Governo estuda como reduzir indexação da economia O

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Governo estuda como reduzir indexação da economia O"

Transcrição

1 Quinta-feira, 05 de maio de 2011 Ano IX Nº R$ 2,00 Fila de caminhões Recorrente no período de escoamento da safra, a fila de caminhões em direção ao Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná, chegou, às 16 h de ontem (4), a 17 quilômetros. A informação é da Polícia Rodoviária, segundo a qual a fila se estende, no acostamento da BR-277, dos Km 3 a 16, em Paranaguá, e entre os Km 60 e 64, em São José dos Pinhais. Governo estuda como reduzir indexação da economia O secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Márcio Holland de Brito, anunciou que o governo analisa como reduzir a indexação da economia. Ele, porém, garantiu que qualquer alteração não significará ruptura ou rompimento de contratos, que deverão ser alterados à medida de seus vencimentos. Nós estamos falando de um outro Brasil. Acho que isso já está claro. Não há nenhuma medida extraordinária e mirabolante que envolva contratos. Muitos planos de investimentos também são realizados em cima desses contratos e são de grande importância para o país, disse. De acordo com ele, antes de qualquer decisão, o governo promoverá uma discussão ampla com a sociedade para São Paulo - Trabalhadores que têm data-base no segundo semestre deste ano, como bancários, metalúrgicos e petroleiros, deverão repetir as conquistas dos últimos anos com ganhos salariais acima da inflação. Essa é a expectativa do coordenador de Relações Sindicais do Departamento de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), José Silvestre Prado. A trajetória vai ser de ganhos reais, mas temos um cenário mais difícil para as negociações porque, além das discussões sobre os rumos da inflação, o crescimento da economia será menor. Dados do Dieese indicam que, em 2010, a proporção de trabalhadores que conseguiram aumento real é a maior de Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, fala no Senado. Brasília O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou ter plena consciência da preocupação da sociedade brasileira em relação à saúde pública e que é preciso dar um novo salto nas relações entre União, estados e municípios. Ao participar de audiência pública na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, ele destacou alguns objetivos considerados estratégicos pela pasta durante o governo Dilma Rousseff entre eles, a redução da mortalidade materna por meio do programa Rede Cegonha e o enfrentamento de problemas como o alcoolismo, a obesidade e o consumo de drogas. Renato Araújo/ABr Ministro da Fazenda, Guido Mantega, comanda a reunião do Grupo de Avanço da Competitividade, no Ministério da Fazenda. descobrir quais preços são mais persistentes e como reduzi-los de forma mais suavizada ao longo do tempo. Ele deu como exemplo o Metalúrgicos terão ganhos salariais acima da inflação. Antonio Cruz/ABr Além dos tradicionais, temos novos problemas, explicou. Segundo Padilha, o ministério pretende também elaborar um plano nacional para a redução de acidentes de trânsito, com ações que reforcem a chamada Lei Seca e que ofereçam estímulos financeiros a estados e municípios. Outras estratégias, de acordo com o ministro, preveem o aprimoramento de mecanismos de execução direta, de controle de gastos e de combate aos desvios de recursos. Não podemos dourar a pílula. Fiz questão de mostrar que 41% da população consideram a saúde brasileira como principal problema do país, disse, durante o debate no Congresso (ABr). setor de serviços, que tem uma variedade maior de indexações, e citou o caso dos aluguéis, que têm parte dos contratos corrigidos pelo IGP. Após am- Trabalhador deve manter ganhos nas negociações salariais toda a série histórica do estudo, iniciado em Segundo o levantamento, 89% das 700 unidades de negociações analisadas (indústria, comércio e serviços) obtiveram ganhos reais. Em 15% dos casos, rela- Saúde pública precisa dar um novo salto tivos a 106 negociações, a taxa superou os 3%. Para Silvestre, reajustes em índices acima da inflação não representam uma ameaça de o país viver um ciclo de repasses contínuos de preços, o que poderia provocar um descontrole inflacionário. Os ganhos obtidos esta semana pelos trabalhadores da construção civil com reajuste de 9,5% (em torno de 3,5% de aumento real) refletem o dinamismo do setor, que vem sendo estimulado pelos recursos do PAC e por obras de preparação do país para sediar a Copa do Mundo, entre outros empreendimentos. Ele lembrou que, neste mês, além dos trabalhadores da construção civil, têm data-base os que atuam no segmento dos transportes (ABr). São Paulo Os bancos aumentaram a expectativa de inflação para este ano. Segundo levantamento divulgado pela Febraban, a previsão é que o IPCA feche 2011 em 6,3%, apenas 0,2 ponto percentual abaixo da meta oficial de inflação. A estimativa para o acumulado do IGP-M passou de 6,8% em março para 6,9%. De acordo com o economistachefe da Febraban, Rubens Sardenberg, a previsão dos bancos leva em consideração que as medidas adotadas pelo governo para conter a inflação devem continuar produzindo efeitos nos próximo meses. Ele ressaltou que, com base na ata da última reunião do Copom, os bancos passaram a prever um política de juros altos por um período mais prolongado. A perspectiva é que ocorram dois aumentos de 0,25 ponto percentual ainda neste ano, levando a Selic para 12,5%. A projeção de crescimento do PIB teve uma ligeira revisão para baixo, de 4,2% em março para 4,1% no levantamento deste mês. A maior queda foi verificada nas expectativas para o PIB industrial, de 4,3% para 4%. Em relação a expansão pla discussão, o objetivo seria induzir a mudança nos contratos para outro índice, como o IPCA, utilizado pelo governo para as metas de inflação. Para Holland, é normal que esse tipo de problema passe a ser mais percebido, agora, quando a inflação está mais alta, perto de 5% ou 6% ao ano. Nessas situações, a tendência é que todos pressionem para que os reajustes sejam feitos com base em índices considerados mais importantes para repor as perdas. Holland reforçou as projeções do presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, de que a inflação deverá convergir para o centro da meta (4,5%), em 2012, mas já este mês, ou em junho, começará a recuar a partir dos atuais patamares (ABr). Sobe o preço de apartamento São Paulo - O índice composto FipeZap de preços de apartamentos anunciados registrou alta de 2,7% em abril, ante avanço de 2,4% apurado em março. O dado faz parte da pesquisa divulgada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e pelo site Zap Imóveis, responsáveis pelo índice. Conforme a pesquisa, na média das sete regiões pesquisadas no Brasil no período, o valor do metro quadrado foi de R$ O destaque de alta ficou por conta do Recife (3,6%), enquanto Salvador se manteve com a menor variação (0,9%). Já as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro mostraram aumento de 2,4% e 3,3%, respectivamente. No acumulado em 12 meses, o Rio de Janeiro permanece na liderança, com alta de 44%, seguida por São Paulo e Belo Horizonte (26%) e Fortaleza (13%) (AE). Bancos elevam estimativa de inflação Economista da Febraban, Rubens Sardenberg. do crédito, a expectativa caiu de 17,4% na pesquisa anterior para 16,7%. O economista destacou que a modalidade mais afetada foi o financiamento de veículos, que deve crescer 15,4% este ano. O câmbio deve continuar valorizado, segundo o levantamento. A expectativa das instituições financeiras é que o dólar feche o ano valendo R$ 1,62. Ontem (4), estava cotada a R$ 1,60. Provavelmente, todas essas ações do governo vão moderar a valorização do real, mas ela vai continuar, afirmou o economista. (ABr). Parque Dom Pedro II ganha projeto de R$ 1,5 bilhãoreprodução Ilustração mostra como serão as unidades do Sesc e do Senac. Ao fundo, o Mercado Municipal. Mudanças no sistema viário, contemplado. Ao colocarmos um terminal intermodal, unidades do Senac e Sesc, um novo revitalizando a região com equipamentos novos estaremos centro de compras, mais vagas qualidade e devolveremos dignidade para o local ao integrá-lo de estacionamento e obras de drenagem. Estas são algumas também com a Zona Leste, das intervenções previstas no disse Kassab. Projeto de Revitalização do O projeto sugere diretrizes Parque Dom Pedro II anunciado para a reocupação da região. pelo prefeito Gilberto Kassab. As primeiras obras começaram Trata-se de plano amplo que em setembro de 2010 com a prevê diretrizes para a reocupação do local, cujo investimento e Mercúrio e de outras 33 pe- demolição dos edifícios São Vito estimado é de R$ 1,5 bilhão. quenas edificações do entorno. Este é um projeto de grande A próxima etapa prevê a construção de um pontilhão sobre o porte e fundamental para a recuperação do centro como Rio Tamanduateí para interligar um todo, não apenas do Parque a região central e o Terminal de Dom Pedro II. Aqui tudo será Ônibus Parque Dom Pedro II. Maior controle sobre repasses obrigatórios Brasília - O ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage, informou que está em discussão no governo um decreto que amplia o controle sobre os recursos de transferência obrigatória, ou seja, dinheiro que é repassado fundo a fundo como no caso da saúde e da educação. Segundo Hage, as medidas propostas no decreto podem dar mais transparência ao repasse dos recursos. Hoje, esse dinheiro passa por várias contas antes de chegar ao destinatário final. Segundo o ministro, isso dificulta o rastreamento do recurso na hora da fiscalização e também possibilita mais brechas para irregularidades. Uma das mudanças propostas, segundo Hage, é colocar o dinheiro em uma conta específica para que seja possível um maior controle sobre ele. O ministro participou de audiência pública na Comis- Brasília - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições e por unanimidade o acordo entre a Usiminas e a MMX para exploração conjunta e um contrato de arrendamento na área de Pau Vinho (Serra Azul), em Minas Gerais. Pelo acerto, caberá à MMX fazer investimentos necessários para a lavra, ressarcindo a outra companhia com 13,5% do minério extraído. No contrato de arrendamento, que é válido por 30 anos, a MMX compromete-se a entregar 1,080 milhão de toneladas de minério de ferro por ano a partir de O caso, que estava com o conselheiro Carlos Ragazzo, foi votado em bloco. A Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) do Ministério da Fazenda havia recomendado a aprovação do negócio sem restrições. Outro processo que também foi votado em bloco e recebeu aprovação unânime dos conse- Antônio Cruz/ABr Ministro-chefe da CGU, Jorge Hage. são de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados para esclarecer denúncias de irregularidades, divulgadas na imprensa, nas áreas da saúde e da educação. As duas áreas representaram 30% dos recursos federais repassados a estados e municípios no ano passado (ABr). Cade aprova acordo entre Usiminas e MMX MMX compromete-se a entregar 1,080 milhão de toneladas de minério de ferro por ano a partir de lheiros é o contrato de compra e venda de bens entre a Activas e a Unipar Comercial e Distribuidora, sociedade controlada pela Braskem. O contrato é relacionado à venda dos estoques de resinas poliolefínicas e à transferência de informações relativas às atividades no mercado. Aqui também a Seae não encontrou impedimento para a realização do negócio (AE). Cego é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores. Mario Quintana (1906/1994) Poeta e escritor brasileiro BOLSAS O Ibovespa: -1,09% Pontos: ,50 Máxima de +0,76% : pontos Mínima de -1,20% : pontos Volume: 6,76 bilhões Variação em 2011: -8,21% Variação no mês: -3,81% Ibovespa Futuro: -0,92% Pontos: Máxima (pontos): Mínima (pontos : GLOBAL 40 Cotação: 135,900 centavos de dólar Variação: estável. CÂMBIO Dólar comercial no balcão Compra: R$ 1,6080 Venda: R$ 1,6100 Variação: +1,45% - Dólar Paralelo Compra: R$ 1,64 Venda: R$ 1,74 Variação: estável - Dólar Ptax Compra: R$ 1,6030 Venda: R$ 1,6050 Variação: +1,01% - Dólar Turismo Compra: R$ 1,5770 Venda: R$ 1,6830 Variação: -0,24% - Dólar Futuro (junho) Cotação: R$ 1,624,00 Variação: +1,75% - Euro Cotação: US$ 1,4825 (às 17h31) - Euro comercial Compra: R$ 2,3860 Venda: R$ 2,3890 Variação: +1,53% - Euro turismo Compra: R$ 2,3030 Venda: R$ 2,4700 Variação: +0,53%. JUROS CDB prefixado de 30 dias, 12,04% ao ano. - Capital de giro, 14,96% ao ano. - Hot money, 1,36% ao mês. - CDI, 11,90% ao ano. - Over a 11,92%. OURO Ouro na Comex de Nova York Cotação: US$ 1,516,80 a onça-troy (1 onça-troy equivale a 31,1035 gramas) Variação: -1,06% às 17h33 - Ouro na BM&F Cotação: R$ 79,500 Variação: +1,27%.

2 Página 2 OPINIÃO Diretora Administrativa-Financeira Laurinda M. Lobato DRT/SP laurindanetjen.com.br Editora Laura R. M. Lobato De Baptisti DRT/SP Marketing J. L. Lobato lobatonetjen.com.br Diretor Comercial José Hamilton Mancuso mancusonetjen.com.br André Souza Antônio Delfim Netto Armando Rovai Cícero Augusto Cláudio Tomanini Dalcides Biscalquin Geraldo Nunes Geral O circo empresarial na hora do show Cláudio Tomanini (*) Lembro-me que quando era criança, adorava ir ao circo que todo ano fazia uma turnê perto de casa Dia do Expedicionário Dia do Marechal Rondon Dia do Artista Pintor Hoje Diretor Responsável: Colaboradores José Hamilton Mancuso DRT/SP mancusonetjen.com.br Webmaster e TI: VillaDartes Editoração Eletrônica Marizete Souza Ricardo Souza Walter de Almeida Impressão LTJ- Gráfica Ltda Matrícula, SP-555 José Rubens D'Elia Dr. Lair Ribeiro Leslie Amendolara Lilian Regina Mancuso Luiz Flávio Borges D Urso Ralph Peter Sandra Falcone Jornal Empresas & Negócios Ltda CNPJ: / Registro na JUCESP sob NIRE em 06/06 de 2003 e matriculado no 3º Registro Civil da Pessoa Jurídica sob nº 103 Administração, Publicidade e Redação: Rua Boa Vista, 84-9º Andar - Conj. 909 Cep: Tel: FAX: netjennetjen.com.br site: Auditado por Cokinos Auditores e Consultores Era um circo humilde (aos olhos de hoje), que montava em todas as férias de julho no bairro do Campo Limpo, em São Paulo. Palhaços, homens no Globo da Morte, atirador de facas, mágicos..., mas o momento mais esperado era o show dos trapezistas. É duro admitir, mas a verdade é que, mesmo de forma inconsciente, estávamos ali, presos a cadeira, esperando por seus erros. Sim, pelos seus erros, pois além de mais emocionante, sabíamos que havia uma rede de proteção logo abaixo. Todo ano era a mesma coisa: minha espera era ansiosa e frenética. O espetáculo nunca era o mesmo.todo ano tinha algo de novo. Novas roupas, novos números, novas atrações. Eles sabiam que para conseguir o mesmo publico, era preciso inovar, criar, renovar, rever. A única coisa que era igual eram os trapezistas. Havia uma pequena diferença, os números eram cada vez mais elaborados e arriscados. Era sempre o GranFinale. Todos os anos assim, até o dia em que a grande novidade, desta vez, era realmente sensacional. Os trapezistas já não usavam rede de proteção, diferentemente dos demais artistas, o que tornaria qualquer descuido um erro fatal. O trabalho em equipe, o treino continuado, a confiança de cada um a cada um, o comprometimento e a atenção aos detalhes era crucial. Hoje tenho a oportunidade de assistir o Cirque du Soleil, onde o conceito é o mesmo, no entanto a preparação muito diferente e claro, os recursos também. A magia do espetáculo é ver a capacidade de promover uma verdadeira experiência, um show inesquecível. Eles conseguem mostrar a capacidade e a superação dos limites do homem, a bela plástica da atenção dos detalhes a sinergia, a sincronicidade de cada número, a iluminação, a música tudo, tudo mesmo em perfeita harmonia e equilíbrio. Soube pelos profissionais do Cirque du Soleil (3 são brasileiros) que eles treinam oito horas por dia 6 dias por semana, além claro da apresentação, em média 2 por dia. E enfaticamente disseram-me: podemos fazer melhor e treinamos todos os dias para isto. É impressionante. Quando os questionei se não era muito exaustivo, falaram: talvez, mas é a nossa paixão e fazemos isto com muita vontade e temos que a toda hora nos superar, até porque ai fora existe um montão de gente, também muito boa querendo entrar no nosso lugar. Faço agora uma alusão ao Mundo Corporativo, que semelhante ao circo, precisa de um palco (seu mercado), plateia (seus clientes), inovações constantes, treino, muito treino, comprometimento, sinergia, objetivos comum, atenção aos detalhes competência e muito tesão para fazer acontecer. O circo hoje são as empresas, mas com uma única atração: os trapezistas. E as empresas também não têm rede de proteção! Se cair, é morte. Se fizer o previsto, os aplausos. Se fizer mais e, com emoção, a certeza que voltaremos para ver o próximo espetáculo. Mesmo que tenhamos que esperar chegar o próximo ano. São as empresas na corda bamba! Ou nos preparamos para o grande espetáculo ou não teremos mais público. Cláudio Tomanini é palestrante, professor de MBA da FGV, autor do livro Na trilha do Sucesso (editora Gente), especialista em Marketing e Vendas (http://www.tomanini.com.br). Dia Nacional das Comunicações Dia da Comunidade Serviço informativo editorial fornecido pela Agência Estado e Agência Brasil. Artigos e colunas assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, que não recebem remuneração direta do jornal. Ambos servirão de base a um plano internacional para a próxima década, cujo foco é a renovação das estratégias de atuação nas áreas de proteção social e trabalho. O Brasil é o único país latino-americano cujos projetos sociais serão tomados como referência para a execução de um plano mundial. O secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social, (MDS) Rômulo Paes de Sousa, esteve na semana passada em Paris, na reunião do Bird, para definir os pilares que sustentarão esse planejamento internacional. Ele disse que há consenso geral de que as medidas adotadas se sustentem em políticas públicas de geração de trabalho e transferência de renda. A ideia, segundo ele, é adotar um plano mundial que estimule a inclusão produtiva, que tenha tenha uma abordagem conjunta, mas que respeite as distinções entre as necessidades dos moradores das zonas rural e urbana. A experiência já mostrou ao mundo que nem sempre o que é aplicado em um país pode ser usado em outro. Mas as experiência bem-sucedidas podem e devem ser tomadas como exemplos e adaptadas às necessidades de cada região para que assim Secretário do MDS, Rômulo Paes de Sousa. Segundo dados divulgados pela Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, na última década (2000 a 2010), o número de acidentes com animais peçonhentos no Estado subiu de para Quem lidera o ranking são os escorpiões, responsáveis por casos, quase 50% do total. De acordo com os especialistas da Aprag Associação dos Controladores de Vetores e Pragas Urbanas - várias são as causas deste aumento, entre elas, a expansão urbana e a grande oferta de alimentos e abrigos para estes animais. Todas as pragas urbanas necessitam de alimento, água e locais para se abrigar. O avanço das cidades para áreas antes não habitadas, a precariedade das habitações e a grande quantidade de lixo e entulho à disposição formam o ambiente ideal para a proliferação e esconderijo dessas pragas, afirma o vice-presidente executivo da Aprag, Sérgio Bocalini. As baratas, por exemplo, são o alimento preferido dos escorpiões e os ratos servem de atrativo para as serpentes. Embora destaque a precariedade de alguns ambientes como razão para o aparecimento dos animais peçonhentos, Bocalini afirma que é possível a população Valter Campanato/ABr funcionem, afirmou o secretário. Há consenso geral sobre o que não deve ocorrer. Paes de Sousa disse que tanto o Bird quanto especialistas dos países em desenvolvimento elogiaram os avanços sociais registrados no Brasil durante as reuniões em Paris. Ao apresentar o modelo brasileiro, destacando o Bolsa Família e o futuro Plano Brasil sem Miséria, o secretário disse que ouviu das autoridades estrangeiras elogios e perguntas sobre detalhes dos programas. Os escorpiões lideram o ranking com casos, quase 50% do total. São Paulo, quinta-feira, 05 de maio de Experiência de erradicação da pobreza chama a atenção do Banco Mundial O Banco Mundial quer detalhes sobre a execução do Plano Brasil sem Miséria e maiores informações sobre o Programa Bolsa Família Dobram em São Paulo os ataques de animais peçonhentos tomar algumas medidas para diminuir o perigo. A limpeza e conservação das casas, quintais e terrenos é a principal arma da população. A vegetação precisar ser mantida rasteira, lixos bem tampados, assim como frestas em paredes e muros. E o ambiente precisa estar dedetizado, para evitar a disponibilidade de alimentos, explica. Quando a prevenção não é realizada de forma adequada, outras medidas são necessárias para controlar esses animais, são os tratamentos químicos, que só podem ser realizados por empresas profissionais, especializadas no controle de pragas urbanas. Para se ter uma ideia do tamanho do problema, um Programas de transferência de renda, como o Bolsa Família, atendem a cerca de 12,9 milhões de famílias. Aos estrangeiros, o secretário afirmou que a política social do governo brasileiro se baseia no tratamento não comercial do tema, no envolvimento de setores distintos dos governos federal, estaduais e municipais, na elaboração de um cadastro eficiente com os nomes dos beneficiados e seus históricos, a integração entre os programas e a associação desses elementos com o Estado forte e sólido. Segundo Paes de Sousa, o principal impasse dos países em desenvolvimento é definir se aguardam os resultados do crescimento econômico ou se o associam à execução de políticas sociais. Além do Brasil, foram chamados pelo Banco Mundial para mostrar suas experiências autoridades da Costa Rica, da Libéria, da China, do Bahrein, dos Estados Unidos e da Rússia. O MDS informou que de 2003 a 2008 aproximadamente 24,1 milhões de brasileiros deixaram a linha de pobreza. Os programas de transferência de renda condicionada, como o Bolsa Família, atendem a cerca de 12,9 milhões de famílias. De 2003 a 2010, mais de 13 milhões de empregos formais foram criados (ABr). único escorpião, dependendo da espécie, pode gerar até 40 filhotes por ano, chegando a 160 filhotes durante sua vida, e sua picada, além de causar dores e lesões, pode levar à morte. Segundo os especialistas da Aprag, o controle feito de forma errada, além de não resolver o problema, pode levar um outro perigo à população. O risco de intoxicação por produtos químicos, que pode afetar adultos, crianças ou animais domésticos. Para esclarecer dúvidas sobre a contratação de empresas idôneas, especializadas no controle de pragas urbanas, a Aprag mantém o site br e o tel Dor de cabeça é um dos males que mais afetam a população Brasília Um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelou que a dor de cabeça é um dos problemas de saúde mais comuns em todo o mundo, porém, o tratamento tem sido negligenciado. Os especialistas estimam que até 75% dos adultos de 18 a 65 anos sofreram com dores de cabeça no ano passado. De acordo com o estudo, poucos casos são diagnosticados por um profissional. Desses, cerca de 40% estão associados à enxaqueca e tensões e 10% ocorrem por uso excessivo de remédios. O estudo mostra que metade das pessoas com dor Rio de Janeiro - A Petrobrás enviou uma carta de alerta à estatal petrolífera PDVSA, da Venezuela, cobrando o dinheiro que deveria aportar na construção da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. Se a PDVSA quiser continuar como sócia da Petrobras no empreendimento, os recursos devem ser liberados até agosto. A informação foi de cabeça buscou a automedicação e apenas 10% procuraram um neurologista, percentual ainda menor na África e no Sudeste Asiático. A OMS aponta que a dor de cabeça impõe alto custo financeiro à sociedade, como a perda de produtividade dos trabalhadores, que custa mais que as medidas preventivas de saúde. Nesse sentido, a organização recomenda o aumento dos investimentos no tratamento e na prevenção das dores. Foram analisados dados de 101 países, que respondem por 86% da população mundial. dada pelo diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa. A PDVSA tem até agosto para assumir a dívida contraída no BNDES, ou seja, 40% dos 10 bilhões de reais [liberados] e fazer os aportes necessários. É preciso ter aporte de recursos dos sócios a partir de agosto, informou o diretor da Petrobras, Celular é produto campeão de reclamações desde 2006 A diretora do Departamento de Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça, Juliana Pereira da Silva, afirmou, em audiência pública na Câmara, que o aparelho celular ocupa o primeiro lugar de reclamações no sistema nacional desde O número de queixas de aparelhos celulares supera a soma de reclamações contra cartões de crédito e telefonia celular. A maior parte dos registros (48%) é sobre a garantia do produto. Mas o maior problema, diz ela, é o de falta de peças de reposição, o que seria obrigatório por lei. A representante da Associação Nacional dos Procons, Gisela Souza, acrescentou que as empresas praticamente não prestam serviço de assistência técnica e tentam excluir sua responsabilidade no conserto alegando mau uso por parte do consumidor. Ela disse ainda que a principal alegação das empresas é de que os problemas são causados por oxidação. Segundo ela, no entanto, não há provas de que esse problema é provocado pelo consumidor, podendo ocorrer no processo de produção, armazenamento ou transporte do aparelho. A representante explicou que a telefonia celular é considerada serviço essencial e, por isso, as empresas não poderiam demorar, como ocorre hoje, até seis meses para resolver problemas do aparelho. A legislação determina que produto essencial deve ser trocado de imediato ou o consumidor deve receber o dinheiro de volta. De acordo com a representante do Procon de São Paulo, Marta Cassis Aur, os índices de não atendimento (quando o problema não é resolvido pela empresa) são de 71% para a Nokia, 70% para Motorola, 48% para Sony e 41% para a LG (Ag. Câmara). Petrobras cobra dinheiro da Abreu e Lima após a reunião do Instituto Estadual do Ambiente do Rio para tratar das compensações sociomabientais do Polo Petroquímico Comperj. Desde novembro do ano passado a Petrobras espera do governo venezuelano o dinheiro prometido para a refinaria pernambucana, que já tem 35% das obras concluídas (ABr).

3 São Paulo, quinta-feira, 05 de maio de Política Página 3 Alckmin otimista com acordo para instalar a Apple em SP O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin disse estar otimista com um acordo para a instalação no Estado de São Paulo da linha de montagem da Apple, para a produção de iphones e ipads no Brasil Segundo ele, a montadora taiwanesa Foxconn - maior fabricante de eletroeletrônicos do mundo, parceira da Apple - e seu governo estão fazendo os últimos entendimentos sobre o tema. Nós estamos otimistas que haja a produção no Estado de São Paulo, disse o governador, após visita do príncipe Albert II de Mônaco, no Palácio dos Bandeirantes. Mas vamos aguardar os últimos entendimentos e fazer esse anúncio em conjunto com a Foxconn, acrescentou. O governador não informou se já foi definida a cidade que receberá a linha de montagem e não soube precisar quando será feito o anúncio oficial. A expectativa é de que a produção Prazo de 30 dias para inclusão de nome no SPC A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou o projeto do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), que permite a inclusão do nome do consumidor em serviços de proteção ao crédito apenas após 30 dias de atraso no pagamento. Esse prazo, na opinião do autor, é tempo suficiente para o fornecedor e o consumidor encontrarem uma solução amigável para o pagamento da dívida. O projeto foi aprovado em caráter conclusivo e seguirá para o Senado, a menos que haja recurso para que seja votado pelo Plenário da Câmara. O relator, deputado Marçal Filho (PMDB- MS), recomendou a aprovação da proposta com emenda de redação da Comissão de Defesa do Consumidor. Essa emenda não altera a medida prevista no projeto. O projeto será bom não só para o consumidor, mas também para o credor. Com um prazo maior, eles poderão entrar em acordo e não litigar na Justiça, que a gente sabe ser muito demorada, afirmou Marçal Filho (Ag.Câmara). Paulo Liebert/AE O príncipe Albert ll de Mônaco é recebido pelo governador Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes. dos aparelhos tenha início no vestimentos, Luciano Almeida, mês de setembro. O presidente informou que a decisão de instalação da Investe São Paulo, agência da unidade em São Paulo de estadual de promoção de in- foi comunicada em fevereiro ao Brasília O Conselho Nacional de Segurança Alimentar (Consea) vai propor a criação do Observatório Nacional de Preços de Alimentos, instância para acompanhar indicadores como a composição dos preços dos alimentos, o balanço da oferta e da demanda nacional e mundial de carnes e ovos e o custo da produção dos principais grãos e oleaginosas. O acompanhamento desses dados permitiria uma análise sobre o processo de alta dos alimentos que vem pressionando a inflação no país, de forma a minimizar os impactos do problema, segundo o presidente do conselho, Renato Maluf. Ele analisa que a discussão não pode ser resumida a uma crise de oferta e demanda e apresentou proposições do conselho para evitar que o aumento dos preços dos alimentos comprometa os ganhos sociais dos mais pobres. Outra proposição, por exemplo, é a implementação de ações destinadas a grupos populacionais mais vulneráveis, entre elas o realinhamento dos valores transferidos pelo Bolsa Família, com base na inflação devida, aos aumentos do custo da cesta básica e também o fortalecimento da política de estoques públicos Companhia MS de Participações CNPJ/MF nº / NIRE Ata de Reunião da Diretoria Realizada em 05 de abril de 2011 Data: 05/04/2011. Horário: às 11 hs. Local: na sede da Companhia, São Paulo/SP, na R. Vergueiro, 2.009, 6º and. Convocação: Dispensada a convocação prévia em face da presença da totalidade dos membros da Diretoria da Companhia. Presenças: Totalidade dos membros da Diretoria da Companhia. Mesa: Presidente, Salim Taufic Schahin e Secretário, Milton Taufic Schahin. Deliberações: Considerando a nomeação dos membros da Diretoria na Assembléia Geral Ordinária, realizada em 30/04/2010, para um mandato de 3 anos, cuja ata foi registrada na JUCESP em 22/12/2010, e tendo sido constatado pela Diretoria que, por lapso, os termos de posse dos diretores não foram assinados na data prevista no artigo 149, 1º da Lei nº 6.404, de 15/12/1976, conforme alterada, a presente Reunião de Diretoria deliberou: a) A Diretoria aceita os termos de posse assinados pelos diretores nomeados na Assembléia Geral Ordinária, realizada em 30/04/2010, que serão lavrados no livro de Atas das Reuniões da Diretoria; b) A Diretoria ratificada todos os atos praticados pelos diretores, nessa qualidade, desde a data da sua nomeação em Assembléia Geral Ordinária até à presente data, sanando, dessa forma, a irregularidade constatada. Quorum das Deliberações: As deliberações foram tomadas por unanimidade. São Paulo, 05 de abril de Assinaturas: Salim Taufic Schahin - Presidente; Milton Taulfic Schahin - Secretário. Viviane Renata C. de Moura Fonseca OAB/MF nº JUCESP nº /11-2, em 14/04/11. Kátia Regina Bueno de Godoy - Sec. Geral. Companhia MS de Participações CNPJ/MF nº / NIRE Ata de Assembléia Geral Extraordinária Realizada em 05/04/2011 Data: 05/04/2011. Horário: às 12 hs. Local: na sede da Sociedade, São Paulo/SP, na R. Vergueiro, 2.009, 6º and. Convocação: Dispensada a publicação de editais de convocação, conforme o disposto no art. 124, 4º, da Lei nº 6.404, de 15/12/1976. Presenças: Acionista representando 100% do capital social votante. Mesa: Presidente, Salim Taufic Schahin e Secretário, Milton Taufic Schahin. Deliberações: Vinculado com (i) um aditivo ao Contrato de Carta de Crédito e Reembolso, datado de 28/09/2007 (conforme aditado, complementado ou de outra forma modificado de tempos em tempos) (Contrato CC Carlyle) e assinado entre Carlyle s International Holdings Ltd., sociedade devidamente constituída e existente conforme as leis das Ilhas Virgens Britânicas (Carlyle s), Standard Bank Plc (SB USA), na qualidade de emitente da carta de crédito (o Emitente da CC Carlyle), com os credores, que de tempos em tempos venham a ser parte de referido instrumento (Credores Carlyle) e com SB USA como agente administrativo (Agente Administrativo), que será celebrado entre Carlyle s, SB USA, os Credores Carlyle entre outras partes do Contrato CC Carlyle (o Aditivo ao Contrato de Carta de Crédito), (ii) um instrumento denominado Contra-Indenização Geral Relacionada a uma Garantia Emitida pelo Banco a um Terceiro (General Counter-Indemnity In Respect Of A Guarantee Issued By The Bank To A Third Party), que será outorgada por Deep Black Drilling LLP (Deep Black), a favor do Standard Bank Plc (a Contra-Indenização), a presente Assembléia Geral deliberou: a) A Acionista aprovou, nos termos do disposto no 5º do Art. 8º do Estatuto Social, a alteração do 4º do Art. 6º do Estatuto Social por forma a incluir nas exeções nele previstas (i) a possibilidade dos Diretores outorgarem qualquer tipo de garantia em favor de terceiros, incluindo fianças tendo como afiançadas Cooperativas Habitacionais, avais, endossos, abonos e garantias hipotecárias, desde que prévia e expressamente autorizados, por escrito, por acionistas da Companhia representado a totalidade do capital social, em Assembléia Geral realizada especialmente para esse fim e, também, (ii) a possibilidade de os Diretores outorgarem avais, fianças, endossos ou garantias de quaisquer tipos, inclusive hipotecárias, tendo como afiançadas empresas sediadas no Brasil ou exterior, sob controle comum, direto ou indireto, dos controladores finais da Companhia. Desta forma, o 4º do Art. 6º do Estatuto Social passa a ter a seguinte redação: 4º: Não se incluem na restrição acima a concessão de (i) avais, fianças, endossos, abonos ou a prestação de garantias de quaisquer tipos, inclusive hipotecárias, em favor de empresas com as quais seja mantido vínculo societário, direto ou indireto, tais como, sociedades associadas, afiliadas coligadas, controladas ou controladoras; (ii) fianças tendo como afiançadas Cooperativas Habitacionais ou em contatos imobiliários dentro do sistema Financeiro de Habitação, desde que relacionados a contratos de execução de obras firmados com a Sociedade; (iii) avais, fianças, endossos ou garantias de quaisquer tipos, inclusive hipotecárias, tendo como afiançadas empresas sediadas no Brasil ou exterior, sob controle comum, direto ou indireto, dos controladores finais da Companhia, e (iv) avais, fianças, endossos, abonos ou garantias de quaiquer tipos, incluindo hipotecárias, em favor de terceiros desde que prévia e expressamente autorizada, por escrito, por acionistas da Sociedade representando a totalidade do capital social, em Assembléia Geral realizada especialmente para este fim. Os demais artigos do Estatuto Social da Companhia permanecem válidos e inalterados. b) A Acionista autorizou a Companhia a (i) assinar a Garantia MS Participações (MS Participações Guaranty) em favor do Standard Bank Plc, na qualidade ali indicada, (ii) assinar o Penhor; (iii) outorgar a procuração; e (iv) realizar e assinar todos os atos e instrumentos relacionados e/ou vinculados aos itens (i), (ii) e (iii). c) A Acionista autorizou, conforme o disposto na nova redação do 4º do Art. 6º do Estatuto Social, aprovada no item a) acima, os Diretores a assinar, em nome da Companhia, os instrumentos indicados no item b) acima. Quorum das Deliberações: As deliberações foram tomadas por unanimidade de votos. São Paulo, 05/04/2011. Assinaturas: Salim Taufic Schahin, Presidente; Milton Taufic Schahin, Secretário. Acionistas: Schahin Engenharia S.A., repres. por Milton Taufic Schahin. Viviane Renata C. de Moura Fonseca OAB/MF nº JUCESP nº /11-0, em 13/04/11. Kátia Regina Bueno de Godoy - Sec. Geral. Rede Ancora-SP-Importadora, Exportadora e Distribuidora de Auto Peças S.A. CNPJ nº / Edital de Convocação - Assembléia Geral Extraordinária Ficam os senhores acionistas da sociedade supra a se reunirem em Assembléia Geral Extraordinária a realizar-se no dia 07/06/2011, às 19hs, em 1º convocação com a presença da maioria dos acionistas, ou às 19:30hs em 2º convocação, com qualquer número de presentes, na Rua Araguaia, 88/98 em São Paulo/SP, para deliberarem sobre a seguinte Ordem do Dia: 1- Aprovação de Aporte de Capital com intuito de aumentar nosso Estoque; 2 - Apresentação do Termo de Compromisso Individual relativo a compra mensal de cada associado. 3 - Outros assuntos de interesse social. SP, Luiz Carlos Prevedel - Diretor Administrativo. ( /05/2011) governador, por representantes da Apple. A Foxconn analisa atualmente seis municípios, dentre eles Jundiaí, que vem sendo apontado como um dos principais candidatos para receber o empreendimento. A visita do príncipe de Mônaco à sede do governo estadual durou apenas trinta minutos. O príncipe não falou com a imprensa. No breve encontro, de acordo com o governador, as duas autoridades discorreram sobre meio ambiente e economia global. O príncipe, segundo o governador, tem uma fundação dedicada ao desenvolvimento sustentável. Ele está muito entusiasmado com o Brasil, com o crescimento da economia brasileira, relatou o governador (AE). Consea propõe acompanhar preços dos alimentos Presidente do conselho, Renato Maluf. de alimentos visando à ampliação do acesso à alimentação. O representante do Ministério da Fazenda no Consea, Aloísio Melo, também apresentou números que mostram que os alimentos representam, atualmente, dois pontos percentuais no índice de inflação. Hoje, temos 6,3% de inflação e teríamos 4,3% se retirássemos os alimentos do índice de inflação, disse (ABr). CONTECH ESTRUTURAS METÁLICAS LTDA EPP. torna público que recebeu da CETESB a Licença de Operação nº , válida até 03/05/2.015, para Fabricação de Estruturas Metálicas, n.e., sito à Rua Suzana, nº 570. Jardim Independência. São Paulo/SP. FRIGORÍFICO SÃO MIGUEL LTDA. torna público que recebeu da CETESB a Licença de Operação nº , válida até 03/05/2.014, para Fabricação de Produtos diversos de Carne (Hambúrguer, Pastas e Patês, Almôndegas, etc.), sito à Avenida São Miguel, nº 5.780/ Vila Síria. São Paulo/SP. ORIGINAL IND. E COMÉRCIO DE PRODUTOS QUÍMICOS AUTOMOTIVOS LTDA ME. torna público que recebeu da CETESB a Licença Prévia e de Instalação nº e requereu a Licença de Operação para Fabricação de Produtos Químicos não especificados ou não classificados, sito à Rua Toreiros, nº 67. Vila Carmosina. São Paulo/SP. SINALIZAÇÃO & ARTE COMUNICAÇÃO VISUAL LTDA EPP. torna público que recebeu da CETESB a Renovação de Licença de Operação Simplificada nº , válida até 04/ 05/2.014, para Serviço de Confecção para terceiros de Faixas e Cartazes de Propaganda, sito à Rua Coriolano, nº Térreo. Vila Romana. São Paulo/SP. ESSEMAGA TRANSPORTES E SERVIÇOS LTDA. torna público que recebeu da CETESB a Licença Prévia e de Instalação nº e requereu a Licença de Operação p/ Com. de Combustíveis p/ Veículos Automotores (Postos de Abastecimento), sito à Rua Albert Schweitzer, nº Alemoa. Cep: Santos/SP. KOREFIOS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE FIOS LTDA. torna público que requereu na CETESB a Renovação da Licença de Operação para Fabricação de Fios e Filamentos Produzidos com Fibras Artificiais e Sintéticas beneficiados ou não, sito à Rua da Juta, nº 69. Brás. Cep: São Paulo/SP. AUTO POSTO CAMPINAS MONTE MOR LTDA. torna público que recebeu da CETESB a Licença de Instalação nº e requereu a Licença de Operação para Comércio de Combustíveis para Veículos Automotores (Postos de Abastecimento),sito à Rua Marginal A, Km 7. Jardim Sumarezinho. Hortolândia/SP. 5 S INDÚSTRIA METALÚRGICA LTDA ME. torna público que recebeu da CETESB a Licença de Operação nº , válida até 07/04/2.014, para Serviço de Usinagem (Torno, Fresa, etc.), sito à Rua Lessing, nº 326. Chácara Belenzinho. Cep: São Paulo/SP. ERIMEL INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE FITAS DE AÇO LTDA EPP. torna público que requereu da CETESB a Renovação da Licença de Operação para Produção de Fitas de Aço Carbono, Relaminadas, sito à Rua Abadiânia, nº 796. Vila Guilhermina. Cep: São Paulo/SP. MECÂNICA DE VIDROS INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. torna público que requereu da CETESB a Licença Prévia, para Fabricação de Vidro Plano e de Segurança, sito à Rua Dom Pedrito, nº 347. Antigo nº 86. Cidade Industrial Sattélite de São Paulo. Cep: Guarulhos/SP. ALTEC INDÚSTRIA, COM., IMPORTAÇÃO E EXP. LTDA. torna público que recebeu da CETESB a Licença de Operação nº , válida até 19/04/2.015, para Fabricação de Tampas de Metal para Embalagens, sito à Avenida Guarulhos, nº Antigo nº Ponte Grande. Cep: Guarulhos/SP GALSYSTEM EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS LTDA. torna público que recebeu da CETESB a Licença de Operação nº , válida até 12/04/2.014, para Fabricação de Máquinas para Galvânoplastia, sito à Rua Lélio Landucci, nº 59. Vila Diva. Cep: São Paulo/SP. COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS NORTE SUL LTDA. torna público que recebeu da CETESB a Licença de Operação nº , válida até 25/04/2.015, p/ Peças e Acessórios de Borracha para Máquinas e Equip. Usados na Ind. da Mineração, sito à Rua Diamantina, nº 580/586. Vila Maria. Cep: São Paulo/SP. Proclamas de Casamentos DE PESSOAS NATURAIS 16º Subdistrito - Mooca Luiz Orlando de Barros Segala - Oficial Faço saber que os seguintes pretendentes apresentaram os documentos exigidos pelo Art. 1525, do Código Civil Atual Brasileiro e desejam se casar: O pretendente: THIAGO MARTINS SALGADO, estado civil solteiro, profissão assistente de lojistica pleno, nascido nesta Capital, Casa Verde - SP, no dia 10/07/1987, residente e domiciliado no Jaraguá, São Paulo - SP, fi lho de Luiz Antonio Rodrigues Salgado e de Rute Alves Martins Salgado. A pretendente: VANESSA BORGES DE SOUZA, estado civil solteira, profi ssão supervisora de call center, nascida nesta Capital, Perdizes - SP, no dia 28/02/1985, residente e domiciliada neste Subdistrito, São Paulo - SP, fi lha de Sergio Alves de Souza e de Zuleika Maria Borges de Souza. Obs: Edital enviado para o Ofi cial do Jaragua onde reside o pretendente. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente, para ser afi xado no Ofi cial de Registro Civil e publicado na imprensa local Jornal Empresas & Negócios Consumo X sustentabilidade De que lado está a sua empresa? Consumir deixou, há tempos, de ser um ato com o simples objetivo de satisfazer nossas necessidades Produtos altamente eficazes, com base em matériasprimas naturais, provenientes de fontes sustentáveis, têm ganhado cada vez mais destaque nos mercados da moda, beleza e bem-estar. Atualmente, podemos até dizer que já se tornaram alvo de quem assume práticas mais responsáveis. Segundo o Dossiê Tendências para o Consumo Consciente, divulgado em 2010, 21% dos brasileiros está informado sobre as condutas socioambientais de empresas nacionais. Além disso, o estudo apontou que 9% dos consumidores leva em conta o comportamento sustentável dos fabricantes na hora de optar por determinado produto. Outra pesquisa sobre o setor, Sustentabilidade Aqui e Agora, mostrou que 26% dos brasileiros se considera bem informado sobre os temas Meio Ambiente e Ecologia. Será mesmo? Como avaliar se o produto consumido em sua casa é realmente desenvolvido e projetado por uma cadeia sustentável? Possuir insumos naturais é o bastante para avaliar que o seu cosmético, por exemplo, foi fabricado com os conceitos de proteger e beneficiar o meio ambiente, as pessoas e os recursos naturais? Para um produto ser considerado sustentável ele deve contribuir para a preservação dos recursos naturais e o desenvolvimento das pessoas envolvidas em sua produção. Isso inclui, por exemplo, garantir que as atividades de extração, processamento e transportes de insumos atendam aos quesitos de sustentabilidade. É o caso da Beraca, que conscientiza as comunidades da região amazônica sobre o fato das florestas serem melhores em pé do que cortadas. Ou seja, ao contrário das atividades madeireiras, o extrativismo sustentável não se resume em apenas uma fonte capital-mai/11 CONTABILIDADE E ASSESSORIA Filipe Sabará (*) permanente de renda e oportunidade, mas uma nova forma de se relacionar com o ambiente em que vivem e proporcionar trabalho em todas as épocas do ano, tanto para os homens, quanto para as mulheres. Outro indicador de resultados concretos são as certifi cações internacionais, como o SEED Awards De Empreendedorismo Sustentável, prêmio criado pela ONU para ser entregue a projetos empreendedores e ambientalmente responsáveis. Por isso, é importante que a sociedade fique cada vez mais atenta ao que a comunidade científica, o governo e as ONGs têm dito sobre engajamento das empresas. É preciso que as fontes que legitimam as práticas corporativas tenham credibilidade e exerçam uma fiscalização real e imparcial. Nesse sentido, a imprensa também tem um papel importante, já que por meio de suas matérias acaba exercendo forte pressão às organizações, principalmente àquelas que não estão de acordo com as regras. Existem também encontros empresariais para enfatizar a importância de ser completamente sustentável, com investimentos alocados em projetos que possibilitem cumprir com as exigências do tripé da sustentabilidade: lucro, respeitos às pessoas e desenvolvimento do ser humano. Este processo é o caminho mais fácil para que as empresas se unam com o objetivo de criar estratégias que beneficiem o meio ambiente e os seres humanos. Parecer sustentável pode ser fácil. Mas, ter a sustentabilidade como base para todas as ações de uma empresa é o grande desafio do nosso tempo. Não basta oferecer produtos ecologicamente corretos, a preocupação com a preservação ambiental e o bem-estar das pessoas devem ser as diretrizes para alinhar, de maneira harmônica, produção e sustentabilidade. (*) - É diretor de negócios da Beraca, uma das líderes globais no fornecimento de insumos amazônicos para a indústria cosmética. Terra Futuros Corretora de Mercadorias S.A. CNPJ nº / NIRE Edital de Convocação - Assembléia Geral Extraordinária São convocados os srs. acionistas da Terra Futuros Corretora de Mercadorias S.A. a se reunirem em Assembléia Geral Extraordinária, como segue: Data: 16 de maio de 2011, às 10 hs. Local: Sede social, na R. Tenente Negrão, º andar - São Paulo/SP. Ordem do Dia: 1) Retificar os itens 2 e 4 da Assembléia Geral Extraordinária realizada em 25/04/ 2011, a fim de se estabelecer novas datas de: a) Exercício do direito de preferência dos acionistas para a subscrição do aumento de capital deliberado naquela Assembléia; e b) Realização de Assembléia Geral Extraordinária objetivando a homologação daquele aumento de capital. 2) Ratificar as demais deliberações aprovadas na Assembléia Geral Extraordinária realizada em 25/04/2011. São Paulo, 03 de maio de 2011 Adriano Lubisco - Diretor Administrativo e Financeiro Companhia Brasileira de Cartuchos S.A. CNPJ/MF / NIRE Sociedade Anônima de Capital Fechado - Edital de Convocação Ficam os Senhores Acionistas da Companhia Brasileira de Cartuchos convocados para a Assembléia Geral Ordinária, que será realizada às 10h00m do dia 13 (treze) de maio de 2011, na sede social, à Av. Humberto de Campos, nº 3220, no bairro da Guapituba, na Cidade de Ribeirão Pires, Estado de São Paulo, a fim de tratar das matérias constantes na seguinte ordem do dia: 1. Tomar as contas dos Administradores, examinar, discutir e votar as Demonstrações Financeiras da Companhia, referentes ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2010; 2. Deliberar sobre a proposta de destinação do resultado do exercício social de 2010; 3. Eleger os membros da Diretoria Executiva da Companhia pelo prazo definido em Estatuto; 4. Fixar a remuneração global anual dos Administradores. 5. Consolidar o Estatuto. Ribeirão Pires, 05 de Maio de Antonio Marcos Moraes Barros - Presidente da Companhia - José Carlos Fernandes da Silva - Vice-Presidente. 05,06,07/05/2011 ANO XXV APOIO: CENOFISCO QUINTA-FEIRA, 05 DE MAIO DE 2011 PRODUTOS USADOS - PAGAMENTO DO IMPOSTO A aquisição de produtos usados enseja pagamento do IPI? Saiba mais acessando a íntegra no site: [www.empresario.com.br/legislacao]. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE WEBSITES No caso de uma empresa de desenvolvimento de websites e marketing, que irá trabalhar com clientes de países da Europa, quais impostos iriam incidir e com quais alíquotas? Saiba mais: [www.empresario.com.br/legislacao]. DESCONTO POR ATRASO A empresa pode firmar um acordo interno para descontar o DSR caso o colaborador se atrase mais de 11 minutos durante a semana? Qual a base legal? Saiba mais: [www.empresario.com.br/legislacao]. ADMISSÃO DE VENDEDOR TÉCNICO Admissão de funcionário que trabalhará como VENDEDOR TECNICO EXTERNO, fazendo visitas a clientes. Ele virá á empresa apenas em casos esporádicos. Devido à obrigatoriedade em registrar o horário de trabalho, é possível enquadrarmos essa admissão no art. 62 da CLT? Saiba mais acessando: [www.empresario.com.br/legislacao]. DESCONTO DE CONDUÇÃO Quando a empresa fornece a condução, pode fazer o desconto dos 6% do salário do funcionário? Saiba mais: [www.empresario.com.br/legislacao]. DEMISSÃO COM ESTABILIDADE Empregado que tem estabilidade de 1 ano devido à acidente de trabalho pode pedir demissão à empresa? Saiba mais acessando a íntegra no site: [www.empresario.com.br/legislacao]. GESTÃO FISCAL ADMINISTRAÇÃO DO RH CONTABILIDADE LEGALIZAÇÃO MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM HÍFEN todos os direitos reservados

4 Página 4 São Paulo, quinta-feira, 05 de maio de 2011 Economia Não tenha medo de profissionalizar o negócio familiar Em um processo de sucessão familiar, a conscientização da família é o primeiro passo para realizar a profissionalização É natural que, durante seus ciclos de vida, todas as empresas enfrentem problemas e corram o risco de permanecerem estagnadas. Além dessas dificuldades, as companhias familiares apresentam outras questões específicas de seu caráter que podem comprometer o desenvolvimento. Dois processos são fundamentais para a perpetuação de uma empresa familiar. O primeiro deles é a sucessão que, quando mal planejada ou mal conduzida, pode resultar no fracasso do empreendimento. Este processo precisa ser pensado com antecedência para que ocorra da melhor forma. A presença do fundador é muito importante, pois ele conhece o caráter da empresa, o contorno cultural, imprimiu os valores e os consolidou nas políticas de gestão. Ele é a pessoa adequada para identificar o herdeiro mais preparado para assumir o comando levando em conta, não só suas habilidades, mas também sua capacidade de continuar o modelo cultural estabelecido. Sucessões determinadas apenas por laços familiares prejudicam o desenvolvimento da companhia. São casos de protecionismo e paternalismo, às vezes existentes nessas organizações, que debilitam seu crescimento. É comum encontrarmos situa ções em que o empreendedor tem como sucessor de todo seu império, um filho que não está interessado na administração. Com um planejamento Domingos Ricca (*) sucessório, todos esses aspectos serão analisados na escolha de um profissional capacitado para gerir a empresa, com todas as competências inerentes ao cargo que irá assumir. O segundo processo que diminui as dificuldades e melhora a produtividade e o desenvolvimento da empresa é a profissionalização. É um instrumento utilizado para diferenciar os interesses da família e os da empresa, diminuindo possíveis conflitos. Profissionalizar significa estabelecer critérios gerais que irão nortear as decisões dos diretores, além de criar regras para a definição de papéis corporativos e divisões de tarefas dentro da companhia. A conscientização da família é o primeiro passo para realizar a profissionalização, pois o processo também se aplicará aos membros por meio de seu enquadramento às regras vigentes, avaliação do seu desempenho e adequação da sua conduta, da mesma forma que qualquer membro da organização. Para elaborar uma profissionalização nas empresas familiares é necessário conhecer a cultura implantada pelo fundador. Seus posicionamentos e atitudes traduzem os valores e princípios sob os quais a companhia foi baseada. A empresa que agregou sua atuação, o conhecimento do fundador e dos demais colaboradores ao negócio, não perderá a imagem que construiu com a implantação de um programa de profissionalização. Ao contrário, a tarefa do consultor é aperfeiçoar e agregar recursos a fim de melhorar o desenvolvimento da companhia. (*) - Diretor da DS Consultoria Empresarial e da revista Empresa Familiar. PhD em administração, professor de graduação e pósgraduação, autor de livros sobre os temas: empresa familiar e marketing de varejo (riccaempresafamiliar. com.br). Saldo comercial fica positivo em abril Brasília - O saldo da entrada e saída de dólares do país, fluxo cambial, chegou ao final de abril positivo em US$ 1,541 bilhão, segundo dados divulgados pelo Banco Central (BC). Em abril do ano passado, o fluxo cambial ficou positivo em US$ 2,248 bilhões. O segmento comercial (operações relacionadas a exportações e importações) foi o responsável pelo saldo positivo, em abril deste ano. O fluxo comercial ficou positivo em US$ 3,310 bilhões, enquanto o financeiro (registro de investimentos em títulos, ações, remessas de lucros e dividendos ao exterior, entre outras operações) fechou negativo em US$ 1,769 bilhão. De janeiro até o último dia útil de abril (29), o fluxo cambial ficou positivo em US$ 37,133 bilhões, contra US$ 5,038 bilhões registrados nos quatro primeiros meses de De janeiro a abril deste ano, tanto o fluxo comercial quanto o financeiro ficaram positivos, em US$ 7,552 bilhões e US$ 29,581 bilhões, respectivamente (ABr). Habitação: inflação não afetou financiamentos A alta da inflação ainda não repercutiu nos financiamentos para aquisição de casa própria da Caixa Econômica Federal, especialmente os dirigidos à população de baixa renda como o programa Minha Casa, Minha Vida O presidente da instituição, Jorge Hereda, ressaltou que os índices de financiamentos permanecem praticamente iguais aos registrados no mesmo período de 2010 e, assim que forem definidos os critérios para a segunda etapa do Minha Casa, Minha Vida; se terá o mesmo ritmo dos financiamentos. Estamos em curva de crescimento que vai continuar. Ela pode, em determinado momento, perder um pouco da força, mas não imagino que ela saia da trajetória que tem hoje, acrescentou Hereda após encontro com o presidente do Senado, José Sarney. O presidente da Caixa disse também que a ins- Dívidas judiciais poderão ser pagas com cartões A Corregedoria Nacional de Justiça começa a auxiliar os Tribunais Regionais do Trabalho e os Tribunais de Justiça a implantar, nas salas de audiência, máquinas de cartão de débito e crédito. O projeto, que permite a utilização dos meios eletrônicos de pagamento no Poder Judiciário, tem custo zero e abrevia em muitos meses o processo de execução, além de incentivar as conciliações durante as audiências. A ideia é fazer com que o devedor possa parcelar o valor devido durante uma audiência de conciliação, e garantir ao credor o recebimento desse valor, já que quem efetuará o pagamento é a administradora do cartão de crédito. O projeto piloto será desenvolvido no Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, no Pará, que solicitou o apoio do CNJ na implantação das máquinas. No início, o projeto será colocado em prática na Justiça do Trabalho, mas, em breve, será estendido a todo o Judiciário, inclusive os Juizados Especiais. A Caixa Econômica Federal será parceira do Judiciário desde a implantação do projeto, e já há negociações para, em uma segunda etapa, incluir como parceiro também o banco do Brasil (Ag.CNJ). Presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda. tituição não registrou mudança significativa nas aplicações dos A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) prevê crescimento de 6% nas vendas do varejo para o Dia das Mães 2011, na comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado é reflexo direto da manutenção do consumo interno, e reforça a tendência de alta para todo o ano, segundo análise do economista e presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior. O Dia das Mães é a segunda melhor data do varejo para vendas, perdendo apenas para o Natal, e este ano não será diferente, apesar do cenário econômico interno adverso, com aumento de juros, inflação e redução da oferta de crédito, avalia Pellizzaro Junior. Em 2011, o gasto médio com presentes deve chegar a R$ 80,00, levando-se em conta as vendas entre o último sábado de abril e o primeiro de maio, véspera do Dia das Mães. O feriado da Páscoa impulsionou o movimento varejista nacional no mês de abril. De acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, o movimento dos consumidores nas lojas em todo o país cresceu 1,8% em abril comparado com março, já descontadas as influências sazonais. Na variação anual, isto é, contra o mesmo mês investidores, sejam pequenos ou de grande porte. Ressaltou do ano passado, a atividade do comércio no mês passado foi 10,9% superior. A alta de 1,8% em fevereiro foi puxada pelo crescimento de 4,1% observado no segmento de supermercados, hipermercados alimentos e bebidas. O aumento da massa de rendimentos da população ocupada, combinada com a redução de que, como a Caixa coloca todo mês uma parcela de Linha de Crédito Imobiliários à disposição de investidores, ela compete um pouco com investimentos em CDB. Quanto à liberação de emendas parlamentares pela Caixa, ele reconheceu que o sistema é muito burocrático. Defendeu um tratamento diferenciado para projetos de menos valor, como os R$ 52 mil oriundos de emendas parlamentares que aguardam liberação na Caixa. Do total de projetos, o presidente destacou que 85% são até R$ 500 mil. Processos nesse valor têm um processo rigoroso de análise, como se fossem de R$ 500 milhões (ABr). Varejo deve crescer 6% no Dia das Mães O Dia das Mães é a segunda melhor data do varejo para vendas. Os segmentos que mais devem se destacar neste ano são vestuá rio e calçados, em primeiro, e perfumaria, em segundo. Jóias e semijóias devem registrar o terceiro melhor resultado, enquanto que os eletrodomésticos, que ano a ano vem perdendo espaço nas compras, vão ficar em 4º lugar no ranking de vendas. Eletroeletrônicos de áudio e vídeo vêm em 5º lugar. São itens que não dependem de crédito de longo prazo, que foi o foco das medidas macroprudenciais do governo, e, portanto, devem manter-se em alta na preferência do consumidor este Dia das Mães, afirma o presidente da CNDL. Páscoa fez crescer a atividade do comércio preços de alguns produtos importados típicos de época (bacalhau, azeites e vinhos), tendo em vista o dólar mais barato neste ano do que na páscoa de 2010, injetaram ânimo nos consumidores, fazendo crescer o movimento destes nos super e hipermercados durante o mês passado, observam os economistas da Serasa Experian. Negócios em (lobatonetjen.com.br) Pauta A - Artesãos para Ministrar Cursos A Superintendência do Trabalho Artesanal nas Comunidades abre inscrição para artesãos interessados em ministrar cursos e oficinas de técnicas de artesanatos. Acessar (http://www.sutaco.com.br/edital. html) e imprimir a ficha de inscrição. Deverá apresentar um currículo; descrição das atividades que serão desenvolvidas; carga horária necessária para o curso; público alvo; lista de matéria prima, ferramentas e equipamentos necessários e informações complementares que o artesão julgar necessárias. B - Feira de Farmácia Nos dias 11 e 12, acontece a Feira de Farmácia na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP. Haverá palestras com profissionais sobre empreendedorismo, carreira acadêmica, entre outros. Será feita uma oficina de recursos humanos simulando um processo seletivo de grandes empresas. É direcionada a profissionais e estudantes da área farmacêutica. Mais informações (www.wix.com/farmajr/feiradefarmacia) (eventos.farmajrgmail.com). C - Setor Automotivo A Della Via, uma das maiores empresas do setor automotivo do País, inaugura duas unidades, uma na zona Norte (av. Cruzeiro do Sul, 2.075), e outra em Diadema (av. Fábio Ramos Esquivel, 1.100). As novas instalações fazem parte do plano de expansão da rede, com investimentos R$ 20 milhões nos próximos dois anos. As lojas foram montadas com equipamentos de última geração, e os funcionários receberam treinamento especial para atender a todos os veículos nacionais e importados (www.dellavia.com.br). D - Direitos Humanos O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) disponibiliza em seu portal na internet (www.cnj.jus.br) o Manual de Direitos Humanos da International Bar Association - a principal organização mundial dos profissionais do Direito e das ordens e associações de advogados - composta por mais de advogados e quase 200 ordens e associações de classe de diferentes países. O documento, voltado para juízes, procuradores e advogados traz toda a legislação nacional e internacional relacionada à área de direitos humanos. E - Incorporação de Mão-de-obra A América Latina Logística, maior empresa de logística com base ferroviária da América Latina, incorpora 3,2 mil colaboradores até o fim deste semestre dentro de um movimento de primarização da mão-de-obra, até então terceirizada. Até abril, já conseguiu concretizar a incorporação de 2,8 mil profissionais. Com isso, a empresa dá um acompanhamento melhor ao time, com treinamentos e qualificação e, consequentemente, crescimento a estes colaboradores, contribuindo para o resultado da companhia. F - Concurso de Poesia A Canon, empresa japonesa especializada no desenvolvimento de tecnologias de gerenciamento de documentos e de imagem, anuncia o IV Prêmio Literário Canon de Poesia, em parceria com a Fábrica de Livros e a Editora Scortecci. O concurso tem por objetivo descobrir novos talentos, promover a literatura e difundir a impressão digital de livros no Brasil. Poderão participar do concurso autores brasileiros maiores de 16 anos e residentes no Brasil. Inscrições no site (http:// G - Educadores Inovadores Estão abertas as inscrições para o Prêmio Microsoft Educadores Inovadores, que valoriza e reconhece os melhores projetos educacionais desenvolvidos por educadores que utilizam a tecnologia em processos de ensino e aprendizagem. O objetivo é o de incentivar ações de incorporação da web em atividades que proporcionem melhor desempenho da comunidade escolar e a criação de uma cultura de uso de tecnologias na educação. Mais informações (www.educadoresinovadores.com.br). H - Formação de Auditor Interno A consultoria Key Associados promove entre os próximos dias 18 e 20, o workshop Interpretação da Norma e Formação de Auditor Interno da ISO 9001:2008, com a consultora Roberta Bertoni. O objetivo é apresentar os requisitos da NBR ISO 9001:2008 e os conceitos de auditoria de sistemas de gestão da qualidade baseados na norma NBR ISO O workshop também avalia criticamente os sistemas de gestão da qualidade de uma empresa e de seus fornecedores. Mais informações (http://www.keyassociados.com.br/pt-br/cursos.php). I - Ciência e Tecnologia Estão abertas as inscrições para o Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia 2011, que selecionará trabalhos de estudantes, jovens pesquisadores e equipes de pesquisa com contribuição potencial para o desenvolvimento científico e tecnológico dos países membros e associados ao Mercosul. Aberto a estudantes e pesquisadores vinculados aos países do bloco econômico, o tema deste ano é Tecnologias para o desenvolvimento sustentável. Informações (eventos.unesco.org.br/premiomercosul). J - Processos Gerenciais A UnisulVirtual, de cursos de graduação de ensino a distância, lança o curso de Tecnologia em Processos Gerenciais voltado aos gestores de micro e pequenas empresas. Dirigido tanto a quem já está envolvido, quanto ao empreendedor que pretende abrir uma empresa. Os alunos são preparados para analisar, planejar e implementar estratégias; entender o funcionamento dos processos de gerenciamento de negócios; bem como a habilidade de negociar com os mais variados públicos. Saiba mais em (www.virtual.unisul.br). K - Plásticos e Borracha Reconhecida mundialmente na área de tecnologia em maquinário e moldes para materiais plásticos e borracha, a Itália vem reforçar sua presença no país e apresentar seu potencial para o setor durante a BrasilPlast 2011, entre os próximos dias 9 e 13, no Anhembi. O Pavilhão Italiano reúne 43 empresas líderes em seus setores de atuação, que objetivam firmar novas parcerias estratégicas, bem como consolidar a presença das empresas italianas no país. Mais informações (www. italtrade.com). L - Fábrica em Goiás A Suzuki Veículos do Brasil anunciou que construirá sua fábrica no Município de Itumbiara/GO. O empreendimento, que será inaugurado no final de 2012, terá capacidade instalada para a produção de unidades/ano do modelo Jimny e criará cerca de 600 novos empregos, com investimento inicial de R$ 100 milhões. A empresa acredita que o Jimny, por ser um genuíno compacto 4X4, tem potencial para suprir as necessidades do consumidor que circula na vasta extensão de estradas não pavimentadas do País. M - A Estratégias do Ministério O Ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, será recebido pela Universidade Nove de Julho para discutir A Ciência, a Tecnologia e a Inovação como componentes estratégicos para o desenvolvimento econômico e social do Brasil. O evento será nesta segunda-feira (9), às 19h30, no auditório do campus Memorial, localizado na Barra Funda. Os alunos terão a oportunidade de trocar informações e saber as principais estratégias do Ministério para a melhoria do País. N - São Paulo e a Copa 2014 Para responder sobre obras e investimentos para a Copa 2014 em São Paulo, será realizado amanhã (6), das 9h às 13h, na Assembleia Legislativa, o seminário Copa 2014 no Estado investimentos, legados, inclusão social e desenvolvimento econômico, que contará com as presenças do Ministro do Esporte, Orlando Silva; do presidente do Comitê Paulista Copa 2014, Emanuel Fernandes; do presidente do Corinthians, Andrez Sanchez e do presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

5 Página 5 São Paulo, quinta-feira, 05 de maio de 2011 Compart Sociedade de Participações e Comércio S/A. CNPJ/MF nº / AVISO AOS ACIONISTAS Acham-se à disposição, na sede social, documentos do Art. 133, Lei 6404/76, do exercício encerrado em 31/12/2010. São Paulo, 02/5/2011. A Diretoria. (03, 04, 05/05/2011) COMUNICADO DE EXTRAVIO A Empresa F. Brasil Comercio de Madeiras Ltda - ME, inscrita no CNPJ: / e com Inscrição Estadual: , com sede a Rua Cembira, 1111, Vila Curuça, São Paulo/SP, vem por meio desta declarar que foi roubado todos os documentos fiscais, societarios, notas fiscais usadas e em branco e livros da referida empresa conforme B.O. lavrado em 07/10/ :48 hrs na Del. Pol. de São Caetano do Sul/SP. Leilões LPBM COMÉRCIO, REPRESENTAÇÃO, IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO LTDA. CNPJ: / INSTRUMENTO PARTICULAR DE DISTRATO SOCIAL DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA ORGANIZADA SOB A FORMA DE SOCIEDADE LIMITADA SÉRGIO TADEU LUPÉRCIO, brasileiro, separado judicialmente, advogado, portador da cédula de identidade RG número SSP/SP, inscrito no CPF/MF sob o nº , residente e domiciliado à Rua Gomes de Carvalho, 968, ap. 114, Vila Olímpia, São Paulo, SP; DIELI VERSARO PALMA, brasileira, solteira, professora, portadora da cédula de identidade RG número SSP/SP, inscrita no CPF/MF sob o nº , residente e domiciliada à Rua Paulo Orozimbo, 584, ap. 62, Aclimação, São Paulo, SP; HUMBERTO DARIO BIFANO, brasileiro, casado, representante comercial, portador da cédula de identidade RG número SSP/SP, inscrito no CPF/MF sob o nº , residente e domiciliado à Rua Paulo Orozimbo, 693, 9º andar, Aclimação, São Paulo, SP; TEREZA BRAVO MARIANO, brasileira, divorciada, advogada, portadora da cédula de identidade RG número SSP/SP, inscrita no CPF/MF sob o nº , residente e domiciliada à Rua Joaquim Távora, 1.020, apto. 22, Vila Mariana, São Paulo, SP. Na qualidade de únicos sócios da sociedade empresária organizada sob a forma de sociedade limitada, denominada LPBM Comércio, Representação, Importação e Exportação Ltda., doravante simplesmente denominada Sociedade, com sede social à Rua Leandro Dupret, 204, Cj. 13, Vila Clementino, CEP , São Paulo, SP, com seu Contrato Social devidamente arquivado perante a Junta Comercial do Estado de São Paulo JUCESP sob o NIRE nº , em sessão de 26/11/1990, inscrita no CNPJ/MF sob o número / , têm como justo e contratado a dissolução e extinção desta Sociedade nos termos descritos a seguir: CONSIDERANDO que a Sociedade não mais pratica atos de comércio desde 01/10/1990, conforme demonstrado pelo seu último Balanço Patrimonial, o qual faz parte integrante e indissolúvel do presente instrumento como Anexo I; CONSIDERANDO que é pretendido pela totalidade dos sócios da Sociedade proceder à sua extinção, tendo em vista eles não possuírem mais nenhum interesse em prosseguir com a execução do objeto social da Sociedade; Deliberam os sócios, por unanimidade, nos termos do Artigo 20 do Contrato Social da Sociedade e do inciso II, do artigo 1.033, da Lei n.º , de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil Brasileiro) promover o presente INSTRUMENTO DE DISTRATO SOCIAL POR EXTINÇÃO DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA, visando, respectivamente, à dissolução, liquidação e extinção da Sociedade, na forma e nas condições seguintes: I DA DISSOLUÇÃO 1. A totalidade dos sócios da Sociedade, detentores de 100% das quotas representativas do capital social, nos termos do Artigo 6º do Contrato Social da Sociedade, declaram unanimemente, neste instrumento, não possuir mais nenhum interesse em prosseguir com as atividades sociais da Sociedade em face do exposto nos considerandos acima. 2. A totalidade dos sócios resolve, nos termos do Artigo 20 do Contrato Social da Sociedade e, de acordo com o disposto no art do Código Civil Brasileiro, nomear e investir no cargo de liquidante da Sociedade seu sócio, o Sr. HUMBERTO DARIO BIFANO, já qualificado acima. 3. Os atos de gestão do liquidante estão limitados à gestão dos negócios inadiáveis da Sociedade, ficando vedadas quaisquer novas operações em nome da Sociedade, respeitados os termos do artigo da Lei nº , de 10 de janeiro de 2002, que determina que suas obrigações reger-se-ão pelos preceitos peculiares às do administrador da Sociedade. 4. Além dos deveres legais do liquidante, estabelecidos nos artigos e 1.105, ambos da Lei nº , de 10 de janeiro de 2002, compete ainda ao liquidante da Sociedade, ora nomeado e investido no cargo, representar a Sociedade e praticar todos os atos necessários à sua liquidação, inclusive alienar bens móveis ou imóveis, transigir, receber e dar quitação. II DA LIQUIDAÇÃO 5. O liquidante da Sociedade, tendo observado escorreitamente todos os procedimentos previstos nos artigos 1.103, e da Lei nº , de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil Brasileiro), procedeu à arrecadação dos bens, livros e documentos da Sociedade, bem como elaborou o inventário e o balanço patrimonial geral do ativo e do passivo da Sociedade, ultimou os negócios da Sociedade, tendo realizado o ativo, pagado o passivo e, finalizado o processo de liquidação da Sociedade. 6. Finda a liquidação, o liquidante apresentou aos sócios o Relatório da Liquidação e as contas finais da Sociedade, os quais foram aprovados pelos sócios da Sociedade, que declararam na oportunidade, concordar integralmente com os valores apresentados no balanço patrimonial da Sociedade, mencionado no primeiro dos Considerandos acima. 7. A totalidade dos sócios declara ainda que, o capital social da Sociedade totalmente subscrito e integralizado foi totalmente utilizado para quitação das obrigações assumidas pela Sociedade, não havendo, assim, qualquer valor a ser reembolsado aos sócios. 8. De acordo com o balanço patrimonial geral da Sociedade, anexo ao presente instrumento, bem como o Relatório da Liquidação e contas finais apresentados pelo liquidante, todas as obrigações da Sociedade receberam as devidas quitações, não sendo a Sociedade, desta forma, parte em quaisquer tipos de relações obrigacionais, sejam elas de natureza fiscal, civil, comercial ou trabalhista. III EXTINÇÃO 9. Em face de todo o acima exposto, a Sociedade é, neste ato, declarada pela totalidade de seus sócios, definitivamente dissolvida, liquidada e extinta. Os sócios, neste ato, dão-se reciprocamente plena, geral rasa e irrevogável quitação, em relação à Sociedade ora extinta, nada mais tendo a reclamar, a qualquer título. 10. Os livros da Sociedade, ora extinta, deverão ficar em poder de seu sócio, Sr. HUMBERTO DARIO BIFANO, acima qualificado, que se compromete a mantê-los, fiel e diligentemente, sob a sua guarda. 11. Os sócios, solidariamente, desde já se declaram responsáveis por qualquer eventual e superveniente ativo ou passivo da Sociedade. 12. O liquidante, o Sr. HUMBERTO DARIO BIFANO, acima qualificado, compromete-se, por meio do presente instrumento, a proceder com todos os atos necessários para cancelamento e baixa definitivos de todas as inscrições da Sociedade perante quaisquer órgãos públicos Federais, Estaduais e Municipais, arquivamento deste instrumento na JUCESP, nos termos do disposto no artigo 1.109, da Lei nº , de 10 de janeiro de 2002, bem como com a sua posterior publicação nos jornais competentes, de acordo com o inciso I, do artigo da Lei nº , de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil Brasileiro). 13. Os infra assinados declaram, expressamente e para todos os fins de direito, não estarem impedidos por lei especial, e nem condenados ou sob os efeitos da condenação, de pena que vede, ainda que temporariamente, o acesso a cargos públicos; ou por crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato; ou contra a economia popular, contra o sistema financeiro nacional, contra as normas de defesa da concorrência, contra as relações de consumo, a fé pública ou propriedade e outros que os inabilitem para desempenhar atividades empresariais, nos termos do que prevê o artigo 1.011, Parágrafo 1º da Lei nº , de 10 de janeiro de E por estarem de pleno e comum acordo, assinam o presente instrumento de distrato social, em 3 (três) vias de igual teor e forma, na presença de duas testemunhas, para que se produzam os efeitos legais. São Paulo, 11 de maio de Sócios: Sergio Tadeu Lupércio; Dieli Vesaro Palma; Humberto Dario Bifano; Tereza Bravo Mariano. Liquidante: Humberto Dario Bifano. Testemunhas: Zilda das Dores Mansilia Hércules; Marcelo Palma Bifano. Registrado na Jucesp sob nº /11-3. Edital de Citação com o prazo de 20 dias, Processo nº O Doutor JOSÉ DA PONTE NETO. Juiz de Direito da 10ª Vara Cível do Foro da Capital/SP, na forma da lei, etc. Faz saber a GIOCHING LO CASCIO, que perante este cartório e juízo processam os termos da ação de Depósito, que BANCO DO BRASIL S/A, ajuizou a ação, referente aos contratos de locação de cofres indicados pelo banco - Autor, Agência Vieira de Carvalho/SP, para guarda de papéis, moedas, documentos, jóias e outros objetos semelhantes, eis que no ano de 2.000, por questões de segurança, referida agência desativou os cofres ali existentes, comunicando formalmente aos seus clientes a rescisão do contrato de locação. Concedida a liminar de arrombamento dos cofres, devendo o Sr. Oficial de Justiça acompanhar a diligência de arrombamento, bem como deverá relacionar todos os objetos encontrados. Eventuais objetos encontrados deverão ser depositados em outro cofre, localizado a Rua São Bento, 465, Centro, nomeando-se, ainda, o Banco Autor depositário desses bens. Assim, estando o requerido em lugar ignorado, expede-se edital para que em 15 dias, a fluir os 20 dias supra, contestem a ação, sob pena de confissão de revelia. Será o edital, afixado e publicado na forma da lei. São Paulo, 12/01/ e 06/05 12 ª Vara Cível do Foro Central Doutor João Mendes Junior. Edital de Citação com o prazo de 20 dias, PROC.Nº O Doutor Alexandre Augusto Pinto Moreira Marcondes,MM. MM. Juiz de Direito da 12ª Vara Cível do Fórum João Mendes Junior Capital / SP,etc... FAZ SABER, a Global Comercio de Materiais Graficos Ltda,Cnpj, / ,que Neograf Industrial Ltda,Cnpj / , ajuizou a ação de Declaratória de Inexigibilidade de Título c.c Danos Morais, como dos autos consta a emissão pelos requeridos de duplicata fria, nº 2653/ 1/1 emitida em com vencimento para ,protestada no 7º Cartório de Protestos /SP,no valor de R$ 430,00 tendo por objeto a declaração de inexigibilidade do titulo a anulação e a sustação definitiva do protesto, além da condenação dos requerido ao pagamento da indenização por danos morais, tudo acrescido de custas e honorários.ficando ainda Global Com.Mat.Gráficos, advertida de que terá o prazo de quinze(15) dias a fluir após o prazo supra para contestar a ação sob pena de presumirem-se verdadeiros os fatos alegados pela autora. Deu-se a causa o valor de R$ 5.100,00 em , para os devidos efeitos fiscais. E, para que chegue ao conhecimento de todos e dele possa alegar ignorância no futuro, é expedido o presente edital, que será afixado e publicado na forma da Lei. 05 e 06/05 SCHAHIN ENGENHARIA S.A. CNPJ/MF nº / NIRE nº Ata de Assembléia Geral Extraordinária Realizada em 05/04/2011 Data: 05/04/2011. Horário: às 10 hs. Local: na sede da sociedade, São Paulo/SP, na R. Vergueiro, 2.009, 4º and., cj. 04. Convocação: Dispensada a publicação de editais de convocação, conforme o disposto no art. 124, 4º, da Lei nº 6.404, de 15/12/1976, em razão da presença da totalidade do capital social. Presenças: Acionistas representando 100% do capital social votante. Mesa: Presidente, Salim Taufic Schahin e Secretário, Milton Taufic Schahin. Deliberações: Vinculado com (i) um aditivo ao Contrato de Carta de Crédito e Reembolso, datado de 28/09/2007 (conforme aditado, complementado ou de outra forma modificado de tempos em tempos) (Contrato CC Carlyle) e assinado entre Carlyle s International Holdings Ltd., sociedade devidamente constituída e existente conforme as leis das Ilhas Virgens Britânicas (Carlyle s), Standard Bank Plc (SB USA), na qualidade de emitente da carta de crédito (o Emitente da CC Carlyle), com os credores, que de tempos em tempos venham a ser parte de referido instrumento (Credores Carlyle) e com SB USA como agente administrativo (Agente Administrativo), que será celebrado entre Carlyle s, SB USA, os Credores Carlyle entre outras partes do Contrato CC Carlyle (o Aditivo ao Contrato de Carta de Crédito), (ii) um instrumento denominado Contra-Indenização Geral Relacionada a uma Garantia Emitida pelo Banco a um Terceiro (General Counter-Indemnity In Respect Of A Guarantee Issued By The Bank To A Third Party), que será outorgada por Deep Black Drilling LLP (Deep Black), a favor do Standard Bank Plc (a Contra-Indenização), a presente Assembléia Geral deliberou: a) Autorizar a Companhia, a (i) assinar a Garantia Schahin Engenharia (Schahin Engenharia Guaranty) em favor do Standard Bank Plc, na qualidade ali indicada; (ii) assinar o Aditivo ao Contrato de Carta de Crédito; (iii) assinar o Instrumento Particular de Constituição de Penhor de Direitos Creditórios e Outras Avenças (Penhor), que também será assinado pela Companhia MS de Participações e pelo Itaú Unibanco S.A., entre outros, por meio do qual é constituído um penhor de primeiro e único grau, sobre os direitos creditórios identificados na cláusula 2.1 do Penhor, em garantia do integral e tempestivo pagamento e/ou cumprimento de todas as dívidas, responsabilidades e outras obrigações da Carlyle s e da Deep Black perante o Agente de Garantia e as Partes Garantidas, nos termos do Contrato CC Carlyle e da Contra- Indenização, conforme aplicável; (iv) outorgar uma procuração irrevogável a favor do Standard Bank Plc com vista ao cumprimento das obrigações da Companhia nos termos do Penhor (Procuração); e (v) realizar e assinar todos os atos e instrumentos relacionados e/ou vinculados aos itens (i), (ii), (iii), e (iv); e b) Autorizar os Diretores a assinar, em nome da Companhia, os instrumentos indicados no item a) acima. Quorum das Deliberações: Tomadas por unanimidade de votos. São Paulo, 05/04/2011. Assinaturas: Salim Taufic Schahin, Presidente; Milton Taufic Schahin, Secretário. Acionistas: Schahin Holding S.A., por Milton Taufic Schahin e Salim Taufic Schahin; S2 Participações Ltda. por Milton Taufic Schahin e Salim Taufic Schahin. Viviane Renata C. de M. Fonseca OAB/MF nº JUCESP nº /11-3, em 14/04/11. Kátia R. B. de Godoy - Sec. Geral. SCHAHIN ENGENHARIA S.A. CNPJ/MF nº / NIRE nº Ata de Reunião da Diretoria Realizada em 05/04/2011 Data: 05/04/2011. Horário: às 11 hs. Local: na sede da Sociedade, São Paulo/SP, na R. Vergueiro, 2.009, 4º and., cj. 04. Convocação: Dispensada a convocação prévia em face da presença da totalidade da Diretoria da Companhia. Presenças: Totalidade dos membros da Diretoria da Companhia. Mesa: Presidente, Salim Taufic Schahin e Secretário, Milton Taufic Schahin. Deliberações: Considerando a nomeação dos membros da Diretoria na Assembléia Geral Ordinária, realizada em 28/04/2008, para um mandato de 3 anos, cuja ata foi registrada na JUCESP em 26/05/2008, e tendo sido constatado pela Diretoria que, por lapso, os termos de posse dos diretores não foram assinados na data prevista no art. 149, 1º da Lei nº 6.404, de 15/12/1976, conf. alterada, a presente Reunião de Diretoria deliberou: a) Aceitar os termos de posse assinados pelos diretores nomeados na Assembléia Geral Ordinária, realizada em 28/04/2008, que serão lavrados no livro de Atas das Reuniões da Diretoria; b) Ratificar todos os atos praticados pelos diretores, nessa qualidade, desde a data da sua nomeação em Assembléia Geral Ordinária até a presente data, sanando, dessa forma, a irregularidade constatada. Quorum das Deliberações: Tomadas por unanimidade. São Paulo, 05/04/2011. Assinaturas: Salim Taufic Schahin - Presidente; Milton Taulfic Schahin - Secretário.Viviane R. C. de Moura Fonseca OAB/MF nº JUCESP nº /11-7, em 14/04/11. Kátia R. B. de Godoy - Sec. Geral. SCHAHIN HOLDING S.A. CNPJ/MF nº / NIRE Ata de Assembléia Geral Extraordinária Realizada em 05/04/2011 Data: 05/04/2011. Horário: às 11 hs. Local: na sede da Sociedade, São Paulo/SP, na R. Vergueiro, 2.009, 9º and., cj. 04. Convocação: Dispensada a publicação de editais de convocação, conforme o disposto no art. 124, 4º, da Lei nº 6.404, de 15/12/1976, em razão de estarem presentes todos os acionistas. Presenças: Acionistas representando 100% do capital social votante. Mesa: Presidente, Salim Taufic Schahin e Secretário, Milton Taufic Schahin. Deliberações: Vinculado com (i) um aditivo ao Contrato de Carta de Crédito e Reembolso, datado de 28/09/2007 (conforme aditado, complementado ou de outra forma modificado de tempos em tempos) (Contrato CC Carlyle) e assinado entre Carlyle s International Holdings Ltd., sociedade devidamente constituída e existente conforme as leis das Ilhas Virgens Britânicas (Carlyle s), Standard Bank Plc (SB USA), na qualidade de emitente da carta de crédito (o Emitente da CC Carlyle), com os credores, que de tempos em tempos venham a ser parte de referido instrumento (Credores Carlyle) e com SB USA como agente administrativo (Agente Administrativo), que será celebrado entre Carlyle s, SB USA, os Credores Carlyle entre outras partes do Contrato CC Carlyle (o Aditivo ao Contrato de Carta de Crédito), (ii) um instrumento denominado Contra-Indenização Geral Relacionada a uma Garantia Emitida pelo Banco a um Terceiro (General Counter-Indemnity In Respect Of A Guarantee Issued By The Bank To A Third Party), que será outorgada por Deep Black Drilling LLP (Deep Black), a favor do Standard Bank Plc (a Contra-Indenização), a presente Assembléia Geral deliberou: a) Os Acionistas autorizaram a Companhia, a (i) assinar a Garantia Schahin Holding Alterada e Consolidada (Amended and Restated Schahin Holding Guaranty) em favor do Standard Bank Plc, na qualidade ali indicada, (ii) assinar o Aditivo ao Contrato de Carta de Crédito, e (iii) realizar e assinar todos os atos e instrumentos relacionados e/ou vinculados aos itens (i) e (ii); e b) Os Acionistas autorizaram, conforme o disposto no 5º do art. 6º do Estatuto Social, os Diretores a assinar, em nome da Companhia, os instrumentos indicados no item a) acima. Quorum das Deliberações: As deliberações foram tomadas por unanimidade de votos. São Paulo, 05/04/2011. Assinaturas: Salim Taufic Schahin, Presidente; Milton Taufic Schahin, Secretário. Acionistas: MTS Participações Ltda., por Milton Taufic Schahin; Satasch Participações Ltda., por Salim Taufic Schahin; S2 Participações Ltda. por Milton Taufic Schahin e Salim Taufic Schahin; Milton Taufic Schahin e Salim Taufic Schahin. Viviane Renata C. de Moura Fonseca OAB/MF nº JUCESP nº /11-6, em 14/04/11. Kátia Regina Bueno de Godoy - Sec. Geral. SCHAHIN HOLDING S.A. CNPJ/MF nº / NIRE Ata de Reunião da Diretoria Realizada em 05 de abril de 2011 Data: 05/04/2011. Horário: às 12 hs. Local: na sede da Companhia, São Paulo/SP, na R. Vergueiro, 2.009, 9º and., cj. 04. Convocação: Dispensada a convocação prévia em face da presença da totalidade dos membros da Diretoria da Companhia. Presenças: Totalidade dos membros da Diretoria da Companhia. Mesa: Presidente, Salim Taufic Schahin e Secretário, Milton Taufic Schahin. Deliberações: Considerando a nomeação dos membros da Diretoria na Assembléia Geral Ordinária, realizada em 28/04/2008, para um mandato de 3 anos, cuja ata foi registrada na JUCESP em 26/05/2008, e tendo sido constatado pela Diretoria que, por lapso, os termos de posse dos diretores não foram assinados na data prevista no artigo 149, 1º da Lei nº 6.404, de 15/12/1976, conforme alterada, a presente Reunião de Diretoria deliberou: a) A Diretoria aceita os termos de posse assinados pelos diretores nomeados na Assembléia Geral Ordinária, realizada em 28/04/2008, que serão lavrados no livro de Atas das Reuniões da Diretoria; b) A Diretoria ratificada todos os atos praticados pelos diretores, nessa qualidade, desde a data da sua nomeação em Assembléia Geral Ordinária até à presente data, sanando, dessa forma, a irregularidade constatada. Quorum das Deliberações: As deliberações foram tomadas por unanimidade. São Paulo, 05 de abril de Assinaturas: Salim Taufic Schahin - Presidente; Milton Taulfic Schahin - Secretário. Viviane Renata C. de Moura Fonseca OAB/MF nº JUCESP nº /11-0, em 14/04/11. Kátia Regina Bueno de Godoy - Sec. Geral. Maps S.A. Soluções e Serviços Maps S.A. Soluções e Serviços Maps S.A. Soluções e Serviços Maps S.A. Soluções e Serviços Maps S.A. Soluções e Serviços CNPJ: / Demonstrações Contábeis Balanços patrimoniais em 31 de dezembro de 2010 e de (Em Reais) Ativo Notas Ativo circulante Caixa e equivalentes de caixa Contas a receber de clientes Créditos diversos Tributos a recuperar Despesas do exercício seguinte Total do ativo circulante Ativo não circulante Realizável a longo prazo Contas a receber de partes relacionadas Imobilizado líquido Intangível líquido Total do ativo não circulante Total do ativo Passivo e Patrimônio Líquido Notas Passivo circulante Empréstimos e financiamentos Fornecedores Obrigações trabalhistas e tributárias Dividendos obrigatórios Total do passivo circulante Passivo não circulante Empréstimos e financiamentos Obrigações Tributárias Total do passivo não circulante Patrimônio líquido Capital social Reserva legal Reserva de lucros Total do passivo e patrimônio líquido Demonstrações do resultado para os exercícios findos em 31 de dezembro de 2010 e de (Em Reais) Notas Receita operacional líquida Custo dos serviços prestados ( ) ( ) Lucro bruto Receitas/(despesas) operacionais: Administrativas, comerciais e gerais ( ) ( ) Despesas financeiras ( ) ( ) Receitas financeiras Outras receitas/(despesas) operacionais ( ) ( ) ( ) ( ) Lucro (prejuízo) antes da provisão para o imposto de renda e contribuição social Imposto de renda e contribuição social - diferido 12 ( ) ( ) Lucro (prejuízo) líquido do exercício Lucro por ação 1,26 1,61 Demonstrações das mutações do patrimônio líquido para os exercícios findos em 31 de dezembro de 2010 e de (Em Reais) Das atividades operacionais Lucro líquido do exercício antes do IRPJ e da CSLL Ajustes para conciliar o resultado às disponibilidades geradas pelas atividades operacionais Depreciações e amortizações Decréscimo/(acréscimo) em ativos Contas a receber (45.620) Tributos a recuperar (2.640) ( ) Créditos diversos (12.860) (Decréscimo)/acréscimo em passivos Fornecedores (37.794) Obrigações trabalhistas e tributárias Caixa proveniente das operações Juros pagos Imposto de renda e contribuição social pagos IRRF sobre dividendos recebidos Caixa líquido proveniente das (aplicados nas) atividades operacionais Fluxo de caixa das atividades de investimento Acréscimo do imobilizado ( ) ( ) Acréscimo de diferido ( ) ( ) Caixa líquido utilizado nas atividades de investimento ( ) ( ) Fluxo de caixa das atividades de financiamento Captação de empréstimos e financiamentos Caixa líquido proveniente das (aplicados nas) atividades de financiamentos Das atividades de financiamento com acionistas Distribuições de lucros ( ) ( ) Contas a receber de partes relacionadas ( ) ( ) Aumento de capital Caixa líquido utilizado pelas atividades de financiamento com acionistas ( ) ( ) Aumento (Redução) líquido de caixa e equivalente de caixa (67.978) Caixa e equivalentes de caixa No início do exercício No final do exercício Aumento (Redução) líquido de caixa e equivalente de caixa (67.978) Demonstrações dos fluxos de caixa para os exercícios findos em 31 de dezembro de 2010 e de (Em Reais) Capital social Reserva legal Reserva de lucros Lucros acumulados Total Saldos em 31 de dezembro de Lucro líquido do exercício Constituição de reserva legal ( ) Dividendos distribuídos ( ) ( ) Destinação para reserva de lucros ( ) Saldos em 31 de dezembro de Lucro líquido do exercício Constituição de reserva legal (94.524) Dividendos distribuídos ( ) ( ) Destinação para reserva de lucros ( ) Saldos em 31 de dezembro de Contexto operacional: A Sociedade foi constituída em 2000, tendo por objeto a exploração do ramo de elaboração de programas de computadores (softwares), licenciamento ou cessão de direito de uso de programas de computadores (softwares) e serviços de pesquisa e desenvolvimento. 2. Apresentação das demonstrações contábeis e principais práticas contábeis: 2.1. Base de apresentação: As demonstrações contábeis foram elaboradas e estão sendo apresentadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, requeridas para os exercícios findos em 31 de dezembro de 2010 e de 2009, as quais levam em consideração as disposições contidas na Lei das Sociedades por Ações - Lei nº 6.404/76 alteradas pelas Leis nº /07 e /09, nos pronunciamentos, nas orientações e nas interpretações emitidas pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), homologados pelos órgãos reguladores. As demonstrações contábeis foram aprovadas pela diretoria da Companhia em 20 de Abril de 2011.: 2.2. Principais práticas contábeis: Moeda funcional e de apresentação das demonstrações contábeis: A moeda funcional da Companhia é o real, mesma moeda de preparação e apresentação das demonstrações contábeis. Apuração do resultado: O resultado das operações (receitas, custo e despesas) é apurado em conformidade com o regime contábil de competência dos exercícios. A receita de venda de produtos é reconhecida quando seu valor puder ser mensurado de forma confiável e todos os riscos e benefícios são transferidos para o comprador. A receita de serviços é reconhecida na medida em que os serviços forem prestados, de acordo com o contrato de prestação de serviços firmado com o cliente. Estimativas contábeis: As demonstrações contábeis incluem estimativas e premissas como a mensuração de provisões para perdas com operações de crédito, as estimativas do valor justo de determinados instrumentos financeiros, as provisões para passivos contingentes, as estimativas da vida útil e o valor recuperável de determinados ativos e outras similares. Os resultados efetivos podem ser diferentes destas estimativas e premissas. Caixa e equivalentes de caixa: As disponibilidades incluem caixa, saldos positivos em conta movimento, aplicações financeiras com liquidez imediata e com risco insignificante de mudança de seu valor de mercado, representadas por valores de liquidez imediata e com vencimento original de até 90 dias, apresentadas ao custo de aquisição, mais rendimentos incorridos até as datas dos balanços e ajustadas, quando aplicável, ao seu equivalente valor de mercado. Contas a receber de clientes: São apresentadas aos valores presente e de realização. É constituída provisão em montante considerado suficiente pela Administração para os créditos, cuja recuperação é considerada duvidosa. Imobilizado: Registrado ao custo de aquisição, formação ou construção, adicionado dos juros e demais encargos financeiros incorridos durante a construção ou desenvolvimento de projetos. A depreciação dos bens é calculada pelo método linear às taxas mencionadas na nota explicativa nº 7. Intangível: Ativos intangíveis adquiridos separadamente são mensurados no reconhecimento inicial ao custo de aquisição e, posteriormente, deduzidos da amortização acumulada e perdas do valor recuperável, quando aplicável. Intangíveis gerados internamente, excluídos os valores capitalizados de gastos com projetos em desenvolvimento, são reconhecidos no resultado do exercício. Os ativos intangíveis com vida útil definida são amortizados de acordo com sua vida útil-econômica estimada e, quando são identificadas indicações de perda de seu valor recuperável, submetidos a teste de avaliação do valor recuperável. Os ativos intangíveis com vida útil indefinida não são amortizados, porém, são submetidos a teste anual de redução do valor recuperável, conforme demonstradas na Nota Explicativa nº 7. Avaliação do valor recuperável de ativos (teste de impairment ): A Administração revisa anualmente o valor contábil líquido dos ativos com o objetivo de avaliar eventos ou mudanças nas circunstâncias econômicas, operacionais ou tecnológicas, que possam indicar deterioração ou perda de seu valor recuperável. Quando tais evidências são identificadas, e o valor contábil líquido excede o valor recuperável, é constituída provisão para deterioração ajustando o valor contábil líquido ao valor recuperável. Outros ativos e passivos (circulantes e não circulantes): Um ativo é reconhecido no balanço patrimonial quando for provável que seus benefícios econômicos futuros serão gerados em favor da Sociedade e seu custo ou valor puder ser mensurado com segurança. Um passivo é reconhecido no balanço patrimonial quando a Sociedade possui uma obrigação legal ou constituída como resultado de um evento passado, sendo provável que um recurso econômico seja requerido para liquidá-lo. São acrescidos, quando aplicável, dos correspondentes encargos e das variações monetárias ou cambiais incorridos. As provisões são registradas tendo como base as melhores estimativas do risco envolvido. Os ativos e passivos são classificados como circulantes quando sua realização ou liquidação é provável que ocorra nos próximos 12 meses. Caso contrário, são demonstrados como não circulantes. Imposto de renda e contribuição social: São calculados com base nas alíquotas vigentes de imposto de renda e contribuição social sobre o lucro líquido e consideram a compensação de prejuízos fiscais e base negativa de contribuição social, para fins de determinação de exigibilidade. Portanto as inclusões ao lucro contábil de despesas, temporariamente não dedutíveis, ou exclusões de receitas, temporariamente não tributáveis, consideradas para apuração do lucro tributável corrente geram créditos ou débitos tributários diferidos. A despesa com imposto de renda e contribuição social compreende ao imposto de renda corrente que é reconhecido no resultado do exercício, ou itens diretamente reconhecidos no patrimônio líquido ou em outros resultados abrangentes. O imposto corrente é o imposto a pagar sobre o lucro real às taxas de impostos decretadas na data de apresentação das demonstrações contábeis. Instrumentos financeiros: Os instrumentos financeiros somente são reconhecidos a partir da data em que a Companhia se torna parte das disposições contratuais dos instrumentos financeiros. Quando reconhecidos, são inicialmente registrados ao seu valor justo acrescido dos custos de transação que sejam diretamente atribuíveis à sua aquisição ou emissão (quando aplicável). Sua mensuração subseqüente ocorre a cada data de balanço de acordo com as regras estabelecidas para cada tipo de classificação de ativos e passivos financeiros, conforme descrito na nota 14. Demonstrações dos fluxos de caixa: As demonstrações dos fluxos de caixa são preparadas e apresentadas de acordo com a Deliberação CVM n 547 [no caso de companhia aberta], de 13 de agosto de 2008 que aprovou o pronunciamento contábil CPC 03 - Demonstração dos Fluxos de Caixa, emitido pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC). Lucro por ação: O lucro por ação é calculado considerando-se o número de ações em circulação nas datas de encerramento dos exercícios. Ativos e passivos contingentes e obrigações legais: As práticas contábeis para registro e divulgação de ativos e passivos contingentes e obrigações legais são as seguintes: (i) ativos contingentes são reconhecidos somente quando há garantias reais ou decisões judiciais favoráveis, transitadas em julgado. Os ativos contingentes com êxitos prováveis são Notas explicativas às demonstrações contábeis em 31 de dezembro de 2010 e de (Em Reais) apenas divulgados em nota explicativa; (ii) passivos contingentes são provisionados quando as perdas forem avaliadas como prováveis e os montantes envolvidos forem mensuráveis com suficiente segurança. Os passivos contingentes avaliados como de perdas possíveis são apenas divulgados em nota explicativa e os passivos contingentes avaliados como de perdas remotas não são provisionados e nem divulgados; e (iii) obrigações legais são registradas como exigíveis, independentemente da avaliação sobre as probabilidades de êxito, de processos em que a Companhia questionou a inconstitucionalidade de tributos. 3. Disponibilidades Caixa Bancos Aplicações financeiras Contas a receber de clientes A vencer Em até 30 dias Total As políticas de vendas para os clientes estão subordinadas às políticas de crédito fixadas pela Administração e, visam minimizar eventuais problemas decorrentes da inadimplência de seus clientes. A Sociedade não registrou perdas por inadimplência nos exercícios de 2010 e de Impostos e contribuições a recuperar IRRF a compensar CSLL a restituir/compensar IRPJ a compensar CSLL negativa ISS a recuperar Partes relacionadas: A Companhia realizou um empréstimo para o sócio Adhemar Toshimassa Kajita no montante de R$ durante os exercícios de 2010 e 2009 (Em 2009 montava em R$ ), o qual é atualizado pela Selic e deverá ser pago durante os anos de 2011 e O contrato de mútuo entre as partes está em fase de confecção. O objetivo deste empréstimo foi para pagamento das parcelas da aquisição do imóvel onde se situa a Companhia por parte do Sr. Adhemar. Ainda houve a retirada de R$ dos sócios (Em 2009 montava em R$ ), cuja devolução está prevista para O total de contas a receber de partes relacionadas em 31 de Dezembro de 2010 monta em R$ (Em 2009 montava em R$ ). 7. Imobilizado e intangível Imobilizado % - Taxa anual de depreciação Equipamentos de informática Equipamentos de telefonia Instalações Máquinas, aparelhos, equipamentos Móveis e utensílios Depreciações acumuladas ( ) ( ) Imobilizado líquido Intangível % - Taxa anual de amortização Marcas e patentes Direito de uso Softwares Softwares desenvolvidos internamente Projetos em andamento Amortizações acumuladas ( ) ( ) Intangível líquido Os projetos em andamento referem-se a desenvolvimento de softwares específicos, cuja comercialização se iniciou em O retorno total sobre o investimento realizado está previsto para acontecer no período de três a cinco anos. Na análise do valor recuperável dos ativos intangíveis não foram identificados valores menores que os saldos contabilizados. 8. Empréstimos e financiamentos: Modalidade Taxa de juros Conta garantia e capital de giro Variam de 18% a 28% ao ano Cheque especial Variam de 60% a 120% ao ano CCB Res Variam entre Dólar + 5% ao ano e Dólar + 7% ao ano BNDES TJLP + 1% ao ano Total Curto prazo Longo prazo As linhas de financiamentos possuem como garantia duplicatas (recebíveis), notas promissórias e aval dos sócios. 9. Obrigações trabalhistas e tributárias Obrigações trabalhistas Provisão de férias a pagar INSS Provisão do INSS s/ férias FGTS a recolher Provisão do FGTS s/ férias Contribuição sindical assist Obrigações tributárias ISS PIS/COFINS/CSLL retidos IRRF COFINS PIS IRPJ CSLL Curto Prazo Longo Prazo Provisões para contingências: A Administração, com base em informações de seus assessores, constitui provisão, quando aplicável, em montante considerado suficiente para cobrir as perdas prováveis com as ações em curso. Em 31 de dezembro de 2010, os seus assessores não identificaram perdas prováveis nas ações em andamento, desta forma, não há registro contábil a este fim. 11. Patrimônio líquido: Capital social: Em 31 de dezembro de 2007, antes da integralização do acervo patrimonial da Bankware S/A, o capital social da Companhia era totalmente integralizado pelos acionistas, no montante de R$ , divididos em ações ordinárias nominativas, sem valor nominal. Em 05 de maio de 2008, foi integralizado acervo patrimonial no montante de R$ da empresa Bankware S/A, aumentando o capital para R$ , divididos em ações ordinárias nominativas, sem valor nominal. O resultado da Bankware S/A relativo ao período de 01 de janeiro a 12 de setembro de 2008 (data do evento fiscal de incorporação) da empresa Bankware S/A foi contabilizado na conta de lucros acumulados no patrimônio líquido da Sociedade. Conforme Ata de Assembleia Geral de 15 de setembro de 2008, a Sociedade emitiu novas ações ordinárias nominativas, sem valor nominal, pelo preço de emissão total de R$ As novas ações da Sociedade foram integralmente subscritas pelos acionistas, na proporção de sua participação no capital social. Em 31 de dezembro de 2010 e de 2009, o capital social, totalmente integralizado, é de R$ , divididos em ações ordinárias nominativas, sem valor nominal Reserva legal: Constituída a alíquota de 5% sobre o lucro líquido do exercício, até atingir o montante de 20% do capital social, de acordo com a Lei das Sociedades Anônimas Distribuição de dividendos: A distribuição de lucros obedecerá as destinações de seu estatuto social, o qual contém as seguintes destinações: 5% para reserva legal; Distribuição de dividendos mínimos obrigatórios, em percentual a ser definido pela Assembleia Geral, respeitando as regras previstas na legislação vigente (mínimo de 25% do lucro líquido do exercício, após a constituição da reserva legal e a formação de reserva para contingências). Até 31 de dezembro de 2010 foram distribuídos ou registrados lucros aos acionistas nos valores de R$ A distribuição de dividendos em 31 de dezembro de 2010 está assim demonstrada: 2010 Lucro líquido do exercício Constituição de reserva legal (5%) (94.524) Saldo disponível para distribuições Dividendos mínimos obrigatórios (25%) Distribuição de lucros já pagos ( ) Distribuição de lucros a pagar Lucro líquido após a distribuição O Conselho de Administração proporá à Assembléia Geral dos Acionistas a aprovação da destinação do saldo de lucros acumulados, no montante de R$ , para reserva de lucros. 12. Provisão para imposto de renda e contribuição social: O imposto de renda e a contribuição social são calculados e registrados com base no resultado tributável, incluindo os incentivos fiscais que são reconhecidos à medida do pagamento dos tributos e considerando as alíquotas previstas pela legislação tributária vigente: Conciliação das provisões de imposto de renda e contribuição social Lucro antes das provisões tributárias (-/+) Diferenças permanentes/ temporárias ( = ) Base de cálculo ( x ) Aplicação de alíquotas do IRPJ 25% e da CSLL 9% ( = ) Provisão para imposto de renda e contribuição social sobre o lucro ( ) ( ) 13. Cobertura de seguros: A Sociedade mantém seguros, segundo a cobertura contratada, considerada suficiente pela Administração para cobrir eventuais riscos sobre seus ativos e/ou responsabilidades. As premissas adotadas, dadas a sua natureza, não fazem parte do escopo de auditoria das demonstrações contábeis, conseqüentemente, não foram revisadas pelos nossos auditores independentes. 14. Instrumentos financeiros: Os valores contábeis de aplicações financeiras, contas a receber e empréstimos e financiamentos constantes no balanço patrimonial, quando comparados aos valores que poderiam ser obtidos na sua negociação com terceiros ou, na ausência destes, quando comparados com o valor presente líquido ajustado com base na taxa vigente de juros no mercado, se aproximam, substancialmente, de seus correspondentes valores de mercado. Durante este exercício, a Sociedade não realizou operações com derivativos. Valor de mercado dos instrumentos financeiros: Os valores de mercado foram calculados, conforme o valor presente dos instrumentos financeiros, considerando a taxa de juros praticada pelo mercado para operações de riscos e prazos similares. Concentração de risco de crédito: As contas a receber são pulverizadas, portanto, não se concentram em alguns clientes, minimizando o risco de crédito em conjunto com os procedimentos de controle. Os resultados da Sociedade estão suscetíveis a variações das taxas de juros incidentes sobre as aplicações financeiras e dívidas com taxas de juros variáveis. A Sociedade monitora continuamente as taxas de juros de mercado com o objetivo de avaliar a eventual necessidade de contratação de operações de derivativos para se proteger contra o risco de volatilidade destas. Diretoria Adhemar Toshimassa Kajita - Diretor Antonio Carlos Avila Otte - Diretor Wagner Attizano - Contador - CRC: 1SP082155/0-6

6 São Paulo, quinta-feira, 05 de maio de 2011 Página 6 Proclamas de Casamentos Proclamas de Casamentos Proclamas de Casamentos 26º Subdistrito - Vila Prudente ANTONIO GUEDES NETTO - Oficial Faço saber que os seguintes pretendentes apresentaram os documentos exigidos pelo Art. 1525, do Código Civil Atual Brasileiro e desejam se casar: O pretendente: FÁBIO DE BARROS REZENDE, estado civil solteiro, profi ssão técnico em telecomunicações, nascido em São Caetano do Sul - SP,, no dia (25/04/1979), residente e domiciliado na Vila Ema, São Paulo, SP, fi lho de Walter Candido Rezende e de Clara Ivete de Barros Rezende. A pretendente: GIOVANA LONGO SILVA, estado civil solteira, profi ssão nutricionista, nascida em Mogi das Cruzes - SP,, no dia (31/07/1984), residente e domiciliada na Vila Ema, São Paulo, SP, fi lha de Joel Cicero da Silva e de Neide Maria Longo Silva. O pretendente: CARLOS EDUARDO CORREIA, estado civil divorciado, profi ssão vendedor, nascido em nesta Capital, Belenzinho - SP,, no dia (18/10/1965), residente e domiciliado na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lho de Tiberio Lindo Correia e de Aurea Serau Correia. A pretendente: DENISE ARAUJO DA COSTA, estado civil solteira, profi ssão do lar, nascida nesta Capital, Belenzinho - SP, no dia (03/04/1979), residente e domiciliada na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lha de Nilton Francisco da Costa e de Elizete Panema de Araujo da Costa. O pretendente: MARCIO ROBERTO ELIAS BREIM, estado civil divorciado, profi ssão auxiliar de enfermagem, nascido nesta Capital, Lapa - SP, no dia (31/05/1977), residente e domiciliado no Parque do Carmo, São Paulo, SP, fi lho de Jose Carlos Elias Breim e de Maria Benedita de Oliveira Breim. A pretendente: ANDREZA DA COSTA KERGES, estado civil solteira, profi ssão auxiliar de enfermagem, nascida nesta Capital, Itaquera - SP, no dia (01/01/1982), residente e domiciliada na Vila Diva, São Paulo, SP, fi lha de Roberto Martins Kerges e de Irani Julia da Costa Kerges. O pretendente: ANTONIO WELINGTON DA SILVA LIMA, estado civil solteiro, profi ssão padeiro, nascido em Maceió - AL, no dia (08/05/1970), residente e domiciliado Vila Charlote, São Paulo, SP, fi lho de Josenilda da Silva Lima. A pretendente: MARIA SANDRA DE ALMEIDA, estado civil solteira, profi ssão doméstica, nascida em Panelas - PE, no dia (20/05/1978), residente e domiciliada na Vila Charlote, São Paulo, SP, fi lha de José Oliveira de Almeida e de Benedita Belarmina de Almeida. O pretendente: VALTER GIMENES RAMBA, estado civil divorciado, profi ssão auxiliar de refrigeração, nascido nesta Capital, Vila Maria - SP, no dia (31/01/1963), residente e domiciliado no Conjunto São Nicolau, São Paulo, SP, fi lho de Dedeus Gimenes Ramba Filho e de Teresinha Morales Gimenes. A pretendente: MARIA LEDIAN DE LIMA, estado civil solteira, profi ssão manicure, nascida em Ori - Serrita -PE, no dia (28/07/1970), residente e domiciliada no Conjunto São Nicolau, São Paulo, SP, fi lha de Elias Joaquim de Lima e de Maria Luiza de Lima. O pretendente: PEDRO LUIZ DOS SANTOS, estado civil solteiro, profissão auxiliar de montagem, nascido em Guarulhos - SP, no dia (29/06/1991), residente e domiciliado Vila Califórnia, São Paulo, SP, filho de Luiz dos Santos e de Maria Véra Lúcia dos Santos. A pretendente: DÉBORA LARYSSA COSTA SANTOS, estado civil solteira, profissão almoxarife, nascida em São João del Rei - MG, no dia (19/03/1992), residente e domiciliada na Vila California, São Paulo, SP, filha de Antônio Jorge dos Santos e de Fátima Maria Costa dos Santos. O pretendente: DAVI DE SOUZA SANTON, estado civil solteiro, profi ssão geofísico, nascido em Guarulhos - SP, no dia (21/07/1983), residente e domiciliado na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lho de Luciano Santon e de Mirian de Paula Souza Santon. A pretendente: THALITA VIEIRA ZARRELLA, estado civil solteira, profi ssão propagandista, nascida em São Paulo - SP, no dia (31/12/1982), residente e domiciliada na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lha de Marcio Roberto Zarrella e de Marilda Vieira Zarrella. O pretendente: SERGIO WILLIAN DA SILVA GOMES, estado civil solteiro, profi ssão auxiliar de escritorio, nascido nesta Capital, Vila Prudente - SP, no dia (28/06/1985), residente e domiciliado na Vila Alpina, São Paulo, SP, fi lho de Wilson Donizeti Gomes e de Rose Aparecida da Silva Gomes. A pretendente: LEILA DE ALMEIDA CORONADO, estado civil divorciada, profi ssão auxiliar de escritório, nascida nesta Capital, Mooca - SP, no dia (02/03/1975), residente e domiciliada na Vila Alpina, São Paulo, SP, fi lha de João Coronado Polido e de Eliete de Almeida Coronado. O pretendente: RENATO ALVES MONTEIRO, estado civil solteiro, profi ssão estampador, nascido em São Caetano do Sul - SP, no dia (30/07/1981), residente e domiciliado na Vila Alpina, São Paulo, SP, fi lho de Rildo Monteiro Aires e de Antônia Alves da Silva. A pretendente: DANIELLA VIANA DOS SANTOS PEREIRA, estado civil solteira, profi ssão professora, nascida em Ibitinga - SP, no dia (18/09/1986), residente e domiciliada na Vila Alpina, São Paulo, SP, fi lha de Antonio Donizeti Soares Pereira e de Maristela Viana dos Santos Pereira. O pretendente: FELIPE SISTI CARNEIRO, estado civil solteiro, profi ssão inspetor de qualidade, nascido em São Caetano do Sul - SP, no dia (02/11/1987), residente e domiciliado no Parque São Lucas, São Paulo, SP, fi lho de Francisco Bueno Carneiro e de Nilva Sisti Carneiro. A pretendente: NATÁLIA SILVA SIMÃO, estado civil solteira, profi ssão técnica em enfermagem, nascida em Santo André - SP, no dia (29/07/1986), residente e domiciliada no Parque São Lucas, São Paulo, SP, fi lha de Aparecido dos Santos Moreno Simão e de Ester da Conceição Moreno Simão. O pretendente: REINALDO FERREIRA CORREA, estado civil divorciado, profi ssão promotor de vendas, nascido em São Paulo - SP, no dia (17/09/1982), residente e domiciliado no Jardim São Carlos, São Paulo, SP, fi lho de Juscelino Correa Junior e de Nely Ferreira. A pretendente: JÉSSICA DOS SANTOS SILVA FERNANDES, estado civil solteira, profi ssão operadora de call center, nascida em São Paulo - SP, no dia (04/10/1989), residente e domiciliada no Jardim Independencia, São Paulo, SP, fi lha de Donizetti Jorge Fernandes e de Ana Lúcia dos Santos Silva. O pretendente: FERNANDO LOPES MAGINA, estado civil solteiro, profi ssão fi nanciário, nascido nesta Capital, Bela Vista - SP, no dia (08/06/1981), residente e domiciliado na Vila Ema, São Paulo, SP, fi lho de Ilidio Magina e de Maria Elza Lopes Magina. A pretendente: JULIANA DIAZ SIEBRA, estado civil solteira, profi ssão enfermeira, nascida nesta Capital, Vila Prudente - SP, no dia (12/06/1986), residente e domiciliada na Vila Ema, São Paulo, SP, fi lha de Adilson Francisco Siebra e de Elisabete Maria Diaz Luque Siebra. O pretendente: LEANDRO MARQUES, estado civil solteiro, profi ssão ajudante geral, nascido em São Caetano do Sul - SP, no dia (18/06/1981), residente e domiciliado na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lho de Maria Inês Marques. A pretendente: MICHELE SUELI DA SILVA, estado civil solteira, profi ssão auxíliar de limpeza, nascida em São Paulo - SP, no dia (07/07/1991), residente e domiciliada na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lha de Silvana Maria da Silva. O pretendente: FELIPE AUGUSTO LANCHA DOS SANTOS, estado civil solteiro, profi ssão funcionário público federal, nascido em São Paulo - SP, no dia (26/03/1981), residente e domiciliado na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lho de Antonio Luiz dos Santos e de Sônia Maria Lancha dos Santos. A pretendente: ANA LETICIA VIANA MEIRELES GAMA, estado civil solteira, profi ssão funcionária pública federal, nascida nesta Capital, Cerqueira Cesar - SP, no dia (16/12/1981), residente e domiciliada na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lha de Antonio Carlos Meireles Gama e de Therezinha Viana Meireles Gama. O pretendente: DANIEL D AVANZO DURAND, estado civil solteiro, profi ssão farmacêutico, nascido nesta Capital, Cerqueira Cesar - SP, no dia (14/04/1983), residente e domiciliado na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lho de James Reina Durand e de Marcia D Avanzo Durand. A pretendente: RENATA MUNHOZ VAQUERO FERREIRA, estado civil solteira, profi ssão farmacêutica, nascida nesta Capital, Indianopolis - SP, no dia (22/11/1980), residente e domiciliada na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lha de Sylvio Antonio Andrade Ferreira e de Sonia Maria Munhoz Vaquero Ferreira. O pretendente: JULIANO RODRIGO CORRÊA, estado civil solteiro, profi ssão comerciante, nascido em São Caetano do Sul - SP, no dia (02/05/1976), residente e domiciliado na Vila Alpina, São Paulo, SP, fi lho de Rafael Corrêa e de Aparecida Cleide Corrêa. A pretendente: MAITÊ FERNANDA MARQUES CECUNELLO, estado civil solteira, profi s- são supervisora de produto, nascida em São Caetano do Sul - SP, no dia (14/12/1982), residente e domiciliada na Vila Alpina, São Paulo, SP, fi lha de Valdir Cecunello e de Norma Marques Cecunello. O pretendente: VINICIUS JOSE BARBOSA, estado civil solteiro, profi ssão motorista, nascido em São Paulo - SP, no dia (29/09/1988), residente e domiciliado na Vila Ema, São Paulo, SP, fi lho de Olavo Jose Barbosa e de Zilda Braga dos Santos Barbosa. A pretendente: DENISE VIEIRA SILVEIRA, estado civil solteira, profi ssão operadora de caixa, nascida em São Paulo - SP, no dia (11/02/1989), residente e domiciliada em São Mateus, São Paulo, SP, fi lha de david Gomes da Silveira e de Lizete Maria Vieira Silveira. O pretendente: SINVAL DE LIMA SOUZA, estado civil solteiro, profi ssão analista de departamento pessoal, nascido em Catolandia - BA, no dia (27/10/1967), residente e domiciliado na Vila Ema, São Paulo, SP, fi lho de Hercilio Dias de Souza e de Nelcina Lima Souza. A pretendente: ELENIR BERNAL SOUZA PEDRA, estado civil solteira, profi s- são analista fi nanceira, nascida nesta Capital, Vila Prudente - SP, no dia (23/11/1978), residente e domiciliada na Vila Ema, São Paulo, SP, fi lha de Everaldo Souza Pedra e de Mirian Bernal Souza Pedra. O pretendente: RODOLFO FERREIRA DA SILVA, estado civil solteiro, profi ssão analista de sistemas, nascido nesta Capital, Vila Mariana - SP, no dia (13/09/1979), residente e domiciliado em São Paulo, SP, fi lho de Jose da Silva e de Ana Rosaria de Jesus Ferreira da Silva. A pretendente: RENATA DE ARO, estado civil solteira, profi ssão assistente fi scal, nascida em São Paulo - SP, no dia (16/05/1986), residente e domiciliada em São Paulo, SP, fi lha de Reinaldo Fortes de Aro e de Aparecida Carnaval de Aro. Faço saber que os seguintes pretendentes apresentaram os documentos exigidos pelo Art. 1525, do Código Civil Atual Brasileiro e desejam se casar: 41º Subdistrito - Cangaíba Dr. Mario Luis Migotto - Oficial O pretendente: JULIO CESAR NERI COSTA, estado civil solteiro, profi ssão balconista, nascido nesta Capital, Vila Maria - SP, no dia (25/07/1981), residente e domiciliado neste Subdistrito - SP, fi lho de Edvaldo Pereira Costa e de Maria Celina Bispo Neri. A pretendente: ANDREIA MARCELO DOS REIS, estado civil divorciada, profi ssão teleoperadora, nascida em Ferraz de Vasconcelos - SP, no dia (10/03/1979), residente e domiciliada neste Subdistrito - SP, fi lha de Rivaldo dos Reis e de Marlene Marcelo. O pretendente: MARCOS CESAR NICIOLI NASCIMENTO, estado civil viuvo, profi ssão administrador de empresas, nascido em São Paulo - SP, no dia (27/12/1965), residente e domiciliado neste Subdistrito - SP, fi lho de Epifânio Soares Nascimento e de Inês Nicioli Nascimento. A pretendente: SIMONE ALVES GONDIM, estado civil solteira, profi ssão administradora, nascida nesta Capital, Capela do Socorro - SP, no dia (25/08/1977), residente e domiciliada nesta Capital - SP, fi lha de Oscar Alves Gondim e de Manoela Alves Gondim. Obs: Bem como cópia do Edital enviada ao Cartório, onde a pretendente é residente e domiciliada. O pretendente: ELIAS CASTILHO LAMEIRA, estado civil divorciado, profi ssão ajudante geral, nascido em São Paulo - SP, no dia (25/02/1983), residente e domiciliado neste Subdistrito - SP, fi lho de Samuel Lameira e de Adna de Azevedo Garcia Castilho Lameira. A pretendente: PAULA DE MOURA CERQUEIRA, estado civil solteira, profi ssão professora, nascida nesta Capital, Cerqueira Cesar - SP, no dia (15/11/1979), residente e domiciliada neste Subdistrito - SP, fi lha de Paulo Curvacho Cerqueira e de Miriam de Moura Cerqueira. O pretendente: NILTON ANTONIO, estado civil divorciado, profissão auxiliar de escritorio, nascido em Itariri - SP, no dia (12/01/1959), residente e domiciliado na Vila IVG, São Paulo, SP, filho de Benedito Antonio e de Maria Gonçalves Antonio. A pretendente: PAULA DOS SANTOS LUIZ, estado civil divorciada, profissão do lar, nascida em Pesqueira - PE, no dia (31/07/1957), residente e domiciliada na Vila IVG, São Paulo, SP, filha de Antonio Joaquim Luiz e de Maria das Graças Santos. O pretendente: GILEADE JEZER MOROCUTTI JESSER, estado civil solteiro, profi s- são vendedor, nascido nesta Capital, Vila Prudente - SP, no dia (27/02/1990), residente e domiciliado na Vila Diva, São Paulo, SP, fi lho de Velico Jesser e de Regina Elena Morocutti Jesser. A pretendente: DANIELLE MARQUES LEOPOLDINO, estado civil solteira, profi ssão vendedora, nascida em Ipiranga - SP, no dia (26/11/1989), residente e domiciliada na Vila Diva, São Paulo, SP, fi lha de Airton Leopoldino e de Marcia Regina Marques Leopoldino. O pretendente: RENATO LUCCAS, estado civil solteiro, profi ssão quimico, nascido nesta Capital, Vila Prudente - SP, no dia (18/12/1966), residente e domiciliado na Vila Celeste, São Paulo, SP, fi lho de Mario Luccas e de Wanda Cavichioli Luccas. A pretendente: SANDRA TIGEVISK MARTIN, estado civil solteira, profi ssão assistente contábil, nascida nesta Capital, Liberdade - SP, no dia (10/10/1966), residente e domiciliada na Vila Celeste, São Paulo, SP, fi lha de Marcos Martin Santiago e de Luzia Tigevisk Martin. O pretendente: MANOEL ALVES DE SOUSA, estado civil solteiro, profi ssão prencista, nascido em Campo Nobre - Tamboril - CE, no dia (25/04/1974), residente e domiciliado no Jardim Marilu, São Paulo, SP, fi lho de Antonio Bento de Sousa e de Maria Alves de Sousa. A pretendente: ELISANGELA DE NEGREIROS OLIVEIRA, estado civil solteira, profi ssão do lar, nascida nesta Capital, Vila Prudente - SP, no dia (17/09/1979), residente e domiciliada na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lha de Luiz José de Oliveira e de Eufrazina Maria de Negreiros Oliveira. O pretendente: CÁSSIO DA SILVA ARAÚJO, estado civil solteiro, profi ssão encarregado de obra, nascido nesta Capital, Jardim Paulista - SP, no dia (11/04/1985), residente e domiciliado na Vila Industrial, São Paulo, SP, fi lho de Gilvan Trajano de Araujo e de Helena Verissimo da Silva Araujo. A pretendente: HAYLLA BRUNAH DA CONCEIÇÃO, estado civil solteira, profi ssão secretaria, nascida em Picos - PI, no dia (29/05/1986), residente e domiciliada na Vila Industrial, São Paulo, SP, fi lha de Maria da Guia da Conceição. O pretendente: RICARDO ALEXANDRE CLAUDINO DOS SANTOS, estado civil solteiro, profi ssão engenheiro de vendas, nascido em Osasco - SP, no dia (19/09/1984), residente e domiciliado na Vila Graciosa, São Paulo, SP, fi lho de João Claudino dos Santos e de Luzia Monteiro dos Santos. A pretendente: PRISCILA FERNAN- DES GOUVEIA, estado civil solteira, profi ssão fi sioterapeuta, nascida nesta Capital, Ipiranga - SP, no dia (09/03/1985), residente e domiciliada na Vila Graciosa, São Paulo, SP, fi lha de Manoel Francisco da Costa Gouveia e de Ana Maria de Freitas Fernandes Gouveia. O pretendente: NOEL FERNANDES JUNIOR, estado civil solteiro, profi ssão ajudante de impressão, nascido nsta Capital, Vila Prudente - SP, no dia (26/10/1988), residente e domiciliado na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lho de Noel Fernandes e de Eva Lucas dos Santos Fernandes. A pretendente: RITA DE CASSIA LEITE OLIVEIRA MARANHÃO, estado civil solteira, profi ssão operadora de maquinas, nascida nesta Capital, Saúde - SP, no dia (02/10/1982), residente e domiciliada na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lha de Sebastião Pereira Maranhão Neto e de Neide Leite de Oliveira. O pretendente: CRISTINO OLIVEIRA DAS NEVES, estado civil divorciado, profi ssão letrista, nascido nesta Capital, Ermelino Matarazzo - SP, no dia (08/05/1961), residente e domiciliado na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lho de Jose Araujo Neves e de Maria de Lourdes Oliveira. A pretendente: ELISETE DE OLIVEIRA, estado civil solteira, profi ssão bancária, nascida nesta Capital, Ipiranga - SP, no dia (20/05/1964), residente e domiciliada na Vila Prudente, São Paulo, SP, fi lha de Manoel de Oliveira e de Odette Marcondes de Oliveira. O pretendente: MARCO ANTÔNIO DE MELLO FERNANDES, estado civil divorciado, profi ssão advogado, nascido em São Paulo - SP, no dia (11/01/1974), residente e domiciliado na Vila Alpina, São Paulo, SP, fi lho de Renato Fernandes e de Maria Cristina de Mello Fernandes. A pretendente: LINEA LENISE FERREIRA FIRMINO, estado civil solteira, profi ssão culinarista, nascida nesta Capital, Carmo do Rio Claro - MG, no dia (26/06/1987), residente e domiciliada no Jardim America, Carmo do Rio Claro, MG, fi lha de Antonio Vitor Gonçalves Firmino e de Marcia Gorete Ferreira Firmino. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente, para ser afi xado no Ofi cial de Registro Civil e publicado na imprensa local Jornal Empresas & Negócios O pretendente: JOSÉ WARLIS REIS DE JESUS, estado civil divorciado, profi ssão operador de caixa, nascido em Cipó - BA, no dia (27/06/1985), residente e domiciliado neste Subdistrito - SP, fi lho de José Ubirajara Miranda de Jesus e de Maria Geralda Santos Reis. A pretendente: VANESSA SANTOS SOUSA, estado civil solteira, profissão bancária, nascida nesta Capital, Santo Amaro - SP, no dia (23/05/1987), residente e domiciliada neste Subdistrito - SP, fi lha de Edvaldo José de Sousa e de Regina Gomes dos Santos. O pretendente: FERNANDO ANTONIO ALIOTI, estado civil divorciado, profissão engenheiro, nascido nesta Capital, Penha de França - SP, no dia (02/02/1966), residente e domiciliado nesta Capital - SP, filho de Vanderlei Alioti e de Maria Zeneide Ferreira Alioti. A pretendente: MONALISA ANA LÔBO DOS SANTOS, estado civil divorciada, profissão assistente comercial, nascida em Guarulhos - SP, no dia (06/12/1983), residente e domiciliada neste Subdistrito - SP, filha de Claudionor Paulo dos Santos e de Mercedes Cardoso Lôbo. Obs: Bem como copia do edital enviada ao Cartorio, onde o pretendente é residente e domiciliado. O pretendente: WALTER CAETANO DE SOUZA, estado civil divorciado, profi ssão vendedor, nascido nesta Capital, Brás - SP, no dia (06/03/1960), residente e domiciliado neste Subdistrito - SP, fi lho de Lazaro Caetano de Souza e de Ana Gonzales de Souza. A pretendente: ELISABETE BATISTA GODINHO, estado civil solteira, profissão supervisora, nascida nesta Capital, Capela do Socorro - SP, no dia (10/01/1977), residente e domiciliada neste Subdistrito - SP, fi lha de João Batista Godinho e de Maria da Guia Godinho. O pretendente: WASSIM OMAR EL FAROUK MINKARA, estado civil divorciado, profi s- são comerciante, nascido em Libano, no dia (07/10/1971), residente e domiciliado neste Subdistrito - SP, fi lho de Omar El Farouk Minkara e de Hiba Minkara. A pretendente: NATALIA MANZUTTI, estado civil solteira, profi ssão estudante, nascida nesta Capital, Penha de França - SP, no dia (21/03/1990), residente e domiciliada neste Subdistrito - SP, fi lha de Marco Antonio Manzutti e de Roseleni Aparecida Manzutti. O pretendente: DIEGO CARRILHO DOS SANTOS, estado civil solteiro, profissão ajudante geral, nascido nesta Capital, Cangaíba - SP, no dia (05/12/1989), residente e domiciliado neste Subdistrito - SP, filho de Antonio Jorge Carrilho dos Santos e de Fatima Maria dos Santos. A pretendente: ROSIANE DA SILVA SOUZA, estado civil divorciada, profissão auxiliar de enfermagem, nascida nesta Capital, Pari - SP, no dia (27/10/1972), residente e domiciliada neste Subdistrito - SP, filha de Roberto dos Santos Souza e de Maria Geny da Silva Souza. O pretendente: MARCIO RIZONALDO PEREIRA, estado civil divorciado, profi ssão gerente de vendas, nascido em Serra Talhada - PE, no dia (01/01/1968), residente e domiciliado neste Subdistrito - SP, fi lho de Valdenor Pereira de Araujo e de Maria Ceci Pereira. A pretendente: EDNA DA SILVA MAGALHÃES, estado civil solteira, profi ssão do lar, nascida em Serra Talhada - PE, no dia (15/11/1976), residente e domiciliada neste Subdistrito - SP, fi lha de Walter José de Magalhães e de Cecilia Justino da Silva. O pretendente: MARCIO JOSE RODRIGUES ALMEIDA, estado civil divorciado, profissão carteiro, nascido nesta Capital, Itaquera - SP, no dia (21/02/1972), residente e domiciliado nesta Capital - SP, fi lho de José Almeida Sobrinho e de Rita Rodrigues Almeida. A pretendente: JULIANNA LINO MARTINS, estado civil solteira, profi ssão atriz, nascida nesta Serventia - SP, no dia (10/09/1985), residente e domiciliada neste Subdistrito - SP, fi lha de José Carlos Martins e de Marcia Janete Lino Martins. Obs.: Bem como cópia do Edital enviada ao Cartório, onde o pretendente é residente e domiciliado. O pretendente: SERGIO UMBERTO INGEGNERI, estado civil divorciado, profi ssão supervisor de vendas, nascido nesta Capital, Cerqueira Cesar - SP, no dia (12/07/1973), residente e domiciliado neste Subdistrito - SP, fi lho de Giuseppe Ingegneri e de Luzia de Jesus Soriano Ingegneri. A pretendente: JAQUELINE FELISMINO DA COSTA, estado civil divorciada, profi ssão vendedora plena, nascida nesta Capital, Vila Formosa - SP, no dia (11/04/1970), residente e domiciliada neste Subdistrito - SP, fi lha de José Felismino da Costa e de Vera Dilma da Costa. O pretendente: AILSON DA SILVA GAMA, estado civil divorciado, profi ssão ajudante geral, nascido em Recife - PE, no dia (23/09/1982), residente e domiciliado em Poá - SP, fi lho de Lailson da Silva Gama e de Celia Maria da Silva. A pretendente: ELIANA RODRIGUES DOS SANTOS, estado civil divorciada, profi ssão vendedora, nascida nesta Capital, Ermelino Matarazzo - SP, no dia (12/07/1977), residente e domiciliada neste Subdistrito - SP, fi lha de José Fermino dos Santos e de Marina Rodrigues dos Santos. Obs.: Bem como cópia de Edital enviada ao Cartório do Município de Poá, neste Estado, onde o pretendente é residente e domiciliado. O pretendente: DOUGLAS BARBOSA ROSSETTI, nascido em São Bernardo do Campo - SP, no dia 26/08/1988, profi ssão treineé comercial, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de carlos Roberto Rossetti e de Ivone Barbosa Bezerra Rossetti. A pretendente: DILIANE DOS SANTOS, nascida nesta Capital, Belenzinho - SP, no dia 28/07/1982, profi ssão do lar, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Jermino dos Santos e de Arlinda Patricia dos Santos. O pretendente: EVERALDO LEITE, nascido em Poção - PE, no dia 29/05/1965, profi ssão ajudante, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de José Francisco Leite e de Josefa Maria da Conceição. A pretendente: DAVINA CONCEIÇÃO DA SILVA, nascida em Rio Real - BA, no dia 16/08/1947, profi ssão do lar, estado civil divorciada, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Maria Conceição da Silva. O pretendente: LUIZ CLAUDIO DAMASCENO, nascido nesta Capital, Vila Matilde - SP, no dia 01/12/1963, profi ssão motorista, estado civil divorciado, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Minervino Damasceno e de Isaura Maria Damasceno. A pretendente: SONIA APARECIDA PEREIRA DA SILVA, nascida nesta Capital, Vila Matilde - SP, no dia 08/09/1963, profi ssão do lar, estado civil divorciada, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de José Pereira da Silva e de Maria Dolores Romeiro da Silva. O pretendente: MARCIO TRAMARIN, nascido nesta Capital, Ipiranga - SP, no dia 20/05/1976, profi ssão vendedor, estado civil divorciado, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Valter Tramarin e de Marcia Maria Tramarin. A pretendente: VA- LERIA LUCCHESI, nascida nesta Capital, Vila Matilde - SP, no dia 24/04/1968, profi ssão professora, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Osmar Lucchesi e de Selenita Aumada Lucchesi. O pretendente: MARCOS GERALDO DE MENEZES LASALVIA, nascido nesta Capital, Tatuapé - SP, no dia 26/06/1981, profissão metarlúrgico, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, filho de Wagner Lasalvia e de Elisabete de Menezes Lasalvia. A pretendente: LUANA REGINA DE FREITAS, nascida nesta Capital, Itaquera - SP, no dia 30/06/1987, profissão do lar, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, filha de Francisca do Carmo Ferreira de Freitas. O pretendente: RENATO DE ANDRADE SOUZA, nascido nesta Capital, Penha de França - SP, no dia 09/03/1981, profissão bancário, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, filho de José Alves de Souza Neto e de Silvia Rosa Souza. A pretendente: ANDREIA DA SILVA GARCIA, nascida em Guarulhos - SP, no dia 20/12/1985, profissão analista tributária, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, filha de Luiz Carlos Garcia e de Dalva Aparecida da Silva Garcia. O pretendente: RICARDO CARDOZO DE SÁ, nascido em Inajá - PE, no dia 16/05/1986, profi ssão metarlúgico, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Samuel Gomes de Sá e de Rosangela Rodrigues Cardoso de Sá. A pretendente: DAIANA SUILA DA SILVA, nascida Petrolina - PE, no dia 04/11/1981, profi ssão do lar, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Paulo Soares da Silva e de Maria Dalva de Souza Silva. O pretendente: SERGIO JORDÃO PEREIRA, nascido em Tatuapé - SP, no dia 14/05/1973, profi ssão operador de caixa, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de José João Pereira e de Julia Jordão Pereira. A pretendente: JOICE YURI FUJITA, nascida nesta Capital, Belenzinho - SP, no dia 29/12/1981, profi ssão assistente fi nanceira, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Tokio fujita e de Setsuko Yamada Fujita. Subdistrito - Vila Matilde Dr. Amilton Navarro- Oficial Faço saber que os seguintes pretendentes apresentaram os documentos exigidos pelo Art. 1525, do Código Civil Atual Brasileiro e desejam se casar: O pretendente: ALVETO SILVA RODRIGUES, nascido em Maceió - AL, no dia 11/08/1987, profi ssão ajudante geral, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Claudia Silva Rodrigues. A pretendente: FABIANA CORDEIRO DA SILVA, nascida em Jacobina - BA, no dia 28/06/1981, profi ssão promotora de vendas, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Maria da Paz Cordeiro da Silva. O pretendente: ANDERSON FERREIRA MICHELI, nascido nesta Capital, Vila Matilde - SP, no dia 21/12/1982, profi ssão representante comercial, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Agnaldo Micheli e de Regina Celia Ferreira Micheli. A pretendente: DANIELLA RODRIGUES DE OLIVEIRA DE BARROS, nascida em Americana - SP, no dia 28/02/1986, profi ssão do lar, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Francisco de Barros e de Cicera Rodrigues de Oliveira de Barros. O pretendente: ANTONIO VITORIO FERREIRA, nascido em Apucarana - PR, no dia 13/10/1948, profi ssão motorista, estado civil viúvo, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de João Leandro Ferreira e de Luiza Vitoria Ferreira. A pretendente: LUCIA DE FATIMA MIGUEL, nascida em Lambari - MG, no dia 31/08/1955, profi ssão funcionaria pública, estado civil divorciada, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de José Sebastião Miguel e de Maria Celina Miguel. O pretendente: LUIZ FERNANDO CARVALHO GONÇALVES, nascido nesta Capital, Itaquera - SP, no dia 22/09/1981, profi ssão motorista, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Edison Gonçalves e de Irma Helena Carvalho Gonçalves. A pretendente: DANIELE DE ALMEIDA LIRA, nascida em São Gonçalo - RJ, no dia 12/06/1978, profi ssão cabeleireira, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Manoel Flôr de Lira e de Maria Angelica de Almeida Lira. O pretendente: ADRIANO FERREIRA DE ALMEIDA, nascido em Vinhedo - SP, no dia 03/01/1979, profi ssão técnico em telcomunicações, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de João Luiz de Almeida e de Veronica Aparecida Ferreira de Almeida. A pretendente: HELOISA FERREIRA REIS DE SOUZA, nascida nesta Capital, Alto da Mooca - SP, no dia 02/07/1986, profi ssão técnica em telecomunicações, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Mario José Vicente de Souza e de Marlene Ferreira Reis de Souza. O pretendente: GABRIEL ROCHA GARGANO, nascido nesta Capital, Vila Matilde - SP, no dia 17/08/1985, profi ssão engenheiro, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Wagner Gargano e de Maisa Aparecida de Oliveira Rocha Gargano. A pretendente: ERIANA VALQUER SILVA, nascida nesta Capital, Santa Efi genia - SP, no dia 19/11/1985, profi ssão pedagoga, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Ery da Silva e de Marcia Geralda Valquer. O pretendente: RAPHAEL CARDOSO DE MATOS, nascido nesta Capital, Alto da Mooca - SP, no dia 24/10/1983, profi ssão almoxarife, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Isaias Ferreira de Matos e de Fatima Cristina Cardoso de Matos. A pretendente: ROSEMEIRE RODRIGUES ALVES, nascida nesta Capital, Vila Matilde - SP, no dia 19/07/1979, profissão do lar, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Rubens de Souza Alves e de Nilce Rodrigues Alves. O pretendente: TAHINAN GAMEIRO, nascido nesta Capital, Ipiranga - SP, no dia 23/11/1977, profissão comerciante, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, filho de João Tadeu Gameiro e de Maria Aparecida Contro Gameiro. A pretendente: FERNANDA NOGUEIRA BOTESELI, nascida nesta Capital, Cerqueira Cesar - SP, no dia 20/11/1981, profissão representante comercial, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, filha de José Tercisio Boteseli e de Teresinha Nogueira de Sousa Boteseli. O pretendente: AGENOR FERNANDO CAVALLER JUNIOR, nascido nesta Capital, Vila Mariana - SP, no dia 14/11/1978, profissão bacharel em direito, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, filho de Agenor Fernando Cavaller e de Maria Cristina Simões Cavaller. A pretendente: VANESSA DOMICIANO, nascida nesta Capital, Vila Formosa - SP, no dia 17/12/1980, profissão administradora, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, filha de Alcides Domiciano e de Darci Domiciano. O pretendente: FERNANDO HENRIQUE DE CARVALHO LEMOS, nascido nesta Capital, Belenzinho - SP, no dia 13/07/1982, profi ssão analista de sistemas, estado civil divorciado, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Julio Antonio de Carvalho Lemos e de Izildinha Figueiredo Henrique Lemos. A pretendente: GRACY CORREIA ROCHA, nascida nesta Capital, Vila Mariana - SP, no dia 03/08/1984, profi ssão fi sioterapeuta, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Atilio Rocha Filho e de Maria Antonia de Correia Rocha. O pretendente: MARCIO ALVES FERREIRA, nascido em Aguas Belas - PE, no dia 15/05/1987, profi ssão operador de prensa, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de José Marco Ferreira e de Maria do Socorro Alves Ferreira. A pretendente: CLAUDIRENE SANTANA DOS SANTOS, nascida em Antas - BA, no dia 25/01/1987, profi ssão secretária, estado civil divorciada, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Wilson dos Santos e de Nilza Santana dos Santos. O pretendente: ANDRE DUARTE DE SOUZA, nascido nesta Capital, Itaquera - SP, no dia 08/02/1986, profi ssão auxiliae de expedição, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Manoel Adilino de Souza e de Dalva Duarte Souza. A pretendente: KAREN CRISTINA DE BRITTO LOPES, nascida nesta Capital, Belenzinho - SP, no dia 28/05/1982, profi ssão do lar, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Amalia Aparecida de Britto Lopes. O pretendente: CHARLES FERREIRA GAMA, nascido nesta Capital, Penha de França - SP, no dia 11/06/1989, profi ssão operador de hipermercado, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Bartolomeu de Carvalho Gama de Maria Lucia Pereira Ferreira. A pretendente: DAIANE XAVIER DA SILVA, nascida nesta Capital, Alto da Mooca - SP, no dia 07/06/1990, profi ssão operadora de hipermercado, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Luciano Firmino da Silva e de Maria Xavier da Silva. O pretendente: JOÃO BATISTA DE OLIVEIRA, nascido em Santa Cruz do Rio Pardo - SP, no dia 28/11/1943, profi ssão aposentado, estado civil viuvo, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Raymundo Camilo Oliveira e de Maria Augusta de Oliveira. A pretendente: MARIA VILMA LOPES, nascida em Rio Claro - RJ, no dia 06/10/1953, profi ssão do lar, estado civil divorciada, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Antonio Lopes e de Maria de Lourdes da Silva Lopes. O pretendente: RAPHAEL TOLEDO, nascido nesta Capital, Alto da Mooca - SP, no dia 25/10/1989, profi ssão estudante, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, fi lho de Aguinaldo Toledo e de Sandra Regina da Silva Toledo. A pretendente: ALEXANDRA CLEUZA DA SILVA, nascida nesta Capital, Vila Matilde - SP, no dia 09/10/1980, profi ssão do lar, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, fi lha de Paulo Candido da Silva e de Marlene Cleuza da Silva. O pretendente: ANDRE ROSATI NUNES, nascido nesta Capital, Cerqueira Cesar - SP, no dia 21/08/1982, profissão administrador, estado civil solteiro, residente e domiciliado neste subdistrito - SP, filho de Manoel Brunes Filho e de Elaine Cristina Rosati Brunes. A pretendente: NORAIA BATISTA DO NASCIMENTO, nascida nesta Capital, Tatuapé - SP, no dia 01/10/1979, profissão auxiliar de contas a pagar, estado civil solteira, residente e domiciliada neste subdistrito - SP, filha de Camilo Rodrigues do Nascimento e de Maria dos Anjos Batista do Nascimento. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente, para ser afi xado no Ofi cial de Registro Civil e publicado na imprensa local Jornal Empresas & Negócios Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente, para ser afi xado no Ofi cial de Registro Civil e publicado na imprensa local Jornal Empresas & Negócios

7 Página 7 São Paulo, quinta-feira, 05 de maio de 2011 ABANDONO DE EMPREGO Sra. Dianeide Maria da Silva - CTPS série PE. Esgotados nossos recursos de localização e tendo em vista encontrar-se em local não sabido, convidamos a Sra. Dianeide Maria da Silva, portadora da CTPS série PE, a comparecer em minha residência, a fim de retornar ao emprego ou justificar as faltas desde 14/03/2011, dentro do prazo de 48 hs a partir desta publicação, sob pena de ficar rescindido, automaticamente, o contrato de trabalho, nos termos do art. 482 da CLT. São Paulo, 13 de abril de Sang Hi Kwen Shin. Rua Amazonas, 84 - Apto São Paulo - SP. ( ) 7ª Vara Cível da Capital SP Citação. Prazo 20 dias. Proc (241/2006). O Dr. Sang Duk Kim, Juiz de Direito da 7ª Vara Cível da Capital. Faz Saber a Louzano Comércio de Materiais Elétricos Ltda. CNPJ / , na pessoa de seu representante legal, que Nova São Felipe de Ferragens Ltda. lhe ajuizou uma ação de Rito Sumário, bem como em face de Athenabanco Fomento Mercantil Ltda., objetivando seja declarada a nulidade dos títulos n.ºs , e , cujos valores correspondem a R$ 631,55, R$ 549,01 e R$ 549,01, vencidas em 05/01/2006, 12/01/2006 e 19/01/2006, respectivamente, uma vez que a requerente solicitou pedido de compra de materiais elétricos por preço certo e ajustado à requerida Louzano, porém referida empresa não entregou o material solicitado, sendo indevidos referidos títulos, condenandose ainda, a requerida ao pagamento de indenização por danos morais a ser arbitrado pelo MM. Juízo, além do cancelamento definitivo dos títulos levados à protesto, bem como das despesas processuais e honorários advocatícios. Estando a ré em local ignorado, foi deferida sua citação por edital, para que em 15 dias, a fluir após os 20 dias supra, conteste o feito, sob pena de presumirem-se verdadeiros os fatos alegados. Será o edital, afixado e publicado na forma da lei. São Paulo, 01 de abril de Edital de Citação Prazo de 20 Dias. Processo nº O(A) Doutor(a). Alessandra Laperuta Nascimento Alves De Moura, MM. Juiz(a) de Direito da 8ª Vara Cível, do Foro Regional ll - Santo Amaro, da Comarca de São Paulo, do Estado de São Paulo, na forma da lei, etc. -SP, Faz Saber a(o) Leonardo Rezende, CPF , RG , Leandro Rezende, CPF , RG que lhe foi proposta uma ação de Despejo por Falta de Pagamento por parte de Instituição Educacional Professor Pasquale Cascino, alegando em síntese: que os mesmos estão em débito com os alugueres e encargos dos espaços destinados a exploração de atividade de lanchonete e restaurante, localizados no Campo da Faculdade Ítalo Brasileira, instalado na Avenida João Dias, 2046, no total de R$ ,93, que deverá ser atualizado á época do pagamento e acrescidos de custas processuais e honorários advocatícios. Encontrando-se os réus em lugar incerto e não sabido, foi determinada a sua citação, por edital, para os atos e termos da ação proposta e para que, no prazo de 15(quinze) dias, que fluirá após os decurso do prazo do presente edital, apresentem resposta. Se requerida a purgação da mora, fica deferida (prazo de 15 dias). Não sendo contestada a ação, presumir-se-ão aceitos, pelo(a)(s) ré(u)(s), como verdadeiros, os fatos articulados pelo(a)(s) autor(a) (es). será o presente edital, por extrato, afixado e publicado na forma da lei, sendo este Fórum localizado na Rua Alexandre Dumas, 206-Cep , São Paulo-SP, São Paulo, 03/05/ e 06/05 Citação Prazo 20 Dias Proc O Drº. Edson Luiz De Queiróz, Juiz de Direito da 3ª Vara Cível do Foro Regional de Santo Amaro/SP, Faz Saber à Maria Auxiliadora Andrade Rististisch, que Hospital Alemão Oswaldo Cruz, lhes ajuizou ação Monitória para Cobrança de R$ ,30 representado pelos contrato de prestações de serviços firmado entre as partes, Não localizada o seu representante legal, citada fica no prazo de 15 dias, a fluir após o prazo supra, pague o débito, ou embargue a ação (Art CPC), ficando isenta de custas e honorários em caso de pagamento, sob pena de conversão de mandato inicial em título executivo, presumindo-se como verdadeiros os fatos. Será o presente edital, afixado e Publicado. São Paulo, 01 de Fevereiro de e 06/05 1ª Vara Cível Regional de Pinheiros-SP. Citação. Prazo 20 dias. Proc.nº O Dr. Regis Rodrigues Bonvicino, Juiz de Direito da 1ª Vara Cível do Foro Regional XI - Pinheiros, na forma da lei. Faz saber a Juliana Whitaker Monteiro de Gouvea, RG , CPF que, Fundação Armando Álvares Penteado lhe ajuizou ação de rito Sumário, objetivando a cobrança de R$ ,75 (02/2010), referente às parcelas de março a junho/09 do Contrato de Adesão de Prestação de Serviços Educacionais, firmado em 09/06/08. Estando a ré em local ignorado, foi deferida a citação por edital, para que no prazo de 15 dias, a fluir após os 20 dias supra, conteste o feito, sob pena de presumirem-se verdadeiros os fatos alegados. Será o edital, a- fixado e publicado na forma da lei. São Paulo, 04/05/2011. Edital de Citação- Prazo de 20 dias. Processo nº ª Vara Cível do Foro Regional VI-Penha de França, Comarca de São Paulo-SP. Citação. Prazo 20 dias. Proc A Drª. Rosangela Maria Telles, Juíza de Direito da 4ª Vara Cível do Foro Regional VI-Penha de França, Comarca de São Paulo,SP, na forma da lei. Faz Saber a C.C.T. CONSTRUÇÕES E TERRAPLANAGEM LTDA, CNPJ / , na pessoa de seu repr. legal e a SODECOIN-SOCIEDADE DE DENVOLVIMENTO DE CONCRETO INDUSTRIALIZADO LTDA, CNPJ / , na pessoa de seu repr. Legal, que VICENTE PAULO FRANCISCO LOCAÇÕES EPP, ajuizou ação Ordinária de Cobrança objetivando o recebimento da quantia de R$70.000,00 (Setenta mil reais) atualizado até março/2010, referente a prestação de serviços. Encontrando-se as rés acima nominadas em lugar incerto e não sabido, foi determinada a citação por edital, para que em 15 dias, a fluir após o prazo supra, contestem o feito, sob pena de serem condenadas ao pagamento da quantia acima e demais cominações legais, presumindo-se como verdadeiros os fatos alegados na inicial. Será o presente, afixado e publicado na forma da lei. São Paulo, 27/04/2011. Murillo Ferreira de Abreu EPP torna público que recebeu da CETESB a Renovação da Licença de Operação nº , válida até 04/05/2014, para fabricação de circuitos eletrônicos à R. Alves Ribeiro, 282, Casa 11, Cambuci, São Paulo. CINCOPLAST INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE PLÁSTICOS LTDA. Torna público que requereu à CETESB a Renovação da Licença de Operação para Fabricação de artefatos de Plásticos sito à Av. Adilia Barbosa Neves nº Aruja - SP. EDITAL PARA CONHECIMENTO DE TERCEIROS, EXPEDIDO NOS AUTOS DE INTERDIÇÃO DE BRUNO MELDAU HUBBE, REQUERIDO POR WERNER WALTER HUBBE - PROCESSO: O Dr. Aguinaldo de Freitas Filho, MM. Juiz de Direito da 4ª Vara da Família e Sucessões do Foro Regional II - Santo Amaro, Comarca de de São Paulo do Estado de São Paulo, na forma da lei, etc. FAZ SABER aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem que, por sentença proferida em 30/7/2010, foi decretada a INTERDIÇÃO de Bruno Meldau Hubbe, declarando-o absolutamente incapaz de exercer pessoalmente os atos da vida civil, e nomeado como CURADOR, em caráter DEFINITI- VO, o Sr. Werner Walter Hubbe. O presente edital será publicado por três vezes, com intervalo de dez dias, e afixado na forma da lei. Nada mais. Dado e passado na cidade de São Paulo em 29 de dezembro de MEIZLER BIOPHARMA S/A CNPJ nº / NIRE Extrato da Ata da AGO realizada em 01/03/2011. Data e Horário: 01/03/2011, às 9hs. Local: sede social. Presença: totalidade do capital social. Mesa: Presidente: Abraham Meizler e Secretária: Tony Mazal Meizler: Convocação e Publicação: Dispensada a comprovação da convocação prévia pela imprensa, conforme facultado pelo 4º, do artigo 124, da Lei nº 6.404/76. Deliberações Tomadas por Unanimidade: 1) Aprovadas as Contas e o Relatório da Administração, bem como o Balanço Patrimonial e as Demonstrações Financeiras referentes ao exercício social encerrado em 31/12/2010; 2) Reeleitos como diretores, com mandato até a realização da próxima AGO, os Srs. ABRAHAM MEIZLER, para o cargo de Diretor Presidente e TONY MAZAL MEIZLER, para o cargo de Diretora; 3) Aprovada nova atividade com a conseqüente alteração do artigo 3º do Capítulo I do Estatuto Social: Artigo 3º - A Companhia tem por objeto: a) Pesquisa, desenvolvimento, fabricação e produção própria ou através de terceiros de quaisquer produtos médicos, farmacêuticos, odontológicos e produtos para a saúde (correlatos e equipamentos), armazenar, embalar, comercializar, distribuir, transportar produtos próprios, exportar, importar produtos e materiais, inclusive medicamentos, drogas, insumos, produtos para a saúde, diagnósticos, reagentes e vacinas para uso médico-hospitalares, banco de sangue, laboratoriais, cirúrgicos, radiológicos, odontológicos, produtos saneantes domissanitários, dermocosméticos, cosméticos, produtos de higiene, perfume e alimentos; b) Comercialização de dermocosméticos por atacado e varejo; c) A participação em outras empresas como quotista ou acionista; d) Prestação de serviços de pesquisa, coleta, exame, compilação e fornecimento de informações de negócios; e e) Prestação de serviços administrativos e econômicos de qualquer natureza, relativos ao planejamento, assessoria, consultotia e análise. 4) Aprovada distribuição de lucros apurados no exercício de 2010, no montante de R$ ,00; e 5) Consolidação do Estatuto Social. Lavratura e Leitura da Ata: Foram encerrados os trabalhos e suspensa a reunião pelo tempo necessário à lavratura desta ata, a qual, reaberta a sessão, foi lida, aprovada e assinada. Abraham Meizler: Presidente; Tony Mazal Meizler: Secretária. A Ata em seu inteiro teor, bem como o Estatuto consolidado foram registrados na JUCESP sob n /11-3 em sessão de 06/04/11 - Kátia Regina Bueno de Godoy - Secretária Geral. Data, Hora e Local: No dia 29/11/2010, às 14 hs, na sede social da Cia, na Rua Chucri Zaidan, n.º 80, 4º andar, sala 11, Vila Cordeiro, São Paulo/SP, CEP Convocação: Dispensada a convocação nos termos do artigo 124, 4º da Lei nº 6.404/76, alterada pela Lei nº /2001. Presença: Acionistas representando a totalidade do capital social da Cia. Mesa: Instalada a AGE., em plenário foi eleito pelos acionistas presentes o Sr. Nivaldo Tuba para exercer a Presidência da Assembleia, que convidou a mim, Rubens Asam, para secretariar os trabalhos da Assembleia. Confirmado o quorum, o Sr. Presidente iniciou os trabalhos, determinando a leitura da Ordem do Dia. Ordem do Dia: Informou o Sr. Presidente que a pauta do dia compunha-se dos seguintes assuntos: 1) deliberar sobre a versão, por meio de cisão parcial, de parte do patrimônio líquido de Armazéns Gerais Columbia S.A, cuja parcela cindida será absorvida pela Cia e assim aprovar o Laudo de Avaliação apresentado pela empresa perita, BDO Trevisan Auditores Independentes, datado de 19/11/2010, o qual, nos termos do Protocolo de Justificativa da Cisão se reporta ao patrimônio liquido em 31/10/2010; 2) alterar o endereço da sede da cia; 3) alterar a forma de administração da Cia com a criação de um Conselho de Administração, como órgão de deliberação colegiada, alterando-se assim o estatuto social da Cia e; 4) eleger os membros do Conselho de Administração. Deliberações: Colocada em discussão e a seguir em votação, com relação ao primeiro item da ordem do dia foi aprovada a incorporação de parte do patrimônio de Armazéns Gerais Columbia S.A. vertido através da cisão parcial aprovada pela AGE de 29/11/ 2010, registrada na Jucesp sob nº /10-0, em sessão de 24/12/2010 e o correspondente aumento de capital. A parcela a ser absorvida pela Cia no valor de R$ ,62 corresponderá a um aumento do capital social no valor de R$ ,62, mediante a emissão de ações ordinárias nominativas a serem subscritas na Columbia S/A pelos acionistas de Armazéns Gerais Columbia S.A, na proporção de suas respectivas participações no capital social daquela Cia, tudo conforme boletim de subscrição. Essas ações se integralizam mediante a versão patrimonial já referida. Em seguida, com relação ao segundo item, foi aprovada por unanimidade a Alteração da sede da Cia para a Av. Brigadeiro Faria Lima, 1.485, 8º andar, sala 02, Torre Norte, bairro Jd. Paulistano, em São Paulo - SP, CEP O terceiro item da Ordem do Dia, foi aprovado por todos os presentes a criação de um Conselho de Administração que, além das atribuições previstas em lei, competirá: a) Estabelecer as diretrizes gerais dos negócios da sociedade; b) eleger e destituir Diretores e fixar-lhes as atribuições, observando o que a respeito dispuser o estatuto; c) fiscalizar a gestão dos Diretores, examinar a qualquer tempo, os livros e papéis da sociedade, solicitar informações sobre os contratos celebrados ou em via de celebração, e qualquer outros atos; d) convocar a Assembleia Geral quando julgar conveniente, se a Diretoria não o fizer, a AGO; e) manifestar-se sobre os atos ou contratos, quando o estatuto assim o exigir; f) manifestar-se sobre o relatório da administração e as contas da Diretoria; g) autorizar a aquisição e a alienação de bens do ativo permanente, a constituição de ônus reais e a prestação de garantias a obrigações de terceiros; h) autorizar investimentos de capital com terceiros, seja na compra de ações e cotas, seja na participação de empreendimentos; i) apreciar as propostas da Diretoria e submetê-las às deliberações da Assembleia Geral, se considerá-las pertinentes; j) formular propostas à Assembleia Geral, com prévio pronunciamento do Conselho Fiscal, se instalado e quando couber, principalmente a respeito das seguintes matérias: alteração do capital, pagamento de dividendos e novas atividades sociais. Em razão da cisão, do aumento no capital social, da mudança de endereço da sede e da alteração na forma da administração da Cia com a criação do Conselho de Administração, resolvem os acionistas consolidar o estatuto de Columbia S.A que passa a viger com a seguinte redação: Columbia S/A Estatuto Social. Capítulo I Denominação, Sede, Foro, Objeto e Duração. Artigo 1º: A Cia constitui-se sob a forma de Sociedade Anônima, adota a denominação de Columbia S.A. e rege-se por este Estatuto e pela legislação aplicável. Artigo 2º: A Cia tem sua sede na cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Av. Brigadeiro Faria Lima, 1.485, 8º andar, sala 02, Torre Norte, bairro Jd. Paulistano, em São Paulo - SP, CEP e poderá abrir e fechar filiais e escritórios de representação em qualquer local do Brasil ou no exterior, mediante deliberação da Diretoria. Artigo 3º: A Sociedade tem por objeto social a prestação de serviços em estabelecimentos de armazéns gerais e silos, em prédios próprios ou locados e com equipamentos próprios ou arrendados para guarda e conservação de mercadorias em geral, inclusive produtos químicos orgânicos e inorgânicos, farmacêuticos, cosméticos, saneantes, domissanitários, aditivos para a indústria alimentícia, nacionais e nacionalizados, retirada de amostras, classificação, beneficiamento e padronização de produtos agrícolas e de mercadorias diversas, em qualquer tipo de embalagem ou a granel, com a conseqüente emissão dos documentos e títulos regulamentados por lei, especialmente conhecimentos e recibos de depósitos e warrants executando de forma individual ou conjugada, os serviços e as atividades relativas a: I - Operações de comércio exterior, tanto na exportação como na importação, nas atividades voltadas aos transportes e ao sistema retro-portuário, tais como: a) Complexos de movimentação e guarda de cargas integradas por terminais, armazéns gerais, pátios, silos e frigoríficos, bem como, estabelecimentos de recinto alfandegado, previstos no Regulamento Aduaneiro, Portos Secos, Entreposto Aduaneiro e qualquer outro regime aduaneiro descentralizado; b) Nos seus estabelecimentos ou de terceiros, os serviços referentes à montagem, desmontagem, preparação e reparo de embalagens; acondicionamento de mercadorias e substituição de embalagens, unitização e conteinerização, consolidação e desconsolidação de lotes de volumes e/ou mercadorias; c) Assistência técnica e apoio operacional aos transportadores e transitários, bem como distribuição, consertos de peças, aparelhos e máquinas que, de qualquer forma, estejam envolvidos no referido ramo de atividades, principalmente os containers. II - Representação de outras sociedades nacionais e estrangeiras, especialmente no tocante ao agenciamento de locadoras de containers e equipamentos de transportes e movimentação de cargas. III - A prestação de serviços de consultoria, assessoria e planejamento comercial de importação e/ou exportação, bem como o exercício de todas as atividades conexas, conseqüentes ou subsidiárias do comércio exterior, atuando para esse fim junto aos órgãos governamentais, entidades estatais e privadas, executando os trânsitos e interferindo como beneficiária/consignatária nas Importações e como embarcadores nas exportações, nas zonas primárias e secundárias de fiscalização, podendo inclusive contratar despachante aduaneiro quando necessário for; IV - Coordenação e operação do transporte multimodal ou intermodal de cargas, especialmente no sistema porta a porta, funcionando como base para o segmento de entrada e saída de mercadorias no país; V - Administração, coordenação, supervisão e planejamento logístico de atividades relacionadas ao transporte e distribuição de bens, contratação e execução das atividades relativas ao transporte nacional ou intermodal, bem como de qualquer forma de movimentação de carga, operando como transitária multimodal ou intermodal, nacional ou internacional, inclusive na participação de seus complexos portuários; VI - Organização em seus estabelecimentos, notadamente em terminais, de oficinas de confecção, consertos e reparos de unidades de transporte, tais como containers, flats, pallets ; VII - Compra e venda, locação de bens móveis, exportando e importando por conta própria e de terceiros, de quaisquer maquinários e equipamentos, principalmente o relacionado com o uso de containers, seus pertences e acessórios (locação de bens móveis previsto neste item não se refere ao que prescreve a Lei nº 6.099/74 e Resolução nº 351/75 do BACEN); VIII - Serviços de agenciamento de carga aérea doméstica e internacional; IX - Serviços de operador portuário, nos termos do disposto na Lei Federal nº 8.630, de 25/02/1993; X - O comércio de mercadorias nacionais e nacionalizadas, de produtos agrícolas em geral, especialmente o café cru em grãos, o algodão em caroço e em pluma, a soja em grãos e o cacau em amêndoas. Único - A sociedade poderá participar do capital de outras empresas, cujos objetivos sociais sejam similares ou complementares aos seus, propiciando o desenvolvimento de seus objetivos sociais. Art. 4º: O Prazo de duração da Sociedade é indeterminado. Capítulo II Capital e Ações. Art. 5º: O capital social, totalmente subscrito pelos acionistas é de R$ ,62 divididos em ações ordinárias e nominativas, sem valor nominal. Único: A cada ação ordinária corresponde relativamente ao respectivo titular, o direito a um voto nas resoluções das Assembléias Gerais. Art. 6º: Os acionistas terão sempre preferência para a subscrição de novas ações nos aumentos de capital que houver, nos termos da lei. Capítulo III Conselho de Administração. Art. 7º: A Sociedade é administrada pelo Conselho de Administração, como órgão de deliberação colegiada, e pela Diretoria, que a representa, privativamente. Art. 8º: O Conselho de Administração será composto por, no mínimo, três e no máximo, sete membros, que deverão ser pessoas naturais, residentes no país e acionistas da sociedade. Único: Os membros do Conselho de Administração serão eleitos pela Assembleia Geral com mandato de um ano, podendo ser reeleitos. Art. 9º: O Conselho de Administração é obrigado a se reunir ordinariamente, uma vez a cada 6 meses, e extraordinariamente sempre que for necessário. 1º: Em primeira convocação, o Conselho de Administração se reunirá com a presença, no mínimo, de três dos seus membros e as deliberações que tomar terão que ser aprovadas por três votos, pelo menos. 2º: Se, em primeira convocação, o Conselho de Administração regularmente reunido, não lograr 3 votos no mínimo, para adotar qualquer deliberação, os seus membros serão convidados em segunda convocação, com a antecedência de sete dias, a se reunirem para reexame da matéria objeto da primeira convocação. 3º: Na segunda convocação, as decisões serão tomadas por maioria dos votos, cabendo ao Presidente do Conselho o voto do desempate. Art. 10º: Compete ao Conselho de Administração: a) Estabelecer as diretrizes gerais dos negócios da sociedade; b) Eleger e destituir Diretores e fixarlhes as atribuições, observando o que a respeito dispuser o estatuto; c) Fiscalizar a gestão dos Diretores, examinar a qualquer tempo, os livros e papeis da sociedade, solicitar informações sobre os contratos celebrados ou em via de celebração, e qualquer outros atos; d) Convocar a Assembleia Geral quando julgar conveniente, e, se a Diretoria não o fizer, a Assembleia Geral Ordinária;e) Manifestar-se sobre os atos ou contratos, quando o estatuto assim o exigir; f) Manifestar-se sobre o relatório da administração e as contas da Diretoria; g) Autorizar a aquisição e a alienação de bens do ativo permanente, a constituição de ônus reais e a prestação de garantias a obrigações de terceiros; h) Autorizar investimentos de capital com terceiros, seja na compra de ações e cotas, seja na participação de empreendimentos; i) Apreciar as propostas da Diretoria e submetê-las às deliberações da Assembleia Geral, se considerálas pertinentes; j) Formular propostas à Assembleia Geral, com prévio pronunciamento do Conselho Fiscal, se instalado e quando couber, principalmente a respeito das seguintes matérias: alteração do capital, pagamento de dividendos e novas atividades sociais. Único: Além das discriminadas neste artigo, o Conselho de Administração exercerá as demais atribuições que a lei lhe confere. Art. 11: O Conselho de Administração terá um Presidente, que será eleito pela Assembleia Geral, com mandato de um ano, ao qual compete: a) Convocar e presidir as reuniões do Conselho; b) Representar o Conselho, junto à Diretoria, mantendo com ela contato permanente; c) Comunicar por escrito, à Diretoria as decisões do Conselho, no prazo de quarenta e oito horas, contado do final das reuniões em que foram tomadas. 1º: Sem prejuízo da prerrogativa conferida ao Presidente terá também a Diretoria a faculdade de convocar a reunião do Conselho, especificando, por escrito, a matéria a ser tratada; 2º: Convocado, seja pelo Presidente, seja pela Diretoria, o Conselho terá que se reunir no prazo máximo de sete dias, contado da data em que for formulada a respectiva solicitação. 3º: O Presidente poderá designar um funcionário da sociedade para secretariar as reuniões do Conselho. Art. 12: Compete aos membros do Conselho: a) Atender a convocação do Presidente do Conselho e da Diretoria para se reunirem ordinária ou extraordinariamente; b) Emitir voto sobre qualquer projeto ou proposta objeto de deliberação do Conselho, sendo-lhes vedado se absterem de votar ou votarem em branco; c) Apresentar propos- COLUMBIA S/A COLUMBIA S/A COLUMBIA S/A COLUMBIA S/A COLUMBIA S/A CNPJ/MF nº / NIRE Ata da Assembleia Geral Extraordinária. Realizada no Dia 29 de Novembro de tas e sugestões, desde que compreendidas na competência do Conselho. Art. 13: Os Conselheiros serão investidos nos seus cargos mediante assinatura de termo de posse, no livro de Ata do Conselho de Administração. Art.14: No caso da vacância do cargo de conselheiro, o substituto será nomeado pelos Conselheiros remanescentes e servirá até a primeira Assembleia Geral. 1º: Se ocorrer vacância da maioria dos cargos, a Assembleia Geral será convocada para proceder à nova eleição. 2º: Um Conselheiro não pode substituir outro seja no caso de impedimento, licença, ausência ou férias e nem acumular, no caso da vacância. Na reunião em que conceder licença ou férias a um dos seus membros, o Conselho de Administração designará o seu substituto. 3º: Se ocorrer a vacância do Presidente do Conselho, deverá a Diretoria convocar a Assembleia Geral para nomear o novo Presidente que completará o prazo de gestão do substituto. Capitulo IV. Diretoria - Art. 15: A Diretoria é eleita pelo Conselho de Administração, com mandato de um ano, podendo ser reeleita. Artigo 16: A Diretoria é constituída de um Diretor Presidente e de 2 a 6 Diretores. Único: Os membros do Conselho de Administração, até o máximo de um terço, poderão ser eleitos para o cargo de Diretores. Art. 17: A Diretoria tem plenos poderes para deliberar sobre a administração geral dos negócios da sociedade e para representá-la ativa e passivamente, inclusive os poderes de contrair obrigações, transigir, firmar compromissos, confessar e renunciar direitos, cumprindo-lhe praticar as operações e atos necessários ao funcionamento regular da sociedade. 1º: Para adquirir e alienar bens do ativo permanente, constituir ônus reais e prestar garantias a obrigações de terceiros, a Diretoria deverá obter a prévia autorização do Conselho de administração. 2º: Para a Diretoria se reunir, validamente, deverão estar presentes pelo menos três dos Diretores. Na hipótese de um Diretor acumular, por substituição ou preenchimento de vaga, dois ou mais cargos, o seu voto será sempre unitário. Art. 18: Nos impedimentos temporários, de licença ou ausência, o Diretor presidente será substituído por outro dos Diretores, escolhido pelos demais integrantes da Diretoria, até que cesse o motivo da substituição. Os demais diretores não necessitam de substituto em caso de impedimento temporário, conforme disposto no parágrafo 2º. Os casos de vacância serão resolvidos nos termos do parágrafo 1º. 1º: Nos casos de vagas abertas por renúncia, abandono de cargo ou morte de um diretor, os demais escolherão quem deva preencher o cargo provisoriamente, até a realização da primeira reunião do Conselho de Administração, que se encarregará do provimento definitivo da vaga, por eleição. 2º: Nas substituições e no preenchimento de vagas será permitido o acúmulo de cargos pelos Diretores, sempre que os Diretores remanescentes em exercício não fiquem reduzidos a menos de 3. 3º: Considerar-se-á vago o cargo de Diretor que, sem causa justificada ou licença da Diretoria, deixar de exercer suas funções, por mais de 6 meses consecutivos. 4º: o substituto eleito pelo Conselho de Administração exercerá o cargo pelo tempo que faltava do substituído para completar o seu mandato. 5º: As substituições e o preenchimento de vaga não conferem ao substituto, se for Diretor, o direito de receber remuneração extraordinária. Art.19: Compete cumulativamente a todos os Diretores: a) Representar a sociedade em juízo ou fora dele, por si ou por advogado e procuradores legalmente constituídos; b) Exercer todos os atos de gestão relativos a fins e objeto da sociedade; c) Assinar com o fiel do armazém os recibos e conhecimentos de depósitos warrants e quaisquer outros títulos ou documentos representativos das mercadorias depositadas; d) Elaborar o regulamento interno dos armazéns, estipular as tarifas para depósitos de mercadorias e para os demais serviços que a sociedade executar; e) Nomear o fiel de cada armazém; f) Nomear e constituir procuradores com poderes para praticar os atos mencionados neste artigo e que estejam expressamente discriminados na procuração, só podendo, entretanto, os procuradores constituídos, agir dois em conjunto, ou cada um deles com um dos Diretores, salvo se: (i) a procuração for ad judicia outorgada a advogado, na forma da lei; (ii) procuração outorgada a mandatário para cumprir o objeto da sociedade expresso no art. 3º, III, do presente Estatuto, podendo firmar as respectivas declarações e representar a sociedade no Sistema Informatizado de Controle de Comércio Exterior - SISCOMEX; e, (iii) procuração outorgada a mandatário para representação da sociedade perante órgãos públicos sendo que nesse caso uma das assinaturas será obrigatoriamente a do Diretor Presidente e a outra de um Diretor g) Propor ao Conselho de Administração alterações que julgar necessárias nos presentes estatutos, bem como todas as medidas convenientes ao interesse social, que dependam da liberação da Assembleia Geral. 1º: A alienação e oneração de bens imóveis da sociedade dependerão, sempre, de expressa e prévia autorização do Conselho de Administração. 2º: Os atos, contratos, papéis e documentação que gerarem obrigações para a sociedade deverão conter, necessariamente, a assinatura conjunta de 2 Diretores. Capítulo V - Das Normas Comuns aos Administradores. Art. 20: O Conselho de Administração e a Diretoria terão a remuneração que for fixada pela Assembleia Geral que o eleger. 1º: Sobre o lucro líquido da sociedade, será facultado à Assembleia Geral atribuir ao Conselho de Administração e à Diretoria uma participação, observados os limites legais. 2º: Somente nos exercícios em que for distribuído ao acionista o dividendo obrigatório de que se trata a letra b, nº 1, do artigo 28 deste Estatuto, é que poderá a Assembleia Geral atribuir ao Conselho de Administração e à Diretoria, a participação referida no parágrafo anterior (primeiro) deste artigo. Art. 21º: O prazo de gestão do Conselho de Administração e da Diretoria se estende até a posse dos novos administradores eleitos.capítulo VI Da Assembleia Geral. Art. 22: A Assembleia Geral reunir-se-á na sede da Cia, ordinariamente, nos primeiros quatro meses do exercício social, e extraordinariamente, sempre que regularmente convocada. Art. 23: A Assembleia Geral será convocada pelo Conselho de administração, quando julgar conveniente, e por todos aqueles que, nas hipóteses previstas em lei, podem fazê-lo. 1º: Cabe aos Diretores convocar, prioritariamente, a AGO. Se esta não se realizar nos quatro primeiros meses do exercício social, terá o Conselho de Administração de convocá-la nos sessenta dias seguintes do final desse prazo. Se o Conselho não cumprir essa obrigação, a convocação ficará deferida a todos aqueles a quem a lei confere o direito de fazê-lo. 2º: A Assembleia Geral será instalada pelo Presidente do Conselho de Administração ou por quem o substituir, a quem caberá solicitar ao plenário a eleição de um dos presentes para dirigir os trabalhos. 3º: O Presidente da Assembleia designará o Secretário da reunião. 4º: Na convocação e funcionamento da Assembleia serão observados os preceitos legais. Art.24: O acionista pode ser representado na Assembleia Geral por procurador constituído a menos de um ano, que seja acionista, administrador da sociedade ou advogado. Art.25: As deliberações da Assembleia Geral, ressalvadas as exceções previstas em lei, deste Estatuto, serão tomadas por maioria dos votos, não se computando os votos em branco. CapítuloVII - Conselho Fiscal. Art.26: O Conselho Fiscal funcionará nos exercícios sociais em que for instalado pela Assembleia Geral, a pedido de acionistas que representem, no mínimo, um décimo das ações com direito a voto ou 5% das ações sem direito a voto, a cada período de funcionamento terminará na primeira AGO, após sua instalação. 1º: Quando instalado, o Conselho Fiscal será composto de 3 membros e suplentes em igual número, pessoas naturais, acionistas ou não, residentes no país, eleitos pela Assembleia Geral. 2º: Os membros do Conselho Fiscal e seus suplentes terão que satisfazer as exigências legais e exercerão seus cargos até a primeira Assembleia Geral que se realizará após a sua eleição, podendo ser reeleitos 3º: A remuneração dos membros do Conselho Fiscal será fixada pela Assembleia Geral que os eleger, observado o mínimo legal. 4º: As atribuições do Conselho Fiscal são as fixadas em lei e no Estatuto Social.Capítulo VIII - Exercício Social, Lucro, Reservas e Dividendos. Art.27: O exercício social terminará a 31 de dezembro de cada ano. Art.28: Do resultado do exercício serão deduzidos: a) Os prejuízos acumulados b) a provisão para imposto de renda c) a reserva legal; Art.29: O lucro líquido verificado no exercício, considerando as deduções previstas no Artigo vinte e oito, terá a seguinte destinação: a) 5% para a formação da Reserva Legal, até o limite de 20% do capital social; b) 25%, no mínimo, para os acionistas, como dividendo obrigatório; c) Até 25% como participação dos administradores/colaboradores no lucro, conforme decidir a Assembleia Geral. Único: O remanescente se houver, terá destinação que lhe der a Assembleia Geral. Art. 30: A Assembleia Geral poderá aprovar: a) A distribuição de dividendos intermediários a conta de lucros acumulados ou de reservas de lucros existentes no último balanço anual ou semestral; b) A distribuição de dividendos antecipados, com base em resultado apurado em balanço parcial. Único: Os dividendos intermediários e os antecipados poderão ser acrescidos ao montante dos dividendos aprovados pela AGO, para perfazer o total do dividendo obrigatório referido na letra b do artigo anterior. Art.31: A Assembleia Geral poderá deliberar, desde que não haja oposição de qualquer acionista presente, a distribuição de dividendos inferior ao obrigatório ou retenção de todo o lucro. Art.32: Os dividendos que não forem reclamados não renderão juros ou correção monetária, prescrevendo a favor da Sociedade no prazo de 3 anos contados da data de publicação, em jornal oficial, da ata da Assembleia Geral que os tiver aprovado. Capítulo IX - Liquidação, Transformação, Incorporação, Fusão e Cisão. Art.33: A Sociedade poderá entrar em liquidação quando dissolvida na forma da lei, competindo à Assembleia Geral, salvo em caso de dissolução judicial, nomear o liquidante e o respectivo Conselho Fiscal, bem como estabelecer o modo de liquidação do patrimônio social. Art.34: A transformação do tipo societário, a incorporação, a fusão, cisão ou a dissolução da Sociedade serão deliberadas em Assembleia Geral. Para sua validade a deliberação deverá ser aprovada por acionistas que representem no mínimo 80% do capital social. Capítulo X -Disposição Final. Art.35: Em caso de reembolso, o valor das ações a ser pago ao acionista dissidente será apurado de acordo com o patrimônio líquido contábil da Sociedade, conforme o último balanço aprovado pela Assembleia Geral, salvo se esse balanço datar de mais de sessenta dias, hipótese em que se procederá na forma do 2º, do art.45 da Lei 6.404/76. Após ampla discussão o Estatuto Social foi aprovado por unanimidade dos presentes. Quanto ao quarto e último item da ordem do dia, o Sr. Presidente procedeu a eleição dos membros do Conselho de Administração, para um mandato de um ano a contar de hoje, sendo que os Srs. Acionistas deliberaram eleger os seguintes membros: José Antonio Esteve, norte-americano, casado, do comércio, RNE nº W K, no CPF/MF nº , residente e domiciliado na Rua Pirapitinga, nº 106, Chácara Flora, São Paulo - SP; Antonio Vidal Esteve, norte-americano, casado, analista de sistemas, RNE nº W Y, CPF/MF nº , residente e domiciliado na Rua Vigário João de Pontes, nº 338, Chácara Flora, São Paulo - SP; José Carlos Zulques, brasileiro, casado, advogado, RG nº (SSP/SP), CPF/MF nº , residente e domiciliado na Rua Monte Alegre, nº 1285, apt. 141, Perdizes, São Paulo - SP; Jorge Esteve Jorge, espanhol, solteiro, do comércio, RNE nº W U, inscrito no CPF/MF sob nº , residente e domiciliado na Av. Senador Pinheiro Machado, nº 819, apt. 91, José Menino, Santos - SP. Em seguida, foram empossados os membros do Conselho de Administração acima eleitos e nomeado como Presidente do Conselho o Sr. Jose Antonio Esteve. Declararam os senhores Conselheiros, sob as penas da lei, que não estão incursos e que não foram condenados por crimes que os impeçam de exercer as atividades mercantis, nos termos do artigo 1011, 1.º do Código Civil. Por derradeiro, deliberou a Assembleia que não haverá remuneração dos Srs. Membros do Conselho de Administração. Encerramento: Nada mais havendo a tratar, o Sr. Presidente declarou consolidado o estatuto de Columbia S/A, tendo suspendido os trabalhos para ser redigida esta Ata, que depois de lida e achada conforme, foi por todos assinada. Barueri/SP, 29/ 11/2010. Nivaldo Tuba, Presidente; Rubens Asam, Secretário. Acionistas: Jose Antonio Esteve; Jose Antonio Esteve pp/ Maria Esteve Vilá; Jose Antonio Esteve pp/claudia Marta Esteve Albanell; Jorge Esteve Jorge; Beatrice Haegler; Antonio Vidal Esteve; Jose Carlos Zulques. Confere com a original lavrada em livro próprio. Sao Paulo-SP, 29/11/2010. Nivaldo Tuba - Presidente, Rubens Asam - Secretário. Visto do Advogado: Vera Lucia Nunes de Araujo Picolo Celestino, OAB-SP JUCESP nº /11-6 em 30/03/11. Kátia Regina Bueno de Godoy - Secretária Geral. Cia Agrícola e Pastoril Fazenda Rio Pardo CNPJ nº / Assembleia Geral Extraordinária Edital de Convocação Convidamos os senhores acionistas desta Sociedade a se reunirem em Assembleia Geral Extraordinária, a ser realizada no próximo dia 17 de maio 2011, às 14h, na sede social, na Avenida Cidade Jardim, nº º andar - conjunto 135, no Bairro Jardim Paulistano, nesta cidade, a fim de: (a) tomar conhecimento e deliberar sobre o Relatório da Diretoria, Balanço Patrimonial e demais Demonstrações Contábeis, referente ao exercício social encerrado em 31/12/2010; (b) deliberar sobre a destinação do lucro líquido do referido exercício e a distribuição de dividendos; (c) eleger os membros da Diretoria e do Conselho Fiscal, se for o caso, fixando remuneração; e (d) outros assuntos de interesse social. São Paulo, SP, 04 de maio de a) Antonio João Abdalla Filho - Diretor Presidente. 05, 06 e ABANDONO DE EMPREGO Luciana Nogueira Azevedo, solicita o comparecimento de Edna de Jesus Araújo, GTPS /00189-SP ao trabalho até o dia 10/05/2011, caso isso não ocorra, ficará caracterizado o Abandono de Emprego, conforme ART. 482 letra 1 da CLT. (03, 04 e 05/05) Infravix Participações S.A. CNPJ/MF nº / NIRE Ata de Assembléia Geral Extraordinária de 27 de dezembro de 2010 Data, hora e local: 27 de dezembro de 2010, às 15:00 (quinze) horas, na Alameda Araguaia, 3571, Conjunto 2018, Centro Empresarial Tamboré, Barueri-SP. Presença: Acionistas representando a totalidade do capital social com direito a voto. Convocação: Dispensada a publicação de Editais de Convocação, conforme o disposto no artigo 124, 4º, da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976 e suas alterações posteriores. Mesa: A Assembléia foi presidida pelo Senhor Cristiano Kok, que convidou a mim, Nair A Bragagnolo Zara, para servir como Secretária, no que aceitei. Constituída assim a mesa o Senhor Presidente informou aos presentes que estava em discussão o que se segue. Deliberações: I) Proposta da Diretoria para aumento do capital social da companhia em R$ ,00 (vinte e dois milhões e quinhentos mil reais), mediante a emissão de (vinte e dois milhões e quinhentos mil) novas ações ordinárias nominativas, a serem integralizadas, neste ato, em moeda corrente nacional, pela acionista JACKSON Empreendimentos Ltda.; passando o referido capital social de R$ ,00 (hum milhão de reais), divididos em (um milhão) de ações ordinárias, nominativas, com valor nominal de R$ 1,00 (um real), para R$ ,00 (vinte e três milhões e quinhentos mil reais), divididos em (vinte e três milhões e quinhentos mil) ações ordinárias, nominativas, com valor nominal de R$ 1,00 (um real). II) Homologação do aumento do capital, na forma supracitada. III) Alteração do Artigo 5º, Capítulo II que trata do Capital Social da sociedade, cuja redação passa a ser a seguinte: Capítulo II Do Capital e Ações Artigo 5º - O capital social da Sociedade é de R$ ,00 (vinte e três milhões e quinhentos mil reais), divididos em (vinte e três milhões e quinhentos mil) ações ordinárias, nominativas, com valor nominal de R$ 1,00 (um real). Encerramento: Nada mais havendo a tratar, o Senhor Presidente ofereceu a palavra a quem dela quisesse fazer uso e como ninguém se manifestou, declarou suspensos os trabalhos pelo tempo necessário à lavratura desta ata, que após lida e aprovada pela totalidade dos acionistas, foi assinada por mim secretária e pelo Senhor Presidente da mesa, a quem incumbe levá-la a registro no órgão competente, antes, porém, nesta mesma data, transcrevê-la em livro próprio da sociedade: (a) Cristiano Kok Presidente e Nair A Bragagnolo Zara Secretária. (aa) p/jackson Empreendimentos Ltda.: (Cristiano Kok; e, Gerson de Mello Almada); Cristiano Kok; Gerson de Mello Almada; e, José Antunes Sobrinho. A presente é cópia fiel extraída do livro próprio da sociedade. Barueri, 27 de dezembro de Cristiano Kok Presidente; Nair A Bragagnolo Zara Secretária. Secretaria da Fazenda. Junta Comercial do Estado de São Paulo. Certifico o registro sob o nº /11-7 em 29/04/2011. Kátia Regina Bueno de Godoy Secretária Geral. Sguario Participações S.A. CNPJ nº / NIRE Ata da Assembléia Geral Ordinária realizada em 11/04/ Data, Horário e Local: 11/04/11, 9hs, na sede social, situada no Município de Nova Campina/SP, na Rodovia Luiz José Sguario, Km. 28,5, s/ Composição da Mesa: Luiz José Sguario Neto - Presidente. Maria de Fátima Sguario Cavani - Secretária. 3. Presença: Acionistas representando a totalidade do capital social, conforme assinaturas apostas na Lista de Presença anexa (Anexo nº 01) e no Livro de Presença de Acionistas da Cia..4. Convocação: Dispensada a convocação prévia em virtude da presença de acionistas representando a totalidade do capital social, nos termos do art. 124, 4º, da Lei nº 6.404/76, de 15/12/ Publicações: em conformidade com o disposto no art. 133, 4º da Lei 6.404/76, as demonstr. financeiras da Cia. foram publicadas no jornal Diário do Comércio, edição de 01/03/11, e DOESP, edição de 01/03/ Ordem do Dia: i) exame, discussão e votação das Demonstr. Financ. relativas ao exercício social encerrado em 31/12/10. ii) deliberação sobre a destinação do resultado do exercício. 7. Deliberações: A Assembléia Geral, por votação unânime: i) aprovou, integralmente e sem ressalvas as Demonstr. Financ. relativas ao exerc. social encerrado em 31/12/10. ii) aprovou a distribuição de lucros acumulados. 8. Documentos arquivados na sede social: relatório da adm. e cópia das demonstr. financ. relativas ao exerc. encerrado em 31/12/10, bem como as respectivas publicações, realizadas na forma do art. 133 da lei 6.404/ Encerramento: Nada mais havendo a tratar, foi oferecida a palavra a quem dela quisesse fazer uso e como ninguém se manifestou, foram encerrados os trabalhos e lavrada a presente ata em forma de sumário, nos termos do art. 130, 1º da Lei nº 6.404, de 15/12/76. Nova Campina, 11/04/11. A presente é cópia fiel da original lavrada em livro próprio. Luiz José Sguario Neto - Pres. Maria de Fátima Sguario Cavani - Secr.. Jucesp nº /11-2 em 27/04/2011. Kátia Regina Bueno de Godoy - Secretária Geral. Sguario Florestal S.A. CNPJ nº / NIRE nº Ata de Assembléia Geral Ordinária Realizada em 11/04/ Data, Horário e Local: 11/04/11, 11hs, na sede, situada no Município de Nova Campina/SP, na Rod. Luiz José Sguario, Km. 28,5. 2. Composição da Mesa: Luiz José Sguario Neto - Pres.. Maria de Fátima Sguario Cavani - Secr.. 3. Presença: Acionistas representando a totalidade do capital social, conforme assinaturas apostas a Lista de Presença anexa (Anexo nº 01) e no Livro de Presença de Acionistas da Cia.. 4. Convocação: Dispensada a convocação prévia em virtude da presença de acionistas representando a totalidade do capital social, nos termos do art. 124, 4º, da Lei nº 6.404, de 15/12/ Publicações: em conformidade com o disposto no art. 133, 4º da lei 6.404/76, as demonstr. fi nanc. da Cia. foram publicadas no jornal Diário do Comércio, edição de 01/03/11, e no DOESP, edição de 01/03/ Ordem do dia: i. exame, discussão e votação das Demonstrações Financeiras relativas ao exercício social encerrado em 31/12/10. ii. deliberação sobre a destinação do resultado do exercício. 7. Deliberações: A Assembléia Geral, por votação unânime: i. aprovou integralmente e sem ressalvas as Demonstrações Financeiras relativas ao exercício social encerrado em 31/12/10. ii. aprovou a distribuição de lucros acumulados. 8. Documentos arquivados na sede social: relatório da administração e cópia das demonstrações fi nanceiras relativas ao exercício encerrado em 31/12/10, bem como as respectivas publicações, realizadas na forma do art. 133 da lei 6.404/ Encerramento: Nada mais havendo a tratar, foi oferecida a palavra a quem dela quisesse fazer uso e como ninguém se manifestou, foram encerrados os trabalhos e lavrada a presente ata em forma de sumário, nos termos do art. 130, 1º, da Lei nº 6.404, de 15/12/76. Nova Campina 11/04/11. A presente é cópia fi el da original lavrada em livro próprio. Luiz José Sguario Neto - Pres. da Mesa. Maria de Fátima Sguario Cavani - Secr.. Jucesp /11-4 em 27/04/2011. Kátia R. B. de Godoy - Secr. Geral. Brasília Os ativos totais do sistema cooperativo de crédito cresceram 30% no ano passado, em comparação a 2009, e o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes Freitas, estima que o setor, este ano, vai manter o ritmo de crescimento. Os ativos das sociedades de crédito eram de R$ 52,8 bilhões em 2009 e evoluíram para R$ 68,7 bilhões em 2010, com perspectiva de chegar a R$ 88 bilhões em Os números foram revelados na instalação da reunião ordinária do Conselho Consultivo do Ramo Crédito (Ceco), na sede da OCB, que discutiu uma agenda de curto e médio prazos para o cooperativismo brasileiro. O encontro contou com a presença de representantes do governo federal, do Poder Legislativo e de instituições parceiras, como BNDES e Confederação das Cooperativas Alemãs (DGRV), entre outras. Márcio Freitas disse que, para o setor alcançar o estágio atual, com 5,1 milhões de associados e ativos crescentes, foi preciso profissionalizar o processo de gestão e de investimentos na governança cooperativa. Para isso, o sistema teve o apoio de parceiros como o BC que, segundo ele, contribuiu diretamente para a definição de marcos regulatórios importantes. O chefe do Departamento de Organização do Sistema Financeiro do BC, Luiz Edson Feltrim, ressaltou que para crescer é preciso enfrentar, pelo diálogo, os desafios. No seu entender, esse papel foi bem conduzido pela OCB, pois o sistema de crédito cooperativo já concorre com o Sistema Financeiro Nacional (ABr). Cooperativismo de crédito estima crescer 30% este ano

8 Página 8 São Paulo, quinta-feira, 05 de maio de 2011 Lazer & Cultura regina-lluol.com.br Turma da Mônica Espaço Turma da Mônica. A estação Turma da Mônica Fashion, espaço que mistura moda e diversão em sessões que combinam maquiagens artísticas, tatuagens e superpenteados com sprays coloridos alegram as meninas. Já os meninos fazem tatuagens estilizadas no Turbomóvel, um carro customizado onde também é possível realizar a maquiagem artística e aplicar tinta spray A exposição interativa do projeto Sua Mata, Sua Casa, da ONG SOS Mata Atlântica, tem o objetivo de orientar, de forma educacional, seus visitantes e, levar conhecimento sobre a importância da conservação da Mata Atlântica no dia-a-dia de cada um. De forma lúdica, divertida e curiosa, os visitantes podem conferir um cenário interativo e tecnológico, composto por televisores, mesa multi-touch e IPADs para cabelos. Depois da transformação, as crianças brincam com Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali no jogo Gira-Modas, cilindros giratórios onde os personagens mudam de roupas. Entre outras atrações, as atividades são realizadas com monitores especializados. Serviço: Shopping Center Ibirapuera, Av. Ibirapuera 3103, Moema, tel De sexta a domingo das 14h às 20h. Entrada franca. Até 19/06. Homem e meio ambiente com informações e orientações sobre a relação do homem com o meio ambiente. Inspirada na ideia de que a Mata Atlântica é a nossa casa, a exposição reforça que as pessoas vivem em meio à Mata mesmo nas áreas urbanas e que a relação do homem com o bioma é mais direta do que ele imagina. Serviço: Shopping Metrô Tatuapé, Av. Radial Leste. De segunda a sábado das 10h às 22h, domingos e feriados das 12h às 20h. Entrada franca. Até 29/05. 1 milhão de visitantes Museu do Futebol comemora um milhão de visitantes hoje (5). Para celebrar a conquista, além da visita do Secretário de Cultura do Estado, Andrea Matarazzo, o museu terá entrada gratuita, microônibus gratuito na estação Clínicas (Linha 2, Verde), das 13h às 18h, jogos interativos, e a inauguração de um painel de fotos para as pessoas registrarem suas visitas ao Museu. Inaugurado em setembro de 2008 no complexo do tradicional Estádio do Pacaembu, é o primeiro acervo multimídia a retratar a história do principal esporte nacional e contar como o futebol se tornou parte fundamental da cultura brasileira. Dividido em três partes, o Museu convida o público para uma viagem pela Emoção, passando pela História e desembarcando na Diversão. Serviço: Museu do Futebol, Pça Charles Miller, s/n. De terça a domingo, das 10h às 17h. Ingressos: R$ 6 e R$ 3, entrada franca as quintas. Encontro musical Hermeto Pascoal e Egberto Gismonti, dois pilares fundamentais da música brasileira moderna, são a inspiração e a motivação do novo encontro musical da premiada dupla André Mehmari e Hamilton de Holanda. Representantes legítimos e guardiões exemplares desta bela e longa tradição de músicos, o duo interpreta com rigor as geniais composições dos mestres, na formação minimalista, mas surpreendentemente colorida de piano e bandolim. No repertório, além de clássicos de Hermeto e Egberto como Bebê, Frevo, São Jorge, Palhaço, Intocável e Lôro, composições próprias como Menino Hermeto, Chorinho pra eles e uma homenagem do duo O guitarrista americano George Lynch mostra seu primeiro show no País. Ao lado de uma banda formada por músicos brasileiros, ele toca clássicos do Dokken e Lynch Mob. O músico ficou Rock A dupla André Mehmari e Hamilton de Holanda. aos visionários com a bela e singela Gismontipascoal, a primeira parceria composicional de André e Hamilton, apresentada em duas versões contrastantes. Serviço: Auditório Ibirapuera, Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, tel Sexta (6) e sábado (7) às 21h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia). famoso por trabalhos como Tooth and Nail e Under Lock and Key, feitos em parceria com o Dokken. Serviço: Manifesto Bar, R. Iguatemi, 36, Itaim Bibi, tel Domingo (8) às 18h. Ingresso: R$ 60. Arte moderna Com a proposta de exibir a originalidade e o vigor da arte moderna e contemporânea brasileira em um só espaço, a exposição Recortes de Coleções, trata de um significativo acervo de obras, muitas delas inéditas e que estavam fora de circulação há mais de 30 anos. Os 35 artistas são resultado de uma apurada seleção realizada em três coleções particulares. A exposição inicia com o resplandecente mármore da escultura Ovo, de Sergio Camargo. Uma peça rara, pois Camargo só fez quatro semelhantes, duas brancas e duas pretas, com orifícios diferentes. Ele é um contraponto ao belíssimo Torso Feminino, do modernista Victor Brecheret, de 1940, em terracota, nunca exibido, e pertencente à mesma linhagem de suas famosas As Graças, em bronze. Artistas em exposição: Alexander Calder, Antonio Dias, Antonio Gomide, Torso Feminino por Victor Brecheret. Antonio Henrique Amaral, Arcângelo Ianelli, Candido Portinari, Carlos Fajardo, Carlos Vergara, Claudio Tozzi, Danilo Di Prete, entre outros. Serviço: Ricardo Camargo Galeria, R. Frei Galvão, 121, Jd. Paulistano, tel De segunda à sexta das 10h às 19h, sábados das 10h às 14h. Entrada Franca. Até 28/05. TEMPO DE CRISE: Tempo de crise - impositivo de serenidade. Sobretudo, na época de crises afetivas quando, freqüentemente, nos opomos uns aos outros. Renovação espiritual, na essência, não é plano de trabalho que se execute de uma existência para outra. De berço em berço terrestre, somos entregues à construção do amor que nos identificará, um dia, uns aos outros para sempre. Raramente, porém, adquirimos notas distintas nas tarefas realizadas. A conquista da sublimação exige variadas matérias de domínio pessoal. Em determinada existência, por vezes, o espírito ganha em trabalho, mas perde em desprendimento, premia-se em abnegação, no entanto, se complica em assuntos da afeição possessiva. O progresso se faz vagarosamente, até que se atinja as épocas de exame que nos comprovem as aquisições do espírito. Reflete nos chamados tempos novos em que te encontras, ante o surpreendente espetáculo das desvinculações violentas. Se te propões a vencer, nas lições que a vida te apresenta, deixa que a compreensão te apóie os raciocínios e ama sempre. Hábitos se alteram, sentimentos se transformam. Se entes amados aderiram às ideias novas, em quaisquer modificações de caráter negativo, compadece-te deles e auxilia-os quanto puderes... (De Companheiro, de Francisco Cândido Xavier, pelo espírito Emmanuel). Horóscopo Cícero Augusto - ciceroaugustoradialistahotmail.com Esta quinta, o terceiro dia da lunação é muito propício para tratar e contrair casamento, iniciar ou continuar viagens longas. Desde manhã o contato favorável entre Lua e Saturno predispõe às atitudes responsáveis e a tarefas cumpridas com atenção e cuidado. Desde cedo estão favorecidos os contatos e os estímulos intelectuais, bem como a expressão afetiva. O dia é excelente para o cumprimento dos deveres obtendo êxito nas atividades rotineiras. Porém cuidado, há tendência a tratar os assuntos com superficialidade e não se aprofundar naquilo que realmente importa. Áries (21/3 a 19/4) Câncer (22/6 a 22/7) Libra (23/9 a 22/10) Capricórnio (22/12 a 19/1) De agora em diante haverá facilidade para a expressão afetiva e muita afetividade entre os casais. Por isso, as ações e pensamentos hoje se concentrarão no campo na intimidade. Vai obter as soluções esperadas usando a imaginação nos contatos pessoais. Desde cedo a Lua em aspecto com Saturno predispõe às atitudes responsáveis e a tarefas cumpridas com mais atenção e cuidado. Grande atividade social ajudará a encontrar soluções razoáveis para os problemas. Solução em questões pessoais, familiares e até mesmo amorosas. 32/832 azul. Desde o começo desta quinta estão favorecidos os contatos e os estímulos intelectuais, para o cumprimento dos deveres. Terá uma atenção maior daqueles com quem convive, por isso evite a incompreensão que pode atrapalhar. Precisa de apoio para superar dificuldades pessoais do momento. Até mesmo improvisando virão lucros através da sua ousadia e da coragem de arriscar. Terá chance de se sair bem num trabalho realizado em longo prazo, com disposição e coragem. Terá nesta quinta um bom poder para tratar de assuntos práticos e decisivos. A magia dos sonhos Touro (20/4 a 20/5) Leão (23/7 a 22/8) Escorpião (23/10 a 21/11) Aquário (20/1 a 18/2) Sonhei que estava num velório, de uma pessoa que não conheço, estava apenas meu irmão lá. No sonho essa família fazia parte de uma seita religiosa e duas pessoas se vestiram com um tipo de vestido preto com capuz e saíram puxando e arrastando pelo chão um bicho de cabelos compridos parecido com gambá. Após o enterro essas pessoas voltaram com muitos outros bichos vivos (escorpiões, ratos, cobras, baratas) e começaram a colocar em cima do defunto e os escorpiões foram colocados em cima do peito em direção do coração e cobriram com um pote transparente para que eles não fugissem e o morto abriu os olhos e se levantou assustado. Ana Paula Lima Um velório de desconhecido indica boas noticias e vê-lo no caixão avisa da satisfação de um desejo. As pessoas fazerem parte de uma seita pode indicar que está tendo problemas com imóveis. Os bichos que foram colocados sobre o morto também indicam que seus desejos serão atendidos. Apenas o escorpiões indicam falsos amigos que tentarão ocupar seu lugar, tenha cautela e não confie em ninguém nos próximos dias. Sonhei que estava fugindo e não sabia porque. Larissa por Fugir em sonho é tentar romper com determinado problema na vida real. O Sol em seu signo lhe dá a certeza no coração para a realização de seus desejos e conquistas. Desde cedo estão favorecidos os contatos e os estímulos intelectuais, bem como a expressão afetiva. Mesmo assim o aparecimento de obstáculos acontecerá pelos desentendimentos. Sabendo agir irá melhorar sua vida tanto no trabalho como no ambiente doméstico. A sua dedicação a qualquer coisa, sempre dá bons resultados, por isso persista em seus desejos. Este dia é indicador de alegria e felicidade, bom para a saúde, negócios e tudo mais. Desde cedo a Lua faz aspecto com Saturno que leva a tomar atitudes responsáveis e a cumprir as tarefas da rotina. Com o Sol em Touro, na casa sete é tempo de renovar os relacionamentos e apaixonar-se. Seja corajoso e imponha sua vontade sem radicalizar. Desde cedo a Lua e Saturno nesta quinta favorecem os contatos e os estímulos intelectuais. O Sol na casa quatro o aproxima do ambiente familiar e faz viver bom momento na relação íntima e familiar. Faça viagens longas programadas, reveja pessoas e encontre seus amigos do passado e será mais feliz. Comemorações e aniversariantes do dia Peça o MAPA ASTRAL para se conhecer melhor, a Previsão Anual e o Mapa de Relacionamento, a Sinastria que diz se vocês combinam. Adquira os Livros Magia dos Sonhos e Simpatias que Funcionam - também a previsão do Sexo do Bebê antes mesmo de conceber - ligue para: (0xx11) Faça seu pedido através da Internet: Gêmeos (21/5 a 21/6) Virgem (23/8 a 22/9) Sagitário (22/11 a 21/12) Peixes (19/2 a 20/3) O dia é excelente para o cumprimento dos deveres obtendo êxito nas atividades rotineiras. Aguarde o momento e antes de agir reflita muito bem, pois o dia é mais difícil devido a superficialidade. Mantenha um clima de otimismo e haja de acordo com aquilo que acredita. Este dia deve ser de prudência que se transforma em vantagem na lida com valores e bens materiais. É melhor usar um maior poder de análise em tudo que envolva bens e dinheiro. Os relacionamentos ficam cada vez mais próximos e íntimos no final do dia. Nesta quinta há tendência a tratar os assuntos com superficialidade e não se aprofundar naquilo que realmente importa. Por isso, dedique sua atenção à pessoa amada, à família ou aos amigos. O ciúme e o egoísmo diminuem sua chance de felicidade abalando relacionamentos e amizades. Este seu dia favorável da semana é excelente para o cumprimento dos deveres obtendo êxito nas atividades rotineiras. Mas cuidado que os obstáculos do cotidiano afetam os planos e sonhos acalentados. O Sol na casa três ajuda a mudar, mas o que já foi preparado antes, não faça mudança de ultima hora. QUINTA 05 de Maio de Dia de São Peregrino, São Joviniano, Santa Irene, e Dia do Anjo Assaliah, cuja virtude é o dinamismo. Dia Nacional das Comunicações, Dia do Trabalhador Preso, Dia do Expedicionário e Dia da Comunidade. No Japão, hoje é o Tengo-No-Sekko, ou seja, Dia dos Meninos. Hoje aniversaria a cantora Beth Carvalho que faz 65 anos, o cantor Chitãozinho, da dupla Chitãozinho e Xororó, nascido em 1954, o ator Paulo Gorgulho, que chega aos 52 anos, o ator Thiago Picchi que completa 35 anos e o cantor, dançarino e ator Chris Brown nascido em Simpatias que funcionam Para vender um imóvel ou carro: Pegue um lenço ou um guardanapo de tecido branco. Coloque uma cópia da chave do seu imóvel ou de seu carro no meio desse lenço. Coloque folhas de hortelã, galhinhos de arruda, de alecrim e folhas de erva-cidreira em cima da chave. Pegue duas pontas do lenço e amarre, depois amarre as outras duas. Guarde no bolso de um casaco no seu guarda-roupa ou numa gaveta de madeira. Essa simpatia costuma dar certo, mas lembre-se: só retire a chave quando concretizar o negócio. O nativo do dia O nativo de Touro deste dia e grau gosta de tudo muito bem encadeado, ainda mais no campo afetivo, e não aprecia lidar com nada que não possa controlar razoavelmente. É elegante e um pouco orgulhoso, sem que isto chegue necessariamente a prejudicar as boas relações com os outros. Tem boa compreensão dos ciclos da natureza, suas leis, exigências e sua lógica. Freqüentemente aplica essa compreensão de maneira prática, na vida pessoal e profissional. PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS Revistas COQUETEL 2011 Jean (?), ator francês Artefato do jogo de futebol Fronteiriço Trejeito de modelo Onde está? Região da Bahia Singulares (fem.) Faminto; famélico 52 Capital nórdica BANCO Prefixo de telefones gratuitos para uso de consumidores Tecla de micros Musa de Petrarca (Lit.) Página da internet 60 quilos de café Embaraço; empecilho Duas famosas praias de Fortaleza (CE) Estudo comum no trabalho do agrônomo Rápida; breve Gaivota, em tupi Erva de saladas, sopas e molhos Ecologia (abrev.) (?) senso: razão Lao-(?), filósofo chinês Responder, argumentando Personagem de "O Guarani" (Lit.) A emissora dos videoclipes 3/ati mtv. 4/oslo pivô reno. 5/laura óbice. Mamífero roedor similar à cobaia Adonias Filho, escritor brasileiro Suporte do dente artificial Teófilo Dias, poeta brasileiro Solução (?) Morales, político boliviano (?) Bilac, patrono do serviço militar Z F P R E D A R G U I R R E N O T S E B O L A C U A O L A U R A L I M I T R O F E T S I T E V P O S E A I P O C A D E R I R E C O N C A V O U N A S E C O L T O B I C E A O S L O M T V E S F O M E A D O

9 São Paulo, quinta-feira, 05 de maio de 2011 Ciência e Tecnologia ricardosouzanetjen.com.br Página 9 A Tecnologia de Forecasting e Superação do Feeling nas Empresas Aumentar a taxa de acerto na previsão dos custos de operação é um dos maiores desafios de gestores de grandes empresas De fato, quanto mais complexo e dinâmico vai se tornando o ambiente de negócios, com todas a intercorrências nos termos concorrenciais, bem como nos níveis de micro e macroeconomia, mais complicada e menos factível parece ser a tarefa de se dimensionar com precisão a previsão de demanda e planejar o orçamento necessário para atendê-la com sucesso. Mecanismos para se perseguir este casamento entre orçamento e demanda real existem e são cuidadosamente aplicados. Na grande maioria dos casos, os gestores de grandes empresas gerenciam a previsão de custos e orçamentos baseados nos dados históricos da operação. Com base em tais informações eles desenvolvem cenários futuros e lançam mão de todo o feeling das pessoas que possuem grande vivência do negócio (ou que participam do dia-a-dia da operação) e assim procuram garantir o justo fechamento da equação previsto e realizado. Mas, à medida em que avançam as exigências de governança e controle de riscos operacionais, a pergunta que cabe fazer é: até que ponto a combinação de feeling com informação passada é suficiente para se ter uma taxa de acerto aceitável, a ponto de se controlar de fato o risco e de se otimizarem as taxas de ganho planejadas? A propósito desta questão, outras dúvidas comparecem, tais como a de se saber: qual o custo de um pequeno erro para um grande negócio? Se a empresa possui uma taxa de acerto de 90% entre o previsto e o realizado, isso significa que a operação está bem planejada? As respostas, é claro, necessitam ser equacionadas com cuidado e à luz de cada situação específica. Existem operações em que 1% do MAPE (Erro Médio de Percentual Absoluto, no acrônimo em Inglês) pode significar um custo altamente expressivo ou até mesmo perda de importantes receitas para a empresa. Qual o custo de estoque para itens que estão armazenados além do previsto? Qual o impacto de receita ocasionado pela falta de produtos para pronta-entrega? Qual o custo embutido no excesso de medicamentos estocados num hospital com risco da perda de validade? Existem erros muito comuns que podem ser cometidos no planejamento de demanda e custos da operação. Um deles é fazer a previsão de custos sem considerar eventos e fatores causais internos e externos que interferem no negócio. Laurier Soares (*) Outro, é desagregar a previsão de custos em sub-níveis do negócio (Ex: por regiões, lojas, unidade, etc.) e, posteriormente somar estes sub-níveis para encontrar o custo total de operação. Ocorre que a soma dos sub-níveis não pode, na verdade, ser interpretada como a soma do custo total previsto. Felizmente, hoje podemos contar com tecnologias capazes de auxiliar na criação de projeção de custos/demanda de forma customizada, automatizada e em larga escala. E melhor ainda, que permitem aumentar drasticamente a taxa de acerto na previsão de custos e demanda de sua empresa. Entre estas tecnologias, aquela que mais desponta mundialmente é a que o mercado vem denominando como Forecasting e que comercialmente é liderada pela solução Forecast Studio da fabricante norte-americana SAS. Dentro de sua metodologia, as soluções de forecasting decompõem a previsão em componentes de sazonalidade, componentes de ciclo, componentes de tendências já estatisticamente observadas e, finalmente, componentes não observados. Esta decomposição garante abrangência máxima para as classes de eventos envolvidas na geração do evento-final (demanda prevista) e amplia significativamente os níveis de assertividade. O Forecasting também determina de forma automática os fatores causais significantes, fazendo uso de avançados modelos de regressão de séries temporais e na captura de efeitos de múltiplos períodos. O gestor tem acesso também a um console de gerenciamento de eventos fornecido para criar eventos customizados e obter avaliação do impacto dos eventos na qualidade das previsões. Com isto, sua capacidade de produzir cenários plausíveis se torna cada vez mais acurada e próxima do cenário real resultante da interpolação de todos os eventos estudados. Finalmente, além de ampliar a capacidade de se prever, o Forecasting prevê mecanismos inteligentes e práticos para o gerenciamento de previsões. Tais mecanismos englobam todo o rol das chamadas exceções e fornecem um console de análise de cenários para modelagem da demanda com toda a sorte de eventos causais hipotéticos. É claro que o faro do gestor, o seu feeling, continuará sempre em alta conta no cardápio dos headhunters. O que se ressalta, porém, é que o tino para os acertos na arena dos grandes negócios é somente um dos componentes que estruturam um processo robusto de gestão de demanda, onde o uso das demais variáveis e dinamismo de análises apontam para a exigência das novas tecnologias de forecasting. (*) É Consultor da MD2 2º webinar gratuito Devido ao sucesso da 1ª edição que reuniu mais de 50 profissionais da área de tecnologia do Brasil, a COLDWELL Fiscal (www.coldwell-fi scal. com.br), empresa do Grupo COLDWELL, especializado em produtos e serviços de alta tecnologia e soluções fiscais, realizará o 2º Seminário Grátis para Empresas e Profissionais sobre as recentes mudanças que alteram o SPED Contábil, FCONT, elalur e PIS/CO- FINS. Trata-se das alterações da IN1139/11. Quem ainda não participou ou não conseguiu se inscrever na 1ª edição essa é a oportunidade de conhecer todos os detalhes sobre o elalur 2012 e o FCONT 2011, que serão entregues em 30/06/2011 e apresentados durante o evento, além das regras e prazos para o PIS/COFINS. O seminário será realizado no próximo dia 10 de maio, terça-feira, às 15h e terá 1 hora de duração. O webinar é direcionado a empresas no regime de lucro real optantes pelo RTT (Regime Tributário de Transição). No entanto, qualquer pessoa interessada pode participar. Para efetuar a inscrição é só acessar o site e preencher o formulário de inscrição para Seminário Web de FCONT e elalur. As inscrições podem ser efetuadas até 15 minutos antes do início do Webinar. Paixão nacional, o futebol é motivo de comoção de toda a nação brasileira. Mas os números mostram que não estamos sozinhos nessa paixão. Na última Copa do Mundo, realizada na África do Sul, mais de 3 bilhões de pessoas ao redor do planeta acompanharam os 64 jogos do torneio Copa do Mundo: a tecnologia dentro e fora dos gramados Unidade ERP News TI Diante da obrigatoriedade das empresas emitirem notas fiscais eletrônicas e relatórios de prestação de contas para o governo, muitos escritórios de contabilidade estão buscando soluções no mercado de TI para indicar aos seus clientes e, assim, incentivar a implantação de tecnologias para garantir o sucesso das operações contábeis. A Disoft, empresa brasileira especializada em produtos e serviços na área de Tecnologia da Informação e líder no mercado de soluções de gestão de crédito, aposta no aumento de vendas para o setor contábil oferecendo solução ERP para gestão integrada e emissão de documentos fiscais eletrônicos (www.disoft.com.br). Empreendedorismo empresarial e acadêmico A Fundação everis investirá mais de 124 mil euros para estimular uso da inovação tecnológica para o bem social e ambiental e assim potencializar o empreendedorismo, tanto no setor empresarial quanto na área da Educação, em todos os países da Europa e América Latina em que a empresa atua, inclusive no Brasil. Com as inscrições abertas, e gratuitas, da 10ª edição dos Prêmios Dissertações e Empreendedores de 2011, que vão até 1º de junho de 2011 e podem ser feitas pelo site (www.fundacioneveris.es), os vencedores receberão 100 mil euros, para o melhor e mais criativo projeto em Inovação e 24 mil euros para a melhor dissertação que desenvolva uma reflexão sobre gestão empresarial, analisando de forma inovadora o papel das empresas no desenvolvimento da sociedade. Distribuidora do ano A Anixter Inc recebeu da Polycom o prêmio de Distribuidor do Ano para CALA - Caribe e América Latina. A premiação ocorreu durante um evento anual realizado pela Polycom, em Orlando, no estado norte-americano da Flórida, no início de abril, e levou em consideração o trabalho dos parceiros durante o ano de 2010 (www.anixter.com). Solução de Auditoria e Controle do SPED A Painel Fiscal está apresentando ao mercado uma completa plataforma para administração do ambiente de notas fiscais eletrônicas do (NF-e), bem como de todas as atividades relacionadas ao Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), que se tornou obrigatório para o conjunto das empresas (www.painelfiscal.com.br). Compras coletivas Valério Augusto Mateus (*) Esse número foi 14% maior que o registrado na Copa anterior, na Alemanha, em 2006, quando 2,63 bilhões de fãs assistiram aos jogos, foi 101% maior que o da Copa de 2002 e 183% maior que o da de Podemos esperar um novo recorde em 2014, ainda mais se considerarmos as novas formas de acesso à informação que estão se popularizando com a Internet. Dentro dos estádios, os números são igualmente impressionantes: mais de 3 milhões de pessoas assistem aos jogos presencialmente, uma média de por partida. Atender à demanda de todas essas pessoas requer a aplicação de soluções tecnológicas de ponta em diversas áreas, como transmissão de vídeo e dados, segurança física e de informações, transportes e outros diversos serviços voltados aos fãs do futebol. O Brasil tem experiência em sediar grandes eventos, como o carnaval e as eleições, nas quais apuramos mais de 101 milhões de votos válidos, número maior que o da população da França ou da Alemanha. Isso mostra a capacidade dos brasileiros para executar grandes espetáculos, porém a Copa é mais que um torneio, ela vai além dos campos de futebol e o País precisa se preparar. Hoje muito se fala a respeito da infraestrutura física de estádios e aeroportos, mas é preciso começar a discussão sobre toda a tecnologia necessária para que essas estruturas possam realmente atender às necessidades de um evento como a Copa do Mundo. Na Copa de 2006, o Estádio de Berlim contava com mais de pontos de acesso à rede, via cabo, para a transmissão das informações dos jornalistas que cobriam as partidas. A segurança é fundamental nessa comunicação, pois a foto que revela os detalhes de um gol ou de um lance decisivo é um ativo de grande valor O ClickOn (www.clickon.com.br) um dos sites líderes em compras coletivas no Brasil, anuncia que captou recursos junto a Mosaico (www.mosaicointernet.com), empresa de investimentos em negócios de Internet das Organizações Globo. Com o negócio, a Mosaico passa a deter 40% do ClickOn. O mercado de compras coletivas é o que cresce mais rápido na Internet do país, devendo superar R$ 1 bilhão em vendas em Extreme Networks e WDC celebram parceria A Extreme Networks acaba de concluir um acordo de parceria comercial com a WDC Informática, tradicional distribuidora de redes com forte presença em todo o País, principalmente nos nichos de IP Surveillance e na integração de infraestrutura para provedores para os veículos de comunicação. Para garantir essa segurança, todo o estádio foi conectado por uma rede física, eliminando a necessidade de transmissões wireless. Numa sociedade online prover tantos pontos de rede, inclusive ao redor do gramado, para a transmissão segura e instantânea das informações é fundamental para garantir que aqueles 3 bilhões de pessoas possam acompanhar cada lance das partidas de uma Copa do Mundo. Ainda na questão de segurança é importante considerar que milhões de pessoas, das mais diferentes culturas, estarão nas cidades sede para assistir aos jogos ou simplesmente para acompanhar o torneio. A paixão despertada pelo futebol pode trazer reações inesperadas, por vezes violentas, e as cidades deverão estar preparadas para responder de forma adequada e garantir a segurança não apenas de sua população, mas de todos os visitantes. Para isso as cidades sede de Copas anteriores se prepararam com muita tecnologia, criando centros de operação onde as diversas unidades de resposta a crises, como Polícias, Bombeiros e Centros de Saúde, podiam coordenar suas ações. Equipamentos avançados de comunicação digital dotados de GPSs, câmeras, criptografia de áudio e outras tecnologias permitiam a coordenação perfeita entre todos os envolvidos no gerenciamento de uma crise. A infraestrutura de tecnologia que permite a criação desses centros também deve ser prevista, tanto dentro quanto fora dos estádios. Facilitar o deslocamento dessas dezenas de milhares de pessoas pelas cidades, não apenas nos dias de jogos, é outra tarefa que pode ser muito facilitada com o uso de tecnologias específicas. É importante considerar que esses visitantes se deslocam de forma distinta daqueles brasileiros que assistem a uma final do Brasileirão. Eles não conhecem a cidade e seus desvios, os caminhos alternativos ou os melhores horários para realizar esse deslocamento. Ferramentas de monitoração de trânsito, aliadas a displays inteligentes capazes de mudar suas orientações de forma online, indicam em tempo real a melhor rota para ir ao estádio. A Copa do Mundo há muito tempo deixou de ser apenas um espetáculo de dribles, de jogadas ensaiadas, da genialidade dos jogadores. O evento é também um pontapé para o desenvolvimento dos países que sediam esse torneio. O Brasil tem todas as condições para sediar uma Copa do Mundo, mas precisa de planejamento, de uma visão ampla e de futuro, além de ações que aproveitem experiências bem-sucedidas em Copas anteriores. Com todos os avanços recentes, a expectativa é que a Copa de 2014 seja a mais tecnológica das Copas. regionais de multisserviços IP. Inclui-se nesse segmento um grande número de provedores que hoje estão se preparando para diversificar a oferta de serviços para as futuras regiões a serem beneficiadas pela ação do PNBL (Plano Nacional de Banda Larga). Pelo acordo entre as duas empresas, a WDC passa a atuar como distribuidor autorizado da Extreme Networks, de modo a incorporar em seu portflolio a tecnologia de redes da empresa norte-americana através das famílias de switches GB Ethernet e Metro-Ethernet Summit e BlackDiamond. Estas duas famílias de produtos cobrem todo espectro de velocidade, capacidade de portas e alcance metropolitano de redes exigidos pelo mercado (www.extremenetworks.com.br). Cloud Plesk A Tecla Internet lança novo plano com o sistema Plesk pré-instalado em um Cloud Server personalizado, que permite a gestão de diversos sites por uma mesma interface, promovendo o uso da tecnologia entre profissionais liberais e revendas de hospedagem. Por meio do painel Plesk é possível hospedar sites, contas de , domínios e banco de dados. Além de o sistema garantir disponibilidade de 99,9% segundo contrato, ser seguro, inovador e totalmente automatizado, o administrador ainda pode configurar clientes e modelos de site conforme sua necessidade, o que pressupõe parâmetros de alocação de recursos para domínios ou clientes (www.tecla.com.br). Sites para entidades beneficentes A Datto oferece à instituições do terceiro setor a oportunidade de ter seu website. Segundo Ricardo Florêncio, diretor da Datto, a iniciativa se deu após observar que instituições possuem objetivos bem definidos, mas muitas vezes aparecem de maneira amadora ou pouco profissional para empresas e pessoas minimizando a possibilidade de arrecadar donativos e recursos. Para participar da iniciativa, basta se cadastrar no site (www.datto.com.br/sitegratisparaterceirosetor.php). Epson ganha três prêmios (*) É diretor da área de Vendas da T-Systems do Brasil. A TIPA - Associação Internacional de Imagens Técnicas para a Imprensa, que promove o TIPA Awards todos os anos para reconhecer os melhores produtos da área de imagem, premiou a Epson em três categorias no mercado de imagem profissional, o que consolida a empresa como referência no setor. Os produtos premiados foram a Epson Stylus Foto R3000, na categoria Melhor Impressora de Foto Inteligente; a Epson Stylus Pro 4900, que ganhou como Melhor Impressora Grande Formato; e o Epson Perfection V330 Foto, que foi reconhecido como Melhor Scanner de Foto (www.epson.com.br). Transistores com nova estrutura 3-D A Intel anunciou uma significativa inovação na evolução do transistor o componente microscópico base dos eletrônicos modernos. Pela primeira vez desde que os transistores de silício foram inventados há 50 anos, transistores utilizando uma estrutura tridimensional serão incluídos na linha de produção em larga escala. A Intel lançará um revolucionário design de transistor 3-D chamado Tri-Gate que será incluído na linha de produção em larga escala no nó processo de produção de 22 nanômetros (nm) ainda neste ano, em um chip da Intel de codinome Ivy Bridge. Um nanômetro equivale a um bilionésimo do metro (www.intel.com).

10 Página 10 São Paulo, quinta-feira, 05 de maio de 2011 Especial Fotos: Cerca de 65% da população usam transporte público nas capitais Um estudo divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta que 65% da população das capitais usam transporte público para se deslocar. Esse percentual cai para 36% nas cidades que não são capitais 2,85% da população residente em capitais se locomovem a pé no dia a dia. Apenas Já nas outras cidades, esse percentual sobe para 16,63%. A bicicleta é o meio de transporte de 3,22% das pessoas que vivem nas capitais. Nas outras cidades, esse percentual é 8,45%. A moto é usada por 5,5% da população que vive nas capitais e por 15% nas demais cidades. Em todos os municípios brasileiros, 23% da população adotam o carro como meio de transporte. O estudo sobre mobilidade urbana faz parte de uma série chamada Sistema de Indicadores de Percepção Social. A partir deste e de outros estudos, o órgão poderá propor medidas mais adequadas para cada tipo de região. E, também, deixar a população mais esclarecida sobre os serviços e as possibilidades de transporte que são oferecidos. Nas grandes cidades, por exemplo, o governo poderá aplicar ações que motivem as pessoas a deixarem o carro na garagem e usar o transporte público. E em pequenas cidades, estimular o uso de bicicletas ou o hábito de andar a pé quando a locomoção for por pequenas distâncias. Uma das conclusões à que chegou o Ipea é a tendência de se alcançar melhores resultados a partir de investimentos em corredores de ônibus e metrôs, aliados a políticas tarifárias que permitam ampliar o número de usuários de transporte público. O instituto enfatiza que, nesse cenário, deve ser esti- mulada a redução do tempo de viagem. A rapidez, a disponibilidade e o menor custo foram características recorrentemente citadas de forma explícita pelos entrevistados, afirma o estudo. Segundo ele, a diferença de percepção da segurança entre os usuários de automóveis e os de transporte público pode revelar importantes aspectos para a atuação pública. A pesquisa perguntou que motivo faria os não usuários de transporte público a passar a fazer uso dele. A maior rapidez do transporte público foi a resposta mais apresentada pelos usuários de bicicleta, carro e moto. Para quem se locomove a pé, a resposta está ligada à questão da disponibilidade desse tipo de meio de transporte. Os motivos mais indicados pelos pedestres para terem optado por andar a pé são a saúde e a rapidez. No entanto, eles afirmam predominantemente que passariam a usar o transporte público caso houvesse maior disponibilidade, fosse mais barato e também mais rápido. Para o pedestre, estas duas últimas características são necessárias para se ter um bom transporte. Os ciclistas escolhem essa forma de transporte pelos mesmos motivos apresentados pelos pedestres: saúde e rapidez. Mas também ressaltam, como motivo, o baixo custo. No uso do transporte individual motorizado (carro e moto), quem utiliza o primeiro ressalta o motivo do conforto e a comodidade, enquanto os que optam pela moto justificam sua escolha devido ao preço. Mas ambos consideram a rapidez como o fator de maior importância. mês de combustível. O carro é o meio de transporte que uso diariamente para ir ao trabalho, pelo fato da comodidade e rapidez, disse. Segundo ele, entre os motivos para não usar o transporte público estão o descumprimento do horário, a má conservação dos veículos e as poucas unidades circulando pelas ruas. Não utilizo o ônibus porque fico horas na parada e ele não passa. Quando passa, é sempre cheio e na maioria das vezes quebra no meio do percurso, afirmou. O auxiliar administrativo Adílson Ribeiro, 59 anos, utiliza a moto para ir trabalhar e para a maioria de seus compromissos. Às vezes uso ônibus, mas o tempo que gasto na parada esperando é muito longo, daria para chegar ao meu destino se tivesse de moto. Além disso, [usar a moto] é mais barato e mais rápido, gasto, em média, R$ 100 com combustível, disse Adílson que reclama da falta de respeito às leis de trânsito e ao motociclista (ABr). O gerente Luís Otávio de Sousa, 32 anos, morador de Brasília, gasta R$ 250 por Mais da metade dos usuários de transporte coletivo estão insatisfeitos estudo sobre mobilidade urbana do Ipea também mediu O o nível de satisfação com o meio de transporte utilizado pela população. Cerca de 55% dos usuários de transporte coletivo estão insatisfeitos e consideram o serviço ruim, muito ruim ou regular. Os mais satisfeitos são os que usam veículos motorizados individuais (87%), seguido dos não motorizados (a pé ou por bicicleta), com 75%. A vendedora Arlene Áurea, 24 anos, moradora de Brasília, disse que só usa transporte público porque não tem carro. O estado de conservação do ônibus é muito ruim, às vezes o ônibus quebra e eu acabo chegando atrasada ao trabalho, disse, lembrando que gasta, em média, R$ 260 por mês com o transporte. O servente Fernando Fernandez, 27 anos, morador do Entorno do Distrito Federal, disse que não vê vantagens no transporte público. É preciso aumentar a frota de ônibus, pois fico muito tempo esperando na parada, afirmou. Já o professor Fábio Vieira, 32 anos, morador de Ceilândia (DF), disse que a única vantagem de usar o metrô é não enfrentar engarrafamento no trânsito. Ele reclama, entretanto, dos vagões lotados. Em relação aos ônibus, a falta de pontualidade é o que mais incomoda o professor que gasta, em média, R$ 160 por mês com transporte. Como característica do que seria um bom transporte, todos os tipos de usuários entrevistados pelo Ipea apontaram, como primeira resposta, a rapidez. O baixo custo foi a segunda resposta para aqueles que se locomovem a pé e de bicicleta, e o conforto foi apontado pelos usuários de carro. Tanto os usuários de moto como os de transporte público apontaram a existência de mais de uma forma disponível do transporte como condição para sua boa qualidade. A população, de acordo com o documento, precisa ser esclarecida quanto às características de cada modo de transporte em suas respectivas cidades. Além de ter direito à escolha do meio de transporte que quiser utilizar, a população tem que ter acesso à informação para poder realizar esta escolha dentro dos critérios que considerar mais relevantes. A pesquisa sobre mobilidade urbana foi feita a partir de entrevistas domiciliares feitas entre os dias 4 e 20 de agosto de Abrange 146 municípios e um total de questionários válidos com 30 questões. Participaram apenas pessoas maiores de 18 anos (ABr).

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015 Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 O cenário econômico nacional em 2014 A inflação foi superior ao centro da meta pelo quinto

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.)

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2008 2007 Passivo e patrimônio líquido 2008 2007 Circulante Circulante Bancos 3 14 Rendimentos a distribuir 3.599 2.190 Aplicações financeiras de renda fixa

Leia mais

S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6

S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6 S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6 ALIMENTAÇÃO. Com data-base em 1º de setembro, o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação (Setor de Derivados de Milho e Soja), representando

Leia mais

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo Cliente: Trade Energy Veículo: Portal R7 Assunto: Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas Data: 21/01/2015 http://noticias.r7.com/economia/saiba-o-que-vai-mudar-no-seu-bolso-com-as-novas-medidaseconomicas-do-governo-21012015

Leia mais

Perspectivas da economia em 2012 e medidas do Governo Guido Mantega Ministro da Fazenda

Perspectivas da economia em 2012 e medidas do Governo Guido Mantega Ministro da Fazenda Perspectivas da economia em 2012 e medidas do Governo Guido Mantega Ministro da Fazenda Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal Brasília, 22 de maio de 2012 1 A situação da economia internacional

Leia mais

CEMIG TRADING S.A. ESTATUTO SOCIAL. CAPÍTULO I Denominação, Sede, Objeto e Duração

CEMIG TRADING S.A. ESTATUTO SOCIAL. CAPÍTULO I Denominação, Sede, Objeto e Duração CEMIG TRADING S.A. O presente Estatuto é uma consolidação do aprovado pela Escritura Pública de Constituição, em 29-07-2002 - arquivada na JUCEMG em 12-08-2002, sob o nº 3130001701-0, e pelas Assembléias

Leia mais

Sciesp. Clipping 17.06. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1

Sciesp. Clipping 17.06. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 Sciesp Clipping 17.06 A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 DESTAK FGTS amplia teto da renda para imóvel com juro menor Famílias

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e Fundo de Investimento Imobiliário Península Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes 2 3 Balanços patrimoniais em 31 de dezembro Ativo 2009 2008

Leia mais

EMPRESA DE SERVIÇOS DE COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA S.A.

EMPRESA DE SERVIÇOS DE COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA S.A. EMPRESA DE SERVIÇOS DE COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA S.A. O presente Estatuto é uma consolidação do aprovado pela Escritura Pública de Constituição, em 25-07-2002 - arquivada na JUCEMG em 01-08-2002,

Leia mais

Relatório Semanal de Estratégia de Investimento

Relatório Semanal de Estratégia de Investimento 12 de janeiro de 2015 Relatório Semanal de Estratégia de Investimento Destaques da Semana Economia internacional: Deflação na Europa reforça crença no QE (22/11); Pacote de U$1 trilhão em infraestrutura

Leia mais

Indicadores da Semana

Indicadores da Semana Indicadores da Semana O saldo total das operações de crédito do Sistema Financeiro Nacional atingiu 54,5% do PIB, com aproximadamente 53% do total do saldo destinado a atividades econômicas. A carteira

Leia mais

VULCABRAS AZALEIA S.A. Companhia Aberta CNPJ 50.926.955/0001-42 NIRE 35.300.014.910

VULCABRAS AZALEIA S.A. Companhia Aberta CNPJ 50.926.955/0001-42 NIRE 35.300.014.910 VULCABRAS AZALEIA S.A. Companhia Aberta CNPJ 50.926.955/0001-42 NIRE 35.300.014.910 MANUAL DA ADMINISTRAÇÃO PARA A ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA VULCABRAS AZALEIA S. A. DE 31 DE JANEIRO DE 2011. O

Leia mais

MANTEGA ANUNCIA REDUÇÃO DE ICMS INTERESTADUAL

MANTEGA ANUNCIA REDUÇÃO DE ICMS INTERESTADUAL MANTEGA ANUNCIA REDUÇÃO DE ICMS INTERESTADUAL A unificação das alíquotas do ICMS para acabar com a guerra fiscal será gradual e levará oito anos, anunciou nesta quarta-feira (7/11) o ministro da Fazenda,

Leia mais

Relatório Mensal. 2015 Março. Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

Relatório Mensal. 2015 Março. Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Relatório Mensal 2015 Março Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Composição da Carteira Ativos Mobiliários, Imobiliários e Recebíveis

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E DURAÇÃO

ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E DURAÇÃO ESTATUTO SOCIAL DOC I CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E DURAÇÃO Art. 1º: SOCIALCRED S/A SOCIEDADE DE CRÉDITO AO MICROEMPREENDEDOR E À EMPRESA DE PEQUENO PORTE rege-se pelo presente estatuto social

Leia mais

Análise Semanal. Edição nº 23 10/07/15 CONJUNTURA ECONÔMICA. Mais um plano

Análise Semanal. Edição nº 23 10/07/15 CONJUNTURA ECONÔMICA. Mais um plano Mais um plano CONJUNTURA ECONÔMICA A chave da agenda positiva tão perseguida pelo governo federal em tempos de crise política e volta da inflação parece ser a preservação dos empregos. Na última terça-feira

Leia mais

FAPAN Faculdade de Agronegócio de Paraíso do Norte

FAPAN Faculdade de Agronegócio de Paraíso do Norte BALANÇO PATRIMONIAL 1. CRITÉRIO DE DISPOSIÇÃO DAS CONTAS NO ATIVO E NO PASSIVO (ART. 178 DA LEI 6.404/76): a. No ativo, as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez dos elementos

Leia mais

Agenda para Aumento da Competitividade Internacional CNI - FIESP Ministro Guido Mantega

Agenda para Aumento da Competitividade Internacional CNI - FIESP Ministro Guido Mantega Agenda para Aumento da Competitividade Internacional CNI - FIESP Ministro Guido Mantega Brasília, 29 de setembro de 2014 1 A Crise mundial reduziu os mercados Baixo crescimento do comércio mundial, principalmente

Leia mais

Governo já gastou R$ 408 bilhões só em juros este ano Só em setembro, foram R$ 70 bilhões em juros

Governo já gastou R$ 408 bilhões só em juros este ano Só em setembro, foram R$ 70 bilhões em juros BOLETIM 3 Brasília, 4 de novembro de 2015 Governo já gastou R$ 408 bilhões só em juros este ano Só em setembro, foram R$ 70 bilhões em juros Somente em setembro, o setor público gastou nada menos que R$

Leia mais

Sanesalto Saneamento S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.724.983/0001-34

Sanesalto Saneamento S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.724.983/0001-34 ATA DA TERCEIRA ASSEMBLÉIA GERAL DE DEBENTURISTAS DA 2ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES DE SANESALTO SANEAMENTO S.A., REALIZADA NO DIA 28 DE MAIO DE 2008 2ª Sessão. DATA, HORA E LOCAL: Realizada aos vinte e oito

Leia mais

COMO A GIR NA CRI $E 1

COMO A GIR NA CRI $E 1 1 COMO AGIR NA CRI$E COMO AGIR NA CRISE A turbulência econômica mundial provocada pela crise bancária nos Estados Unidos e Europa atingirá todos os países do mundo, com diferentes níveis de intensidade.

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DE CORRÊA RIBEIRO S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E PRAZO DE DURAÇÃO:

ESTATUTO SOCIAL DE CORRÊA RIBEIRO S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E PRAZO DE DURAÇÃO: ESTATUTO SOCIAL DE CORRÊA RIBEIRO S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E PRAZO DE DURAÇÃO: Denominação Artigo 1º - Corrêa Ribeiro S/A Comércio e Indústria é uma sociedade

Leia mais

II. MESA: Presidente: Paulo Roberto Lopes Ricci Secretário: Luiz Cláudio Ligabue

II. MESA: Presidente: Paulo Roberto Lopes Ricci Secretário: Luiz Cláudio Ligabue BB SEGURIDADE PARTICIPAÇÕES S.A. (subsidiária integral do Banco do Brasil S.A.) ATA DA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 I. DATA, HORA E LOCAL: Em 31 de dezembro de 2012

Leia mais

Veja na tabela a seguir as performances de cada aplicação em setembro e no acumulado do ano. Desempenho em setembro. Ibovespa 4,84% -17,96% 30/09/2013

Veja na tabela a seguir as performances de cada aplicação em setembro e no acumulado do ano. Desempenho em setembro. Ibovespa 4,84% -17,96% 30/09/2013 Veículo: Exame.com Os melhores e os piores investimentos de setembro Ibovespa fecha o mês com a maior alta, seguido pelos fundos de ações small caps; na renda fixa, a LTN, título do Tesouro prefixado,

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E DURAÇÃO

ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E DURAÇÃO ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E DURAÇÃO DOC IV Art. 1º: SOCIALCRED S/A SOCIEDADE DE CRÉDITO AO MICROEMPREENDEDOR E À EMPRESA DE PEQUENO PORTE rege-se pelo presente estatuto social

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA MUNICIPAL DE NOVA PRATA RS RELATÓRIO BIMESTRAL 01/2015 JANEIRO E FEVEREIRO DE 2015

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA MUNICIPAL DE NOVA PRATA RS RELATÓRIO BIMESTRAL 01/2015 JANEIRO E FEVEREIRO DE 2015 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA MUNICIPAL DE NOVA PRATA RS RELATÓRIO BIMESTRAL 01/2015 JANEIRO E FEVEREIRO DE 2015 Como Presidente e Gestora do Instituto de Previdência

Leia mais

5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA

5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA 5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA Os sinais de redução de riscos inflacionários já haviam sido descritos na última Carta de Conjuntura, o que fez com que o Comitê de Política Monetária (Copom) decidisse

Leia mais

1 Informações diversas Câmara aprova ampliação de parcelamento do Refis da crise O plenário da Câmara aprovou na noite desta quarta-feira (21) a medida provisória que amplia o parcelamento de débitos tributários,

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Julho 2013 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais

Relações Internacionais. Finanças Internacionais

Relações Internacionais. Finanças Internacionais Relações Internacionais Finanças Internacionais Prof. Dr. Eduardo Senra Coutinho Tópico 1: Sistema Financeiro Nacional ASSAF NETO, A. Mercado financeiro. 8ª. Ed. São Paulo: Atlas, 2008. Capítulo 3 (até

Leia mais

Selic cai e poupança rende menos

Selic cai e poupança rende menos Selic cai e poupança rende menos Publicação: 30 de Agosto de 2012 às 00:00 São Paulo (AE) - O Banco Central anunciou ontem mais uma redução da taxa básica de juros, a Selic, de 8% para 7,5% ao ano. Um

Leia mais

Informe Econômico N 3

Informe Econômico N 3 Conjuntura Econômica Gerente Legislativa: Sheila Tussi da Cunha Barbosa Analista Legislativa: Cláudia Fernanda Silva Almeida Assistente Administrativa: Quênia Adriana Camargo Ferreira Estagiário: Tharlen

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e Fundo de Investimento Imobiliário Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes 2 Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2009 2008 Passivo e patrimônio

Leia mais

Planejamento Financeiro

Planejamento Financeiro Planejamento Financeiro Planejamento financeiro é um processo Existe disponibilidade de recursos para isto? racional de administrar sua renda, seus investimentos, De onde virão os recursos para o crescimento

Leia mais

5. Deliberações: os conselheiros deliberaram, por unanimidade de votos, e sem quaisquer restrições, aprovar a submissão à AGE:

5. Deliberações: os conselheiros deliberaram, por unanimidade de votos, e sem quaisquer restrições, aprovar a submissão à AGE: RAÍZEN ENERGIA S.A. CNPJ/MF 08.070.508/0001-78 NIRE 35.300.339.16-9 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 15 DE SETEMBRO DE 2014 1. Data, Horário e Local: a reunião do Conselho de Administração

Leia mais

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2. ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.008 Aos 17 dias do mês de setembro do ano de dois mil e oito,

Leia mais

Pesquisa. Intenção de

Pesquisa. Intenção de Pesquisa SPC BRASIL: Intenção de Compras para o Natal Novembro/2013 Pesquisa do SPC Brasil revela que brasileiros pretendem gastar mais e comprar mais presentes neste Natal Se depender dos consumidores

Leia mais

Cenário Macroeconômico

Cenário Macroeconômico INSTABILIDADE POLÍTICA E PIORA ECONÔMICA 24 de Março de 2015 Nas últimas semanas, a instabilidade política passou a impactar mais fortemente o risco soberano brasileiro e o Real teve forte desvalorização.

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001554/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/08/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR032670/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023032/2010-49 DATA DO

Leia mais

Estimativa do Comportamento dos Preços dos Insumos do TRC para 2008

Estimativa do Comportamento dos Preços dos Insumos do TRC para 2008 Estimativa do Comportamento dos Preços dos Insumos do TRC para 2008 Estimativa é método de cálculo da facturação, utilizado na ausência de leituras reais, que consiste na determinação de valores de consumo

Leia mais

VALE FERTILIZANTES S.A. (Companhia Aberta) CNPJ/MF nº 19.443.985/0001-58 NIRE 31.300.035.476

VALE FERTILIZANTES S.A. (Companhia Aberta) CNPJ/MF nº 19.443.985/0001-58 NIRE 31.300.035.476 ATA DA 93ª ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA 1. DATA, HORA E LOCAL: Aos 18 dias de janeiro de 2011, às 11:00 horas, na sede social da Companhia, localizada na Cidade de Uberaba, Estado de Minas Gerais, na

Leia mais

Programa CAIXA Melhor Crédito

Programa CAIXA Melhor Crédito Programa CAIXA Melhor Crédito CAIXA REDUZ A PARTIR DE HOJE TAXAS DE JUROS EM ATÉ 88% O Caixa Melhor Crédito trará beneficio imediato para mais de 25 milhões de clientes A Caixa Econômica Federal anunciou

Leia mais

Análise econômica das novas regras de solvência das seguradoras brasileiras Francisco Galiza 1 Outubro/2007

Análise econômica das novas regras de solvência das seguradoras brasileiras Francisco Galiza 1 Outubro/2007 Análise econômica das novas regras de solvência das seguradoras brasileiras Francisco Galiza 1 Outubro/2007 1) Introdução Nos últimos dias úteis de 2006, o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP)

Leia mais

AULA 10 Sociedade Anônima:

AULA 10 Sociedade Anônima: AULA 10 Sociedade Anônima: Conceito; características; nome empresarial; constituição; capital social; classificação. Capital aberto e capital fechado. Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e Bolsa de Valores.

Leia mais

Dólar sem freios. seu dinheiro #100. Nem intervenções do BC têm sido capazes de deter a moeda americana

Dólar sem freios. seu dinheiro #100. Nem intervenções do BC têm sido capazes de deter a moeda americana #100 seu dinheiro a sua revista de finanças pessoais Dólar sem freios Nem intervenções do BC têm sido capazes de deter a moeda americana Festa no exterior Brasileiros continuam gastando cada vez mais fora

Leia mais

Indicadores da Semana

Indicadores da Semana Indicadores da Semana O Copom decidiu, por unanimidade, elevar a taxa de juros Selic em 0,5 p.p., a 14,25% ao ano, conforme esperado pelo mercado. A decisão ocorreu após elevação de 0,5 p.p no último encontro.

Leia mais

4278866 - O ESTADO DE S. PAULO - NOTAS E INFORMAÇÕES - SÃO PAULO - SP - 16/04/2014 - Pág A3

4278866 - O ESTADO DE S. PAULO - NOTAS E INFORMAÇÕES - SÃO PAULO - SP - 16/04/2014 - Pág A3 Investimentos em queda 4278866 - O ESTADO DE S. PAULO - NOTAS E INFORMAÇÕES - SÃO PAULO - SP - 16/04/2014 - Pág A3 As mudanças de atitude do governo em relação ao novo Código de Mineração tornaram mais

Leia mais

PORQUE E COMO ABRIR O CAPITAL DE UMA EMPRESA

PORQUE E COMO ABRIR O CAPITAL DE UMA EMPRESA PORQUE E COMO ABRIR O CAPITAL DE UMA EMPRESA! Os custos! As vantagens! Os obstáculos! Os procedimentos Francisco Cavalcante (francisco@fcavalcante.com.br) Sócio-Diretor da Cavalcante & Associados, empresa

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos. PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos. Na pessoa física as taxas de juros tiveram uma pequena elevação sendo esta a décima quinta

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, OBJETO E DURAÇÃO

ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, OBJETO E DURAÇÃO ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, OBJETO E DURAÇÃO Artigo 1º Artigo 2º Artigo 3º I II COMPANHIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO CET, é uma sociedade por ações, de economia mista, que se regerá

Leia mais

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010 Metodologia Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Através de e-survey - via web Público Alvo: Executivos de empresas associadas e não associadas à AMCHAM Amostra: 500 entrevistas realizadas Campo: 16

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante reunião plenária dos Ministros da Fazenda do G-20 Financeiro

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante reunião plenária dos Ministros da Fazenda do G-20 Financeiro , Luiz Inácio Lula da Silva, durante reunião plenária dos Ministros da Fazenda do G-20 Financeiro São Paulo-SP, 08 de novembro de 2008 Centrais, Senhoras e senhores ministros das Finanças e presidentes

Leia mais

MANUAL PARA PARTICIPAÇÃO DE ACIONISTAS NAS ASSEMBLEIAS GERAIS ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA DA MARFRIG ALIMENTOS S.A.

MANUAL PARA PARTICIPAÇÃO DE ACIONISTAS NAS ASSEMBLEIAS GERAIS ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA DA MARFRIG ALIMENTOS S.A. MANUAL PARA PARTICIPAÇÃO DE ACIONISTAS NAS ASSEMBLEIAS GERAIS ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA DA MARFRIG ALIMENTOS S.A. AGOE DE 28 DE ABRIL DE 2012. SUMÁRIO Mensagem da Administração... 03 Data, hora e local

Leia mais

ANHANGUERA EDUCACIONAL PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 04.310.392/0001-46 NIRE 35.300.184.092. Companhia Aberta

ANHANGUERA EDUCACIONAL PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 04.310.392/0001-46 NIRE 35.300.184.092. Companhia Aberta ANHANGUERA EDUCACIONAL PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 04.310.392/0001-46 NIRE 35.300.184.092 Companhia Aberta ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 15 DE FEVEREIRO DE 2011 Data, Hora

Leia mais

Associação Brasileira de Supermercados Nº49 ECONOMIA. Honda: ritmo de vendas de janeiro foi positivo. Nesta edição:

Associação Brasileira de Supermercados Nº49 ECONOMIA. Honda: ritmo de vendas de janeiro foi positivo. Nesta edição: Associação Brasileira de Supermercados Nº49 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 26 de Fevereiro de 2015 Setor inicia o ano com crescimento real de 3,42% Em janeiro de 2015

Leia mais

Finança Pessoal. Artigo Clube de Investimento Versão completa em PDF Versão 1.0 www.financapessoal.com.br

Finança Pessoal. Artigo Clube de Investimento Versão completa em PDF Versão 1.0 www.financapessoal.com.br Bem-vindo aos artigos do Finança Pessoal. Nesse primeiro artigo vamos esclarecer as informações sobre os Clubes de Investimentos e vamos fazer um passo-a-passo de como montar um clube. Esse artigo é uma

Leia mais

CSHG RECEBIVEIS IMOBILIARIOS FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII

CSHG RECEBIVEIS IMOBILIARIOS FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CSHG RECEBIVEIS IMOBILIARIOS FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ 11.160.521/0001-22 Administradora: Credit Suisse Hedging-Griffo Corretora de Valores S.A. CNPJ: 61.809.182/0001-30 I. Objeto do Fundo

Leia mais

Recebíveis. Antecipação de Crédito Lojista ACL. BB Giro Cartões. BB Giro Recebíveis. Desconto de Cheques. Desconto de Títulos

Recebíveis. Antecipação de Crédito Lojista ACL. BB Giro Cartões. BB Giro Recebíveis. Desconto de Cheques. Desconto de Títulos Atualizada em 29/04/2015 Capital de Giro BB Capital de Giro Mix Pasep Recebíveis Antecipação de Crédito Lojista ACL Financiamento de Investimentos BB Crédito Empresa BB Giro Empresa Flex BB Giro Cartões

Leia mais

ALIANSCE SHOPPING CENTERS S.A. CNPJ/MF nº 06.082.980/0001-03 Companhia Aberta

ALIANSCE SHOPPING CENTERS S.A. CNPJ/MF nº 06.082.980/0001-03 Companhia Aberta ALIANSCE SHOPPING CENTERS S.A. CNPJ/MF nº 06.082.980/0001-03 Companhia Aberta INFORMAÇÕES DO ARTIGO 8º DA INSTRUÇÃO CVM 481/09 Senhores Acionistas, Nos termos do art. 8 da Instrução CVM n 481/09, a administração

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Junho 2013 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO DAYCOVAL RENDA ITAPLAN CNPJ/MF N.º 10.456.810/0001-00

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO DAYCOVAL RENDA ITAPLAN CNPJ/MF N.º 10.456.810/0001-00 FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO DAYCOVAL RENDA ITAPLAN CNPJ/MF N.º 10.456.810/0001-00 ATA DE ASSEMBLEIA GERAL DE COTISTAS REALIZADA EM 04 DE MAIO DE 2012 I. Data, Hora e Local da Reunião: Aos 03 de maio,

Leia mais

C&M CENÁRIOS 8/2013 CENÁRIOS PARA A ECONOMIA INTERNACIONAL E BRASILEIRA

C&M CENÁRIOS 8/2013 CENÁRIOS PARA A ECONOMIA INTERNACIONAL E BRASILEIRA C&M CENÁRIOS 8/2013 CENÁRIOS PARA A ECONOMIA INTERNACIONAL E BRASILEIRA HENRIQUE MARINHO MAIO DE 2013 Economia Internacional Atividade Econômica A divulgação dos resultados do crescimento econômico dos

Leia mais

Radar Stocche Forbes Março 2015

Radar Stocche Forbes Março 2015 Março 2015 RADAR STOCCHE FORBES - SOCIETÁRIO Ofício-Circular CVM-SEP 2015 Principais Novidades No dia 26 de fevereiro de 2015, a Comissão de Valores Mobiliários ( CVM ) emitiu o Ofício-Circular nº 02/2015

Leia mais

PANORAMA EUA VOL. 3, Nº 5, JUNHO DE 2013

PANORAMA EUA VOL. 3, Nº 5, JUNHO DE 2013 PANORAMA EUA VOL. 3, Nº 5, JUNHO DE 2013 PANORAMA EUA OBSERVATÓRIO POLÍTICO DOS ESTADOS UNIDOS INSTITUTO NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA ESTUDOS SOBRE OS ESTADOS UNIDOS INCT-INEU ISSN 2317-7977 VOL.

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002217/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/10/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR053080/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.035134/2010-15 DATA DO

Leia mais

Diretrizes de Governança Corporativa

Diretrizes de Governança Corporativa Diretrizes de Governança Corporativa DIRETRIZES DE GOVERNANÇA CORPORATIVA DA BM&FBOVESPA Objetivo do documento: Apresentar, em linguagem simples e de forma concisa, o modelo de governança corporativa da

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 50 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Agosto 2013 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial.

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. visão, missão e valores corporativos visão Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma Organização empresarial focada em siderurgia, com a missão de satisfazer

Leia mais

A Semana no Congresso Nacional

A Semana no Congresso Nacional A Semana no Congresso Nacional Brasília, 10/08/2015 CÂMARA Câmara instalará seis comissões mistas para analisar MPs Relator da CPI do BNDES apresentará plano de trabalho Comissão de Finanças e Tributação

Leia mais

Desempenho de vendas do setor segue forte

Desempenho de vendas do setor segue forte Macro Setorial segunda-feira, 20 de maio de 2013 Veículos Desempenho de vendas do setor segue forte Depois de obter recorde na venda de automóveis e comerciais leves em 2012, impulsionado por incentivos

Leia mais

Companhia de Gás de São Paulo

Companhia de Gás de São Paulo Companhia de Gás de São Paulo Autora:Tatiana Helena Marques Orientadora: Profa. Ms. Ana Maria Santiago Jorge de Mello Mestre em Administração de Empresas Universidade Presbiteriana Mackenzie Introdução:

Leia mais

www.anefac.com.br Rua 7 de abril. 125 - conj. 405 - CEP 01043-000 República - São Paulo-SP - Telefone: 11 2808-320 PESQUISA DE JUROS

www.anefac.com.br Rua 7 de abril. 125 - conj. 405 - CEP 01043-000 República - São Paulo-SP - Telefone: 11 2808-320 PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em maio/2014, sendo esta a décima segunda elevação seguida, quinta elevação no ano. Estas elevações podem ser atribuídas

Leia mais

FCO, FNE e FNO Fundos Constitucionais de Financiamento

FCO, FNE e FNO Fundos Constitucionais de Financiamento FCO, FNE e FNO Fundos Constitucionais de Financiamento Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar Brasília 2011 2011. CNI Confederação Nacional da Indústria. Qualquer parte desta obra

Leia mais

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 22-10-08) Edição de 27 de Outubro de 08 Crise não teve impacto significativo nas operações

Leia mais

Análise Macroeconômica Projeto Banco do Brasil

Análise Macroeconômica Projeto Banco do Brasil Análise Macroeconômica Projeto Banco do Brasil Segundo Trimestre de 2013 Energia Geração, Transmissão e Distribuição Conjuntura Projeto Banco Macroeconômica do Brasil Energia Geração, Transmissão e Distribuição

Leia mais

Manual da Assembleia Geral Ordinária. Hotel Hilton São Paulo Morumbi

Manual da Assembleia Geral Ordinária. Hotel Hilton São Paulo Morumbi Manual da Assembleia Geral Ordinária 26 de março de 2015 às 10h00 Hotel Hilton São Paulo Morumbi Atualizado em 24.02.2015 CNPJ: 01.082.331/0001-80 Legenda da Barra Inferior Voltar ao Slide Inicial Voltar

Leia mais

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ: 02.558.154/0001-29 NIRE 3130002551-9 Companhia Aberta

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ: 02.558.154/0001-29 NIRE 3130002551-9 Companhia Aberta TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ: 02.558.154/0001-29 NIRE 3130002551-9 Companhia Aberta Assembleia Geral Extraordinária Realizada em 9 de março de 2009 1. Data, Hora e Local. Realizada, em primeira

Leia mais

CÓDIGO DE BOAS PRÁTICAS DA GOVERNANÇA

CÓDIGO DE BOAS PRÁTICAS DA GOVERNANÇA CÓDIGO DE BOAS PRÁTICAS DA GOVERNANÇA Versão 1.0 Setembro/2014 Página2 2014 Programa de Desenvolvimento Econômico do Território Oeste do Paraná Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA INDICADORES SELECIONADOS PELO FAE INTELLIGENTIA 1 IPC-FAE ÍNDICE DE PREÇOS DA CLASSE MÉDIA CURITIBANA

CONJUNTURA ECONÔMICA INDICADORES SELECIONADOS PELO FAE INTELLIGENTIA 1 IPC-FAE ÍNDICE DE PREÇOS DA CLASSE MÉDIA CURITIBANA CONJUNTURA ECONÔMICA INDICADORES SELECIONADOS PELO FAE INTELLIGENTIA 1 IPC-FAE ÍNDICE DE PREÇOS DA CLASSE MÉDIA CURITIBANA O Índice de Preços ao Consumidor da Classe Média de Curitiba - IPC-FAE, medido

Leia mais

Estatutos da Caixa Geral de Depósitos

Estatutos da Caixa Geral de Depósitos Estatutos da Caixa Geral de Depósitos Conforme aprovado em Assembleia Geral de 22 de julho de 2011 e posterior alteração pela Deliberação Unânime por Escrito de 27 de junho de 2012. CAPÍTULO I Natureza,

Leia mais

NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. CNPJ Nº 00.108.786/0001-65 NIRE Nº 35.300.177.240 COMPANHIA ABERTA

NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. CNPJ Nº 00.108.786/0001-65 NIRE Nº 35.300.177.240 COMPANHIA ABERTA NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. CNPJ Nº 00.108.786/0001-65 NIRE Nº 35.300.177.240 COMPANHIA ABERTA ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 18 DE DEZEMBRO DE 2014 DATA, HORA E LOCAL: Aos 18

Leia mais

Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras BALANÇO PATRIMONIAL - BP Periodo ATIVO Empresa Empresa 2 Empresa Empresa 4 Empresa 5 Empresa 6 Empresa 7 Empresa 8 ATIVO.295.440,88.295.440,88.295.440,88.295.440,88.295.440,88.295.440,88.295.440,88.295.440,88

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA SEMANA DE 21 A 25 DE SETEMBRO de 2009 Semana de preço estável no mercado de Boi Gordo no Rio Grande do Sul, com o preço encerrando a semana a R$ 4,61/kg carcaça.

Leia mais

Número 12 (18 de abril de 2008) Publicação periódica do Clube Brasileiro-Catalão de Negócios. Com o apoio de:

Número 12 (18 de abril de 2008) Publicação periódica do Clube Brasileiro-Catalão de Negócios. Com o apoio de: Clube Brasileiro-Catalão de Negócios (CB-CN) Av. Juscelino Kubitschek, 1726 conj. 111 sala 9 Vila Olímpia São Paulo SP Brasil CEP: 04543-000 www.cb-cn.com E-mail: info@cb-cn.com Número 12 (18 de abril

Leia mais

ANO 1 NÚMERO 07 MAIO 2012 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO

ANO 1 NÚMERO 07 MAIO 2012 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO ANO 1 NÚMERO 07 MAIO 2012 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO 1 Considerações Iniciais A combinação juros, inflação e câmbio tem tomado maior tempo das análises e preocupações do governo

Leia mais

O AMBIENTE ECONÔMICO. Boletim n.º 05 1º trimestre de 2013. Taxa de juros - SELIC (fixada pelo Comitê de Política Monetária COPOM)

O AMBIENTE ECONÔMICO. Boletim n.º 05 1º trimestre de 2013. Taxa de juros - SELIC (fixada pelo Comitê de Política Monetária COPOM) Boletim n.º 05 1º trimestre de O AMBIENTE ECONÔMICO Taxa de juros - SELIC (fixada pelo Comitê de Política Monetária COPOM) Atividade econômica A economia brasileira, medida pelo desempenho do Produto Interno

Leia mais

Simulado CPA 10 Completo

Simulado CPA 10 Completo Simulado CPA 10 Completo Question 1. O SELIC é um sistema informatizado que cuida da liquidação e custódia de: ( ) Certificado de Depósito Bancário ( ) Contratos de derivativos ( ) Ações negociadas em

Leia mais

Todo início de ano é a mesma coisa: fazemos a

Todo início de ano é a mesma coisa: fazemos a Entre nós www.marinhodespachantes.com Novas oportunidades! de todos nossos clientes, parceiros, amigos e colaboradores em 2012 e renovar nosso contrato de amizade para 2013 Elza Aguiar Presidente Todo

Leia mais

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA CONVOCAÇÃO

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA CONVOCAÇÃO COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS-CEMIG COMPANHIA ABERTA CNPJ 17.155.730/0001-64 - NIRE 31300040127 ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA CONVOCAÇÃO Ficam os senhores acionistas convocados para se reunirem

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Junio 2011 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais

Considerações Iniciais

Considerações Iniciais ANO 2 NÚMERO 6 ABRIL 212 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO RABELO Considerações Iniciais Neste primeiro trimestre de 212 a economia brasileira apresenta índices econômicos preocupantes

Leia mais

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ É bom saber... LEI Nº 12.618, DE 30 DE ABRIL DE 2012. Institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais titulares de

Leia mais

Relatório do Administrador Anual Fundo de Investimento Imobiliário Polo Shopping Indaiatuba (CNPJ no. 14.721.889/0001-00)

Relatório do Administrador Anual Fundo de Investimento Imobiliário Polo Shopping Indaiatuba (CNPJ no. 14.721.889/0001-00) Relatório do Administrador Anual Fundo de Investimento Imobiliário Polo Shopping Indaiatuba (CNPJ no. 14.721.889/0001-00) Ref.: Exercício de 2013 Em conformidade com o Artigo n. 39 da Instrução CVM n.

Leia mais

Data da publicação: 02/07/03 no DOE e Folha de S Paulo Registro JUCESP: 126.460/03-6 em 27/06/03

Data da publicação: 02/07/03 no DOE e Folha de S Paulo Registro JUCESP: 126.460/03-6 em 27/06/03 Data da publicação: 02/07/03 no DOE e Folha de S Paulo Registro JUCESP: 126.460/03-6 em 27/06/03 BRAZIL REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES Companhia Aberta CNPJ/MF nº 73.178.600/0001-18 NIRE 35.300.137.728

Leia mais

Estatuto da Caixa Econômica Federal Decreto n 0. 6.473, de 05/06/2008

Estatuto da Caixa Econômica Federal Decreto n 0. 6.473, de 05/06/2008 Estatuto da Caixa Econômica Federal Decreto n 0. 6.473, de 05/06/2008 IF sob a forma de empresa pública, criada nos termos do Decreto-Lei n o 759, de 12 de agosto de 1969, vinculada ao Ministério da Fazenda.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL MARIA MADALENA Rua Beija-flor, 103 Bombas Bombinhas/SC.

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL MARIA MADALENA Rua Beija-flor, 103 Bombas Bombinhas/SC. ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO CONDOMÍNIO CAPÍTULO I Do nome, da Sede, Duração e Objetivo. Art. 1º A Associação de Moradores do Condomínio Residencial Maria Madalena, é uma associação sem fins

Leia mais

ANHANGUERA EDUCACIONAL PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 04.310.392/0001-46 NIRE 35.300.184.092. Companhia Aberta

ANHANGUERA EDUCACIONAL PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 04.310.392/0001-46 NIRE 35.300.184.092. Companhia Aberta EDUCACIONAL PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 04.310.392/0001-46 NIRE 35.300.184.092 Companhia Aberta ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 10 DE FEVEREIRO DE 2012 Data, Hora e Local: Aos

Leia mais

Consórcio. Imobiliário. na prática. Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros!

Consórcio. Imobiliário. na prática. Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros! Consórcio Imobiliário na prática Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros! 1 Sobre a empresa A A+ Consórcios iniciou suas atividades com o objetivo de gerir

Leia mais