DICAS PARA DESENVOLVER SITE ACESSÍVEL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DICAS PARA DESENVOLVER SITE ACESSÍVEL"

Transcrição

1 DICAS PARA DESENVOLVER SITE ACESSÍVEL Este arquivo contém dicas para o desenvolvimento de uma página acessível e de acordo com as normas W3C (World Wide Web). Para uma boa compreensão destas dicas é necessário ter conhecimentos com as linguagens HTML e CSS. 1. IMAGENS A imagem deve ser etiquetada, ou seja, receber uma descrição em modo texto, para que os deficientes visuais possam compreender seu uso no site. Esta descrição deve ser referente ao seu conteúdo e ambiente onde se encontra. Para etiquetar uma imagem basta usar o atributo alt na tag img. Veja o exemplo: <img src= cavalinho.jpg alt= cavalo recém nascido deitado na terra, sendo acariciado pela mãe /> 2. TÍTULOS E SUBTÍTULOS Conceitualmente existe 6 níveis de títulos, sendo o h1 o mais alto de todos, ou seja, ele deve ser usado para indicar o título principal da página. Para melhor compreender como usar os níveis de títulos, comparamos um site com um livro: O nome do livro é o h1, os capítulos são h2, os sub-capítulos são h3, e assim sucessivamente. Exemplo: <h1>nome da empresa</h1> <h2>sejam bem vindos ao nosso site</h2> Núcleo de Acessibilidade SIEP/RENAPI 1

2 DICAS DE USO: O título h1 poderá ser substituído por uma imagem (logo da empresa), mas deverá permanecer com seu conteúdo, mesmo que não visivelmente, para que o leitor de telas possa ler. Cada página deverá ter apenas uma tag h1, já que se pressupõe que cada página tenha um único título principal. Não é necessário fazer o uso de todos os 6 níveis, exceto quando o texto for classificado em muitas seções, exigindo assim uma documentação muito rígida. Os níveis do h2 ao h6 poderão ser usados mais de uma vez na página, mas sem excesso e com lógica textual. 3. TABELAS: As principais tags de tabelas são: <table> - Determina um elemento de dados tabulares, uma tabela. - Agrupa as células montando uma linha <td> - Insere células normal na tabela <th> - Insere células cabeçalhos na tabela <table> </table> <th>cabeçalho 1</td> <td>cabeçalho 2</td> <td>dado 1</td> <td>dado 2</td> Com isso temos duas linhas com a tag e dentro dessas linhas temos duas células com a tag <td> ou <th>. VISUALIZAÇÃO: Cabeçalho 1 Cabeçalho 2 Dado 1 Dado 2 4. QUESITOS IMPORTANTES PARA UMA TABELA ACESSÍVEL: Utilização do atributo summary, pois ele é um resumo da tabela, coloque em tabelas que valham a pena ter um resumo. Usar o elemento <caption> para título da tabela, esse elemento é o título principal da tabela Para tabelas simples, o uso apropriado do elemento <th> é essencial para tornar a tabela acessível. Contudo com um pouco mais de esforço, podemos incrementar a acessibilidade aos dados da tabela. <thead> e <tfoot> são usados para agrupar uma linha de cabeçalhos no topo e outra no final da tabela. Se <thead> e <tfoot> forem usados, você deverá usar também <tbody> para definir o corpo da tabela, que é a parte da tabela que contém as células de dados. Na verdade uma tabela poderá conter mais de um <tbody>. Núcleo de Acessibilidade SIEP/RENAPI 2

3 Em tabelas de dados com dois ou mais níveis lógicos de cabeçalhos de linha ou de coluna, utilizar marcações para associar as células de dados às células de cabeçalho. [Prioridade 1] Por exemplo, em HTML, utilizar THEAD, TFOOT e TBODY para agrupar linhas, COL e COLGROUP para agrupar colunas, e os atributos "axis", "scope" e "headers" para descrever relações mais complexas entre os dados." Colocar o atributo abbr para abreviar um cabeçalho longo de modo que ele não seja lido por inteiro toda vez que o leitor de tela passe por ele. Em alguns casos os desenvolvedores usam colunas vazias em cabeçalhos ou dados, para obter um espaçamento entre as colunas de uma tabela. JAWS, por exemplo lê "blank" toda vez que encontra uma célula vazia e isto pode reduzir a usabilidade e a acessibilidade das tabelas de dados para usuários com leitores de tela. CSS deve ser usado no lugar de células vazias para fins de controlar a apresentação de uma tabela de dados. EXEMPLO 1: <table> <caption>nome da tabela</caption> <thead> <th abbr="ameixa">ameixa preta</th> <th abbr="pera">pera d'água</th> </thead> <tbody> </tbody> <tfoot> </tfoot> </table> <td>dados 1</td> <td>dados 2</td> <td>dados 3</td> <td>dados 4</td> <th>rodapé 1</th> <th>rodapé 2</th> VISUALIZAÇÃO: Nome da tabela Coluna 1 Coluna 2 Dados 1 Dados 2 Dados 3 Dados 4 Rodapé 1 Rodapé 2 Núcleo de Acessibilidade SIEP/RENAPI 3

4 EXEMPLO 2: <table summary="tabela Contendo Notas Por Grupo Em Relação A Alunos E Matérias."> <caption>notas</caption> <th id="grupo">grupo</th> <th id="alunos">alunos</th> <th id="portugues">português</th> <th id="matematica">matemática</th> <th id="a" rowspan="2">a</th> <th id="paulo">paulo</th> <td headers="a paulo portugues">7</td> <td headers="a paulo matematica">8</td> <th id="marcos">marcos</th> <td headers="a marcos portugues">6</td> <td headers="a marcos matematica">9</td> <th id="b">b</th> <th id="rosa">rosa</th> <td headers="b rosa portugues">10</td> <td headers="b rosa matematica">7</td> </table> VISUALIZAÇÃO: Notas Grupos Alunos Português Matemática A Paulo 7 8 Marcos 6 9 B Rosa 10 7 Núcleo de Acessibilidade SIEP/RENAPI 4

5 EXEMPLO 3 <table border="1" summary="preços em reais no varejo e no atacado para laranjas e maçãs importadas e nacionais nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo. Existem dois níveis de cabeçalhos de colunas."> <caption> Preços em reais para laranjas e maçãs importadas e nacionais nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo </caption> <thead> </thead> <tbody> <td></td> <th colspan="2" id="importada">importada</th> <th colspan="2" id="nacional">nacional</th> <td></td> <th id="laranjas-imp">laranjas</th> <th id="macas-imp">maçãs</th> <th id="laranjas-dom">laranjas</th> <th id="macas-dom">maçãs</th> <th id="rio" colspan="5">rio de Janeiro</th> <th headers="rio" id="atacado-rio">atacado</th> <td headers="importada laranjas-imp rio atacado-rio">1,00</td> <td headers="importada macas-imp rio atacado-rio">1,25</td> <td headers="nacional laranjas-dom rio atacado-rio">1,20</td> <td headers="nacional macas-dom rio atacado-rio">1,00</td> <th headers="rio" id="varejo-rio">varejo</th>... O RESTANTE DO CÓDIGO DA TABELA... VISUALIZAÇÃO Preços em reais para laranjas e maçãs importadas e nacionais nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo Importada Nacional Laranjas Maçãs Laranjas Maçãs Rio de Janeiro Atacado 1,00 1,25 1,20 1,00 Varejo 2,00 3,00 1,80 1,60 São Paulo Atacado 1,20 1,30 1,00 0,80 Varejo 1,60 2,00 2,00 1,50 Núcleo de Acessibilidade SIEP/RENAPI 5

6 5. FORMULÁRIOS O uso de Formulários é a forma mais simples, e a mais comum, para a prestação de serviços interativos. Também costuma ser o primeiro obstáculo sério na implementação da acessibilidade. Se acessar conteúdos informacionais de um sítio é uma atitude passiva do visitante, o acesso de um formulário exige que o usuário interaja com este. Formulários costumam ser a principal dificuldade de desenvolvimento na formatação do código HTML, pois são ao mesmo tempo formatação e programação. Os usuários devem ter acesso às suas informações e poder interagir com elas, fornecendo as informações pertinentes para que a execução do serviço tenha sucesso. Para tanto o formulário deve ser compreensível, não só visualmente, mas também na sua formatação. A ESTRUTURA CORRETA DO FORMULÁRIO O primeiro passo para tornar o formulário acessível é organizá-lo de forma a ser compreensível, tanto na sua formatação quanto visualmente. Lembrando que o formulário deve ser acessível não só pelos programas leitores de tela, mas pelas pessoas que utilizam navegadores gráficos. OS ELEMENTOS: Os elementos básicos para a construção de um formulário são: <form> :: o contêiner do formulário; <input> :: que expecifica vários tipos de campos como text, submit, button, radiobutton e checkbox; <textarea> :: campo de texto multi-linha, como observações e comentários; <select> :: Utilizado para listas selecionáveis (como um menu); <button> :: Utilizado para botões. <label> :: Indica o rótulo do elemento do formulário <legend> :: Indica o título para o grupo de elemento dentro do <fieldset> <fieldset> :: Separa os elementos em grupos para melhorar a compreensão. O elemento label é utilizado, em conjunto com o atributo for para relacionar de forma clara o elemento ao seu rótulo. O elemento label pode ser usado em conjunto com todos os elementos de formulário, exceto o elemento button. O elemento fieldset é utilizado para agrupar os itens de formulários com características em comum, usamos o elemento legend para descrever esse grupo de itens que estão dentro do fieldset <form action= action.php method="post" id= formulario > <label for="nome">nome:</label> <input type="text" name="nome" id="nome"/> <fieldset> <legend>quais suas cores preferidas?</legend> <input type="checkbox" name="chk0" id="chk0_0" value="vermelho"> <label for="chk0_0">vermelho</label> <input type="checkbox" name="chk1" id="chk1_1" value="verde"> <label for="chk1_1">verde</label> <input type="checkbox" name="chk2" id="chk2_2" value=" azul"> <label for="chk2_2">azul</label> <input type="checkbox" name="chk3" id="chk3_3" value="amarelo"> <label for="chk3_3">amarelo</label> Núcleo de Acessibilidade SIEP/RENAPI 6

7 </fieldset> <fieldset> <ledend>lista de Mercado</legend> <select name="lista de mercado"> <optgroup label="laticínios"> <option>leite desnatado</option> <option>queijo ralado</option> <option>queijo prato</option> <option>requeijão</option> </optgroup> <optgroup label="vegetais"> <option>alface</option> <option>alho</option> <option>berinjela</option> <option>cenoura</option> <option>pimentão</option> </optgroup> <optgroup label="frutas"> <option>abacaxi</option> <option>banana</option> <option>manga</option> </optgroup> </select> </fieldset> <input type= submit value= Enviar /> </form> 6. LISTAS Lista são muito usadas na programação Web por sua boa acessibilidade, não necessita de descrições ou tags adicionais. HTML define listas que podem ser do tipo com marcadores (bullets - listas não numeradas) <ul>...</ul> ou listas ordenadas <ol>...</ol> com numeração no início de cada item da lista. usa-se <li>...</li> para separar os elementos da lista 7. LINKS Um link deve ter sua descrição pequena e objetiva para facilitar o entendimento do usuário. Possui uma fácil leitura sem necessitar de elementos adicionais e é um focalizador para o leitor de telas. É obrigatório o uso do elemento href para o leitor lê como um link. Se o link não tem um destino colocar o valor #. <a href="#" id="voltar">voltar</a> 8. TECLAS DE ATALHO (ACCESSKEYS) O uso de teclas de atalho através do atributo accesskey, permite escolher um atalho de teclado para cada um dos campos do formulário, possibilitando o acesso rápido. O atributo pode ser aplicado tanto ao elemento LABEL como ao elemento INPUT. Núcleo de Acessibilidade SIEP/RENAPI 7

8 Ex: tecla de atalho para a busca <input type="text" name="txtbusca" accesskey="s" /> No exemplo, se o usuário pressionar as teclas alt e S ele irá diretamente para o campo de busca. No entanto, deve-se tomar cuidado com a escolha das teclas de atalho, pois diversos navegadores utilizam-se delas para sua própria navegação, variando do navegador, versão e língua. Em caso de conflito, a preferência é do navegador. <ul id="atalhos"> <li><a href="#iniciodomenu">menu [alt + 1]</a></li> <li><a href="#iniciodoconteudo">conteúdo [alt + 2]</a></li> <li><a href="/ept/index.php">página Inicial [alt + 3]</a></li> <li><a href="#palavra">pesquisar [alt + 4]</a></li> </ul>... <a href="#iniciodoconteudo" id="iniciodoconteudo" accesskey="2" class="alt">início do conteúdo</a> 9. USO DE SCRIPTS Um formulário deve funcionar independentemente dos scripts estarem habilitados no navegador ou no leitor de tela. Valide sempre a manipulação de dados no lado do servidor. Isso possibilita o funcionamento de formulários independentemente de scripts no lado do usuário. PREFIRA: Validação pelo servidor DO QUE: Validação por script MENU JAVASCRIPT (MENUS DROP-DOWN) Menus estilo drop-down, que utilizam o elemento SELECT com javascript, costumam ser inacessíveis a usuários que utilizam leitores de tela ou apenas o teclado para navegar. Nesses casos é preferível usar a lista (elemento SELECT) junto a um botão de ação, que permita o usuário ativar sua seleção. MENSAGENS DE ERRO AMIGÁVEIS Muitas vezes o usuário desiste de preencher um formulário por não conseguir entender as mensagens de erro. Salvo algumas exceções, a culpa é, em geral, do mau uso e formatação das mensagens de erro em formulários. <input type="submit" value="comprar"/> <input type="button" value=" comprar" onclick="document.forms('main'.submit();" /> Existem vários scripts do lado do usuário que detectam e tratam erros de preenchimento, mas, como visto anteriormente, o uso de scripts do lado do usuário é muitas vezes inacessível e não recomendado. Núcleo de Acessibilidade SIEP/RENAPI 8

9 MENSAGENS DE ERROS NO LADO DO SERVIDOR Uma vez enviado o formulário e encontrado erros de preenchimento, a forma usual é apresentar no topo da página um sumário dos erros encontrados, destacando os locais onde encontrados os erros. Esse método costuma ser eficaz visualmente, mas costuma causar confusão nos leitores de tela, pois geralmente o nome da página de retorno é o mesmo. O problema se resolve colocando um alerta no elemento TITLE da página, repetindo o mesmo alerta no cabeçalho de conteúdo da página. <title> Alguns dados estão incorretos ou faltando no formulário. Por favor, corrija. </title> Outra forma, mais amigável é capturar os dados preenchidos corretamente e retornar ao usuário somente os campos com erros para correção. Núcleo de Acessibilidade SIEP/RENAPI 9

10 LEITURA RECOMENDADA ACCESSIBLE HTML/XHTML FORMS: BEGINNER LEVEL CONSTRUINDO FORMULÁRIOS HTML/XHTML ACESSÍVEIS - 1A. PARTE (tradução do link anterior) HTML 4.01 SPECIFICATION - FORMS FONTES: Núcleo de Acessibilidade SIEP/RENAPI 10

SIEP / RENAPI. Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento. de um Site/Portal Acessível

SIEP / RENAPI. Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento. de um Site/Portal Acessível SIEP / RENAPI Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento de um Site/Portal Acessível Setembro de 2009 Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento de um Site/Portal Acessível Cuidados em geral Separar adequadamente

Leia mais

FORMULÁRIOS ACESSÍVEIS

FORMULÁRIOS ACESSÍVEIS Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica IFRS Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NAV Núcleo de Acessibilidade Virtual FORMULÁRIOS ACESSÍVEIS

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web

Introdução à Tecnologia Web Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XTML extensible HyperText Markup Language Elementos da Seção do Corpo Tabelas Formulários Professor Alan Cleber Borim www.alanborim.com.br Índice.

Leia mais

Tutorial Acessibilidade na Web Construindo Formulários e Tabelas acessíveis

Tutorial Acessibilidade na Web Construindo Formulários e Tabelas acessíveis Tutorial Acessibilidade na Web Construindo Formulários e Tabelas acessíveis FISL 12 Reinaldo Ferraz W3C Brasil Possibilitar o acesso a pessoas com deficiência Web para todos Todos mesmo! Web para todos,

Leia mais

Dessa forma, o uso de elementos HTML que estruturem de forma clara a tabela auxiliam a sua leitura por pessoas que se utilizam leitores de tela.

Dessa forma, o uso de elementos HTML que estruturem de forma clara a tabela auxiliam a sua leitura por pessoas que se utilizam leitores de tela. Tabelas Acessíveis O objetivo do uso de tabelas em documentos HTML é a apresentação de dados tabulares. Para tanto, existem diversos elementos para formatar as tabelas de forma clara, tanto para o usuário

Leia mais

Lista e Tabelas. Fundamentos da Linguagem Web

Lista e Tabelas. Fundamentos da Linguagem Web Lista e Tabelas Fundamentos da Linguagem Web Bruno Angelo Medeiros Março de 2015 LISTAS O que são? Tipos Ordenadas Não ordenadas De definição Exemplos Exercícios LISTAS - O QUE SÃO? São uma forma de organização

Leia mais

e-mag Checklist de Acessibilidade Manual para Deficientes Visuais

e-mag Checklist de Acessibilidade Manual para Deficientes Visuais Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

COMO FUNCIONA UM FORMULÁRIO

COMO FUNCIONA UM FORMULÁRIO FORMULÁRIOS Constitui-se numa das formas de a máquina cliente enviar informações para que um programa no servidor receba estes dados, processe-os e devolva uma resposta ao usuário, por meio do navegador,

Leia mais

Aula 05 HTML FORMULÁRIOS Prof. Daniela Pires Sumário

Aula 05 HTML FORMULÁRIOS Prof. Daniela Pires Sumário Sumário FORMULÁRIO EM HTML... 2 FORM... 2 ACTION... 2 METHOD... 2 INPUT... 2 INPUT TYPE TEXT... 2 INPUT TYPE PASSWORD... 2 CHECKBOX - Múltipla escolha... 4 RADIO - Escolha única... 4 Botões de ação...

Leia mais

Maurício Samy Silva. Novatec

Maurício Samy Silva. Novatec Maurício Samy Silva Novatec Sumário Agradecimentos...13 Sobre o autor...13 Introdução...15 Para quem foi escrito este livro... 15 Convenções tipográficas... 16 Site do livro... 18 Capítulo 1 O que é (X)HTML?...20

Leia mais

Programação para Internet I

Programação para Internet I Programação para Internet I Aulas 09 e 10 Fernando F. Costa nando@fimes.edu.br Formulários O formulário representa o modo mais importante de interatividade que a linguagem HTML oferece. Um formulário pode

Leia mais

Mini-curso de PHP. Aulas ministradas por: André Luis de Paula Arthur Kalsing Diego Silva

Mini-curso de PHP. Aulas ministradas por: André Luis de Paula Arthur Kalsing Diego Silva Mini-curso de PHP Aulas ministradas por: André Luis de Paula Arthur Kalsing Diego Silva Aula 1 Breve introdução de HTML, Conceitos básicos de PHP, Sintaxe, Separador de instruções e Comentários (Cap 1

Leia mais

P.V. Descrição Ocorrências Linhas

P.V. Descrição Ocorrências Linhas Relatório da URL: http://www.cultura.gov.br Erros Prioridade. 22 36 37 38 39 40 45 46 50 53 59 63 32 33 369 39 395 459 460 472 473 474 476.6 Assegurar a acessibilidade do conteúdo de frames, fornecendo

Leia mais

FORMULÁRIOS HTML (FORMS) E ENTRADAS DE DADOS (INPUT)

FORMULÁRIOS HTML (FORMS) E ENTRADAS DE DADOS (INPUT) FORMULÁRIOS HTML (FORMS) E ENTRADAS DE DADOS (INPUT) Formulários (FORMS): Um formulário é uma área que pode conter elementos de formulário. Elementos de formulário são elementos que permitem ao usuário

Leia mais

Apostila Active Brasil de Webdesign. Daniel de Menezes Gularte Omar Queiroz. 2002 Apostila de Webdesign ver. 1 rev. 0. Curso de Web Design

Apostila Active Brasil de Webdesign. Daniel de Menezes Gularte Omar Queiroz. 2002 Apostila de Webdesign ver. 1 rev. 0. Curso de Web Design APOSTILA WEBDESIGN Apostila Active Brasil de Webdesign Daniel de Menezes Gularte Omar Queiroz A livre distribuição dessa cópia está proibida, sendo de material exclusivo do curso de Webdesign da Active

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Formulários Os formulários em HTML são usados para selecionar diferentes tipos de entradas do usuário. Um formulário é uma área que

Leia mais

O código acima descreve o formulário com uma caixa de texto e dois botões

O código acima descreve o formulário com uma caixa de texto e dois botões Formulários Formulários permitem que os usuários interajam com um servidor Web passando informações. Assim, através da Web, se pode ler e gravar informações em Banco de Dados, gerando enormes possibilidades

Leia mais

Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março

Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março Avaliação Passos para Site Acessível -Seguir padrões Web; -Seguir as diretrizes e recomendações de acessibilidade; -Realizar avaliação de acessibilidade.

Leia mais

Acessibilidade Web. Ivo Gomes

Acessibilidade Web. Ivo Gomes Acessibilidade Web Ivo Gomes 1 O que é a Acessibilidade Web? Permi'r que todos os u'lizadores tenham acesso ao site. Independentemente de terem alguma necessidade especial. Independentemente de terem algum

Leia mais

Web Design Aula 09: Formulários

Web Design Aula 09: Formulários Web Design Aula 09: Formulários Professora: Priscilla Suene priscilla.silverio@ifrn.edu.br Motivação Roteiro Tag ... Tag Tag ... Rádio Checkbox Atributo name Form Um

Leia mais

0,5 pelo negrito das palavras ID, Nome, E-mail e Analisar em outro momento.

0,5 pelo negrito das palavras ID, Nome, E-mail e Analisar em outro momento. IFES - Campus Cachoeiro de Itapemirim-ES Curso Técnico em Informática Disciplina: Programação Web Professor: Flávio Izo e Rafael Vargas Data: 07/04/2015 Aluno: GABARITO Valor: 12,5 Conteúdo: HTML + Formulários

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Prof. André Yoshimi Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com http://www.kusumoto.com.br Apresentação Carga horária mensal:

Leia mais

Formulários em HTML - O que são e para que servem

Formulários em HTML - O que são e para que servem Formulários em HTML - O que são e para que servem A tag - Os atributos action e method A primeira coisa que iremos fazer é usar a tag para podermos usarmos formulários. Antes de entrarmos

Leia mais

HTML / JAVASCRIPT. A versão atual é o HTML5 (seus predecessores imediatos são HTML 4.01, XHTML 1.1, etc.).

HTML / JAVASCRIPT. A versão atual é o HTML5 (seus predecessores imediatos são HTML 4.01, XHTML 1.1, etc.). HTML / JAVASCRIPT Estamos iniciando o estudo do HTML através das TAGS (comandos) para construir formulários. Isso facilitará a continuidade dos nossos estudos da linguagem de programação JavaScript, a

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN - IFRN APOSTILA: AUTORIA WEB PROFESSOR: ADDSON ARAÚJO DA COSTA SANTA CRUZ - RN

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN - IFRN APOSTILA: AUTORIA WEB PROFESSOR: ADDSON ARAÚJO DA COSTA SANTA CRUZ - RN INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN - IFRN APOSTILA: AUTORIA WEB PROFESSOR: ADDSON ARAÚJO DA COSTA SANTA CRUZ - RN Sumário 1. Introdução...1 2. Tags...1 3. HTML...1 4. Cabeça, Corpo

Leia mais

ENGENHARIA DE USABILIDADE Unidade V Acessibilidade à Web. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com

ENGENHARIA DE USABILIDADE Unidade V Acessibilidade à Web. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático Conceitos e Importância Projeto e desenvolvimento de Web acessível Acessibilidade É o processo e as técnicas usadas para criar

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB. Unidade 2 Introdução a Construção de Páginas Estáticas. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://luizleao.com

TECNOLOGIAS WEB. Unidade 2 Introdução a Construção de Páginas Estáticas. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://luizleao.com Luiz Leão luizleao@gmail.com http://luizleao.com CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DESTA UNIDADE HTML TAG S HTML LINGUAGEM HTML Hypertext Markup Language Interpretada pelo navegador Não linearidade da informação Formatação

Leia mais

WebDesign. Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br. Escola CDI de Videira

WebDesign. Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br. Escola CDI de Videira WebDesign Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira Entendendo Alguns Conceitos Antes de prosseguirmos é importante ter em mente o motivo pelo

Leia mais

HTML -- Criação de Home Page

HTML -- Criação de Home Page PPáággi innaa 1 LISTAS Na linguagem HTML existem elementos específicos para a criação de listas, que podem ser listas ordenadas (OL), listas sem ordenação (UL), ou listas de definição (DL). Um detalhe

Leia mais

Ferramentas para Multimídia e Internet - 1486

Ferramentas para Multimídia e Internet - 1486 1 Ferramentas para Multimídia e Internet - 1486 HTML BÁSICO: O que é uma página WEB? Uma página WEB, também conhecida pelo termo inglês webpage, é uma "página" na World Wide Web, geralmente em formato

Leia mais

HTML (Hyper Text Markup Language) É a linguagem com que se escrevem as páginas web;

HTML (Hyper Text Markup Language) É a linguagem com que se escrevem as páginas web; HTML Introdução Introdução ao HTML HTML (Hyper Text Markup Language) É a linguagem com que se escrevem as páginas web; É uma linguagem de hipertexto; Permite escrever texto de forma estruturada, que está

Leia mais

PROGRAMAÇÃO WEB DO LADO DO CLIENTE

PROGRAMAÇÃO WEB DO LADO DO CLIENTE PROGRAMAÇÃO WEB DO LADO DO CLIENTE FORMULÁRIO Na linguagem HTML é permitido que o usuário interaja com o servidor através de formulários ligados a scripts desenvolvidos em linguagens como PHP, Servlets,

Leia mais

SIMULADOS & TUTORIAIS

SIMULADOS & TUTORIAIS SIMULADOS & TUTORIAIS TUTORIAIS HTML Como criar formulários em HTML Copyright 2013 Todos os Direitos Reservados Jorge Eider F. da Silva Proibida a reprodução deste documento no todo ou em parte por quaisquer

Leia mais

Mais sobre uso de formulários Site sem Ajax

Mais sobre uso de formulários Site sem Ajax Mais sobre uso de formulários Site sem Ajax Página com busca padrão 1 Página com o resultado da busca carregada no local da anterior (o formulário está vazio) Site com Ajax 2 Site usando Ajax para preencher

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 7

TECNOLOGIAS WEB AULA 7 TECNOLOGIAS WEB AULA 7 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Apresentar as principais tags utilizadas na construção de formulários em HTML. Compreender as principais estruturas formadas com as

Leia mais

Desenvolvimento Web XHTML Formulários. Prof. Bruno E. G. Gomes

Desenvolvimento Web XHTML Formulários. Prof. Bruno E. G. Gomes Desenvolvimento Web XHTML Formulários Prof. Bruno E. G. Gomes 2014 Introdução Um recurso bastante utilizado no desenvolvimento Web é o envio de dados de uma página para o servidor quando fornecemos informações,

Leia mais

HTML: Listas, Tabelas e Formulários CST Sistemas para Internet

HTML: Listas, Tabelas e Formulários CST Sistemas para Internet HTML: Listas, Tabelas e Formulários CST Sistemas para Internet Marx Gomes Van der Linden ( Material baseado no original de Marcelo José Siqueira Coutinho de Almeida ) Listas Listas de itens são bastante

Leia mais

VPAT (Voluntary Product Accessibility Template, Modelo de Acessibilidade de Produto) do eportfolio da Desire2Learn Maio de 2013 Conteúdo

VPAT (Voluntary Product Accessibility Template, Modelo de Acessibilidade de Produto) do eportfolio da Desire2Learn Maio de 2013 Conteúdo VPAT (Voluntary Product Accessibility Template, Modelo de Acessibilidade de Produto) do eportfolio da Desire2Learn Maio de 2013 Conteúdo Introdução Recursos de acessibilidade principais Navegação usando

Leia mais

Monday, January 23, 12. Introdução sobre Acessibilidade na web

Monday, January 23, 12. Introdução sobre Acessibilidade na web Introdução sobre Acessibilidade na web Acessibilidade na web é o consumo da informação por qualquer pessoa por qualquer tipo de meio de acesso. Para que serve a web? A web serve para compartilhar informação.

Leia mais

Acessibilidade na web O caminho das pedras para construir sítios acessíveis. SECOP 2011 2 de setembro de 2011 Reinaldo Ferraz W3C.

Acessibilidade na web O caminho das pedras para construir sítios acessíveis. SECOP 2011 2 de setembro de 2011 Reinaldo Ferraz W3C. Acessibilidade na web O caminho das pedras para construir sítios acessíveis SECOP 2011 2 de setembro de 2011 Reinaldo Ferraz W3C.br Um pouco do W3C É um consórcio internacional, criado em 1994 por Tim

Leia mais

Lista de Revisão. 3. Analise a afirmativa a seguir como verdadeira ou falsa e justifique.

Lista de Revisão. 3. Analise a afirmativa a seguir como verdadeira ou falsa e justifique. Lista de Revisão 1. Nos sistemas web, geralmente os usuários apresentam dois problemas típicos, a desorientação e a sobrecarga cognitiva. Discorra sobre esses problemas. 2. Apresente as principais diferenças

Leia mais

Construindo Sites com. CSS e (X)HTML. sites controlados por folhas de estilo em cascata. Maurício Samy Silva. Novatec

Construindo Sites com. CSS e (X)HTML. sites controlados por folhas de estilo em cascata. Maurício Samy Silva. Novatec Construindo Sites com CSS e (X)HTML sites controlados por folhas de estilo em cascata Maurício Samy Silva Novatec Sumário Agradecimentos...13 Sobre o autor...14 Introdução...16 Para quem foi escrito este

Leia mais

Os componentes de um formulário são: Form, Input, Select e AreaText

Os componentes de um formulário são: Form, Input, Select e AreaText HTML Formulário O elemento FORM, da HTML, é o responsável por prover documentos interativos no ambiente WWW de forma que uma pagina web exibida a um usuário possa submeter um conjunto de dados, informados

Leia mais

Tecnologias para apresentação de dados - HTML. Aécio Costa

Tecnologias para apresentação de dados - HTML. Aécio Costa Tecnologias para apresentação de dados - HTML Aécio Costa Apresentação de Dados na Web Tecnologias client-side HTML CSS JavaScript HyperText Markup Language Uma linguagem de marcação utilizada para produzir

Leia mais

Introdução. HyperText Markup Language HTML. Formulário. Fluxo do Formulário. Fluxo do Formulário. Fluxo do Formulário. Fluxo do Formulário

Introdução. HyperText Markup Language HTML. Formulário. Fluxo do Formulário. Fluxo do Formulário. Fluxo do Formulário. Fluxo do Formulário Introdução HyperText Markup Language HTML Formulário Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br http://professor.ifsertao-pe.edu.br/nicolas.trigo/ O usuário interage com os serviços

Leia mais

Prof. Erwin Alexander Uhlmann 1/7/2010

Prof. Erwin Alexander Uhlmann 1/7/2010 HTML 5 O html 5 é a nova versão do html 4. Foi desenvolvido para a interoperabilidade e padronização de plataformas e navegadores (motores). Compare as estruturas do html4 e do 5, abaixo: HTML 4 HTML 5

Leia mais

Colégio da Policia Militar do Estado do Tocantins. HTML5 e CSS3 Formulários Prof. Gleison Batista de Sousa

Colégio da Policia Militar do Estado do Tocantins. HTML5 e CSS3 Formulários Prof. Gleison Batista de Sousa Colégio da Policia Militar do Estado do Tocantins HTML5 e CSS3 Formulários Prof. Gleison Batista de Sousa Formulários Avançando no HTML e CSS Nesta aula vamos aprender como criar uma página de contato

Leia mais

ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/html/guia3.zip dezembro 1995 Tutorial - Autoria em World Wide Web

ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/html/guia3.zip dezembro 1995 Tutorial - Autoria em World Wide Web RNP REDE NACIONAL DE PESQUISA Centro Regional de Brasília CR/DF ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/html/guia3.zip dezembro 1995 Tutorial - Autoria em World Wide Web Parte III - Hypertext

Leia mais

Observações importantes:

Observações importantes: Fundação CECIERJ - Vice Presidência de Educação Superior a Distância Curso de Tecnologia em Sistemas de Computação Disciplina Criação de Páginas de WEB AD1 1 semestre de 2014. Observações importantes:

Leia mais

Acessibilidade na web

Acessibilidade na web Acessibilidade na web Front In Porto Alegre 18 de Agosto de 2012 Reinaldo Ferraz W3C.br @reinaldoferraz @w3cbrasil Um pouco do W3C Um pouco do W3C O W3C no Brasil conferenciaweb.w3c.br http://premio.w3c.br/

Leia mais

Formulários. Curso de PHP e MySQL EAD Moodle Desenvolvido e ministrado por William Hamilton dos Santos UTFPR

Formulários. Curso de PHP e MySQL EAD Moodle Desenvolvido e ministrado por William Hamilton dos Santos UTFPR Formulários Há várias maneiras de se criar um formulário na web, porém, é preciso considerar vários fatores para que este formulário não seja apenas uma página com um amontoado de campos, mas sim a porta

Leia mais

WEBDESIGN. Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira

WEBDESIGN. Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira WEBDESIGN Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira Formulários e JavaScript Como visto anteriormente, JavaScript pode ser usada para

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Felippe Scheidt IFPR Campus Foz do Iguaçu 2014/2

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Felippe Scheidt IFPR Campus Foz do Iguaçu 2014/2 Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Felippe Scheidt IFPR Campus Foz do Iguaçu 2014/2 Objetivo. O objetivo da disciplina é conhecer os princípios da programação de

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia Curso: Ciência da Computação e Sistemas de Informação Série: 1º semestre Disciplina: Laboratório de Práticas

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

MÓDULO 1 - xhtml Básico

MÓDULO 1 - xhtml Básico MÓDULO 1 - xhtml Básico 1. Introdução xhtml significa Extensible Hypertext Markup Language (Linguagem de Marcação Hipertextual Extensível) e é a linguagem de descrição de documentos usada na World Wide

Leia mais

HTML Curso Básico HTML CURSO BÁSICO Aprenda os conceitos iniciais de HTML em alguns minutos.

HTML Curso Básico HTML CURSO BÁSICO Aprenda os conceitos iniciais de HTML em alguns minutos. HTML CURSO BÁSICO Aprenda os conceitos iniciais de HTML em alguns minutos. 1 Índice 1 - INTRODUÇÃO 3 2 - TAGS 3 3 - EDITORES 3 4 - SALVANDO UMA PAGINA HTML 3 5 - INICIANDO UMA PÁGINA 3 6 - CONSTRUINDO

Leia mais

Criando documentos digitais acessíveis WORD, POWERPOINT E PDF

Criando documentos digitais acessíveis WORD, POWERPOINT E PDF Criando documentos digitais acessíveis WORD, POWERPOINT E PDF Criando documentos acessíveis Para que um maior número de pessoas possa ter acesso ao conteúdo de um documento digital, é necessário tomar

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. I. Ementa HTML e XHTML, de estrutura e marcação utilizados na sua composição; CSS.

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. I. Ementa HTML e XHTML, de estrutura e marcação utilizados na sua composição; CSS. UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia Curso: Ciência da Computação e Sistemas de Informação Série: 1º semestre Disciplina: Programação de Computadores

Leia mais

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes 01 - Apresentação do SiteMaster - News Edition O SiteMaster foi desenvolvido para ser um sistema simples de gerenciamento de notícias, instalado em seu próprio computador e com configuração simplificada,

Leia mais

Desenvolvedor Web Docente André Luiz Silva de Moraes

Desenvolvedor Web Docente André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Introdução a Linguagem HTML Neste roteiro é explorada a linguagem HTML. A linguagem HTML (Hypertext Markup Language) é amplamente utilizada na construção de páginas de internet e é responsável

Leia mais

Produto IV: ATU SAAP. Manual de Referência

Produto IV: ATU SAAP. Manual de Referência Produto IV: ATU SAAP Manual de Referência Pablo Nogueira Oliveira Termo de Referência nº 129275 Contrato Número 2008/000988 Brasília, 30 de outubro de 2008 1 Sistema de Apoio à Ativideade Parlamentar SAAP

Leia mais

Fazendo a Web falar: HTML5, WAI-ARIA e NVDA. Reinaldo Ferraz W3C Brasil

Fazendo a Web falar: HTML5, WAI-ARIA e NVDA. Reinaldo Ferraz W3C Brasil Fazendo a Web falar: HTML5, WAI-ARIA e NVDA Reinaldo Ferraz W3C Brasil Em breve Acessibilidade na Web: A quem se destina? Cegos - daltônicos - baixa visão Deficiência auditiva Deficiência motora Estatísticas

Leia mais

Algoritmia e Programação APROG HTML. Introdução. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2014/15) 1/15

Algoritmia e Programação APROG HTML. Introdução. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2014/15) 1/15 APROG Algoritmia e Programação HTML Introdução Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2014/15) 1/15 O que é o HTML? Sumário Geral Documento HTML Elemento HTML Estrutura Básica de Documento HTML Elementos Títulos

Leia mais

Conteúdo Dinâmico. Introdução. Interação Browser x Servidor Web. Interação Browser x Servidor Web

Conteúdo Dinâmico. Introdução. Interação Browser x Servidor Web. Interação Browser x Servidor Web Introdução Formulários rios & Conteúdo Dinâmico Mário Antonio Meireles Teixeira Dept o. de Informática - UFMA A Web surgiu inicialmente como uma nova forma de comunicação de informações, fazendo uso de

Leia mais

Desenvolvimento de Sites com PHP e Mysql Docente André Luiz Silva de Moraes

Desenvolvimento de Sites com PHP e Mysql Docente André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Introdução a Linguagem HTML Desenvolvimento de Sites com PHP e Mysql Neste roteiro é explorada a linguagem HTML. A linguagem HTML (Hypertext Markup Language) é amplamente utilizada na construção

Leia mais

Web Design. Prof. Felippe

Web Design. Prof. Felippe Web Design Prof. Felippe 2015 Sobre a disciplina Fornecer ao aluno subsídios para o projeto e desenvolvimento de interfaces de sistemas Web eficientes, amigáveis e intuitivas. Conceitos fundamentais sobre

Leia mais

jquery Apostila Básica

jquery Apostila Básica jquery Apostila Básica INTRODUÇÃO 3 CAPÍTULO 1 POR ONDE INICIAR 3 CAPÍTULO 2 MEU PRIMEIRO SCRIPT! 4 EXERCÍCIOS...5 CAPÍTULO 3 ADICIONANDO CSS 6 EXERCÍCIOS...7 CAPÍTULO 4 MODIFICANDO APENAS PARTE DO DOCUMENTO

Leia mais

Plano de Aula - Word 2010 Avançado - cód.5546 24 Horas/Aula

Plano de Aula - Word 2010 Avançado - cód.5546 24 Horas/Aula Plano de Aula - Word 2010 Avançado - cód.5546 24 Horas/Aula Aula 1 Capítulo 1 - Introdução aos Recursos Avançados do Word Aula 2 Capítulo 2 - Salvar e Proteger Documentos Aula 3 Capítulo 3 - Formatar Textos

Leia mais

DWEB. Design para Web. HTML5 - Marcação de formulário. Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico

DWEB. Design para Web. HTML5 - Marcação de formulário. Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico DWEB Design para Web Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico HTML5 - Marcação de formulário E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis

Leia mais

indica o nome do campo pelo qual podemos acessar.

indica o nome do campo pelo qual podemos acessar. Formulários Em geral Com o Javascript, os formulários Html tomam outra dimensão. Não esqueça que em Javascript, podemos acessar cada elemento de um formulário para, por exemplo, ler ou escrever um valor,

Leia mais

Curso PHP Básico. Jairo Charnoski do Nascimento

Curso PHP Básico. Jairo Charnoski do Nascimento Curso PHP Básico Jairo Charnoski do Nascimento Agenda Ferramentas necessárias Introdução HTML HTML? Tags Construindo seu primeiro website Observações sobre a estrutura Mais tags Atributos Agenda Cores

Leia mais

Tecnologia WEB I. Prof. Erwin Alexander Uhlmann. Dos princípios do HTML, estruturação com CSS e automação com Javascript

Tecnologia WEB I. Prof. Erwin Alexander Uhlmann. Dos princípios do HTML, estruturação com CSS e automação com Javascript 1 Tecnologia WEB I Prof. Erwin Alexander Uhlmann Dos princípios do HTML, estruturação com CSS e automação com Javascript UHLMANN, Erwin Alexander. Dos princípios do HTML, estruturação com CSS e automação

Leia mais

Roteiro 2: Conceitos de Tags HTML

Roteiro 2: Conceitos de Tags HTML Roteiro 2: Conceitos de Tags HTML Objetivos Detalhar conceitos sobre TAGS HTML: elementos, atributos, elemento vazio, links. Implementar páginas de internet com uso da linguagem HTML; Ferramentas Necessárias

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE PÁGINAS PARA INTERNET

DESENVOLVIMENTO DE PÁGINAS PARA INTERNET UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS - PRH DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS - DRH DIVISÃO DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO TDE DESENVOLVIMENTO DE PÁGINAS

Leia mais

Manual do usuário Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Fase Especificação

Manual do usuário Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Fase Especificação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

Mitos da Acessibilidade Web

Mitos da Acessibilidade Web SAPO Codebits 2008 Magda Joana Silva magdajoanasilva@gmail.com Acessibilidade Web igualdade de acesso a Web sites a pessoas com limitações Acessibilidade Web igualdade de acesso a Web sites a pessoas com

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

Programação Web Prof. Wladimir

Programação Web Prof. Wladimir Programação Web Prof. Wladimir HTML - Formulários @wre2008 1 Sumário Formulários HTML @wre2008 2 Formulários: Muitos elementos de um formulário html são definidos pela tag . Cada tipo de elemento

Leia mais

> Herbet Ferreira Rodrigues > contato@herbetferreira.com

> Herbet Ferreira Rodrigues > contato@herbetferreira.com Curso HTML & CSS > Herbet Ferreira Rodrigues > contato@herbetferreira.com Sumário > Apresentação > Introdução ao HTML História Começando a Programar > Tags em HTML Headings (Cabeçalhos) Parágrafos Formatação

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS -INTRODUÇÃO A JQUERY MOBILE. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS -INTRODUÇÃO A JQUERY MOBILE. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS -INTRODUÇÃO A JQUERY MOBILE Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução Principais características Página dentro de página Transições

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO 3 DICAS PARA CRIAR UM BOM SITE 4

Sumário INTRODUÇÃO 3 DICAS PARA CRIAR UM BOM SITE 4 Sumário Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 5.988 de 14/12/73. Nenhuma parte deste livro, sem prévia autorização por escrito de Celta Informática, poderá ser reproduzida total ou parcialmente,

Leia mais

Construindo um sistema simples de cadastro de fornecedores em PHP e MySQL.

Construindo um sistema simples de cadastro de fornecedores em PHP e MySQL. Construindo um sistema simples de cadastro de fornecedores em PHP e MySQL. Procuraremos mostrar os principais procedimentos para fazer um cadastro de registros numa base de dados MySQL utilizando a linguagem

Leia mais

Adaptação de materiais digitais. Manuela Francisco manuela.amado@gmail.com

Adaptação de materiais digitais. Manuela Francisco manuela.amado@gmail.com Adaptação de materiais digitais Manuela Francisco manuela.amado@gmail.com Plano da sessão Tópicos Duração Documentos acessíveis: porquê e para quem. Diretrizes de acessibilidade Navegabilidade, legibilidade

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB GABRIELA TREVISAN Formulários e Aula 3 Relembrando HTML 5 Tag Form o Utilizada para marcar a região do formulário. o Os atributos mais importantes são o method e o action.

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações para Internet

Desenvolvimento de Aplicações para Internet Desenvolvimento de Aplicações para Internet Aula 03 Celso Olivete Júnior olivete@fct.unesp.br Na aula de hoje... Javascript: introdução, operadores lógicos e matemáticos, comandos condicionais. Javascript:

Leia mais

A acessibilidade da web frente às necessidades dos usuários que não podem visualizar o seu conteúdo

A acessibilidade da web frente às necessidades dos usuários que não podem visualizar o seu conteúdo A acessibilidade da web frente às necessidades dos usuários que não podem visualizar o seu conteúdo Danielle de Souza Santos 1 Marcelo Franco Porto 2 Resumo. Este trabalho é uma pesquisa sobre o desenvolvimento

Leia mais

HTML - 7. Vitor Vaz da Silva Paula Graça

HTML - 7. Vitor Vaz da Silva Paula Graça HTML - 7 Vitor Vaz da Silva Paula Graça 1 Formulários Os formulários forms no HTML, são utilizados para a introdução de dados de uma determinada aplicação Os programas JavaScript têm como um dos seus maiores

Leia mais

Aula 7 LISTAS E TABELAS. Curso: Técnico em Informática Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme

Aula 7 LISTAS E TABELAS. Curso: Técnico em Informática Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme Aula 7 LISTAS E TABELAS Curso: Técnico em Informática Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme Listas Prover mecanismos para listar informações Devem conter um ou mais itens Elementos

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Seção do Corpo Estrutura da Página

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Seção do Corpo Estrutura da Página IntroduçãoàTecnologiaWeb HTML HyperTextMarkupLanguage XHTML extensiblehypertextmarkuplanguage SeçãodoCorpo EstruturadaPágina ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger SeçãodoCorpo EstruturadaPágina

Leia mais

Plano de Aula - Dreamweaver CS6 - cód.5232 24 Horas/Aula

Plano de Aula - Dreamweaver CS6 - cód.5232 24 Horas/Aula Plano de Aula - Dreamweaver CS6 - cód.5232 24 Horas/Aula Aula 1 Capítulo 1 - Introdução ao Dreamweaver CS6 Aula 2 Continuação do Capítulo 1 - Introdução ao Dreamweaver CS6 Aula 3 Capítulo 2 - Site do Dreamweaver

Leia mais

WAI-ARIA, UMA APROXIMAÇÃO

WAI-ARIA, UMA APROXIMAÇÃO WAI-ARIA, UMA APROXIMAÇÃO Fernández Rivera, Javier Tradução: Leondeniz Candido de Freitas Versão em espanhol disponível em http://www.nosolousabilidad.com/articulos/wai_aria.htm Resumo: introdução ao ARIA

Leia mais

Programação Web Prof. Wladimir

Programação Web Prof. Wladimir Programação Web Prof. Wladimir Linguagem HTML Listas e Formulários @wre2008 1 Sumário Listas Revisão da tag Criação de formulários HTML @wre2008 2 Listas As listas são utilizadas para citar, numerar

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Viviane Oliveira Costa IMPLEMENTAÇÃO DE UMA PÁGINA DE NOTÍCIAS ATENDENDO AOS REQUISITOS DE ACESSIBILIDADE DA W3C

Viviane Oliveira Costa IMPLEMENTAÇÃO DE UMA PÁGINA DE NOTÍCIAS ATENDENDO AOS REQUISITOS DE ACESSIBILIDADE DA W3C Viviane Oliveira Costa IMPLEMENTAÇÃO DE UMA PÁGINA DE NOTÍCIAS ATENDENDO AOS REQUISITOS DE ACESSIBILIDADE DA W3C Palmas 2004 Viviane Oliveira Costa IMPLEMENTAÇÃO DE UMA PÁGINA DE NOTÍCIAS ATENDENDO AOS

Leia mais

DHTML - MÓDULO 1: VISÃO GERAL E INTRODUÇÃO Por Marcelo Camargo Visão geral

DHTML - MÓDULO 1: VISÃO GERAL E INTRODUÇÃO Por Marcelo Camargo Visão geral Apostila retirada de http://www.ibestmasters.com.br DHTML - MÓDULO 1: VISÃO GERAL E INTRODUÇÃO Por Marcelo Camargo Visão geral A tecnologia DHTML (Dynamic HTML) foi apresentada inicialmente como um conjunto

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Apresentar os principais problemas de acessibilidade na Internet. Apresentar as principais deficiências e as tecnologias de apoio.

Leia mais

A ACESSIBILIDADE NA WEB PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL: O PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE UMA APLICAÇÃO VIRTUAL

A ACESSIBILIDADE NA WEB PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL: O PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE UMA APLICAÇÃO VIRTUAL A ACESSIBILIDADE NA WEB PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL: O PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE UMA APLICAÇÃO VIRTUAL Gabrielle Natacha Almeida Resende Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial Departamento

Leia mais