Redes Locais de Computadores. Redes Locais de Computadores. Redes Locais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Redes Locais de Computadores. Redes Locais de Computadores. Redes Locais"

Transcrição

1 Redes Locais Conteúdo 1. Arquitetura IEEE Ethernet 3. Fast Ethernet 4. Gigabit Ethernet Gigabit Ethernet 6. Cabeamento Estruturado 7. Wireless - Wlan a/b/g 8. Wireless - Blue Tooth 9. Tecnologias Mortas (Token Ring e FDDI)

2 Arquitetura IEEE 802 MSG Fluxo da Mensagem através da Arquitetura em Camadas MSG Origem Nó Intermediário Destino Segmento X Segmento Y Arquitetura IEEE Aplicação 6. Apresentação 5. Sessão OSI Comparativo da Arquitetura IEEE 802 com as Arquiteturas OSI e TCP/IP TCP/IP Aplicações (FTP, Telnet, HTTP, DNS, SNMP, Mail, etc) 4. Transporte TCP UDP 3. Rede IP 2. Enlace 1. Física LLC MAC Física LLC - Logical Link Control MAC - Medium Access Control IEEE - Institute of Eletrical and Eletronics Engineers ANSI - American National Standards Institute FDDI - Fiber Distributed Data Interface PPP - Point-to-Point Protocol ATM - Asynchronous Transfer Mode Ethernet (IEEE 802.3) LLC (IEEE 802.2) Token Ring (IEEE 802.5) FDDI (ANSI X3T9.5) Tecnologias de Rede (Ethernet, FDDI, Token Ring, PPP, X25, Frame Relay, ATM, etc) FTP - File Transfer Protocol HTTP - HyperText Transfer Protocol DNS - Domain Name System SNMP - Simple Network Management Protocol TCP - Transmission Control Protocol UDP - User Datagram Protocol IP - Internet Protocol

3 Arquitetura IEEE 802 TCP/IP Aplicações Composição da Mensagem na Arquitetura de Rede (FTP, Telnet, HTTP, DNS, SNMP, Mail, etc) APL Header DADOS TCP UDP TCP Header INFO IP IP Header INFO LLC LLC Header INFO MAC MAC Header INFO MAC Trailer Física MAC Header LLC Header IP Header TCP Header APL Header DADOS MAC Trailer Segmento TCP Datagrama IP PDU (Protocol Data Unit) LLC Quadro (Frame) MAC Arquitetura IEEE 802: Subcamada LLC LLC MAC Física Oferece interface lógica padrão para a camada superior que utiliza seus serviços através dos SAPs (Service Access Points) Pode implementar controle de erros ou de fluxo Disponibiliza 3 tipos de operação de protocolo: Tipo 1 - Protocolo não orientado à conexão e sem reconhecimento Tipo 2 - Protocolo orientado à conexão com reconhecimento Tipo 3 - Protocolo não orientado à conexão com reconhecimento Formato da PDU (Protocol( Data Unit) ) para o LLC 8 bits 8 bits 8 ou 16 bits 8 * m bits DSAP SSAP CONTROL INFO LLC Header DSAP = Destination Service Access Point SSAP = Source Service Access Point Control = Campo que define o tipo da PDU

4 Arquitetura IEEE 802: Subcamada LLC A Windows B Windows C Netware FTP Client Netware FTP Client Netware SRVR Netware SPX TCP TCP SPX SPX IPX IP IP IPX IPX (A1) LLC (A2) (B1) LLC (B2) SAP (C1) LLC MAC MAC MAC Física Física Física 1. A pilha TCP/IP do computador A troca mensagens com a pilha TCP/IP do computador B através da conexão estabelecida entre os SAPs (Service Access Points) A2 e B1. 2. A pilha IPX/SPX do computador A troca mensagens com a pilha IPX/SPX do computador C através da conexão estabelecida entre os SAPs A1 e C1. IPX - Internetwork Packet Exchange SPX - Sequenced Packet Exchange Ethernet: : Subcamada MAC (Medium( Access Control) LLC MAC Física Responsável pelo controle de acesso ao meio físico No caso do Ethernet utiliza-se: CSMA/CD (Carrier Sense Multiple Access with Colision Detection) Outras tecnologias utilizam outros métodos de acesso (ex:token Passing) Na transmissão: Recebe a PDU da camada LLC Monta o frame inserindo os campos do Header e Trailer MAC Executa o algoritmo CSMA/CD Envia o frame para a camada física Na recepção: Recebe o Frame da camada física Verifica os campos do Header e Trailer MAC Envia a PD para a camada LLC

5 Ethernet: : Subcamada MAC (Medium( Access Control) Transmissão de Frames Fluxo de Transmissão de Frames utilizando o CSMA/CD LLC MAC Física Monta Frame Espera tempo de backoff N Meio Livre? S Backoff = random (0,2**num. tentativas) * slottime SlotTime = 51,2 µs (tempo para TX 64 bytes) Calcula tempo de backoff N Inicia Transmissão Colisão? S Envia Jam de 32 bits Incrementa Num tentativas Num Max. Tentativas (16)? S Erro: excesso de colisões N N Fim de Transmissão? S Transmissão OK Ethernet: : Subcamada MAC (Medium( Access Control) Recepção de Frames Fluxo de Recepção de Frames Inicia Recepção Erro Alinhamento S N S N Fim de Recepção? S Frame pequemo? Endereço N S N reconhecido? FCS válido? Bits extras? N Erro: FCS S LLC MAC Física Tamanho válido? S S Desmonta o quadro N Erro: Tamanho Recepção OK

6 Ethernet: : Subcamada MAC (Medium( Access Control) Formato do Frame MAC para Preâmbulo SFD DA SA Tamanho INFO FCS MAC Header MAC Trailer Preâmbulo: Seqüência padrão de bits para sincronização da recepção. SFD (Start Frame Delimiter): Seqüência Indica o início do quadro. DA (Destination Address): MAC Address de destino. (Se todos F =broadcast. SA (Source Address): MAC Address de origem. Tamanho: Quantidade de bytes do campo INFO (Protocolo no Ethernet V2) INFO: Contém a PDU recebida da camada LLC. FCS (Frame Check Sequence): Para detectar erros na recepção. Ethernet: : Subcamada MAC (Medium( Access Control) Endereçamento no Ethernet Preâmbulo SFD DA SA Tamanho INFO FCS Endereços MAC Address: 48 bits para identifição da estação no enlace 24 bits para identificação do fabricante 24 bits para identificação seqüencial Unicast Address: Específico de uma interface ethernet Multicast Address: De um grupo de estações em uma rede Broadcast Address: Todos os bits ligados FF.FF.FF.FF.FF.FF Destinado a todas estações na rede

7 Arquitetura IEEE 802: Camada Física LLC MAC Física Responsável pela transmissão transparente dos bits através do meio físico Leva em conta aspectos relacionados com as seguintes características: Mecânicas: tipos de cabos e conectores e etc Físicas: níveis de tensão e distâncias e etc Funcionais: função de cada pino do conector por exemplo Tipos de Transmissão: Baseband ou Broadband etc Ethernet: : Características Gerais Padrão: IEEE Topologia: Barramento e/ou Estrela Taxa de Transmissão: 10 Mbps Método de Acesso ao Meio Físico CSMA/CD (Carrier Sense Multiple Access with Colision Detection) Meio Físicos Utilizados 10Base5 - cabo coaxial grosso de 50 ohms 500 Metros 10Base2 - cabo coaxial fino de 50 ohms 185 Metros 10BaseT - STP (Shielded Twisted Pair) ou UTP (Unshielded TP) 100 Metros 10BaseF - fibra óptica 2 Km Tipo de Aplicação: dados

8 Ethernet: : Camada Física 10Base2 Ethernet: : Camada Física 10BaseT CONECTORES RJ45 HUB ou SWITCH TP Cabo TP Cabo TP Placa de Rede Placa de Rede

9 Ethernet: : Camada Física 10BaseF HUB ou SWITCH FO CONECTORES FO Fibra Óptica Fibra Óptica Conversor TP - FO Conversor TP - FO Cabo TP Cabo TP Placa de Rede Placa de Rede Ethernet: : Camada Física 10BaseF Fibras Ópticas

10 Ethernet: : Domínio de Colisão SWITCH HUB Servidor DOMÍNIO DE COLISÃO DOMÍNIO DE COLISÃO HUB HUB DOMÍNIO DE COLISÃO DOMÍNIO DE COLISÃO Fast Ethernet Padrão: IEEE u Topologia: Estrela Taxa de Transmissão: 100 Mbps Método de Acesso ao Meio Físico CSMA/CD (Carrier Sense Multiple Access with Colision Detection) Meio Físicos Utilizados 100BaseT4 - par trançado UTP ou STP 4 pares 100 Metros 100BaseTX - par trançado UTP ou STP 2 pares 100 Metros 100BaseFX - fibra óptica 2 vias 400 Metros Tipo de Aplicação: dados, voz e vídeo

11 Gigabit Ethernet Padrão: IEEE z Topologia: Estrela Taxa de Transmissão: 1 Gbps Método de Acesso ao Meio Físico CSMA/CD (Carrier Sense Multiple Access with Colision Detection) Meio Físicos Utilizados 1000BaseCX - Shielded copper - cabo coaxial - 25 Metros 1000BaseT - UTP - par trançado 4 pares Metros 1000BaseSX - Short-wave laser - fibra óptica Metros 1000BaseLX - Long-wave laser - fibra óptica Metros Tipo de Aplicação: dados, voz e vídeo 10 Gigabit Ethernet Padrão: IEEE ae Topologia: Estrela Taxa de Transmissão: 10 Gbps Método de Acesso ao Meio Físico CSMA/CD (Carrier Sense Multiple Access with Colision Detection) Meio Físicos Utilizados 10GBASE-SR (Dark Fiber) e 10GBASE-SW (SDH) Multimode Fiber de 2 metros a 300 metros 10GBASE-LR (Dark Fiber) e 10GBASE-LW (SDH) Singlemode Fiber de 2 metros a 10 Kilometros 10GBASE-ER (Dark Fiber) e 10GBASE-EW (SDH) Singlemode Fiber de 2 metros a 40 Kilometros Tipo de Aplicação: dados, voz e vídeo

12 10 Gigabit Ethernet Ratificado formalmente pelo IEEE em 12 junho de 2002 Novas perspectivas de serviços pois além da velocidade o alcance máximo é de até 40 KM em fibra óptica monomodo O padrão permite apenas o modo de operação full-duplex Ainda bastante caro, mas tende a cair com o tempo Aplicável na construção de backbones rápidos em LANs ou MANS Aplicação dos Diversos Padrões Ethernet Servidor Servidor Servidor Servidor 1Gbps Módulos 10 Gbps 1Gbps SWITCH 10 Gbps SWITCH Módulos 1 Gbps 100 Mbps 100 Mbps SWITCH SWITCH SWITCH SWITCH 10 Mbps 10 Mbps 10 Mbps 10 Mbps

13 Cabeamento Estruturado RACK HUB ou SWITCH PATCH PANEL PATCH CORDS PATCH PANEL TOMADA DE REDE TOMADA DE REDE TOMADA DE REDE TOMADA DE REDE ÁREA DE TRABALHO ÁREA DE TRABALHO ÁREA DE TRABALHO Cabeamento Estruturado Esquema de crimpagem de Cabos TP com conectores RJ B 568A

14 Cabeamento Estruturado Wireless LAN (Rede Local sem Fio) O padrão IEEE foi desenvolvido para garantir a padronização de comunicação de dados entre dispositivos de redes locais sem fio. É conhecida também pelo nome de Wi-Fi, abreviatura de wireless fidelity (fidelidade sem fios), que é uma marca registrada pertencente à Wireless Ethernet Compatibility Alliance (WECA). Padrão: IEEE b 11 Mbps IEEE a 54 Mbps (NÃO compatível com IEEE b) IEEE g 54 Mbps (compatível com IEEE b ) Arquiteturas: Ad-Hoc Infrastructure (utilizando Access Point) Taxa de Transmissão: 11 Mbps e 54Mbps Método de Acesso ao Meio Físico CSMA/CA (Carrier Sense Multiple Access with Collision Avoidance)

15 Wireless LAN Wireless LAN: Arquiteturas do IEEE Ad-Hoc: a comunicação entre as estações é direta. Não existem pontos fixos (vide figura 1). Infrastructure (utilizando Access Point): existem pontos fixos através dos quais se dá a comunicação (vide figura 2).

16 Wireless LAN: Problema do Nó Escondido C não consegue escutar A e pode começar a transmitir enquanto A também estiver transmitindo. A e C não conseguem detectar colisão. Apenas o receptor pode auxiliar na detecção de colisões. Wireless LAN: Componentes

17 Wireless LAN: Método de Acesso ao Meio Físico CSMA/CA (Carrier Sense Multiple Access with Collision Avoidance) Se o meio está ocupado, o transmissor aguarda um período randômico de tempo A colisão é evitada através do fluxo acima O RTS contém o endereço do destino e a duração da mensagem Todas as estação aguardam o tempo de duração da mensagem para evitar colisão O ACK é enviado para garantir que o dados foram recebidos Bluetooth: : Características O Bluetooth é a melhor aposta para interligação eletrônica em redes para interligação sem fio. Um celular pode ser usado para sincronizar a agenda de telefones com o PC ou palmtop, e uma câmera digital pode enviar fotos à impressora, por exemplo. Especificação aberta para conexão sem fio em curta distância, via freqüência de rádio Os sinais enviados chegam a 2,4 Ghz A taxa média de transmissão entre os aparelho baseados na tecnologia é de 1 Mbps A distância máxima entre os equipamentos é de 10 metros. As conexões podem ser ponto-a-ponto ou multiponto. Usa o software Bluetooth Conection Manager protocolo de comunicação Bluetooth v1.1

18 Bluetooth: : Aplicações Você chega ao escritório e coloca sua pasta na mesa. Enquanto em seu escritório, seu Assistente Digital Pessoal (PDA) automaticamente sincroniza com seu PC de mesa e transfere: Arquivos s Informação de agenda de compromissos. Bluetooth: : Aplicações Enquanto em uma reunião, você acessa seu PDA para enviar sua apresentação ao quadro branco eletrônico. Você registra atas da reunião em seu PDA e sem nenhum cabo ligado, transfere as informações aos participantes presentes antes de que eles deixem a reunião.

19 Bluetooth: : Aplicações Um supervisor de uma fábrica, caminha por ela conferirindo o estado de cada equipamento de teste da linha de produção, carregando uma interface do usuário que instantâneamente acessa qualquer máquina. Ele verifica taxas de defeito de produto e falhas de peças em estações de trabalho selecionadas. Bluetooth: : Aplicações Você chega ao hotel. Quando você entra, você é registrado automaticamente e seu número de quarto e a chave eletrônica é transferida para seu PDA. Quando você chegua no quarto, a porta abre automaticamente.

20 Bluetooth: : Aplicações Ansioso em ver a estréia do filme, você chega ao cinema e acha fila longa para comprar ingressos. Usando sua tecnologia Bluetooth PDA, ela confirma e paga por seus ingressos, você evita a fila, entra no cinema, em seu assento preferido. Bluetooth: : Aplicações Você chega ao aeroporto e fila enorme é formada para marcar o assento e entregar o bilhete. Você evita a fila, enquanto isso seu PDA apresenta um ingresso eletrônico e automaticamente seleciona seu assento. O sistema de identificação de check-in da companhia aérea confere a identificação pela função embutida de "ID-etiqueta" que está no seu PDA e confirma seu assento reservado.

21 Tecnologias Mortas: Token Ring Padrão: IEEE Topologia: Anel e/ou Estrela Taxa de Transmissão: 4 e 16 Mbps Método de Acesso ao Meio Físico: Token Passing Meio Físicos Utilizados Par trançado STP (Shielded Twisted Pair) ou UTP (Unshielded Twisted Pair) Fibra óptica Tipo de Aplicação: Dados High Speed Token Ring: Taxa de transmissão de 100 Mbps Tecnologias Mortas: FDDI (Fiber Distributed Data Interface) Padrão: ANSI X3T9.5 Topologia: Duplo Anel com Tolerância a Falhas Taxa de Transmissão: 100 Mbps com taxa efetiva de 80 Mbps Método de Acesso ao Meio Físico: Token Passing Meio Físicos Utilizados: fibra óptica e par trançado Número máximo de estações no anel: 500 Comprimento máximo do anel: 100 Km Serviços de transmissão de dados oferecidos Assíncrono: instante de transmissão desconhecido Síncrono: previsibilidade de quando o token vai passar

Redes Locais de Computadores. Redes Locais. Copyright Centro Universitário Fundação Santo André Disciplina Redes de Computadores

Redes Locais de Computadores. Redes Locais. Copyright Centro Universitário Fundação Santo André Disciplina Redes de Computadores Redes Locais Conteúdo Redes Locais de Computadores 1. Arquitetura IEEE 802 2. Ethernet 3. Fast Ethernet 4. Gigabit Ethernet 5. 10 Gigabit Ethernet 6. Cabeamento Estruturado 7. Wireless - Wlan 802.11 a/b/g

Leia mais

Padrões de Rede 15/02/2014. Padrões de rede. Padrão Ethernet IEEE 802.3 802.3

Padrões de Rede 15/02/2014. Padrões de rede. Padrão Ethernet IEEE 802.3 802.3 Padrões de Rede Fundamentos de Redes de Computadores Prof. Marcel Santos Silva Padrões de rede Existem diversos padrões Ethernet, que são utilizados pela maioria das tecnologias de rede local em uso. Definem

Leia mais

Redes de Computadores IEEE 802.3

Redes de Computadores IEEE 802.3 Redes de Computadores Ano 2002 Profª. Vívian Bastos Dias Aula 8 IEEE 802.3 Ethernet Half-Duplex e Full-Duplex Full-duplex é um modo de operação opcional, permitindo a comunicação nos dois sentidos simultaneamente

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

Padrão Ethernet. Características Gerais

Padrão Ethernet. Características Gerais O padrão ethernet surgiu em 1972 nos laboratórios da Xerox, com o pesquisador Robert Metcalfe. Inicialmente utilizava uma rede onde todas as estações(lans) compartilhavam do mesmo meio de transmissão,

Leia mais

Redes Locais. Prof. Luiz Carlos B. Caixeta Ferreira

Redes Locais. Prof. Luiz Carlos B. Caixeta Ferreira Redes Locais. Prof. Luiz Carlos B. Caixeta Ferreira 2. Padrões de Redes Locais 2.1 - Criação da Ethernet 2.2 - Padrões IEEE 802.x 2.3 - Especificações 802.3 2.4 - Token Bus 2.5 - Token Ring 2.1 - Criação

Leia mais

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Sobre a arquitetura Ethernet Camadas da arquitetura Ethernet Topologias para redes Ethernet IFPB/Patos - Prof. Claudivan 2 É a arquitetura mais comum em redes locais

Leia mais

Capítulo 11: Redes de Computadores. Prof.: Roberto Franciscatto

Capítulo 11: Redes de Computadores. Prof.: Roberto Franciscatto Capítulo 11: Redes de Computadores Prof.: Roberto Franciscatto REDES - Introdução Conjunto de módulos de processamento interconectados através de um sistema de comunicação, cujo objetivo é compartilhar

Leia mais

Redes de Computadores IEEE 802.3

Redes de Computadores IEEE 802.3 Redes de Computadores Ano 2002 Profª. Vívian Bastos Dias Aula 7 IEEE 802.3 Padrão Ethernet 10BASE5 É o padrão IEEE 802.3 original, taxa de transmissão de 10Mbps. Utiliza um tipo de cabo coaxial grosso

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Redes de Alta Velocidade

Redes de Alta Velocidade Redes de Alta Velocidade IEEE 802.3z e IEEE 802.3ab Gigabit Ethernet Redes de Alta Velocidade IEEE 802.3z e IEEE 802.3ab Gigabit Ethernet Parte I IEEE 802.3 Ethernet Parte II IEEE 802.3u Fast Ethernet

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula Complementar - MODELO DE REFERÊNCIA OSI Este modelo se baseia em uma proposta desenvolvida pela ISO (International Standards Organization) como um primeiro passo em direção a padronização dos protocolos

Leia mais

Módulo 6 Conceitos Básicos sobre Ethernet

Módulo 6 Conceitos Básicos sobre Ethernet CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 6 Conceitos Básicos sobre Ethernet Fundamentos de Ethernet Introdução à Ethernet A maior parte do tráfego da Internet tem origem em ligações Ethernet. Razões do

Leia mais

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Tecnologia Revisão 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Comunicação de Dados As redes de computadores surgiram com a necessidade de trocar informações, onde é possível ter acesso

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento. Padrões. Padrões. Meios físicos de transmissão

O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento. Padrões. Padrões. Meios físicos de transmissão O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento Romeu Reginato Julho de 2007 Rede. Estrutura de comunicação digital que permite a troca de informações entre diferentes componentes/equipamentos

Leia mais

Redes de Computadores Concursos de TI

Redes de Computadores Concursos de TI Redes de Computadores Concursos de TI CONCEITOS DE REDES PARTE 1 Prof. Bruno Guilhen Arquitetura e Protocolo de Redes www.concursosdeti.com.br E1 E9 Conceito de Protocolo E2 N1 R1 R3 R2 N5 R4 Como esses

Leia mais

RCO2. Redes Locais (LANs): Arquitetura IEEE 802

RCO2. Redes Locais (LANs): Arquitetura IEEE 802 RCO2 Redes Locais (LANs): 1 Conjunto de padrões no escopo das camadas de enlace e física 2 Exemplos de padrões partes da arquitetura IEEE 802: 3 Alguns padrões da família IEEE 802: 802.2 LLC 802.3 Equivalente

Leia mais

Tecnologia e Infraestrutura. Conceitos de Redes

Tecnologia e Infraestrutura. Conceitos de Redes Tecnologia e Infraestrutura Conceitos de Redes Agenda Introdução às Tecnologias de Redes: a) Conceitos de redes (LAN, MAN e WAN); b) Dispositivos (Hub, Switch e Roteador). Conceitos e tipos de Mídias de

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Metro-Ethernet (Carrier Ethernet) www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Ethernet na LAN www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique

Leia mais

Pós-Graduação OBCURSOS FACON TI 2007

Pós-Graduação OBCURSOS FACON TI 2007 Pós-Graduação OBCURSOS FACON TI 2007 Prof. Bruno Guilhen Brasília Setembro CONCEITOS DE REDES PARTE 1 Arquitetura e Protocolo de Redes Realidade atual Motivação Ampla adoção das diversas tecnologias de

Leia mais

REDES ETHERNET. Curso Profissional Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Redes de Comunicação 10º Ano

REDES ETHERNET. Curso Profissional Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Redes de Comunicação 10º Ano REDES ETHERNET Curso Profissional Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Redes de Comunicação 10º Ano Nome: Marcelo Filipe Rocha Assunção 2013/2014 ÍNDICE Introdução... 2 Arquitetura

Leia mais

Unidade 2.3 Visão Geral de Protocolos de Redes

Unidade 2.3 Visão Geral de Protocolos de Redes Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 2.3 Visão Geral de Protocolos de Redes 2 Bibliografia

Leia mais

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores Apresentação do professor, da disciplina, dos métodos de avaliação, das datas de trabalhos e provas; introdução a redes de computadores; protocolo TCP /

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Teoria e Prática Douglas Rocha Mendes Novatec Sumário Agradecimentos...15 Sobre o autor...15 Prefácio...16 Capítulo 1 Introdução às Redes de Computadores...17 1.1 Introdução... 17

Leia mais

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede Rede de Computadores Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações nos

Leia mais

Arquitetura de Redes de Computadores - aula 3

Arquitetura de Redes de Computadores - aula 3 Arquitetura de Redes de Computadores - aula 3 Prof. Celso Rabelo Universidade Castelo Branco 1 Objetivo 2 Conceitos Tratamento de Colisão Histórico 3 Características Regras de Controle Tipos de Cabo e

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação A camada de enlace, cujo protocolo é utilizado para transportar um datagrama por um enlace individual, define o formato dos pacotes trocados entre os nós nas extremidades, bem como

Leia mais

Fundamentos de Redes de Computadores. Camadas física e de enlace do modelo OSI Prof. Ricardo J. Pinheiro

Fundamentos de Redes de Computadores. Camadas física e de enlace do modelo OSI Prof. Ricardo J. Pinheiro Fundamentos de Redes de Computadores Camadas física e de enlace do modelo OSI Prof. Ricardo J. Pinheiro Resumo Camada física. Padrões. Equipamentos de rede. Camada de enlace. Serviços. Equipamentos de

Leia mais

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana Rede de Computadores Parte 01 Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações

Leia mais

Topologias. Topologias. Repetidores Bridges LAN, WAN, MAN LAN Local Area Network. Protocolos de Acesso ao Meio Família IEEE 802.XXX.

Topologias. Topologias. Repetidores Bridges LAN, WAN, MAN LAN Local Area Network. Protocolos de Acesso ao Meio Família IEEE 802.XXX. Repetidores Bridges, WAN, MAN Local Area Network Ponto a Ponto Protocolos de Acesso ao Meio Família IEEE 802.XXX BUS - Segmento 1 2 TREE - Árvore RING - Anel STAR - Estrela STAR - Estrela 3 4 1 BRIDGE

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos

REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos Administração de Empresas 2º Período Informática Aplicada REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos Prof. Sérgio Rodrigues 1 INTRODUÇÃO Introdução Este trabalho tem como objetivos: definir

Leia mais

TOPOLOGIAS FÍSICA. BARRAMENTO É a mais simples das três, pois nela um PC é ligado ao outro,usando apenas um único cabo coaxial.

TOPOLOGIAS FÍSICA. BARRAMENTO É a mais simples das três, pois nela um PC é ligado ao outro,usando apenas um único cabo coaxial. Topologia É um diagrama que descreve como os elementos de uma rede estão interligados. Esses elementos são chamados de NÓS, e podem ser computadores, impressoras e outros equipamentos. 1 Topologias de

Leia mais

TRABALHO SOBRE ETHERNET

TRABALHO SOBRE ETHERNET TRABALHO SOBRE ETHERNET Centro de Formação de Alcoitão UFCD 0831 Topologias de redes Ethernet Formador(a): Daniela Azevedo Formandos: António Rocha, Célia Silva e Rui Bárcia Índice Introdução Características

Leia mais

Figura 1 - Comparação entre as camadas do Modelo OSI e doieee. A figura seguinte mostra o formato do frame 802.3:

Figura 1 - Comparação entre as camadas do Modelo OSI e doieee. A figura seguinte mostra o formato do frame 802.3: Introdução Os padrões para rede local foram desenvolvidos pelo comitê IEEE 802 e foram adotados por todas as organizações que trabalham com especificações para redes locais. Os padrões para os níveis físico

Leia mais

Ethernet. Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II

Ethernet. Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II Ethernet Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II Ethernet... 1 Por que rede?... 2 Ethernet... 2 A subcamada MAC... 3 Frame... 4 Endereçamento... 4 Camada Física... 4 Pesquise... 5 Temas

Leia mais

Módulo 7 Tecnologia da Ethernet

Módulo 7 Tecnologia da Ethernet CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 7 Tecnologia da Ethernet Ethernet a 10 e 100 Mbps Tipos de Ethernet Todas as verões da Ethernet têm: Endereçamento MAC. Formato das tramas idêntico. Utilizam o

Leia mais

O Padrão Ethernet. Prof. José Gonçalves Pereira Filho Departamento de Informática/UFES zegonc@inf.ufes.br

O Padrão Ethernet. Prof. José Gonçalves Pereira Filho Departamento de Informática/UFES zegonc@inf.ufes.br O Padrão Ethernet Prof. José Gonçalves Pereira Filho Departamento de Informática/UFES zegonc@inf.ufes.br Origens O início do desenvolvimento da tecnologia Ethernet ocorreu nos laboratórios da Xerox PARC,

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Open Systems Interconnection Modelo OSI No início da utilização das redes de computadores, as tecnologias utilizadas para a comunicação

Leia mais

Redes Ethernet. Padrão IEEE 802.3

Redes Ethernet. Padrão IEEE 802.3 Padrão IEEE 802.3 Redes Ethernet Desenvolvido pela Xerox, Digital e Intel em meados de 1972 Largura de banda de 3 Mbps, utilizando cabo coaxial É a Rede Local mais antiga e popular da atualidade Utiliza

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Curso Técnico em Redes de Computadores NORMAS PADRÕES E PROTOCOLOS

Curso Técnico em Redes de Computadores NORMAS PADRÕES E PROTOCOLOS Curso Técnico em Redes de Computadores NORMAS PADRÕES E PROTOCOLOS CONCEITUAÇÃO Norma Prática tornada obrigatória por entidades técnicas e/ou regulamentadoras. Padrão Prática recomendada e de ampla aceitação

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações

Redes de Dados e Comunicações Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Modelo de referência OSI Camada 6 Apresentação Também chamada camada de Tradução, esta camada converte o formato do dado recebido pela camada de Aplicação

Leia mais

1 Redes de Computadores - TCP/IP Luiz Arthur

1 Redes de Computadores - TCP/IP Luiz Arthur 1 Redes de Computadores - TCP/IP Luiz Arthur TCP/IP O protocolo TCP/IP atualmente é o protocolo mais usado no mundo. Isso se deve a popularização da Internet, a rede mundial de computadores, já que esse

Leia mais

REDE EM BARRENTO UTILIZANDO O MÉTODO DE ACESSO CSMA-CD ETHERNET

REDE EM BARRENTO UTILIZANDO O MÉTODO DE ACESSO CSMA-CD ETHERNET REDE EM BARRENTO UTILIZANDO O MÉTODO DE ACESSO CSMA-CD ETHERNET HISTÓRICO 1973, XEROX INICIALIZOU O DESENVOLVIMENTO DE UM REDE LOCAL DE TOPOLOGIA DE BARRAMENTO NO XEROX PALO ALTO RESEARCH CENTER (PARC);

Leia mais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Conteúdo deste módulo Equipamentos usados nas Redes; Modelos de Camadas; Protocolos

Leia mais

Evolução do Padrão Ethernet

Evolução do Padrão Ethernet Beethovem Zanella Dias bzdias@cbpf.br Nilton Alves Jr. naj@cbpf.br http://mesonpi.cat.cbpf.br/naj Evolução do Padrão Ethernet Resumo A rápida evolução dos padrões de tecnologias de rede nós leva a várias

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Arquitetura IEEE 802 Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Redes de Computadores IEEE Standard 802 Aula 11 Por que dividir a camada de enlace em duas? Nível 2 ISO não específica controle de acesso ao

Leia mais

Meios Físicos de Transmissão

Meios Físicos de Transmissão Meios Físicos de Transmissão O meios de transmissão diferem com relação à banda passante, potencial para conexão ponto a ponto ou multiponto, limitação geográfica devido à atenuação característica do meio,

Leia mais

Top-Down Network Design

Top-Down Network Design Top-Down Network Design Chapter Ten Selecting Technologies and Devices for Campus Networks Copyright 2010 Cisco Press & Priscilla Oppenheimer Selecionando Tecnologias e Dispositivos Neste ponto do projeto

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores... 1 Mobilidade... 1 Hardware de Rede... 2 Redes Locais - LANs... 2 Redes metropolitanas - MANs... 3 Redes Geograficamente Distribuídas - WANs... 3 Inter-redes... 5 Software de Rede...

Leia mais

1 Entendendo Ethernet

1 Entendendo Ethernet APÊNDICE 1 1 Entendendo Ethernet 1.1 Introdução A imensa maioria das redes locais no mundo utiliza a tecnologia Ethernet. Iniciamos a breve apresentação dessa tecnologia perguntando: qual é o problema

Leia mais

CCNA 1 Conceitos de Ethernet. Kraemer

CCNA 1 Conceitos de Ethernet. Kraemer CCNA 1 Conceitos de Ethernet Conceitos de Ethernet Introdução ao Ethernet Formato do quadro CSMA/CD Tipos de colisão Tipos de erro Autonegociação Introdução ao Ethernet É essencial ter um entendimento

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Protocolos: Fundamentos Fabricio Breve Protocolos linguagem utilizada pelos diversos dispositivos para trocar informações Exemplos: TCP/IP, NetBEUI, SPX/IPX Premissas básicas A maioria

Leia mais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Topologias de Redes; Meios de Transmissão; Arquitetura de Redes; Conteúdo deste

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Motivação Realidade Atual Ampla adoção das diversas tecnologias de redes de computadores Evolução das tecnologias de comunicação Redução dos

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com 2/16 Nível Físico Tem a função de transmitir uma seqüência de bits através de um canal e comunicação. Este nível trabalha basicamente

Leia mais

Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Software

Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Software Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Software Disciplina: Redes de Computadores 2. Arquiteturas de Redes: Modelo em camadas Prof. Ronaldo Introdução n Redes são

Leia mais

Infra-Estrutura de Redes

Infra-Estrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul Infra-Estrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Ementa 1 Apresentação

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Capítulo 1 Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br - O que é a Internet? - Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais - Executando aplicações

Leia mais

Equipamentos de Rede

Equipamentos de Rede Equipamentos de Rede Professor Carlos Gouvêa SENAIPR - Pinhais 2 Introdução Objetivos Finalidade dos equipamentos Equipamentos e descrição Nomenclatura de desenho técnico para redes Exercício de orientação

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES. Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) Redes de computadores. 1 Apresentação

REDE DE COMPUTADORES. Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) Redes de computadores. 1 Apresentação REDE DE COMPUTADORES Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) 1 Apresentação Conhecendo os alunos Conceitos básicos de redes O que é uma rede local Porque usar uma rede local 2 Como surgiram

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Fundamentos de Redes de Computadores - Parte 1

Projeto e Instalação de Servidores Fundamentos de Redes de Computadores - Parte 1 Projeto e Instalação de Servidores Fundamentos de Redes de Computadores - Parte 1 Prof.: Roberto Franciscatto Introdução O que é uma Rede de Computadores? Conjunto de módulos de processamento interconectados

Leia mais

Camada de Enlace de Dados - Apêndice. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Camada de Enlace de Dados - Apêndice. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Camada de Enlace de Dados - Apêndice Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Endereço MAC; ARP Address Resolution Protocol; DHCP Dynamic Host Configuration Protocol; Ethernet Estrutura do quadro Ethernet;

Leia mais

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1 Equipamentos de Rede Repetidor (Regenerador do sinal transmitido)* Mais usados nas topologias estrela e barramento Permite aumentar a extensão do cabo Atua na camada física da rede (modelo OSI) Não desempenha

Leia mais

2 Tecnologias de redes locais

2 Tecnologias de redes locais 2 Redes locais 2 Tecnologias de redes locais 1/27 Tecnologias de redes Locais 2.6 REDES locais 2.6 Redes locais 2/27 Tecnologias de redes Locais IEEE802 Normalizações LAN Redes Locais IEEE 802 Normalizações

Leia mais

2 Tecnologias de redes locais

2 Tecnologias de redes locais 2 Redes locais 2 Tecnologias de redes locais 1/27 Tecnologias de redes Locais 2.6 REDES locais 2.6 Rede Ethernet 2/27 Tecnologias de redes Locais IEEE802 Normalizações LAN Redes Locais IEEE 802 Normalizações

Leia mais

Protocolo Ethernet e Dispositivos de Interconexão de LANs

Protocolo Ethernet e Dispositivos de Interconexão de LANs Protocolo Ethernet e Dispositivos de Interconexão de LANs Prof. Rafael Guimarães Redes de Alta Velocidade Tópico 4 - Aula 1 Tópico 4 - Aula 1 Rafael Guimarães 1 / 31 Sumário Sumário 1 Motivação 2 Objetivos

Leia mais

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP A internet é conhecida como uma rede pública de comunicação de dados com o controle totalmente descentralizado, utiliza para isso um conjunto de protocolos TCP e IP,

Leia mais

Introdução a Ciência da Computação REDES DE COMPUTADORES

Introdução a Ciência da Computação REDES DE COMPUTADORES Introdução a Ciência da Computação REDES DE COMPUTADORES Professor: Carlos Henrique E-mail: carlos_hvr@yahoo.com.br Definição Inicial Tipos de Redes Servidores Arquitetura de Protocolos Topologia de Redes

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Criado em 1974 Protocolo mais utilizado em redes locais Protocolo utilizado na Internet Possui arquitetura aberta Qualquer fabricante pode adotar a sua

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com RESUMO 1 COMUTAÇÃO DE CIRCUITOS Reservados fim-a-fim; Recursos são dedicados; Estabelecimento

Leia mais

Redes e Serviços em Banda Larga

Redes e Serviços em Banda Larga Redes e Serviços em Banda Larga Redes Locais de Alta Velocidade Paulo Coelho 2002 /2003 1 Introdução Fast Ethernet Gigabit Ethernet ATM LANs 2 Características de algumas LANs de alta velocidade Fast Ethernet

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

Padrão IEEE 802 e Ethernet

Padrão IEEE 802 e Ethernet Padrão IEEE 802 e Ethernet UTP - UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Arquitetura de Redes de Computadores II Prof. André Luiz Padrão IEEE 802 802.1 LLC MAC 802.2 802.3 802.4 802.5 802.6 802.1 Padrão IEEE 802

Leia mais

switches LAN (rede de comunicação local)

switches LAN (rede de comunicação local) O funcionamento básico de uma rede depende de: nós (computadores) um meio de conexão (com ou sem fios) equipamento de rede especializado, como roteadores ou hubs. Todas estas peças trabalham conjuntamente

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Agenda Motivação Objetivos Histórico Família de protocolos TCP/IP Modelo de Interconexão Arquitetura em camadas Arquitetura TCP/IP Encapsulamento

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM ANO: 11º Redes de Comunicação ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/8 Componentes de um sistema de comunicações; Sistemas Simplex, Half-Duplex e Full- Duplex; Transmissão de sinais analógicos e digitais; Técnicas

Leia mais

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO:

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: CABEAMENTO DE REDE QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: MEIO FÍSICO: CABOS COAXIAIS, FIBRA ÓPTICA, PAR TRANÇADO MEIO NÃO-FÍSICO:

Leia mais

TOPOLOGIAS. Em redes de computadores modernos a transmissão de dados não ocorre através de bits contínuos.

TOPOLOGIAS. Em redes de computadores modernos a transmissão de dados não ocorre através de bits contínuos. TOPOLOGIAS Fundamentos de Redes Prof. Marcel Santos Silva Pacotes Em redes de computadores modernos a transmissão de dados não ocorre através de bits contínuos. Os dados são divididos em pequenos blocos

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Arquitetura Padrão 802.11 Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 Arquitetura Wireless Wi-Fi

Leia mais

A Rede Token Ring. O Funcionamento do MAC Token Ring. Passagem de token

A Rede Token Ring. O Funcionamento do MAC Token Ring. Passagem de token A Rede Token Ring Visão geral de Token Ring e de suas variantes A IBM desenvolveu a primeira rede Token Ring nos anos 70. Ela ainda é a principal tecnologia LAN da IBM e apenas perde para a Ethernet (IEEE

Leia mais