Desenvolvimento ASP.net

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desenvolvimento ASP.net"

Transcrição

1 Desenvolvimento ASP.net Paulo Proença Instituto Superior de Engenharia do Porto Instituto Politécnico do Porto.NET Apprentice 0

2 .Net Apprentice Conjunto de três sessões cobrindo as áreas básicas do desenvolvimento na plataforma.net (focando na internet) Desenvolvimento web com ASP.net Desenvolvimento de componentes e acesso a dados com ADO.NET XML e desenvolvimento de Web Services em.net 1

3 Laboratório.NET 2

4 Laboratório.NET Comunidade Participar, promover Eventos Participar ou organizar Convites Projectos de investigação 3

5 Desenvolvimento ASP.net Paulo Proença Instituto Superior de Engenharia do Porto Instituto Politécnico do Porto.NET Apprentice 4

6 Agenda Framework.net Common Language Runtime Assembly Garbage Collection Conceitos de C# ASP.net Características da Linguagem Operadores e estruturas Paradigma ASP.net Visual Studio.NET Web Forms, Server Controls e User Controls Gestão do estado Métodos de Autenticação 5

7 Framework.net Desenvolvimento ASP.net 6

8 Visão.net 7

9 Framework.net Conjunto de tecnologias para o desenvolvimento e utilização de componentes para a criação de: Web Forms Web Services Aplicações Windows Suporta todos as fases da produção de Software Desenvolvimento Debugging Distribuição Manutenção 8

10 Common Language Runtime -CLR Ambiente que permite a execução em tempo real de aplicações. Fornece um conjunto de serviços, ao nível das fases de desenvolvimento, de distribuição e de execução, que melhoram o desempenho da aplicação. 9

11 CLR - Serviços Fase de Desenvolvimento Diversas linguagens de programação Aumento de produtividade Fase de Instalação Processo de instalação resume-se a uma cópia de ficheiros (XCOPY) A gestão de versões de componentes é feita no processo de compilação Fase de Execução Performance Escalabilidade Disponibilidade 10

12 CLR - Arquitectura Base Class Library (.NET Framework) Support Sequencia a distribuição dos componentes Tratamento de erros Procedimentos de segurança baseados na Thread identificação Support do utilizador COM e na localização Marshaler do Fornece código classes e interfaces para Type utilização Checker de threads Converte código MSIL para código nativo Security optimizado Engine MSIL to Native Compilers (JIT) Faz a integração com a.net Framework class library. Impede conversões inadequadas e gere o acesso às variáveis Code Manager Exception Manager Debug Engine Garbage Collector (GC) Permite fazer debug da aplicação Gestão de memória Class Loader Controla a execução do código Gere a metadata e o carregamento das classes necessárias. 11

13 CLR - Características Sistema Comum de Tipos Conversão directa dos tipos de informação da Linguagem de programação para os da Framework Compilador Just-in-time (JIT) O JIT converte o código intermédio (MSIL) em código nativo optimizado Gestão de memória Garbage Collection Evita problemas de falta de memória disponível Tratamento de Excepções Permite um tratamento de erros mais elegante Gestão de Threads 12

14 Compilação e Execução EXE/DLL (MSIL and metadata) Compiler Source Code Class Libraries (MSIL and metadata) Class Loader JIT Compiler with optional verification Trusted, pre-jited code only Managed Native Code Execution Call to an uncompiled method Security Checks Runtime Engine 13

15 Assembly Contêm código e metadata para o CLR Constitui-se como unidade básica de distribuição Podem ser do tipo EXE e DLL 14

16 Aplicação.net 15

17 DEMO 01: ildasm.exe Desenvolver uma pequena aplicação em VB.NET e em C# Utilizar a aplicação ildasm para verificar o código MSIL gerado 16

18 Algoritmo Garbage Collection Espera que todas as threads terminem Verifica quais os objectos que estão referenciados. A memória ocupada pelos objectos não referenciados é libertada. Desloca os objectos válidos para a compact heap Actualiza as suas referências 17

19 Garbage Collection 18

20 Conceitos de C# Desenvolvimento ASP.net 19

21 Introdução ao C# Linguagem baseada no C/C++ com inspiração no Java preserva investimentos e conhecimentos adquiridos permite um código mais limpo possui construções sintácticas especiais para retirar partido da framework Tudo são objectos Ficheiros têm extensão.cs 20

22 Tipos de dados object string sbyte, short, int, long byte, ushort, uint, ulong char float, double, decimal bool Estes tipos são alias para os tipos definidos na framework Por exemplo, int == System.Int32 21

23 Classes e namespaces Organização do código dentro de classes Classes organizadas dentro de namespaces namespace Demo { public class MyClass {... } } 22

24 Métodos Sintaxe semelhante ao C/C++ Podem ser públicos ou privados Suporta overloading public class MyHelloWorld {... public void SayHello() {... } } private void SetTitle(String Title) {... } 23

25 Passagem de parâmetros Por valor Por referência out parâmetro de saída ref parâmetro de entrada e saída public void func1(int x) {... } public void func2(out int x) {... } public void func2(ref int x) {... } 24

26 Herança Apenas existe herança simples public class MyClassBase {... public void Func() {... } } public class MyClassDeriv : MyClassBase {... public new void Func() { base.func();... } } 25

27 Propriedades Sintaxe alternativa para acesso a membros de dados da classe mas com as vantagens dos métodos public class Button : Control { private string m_caption; public string Caption { get { return m_caption; } set { m_caption = value; Repaint(); } }... } 26

28 Operadores Atribuição = Relacionais < <= > >= ==!= Lógicos &&! Aritméticos + - * / % += -= *= /=

29 Constantes Pré-definidas null true false De utilizador const string Ver = 1.0b ; 28

30 Criação de objectos // definição da classe public class MyClass {... } // definição da variável MyClass obj; // criação do objecto obj = new MyClass(); 29

31 Construtores Seguem as regras do C/C++ Mesmo nome da classe Sem tipo de retorno Podem ter ou não argumentos public class MyClass {... public MyClass() {... } public MyClass(String Title) {... } } 30

32 Ciclos // repetição n vezes for (int x = 0; i < vec.length; i++) Console.WriteLine(vec[i]); // repetição condicional int i = 0; while (i < vec.length) { Console.WriteLine(vec[i]); i++; } // enumeração (colecções) foreach (String x in vec) Console.WriteLine(x); 31

33 Estruturas Condicionais // teste de decisão if (i < vec.length) Console.WriteLine(vec[i]); else Console.WriteLine( Erro!!! ); // teste múltiplo switch (x) { case 1:...; break; case 2:...; goto case 3; case 3:...; break; default:...; break; } 32

34 ASP.net Desenvolvimento ASP.net 33

35 O que é o ASP.net? Sucessor da tecnologia Active Server Pages Independente da linguagem utilizada Independente do browser cliente Informação inserida no cliente é directamente processada no servidor (conceito de Web Form) Criação de aplicações Web distribuídas por meio de Web Services 34

36 Aplicação ASP.net ASP.NET Web Server Clients Internet Internet Output Cache Page1. aspx Page2. aspx Web Forms Codebehind pages global. asax Web. config machine. config Web Services XML Data Database Components 35

37 Modelo de Execução ASP.net 36

38 Visual Studio.NET Um só IDE (Integrated Development Environment) para múltiplas linguagens e múltiplos tipos de projectos Múltiplas linguagens num só projecto Múltiplos projectos numa só solução Integra browser Permite efectuar debbug Gera código.net 37

39 Templates de Projectos A lista dos templates de projectos baseia-se no perfil do utilizador e na escolha do tipo de projecto 38

40 Toolbox IDE VS.net Editor/Browser Object Browser Solution Explorer Properties Server Explorer Task List 39 Dynamic Help

41 Processo de Desenvolvimento Fase de de análise e especificação Criar um um projecto Produzir a interface e escrever código Fase de de testes Visual Studio.NET Compilar Disponibilizar 40

42 Ficheiros da aplicação Web Solution files (.sln,.suo) Project files (.vbproj,.csproj) Web application files Web forms (.aspx) User Controls (.ascx) Web services (.asmx) Classes, code-behind pages (.cs,.vb) Global application classes (.asax) Web.config file Project assembly (.dll) 41

43 Estrutura de Ficheiros da Aplicação Web My Documents Inetpub Visual Studio Projects wwwroot Solution Development Files Solution.sln ProjectA ProjectA.csproj WebForm1.aspx WebForm1.aspx.cs (Code-behind page) Assembly Files Build Bin ProjectA.dll 42

44 DEMO 02: Visual Studio.NET Apresentação do IDE VS.NET Criar um Projecto de Aplicação Web em C# 43

45 O que são Web Forms? Ficheiros com extensão aspx Constituídos essencialmente por: Atributo Page Page language="c# Codebehind="WebForm1.aspx.cs Inherits= nomeaplicacao.webform1 %> Atributo Body <body MS_POSITIONING="GridLayout"> Atributo Form <form id="form1" method="post" runat="server"> 44

46 Web Forms Modelo de Objectos As Web Forms possuem um modelo de objectos interno constituído por: Objecto Server Representa o Servidor Web Objecto Page Representa a página Web Objecto Request Representa o pedido efectuado pelo browser cliente Objecto Response Represente a resposta a enviar ao cliente pelo servidor 45

47 Web Forms Atributo FORM Dentro do atributo FORM colocam-se controlos denominados Server Controls Web Server Controls Intrinsic controls (asp:textbox) Validation controls (asp:requiredfieldvalidator) Rich controls (asp:calendar) List-bound controls (asp:datagrid ) Internet Explorer Web Controls (http://www.asp.net/iewebcontrols/download.aspx) HTML Server Controls Controlos HTML básicos (DIV, IMG, HR,...) 46

48 Server Controls <asp:button id= Button1 runat= server Text= Submit /> Runat= server São executados no Servidor Web Armazenam informação de estado (viewstate) Têm funcionalidades intrínsecas Modelo de programação comum Todos têm os atributos Id e Text Geram código HTML específico para o browser cliente 47

49 HTML server controls Baseados nos elementos HTML Runat= server Existem no namespace System.Web.UI.HtmlControls <input type="text" id="txtname" runat="server" /> /> 48

50 Web server controls Existem no namespace System.Web.UI.WebControls Sintaxe ASP.net <asp:textbox id="textbox1" runat="server">text_to_display </asp:textbox> HTML gerado <input name="textbox1" type="text" value="text_to_display" Id="TextBox1"/> 49

51 Escolher o Controlo Adequado Optar por HTML Server Controls se: Preferir trabalhar com a estrutura de objectos HTML Pretender fornecer rapidamente funcionalidades ASP.NET a páginas HTML já existentes O controlo irá interagir com scripts no cliente e no servidor A largura de banda for limitada Optar por Web Server Controls se: Preferir trabalhar com um modelo de programação orientado a objectos Pretender desenvolver páginas que serão visualizadas por diversos tipos de browsers Necessitar de funcionalidades especificas tais como um calendar A largura de banda disponível não constituir um problema 50

52 DEMO 03: Server Controls Criar um Web Form Utilizar Server Controls (Label, Button e calendar) 51

53 Como programar em ASP.NET Três métodos de implementar código: Colocar o código no mesmo ficheiro que contem os Server Controls misturado com as definições dos mesmos (mixed) Colocar o código no mesmo ficheiro que contem os Server Controls, mas numa zona separada das definições dos controlos (inline code) Colocar o código num ficheiro separado (code-behind pages) Por defeito o VS.NET utiliza ficheiros separados de código (code-behind) 52

54 Programação Inline Definição dos controlos e código no mesmo ficheiro Secções separadas para o código e para o HTML <HTML> <asp:button id="btn" runat="server"/> </HTML> <SCRIPT Language="c#" runat="server"> private void void btn_click(object sender, System.EventArgs e) e) {... } </SCRIPT> 53

55 Programação Code-Behind Código e HTML em ficheiros separados Programadores e Web Designers podem trabalhar de forma independente Um só ficheiro Ficheiros separados código <tags> <tags> código Form1.aspx Form1.aspx Form1.aspx.cs 54

56 Como funcionam as página com Code-Behind? Ficheiros separados para interface e para o código A ligação dos ficheiros é feita pela Page no processo de pré-compilação (JIT-compile) Page1.aspx Page Language="c#" Inherits="Project.WebForm1" Codebehind="Page1.aspx.cs" Src = "Page1.aspx.cs" %> Page1.aspx.cs public class WebForm1 { private void cmd1_click() { } } 55

57 O que são Event Procedures? Acções em resposta à interacção do utilizador com os controlos numa página 56

58 Scripts no cliente Só utilizados com controlos HTML Interpretado pelo browser e executado no cliente Não acede a recursos do servidor <SCRIPT language="language"> Internet.HTM Pages 57

59 Scripts no servidor Utilizado em qualquer tipo de Server Control Compilado e executado no servidor Tem acesso aos recursos do servidor <SCRIPT language= cs runat="server"> Internet.ASPX Pages 58

60 Tratamento de eventos no Cliente e no Servidor 59

61 DEMO 04: Eventos Criar procedimentos que permitam responder a eventos capturados pelos controlos da web form 60

62 Como se processa o Postback? 61

63 Tratamento do evento Postback - uso de Page.IsPostBack O evento Page_Load ocorre em cada pedido á página. A propriedade IsPostBack do objecto Page permite verificar se se trata do primeiro pedido ou não. private void void Page_Load(object sender, System.EventArgs e) e) { if if (!Page.IsPostBack) { // // executes only only on on initial page page load load } //this code code executes on on every every request } 62

64 Viewstate Permite armazenar informação na Web Form num par Chave/Valor. Esta informação é passada entre pedidos num campo escondido do formulário. <input type="hidden" name=" VIEWSTATE" value="ddwtmta4mze0mjewnts7pg==" /> Mecanismo activo por defeito. Pode, no entanto, ser ajustado ao nível da Web Form e do controlo. Page EnableViewState="False" %> <asp:listbox id="listname" EnableViewState="true" runat="server"> </asp:listbox> 63

65 Viewstate Para armazenar informação no viewstate ViewState[ Chave ]=Valor; Para recuperar informação do viewstate string Texto; Texto=(string)ViewState[ Chave ]; 64

66 DEMO 05: Page_Load Definir procedimento Page_load Utilizar a propriedade Page.IsPostBack 65

67 O que é validação da informação inserida pelo utilizador? Verifica se o valor inserido num controlo está minimamente coerente com a informação pretendida Bloqueia o processamento da página até que todos os valores sejam validos. 66

68 Validação no Cliente e no Servidor ASP.NET cria processos de validação no cliente e no servidor Validação no Cliente Dependente do browser Resposta imediata Reduz número de pedidos ao servidor Validação no servidor Repete todas as validações efectuadas no cliente Permite utilizar recursos externos (p.e. bases de dados) Client Server User Enters Data Valid? Yes Valid? Yes No No Web Application Processed Error Message 67

69 Controlos de Validação O ASP.NET fornece controlos de validação para: Comparar valores Comparar com uma fórmula pré-definida Verificar se um valor pertence a um intervalo Confrontar com expressões regulares Exigir preenchimento de informação Sumariar as validações inseridas numa página 68

70 Controlos de Validação Como utilizar? Colocar o controlo na web form Seleccionar o controlo que se pretende validar 3. Configurar as propriedades de validação 33 <asp:textbox id="txtname" runat="server" /> <asp:type_of_validator id="validator_id" runat="server" ControlToValidate="txtName" ErrorMessage="Message_for_error_summary" Display="static dynamic none" Text="Text_to_display_by_input_control"> </asp:type_of_validator> 69

71 Controlos de validação Posicionamento Definir as mensagens de erro Escolher modo de exibição Static Dynamic 70

72 Controlos de validação Combinação Pode haver vários controlos de validação afectos a um mesmo objecto Somente o RequiredFieldValidator verifica se a informação está preenchida 71

73 Controlos de Validação RequiredFieldValidator InitialValue CompareValidator ValueToCompare or ControlToCompare Type Operator RangeValidator MinimumValue MaximumValue Type 72

74 Controlos de Validação RegularExpressionValidator Permite confrontar valores com expressões regulares O VS.NET já inclui algumas expressões regulares (p.e: s) <asp:regularexpressionvalidator ControlToValidate= " ValidationExpression= >*</asp:regularexpressionvalidator > Code Example 73

75 Controlos de Validação CustomValidator Permite validar no cliente, no servidor, ou em ambos ClientValidationFunction OnServerValidate <asp:requiredfieldvalidator id="txtnamevalidator" runat="server" ControlToValidate="txtOddNum" ClientValidationFunction="ClientValidateName" OnServerValidate="ServerValidateName" ErrorMessage="You must enter an odd number" display="dynamic" Text="*"> </asp:requiredfieldvalidator> 74

76 Controlos de Validação ValidationSummary Apresenta as mensagens de erro de todos os controlos de validação da página <asp:validationsummary id="valsummary" runat="server" HeaderText="These errors were found:" ShowSummary="True" DisplayMode="List"/> 75

77 Propriedade Page.IsValid Verifica o estado de todos os controlos de validação inseridos na página private void cmdsubmit_click(object s, System.EventArgs e) { if (Page.IsValid) { Message.Text = "Page is Valid!"; // Perform database updates or other logic // here } } 76

78 DEMO 06: Validações Usar controlos de validação Utilizar a propriedade Page.IsValid 77

79 O que é um User Control? Um User Control éum Web Server Control definido pelo programador Tem extensão.ascx Simplifica a reutilização de componentes de interface dentro de uma aplicação web Não contem as etiquetas <HTML>, <BODY> e <FORM> Control Language= c#" %> Control Language= c#" %> Contem o código para tratar os seus próprios eventos 78

80 Porquê utilizar User Controls? Reutilização de componentes de interface e de código Control1.ascx Aplicação A Aplicação B Page1.aspx Page3.aspx Page2.asp x 79

81 Criação de um User Control Dois métodos: Utilizando o Visual Studio.NET Converter uma página ASP.NET para user control A interacção é feita alterando as propriedades public int pnum { get { return Convert.ToInt32(txtNum.Text); } set { txtnum.text = Convert.ToString(value); } } As páginas utilizadoras do controlo deverão estar em flow layout 80

82 DEMO 07: User Control Criação de User Controls Utilização de User Controls 81

83 Gestão do estado Sem gestão de estado Com gestão de estado Login.aspx Login.aspx Please enter your logon information: First Name John Last Name Chen Submit Submit Greetings.aspx Web Server Please enter your logon information: First Name John Last Name Chen Submit Submit Greetings.aspx Web Server Hello Hello John Chen I forget who you are!! 82

84 Tipos de Gestão de Estado Objecto Session No Servidor Objecto Application Informação fica disponível para todos os utilizadores da aplicação Só o utilizador da sessão terá acesso á informação Cookies No Cliente Ficheiro de texto com informação do estado Propriedade ViewState Permite guardar valores entre pedidos á página Base de Dados Poderá ser utilizada uma BD para manter informação do estado Query strings Informação inserida no final da URL 83

85 Gestão de Estado no Servidor O objecto Application permite armazenar informação de toda a aplicação web O uso de Session está condicionado á sessão do browser cliente A sessão ASP.NET é identificada pela propriedade SessionID do objecto session Cliente Servidor Web Variáveis de Sessão e de Aplicação SessionID 84

86 Gestão de Estado no Cliente Utilização de cookies (persistentes / temporárias) Menos fiável que a gestão no servidor O utilizador pode apagar as cookies Limite ao tamanho da informação Restrições no cliente ao tamanho de ficheiros Cliente Servidor Cookies 85

87 Global.asax Só um ficheiro Global.asax por aplicação Web Colocado na raiz da directoria virtual Utilizado para tratar os eventos dos objectos Application e Session 86

88 Global.asax Eventos tratados Application_Start Executado imediatamente antes da aplicação ser criada. Session_Start Executado imediatamente antes da sessão ser criada Application_BeginRequest Executado por cada pedido ao servidor Application_EndRequest Executado no final de cada pedido ao servidor Application_AuthenticateRequest Executado antes da autenticação de um utilizador Application_Error Executado por cada erro não previsto na aplicação Session_End Executado imediatamente antes do final da instância da sessão Application_End Executado imediatamente antes do final da instância da aplicação 87

89 Variáveis de Sessão e de Aplicação Inicializadas no Global.asax protected protected void void Application_Start(Object sender,eventargs sender,eventargs e) e) { Application["NumberofVisitors"] = 0; 0; } Operações de manuseamento normais Session["BackColor"] = "blue"; "blue"; Application.Lock(); Application["NumberOfVisitors"] = (int)application["numberofvisitors"] + 1; 1; Application.UnLock(); strbgcolor strbgcolor = (string)session["backcolor"]; lblnbvisitor.text = Application["NumberOfVisitors"].ToString(); 88

90 Persistência das variáveis de Sessão e de Aplicação O objecto Sessão persiste em memória um tempo definido após o último acesso Por defeito 20 min Esse tempo pode ser alterado no Web.config <configuration> <system.web> <sessionstate timeout="10" /> /> </system.web> </configuration> As variáveis de Aplicação persistem até à ocorrência do evento Application_End 89

91 Cookies Criação da cookie HttpCookie HttpCookie objcookie objcookie = new new HttpCookie("myCookie"); DateTime DateTime now now = DateTime.Now; DateTime.Now; objcookie.values.add("time", now.tostring()); now.tostring()); objcookie.values.add("forecolor", "White"); "White"); objcookie.values.add("backcolor", "Blue"); "Blue"); objcookie.expires = now.addhours(1); now.addhours(1); Response.Cookies.Add(objCookie); 90

92 Cookies Obter informação da cookie HttpCookie HttpCookie objcookie objcookie = Request.Cookies[ mycookie ]; lbltime.text lbltime.text = objcookie.values["time"]; lbltime.forecolor = System.Drawing.Color.FromName (objcookie.values["forecolor"]); lbltime.backcolor = System.Drawing.Color.FromName (objcookie.values["backcolor"]); 91

93 Cookieless Sessions No Web.config <sessionstate cookieless="true" /> /> Cada sessão é caracterizada por um identificador de sessão que transita entre o cliente e o servidor incluído no URL Impossibilita a utilização de URLs absolutas Maioria dos browsers limita o tamanho da URL a cerca de 255 caracteres 92

94 DEMO 08: Gestão de estado Global.asax Variáveis de Sessão e de Aplicação Utilização de Cookies 93

95 Métodos de Autenticação do ASP.NET Windows Assenta no SO e no IIS Utilizador faz um pedido seguro que é transferido ao IIS Após as credencias serem verificadas, o pedido é satisfeito Forms É feito um acesso não autenticado a um Form HTML onde serão fornecidas as credenciais Após verificação é atribuída uma cookie de autenticação Microsoft Passport Serviço de autenticação centralizado XML Web Service 94

96 Métodos de Autenticação 95

97 Comparação entre os Métodos de Autenticação Método Windows Forms Microsoft Passport Vantagens Utiliza infra-estrutura Windows Controla acesso a informação sensível Adequado à maioria das aplicações web Suporta todos os tipos de clientes Uma só assinatura para diversos sites web Não necessita de armazenar informação do utilizador Desvantagens Não se adequa à maioria das aplicações web Baseia-se em cookies Baseia-se em cookies Serviço pago 96

98 Como activar a autenticação baseada no Windows 11 Configurar IIS para utilizar pelo menos um dos seguintes mecanismos de autenticação Basic Digest Integrated Windows security 22 Alterar no Web.config <system.web> <authentication mode="windows" /> /> </system.web> 97

99 Como activar a autenticação baseada no Windows 33 Configurar Authorization no Web.config <location path="shoppingcart.aspx"> <system.web> <authorization> <deny users="?"/> </authorization> </system.web> </location> 44 No acesso à Web Form, o IIS pede ao cliente que se autentique 98

100 Autenticação baseada em Forms IIS ASP.NET Forms Authentication Client requests page Access Denied 66 Not Authenticated Not Authenticated Username Someone Password *********** Submit Submit 44 Logon Page (Users enter their credentials) Authenticated Authenticated Authorized 33 Authentication Cookie 55 Authorized 77 Requested Secure Page 99

101 Como activar a autenticação baseada em Forms 11 Configurar o IIS para usar Anonymous authentication 22 Alterar no Web.config Configurar authorization 33 <authentication mode="forms" > <forms name=".namesuffix" loginurl="login.aspx" /> /> </authentication> 44 Construir um Form de autenticação 100

102 Criação da Página de Autenticação Referencia System.Web.Security Esta página verifica as credenciais do utilizador private private void void cmdlogin_click(object sender, sender, EventArgs EventArgs e) e) { if if (login(txt .text, txtpassword.text)) FormsAuthentication.RedirectFromLoginPage(txt .Text, false); false); } Obter as credenciais a partir de uma cookie User.Identity.Name devolve o nome guardado por FormsAuthentication.RedirectFromLoginPage 101

103 Autenticação com Microsoft Password O cliente faz um pedido ao servidor O site redirecciona o cliente para Passport.com O cliente é redireccionado e autentica-se em Passport.com Passport devolve um cookie com um ticket de autenticação O cliente acede de novo ao servidor mas agora com o Cliente ticket de autenticação O servidor devolve a página pretendida Servidor Passport.com 102

104 Perguntas & Respostas 103

105 Mais Informação... MSDN Library framework center C# ASP.net Laboratório.net do ISEP/IPP 104

106 Tutoriais

107 Desenvolvimento ASP.net Paulo Proença Instituto Superior de Engenharia do Porto Instituto Politécnico do Porto.NET Apprentice 106

Introdução ao Desenvolvimento.NET Paulo Sousa

Introdução ao Desenvolvimento.NET Paulo Sousa Introdução ao Desenvolvimento.NET Paulo Sousa Instituto Superior de Engenharia do Porto Instituto Politécnico do Porto Índice Plataforma.net C# Desenvolvimento Plataforma.net Introdução ao desenvolvimento.net

Leia mais

Introdução ao Desenvolvimento ASP.NET Paulo Sousa

Introdução ao Desenvolvimento ASP.NET Paulo Sousa Introdução ao Desenvolvimento ASP.NET Paulo Sousa Instituto Superior de Engenharia do Porto Instituto Politécnico do Porto Índice Plataforma.net C# ASP.net Visual Studio.net Web forms ASP.net Validação

Leia mais

ASP.NET 2.0. Jorge Ricardo Calejo Microsoft Student Partner http://weblogs.pontonetpt.com/calejo ricardo.calejo@gmail.com

ASP.NET 2.0. Jorge Ricardo Calejo Microsoft Student Partner http://weblogs.pontonetpt.com/calejo ricardo.calejo@gmail.com ASP.NET 2.0 Jorge Ricardo Calejo Microsoft Student Partner http://weblogs.pontonetpt.com/calejo ricardo.calejo@gmail.com Vamos abordar: O que é o ASP.net -Web Forms -Web e HTML Server Controls - Programação

Leia mais

Introdução ao ASP.NET

Introdução ao ASP.NET Introdução ao ASP.NET Miguel Isidoro Agenda ASP ASP.NET Server Controls Separação de Código e Apresentação Acesso a Dados Web Services Aplicações Web ASP.NET 1 ASP Razões do Sucesso Modelo de programação

Leia mais

PADI 2015/16. Aula 1 Introdução à Plataforma.NET

PADI 2015/16. Aula 1 Introdução à Plataforma.NET PADI 2015/16 Aula 1 Introdução à Plataforma.NET 1 Sumário 1. Framework.NET Arquitectura 2. Linguagem C# 2.0 Sintaxe C# vs. Java vs. C++ 3. IDE: MS Visual Studio 2005 ou superior Ferramentas Console/Win

Leia mais

Desenvolvimento ASP.net

Desenvolvimento ASP.net Desenvolvimento ASP.net Desenvolvimento ASP.net Framework.net Common Language Runtime Assembly Garbage Collection Conceitos de C# Características da Linguagem Operadores e estruturas 1 Framework.net Visão.net

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA INTERNET LABORATÓRIO 1 PROF. EMILIO PARMEGIANI

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA INTERNET LABORATÓRIO 1 PROF. EMILIO PARMEGIANI DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA INTERNET LABORATÓRIO 1 PROF. EMILIO PARMEGIANI Exercício 1 Neste exercício trabalharemos com alguns web controls básicos e praticaremos os tipos de dados do C#. Vamos criar

Leia mais

ASP.NET. Guia do Desenvolvedor. Felipe Cembranelli. Novatec Editora. www.novateceditora.com.br

ASP.NET. Guia do Desenvolvedor. Felipe Cembranelli. Novatec Editora. www.novateceditora.com.br ASP.NET Guia do Desenvolvedor Felipe Cembranelli Novatec Editora www.novateceditora.com.br 1 Introdução à plataforma.net A plataforma Microsoft.NET.NET é uma nova plataforma de software para desenvolvimento

Leia mais

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo Programando em C# Orientado a Objetos By: Maromo Agenda Módulo 1 Plataforma.Net. Linguagem de Programação C#. Tipos primitivos, comandos de controle. Exercícios de Fixação. Introdução O modelo de programação

Leia mais

Framework.NET, Microsoft Visual C# 2010 Express e Elementos da Linguagem C#

Framework.NET, Microsoft Visual C# 2010 Express e Elementos da Linguagem C# Linguagem de Programação 3 Framework.NET, Microsoft Visual C# 2010 Express e Elementos da Linguagem C# Prof. Mauro Lopes 1-31 35 Objetivos Nesta aula iremos apresentar a tecnologia.net, o ambiente de desenvolvimento

Leia mais

Validando dados de páginas WEB

Validando dados de páginas WEB Validando dados de páginas WEB Para que validar os dados? Validar os dados informados pelo usuário garante que sua aplicação funcione corretamente e as informações contidas nela tenha algum sentido. Outro

Leia mais

Programação em ASP S. P net

Programação em ASP S. P net Programação em ASP.net PostBacks, Round Trips A web é inerentemente desconectada O browser e o servidor estão conectados apenas durante o tempo necessário para processar o pedido Quando se faz um pedido

Leia mais

1- ASP.NET - HTML Server Controls

1- ASP.NET - HTML Server Controls 1- ASP.NET - HTML Server Controls Os controles de servidor - Server Controls - HTML são tags HTML padrão, com exceção de possuirem o atributo : runat="server". Vejamos um código que ilustra isto: O atributo

Leia mais

Programação em ASP.net

Programação em ASP.net Programação em ASP.net Programação em ASP.net PostBacks, Round Trips Quando se faz um pedido de uma página.aspx o código da página é executado no servidor A cada pedido a página chama-se a si mesma de

Leia mais

Forms Authentication em ASP.NET

Forms Authentication em ASP.NET Forms Authentication em ASP.NET Em muitos sites web é necessário restringir selectivamente o acesso a determinadas áreas, ou páginas, enquanto para outras páginas pode permitir-se acesso livre. ASP.NET

Leia mais

Dando um passeio no ASP.NET

Dando um passeio no ASP.NET Dando um passeio no ASP.NET Por Mauro Sant Anna (mas_mauro@hotmail.com). Mauro é um MSDN Regional Director, consultor e instrutor. O principal objetivo da arquitetura.net é permitir ao usuário o fácil

Leia mais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais Ambientes Visuais Inicialmente, apenas especialistas utilizavam os computadores, sendo que os primeiros desenvolvidos ocupavam grandes áreas e tinham um poder de processamento reduzido. Porém, a contínua

Leia mais

Please enter your logon information: First Name John Last Name Chen. Please enter your logon information: First Name John Last Name Chen.

Please enter your logon information: First Name John Last Name Chen. Please enter your logon information: First Name John Last Name Chen. Gestão de Estado Gestão do estado Sem gestão de estado Com gestão de estado Login.aspx Login.aspx Please enter your logon information: First Name John Last Name Chen Submit Greetings.aspx Web Server Please

Leia mais

A interface do Microsoft Visual Studio 2005

A interface do Microsoft Visual Studio 2005 Tarefa Orientada 1 A interface do Microsoft Visual Studio 2005 Objectivos: Introdução à framework.net Iniciar o Visual Studio 2005. Criar um novo projecto de Windows Forms em Visual Basic Introdução à

Leia mais

Seminário - C# DSO II. Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos 2. Equipe: Diorges, Leonardo, Luís Fernando, Ronaldo

Seminário - C# DSO II. Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos 2. Equipe: Diorges, Leonardo, Luís Fernando, Ronaldo Seminário - C# DSO II Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos 2 Equipe: Diorges, Leonardo, Luís Fernando, Ronaldo Roteiro Breve Histórico Plataforma.NET Características da Linguagem Sintaxe Versões

Leia mais

Construindo Aplicações com ASP.NET MVC 2.0 Aula 01 Luiz Alberto Ferreira Gomes. Ciência da Computação da PUC Minas

Construindo Aplicações com ASP.NET MVC 2.0 Aula 01 Luiz Alberto Ferreira Gomes. Ciência da Computação da PUC Minas Construindo Aplicações com ASP.NET MVC 2.0 Aula 01 Luiz Alberto Ferreira Gomes Ciência da Computação da PUC Minas Microsoft Web Plataform 2 Código Dados IIS Express Hospedagem www.microsoft.com/web/downloads/platform.aspx

Leia mais

19/05/2009. Módulo 1

19/05/2009. Módulo 1 ASP.NET Módulo 1 Objetivo Mostrar os conceitos fundamentais da plataforma Microsoft.Net e suas ferramentas; Apresentar os conceitos fundamentais de aplicações web e seus elementos; Demonstrar de forma

Leia mais

Fundament n os s da platafo f rm r a. NE N T André Menegassi

Fundament n os s da platafo f rm r a. NE N T André Menegassi Fundamentos da plataforma.net André Menegassi O que é o.net Framework?.NET é uma plataforma de software para desenvolvimento de aplicações que conecta informações, sistemas, pessoas e dispositivos através

Leia mais

Walkthrough: Creating a Web Site with Membership and User Login. http://msdn2.microsoft.com/en-us/library/879kf95c(vs.80).aspx

Walkthrough: Creating a Web Site with Membership and User Login. http://msdn2.microsoft.com/en-us/library/879kf95c(vs.80).aspx Membership e Login Walkthrough: Creating a Web Site with Membership and User Login http://msdn2.microsoft.com/en-us/library/879kf95c(vs.80).aspx Membership e Login Web Site Administration Tool 1 Membership

Leia mais

Capítulo 4. Programação em ASP

Capítulo 4. Programação em ASP Índice: CAPÍTULO 4. PROGRAMAÇÃO EM ASP...2 4.1 REGISTRAR...2 4.1.1 Códigos para configuração do objeto...2 4.1.2 Formulário para transferir dados da impressão digital...3 4.1.3 Código Javascript para registro

Leia mais

Criação de uma aplicação Web ASP.NET MVC usando Code First

Criação de uma aplicação Web ASP.NET MVC usando Code First Criação de uma aplicação Web ASP.NET MVC usando Code First Visual Studio > File > New Project > (Visual C#, Web) ASP.NET MVC 4 Web Application Name: MvcApplication11 Project Template: View Engine: Internet

Leia mais

Criando um carrinho de compras

Criando um carrinho de compras Criando um carrinho de compras Um carrinho de compras feito em ASP.NET para você adaptar ao seu negócio e incluir no seu site. Além de aprender conceitos importantes relacionados a tecnologia ASP.NET vai

Leia mais

Como acompanhar a evolução dos aplicativos? Console >> Desktop >> Web >> Mobile >> Cloud. Como aproveitar o melhor de cada programador?

Como acompanhar a evolução dos aplicativos? Console >> Desktop >> Web >> Mobile >> Cloud. Como aproveitar o melhor de cada programador? Como acompanhar a evolução dos aplicativos? Console >> Desktop >> Web >> Mobile >> Cloud Como aproveitar o melhor de cada programador? Clientes querem tudo pra ontem. Como atender essa necessidade? Microsoft.NET

Leia mais

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA COMBA DÃO CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO E PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS INFORMÁTICOS 2012-2015 PROGRAMAÇÃO E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MÓDULO 2 Mecanismos de Controlo de

Leia mais

Programação para Internet Avançada. 4. Web Services. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt

Programação para Internet Avançada. 4. Web Services. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Programação para Internet Avançada 4. Web Services Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt São módulos de aplicações de negócios que expõem as regras do negócio como serviços na Internet através

Leia mais

LAB12: Componentes ASP.NET

LAB12: Componentes ASP.NET LAB12: Componentes ASP.NET Neste laboratório vamos criar uma aplicação ASP.NET que utiliza o componente DropDownList, diversas opções de associação de conteúdo ao componente visual, bem como o uso dos

Leia mais

Ambiente de Programação Visual. Framework.NET. Prof. Mauro Lopes. Ambiente de Programação Visual Prof. Mauro Lopes

Ambiente de Programação Visual. Framework.NET. Prof. Mauro Lopes. Ambiente de Programação Visual Prof. Mauro Lopes Ambiente de Programação Visual Framework.NET Prof. Mauro Lopes 1-31 13 Objetivos Nesta aula iremos apresentar a tecnologia.net. Ao final desta aula, o aluno terá compreendido a Arquitetura de uma aplicação.net.

Leia mais

Curso ASP.NET por e-learning

Curso ASP.NET por e-learning Curso ASP.NET por e-learning Relatório de projecto 990329 Paulo Silva Junho de 2004 Autor do projecto Paulo Alexandre Nogueira da Silva Orientador do projecto Dr. Carlos Miguel Miranda Vaz de Carvalho

Leia mais

3. Desenvolvimento de Aplicações Web com ASP.net

3. Desenvolvimento de Aplicações Web com ASP.net Programação para Internet Avançada 3. Desenvolvimento de Aplicações Web com ASP.net Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt ASP.net? Tecnologia de servidor que pode ser implementada através

Leia mais

ASP.NET 2.0 e PHP. Autor: Glauber de Almeida e Juarez Fernandes

ASP.NET 2.0 e PHP. Autor: Glauber de Almeida e Juarez Fernandes ASP.NET 2.0 e PHP Autor: Glauber de Almeida e Juarez Fernandes Linguagens pesquisadas ASP.NET 2.0 e PHP. 1 - ASP.NET 2.0 ASP.NET não é nem uma linguagem de programação como VBScript, php, nem um servidor

Leia mais

NOTA: Neste tutorial foi utilizado o Visual Studio 2010 para criar o Projeto Web no qual iremos aplicar os temas e os skins.

NOTA: Neste tutorial foi utilizado o Visual Studio 2010 para criar o Projeto Web no qual iremos aplicar os temas e os skins. TUTORIAL 01 USANDO THEMES E SKINS EM UMA APLICAÇÃO ASP.NET ETAPA 1: Criando um novo Web Site usando o Visual Studio 2010 NOTA: Neste tutorial foi utilizado o Visual Studio 2010 para criar o Projeto Web

Leia mais

Treinar - Cursos e Treinamentos C# Módulo I. Carga horária: 32 Horas

Treinar - Cursos e Treinamentos C# Módulo I. Carga horária: 32 Horas Treinar - Cursos e Treinamentos C# Módulo I Carga horária: 32 Horas Pré-requisito: Para que os alunos possam aproveitar este treinamento ao máximo, é importante que eles tenham participado dos treinamentos

Leia mais

Validação de formulário : CEP, Email e CPF

Validação de formulário : CEP, Email e CPF Validação de formulário : CEP, Email e CPF Publicado em: 14/09/2003 A ASP.NET veio para facilitar ainda mais o desenvolvimento para WEB, trazendo consigo todo um conjunto inovações que visam facilitar

Leia mais

Programação para Dispositivos Móveis Aula 1. Prof. William Yamamoto

Programação para Dispositivos Móveis Aula 1. Prof. William Yamamoto Programação para Dispositivos Móveis Aula 1 Prof. William Yamamoto Visual Studio É uma ferramenta de desenvolvimento completa que atende praticamente a todas as plataformas de desenvolvimento, como: Web

Leia mais

ASP.NET. Michael Schuenck dos Santos

ASP.NET. Michael Schuenck dos Santos ASP.NET Michael Schuenck dos Santos Curso de Sistemas de Informação Centro Universitário Luterano de Palmas (CEULP/ULBRA) Caixa Postal 15.064 91.501-970 Palmas TO Brasil michael@ulbra-to.br 1. Introdução

Leia mais

Linguagem de Programação II

Linguagem de Programação II Linguagem de Programação II Conteúdo Unidade 1: Introdução A PLATAFORMA.NET... 5 Introdução... 5 Dificuldades encontradas no desenvolvimento de sistemas para Windows antes do.net... 7 A abordagem.net...

Leia mais

Connection String usada por uma Class Library

Connection String usada por uma Class Library Connection String usada por uma Class Library Vamos considerar uma Class Library com o modelo de dados e com acesso à base de dados através do Entity Framework. Aonde deve ser colocada a connection string

Leia mais

Web Browser como o processo cliente. Servidor web com páginas estáticas Vs. Aplicações dinâmicas para a Web:

Web Browser como o processo cliente. Servidor web com páginas estáticas Vs. Aplicações dinâmicas para a Web: Web Browser como o processo cliente Servidor web com páginas estáticas Vs Aplicações dinâmicas para a Web: 1 Cliente Web browser HTTP porto 80 Servidor web... JDBC RMI XML... Base de Dados Aplicação em

Leia mais

PHP. Hypertext Pre-Processor

PHP. Hypertext Pre-Processor PHP Hypertext Pre-Processor O que é o PHP? Uma linguagem de scripting é uma linguagem cujo código não tem de ser compilado para ser executado! O código escrito é interpretado em tempo de execução para

Leia mais

Informática para Gestão de Negócios Linguagem de Programação III. Prof. Me. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br. Agenda

Informática para Gestão de Negócios Linguagem de Programação III. Prof. Me. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br. Agenda Informática para Gestão de Negócios Linguagem de Programação III Prof. Me. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br Professor Apresentação Agenda Ementa, Objetivo, Conteúdo Programático, Bibliografia,

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Login. Criar um novo website File > New > WebSite Framework 4.5 Visual C# ASP.NET Empty Web Site Nome do projeto: WebLogin

Login. Criar um novo website File > New > WebSite Framework 4.5 Visual C# ASP.NET Empty Web Site Nome do projeto: WebLogin Login Criar um novo website File > New > WebSite Framework 4.5 Visual C# ASP.NET Empty Web Site Nome do projeto: WebLogin Estrutura do projeto Criar pastas e deixar a estrutura do projeto conforme a figura.

Leia mais

Ambiente de Programação Visual. Framework.NET. Prof. Mauro Lopes. Ambiente de Programação Visual Prof. Mauro Lopes

Ambiente de Programação Visual. Framework.NET. Prof. Mauro Lopes. Ambiente de Programação Visual Prof. Mauro Lopes Ambiente de Programação Visual Framework.NET Prof. Mauro Lopes 1-31 16 Objetivos Nesta aula iremos apresentar a tecnologia.net. Ao final desta aula, o aluno terá compreendido a Arquitetura de uma aplicação.net.

Leia mais

Guia do Programador Joel Saade

Guia do Programador Joel Saade C# Guia do Programador Joel Saade Novatec Copyright 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial,

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

Laboratório 4 Validação do Formulário

Laboratório 4 Validação do Formulário Laboratório 4 Validação do Formulário Introdução Agora que já definimos os nossos documentos usando xhtml e já os embelezámos através da utilização das CSS, está na hora de validar a informação que o utilizador

Leia mais

Como Programar com. ASP.NET e C# Alfredo Lotar. Novatec

Como Programar com. ASP.NET e C# Alfredo Lotar. Novatec Como Programar com ASP.NET e C# Alfredo Lotar Novatec capítulo 1 Introdução ao C# e.net Framework.NET Framework é um componente integrado ao Windows que suporta a execução e o desenvolvimento de uma nova

Leia mais

FCA - EDITORA DE INFORMÁTICA I

FCA - EDITORA DE INFORMÁTICA I 1 O PHP e a World Wide Web... XXXIII 1.1 Introdução... XXXIII 1.2 Breve apresentação do PHP... 1 1.3 Acesso a documentos na web... 1 1.4 HTML estático versus HTML dinâmico... 2 1.5 PHP, o que é?... 4 1.6

Leia mais

Hugo Pedro Proença, 2007

Hugo Pedro Proença, 2007 Stored Procedures À medida que a complexidade dos sistemas aumenta, torna-se cada vez mais difícil a tarefa de integrar o SQL com as aplicações cliente. Além disto, é necessário que todas as aplicações

Leia mais

2.3. PHP Tipos de dados e operadores

2.3. PHP Tipos de dados e operadores Programação para Internet II 2.3. PHP Tipos de dados e operadores Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Tipos de dados Embora não seja necessário declarar os tipos de dados das variáveis,

Leia mais

JSP - JavaServer Pages

JSP - JavaServer Pages JSP - JavaServer Pages 1 Sumário O que é o JSP? Comparação com ASP, Servlets, e Javascript Disponibilidade Um exemplo simples Mais sobre Sintaxe Um pouco de JavaBeans Um exemplo mais complexo 2 O que são

Leia mais

Alfamídia Programação: Desenvolvendo com C#

Alfamídia Programação: Desenvolvendo com C# Alfamídia Programação: Desenvolvendo com C# Todos os direitos reservados para Alfamídia Prow AVISO DE RESPONSABILIDADE As informações contidas neste material de treinamento são distribuídas NO ESTADO EM

Leia mais

Criação de um Web Services em.net

Criação de um Web Services em.net Web Service em.net 1 Criação de um Web Services em.net 1. Criar um novo projecto do tipo ASP.NET Web Service, de acordo com a figura seguinte. O.Net cria um directório virtual com os ficheiros indicados

Leia mais

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Apresentação da ferramenta Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com 1 Introdução Visual

Leia mais

IHttpAsyncHandler. Para além destas duas interfaces, existe ainda uma outra,

IHttpAsyncHandler. Para além destas duas interfaces, existe ainda uma outra, HANDLERS E MÓDULOS As handlers e os módulos são dois dos pontos de personalização e/ou extensão mais usados nas aplicações ASP.NET. O objetivo deste capítulo é apresentar algumas das principais particularidades

Leia mais

Arquivos de Textos no C - Básico

Arquivos de Textos no C - Básico OpenStax-CNX module: m47676 1 Arquivos de Textos no C - Básico Joao Carlos Ferreira dos Santos This work is produced by OpenStax-CNX and licensed under the Creative Commons Attribution License 3.0 TRABALHANDO

Leia mais

GRUPO: Igor de Oliveira Nunes Mateus Tassinari Ferreira Renan Sarcinelli

GRUPO: Igor de Oliveira Nunes Mateus Tassinari Ferreira Renan Sarcinelli GRUPO: Igor de Oliveira Nunes Mateus Tassinari Ferreira Renan Sarcinelli Surgimento do C# No final de 1990 a Microsoft tinha diversas tecnologias e linguagens de programação. Toda vez que um programador

Leia mais

Profº. Enrique Pimentel Leite de Oliveira enrique.leite@aes.edu.br

Profº. Enrique Pimentel Leite de Oliveira enrique.leite@aes.edu.br Profº. Enrique Pimentel Leite de Oliveira enrique.leite@aes.edu.br Uma aplicação Web pode ser considerada qualquer aplicação que esteja sendo executada no servidor Web Além das variáveis locais e globais

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE AULA 1

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE AULA 1 DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE AULA 1 CAMPUS SANTO ANDRÉ CELSO CANDIDO SEMESTRE 2014 1 Características da Plataforma.NET A plataforma.net Framework 4.0 (.NET 4.0) é uma plataforma de softwares que fornece

Leia mais

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5 JavaScript Diego R. Frank, Leonardo Seibt FIT Faculdades de Informática de Taquara Fundação Educacional Encosta Inferior do Nordeste Av. Oscar Martins Rangel, 4500 Taquara RS Brasil difrank@terra.com.br,

Leia mais

1 O PHP E A WORLD WIDE WEB

1 O PHP E A WORLD WIDE WEB 1 O PHP E A WORLD WIDE WEB... 1 1.1 Introdução... 1 1.2 Breve apresentação do PHP... 2 1.3 Acesso a documentos na Web... 2 1.4 HTML estático versus HTML dinâmico... 3 1.5 PHP o que é?... 5 1.6 O PHP e

Leia mais

FCA - EDITORA DE INFORMÁTICA I

FCA - EDITORA DE INFORMÁTICA I 1 O PHP e a World Wide Web... 1 1.1 Introdução... 1 1.2 Breve apresentação do PHP... 2 1.3 Acesso a documentos na web... 3 1.4 HTML estático versus HTML dinâmico... 4 1.5 PHP, o que é?... 6 1.6 O PHP e

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 1: Introdução MEEC@IST Java 1/27 História versões (1) [1995] Versão 1.0, denominada Java Development Kit (JDK) 212 classes em 8 pacotes Lento, muitos bugs, mas com Applets

Leia mais

Framework.NET (2/2) Sumário. A Linguagem C# Introdução. A Linguagem C# Exemplos (1/2) Plataforma.NET Características Gerais. Framework.

Framework.NET (2/2) Sumário. A Linguagem C# Introdução. A Linguagem C# Exemplos (1/2) Plataforma.NET Características Gerais. Framework. Framework.NET (2/2) Introdução ao Visual Studio.NET Criação de Aplicações Móveis em C# Aula 1 ASP.NET Construído sobre as bibliotecas de classes da framework.net; Fornece um modelo de aplicações web através

Leia mais

Principais características

Principais características .Net Framework O que é.net? Proprietário da Microsoft Versão simplificada para Linux Versão compacta para dispositivos móveis Plataforma de desenvolvimento e execução Interface com usuário, conectividade

Leia mais

Java II. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com

Java II. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Java II Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Por quê JSP? Com Servlets é fácil Ler dados de um formulário Recuperar dados de uma requisição Gerar informação de resposta Fazer gerenciamento

Leia mais

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos MÓDULO VII Acesso a Bases de Dados via Web Duração: 50 tempos Conteúdos (1) Conceitos

Leia mais

IDictionary

IDictionary<String, Object> 3 1OWIN E KATANA Durante anos, a plataforma ASP.NET dependeu sempre do IIS (Internet Information Server) para efetuar o hosting de aplicações Web. Com o lançamento de novas plataformas de alto nível como,

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Locais na Plataforma Microsoft

Desenvolvimento de Aplicações Locais na Plataforma Microsoft Desenvolvimento de Aplicações Locais na Plataforma Microsoft Profª. Angelina V.S. Melaré angelinamelare@gmail.com Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1ºsem/2008 Objetivo da Aula Saber diferenciar

Leia mais

Programação em C++: Introdução

Programação em C++: Introdução Programação em C++: Introdução J. Barbosa J. Tavares Visualização Científica Conceitos básicos de programação Algoritmo Conjunto finito de regras sobre as quais se pode dar execução a um dado processo

Leia mais

Aula 06 Usando controles em ASP.NET

Aula 06 Usando controles em ASP.NET Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: Linguagem de Programação Plataforma.NET 2 Aula 06 Usando controles em ASP.NET Nas propriedades do FORM temos a opções EnableViewState. Esta

Leia mais

3 Classes e instanciação de objectos (em Java)

3 Classes e instanciação de objectos (em Java) 3 Classes e instanciação de objectos (em Java) Suponhamos que queremos criar uma classe que especifique a estrutura e o comportamento de objectos do tipo Contador. As instâncias da classe Contador devem

Leia mais

Criação de um Web Services em.net

Criação de um Web Services em.net Web Service em.net 1 Criação de um Web Services em.net 1. Criar um novo Web Site com template ASP.NET Web Service, de acordo com a figura seguinte. O Visual studio cria um directório com os ficheiros indicados

Leia mais

Cláudio Oliveira Benedito Petroni Ângela Lühmann. Desenvolvimento de Aplicativos para Windows Phone

Cláudio Oliveira Benedito Petroni Ângela Lühmann. Desenvolvimento de Aplicativos para Windows Phone Cláudio Oliveira Benedito Petroni Ângela Lühmann Desenvolvimento de Aplicativos para Windows Phone Aos meus pais, Maria Creyde e Manoel, que sempre acreditaram no poder da educação e dos livros. À minha

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 2: Classes e objectos LEEC@IST Java 1/24 Classes (1) Sintaxe Qualif* class Ident [ extends IdentC] [ implements IdentI [,IdentI]* ] { [ Atributos Métodos ]* Qualif:

Leia mais

PHP é um acrónimo para Hypertext Preprocessor.

PHP é um acrónimo para Hypertext Preprocessor. PHP 101 O que é o PHP? PHP é um acrónimo para Hypertext Preprocessor. É uma linguagem de scripting open-source que funciona do lado do servidor e é usada para gerar páginas web dinâmicas. Os scripts de

Leia mais

Construindo Aplicações com ASP.NET MVC 2.0 Aula 03 Luiz Alberto Ferreira Gomes. Ciência da Computação da PUC Minas

Construindo Aplicações com ASP.NET MVC 2.0 Aula 03 Luiz Alberto Ferreira Gomes. Ciência da Computação da PUC Minas Construindo Aplicações com ASP.NET MVC 2.0 Aula 03 Luiz Alberto Ferreira Gomes Ciência da Computação da PUC Minas 2 Camada responsável por armazenar em um repositório de dados e reconstituir objetos de

Leia mais

Tarefa Orientada 2 Aplic. Manutenção de Produtos - DataGridView

Tarefa Orientada 2 Aplic. Manutenção de Produtos - DataGridView Tarefa Orientada 2 Aplic. Manutenção de Produtos - DataGridView Objectivos: Criação de fonte de dados (Data Source) a partir de base de dados. Utilização de um controlo DataGridView para visualizar dados.

Leia mais

Aula 01: Linguagens de Programação e Introdução ao Visual C# Express

Aula 01: Linguagens de Programação e Introdução ao Visual C# Express Aula 01: Linguagens de Programação e Introdução ao Visual C# Express EMENTA: Introdução ao Visual C#. Fundamentos da Linguagem. Estruturas de decisão e repetição. Modularização de Programas: Funções. Arrays

Leia mais

Introdução ao C# . Visão geral do.net Framework

Introdução ao C# . Visão geral do.net Framework Introdução ao C# Microsoft.NET (comumente conhecido por.net Framework - em inglês: dotnet) é uma iniciativa da empresa Microsoft, que visa uma plataforma única para desenvolvimento e execução de sistemas

Leia mais

Introdução ao IDE Netbeans (Programação Java)

Introdução ao IDE Netbeans (Programação Java) Universidade Federal do ABC (UFABC) Disciplina: Processamento da Informação (BC-0505) Assunto: Java e Netbeans Introdução ao IDE Netbeans (Programação Java) Conteúdo 1. Introdução... 1 1.1. Programas necessários...

Leia mais

É uma das linguagens de programação que fazem parte da Plataforma.NET (em inglês: dotnet) criada pela Microsoft (Microsoft.NET).

É uma das linguagens de programação que fazem parte da Plataforma.NET (em inglês: dotnet) criada pela Microsoft (Microsoft.NET). C ( C-Sharp ) LPI 1. A Plataforma.NET (em inglês: dotnet) Visão Geral C é uma linguagem de programação. É uma das linguagens de programação que fazem parte da Plataforma.NET (em inglês: dotnet) criada

Leia mais

Seguindo o modelo descrito nas Tabelas 1 e 2, crie os arquivos utilizando a versão doo Excel que você tiver disponível.

Seguindo o modelo descrito nas Tabelas 1 e 2, crie os arquivos utilizando a versão doo Excel que você tiver disponível. Atividade 4 2013 SSIS Atenção! A atividade 4 será apresentada para toda a turma. Cada aluno terá 10 minutos para apresentação. O dia da apresentação será posteriormente marcado. Montando o cenário Para

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR DE REDE

MANUAL DO UTILIZADOR DE REDE MANUAL DO UTILIZADOR DE REDE Guardar o registo de impressão na rede Versão 0 POR Definições de notas Ao longo do Manual do utilizador, é utilizado o seguinte ícone: Notas sobre como enfrentar situações

Leia mais

Ficha prática nº 7. SGBD Microsoft Access e SQL Server

Ficha prática nº 7. SGBD Microsoft Access e SQL Server Instituto Superior Politécnico de Viseu Escola Superior de Tecnologia Departamento de Informática Ficha prática nº 7 SGBD Microsoft Access e SQL Server Objectivo: Criação de uma aplicação em arquitectura

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 3: Métodos LEEC@IST Java 1/45 Métodos (1) Sintaxe Qualif Tipo Ident ( [ TipoP IdentP [, TipoP IdentP]* ] ) { [ Variável_local Instrução ]* Qualif: qualificador (visibilidade,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO Tópicos Estrutura Básica B de Programas C e C++ Tipos de Dados Variáveis Strings Entrada e Saída de Dados no C e C++ INTRODUÇÃO O C++ aceita

Leia mais

MINI-CURSO DE C# (CSHARP)

MINI-CURSO DE C# (CSHARP) MINI-CURSO DE C# (CSHARP) Introdução a.net C# (CSharp) é uma linguagem de programação orientada a objetos desenvolvida pela Microsoft como parte da plataforma.net(lê-se DOTNET). A sua sintaxe orientada

Leia mais

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo:

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo: Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

Repeater no GASweb. Regiões

Repeater no GASweb. Regiões Repeater no GASweb Por: Rodrigo Silva O controle de servidor Repeater é um container básico que permite a você criar uma lista de qualquer informação que deseja em uma página Web. Ele não tem uma aparência

Leia mais

O código JavaScript deve ser colocado entre tags de comentário para ficar escondido no caso de navegadores antigos que não reconhecem a linguagem.

O código JavaScript deve ser colocado entre tags de comentário para ficar escondido no caso de navegadores antigos que não reconhecem a linguagem. 1 - O que é JAVASCRIPT? É uma linguagem de script orientada a objetos, usada para aumentar a interatividade de páginas Web. O JavaScript foi introduzido pela Netscape em seu navegador 2.0 e posteriormente

Leia mais

Guião de Introdução ao Eclipse IDE Índice

Guião de Introdução ao Eclipse IDE Índice Índice 1. Introdução... 2 1.1. O que é um ambiente de desenvolvimento (IDE)?... 2 1.2. Visão geral sobre o Eclipse IDE... 2 2. Iniciar o Eclipse... 3 2.1. Instalação... 3 2.2. Utilizar o Eclipse... 3 3.

Leia mais