ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS EMPREGADOS DA COPASA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS EMPREGADOS DA COPASA"

Transcrição

1 ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS EMPREGADOS DA COPASA MANUAL DE PREENCHIMENTO DE GUIAS PADRÃO TISS Belo Horizonte, Agosto de 2007.

2 A COPASA Companhia de Saneamento de Minas Gerais e a AECO Associação dos Empregados da COPASA, como operadoras de saúde suplementar, unificaram a administração dos seus planos de assistência à saúde na empresa COPASS-SAÚDE. Desde outubro de 2006, os processos dos Planos de Alto Risco (Hospitalar) e Baixo Risco (Ambulatorial) estão concentrados nessa nova instituição. Para a gestão do programa de saúde dos beneficiários, a COPASS-SAÚDE adotou a Solução ATHENA, produto da M.I. MONTREAL INFORMÁTICA, voltada para a integração e controle dos processos de assistência à saúde. A Solução atende às exigências do mercado, dos beneficiários e da legislação vigente, inclusive, o novo padrão TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar). Como em toda Operadora, os benefícios/s seguem regras de validação para que sejam concedidas as autorizações e senhas, com o objetivo de garantir maior segurança para as partes envolvidas no processo. Equipamento e configuração mínima sugerida para conexão ao sistema Athena: Processador Intel Pentium D GHZ, 512MB, DDR2 SDRAM 533 MHz, 80GB (7.2krpm) Serial ATA 300,CD-ROM, Placa de vídeo Integrada Intel Graphics Media Accelerator 3000, Audio High Definition (HD) SoundMax Cadenza, Ethernet 10/100/1000 Broadcom (Gigabit) on-board com suporte a PXE 2.0 e Wake-on-LAN, 6 USB (2.0), 1 serial, 1 paralela,chipset Intel 946 GZ, Internet (de preferência) Banda Larga. Conforme amplamente divulgado, a Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS, órgão fiscalizador e regulador das operadoras de Planos de Saúde Suplementar, através da RN 114 (26/10/05), instituiu a TISS, que define os novos padrões de conceito, estrutura e troca de informações eletrônicas entre as operadoras e prestadores de serviços de saúde, e que entrou em vigor a partir do dia Dentro dessa nova sistemática o prestador deverá acessar o site para consulta e impressão das novas guias de acordo com a sua especificidade. Para o faturamento aceitaremos guias emitidas pelo prestador, desde que dentro do padrão obrigatório de uma das opções citadas acima. Para os processos de solicitação de autorização de atendimento, envio de lotes de guias, solicitação de status do protocolo e solicitação de demonstrativo de pagamento, a COPASS-SAÚDE disponibilizou as seguintes alternativas: 1. Transferência de Mensagens Eletrônicas Padrão TISS A COPASS-SAÚDE, através da Solução ATHENA, já está adaptada às exigências da TISS, para receber e enviar as mensagens eletrônicas previstas no padrão de comunicação XML, definido pela ANS. Esta opção deve ser utilizada se você já se adaptou ao padrão de Troca de Informações em Saúde Suplementar - TISS. A única atividade requerida é configurar o seu sistema para enviar e receber as mensagens através do endereço via WEB- SERVICE. 2. Conexão Athena e Portal WEB Se você ainda não se adaptou ao padrão TISS de troca de informações e tem estrutura tecnológica, a COPASS-SAÚDE, através da solução ATHENA, disponibiliza ferramentas de integração 100% WEB, utilizadas para registrar solicitações de s para autorização em tempo real e registrar relatórios sobre o atendimento, fora do Padrão TISS. Porém, as Guias poderão ser emitidas no padrão TISS, evitando o preenchimento manual de documentos. Se esta for a sua opção, você deve acessar o endereço para efetivar os processos de autorização e consultar os seus demonstrativos/extratos de pagamento. Se você ainda não - 2 -

3 possui usuário e senha para acesso à Solução ATHENA, solicite o seu cadastramento via ou pelo telefone URA / Central de Atendimento COPASS-SAÚDE Devem ser utilizadas se você não possui estrutura tecnológica para registro em tempo real de solicitações de para autorização. Neste caso, é necessário preencher as Guias em formulários/blocos préimpressos, enviadas em anexo, e seguir alguns pré-requisitos importantes de preenchimento: a. No formulário GUIA DE CONSULTA não consta campo específico para informação da senha. Deverá ser informada, obrigatoriamente, no campo nº. 37 OBSERVAÇÃO. b. Nos demais formulários, o campo SENHA deverá, obrigatoriamente, ser preenchido. c. O número do formulário/número da guia deverá ser preenchido com o NÚMERO DE SOLICITAÇÃO, que é fornecido juntamente com o número da senha, quando esta é emitida. d. A assinatura do usuário é obrigatória em todos os formulários de atendimento. e. Os formulários devem ser utilizados com a logomarca correspondente, ou seja, consultas, tratamentos por sessão (psicoterapias, fonoaudiologia, fisioterapias e outros) e s do baixo risco devem ser preenchidos no formulário da COPASA. Os s cirúrgicos e internações deverão ser preenchidos nos formulários da AECO. Tabela de especialidade para solicitação de autorização pela URA: Código Especialidade Código Especialidade 001 ALERGOLOGIA 041 HOMEOPATIA 002 ANATOMIA PATOLÓGICA E CITOPATOLOGIA 042 IMPLANTODONTIA 003 ANDROLOGIA 043 IMUNOLOGIA 004 ANESTESIOLOGIA 044 INFECTOLOGIA 005 ANGIOLOGIA-CIRURGIA VASCULAR E LINFÁTICA 045 MASTOLOGIA 006 CARDIOLOGIA 046 MEDICINA DO TRABALHO 007 CARDIOLOGIA PEDIATRICA 047 MEDICINA INTENSIVA 008 CIRURGIA APARELHO DIGESTIVO-PAREDE ABDOMINAL 048 MEDICINA NUCLEAR IN-VITRO 009 CIRURGIA BUCOMAXILO FACIAL E TRAUMATOLOGIA 049 MEDICINA NUCLEAR IN-VIVO 010 CIRURGIA CARDIACA - HEMODINAMICA 050 MICROCIRURGIA RECONSTRUTIVA 011 CIRURGIA DA MAMA 051 NEFROLOGIA 012 CIRURGIA DA MAO 052 NEONATOLOGIA 013 CIRURGIA DE BUCOMAXILO FACIAL ODONTOLOGIA 053 NEUROCIRURGIA 014 CIRURGIA DE CABECA E PESCOCO 054 NEUROFISIOLOGIA 015 CIRURGIA ENDOCRINOLOGICA 055 NEUROLOGIA 016 CIRURGIA GERAL 056 NEUROPEDIATRIA 017 CIRURGIA GINECOLOGICA 057 NUTRICAO PARENTERAL E ENTERAL 018 CIRURGIA OBSTETRICA 058 GINECOLOGIA E OBSTETRICIA 019 CIRURGIA ORAL MENOR 059 ODONTOPEDIATRIA 020 CIRURGIA PEDIATRICA 060 OFTALMOLOGIA 021 CIRURGIA PLASTICA 061 ONCOLOGIA 022 CIRURGIA TORACICA 062 ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL 023 CLINICA GERAL ODONTOLOGIA 063 ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA 024 CLINICA MEDICA 064 OTORRINOLARINGOLOGIA - 3 -

4 025 COLO-PROCTOLOGIA 065 PATOLOGIA CLINICA 026 DENTISTICA 066 PEDIATRIA 027 DERMATOLOGIA CLINICO-CIRURGICA 067 PERIODONTIA 028 ENDOCRINOLOGIA 068 PNEUMOLOGIA 029 ENDODONTIA 069 PROTESE - ODONTOLOGIA 030 ENDOSCOPIA DIGESTIVA 070 PSICOLOGIA 031 FISIATRIA - MEDICINA FISICA E REABILITACAO 071 PSIQUIATRIA 032 FISIOTERAPIA 072 RADIOLOGIA 033 FONOAUDIOLOGIA 073 RADIOLOGIA - ODONTOLOGIA 034 GASTROENTEROLOGIA 074 REUMATOLOGIA 035 GENETICA 075 SEM ESPECIALIDADE DEFINIDA 036 GERIATRIA E GERONTOLOGIA 076 TISIOPNEUMOLOGIA 037 GINECOLOGIA 077 UROLOGIA 038 HEBIATRIA 090 NUTRIÇAO 039 HEMATOLOGIA No caso de uso das Guias, seja com preenchimento através das ferramentas de integração, seja com preenchimento manual com os dados de atendimento, número da Guia e senha de autorização, as mesmas devem ser organizadas em lotes (com capa de identificação) e enviadas para a COPASS-SAÚDE, de acordo com o calendário de faturamento já negociado. Para facilitar a implementação dos novos padrões, nossa equipe de implantação e de suporte está à disposição para instalar e fornecer o treinamento necessário para a ferramenta de integração mais indicada para o seu perfil. A partir da implantação do novo processo, as informações registradas em tempo real, via mensagens eletrônicas, ferramentas de integração ou Central e as Guias emitidas ou preenchidas com o número da senha de autorização, serão acatadas como documentos para faturamento dos serviços prestados. Visite também o site da ANS (www.ans.gov.br) e obtenha mais informações sobre o TISS. Em caso de dúvidas, entre em contato conosco. Telefone: (31)

5 IDENTIFICAÇÃO DO PARTICIPANTE COPASS SÁUDE Os participantes do COPASS SAÚDE devem ser identificados no ato do atendimento, mediante apresentação do Cartão de Identificação COPASS SAÚDE, acompanhado de documento oficial de identidade. Se o participante não estiver com o Cartão COPASS SAÚDE é necessário identificá-lo por meio de documento de identidade e entrar em contato com a Central de Atendimento COPASS SAÚDE através do telefone: Para o correto preenchimento das guias, evitando glosas e/ou devoluções pelo COPASS SAÚDE, é importante observar: Todos os campos devem ser preenchidos, conforme a obrigatoriedade e orientações nas páginas seguintes, não devendo apresentar rasuras ou corretivos; Utilizar letra legível e caneta, preferencialmente de cor azul ou preta. Devem conter a assinatura do usuário ou seu responsável, além de carimbo e assinatura do prestador de serviços; As datas deverão ser informadas no formato dia/mês/ano. Exemplo: 18/04/07; Deverão ser utilizadas guias específicas de acordo com o serviço realizado, encaminhando ao COPASS SAÚDE somente as originais, anexando as documentações pertinentes; O campo de identificação do usuário (número da carteira) deverá ser preenchido com o número do cartão de identificação do COPASS SAÚDE não sendo aceito o preenchimento com número de matrícula. O número da matrícula deverá ser preenchido no campo observação de cada guia. Os campos relativos aos códigos de deverão ter seu preenchimento alinhado à esquerda do espaço disponível para seu registro, conforme exemplo abaixo: Correto: Consulta em consultório (horário normal ou preestabelecido); Incorreto: Consulta em consultório (horário normal ou preestabelecido); - 5 -

6 Segue modelo do Cartão COPASS-SAÚDE: (Estaremos detalhando o processo de preenchimento com os dados do cartão COPASS-SAÚDE). Novas Guias do COPASS-SAÚDE A ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar, estabeleceu o padrão TISS através das Resoluções Normativas 114, 135 e 138. Trata-se de conjunto de normas que estabelece um padrão obrigatório para troca de informações entre operadoras de planos privados de assistência à saúde e prestadores de serviço sobre os eventos de saúde realizados em participantes das operadoras, dentre elas o COPASS-SAÚDE. Tal implementação implica, em sua primeira etapa, na padronização do conteúdo e estrutura (guias de atendimento e demonstrativos de pagamento) dos documentos em meio físico (guias em papel), sendo que a adoção desses novos modelos deverá ser realizada, obrigatoriamente, a partir de Nesse sentido, o COPASS-SAÚDE disponibilizou, através do site do COPASS-SAÚDE na internet (www.copass-saude.org.br), os novos modelos de guias de atendimento, conforme o Padrão TISS, que deverão ser adotados pelos prestadores nos atendimentos realizados aos nossos participantes a partir da data supracitada. Salientamos a obrigatoriedade, conforme resoluções normativas da ANS, da utilização dos referidos formulários para todos os atendimentos prestados e ressaltamos que o modelo dessas guias será adotado por todo o mercado de saúde suplementar. Ressaltamos que a partir de , os antigos formulários/blocos não serão mais aceitos, devendo ser utilizados somente os novos modelos. Maiores informações sobre as resoluções da ANS (Agência Nacional de Saúde) e o padrão TISS:

7 IMPLANTAÇÃO DO TISS A implantação do Padrão TISS de comunicação é um padrão normatizado pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) e dar-se-á de acordo com os seguintes prazos variando de acordo com o tipo de prestador de serviços, assim agrupados: I Grupo 1: a) hospitais gerais - hospital destinado à prestação de atendimento nas especialidades básicas, por especialistas e/ou outras especialidades médicas. Pode dispor de serviço de urgência/emergência; b) hospitais especializados - hospital destinado à prestação de assistência à saúde em uma única especialidade/área. Pode dispor de serviço de urgência/emergência e SADT; c) hospitais/dia isolado - unidades especializadas no atendimento de curta duração com caráter intermediário entre a assistência ambulatorial e a internação; d) pronto socorro especializado - unidade destinada à prestação de assistência em uma ou mais especialidades, a pacientes com ou sem risco de vida, cujos agravos necessitam de atendimento imediato; e e) pronto socorro geral - unidade destinada à prestação de assistência a pacientes com ou sem risco de vida, cujos agravos necessitam de atendimento imediato. Podendo ter ou não internação; f) clínica especializada/ambulatório de especialidade; g) unidade de apoio à diagnose e terapia (SADT isolado); h) unidade móvel de nível pré-hospitalar - urgência/emergência; i) unidade móvel fluvial; j) unidade móvel terrestre; e k) policlínica. II Grupo 2: a) consultório isolado; b) profissionais de saúde ou pessoas jurídicas que prestam serviços em consultórios; c) consultório odontológico isolado; e d) odontólogo ou pessoa jurídica da área odontológica que preste Serviços em consultórios. III Grupo 3: a) clínica odontológica Os prazos para a implantação do padrão TISS de comunicação entre operadoras de plano privado de assistência à saúde e prestadores de serviços de saúde agrupados conforme estabelecido

8 I entre operadoras de plano privado de assistência à saúde e prestadores de serviços de saúde do grupo 1: até o dia 31 de maio de 2007; II entre operadoras de plano privado de assistência à saúde e prestadores de serviços de saúde do grupo 2: até o dia 30 de novembro de 2008; III entre operadoras de plano privado de assistência à saúde e prestadores de serviços de saúde do Grupo 3: até o dia 30 de novembro de 2007; (N.R.) Guia de Atendimentos do Copass Saúde (Padrão TISS Versão ) Guias de Consulta Objetivo Registro do atendimento de consultas eletivas realizadas em consultório; Informações O formulário abaixo deverá ser utilizado apenas para consultas decorrentes de consultas eletivas em consultório, desvinculados da realização de outros atendimentos ambulatoriais. Esta guia deverá ser utilizada somente por profissionais médicos, pois não há abono pela COPASS- SAÚDE para consultas realizadas por profissionais fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos e terapeutas ocupacionais (não-médicos); Layout da Guia - 8 -

9 Observações: 1- O COPASS-SAÚDE não abona consultas para apresentação de resultados de exames e atos complementares da consulta inicial, em caso de retorno do paciente

10 Legenda dos campos para preenchimento Guia de Consulta Núm. do Campo Nome do campo Descrição Obrigatório 1 Registro ANS Registro da operadora na ANS Prépreenchido 2 Número da guia Número da guia nº. da SOLICITAÇÃO 3 Data de emissão da guia Data de emissão da guia Dados do beneficiário 4 Número da carteira Número constante no Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE (número do cartão). 5 Plano Nome do plano constante do Participante, informado no Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE 6 Validade da carteira Validade do Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE 7 Nome Nome do Participante 8 Número do Cartão Número do Cartão Nacional de Nacional de Saúde Saúde do Participante Dados do contratado 9 Código na Código na operadora ou CNPJ ou operadora/cnpj/cpf CPF do contratado 10 Nome do contratado Nome do contratado/prestador 11 Código CNES Código CNES do prestador/contratado 12 Tipo de logradouro Tipo de Logradouro conforme tabela de domínio 13 Logradouro Nome do logradouro do endereço do contratado 14 Número Número do endereço do contratado 15 Complemento Complemento do endereço do contratado 16 Município Município do contratado/prestador 17 UF Sigla da Unidade Federativa do contratado Código IBGE do Código IBGE do município do 18 município contratado 19 CEP CEP de residência do prestador 20 Nome do profissional executante Nome do profissional executante Obrigatório apenas quando o nome do prestador no campo 10 se referir à pessoa jurídica, obrigatório apenas quando o nome do contratado no campo 10 se referir à pessoa jurídica

11 Núm. do Campo 21 Nome do campo Descrição Obrigatório Conselho profissional 22 Número no conselho 23 UF conselho Sigla do conselho profissional do executante conforme tabela de domínio Número no conselho profissional do executante conforme tabela de domínio Sigla da Unidade Federativa do Conselho Profissional do executante 24 Código CBO-S Código da especialidade do contratado conforme tabela de domínio Hipótese diagnóstica 25 Tipo de Doença Tempo de doença referido pelo paciente Indicação de Acidente 28 CID10 Principal 29 CID10 (2) Código do Tipo de Doença: Aguda = A Crônica = C Tempo da doença referido pelo paciente e unidade de tempo: A = anos; M =meses; D =dias Indica se houve: acidente de trabalho ou doença relacionada ao trabalho = 0 acidente de trânsito= 1 outros acidentes = 2 Código CID10 do diagnóstico principal Código CID10 do segundo diagnóstico 30 CID10 (3) Código CID10 do terceiro diagnóstico 31 CID10 (4) Código CID10 do quarto diagnóstico Dados do atendimento / Procedimento realizado 32 Data do atendimento Data de realização do atendimento 33 Código da Tabela 34 Código do 35 Tipo de consulta 36 Tipo de saída 37 Observação Código da Tabela utilizada para descrever os s realizados conforme tabela de domínio Código do realizado de acordo com a tabela disponibilizada pela COPASS-SAÚDE Código do tipo de consulta Primeira consulta= 1 Seguimento= 2 Pré-Natal= 3 Código do tipo de saída Retorno= 1 Retorno com SADT= 2 Referência = 3 Internação = 4 Alta= 5 Observações pertinentes ao atendimento

12 Núm. do Campo Nome do campo Descrição Obrigatório Data e assinatura do medico Data e assinatura do beneficiário / responsável Data e assinatura do médico responsável Data e assinatura do beneficiário / responsável - Guia de Serviços Profissionais/ Serviço Auxiliar Diagnóstico e Terapia Objetivo Registros de atendimentos realizados nas situações abaixo: - Remoções; - Pequenas Cirurgias; - Terapias; - Consultas com s; - Exames; - Atendimentos Domiciliares; - SADT com pacientes internados; - Quimioterapia; - Radioterapia; - Terapia Renal Substitutiva (TRS); Informações A Guia de Serviços Profissionais / Serviço Auxiliar Diagnóstico e Terapia (SP/SADT) deve ser utilizada no atendimento a diversos tipos de eventos. Além disso, o formulário compreende os processos de solicitação autorização e faturamento, caso necessário, e de execução dos serviços. As consultas de referência devem ser preenchidas na Guia de SP/SADT. A opção SADT internado deve ser utilizada quando o paciente em tratamento sob regime de internação necessitar realizar exames ou terapias em serviço. Solicitação a. Para o médico solicitar, se necessário, qualquer tipo de SADT ou, material, medicamento, taxa e equipamento, em situações que não impliquem em internação. Isto elimina qualquer outro tipo de papel, mesmo os receituários em que os médicos estão acostumados a fazer estas solicitações. Se a operadora for emitir uma guia autorizando qualquer tipo de SADT ou, material, medicamento, taxa e equipamento (à exceção das internações) deverá utilizar esta guia; b. Para a solicitação de consulta de referência (consulta realizada por indicação de outro profissional, de mesma especialidade ou não, para continuidade de tratamento); c. No caso de autorização de OPM e medicamentos especiais a operadora poderá a seu critério emitir uma nova guia ou algum documento complementar comprovando a autorização; Execução d. Para realização de consulta de referência (quando o paciente é encaminhado por outro médico) e consultas com ;

13 e. Se todo fluxo da operadora for em papel e manual, o prestador enviará no mesmo documento de solicitação os dados da execução para cobrança; f. Qualquer tipo de SADT ou, OPMs e medicamentos especiais executados, não internados, são registrados na guia de SP/SADT. Outras cobranças de material e medicamento de uso comum, taxas e equipamentos devem ser registrados na Guia de Outras Despesas; No caso do Copass Saúde existe essa guia com a logomarca da AECO e com a logo da COPASA. Os prestadores credenciados para o alto risco utilizarão o formulário com a logo da AECO, nos s de pacientes internados ou cirúrgicos. Para os demais s (do baixo risco) utilizar os formulários com a logo da COPASA. Para cobrança individual de honorários de s realizados em equipe, incluindo o grau de participação conforme tabela de domínio. Layout da Guia

14 - 14 -

15 - 15 -

16 Legendas dos Campos para Preenchimento Guia de Serviços Profissionais/ Serviço Auxiliar Diagnóstico e Terapia Núm. do Campo Nome do campo Descrição Obrigatório Dados da Autorização 1 Registro ANS Registro da operadora na ANS Pré-preenchido pela COPASS- SAÚDE 2 Número da guia Número da guia nº. da SOLICITAÇÃO 3 Número da guia principal Número da guia principal, quando se tratar de solicitação de SADT em paciente internado 4 Data da autorização Data que a autorização foi concedida 5 Senha Senha de autorização 6 Validade da Data de validade da senha para Senha execução do Data de emissão 7 da guia Dados do Beneficiário 8 Número da carteira 9 Plano Data de emissão da guia Número constante no Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE (número do cartão) Nome do plano constante do Participante, informado no Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE Validade do Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE 10 Validade da carteira 11 Nome Nome do Participante 12 Número do Cartão Número do Cartão Nacional de Nacional de Saúde Saúde do Participante Dados do contratado solicitante 13 Código na Código do prestador na operadora ou operadora/cnpj/cpf CNPJ ou CPF do contratado solicitante 14 Nome do contratado Nome do contratado/prestador solicitante 15 Código CNES Código CNES do prestador/ contratado solicitante Nome do profissional solicitante Conselho profissional 18 Número no conselho 19 UF conselho Nome do profissional solicitante Sigla do conselho profissional conforme tabela de domínio Número no conselho profissional do executante conforme tabela de domínio Sigla da Unidade Federativa do Conselho Profissional do executante

17 Núm. do Campo Nome do campo Descrição Obrigatório 20 Código CBO-S Código da especialidade do executante conforme tabela de domínio Dados da solicitação/s/exames solicitados Data/ hora da solicitação Caráter da solicitação Data/ hora da solicitação do Código do caráter da solicitação Eletivo= E Urgência/Emergência = U 23 CID10 Código CID10 do diagnóstico principal 24 Indicação clínica 25 Código da tabela Código do Descrição do 28 Quantidade solicitada 29 Quantidade autorizada Dados do contratado executante Código na Operadora/CNPJ/ CPF Nome do contratado Código CID10 do diagnóstico principal Código da tabela utilizada para descrever os s solicitados conforme tabela de domínio Código do solicitado conforme tabela disponibilizada pela COPASS-SAÚDE Descrição do solicitado Quantidade solicitada de um mesmo serviço/ Quantidade autorizada de um mesmo serviço/ Código do prestador na operadora ou CNPJ ou CPF do contratado executante Nome do prestador / contratado executante, obrigatório preenchimento se solicitação de pequena cirurgia, terapias consulta de referencia e alto custo., pelo menos um solicitado deve ser informado 32 Tipo de logradouro Tipo de Logradouro conforme tabela de domínio 33 Logradouro Nome do logradouro 34 Número Número do endereço do contratado executante

18 Núm. do Campo 35 Complemento 36 Município 37 UF Nome do campo Descrição Obrigatório Complemento do endereço do contratado executante Município do contratado executante Sigla da UF do contratado executante Código IBGE do Código IBGE do município do 38 município contratado executante 39 CEP CEP de residência do executante 40 Código CNES 40a Código na Operadora / CNPJ / CPF do executante complementar Código CNES do prestador executante Este campo identifica o profissional executante/complementar em qualquer não laboratorial, se prestador executante for hospital Nome do profissional executante / complementar Conselho profissional Número no conselho 44 UF conselho 45 Código CBO-S 45a Grau de Participação Dados do atendimento Nome do profissional executante / complementar. Obrigatório apenas quando o nome do contratado no campo 31 se referir a pessoa jurídica Sigla do conselho profissional do solicitante conforme tabela de domínio Número no conselho profissional do solicitante conforme tabela de domínio Sigla da Unidade Federativa do Conselho Profissional do executante Código da especialidade do executante conforme tabela de domínio Grau de participação do profissional na equipe médica de acordo com a tabela de domínio, quando os campos 30/31 forem pessoa física ou quando os campos 40a /41 forem preenchidos, obrigatório quando houver s em equipe

19 Núm. do Campo Nome do campo Descrição Obrigatório 46 Tipo de atendimento Código do tipo de atendimento da guia de SP/SADT Remoção=1 Pequena Cirurgia=2 Terapia=3 Consulta=4 Exame=5 Atendimento Domiciliar=6 SADT Internado=7 Quimioterapia=8 Radioterapia=9 TRS Terapia Renal Substitutiva=10, selecionar uma das opções 47 Indicação de Acidente Indica se houve acidente ou doença relacionado ao trabalho = 0 trânsito= 1 outros = 2 48 Tipo de saída Consulta de Referência 49 Tipo de Doença 50 Tempo de doença referida pelo paciente Código do tipo de saída: Retorno= 1 Retorno com SADT= 2 Referência = 3 Internação = 4 Alta= 5 Óbito=6 Código do Tipo de Doença: Aguda = A Crônica = C Tempo da doença referido pelo Tempo da doença referido pelo paciente e unidade de tempo: A = anos; M =meses; D =dias Procedimentos e exames realizados Data de realização do 51 Data 52 Hora inicial 53 Hora final 54 Código da tabela 55 Código do Hora inicial de realização do Hora final de realização do Código da tabela utilizada para descrever os s conforme tabela de domínio Código do realizado de acordo com a tabela disponibilizada pela COPASS-SAÚDE Pelo menos um deve ser informado Pelo menos um deve ser informado

20 Núm. do Campo Nome do campo Descrição Obrigatório Descrição do Quantidade realizada 58 Via de acesso 59 Técnica utilizada % de redução/acréscimo Valor Unitário (R$) 62 Valor total (R$) 63 Data e assinatura dos s em série Descrição do solicitado Quantidade em cobrança de um mesmo serviço/ realizado Código da via de acesso Única= U Mesma via= M Diferentes vias= D Código da técnica utilizada Convencional= C Vídeolaparoscopia= V % de redução/ acréscimo no caso de cirurgia múltipla/radiologia de múltiplas áreas Valor unitário em R$ do /serviço realizado Valor total em R$ dos s/serviços realizado Data e assinatura do s em série quando realizado, pelo menos um solicitado deve ser informado 64 Observação Observações 65 Total Procedimentos Valor em R$ de s 66 Total Taxas e Aluguéis Valor em R$ de taxas e aluguéis 67 Total Materiais Valor em R$ de materiais 68 Total Medicamentos Valor em R$ de medicamentos 69 Total Diárias Valor em R$ de diárias 70 Total Gases Medicinais Valor em R$ de gases medicinais 71 Total Geral da guia Valor em R$ do total geral OPM solicitadas 72 Código da Tabela Código da Tabela de OPM conforme tabela de domínio 73 Código OPM Código da OPM solicitada 74 Descrição OPM Descrição OPM solicitada 75 Qtde de OPM Quantidade de OPM solicitadas 76 Fabricante OPM Nome do Fabricante da OPM solicitada Valor Unitário 77 (R$) OPM utilizadas Valor unitário em R$ da OPM utilizada

21 Núm. do Campo Nome do campo Descrição Obrigatório 78 Código da Tabela Código da Tabela de OPM conforme tabela de domínio 79 Código OPM Código da OPM utilizada 80 Descrição OPM Descrição da OPM utilizada 81 Qtde de OPM Quantidade utilizada de OPM 82 Código de Barras Código de barra identificador da OPM utilizada 83 Valor Unitário (R$) 84 Valor Total (R$) Valor Total OPM (R$) Data e assinatura do solicitante Data e assinatura do responsável pela autorização Data e assinatura do beneficiário ou responsável Data e assinatura do prestador executante Valor unitário em R$ da OPM utilizada Valor total em R$ da OPM utilizada Valor total de OPM em R$ - - Campo disponibilizado na frente da guia Campo disponibilizado na frente da guia - Guia de Solicitação de Internação Objetivo Solicitar autorização ou prorrogação para internação de participantes COPASS-SAÚDE. Informações A Guia de Solicitação de Internação é o formulário padrão a ser utilizado para a solicitação, autorização ou negativa de internação, em regime hospitalar, hospital-dia ou domiciliar. No caso do COPASS-SAUDE ele substitui o laudo médico. O pedido de autorização ou prorrogação será feito pelos prestadores de serviço à Central de Atendimento COPASS-SAÚDE. No caso de prorrogação, a autorização deverá ser registrada no verso desta guia. A Guia de Solicitação de Internação tem a finalidade de ser utilizada para a solicitação de internação de paciente atendido em consulta médica (eletiva ou não), bem como em remoções, ou mesmo em atendimento domiciliar, tendo em vista a necessidade de continuidade do tratamento em regime hospitalar. No caso de solicitação prévia é necessário informar no campo observação, o número de fax, possibilitando assim, o retorno da solicitação pelo COPASS-SAÚDE

22 Layout da Guia

23 - 23 -

24 Legendas dos Campos para Preenchimento Guia de Solicitação de Internação Núm. do Campo 1 Registro ANS Nome do campo Descrição Obrigatório Registro da operadora na ANS 2 Número da guia Número da guia nº. da SOLICITAÇÃO Data da Data que a autorização foi 3 autorização concedida 4 Senha Senha de autorização do Validade da Data de validade da senha para 5 Senha execução do Data de emissão 6 da guia Dados do beneficiário 7 Número da carteira 8 Plano Data em que foi emitida a guia Número constante no Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE (número do cartão). Nome do plano do participante informado no Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE Validade do Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE 9 Validade da carteira 10 Nome Nome do participante 11 Número do Cartão Número do Cartão Nacional de Nacional de Saúde Saúde do participante Dados do contratado solicitante 12 Código na operadora/cnpj/cpf 13 Nome do contratado 14 Código CNES Nome do profissional solicitante Conselho profissional 17 Número no conselho 18 UF conselho Código na operadora ou CNPJ ou CPF do contratado solicitante Nome do contratado solicitante Código CNES do contratado solicitante Nome do contratado solicitante. Obrigatório apenas quando o nome do contratado no campo 13 se referir a pessoa jurídica Sigla do conselho profissional Número no conselho profissional Sigla da Unidade Federativa do Conselho Profissional Código da especialidade 19 Código CBO-S conforme tabela de domínio Dados do contratado solicitado/ Dados da internação Código na Operadora/CNPJ Nome do Prestador Código do prestador / contratado solicitado ou CNPJ do contratado solicitado Nome do prestador / contratado solicitado

25 Núm. do Campo Nome do campo Descrição Obrigatório Caráter da internação Tipo de internação Regime de internação Qtde diárias solicitadas 26 Indicação clínica Hipóteses diagnósticas 27 Tipo de Doença Tempo de doença referida pelo paciente Indicador de Acidente 30 CID10 Principal 31 CID10 (2) Caráter da internação: Eletiva = E Urgência/Emergência = U Código tipo de internação Clínica=1 Cirúrgica=2 Obstétrica=3 Pediátrica=4 Psiquiátrica=5 Código regime de internação Hospitalar=1 Hospital-dia=2 Domiciliar=3 Quantidade de diárias solicitadas Texto livre preenchido pelo profissional médico solicitante da internação Código do Tipo de Doença: Aguda = A Crônica = C Quantidade e unidade de tempo de doença referida pelo paciente A = anos; M =meses; D =dias Indica se houve: acidente ou doença relacionada ao trabalho = 0 trânsito= 1 outros = 2 Código CID10 do diagnóstico principal Código CID10 do segundo diagnóstico 32 CID10 (3) Código CID10 do terceiro diagnóstico 33 CID10 (4) Código CID10 do quarto diagnóstico Procedimentos solicitados 34 Código da Tabela 35 Código do Procedimento Código da Tabela utilizada para descrever os s solicitados conforme tabela de domínio Código do solicitado conforme tabela disponibilizada pela COPASS-SAÚDE

26 Núm. do Campo Nome do campo Descrição Obrigatório 36 Descrição Descrição do 37 Qtde solicitada 38 Qtde Autorizada Quantidade de s solicitados Quantidade de s autorizados pela operadora - pelo menos um solicitado deve ser informado - pelo menos um deve ser informado caso exista algum informado OPM solicitadas 39 Código da Tabela Código da Tabela de OPM conforme tabela de domínio 40 Código OPM Código da OPM solicitada 41 Descrição OPM Descrição OPM solicitada 42 Qtde de OPM Quantidade solicitada de OPM 43 Fabricante OPM Nome do Fabricante da OPM solicitada Valor Unitário 44 (R$) Dados da autorização Data provável da admissão hospitalar Qtde diárias autorizadas Tipo da acomodação autorizada Código na Operadora/CNPJ Nome do Prestador 50 Código CNES 51 Observação Data e assinatura do médico solicitante Data e assinatura do beneficiário ou responsável Valor unitário em R$ da OPM utilizada Data provável da admissão no hospital Número de dias autorizados para a internação Código do tipo da acomodação autorizada conforme tabela de domínio Código do prestador autorizado ou CNPJ do prestador autorizado Nome do prestador autorizado Código CNES do prestador autorizado Observações pertinentes à autorização do Data e assinatura do médico solicitante Data e assinatura do beneficiário ou responsável

27 Núm. do Nome do campo Descrição Obrigatório Campo 54 Data e assinatura do responsável - pela autorização Prorrogações 55 Data Data da prorrogação 56 Senha Senha da prorrogação Responsável pela prorrogação Tipo da acomodação Nome do responsável pela prorrogação Tipo da acomodação autorizada conforme tabela de domínio 59 Acomodação Descrição da acomodação 60 Qtde autorizada Quantidade autorizada 61 Código da Tabela 62 Código do Procedimento Código da Tabela utilizada para descrever os s solicitados conforme tabela de domínio Código do solicitado 63 Descrição Descrição do 64 Qtde solicitada 65 Qtde. Autorizada Quantidade de s solicitados Quantidade de s autorizados - pelo menos um solicitado deve ser informado - pelo menos um deve ser informado - pelo menos um deve ser informado 66 Código da Tabela Código da Tabela de OPM conforme tabela de domínio 67 Código da OPM Código da OPM solicitada 68 Descrição da OPM Descrição da OPM solicitada 69 Qtde de OPM Quantidade solicitada de OPM 70 Fabricante OPM 71 Valor Unitário (R$) Nome do Fabricante da OPM solicitada Valor unitário em R$ da OPM utilizada

28 - Guia de Resumo de Internação Objetivo Registrar a finalização de internações realizadas com pacientes COPASS-SAÚDE de acordo com o período da cobrança/internação. Informações A Guia de Resumo de Internação tem a finalidade de ser utilizada para a finalização do faturamento da internação, devendo ser utilizada para os determinados tipos de atendimentos (internações clínica, cirúrgica, obstétrica, pediátrica ou psiquiátrica) e para regimes (hospitalar, hospital-dia e domiciliar). Observações: a) Não deve utilizar essa guia quando os honorários forem cobrados diretamente pelos profissionais. Nestes casos, deve-se utilizar a Guia de Honorário Individual; b) No caso de SADT quando cobrados diretamente pelos terceirizados deve-se utilizar a Guia de SP/SADT; c) As Guia de Honorário Individual/SADT devem ser ligadas à guia do hospital conforme demonstrado na seção Ligação entre guias; Layout da Guia

29 - 29 -

30 - 30 -

31 Legendas dos Campos para Preenchimento Guia de Resumo de Internação Núm. do Campo 1 Registro ANS Nome do campo Descrição Obrigatório Registro da operadora na ANS Prépreenchido pela COPASS- SAÚDE 2 Número da guia Número da guia nº. da SOLICITAÇÃO 3 Nº Guia Solicitação Número da guia de solicitação. 4 Data da autorização Data de emissão da autorização 5 Senha Número da senha de autorização 6 Data Validade da Senha Data de emissão da 7 guia Dados do beneficiário 8 Número da carteira 9 Plano Data de validade da senha de autorização Data de emissão da referida guia Número constante no Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE (número do cartão). Nome do plano do participante informado no Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE Validade do Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE 10 Validade da carteira 11 Nome Nome do participante 12 Número do Cartão Número do Cartão Nacional de Nacional de Saúde Saúde do participante Dados do contratado Executante 13 Código do prestador na operadora ou Código na CNPJ ou operadora/cnpj/cpf CPF do contratado executante 14 Nome do contratado executante 15 Código CNES Nome do prestador / contratado executante Código CNES do prestador executante 16 Tipo Logradouro Tipo do logradouro de acordo com a tabela de domínio 17 Logradouro Nome completo do logradouro 18 Número Número do endereço 19 Complemento Complemento do endereço 20 Município Nome do município / localidade 21 UF Sigla da unidade federativa 22 Código IBGE Código do município da Tabela do IBGE 23 CEP Dados da Internação CEP do endereço do contratado executante

32 Núm. do Campo Nome do campo Descrição Obrigatório Caráter da Internação Tipo de Acomodação Autorizada Data e hora da internação Data e hora da saída da internação 28 Tipo da Internação Regime da Internação Internação Obstétrica Caráter da internação de acordo com a tabela de domínio Eletivo = E Urgência / Emergência = U Tipo da acomodação autorizada para internação de acordo com tabela de domínio Data e hora do início da internação. Data e hora da alta da internação Tipo da internação realizada de acordo com a tabela de domínio Regime da internação de acordo com tabela de domínio Campos (30 a 36) a serem preenchidos para o caso da internação obstétrica, no caso de ser uma internação obstétrica 31 Se óbito em mulher Condição da mulher em caso de óbito: 1 grávida 2 até 42 dias apos termino gestação 3 de 43 dias a 12 meses após termino da gestação. 32 Se óbito neonatal Qtde óbito neonatal precoce Qtde óbito neonatal tardio Em caso de óbito neonatal, informar as quantidades referentes Número de óbitos neonatal precoce Número de óbitos neonatal tardio Nº da declaração dos nascidos vivos Quantidade de nascidos vivos a termo Quantidade Nascidos mortos Quantidade 36 Nascidos vivos prematuro Dados da Saída da Internação 37 CID-10 Principal 38 CID-10 (2) 39 CID-10 (3) 40 CID-10 (4) Número da declaração de nascimento Quantidade de nascidos vivos Quantidade de nascidos mortos Quantidade de nascidos prematuros Código Internacional de doença principal responsável pela internação Código Internacional de doença responsável pela internação Código Internacional de doença responsável pela internação Código Internacional de doença responsável pela internação

33 Núm. do Campo 41 Nome do campo Descrição Obrigatório Indicador de Acidente 42 Motivo Saída 43 CID-10 Óbito 44 Nº Declaração de Óbito Indica se houve: acidente de trabalho ou doença relacionada ao trabalho = 0 acidente de trânsito= 1 outros acidentes = 2 Código do motivo da saída da internação de acordo com tabela de domínio Código Internacional de Doença responsável pelo óbito do paciente Número da declaração de óbito do paciente, apenas para caso de óbito, apenas para o caso de óbito Procedimentos e exames realizados 45 Data Data de realização do 46 Hora Inicial Horário inicial da realização do 47 Hora Final 48 Tabela 49 Código do Procedimento 50 Descrição 51 Quantidade 52 Via de acesso 53 Técnica utilizada 54 % Redução / Acréscimo 55 Valor unitário 56 Valor total Identificação da Equipe 57 Seqüencial Referência 58 Grau de Participação Código na Operadora / CPF Nome do Profissional Horário final da realização do Código da tabela de codificação dos s Código do realizado Descrição do realizado Quantidade realizada do apresentado Via de acesso de acordo com a tabela de domínio Técnica utilizada de acordo com a tabela de domínio Percentual de redução ou acréscimo sobre o valor do realizado Valor monetário de cada Valor monetário do levando-se em consideração a quantidade executada Número seqüencial do que relaciona à equipe executante Grau de participação do profissional na equipe médica de acordo com a tabela de domínio Código do profissional na Operadora ou CPF do profissional Nome do profissional participante do

34 Núm. do Campo UF 64 CPF Nome do campo Descrição Obrigatório Conselho Profissional Número no Conselho Código do conselho profissional Número da identificação do profissional no conselho profissional Sigla identificadora da unidade federativa Número do CPF do profissional participante da equipe médica OPM Utilizada 65 Tabela Código da tabela de OPMs, se OPMs utilizadas 66 Código OPM Código da OPM utilizada, se OPMs utilizadas 67 Descrição OPM Descrição das OPMs, se OPMs utilizadas 68 Quantidade Quantidade de OPMs utilizadas, se OPMs utilizadas 69 Código de Barras Código de barra identificador da OPM utilizada 70 Valor Unitário Valor monetário de cada OPM 71 Valor Total OPM 72 Total Geral 73 Tipo Faturamento 74 Total Procedimento 75 Total Diárias 76 Total Taxas / Aluguéis 77 Total Materiais 78 Total Medicamentos Valor monetário da OPM levando-se em consideração a quantidade executada Valor total da guia incluindo todos os s executados Indica se o faturamento é do tipo parcial ou total segundo tabela de domínio Valor total dos s. Somatório de todos os itens de s levando em consideração a quantidade Valor total das diárias. Somatório de todos os itens de diária levando em consideração a quantidade Valor total das taxas/aluguéis. Somatório de todos os itens das taxas/aluguéis levando em consideração a quantidade Valor total dos materiais. Somatório de todos os itens de materiais levando em consideração a quantidade Valor total dos medicamentos. Somatório de todos os itens de medicamentos levando em consideração a quantidade

35 Núm. do Campo 79 Nome do campo Descrição Obrigatório Total Gases Medicinais 80 Total Geral Valor total dos Gases Medicinais. Somatório de todos os itens de Gases Medicinais levando em consideração a quantidade Somatório de todos os valores totais. Procedimento + Diárias + Taxas / Aluguéis + Materiais + Medicamentos + Gases Medicinais 81 Observação Observações 82 Data e Assinatura do contratado 83 Data e Assinatura do auditor da operadora - Guia de Honorário Individual Objetivo Registrar o faturamento de honorários profissionais médicos quando um prestador credenciado realiza o dentro de outro prestador, este geralmente hospital. Nesse caso, os honorários serão pagos a um prestador diferente daquele onde foi realizado o. Informações A Guia de Honorário Individual tem a finalidade de ser utilizada para a apresentação do faturamento de honorários profissionais, caso estes sejam pagos diretamente ao profissional, sem a interferência do hospital responsável pela internação. OBSERVAÇÃO: A Guia de Honorário Individual deve ser ligada apenas à guia de internação no caso de cobrança desvinculada, conforme demonstramos na página 52. Layout da Guia

36 - 36 -

37 Legendas dos Campos para Preenchimento Guia de Honorário Individual Núm. do Campo Nome do campo Descrição Obrigatório 1 Registro ANS Registro da operadora na ANS Prépreenchido pela COPASS- SAÚDE 2 Número da guia Número da guia nº. da SOLICITAÇÃO 3 Nº Guia Solicitação Número da guia de solicitação. 4 Data de emissão da guia Data em que a guia foi emitida Dados do beneficiário 5 Número constante no Cartão de Número da Identificação COPASS-SAÚDE (número carteira do cartão). Nome do plano do participante 6 Plano informado no Cartão de Identificação COPASS-SAÚDE 7 Validade da Validade do Cartão de Identificação carteira COPASS-SAÚDE 8 Nome Nome do participante 9 Número do Cartão Número do Cartão Nacional de Nacional de Saúde Saúde do participante Dados do contratado (onde foi executado o ) 10 Código na Código do prestador na operadora ou operadora/cnpj/cpf CNPJ ou CPF do contratado 11 Nome do contratado Nome do prestador / contratado 12 Código CNES Dados do contratado Executante Código na 13 operadora/cnpj/cpf Código CNES do prestador contratado Código na operadora ou CNPJ ou CPF do contratado executante, se prestador executante for hospital 14 Nome do contratado executante Nome do contratado executante. 15 Código CNES Tipo da acomodação autorizada Grau de participação Nome do Profissional executante Código CNES do prestador executante Tipo de acomodação conforme tabela de domínio. Grau de participação do profissional na equipe médica executante do serviço conforme tabela de domínio. Nome do profissional que executou o serviço., se prestador executante for hospital

38 Núm. do Campo 19 Nome do campo Descrição Obrigatório Conselho profissional 20 Número no conselho 21 UF conselho Sigla do conselho profissional do executante conforme tabela de domínio Número no conselho profissional do executante Sigla da Unidade Federativa do Conselho Profissional do executante 22 Número do CPF Número do CPF do profissional executante do serviço Dados do atendimento/ Procedimento realizado 23 Data Data de realização do 24 Hora Inicial Horário inicial da realização do 25 Hora Final 26 Tabela 27 Código do Procedimento 28 Descrição 29 Quantidade 30 Via de acesso 31 Técnica utilizada 32 % Redução / Acréscimo 33 Valor unitário 34 Valor total 35 Total Geral Honorário 36 Observação 37 Data / Assinatura 38 Data / Assinatura Horário final da realização do Código da tabela de codificação dos s Código do realizado Descrição do realizado Quantidade realizada do apresentado Via de acesso conforme tabela de domínio Técnica utilizada conforme tabela de domínio Percentual de redução ou acréscimo sobre o valor do realizado Valor monetário de cada Valor monetário do considerando a quantidade executada Valor final do honorário médico considerando o somatório do campo valor total Observações pertinentes ao Campos destinados para data completa e assinatura do prestador Campos destinados para data completa e assinatura do beneficiário / responsável

39 - Guia de Outras Despesas Objetivo A Guia de Outras Despesas é utilizada para discriminação de materiais, medicamentos, aluguéis, gases e taxas diversas, que não foram informadas na guia principal. Informações A Guia de Outras Despesas tem a finalidade de ser utilizada nos casos de apresentação do faturamento em papel, como instrumento de continuidade e complemento de folhas. Esta guia estará sempre ligada a uma guia principal (Guia de SP/SADT ou Guia de Resumo de Internação), não existindo por si só. Layout da Guia

40 - 40 -

41 Legendas dos Campos para Preenchimento Guia de Outras Despesas Núm. do Campo Nome do campo Descrição Obrigatório 1 Registro ANS Registro da operadora na ANS 2 Número da guia referenciada Número da guia referenciada às despesas adicionais. Número da guia principal Prépreenchido pela COPASS- SAÚDE Dados do contratado executante Código na Código na operadora ou CNPJ ou 3 operadora/cnpj/cpf CPF do contratado executante 4 Nome do contratado Nome do contratado executante 5 Código CNES Código CNES do prestador executante, se prestador executante for hospital 6 Código da Despesa Código da natureza da despesa. 1 Gases Medicinais 2 Medicamento 3 Material 4 Taxas Diversas 5 Diárias 6 Aluguéis 7 Data Data de realização das despesas 8 Hora Inicial Horário inicial da realização das despesas 9 Hora Final Horário final da realização das despesas 10 Tabela Código da tabela de codificação das despesas 11 Código do item Código das despesas realizadas 12 Descrição Descrição da despesa realizada 13 Quantidade Quantidade realizada da despesa apresentada % Redução / Percentual de redução ou acréscimo 14 Acréscimo sobre o valor da despesa realizada 15 Valor unitário Valor monetário de cada despesa Valor total (nomenclatura diferenciada do item na guia) Total Gases Medicinais 18 Total Medicamentos Valor monetário da despesa considerando a quantidade executada Valor final de gases medicinais considerando o somatório do campo valor total Valor final de medicamentos considerando o somatório do campo valor total

42 Núm. do Campo 19 Total Materiais 20 Nome do campo Descrição Obrigatório Total Taxas Diversas 21 Total Diárias 22 Total Aluguéis 23 Total Geral Valor final de materiais considerando o somatório do campo valor total Valor final de taxas diversas considerando o somatório do campo valor total Valor final de diárias considerando o somatório do campo valor total Valor final de aluguéis considerando o somatório do campo valor total Valor final do honorário médico considerando o somatório do campo valor total Informações Complementares Tabela de Domínio Tabelas Código Descrição 01 Lista de Procedimentos Médicos AMB Lista de Procedimentos Médicos AMB Lista de Procedimentos Médicos AMB Tabela Brasíndice 05 Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos 06 Tabela CIEFAS Rol de Procedimentos ANS 08 Tabela de Procedimentos Ambulatoriais SUS 09 Tabela de Procedimentos Hospitalares SUS 10 Tabela PRO 11 Tabela TUNEP 12 Tabela VRPO 13 Tabela de Intercâmbio Sistema Uniodonto 94 Tabela Própria Procedimentos LPC (Lista de Procedimentos Copass) 95 Tabela Própria Materiais 96 Tabela Própria Medicamentos 97 Tabela Própria de Taxas Hospitalares 98 Tabela Própria de Pacotes 99 Tabela Própria de Gases Medicinais 00 Outras Tabelas OBS: O código a ser preenchido no campo 66 OPME na Guia de Resumo de Internação será o código da tabela negociada

43 Grau de participação Código Descrição 00 Cirurgião 01 Primeiro Auxiliar 02 Segundo Auxiliar 03 Terceiro Auxiliar 04 Quarto Auxiliar 05 Instrumentador 06 Anestesista 07 Auxiliar de Anestesista 08 Consultor 09 Perfusionista 10 Pediatra na Sala de Parto 11 Auxiliar SADT 12 Clínico Tipo de acomodação Código Descrição 01 Enfermaria 03 UTI 05 One Day clinic 07 Apartamento 21 Berçário Normal 22 Berçário Patológico / Prematuro 23 Berçário Patológico / Isolamento 34 Hospital Dia 35 Isolamento 51 Uti Adulto 52 Uti Pediátrica 53 Uti Neo-natal 54 TSI Unidade de Terapia semi - intensiva 55 Unidade Coroniana 61 Outras diárias Conselho profissional Código CRAS COREN CRF CRFA CREFITO CRM CRN CRP OUT Descrição Conselho Regional de Assistência Social Conselho Federal de Enfermagem Conselho Regional de Farmácia Conselho Regional de Fonoaudiologia Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional Conselho Regional de Medicina Conselho Regional de Nutrição Conselho Regional de Psicologia Outros Conselhos

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2 MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2 1 Brasília/DF - 2007 1. Introdução A meta deste trabalho é estruturar e auxiliar no correto preenchimento das Guias

Leia mais

Manual de Preenchimento da TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar)

Manual de Preenchimento da TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar) Manual de Preenchimento da TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar) 0 Última Atualização: 16/05/07 9:30h SUMÁRIO I Introdução Página 2 II - Formulários/ Legendas Página 5 II.1 Guias Página 5 2.1.1

Leia mais

MANUAL Troca de Informações em Saúde Suplementar TISS

MANUAL Troca de Informações em Saúde Suplementar TISS MANUAL Troca de Informações em Saúde Suplementar TISS Plano de Auto-Gestão em Saúde da CERON - PAGSC Porto Velho ago/2007 1 APRESENTAÇÃO A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar

Leia mais

FORMULÁRIOS TISS SUMÁRIO

FORMULÁRIOS TISS SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Formulários Padrão TISS 2. Preenchimento das Guias Padrão TISS Guia de Consulta Guia de Serviço Profissional/Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Terapia SP/SADT Guia de Solicitação de Internação

Leia mais

Manual de Orientação TISS

Manual de Orientação TISS Manual de Orientação TISS Prezado Prestador, De forma a atender a Resolução Normativa 114 de 26/10/05 publicada pela ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar, a Marítima Saúde Seguros S/A está disponibilizando

Leia mais

TISS. Manual de Instruções. Manual de Instruções. Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 ANS 36.825-3

TISS. Manual de Instruções. Manual de Instruções. Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 ANS 36.825-3 TISS Manual de Instruções Manual de Instruções Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 1. INTRODUÇÃO 2. ORIENTAÇÕES GERAIS 2.1 Entrega de guias SUMÁRIO......... 2.2 Numeração de guias Pacotes...

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções Junho/09 SUMÁRIO 1. Introdução 2. Orientações Gerais 2.1 Entrega de guias 2.2 Numeração de guias 2.3 Pacotes - Autorização e cobrança 3. Identificação do Beneficiário 3.1 Modelo do

Leia mais

Legenda da Guia de solicitação e realização de serviço profissional / serviço auxiliar diagnóstico e terapia (SP / SADT)

Legenda da Guia de solicitação e realização de serviço profissional / serviço auxiliar diagnóstico e terapia (SP / SADT) Legenda da Guia de solicitação e realização de serviço profissional / serviço auxiliar diagnóstico e terapia (SP / SADT) Núm. do Nome do campo Descrição Campo Dados da autorização Registro da operadora

Leia mais

Manual de Instruções Maio 2007

Manual de Instruções Maio 2007 Manual de Instruções Maio 2007 SUMÁRIO 1. Introdução 03 2. Orientações Gerais 04 2.1 Entrega de guias 04 2.2 Numeração de guias 04 2.3 Pacotes Autorização e cobrança 04 3. Identificação do Beneficiário

Leia mais

SERVMED SAÚDE MANUAL DE PREENCHIMENTO TISS

SERVMED SAÚDE MANUAL DE PREENCHIMENTO TISS SERVMED SAÚDE MANUAL DE PREENCHIMENTO TISS MAIO/2007 Blumenau-SC, 18 de maio de 2007. À Rede Credenciada Prezados Credenciados: Como é de conhecimento de todos, dia 31 de maio de 2007 é o prazo que a Agência

Leia mais

Guia de SP/SADT Instrução de Preenchimento Manual

Guia de SP/SADT Instrução de Preenchimento Manual A Guia de Serviço Profissional/Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Terapia SP/SADT deverá ser preenchida pelo profissional ou entidade de saúde que mantém compromisso de credenciamento especial firmado com

Leia mais

Legenda da guia de solicitação e de realização de serviço profissional / serviço auxiliar diagnóstico e Terapia (SP/SADT)

Legenda da guia de solicitação e de realização de serviço profissional / serviço auxiliar diagnóstico e Terapia (SP/SADT) Legenda da guia de solicitação e de realização de serviço / serviço auxiliar diagnóstico e Terapia (SP/SADT) Núm. do Dados da autorização 1 Registro ANS Registro da operadora na ANS String (6) 2 Número

Leia mais

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.01.00

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.01.00 ÍNDICE TÓPICO PAG. 1 Apresentação... 2 2 Definição do Padrão TISS... 3 3 Objetivo do Padrão TISS... 3 4 Guias (formulários) do Padrão TISS... 3 5 Preenchimento das Guias do Padrão TISS... 4 Guia de Consulta...

Leia mais

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.02.00

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.02.00 ÍNDICE TÓPICO PAG. 1 Apresentação... 2 2 Definição do Padrão TISS... 3 3 Objetivo do Padrão TISS... 3 4 Guias (formulários) do Padrão TISS... 3 5 Preenchimento das Guias do Padrão TISS... 4 Guia de Consulta...

Leia mais

APRESENTAÇÃO UNIHOSP SAÚDE S/A CNPJ: 01.445.199/0001-24 Rua Campos Sales, 517 Centro Santo André - SP MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO

APRESENTAÇÃO UNIHOSP SAÚDE S/A CNPJ: 01.445.199/0001-24 Rua Campos Sales, 517 Centro Santo André - SP MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO APRESENTAÇÃO UNIHOSP SAÚDE S/A CNPJ: 01.445.199/0001-24 Rua Campos Sales, 517 Centro Santo André - SP MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO Este manual visa esclarecer as regras e normas para o serviço

Leia mais

Número do Cartão Nacional de Saúde do beneficiário. Código na operadora ou CNPJ ou String (14)

Número do Cartão Nacional de Saúde do beneficiário. Código na operadora ou CNPJ ou String (14) Legenda da guia de resumo internação Núm. do 1 Registro ANS Registro da operadora na ANS String (6) 2 Número da guia Número da guia String (20) 3 Nº Guia Solicitação Número da guia de solicitação. String

Leia mais

Índice. Fátima Saúde - Treinamento TISS

Índice. Fátima Saúde - Treinamento TISS Índice Introdução 3 O que é a TISS? 3 Implementação da TISS 3 Guias 4 Orientações Gerais 4 Legislação 4 Mais Informações 4 Preenchimento das Guias 5 Guia da Consulta 5 Guia de Solicitação de Serviços Profissionais/Serviços

Leia mais

ÍNDICE TISS versão 3.0 Implantação 31/05/2014

ÍNDICE TISS versão 3.0 Implantação 31/05/2014 1 ÍNDICE 1. Visão Geral 3 2. O que é a TISS 3 3. Histórico da evolução do modelo 3 4. O que faz parte da TISS 4 5. Guias e demonstrativos 4 6. Plano de contingência 4 7. Guia de consulta 5 8. Guia de SP/SADT

Leia mais

MANUAL DO CREDENCIADO

MANUAL DO CREDENCIADO MANUAL DO CREDENCIADO Í nicio Caro Credenciado, Seja bem vindo! Nós, da São Francisco Clínicas, estamos muito satisfeitos por tê-lo como parceiro. Pensando em auxiliá-lo nas tarefas diárias, criamos o

Leia mais

Nome do campo Descrição Obrigatório. Registro da operadora na ANS. Já consta na guia. Número da guia de solicitação.

Nome do campo Descrição Obrigatório. Registro da operadora na ANS. Já consta na guia. Número da guia de solicitação. Legenda da Guia de solicitação de internação Núm. do Campo Nome do campo Descrição 1 Registro ANS Registro da operadora na ANS. Já consta na guia. 2 Número da guia Número da guia de solicitação. Já consta

Leia mais

ANEXO I ESTRUTURA FÍSICA DOS CAMPOS DAS GUIAS E DOS DEMONSTRATIVOS

ANEXO I ESTRUTURA FÍSICA DOS CAMPOS DAS GUIAS E DOS DEMONSTRATIVOS ANEXO I ESTRUTURA FÍSICA DOS CAMPOS DAS GUIAS E DOS DEMONSTRATIVOS 1. Documentos preenchidos pelos prestadores e encaminhados às operadoras 1.1. Guia de Consulta Padrão TISS versão 2.1 Página 2-94 1.1.1.

Leia mais

Manual TISS Troca de Informaçõ

Manual TISS Troca de Informaçõ Manual TISS Troca de Informaçõ ções em Saúde Suplementar Versão o 1.1 Instruçõ ções para preenchimento das guias PREENCHER EXCLUSIVAMENTE COM CANETA PRETA OU AZUL GCES A Unimed Natal desenvolveu este manual

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA GUIA DE RESUMO DE INTERNAÇÃO

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA GUIA DE RESUMO DE INTERNAÇÃO INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA GUIA DE RESUMO DE INTERNAÇÃO NOME DO FORMULÁRIO: GUIA DE RESUMO DE INTERNAÇÃO CONCEITO: A GUIA DE RESUMO DE INTERNAÇÃO É O FORMULÁRIO PADRÃO A SER UTILIZADO PARA A FINALIZAÇÃO

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Nº 43 - PADRÃO TISS

CONSULTA PÚBLICA Nº 43 - PADRÃO TISS CONSULTA PÚBLICA Nº 43 - PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA GUIAS, ANEXOS, DEMONSTRATIVOS E MONITORAMENTO DO PADRÃO TISS Indice Guia de Consulta 4 Legenda da Guia de Consulta 5 Guia Comprovante

Leia mais

MANUAL DO CREDENCIADO

MANUAL DO CREDENCIADO MANUAL DO CREDENCIADO I nício Caro Credenciado, Seja bem vindo! Nós, da São Francisco Saúde, estamos muito satisfeitos por tê-lo como parceiro. Pensando em auxiliá-lo nas tarefas diárias, criamos o Manual

Leia mais

Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde)

Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde) Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde) Demonstrativo de retorno: modelo formal de representação e descrição documental do padrão TISS sobre o pagamento dos eventos assistenciais realizados

Leia mais

Padrão de Preenchimento de Guias - TISS. Manual de Preenchimento de Guias Padrão TISS

Padrão de Preenchimento de Guias - TISS. Manual de Preenchimento de Guias Padrão TISS Manual de Preenchimento de Guias Padrão TISS Este manual foi desenvolvido com o intuito de auxiliar o usuário no preenchimento das guias de consulta, SADT, Internação, Honorário Individual conforme regras

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS

MANUAL DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS MANUAL DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS Padrão TISS Atendendo à exigência da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a partir do dia 31 de Agosto do corrente ano, a Unimed Sobral se adequará ao padrão

Leia mais

Divulgação Novo TISS 3.02.00

Divulgação Novo TISS 3.02.00 Manual TISS 3.0.00 Índice Tema Introdução Conteúdo e Estrutura Guia de Consulta Legenda Guia de Consulta Guia SP SADT Legenda Guia SP SADT Guia Solicitação de Internação Legenda Guia Solicitação de Internação

Leia mais

Manual de instruções para utilização e preenchimento das guias. Instruções gerais

Manual de instruções para utilização e preenchimento das guias. Instruções gerais Manual de instruções para utilização e preenchimento das guias Instruções gerais Este manual tem como finalidade instruir todos os prestadores de serviço no preenchimento uniforme das guias do padrão TISS

Leia mais

TISS 3.01.00 CARTILHA. 1. Divulgação 3.01.00 - CNU/ANS. 2. Material TISS 3.01.00. 3. Componentes da TISS 3.01.00

TISS 3.01.00 CARTILHA. 1. Divulgação 3.01.00 - CNU/ANS. 2. Material TISS 3.01.00. 3. Componentes da TISS 3.01.00 1. Divulgação 3.01.00 - CNU/ANS CARTILHA TISS 3.01.00 2. Material TISS 3.01.00 3. Componentes da TISS 3.01.00 4. Rotina Operacional Central de Atendimento Autorização 5. Rotina Operacional Contas Médicas

Leia mais

SAÚDE CONNECT 3.001 FATURAMENTO

SAÚDE CONNECT 3.001 FATURAMENTO SAÚDE CONNECT 3.001 FATURAMENTO FATURAMENTO - PRESTADOR... 3 1. DIGITAR GUIAS... 3 1.1 GUIA DE CONSULTA... 3 1.2 GUIA DE SP/SADT... 8 1.3 GUIA DE HONORÁRIOS... 17 1.4 RESUMO DE INTERNAÇÃO... 23 1.5 GUIA

Leia mais

DIAMANTE V7.2.2 www.pacotediamante.com.br (Compatível com a versão 9 do PRODOCTOR) Primeira instalação do DIAMANTE

DIAMANTE V7.2.2 www.pacotediamante.com.br (Compatível com a versão 9 do PRODOCTOR) Primeira instalação do DIAMANTE SERVIDOR DIAMANTE V7.2.2 www.pacotediamante.com.br (Compatível com a versão 9 do PRODOCTOR) Primeira instalação do DIAMANTE Opção A O Prodoctor foi instalado de forma padrão, no disco C do servidor. C:\Prodoctor9

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CABERGS PARA USO DO PADRÃO TISS/ANS

MANUAL DE INSTRUÇÕES CABERGS PARA USO DO PADRÃO TISS/ANS MANUAL DE INSTRUÇÕES CABERGS PARA USO DO PADRÃO TISS/ANS Julho/2008 SUMÁRIO 1. Introdução... 03 2. Guias... 04 Guias de Consulta... 05 Guia de Serviço Profissional / Serviço Auxiliar Diagnóstico e Terapia

Leia mais

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Formulários do Plano de Contingência

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Formulários do Plano de Contingência PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA Formulários do Plano de Contingência Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Novembro 2013 311 Logo da Empresa GUIA DE CONSULTA 2- Nº Guia no Prestador

Leia mais

TREINAMENTO TISS. Apresentação:

TREINAMENTO TISS. Apresentação: TREINAMENTO TISS Apresentação: A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para troca de dados entre operadoras de planos privados de assistência à saúde e prestadores

Leia mais

PREZADO REFERENCIADO. Esta mensagem traduz formalmente a nossa satisfação pelo seu ingresso na Rede Referenciada Golden Cross.

PREZADO REFERENCIADO. Esta mensagem traduz formalmente a nossa satisfação pelo seu ingresso na Rede Referenciada Golden Cross. PREZADO REFERENCIADO Esta mensagem traduz formalmente a nossa satisfação pelo seu ingresso na Rede Referenciada Golden Cross. Com o plano médico-hospitalar, nossa parceria será desenvolvida de forma simplificada,

Leia mais

Apresentação TISS 3.01.00. Obrigatoriedade 30/05/2014 RN 305 / 341 IN 51 (ANS)

Apresentação TISS 3.01.00. Obrigatoriedade 30/05/2014 RN 305 / 341 IN 51 (ANS) Apresentação TISS 3.01.00 Obrigatoriedade 30/05/2014 RN 305 / 341 IN 51 (ANS) 1 Apresentação TISS 3.01.00 Obrigatoriedade 30/05/2014 RN 305 / 341 IN 51 (ANS) Paulo Andrade (Gerente TI) Coordenador TISS

Leia mais

DIAMANTE PLUS-CORP Versão 1.00.01 (Compatível com o PRODOCTOR PLUS e PRODOCTOR CORP)

DIAMANTE PLUS-CORP Versão 1.00.01 (Compatível com o PRODOCTOR PLUS e PRODOCTOR CORP) DIAMANTE PLUS-CORP Versão 1.00.01 (Compatível com o PRODOCTOR PLUS e PRODOCTOR CORP) Esta orientação é para clientes que vão iniciar a utilização do DIAMANTE PLUS CORP. SERVIDOR Acesse o site www.pacotediamante.com.br.

Leia mais

DIAMANTE V11.00.03 www.pacotediamante.com.br (Compatível com a versão 11 do PRODOCTOR)

DIAMANTE V11.00.03 www.pacotediamante.com.br (Compatível com a versão 11 do PRODOCTOR) DIAMANTE V11.00.03 www.pacotediamante.com.br (Compatível com a versão 11 do PRODOCTOR) SERVIDOR ATENÇÃO Esta operação só poderá ser efetuada no servidor, e com todas as estações do PRODOCTOR DESLIGADAS.

Leia mais

Instruções de Preenchimento das Guias Padrão TISS

Instruções de Preenchimento das Guias Padrão TISS Instruções de Preenchimento das Guias Padrão TISS Revisão 2011 1 1. INSTRUÇÕES GERAIS Este manual foi elaborado pelo Setor de Gestão do Plano de Saúde, da Eletrosul Centrais Elétricas, a fim de uniformizar

Leia mais

Manual Específico Unimed-Rio - TISS

Manual Específico Unimed-Rio - TISS UNIME D-RIO Manual Específico Unimed-Rio - TISS Área de Relacionamento com Hospitais Rio 2 PADRONIZAÇÃO DOS NOVOS FORMULÁRIOS QUE SERÃO UTILIZADOS PELOS PRESTADORES PARA ENVIO PARA A UNIMED-RIO. Estes documentos

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 AUTORIZADOR WEB 4. Pesquisar Beneficiário... 5. Elegibilidade Beneficiário... 6. Nova Guia Consulta Eletiva... 7. Nova Guia SP/SADT...

INTRODUÇÃO 2 AUTORIZADOR WEB 4. Pesquisar Beneficiário... 5. Elegibilidade Beneficiário... 6. Nova Guia Consulta Eletiva... 7. Nova Guia SP/SADT... INTRODUÇÃO 2 AUTORIZADOR WEB 4 Pesquisar Beneficiário... 5 Elegibilidade Beneficiário... 6 Nova Guia Consulta Eletiva... 7 Nova Guia SP/SADT... 10 Nova Guia Anexo de Radioterapia... 14 Nova Guia Anexo

Leia mais

Manual do Prestador SEPACO. Saúde. ANS - n 40.722-4

Manual do Prestador SEPACO. Saúde. ANS - n 40.722-4 Manual do Prestador Saúde o ANS - n 40.722-4 SEPACO Prezado prestador, Este manual tem como objetivo formalizar a implantação das rotinas administrativas do Sepaco Saúde, informando as características

Leia mais

Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE

Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE AGOSTO/2014 1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Orientações Gerais... 4 2.1 Entrega de guias... 4 2.2 Numeração de guias... 4 2.3 Pacotes - Autorização e cobrança...

Leia mais

HelpAndManual_unregistered_evaluation_copy. Manual de Instruções. versão 2.1.03

HelpAndManual_unregistered_evaluation_copy. Manual de Instruções. versão 2.1.03 HelpAndManual_unregistered_evaluation_copy Manual de Instruções versão 2.1.03 2 TISS 2.1 Sumário Manual TISS 1 Introdução... 4 O que é a TISS?... Como utilizar esse... manual Sobre esse manual... 2 Guias

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE CONSULTA

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE CONSULTA MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE CONSULTA Recife/2007 SUMÁRIO PAG I Objetivos... 02 II Orientações Gerais... 04 III Instruções para preenchimento da Guia de Consulta... 06 IV Anexos......

Leia mais

Rio. Manual Completo TISS 3.0

Rio. Manual Completo TISS 3.0 Rio Manual Completo cooperado TISS 3.0 2 Manual Completo tiss 3.0.2 Manual Completo tiss 3.0.2 3 sumário Guia de Consulta 04 Guia de Comprovante Presencial 10 Guia SADt 15 Prezado Cooperado, Este manual

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA PREENCHIMENTO DAS GUIAS VERSÃO TISS 3.02

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA PREENCHIMENTO DAS GUIAS VERSÃO TISS 3.02 MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA PREENCHIMENTO DAS GUIAS VERSÃO TISS 3.02 Tipos de Guias Guias Existentes Guia de Consulta; Guia SADT; Guia de Solicitação de Internação; Guia de Resumo de Internação; Guia de

Leia mais

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008 de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

Manual de Conteúdo e Estrutura

Manual de Conteúdo e Estrutura Manual de Conteú e Estrutura Instruções para preenchimento das guias em papel versão 2.1.10 2 TISS 2.1 Sumário Manual de conteú e estrutura 1 Introdução... 4 O que é a TISS?... Como utilizar esse... manual

Leia mais

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 SUMÁRIO Questão 1 - Valor dos eventos de atenção à saúde, por grupo e origem... 4 Questão 2 Quantitativo e valor dos eventos de atenção à saúde por prestador...

Leia mais

Sistema MV Saúde. Manual do Prestador

Sistema MV Saúde. Manual do Prestador Sistema MV Saúde Manual do Prestador Indice: Como logar 3 COMO GERAR UMA GUIA DE CONSULTA 5 COMO GERAR UMA GUIA DE SP/SADT (PROCEDIMENTOS) 8 COMO GERAR UMA GUIA DE INTERNAÇÃO 12 2 Como logar Sistema MV

Leia mais

Manual do Prestador. Versão 1.0 Maio/2014. Manaus - Amazonas ANS Nº 38809-2 1

Manual do Prestador. Versão 1.0 Maio/2014. Manaus - Amazonas ANS Nº 38809-2 1 Manual do Prestador Versão 1.0 Maio/2014 Manaus - Amazonas 1 SUMÁRIO Apresentação... 3 1. Identificação do beneficiário...3 2. Atendimento ao beneficiário... 4 2.1. Requisitos para o atendimento... 4 2.2.

Leia mais

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

UNIMED-BH. Instruções para geração dos arquivos de faturamento eletrônico

UNIMED-BH. Instruções para geração dos arquivos de faturamento eletrônico UNIMED-BH Instruções para geração dos arquivos de faturamento eletrônico Versão TISS 3.00.01 Maio/2013 Índice Pág. Instruções gerais sobre o leiaute de faturamento UNIMED-BH padrão TISS 3 Instruções Técnicas

Leia mais

VERSÃO 3.3 - PERFIL PRESTADOR. Versão do Manual - 1.00

VERSÃO 3.3 - PERFIL PRESTADOR. Versão do Manual - 1.00 VERSÃO 3.3 - PERFIL PRESTADOR Versão do Manual - 1.00 1 2 Histórico de versões Versão Data 1.00 14/12/07 Atualização Criação do Documento Autor Cayo Prado Créditos Coordenador de Desenvolvimento Marcos

Leia mais

PADRÃO TISS conteúdo & estrutura. novembro 2013

PADRÃO TISS conteúdo & estrutura. novembro 2013 PADRÃO TISS conteúdo & estrutura novembro 2013 Índice Parte I - Lista das mensagens padronizadas 5 Parte II - Mensagens entre operadoras de planos privados de assistência à saúde e prestadores de serviços

Leia mais

PADRÃO TISS conteúdo & estrutura. maio 2014

PADRÃO TISS conteúdo & estrutura. maio 2014 PADRÃO TISS conteúdo & estrutura maio 2014 Índice Parte I - Lista das mensagens padronizadas 5 Parte II - Mensagens entre operadoras de planos privados de assistência à saúde e prestadores de serviços

Leia mais

MANUAL DO REFERENCIADO TISS

MANUAL DO REFERENCIADO TISS MANUAL DO REFERENCIADO TISS Prezado Referenciado, As instruções contidas neste Manual têm como principal objetivo, servir como guia para que os agentes integrantes do processo de faturamento e conciliação

Leia mais

Padrão TISS - Troca de Informações em Saúde Suplementar

Padrão TISS - Troca de Informações em Saúde Suplementar Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar - Troca de Informações em Saúde Suplementar para preenchimento das Guias Odontológicas Índice O que é TISS 3 Como utilizar esse manual 4 Instruções

Leia mais

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS O objetivo deste questionário é analisar as atividades

Leia mais

IESUS. Anexo 1. Novas Metodologias para Vigilância Epidemiológica: Uso do SIH/SUS. Informe Epidemiológico do SUS 22

IESUS. Anexo 1. Novas Metodologias para Vigilância Epidemiológica: Uso do SIH/SUS. Informe Epidemiológico do SUS 22 IESUS Novas Metodologias para Vigilância Epidemiológica: Uso do SIH/SUS Anexo 1 Instrumentos do Sistema de Informação Hospitalar Laudo Médico para Emissão de AIH O Laudo Médico é o instrumento para solicitação

Leia mais

Manual de utilização do Módulo Operacional

Manual de utilização do Módulo Operacional Manual de utilização do Módulo Operacional Consultório Online Rev. 00 O melhor plano de saúde é viver. O segundo melhor é Unimed. Índice Passo 1: Visão geral Passo 2: Como acessar o Consultório On-Line?

Leia mais

PORTAL SPA TISS. Manual do Credenciado. Manual do Credenciado para utilização do Portal SPA TISS do SPA Saúde.

PORTAL SPA TISS. Manual do Credenciado. Manual do Credenciado para utilização do Portal SPA TISS do SPA Saúde. PORTAL SPA TISS Manual do Credenciado Manual do Credenciado para utilização do Portal SPA TISS do SPA Saúde. Equipe de Treinamento de Desenvolvimento TIS SPA Saúde Sumário 1. Introdução... 3 2. Objetivo...

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INFORMAÇÕES GERAIS 1 - A Residência em Medicina constitui modalidade de ensino de pós-graduação, destinada

Leia mais

RESUMO DO MANUAL DE PREENCHIMENTO DAS GUIAS TISS. Aqui você encontra instruções para preencher corretamente os principais campos das Guias TISS.

RESUMO DO MANUAL DE PREENCHIMENTO DAS GUIAS TISS. Aqui você encontra instruções para preencher corretamente os principais campos das Guias TISS. RESUMO DO MANUAL DE PREENCHIMENTO DAS GUIAS TISS Aqui você encontra instruções para preencher corretamente os principais campos das Guias TISS. Prezado(a) Referenciado(a), A mudança exigida pela ANS dos

Leia mais

Manual do Prestador Versão TISS 3.02

Manual do Prestador Versão TISS 3.02 Manual do Prestador Versão TISS 3.02 Caro(a) Prestador(a) Serviços, É com muito prazer e satisfação que aproveitamos esta página para demonstrar nosso agradecimento em relação à confiança depositada por

Leia mais

Manual TISS instruções para utilização e preenchimento das guias. Instruções gerais

Manual TISS instruções para utilização e preenchimento das guias. Instruções gerais Manual TISS instruções para utilização e preenchimento das guias Instruções gerais Este manual tem como finalidade instruir todos os prestadores de serviço no preenchimento uniforme das guias do padrão

Leia mais

TISS 3.02.00 CARTILHA. 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Planalto Médio/ANS. 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02.00 VERSÃO 1.

TISS 3.02.00 CARTILHA. 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Planalto Médio/ANS. 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02.00 VERSÃO 1. VERSÃO 1.0 CARTILHA TISS 3.02.00 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Planalto Médio/ANS 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02.00 4. Rotina Operacional 5. Rotina Operacional Autorizações Contas

Leia mais

Manual de Preenchimento da TISS

Manual de Preenchimento da TISS Manual de Preenchimento da TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar) Maio 2014 unimed@unimedbirigui.com.br www.unimedbirigui.com.br 1/51 SUMÁRIO PADRÃO TISS Versão 3.01.00 - Troca de Informações

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192)

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) Página 1 de 17 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 1.666/2003, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 *****

Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 ***** Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 ***** Ementa: Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM n.º 1.634/2002, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES TÉCNICAS E ADMINISTRATIVAS AOS CREDENCIADOS

MANUAL DE ORIENTAÇÕES TÉCNICAS E ADMINISTRATIVAS AOS CREDENCIADOS MANUAL DE ORIENTAÇÕES TÉCNICAS E ADMINISTRATIVAS AOS CREDENCIADOS MÉDICO E HOSPITALAR Missão Life Empresarial Saúde: Cuidar da qualidade de vida de seus clientes, beneficiários e funcionários, provendo

Leia mais

VAGAS e INSCRITOS por GRUPO 39 85

VAGAS e INSCRITOS por GRUPO 39 85 01 - ÁREAS BÁSICAS COM ACESSO DIRETO 1 ANESTESIOLOGIA - 3 ANOS 15 165 11,0 2 CIRURGIA GERAL - 2 ANOS 46 211 4,6 3 CLÍNICA MÉDICA - 2 ANOS 54 275 5,1 4 DERMATOLOGIA - 3 ANOS 5 88 17,6 5 INFECTOLOGIA - 3

Leia mais

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2014 ERRATA Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS. Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM. Santa Maria, 06 de Junho de 2013.

PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM. Santa Maria, 06 de Junho de 2013. PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM Santa Maria, 06 de Junho de 2013. INTRODUÇÃO Trata-se de uma proposta de Plano de Saúde no sistema de pré-pagamento para atender os associados da ASSUFSM de Santa Maria/RS,

Leia mais

Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Manual de utilização para preenchimento das Guias Odontológicas

Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Manual de utilização para preenchimento das Guias Odontológicas Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar Troca de Informações em Saúde Suplementar para preenchimento das Guias Odontológicas Índice O que é TISS 3 Como utilizar esse manual 4 Instruções

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM Versão 01/2013 Consultório e SADT 11 IDENTIFICAÇÃO VOAM VOLVO ODONTOLOGIA E ASSISTÊNCIA MÉDICA. Razão Social: VOLVO DO BRASIL VEÍCULOS LTDA. CNPJ: 43.999.424/0001-14

Leia mais

Unimed do Brasil Unidade de Serviços às Singulares Página 1 de 119. Unimed HILUM - Versão 3.0.0

Unimed do Brasil Unidade de Serviços às Singulares Página 1 de 119. Unimed HILUM - Versão 3.0.0 Página 1 de 119 Unimed HILUM - Versão 3.0.0 1 HILUM... 4 1.1 Consulta... 6 1.1.1 Execução... 6 1.2 SADT... 11 1.2.1 Solicitação... 11 1.2.2 Execução... 18 1.2.3 Execução On-Line... 26 1.2.4 Outras Despesas...

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR DE SERVIÇOS E EVENTOS DE SAÚDE

MANUAL DO PRESTADOR DE SERVIÇOS E EVENTOS DE SAÚDE Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária - INFRAERO MANUAL DO PRESTADOR DE SERVIÇOS E EVENTOS DE SAÚDE Brasília, Março de 2013 Versão 1.1 INSTRUÇÕES GERAIS Este MANUAL tem como objetivo orientar

Leia mais

Manual de Reembolso. Para ter acesso a este benefício, fique atento às dicas a seguir. 2ª edição

Manual de Reembolso. Para ter acesso a este benefício, fique atento às dicas a seguir. 2ª edição Manual de Reembolso 2ª edição Você sabia que quando não utiliza os serviços da rede credenciada do Agros, seja por estar fora da área de cobertura do plano de saúde ou por opção, pode solicitar o reembolso

Leia mais

Versão 1.0 MANUAL PRÁTICO TISS 3.02.00. 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Taubaté/ANS. 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02.

Versão 1.0 MANUAL PRÁTICO TISS 3.02.00. 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Taubaté/ANS. 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02. Versão 1.0 MANUAL PRÁTICO TISS 3.02.00 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Taubaté/ANS 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02.00 SUMÁRIO 1. Divulgação 3.02.00 - Unimed Taubaté/ANS...2 3.2.1. Guias

Leia mais

Manual de Conteúdo e Estrutura ODONTOLOGIA Instruções para Preenchimento das Guias

Manual de Conteúdo e Estrutura ODONTOLOGIA Instruções para Preenchimento das Guias Manual de Conteúdo e Estrutura ODONTOLOGIA Instruções para Preenchimento das Guias versão 1.1 SUMÁRIO O QUE É TISS?... 4 INSTRUÇÕES GERAIS... 6 GUIAS VISÃO GERAL... 7 GUIA TRATAMENTO ODONTOLÓGICO... 9

Leia mais

São Paulo, Janeiro de 2014

São Paulo, Janeiro de 2014 Comunicado - Reembolso Prezado Cliente, Com o objetivo de aprimorarmos nossas rotinas operacionais e visando preservar a agilidade nos pagamentos dos atendimentos ocorridas na Livre-Escolha, informamos

Leia mais

1.25. CBO-S (especialidade) 1312.05 Diretor clínico. 1312.05 Diretor de departamento de saúde. 1312.05 Diretor de divisão médica

1.25. CBO-S (especialidade) 1312.05 Diretor clínico. 1312.05 Diretor de departamento de saúde. 1312.05 Diretor de divisão médica 1.25. CBO-S (especialidade) Código Descrição 1312.05 Diretor clínico 1312.05 Diretor de departamento de saúde 1312.05 Diretor de divisão médica 1312.05 Diretor de serviços de saúde 1312.05 Diretor de serviços

Leia mais

Especialidade. Descrição. Código

Especialidade. Descrição. Código 1311.20 Gerente de serviços sociais 1312.05 Diretor de divisão médica 1312.05 Diretor de serviços de saúde 1312.05 Diretor de serviços médicos 1312.05 Diretor de unidade assistencial 1312.05 Diretor de

Leia mais

INFORME CBO. CBO com alterações de códigos e/ou descrições

INFORME CBO. CBO com alterações de códigos e/ou descrições INFORME CBO Considerando a publicação da Portaria SAS/MS n 203/2011, que inclui no Sistema de Informação Hospitalar (SIH) o registro obrigatório da competência de realização de todos os procedimentos realizados

Leia mais

ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental).

ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental). 1 de 9 ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental). CARGO PERFIL PRÉ REQUISITO NÍVEL SUPERIOR Administrador Curso Superior

Leia mais

1 Recebido 2 Em análise 3 Liberado para pagamento 4 Encerrado sem pagamento 5 Analisado e aguardando liberação para o pagamento

1 Recebido 2 Em análise 3 Liberado para pagamento 4 Encerrado sem pagamento 5 Analisado e aguardando liberação para o pagamento 1.24. Status do protocolo Código Descrição 1 Recebido 2 Em análise 3 Liberado para pagamento 4 Encerrado sem pagamento 5 Analisado e aguardando liberação para o pagamento 1.25. CBOS (especialidade) Código

Leia mais

Cronograma Credenciados JAN, FEV e MAR 2011

Cronograma Credenciados JAN, FEV e MAR 2011 Rio de Janeiro, 18 de novembro de 2010. PASA/CE 032/10 Assunto: Manual do Credenciado Médico do PASA/Vale Prezado(a) credenciado(a), O PASA, visando a melhoria constante do seu fluxo de processamento de

Leia mais

MANUAL TISS UNIMED ASSIS. Manual TISS Unimed Assis Agosto/2014

MANUAL TISS UNIMED ASSIS. Manual TISS Unimed Assis Agosto/2014 MANUAL TISS UNIMED ASSIS 1 AGOSTO/2014 INTRODUÇÃO Este informativo foi desenvolvido pela Unimed de Assis com o intuito de simplificar e resumir as principais informações referentes à implantação e execução

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 Médico Alergia

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 004 Médico - Alergia e Imunologia

Leia mais

TREINAMENTO DO PADRÃO TISS 3.00.01

TREINAMENTO DO PADRÃO TISS 3.00.01 TREINAMENTO DO PADRÃO TISS 3.00.01 Coordenadoras TISS: Elisandra Baldissera e Roseli Fistarol Colaboradores: Cesar Paz, Denise Bertoldo e Patrique Hedlund 1 Organização do evento Os slides estão disponíveis

Leia mais

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 1663, DE 02 DE JULHO DE 2012. Aprova o detalhamento das funções/especialidades dos cargos do Quadro Permanente da Função Saúde da Administração Pública

Leia mais