Preçário "Folheto de Comissões e Despesas" Preçário "Folheto de Taxas de Juro" Bancos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Preçário "Folheto de Comissões e Despesas" Preçário "Folheto de Taxas de Juro" Bancos"

Transcrição

1 Preçário "Folheto de e Despesas" Data de Entrada em vigor: 01 fevereiro 2017 Preçário "Folheto de Taxas de Juro" Data de Entrada em vigor: 01 fevereiro 2017 Bancos Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO O Preçário completo do Banco L.J. Carregosa, S.A., contém o Folheto de e Despesas (que incorpora os valores máximos de todas as comissões bem como o valor indicativo das principais despesas) e o Folheto de Taxas de Juro (que contém informação relativa às taxas de juro representativas). O Preçário pode ser consultado nos balcões e locais de atendimento ao público do Banco Carregosa e em O Folheto de e Despesas pode ainda ser consultado no Portal do Cliente Bancário, em Preçário elaborado em cumprimento do disposto no Aviso do Banco de Portugal n.º 8/2009, de 12 de Outubro. A informação sobre as condições de realização das operações de crédito é prestada ao abrigo do DecretoLei n.º 220/94, de 23 de Agosto. Banco L.J. Carregosa, S.A. Folha Rosto Pág. 1/58

2 FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Entrada em vigor: 01fev2017 (FOLHA ROSTO) INFORMAÇÃO GERAL INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR Clientes Particulares Reclamações Fundo de Garantia de Depósitos Datas Valor Outros clientes 1 CONTAS DE DEPÓSITO 9 CONTAS DE DEPÓSITO 1.1. Depósitos à ordem 9.1. Depósitos à ordem 1.2. Outras modalidades de depósito 9.2. Outras modalidades de depósito 2 OPERAÇÕES DE CRÉDITO 10 OPERAÇÕES DE CRÉDITO 2.4. Linhas de crédito e contas correntes Linhas de crédito e contas correntes 2.5. Descobertos bancários Descobertos bancários 2.6. Outros Créditos a particulares Outros Créditos 3 CARTÃO DE CRÉDITO 3.1 Cartão de Crédito 3.4 Operações com cartões 3.5 Outros serviços com cartões 4 CHEQUES 12 CHEQUES 4.2. Outros serviços com cheques Outros serviços com cheques 5 TRANSFERÊNCIAS 13 TRANSFERÊNCIAS 5.1. Ordens de transferência em euros Ordens de transferência em euros 5.2. Outros serviços com transferências Outros serviços com transferências 7 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS 7.1. Compra e venda de notas estrangeiras 14 COBRANÇAS Cobrança de efeitos comerciais 7.2. Garantias prestadas 7.3. Outros serviços 15 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Compra e venda de notas estrangeiras 8 OPERAÇÕES COM O ESTRANGEIRO Garantias prestadas 8.1. Garantias prestadas sobre o estrangeiro Outros serviços 16 OPERAÇÕES COM O ESTRANGEIRO Garantias prestadas sobre o estrangeiro Consulte a PARTE II. FOLHETO DE TAXAS DE JURO Banco L.J. Carregosa, S.A. Folheto de e Despesas e Informações Pág. 2/58

3 INFORMAÇÃO GERAL Entrada em vigor: 01fev2017 (FOLHA ROSTO) Reclamações Para a recepção e resolução de reclamações, contacte: Apoio ao Cliente Av. da Boavista, Porto Tel.: Fax.: Qualquer reclamação pode ainda ser dirigida ao Departamento de Supervisão Bancária do Banco de Portugal: Banco de Portugal Apartado Lisboa Fundo de Garantia de Depósitos Os depósitos constituídos no Banco Carregosa beneficiam da garantia de reembolso prestada pelo Fundo de Garantia de Depósitos sempre que ocorra a indisponibilidade dos depósitos por razões directamente relacionadas com a sua situação financeira. O Fundo de Garantia de Depósitos garante o reembolso até ao valor máximo de ,00 por cada depositante, sejam os depositantes residentes ou não em Portugal e os depósitos expressos em moeda nacional ou estrangeira. No cálculo do valor dos depósitos de cada depositante, considerase o valor do conjunto das contas de depósito na data em que se verificou a indisponibilidade de pagamento por parte da instituição, incluindo os juros; o saldo dos depósitos em moeda estrangeira é para o efeito convertido em euros, ao câmbio da referida data (taxas de câmbio de referência, divulgadas pelo Banco de Portugal). O reembolso deve ter lugar dentro dos seguintes prazos: a) Uma parcela até de todos os depósitos abrangidos, no prazo máximo de sete dias; b) O remanescente até ao limite dos , no prazo máximo de 20 dias úteis. O prazo referido anteriormente é contado da data em que os depósitos se tenham tornado indisponíveis, podendo o Fundo, em circunstâncias absolutamente excepcionais e relativamente a casos individuais, solicitar ao Banco de Portugal uma prorrogação daquele prazo, por período não superior a 10 dias úteis. Para informações complementares consulte os endereços e Banco L.J. Carregosa, S.A. Folheto de e Despesas e Informações Pág. 3/58

4 INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR Entrada em vigor: 01fev2017 Datas Valor Operações Bancárias Datavalor Data de Disponibilização Observações Depósitos Numerário Cheques e outros valores Balcão Balcão sobre a própria instituição sobre outra instituição (Visados) sobre outra instituição Entregas para depósito (1) Numerário Balcão Cheques e Balcão outros valores sobre a própria instituição sobre outra instituição (Visados) sobre outra instituição Operações de pagamento (transferências) Internas (entre contas da mesma instituição) Interbancárias nacionais urgentes normais Transfronteiras euros em moeda diferente de (2) Movimentação de contas de depósito Depósito a Prazo Constituição / Reforço Mobilização antecipada Reembolso no vencimento Pagamento de juros remuneratórios D n.a D D+1 D n.a D+1 D+2 D D D+1 D D D D Imediata n.a Imediata 2º dia útil Imediata n.a Dia útil seguinte 2º dia útil Imediata Imediata Dia útil seguinte D+1 Dia útil seguinte D+3 Até 3.º dia útil Imediata Imediata Imediata Imediata Best Effort Best Effort Best Effort Legenda: Nota D: Dia de realização da operação Best Effort Dependente da hora da entrega, o Banco Carregosa fará o seu melhor esforço na tentativa de converter as "Entregas para Depósito" em "Depósitos" no próprio dia. Não são considerados depósitos bancários as entregas de valores ao balcão, em terminais automáticos que não disponham de possibilidade de conferência imediata, ou em cofres nocturnos ou diurnos, com renúncia, por parte de quem entrega esses valores, à conferência imediata pelo depositário, e ainda a recolha de valores junto dos clientes e outras entregas em que não se verifique a sua conferência imediata pelo depositário. Nestes casos, as entregas ou recolha de valores passam a ser consideradas depósitos após conferência e certificação pelas IC, devendo esta conferir e certificar as entregas ou a recolha de valores no mais curto lapso de tempo, não superior a vinte e quatro horas, salvo em situações excepcionais. Atendendo a que o Banco L.J. Carregosa, S.A. recorre a prestadores de serviços de pagamento nas transferências transfronteiriças em moeda diferente de euros, a datavalor de crédito e a data de disponibilização devem ser consideradas como as datas mais prováveis, uma vez que o Banco L.J. Carregosa, S.A. não se pode comprometer com as datas de crédito e disponibilização a serem atribuídas. No caso de recepção de transferências, a datavalor e a data de disponibilização serão as mesmas que lhe forem atribuídas pelos prestadores de serviços de pagamento. Dever de Informação Ao abrigo do Decreto Lei n.º 18/2007, do DecretoLei n.º 317/2009 e do Aviso 3/2007 do Banco de Portugal, informase: Data valor: a data a partir da qual a transferência ou depósito se tornam efectivos, passíveis de serem movimentados pelo beneficiário e se inicia a eventual contagem de juros decorrentes dos saldos credores ou devedores das contas de depósito. Data de disponibilização: o momento a partir do qual o titular pode livremente proceder à movimentação dos fundos depositados na sua conta de depósitos, sem estar sujeito ao pagamento de juros pela mobilização desses fundos. Dia útil: o período do dia em que a instituição se encontra aberta ao público em horário normal de funcionamento (entre as 8h30 e as 15h00) Banco L.J. Carregosa, S.A. Folheto de e Despesas e Informações Pág. 4/58

5 1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Depósitos à ordem (Mín/Máx) Valor Anual Depósitos à Ordem sem condições de acesso. 1. Comissão de Abertura de Conta iniciais Depósito à Ordem em moeda estrangeira 25,00 IS 4% Por Conta/Moeda durante a vigência do contrato 2. por descoberto bancário vide Secção 2.5. Descobertos bancários 3. Segundas vias de documentos Depósito à Ordem 5,00 4. Declarações Diversas IVA 23% Por documento Depósito à Ordem 12,50 IVA 23% Por declaração 5. Comissão de Manutenção de conta Depósito à Ordem 6. Câmbio automático para conversão de saldos 15,00 IVA 23% Trimestral (1) Depósito à Ordem n.a. n.a. n.a. (2) Comissão cobrada nas contas sem registo de operações e com património financeiro médio no período inferior a Eur 5.000,00. O Património Financeiro é igual ao somatório dos saldos financeiros médios de todas as subcontas. Os saldos em moeda diferente da moeda base da conta serão convertidos ao último fixing divulgado pelo Banco de Portugal e disponível para consulta em: PT/Estatisticas/Dominios%20Estatisticos/EstatisticasCambiais/Paginas/Taxasdereferenciadiarias.aspx. Os saldos em moeda diferente da moeda de referência da conta serão convertidos ao câmbio, que corresponde, salvo situações anormais de volatilidade, ao cambio referente ao fecho de mercado de Nova Iorque divulgado pela Bloomberg (fonte: Bloomberg BGN) deduzido/acrescido de 50 b.p.. Banco L.J. Carregosa, S.A. Contas de Depósito / Particulares Pág. 6/58

6 1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Outras modalidades de depósito (Mín/Máx) (Valor anual) Depósitos a Prazo durante a vigência do contrato 1. Penalização por liquidação antecipada vide Secção Depósitos a prazo (Folheto de Taxas de Juro) Registo e Depósito de Valores Mobiliários sem acesso. durante a vigência do contrato 1. Comissão de Manutenção de conta Registo e depósito de valores mobiliários 50,00 IVA 23% Trimestral 2. por descoberto bancário 3. Câmbio automático para conversão de saldos vide Secção 2.5. Descobertos bancários (1) (Mín/Máx) Valor Anual Contas de Depósito Caução e Conta "Escrow" 1. Comissão Emissão Declaração 1ª emissão, no âmbito constituição depósito 0,10% IS 4% (2) 40,00/100,00 Emissão por alteração valor do depósito 0,10% IS 4% (2) 40,00/100,00 Emissão a pedido cliente 2ª via 0,10% 40,00/100,00 IVA 23% (2) 2. Comissão de gestão 3,00% 300,00/ IS 4% Trimestral Os saldos em moeda diferente da moeda de referência da conta serão convertidos ao câmbio, que corresponde, salvo situações anormais de volatilidade, ao cambio referente ao fecho de mercado de Nova Iorque divulgado pela Bloomberg (fonte: Bloomberg BGN) deduzido/acrescido de 50 b.p.. Emissão de declarações a solcitação dos titulares das respetivas contas, para entidades terceiras. Banco L.J. Carregosa, S.A. Contas de Depósito / Particulares Pág. 7/58

7 2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Linhas de crédito e contas correntes Conta Corrente Caucionada (Mín/Máx) Valor Anual 1. Conta Corrente Caucionada (Sem garantia hipotecária) iniciais Comissão de organização 1,00% 300,00/ I. Selo 4% (6) Comissão de avaliação por garantia 0,10% 300,00/ IVA 23% (7) + (8) durante a vigência do contrato Comissão alteração contratual 150,00 I. Selo 4% (3) + (4) + (5) Comissão de Gestão 1,00% 300,00/ I. Selo 4% (9) Comissão de imobilização 1,00% I. Selo 4% (1) Comissão de Prorrogação 0,50% 100,00/2.000,00 I. Selo 4% (2) + (4) Nota (3) Nota (4) Nota (5) Nota (6) Nota (7) Nota (8) Nota (9) Comissão anual calculada e cobrada mensalmente sobre o montante do crédito não utilizado. A debitar aquando da prorrogação. Despesa a cobrar nas situações que originem alterações contratuais por solicitação do cliente. Isenta sempre que a renegociação da operação de crédito tenha sido motivada por situações de risco de incumprimento ou por mora de obrigações decorrentes de contratos de crédito, no âmbito da aplicação do DecretoLei n.º 227/2012, de 25 de Outubro. Isenta em caso de reembolso antecipado. Comissão única que incide sobre o limite do crédito contratado e é cobrada na celebração do contrato. Cobrada caso o serviço seja prestado, independentemente da concessão de crédito. Comissão calculada por garantia e sobre o valor da avaliação. Esta comissão anual incide sobre o montante contratado, ou sobre o montante em dívida, se estiver em periodo de reembolso. A cobrança é feita de acordo com a periodicidade de juros. Banco L.J. Carregosa, S.A. Operações de Crédito / Particulares Pág. 8/58

8 2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Linhas de crédito e contas correntes (cont.) (Mín/Máx) Valor Anual Conta Corrente Caucionada 2. Conta Corrente Caucionada (Com garantia hipotecária) iniciais Comissão de organização 1,00% 300,00/ I. Selo 4% (7) Comissão Formalização escritura 150,00 IVA 23% Comissão de avaliação por garantia 0,10% 300,00/ IVA 23% (8) + (9) durante a vigência do contrato Vistorias (no seguimento avaliações) 150,00 I. Selo 4% Comissão de imobilização 1% I. Selo 4% (1) Comissão alteração contratual 150,00 I. Selo 4% (3) + (5) + (6) Comissão de Gestão 1,00% 300,00/ I. Selo 4% (10) Comissão de Prorrogação 0,50% 100,00/2.000,00 I. Selo 4% (2) + (5) Final do contrato Comissão Emissão títulos de Distrate 160,00 IVA 23% (4) Nota (3) Nota (4) Nota (5) Nota (6) Nota (7) Nota (8) Nota (9) Nota (10) Comissão anual calculada e cobrada mensalmente sobre o montante do crédito não utilizado. A debitar aquando da prorrogação. Despesa a cobrar nas situações que originem alterações contratuais por solicitação do cliente. Despesa cobrada sempre que o cliente solicite a emissão do titulo de cancelamento de hipoteca(s) sobre imóveis, prestada(s) como garantia(s) do financiamento já liquidado. Isenta sempre que a renegociação da operação de crédito tenha sido motivada por situações de risco de incumprimento ou por mora de obrigações decorrentes de contratos de crédito, no âmbito da aplicação do DecretoLei n.º 227/2012, de 25 de Outubro. Isenta em caso de reembolso antecipado. Comissão única que incide sobre o limite do crédito contratado e é cobrada na celebração do contrato. Cobrada caso o serviço seja prestado, independentemente da concessão de crédito. Comissão calculada por garantia e sobre o valor da avaliação. Esta comissão anual incide sobre o montante contratado, ou sobre o montante em dívida, se estiver em periodo de reembolso. A cobrança é feita de acordo com a periodicidade de juros. Banco L.J. Carregosa, S.A. Operações de Crédito / Particulares Pág. 9/58

9 2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Descobertos bancários Descoberto Bancário (Mín/Máx) Valor Anual 1. associadas a facilidade de descoberto Descoberto Autorizado (Facilidade de Crédito) 7,50 I. Selo 4% (1) a (4) Nota (3) Nota (4) Comissão de descoberto quando o valor dos juros devedores no mês for inferior a 7,50. A base de cálculo é actual/360. Aplicável a todas as contas à ordem, nomeadamente contas de registo e depósito de valores mobiliários, contas margem e contas afectas a plataformas de negociação. Nos lançamentos na plataforma de negociação GoBulling Pro, a descrição genérica (Executed cash withdraw) por cômputo de comissão de descoberto será feita pelos montantes líquidos (inclui impostos devidos) sendo seguida do respectivo detalhe (WITHDRAW Juros Dev IS inc). Em casos de contas denominadas em moeda diferente de Euro, será cobrado o valor equivalente nessa divisa, obtido por conversão para a moeda respectiva ao câmbio standard, que corresponde, salvo situações anormais de volatilidade, ao último fixing divulgado pelo Banco de Portugal (consultável em: PT/Estatisticas/Dominios%20Estatisticos/EstatisticasCambiais/Paginas/Taxasdereferenciadiarias.aspx) deduzido / acrescido de 50 b.p. Banco L.J. Carregosa, S.A. Operações de Crédito / Particulares Pág. 10/58

10 2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Outros créditos a particulares Empréstimo 1. Empréstimo (Sem garantia hipotecária) Comissão de organização 1,00% Comissão de avaliação por garantia 0,10% (Mín/Máx) iniciais (8) 300,00/ 300,00/ Valor Anual I. Selo 4% (10) IVA 23% (6) + (7) durante a vigência do contrato Comissão alteração contratual Comissão de Gestão 1,00% 150,00 300,00/ I. Selo 4% I. Selo 4% (2) + (3) + (4) (9) Comissão de Prorrogação 0,50% 100,00/2.000,00 I. Selo 4% (1) + (3) Final do Contrato Taxa Fixa <1A 0,50% 150,00/ I. Selo 4% (5) Comissão Reembolso antecipado (Parcial/Total) Taxa Fixa >1A 2,00% 150,00/ I. Selo 4% (5) Taxa Variável 0,50% 150,00/ I. Selo 4% (5) Nota (3) Nota (4) Nota (5) Nota (6) Nota (7) Nota (8) Nota (9) Nota (10) A debitar no final do mês em que ocorre a prorrogação. Despesa a cobrar nas situações que originem alterações contratuais por solicitação do cliente. Isenta sempre que a renegociação da operação de crédito tenha sido motivada por situações de risco de incumprimento ou por mora de obrigações decorrentes de contratos de crédito, no âmbito da aplicação do DecretoLei n.º 227/2012, de 25 de Outubro. Isenta em caso de reembolso antecipado. Isento em caso de renegociação. Cobrada caso o serviço seja prestado, independentemente da concessão de crédito. Comissão calculada por garantia e sobre o valor da avaliação. do selo (sobre o valor do crédito utilizado): Outras operações de crédito a particulares: crédito com prazo < 1 ano, 0,04 % x prazo da operação; crédito com prazo compreendido entre >= 1 ano e < 5 anos, 0,5%; crédito com prazo >= 5 anos, 0,6%. Custo a suportar pelo cliente após a utilização do crédito. Após a liquidação efectuada pelo banco a verba é devolvida aos cofres do estado. Esta comissão anual incide sobre o montante contratado, ou sobre o montante em dívida, se estiver em periodo de reembolso. A cobrança é feita de acordo com a periodicidade de juros. Comissão única que incide sobre o limite do crédito contratado e é cobrada na celebração do contrato. Banco L.J. Carregosa, S.A. Operações de Crédito / Particulares Pág. 11/58

11 2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Outros créditos a particulares (cont.) 2. Empréstimo (Com garantia hipotecária) (Mín/Máx) Valor Anual iniciais (8) Comissão de organização 1,00% Comissão de avaliação por garantia 0,10% 300,00/ 300,00/ I. Selo 4% (11) IVA 23% (7) + (9) Comissão de formalização escritura 150,00 IVA 23% durante a vigência do contrato Comissão alteração contratual Comissão de Gestão 1,00% 150,00 300,00/ I. Selo 4% I. Selo 4% (2) + (4) + (5) (10) Comissão de Prorrogação 0,50% 100,00/2.000,00 I. Selo 4% (1) + (4) Final do Contrato Taxa Fixa <1A 0,50% 150,00/ I. Selo 4% (6) Comissão Reembolso antecipado (Parcial/Total) Taxa Fixa >1A 2,00% 150,00/ I. Selo 4% (6) Taxa Variável 0,50% 150,00/ I. Selo 4% (6) Comissão Emissão títulos de Distrate 160,00 IVA 23% (3) Nota (3) Nota (4) Nota (5) Nota (6) Nota (7) Nota (8) Nota (9) Nota (10) Nota (11) A debitar no final do mês em que ocorre a prorrogação. Despesa a cobrar nas situações que originem alterações contratuais por solicitação do cliente. Despesa cobrada sempre que o cliente solicite a emissão do titulo de cancelamento de hipoteca(s) sobre imóveis, prestada(s) como garantia(s) do financiamento já liquidado. Isenta sempre que a renegociação da operação de crédito tenha sido motivada por situações de risco de incumprimento ou por mora de obrigações decorrentes de contratos de crédito, no âmbito da aplicação do DecretoLei n.º 227/2012, de 25 de Outubro. Isento em caso de reembolso antecipado. Isento em caso de renegociação. Cobrada caso o serviço seja prestado, independentemente da concessão de crédito. do selo (sobre o valor do crédito utilizado): Outras operações de crédito a particulares: crédito com prazo < 1 ano, 0,04 % x prazo da operação; crédito com prazo compreendido entre >= 1 ano e < 5 anos, 0,5%; crédito com prazo >= 5 anos, 0,6%. Custo a suportar pelo cliente após a utilização do crédito. Após a liquidação efectuada pelo banco a verba é devolvida aos cofres do estado. Comissão calculada por garantia e sobre o valor da avaliação. Esta comissão anual incide sobre o montante contratado, ou sobre o montante em dívida, se estiver em periodo de reembolso. A cobrança é feita de acordo com a periodicidade de juros. Comissão única que incide sobre o limite do crédito contratado e é cobrada na celebração do contrato. Banco L.J. Carregosa, S.A. Operações de Crédito / Particulares Pág. 12/58

12 3. CARTÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Cartões de Crédito Designação do cartão Redes onde o cartão é aceite () 1. Anuidades 1º ano 1º titular [Anos seguintes] Outros Titulares 1º ano [Anos seguintes] 2. Emissão do cartão 3. Substituição do cartão 4. Inibição do cartão 5. Pagamento devolvido 6. Comissão pela recuperação de valores em dívida Condições de isenção (Ver Nota Geral) BANCO CARREGOSA GOLD Visa / MB Spot 40,00 40,00 15,00 15,00 0,00 15,00 0,00 20,00 4% (Min. 12 ) ver notas (5) (1) (5) (5) (3) (5) (2) (4) (5) IS 4% Nota Geral A UNICRE poderá cobrar, para além dos encargos decorrentes da relação de crédito e de uma anuidade por cada Cartão, um encargo pela contratação de serviços acessórios e optativos (Serviços Adicionáveis), os valores que fazem parte do Anexo às Condições Gerais de Utilização e encargos correspondentes a serviços avulso solicitados à UNICRE, de acordo com o Preçário em vigor e acessível em Nota (3) Nota (4) Nota (5) Inclui alteração do PIN. Isenta se a substituição decorrer de razões alheias ao cliente, ou seja, sempre que tenha ocorrido o bloqueio do cartão por iniciativa da UNICRE, designadamente por motivos relacionados com (a) a segurança do meio de pagamento, (b) a suspeita da sua utilização não autorizada ou fraudulenta ou (c) o aumento significativo de risco do cliente não poder cumprir as suas responsabilidades de pagamento. Considerase da iniciativa da UNICRE a captura do cartão em caixas automáticas ou em terminais automáticos de pagamento e, bem assim, sempre que a substituição ocorra por motivos de (i) extravio no envio, seja do cartão seja dos respetivos dispositivos de segurança (PIN), (ii) falhas ou avarias do sistema e (iii) defeitos ou anomalias dos instrumentos de pagamento. Para situações de apenas substituição de PIN, o valor é de 6,50 + IS. Comissão pela recuperação de valores em dívida por cada prestação vencida e não paga: 4% do valor da prestação num mínimo de 12,00 e num máximo de 150,00 ou 0,5%, quando cada prestação em dívida for superior a ,00. Débito Direto ou Cheque rejeitado. Comissão aplicável quando não existir situação de mora do Cliente, não cumulativa com a comissão pela recuperação de valores em dívida Em caso de não cumprimento da obrigação do pagamento mínimo acordado, poderão ser exigidos juros moratórios correspondentes a uma sobretaxa anual máxima de três pontos percentuais a acrescer à taxa de juro contratual. As comissões são da responsabilidade da UNICRE. Banco L.J. Carregosa, S.A. Cartões de Crédito / Particulares Pág. 13/58

13 3. CARTÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Operações com Cartões (Mín/Máx) Banco Carregosa Gold Conta Cartão Levantamento a crédito "Cash Advance" na EEE em euros, coroa sueca e leus romenos (1) + (5) ATMs 3,95% + 2,90 I. Selo 4% máximo de 4 em 4 dias Balcões 3,95% + 2,90 I. Selo 4% Transferências (pela UNICRE) 3,95% + 2,90 I. Selo 4% no resto do mundo (5) ATMs 3,95% + 2,90 I. Selo 4% máximo de 4 em 4 dias Balcões 3,95% + 2,90 I. Selo 4% Transferências (pela UNICRE) 3,95% + 2,90 I. Selo 4% Compras na EEE em euros, coroa sueca e leu romeno 0,00 I. Selo 4% (1) + (5) no resto do mundo 1,70% + 1,00% I. Selo 4% (2) + (3) + (5) Compras em Gasolineiras 0,00 I. Selo 4% (1) + (5) Compras em Portugal em estabelecimentos selecionados fracionamento do lançamento a débito na contacartão POS / 3 vezes 3,50% I. Selo 4% (4) + (5) POS / 6 vezes 6,50% I. Selo 4% (4) + (5) POS / 10 vezes 10,00% I. Selo 4% (4) + (5) ATM Caixa Automático (Automated Teller Machine) POS Terminal de Pagamento Automático (Point of Sale) Nota Geral A UNICRE poderá cobrar, para além dos encargos decorrentes da relação de crédito e de uma anuidade por cada Cartão, um encargo pela contratação de serviços acessórios e optativos (Serviços Adicionáveis), os valores que fazem parte do Anexo às Condições Gerais de Utilização e encargos correspondentes a serviços avulso solicitados à UNICRE, de acordo com o Preçário em vigor e acessível em Abrange as operações realizadas nos seguintes países: Países do Espaço Económico Europeu: Bélgica, Alemanha, Grécia, Espanha, França, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Holanda, Áustria, Portugal, Finlândia, Eslovénia, Chipre, Malta, Eslováquia, Estónia, República Checa, Dinamarca, Letónia, Lituânia, Hungria, Polónia, Suécia, Reino Unido, Bulgária, Roménia, Islândia, Noruega, Liechtenstein e Croácia. Operações em, Coroa sueca e Leus romenos. Comissão de Processamento de Transação Internacional, anteriormente designada por Optional Fee: Comissão aplicada como compensação dos custos de intermediação, processamento e risco associado. Nota (3) Comissão de Serviço de Moeda Estrangeira, anteriormente designada por Comissão de Serviço (ISA): Comissão de serviço aplicada, em acréscimo, à taxa de câmbio. Nota (4) do Selo de 0,105%, nos termos do artigo da Tabela Geral do do Selo, sobre o montante do fracionamento. Nota (5) As comissões são da responsabilidade da UNICRE Banco L.J. Carregosa, S.A. Cartões de Crédito / Particulares Pág. 14/58

14 3. CARTÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Outros serviços com cartões (Mín/Máx) Banco Carregosa Gold Conta Cartão Produção Urgente de Cartões 25,00 I. Selo 4% (4) Cópia de Extractos (2as vias) 5,00 IVA 23% (4) Cobrança Judicial 100,00 / 150,00 IVA 23% (1) + (4) Excesso de Limite de Utilização 9,50 I. Selo 4% (4) Alterações de Limites de Utilização 18,47 I. Selo 4% (4) relativas a actos administrativos inatividade da contacartão Levantamentos de Cartão e/ou PIN na Unicre Desvio de Cartão e/ou PIN 6,16 Trimestral 15,00 IVA 23% I. Selo 4% (2) + (4) (4) Alterações Contratuais 75,00 I. Selo 4% (3) + (4) Nota Geral Nota (3) Nota (4) A UNICRE poderá cobrar, para além dos encargos decorrentes da relação de crédito e de uma anuidade por cada Cartão, um encargo pela contratação de serviços acessórios e optativos (Serviços Adicionáveis), os valores que fazem parte do Anexo às Condições Gerais de Utilização e encargos correspondentes a serviços avulso solicitados à UNICRE, de acordo com o Preçário em vigor e acessível em 150,00 em dívidas de valor 500 ; 100,00 nas restantes situações. Penalização indeminizatória em caso de incumprimento definitivo. Esta penalização não impede a repercussão no cliente das despesas posteriores à entrada em incumprimento, que, por conta daquele, tenham sido suportadas pela Unicre perantes terceiros, mediante apresentação da respetiva justificação documental. 6,16 aplicável por inatividade da contacartão superior a 6 meses (o valor aplicase trimestralmente) Aplicável a situações de reestruturação do saldo em dívida. Ficarão isentos os clientes que renegociem as condições do contrato de crédito, no âmbito do DL 227/2012. As comissões são da responsabilidade da UNICRE Banco L.J. Carregosa, S.A. Cartões de Crédito / Particulares Pág. 15/58

15 4. CHEQUES (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Outros serviços com cheques (Min/Máx) Outras condições Emissão de cheque 1. Levantamento de capital por emissão de cheque Montante inferior a ,00 10,00 I. Selo 4% (1) Montante igual ou superior a ,00 25,00 I. Selo 4% (1) Emissão de cheque visado 2. Emissão de cheque visado/sacado s/ Outra Instituição 50,00 I. Selo 4% (1) 3. Fotocópia de cheque 5,00 I. Selo 4% 4. Emissão Cheque Bancário 25,00 I. Selo 4% (1) Tomada de cheques sobre o estrangeiro 5. Tomada de cheques sobre o estrangeiro sem crédito imediato ou envio à cobrança 1% 37,50/ I. Selo 4% Despesa cobrada, independentemente da sua anulação posterior. Banco L.J. Carregosa, S.A. Cheques / Particulares Pág. 16/58

16 5. TRANSFERÊNCIAS (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Ordens de transferência Escalões Canal de recepção da ordem de Transferência (1) Relacional Online 1. Transferências Internas / Nacionais 1.1 Para conta domiciliada na própria Instituição de Crédito (Banco Carregosa) com o mesmo ordenante e beneficiário Transferências Pontuais Transferências Permanentes Qualquer 0,00 (Grátis) Qualquer 0,00 (Grátis) com ordenante e beneficiário distintos Transferências Pontuais Transferências Permanentes Qualquer 1,50 0,00 (Grátis) Qualquer 1,00 n.a. Selo 4% 1.2 Para conta domiciliada noutra Instituição de Crédito Normais Com indicação de IBAN Transferências Pontuais Transferências Permanentes Sem indicação de IBAN Até 1.000,00 3,50 0,00 (Grátis) >= 1.000,00 até ,00 >= ,00 até ,00 7,50 0,00 (Grátis) 7,50 >= ,00 20,00 Até 1.000,00 0,00 (Grátis) >= 1.000,00 até ,00 6,00 >= ,00 17,50 Transferências Pontuais Transferências Permanentes < ,00 >= ,00 10,00 25,00 < ,00 7,50 >= ,00 20,00 Urgentes Com indicação de IBAN Transferências Pontuais Qualquer 35,00 Sem indicação de IBAN Transferências Pontuais Qualquer 40,00 Selo 4% Banco L.J. Carregosa, S.A. Transferências / Particulares Pág. 17/58

17 5. TRANSFERÊNCIAS (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Ordens de transferência (continuação) 2. Transferências Transfronteiras / Internacionais para conta domiciliada no estrangeiro 2.1 Países SEPA (incluindo países abrangidos pelo Regulamento (CE) 924/2009, em, Coroas Suecas e Leus Romenos). Normais Com indicação de BIC/Swift e IBAN Permanentes Urgentes Selo 4% 2.2 Países Não SEPA em moeda diferente de Euro, Coroa Sueca e Leu Romeno e países do resto do Mundo em e outras moedas. Normais Com indicação de BIC/Swift e IBAN Qualquer 0,25% com mínimo de 25,00 e máximo de 150,00 Sem indicação de BIC/Swift e IBAN Qualquer 0,30% com mínimo de 60,00 e máximo de 175,00 Selo 4% Legenda Notas Gerais Nota (3) Sem indicação de BIC/Swift e IBAN Com indicação de BIC/Swift e IBAN Sem indicação de BIC/Swift e IBAN Com indicação de BIC/Swift e IBAN Escalões Até 1.000,00 3,50 0,00 (Grátis) (2) >= 1.000,00 até ,00 7,50 0,00 (Grátis) (2) >= ,00 até ,00 7,50 (2) >= ,00 20,00 (2) < ,00 10,00 (2) >= ,00 25,00 (2) Até 1.000,00 0,00 (Grátis) (2) >= 1.000,00 até ,00 6,00 (2) >= ,00 17,50 (2) < ,00 7,50 (2) >= ,00 20,00 (2) Canal de recepção da ordem de Transferência (1) Relacional Online 35,00 Países SEPA e Reg. CE n.º 924/2009 Requisitos cumulativos Abrange as operações de pagamento nos 28 países da União Europeia, os territórios ultramarinos Guiana Francesa, Gibraltar, Guadalupe, Martinica, Mayotte, Reunião, São Bartolomeu, São Martinho e São Pedro e Miquelon bem como a Islândia, o Liechtenstein, a Noruega, a Suíça e o Mónaco, realizadas em Euro e nas moedas Coroa Sueca e Leu Romeno. Países de UE: Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Irlanda, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Polónia, Portugal, Reino Unido, Rep. Checa, Suécia, Bulgária e Roménia. BIC Código de Identificação Bancária da SWIFT (Bank Identification Code ) / IBAN Número de Identificação Bancária Internacional (International Bank Account Number ). É da responsabilidade do cliente o fornecimento de todos os elementos necessários ao correcto processamento das ordens de pagamento; Em caso de IBAN incorrecto, o cliente suportará à posteriori os encargos adicionais cobrados à mesma transacção sem BIC ou IBAN. Para transferências em USD para os Estados Unidos da América, basta o BIC ou Fedwire. Para transferências em GBP p/o Reino Unido, basta o BIC/SWIFT+IBAN ou BIC/SWIFT+ Clearing. Code + N.º Conta (8 dígitos). Para transferências para o resto do Mundo basta o BIC. Quando as contas forem denominadas em e os lançamentos (exemplo: ) sejam expressos em moeda diversa, o seu valor é convertido para a moeda respectiva ao câmbio standard, que corresponde, salvo situações anormais de volatilidade, ao último fixing divulgado pelo Banco de Portugal (consultável em PT/Estatisticas/Dominios%20Estatisticos/EstatisticasCambiais/Paginas/Taxasdereferenciadiarias.aspx) deduzido/acrescido de 50 b.p. Canais de recepção de ordens de transferência: Relacional: Balcão, Fax, . Online: Através do site Despesas Shared (as despesas do banco emitente por conta do ordenador e do banco pagador por conta do beneficiário), em regime de exclusividade. Nas operações não enquadradas no Reg. CE n.º 924/2009 as despesas cobradas pelos bancos correspondentes serão integralmente cobradas ao cliente. Banco L.J. Carregosa, S.A. Transferências / Particulares Pág. 18/58 (2)

18 5. TRANSFERÊNCIAS (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Outros serviços com transferências (Min/Máx) Outras condições Ordens Emitidas 1. Pedidos de anulação de ordens de pagamento emitidas Pedidos de anulação de ordens de pagamento emitidas 35,00 I. Selo 4% (1) 2. Comissão por despesas a cargo do ordenante OUR Comissão por despesas a cargo do ordenante OUR 3. Pedido de esclarecimento sobre transferência 25,00 I. Selo 4% (2) Pedido de esclarecimento sobre transferência 25,00 I. Selo 4% 4. Pedido de confirmação de execução da transferência Pedido de confirmação de execução da transferência 25,00 I. Selo 4% 5.Pedido de alteração dados de beneficiário ou detalhes da operação Pedido de alteração dados de beneficiário ou detalhes da operação 40,00 I. Selo 4% Ordens Recebidas 1. Pedido de esclarecimento, alterações e devoluções (por transferência) 20,00 I. Selo 4% que o Banco beneficiário da ordem de pagamento, ao efectuar a devolução desta, deduz também as suas despesas de devolução. Transferências podem dar origem a conversões cambiais em caso de insuficiência de fundos na moeda transferida, acrescendo as comissões aplicáveis. Nas transferências SEPA, não é possível escolher o regime de encargos OUR, tendo as transferências de ser efectuadas segundo o regime de encargos SHARED (as despesas do banco emitente por conta do ordenador e do banco pagador por conta do beneficiário). Banco L.J. Carregosa, S.A. Transferências / Particulares Pág. 19/58

19 7. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Compra e venda de notas estrangeiras (Min/Máx) Outras condições Compra de moeda estrangeira 1. Meio: Caixa 0,10% 15,00 / I. Selo 4% (1) + (2) 2. Meio: Movimentação de conta Débito em conta 0,10% 15,00 / I. Selo 4% (1) + (2) Venda de moeda estrangeira 3. Meio: Caixa 0,10% 15,00 / I. Selo 4% (1) + (2) 4. Meio: Movimentação de conta Crédito em conta 0,10% 15,00 / I. Selo 4% (1) + (2) Por ordem, e por moeda vendida/comprada. Aplicarseá o câmbio, que corresponde, ao cambio divulgado pela Bloomberg à taxa spot em cada momento (fonte: Bloomberg BGN) deduzido/acrescido de 50 b.p Garantias prestadas (Min/Máx) Outras condições Garantias iniciais 1. Estudo e Emissão da Garantia 1% 75,00/ I. Selo 3% durante a vigência da Garantia 2. Comissão trimestral da Garantia 5% 250,00/ I. Selo 3% (1) 3. Comissão de Renovação 100,00 I. Selo 3% 4. Comissão de Alteração 100,00 I. Selo 3% 5. Comissão de Execução 1% 25,00/100,00 I. Selo 3% 6. Comissão de Urgência 100 I. Selo 3% 7. Comissão de Cancelamento 0,10% 25,00/150,00 I. Selo 4% Taxa anual nominal cobrada antecipada e trimestralmente. Banco L.J. Carregosa, S.A. Prestação de Serviços / Particulares Pág. 20/58

20 7. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Outros serviços (Min/Máx) Outras condições Designação do serviço 1. Portes 2,00 IVA 23% 2. Segunda Via Extracto 9,00 IVA 23% 3. Declarações de capacidade financeira 100,00 IVA 23% 4. Declarações para Assembleia Geral 25,00 IVA 23% 5. Alteração de titularidade de conta bancária 7,50 IVA 23% 6. Declarações Diversas 30,00 IVA 23% 7. Processo Habilitações de Herdeiros 75,00 IVA 23% 8. Avaliação de Imóveis 0,10% 300,00/ IVA 23% 9. Ouro Fino (999,9) 1% 0/ isento Comissão de Transação 0,80% / isento (1) + (2) 0,60% > isento Comissão de Custódia 0,75% IVA 23% (3) Comissão de Levantamento 1% IVA 23% (2) Isento ao abrigo do nº 4 do artº 3º do Regime Especial aplicável ao Ouro para Investimento, aprovado pelo DecretoLei nº 362/99, de 16 de Setembro Aplicase na data de transação. Nota (3) A comissão mencionada será trimestralmente calculada e cobrada pelo Banco antecipadamente, através do débito da Conta de Depósitos à Ordem do Cliente, junto do Banco, no primeiro dia útil dos meses de janeiro, abril, e outubro. Na data de cada operação de compra de ouro, destinado ao serviço de Custódia de Ouro, será cobrada e debitada ao Cliente o valor prórata da comissão devida, correspondente ao período por decorrer do trimestre no qual a operação é realizada. Banco L.J. Carregosa, S.A. Prestação de Serviços / Particulares Pág. 21/58

21 8. OPERAÇÕES COM O ESTRANGEIRO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01fev Garantias prestadas sobre o estrangeiro Garantias (Min/Máx) Outras condições iniciais 1. Estudo e Emissão da Garantia 1% I. Selo 3% durante a vigência da Garantia 2. Comissão trimestral da Garantia 7,5% 400,00/ I. Selo 3% (1) 3. Comissão de Renovação 100,00 I. Selo 3% 4. Comissão de Urgência 100,00 I. Selo 3% (2) 5. Comissão de Cancelamento 75,00 I. Selo 3% 6. Comissão de Alteração 100,00 I. Selo 3% 7. Comissão de Execução 1% 50,00/150,00 I. Selo 3% Taxa anual nominal cobrada antecipada e trimestralmente. A cobrar sempre que por pedido expresso do cliente, entre a data de realização do pedido de emissão da garantia, e a sua entrega, medeie 24h. Transferências Consulte Secção 5. TRANSFERÊNCIAS (PARTICULARES) Banco L.J. Carregosa, S.A. Operações com o Estrangeiro / Particulares Pág. 22/58

22 9. CONTAS DE DEPÓSITO (OUTROS CLIENTES) Entrada em vigor: 01fev Depósitos à ordem (Mín/Máx) Valor Anual Depósitos à Ordem sem condições de acesso. 1. Comissão de Abertura de Conta iniciais Depósito à Ordem em moeda estrangeira 25,00 I. Selo 4% Por Conta/Moeda durante a vigência do contrato 2. por descoberto bancário vide Secção Descobertos bancários 3. Segundas vias de documentos Depósito à Ordem 5,00 IVA 23% Por documento 4. Declarações Diversas Depósito à Ordem 12,50 IVA 23% Por declaração 5. Comissão de Manutenção de conta Depósito à Ordem 15,00 IVA 23% Trimestral (1) 6. Câmbio automático para conversão de saldos Depósito à Ordem (2) Comissão cobrada nas contas sem registo de operações e com património financeiro médio no período inferior a Eur 1.000,00. O Património Financeiro é igual ao somatório dos saldos financeiros médios de todas as subcontas. Os saldos em moeda diferente da moeda base da conta serão convertidos ao último fixing divulgado pelo Banco de Portugal e disponível para consulta em: PT/Estatisticas/Dominios%20Estatisticos/EstatisticasCambiais/Paginas/Taxasdereferenciadiarias.aspx Os saldos em moeda diferente da moeda de referência da conta serão convertidos ao câmbio, que corresponde, salvo situações anormais de volatilidade, ao cambio referente ao fecho de mercado de Nova Iorque divulgado pela Bloomberg (fonte: Bloomberg BGN) deduzido/acrescido de 50 b.p.. Banco L.J. Carregosa, S.A. Contas de Depósito / Outros Clientes Pág. 23/58

23 9. CONTAS DE DEPÓSITO (OUTROS CLIENTES) Entrada em vigor: 01fev Outras modalidades de depósito (Mín/Máx) (Valor anual) Depósitos a Prazo durante a vigência do contrato 1. Penalização por liquidação antecipada vide Secção Depósitos a prazo (Folheto de Taxas de Juro) Registo e Depósito de Valores Mobiliários sem acesso. durante a vigência do contrato 1. Comissão de Manutenção de conta Registo e depósito de valores mobiliários 50,00 IVA 23% Trimestral 2. por descoberto bancário vide Secção Descobertos bancários 3. Câmbio automático para conversão de saldos (1) (Mín/Máx) Valor Anual Contas de Depósito Caução e Conta "Escrow" 1. Comissão Emissão Declaração 1ª emissão, no ambito constituição deposito Emissão por alteração valor do depósito 0,10% 0,10% 40,00/100,00 40,00/100,00 Emissão a pedido cliente 2ª via 0,10% IVA 23% (2) 40,00/100,00 2. Comissão de gestão 3,00% 300,00/ IS 4% Trimestral IS 4% IS 4% (2) (2) Os saldos em moeda diferente da moeda de referência da conta serão convertidos ao câmbio, que corresponde, salvo situações anormais de volatilidade, ao cambio referente ao fecho de mercado de Nova Iorque divulgado pela Bloomberg (fonte: Bloomberg BGN) deduzido/acrescido de 50 b.p.. Emissão de declarações a solcitação dos titulares das respetivas contas, para entidades terceiras. Banco L.J. Carregosa, S.A. Contas de Depósito / Outros Clientes Pág. 24/58

24 10. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) Entrada em vigor: 01fev Linhas de crédito e contas correntes Conta Corrente Caucionada (Mín/Máx) Valor Anual 1. Conta Corrente Caucionada (Sem garantia hipotecária) iniciais Comissão de organização Comissão de avaliação por garantia 1,00% I. Selo 4% (5) 300,00/ 0,10% 300,00/ IVA 23% (4) + (6) durante a vigência do contrato Comissão alteração contratual 175,00 I. Selo 4% (3) Comissão de Gestão 1,00% 300,00/ I. Selo 4% (7) Comissão de imobilização 1,00% I. Selo 4% (1) Comissão de Prorrogação 0,50% 100,00/2.000,00 I. Selo 4% (2) Nota (3) Nota (4) Nota (5) Nota (6) Nota (7) Comissão anual calculada e cobrada mensalmente sobre o montante do crédito não utilizado. A debitar aquando da prorrogação. Despesa a cobrar nas situações que originem alterações contratuais por solicitação do cliente. Comissão calculada por garantia e sobre o valor da avaliação. Comissão única que incide sobre o limite do crédito contratado e é cobrada na celebração do contrato. Cobrada caso o serviço seja prestado, independentemente da concessão de crédito. Esta comissão anual incide sobre o montante contratado, ou sobre o montante em dívida, se estiver em periodo de reembolso. A cobrança é feita de acordo com a periodicidade de juros. Banco L.J. Carregosa, S.A. Operações de Crédito / Outros Clientes Pág. 25/58

25 10. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) Entrada em vigor: 01fev Linhas de crédito e contas correntes (continuação) Conta Corrente Caucionada (Mín/Máx) Valor Anual 2. Conta Corrente Caucionada (Com garantia hipotecária) iniciais Comissão de organização 1,00% 300,00/ I. Selo 4% (6) Comissão Formalização escritura 200,00 IVA 23% Comissão de avaliação por garantia 0,10% 300,00/ IVA 23% (5) + (7) durante a vigência do contrato Comissão alteração contratual Comissão de Gestão 1,00% 175,00 300,00/ I. Selo 4% I. Selo 4% (3) (8) Comissão de imobilização 1,00% I. Selo 4% (1) Comissão de Prorrogação 0,50% 100,00/2.000,00 I. Selo 4% (2) Vistorias (no seguimento avaliações) 200,00 I. Selo 4% Final do contrato Comissão Emissão títulos de Distrate 200,00 IVA 23% (4) Nota (3) Nota (4) Nota (5) Nota (6) Nota (7) Nota (8) Comissão anual calculada e cobrada mensalmente sobre o montante do crédito não utilizado. A debitar aquando da prorrogação. Despesa a cobrar nas situações que originem alterações contratuais por solicitação do cliente. Despesa cobrada sempre que o cliente solicite a emissão do titulo de cancelamento de hipoteca(s) sobre imóveis, prestada(s) como garantia(s) do financiamento já liquidado. Comissão calculada por garantia e sobre o valor da avaliação. Comissão única que incide sobre o limite do crédito contratado e é cobrada na celebração do contrato. Cobrada caso o serviço seja prestado, independentemente da concessão de crédito. Esta comissão anual incide sobre o montante contratado, ou sobre o montante em dívida, se estiver em periodo de reembolso. A cobrança é feita de acordo com a periodicidade de juros. Banco L.J. Carregosa, S.A. Operações de Crédito / Outros Clientes Pág. 26/58

26 10. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) Entrada em vigor: 01fev Descobertos bancários Descoberto Bancário 1. associadas a facilidade de descoberto Descoberto Autorizado (Facilidade de Crédito) Nota (3) Nota (4) (Mín/Máx) Valor Anual 10,00 I. Selo 4% (1) a (4) Comissão de descoberto quando o valor dos juros devedores no mês for inferior a 7,50. A base de cálculo é actual/360. Aplicável a todas as contas à ordem, nomeadamente contas de registo e depósito de valores mobiliários, contas margem e contas afectas a plataformas de negociação. Nos lançamentos na plataforma de negociação GoBulling Pro, a descrição genérica (Executed cash withdraw) por cômputo de comissão de descoberto será feita pelos montantes líquidos (inclui impostos devidos) sendo seguida do respectivo detalhe (WITHDRAW Juros Dev IS inc). Em casos de contas denominadas em moeda diferente de Euro, será cobrado o valor equivalente nessa divisa, obtido por conversão para a moeda respectiva ao câmbio standard, que corresponde, salvo situações anormais de volatilidade, ao último fixing divulgado pelo Banco de Portugal (consultável em: PT/Estatisticas/Dominios%20Estatisticos/EstatisticasCambiais/Paginas/Taxasdereferenciadiarias.aspx) deduzido / acrescido de 50 b.p. Banco L.J. Carregosa, S.A. Operações de Crédito / Outros Clientes Pág. 27/58

27 10. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) Entrada em vigor: 01fev Outros créditos (Mín/Máx) Valor Anual Empréstimos 1. Empréstimos (Sem garantia hipotecária) iniciais (5) Comissão de organização Comissão de avaliação por garantia 1,00% 0,10% 300,00/ 300,00/ I. Selo 4% IVA 23% (7) (3) + (4) durante a vigência do contrato Comissão alteração contratual 175,00 I. Selo 4% (2) Comissão de Gestão 1,00% 300,00/ I. Selo 4% (6) Comissão de Prorrogação 0,50% 100,00/2.000,00 I. Selo 4% (1) Comissão Reembolso antecipado (parcial/total) Nota (3) Nota (4) Nota (5) no termo do contrato Taxa Fixa <1A 0,50% I. Selo 4% 250,00/ Taxa Fixa >1A 2,00% I. Selo 4% 250,00/ Taxa variável 0,50% I. Selo 4% 250,00/ A debitar no final do mês em que ocorre a prorrogação. Despesa a cobrar nas situações que originem alterações contratuais por solicitação do cliente. Cobrada caso o serviço seja prestado, independentemente da concessão de crédito. Comissão calculada por garantia e sobre o valor da avaliação. do selo (sobre o valor do crédito utilizado): Outras operações de crédito: crédito com prazo < 1 ano, 0,04 % x prazo da operação; crédito com prazo compreendido entre >= 1 ano e < 5 anos, 0,5%; crédito com prazo >= 5 anos, 0,6%. Custo a suportar pelo cliente após a utilização do crédito. Após a liquidação efectuada pelo banco a verba é devolvida aos cofres do estado. Nota (6) Nota (7) Esta comissão anual incide sobre o montante contratado, ou sobre o montante em dívida, se estiver em periodo de reembolso. A cobrança é feita de acordo com a periodicidade de juros. Comissão única que incide sobre o limite do crédito contratado e é cobrada na celebração do contrato. Banco L.J. Carregosa, S.A. Operações de Crédito / Outros Clientes Pág. 28/58

28 10. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) Entrada em vigor: 01fev Outros créditos (continuação) 2. Empréstimo (Com garantia hipotecária) (Mín/Máx) Valor Anual iniciais (6) Comissão de organização 1,00% Comissão de avaliação por garantia 0,10% 250,00/ 300,00/ I. Selo 4% (7) IVA 23% (4) + (5) Comissão de Formalização Escritura 200,00 IVA 23% durante a vigência do contrato Comissão alteração contratual 175,00 I. Selo 4% (2) Comissão de Gestão 1,00% 300,00/ I. Selo 4% (8) Comissão de Prorrogação 0,50% 100,00/300,00 I. Selo 4% (1) Comissão Reembolso antecipado (parcial/total) Taxa Fixa <1A 0,50% Taxa Fixa >1A 2,00% Taxa variável 0,50% Final do Contrato 250,00/ 250,00/ 250,00/ Comissão Emissão títulos de Distrate 200,00 IVA 23% (3) I. Selo 4% I. Selo 4% I. Selo 4% Nota (3) Nota (4) Nota (5) Nota (6) Nota (7) Nota (8) A debitar no final do mês em que ocorre a prorrogação. Despesa a cobrar nas situações que originem alterações contratuais por solicitação do cliente. Despesa cobrada sempre que o cliente solicite a emissão do titulo de cancelamento de hipoteca(s) sobre imóveis, prestada(s) como garantia(s) do financiamento já liquidado. Comissão calculada por garantia e sobre o valor da avaliação. Cobrada caso o serviço seja prestado, independentemente da concessão de crédito. do selo (sobre o valor do crédito utilizado): Outras operações de crédito: crédito com prazo < 1 ano, 0,04 % x prazo da operação; crédito com prazo compreendido entre >= 1 ano e < 5 anos, 0,5%; crédito com prazo >= 5 anos, 0,6%. Custo a suportar pelo cliente após a utilização do crédito. Após a liquidação efectuada pelo banco a verba é devolvida aos cofres do estado. Comissão única que incide sobre o limite do crédito contratado e é cobrada na celebração do contrato. Esta comissão anual incide sobre o montante contratado, ou sobre o montante em dívida, se estiver em periodo de reembolso. A cobrança é feita de acordo com a periodicidade de juros. Banco L.J. Carregosa, S.A. Operações de Crédito / Outros Clientes Pág. 29/58

29 12. CHEQUES (OUTROS CLIENTES) Entrada em vigor: 01fev Outros serviços com cheques Emissão de cheque (Min/Máx) Outras condições 1. Levantamento de capital por emissão de cheque Montante inferior a ,00 10,00 I. Selo 4% (1) Montante igual ou superior a ,00 25,00 I. Selo 4% (1) Emissão de cheque visado 2. Emissão de cheque visado/sacado s/ Outra Instituição 50,00 I. Selo 4% (1) 3. Fotocópia de cheque 5,00 I. Selo 4% 4. Emissão Cheque Bancário 25,00 I. Selo 4% (1) Tomada de cheques sobre o estrangeiro 5. Tomada de cheques sobre o estrangeiro sem crédito imediato ou envio à cobrança 1% 37,50/ I. Selo 4% Despesa cobrada, independentemente da sua anulação posterior. Banco L.J. Carregosa, S.A. Cheques / Outros Clientes Pág. 30/58

30 13. TRANSFERÊNCIAS (OUTROS CLIENTES) Entrada em vigor: 01fev Ordens de transferência Escalões Canal de recepção da ordem de Transferência (1) Relacional Online 1. Transferências Internas / Nacionais 1.1 Para conta domiciliada na própria Instituição de Crédito (Banco Carregosa) com o mesmo ordenante e beneficiário Transferências Pontuais Transferências Permanentes com ordenante e beneficiário distintos Qualquer Qualquer 0,00 (Grátis) 0,00 (Grátis) Transferências Pontuais Qualquer 2,00 0,00 (Grátis) Transferências Permanentes Qualquer 1,00 n.a. Selo 4% 1.2 Para conta domiciliada noutra Instituição de Crédito Normais Com indicação de IBAN Transferências Pontuais Transferências Permanentes Até 1.000,00 3,50 0,00 >= 1.000,00 até ,00 7,50 0,00 >= ,00 até ,00 10,00 >= ,00 30,00 Até 1.000,00 3,00 >= 1.000,00 até ,00 6,00 >= ,00 17,50 Sem indicação de IBAN Transferências Pontuais Transferências Permanentes < ,00 15,00 >= ,00 35,00 < ,00 10,00 >= ,00 25,00 Urgentes Com indicação de IBAN Transferências Pontuais Sem indicação de IBAN Qualquer 40,00 Transferências Pontuais Qualquer 45,00 Selo 4% Banco L.J. Carregosa, S.A. Transferências / Outros Clientes Pág. 31/58

Preçário "Folheto de Comissões e Despesas" Preçário "Folheto de Taxas de Juro" Bancos

Preçário Folheto de Comissões e Despesas Preçário Folheto de Taxas de Juro Bancos Preçário "Folheto de Comissões e Despesas" Data de Entrada em vigor: 22 dezembro 2014 Preçário "Folheto de Taxas de Juro" Data de Entrada em vigor: 01 outubro 2015 Bancos Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES

Leia mais

5. Transferências (PARTICULARES)

5. Transferências (PARTICULARES) 5.1. Ordens de transferência 1. Ordens de Transferência 1.1 - Para conta domiciliada na própria instituição de crédito (ordens emitidas) - 1.1.1 - Pontuais - Mesmo ordenante e beneficiário - Ordenante

Leia mais

Preçário BANIF - BANCO DE INVESTIMENTO, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANIF - BANCO DE INVESTIMENTO, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANIF BANCO DE INVESTIMENTO, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do Banif Banco de Investimento, SA contém o Folheto

Leia mais

Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL

Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL Sucursal de Instituição de Crédito com sede no estrangeiro (autorizada noutro estado membro da Comunidade Europeia) Consulte o FOLHETO

Leia mais

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) (ÍNDICE)

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) 3.1. Cartões de crédito Comissões (Euros) Redes onde o cartão é aceite 1. Anuidades 1 1.º Titular Outros Titulares 2. Emissão de cartão 1 3. Substituição de cartão 2 4. Inibição do cartão 5. Pagamentos

Leia mais

Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito

Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data

Leia mais

Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito

Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data

Leia mais

Preçário BNP PARIBAS WEALTH MANAGEMENT SUCURSAL EM PORTUGAL BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BNP PARIBAS WEALTH MANAGEMENT SUCURSAL EM PORTUGAL BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BNP PARIBAS WEALTH MANAGEMENT SUCURSAL EM PORTUGAL BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do BNP PARIBAS WEALTH MANAGEMENT

Leia mais

Preçário BANCO CTT BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO CTT BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO CTT BANCOS Consulte o FOLHETO E COMISSÕES E ESPESAS Consulte o FOLHETO E TAXAS E JURO ata de Entrada em vigor do Folheto de Comissões e espesas 18-mar-2016 ata de Entrada em vigor do Folheto

Leia mais

Preçário CAIXA ECONOMICA DO PORTO

Preçário CAIXA ECONOMICA DO PORTO Preçário CAIXA ECONOMICA DO PORTO CAIXAS ECONÓMICAS Consulte o COMISSÕES E SPESAS Consulte o TAXAS JURO Data de O Preçário completo contém o Folheto de Comissões e Despesas (que incorpora os valores máximos

Leia mais

Preçário CAIXA ECONÓMICA SOCIAL CAIXAS ECONÓMICAS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 01-DEZ-2015

Preçário CAIXA ECONÓMICA SOCIAL CAIXAS ECONÓMICAS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 01-DEZ-2015 Preçário CAIXA ECONÓMICA SOCIAL CAIXAS ECONÓMICAS Consulte o FOLHETO E COMISSÕES E ESPESAS ata de Entrada em vigor: 01-EZ-2015 Consulte o FOLHETO E TAXAS E JURO ata de Entrada em vigor: 16-OUT-2015 O Preçário

Leia mais

Preçário CAIXA DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO DE TORRES VEDRAS, CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS

Preçário CAIXA DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO DE TORRES VEDRAS, CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Preçário CAIXA DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO DE TORRES VEDRAS, CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 10out2014 O Preçário completo da Caixa

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-Fev-2015 O Preçário completo da Unicre - Instituição

Leia mais

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE)

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE) 11.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é 3. Substituição de 4. Inibição do 5. Comissão pela recuperação de valores em dívida 6. Não pagamento até à data limite Cartão Business Estrangeiro:

Leia mais

Preçário ST. GALLER KANTONALBANK AG - SUCURSAL EM PORTUGAL SUCURSAL. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário ST. GALLER KANTONALBANK AG - SUCURSAL EM PORTUGAL SUCURSAL. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário ST. GALLER KANTONALBANK AG - SUCURSAL EM PORTUGAL SUCURSAL Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do St. Galler Kantonalbank

Leia mais

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE)

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE) 11.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é 3. Substituição de 4. Inibição do 5. Comissão pela recuperação de valores em dívida 6. Não pagamento até à data limite Cartão Business 43,27 43,27

Leia mais

Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA

Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo da Sonae Financial Services,

Leia mais

Reclamações. Qualquer reclamação pode ainda ser dirigida ao Departamento de Supervisão Bancária do Banco de Portugal: Banco de Portugal

Reclamações. Qualquer reclamação pode ainda ser dirigida ao Departamento de Supervisão Bancária do Banco de Portugal: Banco de Portugal INFORMAÇÃO GERAL (ÍNICE) Reclamações Para a recepção e resolução de reclamações, contacte: (Serviço de reclamação e apoio ao cliente) epartamento de Organização e Qualidade Av. da Liberdade, nº 195, 11º,

Leia mais

PROSPECTO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo

PROSPECTO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo Designação Classificação Caracterização do Produto Garantia de Capital Caixa Eurovalor maio 2016_PFC Produto Financeiro Complexo Depósito Indexado Depósito indexado não mobilizável antecipadamente, pelo

Leia mais

2. Emissão de. Outros Titulares. seguintes. 1.º ano. Anos. cartão. Grátis 28,85 -- -- -- 19,23 26,44. Grátis 28,85 -- -- -- 19,23 26,44

2. Emissão de. Outros Titulares. seguintes. 1.º ano. Anos. cartão. Grátis 28,85 -- -- -- 19,23 26,44. Grátis 28,85 -- -- -- 19,23 26,44 11.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é aceite 1.º Titular Outros Titulares de (5) (1) 5. Recuperação de valores em divida (6) Millennium bcp Business Silver 28,85 19,23 26,44 Millennium

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação Banco BPI, Sociedade

Leia mais

Reclamações Fundo de Garantia de Depósitos. Datas - Valor. 9 CONTAS DE DEPÓSITO 1.1. Depósitos à ordem 9.1. Depósitos à ordem

Reclamações Fundo de Garantia de Depósitos. Datas - Valor. 9 CONTAS DE DEPÓSITO 1.1. Depósitos à ordem 9.1. Depósitos à ordem Entrada em vigor: 7-ez-2012 FOLHETO E COMISSÕES E ESPESAS INFORMAÇÃO GERAL INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR Reclamações Fundo de Garantia de epósitos atas - Valor Clientes Particulares Outros Clientes 1 CONTAS

Leia mais

Preçário UNION DE CREDITOS INMOBILIARIOS, S.A., EFC - SUCURSAL EM PORTUGAL

Preçário UNION DE CREDITOS INMOBILIARIOS, S.A., EFC - SUCURSAL EM PORTUGAL Preçário UNION DE CREDITOS INMOBILIARIOS, S.A., EFC - SUCURSAL EM INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO COM SEDE EM ESTADO-MEMBRO DA UNIÃO EUROPEIA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO

Leia mais

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) - FOLHETO DE TAXAS DE JURO 20.1. Linhas de Crédito e Contas Correntes

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) - FOLHETO DE TAXAS DE JURO 20.1. Linhas de Crédito e Contas Correntes 20.1. Linhas de Crédito e Contas Correntes Entrada em vigor: 07-junho-2016 Empréstimos a taxa variável Taxa Anual Nominal (TAN) (TAE) Crédito de Curto Prazo em Conta Corrente Crédito de Curto Prazo / Cheques

Leia mais

Preçário CAIXA DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO DOS AÇORES, CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO

Preçário CAIXA DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO DOS AÇORES, CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO Preçário CAIXA DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO DOS AÇORES, CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo da Caixa

Leia mais

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE)

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE) 3.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é 5. Comissão pela recuperação de valores em dívida 6. Não pagamento até à data limite Cartão Classic Estrangeiro: Rede 28,85 28,85 19,23 19,23 Isenção

Leia mais

3. Substituiçã o de cartão. 4. Inibição do cartão. 2. Emissão do Cartão. Isento Isento -- -- 25,00 (4) Ver Nota (2).

3. Substituiçã o de cartão. 4. Inibição do cartão. 2. Emissão do Cartão. Isento Isento -- -- 25,00 (4) Ver Nota (2). 3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (CLIENTES PARTICULARES) - FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Entrada em vigor: 04-agosto-2015 3.1. Cartões de Crédito Designação do cartão Redes onde o cartão é aceite Barclays

Leia mais

1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE)

1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) 1.1. Depósitos à ordem 1. Comissão de gestão/manutenção de conta Conta NB 100% (clientes particulares residentes e não residentes, maiores de 18 anos). Conta NB 100% 55+ (clientes particulares residentes

Leia mais

PROSPETO INFORMATIVO EUR BAC DUAL PORTUGAL 2013-2016 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

PROSPETO INFORMATIVO EUR BAC DUAL PORTUGAL 2013-2016 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO PROSPETO INFORMATIVO EUR BAC DUAL PORTUGAL 201-2016 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Designação Depósito Dual EUR BAC DUAL PORTUGAL 201-2016 Classificação Caracterização do produto Produto Financeiro Complexo

Leia mais

SUPERVISÃO Supervisão Comportamental

SUPERVISÃO Supervisão Comportamental ANEXO À INSTRUÇÃO N.º 12/2013 - (BO N.º 6, 17.06.2013) Temas SUPERVISÃO Supervisão Comportamental ANEXO I FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

Leia mais

Balcão. operador S/ 1,00 1,00 Grátis Grátis n/a n/a - com ordenante e beneficiário distintos. Qualquer montante 31,25

Balcão. operador S/ 1,00 1,00 Grátis Grátis n/a n/a - com ordenante e beneficiário distintos. Qualquer montante 31,25 Entrada em vigor: 15out2014 13.1. Ordens de transferência C/ operador S/ Operador 1. Transferências Internas / Nacionais Emitidas em euros 1.1 Para conta domiciliada na própria Instituição de Crédito com

Leia mais

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES)

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) 20.1. Linhas de crédito e contas correntes Taxa anual nominal (TAN) Taxa anual efetiva (TAE) Outras condições Empréstimos a taxa variável 1. Conta Corrente Conta Corrente Euribor 1, 3 e 6 meses + spread

Leia mais

Preçário BANCO FINANTIA, SA. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS

Preçário BANCO FINANTIA, SA. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Preçário BANCO FINANTIA, SA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 1-set-2015 O Preçário completo do Banco Finantia, S.A., contém

Leia mais

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO - EUROPA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 22-jun-2015

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO - EUROPA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 22-jun-2015 Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO - EUROPA, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de O Preçário completo do Banco Privado Atlântico Europa, S.A., contém o Folheto de e Despesas (que

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 03-Jan-2014 O Preçário completo da Unicre - Instituição

Leia mais

Canal de recepção da ordem de Transferência Telefone Internet. Operador. operador S/ 5,75 5,00 1,25 1,25 Isento Isento 1,25

Canal de recepção da ordem de Transferência Telefone Internet. Operador. operador S/ 5,75 5,00 1,25 1,25 Isento Isento 1,25 13.1. Ordens de transferência Operador 1. s Internas / Nacionais em Euros 1.1 - Para conta domiciliada na própria Instituição de Crédito (inclui Isento Isento Isento Isento Isento Isento Isento s SEPA)

Leia mais

Preçário. Banco BAI Europa, S.A. Instituição de Crédito com sede em Portugal

Preçário. Banco BAI Europa, S.A. Instituição de Crédito com sede em Portugal Preçário Banco BAI Europa, S.A. Instituição de Crédito com sede em Portugal Consulte o FOLHETO E COMISSÕES E ESPESAS Consulte o FOLHETO E TAXAS E JURO ata de Entrada em vigor: 01-Set-2015 O Preçário completo

Leia mais

Preçário CAIXA DE CREDITO AGRICOLA MUTUO DE LEIRIA, CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO

Preçário CAIXA DE CREDITO AGRICOLA MUTUO DE LEIRIA, CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO Preçário CAIXA DE CREDITO AGRICOLA MUTUO DE LEIRIA, CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 05-Out-2015 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-Ago-2014 O Preçário completo da Unicre - Instituição

Leia mais

1. Anuidades. 1.º Titular Outros Titulares. seguintes. 1.º ano. Anos. Anos. Grátis Grátis Grátis Grátis -- 19,23 -- 14,42 19,23 (1)

1. Anuidades. 1.º Titular Outros Titulares. seguintes. 1.º ano. Anos. Anos. Grátis Grátis Grátis Grátis -- 19,23 -- 14,42 19,23 (1) 3.1. Cartões crédito Designação do Res on o é aceite 1. Anuidas 1.º Titular Outros Titulares 2. Emissão 3. Substituição (10) 5. Recuperação valores em dívida (15) isenção (ver Nota Geral) Millennium bcp

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 05-Out-2015 O Preçário completo da Unicre - Instituição

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 04-Nov-2015 O Preçário completo da Unicre - Instituição

Leia mais

FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS

FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS INFORMAÇÃO GERAL INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR Reclamações Fundo de Garantia de Depósitos Datas - Valor Clientes Particulares Outros clientes 1 CONTAS DE DEPÓSITO 9 CONTAS DE

Leia mais

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO - EUROPA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 04-out-2015

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO - EUROPA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 04-out-2015 Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO - EUROPA, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de O Preçário completo do Banco Privado Atlântico Europa, S.A., contém o Folheto de e Despesas (que

Leia mais

Preçário FINIBANCO ANGOLA SA

Preçário FINIBANCO ANGOLA SA Preçário FINIBANCO ANGOLA SA Instituição Financeira Bancaria com sede em território nacional, de acordo com o previsto na Lei das Instituições Financeiras Anexo I Tabela de comissões e despesas Data de

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-jan-2016 O Preçário completo da Unicre - Instituição

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-Abr-2015 O Preçário completo da Unicre - Instituição

Leia mais

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES)

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) 11.1. Cartões de crédito Comissões (Euros) Designação do Redes onde o é aceite NB Business Silver NB Business Gold NB Corporate Gold NB Corporate Gold Negócios 1. Anuidades 1.º Titular Outros titulares

Leia mais

Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA. Instituição Financeira de Crédito

Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA. Instituição Financeira de Crédito Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do(a) BBVA,

Leia mais

SUPERVISÃO Supervisão Comportamental

SUPERVISÃO Supervisão Comportamental ANEXO À INSTRUÇÃO N.º 12/2013 - (BO N.º 6, 17.06.2013) Temas SUPERVISÃO Supervisão Comportamental ANEXO II FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 31-Mai-2013 O Preçário completo da Unicre - Instituição

Leia mais

Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA. Instituição Financeira de Crédito

Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA. Instituição Financeira de Crédito Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do(a) BBVA,

Leia mais

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE)

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE) 11.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é aceite 3. Substituição de 4. Inibição do 5. Comissão pela recuperação de valores em dívida 6. Não pagamento até à data limite Cartão Business 43,27

Leia mais

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 30 de Setembro 2015

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 30 de Setembro 2015 Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 30 de Setembro 2015 O Preçário pode ser consultado nos balcões e locais de atendimento

Leia mais

Preçário. Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo e Caixas de Crédito Agrícola Mútuo. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS

Preçário. Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo e Caixas de Crédito Agrícola Mútuo. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Preçário CAIXA CENTRAL - CAIXA CENTRAL DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO, CRL E CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO DO SISTEMA INTEGRADO DO CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo e Caixas

Leia mais

Preçário. Banco Cofidis, S.A.

Preçário. Banco Cofidis, S.A. Preçário Banco Cofidis, S.A. BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor do Folheto e Despesas: 05-out-2015 Data de Entrada em vigor do

Leia mais

Preçário BANCO SANTANDER TOTTA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 01-jul-2014 02-Ago-2012

Preçário BANCO SANTANDER TOTTA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 01-jul-2014 02-Ago-2012 Preçário BANCO SANTANDER TOTTA, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 01-jul-2014 02-Ago-2012 O Preçário completo do Banco Santander Totta contém o Folheto de e

Leia mais

Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS

Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 30-Out-2015 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 09-11-2015

Leia mais

Mínimo de abertura: Não aplicável. Não aplicável (conta não remunerada)

Mínimo de abertura: Não aplicável. Não aplicável (conta não remunerada) Designação Conta Ordenado Condições de Acesso Clientes Particulares, que efetuem a domiciliação do seu ordenado, através de transferência bancária codificada como ordenado. Modalidade Depósito à Ordem

Leia mais

Lisboa, 15 de janeiro de 2013. Estimado(a) Cliente,

Lisboa, 15 de janeiro de 2013. Estimado(a) Cliente, Lisboa, 15 de janeiro de 2013 Estimado(a) Cliente, Informamos que o Preçário será atualizado nos termos a seguir indicados, com entrada em vigor a partir do dia 23 de abril de 2013, com exceção das comissões

Leia mais

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 22 Dezembro 2014

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 22 Dezembro 2014 Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 22 Dezembro 2014 O Preçário pode ser consultado nos balcões e locais de atendimento

Leia mais

Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 07-Jul-2015

Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 07-Jul-2015 Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 07-Jul-2015 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 25-Ago-2015

Leia mais

Acresce Imposto Preçário Atual Novo Preçário DEPÓSITOS À ORDEM Encargos de manutenção (1) Contas com SMDO Trimestral entre 50,01 e 500,00

Acresce Imposto Preçário Atual Novo Preçário DEPÓSITOS À ORDEM Encargos de manutenção (1) Contas com SMDO Trimestral entre 50,01 e 500,00 Lisboa, 15 de janeiro de 2013 Estimado(a) Cliente, Informamos que o Preçário será atualizado nos termos a seguir indicados, com entrada em vigor a partir do dia 23 de abril de 2013, com exceção das comissões

Leia mais

Preçário UNICRE - INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO

Preçário UNICRE - INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Preçário UNICRE - INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo da

Leia mais

Preçário BANCO DO BRASIL AG - SUCURSAL EM PORTUGAL BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO DO BRASIL AG - SUCURSAL EM PORTUGAL BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO DO BRASIL AG - SUCURSAL EM PORTUGAL BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do Banco do Brasil AG Sucursal em Portugal,

Leia mais

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE)

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE) 3.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é 5. Comissão pela recuperação de valores em dívida 6. Não pagamento até à data limite Cartão Classic 28,85 28,85 19,23 19,23 Isenção da 1.ª anuidade

Leia mais

Agência Nº Conta de Depósitos à Ordem Nº Cliente. Nome Completo B.I./ Cartão Cidadão Nº Contribuinte Código Repartição Finanças Morada de residência

Agência Nº Conta de Depósitos à Ordem Nº Cliente. Nome Completo B.I./ Cartão Cidadão Nº Contribuinte Código Repartição Finanças Morada de residência 1 Proposta de Adesão de Crédito - Particulares Agência Nº Conta de Depósitos à Ordem Nº Cliente _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ Identificação do titular Nome Completo B.I./ Cidadão Nº Contribuinte

Leia mais

Preçário. BANIF - Banco Internacional do Funchal BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário. BANIF - Banco Internacional do Funchal BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANIF - Banco Internacional do Funchal BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-Fevereiro-2016 O Preçário completo do

Leia mais

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES)

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) 3.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é aceite 1. Anuidades 1.º Titular Outros titulares Comissões (Euros) 2. Emissão de 3. Substituição de 4. Inibição do 5. Pagamento devolvido NB Verde --

Leia mais

Ficha de Informação Normalizada Pessoa Física - Conta Poupança

Ficha de Informação Normalizada Pessoa Física - Conta Poupança Ficha de Informação Normalizada Pessoa Física - Conta Poupança Data: / / Designação Conta Poupança Conta Corrente Titulada por Menor de 18 Anos ou Pessoa Incapaz No caso de conta titulada por menor de

Leia mais

Preçário BANCO CREDIBOM, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO CREDIBOM, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO CREDIBOM, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do Banco Credibom, S.A., contém o Folheto de e Despesas (que

Leia mais

BANCO DE FOMENTO ANGOLA

BANCO DE FOMENTO ANGOLA PREÇÁRIO BANCO DE FOMENTO ANGOLA Instituição Financeira Bancária TABELA DE TAXAS DE JURO Data de entrada em vigor: 19/04/2016 O Preçário pode ser consultado nos balcões do Banco de Fomento Angola e no

Leia mais

Preçário. BANIF - Banco Internacional do Funchal BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário. BANIF - Banco Internacional do Funchal BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANIF - Banco Internacional do Funchal BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 04-Outubro-2015 O Preçário completo do BANIF

Leia mais

Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS

Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 24-Out-2012 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 13-Nov-2012

Leia mais

Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 13-Abr-2011 O Preçário completo do Banco de Investimento

Leia mais

Preçário BANCO DE CAJA ESPANA DE INVERSIONES, SALAMANCA Y SORIA, S.A - SUCURSAL EM PORTUGAL BANCOS

Preçário BANCO DE CAJA ESPANA DE INVERSIONES, SALAMANCA Y SORIA, S.A - SUCURSAL EM PORTUGAL BANCOS Preçário BANCO DE CAJA ESPANA DE INVERSIONES, SALAMANCA Y SORIA, S.A SUCURSAL EM PORTUGAL BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor:

Leia mais

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES)

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) 3.1. Cartões de crédito Comissões (Euros) Designação do Redes onde o é aceite 1. Anuidades 1.º Titular Outros titulares 2. Emissão de 3. Substituição de 4. Inibição do 5. Pagamento devolvido 6. Comissão

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 11-09-2014

Preçário INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 11-09-2014 Preçário INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 11-09-2014 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 03-08-2015 O Preçário

Leia mais

Preçário BANCO ACTIVOBANK, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 12-ago-2015

Preçário BANCO ACTIVOBANK, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 12-ago-2015 Preçário BANCO ACTIVOBANK, S.A. BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 12ago2015 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 05ago2015 O Preçário

Leia mais

Endereço Internet: www.millenniumbcp.pt. Cartão de crédito.

Endereço Internet: www.millenniumbcp.pt. Cartão de crédito. FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Cartões de Crédito Gémeos TAP Gold VISA/American Express A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação

Leia mais

Folheto Taxa de Juros

Folheto Taxa de Juros s Banco Interatlântico. BO nº 21 de 12/04/2013 - IIª Série Site: www.bi.cv *e-mail: bi@bi.cv FOLHETO TAXA DE JUROS FTJ - CLIENTES PARTICULARES 17. CONTAS DE DEPÓSITOS 17.1 Depósito a Prazo 17.2 Contas

Leia mais

Preçário UNICAMBIO - AGENCIA DE CAMBIOS, SA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 02-jan-2015

Preçário UNICAMBIO - AGENCIA DE CAMBIOS, SA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 02-jan-2015 Preçário UNICAMBIO AGENCIA DE CAMBIOS, SA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 02jan2015 O Preçário completo [Unicâmbio Agência de Câmbios. S.A], contém

Leia mais

STANDARD BANK ANGOLA

STANDARD BANK ANGOLA PREÇÁRIO STANDARD BANK ANGOLA Banco ANEXO I Tabela de e Despesas DATA DE ENTRADA EM VIGOR: 03 de Março de 2015 O Preçário pode ser consultado nos balcões e locais de atendimento ao público do Sandard Bank

Leia mais

Agência Nº Conta de Depósitos à Ordem Nº Cliente

Agência Nº Conta de Depósitos à Ordem Nº Cliente 1 Proposta de Adesão Particulares Cartão de Crédito Miles & More Gold da Caixa (para residentes no estrangeiro) Agência Nº Conta de Depósitos à Ordem Nº Cliente _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Leia mais

Preçário. BANCO SANTANDER TOTTA, SA (Aplicável a Clientes Originários da Rede BANIF) BANCOS

Preçário. BANCO SANTANDER TOTTA, SA (Aplicável a Clientes Originários da Rede BANIF) BANCOS Preçário BANCO SANTANDER TOTTA, SA (Aplicável a Clientes Originários da Rede BANIF) BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO O Preçário completo do Banco Santander

Leia mais

Preçário. Anexo I. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Anexo II. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Anexo III

Preçário. Anexo I. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Anexo II. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Anexo III Preçário Anexo I Consulte o FOLHETO E COMISSÕES E ESPESAS Anexo II Consulte o FOLHETO E TAXAS E JURO Anexo III Consulte a INFORMAÇÃO SUPLEMENTAR Entrada em vigor: 1 Julho 2015 O Preçário completo do Banco

Leia mais

Linha de Crédito PME CRESCIMENTO 2014 (Condições da Linha)

Linha de Crédito PME CRESCIMENTO 2014 (Condições da Linha) Linha de Crédito PME CRESCIMENTO 2014 (Condições da Linha) Linha de Crédito Bonificada com Garantia Mútua (atualizado a 30 de abril de 2014) UNIÃO EUROPEIA Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional Enquadramento

Leia mais

Preçário BANCO EFISA, SA

Preçário BANCO EFISA, SA Preçário BANCO EFISA, SA Bancos Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de entrada em vigor: 22 de Abril 2014 - Folheto de e Despesas de de 201 - Folheto de

Leia mais

Cartão de Crédito Millennium bcp GO!

Cartão de Crédito Millennium bcp GO! FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição

Leia mais

Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO DE INVESTIMENTO GLOBAL, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do Banco de Investimento Global, S.A., contém

Leia mais

Preçário. Banco Cofidis, S.A.

Preçário. Banco Cofidis, S.A. Preçário Banco Cofidis, S.A. BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor do Folheto e Despesas: 0-out-01 Data de Entrada em vigor do Folheto

Leia mais

Telefone. operador. 1,00 1,00 Grátis Grátis n/a n/a - com ordenante e beneficiário distintos. Nota (9) Pontuais ou Data Futura

Telefone. operador. 1,00 1,00 Grátis Grátis n/a n/a - com ordenante e beneficiário distintos. Nota (9) Pontuais ou Data Futura Entrada em vigor: 23jul2015 5.1. Ordens de transferência C/ operador Telefone S/ Internet e Mobile ATM Maq. Rede Interna 1. Transferências Internas / Nacionais Emitidas em euros 1.1 Para conta domiciliada

Leia mais

Preçário FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 23-10-2013 FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 01-07-2014

Preçário FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 23-10-2013 FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 01-07-2014 Preçário FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 23-10-2013 FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-07-2014 O Preçário completo da Orey Financial, Instituição Financeira

Leia mais

BANCO SANTANDER TOTTA, SA 3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) 3.1. Cartões de crédito

BANCO SANTANDER TOTTA, SA 3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) 3.1. Cartões de crédito 3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) 3.1. Cartões de crédito (Euros) (ÍNDICE) Redes onde o é aceite Platinum Gold MasterCard Gold Visa Gold Exclusive 1.º Titular [Outros Titulares] 2. Emissão

Leia mais

Preçário BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor do Folheto de e Despesas: 03-ago-2015 Data de Entrada em vigor do Folheto de Taxas

Leia mais

Preçário BANCO CAIXA GERAL TOTTA DE ANGOLA, SA. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO CAIXA GERAL TOTTA DE ANGOLA, SA. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO CAIXA GERAL TOTTA DE ANGOLA, SA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO O Preçário completo do Banco Caixa Geral Totta de Angola contém o Folheto de

Leia mais

PREÇÁRIO. ANEXO I Tabela de Comissões e Despesas

PREÇÁRIO. ANEXO I Tabela de Comissões e Despesas PREÇÁRIO ANEXO I Tabela de e Despesas DATA DE ENTRADA EM VIGOR: 13 AGOSTO 2014 Preçário pode ser consultado nos balcões e locais de atendimento ao público do Banco Sol S.A. e em www.bancosol.ao. O Precário

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL CXGOLBD_20160701 Caixa Gold CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS,

Leia mais

GTMMI, Lda. Condições Gerais de Venda

GTMMI, Lda. Condições Gerais de Venda GTMMI, Lda. Condições Gerais de Venda Estas Condições Gerais de Venda anulam automaticamente todas as anteriores. EXCEPTO QUANDO EXPRESSAMENTE ACORDADO EM CONTRÁRIO POR ESCRITO, TODAS AS VENDAS ESTÃO SUJEITAS

Leia mais

PREÇÁRIO. Entrada em Vigor: 2 de janeiro de 2015

PREÇÁRIO. Entrada em Vigor: 2 de janeiro de 2015 PREÇÁRIO Entrada em Vigor: 2 de janeiro de 2015 Caixa Geral de Depósitos, SA Sede Social: Av. João XXI, 63 1000-300 Lisboa Portugal Capital Social: 5.900.000.000 CRCL e NIP C 500960046 www.bnu.tl Sucursal

Leia mais