Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Termos Integrantes

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Termos Integrantes"

Transcrição

1 Prof. Valber Freitas Língua Portuguesa Sintaxe Termos Integrantes

2 Sintaxe Termos Integrantes Termos integrantes Objeto Direto Objeto Indireto Complemento Nominal Agente da Passiva Predicativo do Sujeito Predicativo do Objeto

3 Sintaxe Termos Integrantes Objeto direto É o complemento verbal não regido de preposição obrigatória que se liga diretamente a Verbos Transitivos Diretos (VTD) Comprei um carro novo. Daniel ama sua filha. Os políticos fazem promessas impossíveis.

4 Sintaxe Termos Integrantes Objeto Indireto É o complemento verbal regido de preposição obrigatória, que se liga indiretamente a verbos transitivos indiretos. Necessitava de ajuda. Acredita-se em Deus.

5 Sintaxe Termos Integrantes Os pronomes oblíquos e a função de objeto me, te, se, nos, vos } Objetos diretos e indiretos o, a, os, as} Objeto direto lhe, lhes} Objeto indireto Encontrei-o no clube ontem. Mandaram-me embora. Entregou-me seu amor.

6 Sintaxe Termos Integrantes Complemento Nominal É o termo preposicionado que completa o sentido transitivo de nomes substantivos abstratos, advérbios e adjetivos. A composição da música demorou alguns dias. Júlia era útil a todos. Os pais falam favoravelmente aos filhos.

7 Sintaxe Termos Integrantes Agente da Passiva É a pessoa ou coisa que pratica a ação verbal de uma oração na voz passiva, principalmente na analítica. Voz ativa Joana administra a empresa. Voz passiva A empresa é administrada por Joana. O agente da passiva é sempre o sujeito da voz ativa; É um termo sempre regido de preposição, que pode ser POR PELO, PELOS, PELA, PELAS- ou DE.

8 Sintaxe Termos Integrantes Predicativo do Sujeito É o atributo que, por meio de um verbo, se refere ao sujeito da oração As belas, jovens e sábias jornalistas estão bastante cansadas agora. Confusa, ela pediu ajuda ao professor.

9 Sintaxe Termos Integrantes Predicativo do Objeto É a qualidade atribuída pelo sujeito ao objeto direto ou indireto. Marcou deixou sua mãe bastante preocupada. Todos consideravam o jovem inteligente.

10

11 Prof. Valber FrePitas Sintaxe Termos Acessórios Língua Portuguesa

12 Sintaxe Termos Acessórios Adjunto adnominal Termos Acessórios Adjunto adverbial Aposto Vocativo*

13 Sintaxe Termos Acessórios Adjunto adnominal É a função sintática formada por palavras determinantes que acompanham o núcleo de uma outra função para qualificá-lo, caracterizá-lo ou determiná-lo Os nossos dois grandes amigos viajaram. Adjuntos adnominais

14 Sintaxe Termos Acessórios O adjunto adnominal pode ainda aparecer em forma de pronome oblíquo átono. Nesse caso, expressará posse. Feriu-me o rosto.

15 Sintaxe Termos Acessórios Adjunto adverbial É o termo da oração que caracteriza melhor a ação expressa pelo verbo, acrescentando ou especificando uma circunstância qualquer (tempo, modo, lugar, etc.) À noite a mulher chegou. Voltarei a Brasília brevemente. Ela dança perfeitamente

16 Sintaxe Termos Acessórios Aposto É o termo ligado a substantivos, pronomes ou orações, que é usado para explicar, identificar, esclarecer, especificar, comentar ou simplesmente apontar algo, alguém ou um fato relacionado com um antecedente Explicativo Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa, sediará os jogos olímpicos.

17 Sintaxe Termos Acessórios Enumerativo Compramos apenas isto: sal, arroz e carne Especificativo O livro Dom Casmurro é um clássico de Machado de Assis.

18 Sintaxe Termos Acessórios Vocativo É um termo independente que não integra nenhuma oração. Usado apenas para interpelar o ouvinte ou o leitor. Gosto muito de te ver, Leãozinho (Caetano Veloso) Ana, teus lábios são labirintos.

19 Sintaxe Termos Acessórios Predicado Nominal Tipos de Predicado Predicado Verbal Predicado Verbo-nominal

20 Sintaxe Termos Acessórios Predicado Nominal Sempre tem por núcleo um nome (adjetivo, substantivo, pronome) chamado predicativo do sujeito Sempre tem verbo não significativo (verbo de ligação) - Os bons acordos são fundamentais para a boa governança - As crianças estavam ansiosas pela abertura do parque.

21 Sintaxe Termos Acessórios Predicado Verbal Tem por núcleo um verbo significativo (VTD, VTI, VTDI, VI) Não aceita qualquer tipo de predicativo. - Todos duvidavam da decisão em Brasília. - O governo deu assistência aos maiores necessitados.

22 -Os estudos fizeram Beatriz inteligente. Sintaxe Termos Acessórios Predicado Verbo-Nominal Consiste na junção do predicado nominal com o predicado verbal Há sempre dois núcleos: verbo significativo e predicativo (do sujeito ou do objeto) -Ana assistia a tudo satisfeita. -Fernando chegou ao curso atrasado.

23

24 Prof. Valber FrePitas Sintaxe Período Composto Língua Portuguesa

25 Sintaxe Período Composto Período Composto Coordenação Subordinação

26 Sintaxe Período Composto Orações coordenadas Orações sintaticamente independentes A mulher ama, o homem sonha e todos vivem. A vida passa, os homens morrem, a poesia fica.

27 Sintaxe Período Composto Coordenadas assindéticas São aquelas em que não aparece expresso o conectivo (conjunção) -Vim, vi, venci.

28 Sintaxe Período Composto Coordenadas sindéticas Sindéticas são orações introduzidas por conectivos (conjunções) - A moça não era letrada, porém tinha muita cultura.

29 Sintaxe Período Composto Coordenadas Sindéticas Conforme a conjunção que a introduz, as orações coordenadas sindéticas podem ser classificadas em: a.aditiva b.adversativa c.alternativa d.explicativa e.conclusiva

30 Sintaxe Período Composto Aditivas -Exprimem ideia de adição, soma e vêm iniciadas por conjunções aditivas -Principais conjunções aditivas: e, nem (= e não), que (= e), não só...mas também, senão também, mas ainda, etc. Joana saiu de casa cedo e foi ao parque com a filha. Entrou, comprou o ingresso e saiu logo.

31 Sintaxe Período Composto Adversativas -Exprimem ideia de adversidade, oposição e vêm iniciadas por conjunções adversativas. -Principais conjunções adversativas: mas, porém, contudo, todavia, entretanto, no entanto, etc. Considero seu pedido justo, porém não posso atendê-lo. O filho chegou, a filha saiu, todavia a mãe não notou.

32 Sintaxe Período Composto Alternativas -Exprimem ideia de alternância, escolha ou exclusão e vêm iniciadas por conjunções alternativas. -Principais conjunções adversativas: ou (conjunção alternativa típica) Outras palavras de outras classes, quando usadas como conjunções alternativas, aparecem repetidas: quer... quer, seja... seja, já... Já A criança ora chorava, ora sorria, mas ninguém lhe notava

33 Sintaxe Período Composto Explicativas -Exprimem ideia de explicação, motivo da oração anterior e vêm iniciadas por conjunções explicativas. -Principais conjunções explicativas: pois (anteposto ao verbo), porque, porquanto, que, etc. -Não espere minha ajuda, pois seu pedido é absurdo. -Não me corrija, porquanto estou com a razão.

34 Sintaxe Período Composto Conclusivas -Exprimem ideia de conclusão ou consequência lógica da primeira e vêm iniciadas por conjunções conclusivas. -Principais conjunções conclusivas: logo, por isso, portanto, por conseguinte, pois (posposto ao verbo), etc. - Seu amigo está com problema; procure, pois, ajudá-lo. - Você é inocente, portanto fique tranquilo.

35

36 Prof. Valber FrePitas Sintaxe Período Composto Língua Portuguesa

37 Sintaxe Período Composto Orações subordinadas São orações sintaticamente dependentes uma das outras. As orações subordinadas podem ser: Substantivas Adjetivas Adverbiais

38 Sintaxe Período Composto Subordinadas Substantivas Desempenham funções sintáticas típicas de substantivo Podem ser desenvolvidas (introduzidas por conjunção integrante). Que e SE são as únicas conjunções integrantes existentes. Reduzidas de verbos no infinitivo. Justapostas.

39 Sintaxe Período Composto Subordinadas Substantivas Podem desempenhar, para a oração principal, funções de: Sujeito Objeto direto Objeto Indireto Complemento Nominal Predicativo Aposto

40 Sintaxe Período Composto Subordinadas Substantivas Subjetiva Desempenha a função sintática de sujeito da oração principal. - É necessário que o time vença no domingo. - É bom você rever sua postura.

41 Sintaxe Período Composto Subordinadas Substantivas Objetiva direta Desempenha a função de objeto direto da oração principal. - O jovem perguntou se o médico era recémformado. - Vi quando ela chegou à noite.

42 Sintaxe Período Composto Subordinadas Substantivas Objetiva indireta Desempenha a função de objeto indireto da oração principal. - As pessoas duvidam de que a crise política terá um final feliz. - Ela sempre necessita dizer a verdade.

43 Sintaxe Período Composto Subordinadas Substantivas Completiva nominal Desempenha a função sintática de complemento nominal da oração principal. - Tenho receio de que você não volte. - Todos têm a necessidade de compartilhar algo com o próximo.

44 Sintaxe Período Composto Subordinadas Substantivas Predicativa Desempenha a função sintática de predicativo do sujeito da oração principal. - O desejo dos pais é que os filhos sejam felizes. - A única solução seria aprender a matéria desde o início.

45 Sintaxe Período Composto Subordinadas Substantivas Apositiva Desempenha a função sintática de aposto de um dos termos da oração principal. - Algo me preocupa: que ela não confie mais em mim. - Desejo-lhe algo: amar durante toda a vida.

46 Sintaxe Período Composto Lembro-me de que ele só usava camisas brancas. A oração em destaque é: a) subordinada substantiva completiva nominal. b) subordinada substantiva objetiva indireta. c) subordinada substantiva predicativa. d) subordinada substantiva subjetiva. e) subordinada substantiva objetiva direta.

47 Sintaxe Período Composto Lembro-me de que ele só usava camisas brancas. A oração em destaque é: a) subordinada substantiva completiva nominal. b) subordinada substantiva objetiva indireta. c) subordinada substantiva predicativa. d) subordinada substantiva subjetiva. e) subordinada substantiva objetiva direta.

48 Sintaxe Período Composto Na frase Maria do Carmo tinha a certeza de que estava para ser mãe, a oração em destaque é: a) subordinada substantiva objetiva indireta. b) subordinada substantiva completiva nominal. c) subordinada substantiva predicativa. d) coordenada sindética conclusiva. e) coordenada sindética explicativa.

49 Sintaxe Período Composto Na frase Maria do Carmo tinha a certeza de que estava para ser mãe, a oração em destaque é: a) subordinada substantiva objetiva indireta. b) subordinada substantiva completiva nominal. c) subordinada substantiva predicativa. d) coordenada sindética conclusiva. e) coordenada sindética explicativa.

Complemento nominal Adjunto adnominal Objeto indireto Predicativo do sujeito Predicativo do objeto Adjunto Adverbial Agente da passiva Aposto e

Complemento nominal Adjunto adnominal Objeto indireto Predicativo do sujeito Predicativo do objeto Adjunto Adverbial Agente da passiva Aposto e Complemento nominal Adjunto adnominal Objeto indireto Predicativo do sujeito Predicativo do objeto Adjunto Adverbial Agente da passiva Aposto e Vocativo Tipos de predicado COMPLEMENTO NOMINAL OU ADJUNTO

Leia mais

SUMÁRIO PERÍODO SIMPLES............................. 01

SUMÁRIO PERÍODO SIMPLES............................. 01 SUMÁRIO Capítulo 1 PERÍODO SIMPLES... 01 Frase... 02 Oração... 02 Oração coordenada... 03 Oração justaposta... 03 Oração principal... 03 Oração reduzida... 03 Oração relativa... 03 Oração subordinada...

Leia mais

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS GRAMÁTICA - Prof. CARLA CAMPOS De sonhos e conquistas Aluno (a): MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais,

Leia mais

Preposição e Conjunção. Língua Portuguesa 2ª Série Profª Marianna Aguiar

Preposição e Conjunção. Língua Portuguesa 2ª Série Profª Marianna Aguiar Preposição e Conjunção Língua Portuguesa 2ª Série Profª Marianna Aguiar Preposição Conectam os termos dos sintagmas Locuções prepositivas são duas ou mais palavras que funcionam como preposição. Em uma

Leia mais

SINTAXE. Período Composto. Conjunto de orações constituído por mais de uma oração.

SINTAXE. Período Composto. Conjunto de orações constituído por mais de uma oração. SINTAXE Período Composto Conjunto de orações constituído por mais de uma oração. O período composto pode ser período composto por coordenação ou subordinação. Período composto por subordinação No período

Leia mais

Sumário. A língua portuguesa e o ensino gramatical... 1. A língua portuguesa no ensino superior... 3. O novo acordo ortográfico...

Sumário. A língua portuguesa e o ensino gramatical... 1. A língua portuguesa no ensino superior... 3. O novo acordo ortográfico... Sumário I A língua portuguesa e o ensino gramatical... 1 A língua portuguesa no ensino superior... 3 POR QUE ESTUDAR PORTUGUÊS NO ENSINO SUPERIOR... 5 Concepções de gramática... 6 O novo acordo ortográfico...

Leia mais

Orações Subordinadas. Apostila 3, Capítulo 8 Unidades 35 a 38 (pág. 313 a 321)

Orações Subordinadas. Apostila 3, Capítulo 8 Unidades 35 a 38 (pág. 313 a 321) Orações Subordinadas d Apostila 3, Capítulo 8 Unidades 35 a 38 (pág. 313 a 321) Professora Simone 2 Período Composto por Subordinação É aquele formado por uma oração principal e uma ou mais orações subordinadas;

Leia mais

Sintaxe do período composto

Sintaxe do período composto Lição 9 Sintaxe do período composto Estudo do Período Na lição 8, fizemos uma análise interna da oração. Examinamos os termos essenciais, os integrantes e os acessórios e, para isso, utilizamos exemplos

Leia mais

CONCORDÂNCIA NOMINAL. Página 172

CONCORDÂNCIA NOMINAL. Página 172 CONCORDÂNCIA NOMINAL Página 172 CONCORDÂNCIA NOMINAL É a concordância, em gênero e número, entre o substantivo e seus determinantes: o adjetivo, o pronome adjetivo, o artigo, o numeral e o verbo no particípio.

Leia mais

CLASSES GRAMATICAIS Parte 1

CLASSES GRAMATICAIS Parte 1 CLASSES GRAMATICAIS Parte 1 Professora Idilvânia 1 Existem 10 Classes Gramaticais Artigo Substantivo Adjetivo Advérbio Preposição Pronomes Verbo Conjunção Numeral Interjeição 2 ARTIGO Qualifica ou determina

Leia mais

Estude a revisão do 1º simulado mais as orações subordinadas substantivas

Estude a revisão do 1º simulado mais as orações subordinadas substantivas Revisão para o Simulado da 2ª bimestral Estude a revisão do 1º simulado mais as orações subordinadas substantivas 1) ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS A oração subordinada substantiva tem valor de substantivo

Leia mais

Língua Portuguesa. (Adaptado de "O Estado de São Paulo", 22/08/93)

Língua Portuguesa. (Adaptado de O Estado de São Paulo, 22/08/93) Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Patrícia Série: 2º Ano Disciplina: Português Data da prova: 1.Leia com atenção o enunciado: Língua Portuguesa "A Polícia Federal

Leia mais

Conteúdos: Período composto por subordinação: Orações substantivas II

Conteúdos: Período composto por subordinação: Orações substantivas II Conteúdos: Período composto por subordinação: Orações substantivas II Habilidades: Reconhecer a composição pelo processo de subordinação, em períodos com orações que exercem função substantiva Habilidades:

Leia mais

FUNÇÕES SINTÁTICAS DOS PRONOMES PESSOAIS OBLÍQUOS ÁTONOS

FUNÇÕES SINTÁTICAS DOS PRONOMES PESSOAIS OBLÍQUOS ÁTONOS LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA: FUNÇÕES SINTÁTICAS DOS PRONOMES PESSOAIS OBLÍQUOS ÁTONOS PROF.º PAULO SCARDUA PRONOME OBLÍQUO O E VARIAÇÕES SUJEITO DE VERBO NO INFINITIVO O pronome obliquo O, quando acompanha

Leia mais

c) O complemento nominal também se confunde com o adjunto adnominal. As diferenças serão explicitadas quando falarmos de desse termo acessório.

c) O complemento nominal também se confunde com o adjunto adnominal. As diferenças serão explicitadas quando falarmos de desse termo acessório. b) Os estudantes inexperientes podem confundir o complemento nominal o objeto indireto. Essa dúvida é facilmente resolvida. O OI completa o sentido de um verbo e o CN, o de um nome. Ex.: Necessito de ajuda.

Leia mais

Verbo que precisa de um complemento SEM preposição. Ex.: A criança encontrou o brinquedo. A criança encontrou. (o quê?) o brinquedo = objeto direto

Verbo que precisa de um complemento SEM preposição. Ex.: A criança encontrou o brinquedo. A criança encontrou. (o quê?) o brinquedo = objeto direto TRANSITIVO DIRETO Verbo que precisa de um complemento SEM preposição. Ex.: A criança encontrou o brinquedo. A criança encontrou. (o quê?) o brinquedo = objeto direto TRANSITIVO INDIRETO Precisa de um complemento

Leia mais

9 ADJUNTO ADNOMINAL E COMPLEMENTO NOMINAL

9 ADJUNTO ADNOMINAL E COMPLEMENTO NOMINAL Aula ADJUNTO ADNOMINAL E COMPLEMENTO NOMINAL META Explicar a função adjetiva do adjunto adnominal, um acessório do núcleo do sujeito e de outros núcleos, mostrando as classes adjuntas. Apresentar a importância

Leia mais

Sumário. 2. Regras para emprego do hífen...14 Exercícios para fixação...17 2.1 Quadro prático para verificação de emprego de hífen...17 Gabarito...

Sumário. 2. Regras para emprego do hífen...14 Exercícios para fixação...17 2.1 Quadro prático para verificação de emprego de hífen...17 Gabarito... Sumário Capítulo 1 Ortografia.... 1 1. Regras de acentuação gráfica...1 1.1. Acentuação dos vocábulos monossilábicos...1 1.2. Acentuação dos vocábulos oxítonos...1 1.3. Acentuação dos vocábulos paroxítonos...2

Leia mais

Unidade I Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Corpo, movimento e linguagem na era da informação. Unidade I Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 7.2 Conteúdo: Funções sintáticas dos pronomes relativos. 7.2 Habilidades: Aprender a classificar e identificar as funções sintáticas dos pronomes

Leia mais

2.Diferenças semânticas entre as orações subordinadas adjetivas. 3.Funções sintáticas dos pronomes relativos nas orações adjetivas.

2.Diferenças semânticas entre as orações subordinadas adjetivas. 3.Funções sintáticas dos pronomes relativos nas orações adjetivas. OITAVA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto 1.Orações Subordinadas Adjetivas. 2.Diferenças semânticas entre as orações subordinadas adjetivas. 3.Funções sintáticas dos

Leia mais

Mortal, quente e branco são adjetivos explicativos, em relação a homem, fogo e leite.

Mortal, quente e branco são adjetivos explicativos, em relação a homem, fogo e leite. Adjetivo é a classe gramatical que modifica um substantivo, atribuindo-lhe qualidade, estado ou modo de ser. Um adjetivo normalmente exerce uma dentre três funções sintáticas na oração: Aposto explicativo,

Leia mais

Aposto. Professora: Caliana Medeiros

Aposto. Professora: Caliana Medeiros Aposto Professora: Caliana Medeiros É um termo que se junta a outro de valor substantivo ou pronominal para explicá-lo ou especificá-lo melhor. Vem separado dos demais termos da oração por vírgula, dois-pontos

Leia mais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE Comunicação Oral e Escrita Unidade 11 Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 2 Aviso importante! Este material foi produzido

Leia mais

Para que saber? Conhecer o papel desempenhados pelos relativos é importante porque:

Para que saber? Conhecer o papel desempenhados pelos relativos é importante porque: Pronomes relativos São aqueles que retomam um substantivo (ou um pronome) anterior a eles, substituindo-o no início da oração seguinte. Exemplos: O jogo será no domingo. O jogo decidirá o campeonato. Reunindo

Leia mais

Pronomes e quantificadores universais e indefinidos

Pronomes e quantificadores universais e indefinidos Pronomes e quantificadores universais e indefinidos Pronomes e quantificadores indefinidos: referem uma pessoa, coisa ou fenómeno de uma forma imprecisa ou indeterminada, indicando quantidade ou diferença.

Leia mais

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br AMOSTRA DA OBRA www.editoraferreira.com.br O sumário aqui apresentado é reprodução fiel do livro 2ª edição. Eliane Vieira Análise Sintática Português é simples 2ª edição Nota sobre a autora Sumário III

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO DE LÍNGUA PORTUGUESA DO 8º ANO PARA 0 2 BIMESTRE DE 2016

ESTUDO DIRIGIDO DE LÍNGUA PORTUGUESA DO 8º ANO PARA 0 2 BIMESTRE DE 2016 FUNDAÇÃO OSORIO PROFESSORA: REGINA CÉLIA DA SILVA ANDRADE ESTUDO DIRIGIDO DE LÍNGUA PORTUGUESA DO 8º ANO PARA 0 2 BIMESTRE DE 2016 TEXTO TEATRAL Características: Texto escrito para ser representado Escrito

Leia mais

Fonte:intervox.nce.ufrj.br/~diniz/d/direito/ ouapostila_portugues_varlinguistica_2.pdf

Fonte:intervox.nce.ufrj.br/~diniz/d/direito/ ouapostila_portugues_varlinguistica_2.pdf Sobre Variação Linguística Você já conversou com uma pessoa simples, que vive na roça? Teve oportunidade de observar como essa pessoa fala? Leia o texto a seguir: Texto I Seu dotô me conhece? Patativa

Leia mais

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 3.1 Conteúdo: Orações subordinadas substantivas reduzidas de infinitivo. 3.1 Habilidade: Desenvolver oração subordinada substantiva

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CEB DE LOUSADA

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CEB DE LOUSADA ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CEB DE LOUSADA FICHA INFORMATIVA FRASE SIMPLES/FRASE COMPLEXA COORDENAÇÃO/SUBORDINAÇÃO A frase pode conter uma ou mais orações. A cada oração corresponde uma forma verbal expressa

Leia mais

PORTUGUÊS REDAÇÃO. 14/09 (segunda-feira ) CIÊNCIAS / INGLÊS 15/09 (terça-feira) REDAÇÃO/ HISTÓRIA. 16/09 (quarta -feira) MATEMÁTICA / EDUC.

PORTUGUÊS REDAÇÃO. 14/09 (segunda-feira ) CIÊNCIAS / INGLÊS 15/09 (terça-feira) REDAÇÃO/ HISTÓRIA. 16/09 (quarta -feira) MATEMÁTICA / EDUC. O Adjetivo / Flexão dos Adjetivos e dos Subjuntivos / O Grau dos Substantivos e dos Adjetivos / O Artigo / Flexão e Classificação dos Artigos / Interpretação Textual / Paradidático : A droga da obediência

Leia mais

Conceito: é a fusão de duas vogais da mesma natureza. No português assinalamos a crase com

Conceito: é a fusão de duas vogais da mesma natureza. No português assinalamos a crase com TUDO SOBRE CRASE Conceito: é a fusão de duas vogais da mesma natureza. No português assinalamos a crase com o acento grave (`). Observe: Obedecemos ao regulamento. ( a + o ) Não há crase, pois o encontro

Leia mais

4. Ação recíproca 5. Outras três funções do se 6. Vozes verbais e transitividade verbal 7. Contextualizando a teoria 8. Exercícios

4. Ação recíproca 5. Outras três funções do se 6. Vozes verbais e transitividade verbal 7. Contextualizando a teoria 8. Exercícios SUMÁRIO CAPÍTULO 1 ACENTUAÇÃO GRÁFICA 1. Diferença entre acento tônico e acento gráfico 2. Palavras tônicas e palavras átonas 3. Classificação da palavra pela posição da vogal tônica 4. Timbre da vogal

Leia mais

Revisão sujeito e predicado. Prof.ª Lucimar

Revisão sujeito e predicado. Prof.ª Lucimar Revisão sujeito e predicado Prof.ª Lucimar Tipos de sujeito Sujeito Simples: possui apenas um núcleo e este vem escrito. Exemplos: - Deus é perfeito! Sujeito simples Deus Núcleo do sujeito simples Deus

Leia mais

Gramática Eletrônica. Uma dificuldade relacionada com a regência refere-se ao fenômeno da crase. A crase só ocorre quando há a fusão de duas vogais:

Gramática Eletrônica. Uma dificuldade relacionada com a regência refere-se ao fenômeno da crase. A crase só ocorre quando há a fusão de duas vogais: Lição 12 Crase Uma dificuldade relacionada com a regência refere-se ao fenômeno da crase. A crase só ocorre quando há a fusão de duas vogais: a + a = à preposição artigo ou pronome demonstrativo a + aquele

Leia mais

Ano: 9 Turma: 9.1 / 9.2

Ano: 9 Turma: 9.1 / 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2013 Disciplina: Português Professor (a): Cris Souto Ano: 9 Turma: 9.1 / 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Agente de Polícia Federal Disciplina: Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento

Análise e Resolução da prova de Agente de Polícia Federal Disciplina: Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de Agente de Polícia Federal Disciplina: Professor: Custódio Nascimento 1- Análise da prova Análise e Resolução da prova de Agente / PF Neste artigo, farei a análise das questões

Leia mais

TERCEIRA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

TERCEIRA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco TERCEIRA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Predicação Verbal e Complementos Verbais 1. Definição de Predicado. 2. Tipos de verbo no predicado: a) verbos transitivos; b) verbo intransitivo;

Leia mais

Adjunto adnominal. Os dois primeiros colocados disputarão a medalha de ouro. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj: adn.

Adjunto adnominal. Os dois primeiros colocados disputarão a medalha de ouro. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj: adn. Professor Jailton Adjunto adnominal é o termo da oração que sempre se refere a um substantivo que funciona como núcleo de um termo, a fim de determiná-lo, indeterminá-lo ou caracterizá-lo. adj. adn. adj.

Leia mais

Antes de iniciarmos o trabalho sobre sintaxe de termos, convém distinguir classe gramatical de função sintática.

Antes de iniciarmos o trabalho sobre sintaxe de termos, convém distinguir classe gramatical de função sintática. PROJETO DOMINGÃO SINTAXE DE TERMOS prof. ROBSON MORAES 1 A Análise Sintática possui cinco (5) divisões: 1 sintaxe de termos; 2 sintaxe de orações; 3 sintaxe de concordância (verbal e nominal); 4 sintaxe

Leia mais

Crase. Crase é a fusão de duas vogais idênticas. Deve ser assinalada com o acento grave (`).

Crase. Crase é a fusão de duas vogais idênticas. Deve ser assinalada com o acento grave (`). 1 Crase Crase é a fusão de duas vogais idênticas. Deve ser assinalada com o acento grave (`). Princípios básicos para o emprego da crase: a) Antes de palavra feminina, clara ou subentendida; Dirijo-me

Leia mais

Letras. Objetivo. Aspectos das Conexões Sintáticas. Prof a. Dr a. Leda Szabo

Letras. Objetivo. Aspectos das Conexões Sintáticas. Prof a. Dr a. Leda Szabo Letras Prof a. Dr a. Leda Szabo Aspectos das Conexões Sintáticas Objetivo Diferenciar o objeto de estudo da análise de base sintática do objeto de estudo da análise do discurso. Compreender a diferença

Leia mais

SINTAXE DA ORAÇÃO. O QUE É SINTAXE? É a parte da gramática que estuda as relações entre as palavras dentro de uma frase.

SINTAXE DA ORAÇÃO. O QUE É SINTAXE? É a parte da gramática que estuda as relações entre as palavras dentro de uma frase. O QUE É SINTAXE? É a parte da gramática que estuda as relações entre as palavras dentro de uma frase. O QUE DEVEMOS APRENDER? Identificar e reconhecer os constituintes sintáticos de uma oração (sujeito,

Leia mais

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das Um pouco de teoria... Observe: Estudo das classes de palavras Conjunções A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das I- João saiu, Maria chegou. II- João saiu, quando

Leia mais

Orações Subordinadas Substantivas. Profª Grayce Rodrigues 2º Ano - EM

Orações Subordinadas Substantivas. Profª Grayce Rodrigues 2º Ano - EM Orações Subordinadas Substantivas Profª Grayce Rodrigues 2º Ano - EM Orações Subordinadas Substantivas Oração subordinada substantiva: é aquela que tem valor de substantivo e exerce, em relação à oração

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL AMBIENTAL - EXERCÍCIO COMENTADO Prof Alan

BALANÇO PATRIMONIAL AMBIENTAL - EXERCÍCIO COMENTADO Prof Alan FACULDADE EVANGÉLICA CIÊNCIAS CONTÁBEIS DISCIPLINA: CONTABILIDADE AMBIENTAL E SOCIAL TURMA: 3º, 4º e 5º PERÍODOS BALANÇO PATRIMONIAL AMBIENTAL - EXERCÍCIO COMENTADO Prof Alan Considere os fatos contábeis

Leia mais

TER 3º Bimestre- 7º ano - Português. Verbo Intransitivo e Verbo Transitivo

TER 3º Bimestre- 7º ano - Português. Verbo Intransitivo e Verbo Transitivo TER 3º Bimestre- 7º ano - Português Verbo Intransitivo e Verbo Transitivo Leia as frases a seguir: A- Durante a aula, a garotinha chorou. B- Durante a aula, a garotinha quebrou. Na frase 1, o verbo tem

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA com DUDA NOGUEIRA Comentários da prova BANCO do BRASIL Aplicada 15/03/2015

LÍNGUA PORTUGUESA com DUDA NOGUEIRA Comentários da prova BANCO do BRASIL Aplicada 15/03/2015 1 PROVA Escriturário BANCO DO BRASIL - aplicada 15/03/2015 LÍNGUA PORTUGUESA Alunos nossos, como foi comentado no curso SÓ BB (http://www.sobb.com.br/), a prova foi muito tranquila e não há possibilidade

Leia mais

META Discorrer sobre o conceito de oração subordinada substantiva e sobre três tipos dessas orações.

META Discorrer sobre o conceito de oração subordinada substantiva e sobre três tipos dessas orações. ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS (I) Aula 3 META Discorrer sobre o conceito de oração subordinada substantiva e sobre três tipos dessas orações. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno deverá: terminada

Leia mais

ESTADO DE SERGIPE SEPLAG/SE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA

ESTADO DE SERGIPE SEPLAG/SE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA ESTADO DE SERGIPE SEPLAG/SE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA Resposta aos Recursos contra a Prova Objetiva Cargo: S01 - P.E.B. - E. F. (6º AO 9º ANO) E MÉDIO - ARTE Disciplina: LINGUA PORTUGUESA Questão Resposta

Leia mais

W W W. P R O F E S S O R S A B B A G. C O M. B R

W W W. P R O F E S S O R S A B B A G. C O M. B R CONCORDÂNCIA VERBAL REGRA GERAL O verbo concorda com o sujeito em número e pessoa. O técnico escalou o time. Os técnicos escalaram os times. CASOS ESPECIAIS Sujeito Composto anteposto: verbo no plural.

Leia mais

SÉTIMA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

SÉTIMA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco SÉTIMA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto. 1. Introdução ao estudo do Período Composto: Orações Subordinadas e Orações Coordenadas. 2. Orações Subordinadas Substantivas.

Leia mais

2º Bimestre Aula 94 Revisão e avaliação de Linguagens

2º Bimestre Aula 94 Revisão e avaliação de Linguagens 2 MATEMÁTICA E HABILIDADES REVISÃO 1 REVISÃO 2 2º Bimestre Aula 94 Revisão e avaliação de Linguagens 3 MATEMÁTICA E HABILIDADES INTERATIVIDADE PRONOME PESSOAL DO CASO RETO E DE TRATAMENTO Pronome Pessoal

Leia mais

Sumário. Edital sistematizado... 15 Apresentação da Coleção... 17 Apresentação... 19 Sobre português... 23 Um novo perfil de prova...

Sumário. Edital sistematizado... 15 Apresentação da Coleção... 17 Apresentação... 19 Sobre português... 23 Um novo perfil de prova... Sumário Edital sistematizado... 15 Apresentação da Coleção... 17 Apresentação... 19 Sobre português... 23 Um novo perfil de prova... PARTE 1 Capítulo 1 MORFOLOGIA 1... 27 Substantivo Adjetivo Advérbio

Leia mais

Pronomes Parte II. Apostila 3, Capítulo 11 Unidades 39 a 44 (pág. 408 a 417)

Pronomes Parte II. Apostila 3, Capítulo 11 Unidades 39 a 44 (pág. 408 a 417) Pronomes Parte II Apostila 3, Capítulo 11 Unidades 39 a 44 (pág. 408 a 417) Professora Simone 2 Pronomes Indefinidos São aqueles que se referem à terceira pessoa gramatical (aquele/aquilo de quem se fala)

Leia mais

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas.

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas. LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL 9º ANO - PORTUGUÊS Caro aluno, seguem abaixo os assuntos para a prova de exame. É só um lembrete, pois os mesmos estão nas apostilas do primeiro bimestre, segundo e terceiro

Leia mais

Disciplina:Língua Portuguesa Professor (a): Cris Souto Ano: 8º Turmas: 8.1 e 8.2

Disciplina:Língua Portuguesa Professor (a): Cris Souto Ano: 8º Turmas: 8.1 e 8.2 Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural.

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural. Concordância Verbal a) O verbo vai para a 3ª pessoa do plural caso o sujeito seja composto e anteposto ao verbo. Se o sujeito composto é posposto ao verbo, este irá para o plural ou concordará com o substantivo

Leia mais

Abril de 2008. Daniela Alexandra Diogo

Abril de 2008. Daniela Alexandra Diogo O Abril de 2008 Daniela Alexandra Diogo 16 1 Ambos os métodos podem criar severos danos ambientais, portanto, devem ser muito bem controlados. Conclusão Com este trabalho aprendemos que a água é muito

Leia mais

Período Composto por Coordenação

Período Composto por Coordenação Período Composto por Coordenação Questão 01 - O período composto por coordenação é formado por orações sintaticamente independentes. Elas podem ser sindéticas e assindéticas. Já no período composto por

Leia mais

Considerando que trouxe (1ª quadro) é um VTD, destaque e classifique o complemento desse verbo:. b)

Considerando que trouxe (1ª quadro) é um VTD, destaque e classifique o complemento desse verbo:. b) ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA - PORTUGUÊS PROFESSOR: Renan Andrade TURMA: 7 ano Vespertino REVISÃO 1) Leia os fragmentos abaixos, alguns extraídos da crônica em estudo, e classifique os verbos quanto

Leia mais

Abril Gramática 2ª Série

Abril Gramática 2ª Série Abril Gramática 2ª Série Querido (a) aluno (a), Nossa segunda dica mensal do ano de 2014 foi elaborada com base nas dúvidas que surgiram ao longo do mês de março. Aproveite para estudar com afinco e solucionar

Leia mais

FORTALECENDO SABERES LÍNGUA PORTUGUESA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Aula 38.1 Conteúdos: Regência verbal

FORTALECENDO SABERES LÍNGUA PORTUGUESA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Aula 38.1 Conteúdos: Regência verbal 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 38.1 Conteúdos: Regência verbal 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidades: Distinguir a relação que se estabelece

Leia mais

Todas as crianças, tenham ou não deficiências, têm direito a educação. enhuma criança deve ser considerada ineducável.

Todas as crianças, tenham ou não deficiências, têm direito a educação. enhuma criança deve ser considerada ineducável. TRECHOS DA PALESTRA DE MARIA AMELIA VAMPRÉ XAVIER, DA SEADS E DA FEDERAÇÃO ACIO AL DAS APAES, O ROTARY CLUBE-AEROPORTO, EM 3 DE OVEMBRO DE 2009 SOBRE O TEMA: A SITUAÇÃO DAS CRIA ÇAS O MU DO E SEU DIREITO

Leia mais

PERÍODO período simples período composto

PERÍODO período simples período composto Já estudamos que PERÍODO é a frase constituída por uma ou mais orações, formando um todo, com sentido completo. Quando possui apenas uma oração, é classificado como período simples; quando possui mais

Leia mais

Quadro de conteúdos. Apoema GRAMÁTICA. Projeto

Quadro de conteúdos. Apoema GRAMÁTICA. Projeto Quadro de conteúdos Projeto Apoema GRAMÁTICA 1 Unidade 1 Unidade 2 Unidade 3 6 o ano A COMUNICAÇÃO Linguagem e língua Tipos de linguagem Gênero de texto: notícia e reportagem Gênero de texto: HQ e tirinha

Leia mais

Modelo Entidade Relacionamento (MER) Professor : Esp. Hiarly Alves

Modelo Entidade Relacionamento (MER) Professor : Esp. Hiarly Alves Tópicos Apresentação Entidade, Atributo e Relacionamento Cardinalidade Representação simbólica Generalizações / Especializações Agregações Apresentação O Modelo Entidade-Relacionamento tem o objetivo de

Leia mais

EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda ENTREVISTA. Carilissa Dall Alba

EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda ENTREVISTA. Carilissa Dall Alba EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda IDENTIFICAÇÃO Nome: Cidade: Estado: País: Formação: Profissão: Local de Trabalho: Local de Estudo: Contatos: Santa Maria RS Brasil Mestrado

Leia mais

IBGE / FGV Gramática

IBGE / FGV Gramática GRAN ONLINE IBGE / FGV Gramática Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Analista e Tecnologista LÍNGUA PORTUGUESA: Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto (literário

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSARÁ A 1 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 2012. Disciplina: PoRTUGUÊs

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSARÁ A 1 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 2012. Disciplina: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSARÁ A 1 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 2012 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Leia o microconto abaixo para responder às questões

Leia mais

REGÊNCIA VERBAL. Amanda de Oliveira.

REGÊNCIA VERBAL. Amanda de Oliveira. REGÊNCIA VERBAL. Amanda de Oliveira. Como se classificam os verbos tem e executar quanto à transitividade? Resposta: São transitivos diretos. Que termos funcionam como complemento desses verbos? Resposta:

Leia mais

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O Nome: N.º: Turma: Professora: Série: 1ª Data: / / LISTA DE RECUPERAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA 1ª SÉRIE Texto 1: (As Brumas de Avalon Marion Zimmer Bradley,

Leia mais

Centro Educacional C.C.G. TD1-1º BIMESTRE (1º Período)

Centro Educacional C.C.G. TD1-1º BIMESTRE (1º Período) Centro Educacional C.C.G. TD1-1º BIMESTRE (1º Período) VALE: 2 pontos OBS: Devolver o TD 1 a professora no dia 16/04/09 (quinta-feira). Usar caneta azul ou preta. Não use 1- Em 1991, por ocasião da visita

Leia mais

Trabalho do livro: Fala Sério, Pai! Beatriz Pugliese Netto Lamas- nº2 Giovanna Araujo Ragano- nº12 Lívia Soares Alves- nº17

Trabalho do livro: Fala Sério, Pai! Beatriz Pugliese Netto Lamas- nº2 Giovanna Araujo Ragano- nº12 Lívia Soares Alves- nº17 Trabalho do livro: Fala Sério, Pai! Beatriz Pugliese Netto Lamas- nº2 Giovanna Araujo Ragano- nº12 Lívia Soares Alves- nº17 Introdução No livro Fala Sério, Pai!, os personagens principais são: Maria de

Leia mais

Conteúdos do Vestibulinho 2016

Conteúdos do Vestibulinho 2016 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL Vogais e Consoantes; O Alfabeto incluindo as letras (K,W,Y); Sons nasais (o uso do til); Separação de Sílabas; Alfabeto maiúsculo e minúsculo; Substantivo próprio e comum; Interpretação

Leia mais

PORTUGUÊS OBJETIVO EMPREGO DA CRASE PROFESSOR: MARCIO COELHO. À = ao / Às = aos. 1. Sou contrário métodos adotados. 11. Dirigi-me Senhor Paulo.

PORTUGUÊS OBJETIVO EMPREGO DA CRASE PROFESSOR: MARCIO COELHO. À = ao / Às = aos. 1. Sou contrário métodos adotados. 11. Dirigi-me Senhor Paulo. 1º CASO À = ao / Às = aos Avaliação teórica 01 Na 1ª frase, coloque ao (s), a (s), o (s) Na 2ª frase, coloque a, as, com ou sem acento. 1. Sou contrário métodos adotados. 11. Dirigi-me Senhor Paulo. Sou

Leia mais

AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA REGÊNCIA VERBAL CURSO ÁREA TRABALHISTA CALVET PROF. EDUARDO SABBAG 2011

AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA REGÊNCIA VERBAL CURSO ÁREA TRABALHISTA CALVET PROF. EDUARDO SABBAG 2011 AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA REGÊNCIA VERBAL CURSO ÁREA TRABALHISTA CALVET PROF. EDUARDO SABBAG 2011 CONCEITO. A Regência refere-se ao estudo da relação de dependência ou subordinação que se estabelece entre

Leia mais

Prevenir a) Transitivo direto (= evitar dano, mal, etc): A prudência previne as desgraças.

Prevenir a) Transitivo direto (= evitar dano, mal, etc): A prudência previne as desgraças. Prevenir a) Transitivo direto (= evitar dano, mal, etc): A prudência previne as desgraças. b) Transitivo direto e indireto (= avisar com antecedência) Vou prevenir minha irmã de que Teresa de Jesus irá

Leia mais

Nivelamento de Português

Nivelamento de Português Nivelamento de Português Professora: Ivanilda Bastos Formação das Palavras Formação das Palavras Existem dois processos básicos pelos quais se formam as palavras: a derivação e a composição. A diferença

Leia mais

Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro

Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro Exercícios preparatórios com respostas para o exame de Língua Portuguesa Texto 01: Leia a tirinha a

Leia mais

REVISÃO: SINTAXE. Tipos de sujeito, complementos verbais, adjuntos adnominais e adverbiais e complementos nominais.

REVISÃO: SINTAXE. Tipos de sujeito, complementos verbais, adjuntos adnominais e adverbiais e complementos nominais. REVISÃO: SINTAXE Tipos de sujeito, complementos verbais, adjuntos adnominais e adverbiais e complementos nominais. Sujeito e Predicado: termos essenciais da oração Sujeito: termo da oração com o qual o

Leia mais

FORMAÇÃO LITÚRGICA: LITURGIA: O QUE É?

FORMAÇÃO LITÚRGICA: LITURGIA: O QUE É? Escola de Maria: Escola da Fé FORMAÇÃO LITÚRGICA: LITURGIA: O QUE É? Formação Litúrgica: Liturgia: conceito O que é Liturgia? Termo de origem grega. ERGON (OBRA, AÇÃO, EMPREENDIMEN TO) (PÚBLICO) LEITON

Leia mais

a) b) c) d) e) f) g) h) 2 1 3 3 2 1 3 3

a) b) c) d) e) f) g) h) 2 1 3 3 2 1 3 3 1. Cada alínea vale 1 ponto.[8 pontos] a) b) c) d) e) f) g) h) 2 1 3 3 2 1 3 3 2. Delimite e classifique as orações das frases que a seguir se apresentam: Cada alínea vale 1 ponto.[11 pontos] a) Quando

Leia mais

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS PORTUGUÊS PARA CONCURSOS Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética Fonema Letra Sílaba Número de sílabas Tonicidade Posição da sílaba tônica Dígrafos Encontros consonantais Encontros vocálicos Capítulo 2

Leia mais

Paternidade: Missão e Dever. Dora Rodrigues

Paternidade: Missão e Dever. Dora Rodrigues Paternidade: Missão e Dever Dora Rodrigues História do dia dos pais O primeiro Dia dos Pais foi comemorado em 19 de junho de 1910, em Washington. A rosa foi escolhida como a flor oficial do evento. Em

Leia mais

Português 3º ano João J. Concordância Verbal II

Português 3º ano João J. Concordância Verbal II Português 3º ano João J. Concordância Verbal II CONCORDÂNCIA VERBAL É a concordância do verbo com o seu sujeito. Caso geral: o verbo concorda com o sujeito em número e pessoa. Ex: Ela não acredita em Deus.

Leia mais

Sem o acento, uma frase como essa teria seu sentido alterado, pois, em "Saiu a francesa", "a francesa" é o sujeito da oração.

Sem o acento, uma frase como essa teria seu sentido alterado, pois, em Saiu a francesa, a francesa é o sujeito da oração. OBS.: A locução prepositiva "à moda de" tem uma peculiaridade: nela se costuma observar a elisão do substantivo feminino "moda", mas, mesmo nos casos em que isso ocorre, mantém-se o acento de crase. Ex.:

Leia mais

Lembre-se: normalmente, o substantivo funciona como núcleo de um termo da oração, e o adjetivo, como adjunto adnominal.

Lembre-se: normalmente, o substantivo funciona como núcleo de um termo da oração, e o adjetivo, como adjunto adnominal. Estudante: Educador: Suzana Borges 8ºAno/Turma: C.Curricular: Português A concordância nominal se baseia na relação entre um substantivo (ou pronome, ou numeral substantivo) e as palavras que a ele se

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 4 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 4 I Verbos regulares no futuro do presente simples indicativo Estar Ser Ir Eu estarei

Leia mais

PARTE I - PROVA OBJETIVA (Valendo 5 pontos cada questão)

PARTE I - PROVA OBJETIVA (Valendo 5 pontos cada questão) PREFEITURA DE VÁRZEA ALEGRE CE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 01/2014 - SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA - PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR Educação Infantil ao 5º ano ASSINATURA

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 5ºANO CONTEÚDOS E AULAS PREVISTAS

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 5ºANO CONTEÚDOS E AULAS PREVISTAS DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 5ºANO CONTEÚDOS E AULAS PREVISTAS 1º PERÍODO 17 de setembro a 17 de dezembro 1ª INTERRUPÇÃO 18 de dezembro a 3 de janeiro 2º PERÍODO 04 de janeiro a 18 de março 2ª INTERRUPÇÃO

Leia mais

BEM VINDOS ALUNOS DA GRADUAÇÃ ÇÃO. GESTÃO INTEGRADA PESSOAS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃ ÇÃO O QUE O MUNDO TEM A VER COM MARKETING?

BEM VINDOS ALUNOS DA GRADUAÇÃ ÇÃO. GESTÃO INTEGRADA PESSOAS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃ ÇÃO O QUE O MUNDO TEM A VER COM MARKETING? BEM VINDOS ALUNOS DA TURMA DE PÓS-GRADUA P GRADUAÇÃ ÇÃO. GESTÃO INTEGRADA PESSOAS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃ ÇÃO PROF. PAULO NETO FIB - 2011 O QUE O MUNDO TEM A VER COM MARKETING? O QUE EU TENHO A VER COM

Leia mais

Valor Semântico de Conectivos. Coordenadas e Adverbiais

Valor Semântico de Conectivos. Coordenadas e Adverbiais Valor Semântico de Conectivos Coordenadas e Adverbiais As conjunções coordenativas, que encabeçam orações coordenadas, independentes, são de cinco tipos: 1. Aditivas: e, nem, não só...mas também, não só...como

Leia mais

PROJETO DE LÍNGUA PORTUGUESA

PROJETO DE LÍNGUA PORTUGUESA ASSOCIAÇÃO ESCOLA 31 DE JANEIRO 2012/13 PROJETO DE LÍNGUA PORTUGUESA TRANSVERSALIDADE NA CORREÇÃO DA ESCRITA E DA EXPRESSÃO ORAL DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS E CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS INTRODUÇÃO A língua

Leia mais

Concordância Nominal

Concordância Nominal Concordância Nominal Concordância Nominal Regra Geral O artigo, o pronome, o numeral e o adjetivo devem concordar em gênero e número com o substantivo ao qual se referem. Ex.: Os nossos dois brinquedos

Leia mais

Conteúdos: O gênero dos substantivos. Substantivos comuns de dois gêneros.

Conteúdos: O gênero dos substantivos. Substantivos comuns de dois gêneros. Conteúdos: O gênero dos substantivos. Substantivos comuns de dois gêneros. Habilidades: - Identificar os elementos para a construção da forma feminina dos substantivos. - Classificar e reconhecer as características

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS As orações subordinadas substantivas são as palavras

Leia mais

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA...

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... Sumário PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... 3 1.1. Fonema...3 1.2. Classificação dos fonemas...4 1.3. Encontros vocálicos...5 1.4. Encontros consonantais...5 1.5. Dígrafos...6 1.6. Dífono...7 1.7.

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS 1º Ano do Ensino Fundamental (Alunos concluintes do 2º Período da Educação Infantil) Escrita do nome completo; Identificar e reconhecer as letras do alfabeto; Identificar e diferenciar

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão : 08 19 25 A questão 08 do código 07, que corresponde à questão 19 do código 08 e à questão 25 do código 09 Assinale a alternativa incorreta em relação à regência nominal. a) São poucos os cargos

Leia mais