Oração subordinada adverbial

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Oração subordinada adverbial"

Transcrição

1 Oração subordinada adverbial Página 1 de Leia: Lembrando que: Para analisar os períodos compostos: 1. leia o período; 2. sublinhe os verbos; 3. circule as conjunções; 4. separe e numere as orações; 5. classifique-as. Observe a oração destacada. As baleias oferecem um espetáculo grandioso quando chegam à Praia do Forte. a) Agora sublinhe os verbos do período, circule a conjunção e classifique-a. Oração Subordinada adverbial é aquela que exerce a função de adjunto adverbial em relação à oração principal, recebendo o nome da circunstância que ela expressa. b) Copie as orações desse período composto e depois faça a correspondência. I. 1ª oração II. 2ª oração ( ) sem conetivo ( ) oração principal ( ) com conetivo ( ) oração subordinada adverbial c) Transforme esse período composto em um período simples, mudando a oração subordinada adverbial para um adjunto adverbial e sublinhe-o. Há nove tipos de orações subordinadas adverbiais, denominadas de acordo com a circunstância que exprimem em relação à principal: oração subordinada adverbial causal oração subordinada adverbial consecutiva oração subordinada adverbial comparativa oração subordinada adverbial final oração subordinada adverbial concessiva oração subordinada adverbial proporcional oração subordinada adverbial condicional oração subordinada adverbial temporal. oração subordinada adverbial conformativa 1

2 Página 2 de Leia o período simples e observe o adjunto adverbial de tempo destacado. As baleias oferecem um espetáculo grandioso na chegada à Praia do Forte. Observe a transformação em período composto por subordinação: As baleias oferecem um espetáculo grandioso quando chegam à Praia do Forte. a) Agora circule a conjunção subordinativa e classifique-a. b) Sublinhe a oração subordinada e classifique-a. I. A oração subordinada adverbial temporal exprime ideia de tempo em relação ao verbo da oração principal. Vem introduzida pelas conjunções subordinativas temporais: quando, logo que, depois que, antes que, assim que, desde que, sempre que, enquanto... Período composto por subordinação Oração principal As baleias oferecem um espetáculo grandioso Oração subordinada adverbial temporal quando chegam à Praia do Forte (na chagada à Praia do Forte) 3. Leia o período simples e observe o adjunto adverbial de consequência destacado. A chegada das baleias é um espetáculo muito grandioso, daí a admiração de todos. Veja a transformação em período composto por subordinação: A chegada das baleias é um espetáculo tão grandioso que todos ficam admirados. a) Agora circule a conjunção subordinativa e classifique-a. b) Sublinhe a oração subordinada e classifique-a. II. A oração subordinada adverbial consecutiva exprime uma consequência daquilo que foi expresso na oração principal. Vem introduzida pelas conjunções subordinativas consecutivas: que (precedido de tão, tal, tamanho, tanto), de sorte que, de maneira que... 2

3 Período composto por subordinação Página 3 de 25 Oração principal A chegada das baleias é um espetáculo tão grandioso Oração subordinada adverbial consecutiva que todos ficam admirados. (daí a admiração de todos) 4. Leia o período simples e observe o adjunto adverbial de proporção destacado. Com a chegada de mais baleias, mais o turismo aumenta. Veja a transformação em período composto por subordinação. Quanto mais baleias chegam, mais o turismo aumenta. a) Agora circule a conjunção subordinativa e classifique-a. b) Sublinhe a oração subordinada e classifique-a. III. A oração subordinada adverbial proporcional estabelece uma relação de maior ou menor intensidade com o que foi dito na oração principal. Vem introduzida pelas conjunções subordinativas proporcionais: à medida que, à proporção que, quanto mais..., quanto menos... Período composto por subordinação Oração principal Mais o turismo aumenta Oração subordinada adverbial proporcional quanto mais baleias chegam. (com a chegada de mais baleias) 5. Leia: Madrigal muito fácil Quando de longe te vi, Gostei logo bem de ti Quando de longe te via, Como é bonita! eu dizia. Manuel Bandeira. Estrela da vida inteira. Rio de Janeiro, Record. 3

4 a) A palavra quando, no poema, expressa ideia de: ( ) causa ( ) tempo ( ) comparação ( ) proporção b) Copie as orações iniciadas pela conjunção quando e classifique-as. 6. Transforme o adjunto adverbial em oração subordinada adverbial. a) Não viajávamos devido à falta de dinheiro. b) Os convidados retiraram-se ao término da festa. c) Ele estuda apesar da falta de recursos. d) Devido à sua frágil saúde, não trabalhava. e) As manifestações acalmaram-se com a chegada da polícia. f) As mulheres começam o trabalho logo de manhã. g) As pessoas se tornam mais experientes com a passagem do tempo. 7. Leia: Página 4 de 25 a) Sublinhe a oração subordinada adverbial temporal. b) Transforme-a em adjunto adnominal de tempo. 8. Leia e veja o emprego da oração subordinada adverbial temporal na construção da letra da música. À primeira vista Quando não tinha nada, eu quis Quando me chamou, eu vim Quando tudo era ausência, esperei Quando dei por mim, tava aqui Quando tive frio, tremi Quando lhe achei, me perdi Quando tive coragem, liguei... Quando vi você, me apaixonei... (...) Chico César. Do disco Cuscuz clã. Polygram,MZA MUSIC,

5 Página 5 de 25 a) Em cada verso, coloque uma barra, separando as orações principais e as subordinadas adverbiais temporais. b) Copie e classifique a conjunção que introduz a oração subordinada. c) Na letra dessa música a oração principal vem: ( ) em primeiro lugar ( ) em segundo lugar 9. Leia e veja o emprego da oração subordinada adverbial proporcional na construção do poema. (...) Quanto mais eu sinta, quanto mais eu sinta como várias pessoas, Quanto mais personalidades eu tive, Quanto mais intensamente, estridentemente as tiver, Quanto mais simultaneamente sentir com todas elas, Quanto mais unificadamente diverso, dispersamente atento, Estiver, sentir, viver, for, Mais possuirei a existência total do universo, Mais possuirei a existência total do universo, Mais completo serei pelo espaço inteiro fora [...]. Fernando Pessoa. In Poemas escolhido. Frederico Barbosa (org.) Coleção Ler é aprender. São Paulo, Klick, a) Sublinha as orações subordinadas adverbiais proporcionais do poema. b) Copie a oração subordinada adverbial proporcional e complete com o verbo que não está expresso. 10. Classifique as orações subordinadas. a) Assim que você sair, recomeçaremos os trabalhos. b) Ela ficou tão nervosa que não pudemos conversar. c) Meu medo aumentava, à medida que o temporal caía. d) Quando tocou a campainha, sentiu logo os passos pelo corredor. e) Ventou tanto que as telhas caíram. f) A medida que íamos falando, mais o diretor se sentia envaidecido. g) A antiga moradora reconheceu-me logo que me viu. h) Eu ficaria lendo até que o sono viesse. i) Sempre que viajávamos, os vizinhos guardavam nossos jornais. j) À proporção que limpávamos os livros, o cheiro de bolor sumia. 5

6 k) À medida que chovia, a população ribeirinha ia deixando suas casas. l) Expressou-se com tal firmeza que todos acreditavam. m) Estávamos tão cansados na viagem que víamos imagens duplas. n) Chorou tanto na partida que a família se surpreendeu. 11. Leia. Página 6 de 25 a) Divida em orações o período composto que aparece na tira. 1ª oração: 2ª oração: b) Qual é a oração principal? c) Sem perder o sentido do período, pode-se substituir a segunda oração por devido ao não cumprimento dos seus direitos trabalhistas. Esse termo exerce a função sintática de: ( ) adjunto adnominal. ( ) sujeito. ( ) adjunto adverbial de causa. d) A oração porque não quiseram cumprir com seus direitos trabalhistas também exerce essa função sintática. Portanto, é uma oração: ( ) subordinada substantiva. ( ) subordinada adverbial causal. ( ) subordinada adjetiva. IV. A oração subordinada adverbial causal exprime relação de causa e efeito. Vem introduzida pelas conjunções subordinativas causais: porque, como (= porque), já que, visto que, uma vez que, porquanto, pois... Período composto por subordinação Oração principal Ele abandonou a caravana Oração subordinada adverbial causal porque não quiseram cumprir com seus direitos trabalhistas (devido ao não-cumprimento dos seus direitos trabalhistas) 6

7 Página 7 de Leia o período simples e observe o adjunto adverbial de comparação destacado. A garota gritava igual uma louca. Veja a transformação em período composto por subordinação. A garota gritava como uma louca (grita). a) Agora circule a conjunção subordinativa e classifique-a. b) Sublinhe a oração subordinada e classifique-a. V. A oração subordinada adverbial comparativa exprime relação de comparação para mais, para menos ou entre iguais. Vem introduzida pelas conjunções subordinativas comparativas: (mais, menos) que, (mais, menos) do que, como, que nem... Período composto por subordinação Oração principal A garota gritava Oração subordinada adverbial comparativa como uma louca (grita). (igual uma louca) 13. Leia o período simples e observe o adjunto adverbial de fim ou finalidade destacado. Para a apreciação da chegada das baleias, consulte nosso agente de viagem. Veja a transformação em período composto por subordinação. Para que possa apreciar a chegada das baleias, consulte nosso agente de viagem. a) Agora circule a conjunção subordinativa e classifique-a. b) Sublinhe a oração subordinada e classifique-a. VI. A oração subordinada adverbial final exprime ideia de finalidade em relação ao verbo da oração principal. Vem introduzida pelas conjunções subordinativas finais: a fim de que, para que, que (= para que)... Período composto por subordinação Oração principal Consulte nosso agente viagens Oração subordinada adverbial final para que possa apreciar a chegada das baleias. (para a apreciação da chegada das baleias) 7

8 14. Leia e veja o uso da comparação na criação do poema. Cantada Língua Portuguesa Gramática 3º bimestre Página 8 de 25 Você é mais bonita que uma bola prateada mais bonita que Ursula Andress de papel de cigarro que Palácio da Alvorada Você é mais bonita que uma poça d água que o mar azul-safira da República Dominicana límpida Você é mais bonita que uma zebra Olha, que um filhote de onça você é tão bonita quanto o Rio de Janeiro que um Boeing 707 em pleno ar em maio Você é mais bonita que um jardim florido e quase tão bonita em frente ao mar em Ipanema quanto a Revolução Cubana. Você é mais bonita que uma refinaria da Petrobrás de noite Ferreira Gullar. Antologia poética. São Paulo, Summus, Agora faça o que se pede. a) Circule as conjunções subordinativas comparativas. b) Sublinhe as orações subordinadas adverbiais comparativas. c) Explique o que ocorreu com os verbos das orações subordinadas sublinhadas. d) Faça comparações como as do poema. Você é mais alegre que Você é tão alegre quanto 15. Leia: a) No último quadrinho, no lugar das reticências pode-se colocar a conjunção subordinativa: ( ) como ( ) se ( ) para que ( ) embora ( ) quando ( ) porque ( ) conforme 8

9 Página 9 de 25 b) Indique a relação que essa conjunção estabelece. c) Agora copie a oração subordinada, colocando a conjunção, e classifique-a. 16. Reescreva o período abaixo, utilizando as conjunções subordinativas causais indicadas. Faça as modificações necessárias. Não haverá festa, porque está chovendo. a) já que c) como b) uma vez que d) visto que 17. Faça a análise, classificando as orações subordinadas. a) A euforia da mãe era maior que a do filho vitorioso. b) Todos compraram o jornal porque ele trazia a lista dos aprovados. c) Como estivesse agitado, quebrou o copo e o prato. d) Eu andava tão faminta como se não comesse há dias. e) Caminhavam cabisbaixos os dois irmãos como se carregassem a maior tristeza do mundo. f) Os mendigos foram encaminhados ao albergue a fim de que ficassem protegidos do frio intenso. g) Visto que houvesse carência de informações, quase se desconheciam os riscos provocados pelas usinas nucleares. h) Erroneamente, muitas pessoas acham os índios inferiores porque eles têm outros hábitos culturais. i) Alguns padres fizeram opção preferencial pelos pobres e injustiçados, como Cristo o fez há quase anos. j) Os nobres da Idade Média compravam o perdão dos padres para que, depois da morte, conseguissem o céu. k) Fiz minha autocrítica a fim de que me sentisse melhor. l) Já que não chovia há tempos as plantas secaram. 18. Leia o período simples e observe o adjunto adverbial de concessão destacado. Ela se classificou para o concurso apesar das dificuldades. Veja a transformação em período composto por subordinação. Ela se classificou para o concurso, embora tenha tido dificuldades. 9

10 a) Agora circule a conjunção subordinativa e classifique-a. b) Sublinhe a oração subordinada e classifique-a. Língua Portuguesa Gramática 3º bimestre Página 10 de 25 VII. A oração subordinada adverbial concessiva exprime a presença de um obstáculo, mas este não impede a realização do que foi dito na oração principal. Vem introduzida pelas conjunções subordinativas concessivas: embora, ainda que, mesmo que, posto que, se bem que, conquanto... Período composto por subordinação Oração principal Ela se classificou para o concurso Oração subordinada adverbial concessiva embora tenha tido dificuldades. (apesar das dificuldades) 19. Leia o período simples e observe o adjunto adverbial de condição destacado. Ela comparecerá ao evento, com sua insistência. Veja a transformação em período composto por subordinação. Ela comparecerá ao evento, se você insistir. a) Agora circule a conjunção subordinativa e classifique-a. b) Sublinhe a oração subordinada e classifique-a. VIII. A oração subordinada adverbial condicional exprime circunstância de condição para que o fato da oração principal seja realizado. Vem introduzida pelas conjunções subordinativas condicionais: se, caso, contanto que, a não ser que, a menos que, desde que, conquanto... Período composto por subordinação Oração principal Ela comparecerá ao evento, Oração subordinada adverbial condicional se você insistir. (com sua insistência) 10

11 Página 11 de Leia o período simples e observe o adjunto adverbial de conformidade destacado. O gerente agiu de acordo com o regulamento da firma. Veja a transformação em período composto por subordinação. O gerente agiu conforme manda o regulamento da firma. a) Agora circule a conjunção subordinativa e classifique-a. b) Sublinhe a oração subordinada e classifique-a. IX. A oração subordinada adverbial conformativa exprime adequação ou conformidade em relação ao verbo da oração principal. Vem introduzida pelas conjunções subordinativas conformativas: conforme, como (= conforme), segundo, consoante... Período composto por subordinação Oração principal O gerente agiu, Oração subordinada adverbial conformativa conforme manda o regulamento da firma (de acordo com o regulamento da firma) As orações subordinadas conformativas, assim como as comparativas, podem ter o verbo oculto. Ex.: Ela veste-se conforme a moda (manda). A conjunção subordinativa como pode, dependendo do contexto, ser classificada de três maneiras, introduzindo três tipos diferentes de oração subordinada adverbial. Assim: Como ficou doente, / não participou da excursão. Conjunção subordinativa causal (= porque) Introduz oração subordinada adverbial causal, vindo antes da principal Filipe era um atleta / como todos os outros (eram) Conjunção subordinativa comparativa (= assim como) Introduz oração subordinada adverbial comparativa, cujo verbo está, em geral, oculto Como já foi avisado, / todos deverão comparecer ao evento. Conjunção subordinativa conformativa (= conforme) Introduz oração adverbial conformativa 11

12 Página 12 de Leia e circule as conjunções. A seguir, complete com uma das palavras do quadro, de acordo com a relação de sentido. conformidade causa condição concessão comparação a) Caso você nos auxilie, / receberá uma ajuda de custo. Esta oração subordinada adverbial expressa uma para ocorrer o fato da oração principal. b) O barco afundou, / visto que estava com excesso de carga. Esta oração subordinada adverbial expressa do fato ocorrido na oração principal. c) Mesmo que esteja frio, / vou à festa com este vestido decotado. Esta oração subordinada adverbial contém uma ao fato declarado na oração principal. d) Os fiscais da construção atuaram com o maior rigor, / como determinou o prefeito. Esta oração subordinada adverbial indica a com eu foi efetuada a ação indicada na oração principal e) O rapaz chorava / como uma criança (chora). Esta oração subordinada adverbial contém uma com o que foi declarado na oração principal. 22. Agora coloque X nos espaços adequados, classificando as orações subordinadas adverbiais do exercício 21, introduzidas pelas conjunções subordinativas. Oração subordinada adverbial comparativa condicional causal concessiva conformativa a) b) c) d) e) 12

13 Página 13 de Leia os períodos compostos. I. Ninguém quis ir ao shopping porque Helena não foi. II. Marcelo foi convocado para o campeonato de tênis porque era o melhor do grupo. III. Fernando, vá e volte rápido, porque não posso esperar muito. IV. O supermercado ficou fechado hoje porque o temporal estragou todo o telhado. V. Não ponha a música tão alto, porque atrapalha os outros. VI. Crianças, não façam tanto barulho, porque o vovô está descansando. a) Das orações destacadas, apenas três podem vir no início do período. Reescreva os períodos, deslocando essas orações. Faça as modificações necessárias. b) Sublinhe as orações que não podem ser deslocadas. c) Agora complete o quadro com as orações destacadas. Oração coordenada sindética explicativa Oração subordinada adverbial causal 24. Relacione as colunas, classificando a oração destacada. Atenção ao sentido. (a) Como a maioria não gostou da nossa sugestão, ficamos calados. (b) Ninguém tomou tanta chuva como eu. (c) Os guardas de trânsito nos ajudaram como puderam. ( ) oração subordinada adverbial comparativa ( ) oração subordinada adverbial conformativa ( ) oração subordinada adverbial causal 25. Analise os períodos abaixo. a) Como o chão estava liso, Sônia escorregou. b) Se você me ajudasse na limpeza, poderíamos sair mais cedo, como combinamos. 26. Leia os trechos da música. Se eu quiser falar com Deus (...) Se eu quiser falar com Deus Tenho que ficar a sós Tenho que me aventurar, Tenho que apagar a luz, Tenho que subir aos céus Tenho que calar a voz Sem cordas pra segurar (Gilberto Gil) 13

14 Página 14 de 25 a) O que o compositor quer, deseja? b) Quais as condições para ele conseguir o que quer? 27. Circule as conjunções subordinativas que aparecem nos trechos da música e classifiqueas. 28. a) Sublinhe e classifique as orações que elas introduzem. b) Em que posição essas orações aparecem no texto? c) Portanto, ( ) elas são as orações principais dos períodos. ( ) elas são enfáticas, estabelecendo uma condição para se falar com Deus. ( ) elas poderiam estar em qualquer posição, indiferente para o sentido do texto. 29. Faça a correspondência. Conjunção subordinativa (a) causal (b) comparativa (c) concessiva (d) condicional (e) conformativa (f) consecutiva (g) final (h) proporcional (i) temporal Relações estabelecidas ( ) exprime relação de causa e efeito ( ) indica circunstância de condição ( ) indica finalidade ( ) exprime ideia de tempo ( ) expressa ideia de concessão ( ) expressa adequação ou conformidade ( ) estabelece relação de proporção ( ) indica uma consequência ( ) expressa relação de comparação Exemplos ( ) à medida que, quanto mais (mais)... ( ) se, caso, a menos que, contanto que... ( ) a fim de que, para que... ( ) como, (mais, menos) que / do que... ( ) porque, pois, já que, uma vez que... ( ) conforme, consoante, segundo, como... ( ) embora, ainda que, mesmo que, sem que... ( ) que (precedido de tão, tanto), de sorte que... ( ) quando, logo que, depois que, antes que... 14

15 Página 15 de Leia, circule as conjunções subordinativas e sublinhe as orações subordinadas. a) À medida que a notícia do incêndio se espalhava, a confusão aumentava. b) O diretor agiu exatamente como exigia aquela situação. c) Ainda que seja tão necessário ao mundo moderno, o petróleo é uma fonte de poluição. d) Se todos colaborarem, terminaremos o projeto antes do feriado. e) Como estava muito resfriado, preferiu não comparecer à reunião. f) Quanto mais se aproximava a hora da viagem, mais a pressa aumentava. g) Os alunos saíram assim que o sinal tocou. h) As ondas do mar eram tão altas que até os surfistas ficaram receosos. i) Coloquei um peso sobre as folhas, para que o vento não as levasse. j) Na sala de reunião, Vera se sentia mais à vontade que os outros funcionários. k) Ela não para de falar desde que chegou à casa. l) Traga as ferramentas a fim de que eu possa consertar essa máquina. m) As inscrições foram encerradas já que o prazo se esgotou. 31. Complete as cruzadinhas, classificando cada oração subordinada sublinhada no exercício

16 Página 16 de Leia: Saiba como proteger o computador Instale um antivírus. Já que você investiu no equipamento, vale a pena protegê-io. Algumas marcas oferecem atualizações via internet. Como surgem novos vírus todos os dias, atualize o programa ao menos uma vez por semana. (...) É comum que o vírus venha com o ícone trocado. Muitas vezes o arquivo é do tipo.exe, mas o ícone corresponde a um arquivo de texto tipo word, o.doc. Como a pessoa a- credita que é um arquivo comum e seguro, acaba clicando e infectando o computador. (...) Revista Nova Escola, pág. 55. Ano XVI, n? 147. São Paulo, Abril, Fundação Victor Civita. Agora sublinhe os verbos, circule as conjunções e classifique orações retiradas do texto. a) Já que você investiu no equipamento (...) b) Como a pessoa acredita (...) 33. Marque a alternativa correta. a) Na oração Já que você investiu no equipamento (...), a conjunção já que pode ser substituída, sem alterar o sentido, por: ( ) quando, assim que. ( ) para que, a fim de que. ( ) se, caso. ( ) porque, uma vez que. ( ) embora, ainda que. ( ) conforme, segundo. b) Na oração Como surgem novos vírus todos os dias (...), a conjunção como pode ser substituída, sem alterar o sentido por: ( ) mas, porém. ( ) porque, uma vez que. ( ) conforme, segundo. ( ) quando, assim que. ( ) embora, ainda que. ( ) logo, portanto. 34. Analise os períodos retirados do texto e classifique as orações. a) Instale um antivírus. b) Como surgem novos vírus todos os dias, atualiza o programa ao menos uma vez por semana. 16

17 Desafio Página 17 de 25 Os testes a seguir foram extraídos de exames vestibulares. Você acertaria? 1. (UE Ponta Grossa-PR) Em O Moço ficou tão emocionado que chorou., a segunda oração é subordinada adverbial: a) comparativa. d) causal. b) proporcional e) temporal c) consecutiva. 2. (UFSlVI-RS) Leia, com atenção, os períodos abaixo. I. Caso haja justiça social, haverá paz. II. Embora a televisão ofereça imagens concentradas, ela não fornece uma reprodução fiel da realidade. III. Como todas aquelas pessoas estavam concentradas, não se escutou um único ruído. Assinale a alternativa que apresenta, respectivamente, as circunstâncias indicadas pelas orações destacadas. a) tempo, concessão, comparação. d) condição, concessão, causa. b) tempo, causa, concessão. e) concessão, causa, conformidade. c) condição, consequência, comparação. 3. (OlVIEC-SP) Assinale o período em que há oração subordinada adverbial consecutiva. a) Diz-se que você não estuda. d) Comeu tanto que ficou doente. b) Falam que você não estuda. e) Quando saíres, irei contigo. c) Fala-se tanto que você não estuda. 4. (PUCCAMP-SP) Se não tiverem organizado os documentos, o coordenador irá solicitar ajuda de outro departamento, se bem que não o tenham atendido em outra ocasião. As orações sublinhadas acima expressam, respectivamente, as seguintes circunstâncias: a) conformidade e finalidade. d) condição e concessão. b) consequência e finalidade. e) condição e consequência. c) finalidade e concessão. 5. (UFV-MG) Assinale a alternativa em que a segunda oração exprime condição para que se realize o que é expresso pela primeira. a) As reformas poderiam vir contanto que não abolissem os velhos rituais. b) O padre Gerôncio perguntou se o professor era um crente. 17

18 Página 18 de 25 c) A Igreja avançou demais donde João XXIII seja candidato à canonização. d) A Igreja está voltando às suas origens se bem que tenha cortejado os poderosos. e) Era necessário contentarem-se com a má sorte embora não estivessem convencidos disso. 6. (Fuvest-SP) Bem cuidado como é, o livro apresenta alguns defeitos. Começando com O livro apresenta alguns defeitos, o sentido da frase não se altera se continuar com: a) desde que bem cuidado. d) tanto é que bem cuidado. b) contanto que bem cuidado. e) ainda que bem cuidado c) à medida que é bem cuidado. 7. (Esan-SP) Na frase Como anoitecesse, recolhi-me pouco depois e deitei-me (Monteiro Lobato), a oração destacada é: a) coordenada sindética explicativa d) subordinada adverbial comparativa b) subordinada adverbial causal e) coordenada assindética c) subordinada adverbial conformativa 8. (PUCC-SP) Nunca chegará ao fim, por mais depressa que ande. A oração destacada é: a) subordinada adverbial causal d) subordinada adverbial comparativa b) subordinada adverbial concessiva e) subordinada adverbial conformativa c) subordinada adverbial condicional 9. (Fuvest-SP) No período Ainda que fosse bom jogador, não ganharia a partida, a oração destacada encerra a ideia de: a) causa d) condição b) concessão e) comparação c) fim 18

19 Período composto por subordinação Página 19 de 25 subjetiva objetiva direta Orações subordinadas substantivas objetiva indireta completiva nominal Orações subordinadas adjetivas explicativa restritiva predicativa comparativa apositiva concessiva condicional causal Orações subordinadas adverbiais conformativa consecutiva temporal final proporcional 19

20 Orações reduzidas Página 20 de 25 Orações reduzidas de gerúndio Or. subord. adjetiva Or. subord. adverbial temporal causal concessiva condicional Orações reduzidas de particípio Or. subord. adjetiva Or. subord. adverbial temporal causal concessiva condicional Orações reduzidas de infinitivo Or. subord. substantiva Or. subord. adjetiva Or. subord. adverbial Todos os seis tipos temporal causal concessiva condicional final consecutiva 20

21 Página 21 de Identifique as orações reduzidas e classifique-as em reduzidas de infinitivo, reduzidas de gerúndio e reduzidas de particípio. a) A personagem arrumava as gavetas do marido, como a investigar o seu passado. b) Mesmo voltando para sua pátria, o ex-exilado continuava cassado. c) Os favelados de São Paulo são, na maioria, retirantes vindos do Nordeste. d) Terminado o mandato, o aluno deixou a presidência do grêmio. e) Faz bem ficar só. f) Eu já provei ser fiel a você. 2. Desenvolva as orações reduzidas. Modelo: Mesmo estando doente, compareceu ao serviço. Embora estivesse doente, compareceu ao serviço. a) É importante perceber o limite de nossas ações. b) Tinha um objetivo: encontrar uma saída para o problema. c) Ao anoitecer, percorremos o difícil caminho de volta. d) A estrada a ser percorrida pela velha maria-fumaça não tem mais que três quilômetros. e) No fim do ano, eram pessoas e mais pessoas carregando embrulhos. f) Pensei não virem cedo para casa. g) A reunião não começará sem você estar presente. h) Mesmo conhecendo o problema, nada disse ao marido. i) Ao soarem os cavaquinhos, o povo aplaudiu de pé. j) Os motociclistas colocaram os capacetes a fim de proteger a cabeça. k) Percebendo minha ignorância sobre o assunto, desistira de perguntas. l) Esta é a história contada pelo pescador, basta ver se é verdade. 3. Passe as orações desenvolvidas para a forma reduzida que melhor convier. Modelo: Os professores sugeriram-me que não usasse aquele livro. Os professores sugeriram-me não usar aquele livro. a) Esperava-se que o navio fosse localizado. b) O médico exigia que seus assessores fossem pontuais. c) Os trabalhadores eram favoráveis a que mudasse o horário de saída. d) Era necessário que se usassem os óculos escuros. e) Seu medo era que tirassem os brinquedos do lugar. f) O povo não entendeu as explicações que o ministro apresentou. 21

22 Página 22 de 25 g) É fundamental que as pessoas conheçam seus direitos, além dos deveres. h) Pagou a mercadoria antes que a pegasse. i) Se andares depressa, chegarás a tempo. j) Poucos entenderam as informações que o texto continha. 4. Classifique as orações subordinadas substantivas reduzidas de infinitivo. a) Tornara-se possível abrir a biblioteca da escola para as pessoas do bairro. b) As meninas sabiam escolher a própria roupa. c) Habituamo-nos a vê-io na rua com a bola. d) Negar a existência do racismo é concordar com a sua permanência. e) Muitas pessoas se empenham mesma luta:preservar a natureza. f) É muito importante para os pais viver os primeiros dias do filho com ele. g) Aquele pequeno time tinha consciência de ser inexperiente para aquela competição. 5. Classifique as orações subordinadas adverbiais reduzidas de infinitivo. a) Ao encontrar o jornalista, reclamaram das informações absurdas que foram publicadas. b) O caminhoneiro estacionou no acostamento para averiguar o farol dianteiro. c) Apesar de ser o Dia Internacional da Mulher, não a abracei. d) Não faço compras sem antes verificar meu saldo bancário. e) Na ausência dos donos, os cachorros ficavam roucos de tanto latir. f) Sentia-se sufocada por estarem fechados os vidros do carro. g) Apesar de ser gordo, possui muita flexibilidade. h) Você devia estar muito cansada para dormir com a roupa do trabalho. 6. Classifique as orações subordinadas adverbiais reduzidas de gerúndio. a) Chegando lá, a menina descobriu que era uma exposição de livros infantis. b) Surpreendeu-me que, estando com febre alta, tivesse tomado leite gelado. c) Dando tantas aulas em várias escolas, não tinha tempo para si e para a família. d) Lendo o texto, você conseguirá responder às questões. e) Encontrando o amigo, devolveu-lhe o dinheiro. 7. Identifique as orações subordinadas adjetivas reduzidas de gerúndio. a) Estavam ali os escritores premiando os vencedores do concurso de poesia e conto. b) Lá estavam os bombeiros procurando o corpo do pescador. c) Eram livros desenvolvendo a criatividade das crianças. d) São adolescentes procurando amor. 22

23 Página 23 de Classifique as orações reduzidas de particípio. a) Esta é a máquina comprada por seu pai? b) Resolvido o caso, não perdeu mais o sono. c) Mesmo cuidadas, as plantas secaram. d) Confirmado o engano, todas as provas seriam anuladas. e) Adaptado à nova casa, não penso em mudar de bairro. 9. Identifique as orações reduzidas e classifique-as. a) Nós necessitávamos de extravasar a nossa emoção. b) É preciso parar de fumar. c) Não consigo dormir sem antes ler alguma coisa. d) Ele não era um aluno de se deixar influenciar pelos baderneiros. e) Eu, há hoje dez anos, vi abrir os alicerces daquela casa. (Carlos Drummond de Andrade) f) Meu pai era um homem de fazer músicas e poesias. g) Você devia estar muito nervoso para tê-lo agredido daquela forma. h) Apesar de se gostarem muito, viviam brigando. i) Terminando as férias, pretendo mudar de casa. j) Estavam ali as pessoas chamadas por mim. k) Sabendo o empregado de muitas coisas sigilosas, a empresa não podia demiti-lo. l) Aparecendo por aqui, não deixe de me visitar. m) Sentando nessa poltrona, perderão boas cenas da peça de teatro. 10. Leia a propaganda abaixo: (Galileu, n. 140, mar p. 55.) Em relação ao período Se você já gostou por fora, vá correndo até uma banca para ver por dentro, responda às perguntas e faça o que é solicitado. a) Por quantas orações é formado? b) Qual é a oração principal? c) Classifique as orações subordinadas desse período. 23

24 Página 24 de 25 Texto para as questões de 11 a 14. Ovelha empalhada A ovelha Dolly, primeiro animal clonado de um mamífero; adulto não corre o risco de cair no esquecimento. Após ter sido sacrificada em fevereiro, aos 6 anos de idade, por conta de problemas pulmonares, ela foi empalhada e está e exposta no Museu Nacional da Escócia em Edimburgo, onde pode ser apreciada. Responsáveis pelo museu brincam que ela foi imortalizada com a mesma expressão que costuma fazer ao receber os curiosos. (Galileu, ed. 142, maio p. 7.) 11. Em relação ao primeiro período do texto; responda: a) Qual é a função sintática de primeiro animal clonado de um mamífero adulto? b) A que termo se refere a oração de cair no esquecimento? Que função sintática ela desempenha? 12. Que circunstância é expressa pela oração Após ter sido sacrificada em fevereiro, que inicia o segundo período? 13. Delimite e classifique as orações que formam o último período do texto. 14. Sem alterar o sentido, reescreva o segundo período do texto, substituindo as expressões aos 6 anos de idade e em Edimburgo por orações. 15. Reescreva as orações em destaque, utilizando a conjunção entre parênteses ou fazendo a alteração solicitada. a) Apesar de terem uma boca cheia de dentes, os tubarões não mastigam, engolem direto a presa. (embora) b) É comum os tubarões perderem os dentes quando mordem algo duro. (que) c) Quando perdem um dente, o de trás avança sobre o vazio. (reduzida de infinitivo) d) Os tubarões também não têm bexiga natatória, que em outros peixes servem para que não afundem. (reduzida de infinitivo) Texto para as questões de 16 a 23. Enquanto a universidade não se refizer da reforma universitária, que deixou de lado a formação humanística, haverá espaço para esse tipo de curso que vê na completa diversidade do público uma prova de que não só a falência universitária empurra multidões para as novas salas de aula. 16. Que tipo de período temos? Por quantas orações é formado? 17. Aponte a oração principal do período. 24

25 Página 25 de Classifique a oração: Enquanto a universidade não se refizer da reforma universitária. 19. Classifique a oração que deixou de lado a formação humanística. 20. Classifique a oração que vê na completa diversidade do público uma prova. 21. Classifique a oração de que não só a falência universitária empurra multidões para as novas salas de aula. 22. Classifique as orações subordinadas em destaque: a) Quando ela morresse, eu lhe perdoaria os defeitos. (Graciliano Ramos) b) A prova, como se esperava, foi muito difícil. c) A chuva foi de tal modo intensa que inundou todas as casas. d) Recolheu sua mala para que o intruso se acomodasse. (Fernando Sabino) e) Emília foi mais forte que eu. (Cyro dos Anjos) f) À medida, porém, que as horas se passavam, sentia-me cair num estado de perplexidade e covardia. (Graciliano Ramos) g) Aurélio, se o prefeito quisesse, podia fazer um grande melhoramento. (Lima Barreto) h) Um dia, quando ela vinha na lambreta com o saco atrás, o fiscal da Alfândega mandou ela parar. (Stanislaw Ponte Preta) i) Embora fosse rico, vivia na mais extrema penúria. 23. Leia as orações: Os infelizes tinham caminhado o dia inteiro, estavam cansados e famintos. Empregando a conjunção adequada, reescreva o período, estabelecendo entre essas orações: a) uma relação causal; b) uma relação de conclusão. 24. No texto a seguir, qual é a circunstância expressa pela locução em destaque? Outrora viajei países imaginários, fáceis de habitar. Ilhas sem problemas, não obstante exaustivas e convidando ao suicídio. (Carlos Drummond de Andrade) 25. Transforme as orações destacadas em orações reduzidas. Lembre-sê: a oração reduzida não apresenta conectivo (conjunção subordinativa ou pronome relativo) e tem o verbo em uma das formas nominais (infinitivo, gerúndio, particípio). a) Penso que estou na sala de aula. b) Encontrei um homem que andava sem destino. c) Sairás prejudicado se não compareceres à reunião. d) Quando acabou o baile, os convidados se retiraram. 25

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto 1.Orações Subordinadas Adverbiais. 2. Apresentação das conjunções adverbiais mais comuns. 3. Orações Reduzidas. As orações subordinadas

Leia mais

Período composto por subordinação

Período composto por subordinação Período composto por subordinação GRAMÁTICA MAIO 2015 Na aula anterior Período composto por coordenação: conjunto de orações independentes Período composto por subordinação: conjunto no qual um oração

Leia mais

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das Um pouco de teoria... Observe: Estudo das classes de palavras Conjunções A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das I- João saiu, Maria chegou. II- João saiu, quando

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte II Período

Leia mais

Valor Semântico de Conectivos. Coordenadas e Adverbiais

Valor Semântico de Conectivos. Coordenadas e Adverbiais Valor Semântico de Conectivos Coordenadas e Adverbiais As conjunções coordenativas, que encabeçam orações coordenadas, independentes, são de cinco tipos: 1. Aditivas: e, nem, não só...mas também, não só...como

Leia mais

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas.

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas. LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL 9º ANO - PORTUGUÊS Caro aluno, seguem abaixo os assuntos para a prova de exame. É só um lembrete, pois os mesmos estão nas apostilas do primeiro bimestre, segundo e terceiro

Leia mais

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por:

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por: COLÉGIO DE APLICAÇÃO DOM HÉLDER CÂMARA AVALIAÇÃO: EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR(A): ANA PAULA DA VEIGA CALDAS ALUNO(A) DATA: / / TURMA: M SÉRIE: 9º ANO DATA PARA ENTREGA:

Leia mais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais Período composto Orações subordinadas adverbiais Orações subordinadas Orações que mantém relação de dependência sintática e semântica entre a oração subordinada e a oração principal. Ex.: Eu tenho dúvida

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA 2 E. M. CEAG 2 BIMESTRE

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA 2 E. M. CEAG 2 BIMESTRE Orientações: Só serão aceitas as atividades feitas por completo e de acordo com o que foi pedido nos enunciados. Todos os exercícios deverão ser resolvidos no caderno. A perda desta lista implicará em

Leia mais

H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. Conjunções: a fim de que, para que, porque.

H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. Conjunções: a fim de que, para que, porque. H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. Conjunções: a fim de que, para que, porque. Ex. Ele não precisa do microfone, para que todos o ouçam. I) Proporcional: funciona como adjunto adverbial

Leia mais

Orações Subordinadas Adverbiais. Amanda de Oliveira.

Orações Subordinadas Adverbiais. Amanda de Oliveira. Orações Subordinadas Adverbiais. Amanda de Oliveira. A Oração Subordinada Adverbial é aquela que, no período composto, equivale a um advérbio. As orações adverbiais sempre exercem, em relação à oração

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Daniel Série: 9 ano Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE Análise de textos poéticos Texto 1 Um homem também chora Um homem também

Leia mais

Orações subordinadas adverbiais. 9º ano Prof. Ana Santa Felicidade

Orações subordinadas adverbiais. 9º ano Prof. Ana Santa Felicidade Orações subordinadas adverbiais 9º ano Prof. Ana Santa Felicidade CAUSAL: causa, motivo. ** porque, visto que, já que Ex.: Viajaram ontem porque tinham tempo. COMPARATIVA: ideia de comparação. ** como,

Leia mais

Professor Jailton. www.professorjailton.com.br

Professor Jailton. www.professorjailton.com.br Professor Jailton www.professorjailton.com.br As orações subordinadas adverbiais recebem essa denominação porque expressam uma circunstância da oração a que se subordinam. Essa circunstância é a função

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 19 por

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Modo: indicativo O modo indicativo expressa um fato de maneira definida, real, no presente, passado ou futuro, na frase afirmativa, negativa ou interrogativa. Presente Presente Passado (=Pretérito) Pretérito

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO

Roteiro para curta-metragem. Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO Roteiro para curta-metragem Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO SINOPSE Sérgio e Gusthavo se tornam inimigos depois de um mal entendido entre eles. Sérgio

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. Trabalho Avaliativo Valor: 30 % Nota: Minhas Férias Eu, minha mãe, meu pai, minha irmã (Su) e meu cachorro

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas

As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas que indicam circunstâncias de : causa, consequência, condição,

Leia mais

PROFESSORA: Patrícia. ALUNO (a): Lista de Língua Portuguesa

PROFESSORA: Patrícia. ALUNO (a): Lista de Língua Portuguesa GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSORA: Patrícia DISCIPLINA: Português SÉRIE: 2º Ano ALUNO (a): NOTA: No Anhanguera você é + Enem Lista de Língua Portuguesa Leia com atenção texto abaixo: Disponível: www.chargesonline.com.br.

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

O que fazer em meio às turbulências

O que fazer em meio às turbulências O que fazer em meio às turbulências VERSÍCULO BÍBLICO Façam todo o possível para viver em paz com todos. Romanos 12:18 OBJETIVOS O QUÊ? (GG): As crianças assistirão a um programa de auditório chamado Geração

Leia mais

Orações reduzidas. Bom Estudo!

Orações reduzidas. Bom Estudo! Orações reduzidas Bom Estudo! Orações reduzidas São orações construídas com as formas nominais do verbo infinitivo (terminação em -r), gerúndio (terminação em -ndo) e particípio (terminação em -ado/ -ido),

Leia mais

O Livro de informática do Menino Maluquinho

O Livro de informática do Menino Maluquinho Coleção ABCD - Lição 1 Lição 1 O Livro de informática do Menino Maluquinho 1 2 3 4 5 6 7 8 Algumas dicas para escrever e-mails: 1. Aprender português. Não adianta fi car orgulhoso por mandar um e-mail

Leia mais

9º Plano de aula. 1-Citação as semana: Não aponte um defeito,aponte uma solução. 2-Meditação da semana:

9º Plano de aula. 1-Citação as semana: Não aponte um defeito,aponte uma solução. 2-Meditação da semana: 9º Plano de aula 1-Citação as semana: Não aponte um defeito,aponte uma solução. 2-Meditação da semana: Enraizando e criando raiz (CD-Visualização Criativa faixa 2) 3-História da semana: Persistência X

Leia mais

TIPO DE AVALIAÇÃO: Lista de Exercícios - Recuperação

TIPO DE AVALIAÇÃO: Lista de Exercícios - Recuperação TIPO DE AVALIAÇÃO: Lista de Exercícios - Recuperação Nome: Nº 8º ano / Ensino Fundamental Turma: Disciplina(s): Português Data: Professor(a): Érica Beatriz Nota: Leia o texto de Clarice Lispector e veja

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais. Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha

Período composto. Orações subordinadas adverbiais. Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha Período composto Orações subordinadas adverbiais Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha Oração subordinada adverbial É aquela que se encaixa na oração principal, funcionando como adjunto adverbial. Observe:

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS As orações subordinadas substantivas são as palavras

Leia mais

PORTUGUÊS CIDA BISPO

PORTUGUÊS CIDA BISPO TIPO 1 PORTUGUÊS CIDA BISPO 7º UNIDADE IV Orientações: Não será aceita a utilização de corretivo; não será permitido o empréstimo de material durante a avaliação; use somente caneta esferográfica azul

Leia mais

Letras. Objetivo. Aspectos das Conexões Sintáticas. Prof a. Dr a. Leda Szabo

Letras. Objetivo. Aspectos das Conexões Sintáticas. Prof a. Dr a. Leda Szabo Letras Prof a. Dr a. Leda Szabo Aspectos das Conexões Sintáticas Objetivo Diferenciar o objeto de estudo da análise de base sintática do objeto de estudo da análise do discurso. Compreender a diferença

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

TÓPICO: SINTAXE DA ORAÇÃO E DO PERÍODO

TÓPICO: SINTAXE DA ORAÇÃO E DO PERÍODO TRIBUNAIS CURSO DE EXERCÍCIOS TÓPICO: SINTAXE DA ORAÇÃO E DO PERÍODO 01- ( T. JUST. RJ ) O Viva Rio pediu dois minutos de silêncio ao meio-dia da próxima sexta-feira. Que item a seguir indica corretamente

Leia mais

INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA

INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA Carolina e, acompanhados de, estão na biblioteca, no mesmo lugar em que o segundo episódio se encerrou.os jovens estão atrás do balcão da biblioteca,

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

Conteúdo: Aula: 40.1. Período composto por subordinação: Oração subordinada adverbial Oração subordinada adverbial temporal LÍNGUA PORTUGUESA

Conteúdo: Aula: 40.1. Período composto por subordinação: Oração subordinada adverbial Oração subordinada adverbial temporal LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula: 40.1 Conteúdo: Período composto por subordinação: Oração subordinada adverbial Oração subordinada adverbial temporal

Leia mais

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br Alô, alô Quero falar com o Marcelo. Momento. Alô. Quem é? Marcelo. Escuta aqui. Eu só vou falar uma vez. A Adriana é minha. Vê se tira o bico de cima dela. Adriana? Que Adriana? Não se faça de cretino.

Leia mais

Adjunto adnominal. Os dois primeiros colocados disputarão a medalha de ouro. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj: adn.

Adjunto adnominal. Os dois primeiros colocados disputarão a medalha de ouro. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj: adn. Professor Jailton Adjunto adnominal é o termo da oração que sempre se refere a um substantivo que funciona como núcleo de um termo, a fim de determiná-lo, indeterminá-lo ou caracterizá-lo. adj. adn. adj.

Leia mais

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 6º Ano Profª: Margareth Rodrigues Dutra Disciplina: Língua Portuguesa Aluno(a): TRABALHO DE RECUPERAÇÃO Data de entrega: 18/12/14 Questão 1- Leia o texto a seguir. Brasileiros

Leia mais

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53 Rio de Janeiro Sumário Para início de conversa 9 Família, a Cia. Ltda. 13 Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35 Cardápio de lembranças 53 O que o homem não vê, a mulher sente 75 Relacionamentos: as Cias.

Leia mais

O PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO: AS ORAÇÕES COORDENADAS

O PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO: AS ORAÇÕES COORDENADAS O PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO: AS ORAÇÕES COORDENADAS 1. Leia as orações dos itens seguintes, observando o tipo de relação semântica existente entre elas. Reescreva-as e ligue-as, empregando uma conjunção

Leia mais

O objeto direto preposicionado pode ocorrer quando: Estiver representando nomes próprios. Ex.: Sempre quis viajar a Fernando de Noronha.

O objeto direto preposicionado pode ocorrer quando: Estiver representando nomes próprios. Ex.: Sempre quis viajar a Fernando de Noronha. Em alguns casos, o objeto direto pode ser introduzido por preposição: é o chamado objeto direto preposicionado. Nesses casos, o verbo é sempre transitivo direto, e seu complemento é, obviamente, um objeto

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos

DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Eu queria testar a metodologia criativa com alunos que eu não conhecesse. Teria de

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

A PREENCHER PELO ALUNO

A PREENCHER PELO ALUNO Prova Final do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico PLNM (A2) Prova 43 63/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - PORTUGUÊS - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== BRINCADEIRA Começou

Leia mais

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAPAI NOEL

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAPAI NOEL 3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: Leia este texto para resolver as questões propostas. CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAPAI NOEL Era uma vez um menino chamado Nicolau. Os pais

Leia mais

DICAS DE PORTUGUÊS. Sidney Patrézio Reinaldo Campos Graduando em Ciência da Computação

DICAS DE PORTUGUÊS. Sidney Patrézio Reinaldo Campos Graduando em Ciência da Computação DICAS DE PORTUGUÊS Sidney Patrézio Reinaldo Campos Graduando em Ciência da Computação CONCORDÂNCIA NOMINAL Concordância nominal é o princípio de acordo com o qual toda palavra variável referente ao substantivo

Leia mais

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos)

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos) I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. Hoje. domingo e o tempo. bom. Por isso nós. todos fora de casa.. a passear à beira-mar.. agradável passar um pouco de tempo

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER JANEIRO - 1 COLHER ONDE PLANTEI

2015 O ANO DE COLHER JANEIRO - 1 COLHER ONDE PLANTEI JANEIRO - 1 COLHER ONDE PLANTEI Texto: Sal. 126:6 Durante o ano de 2014 falamos sobre a importância de semear, preparando para a colheita que viria neste novo ano de 2015. Muitos criaram grandes expectativas,

Leia mais

MATÉRIA: Língua Portuguesa. PROFESSOR: Karla Gomes. SÉRIE: 3º ano. TIPO: Trabalho de Recuperação - 2ª etapa

MATÉRIA: Língua Portuguesa. PROFESSOR: Karla Gomes. SÉRIE: 3º ano. TIPO: Trabalho de Recuperação - 2ª etapa MATÉRIA: Língua Portuguesa PROFESSOR: Karla Gomes SÉRIE: 3º ano TIPO: Trabalho de Recuperação - 2ª etapa QUESTÃO 01- (ITA SP) Leia com atenção a seguinte frase de um texto publicitário: Esta é a escola

Leia mais

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada.

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Cláudia Barral (A sala é bastante comum, apenas um detalhe a difere de outras salas de apartamentos que se costuma ver ordinariamente: a presença de uma câmera de vídeo

Leia mais

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Carnaval 2014 A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Nesta noite vamos fazer uma viagem! Vamos voltar a um tempo que nos fez e ainda nos faz feliz, porque afinal como

Leia mais

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br AMOSTRA DA OBRA www.editoraferreira.com.br O sumário aqui apresentado é reprodução fiel do livro 2ª edição. Eliane Vieira Análise Sintática Português é simples 2ª edição Nota sobre a autora Sumário III

Leia mais

O Açúcar. Leia este poema de Ferreira Gullar. Com que adoço meu café esta manhã em Ipanema.

O Açúcar. Leia este poema de Ferreira Gullar. Com que adoço meu café esta manhã em Ipanema. 8 Gramática -Revisão 8º ano DATA: /09/15: Unidade Centro Aluno (a) Professora: MARIA DO CARMO Leia este poema de Ferreira Gullar. O Açúcar O branco açúcar que adoçará meu café Nesta manhã de Ipanema Não

Leia mais

Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011

Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011 Disciplina LINGUA PORTUGUESA Curso ENSINO FUNDAMENTAL II Professor MARIANA Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011 Aluno (a): Número: 1 - Conteúdo: Substantivos: comum

Leia mais

LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1

LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1 LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1 TESOUREIRO 41 ANOS DE TRABALHO Empresa Horizonte Nascido em Itapipoca, Ceará Idade: 76 anos Esposa: Maria Pinto de Oliveira Praciano Filhos: Lucineide Eu entrei na Empresa

Leia mais

Nome: n.º 3ª série Barueri, / / 2009 Disciplina: Língua Portuguesa 2ª POSTAGEM A BOLA

Nome: n.º 3ª série Barueri, / / 2009 Disciplina: Língua Portuguesa 2ª POSTAGEM A BOLA Nome: n.º 3ª série Barueri, / / 2009 Disciplina: Língua Portuguesa 2ª POSTAGEM ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA 3ª S SÉRIES A-B-C-D A BOLA O pai deu uma bola de presente ao filho. Lembrando o prazer que

Leia mais

Não deixem nenhuma criança Em suas terras trabalhar Lhes digo com segurança Melhor pra elas é estudar

Não deixem nenhuma criança Em suas terras trabalhar Lhes digo com segurança Melhor pra elas é estudar EMPREGADO VERSOS EMPREGADOR Você empregador Cumpra o seu dever Registre o trabalhador E aperreio não vai ter Ele será seu defensor E vai fazer você crescer A carteira eu entrego Pra ter tudo anotado Ninguém

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 1 JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 ENTREGADOR DE CARGAS 32 ANOS DE TRABALHO Transportadora Fácil Idade: 53 anos, nascido em Quixadá, Ceará Esposa: Raimunda Cruz de Castro Filhos: Marcílio, Liana e Luciana Durante

Leia mais

Português. e) Não conheço a pessoa de * você falou. f) Você é tudo * sonhei! Respostas

Português. e) Não conheço a pessoa de * você falou. f) Você é tudo * sonhei! Respostas Português Página 71 3. Complete as frases no caderno com pronomes relativos. a) O livro * peguei da biblioteca é ótimo. b) Os doces de * mais gosto estão fresquinhos! c) A escola * estudo fica perto de

Leia mais

Coisas de pais. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática. texto 1. Você pode utilizar o verso de todas as folhas e a última página como rascunho.

Coisas de pais. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática. texto 1. Você pode utilizar o verso de todas as folhas e a última página como rascunho. Você pode utilizar o verso de todas as folhas e a última página como rascunho. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática texto 1 Coisas de pais Eu estudava em um colégio bom, ele tinha uma ótima localização.

Leia mais

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Brasília-DF, 30 de outubro de 2006 Jornalista Ana Paula Padrão: Então vamos às perguntas, agora ao vivo, com

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 9 por completo

Leia mais

PERÍODO período simples período composto

PERÍODO período simples período composto Já estudamos que PERÍODO é a frase constituída por uma ou mais orações, formando um todo, com sentido completo. Quando possui apenas uma oração, é classificado como período simples; quando possui mais

Leia mais

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais!

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Por Rafael Piva Guia 33 Prático Passos para criar Ideias de Negócio Vencedores! Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Que bom que você já deu um dos

Leia mais

Colégio Nomelini Ensino Fundamental II LISTA Nº 04 9º ANO

Colégio Nomelini Ensino Fundamental II LISTA Nº 04 9º ANO Trazer a tarefa resolvida no dia: 22/03/2013 (Sexta-feira) Prof. Vanessa Matos Interpretação de textos LISTA Nº 04 9º ANO DESCRIÇÃO: A seleção de atividades é para a leitura e interpretação. Responda os

Leia mais

MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL

MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL Lembro-me que haviam me convocado para uma entrevista de trabalho no NOVOTEL. Lembro-me de estar ansioso e ter passado a noite anterior preparando a minha entrevista. Como iria

Leia mais

Peça de Teatro Sinopse Argumento

Peça de Teatro Sinopse Argumento 1 Peça de Teatro Sinopse Duas crianças da comunidade...(comunidade local onde será encenada a peça) se encontram, conversam à respeito de limpar a rua e ser útil de alguma forma para o meio em que habitam.

Leia mais

Vestibular Comentado - UVA/2010.2

Vestibular Comentado - UVA/2010.2 LÍNGUA PORTUGUESA Comentários: Profs. Evaristo, Crerlânio, Vicente Júnior Texto 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 Flor voltara a embalar-se

Leia mais

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares BOLA NA CESTA Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares 25/04/2012 SINOPSE Essa é a história de Marlon Almeida. Um adolescente que tem um pai envolvido com a criminalidade. Sua salvação está no esporte.

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas de Campo Limpo

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas de Campo Limpo , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas de Campo Limpo São Paulo-SP, 20 de outubro de 2004 Meus queridos companheiros e minhas queridas companheiras

Leia mais

A formação moral de um povo

A formação moral de um povo É um grande desafio evangelizar crianças nos dias de hoje. Somos a primeira geração que irá dizer aos pais e evangelizadores como evangelizar os pequeninos conectados. Houve um tempo em que nos colocávamos

Leia mais

SERIE: APRENDENDO COM OS BICHINHOS A FORMIGUINHA

SERIE: APRENDENDO COM OS BICHINHOS A FORMIGUINHA Radicais Kids - Sábado 13/12 Ministério Boa Semente Igreja em células SERIE: APRENDENDO COM OS BICHINHOS A FORMIGUINHA Lição: Xô Preguiça!! Base bíblica: Provérbios 6:6-11 Preguiçoso, aprenda uma lição

Leia mais

Autor (a): Januária Alves

Autor (a): Januária Alves Nome do livro: Crescer não é perigoso Editora: Gaivota Autor (a): Januária Alves Ilustrações: Nireuda Maria Joana COMEÇO DO LIVRO Sempre no fim da tarde ela ouvia no volume máximo uma musica, pois queria

Leia mais

Vai ao encontro! de quem mais precisa!

Vai ao encontro! de quem mais precisa! Vai ao encontro! 2ª feira, 05 de outubro: Dos mais pobres Bom dia meus amigos Este mês vamos tentar perceber como podemos ajudar os outros. Vocês já ouviram falar das muitas pessoas que estão a fugir dos

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:...

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:... ALEGRIA PERSONAGENS: Duas amigas entre idades adolescentes. ALEGRIA:... TATY:... Peça infanto-juvenil, em um só ato com quatro personagens sendo as mesmas atrizes, mostrando a vida de duas meninas, no

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

Ano: 9 Turma: 9.1 e 9.2

Ano: 9 Turma: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ª Etapa 2014 Disciplina: Língua Portuguesa Professor (a): Cris Souto Ano: 9 Turma: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

Olga, imigrante de leste, é empregada nessa casa. Está vestida com um uniforme de doméstica. Tem um ar atrapalhado e está nervosa.

Olga, imigrante de leste, é empregada nessa casa. Está vestida com um uniforme de doméstica. Tem um ar atrapalhado e está nervosa. A Criada Russa Sandra Pinheiro Interior. Noite. Uma sala de uma casa de família elegantemente decorada. Um sofá ao centro, virado para a boca de cena. Por detrás do sofá umas escadas que conduzem ao andar

Leia mais

ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO

ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO Ideia: Produção realizada a partir de um fato marcante e em algumas situações ocorre a mesclagem entre narrações e demonstrações de cenas. Personagens: A filha da doméstica

Leia mais

mundo. A gente não é contra branco. Somos aliados, queremos um mundo melhor para todo mundo. A gente está sentindo muito aqui.

mundo. A gente não é contra branco. Somos aliados, queremos um mundo melhor para todo mundo. A gente está sentindo muito aqui. Em 22 de maio de 2014 eu, Rebeca Campos Ferreira, Perita em Antropologia do Ministério Público Federal, estive na Penitenciária de Médio Porte Pandinha, em Porto Velho RO, com os indígenas Gilson Tenharim,

Leia mais

A DIVERSIDADE NA ESCOLA

A DIVERSIDADE NA ESCOLA Tema: A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS. A DIVERSIDADE NA ESCOLA Quando entrei numa escola, na 1ª série, aos 6 anos, tinha uma alegria verdadeira com a visão perfeita, não sabia ler nem escrever, mas

Leia mais

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Atividade: Leitura e interpretação de texto Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Orientações: 1- Leia o texto atentamente. Busque o significado das palavras desconhecidas no dicionário. Escreva

Leia mais

História de Trancoso

História de Trancoso Aluno(a): Professor(a): Turma: n o : Data: Leia o texto a seguir com atenção. História de Trancoso Joel Rufi no dos Santos Era uma vez um fazendeiro podre de rico, que viajava solitário. Ah, quem me dera

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Ano: 9 Turmas: 9.1 e 9.2

Ano: 9 Turmas: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação 1ª Etapa 2014 Disciplina: PORTUGUÊS Professor (a): Cris Souto Ano: 9 Turmas: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

As palavras: QUE, SE e COMO.

As palavras: QUE, SE e COMO. As palavras: QUE, SE e COMO. Enfocaremos, nesse capítulo, algumas particularidades das referidas palavras. Professor Robson Moraes I A palavra QUE 1. Substantivo aparece precedida por artigo e exerce funções

Leia mais

SINTAXE. ISJB - Colégio Salesiano Jardim Camburi. Profa. Me. Luana Lemos. llemos@salesiano.org.br

SINTAXE. ISJB - Colégio Salesiano Jardim Camburi. Profa. Me. Luana Lemos. llemos@salesiano.org.br SINTAXE ISJB - Colégio Salesiano Jardim Camburi Profa. Me. Luana Lemos 1 FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO FRASE unidade mínima de comunicação. Ex: Nós estudamos muito. Frase nominal exprime uma visão estática do

Leia mais

O QUE MAIS ESTRESSA O CARIOCA? FEVEREIRO

O QUE MAIS ESTRESSA O CARIOCA? FEVEREIRO Enquete Algumas reportagens e matérias dão conta que o Brasil é o segundo país mais estressado do mundo e o trabalho é apontado como uma das principais causas desse mal. Porém, nem só de trabalho vive

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais