AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE GONDOMAR ANO LETIVO de 2014 / 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE GONDOMAR ANO LETIVO de 2014 / 2015"

Transcrição

1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE GONDOMAR ANO LETIVO de 014 / 015 PLANIFICAÇÃO de Filosofia 10º ANO

2 Gestão Temporal do Programa UNIDADE CONTEÚDO LETIVOS I Módulo inicial II A acção humana e os valores 1. Abordagem introdutória à Filosofia e ao filosofar 1.1. O que é a Filosofia? Uma resposta inicial 1.. Quais são as questões da Filosofia? 1.3. A dimensão discursiva do trabalho filosófico 1. A ação humana análise e compreensão do agir 1.1. A rede concetual da acção 1.. Determinismo e liberdade na ação humana. Os valores - análise e compreensão da experiência valorativa.1. Valores e valoração a questão dos critérios valorativos.. Valores e cultura a diversidade e o diálogo de culturas 3. Dimensões da ação humana e dos valores 3.1. A dimensão ético política Intenção ética e norma moral A dimensão pessoal e social da ética A necessidade de fundamentação da moral análise comparativa de duas perspetivas filosóficas: Kant e Stuart Mill Ética, direito e política A perspetiva de John Rawls - liberdade e justiça social - igualdade e diferenças justiça e equidade 3.. Opção A Opção A - A dimensão estética A experiência e o juízo estéticos 3... A criação artística e a obra de arte A arte produção e consumo, comunicação e conhecimento Temas / Problemas do mundo contemporâneo 4 TOTAL min.

3 Planificação 014 / 015 I Módulo Inicial Iniciação à actividade filosófica TEMAS/ CONTEÚDOS CONCEITOS OBJECTIVOS/ COMPETÊNCIAS ACTIVIDADES 1Abordagem introdutória à Filosofia e ao filosofar 1.1 O que é a Filosofia? Uma resposta inicial 1. Quais são as questões da Filosofia? - Os problemas filosóficos - Dos problemas aos argumentos: o trabalho filosófico concreto e abstrato, crítica, radicalidade, consequência, autonomia, filosofia problema/questão Distanciar-se do imediato Desenvolver processos de abstração Assumir uma atitude crítica Pensar consequentemente Explicar caraterísticas da Filosofia Definir Filosofia Identificar problemas filosóficos Distinguir problemas filosóficos de problemas não filosóficos Problematizar questões filosóficas - Diálogo (professor- aluno; aluno-aluno) - Trabalhos guiados, em pequeno grupo, de iniciação à problematização - Análise de textos: identificação de teses e argumentos; apreciação da coerência dos argumentos - Realização de trabalhos escritos: definição de conceitos; construção de argumentos a favor e contra uma posição - Elaboração de um glossário de termos filosóficos 4 1 (Avaliação) 1.3 A dimensão discursiva do trabalho filosófico Interpretação, conceito, juízo (proposição) e raciocínio (argumento), tese, refutação,validade Conceitos transversais: subjetivo e objetivo Reconhecer o trabalho filosófico como atividade interpretativa e argumentativa Usar adequadamente os conceitos Identificar teses e argumentos Analisar a coerência dos argumentos Defender uma tese Iniciar à discursividade filosófica 3

4 TEMAS/ CONTEÚDOS CONCEITOS OBJETIVOS / COMPETÊNCIAS ATIVIDADES 1. A ação humana análise e compreensão do agir 1.1 A rede concetual da ação 1. Determinismo e liberdade na ação humana acontecer e agir, agente, razões e fins, intenções e projetos, motivos e desejos, deliberação e decisão Condicionantes biológicas e histórico-culturais, determinismo, causalidade/ finalidade,livre arbítrio, liberdade, libertismo responsabilidade Distinguir aquilo que nos acontece daquilo que fazemos (produto da ação humana) Definir e relacionar os conceitos que marcam a especificidade da ação humana Reconhecer a presença de razões e fins, intenções e projetos na base das ações Analisar a complexidade do agir, dando conta da experiência da deliberação e decisão Tomar consciência de si como agente criador e ser em auto-construção Reconhecer que o homem é um ser condicionado biologicamente e histórico-culturalmente Identificar condicionantes biológicas e históricoculturais - O Problema da Causalidade Problematizar a questão do livre arbítrio: é o livrearbítrio compatível com o determinismo? Relacionar os conceitos de determinismo e liberdade Analisar e confrontar teses e argumentos do determinismo e libertismo - Diálogo (professor-aluno; aluno-aluno) - Exploração e relação de conceitos a partir de esquemas - Descrição de situações vividas pelos alunos/levantamento de situações e comportamentos da vida quotidiana - Leitura compreensiva de textos visando a concetualização - Iniciação à problematização: problematizar noções de liberdade e determinismo - Iniciação à argumentação: pesquisa de teses e argumentos em textos - Resolução e correção de ficha formativa - Elaboração de um glossário de termos filosóficos 8 (Avaliação) Usar adequadamente os conceitos Identificar teses e argumentos Analisar a coerência dos argumentos Defender uma tese O filósofo de referência - John Searle 4

5 TEMAS/ CONTEÚDOS CONCEITOS OBJETIVOS / COMPETÊNCIAS ATIVIDADES. Os valores.1 Valores e valoração a questão dos critérios valorativos. Valores e cultura a diversidade e o diálogo de culturas facto, valor, bens, polaridade, preferência valorativa, hierarquia de valores, critério valorativo, absoluto/ relativo cultura, etnocentrismo, relativismo cultural, relatavismo ético, interculturalismo, tolerância, subjetividade e objetividade valorativa, critério valorativo, universalismo, direitos do homem Distinguir facto de valor / Juízo de facto e Juízo de Valor Reconhecer que a relação do ser humano com o mundo é essencialmente valorativa Justificar que os valores implicam uma nãoindiferença perante a realidade Explicar a polaridade dos valores Reconhecer que os valores são hierarquizáveis Problematizar os critérios de hierarquização de valores Enunciar o problema da subjetividade/ objetividade dos valores Determinar critérios transubjectivos de hierarquização de valores Justificar que todos os seres humanos agem segundo valores Definir cultura Problematizar a relação entre cultura e valores Reconhecer a importância do diálogo intercultural Distinguir tolerância de indiferença Justificar a necessidade de encontrar critérios transubjectivos de valoração Avaliar criticamente o relativismo ético e o etnocentrismo Analisar e confrontar teses e argumentos Defender uma tese Desenvolver práticas de exposição oral e escrita e de intervenção num debate - Análise de casos/ dilemas que mobilizem preferências valorativas -Procura de razões e formulação de argumentos para justificar as preferências e soluções encontradas - Leitura crítica e compreensiva de textos e documentos -Elaboração de dossier temático sobre práticas sociais discriminatórias - Debate na sala de aula - Construção de quadros sinóticos de teses e argumentos alternativos sobre os problemas equacionados -Resolução e correção de ficha formativa - Elaboração de um glossário de termos filosóficos 8 5

6 TEMAS / CONTEÚDOS CONCEITOS OBJETIVOS / COMPETÊNCIAS ATIVIDADES 3.1 A dimensão éticopolítica Intenção ética e norma moral 3.1. A dimensão pessoal e social da ética o si mesmo, o outro e as instituições A necessidade de fundamentação da moral análise comparativa de duas perspetivas filosóficas norma, intenção, moral, ética, valores consciência moral, heteronomia moral, autonomia moral, liberdade moral, responsabilidade, pessoa dever,imperativo categórico kantiano, utilitarismo, principio da utilidade Distinguir norma de intenção e moral de ética Caraterizar o domínio da ética Identificar valores éticos Avaliar a importância da ética Problema: Por que razão havemos de ser morais? Compreender a indissociabilidade da relação consigo mesmo, com os outros e com as instituições Caraterizar a consciência moral como instância interior de orientação e de crítica do agir Distinguir heteronomia de autonomia moral Relacionar liberdade e responsabilidade moral Avaliar a importância do conceito ético de pessoa Analisar criticamente a teoria intencionalista/ deontológica de Kant e a teoria consequencialista/ utilitarista de Stuart-Mill Usar adequadamente os conceitos Identificar problemas, teses e argumentos Analisar a coerência e a força dos argumentos Defender uma tese -Leitura crítica e compreensiva de textos e documentos -Diálogo (professor-aluno; alunoaluno) -Exploração de conceitos a partir de esquemas -Construção de quadros sinóticos de teses e argumentos alternativos sobre os problemas equacionados -procura de razões e formulação de argumentos para justificar as preferência e soluções encontradas -Visionamento e exploração de documentários em formato vídeo - Debate na sala de aula -Resolução e correção de fichas formativas -Elaboração de um glossário de termos filosóficos 14 (Avaliação) 6

7 TEMAS / CONTEÚDOS CONCEITOS OBJETIVOS / COMPETÊNCIAS ATIVIDADES Ética, direito e política - Liberdade e justiça social - Igualdade e diferenças - Justiça e equidade normas, direito, política, estado, democracia, liberdade política, sociedade civil,justiça comutativa e justiça distributiva, justiça social, equidade, direito à diferença, valores, consciência cívica, cidadania Problema 1: O que legitima a autoridade do Estado? Reconhecer o direito e a política como dimensões configuradoras da experiência convivencial Problematizar a relação entre o indivíduo e o estado Confrontar a teoria naturalista de Aristóteles com a teoria contratualista de Locke 10 Problema : Como é possível uma sociedade justa? Analisar os princípios da justiça de J. Rawls Explicar a estratégia da posição original Problematizar a relação entre a liberdade individual e a justiça social Relacionar justiça com os conceitos de direito à diferença, igualdade, direitos humanos Promover o desenvolvimento de uma consciência cívica 7

8 TEMAS / CONTEÚDOS CONCEITOS OBJETIVOS / COMPETÊNCIAS ATIVIDADES 3. A dimensão estética (alternativa ao ponto 3.3) 3..1 A experiência e o juízo estéticos 3.. A criação artística e a obra de arte 3..3 A Arte: produção e consumo, comunicação e conhecimento arte, experiência estética, teoria estética, juízo estético, gosto, útil, agradável, belo, horrível, sublime obra de arte, teorias representativista, expressivistae formalista, artista, criação artística, transfiguração, imaginação, criatividade, técnica espetáculo, mercado, público, significado, linguagem icónica Reconhecer a especificidade da experiência estética no triplo registo de experiência da natureza, da criação artística e da contemplação da obra de arte Reconhecer a arte como uma dimensão essencial do ser humano Caraterizar a experiência estética Problematizar a natureza do juízo estético Confrontar as teses do subjetivismo e do objetivismo estético Avaliar criticamente as três teorias da arte: - Teoria da arte como representação - Teoria da arte como expressão - Teoria da arte como forma Identificar diferentes formas de arte e estilos e correntes artísticas Desenvolver a sensibilidade estética Problematizar a relação entre o valor estético e o valor de mercado da obra de arte Desenvolver a capacidade de leitura crítica da linguagem icónica - Exploração de conceitos a partir de esquemas - Debate na sala de aula - Visionamento e interpretação de slides e filmes - Audição de obras musicais - Visitas de estudo a museus e/ou exposições - Análise de testemunhos de artistas sobre a criação e o objeto artístico - Elaboração de dossiês temáticos - Interpretação de obras de arte - Resolução e correção de fichas formativas - Elaboração de um glossário de termos filosóficos 8 (Avaliação) 8

9 TEMAS/ CONTEÚDOS CONCEITOS OBJETIVOS / COMPETÊNCIAS ATIVIDADES 4. Temas / Problemas do mundo contemporâneo Opção por um tema / problema Foram pré-selecionados os seguintes temas / problemas: O problema da pobreza extrema A responsabilidade ecológica Os Direitos Humanos e a globalização Racismo e xenofobia Direitos Humanos e violência doméstica Terrorismo A selecionar conforme o tema / problema escolhido Adquirir hábitos de estudo e de trabalho autónomo Utilizar criteriosamente as fontes de informação, designadamente, obras de referência e novas tecnologias Promover a integração de saberes (perspetiva interdisciplinar) Desenvolver a capacidade de problematização objetivos específicos do tema / problema escolhido - Análise de documentos escritos, áudio e vídeo - Visionamento de um filme -Enquadramento da problemática e do tema a trabalhar -Formulação de questões de dimensão filosófica no âmbito da temática escolhida - Pesquisa documental e relatórios de pesquisa Selecção e tratamento da informação -Análise das conclusões - Dossiers temáticos elaborados em grupo - Apresentação oral por grupos de trabalho, na turma ou perante outras turmas, dos resultados da investigação e das conclusões, com projecção de diapositivos, exibição de documentos áudio ou vídeo - Realização de debates na turma ou interturmas - Exposição temática num espaço comum da escola 4 (em alternativa) 9

Filosofia 10º Ano Ano letivo de 2015/2016 PLANIFICAÇÃO

Filosofia 10º Ano Ano letivo de 2015/2016 PLANIFICAÇÃO I Iniciação à Atividade Filosófica 1. Abordagem introdutória à filosofia e ao filosofar PERCURSOS 10.º ANO Competências a desenvolver/objectivos a concretizar Recursos Estratégias Gestão 1.1. O que é a

Leia mais

Escola Secundária 2-3 de Clara de Resende COD COD

Escola Secundária 2-3 de Clara de Resende COD COD CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico de 27 de outubro de 2015) No caso específico da disciplina de FILOSOFIA, do 10º ano de escolaridade, a avaliação incidirá ao nível do

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA FLOR ESCOLA EB2,3/S DE VILA FLOR DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS ÁREA DISCIPLINAR DE FILOSOFIA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA FLOR ESCOLA EB2,3/S DE VILA FLOR DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS ÁREA DISCIPLINAR DE FILOSOFIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA FLOR 151841 ESCOLA EB2,3/S DE VILA FLOR 346184 DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS ÁREA DISCIPLINAR DE PLANIFICAÇÃO ANUAL - ANO LETIVO 2016/ 2017 1 PLANIFICAÇÃO A

Leia mais

Ano Lectivo de 2011/2012 Planificação Anual Filosofia 10º Ano

Ano Lectivo de 2011/2012 Planificação Anual Filosofia 10º Ano I - Módulo inicial INICIAÇÃO À ACTIVIDADE FILOSÓFICA 1. Abordagem introdutória à filosofia e ao filosofar 1.1. O que é a? - uma resposta inicial Logos; Mito; Objectivo; Subjectivo; Abstracto; Concreto

Leia mais

Planificação Anual - Disciplina Filosofia 10º Ano /2018

Planificação Anual - Disciplina Filosofia 10º Ano /2018 Planificação Anual - Disciplina Filosofia 10º Ano - 2017/2018 OBJECTIVOS GERAIS DO PROGRAMA DE FILOSOFIA 10º ANO Domínio cognitivo - Apropriar-se progressivamente da especificidade da filosofia Reconhecer

Leia mais

Filosofia 2016 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

Filosofia 2016 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Filosofia 2016 Prova 161 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Leia mais

D.C.S.H. DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS. Ano Letivo de 2012 /2013 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Filosofia 10º. Ano

D.C.S.H. DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS. Ano Letivo de 2012 /2013 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Filosofia 10º. Ano D.C..H. DEPRTMENTO DE CIÊNCI OCII E HMN no etivo de 2012 /2013 PNIFICÇÃO N Filosofia 10º. no 1. Objectivos Gerais Domínio cognitivo Domínio dos valores e das atitudes Domínio das competências, métodos

Leia mais

Informação-Exame Final Nível de Escola para N.E.E. Decreto-Lei n.º 3/2008, de 7 de janeiro Prova de Filosofia 10º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 225 2015 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

FILOSOFIA Objeto de avaliação. Análise e interpretação. Problematização e conceptualização

FILOSOFIA Objeto de avaliação. Análise e interpretação. Problematização e conceptualização Informação-prova FILOSOFIA 2018 Prova 714 11.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova de exame final nacional do ensino secundário

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FILOSOFIA MAIO 2017 Prova: 161

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FILOSOFIA MAIO 2017 Prova: 161 INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FILOSOFIA MAIO 2017 Prova: 161 Escrita 10.º e 11.º de Escolaridade (Portaria n.º 207/2008, de 25 de Fevereiro - Cursos Tecnológicos de informática; Contabilidade

Leia mais

FILOSOFIA. As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

FILOSOFIA. As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. INFORMAÇÃO-EXAME FILOSOFIA 2017 Exame a Nível de Escola 225 11.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características do exame

Leia mais

No arquivo Exames e Provas podem ser consultados itens e critérios de classificação de provas desta disciplina.

No arquivo Exames e Provas podem ser consultados itens e critérios de classificação de provas desta disciplina. INFORMAÇÃO-PROVA FILOSOFIA 2017 Prova 714 11.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova de exame final nacional do ensino secundário

Leia mais

OBRA DA ÉPOCA MODERNA: FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES, DE KANT

OBRA DA ÉPOCA MODERNA: FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES, DE KANT Ano lectivo de 2004 / 2005 FILOSOFIA 12º ANO PLANIFICAÇÃO OBRA DA ÉPOCA MODERNA: FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES, DE KANT ESCOLA SECUNDÁRIA ALBERTO SAMPAIO 1 Ano lectivo de 2004 / 2005 FILOSOFIA

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE GONDOMAR ANO LETIVO de 2014 / 2015

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE GONDOMAR ANO LETIVO de 2014 / 2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE GONDOMAR ANO LETIVO de 2014 / 2015 PLANIFICAÇÃO de Filosofia 11º ANO Gestão Temporal do Programa UNIDADE CONTEÚDO TEMPOS unidade CONTEÚDO LETIVOS TEMPOS LETIVOS Racionalidade

Leia mais

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL GRUPO DE ECONOMIA E CONTABILIDADE Cursos Científico-Humanísticos Ano Letivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL SOCIOLOGIA (12º ano) Página 1 de 6 Competências Gerais Desenvolver a consciência dos direitos e

Leia mais

Racionalidade argumentativa e Filosofia

Racionalidade argumentativa e Filosofia Racionalidade argumentativa e Filosofia Conteúdos Competências a desenvolver / objetivos a concretizar Estratégias Recursos Avaliação Tempos 1. Argumentação e lógica formal 1.1 Distinção validade/verdade

Leia mais

INFORMAÇÃO-EXAME A NÍVEL DE ESCOLA FILOSOFIA 2017

INFORMAÇÃO-EXAME A NÍVEL DE ESCOLA FILOSOFIA 2017 INFORMAÇÃO-EXAME A NÍVEL DE ESCOLA FILOSOFIA 2017 PROVA 225 Cursos Científicos Humanísticos Artigo 20.º do Decreto- Lei n.º 3 / 2008, de 7 de janeiro 11.º Ano de Escolaridade Duração da Prova: 120 minutos

Leia mais

No arquivo Exames e Provas podem ser consultados itens e critérios de classificação de provas desta disciplina.

No arquivo Exames e Provas podem ser consultados itens e critérios de classificação de provas desta disciplina. INFORMAÇÃO-PROVA FILOSOFIA Novembro de 2016 Prova 714 11.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova de exame final nacional

Leia mais

Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes PROVA GLOBAL DE INTRODUÇÃO À FILOSOFIA 10º ANO ANO LECTIVO 2001/2002

Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes PROVA GLOBAL DE INTRODUÇÃO À FILOSOFIA 10º ANO ANO LECTIVO 2001/2002 Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes PROVA GLOBAL DE INTRODUÇÃO À FILOSOFIA 10º ANO ANO LECTIVO 2001/2002 Grupo I 1. Afirmar que a autonomia é uma das características da filosofia significa que A. A

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VIZELA VIZELA Escola sede: ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DE VIZELA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE SOCIOLOGIA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VIZELA VIZELA Escola sede: ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DE VIZELA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE SOCIOLOGIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VIZELA VIZELA Escola sede: ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DE VIZELA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE SOCIOLOGIA Prova: 344 / 2015 12.º Ano de Escolaridade Formação

Leia mais

Orientações para efeitos de avaliação sumativa externa das aprendizagens na disciplina de Filosofia. 10.º e 11.º Anos. Cursos Científico-humanísticos

Orientações para efeitos de avaliação sumativa externa das aprendizagens na disciplina de Filosofia. 10.º e 11.º Anos. Cursos Científico-humanísticos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÂO E CIÊNCIA DIRECÇÃO-GERAL DE INOVAÇÃO E DE DESENVOLVIMENTO CURRICULAR Orientações para efeitos de avaliação sumativa externa das aprendizagens na disciplina de Filosofia 10.º e 11.º

Leia mais

Planificação da disciplina de Geografia 9º Ano Ano letivo 2014/2015

Planificação da disciplina de Geografia 9º Ano Ano letivo 2014/2015 Planificação da disciplina de Geografia 9º Ano Ano letivo 2014/2015 Nº de aulas (45 minutos) 1º Período 2º Período 3º Período Total Previstas 41 31 27 99 /Correção 6 6 6 18 Tema 4: As atividades económicas*

Leia mais

22/08/2014. Tema 7: Ética e Filosofia. O Conceito de Ética. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes

22/08/2014. Tema 7: Ética e Filosofia. O Conceito de Ética. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes Tema 7: Ética e Filosofia Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes O Conceito de Ética Ética: do grego ethikos. Significa comportamento. Investiga os sistemas morais. Busca fundamentar a moral. Quer explicitar

Leia mais

INTRODUÇÃO 10.º ANO ENSINO SECUNDÁRIO FILOSOFIA APRENDIZAGENS ESSENCIAIS ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS

INTRODUÇÃO 10.º ANO ENSINO SECUNDÁRIO FILOSOFIA APRENDIZAGENS ESSENCIAIS ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS APRENDIZAGENS ESSENCIAIS ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS 10.º ANO ENSINO SECUNDÁRIO FILOSOFIA INTRODUÇÃO Enquanto componente da formação geral de todos os cursos científico-humanísticos do ensino secundário,

Leia mais

Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Filosofia Teste Intermédio Filosofia Duração do Teste: 90 minutos 22.02.2011 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Utilize apenas caneta ou esferográfica

Leia mais

Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga. INFORMAÇÃO- Prova de Equivalência à Frequência Disciplina: Filosofia 2016

Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga. INFORMAÇÃO- Prova de Equivalência à Frequência Disciplina: Filosofia 2016 Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga INFORMAÇÃO- Prova de Equivalência à Frequência Disciplina: Filosofia 2016 Prova 161 Secundário / 11º Ano de escolaridade - Decreto-Lei n.º 139/2012,

Leia mais

Critérios de Avaliação Jardim de Infância

Critérios de Avaliação Jardim de Infância CASA DE INFÂNCIA DE SANTO ANTÓNIO Departamento Curricular de Creche e Jardim de Infância Critérios de Avaliação Jardim de Infância Horta 2016/2017 2 Critérios de Avaliação Jardim de Infância A avaliação

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS EMENTAS DO CURSO DE FILOSOFIA Currículo Novo (a partir de 2010/1) NÍVEL I HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANTIGA Reflexão acerca da transição do pensamento mítico ao filosófico. Estudo de problemas, conceitos e

Leia mais

Planificação Anual ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DAS TAIPAS CURSO PROFISIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO DE EQUIPAMENTOS INFORMÁTICOS

Planificação Anual ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DAS TAIPAS CURSO PROFISIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO DE EQUIPAMENTOS INFORMÁTICOS Planificação Anual CURSO PROFISIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO DE EQUIPAMENTOS INFORMÁTICOS DISCIPLINA: (12.ºano) DOCENTE: Cláudia Lobato ANO LECTIVO: 2010/2011 1 Planificação Anual Temas, Unidades Temáticas,

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação Ano letivo de 2012/2013

Critérios Específicos de Avaliação Ano letivo de 2012/2013 Departamento de Expressões e Representação Ano Letivo 2012/2013 Disciplina de Modelação e Animação 3D - 11º e 12º ano Critérios Específicos de Avaliação Ano letivo de 2012/2013 1. Introdução à disciplina

Leia mais

CIDADANIA E MUNDO ATUAL

CIDADANIA E MUNDO ATUAL CIDADANIA E MUNDO ATUAL COMPETÊNCIAS (1) TRANSVERSAIS Promoção da educação para a cidadania A língua materna enquanto dimensão transversal Utilização das novas tecnologias de informação Competências Transversais

Leia mais

Planificação anual de Português 12º ano

Planificação anual de Português 12º ano Planificação anual de Português 12º ano 1 OBJETIVOS Desenvolver os processos linguísticos, cognitivos e metacognitivos necessários à operacionalização de cada uma das competências de compreensão e produção

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 2015/2016 EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA 5º ANO METAS CURRICULARES OBJETIVOS GERAIS/DESCRITORES

PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 2015/2016 EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA 5º ANO METAS CURRICULARES OBJETIVOS GERAIS/DESCRITORES DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES ARTÍSTICAS ARTES VISUAIS - GRUPO de RECRUTAMENTO - Cód. 240 ENSINO REGULAR 2º CICLO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 2015/2016 EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA 5º ANO METAS CURRICULARES DOMÍNIO

Leia mais

1º Ciclo. Competências Gerais do Ensino Básico

1º Ciclo. Competências Gerais do Ensino Básico 1º Ciclo Ao longo do 1º ciclo do Ensino Básico, todos os alunos devem desenvolver as competências gerais do Ensino Básico. Competências Gerais do Ensino Básico 1. Mobilizar saberes culturais, científicos

Leia mais

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros CURSO CIENTÍFICO-HUMANÍSTICO SECUNDÁRIO Planificação Anual 2012-2013 FILOSOFIA

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 FILOSOFIA 11º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 FILOSOFIA 11º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 FILOSOFIA 11º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina ENSINO SECUNDÁRIO TEMAS/DOMÍNIOS CONTEÚDOS OBJETIVOS

Leia mais

Organização e Gestão do Desporto Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva

Organização e Gestão do Desporto Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva Organização e Gestão do Desporto Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS Promoção da educação para a cidadania Promover: a iniciativa

Leia mais

1-Crescimento e desenvolvimento.

1-Crescimento e desenvolvimento. ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA Curso : Científico -Humanístico de Ciências Socioeconómicas Matriz Economia c 12º ano CONTEÚDOS OBJECTIVOS / COMPETÊNCIAS TEMPO PREVISTO (TEMPOS 45 M)

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O

P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O DISCIPLINA: Cidadania e Mundo Atual ANO: 7º TURMA: A ANO LECTIVO: 2011/2012 P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O UNIDADE DIDÁTICA 1: Empregabilidade: comunicação e relações pessoais AULAS PREVISTAS:

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM PLANIFICAÇAO DE OFICINA DE TEATRO ANO: 8º Ano ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/5

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM PLANIFICAÇAO DE OFICINA DE TEATRO ANO: 8º Ano ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/5 p.1/5 SÓCIO-AFECTIVA 1. Dinâmica do Grupo 2. Dinâmica Individual 0. Aprofundar a dinâmica do Grupo Reconhecimento da nova realidade do Grupo. Comunicação com o outro e com o Grupo. Argumentação e negociação

Leia mais

Planificação Anual Filosofia 11º Ano de Escolaridade. Ano letivo 2014/2015. Prof. João Manuel Amaral da Silva

Planificação Anual Filosofia 11º Ano de Escolaridade. Ano letivo 2014/2015. Prof. João Manuel Amaral da Silva Governo dos Açores Escola Básica e Secundária Velas Planificação Anual Filosofia 11º Ano Escolarida Ano letivo 2014/2015 Prof. João Manuel Amaral da Silva Primeiro Período Temas/Conteúdos Percurso Aprendizagens

Leia mais

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Ciências Naturais / CEF COZINHA -2º ano Planificação a Longo Prazo 2012-2013

Leia mais

PLANIFICAÇÃO-2017/2018

PLANIFICAÇÃO-2017/2018 PLANIFICAÇÃO-2017/2018 ENSINO SECUNDÁRIO - PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE FILOSOFIA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) ATIVIDADES E ESTRATÉGIAS 11º ANO DE ESCOLARIDADE MATERIAIS

Leia mais

Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar,

Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 8º ANO A Ano Letivo: 2012/2013 Introdução /Metas Consigna-se no Despacho n.º 5306/2012, de 18 de abril de 2012, que o desenvolvimento do ensino será orientado por Metas

Leia mais

INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA PROVA 344 INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 12º Ano de Escolaridade CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS SOCIOLOGIA ANO LECTIVO 2011/2012 Tipo de prova: Escrita Duração (em minutos): 90 TEMAS CONTEÚDOS

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E.S.A.B. ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO Filosofia 11º Ano Duração: 135m Ano letivo: 2015/2016 Matriz da Prova de Avaliação Sumativa Interna na Modalidade de Frequência não Presencial

Leia mais

I N F O R M A Ç Ã O PROVA DE E Q U I V A L Ê N C I A À F R E Q U Ê N C I A

I N F O R M A Ç Ã O PROVA DE E Q U I V A L Ê N C I A À F R E Q U Ê N C I A Ministério da Educação e Ciência Agrupamento de Escolas de Anadia Ano letivo de 2015-2016 I N F O R M A Ç Ã O PROVA DE E Q U I V A L Ê N C I A À F R E Q U Ê N C I A CICLO CÓDIGO - DISCIPLINA ANO DE ESCOLARIDADE

Leia mais

DATA: VALOR: 20 pontos NOTA: NOME COMPLETO:

DATA: VALOR: 20 pontos NOTA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: FILOSOFIA PROFESSOR: ENRIQUE MARCATTO DATA: VALOR: 20 pontos NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 3ª EM TURMA: Nº: I N S T R U Ç Õ E S 1. Esta atividade contém

Leia mais

PSICOLOGIA B 12.º ANO

PSICOLOGIA B 12.º ANO ANO LETIVO DE 2011/2012 PLANIFICAÇÃO ANUAL de PSICOLOGIA B 12.º ANO I. A entrada na vida Tema 1 - Antes de mim A genética, o cérebro e a cultura Objetivo geral Compreender as capacidades genéticas do ser

Leia mais

Planificação Anual de História Ano letivo de 2012/2013. Unidade Didáctica/Conteúdos Competências/Objectivos a desenvolver Actividades

Planificação Anual de História Ano letivo de 2012/2013. Unidade Didáctica/Conteúdos Competências/Objectivos a desenvolver Actividades Planificação Anual de História Ano letivo de 2012/2013 9º Ano Unidade Didáctica/Conteúdos Competências/Objectivos a desenvolver Actividades A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO Capacidade de seleccionar informação

Leia mais

2- Competências a Desenvolver

2- Competências a Desenvolver ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE TURISMO 1º ANO - ANO LETIVO 2014/15 PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA: TURISMO-INFORMAÇÃO E ANIMAÇÃO TURÍSTICA Componente de Formação Técnica 1- Elenco

Leia mais

Critérios de Avaliação. 1º Ciclo. Ano Letivo 2016/2017. A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves

Critérios de Avaliação. 1º Ciclo. Ano Letivo 2016/2017. A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves Critérios de Avaliação 1º Ciclo Ano Letivo 2016/2017 A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves Princípios Orientadores - Processo regulador das aprendizagens, orientador do percurso escolar

Leia mais

Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz

Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz PLANO ANUAL DE TRABALHO 20/205 9ºAno Código 070 Educação para a Cidadania 9º Ano Ano Letivo: 20/ 205 Plano Anual Competências a desenvolver Conteúdos Temas/Domínios Objetivos Atividades / Materiais 3 Períodos

Leia mais

VALOR E VALORAÇÃO CRITÉRIOS VALORATIVOS

VALOR E VALORAÇÃO CRITÉRIOS VALORATIVOS Valor VALOR E VALORAÇÃO CRITÉRIOS VALORATIVOS Critério de orientação. Guia para a ação humana, atribuído pelo homem às coisas, seres e acontecimentos, em função da relação que com eles estabelece. Diz

Leia mais

Currículo das Áreas Disciplinares/Critérios de Avaliação 5º Ano Disciplina: Português Metas Curriculares: Domínios/Objetivos

Currículo das Áreas Disciplinares/Critérios de Avaliação 5º Ano Disciplina: Português Metas Curriculares: Domínios/Objetivos Currículo das Áreas Disciplinares/Critérios de 5º Ano Disciplina: Português Metas Curriculares: Domínios/Objetivos Conteúdos Programáticos Critérios de Instrumentos de Comunicação oral Observação direta

Leia mais

DATA DE ENTREGA 19/12/2016 VALOR: 20,0 NOTA:

DATA DE ENTREGA 19/12/2016 VALOR: 20,0 NOTA: DISCIPLINA: FILOSOFIA PROFESSOR: ENRIQUE MARCATTO DATA DE ENTREGA 19/12/2016 VALOR: 20,0 NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 3ª SÉRIE/EM TURMA: Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO

Leia mais

Agrupamento de Escolas de São Pedro do Sul Escola sede Escola Secundária de S. Pedro do Sul

Agrupamento de Escolas de São Pedro do Sul Escola sede Escola Secundária de S. Pedro do Sul Agrupamento de Escolas de São Pedro do Sul Escola sede Escola Secundária de S. Pedro do Sul CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO: PORTUGUÊS LÍNGUA NÃO MATERNA 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 1. Enquadramento legal da avaliação

Leia mais

Competências gerais. Princípios e valores orientadores do currículo. Competências gerais

Competências gerais. Princípios e valores orientadores do currículo. Competências gerais Currículo Nacional do Ensino Básico Competências Essenciais Competências gerais Princípios e valores orientadores do currículo A clarificação das competências a alcançar no final da educação básica toma

Leia mais

Currículo para o Século XXI: competências, conhecimentos e valores, numa escolaridade de 12 anos

Currículo para o Século XXI: competências, conhecimentos e valores, numa escolaridade de 12 anos Currículo para o Século XXI: competências, conhecimentos e valores, numa escolaridade de 12 anos Painel: As Ciências Sociais e Humanas no Currículo: os conhecimentos e as competências para construir sociedades

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2011 / 2012

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2011 / 2012 PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2011 / 2012 CURSO/CICLO DE FORMAÇÃO DISCIPLINA: Docente Técnico de Turismo Ambiental e Rural/2011-2014 Área de Integração Pedro Bandeira Simões N.º TOTAL DE MÓDULOS DE 1º/2º/3º

Leia mais

Ensino básico-3ºciclo

Ensino básico-3ºciclo Ensino básico-3ºciclo Objectivos pedagógicos Compreensão de que a dinâmica dos ecossistemas resulta de uma interdependência entre seres vivos, materiais e processos. Compreensão de que o funcionamento

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA/3 RAINHA SANTA ISABEL ESTREMOZ PLANIFICAÇÃO ANUAL

ESCOLA SECUNDÁRIA/3 RAINHA SANTA ISABEL ESTREMOZ PLANIFICAÇÃO ANUAL ESCOLA SECUNDÁRIA/3 RAINHA SANTA ISABEL 402643 - ESTREMOZ Competências Gerais PLANIFICAÇÃO ANUAL DISCIPLINA: LITERATURA PORTUGUESA 2016-2017 - 10º Ano COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS Leitura / Oralidade Seguir

Leia mais

A França e os Franceses. - Diagnose da Turma.

A França e os Franceses. - Diagnose da Turma. ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL 3º C.E.B. DISCIPLINA: Francês ANO: 8º ANO LETIVO: 2011/2012 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ATIVIDADES ESTRATÉGIAS AULAS PREVISTAS

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE LÌNGUA PORTUGUESA UNIDADE DE FORMAÇÃO: 14 TEXTOS NARRATIVOS / DESCRITIVOS

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE LÌNGUA PORTUGUESA UNIDADE DE FORMAÇÃO: 14 TEXTOS NARRATIVOS / DESCRITIVOS PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE LÌNGUA PORTUGUESA UNIDADE DE FORMAÇÃO: 14 TEXTOS NARRATIVOS / DESCRITIVOS SUB-UNIDADE/ MÓDULO Textos narrativos / descritivos Literatura de viagens/aventuras CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA. CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO - Tipo 3 - Ano Letivo 2014/2015

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA. CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO - Tipo 3 - Ano Letivo 2014/2015 ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA 1º CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO - Tipo 3 - Ano Letivo 2014/2015 1 I - AVALIAÇÃO: Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico de Amora Planificação CEF 1º Ano

Leia mais

Planificação Anual GR Disciplina Português (Ensino Profissional) 3.º

Planificação Anual GR Disciplina Português (Ensino Profissional) 3.º Planificação Anual GR 300 - Disciplina Português (Ensino Profissional) 3.º Módulo 9: Textos Líricos (Fernando Pessoa ortónimo e heterónimos) 30 horas (40 aulas) Objectivos de Aprendizagem -Distinguir a

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2012/13

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2012/13 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2012/13 Quadro de síntese 2º Ciclo Domínios da Avaliação 0 Saber / 0 Saber Fazer 70% "0 Ser / Saber Ser" 25% Língua Portuguesa Inglês "0 Ser / 5% /Saber Ser" " O Saber /

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIOECONÓMICAS- Grupo 430. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: SOCIOLOGIA 12.

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIOECONÓMICAS- Grupo 430. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: SOCIOLOGIA 12. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIOECONÓMICAS- Grupo 430 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: SOCIOLOGIA 12.º ano 2016/2017 Domínio (Unidade/tema)

Leia mais

P S I C O L O G I A B 1 2 º A N O

P S I C O L O G I A B 1 2 º A N O DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS GRUPO 10º B FILOSOFIA P S I C O L O G I A B 1 2 º A N O D I S POSITIVO DE AV AL I AÇ Ã O (Versão de 2010-2011) Psicologia B Avaliação / Pág. 1 de 8 1. MATRIZES

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2012 / 2013

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2012 / 2013 09-10-2012 PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2012 / 2013 CURSO DE TÉCNICO DE HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO E AMBIENTE 11º ANO DISCIPLINA: FRANCÊS CONTINUAÇÃO N.º TOTAL DE MÓDULOS: 3 N.º ORDEM N.º DE HORAS

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2012 / 2013

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2012 / 2013 09-10-2012 PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2012 / 2013 N.º ORDEM N.º DE HORAS CURSO DE TÉCNICO DE GESTÃO EQUINA DISCIPLINA: FRANCÊS CONTINUAÇÃO N.º TOTAL DE MÓDULOS: 3 DESIGNAÇÃO DO MÓDULO 1 27 PARCOURS

Leia mais

Agrupamento de Escolas Amadeo de Souza-Cardoso

Agrupamento de Escolas Amadeo de Souza-Cardoso ANO LETIVO: 2016/2017 Amadeo de Souza-Cardoso Critérios Gerais de Avaliação do Agrupamento Dando cumprimento ao disposto no Decreto-Lei 139/2012, na sua redação atual, e no Despacho normativo nº 1-F/2016,

Leia mais

Exposição do professor; Diálogo orientado professor/aluno e aluno/aluno; Comunicação dos trabalhos realizados, individualmente e/ou em grupo;

Exposição do professor; Diálogo orientado professor/aluno e aluno/aluno; Comunicação dos trabalhos realizados, individualmente e/ou em grupo; ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE ÁRES DE INTEGRAÇÃO 10º ANO DE ESCOLARIDADE CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS METAS/OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) ATIVIDADES E ESTRATÉGIAS MATERIAIS CURRICULARES

Leia mais

Exposição do professor; Diálogo orientado professor/aluno e aluno/aluno; Comunicação dos trabalhos realizados, individualmente e/ou em grupo;

Exposição do professor; Diálogo orientado professor/aluno e aluno/aluno; Comunicação dos trabalhos realizados, individualmente e/ou em grupo; ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE ÁRES DE INTEGRAÇÃO 10º ANO DE ESCOLARIDADE CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS METAS/OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) ATIVIDADES E ESTRATÉGIAS MATERIAIS CURRICULARES

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2017/2018 Quadro de síntese 2º Ciclo Domínios da Avaliação O Saber 65% Português O Saber Fazer 25% O Ser / Saber Ser 10% O Saber 75% Inglês O Saber Fazer 10% O Ser / Saber

Leia mais

MORAL E ÉTICA. Consciência Moral: noção de bem e mal/certo e errado/justo e injusto.

MORAL E ÉTICA. Consciência Moral: noção de bem e mal/certo e errado/justo e injusto. MORAL E ÉTICA O homem é um ser dotado de senso moral. Consciência Moral: noção de bem e mal/certo e errado/justo e injusto. Senso moral se manifesta em sentimentos, atitudes, juízos de valor Moral vem

Leia mais

CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO - Tipo 2 -

CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO - Tipo 2 - ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO - Tipo 2 - Ano Letivo 2014/2015 I - AVALIAÇÃO: 1. Domínios de avaliação, parâmetros e ponderações 1.1. O grupo de História, conciliando

Leia mais

Planificação Anual Oficina de Teatro. 7.º Ano 3.º Ciclo. 1.º Semestre. Ano letivo: 2017/2018

Planificação Anual Oficina de Teatro. 7.º Ano 3.º Ciclo. 1.º Semestre. Ano letivo: 2017/2018 Planificação Anual Oficina de Teatro 7.º Ano 3.º Ciclo 1.º Semestre Ano letivo: 2017/2018 Calendarização Dimensão Sócio Afetiva N.º de aulas O indivíduo e o grupo. Desenvolver uma relação de pertença e

Leia mais

III. RACIONALIDADE ARGUMEN NTATIVA E FILOSOFIA

III. RACIONALIDADE ARGUMEN NTATIVA E FILOSOFIA III. RACIONALIDADE ARGUMEN NTATIVA E FILOSOFIA 1. Argumentação e Lóg gica Formal 1.1. Distinção validade - verdade 1.2. Formas de Inferên ncia Válida. 1.3. Principais Falácias A Lógica: objecto de estudo

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCANENA PEQUENOS GRANDES FILÓSOFOSS. 3º Ciclo do Ensino Básico

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCANENA PEQUENOS GRANDES FILÓSOFOSS. 3º Ciclo do Ensino Básico AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCANENA PEQUENOS GRANDES FILÓSOFOSS Projecto de Filosofia para Pré Escolar, 1º, 2º e 3º Ciclo do Ensino Básico «já que pensar é, até certo ponto, assimilar a linguagem dos outros

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: FILOSOFIA Código: ENF 304 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo: 2016.2 Professor:

Leia mais

Governo da República Portuguesa

Governo da República Portuguesa ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO CURSOS PROFISSIONAIS - 12 ºANO (Nota: 72h/ Nota: Planificação sujeita a reajustamentos, após publicação de Horário da Turma e confirmação de horas efetivamente dadas,

Leia mais

Objetividade e diálogo de culturas. A professora M. Clara Gomes

Objetividade e diálogo de culturas. A professora M. Clara Gomes Objetividade e diálogo de culturas A professora M. Clara Gomes A questão dos critérios valorativos levanta o problema da natureza dos juízos morais. O Subjetivismo moral é teoria que defende que os juízos

Leia mais

Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC. BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017

Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC. BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017 Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017 1 INTRODUÇÃO 1.3. Os fundamentos pedagógicos da BNCC Compromisso com a formação e o desenvolvimento humano global (dimensões

Leia mais

PERÍODO TEMA / UNIDADE SUB-TEMA / CONTEÚDO AULAS AVALIAÇÃO (meios e instrumentos)

PERÍODO TEMA / UNIDADE SUB-TEMA / CONTEÚDO AULAS AVALIAÇÃO (meios e instrumentos) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Ciências Sociais e Humanas Planificação Anual de Filosofia - 11º ano Ano Letivo 2014/2015

Leia mais

Valores e valoração Fontes: páginas 87 à 99 do manual

Valores e valoração Fontes: páginas 87 à 99 do manual Valores e valoração Fontes: páginas 87 à 99 do manual 1- Qual a relação entre a ação e o valor? Para agir temos de decidir, e decidir implica escolher. Para escolher temos de preferir umas opções a outras,

Leia mais

Ano Lectivo 2006/2007 3º Ciclo 7º Ano

Ano Lectivo 2006/2007 3º Ciclo 7º Ano AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação DISCIPLINA DE GEOGRAFIA Ano Lectivo 2006/2007 3º Ciclo 7º Ano Unidade Didáctica Conteúdos Competências Específicas Avaliação A TERRA

Leia mais

Curso: Filosofia Licenciatura Grau acadêmico: Graduação Turno: Noturno Currículo: 2014

Curso: Filosofia Licenciatura Grau acadêmico: Graduação Turno: Noturno Currículo: 2014 Curso: Filosofia Licenciatura Grau acadêmico: Graduação Turno: Noturno Currículo: 2014 Unidade curricular: metodologia científica Natureza: obrigatória Unidade acadêmica: DFIME Período: primeiro Carga

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL ATIVIDADES ESTRATÉGIAS

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL ATIVIDADES ESTRATÉGIAS ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL ENSINO BÁSICO Curso de Apoio à Família e à Comunidade DISCIPLINA: Língua Portuguesa ANO: CEF Tipo 2 (2º ano) ANO LETIVO: 2011/2012 COMPETÊNCIAS

Leia mais

Designação do Módulo: Técnicas de Animação

Designação do Módulo: Técnicas de Animação Módulo N.º 3258 Designação do Módulo: Técnicas de Animação Planificar e dinamizar a animação com caráter interdisciplinar, como forma de desenvolver competências e autonomias. Expressão livre e animação

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EMRC 8.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EMRC 8.º ANO DE EMRC 8.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO O aluno, no final do 8.º ano, deve atingir as metas abaixo indicadas, nos seguintes domínios: Religião e Experiência Religiosa Construir uma chave de

Leia mais

Ano: 2014/2015 Mots croisés 9- Porto Editora Nº de aulas aprox: 64/65

Ano: 2014/2015 Mots croisés 9- Porto Editora Nº de aulas aprox: 64/65 Ano: 2014/2015 Mots croisés 9- Porto Editora Nº de aulas aprox: 64/65 CALENDARIZAÇÃO Competências Áreas temáticas/ Vocabulário Conteúdos morfosintáticos 1. PERÍODO 26 +/27 aulas Compreensão Oral É capaz

Leia mais

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA MORAL (conclusão)

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA MORAL (conclusão) INTRODUÇÃO À FILOSOFIA MORAL (conclusão) 25 DE FEVEREIRO DE 2013 (6ª aula) Sumário da Aula Anterior: Egoísmo ético: definição, pontos fortes e fragilidades. Utilitarismo. O Princípio da Utilidade. Utilitarismo

Leia mais

Planificação Anual. Professora: Dulce Direitinho Disciplina: Educação Tecnológica Ano: 6.º Turma: B Ano letivo:

Planificação Anual. Professora: Dulce Direitinho Disciplina: Educação Tecnológica Ano: 6.º Turma: B Ano letivo: Planificação Anual Professora: Dulce Direitinho Disciplina: Educação Tecnológica Ano: 6.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Domínio/Objetivos Descritores de Desempenho Atividades/Estratégias Avaliação Representação

Leia mais

CALENDARIZAÇÃO COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES DE APRENDIZAGEM AVALIAÇÃO. Observação e análise de mapas, cronologias, gráficos,

CALENDARIZAÇÃO COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES DE APRENDIZAGEM AVALIAÇÃO. Observação e análise de mapas, cronologias, gráficos, HISTÓRIA 3º Ciclo E. B. 9º Ano 2014-2015 Planificação de Unidade TEMA I. A Europa e o Mundo no limiar do século XX SUBTEMA I.1. Hegemonia e declínio da influência europeia CONCEITOS: Imperialismo, Colonialismo,

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio. Etec. Etec: Professor Massuyuki Kawano

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio. Etec. Etec: Professor Massuyuki Kawano Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Etec: Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Área de conhecimento: Ciências Humanas e suas tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

EXTERNATO S. JOÃO BOSCO VIANA DO CASTELO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017

EXTERNATO S. JOÃO BOSCO VIANA DO CASTELO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017 EXTERNATO S. JOÃO BOSCO VIANA DO CASTELO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017 Aprovado em Conselho de Docentes em julho de 2016 Diretora Pedagógica Rosa Cândida Gomes Princípios Orientadores

Leia mais

- Diálogo professor aluno. - Teste de Diagnóstico. - Exposição do Professor. - Apresentação de esquemas e sínteses. - Organogramas conceptuais

- Diálogo professor aluno. - Teste de Diagnóstico. - Exposição do Professor. - Apresentação de esquemas e sínteses. - Organogramas conceptuais Definir lógica. Compreender o carácter formal da análise lógica dos argumentos. Distinguir e explicitar a relação entre a validade (formal) e a verdade (material). Distinguir argumentos dedutivos, indutivos

Leia mais

INTRODUÇÃO 10.º ANO ENSINO SECUNDÁRIO LITERATURA PORTUGUESA APRENDIZAGENS ESSENCIAIS ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS

INTRODUÇÃO 10.º ANO ENSINO SECUNDÁRIO LITERATURA PORTUGUESA APRENDIZAGENS ESSENCIAIS ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS APRENDIZAGENS ESSENCIAIS ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS 10.º ANO ENSINO SECUNDÁRIO LITERATURA PORTUGUESA INTRODUÇÃO O papel da literatura é determinante na formação dos alunos, na vertente da experiência

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova. Departamento Curricular de Expressões PROGRAMA DE ARTES PLÁSTICAS. (Reajustamento) 7º e 8º ano

Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova. Departamento Curricular de Expressões PROGRAMA DE ARTES PLÁSTICAS. (Reajustamento) 7º e 8º ano Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova Departamento Curricular de Expressões PROGRAMA DE ARTES PLÁSTICAS (Reajustamento) 7º e 8º ano 2016 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA 2.1. COMPETÊNCIAS

Leia mais