está (muito) próximo do cliente Associação Portuguesa das Agências de Viagem e Turismo

2 índice Competência chave do Business Plan nacional TurismoS O que motiva o Cliente a viajar? Software vs hardware

3 Competência chave do Business Plan nacional Aplicar ao País a lógica que rege uma empresa Define a sua ambição Identifica as suas competências chave Define objectivos realizáveis Mobiliza toda a sua organização em torno dos mesmos Antecipa a mudança e adapta-se á mesma

4 Competência chave do Business Plan nacional Aplicar ao País a lógica que rege uma empresa Define a sua ambição Identifica as suas competências chave TURISMO! Define objectivos realizáveis Mobiliza toda a sua organização em torno dos mesmos Antecipa a mudança e adapta-se á mesma

5 TurismoS TurismoS: a visão de quem está próximo do Cliente O agente de viagem tradicional e generalista morreu para deixar lugar a...

6 TurismoS...uma indústria de empresas cada vez mais sofisticadas e especializadas nos distintos segmentos do Turismo TMC Travel Management Company PCO Professional Congress Organizer DMC Destination Management Company Incentive House Internet pure player Leisure Travel (retalho e grossistas)

7 O que motiva o Cliente a viajar? Passear nos aeroportos? Descansar nos aviões? Deitar-se numa cama de hotel? A qualidade das infra-estruturas, do do hardware? Contemplar a fachada do hotel? Apreciar a sala de conferências? Ir á praia?

8 Software vs hardware Claro que não. A qualidade das infraestruturas, do hardware são a condição mínima para se pretender cativar turistas, sejam eles de negócio ou de lazer mas aquilo que verdadeiramente motiva o turista na escolha do destino são...

9 Software vs hardware...as emoções...as experiências...as sensações...o software

10 Visão - Sugestão Identificar um conjunto de áreas, locais e edificios como sendo de Interesse Turistico e relativamente aos quais se irá trabalhar É preciso criar em cuidadosamente todas as as zonas o de componente de Interesse de software Turistico do (aplicar do país a o lógica de negócio Teatro dos das centros Emoções comerciais ou dos resorts integrados): Aeroportos e eixos de acesso aeroporto / cidade; Centros de cidade / zonas históricas; Edificios históricos / com carácter;

11 Há que corrigir urgentemente os vários bugs do nosso software turistico O bug: os graffitis Proibir a colocação de graffitis em locais de interesse turistico; Promover / comunicar o conceito de graffiti positivo vs graffiti destrutivo; Unidades de choque especializada na eliminação continua dos grafitis; Câmaras video em locais históricos; Obrigar os autores a participar na limpeza dos graffitis;

12 Há que corrigir urgentemente os vários bugs do nosso software turistico O bug: chapéus de sol patrocinados Sensibilizar o sector da restauração aos beneficios do software turistico ; Proibir o uso de chapéus de sol patrocinados na zonas de interesse turístico; Negociar com empresas patrocinadoras modelos alternativos; Constituir central de compras para negociação de condições preferênciais com fornecedores de toldos e chapéus de sol;

13 Há que corrigir urgentemente os vários bugs do nosso software turistico O bug: as cadeiras de plástico (esplanadas e piscinas) Sensibilizar o sector da restauração e da hotelaria acerca dos beneficios da estética mínima no que toca a esplanadas e piscinas; Constituir central de compras para negociação de condições preferênciais com fornecedores de cadeiras;

14 Há que corrigir urgentemente os vários bugs do nosso software turistico O bug: as ementas de esplanadas e restaurantes traduzidas em várias linguas Sensibilizar o sector da restauração e da hotelaria acerca dos beneficios da autenticidade e do repudio do turista em se sentir tratado como turista... Proibir a colocação de ementas traduzidas nas zonas de interesse turistico;

15 Há que corrigir urgentemente os vários bugs do nosso software turistico O bug: a ausência de iluminação nocturna dos edificios com carácter Sensibilizar as câmaras municipais sobre a importância de se iluminar os edificios nas zonas de interesse turistico; Identificar os respectivos edificios; Identificar soluções para a concretização desta medida (quem financia);

16 Há que corrigir urgentemente os vários bugs do nosso software turistico O bug: a ausência de espaços verdes nos principais eixos de comunicação frequentados por turistas Sensibilizar as Câmaras Municipais sobre a importância desta medida; Identificar os eixos de interesse turistico (aeroporto / centro cidade, etc...); Convocar paisagístas e implementar / manter os seus projectos;

17 Mais algumas ideias... Promover muito mais a animação de rua a várias horas do dia e da noite Durante a estação alta (como fez a Expo 98) Scenic Drives Colocar itinerários sinalizados para serem percorridos de carro (dentro e fora das cidades)

18 Mais algumas ideias... Mais percursos pedestres e para bicicletas Iluminar árvores e alguns parques todo o ano (como Estoril fez)

19 Obrigado As sensações são os detalhes que constroem a história da nossa vida Oscar Wilde

Como o TMC agrega valor ao Cliente Corporativo?

Como o TMC agrega valor ao Cliente Corporativo? Como o TMC agrega valor ao Cliente Corporativo? Palestrante Lúcio Oliveira Consultor de Gestão Estratégica, Vendas e Planejamento Estratégico, Instrutor, Palestrante e Advisor de Empresas do Turismo, é

Leia mais

Programa de Empreendedorismo Tecnológico

Programa de Empreendedorismo Tecnológico PROGRAMA EIBTnet O QUE É? Programa de Empreendedorismo Tecnológico de apoio ao desenvolvimento, implementação, criação e consolidação de novas empresas inovadoras e de base tecnológica. 1 OBJECTIVOS Facilitar

Leia mais

Proposta especialmente elaborada para:

Proposta especialmente elaborada para: Proposta especialmente elaborada para: 1 O V Encontro Empresarial de Negócios na Língua Portuguesa é uma iniciativa do Conselho das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil e terá como objectivo desenvolver

Leia mais

Barómetro Anual Travelstore American Express 2012 Um estudo cujas respostas das empresas que participaram gerou uma doação à

Barómetro Anual Travelstore American Express 2012 Um estudo cujas respostas das empresas que participaram gerou uma doação à Barómetro Anual Travelstore American Express 2012 Um estudo cujas respostas das empresas que participaram gerou uma doação à 1. Amostra 2. Caracterização das viagens profissionais 3. Política de viagens

Leia mais

Concurso Planear Estarreja (orientações para a implementação)

Concurso Planear Estarreja (orientações para a implementação) (orientações para a implementação) Escolas Programa de Regeneração Urbana da Cidade de Estarreja Fases do Fase 1. Diagnóstico Fase 2. Estratégia e Plano de Ação 2 Exercícios para preparação de diagnóstico

Leia mais

Certificação e Monitorização de Edifícios Públicos Municipais em Cascais

Certificação e Monitorização de Edifícios Públicos Municipais em Cascais Certificação e Monitorização de Edifícios Públicos Municipais em Cascais TECNOFIL Workshop Municípios e Certificação Energética de Edifícios Lisboa, 18 Junho 2009 Objectivos A Agência Cascais Energia é

Leia mais

entre o Senhor Secretário Regional da Economia, Vasco Cordeiro, e o Senhor Ministro da Economia e Trabalho, Álvaro dos Santos Pereira, tendo

entre o Senhor Secretário Regional da Economia, Vasco Cordeiro, e o Senhor Ministro da Economia e Trabalho, Álvaro dos Santos Pereira, tendo Exma. Senhora Presidente da Assembleia Ex. mas Senhoras e Senhores Deputados. Ex. mo Senhor Presidente do Governo, Senhoras e Senhores membros do Governo, Foi no dia 18 Agosto de 2011, em Lisboa, que ocorreu

Leia mais

Açores no Mercado do Turismo Chinês Sessão de Formação. Informação Adicional

Açores no Mercado do Turismo Chinês Sessão de Formação. Informação Adicional Açores no Mercado do Turismo Chinês Sessão de Formação Informação Adicional Informação adicional: COTRI EDELUC Fundação Jardim José do Canto Agenda do Evento Apoio OCOTRI é um instituto de pesquisa independente

Leia mais

Uma abordagem à visão de Portugal

Uma abordagem à visão de Portugal Uma abordagem à visão de Portugal Como é que os operadores turísticos podem contribuir para um novo posicionamento XXXVIII Congresso da APAVT: Potenciar Recursos, Romper Bloqueios, Ganhar Mercado painel

Leia mais

Revista de Imprensa Janeiro de 2007. 1 - Destak, 31-01-2007, Agência DNA Cascais capta 18 milhões em 2006

Revista de Imprensa Janeiro de 2007. 1 - Destak, 31-01-2007, Agência DNA Cascais capta 18 milhões em 2006 Revista de Imprensa Janeiro de 2007 DNA 1 - Destak, 31-01-2007, Agência DNA Cascais capta 18 milhões em 2006 2 - Diário Económico, 31-01-2007, Agência DNA Cascais capta 10 projectos em 2006 3 - Jornal

Leia mais

OBJECTIVOS DO OBSERVATÓRIO:

OBJECTIVOS DO OBSERVATÓRIO: ENQUADRAMENTO: O Observatório do Turismo de Lisboa é uma estrutura interna da Associação Turismo de Lisboa, criada em 1999. A ATL é uma associação privada de utilidade pública, que conta actualmente com

Leia mais

Carta de Compromisso da Rede ROTA VICENTINA

Carta de Compromisso da Rede ROTA VICENTINA Carta de Compromisso da Rede ROTA VICENTINA A Rota Vicentina (RV) é uma rota pedestre ao longo do Sw de Portugal que pretende afirmar esta região enquanto destino internacional de turismo de natureza,

Leia mais

Hotel Pousada. Nosso Hotel possui os seguintes tipos de apartamentos:

Hotel Pousada. Nosso Hotel possui os seguintes tipos de apartamentos: Hotel Pousada Onde tudo começou! O Hotel Pousada está localizado no interior do complexo, em local mais que privilegiado entre o Parque das Fontes e a entrada do Hot Park. É o local perfeito para aproveitar

Leia mais

TQ3 STAR Travel Solutions SINDICATO DOS MAGISTRADOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO

TQ3 STAR Travel Solutions SINDICATO DOS MAGISTRADOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROTOCOLO TQ3 STAR Travel Solutions SINDICATO DOS MAGISTRADOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO Entre a TQ3 Star Travel Solutions - Star Turismo - Equador Viagens e o "SINDICATO DOS MAGISTRADOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

QUADROS SUPERIORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, DIRIGENTES E QUADROS SUPERIORES DE EMPRESA

QUADROS SUPERIORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, DIRIGENTES E QUADROS SUPERIORES DE EMPRESA GRANDE GRUPO 1 QUADROS SUPERIORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, DIRIGENTES E QUADROS SUPERIORES DE EMPRESA Os quadros superiores da administração pública, dirigentes e quadros superiores de empresa dão pareceres

Leia mais

Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo. Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes

Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo. Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes 2 Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo Índice 1 Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT) 2 Crédito

Leia mais

CONTRATOS DE DESEMPENHO ENERGÉTICO: UM MODELO DE NEGÓCIO PARA IMPLEMENTAR MEDIDAS DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

CONTRATOS DE DESEMPENHO ENERGÉTICO: UM MODELO DE NEGÓCIO PARA IMPLEMENTAR MEDIDAS DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA CONTRATOS DE DESEMPENHO ENERGÉTICO: UM MODELO DE NEGÓCIO PARA IMPLEMENTAR MEDIDAS DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA INVESTIMENTO E FINANCIAMENTO, A RELAÇÃO COM A BANCA Coimbra, 18 de Junho de 2014 EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Leia mais

Revista de Imprensa Julho 2008. 1 - Jornal O Correio.com, 19-07-2008, Nazaré inspira-se em Cascais

Revista de Imprensa Julho 2008. 1 - Jornal O Correio.com, 19-07-2008, Nazaré inspira-se em Cascais Revista de Imprensa Julho 2008 Cascais Atlântico 1 - Jornal O Correio.com, 19-07-2008, Nazaré inspira-se em Cascais 3 Cascais Energia 2 - Mais Ambiente.pt, 31-07-2008, Primeiro edifício municipal do país

Leia mais

Trabalho Prático. Breve descrição de conceitos e desenvolvimento teórico da temática

Trabalho Prático. Breve descrição de conceitos e desenvolvimento teórico da temática Trabalho Prático Designação do Projecto Proposta de Valorização da Zona Ribeirinha do Montijo Tema Cidades Saudáveis e Respostas Locais Breve descrição de conceitos e desenvolvimento teórico da temática

Leia mais

Execução Anual das Grandes Opções do Plano

Execução Anual das Grandes Opções do Plano das Grandes Opções do Plano 01 EDUCAÇÃO 01 01 EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E ENSINO BÁSICO 01 01 /1 Infraestruturas de Ano Anos seguintes Anos Anteriores Ano 01 01 /1 1 Centro Escolar de Caria 0102 07010305 E

Leia mais

REPENSAR O TURISMO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

REPENSAR O TURISMO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE REPENSAR O TURISMO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Num contexto de modernização e inovação constante, torna-se imperioso e urgente criar uma legislação turística em São Tomé e Príncipe, sendo este um instrumento

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 1 Relatório de Sustentabilidade 2014 2 Linha do Tempo TAM VIAGENS 3 Política de Sustentabilidade A TAM Viagens uma Operadora de Turismo preocupada com a sustentabilidade, visa fortalecer o mercado e prover

Leia mais

SUMÁRIO O TERRITÓRIO, A BICICLETA E A GÉNESE DO PROJECTO MURTOSA CICLÁVEL REDE DE CICLOVIAS E INFRAESTRUTURAS DE APOIO AS PESSOAS E A BICICLETA

SUMÁRIO O TERRITÓRIO, A BICICLETA E A GÉNESE DO PROJECTO MURTOSA CICLÁVEL REDE DE CICLOVIAS E INFRAESTRUTURAS DE APOIO AS PESSOAS E A BICICLETA A BICICLETA NA MOBILIDADE URBANA E NA FRUIÇÃO DA NATUREZA MURTOSA, 23 DE SETEMBRO DE 2011 SUMÁRIO O TERRITÓRIO, A BICICLETA E A GÉNESE DO PROJECTO MURTOSA CICLÁVEL REDE DE CICLOVIAS E INFRAESTRUTURAS DE

Leia mais

Apresentação do Plano de Actividades Rota dos Vinhos Verdes 2013/2014 CVRVV, 10 de Janeiro de 2013. Sofia Lobo : slobo@vinhoverde.

Apresentação do Plano de Actividades Rota dos Vinhos Verdes 2013/2014 CVRVV, 10 de Janeiro de 2013. Sofia Lobo : slobo@vinhoverde. Apresentação do Plano de Actividades Rota dos Vinhos Verdes 2013/2014 CVRVV, 10 de Janeiro de 2013 Sofia Lobo : slobo@vinhoverde.pt O que é o ENOTURISMO? Enoturismo é composto por deslocações realizadas

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS 1 de 6 - mobilidade humana e OBJECTIVO: Identifica sistemas de administração territorial e respectivos funcionamentos integrados. O Turismo Guião de Exploração Indicadores sobre o turismo em Portugal 27

Leia mais

ANEXO I. FICHAS DE CARACTERIZAÇÃO DAS MEDIDAS 3.1. e 3.2. - EIXO 3 DO PRORURAL versão 7

ANEXO I. FICHAS DE CARACTERIZAÇÃO DAS MEDIDAS 3.1. e 3.2. - EIXO 3 DO PRORURAL versão 7 3.1.1. Diversificação de Actividades Não-Agrícolas na Exploração Descrição Apoio a iniciativas empresariais promotoras do saber fazer tradicional Apoio a actividades lúdicas de carácter inovador nas explorações

Leia mais

MADEIRA TOURISM INTERNATIONAL CENTRE

MADEIRA TOURISM INTERNATIONAL CENTRE MADEIRA TOURISM INTERNATIONAL CENTRE Josep-Francesc Valls, PhD Visiting professor, UMa Full professor Department of Marketing Management, ESADE Business School Funchal, 15 de Janeiro de 2015 A Madeira

Leia mais

American Express Conta EBTA

American Express Conta EBTA 1 OS CUSTOS BENEFICIE OS FUNCIONÁRIOS GERENCIE GLOBALMENTE MAXIMIZE OS CONTROLES REDUZA OS CUSTOS BENEFICIE OS FUNCIONÁRIOS GERENCIE GLOBALMENTE SOLUÇÕES REAIS PARA SEU NEGÓCIO 2 - Enhanced Business Travel

Leia mais

Compromisso para o Crescimento Verde e o Turismo

Compromisso para o Crescimento Verde e o Turismo www.pwc.pt Compromisso para o Crescimento Verde e o Turismo 16 Cláudia Coelho Diretora Sustainable Business Solutions da Turismo é um setor estratégico para a economia e sociedade nacional o que se reflete

Leia mais

Com algum detalhe destaca-se e reforça-se algumas considerações, como segue:

Com algum detalhe destaca-se e reforça-se algumas considerações, como segue: A proposta das micro-missões é de grande interesse e dinamizadora da actividade comercial/internacionalização das empresas portuguesas que querem abordar melhor as diferentes regiões espanholas, com destaque

Leia mais

Qual o âmbito deste protocolo e que tipo de projectos pretende apoiar?

Qual o âmbito deste protocolo e que tipo de projectos pretende apoiar? QUESTÕES COLOCADAS PELO JORNALISTA MARC BARROS SOBRE O PROTOCOLO ENTRE A FNABA E O TURISMO DE PORTUGAL Qual o âmbito deste protocolo e que tipo de projectos pretende apoiar? Com propostas para fazer e

Leia mais

De acordo com os objectivos previamente definidos para esta investigação, apresentamos de seguida as respectivas conclusões:

De acordo com os objectivos previamente definidos para esta investigação, apresentamos de seguida as respectivas conclusões: 7.1 Conclusões De acordo com os objectivos previamente definidos para esta investigação, apresentamos de seguida as respectivas conclusões: 1 - Descrever os instrumentos/modelos de gestão e marketing estratégicos

Leia mais

Marketing Turístico e Hoteleiro

Marketing Turístico e Hoteleiro 2 CAPÍTULO II Significado do Marketing em Hotelaria e Turismo Significado do Marketing em Hotelaria e Turismo Capítulo II Sumário As características especiais do Marketing em Hotelaria e Turismo O ambiente

Leia mais

especial CHARTER 2013

especial CHARTER 2013 Almeria Creta especial CHARTER 2013 verão 2013 especial charter partidas de Lisboa e Porto Saïdia Tunísia Bulgária novidades Antalya www.viajartours.pt 1 INDICE 03 SAÏDIA 06 ALMERIA 10 TUNÍSIA 14 CRETA

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA Governo Provincial da Huíla. INVEST HUÍLA 2015 Fórum de Negócios e Oportunidades de Investimento OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO

REPÚBLICA DE ANGOLA Governo Provincial da Huíla. INVEST HUÍLA 2015 Fórum de Negócios e Oportunidades de Investimento OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO REPÚBLICA DE ANGOLA Governo Provincial da Huíla INVEST HUÍLA 2015 Fórum de Negócios e s de Investimento OPORTUNIDADES SECTOR IMOBILIÁRIO Construção SECTOR IMOBILIÁRIO Construção ÍNDICE IH.IM017 Boulevard

Leia mais

ALENTEJO. UM PRODUTO TURÍSTICO QUE VENDE. Abril 2011

ALENTEJO. UM PRODUTO TURÍSTICO QUE VENDE. Abril 2011 ALENTEJO. UM PRODUTO TURÍSTICO QUE VENDE. Abril 2011 sobre nós A impressão digital da Agência Abreu tem o relevo da experiência única mais de 170 anos de história, o que torna na mais antiga agência de

Leia mais

Consultoria Estratégica

Consultoria Estratégica Quem somos e o que fazemos A Select Advisor é uma empresa de Consultoria Estratégica Ajudamos à criação de valor, desde a intenção de investimento e angariação de parcerias até ao apoio de candidaturas

Leia mais

Câmara Municipal de Almeirim

Câmara Municipal de Almeirim Câmara Municipal de Almeirim Programa de Adesão SEMANA EUROPEIA DA MOBILIDADE 16 a 22 de Setembro de 2007 P r o g r a m a 1 - Aderindo à ECOTROCA ganhe viagens nos TUA (durante toda a semana): - Aderindo

Leia mais

PROPOSTA DE TRABALHO DA FACTORCUBO

PROPOSTA DE TRABALHO DA FACTORCUBO 1 PROPOSTA DE TRABALHO DA FACTORCUBO Destinatários: Empresários do sector do comércio enquadrados nas CAEs definidas na medida Comércio Investe. Projecto: Comércio Investe. Prazo de execução: Candidatura

Leia mais

Programação de equipamentos colectivos

Programação de equipamentos colectivos Programação de equipamentos colectivos Definição e tipologia Conceitos associados à programação de equipamentos Critérios de programação, dimensionamento e localização; exemplos Instituto Superior Técnico/Departamento

Leia mais

Dia 27 de Maio Promoção Imobiliária e Sustentabilidade. Eng.º Gonçalo Costa. Alta de Lisboa

Dia 27 de Maio Promoção Imobiliária e Sustentabilidade. Eng.º Gonçalo Costa. Alta de Lisboa Dia 27 de Maio Promoção Imobiliária e Sustentabilidade Eng.º Gonçalo Costa Sustentabilidade na A é um empreendimento que abrange uma área de cerca de 300 ha, junto ao aeroporto de Lisboa, que tem prevista

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE. Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006. Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr.

JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE. Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006. Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr. JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006 Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr.ª Guadalupe Tel. e Fax: 266 781 165 Tel.: 266 747 916 email: jfguadalupe@mail.evora.net

Leia mais

Comércio Investe. Santa Maria da Feira, 25 de outubro de 201313. António Azevedo Administrador da Finaccount

Comércio Investe. Santa Maria da Feira, 25 de outubro de 201313. António Azevedo Administrador da Finaccount Comércio Investe Santa Maria da Feira, 25 de outubro de 201313 António Azevedo Administrador da Finaccount Prestação de Serviços de Consultoria Empresarial e Formação Comércio Investe Tipologias de investimento

Leia mais

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Na frente ribeirinha de Lisboa, a poucos minutos do Parque das Nações, desenvolve-se um novo condomínio que enquadra toda a estrutura pré-existente

Leia mais

Assim o termo M.I.C.E. significa:

Assim o termo M.I.C.E. significa: 1 Assim o termo M.I.C.E. significa: Meetings Qualquer tipo de reunião, focalizado apenas em uma empresa ou organização e seus respectivos colaboradores ou participantes Incentives Qualquer tipo de iniciativa,

Leia mais

www.fiveleafsystem.com APRESENTAÇÃO DO PROJECTO 2013 2014

www.fiveleafsystem.com APRESENTAÇÃO DO PROJECTO 2013 2014 www.fiveleafsystem.com APRESENTAÇÃO DO PROJECTO 2013 2014 O QUE É O FIVE-LEAF SYSTEM O Five-Leaf System é um sistema dinâmico de avaliação da performance ecológica do sector turístico, que em cinco níveis

Leia mais

Pesquisa do Perfil do Turista Nacional em Porto Alegre. Outono 2010

Pesquisa do Perfil do Turista Nacional em Porto Alegre. Outono 2010 Pesquisa do Perfil do Turista Nacional em Porto Alegre Outono 2010 Pesquisa realizada pela SMTur, em parceria com a FARGS e com apoio da Infraero e da Veppo. 22 a 28 de abril Aeroporto área de embarque

Leia mais

Projectar o Algarve no Futuro

Projectar o Algarve no Futuro Projectar o Algarve no Futuro Os Novos Desafios do Algarve Região Digital paulo.bernardo@globalgarve.pt 25 Maio 2007 Auditório Portimão Arena Um mundo em profunda mudança O Mundo enfrenta hoje um processo

Leia mais

PROMOTORES: PARCEIROS/CONSULTORES: FUNCIONAMENTO RESUMO

PROMOTORES: PARCEIROS/CONSULTORES: FUNCIONAMENTO RESUMO CVGARANTE SOCIEDADE DE GARANTIA MÚTUA PROMOTORES: PARCEIROS/CONSULTORES: FUNCIONAMENTO RESUMO 14 de Outubro de 2010 O que é a Garantia Mútua? É um sistema privado e de cariz mutualista de apoio às empresas,

Leia mais

TOURING CULTURAL produto estratégico para Portugal

TOURING CULTURAL produto estratégico para Portugal TOURING CULTURAL produto estratégico para Portugal O TURISMO CULTURAL HOJE 44 milhões de turistas procuram turismo cultural na Europa O património cultural aproxima civilizações e motiva a viagem A preservação

Leia mais

PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E ENERGIAS RENOVÁVEIS

PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E ENERGIAS RENOVÁVEIS Enquadramento Protocolo de Quioto Cimeira de Joanesburgo Directiva Renováveis Estratégia Nacional de Desenvolvimento Sustentável Programa E4 Nova Resolução do Conselho de Ministros INTERREG Programas Regionais

Leia mais

Manual da Garantia Mútua

Manual da Garantia Mútua Março de 2007 Manual da Garantia Mútua O que é a Garantia Mútua? É um sistema privado e de cariz mutualista de apoio às pequenas, médias e micro empresas (PME), que se traduz fundamentalmente na prestação

Leia mais

Co-Financiado pelo QREN (Programa Mais Centro e da União Europeia e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional)

Co-Financiado pelo QREN (Programa Mais Centro e da União Europeia e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional) Co-Financiado pelo QREN (Programa Mais Centro e da União Europeia e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional) Protocolo entre: Câmara Municipal de Águeda Santa Casa da Misericórdia de Águeda; Identificação

Leia mais

DOSSIER DO EXPOSITOR

DOSSIER DO EXPOSITOR DOSSIER DO EXPOSITOR DATAS E HORÁRIOS 26, 27 E 28 DE SETEMBRO 2014 ESPAÇO MULTIUSOS DE ALJEZUR SEXTA 26 17H00-23H00 SÁBADO 27 11H00-23H00 DOMINGO 28 09H30-12H00 (Profissional) 12H00-22H00 (Público em

Leia mais

1ª AVENIDA DINAMIZAÇÃO ECONÓMICA E SOCIAL. Relatório do Inquérito aos Estabelecimentos Comerciais DA BAIXA DO PORTO CO-FINANCIADO POR:

1ª AVENIDA DINAMIZAÇÃO ECONÓMICA E SOCIAL. Relatório do Inquérito aos Estabelecimentos Comerciais DA BAIXA DO PORTO CO-FINANCIADO POR: 1ª AVENIDA DINAMIZAÇÃO ECONÓMICA E SOCIAL DA BAIXA DO PORTO Relatório do Inquérito aos CO-FINANCIADO POR: Unidade de Gestão de Área Urbana Novembro 2012 Índice 1. Introdução... 2 2. Síntese do levantamento

Leia mais

75% 15 a 18 de Maio 2015 Praça da Independência - Maputo Moçambique Pavilhão de Portugal

75% 15 a 18 de Maio 2015 Praça da Independência - Maputo Moçambique Pavilhão de Portugal aposta no Sistema Educativo Formação e Criação de Novas Infra-Estruturas UMA OPORTUNIDADE PARA O SEU SECTOR CO-FINANCIADO 75% 1ª PARTICIPAÇÃO PORTUGUESA DA FILEIRA DA EDUCAÇÃO AIP - Feiras, Congressos

Leia mais

XOPVision Cloud Digital Signage

XOPVision Cloud Digital Signage XOPVision Cloud Digital Signage O que é o Digital Signage? Conceito O XOPVISION é uma ferramenta de comunicação que utiliza televisores, monitores, smartphones ou tablet s, estrategicamente localizados

Leia mais

III ENCONTRO LUSO - BRASILEIRO DE JURISTA DE TRABALHO

III ENCONTRO LUSO - BRASILEIRO DE JURISTA DE TRABALHO III ENCONTRO LUSO - BRASILEIRO DE JURISTA DE TRABALHO PROGRAMA DA VIAGEM 30 / JULHO LISBOA / RECIFE / ARACAJU Comparência no Aeroporto Internacional de Lisboa cerca das 09H30. Formalidades de embarque

Leia mais

Setembro Dia Europeu Sem Carros 22 Semana Europeia da Mobilidade 16 17 18 19 20 21 22

Setembro Dia Europeu Sem Carros 22 Semana Europeia da Mobilidade 16 17 18 19 20 21 22 Câmara Municipal: Cidade VILA NOVA DE GAIA Vila Nova de Gaia Setembro Dia Europeu Sem Carros 22 Semana Europeia da Mobilidade 16 17 18 19 20 21 22 Área da cidade 600 ha População total 30 hab. Dimensão

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE AGÊNCIAS DE VIAGENS E TRANSPORTES

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE AGÊNCIAS DE VIAGENS E TRANSPORTES PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE AGÊNCIAS DE VIAGENS E TRANSPORTES PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Agências de Viagens e Transportes Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6 ÁREA DE ACTIVIDADE

Leia mais

Por que temos um Estudo de Competitividade?

Por que temos um Estudo de Competitividade? Por que temos um Estudo de Competitividade? Criação de índices nos ajuda a conhecer as dificuldades do destino turístico. O estudo proporciona informações para a elaboração de planos de ação mais objetivos.

Leia mais

Associação para o Desenvolvimento do Baixo Guadiana

Associação para o Desenvolvimento do Baixo Guadiana Associação para o Desenvolvimento do Baixo Guadiana A Associação Odiana Esta Associação, sem fins lucrativos, fundada pelos municípios de Alcoutim, Castro Marim e Vila Real de Santo António em Dezembro

Leia mais

Enquadramento Turismo Rural

Enquadramento Turismo Rural Enquadramento Turismo Rural Portugal é um País onde os meios rurais apresentam elevada atratividade quer pelas paisagens agrícolas, quer pela biodiversidade quer pelo património histórico construído o

Leia mais

PACOTES CRUZEIROS. e Turismo www.faypassagens.com.br A SUA VIAGEM COMEÇA AQUI!

PACOTES CRUZEIROS. e Turismo www.faypassagens.com.br A SUA VIAGEM COMEÇA AQUI! CORPORATE FRETAMENTOS CRUZEIROS PACOTES A SUA VIAGEM COMEÇA AQUI! QUEM SOMOS QUEM SOMOS A Fay Passagens é uma agência que atua há mais de 10 anos, o nosso principal objetivo é prestar atendimento personalizado

Leia mais

"Relação Umbilical entre o Turismo e a Cultura: Oportunidades e Desafios"

Relação Umbilical entre o Turismo e a Cultura: Oportunidades e Desafios "Relação Umbilical entre o Turismo e a Cultura: Oportunidades e Desafios" Oferecer o que temos, somos e fazemos como produto turístico Vasco Estrela Presidente da Câmara Municipal de Mação Cultura e Turismo

Leia mais

19ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO. 05 de Dezembro de 2013 BDMG Belo Horizonte

19ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO. 05 de Dezembro de 2013 BDMG Belo Horizonte 19ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO 05 de Dezembro de 2013 BDMG Belo Horizonte ESTATÍSTICAS DO TURISMO MINEIRO -Perfil da Demanda -Estudo de Competitividade -Dados Econômicos RAFAEL OLIVEIRA

Leia mais

Perfil do visitante de Évora

Perfil do visitante de Évora Perfil do visitante de Évora Universidade de Évora Escola de Ciências Sociais Maria do Rosário Borges Maria Noémi Marujo Jaime Serra Évora, Maio de 2012 41-60 anos (45%) Idade 21-40 anos (39%) Habilitações

Leia mais

O sector do turismo no Algarve

O sector do turismo no Algarve O sector do turismo no Algarve Destino turístico Algarve Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT) - Linhas orientadoras para o Algarve - Principais recursos: (não exaustivo) Praias e falésias Campos

Leia mais

MÍDIA KIT. comercial@eventofacil.com.br 11 3812-7363. www.eventofacilguia.comb.br

MÍDIA KIT. comercial@eventofacil.com.br 11 3812-7363. www.eventofacilguia.comb.br MÍDIA KIT 2016 comercial@eventofacil.com.br 11 3812-7363 www.eventofacilguia.comb.br Grupo EventoFacil O Grupo organiza e promove feiras de negócios e eventos de relacionamento, publica revistas, guias

Leia mais

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP Soluções integradas para a Indústria do turismo empresarial THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP A equipa da XYM Hospitality e os seus parceiros possuem vastos conhecimentos sobre a

Leia mais

APHORT. Porto 17 de Setembro de 2014 1

APHORT. Porto 17 de Setembro de 2014 1 APHORT Porto 17 de Setembro de 2014 1 A APHORT Associação Portuguesa de Hotelaria, de Restauração e Turismo, associação de âmbito nacional representativa de empresas que exploram: Empreendimentos hoteleiros

Leia mais

O sector do turismo. Algarve

O sector do turismo. Algarve O sector do turismo no Algarve Destino turístico Algarve Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT) - Linhas orientadoras para o Algarve - Principais recursos: (não exaustivo) Praias e falésias Campos

Leia mais

Normas de Admissão (Regulamento de Jóias e Quotas)

Normas de Admissão (Regulamento de Jóias e Quotas) Normas de Admissão (Regulamento de Jóias e Quotas) Capítulo I // Disposições Gerais As presentes normas têm como finalidade estabelecer as regras a que devem obedecer a admissão de novos associados da

Leia mais

ALOJAMENTO - VII CIDU Porto, 24 a 27 Junho

ALOJAMENTO - VII CIDU Porto, 24 a 27 Junho AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL O Axis Porto Business & SPA Hotel, é o novo hotel de 4 estrelas do Grupo AXIS, situado em pleno pólo universitário, numa das zonas de melhor acessibilidade à Invicta, junto

Leia mais

RELATÓRIO FORMACÃO EM EDUCACÃO FINANCEIRA NO QUADRO DAS FERIAS SOLIDÁRIAS ORGANIZADA PELA MAISON D AFRIQUE EM SANTO ANTÃO

RELATÓRIO FORMACÃO EM EDUCACÃO FINANCEIRA NO QUADRO DAS FERIAS SOLIDÁRIAS ORGANIZADA PELA MAISON D AFRIQUE EM SANTO ANTÃO RELATÓRIO FORMACÃO EM EDUCACÃO FINANCEIRA NO QUADRO DAS FERIAS SOLIDÁRIAS ORGANIZADA PELA MAISON D AFRIQUE EM SANTO ANTÃO Ivo Sulé Balde 28 de Julho à 03 de Agosto de 2013 Índice Contexto.... 3 Resumo

Leia mais

[+] Baía da Lagos [+] 2h 30m de Lisboa (A2) [+] 45m do Aeroporto de Faro (Via do Infante) [+] Futuro acesso directo (Variante de Lagos N125)

[+] Baía da Lagos [+] 2h 30m de Lisboa (A2) [+] 45m do Aeroporto de Faro (Via do Infante) [+] Futuro acesso directo (Variante de Lagos N125) [+] Baía da Lagos [+] 2h 30m de Lisboa (A2) [+] 45m do Aeroporto de Faro (Via do Infante) [+] Futuro acesso directo (Variante de Lagos N125) Lagos [+] Centro histórico e cidade Restaurantes, comércio,

Leia mais

Turismo em Moçambique O turismo em Moçambique é uma referência a nivel internacional devido ao seu enorme potencial. A sua potencialidade consiste

Turismo em Moçambique O turismo em Moçambique é uma referência a nivel internacional devido ao seu enorme potencial. A sua potencialidade consiste Turismo em Moçambique O turismo em Moçambique é uma referência a nivel internacional devido ao seu enorme potencial. A sua potencialidade consiste nas ofertas que o país tem para os turistas, como por

Leia mais

MÍDIA KIT. comercial@eventofacil.com.br 11 3812-7363. www.revistaebs.comb.br

MÍDIA KIT. comercial@eventofacil.com.br 11 3812-7363. www.revistaebs.comb.br MÍDIA KIT comercial@eventofacil.com.br 11 3812-7363 www.revistaebs.comb.br Grupo EventoFacil O Grupo organiza e promove feiras de negócios e eventos de relacionamento, publica revistas, guias e aplicativos

Leia mais

Copa do Mundo 2014: Oportunidades para o Brasil e para a iniciativa privada

Copa do Mundo 2014: Oportunidades para o Brasil e para a iniciativa privada BRA-MEB001-100209-0 Copa do Mundo 2014: Oportunidades para o Brasil e para a iniciativa privada São Paulo, 9 de março de 2010 0 BRA-MEB001-100209-1 O que o Brasil quer com uma Copa do Mundo FIFA Mobilizar

Leia mais

UTILIZAR DA MELHOR FORMA O DINHEIRO EUROPEU

UTILIZAR DA MELHOR FORMA O DINHEIRO EUROPEU Versão final da pequena brochura por país [Página 1 capa] Fundos Estruturais Europeus para as pequenas e médias empresas (PME) e para os organismos públicos UTILIZAR DA MELHOR FORMA O DINHEIRO EUROPEU

Leia mais

Agenda 21 Local de Figueiró dos Vinhos 3ª Sessão do Fórum Participativo

Agenda 21 Local de Figueiró dos Vinhos 3ª Sessão do Fórum Participativo Agenda 21 Local de Figueiró dos Vinhos 3ª Sessão do Fórum Participativo 22 de Fevereiro de 2010 Índice Índice PARTE I SÍNTESE DO 2º FÓRUM PARTICIPATIVO (10 minutos) PARTE II SÍNTESE DA ESTRATÉGIA DA SUSTENTABILIDADE

Leia mais

Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são:

Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são: Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são: Operadores financeiros que prestam às instituições bancárias as garantias que lhes permitem disponibilizar às PME empréstimos em condições mais favoráveis. Ao partilhar

Leia mais

TEMAS DE SIG DISPONÍVEIS NO MUNICÍPIO DE MIRANDELA. TEMAS VETORIAIS Designação

TEMAS DE SIG DISPONÍVEIS NO MUNICÍPIO DE MIRANDELA. TEMAS VETORIAIS Designação Cidade 1_2000 Cidade - Edifícios 1_2000 Cidade - Toponímia 1_2000 TEMAS DE SIG DISPONÍVEIS NO MUNICÍPIO DE MIRANDELA Cidade - Altimetria 1_5000 Cidade - Anexos 1_5000 Cidade - Anexos 1_5000 Cidade - Aqueduto

Leia mais

O presente e o futuro da Tecnologia no Turismo

O presente e o futuro da Tecnologia no Turismo O presente e o futuro da Tecnologia no Turismo O que a Agência de Viagens precisa investir em tecnologia para conquistar a eficiência O que o mercado disponibiliza de solução para as agências de viagens

Leia mais

ALOJAMENTO AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL 59,00 65,00

ALOJAMENTO AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL 59,00 65,00 AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL O Axis Porto Business & SPA Hotel, é o novo hotel de 4 estrelas do Grupo AXIS, situado em pleno pólo universitário, numa das zonas de melhor acessibilidade à Invicta, junto

Leia mais

Bourbon Hotéis & Resorts

Bourbon Hotéis & Resorts Bourbon Hotéis & Resorts O jeito brasileiro de hospedar Mais que um conceito, é a principal filosofia da Bourbon Hotéis & Resorts. Desde 1963 administrando empreendimentos hoteleiros, conta atualmente

Leia mais

O PAPEL DA GESTÃO DE ÁREA URBANA NO SUCESSO DAS OPERAÇÕES INTEGRADAS DE REABILITAÇÃO J. Braz Pereira UGAU CHP

O PAPEL DA GESTÃO DE ÁREA URBANA NO SUCESSO DAS OPERAÇÕES INTEGRADAS DE REABILITAÇÃO J. Braz Pereira UGAU CHP O PAPEL DA GESTÃO DE ÁREA URBANA NO SUCESSO DAS OPERAÇÕES INTEGRADAS DE REABILITAÇÃO J. Braz Pereira UGAU CHP PORTO VIVO, SRU SEMINÁRIO ALFÂNDEGA DO PORTO 4 E 5 DE DEZEMBRO DE 2009 Pressuposto O impacto

Leia mais

Plano de Prevenção de Riscos de Gestão. Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas

Plano de Prevenção de Riscos de Gestão. Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas Plano de Prevenção de Riscos de Gestão Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas Introdução No âmbito da sua actividade, o Conselho de Prevenção da Corrupção (CPC), aprovou a Recomendação n.º 1/2009,

Leia mais

TURISMO DE NATUREZA. AEP / Gabinete de Estudos

TURISMO DE NATUREZA. AEP / Gabinete de Estudos TURISMO DE NATUREZA AEP / Gabinete de Estudos Junho de 2008 1 1. Situação a nível europeu De acordo com o Estudo realizado por THR (Asesores en Turismo Hotelería y Recreación, S.A.) para o Turismo de Portugal,

Leia mais

AS DINÂMICAS REGIONAIS E OS SEUS ACTORES Conhecer para estruturar e promover o sector do turismo

AS DINÂMICAS REGIONAIS E OS SEUS ACTORES Conhecer para estruturar e promover o sector do turismo AS DINÂMICAS REGIONAIS E OS SEUS ACTORES Conhecer para estruturar e promover o sector do turismo Situa-se junto ao IC2, e entre as duas principais metrópoles do país, Lisboa e Porto. De destacar a sua

Leia mais

Proposta de actividades pré e pós congresso EA Lusófono

Proposta de actividades pré e pós congresso EA Lusófono Proposta de actividades pré e pós congresso EA Lusófono A impactrip é uma promotora de viagens que combate as desigualdades sociais através do turismo solidário em Portugal. A nossa missão é promover experiências

Leia mais

Id Serviços de Apoio

Id Serviços de Apoio Id Serviços de Apoio Cafetaria do Museu Calouste Gulbenkian e seu prolongamento no jardim. Serviços Centrais Valores em euros Encargos com pessoal 6 219 770 Despesas de funcionamento 9 606 628 Investimento

Leia mais

RECLAMAÇÃO1: Queremos o fim da revisão do PDM e sua aplicação imediata!

RECLAMAÇÃO1: Queremos o fim da revisão do PDM e sua aplicação imediata! Alertas, reivindicações e sugestões sobre questões ambientais, culturais, de mobilidade, patrimoniais e urbanísticas para 2008-2009 RECLAMAÇÃO1: Queremos o fim da revisão do PDM e sua aplicação imediata!

Leia mais

FIL 2015. promova o seu negócio! 22A25DEOUT LUANDA ANGOLA. projectar o futuro, construindo o presente

FIL 2015. promova o seu negócio! 22A25DEOUT LUANDA ANGOLA. projectar o futuro, construindo o presente 22A25DEOUT Feira Internacional de Equipamentos e Materiais para a Construção Civil, Obras Públicas, Urbanismo e Arquitectura projectar o futuro, construindo o presente FIL 2015 LUANDA ANGOLA promova o

Leia mais

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS?

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? HOTEL TIVOLI LISBOA, 18 de Maio de 2005 1 Exmos Senhores ( ) Antes de mais nada gostaria

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo. Faro, 22 de maio de 2013

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo. Faro, 22 de maio de 2013 INICIATIVA JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo Faro, 22 de maio de 2013 O Turismo na economia Peso no PIB Peso no Emprego Peso nas Exportações Peso dos Mercados O Turismo e a Regeneração Urbana

Leia mais

Segunda Reunião sobre Ungulados Silvestres Ibéricos. Informação Útil

Segunda Reunião sobre Ungulados Silvestres Ibéricos. Informação Útil Informação Útil Como chegar? Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro Coordenada GPS: 40º38 01-51 N 08º39 33,91 W Gerar itinerário: GoogleMaps (http://maps.google.com/, destino: Universidade

Leia mais

Pixel. Aprenda Italiano em Florença Cursos Individuais para Estrangeiros

Pixel. Aprenda Italiano em Florença Cursos Individuais para Estrangeiros Certified Quality System in compliance with the standard UNI EN ISO 9001:2000. Certificate n SQ.41823. Pixel Aprenda Italiano em Florença Cursos Individuais para Estrangeiros CURSOS INDIVIDUAIS PARA ESTRANGEIROS

Leia mais

O Caminho das Águas - Lagoas e Mares do Sul e Costa dos Corais

O Caminho das Águas - Lagoas e Mares do Sul e Costa dos Corais O Caminho das Águas - Lagoas e Mares do Sul e Costa dos Corais 04 dias e 03 noites no litoral de Alagoas 1º dia Maceió / Barra de São Miguel É fácil gostar de Maceió. Lazer, cultura, gastronomia, turismo,

Leia mais