Sondagem Aximage: Contratos de associação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sondagem Aximage: Contratos de associação"

Transcrição

1 Sondagem Aximage: Contratos de associação

2 Metodologia 1 FICHA TÉCNICA DESTINADA A PUBLICAÇÃO E ELABORADA DE ACORDO COM UM MODELO PROPOSTO À ERC PARA A IMPRENSA FICHA TÉCNICA Universo: indivíduos inscritos nos cadernos eleitorais em Portugal com telefone fixo no lar ou possuidor de telemóvel. Amostra: aleatória e estratificada (região, habitat, sexo, idade, escolaridade, actividade e voto legislativo) e representativa do universo e foi extraída de um sub-universo obtido de forma idêntica. A amostra teve 603 entrevistas efectivas: 296 a homens e 307 a mulheres; 55 no Interior Norte Centro, 87 no Litoral Norte, 104 na Área Metropolitana do Porto, 117 no Litoral Centro, 166 na Área Metropolitana de Lisboa e 74 no Sul e Ilhas; 102 em aldeias, 153 em vilas e 348 em cidades. A proporcionalidade pelas variáveis de estratificação é obtida após reequilibragem amostral. Técnica: Entrevista telefónica por C.A.T.I., tendo o trabalho de campo decorrido nos dias 30 e 31 de Maio e 1 de Junho de 2016, com uma taxa de resposta de 85,4%. Erro probabilístico: Para o total de uma amostra aleatória simples com 603 entrevistas, o desvio padrão máximo de uma proporção é 0,020 (ou seja, uma margem de erro - a 95% - de 4,00%). Responsabilidade do estudo: Aximage Comunicação e Imagem Lda., sob a direcção técnica de Jorge de Sá e de João Queiroz. 2

3 Metodologia 2 Distribuição das entrevistas pelas variáveis de segmentação Segmentos amostrais Nº de entrevistas Amostra reequilibrada (*) Margem de erro Total ,040 Interior Norte Centro ,132 Litoral Norte ,105 Região A.M. Porto ,096 Litoral Centro ,091 A.M. Lisboa ,076 Sul & Ilhas ,114 Aldeias ,097 Habitat Vilas ,079 Cidades ,053 Sexo Masculino ,057 Feminino , ,084 Idade , , e mais ,082 Escolaridade Obrigatório e menos ,061 Secundário e mais ,053 Actividade Activos ,053 Não activos ,060 LER NOTA DO SLIDE SEGUINTE REFERENTE À LEITURA DESTA TABELA 3

4 Metodologia 2 Distribuição das entrevistas pelas variáveis de segmentação NOTA 1: Os valores da tabela anterior devem ser considerados para avaliar o erro probabilístico de cada segmento. NOTA 2: Nas tabelas que serão apresentadas as percentagens que dizem respeito às categorias BE, CDU, e particularmente, OBN e Indecisos devem ser lidas a mero título indicativo dado o valor muito reduzido das respectivas bases. NOTA 3: A publicação desta tabela permite ao leitor uma avaliação do erro probabilístico associado a cada segmento depois de fixado, arbitrariamente, em 5% a probabilidade de rejeição de uma hipótese quando verdadeira (erro de primeira espécie tipo 1). 4

5 Atualidade Política Junho Contratos de associação Contratos de associação Recentemente pais, professores e proprietários de colégios privados protestaram contra a decisão do governo de deixar de subsidiar os colégios privados sempre que haja escolas do Estado na proximidade desses colégios privados. Pessoalmente, quem acha que tem razão neste assunto: 7,4% 13,9% 78,7% O Governo Os colégios privados Não tem opinião 5

6 Atualidade Política Junho Contratos de associação Contratos de associação segmentação 1 % verticais (total de inquiridos) Intenção de Voto Legislativo Junho 2016 Total Abstenção PSD PS CDS BE CDU OBN O Governo 78,7 75,0 59,0 91,6 55,8 98,5 96,1 93,2 Os colégios privados 13,9 17,5 29,4 1,8 23,9 1,5 3,9 4,0 Sem opinião 7,4 7,5 11,6 6,6 20,3 0,0 0,0 2,8 6

7 Atualidade Política Junho Contratos de associação Contratos de associação segmentação 2 % verticais (total de inquiridos) Total Interior Norte Centro Litoral Norte A.M. Porto Região Litoral Centro A.M. Lisboa Sul e Ilhas Rural Habitat Semi urbano Urbano O Governo 78,7 79,3 76,1 80,2 76,3 81,3 77,7 72,1 77,7 81,3 Os colégios privados 13,9 11,0 15,4 10,4 15,7 13,8 16,2 14,5 12,1 14,6 Sem opinião 7,4 9,7 8,5 9,4 8,0 4,9 6,2 13,4 10,3 4,1 7

8 Atualidade Política Junho Contratos de associação Contratos de associação segmentação 3 % verticais (total de inquiridos) Sexo Grupo etário Escolaridade Total Masculino Feminino 18 a a a ou mais Obrigatória e menos Mais que obrigatória O Governo 78,7 81,3 76,4 75,8 79,2 84,0 76,1 76,6 80,5 Os colégios privados 13,9 13,8 14,0 17,5 13,5 11,5 12,8 15,3 12,7 Sem opinião 7,4 4,9 9,6 6,8 7,3 4,5 11,1 8,1 6,7 8

9 Rua da Escola de Medicina Veterinária, Lisboa Telefone: Fax:

Sondagem O Futuro da ADSE

Sondagem O Futuro da ADSE Sondagem ADSE Junho 2016 Sondagem O Futuro da ADSE Com o apoio científico da 1 Metodologia 1 FICHA TÉCNICA DESTINADA A PUBLICAÇÃO E ELABORADA DE ACORDO COM UM MODELO PROPOSTO À ERC PARA A IMPRENSA FICHA

Leia mais

Sondagem Aximage: Prisão de José Sócrates

Sondagem Aximage: Prisão de José Sócrates Sondagem Aximage: Prisão de José Sócrates Metodologia 1 FICHA TÉCNICA DESTINADA A PUBLICAÇÃO E ELABORADA DE ACORDO COM UM MODELO PROPOSTO À ERC PARA A IMPRENSA FICHA TÉCNICA Universo: indivíduos inscritos

Leia mais

Sondagem Aximage: Natal e Ano Novo

Sondagem Aximage: Natal e Ano Novo Sondagem Aximage: Natal e Ano Novo Metodologia 1 FICHA TÉCNICA DESTINADA A PUBLICAÇÃO E ELABORADA DE ACORDO COM UM MODELO PROPOSTO À ERC PARA A IMPRENSA FICHA TÉCNICA Universo: indivíduos inscritos nos

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ELEIÇÕES 2016

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ELEIÇÕES 2016 PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ELEIÇÕES 2016 DEZEMBRO DE 2015 JOB1629 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO O principal objetivo desse projeto é levantar opiniões sobre as eleições municipais

Leia mais

FICHA TÉCNICA PARA O DEPÓSITO DE SONDAGEM (de acordo com o artigo 6º da Lei nº 10/2000 de 21 de Junho)

FICHA TÉCNICA PARA O DEPÓSITO DE SONDAGEM (de acordo com o artigo 6º da Lei nº 10/2000 de 21 de Junho) FICHA TÉCNICA PARA O DEPÓSITO DE SONDAGEM (de acordo com o artigo 6º da Lei nº 10/2000 de 21 de Junho) 1. Entidade responsável pela realização da sondagem: - EUROSONDAGEM Estudos de Opinião, S. A. - Av.

Leia mais

BARÓMETRO DE OPINIÃO PÚBLICA: Atitudes dos portugueses perante Leitura e o Plano Nacional de Leitura

BARÓMETRO DE OPINIÃO PÚBLICA: Atitudes dos portugueses perante Leitura e o Plano Nacional de Leitura BARÓMETRO DE OPINIÃO PÚBLICA: Atitudes dos portugueses perante Leitura e o Plano Nacional de Leitura António Firmino da Costa Elsa Pegado Patrícia Ávila CIES-ISCTE 2008 BARÓMETRO DE OPINIÃO PÚBLICA: Atitudes

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS NOVEMBRO/ DEZEMBRO DE 2013 JOB2726-13 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Trata-se de uma pesquisa de acompanhamento

Leia mais

Barómetro Político Marktest: Sondagem Legislativas 2015

Barómetro Político Marktest: Sondagem Legislativas 2015 Barómetro Político Marktest: Sondagem Legislativas 3 Setembro de Marktest Dir.Estudos Sectoriais 3-9- I. Ficha Técnica da Sondagem A presente sondagem é da responsabilidade da seguinte entidade: Marktest,

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O GOVERNO FEDERAL

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O GOVERNO FEDERAL PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O GOVERNO FEDERAL OUTUBRO DE 2013 JOB1642 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL O principal objetivo desse projeto é monitorar a administração do Governo

Leia mais

Distribuição Normal de Probabilidade

Distribuição Normal de Probabilidade Distribuição Normal de Probabilidade 1 Aspectos Gerais 2 A Distribuição Normal Padronizada 3 Determinação de Probabilidades 4 Cálculo de Valores 5 Teorema Central do Limite 1 1 Aspectos Gerais Variável

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS MAIO DE 2006 OPP106 OBJETIVO LOCAL ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA Levantar junto aos eleitores da área em estudo opiniões relacionadas

Leia mais

UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PELAS FAMÍLIAS 2001

UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PELAS FAMÍLIAS 2001 Informação à Comunicação Social 15 de Março de 22 UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PELAS FAMÍLIAS 21 No terceiro trimestre de 21, cerca de um quarto das famílias portuguesas - 24%

Leia mais

POPULARIDADE DA INTERNET

POPULARIDADE DA INTERNET POPULARIDADE DA INTERNET Inayara Soares da Silva Atualmente, a população encontra grande facilidade no acesso à internet. Tal facilidade e popularização da rede vem atraindo de jovens a idosos, que não

Leia mais

Plano de Acção 2006/2007. Rede Social Concelho da Lourinhã

Plano de Acção 2006/2007. Rede Social Concelho da Lourinhã Plano de Acção 2006/2007 Rede Social Concelho da Lourinhã E I X O I Intervenção Dirigida a Grupos Específicos EIXO I : INTERVENÇÃO DIRIGIDA A GRUPOS ESPECIFICOS OBJECTIVO GERAL: Até Dezembro de 2007 existem

Leia mais

LAYOUT DE ARQUIVOS - CADASTRO DE INVESTIDORES Externa 1/6. Erros no Cadastramento de Investidores ECIN 03 25/08/2009

LAYOUT DE ARQUIVOS - CADASTRO DE INVESTIDORES Externa 1/6. Erros no Cadastramento de Investidores ECIN 03 25/08/2009 LAYOUT DE ARQUIVOS - CADASTRO DE INVESTIDORES Externa 1/6 1 - CONCEITOS BÁSICOS O arquivo ECIN, cujo layout apresentamos, tem por objetivo informar, às Instituições que se utilizam de sistemas próprios

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC EDUACAÇÃO

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC EDUACAÇÃO JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC EDUACAÇÃO APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos setores

Leia mais

RELATÓRIO da APLICAÇÃO de QUESTIONÁRIOS DIA MUNDIAL DA HIGIENE DAS MÃOS/2015

RELATÓRIO da APLICAÇÃO de QUESTIONÁRIOS DIA MUNDIAL DA HIGIENE DAS MÃOS/2015 No âmbito da comemoração do Dia Mundial da Higiene das Mãos (5 de Maio de 2015) foram programadas atividades dirigidas aos utentes, familiares e visitas com o seguinte objetivo: - Sensibilizar o grupo

Leia mais

Consumo como alcance da felicidade Julho/2015

Consumo como alcance da felicidade Julho/2015 Consumo como alcance da felicidade Julho/2015 Seis em cada dez consumidores consideram-se felizes O estudo O consumo como alcance da felicidade, conduzido pelo SPC Brasil e Meu Bolso feliz, busca compreender

Leia mais

Programa: Enquadramento; Dinâmicas e processos associados à violência conjugal; A lei e o combate à violência doméstica questões legais.

Programa: Enquadramento; Dinâmicas e processos associados à violência conjugal; A lei e o combate à violência doméstica questões legais. Programa: Enquadramento; Dinâmicas e processos associados à violência conjugal; A lei e o combate à violência doméstica questões legais. Vídeo: Os tabus sociais na perceção de géneros e papéis sexuais

Leia mais

Acidentes de origem eléctrica em Portugal

Acidentes de origem eléctrica em Portugal 0. Introdução Este relatório é o resultado do registo dos acidentes e incidentes de origem eléctrica que foram noticiados pela imprensa nos serviços online a nível nacional no ano de 2011, à imagem dos

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE SINES DEMOGRAFIA E INDICADORES DEMOGRÁFICOS

SISTEMA DE INFORMAÇÃO CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE SINES DEMOGRAFIA E INDICADORES DEMOGRÁFICOS DEMOGRAFIA E INDICADORES DEMOGRÁFICOS 1 INDICADOR: População residente e taxa de variação, 1991 e 2001 População Variação 1991 2001 Portugal 9867147 10356117 5,0 Alentejo 782331 776585-0,7 Alentejo Litoral

Leia mais

A relação dos portugueses com o dinheiro e o crédito. 2 de Abril de 2008

A relação dos portugueses com o dinheiro e o crédito. 2 de Abril de 2008 A relação dos portugueses com o dinheiro e o crédito 2 de Abril de 2008 Caracterização dos inquiridos Sexo 37% 63% Feminino Masculino Idade 12% 18-25 anos 18% 26-35 anos 36-45 anos 54% 16% > de 45 anos

Leia mais

ESTUDO TÉCNICO N.º 12/2014

ESTUDO TÉCNICO N.º 12/2014 ESTUDO TÉCNICO N.º 12/2014 Principais resultados da PNAD 2013 potencialmente relacionados às ações e programas do MDS MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA DE AVALIAÇÃO E GESTÃO

Leia mais

ESTUDO DE SATISFAÇÃO DOS UTENTES DO SISTEMA DE SAÚDE PORTUGUÊS. Departamento da Qualidade na Saúde

ESTUDO DE SATISFAÇÃO DOS UTENTES DO SISTEMA DE SAÚDE PORTUGUÊS. Departamento da Qualidade na Saúde ESTUDO DE SATISFAÇÃO DOS UTENTES DO SISTEMA DE SAÚDE PORTUGUÊS Departamento da Qualidade na Saúde Maio 2015 Ficha Técnica Relatório elaborado pelo Departamento da Qualidade na Saúde Ano: 2015 Condução

Leia mais

Projeto 10Envolver. Nota Técnica

Projeto 10Envolver. Nota Técnica Nota Técnica Referência: Análise dos dados do componente Educação do Índice de Desenvolvimento Humano dos municípios de 2013 (Atlas do Desenvolvimento Humano 2013, PNUD, IPEA, FJP) para os municípios incluídos

Leia mais

Probabilidade. Evento (E) é o acontecimento que deve ser analisado.

Probabilidade. Evento (E) é o acontecimento que deve ser analisado. Probabilidade Definição: Probabilidade é uma razão(divisão) entre a quantidade de eventos e a quantidade de amostras. Amostra ou espaço amostral é o conjunto formado por todos os elementos que estão incluídos

Leia mais

MEDIDAS DE DISPERSÃO. o grau de variabilidade, ou dispersão, dos valores em torno da média.

MEDIDAS DE DISPERSÃO. o grau de variabilidade, ou dispersão, dos valores em torno da média. UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA MEDIDAS DESCRITIVAS Departamento de Estatística Tarciana Liberal As medidas de posição apresentadas fornecem a informação dos dados apenas a nível pontual, sem ilustrar

Leia mais

REGULAMENTO DO ARQUIVO MUNICIPAL DE FRONTEIRA

REGULAMENTO DO ARQUIVO MUNICIPAL DE FRONTEIRA REGULAMENTO DO ARQUIVO MUNICIPAL DE FRONTEIRA Preâmbulo No processamento da política de reorganização dos serviços municipais e no caso particular do Arquivo do Município de Fronteira, pretende-se com

Leia mais

RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE DE XXXX

RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE DE XXXX RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE DE XXXX XX QUADRIMESTRE Secretaria Municipal de Saúde de xxxxxx Mês e Ano de elaboração Modelo Elaborado pela Gerência de Programação em Saúde (Deplan/Susam) para apoio

Leia mais

CURSO PROFISSIONAL 2015-2017 DE FOTOGRAFIA A RECRIAR O ENSINO DA FOTOGRAFIA DESDE 1968. ipf.lisboa@ipf.pt ipf.porto@ipf.pt www.ipf.pt.

CURSO PROFISSIONAL 2015-2017 DE FOTOGRAFIA A RECRIAR O ENSINO DA FOTOGRAFIA DESDE 1968. ipf.lisboa@ipf.pt ipf.porto@ipf.pt www.ipf.pt. CURSO PROFISSIONAL DE FOTOGRAFIA 2015-2017 Carlos Guiomar A RECRIAR O ENSINO DA FOTOGRAFIA DESDE 1968 ipf.lisboa@ipf.pt ipf.porto@ipf.pt www.ipf.pt CURSO PROFISSIONAL DE FOTOGRAFIA 2015-2017 O Curso Profissional

Leia mais

CURSO PRÉ-VESTIBULAR DA UFSCar

CURSO PRÉ-VESTIBULAR DA UFSCar CURSO PRÉ-VESTIBULAR DA UFSCar PROCESSO SELETIVO 2013/2014 MANUAL DO CANDIDATO CALENDÁRIO DO PROCESSO SELETIVO: ETAPAS DO PROCESSO SELETIVO DATAS/INFORMAÇÕES 13 DE MAIO A 9 DE JUNHO, pelo site: www.cursinho.ufscar.br

Leia mais

Condições de Filiação 2016 (Anexo ao Regulamento Administrativo)

Condições de Filiação 2016 (Anexo ao Regulamento Administrativo) Condições de Filiação 2016 (Anexo ao Regulamento Administrativo) DOS ESTATUTOS: Artigo 15º, Nº1 Adquirem a qualidade de Associados as Entidades referidas nos artigos 11º e 12º destes Estatutos, através

Leia mais

Contamos consigo para levar a nossa Energia mais longe...

Contamos consigo para levar a nossa Energia mais longe... Contamos consigo para levar a nossa Energia mais longe... Responsabilidade Social na Galp Energia Responsabilidade Social na Galp Energia COLABORADORES ESPECIALISTAS PÚBLICO EM GERAL A Galp Energia foi

Leia mais

Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA. Instituição Financeira de Crédito

Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA. Instituição Financeira de Crédito Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do(a) BBVA,

Leia mais

Síntese de Resultados Janeiro de 2004

Síntese de Resultados Janeiro de 2004 A Imprensa na Internet Síntese de Resultados Janeiro de 2004 Netsonda - Consultadoria, Sondagens e Estudos de Mercado, Lda. Travessa. do Jasmim, 10, 1º Tel: 213 429 318 netsonda@netsonda.pt 1200-230 Lisboa

Leia mais

AULA 07 Distribuições Discretas de Probabilidade

AULA 07 Distribuições Discretas de Probabilidade 1 AULA 07 Distribuições Discretas de Probabilidade Ernesto F. L. Amaral 31 de agosto de 2010 Metodologia de Pesquisa (DCP 854B) Fonte: Triola, Mario F. 2008. Introdução à estatística. 10 ª ed. Rio de Janeiro:

Leia mais

Pesquisa de Intenção de Voto. Sucessão Municipal. Caxias do Sul. 02 e 03/10/2008-5ª pesquisa. Porto Alegre, 03 de outubro de 2008.

Pesquisa de Intenção de Voto. Sucessão Municipal. Caxias do Sul. 02 e 03/10/2008-5ª pesquisa. Porto Alegre, 03 de outubro de 2008. Pesquisa de Intenção de Voto Sucessão Municipal Caxias do Sul 02 e 03/10/2008-5ª pesquisa Porto Alegre, 03 de outubro de 2008. 1 Sumário Apresentação e Metodologia... 3 Intenção de Voto... 5 Rejeição...

Leia mais

7 de Maio de 2009. Contacto Netsonda : Departamento Comercial Tiago Cabral 91.7202203 Estudo NE253

7 de Maio de 2009. Contacto Netsonda : Departamento Comercial Tiago Cabral 91.7202203 Estudo NE253 Contacto Netsonda : Departamento Comercial Tiago Cabral 91.7202203 Estudo NE253 Netsonda Network Research Travessa do Jasmim 10 1º Andar 1200-230 Lisboa Tel. 21.3429318 Fax 21.3429868 Estudo Número N de

Leia mais

INTENÇÃO DE VOTO ELEIÇÕES 2014

INTENÇÃO DE VOTO ELEIÇÕES 2014 INTENÇÃO DE VOTO ELEIÇÕES 2014 Agosto de 2014 1-24 ÍNDICE 1 METODOLOGIA... 3 2 CARACTERIZAÇÃO DO ENTREVISTADO... 4 3 ELEIÇÕES 2014... 8 4 AVALIAÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO... 18 5 CAMPANHA... 20 REALIZADORES...

Leia mais

Sondagem Eleitoral Legislativas 2015

Sondagem Eleitoral Legislativas 2015 SONDAGENS DO FUTURO Sondagem Eleitoral Legislativas 2015 Relatório Síntese António Alves 01-10-2015 Relatório Síntese da Sondagem Eleitoral Eleições Legislativas 2015 levada a cabo no Facebook Conteúdo

Leia mais

EDITAL Nº 48/2011. Para inscrever-se nesse curso o candidato deve ter concluído o ensino médio até julho de 2011.

EDITAL Nº 48/2011. Para inscrever-se nesse curso o candidato deve ter concluído o ensino médio até julho de 2011. EDITAL Nº 48/2011 O Instituto Federal do Paraná - IFPR torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo para ingresso no curso Técnico Subsequente (pós-médio) em Aquicultura do Campus Foz

Leia mais

FACULDADES PARTICULARES E QUALIDADE NO ENSINO

FACULDADES PARTICULARES E QUALIDADE NO ENSINO FACULDADES PARTICULARES E QUALIDADE NO ENSINO Dihego Pansini de Souza O crescimento de faculdades particulares ocorre de forma vertiginosa, crescimento esse que pode ser constatado no gráfico a seguir.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO Av. João Naves de Ávila, 2121 = Campus Santa Mônica = Sala 1G156 = CEP:38.408-100 = Uberlândia/MG

Leia mais

Estudo sobre a dependência espacial da dengue em Salvador no ano de 2002: Uma aplicação do Índice de Moran

Estudo sobre a dependência espacial da dengue em Salvador no ano de 2002: Uma aplicação do Índice de Moran Estudo sobre a dependência espacial da dengue em Salvador no ano de 2002: Uma aplicação do Índice de Moran Camila Gomes de Souza Andrade 1 Denise Nunes Viola 2 Alexandro Teles de Oliveira 2 Florisneide

Leia mais

Maria Del Pilar Ferrer Camera Jorge Telésforo Branco Prefeitura Municipal de Santos Evasão Escolar. II Seminario Internazionale di Rosario I Sessione

Maria Del Pilar Ferrer Camera Jorge Telésforo Branco Prefeitura Municipal de Santos Evasão Escolar. II Seminario Internazionale di Rosario I Sessione Maria Del Pilar Ferrer Camera Jorge Telésforo Branco Prefeitura Municipal de Santos Evasão Escolar II Seminario Internazionale di Rosario I Sessione Resumo da apresentação 1. Um pouco de história Dos Caminhos

Leia mais

Instituto Konsultta. Pesquisa Eleitoral. Cascavel 26/10/2012 Registro TSE: PR-00707/2012

Instituto Konsultta. Pesquisa Eleitoral. Cascavel 26/10/2012 Registro TSE: PR-00707/2012 Instituto Konsultta Pesquisa Eleitoral Cascavel 26/10/2012 Registro TSE: PR-00707/2012 www.institutokonsultta.com Instituto Konsultta Número do protocolo: PR-00707/2012 Data de registro: 20/10/2012 Data

Leia mais

Processo de Recolha de Dados para cálculo de licenças de emissão gratuitas 2013-2020. DACAR-DPAAC, Maio de 2011, Amadora

Processo de Recolha de Dados para cálculo de licenças de emissão gratuitas 2013-2020. DACAR-DPAAC, Maio de 2011, Amadora Processo de Recolha de Dados para cálculo de licenças de emissão gratuitas 2013-2020 DACAR-DPAAC, Maio de 2011, Amadora Formulário Recolha de Dados - Notas Situações particulares, no que se refere ao Formulário,

Leia mais

II SEMINÁRIO ESTADUAL sobre Política Municipal de Habitação - PLANO CATARINENSE DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL - PCHIS

II SEMINÁRIO ESTADUAL sobre Política Municipal de Habitação - PLANO CATARINENSE DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL - PCHIS II SEMINÁRIO ESTADUAL sobre Política Municipal de Habitação - PLANO CATARINENSE DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL - PCHIS Plano Catarinense de Habitação de Interesse Social PCHIS ADESÃO AO SNHIS (Lei Federal

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE DE SEGUROS Ano Lectivo 2009/2010

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE DE SEGUROS Ano Lectivo 2009/2010 Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE DE SEGUROS Ano Lectivo 2009/2010 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Contabilidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Especificação do Código de Barras para Bloquetos de Cobrança Sem Registro e Registrada no SIGCB

Especificação do Código de Barras para Bloquetos de Cobrança Sem Registro e Registrada no SIGCB 1 INTRODUÇÃO... 2 2 ESPECIFICAÇÕES GERAIS... 2 2.1 FORMATO... 2 2.2 GRAMATURA DO PAPEL... 2 2.3 DIMENSÃO... 2 2.4 NÚMERO DE VIAS OU PARTES... 2 2.5 DISPOSIÇÃO DAS VIAS OU PARTES... 2 2.6 COR DA VIA/IMPRESSÃO...

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL A INTERNET E AS ELEIÇÕES BRASILEIRAS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL A INTERNET E AS ELEIÇÕES BRASILEIRAS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL A INTERNET E AS ELEIÇÕES BRASILEIRAS 2 A internet terá importância elevada nas próximas eleições brasileiras. Essa é a opinião de 59% dos entrevistados pelo DataSenado.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS EDITAL 08/2011 PROEST A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis - PROEST, da Universidade

Leia mais

ESPANHOL INIC. Ano Letivo 2013/2014 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. 11º Ano de Escolaridade

ESPANHOL INIC. Ano Letivo 2013/2014 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. 11º Ano de Escolaridade Ano Letivo 2013/2014 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ESPANHOL INIC. 11º Ano de Escolaridade Prova 375 2014 Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho 1. Objeto de avaliação A prova a que esta

Leia mais

Tabela em anexo a que refere o artigo 1.º do Código do Imposto do Selo

Tabela em anexo a que refere o artigo 1.º do Código do Imposto do Selo Tabela em anexo a que refere o artigo 1.º do Código do Imposto do Selo Tabela do Imposto do Selo (Rectificado por Circular n.º 03/DLT/DNI/2012, de 5 de Julho) 1 Aquisição onerosa ou gratuita do direito

Leia mais

9ª PESQUISA ELEITORAL REGISTRADA - 2º TURNO

9ª PESQUISA ELEITORAL REGISTRADA - 2º TURNO ESPECIFICAÇÕES DA PESQUISA METODOLOGIA E PERÍODO DE REALIZAÇÃO DA PESQUISA PLANO AMOSTRAL PÚBLICO PESQUISADO PESQUISA A SER FEITA COM METODOLOGIA PROBABILÍSTICA E ALEATÓRIA EM CLUSTERS (CONGLOMERADOS).

Leia mais

PERFIL DOS HÓSPEDES. 3º Quadrimestre - 2011 APRESENTAÇÃO EM MEIOS DE HOSPEDAGEM

PERFIL DOS HÓSPEDES. 3º Quadrimestre - 2011 APRESENTAÇÃO EM MEIOS DE HOSPEDAGEM PERFIL DOS HÓSPEDES EM MEIOS DE HOSPEDAGEM 3º Quadrimestre - 2011 APRESENTAÇÃO O Observatório do Turismo da Cidade de Paranaguá realiza periodicamente, desde 2011, uma pesquisa junto aos meios de hospedagens

Leia mais

ANEXO I INVESTIMENTOS EXCLUÍDOS E DESPESAS CONDICIONADAS

ANEXO I INVESTIMENTOS EXCLUÍDOS E DESPESAS CONDICIONADAS ANEXO I INVESTIMENTOS EXCLUÍDOS E DESPESAS CONDICIONADAS A INVESTIMENTOS EXCLUÍDOS: 1. No sector do leite e produtos lácteos são excluídos os investimentos: a) Que elevem o número de vacas leiteiras acima

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro Campus Macaé Professor Aloísio Teixeira Coordenação de Pesquisa e Coordenação de Extensão

Universidade Federal do Rio de Janeiro Campus Macaé Professor Aloísio Teixeira Coordenação de Pesquisa e Coordenação de Extensão Universidade Federal do Rio de Janeiro Campus Macaé Professor Aloísio Teixeira Coordenação de Pesquisa e Coordenação de Extensão EDITAL nº 1 Coordenação de Pesquisa/Coordenação de Extensão 2016 VIII JORNADA

Leia mais

EMPREENDEDORISMO FEMININO

EMPREENDEDORISMO FEMININO EMPREENDEDORISMO FEMININO Março 2013 0 APRESENTAÇÃO As mulheres representam 51% da população brasileira e em Minas Gerais já são aproximadamente 10 milhões. A participação do empreendedorismo feminino

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Presidente António dos Reis Duarte

FICHA TÉCNICA. Presidente António dos Reis Duarte FICHA TÉCNICA Presidente António dos Reis Duarte Editor Instituto Nacional de Estatística Direcção de Contas Nacionais, Estatísticas Económicas e dos Serviços Divisão de Estatísticas do Turismo Av. Cidade

Leia mais

AULA 19 Análise de Variância

AULA 19 Análise de Variância 1 AULA 19 Análise de Variância Ernesto F. L. Amaral 18 de outubro de 2012 Metodologia de Pesquisa (DCP 854B) Fonte: Triola, Mario F. 2008. Introdução à estatística. 10 ª ed. Rio de Janeiro: LTC. Capítulo

Leia mais

Satisfação do consumidor em relação à revista Contato na versão digital e impressa

Satisfação do consumidor em relação à revista Contato na versão digital e impressa Satisfação do consumidor em relação à revista Contato na versão digital e impressa São Carlos, 03 de novembro de 2015 Universidade Federal de São Carlos SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. METODOLOGIA... 3 2.1

Leia mais

SINAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR

SINAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR SINAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR Elza Cristina Giostri elza@sociesc.org.br PROGRAMA Apresentação Diagnóstico de conhecimento e necessidades Conceito Geral Elaboração do relatório

Leia mais

SUPERVISÃO Supervisão Comportamental

SUPERVISÃO Supervisão Comportamental ANEXO À INSTRUÇÃO N.º 12/2013 - (BO N.º 6, 17.06.2013) Temas SUPERVISÃO Supervisão Comportamental ANEXO II FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO

Leia mais

ZA4980. Flash Eurobarometer 243 (Consumers views on switching service providers) Country Specific Questionnaire Portugal

ZA4980. Flash Eurobarometer 243 (Consumers views on switching service providers) Country Specific Questionnaire Portugal ZA4980 Flash Eurobarometer 243 (Consumers views on switching service providers) Country Specific Questionnaire Portugal FLASH EUROBAROMETER Questionnaire D1. Sexo [Não perguntar - Assinalar onde for apropriado]

Leia mais

Salario mínimo ideal deveria ser 50% maior que o atual

Salario mínimo ideal deveria ser 50% maior que o atual Salario mínimo ideal deveria ser 50% maior que o atual Inayara Soares Com a definição do salário mínimo para 2013, que passou de 622,00 para 678,00 começando a valer no dia 1º de Janeiro de 2013, a Futura

Leia mais

Pesquisa de Opinião Eleitoral Eleições Majoritárias no Amazonas 2014

Pesquisa de Opinião Eleitoral Eleições Majoritárias no Amazonas 2014 Pesquisa de Opinião Eleitoral Eleições Majoritárias no Amazonas 2014 Número de Registro da Pesquisa Pesquisa registrada no TRE-AM sob o Nº AM-00040/2014 para os cargos de Governador e Senador Pesquisa

Leia mais

DESEMPENHO DO TURISMO EM ALAGOAS, PARA ABRIL DE 2015

DESEMPENHO DO TURISMO EM ALAGOAS, PARA ABRIL DE 2015 DESEMPENHO DO TURISMO EM ALAGOAS, PARA ABRIL DE 2015 Superintendência de Produção da Informação e do Conhecimento (SINC) Diretoria de Estatística e Indicadores Conforme último relatório Focus do Banco

Leia mais

MULHERES E TABAGISMO NO BRASIL, O QUE AS PESQUISAS REVELAM MICHELINE GOMES CAMPOS DA LUZ SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE

MULHERES E TABAGISMO NO BRASIL, O QUE AS PESQUISAS REVELAM MICHELINE GOMES CAMPOS DA LUZ SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE MULHERES E TABAGISMO NO BRASIL, O QUE AS PESQUISAS REVELAM MICHELINE GOMES CAMPOS DA LUZ SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE Como podemos monitorar o tabagismo nas mulheres no Brasil

Leia mais

Associação de Futebol de Viseu

Associação de Futebol de Viseu Associação de Futebol de Viseu ANEXOS ANEXO 1 BOLETIM DE FILIAÇÃO O Clube: (Nome completo) Com Sede na: Freguesia de: Concelho de: Código - Contribuinte nº: Email: Em cumprimento do disposto no Estatuto

Leia mais

Inquérito público aos Brasileiros residentes em Portugal 25 de Maio de 2006

Inquérito público aos Brasileiros residentes em Portugal 25 de Maio de 2006 Inquérito público aos Brasileiros residentes em Portugal 25 de Maio de 2006 Metodologia Dimensão da amostra Datas das entrevistas Margem de erro Idioma das entrevistas 1,000 Brasileiros adultos 23 Novembro

Leia mais

Seminário Internacional Assédio Sexual e Moral no Local de Trabalho

Seminário Internacional Assédio Sexual e Moral no Local de Trabalho Seminário Internacional Assédio Sexual e Moral no Local de Trabalho 3 de Junho, ISCSP-ULisboa Auditório Piso 1 No Seminário serão apresentados resultados preliminares do projecto de pesquisa Assédio Sexual

Leia mais

Portaria n.º 1458/2009. de 31 de Dezembro

Portaria n.º 1458/2009. de 31 de Dezembro Portaria n.º 1458/2009 de 31 de Dezembro O Governo suspendeu, durante o ano de 2010, o mecanismo de actualização do indexante dos apoios sociais (IAS), das prestações sociais e da revalorização das remunerações

Leia mais

Detalhamento da Pesquisa

Detalhamento da Pesquisa Projeto Voluntariado Brasil 2011 Job 11/0274 09/12/2011 Detalhamento da Pesquisa Contexto: Estudo geral: Estudo específico: Contribuir com a produção de conhecimento em 2001+10, marcando os 10 anos do

Leia mais

VIH-SIDA - SITUAÇÃO ACTUAL

VIH-SIDA - SITUAÇÃO ACTUAL VIH-SIDA - SITUAÇÃO ACTUAL 1 Quadro Institucional Estratégias : Até 22 Sanitarização da abordagem Depois de 22 Multisectorialidade e Descentralização Prevalência do VIH (%), em adultos dos 15-49 anos,

Leia mais

Tipos de investigação educacional diferenciados por:

Tipos de investigação educacional diferenciados por: Bento Março 09 Tipos de investigação educacional diferenciados por: Praticalidade Básica Aplicada Método Qualitativo Quantitativo Experimental Não experimental Questões Etnográfica Histórica Descritiva

Leia mais

Emitente: CONSELHO DIRECTIVO. Norma Regulamentar N.º 21/2002-R. Data: 28/11/2002. Assunto:

Emitente: CONSELHO DIRECTIVO. Norma Regulamentar N.º 21/2002-R. Data: 28/11/2002. Assunto: Emitente: CONSELHO DIRECTIVO Norma Regulamentar N.º 21/2002-R Data: 28/11/2002 Assunto: POLÍTICA DE INVESTIMENTO DOS FUNDOS DE PENSÕES - REGRAS DE COMPOSIÇÃO DO PATRIMÓNIO E MECANISMOS DE DEFINIÇÃO, IMPLEMENTAÇÃO

Leia mais

TÍTULO DO CAPÍTULO CORRESPONDENTE. Segurança Social MANUAL PRÁTICO. 2014 9ª Edição. Apelles J. B. Conceição. Atualização nº 2

TÍTULO DO CAPÍTULO CORRESPONDENTE. Segurança Social MANUAL PRÁTICO. 2014 9ª Edição. Apelles J. B. Conceição. Atualização nº 2 Segurança Social MANUAL PRÁTICO 2014 9ª Edição Apelles J. B. Conceição Atualização nº 2 DIREITO DOS REGISTOS E DO NOTARIADO SEGURANÇA SOCIAL Manual Prático Atualização nº 2 AUTOR Apelles J. B. Conceição

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA O objetivo desse roteiro é orientar os estudantes de Estatística para a realização do trabalho proposto conforme previsto no plano de ensino da disciplina.

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE CAMPINAS EDITAL DE TRANSFERÊNCIA Nº 01 / 2016.

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE CAMPINAS EDITAL DE TRANSFERÊNCIA Nº 01 / 2016. FACULDADE DE TECNOLOGIA DE CAMPINAS EDITAL DE TRANSFERÊNCIA Nº 01 / 2016. A Diretora da, no uso de suas atribuições legais, torna pública a realização do Processo Seletivo e faz saber o número de VAGAS

Leia mais

Revisão da LFL: áreas críticas e tipos de solução. Rui Nuno Baleiras Vogal Executivo Conselho das Finanças Públicas

Revisão da LFL: áreas críticas e tipos de solução. Rui Nuno Baleiras Vogal Executivo Conselho das Finanças Públicas Revisão da LFL: áreas críticas e tipos de solução Rui Nuno Baleiras Vogal Executivo Conselho das Finanças Públicas Palácio Foz Lisboa, 16 de Novembro de 2012 Intervenção integrada na cerimónia de assinatura

Leia mais

DISTRIBUIÇÕES ESPECIAIS DE PROBABILIDADE DISCRETAS

DISTRIBUIÇÕES ESPECIAIS DE PROBABILIDADE DISCRETAS VARIÁVEIS ALEATÓRIAS E DISTRIBUIÇÕES DE PROBABILIDADES 1 1. VARIÁVEIS ALEATÓRIAS Muitas situações cotidianas podem ser usadas como experimento que dão resultados correspondentes a algum valor, e tais situações

Leia mais

EDITAL. Concurso Novos Talentos 2014

EDITAL. Concurso Novos Talentos 2014 APRESENTAÇÃO O Concurso Novos Talentos é responsável por alavancar o mercado de estilismo de moda na Bahia. Promovido pelo Shopping Barra desde 1999, como forma de incentivar a especialização e estabelecer

Leia mais

COBRANÇA BANCÁRIA CAIXA

COBRANÇA BANCÁRIA CAIXA COBRANÇA BANCÁRIA CAIXA ESPECIFICAÇÃO DE CÓDIGO DE BARRAS PARA BLOQUETOS DE COBRANÇA COBRANÇAS RÁPIDA E SEM REGISTRO GESER NOVEMBRO/2000 ÍNDICE PÁGINA 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESPECIFICAÇÕES...4 2.1 FORMATO......

Leia mais

Certificação de Sistemas (Seminário Lipor)

Certificação de Sistemas (Seminário Lipor) Certificação de Sistemas (Seminário Lipor) Outubro 2006 Direcção Comercial e Gestão de Clientes www.apcer.pt Gonçalo Pires Índice: Certificação de S.G.: Qualidade (NP EN ISO 9001:2000); Ambiente (NP EN

Leia mais

DISCIPLINA DE ESTATÍSTICA

DISCIPLINA DE ESTATÍSTICA UNIC UNIVERSIDADE DE CUIABÁ DISCIPLINA DE ESTATÍSTICA REPRESENTANDO DADOS Dados Qualitativos Quantitativos Métodos Gráficos Métodos Tabulares Métodos Gráficos Métodos Tabulares Barras Tabelas de Freqüência

Leia mais

Parlamento dos Jovens 2015

Parlamento dos Jovens 2015 Parlamento dos Jovens 2015 Ensino público e privado: Que desafios? REPORTAGEM SESSÃO NACIONAL 25 & 26 MAIO 2015 Lorène Gonçalves Parlamento dos Jovens 2015 No dia 2 de Abril de 1976 foi aprovada a Constituição

Leia mais

BALANÇO SOCIAL 2009 1/14

BALANÇO SOCIAL 2009 1/14 BALANÇO SOCIAL 2009 1/14 ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. Organograma do IDE-RAM 2. Distribuição global dos recursos humanos 3. Estrutura etária dos recursos humanos 4. Estrutura de antiguidades 5. Estrutura habilitacional

Leia mais

ZA5223. Flash Eurobarometer 290 (Attitudes of Europeans Towards the Issue of Biodiversity, wave 2) Country Specific Questionnaire Portugal

ZA5223. Flash Eurobarometer 290 (Attitudes of Europeans Towards the Issue of Biodiversity, wave 2) Country Specific Questionnaire Portugal ZA5223 Flash Eurobarometer 290 (Attitudes of Europeans Towards the Issue of Biodiversity, wave 2) Country Specific Questionnaire Portugal FLASH 290 BIODIVERSITY Q1. Já alguma vez ouviu falar no termo biodiversidade?

Leia mais

SONDAGENS E INQUÉRITOS DE OPINIÃO DIAGNÓSTICO E SUGESTÕES DE MEDIDAS A ADOPTAR

SONDAGENS E INQUÉRITOS DE OPINIÃO DIAGNÓSTICO E SUGESTÕES DE MEDIDAS A ADOPTAR SONDAGENS E INQUÉRITOS DE OPINIÃO DIAGNÓSTICO E SUGESTÕES DE MEDIDAS A ADOPTAR Fernando Cascais Helena Bacelar Nicolau José António Vidal Oliveira Versão revista OUTUBRO 2009 ÍNDICE 0.- CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES...

Leia mais

e Habitação RGPH 2010

e Habitação RGPH 2010 Instituto t Nacional de Estatística tí ti Gabinete do Recenseamento Geral da População e Habitação RGPH 2010 Resultados preliminares do recenseamento Praia, 24 de Setembro de 2010 População de cabo Verde

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO FOTOGRAFICO DA ABCRED TEMA: EMPREENDEDORISMO COM MICROCRÉDITO

EDITAL DE CONCURSO FOTOGRAFICO DA ABCRED TEMA: EMPREENDEDORISMO COM MICROCRÉDITO EDITAL DE CONCURSO FOTOGRAFICO DA ABCRED TEMA: EMPREENDEDORISMO COM MICROCRÉDITO A organização deste CONCURSO FOTOGRÁFICO é da ABCRED Associação Brasileira de Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças,

Leia mais

1. Uma pesquisa de mercado sobre o consumo de três marcas A, B e C de um determinado produto apresentou os seguintes resultados:

1. Uma pesquisa de mercado sobre o consumo de três marcas A, B e C de um determinado produto apresentou os seguintes resultados: 1. Uma pesquisa de mercado sobre o consumo de três marcas A, B e C de um determinado produto apresentou os seguintes resultados: A - 48% A e B - 18% B - 45% B e C - 25% C - 50% A e C - 15% nenhuma das

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 551, DE 25 DE SETEMBRO DE 2014

INSTRUÇÃO CVM Nº 551, DE 25 DE SETEMBRO DE 2014 Altera e acrescenta dispositivos à Instrução CVM nº 332, de 4 de abril de 2000, à Instrução CVM nº 400, de 29 de dezembro de 2003, e à Instrução CVM nº 476, de 16 de janeiro de 2009. O PRESIDENTE DA COMISSÃO

Leia mais

Partido Popular. CDS-PP Grupo Parlamentar. Projecto de Lei nº 813/X/4.ª

Partido Popular. CDS-PP Grupo Parlamentar. Projecto de Lei nº 813/X/4.ª Partido Popular CDS-PP Grupo Parlamentar Projecto de Lei nº 813/X/4.ª Altera a Lei nº 10/2000, de 21 de Junho (Regime jurídico da publicação ou difusão de sondagens e inquéritos de opinião) proibindo a

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE POLITICAS SOBRE DROGAS - COMAD REGULAMENTO

CONSELHO MUNICIPAL DE POLITICAS SOBRE DROGAS - COMAD REGULAMENTO EDITAL Nº 01 / 2014 - DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DO CONCURSO PARA ESCOLHA DA LOGOMARCA DO. REGULAMENTO O Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas do município de Santos convida os universitários

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA. Consultor/a Local Elaboração Guia Coletivo Empreendedorismo

TERMOS DE REFERÊNCIA. Consultor/a Local Elaboração Guia Coletivo Empreendedorismo TERMOS DE REFERÊNCIA Consultor/a Local Elaboração Guia Coletivo Empreendedorismo Localização: Brasil Prazo para candidatura: 07/01/2015 Tipo de Contrato: Nível do Posto: Idioma(s) necessário: Data esperada

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC RENDA FIXA SIMPLES 22.918.245/0001-35 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC RENDA FIXA SIMPLES 22.918.245/0001-35 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC RENDA FIXA SIMPLES 22.918.245/0001-35 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 1º Trimestre 2010. Página 1

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 1º Trimestre 2010. Página 1 Página 1 Sobre a ACEPI A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, nova designação da ACEP, após ter passado a integrar também as entidades e os profissionais da área da publicidade

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO ABRH/MA REGULAMENTO 2016 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / ORGANIZAÇÃO

PRÊMIO SER HUMANO ABRH/MA REGULAMENTO 2016 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / ORGANIZAÇÃO Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH/MA - Modalidade Gestão de Pessoas - Organização, premia os cases ou projetos implantados em organizações, relativos à gestão ou desenvolvimento dos seres

Leia mais