Elementos que influenciam a escolha da medida de eficácia ideal, revocação ou precisão em um Sistema de Recuperação de Informação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Elementos que influenciam a escolha da medida de eficácia ideal, revocação ou precisão em um Sistema de Recuperação de Informação"

Transcrição

1 Elementos que influenciam a escolha da medida de eficácia ideal, revocação ou precisão em um Sistema de Recuperação de Informação Disciplina: Fundamentos da Organização da Informação Profª: Lilian Alvares GRUPO 4 Alunos: Ernesto João Mallen Luziaro Michel Zane

2 Revisão Conceitual Recuperação (da Informação) Localizar documentos que tenham sido objeto de armazenamento, com a finalidade de permitir o acesso dos usuários aos itens de informação, objetos de uma solicitação. (Fonte: notas de aula) Índice (acepção estatística) Termo da métrica que significa a relação de valores exprimíveis por números. Razão/proporção entre duas dimensões (Fonte: dicionário Michaelis) Eficácia Qualidade do eficaz. Que produz o efeito desejado (Fonte: dicionário Michaelis) Revocação Ato de rechamar, evocar, chamar novamente (Fonte: dicionário Michaelis) Precisão Qualidade de ser certeiro, exatidão, regularidade na execução. (Fonte: dicionário Michaelis)

3 Contexto do Problema Grande quantidade de informações são produzidas e disponibilizadas diariamente Elevada quantidade de documentos Dificuldade no processo de recuperação de informação Baixa qualidade dos documentos disponíveis Prejuízo na recuperação de informações relevantes Medidas de Eficácia

4 Processo de um SRI Fonte: Gey 1992

5 Qualidades de um SRI Precisão Habilidade de recuperar documentos mais bem classificados em relevância. Revocação Habilidade de pesquisa para encontrar todos os itens relevantes de uma coleção.

6 Medidas de Avaliação de SRI Índice de Precisão ou Pertinência (IP) Indica a fração dos documentos já examinados que são relevantes Indica a capacidade de evitar documentos recuperados inúteis (Índice de Ruídos, VAN DER LAAN, 2005). (DRv DRc) Doc. Recuperados Doc. Relevantes Relevantes Doc. Recuperados Universo Documental IP = DRvRc <= 1 DRc

7 Medidas de Avaliação de SRI Índice de Revocação/Recall (IR) Indica a fração dos documentos relevantes recuperada dentre os documentos relevantes Indica a proporção dos documentos pertinentes recuperados em relação ao total de documentos pertinentes existentes. Doc. Retcuperados Doc. Relevantes Relevantes Doc. Recuperados IR = DRvRc DRv <= 1 Universo Documental

8 Aplicando os Índices na Avaliação de SRI Caso 1 Alta precisão, Baixa revocação. DRv DRc DRvRc UD = 1000 DRv = 250 DRc = 50 DRvRc = 45 IP = DRvRc = 45 = 0,9 DRc = 50 UD IR = DRvRc = 45 = 0,18 DRv = 250

9 Aplicando os Índices na Avaliação de SRI Caso 2 Baixa precisão, Alta revocação. DRv DRc DRvRc UD = 1000 DRv = 250 DRc = 900 DRvRc = 200 IP = DRvRc = 200 = 0,22 DRc = 900 UD IR = DRvRc = 200 = 0,8 DRv = 250

10 Aplicando os Índices na Avaliação de SRI Caso 3 Alta precisão, Alta revocação. DRv DRc DRvRc UD = 1000 DRv = 250 DRc = 230 DRvRc = 200 IP = DRvRc = 200 = 0,87 DRc = 230 UD IR = DRvRc = 200 = 0,8 DRv = 250

11 Precisão Faculdade de Ciência da Informação Dilema entre Revocação e Precisão Retorna documentos relevantes mas perde muitos úteis também 1 Ideal 0 Revocação 1 Retorna muitos documentos relevantes mas também muito lixo

12 P R E C I S Ã O Faculdade de Ciência da Informação Busca por Equilíbrio 1 - S R I / O R E V O C A Ç Ã O 1

13 Busca por Equilíbrio F-Measure/ F-Score Medida de performance que leva em conta a Revocação e Precisão bucando harmonia entre ambas. 2PR 2 F 1 1 P R R P

14 Busca por Equilíbrio E-Measure (F-Measure parametrizada) Uma variante de F-measure que permite ponderação (de peso) entre Precisão e Revocação. E 2 (1 ) PR 2 P R (1 2 R 1 P 2 ) = 1: Peso igual entre Precisão e Revocação > 1: Peso maior para Revocação < 1: Peso maior para Precisão.

15 Conclusão Quais Elementos influenciam a escolha da medida de eficácia ideal, Revocação ou Precisão em um Sistema de Recuperação de Informação?

16 IP = IR = DRvRc DRc Conclusão = DRv DRvRc = DRc DRv F-Measure/ F-Score foca nível de RELEVÂNCIA foca volume RECUPERADO Busca equilíbrio entre nivel de RELEVÂNCIA e volume RECUPERADO

17 Referências CARDOSO, OLINDA NOGUEIRA PAES. Recuperação de Informação. Disponível em: Acessado em:. Araújo Jr, Ci. Inf., Brasília, v. 35, n. 3, p , set./dez. 2006, Precisão no processo de busca e recuperação da informação: uso da mineração de textos. Ghosh, Joydeep. Lee, Dik. Performance Evaluation of Information Retrieval Systems. Disponível em: Acessado em:.

18 Elementos que influenciam a escolha da medida de eficácia ideal, revocação ou precisão em um Sistema de Recuperação de Informação Discussão GRUPO 4 Alunos: Ernesto João Mallen Luziaro Michel Zane

Contribuição das Áreas da Linguística para a Organização da Informação. Disciplina: Fundamentos da Organização da Informação Profª: Lilian Alvares

Contribuição das Áreas da Linguística para a Organização da Informação. Disciplina: Fundamentos da Organização da Informação Profª: Lilian Alvares Contribuição das Áreas da Linguística para a Organização da Informação Disciplina: Fundamentos da Organização da Informação Profª: Lilian Alvares GRUPO 4 Alunos: Ernesto João Mallen Luziaro Michel Zane

Leia mais

Recuperação. Profa. Lillian Alvares Faculdade de Ciência da Informação Universidade de Brasília

Recuperação. Profa. Lillian Alvares Faculdade de Ciência da Informação Universidade de Brasília Recuperação Profa. Lillian Alvares Faculdade de Ciência da Informação Universidade de Brasília 1 2 Contexto Grande quantidade de informações são produzidas e disponibilizadas diariamente Com a elevada

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE DOCUMENTOS TEXTO USANDO MODELOS PROBABILISTICOS ESTENDIDOS

RECUPERAÇÃO DE DOCUMENTOS TEXTO USANDO MODELOS PROBABILISTICOS ESTENDIDOS ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 RECUPERAÇÃO DE DOCUMENTOS TEXTO USANDO MODELOS PROBABILISTICOS ESTENDIDOS Marcello Erick Bonfim 1

Leia mais

INDEXAÇÃO E RESUMO: Prof. Edivanio Duarte de Souza edivanioduarte@gmail.com. Maceió, Alagoas 2011.1

INDEXAÇÃO E RESUMO: Prof. Edivanio Duarte de Souza edivanioduarte@gmail.com. Maceió, Alagoas 2011.1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES CURSO DE BIBLIOTECONOMIA ANÁLISE DA INFORMAÇÃO I INDEXAÇÃO E RESUMO: Aspectos Teóricos e Práticos Prof. Edivanio Duarte

Leia mais

Organizaçãoe Recuperação de Informação GSI521. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU

Organizaçãoe Recuperação de Informação GSI521. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Organizaçãoe Recuperação de Informação GSI521 Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Introdução Organização e Recuperação de Informação(GSI521) Tópicos Recuperação de informação (RI); Breve histórico; O

Leia mais

25/05/2015. Relevance Feedback. Expansão de Consulta. Relevance Feedback

25/05/2015. Relevance Feedback. Expansão de Consulta. Relevance Feedback Relevance Feedback Expansão de Consulta Relevance Feedback 1 Relevance Feedback Baeza-Yates; Ribeiro-Neto, (2011, cap 5) distinguem dois métodos: Explicit Relevance Feedback a informação para a reformulação

Leia mais

FONTES OU RECURSOS DE INFORMAÇÃO: CATEGORIAS E EVOLUÇÃO CONCEITUAL * 1. TENTANDO CLARIFICAR QUESTÕES CONCEITUAIS E DE TRADUÇÃO

FONTES OU RECURSOS DE INFORMAÇÃO: CATEGORIAS E EVOLUÇÃO CONCEITUAL * 1. TENTANDO CLARIFICAR QUESTÕES CONCEITUAIS E DE TRADUÇÃO 1 FONTES OU RECURSOS DE INFORMAÇÃO: CATEGORIAS E EVOLUÇÃO CONCEITUAL * Lena Vania Ribeiro Pinheiro, IBICT 1. TENTANDO CLARIFICAR QUESTÕES CONCEITUAIS E DE TRADUÇÃO Alguns termos técnicos de Ciência da

Leia mais

HORÁRIO DE 5 PROVA ENSINO FUNDAMENTAL 8 ANO

HORÁRIO DE 5 PROVA ENSINO FUNDAMENTAL 8 ANO HORÁRIO DE 5 PROVA ENSINO FUNDAMENTAL 8 ANO Aula de Ciências Avaliação de Matemática Aplicadora: Gleidiane Português Português Avaliação de Matemática Aplicadora: Gleidiane Português Português HORÁRIO

Leia mais

Análise de logs do sistema Agritempo por meio do log do PHPNuke e WebAlizer

Análise de logs do sistema Agritempo por meio do log do PHPNuke e WebAlizer Análise de logs do sistema Agritempo por meio do log do PHPNuke e WebAlizer Thallita Justo Gomes Dias Thomaz¹ Luciana Alvim Santos Romani² Nos últimos anos, a tecnologia da informação, em especial a web,

Leia mais

PROPOSTA PARA CONSTRUÇÃO DE UMA BIBLIOTECA DIGITAL COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO NO ENSINO À DISTÂNCIA

PROPOSTA PARA CONSTRUÇÃO DE UMA BIBLIOTECA DIGITAL COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO NO ENSINO À DISTÂNCIA PROPOSTA PARA CONSTRUÇÃO DE UMA BIBLIOTECA DIGITAL COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO NO ENSINO À DISTÂNCIA Daniel Gonzaga dos Santos 1 Faculdade Cidade de João Pinheiro Resumo: Este artigo aborda as etapas para

Leia mais

Módulo 3. Estrutura da norma ISO 9001-2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Requisitos 4.2, 5.1, 5.2 e 5.3 Exercícios

Módulo 3. Estrutura da norma ISO 9001-2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Requisitos 4.2, 5.1, 5.2 e 5.3 Exercícios Módulo 3 Estrutura da norma ISO 9001-2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Requisitos 4.2, 5.1, 5.2 e 5.3 Exercícios 4.2 - Requisitos de documentação 4.2.1 - Generalidades A documentação do SGQ

Leia mais

Relés de Proteção Térmica Simotemp

Relés de Proteção Térmica Simotemp Relés de Proteção Térmica Simotemp Confiabilidade e precisão para controle e proteção de transformadores Answers for energy. A temperatura é o principal fator de envelhecimento do transformador Os relés

Leia mais

Ind010209RNE - Taxa de desemprego (16 anos ou mais), por ano, segundo Brasil, Região Nordeste, regiões

Ind010209RNE - Taxa de desemprego (16 anos ou mais), por ano, segundo Brasil, Região Nordeste, regiões Ind010209RNE Taxa de desemprego (16 anos ou mais), por ano, segundo Brasil, Região Nordeste, regiões metropolitanas do Nordeste e escolaridade Indicador Taxa de desemprego (16 anos ou mais) Descrição Proporção

Leia mais

Rede de Bibliotecas da Justiça Eleitoral REJE

Rede de Bibliotecas da Justiça Eleitoral REJE TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA JUDICIÁRIA COORDENADORIA DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO SEÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO Rede de Bibliotecas da Justiça Eleitoral REJE Pesquisa simples e avançada

Leia mais

Sistema de Gestão pela Qualidade Total

Sistema de Gestão pela Qualidade Total Sistema de Gestão pela Qualidade Total Indicadores Márcia Elisa Garcia de Grandi megrandi@usp.br Rosa Maria Fischi rmfzani@usp.br 29/10/2012 Indicadores Segundo a Norma ISO 11620*, indicador de desempenho

Leia mais

Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes

Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes EN-3610 Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes Aula 01 Introdução Prof. João Henrique Kleinschmidt Santo André, julho de 2013 Roteiro PARTE I Apresentação da Disciplina Apresentação do Professor Metodologia

Leia mais

Avaliação Sistemas de Recuperação da Informação

Avaliação Sistemas de Recuperação da Informação Avaliação Sistemas de Recuperação da Informação Prof. Rodrigo Tripodi Calumby DEXA / UEFS rtcalumby@ecomp.uefs.br Por que? Ex.: Projeto de Aviões Teste em simuladores e experimentos Construção e teste

Leia mais

UM ESTUDO DE CASO SOBRE A INDEXAÇÃO AUTOMÁTICA DE DOCUMENTOS OFICIAIS DA UENP BASEADO EM LAYOUTS

UM ESTUDO DE CASO SOBRE A INDEXAÇÃO AUTOMÁTICA DE DOCUMENTOS OFICIAIS DA UENP BASEADO EM LAYOUTS UM ESTUDO DE CASO SOBRE A INDEXAÇÃO AUTOMÁTICA DE DOCUMENTOS OFICIAIS DA UENP BASEADO EM LAYOUTS Alexia Guilherme Bianque (PIBIC/CNPq), Ederson Marco Sgarbi (Orientador), a.g.bianque10@gmail.com.br Universidade

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Ivan Saraiva Silva

Arquitetura de Computadores. Ivan Saraiva Silva Arquitetura de Computadores Métricas de Desempenho Ivan Saraiva Silva Sumário Como arquiteturas são geralmente avaliadas Como arquiteturas obedecem a restrições de projeto Métricas de desempenho Combinando

Leia mais

Pontos de Função. André Chastel Lima Andréia Ferreira Pinto Diego Souza Campos. Engenharia de Software Mestrado Ciência da Computação - UFMS

Pontos de Função. André Chastel Lima Andréia Ferreira Pinto Diego Souza Campos. Engenharia de Software Mestrado Ciência da Computação - UFMS Pontos de Função André Chastel Lima Andréia Ferreira Pinto Diego Souza Campos Engenharia de Software Mestrado Ciência da Computação - UFMS Roteiro Introdução Métricas de Projeto Análise de Pontos de Função

Leia mais

Banco de Dados - Senado

Banco de Dados - Senado Banco de Dados - Senado Exercícios OLAP - CESPE Material preparado: Prof. Marcio Vitorino OLAP Material preparado: Prof. Marcio Vitorino Soluções MOLAP promovem maior independência de fornecedores de SGBDs

Leia mais

Criação de um Arquivo Invertido para a Recuperação de Informação em Grandes Volumes de Texto

Criação de um Arquivo Invertido para a Recuperação de Informação em Grandes Volumes de Texto Criação de um Arquivo Invertido para a Recuperação de Informação em Grandes Volumes de Texto Rafael Rodrigo da Silva 1, Wender Magno Cota 1 1 Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) Faculdade Regional

Leia mais

SISTEMA DE MEDIÇÃO DE HIDROGÊNIO EM AÇO LÍQUIDO

SISTEMA DE MEDIÇÃO DE HIDROGÊNIO EM AÇO LÍQUIDO SISTEMA DE MEDIÇÃO DE HIDROGÊNIO EM AÇO LÍQUIDO O Sistema de Medição de Hidrogênio da ECIL MET TEC foi limpeza a fim de evitar qualquer influência por umidade e/ou poeira. desenvolvido para promover medições

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani Data Warehouse - Conceitos Hoje em dia uma organização precisa utilizar toda informação disponível para criar e manter vantagem competitiva. Sai na

Leia mais

Aula 05 Política de Segurança da Informação (Parte 01) Prof. Leonardo Lemes Fagundes

Aula 05 Política de Segurança da Informação (Parte 01) Prof. Leonardo Lemes Fagundes Aula 05 Política de Segurança da Informação (Parte 01) Prof. Leonardo Lemes Fagundes Comandar muitos é o mesmo que comandar poucos. Tudo é uma questão de organização. Controlar muitos ou poucos é uma mesma

Leia mais

Anais do II Seminário de Atualização Florestal e XI Semana de Estudos Florestais. Deise Regina Lazzarotto

Anais do II Seminário de Atualização Florestal e XI Semana de Estudos Florestais. Deise Regina Lazzarotto SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS APLICADO AOS DADOS DO GRUPO DE PESQUISA BIODIVERSIDADE E SUSTENTABILIDADE DE ECOSSISTEMAS FLORESTAIS DE IRATI PR. Deise Regina Lazzarotto Departamento de Engenharia Florestal

Leia mais

Utilização de Técnicas de Recuperação da Informação na Construção de uma Ferramenta de Busca em Documentos do Arquivo Público de Biguaçu

Utilização de Técnicas de Recuperação da Informação na Construção de uma Ferramenta de Busca em Documentos do Arquivo Público de Biguaçu Utilização de Técnicas de Recuperação da Informação na Construção de uma Ferramenta de Busca em Documentos do Arquivo Público de Biguaçu Alessandro Mueller alessandro@univali.br UNIVALI Luiz Gonzaga Ferreira

Leia mais

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO. Profª Iana Alexandra Alves Rufino [iana_alex@uol.com.br]

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO. Profª Iana Alexandra Alves Rufino [iana_alex@uol.com.br] INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO Profª Iana Alexandra Alves Rufino [iana_alex@uol.com.br] Introdução ao Geoprocessamento Conceitos básicos Componentes de um SIG Exemplos de aplicações Conceitos Geoprocessamento

Leia mais

Resultados Experimentais

Resultados Experimentais Capítulo 6 Resultados Experimentais Este capítulo é dedicado às avaliações experimentais do sistema CBIR. Os experimentos aqui realizados têm três objetivos principais: comparar os nossos resultados com

Leia mais

Sistema de informação para controle de vendas em imobiliária

Sistema de informação para controle de vendas em imobiliária Sistema de informação para controle de vendas em imobiliária Acadêmico: Diego Vicentini Orientador: Prof. Paulo R. Dias FURB Universidade Regional de Blumenau Julho/2007 Roteiro da apresentação Introdução

Leia mais

TESAURO: UM INSTRUMENTO DE REPRESENTAÇÃO DO CONHECIMENTO EM SISTEMAS DE RECUPERAÇÃO DA INFORMAÇÃO

TESAURO: UM INSTRUMENTO DE REPRESENTAÇÃO DO CONHECIMENTO EM SISTEMAS DE RECUPERAÇÃO DA INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE NUCLEO DE DOCUMENTAÇÃO Biblioteca de Pós Graduação em Matemática Rua Mário Santos Braga, s/n o. Instituto de Matemática, 6 o. andar Campus de Valonguinho Centro Niterói

Leia mais

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE Revisão: 07 Data: 05.03.09 Página 1 de 7 Copia controlada MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE José G. Cardoso Diretor Executivo As informações contidas neste Manual são de propriedade da Abadiaço Ind. e Com.

Leia mais

White Paper. Acesso remoto ao servidor mesmo sem conectividade. Há muitas maneiras de se administrar um servidor de forma remota, como, por

White Paper. Acesso remoto ao servidor mesmo sem conectividade. Há muitas maneiras de se administrar um servidor de forma remota, como, por White Paper Acesso remoto ao servidor mesmo sem conectividade Entenda como obter mais eficiência na administração do seu servidor de forma remota com o KVM IP Há muitas maneiras de se administrar um servidor

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO DE ALUNOS REGULARES NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE FÍSICA AMBIENTAL.

PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO DE ALUNOS REGULARES NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE FÍSICA AMBIENTAL. PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO DE ALUNOS REGULARES NO CURSO DE. A Comissão Coordenadora do Curso de Especialização em Ensino de Física Ambiental, da UFOPA, torna público aos interessados que estarão abertas

Leia mais

Nathalie Portugal Vargas

Nathalie Portugal Vargas Nathalie Portugal Vargas 1 Introdução Trabalhos Relacionados Recuperação da Informação com redes ART1 Mineração de Dados com Redes SOM RNA na extração da Informação Filtragem de Informação com Redes Hopfield

Leia mais

Gerenciamento de Incidente

Gerenciamento de Incidente Apresentação referente à disciplina de Gestão de Processos de TI Professor: Marcelo Fantinato Alunos: Rafael Antonio Silva Priscila Chi Chun Lo Tamiris Tiemi Perestrelo Thamires Magalhães Dias Qual a Diferença

Leia mais

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO (Bacharelado)

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO (Bacharelado) UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO (Bacharelado) SISTEMA INTERNO INTEGRADO PARA CONTROLE DE TAREFAS INTERNAS DE UMA EMPRESA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

No mundo atual, globalizado e competitivo, as organizações têm buscado cada vez mais, meios de se destacar no mercado. Uma estratégia para o

No mundo atual, globalizado e competitivo, as organizações têm buscado cada vez mais, meios de se destacar no mercado. Uma estratégia para o DATABASE MARKETING No mundo atual, globalizado e competitivo, as organizações têm buscado cada vez mais, meios de se destacar no mercado. Uma estratégia para o empresário obter sucesso em seu negócio é

Leia mais

04/08/2012 MODELAGEM DE DADOS. PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS. Aula 1. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc.

04/08/2012 MODELAGEM DE DADOS. PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS. Aula 1. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. MODELAGEM DE DADOS PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS Aula 1 Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. @ribeirord 1 Objetivos: Apresenta a diferença entre dado e informação e a importância

Leia mais

Disciplina: Gerenciamento de Projetos e Práticas de Integração. Gerenciamento de Projetos e Práticas de Integração AULA 3.

Disciplina: Gerenciamento de Projetos e Práticas de Integração. Gerenciamento de Projetos e Práticas de Integração AULA 3. Gerenciamento de Projetos e Práticas de Integração AULA 3 Ago/2013 Gerenciamento de Projetos e Práticas de Integração Áreas de conhecimentos de gerenciamento de projetos ESCOPO TEMPO CUSTO QUALIDADE RECURSOS

Leia mais

Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciências da Educação Departamento de Ciência da Informação

Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciências da Educação Departamento de Ciência da Informação Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciências da Educação Departamento de Ciência da Informação Daniela Sardá da Conceição Juliana Ribeiro Letícia Jansen Gonçalves IMPLEMENTAÇÃO SOFTWARE EMPRESA

Leia mais

Consulta Web. Manual. Pergamum

Consulta Web. Manual. Pergamum Consulta Web Manual Pergamum Manual PER-MAN-010 Nova Consulta Web Sumário 1 FUNCIONALIDADES GERAIS... 4 1.1 TEXTO INFORMATIVO... 4 1.2 LOGOTIPO DA CONSULTA... 4 1.3 BARRA DE FERRAMENTAS SUPERIOR... 5 1.4

Leia mais

Aula 01 Introdução ao Gerenciamento de Redes

Aula 01 Introdução ao Gerenciamento de Redes Aula 01 Introdução ao Gerenciamento de Redes Leonardo Lemes Fagundes leonardo@exatas.unisinos.br São Leopoldo, 15 de outubro de 2004 Roteiro Apresentação da disciplina Objetivos Conteúdo programático Metodologia

Leia mais

INDICADORES DE DESEMPENHO PARA BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS: projeto desenvolvido no SIBi/USP

INDICADORES DE DESEMPENHO PARA BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS: projeto desenvolvido no SIBi/USP TRABALHO ORAL EMPREENDEDORISMO EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS Qualidade dos serviços e foco no usuário INDICADORES DE DESEMPENHO PARA BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS: projeto desenvolvido no SIBi/USP GRANDI,

Leia mais

Recuperação de Imagens na Web Baseada em Informações Textuais

Recuperação de Imagens na Web Baseada em Informações Textuais Recuperação de Imagens na Web Baseada em Informações Textuais André Ribeiro da Silva Mário Celso Candian Lobato Universidade Federal de Minas Gerais Departamento de Ciência da Computação {arsilva,mlobato}@dcc.ufmg.br

Leia mais

05/05/2015. Recuperação de Informação

05/05/2015. Recuperação de Informação Recuperação de Informação Recuperação de Informação Recuperar consiste em identificar, em um conjunto de documentos (corpus), quais atendem à necessidade de do usuário. O usuário de um sistema de recuperação

Leia mais

Curso Desenvolvimento de Dashboards com o Excel 2007 e 2010

Curso Desenvolvimento de Dashboards com o Excel 2007 e 2010 Curso Desenvolvimento de Dashboards com o Excel 2007 e 2010 O mercado globalizado e altamente competitivo implica em que, as empresas que almejam serem líderes no mercado onde atuam, devem ter agilidade

Leia mais

GED CRIAÇÃO DE NOVO DOCUMENTO E OBJETO AUTOMÁTICO

GED CRIAÇÃO DE NOVO DOCUMENTO E OBJETO AUTOMÁTICO GED CRIAÇÃO DE NOVO DOCUMENTO E OBJETO AUTOMÁTICO Documentos Atualmente, com a crescente disponibilidade de documentos em mídias digitais é fundamental a aplicação de técnicas de GED (Gerenciamento Eletrônico

Leia mais

FILTRAGEM DE INFORMAÇÃO NA WEB USANDO REDE NEURAL DE HOPFIELD E ONTOLOGIA

FILTRAGEM DE INFORMAÇÃO NA WEB USANDO REDE NEURAL DE HOPFIELD E ONTOLOGIA FILTRAGEM DE INFORMAÇÃO NA WEB USANDO REDE NEURAL DE HOPFIELD E ONTOLOGIA Daniel Mandelli Martins Faculdade de Engenharia de Computação CEATEC danielmartins@puc-campinas.edu.br Juan Manuel Adán Coello

Leia mais

Manual do Usuário do sistema PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA CIÊNCIA

Manual do Usuário do sistema PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA CIÊNCIA Manual do Usuário do sistema PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA CIÊNCIA Conteúdo 1-Introdução... 3 2-Funcionalidades... 4 2.1-Acesso... 4 2.2-Recuperação de senha... 5 2.3-Cadastrar Responsável pela IES...

Leia mais

Tipos de Sistemas de Informação Aula 02 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE

Tipos de Sistemas de Informação Aula 02 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Tipos de Sistemas de Informação Aula 02 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Sistemas de informação Manual técnicas de arquivamento e recuperação de informações de grandes arquivos.

Leia mais

RECUPERANDO INFORMAÇÃO SOBRE TEXTOS PUBLICADOS NO TWITTER

RECUPERANDO INFORMAÇÃO SOBRE TEXTOS PUBLICADOS NO TWITTER RECUPERANDO INFORMAÇÃO SOBRE TEXTOS PUBLICADOS NO TWITTER Autores: Miguel Airton FRANTZ 1 ;; Angelo Augusto FROZZA 2, Reginaldo Rubens da SILVA 2. Identificação autores: 1 Bolsista de Iniciação Científica

Leia mais

Análise Estruturada de Sistemas

Análise Estruturada de Sistemas Análise Estruturada de Sistemas Capítulo 3 Estudo de Viabilidade Definição das Necessidades Funcionais O propósito desta etapa é produzir um documento formal que contenha uma descrição detalhada da proposta,

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2004 Ano Base 2001_2002_2003 SOCIOLOGIA CAPES Período de Avaliação: 2001-2002-2003 Área de Avaliação: SOCIOLOGIA

Leia mais

Autores: Alex Nakanishi Carolina Horonato Henrique dos Santos Thiago Araújo PAPÉIS DE TRABALHO

Autores: Alex Nakanishi Carolina Horonato Henrique dos Santos Thiago Araújo PAPÉIS DE TRABALHO Autores: Alex Nakanishi Carolina Horonato Henrique dos Santos Thiago Araújo PAPÉIS DE TRABALHO Introdução O auditor tem o dever de documentar, através de papéis de trabalho, todos os elementos significativos

Leia mais

SE Incident Gestão de Incidentes e Não Conformidades Visão Geral Incidentes de TI Não conformidade da Qualidade

SE Incident Gestão de Incidentes e Não Conformidades Visão Geral Incidentes de TI Não conformidade da Qualidade SE Incident Gestão de Incidentes e Não Conformidades Visão Geral Para aumentar a fidelidade do cliente, aprofundar o relacionamento com o cliente, aumentar a força da marca e diferenciação sólida, as empresas

Leia mais

MÁQUINAS DE BUSCA NA WEB E O NOVO PARADIGMA DA WEB SEMÂNTICA

MÁQUINAS DE BUSCA NA WEB E O NOVO PARADIGMA DA WEB SEMÂNTICA MÁQUINAS DE BUSCA NA WEB E O NOVO PARADIGMA DA WEB SEMÂNTICA Alex Braha Stoll Andrea Massumi Yamashita Emerson Takeshi Nakamura Francisco Eduardo Alberto de Siqueira Garcia RESUMO - O artigo apresenta

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2010. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: habilitação Profissional técnica de nível médio de técnico em administração

Plano de Trabalho Docente 2010. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: habilitação Profissional técnica de nível médio de técnico em administração Plano de Trabalho Docente 2010 Ensino Técnico ETEc de Ribeirão Pires Código: 141 Município: Ribeirão Pires/Mauá Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: habilitação Profissional técnica

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec de São José do Rio Pardo Código: 150 Município: São José do Rio Pardo Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Administração

Leia mais

27001 Lead Implementer

27001 Lead Implementer ANSI Accredited Program BEHAVIOUR ISO Lead ADQUIRA AS COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS PARA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (SGSI) BASEADOS NA NORMA ISO Sobre o curso Este curso intensivo com duração de cinco dias, permite

Leia mais

A EFICÁCIA DE CURSOS A DISTÂNCIA PARA A FORMAÇÃO DE AGENTES DE METROLOGIA LEGAL E FISCAIS DA QUALIDADE

A EFICÁCIA DE CURSOS A DISTÂNCIA PARA A FORMAÇÃO DE AGENTES DE METROLOGIA LEGAL E FISCAIS DA QUALIDADE 1 A EFICÁCIA DE CURSOS A DISTÂNCIA PARA A FORMAÇÃO DE AGENTES DE METROLOGIA LEGAL E FISCAIS DA QUALIDADE Rio de Janeiro, RJ, Maio 2012 Categoria: F - Pesquisa e Avaliação Setor Educacional: 5 Classificação

Leia mais

Catálogo de Serviços

Catálogo de Serviços Catálogo de Serviços Estudos Elétricos 4 Projetos Elétricos 5 Engenharia de Campo 6 Treinamentos Técnicos 8 Apresentação da Empresa A SISPOT Engenharia e Consultoria nasceu do desejo de tornar-se referência

Leia mais

Bancos de Dados. Conceitos F undamentais em S is temas de B ancos de Dados e s uas Aplicações

Bancos de Dados. Conceitos F undamentais em S is temas de B ancos de Dados e s uas Aplicações Conceitos F undamentais em S is temas de B ancos de Dados e s uas Aplicações Tópicos Conceitos Básicos Bancos de Dados Sistemas de Bancos de Dados Sistemas de Gerenciamento de Bancos de Dados Abstração

Leia mais

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade II MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade II MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM Prof. Jean Cavaleiro Unidade II MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM Introdução Vamos abordar aqui meios de armazenagem para melhor aproveitar o Pé direito, equipamentos que facilite movimentação em armazenagem

Leia mais

A CONTABILIDADE E SUA IMPORTÂNCIA PARA UM GRUPO DE EMPRESAS COMERCIAIS 1

A CONTABILIDADE E SUA IMPORTÂNCIA PARA UM GRUPO DE EMPRESAS COMERCIAIS 1 A CONTABILIDADE E SUA IMPORTÂNCIA PARA UM GRUPO DE EMPRESAS COMERCIAIS 1 SILVA, Cleusa Pereira da 2 ; FELICE, Luciana Maria Vizzotto 4 ; LORENZETT, Daniel Benitti 3 ; VIERO, Claudinei 4 1 Trabalho de Pesquisa

Leia mais

Tutorial Mercúrio Web Compras

Tutorial Mercúrio Web Compras Tutorial Mercúrio Web Compras Programa Gestão de Compras Volume I Escola de Artes, Ciências e Humanidades Universidade de São Paulo Direitos resevados à EACH Escola de Artes, Ciências e Humanidades 2011

Leia mais

Implantação dos Processos Gerência de Projeto e Medição com Auxílio de Ferramenta Baseada em Planilhas Carlos Simões Claudia Lasmar Gleison Santos

Implantação dos Processos Gerência de Projeto e Medição com Auxílio de Ferramenta Baseada em Planilhas Carlos Simões Claudia Lasmar Gleison Santos Implantação dos Processos Gerência de Projeto e Medição com Auxílio de Ferramenta Baseada em Planilhas Carlos Simões Claudia Lasmar Gleison Santos Agenda: Carlos Simões cs@synapsisbrasil.com.br carlossimoes@cos.ufrj.br

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2010. Professor(es): Faberson Augusto Ferrasi

Plano de Trabalho Docente 2010. Professor(es): Faberson Augusto Ferrasi Plano de Trabalho Docente 010 Ensino Técnico ETEC ERNESTO MONTE Código: 1 Município: Bauru Eixo Tecnológico: Gestão de Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Transações Imobiliárias Qualificação:

Leia mais

Banco de Dados. Uma coleção de dados relacionados [ELMASRI/NAVATHE]

Banco de Dados. Uma coleção de dados relacionados [ELMASRI/NAVATHE] 1/6 Banco de Dados O que é um Banco de Dados? Uma coleção de dados relacionados [ELMASRI/NAVATHE] Conjunto de dados integrados que tem por objetivo atender a uma comunidade específica [HEUSER] Um conjunto

Leia mais

MSc. Daniele Carvalho Oliveira

MSc. Daniele Carvalho Oliveira MSc. Daniele Carvalho Oliveira AULA 2 Administração de Banco de Dados: MSc. Daniele Oliveira 2 CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE BANCO DE DADOS Administração de Banco de Dados: MSc. Daniele Oliveira 3 Conceitos

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFGD N O 01/2014 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO UFGD

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFGD N O 01/2014 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO UFGD Universidade Federal da Grande Dourados Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física- UFGD EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFGD N O 01/2014 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO

Leia mais

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Na prática, não existe uma classificação rígida, permitindo aos autores e principalmente as empresas classificar seus sistemas de diversas maneiras. A ênfase

Leia mais

97% dos indivíduos com idade entre os 10 e os 15 anos utilizam computador, 93% acedem à Internet e 85% utilizam telemóvel

97% dos indivíduos com idade entre os 10 e os 15 anos utilizam computador, 93% acedem à Internet e 85% utilizam telemóvel 97% dos indivíduos com idade entre os 10 e os 15 anos utilizam computador, 93% acedem à Internet e 85% utilizam telemóvel De acordo com o Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da pelas

Leia mais

Tipos de Sistemas de Informação

Tipos de Sistemas de Informação Tipos de Sistemas de Informação Parte 2 Aula 5 Fundamentos de SI Prof. Walteno Martins Parreira Jr Classificação dos sistemas de informação? Cada sistema de informação é específico para desempenhar uma

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Lembrando... Aula 4 1 Lembrando... Aula 4 Sistemas de apoio

Leia mais

DECLARAÇÃO UNESCO/UBC VANCOUVER. A Memória do Mundo na Era Digital: Digitalização e Preservação

DECLARAÇÃO UNESCO/UBC VANCOUVER. A Memória do Mundo na Era Digital: Digitalização e Preservação DECLARAÇÃO UNESCO/UBC VANCOUVER A Memória do Mundo na Era Digital: Digitalização e Preservação 26 a 28 de Setembro de 2012 Vancouver, Colúmbia Britânica, Canadá A Tecnologia Digital oferece meios sem precedentes

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Sistemas de Apoio à Decisão (SAD) Tipos de SAD Orientados por modelos: Criação de diferentes

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática para

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES DESENHO DE SERVIÇO Este estágio do ciclo de vida tem como foco o desenho e a criação de serviços de TI cujo propósito será realizar a estratégia concebida anteriormente. Através do uso das práticas, processos

Leia mais

Ferramentas Livres de Armazenamento e Mineração de Dados

Ferramentas Livres de Armazenamento e Mineração de Dados Ferramentas Livres de Armazenamento e Mineração de Dados JasperBI, Pentaho, Weka 09/2009 Eng. Pablo Jorge Madril pmadril@summa.com.br Summa Technologies www.summa.com.br Eng. Pablo Jorge Madril pmadril@summa.com.br

Leia mais

Critérios para certificação de Sites SciELO: critérios, política e procedimentos para a classificação e certificação dos sites da Rede SciELO

Critérios para certificação de Sites SciELO: critérios, política e procedimentos para a classificação e certificação dos sites da Rede SciELO Critérios para certificação de Sites SciELO: critérios, política e procedimentos para a classificação e certificação dos sites da Rede SciELO Versão Março 2008 1 Introdução Este documento tem por objetivo

Leia mais

PID Melhoria na Gestão dos Prazos de Atendimento. Vanessa M. M. Feldmann Milton Biral Filho Rosária Di Gangi CPFL Paulista CPFL Paulista CPFL Paulista

PID Melhoria na Gestão dos Prazos de Atendimento. Vanessa M. M. Feldmann Milton Biral Filho Rosária Di Gangi CPFL Paulista CPFL Paulista CPFL Paulista XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil PID Melhoria na Gestão dos Prazos de Atendimento Vanessa M. M. Feldmann Milton Biral

Leia mais

Resumo MADEIRA NA CONSTRUÇÃO CIVIL

Resumo MADEIRA NA CONSTRUÇÃO CIVIL Câmpus Rio Grande Aluna: Alice Ott Fonseca Matricula: 11240125 Curso: TÉCOLOGIA EM COSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS 02/2015 Disciplina: Materiais de Construção Resumo MADEIRA NA CONSTRUÇÃO CIVIL Uso a madeira Na

Leia mais

REGULAMENTO DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA DO INFARMED, I.P.

REGULAMENTO DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA DO INFARMED, I.P. REGULAMENTO DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA DO INFARMED, I.P. 1. ÂMBITO E MISSÃO... 2 2. LOCALIZAÇÃO... 2 3. HORÁRIO... 2 4. ACESSO... 2 5. LEITORES... 3 6. SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELO

Leia mais

Opala: uma biblioteca de indexação e busca de textos e imagens por conteúdo

Opala: uma biblioteca de indexação e busca de textos e imagens por conteúdo Opala: uma biblioteca de indexação e busca de textos e imagens por conteúdo Lidijanne de Miranda Santos (1); Aécio Solano Rodrigues Santos (2); Ricardo Martins Ramos (3); Valéria Oliveira Costa (4) Instituto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - UFPR Bacharelado em Ciência da Computação

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - UFPR Bacharelado em Ciência da Computação SOFT DISCIPLINA: Engenharia de Software AULA NÚMERO: 13B DATA: / / PROFESSOR: Andrey APRESENTAÇÃO O objetivo desta aula é apresentar, discutir o conceito de métricas de software orientadas a função. DESENVOLVIMENTO

Leia mais

FLEXCRM SISTEMA DE GESTÃO DE CLIENTES [MÓDULO ATENDIMENTO] SUMÁRIO

FLEXCRM SISTEMA DE GESTÃO DE CLIENTES [MÓDULO ATENDIMENTO] SUMÁRIO FLEXCRM SISTEMA DE GESTÃO DE CLIENTES [MÓDULO ATENDIMENTO] SUMÁRIO 1. PORQUE A SW1... 2 2. 10 MOTIVOS PARA CONTRATAR... 2 3. ESTUDO DE CASO... 3 4. SOLUÇÃO PROPOSTA... 3 5. CONDIÇÕES COMERCIAIS... 9 6.

Leia mais

Universidade Federal de Alfenas

Universidade Federal de Alfenas Universidade Federal de Alfenas Projeto e Análise de Algoritmos Aula 04 Introdução a Análise de Algoritmos humberto@bcc.unifal-mg.edu.br Última aula Fundamentos de Matemática Exercícios: Somatórios; Logaritmos

Leia mais

MARACATU. A component search tool. Especificação, Projeto e Implementação de uma Arquitetura para um Engenho de Busca de Componentes

MARACATU. A component search tool. Especificação, Projeto e Implementação de uma Arquitetura para um Engenho de Busca de Componentes MARACATU A component search tool Especificação, Projeto e Implementação de uma Arquitetura para um Engenho de Busca de Componentes Vinicius Cardoso Garcia July 29, 2005 Agenda Introdução Especificação

Leia mais

Tecnologia Aplicada à Gestão

Tecnologia Aplicada à Gestão Tecnologia Aplicada à Gestão Parte 4 Aula 11 Fundamentos de SI Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br Introdução O que são e para que servem os Sistemas de Suporte Gerencial? Como

Leia mais

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios UNIMEP MBA em Gestão e Negócios Módulo: Sistemas de Informações Gerenciais Aula 3 TI com foco nos Negócios: Áreas envolvidas (Parte I) Flávio I. Callegari O perfil do profissional de negócios Planejamento

Leia mais

AULA 03 ESCALAS E DESENHO TOPOGRÁFICO

AULA 03 ESCALAS E DESENHO TOPOGRÁFICO Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Agrárias Departamento de Engenharia Agrícola Disciplina: Topografia Básica Facilitadores: Nonato, Julien e Fabrício AULA 03 ESCALAS E DESENHO TOPOGRÁFICO

Leia mais

NORMA INTERNA DE TREINAMENTO FAUUSP

NORMA INTERNA DE TREINAMENTO FAUUSP NORMA INTERNA DE TREINAMENTO FAUUSP 1. OBJETIVOS Apresentar as diretrizes básicas e os procedimentos institucionais necessários à realização das atividades de treinamento. 2. DEFINIÇÕES 2.1. Treinamento

Leia mais

Resoluções comentadas das questões de Estatística da prova para. ANALISTA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS E METAS da PREFEITURA/RJ

Resoluções comentadas das questões de Estatística da prova para. ANALISTA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS E METAS da PREFEITURA/RJ Resoluções comentadas das questões de Estatística da prova para ANALISTA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS E METAS da PREFEITURA/RJ Realizada pela Fundação João Goulart em 06/10/2013 41. A idade média de todos

Leia mais

MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo.

MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo. MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com URL: http://esganarel.home.sapo.pt GABINETE: 1G1 - A HORA DE ATENDIMENTO: SEG. E QUA. DAS 11H / 12H30 (MARCAÇÃO

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UEFS Nº 01/2014 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO 06

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UEFS Nº 01/2014 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO 06 Universidade Estadual de Feira de Santana Departamento de Física Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física [Polo 06] EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UEFS Nº 01/2014 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO

Leia mais

Influenciar o desempenho de equipamentos através de métricas de manutenção

Influenciar o desempenho de equipamentos através de métricas de manutenção 2008: issue 3 A publication of Caterpillar Global Mining Influenciar o desempenho de equipamentos através de métricas de manutenção Minas de sucesso usam medidas-chave para melhorar a disponibilidade O

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar de Informática

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar de Informática Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: São Carlos - SP Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática Qualificação:

Leia mais