DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DE MINAS GERAIS DETRAN/MG

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DE MINAS GERAIS DETRAN/MG"

Transcrição

1 PROCEDIMENTO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE PMI PROJETO DE GUARDA E REMOÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES EM CIRCULAÇÃO SUJEITOS A INFRAÇÃO À LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO Belo Horizonte MG, setembro de 2013

2 SOBRE A NOSSA REUNIÃO: O PMI é um instrumento, de caráter inovador, elaborado para aumentar a eficiência dos projetos, divulgando o interesse da Administração Pública em obter, junto a iniciativa privada, subsídios, ideias, levantamentos, propostas, sugestões que poderão neste caso, ser futuramente incorporados a carteira de projetos do DETRAN.

3 Parte do intercâmbio, que estamos estabelecendo aqui hoje entre o setor público e o privado, através desse procedimento, terá um importante papel de alinhar os interesses e ideias para o sucesso do projeto como um todo.

4 I - OBJETIVOS E NORMAS BÁSICAS Justificativa do Projeto de Guarda e Remoção de Veículos em uso Sujeitos a Infração à Legislação de Trânsito e Procedimento de Manifestação de Interesse PMI

5 A Guarda e Remoção dos veículos em circulação cujos seus condutores transgridam a legislação de trânsito constitui serviço indispensável à segurança de tráfego nas vias públicas; É possível verificar a segurança ativa e passiva dos condutores e dos usuários do trânsito; conferindo melhor proteção ao Sistema Estadual de Trânsito de Minas Gerais, controlando eficazmente o acesso e o trânsito nas vias públicas estaduais, municipais e federais conveniadas.

6 A circulação de veículos em boas condições de uso e segurança é de fundamental importância para diminuir os riscos de acidentes de toda natureza e ocorrências de vítimas fatais e diversas no trânsito.

7 AS ATIVIDADES QUE COMPREENDEM O ESCOPO DESTE PROJETO SÃO REGIDAS PELA SEGUINTE LEGISLAÇÃO: Lei Federal nº 9.503, de 23 de Setembro de 1997; Lei federal n.º 6.575, de 30 de setembro de 1978; Lei federal n.º 8.666, de 21 junho de 1993; Lei federal n.º 8.722, de 27 de outubro de 1993; Decreto federal n.º 1.305, de 9 de novembro de 1994; Resolução Contran n.º 179, de 07 de Julho de 2005; Resolução Contran n.º 331, de 14 de agosto de 2009; Lei Estadual nº , de 30 de dezembro de 2011; Lei Estadual nº 6.763, de 26 de dezembro de 1975;

8 Lei Estadual nº , de 24 de julho de 2000; Decreto Estadual n , de 28 de junho de 2004; Lei de 2010; Decreto de 2010; Decreto de 2013; Lei estadual n.º 5.874, de 11 de maio de 1972; Lei estadual n.º , de 16 de dezembro de 2003; Lei estadual n.º , de 23 de dezembro de 2003; Decreto estadual n.º , de 28 de junho de 2004; Decreto estadual n.º , de 12 de maio de 2008; Recomendação Nº 30, de 10 de fevereiro de 2010, do CNJ; Provimento Conjunto CGJ PGJ PMMG Nº 24, de 30 de outubro de 2012.

9 II DADOS ATUAIS DA FROTA DE VEÍCULOS EM BELO HORIZONTE

10 FROTA DE VEÍCULOS BELO HORIZONTE - MG

11 Frota Circulante por Tipo em Belo Horizonte atualizada em 01/09/2013

12 LICENCIAMENTO DA FROTA DE VEÍCULOS BELO HORIZONTE 26/09/2013

13 PENDÊNCIAS DO LICENCIAMENTO DA FROTA DE VEÍCULOS BELO HORIZONTE MG EM 26/09/2013

14 RESPONSABILIDADE DO PARCEIRO Implantar e operacionalizar o pátio Recolher os veículos sob sua responsabilidade Manter a segurança dos veículos recolhidos e entregá-los aos proprietários, somente por meio de autorização da autoridade competente Realizar, em parceria com o DETRAN, a vistoria dos veículos para hasta pública

15 RESPONSABILIDADE DO DETRAN/MG Gerir e auditar o contrato da parceria; Monitorar os indicadores; Autorizar a emissão da Nota Fiscal para recebimento; Monitoramento das vistorias dos automotores; Acompanhar a realização de leilões.

16 PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DO PROGRAMA Para o Servidor operador do sistema: melhoria da qualidade de vida individual, profissional e familiar; atendimento qualificado ao usuário; maior credibilidade nas consultas que fizer ao sistema, pois receberá o resultado da pesquisa contendo a fotografia do veículo e todos os dados a ele inerente; mais segurança junto aos especialistas que estarão à sua disposição;

17 melhoria da qualidade de vida e paz de espírito ao servidor policial, na execução da atividade, pois será otimizado o padrão de segurança na emissão da informação, isentando-o de responsabilidade em razão da inexistência de possível desvio de comportamento, dos responsáveis pelo Pátio; redução dos deslocamentos e despesas às vezes superiores ao necessário, para remoção, apreensão e consequentemente, liberação do veículo automotor; garantia de que será atendido ao tempo e à hora na localidade onde estiver lotado para sanar possíveis defeitos apresentados pelo sistema;

18 PARA O ESTADO / DETRAN: diminuição do volume de despesas diretas com manutenção do veículo apreendido ou rebocado; melhoria na qualidade técnica dos profissionais que fazem o reboque ou guarda dos veículos apreendidos, obrigando-os a se especializarem constantemente; procura das escolas de especialização pelos profissionais que irão operar o sistema no intuito de se especializarem cada vez mais, visando uma prestação do serviço contratado com maior adequação e confiabilidade no resultado pretendido;

19 diminuição na evasão de veículos com adulterações ou suspeitos de possuí-las para obtenção do documento que os regularize. PARA A ECONOMIA: aumento do volume de reparações; melhoria na qualidade dos mecânicos; aquecimento do mercado de autopeças;

20 renovação da frota pelo sucateamento de veículos sem condições de trafegar; diminuição de oficinas clandestinas; aumento do número de leilões realizado no ano, na revenda dos veículos; redução do custo social e econômico gerado pelos clientes (hospitais, acidentes de trânsito, seguro, etc.);

21 PARA O USUÁRIO - PROPRIETÁRIO DO VEÍCULO: documento de apreensão e liberação do veículo expedido com o padrão de segurança necessário, sendo utilizado, para isso, a tecnologia mais avançada existente no Estado atualmente, proporcionando : melhoria da segurança pessoal e familiar; Redução dos "prêmios de seguros"; Segurança e confiabilidade na liberação do veículo com a certeza de que seu bem esta sendo restituído nas mesmas condições da apreensão;

22 manutenção preventiva menos onerosa que as reparações de maior proporção; maior valor residual do veículo na revenda; mais segurança na compra de veículo usado; aumento de confiança na qualidade de trabalho dos mecânicos; melhoria da qualidade de vida (proteção ao meio ambiente);

23 redução dos roubos dos automóveis; redução de furtos de veículos; garantia de liquidação do seguro; valorização da sua pessoa proprietária do veículo e, consequentemente, da cidadania;

24 PARA A COLETIVIDADE: aumento da segurança nas ruas e estradas (diminuição das vítimas); maior respeito à legislação; identificação rápida do proprietário infrator; identificação dos veículos com problemas; controle eficaz dos veículos sujeitos à licença (ônibus, táxi, caminhões, motocicletas, etc); diminuição dos roubos de veículos; redução de furtos de veículos;

25 criação de empregos; criação de banco de dados sobre a frota circulante defeituosa ou sucateada; controle dos desmanches clandestinos ; controle dos ferros velhos ; controle das oficinas regulares; controle das oficinas clandestinas e outras; economia de combustível; ações favoráveis ao meio ambiente; melhorias no trânsito com redução de problemas causados por veículos com má manutenção

26 O Parceiro operará com exclusividade a atividade pública de remoção e guarda de veículos infratores em todo o município de Belo Horizonte MG

27 FLUXOGRAMA DAS BLITZEN V I A P Ú B L I C A FLUXOGRAMA DAS BLITZEN Veíc.Leves Veíc.Pesados Motos fiscalizações LOCAL DE FISCALIZAÇÃO E S T A C I O N A M E N T O P O D E R C O N C E D E N T E A R E A A D M IN I S T R A TI V A A T E N DI M E N T O P Ú B LI C O Local de estacionamento dos reboques = concessionária Livre Circulação Defeitos Leves Impedido a Circulação Defeitos Graves Impedido a Circulação Defeitos Muito Graves Livre Circulação Sem defeitos Pátio Remoção dos veículos infratores para o pátio acompanhado por sistema de rastreamento 1 Identificação do condutor e do veículo 2 Conferência da documentação 3 Conferência da segurança e equipamentos obrigatórios do veículo

28 DOS PÁTIOS DE DEPÓSITO E GUARDA O pátio, onde o veículo rebocado ficará apreendido, sob a guarda do Parceiro, terá as seguintes especificações mínimas: área mínima de m2 ( cento e vinte mil metros quadrados ) com a seguinte distribuição: 20% (vinte por cento) da área para motocicletas; 70% (setenta por cento) da área para veículos leves; 10% (dez por cento) da área para veículos pesados;

29 capa protetora no solo, podendo ser, exemplificativamente, de brita, concreto, asfalto ou similar, de tal forma que o veículo apreendido não tenha contato com terra no solo, dentro do pátio; informatização e automatização dos pátios terão a seguinte configuração mínima: microcomputadores de última geração; impressoras a jato de tinta; scanner digital; Sistema de Vigilância por Câmeras

30 câmara fotográfica digital de última geração; outros equipamentos que se fizerem necessários. O pátio deverá ter, obrigatoriamente, um quantitativo mínimo de reboques, por categoria: 1. motocicletas 2. veículos leves 3. veículos pesados

31 PRAZO DA CONCESSÃO O prazo será definido no edital e legislação em vigor após a coleta da manifestação dos interessados.

32 CADERNOS A SEREM ENTREGUES Caderno 1 Descrição do Modelo Tecnológico e Infraestrutura Logística Propostos Caderno 2 Matriz de Riscos e Quantificação de riscos transferidos ao concessionário Caderno 3 - Estudos de Ganhos de Eficiência: Caderno 4 - Quadro de Indicadores de Desempenho Caderno 5 Documentação Complementar Caderno 6 Modelo Econômico e Financeiro Caderno 7 Modelo Operacional Caderno 8 Modelo Jurídico

33 Equipe técnica da Unidade PPP do DETRAN/MG: Oliveira Santiago Maciel Chefe do DETRAN/MG Davi Rezende Sub Chefe do DETRAN/MG Osmiro Camilo Coelho Coordenador de Apoio Administrativo Ramon Sandoli Coordenador de Operações Policiais Rafaela Gigliote Coordenadora de Administração de Trânsito Marlene Coelho Nepomuceno Chefe da Seção de Estatística Equipe Técnica da Unidade Central de PPP de Minas Gerais: Marcos Serqueira Flávio Faria OBRIGADO!

SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DA CONCESSIONÁRIA PPP PÁTIO VEICULAR INTEGRAL SÃO PAULO

SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DA CONCESSIONÁRIA PPP PÁTIO VEICULAR INTEGRAL SÃO PAULO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DA CONCESSIONÁRIA PPP PÁTIO VEICULAR INTEGRAL SÃO PAULO JANEIRO/2014 i ii ÍNDICE 1 INDRODUÇÃO... 4 2 MODELO DE REMUNERAÇÃO DO PARCEIRO PRIVADO... 4 3 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Leia mais

LEI Nº 963, de 21 de julho de 2009.

LEI Nº 963, de 21 de julho de 2009. LEI Nº 963, de 21 de julho de 2009. Dispõe sobre a criação da Coordenadoria Municipal de Trânsito - CMT, órgão executivo de trânsito, vinculado à Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito, em conformidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 039/2015 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

TABELA IV DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO ESTADO DO PARÁ

TABELA IV DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO ESTADO DO PARÁ Lei nº 5.055/82 Revogada a Tabela IV pela Lei 6.430/01, efeitos a partir de 28.12.01. Vide a Lei 6.279/99, que institui a Taxa de Segurança de órgãos do Sistema de Segurança Pública. Redação dada a Tabela

Leia mais

LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015.

LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015. LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015. DISPÕE SOBRE A MUNICIPALIZAÇÃO DO TRÂNSITO E TRANSPORTE NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE ALTO GARÇAS E CRIA O DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO E A JUNTA ADMINISTRATIVA

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 49.377, DE 16 DE JULHO DE 2012. (publicado no DOE n.º 137, de 17 de julho de 2012) Institui o Programa

Leia mais

Estado de Mato Grosso do Sul A Pequena Cativante LEIN 1.195/2001

Estado de Mato Grosso do Sul A Pequena Cativante LEIN 1.195/2001 LEIN 1.195/2001 Institui o Serviço de Transporte Individual de Passageiros em Motocicletas de aluguel (Mototáxi) O Prefeito Municipal de Rio Brilhante, Estado de Mato Grosso do Sul, faz saber que a Câmara

Leia mais

1 de 5 03/12/2012 14:32

1 de 5 03/12/2012 14:32 1 de 5 03/12/2012 14:32 Este documento foi gerado em 29/11/2012 às 18h:32min. DECRETO Nº 49.377, DE 16 DE JULHO DE 2012. Institui o Programa de Gestão do Patrimônio do Estado do Rio Grande do Sul - Otimizar,

Leia mais

Objetivo 1. Reduzir a Criminalidade Proposta Responsável/Sugestões Indicador

Objetivo 1. Reduzir a Criminalidade Proposta Responsável/Sugestões Indicador Coordenador: SEGURANÇA Visão: Que Santa Maria tenha os melhores indicadores de Segurança Pública, entre os municípios do Rio Grande do Sul com mais de 100 mil habitantes, garantindo a prevenção e o controle

Leia mais

DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015

DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015 DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015 Institui e regulamenta o Sistema de Estacionamento Rotativo Pago, nas vias e logradouros públicos do Município de Rio Branco e dá outras providências. O PREFEITO DO

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte pág.: 1/6 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos a serem adotados para a utilização dos meios de transporte na COPASA MG. 2 Referências Para aplicação desta norma, poderá ser necessário consultar:

Leia mais

REGULAMENTO ACE ASSISTÊNCIA 24 HORAS VANS, MOTOS, CARROS, CAMINHÕES LIGUE PARA: 0800-601-4055

REGULAMENTO ACE ASSISTÊNCIA 24 HORAS VANS, MOTOS, CARROS, CAMINHÕES LIGUE PARA: 0800-601-4055 REGULAMENTO ACE ASSISTÊNCIA 24 HORAS VANS, MOTOS, CARROS, CAMINHÕES LIGUE PARA: 0800-601-4055 Somente quando estiver com documento do veículo em mãos, para fornecer ao atendente a placa e o chassi do veículo.

Leia mais

Manual de Assistência 24 horas. Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE

Manual de Assistência 24 horas. Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE Manual de Assistência 24 horas Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE I. Assistência 24 Horas 1. Descrição da Assistência 24 Horas Prestação de atendimento ao cliente/usuário através da administração de rede

Leia mais

Gabinete do Prefeito Lei nº 120/2009 de 27 de fevereiro de 2009.

Gabinete do Prefeito Lei nº 120/2009 de 27 de fevereiro de 2009. Lei nº 120/2009 de 27 de fevereiro de 2009. Dispõe sobre a utilização de motocicletas no transporte de passageiros no município de Nortelândia, e dá outras providencias. Faço saber que a Câmara Municipal,

Leia mais

MULTA MULTA VALOR EM R$

MULTA MULTA VALOR EM R$ - Aplicadas pela autoridade de trânsito (posteriormente): I - advertência por escrito; II - multa; III - suspensão do direito de dirigir; IV - apreensão do veículo; V - cassação da Carteira Nacional de

Leia mais

MOTOFRETISTA REGULAMENTADO! MOTOCICLISTA CONSCIENTE!

MOTOFRETISTA REGULAMENTADO! MOTOCICLISTA CONSCIENTE! SENADO FEDERAL COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS Audiência Pública Discutir a Epidemia de Acidentes Envolvendo Motociclistas no Brasil Brasília, 29 de maio de 2012. MOTOFRETISTA REGULAMENTADO! MOTOCICLISTA

Leia mais

RESOLUÇÃO DP Nº 108.2006, DE 16 DE AGOSTO DE 2006.

RESOLUÇÃO DP Nº 108.2006, DE 16 DE AGOSTO DE 2006. RESOLUÇÃO DP Nº 108.2006, DE 16 DE AGOSTO DE 2006. INSTITUI O REGRAMENTO PARA GESTÃO DO TRÁFEGO PORTUÁRIO, SINALIZA E MONITORA A CIRCULAÇÃO DE VEÍCULOS, ESTABELECE ZONAS DE ESTACIONAMENTOS ROTATIVOS PARA

Leia mais

A modelação do trabalho realizado nas reuniões de Planejamento Estratégico apontou para perspectivas e objetivos estratégicos, apresentados abaixo.

A modelação do trabalho realizado nas reuniões de Planejamento Estratégico apontou para perspectivas e objetivos estratégicos, apresentados abaixo. Planejamento Estratégico 2. Perspectivas e Objetivos Estratégicos A modelação do trabalho realizado nas reuniões de Planejamento Estratégico apontou para perspectivas e objetivos estratégicos, apresenta

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 199 DE 25 DE AGOSTO DE 2006

RESOLUÇÃO Nº 199 DE 25 DE AGOSTO DE 2006 RESOLUÇÃO Nº 199 DE 25 DE AGOSTO DE 2006 Estabelece critérios para registro ou a regularização da numeração dos motores dos veículos registrados ou a serem registrados no País. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO

Leia mais

Estado do Ceará PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPAJÉ CNPJ: 07.683.956/0001-84

Estado do Ceará PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPAJÉ CNPJ: 07.683.956/0001-84 Lei Nº 1.897 /2013. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO E A REGULAMENTAÇÃO DO CARGO DE AGENTE DA AUTORIDADE MUNICIPAL DE TRÂNSITO DE ITAPAJÉ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO

Leia mais

Autorização Especial de Trânsito AET

Autorização Especial de Trânsito AET Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte Urbano Autorização Especial de Trânsito AET Amparo legal: Lei Complementar Municipal nº 205/2009: que acrescenta, altera e regulamenta a Seção XI, do Capítulo

Leia mais

Ordem de Serviço do TJPB nº 01/09, de 31 de agosto de 2009 (Dispõe sobre a responsabilidade do motorista em infrações de trânsito).

Ordem de Serviço do TJPB nº 01/09, de 31 de agosto de 2009 (Dispõe sobre a responsabilidade do motorista em infrações de trânsito). Código: MAN-SADM-007 Versão: 00 Data de Aprovação: 10/06/2010 Elaborado por: Coordenadoria de Transporte Aprovado por: Secretaria Administrativa 1 Objetivo Estabelecer os critérios e os procedimentos para

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

Parágrafo único. A instalação dos equipamentos e mobiliários referidos no art. 2º desta Lei deverá respeitar o direito à paisagem.

Parágrafo único. A instalação dos equipamentos e mobiliários referidos no art. 2º desta Lei deverá respeitar o direito à paisagem. LEI Nº 13.516, de 04 de outubro de 2005 Dispõe sobre a exploração da utilização e da comercialização, a título oneroso, das faixas de domínio e das áreas adjacentes às rodovias estaduais e federais delegadas

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO O objeto do Pregão Presencial é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de rádio-táxi

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

MULTA VALOR EM UFIR MULTA

MULTA VALOR EM UFIR MULTA MULTA -Imposta e arrecadada pelo órgão com circunscrição sobre a via onde haja ocorrido a infração. -O valor decorre da natureza da infração, assim como a respectiva pontuação. NATUREZA DA INFRAÇÃO MULTA

Leia mais

I - Apresentar Carteira Nacional de Habilitação, categoria A, em validade, expedida há pelo menos dois anos;

I - Apresentar Carteira Nacional de Habilitação, categoria A, em validade, expedida há pelo menos dois anos; CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 10 - O presente regulamento dispõe sobre o serviço de transporte de carga, na modalidade denominada motoentrega, consiste no serviço de entrega e coleta de

Leia mais

www.internetsul.org.br Prefeituras Parceria e Oportunidade Provedor X Mantenedor Porto Alegre Wireless Março/2008

www.internetsul.org.br Prefeituras Parceria e Oportunidade Provedor X Mantenedor Porto Alegre Wireless Março/2008 Internetsul www.internetsul.org.br Prefeituras Parceria e Oportunidade Provedor X Mantenedor Porto Alegre Wireless Março/2008 Objetivos 1 Inclusão Digital / Social 2 Prefeituras 3 Parcerias e Oportunidades

Leia mais

Regulamento geral das zonas de estacionamento privativo para veículos automóveis em domínio público PREÂMBULO

Regulamento geral das zonas de estacionamento privativo para veículos automóveis em domínio público PREÂMBULO Regulamento geral das zonas de estacionamento privativo para veículos automóveis em domínio público PREÂMBULO De acordo com as disposições combinadas previstas na alín. u), do nº1, alín. f), do nº2 e na

Leia mais

LEI Nº 9.938, DE 18 DE JUNHO DE 2013. Autor: Poder Executivo Consolida a concessão de serviço público de registro

LEI Nº 9.938, DE 18 DE JUNHO DE 2013. Autor: Poder Executivo Consolida a concessão de serviço público de registro Diário Oficial nº : 26067 Data de 18/06/201 publicação: 3 Matéria nº : 586462 LEI Nº 9.938, DE 18 DE JUNHO DE 2013. Autor: Poder Executivo Consolida a concessão de serviço público de registro dos contratos

Leia mais

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61 Tabela das Multas 7 pontos na CNH Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades Dirigir com a carteira já vencida há mais de 30 dias Recolhimento da carteira e retenção do veículo Não reduzir a

Leia mais

DILSE KLEIN BICIGO, Prefeita Municipal de Almirante Tamandaré do Sul, Estado do Rio Grande do Sul.

DILSE KLEIN BICIGO, Prefeita Municipal de Almirante Tamandaré do Sul, Estado do Rio Grande do Sul. DILSE KLEIN BICIGO, Prefeita Municipal de Almirante Tamandaré do Sul, Estado do Rio Grande do Sul. Faço saber que o Legislativo aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: LEI MUNICIPAL Nº 1.114.10,

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 4.688, DE 07 DE DEZEMBRO DE 2012.

LEI MUNICIPAL Nº 4.688, DE 07 DE DEZEMBRO DE 2012. -Disciplina o exercício das atividades dos profissionais de moto-táxi, dispondo sobre regras de segurança na prestação de serviços de transporte remunerado em motocicletas, no município de Tatuí e dá outras

Leia mais

Teoria e Prática. Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009. Rosaldo de Jesus Nocêra, PMP, PMI-SP, MCTS. do PMBOK do PMI. Acompanha o livro:

Teoria e Prática. Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009. Rosaldo de Jesus Nocêra, PMP, PMI-SP, MCTS. do PMBOK do PMI. Acompanha o livro: Gerenciamento de Projetos Teoria e Prática Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009 do PMBOK do PMI Acompanha o livro: l CD com mais de 70 formulários exemplos indicados pelo PMI e outros desenvolvidos

Leia mais

PROGRAMAS MANTIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS

PROGRAMAS MANTIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS PROGRAMAS MANTIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS OBJETIVO DOS PROGRAMAS PREVENIR ATITUDES INSEGURAS NO TRANSPORTE POR MEIO DA CONSCIENTIZAÇÃO DOS MOTORISTAS. META ATINGIR O NÍVEL ZERO EM ACIDENTES SÉRIOS. PRINCIPAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE MATERIAL BÉLICO (Dir G MB/1952)

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE MATERIAL BÉLICO (Dir G MB/1952) MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE MATERIAL BÉLICO (Dir G MB/1952) PORTARIA n o 029 - DMB, de 28 de outubro de 1999. Aprova as normas para a fiscalização das atividades com produtos

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº _105 /2014

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº _105 /2014 PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº _105 /2014 Cria a TAXA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL E TURÍSTICA - TPAT, e acrescenta o Capítulo V ao Título III do Código Tributário Municipal e dá outras providências. A Câmara

Leia mais

PORTARIAS DO DETRAN-RJ / 2004 DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO ATO DO PRESIDENTE PORTARIA PRES-DETRAN-RJ Nº 3250

PORTARIAS DO DETRAN-RJ / 2004 DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO ATO DO PRESIDENTE PORTARIA PRES-DETRAN-RJ Nº 3250 PORTARIAS DO DETRAN-RJ / 2004 DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO ATO DO PRESIDENTE PORTARIA PRES-DETRAN-RJ Nº 3250 DISPÕE SOBRE A APREENSÃO, REBOQUE, GUARDA E LEILÃO DE VEÍCULOS SEM CONDIÇÕES DE TRAFEGABILIDADE,

Leia mais

DECRETO N.º 3254, DE 01 DE SETEMBRO DE 2014.

DECRETO N.º 3254, DE 01 DE SETEMBRO DE 2014. DECRETO N.º 3254, DE 01 DE SETEMBRO DE 2014. APROVA REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE SERVIÇO PÚBLICO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE MANGARATIBA, no uso de suas atribuições legais nos termos

Leia mais

Município de Vieira do Minho

Município de Vieira do Minho REGULAMENTO MUNICIPAL SOBRE AS ZONAS DE ESTACIONAMENTO TARIFADO E DE DURAÇÃO LIMITADA NA VILA DE VIEIRA DO MINHO O Decreto-Lei nº 114/94, de 3 de maio, com a redação dada pelo Decreto-Lei nº 265-A/2001,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 14/98. CONSIDERANDO o art. 105, do Código de Trânsito Brasileiro;

RESOLUÇÃO Nº 14/98. CONSIDERANDO o art. 105, do Código de Trânsito Brasileiro; RESOLUÇÃO Nº 14/98 Estabelece os equipamentos obrigatórios para a frota de veículos em circulação e dá outras providências. O Conselho Nacional de Trânsito CONTRAN, usando da competência que lhe confere

Leia mais

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas Programa 0166 Música e Artes Cênicas Objetivo Aumentar a produção e a difusão da música e das artes cênicas. Público Alvo Sociedade em geral Ações Orçamentárias Indicador(es) Número de Ações 7 Taxa de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA FROTA DO SEBRAE/RO PIMENTA BUENO. Item Veículo Placa Ano Fabricação 01 PALIO ADVENTURE 1.8 LOCKER NEA-8240 2008

TERMO DE REFERÊNCIA FROTA DO SEBRAE/RO PIMENTA BUENO. Item Veículo Placa Ano Fabricação 01 PALIO ADVENTURE 1.8 LOCKER NEA-8240 2008 Contratação de empresa especializada para realização de serviços de Manutenção e Reparos com fornecimento de peças de veículos automotores, para atender as necessidades do SEBRAE/RO. 1. DO OBJETO O presente

Leia mais

NORMA INTERNA STR N.º 08/2007 Versão III atualizada em 09/07/2012 SETORES ENVOLVIDOS:

NORMA INTERNA STR N.º 08/2007 Versão III atualizada em 09/07/2012 SETORES ENVOLVIDOS: PREFEITURA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE DMINISTRAÇÃO VIGENTE A PARTIR DE: 14/08/2007 NORMA INTERNA STR N.º 08/2007 Versão III atualizada em 09/07/2012 ASSUNTO: UTILIZAÇÃO E CONTROLE

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA VOLKSWAGEN PREMIUM

REGULAMENTO DO PROGRAMA VOLKSWAGEN PREMIUM REGULAMENTO DO PROGRAMA VOLKSWAGEN PREMIUM O Programa Volkswagen Premium ( Programa ), desenvolvido pela VOLKSWAGEN DO BRASIL INDÚSTRIA DE VEÍCULOS AUTOMOTORES LTDA. ( Volkswagen ), é de natureza benéfica

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO O veículo estacionado, afastado da guia da calçada (meio fio) a mais de um metro, faz do seu condutor um infrator cuja punição será: 1 retenção do veículo e multa, infração média. 2 apreensão do veículo

Leia mais

Sistema de localização e bloqueio veicular por célula de comunicação Objetivo Principal

Sistema de localização e bloqueio veicular por célula de comunicação Objetivo Principal de comunicação Objetivo Principal Prover uma solução de baixo custo para Identificação, localização, bloqueio e recuperação de veículos roubados ou procurados, através de micro circuitos embarcados de

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade

Relatório de Sustentabilidade Relatório de Sustentabilidade Política de sustentabilidade da Rodorei Transportes Política de sustentabilidade da Rodorei Transportes A Rodorei Transportes adota, há dez anos, uma política agressiva de

Leia mais

JUSTIFICATIVA: O Código Brasileiro de Trânsito prevê as seguintes penalidades a serem aplicadas nas infrações de trânsito:

JUSTIFICATIVA: O Código Brasileiro de Trânsito prevê as seguintes penalidades a serem aplicadas nas infrações de trânsito: REQUERIMENTO Nº, DE 2015 - CI Requeiro, nos termos do 2º do art. 58, da Constituição Federal e do inciso II do art. 93, do Regimento Interno do Senado Federal, a realização de Audiência Pública no âmbito

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul Planejamento Estratégico de TIC da Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul MAPA ESTRATÉGICO DE TIC DA JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO (RS) MISSÃO: Gerar, manter e atualizar soluções tecnológicas eficazes,

Leia mais

Projeto de Ação Conjunta de Inspeções em Distribuidoras de Medicamentos

Projeto de Ação Conjunta de Inspeções em Distribuidoras de Medicamentos Agência Nacional de Vigilância Sanitária Projeto de Ação Conjunta de Inspeções em Distribuidoras de Medicamentos Gerência-Geral de Inspeção e Controle de Medicamentos e Produtos Gerência de Investigação

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSSUNTOS JURÍDICOS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSSUNTOS JURÍDICOS DECRETO N o 525, DE 11 DE JULHO DE 2013. Regulamenta a utilização de veículos oficiais pela administração direta e indireta do Município de Palmas. O PREFEITO DE PALMAS, no uso de suas atribuições que

Leia mais

Avaliação e Treinamento para Motoristas

Avaliação e Treinamento para Motoristas Avaliação e Treinamento para Motoristas Atualmente, resulta cada vez mais necessário treinar o pessoal que dirige veículos automotores, ainda quando dirigir não for sua tarefa principal. A falta de uma

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE SALVADOR DECRETA:

A CÂMARA MUNICIPAL DE SALVADOR DECRETA: PROJETO DE LEI Nº 335/2009 Obriga os estabelecimentos denominados de Ferro-Velho localizados no município de Salvador, dedicados à compra e venda de sucatas e peças avulsas de veículos automotores a manterem

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº / 05

PROJETO DE LEI Nº / 05 PROJETO DE LEI Nº / 05 DISPÕE SOBRE O USO DA BICICLETA E O SISTEMA CICLOVIÁRIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Câmara Municipal de Uberlândia, APROVA: Art. 1º. Esta lei regula o uso da bicicleta e o sistema

Leia mais

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃODE RECURSOS HUMANOS DA ANTT

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃODE RECURSOS HUMANOS DA ANTT FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃODE RECURSOS HUMANOS DA ANTT Quadro de Servidores SITUAÇÃO 2008 2009 Abril 2010 CARGOS EFETIVOS (*) 429 752 860 Analista Administrativo 16 40 41 Especialista em Regulação 98 156 169

Leia mais

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 1 Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 2 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL 3 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL POUCAS SEGURADORAS OPERANDO POUCOS CORRETORES ESPECIALIZADOS SINISTRALIDADE

Leia mais

GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES

GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 1 GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 2 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL 3 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL POUCAS SEGURADORAS OPERANDO POUCOS CORRETORES ESPECIALIZADOS SINISTRALIDADE ALTA TAXAS CADA

Leia mais

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DE BAURU - PLANMOB

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DE BAURU - PLANMOB PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DE BAURU - PLANMOB O QUE É O Plano Diretor de Transporte e da Mobilidade é um instrumento da política de desenvolvimento urbano, integrado ao Plano Diretor do município,

Leia mais

PROJETO BÁSICO CALL CENTER

PROJETO BÁSICO CALL CENTER PROJETO BÁSICO CALL CENTER 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição dos serviços que serão prestados por empresa especializada em serviços de Call

Leia mais

DECRETO N o 010/15 DE 13 DE JANEIRO DE 2015

DECRETO N o 010/15 DE 13 DE JANEIRO DE 2015 DECRETO N o 010/15 DE 13 DE JANEIRO DE 2015 DISPÕE sobre medidas para gestão das despesas e controle do gasto com pessoal e de custeio, no âmbito da Administração Pública do Poder Executivo Municipal...

Leia mais

Política Nacional de Mobilidade Urbana Os Desafios para Efetivação da Lei nº. 12.587/2012

Política Nacional de Mobilidade Urbana Os Desafios para Efetivação da Lei nº. 12.587/2012 Política Nacional de Mobilidade Urbana Os Desafios para Efetivação da Lei nº. 12.587/2012 André Dantas Matteus de Paula Freitas Arthur Oliveira Belo Horizonte (MG), 15/02/2012 1 ESTRUTURA 1. Contexto;

Leia mais

Norma de Utilização dos Veículos do SISAR/BAJ

Norma de Utilização dos Veículos do SISAR/BAJ 1. Objetivo Norma de Utilização dos Veículos do SISAR/BAJ 1.1. Regularizar o uso dos veículos pertencentes ao SISAR/BAJ, em todas as suas unidades. Especificando direito e deveres dos condutores. 2. Campo

Leia mais

DECRETO Nº. 8.780, DE 02 DE JULHO DE 2009.

DECRETO Nº. 8.780, DE 02 DE JULHO DE 2009. DECRETO Nº. 8.780, DE 02 DE JULHO DE 2009. Dispõe sobre as competências, a estrutura básica e o Quadro de Lotação de Cargos Comissionados da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana - SEMOB, e dá outras

Leia mais

Registro Eletrônico de Contratos Audiência Pública 25/03/2014. Marcos Elias Traad da Silva Diretor Geral

Registro Eletrônico de Contratos Audiência Pública 25/03/2014. Marcos Elias Traad da Silva Diretor Geral Registro Eletrônico de Contratos Audiência Pública 25/03/2014 Marcos Elias Traad da Silva Diretor Geral PRELIMINARES Como será a audiência protocolarmente a) Questões de ordem jurídica e técnica serão

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROJETO DE LONGA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do Projeto:

Leia mais

Palestrante Engº Antônio Ferreira Silva EMPRESA DE TRANSPORTE URBANO DE FORTALEZA Julho/2011. www.fortaleza.ce.gov.br

Palestrante Engº Antônio Ferreira Silva EMPRESA DE TRANSPORTE URBANO DE FORTALEZA Julho/2011. www.fortaleza.ce.gov.br Sistema de Transporte por Mototáxi de Fortaleza Palestrante Engº Antônio Ferreira Silva EMPRESA DE TRANSPORTE URBANO DE FORTALEZA Julho/2011 Tópicos Serviço de Mototáxi Definição Características Modelo

Leia mais

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DE ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA CONTROLADAS POR MEIOS MECÂNICOS (PARCÓMETROS).

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DE ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA CONTROLADAS POR MEIOS MECÂNICOS (PARCÓMETROS). REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DE ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA CONTROLADAS POR MEIOS MECÂNICOS (PARCÓMETROS). Legislação habilitante - Considerando o artigo 64, nº 1, al u) da Lei 169/99, de

Leia mais

Ranking nacional mostra PI em 6º com mais pessoas flagradas dirigindo sem CNH

Ranking nacional mostra PI em 6º com mais pessoas flagradas dirigindo sem CNH Levantamento divulgado pela Polícia Rodoviária Federal aponta um novo dado preocupante relacionado ao tráfego de veículos em BRs. De acordo com o Departamento Nacional da PRF, somente nos feriados prolongados

Leia mais

DETRAN Modelo 01 ao utilizar este modelo, lembre-se de preencher os dados específicos no texto abaixo

DETRAN Modelo 01 ao utilizar este modelo, lembre-se de preencher os dados específicos no texto abaixo DETRAN Modelo 01 a quem confere poderes para representá-lo(a) perante o DETRAN (ou outro órgão) e todos e quaisquer órgãos e repartições públicas federais, estaduais e municipais, autarquias, empresas

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS

ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS ASSESSORIA DE IMPRENSA: Função GERENTE. Assessorar a Diretoria da Ceasa; Promover e divulgar notícias relacionadas a Ceasa; Estreitar o relacionamento da mídia com

Leia mais

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997.

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. CAPÍTULOXV DAS INFRAÇÕES Art. 161. Constitui infração de trânsito a inobservância de qualquer preceito deste Código, da legislação complementar ou das resoluções

Leia mais

Roberto Craveiro Rodrigues

Roberto Craveiro Rodrigues Roberto Craveiro Rodrigues Analista de Tecnologia da Informação da DATAPREV (empresa de TI da Previdência Social), cedido ao Ministério das Cidades para atuar como Coordenador-Geral de Informatização e

Leia mais

Companhia de Engenharia de Tráfego MANUAL DE SINALIZAÇÃO URBANA. Rodízio. Critérios de Projeto Revisão 0. Volume 12

Companhia de Engenharia de Tráfego MANUAL DE SINALIZAÇÃO URBANA. Rodízio. Critérios de Projeto Revisão 0. Volume 12 Companhia de Engenharia de Tráfego MANUAL DE SINALIZAÇÃO URBANA Rodízio Critérios de Projeto Revisão 0 Volume 12 Fevereiro - 2014 Introdução Esta norma de projeto faz parte do Manual de Sinalização Urbana,

Leia mais

PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO

PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO SERVIÇO O DE TRANSPORTE DE TÁXIS NO RIO DE JANEIRO Secretaria Municipal de Transportes Eduardo Frederico Cabral de Oliveira Subsecretário rio de Fiscalização PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SR. RONALDO JAIR DONIDA PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES DE GUAPORÉ-RS.

EXCELENTÍSSIMO SR. RONALDO JAIR DONIDA PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES DE GUAPORÉ-RS. EXCELENTÍSSIMO SR. RONALDO JAIR DONIDA PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES DE GUAPORÉ-RS. RODRIGO DE MARCO, vereador com assento nesta Casa Legislativa, pela Bancada do PDT, vem respeitosamente perante

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE CUBA LIVRO VIII REGULAMENTO MUNICIPAL DE REMOÇÃO E RECOLHA DE VEÍCULOS. Nota Justificativa

CÂMARA MUNICIPAL DE CUBA LIVRO VIII REGULAMENTO MUNICIPAL DE REMOÇÃO E RECOLHA DE VEÍCULOS. Nota Justificativa CÂMARA MUNICIPAL DE CUBA LIVRO VIII REGULAMENTO MUNICIPAL DE REMOÇÃO E RECOLHA DE VEÍCULOS Nota Justificativa O reconhecido aumento da densidade do parque automóvel, com a consequente rarefacção do espaço

Leia mais

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE CLÁUDIA CONTROLE INTERNO

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE CLÁUDIA CONTROLE INTERNO 1/5 1) FINALIDADE: 1.1 - Disciplinar os procedimentos para a concessão de diárias e adiantamentos aos Servidores da Prefeitura Municipal de Cláudia - MT; 1.2 - Permitir um melhor controle sobre os gastos

Leia mais

Guia para contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros sob regime de FRETAMENTO

Guia para contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros sob regime de FRETAMENTO Guia para contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros sob regime de FRETAMENTO 100 95 75 25 5 0 Introdução A Artesp tem a finalidade de regulamentar e fiscalizar todas as modalidades de serviços

Leia mais

Nota Fiscal de Electrónica de Brasil

Nota Fiscal de Electrónica de Brasil 1er Foro Internacional USO DE TECNOLOGÍA EN LA SUPERVISIÓN Y FISCALIZACIÓN DEL SECTOR HIDROCARBUROS Nota Fiscal de Electrónica de Brasil Lic. Álvaro Antonio Bahia 1 Agenda Nota Fiscal Eletrônica Antecedentes

Leia mais

DECRETO N.º 42.868 DE 28 DE FEVEREIRO DE 2011*

DECRETO N.º 42.868 DE 28 DE FEVEREIRO DE 2011* DECRETO N.º 42.868 DE 28 DE FEVEREIRO DE 2011* (*publicado em 1 de março de 2011) ALTERA OS CAPÍTULOS XVI, XVII, XVIII E XIX DO REGULAMENTO DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL DE PASSAGEIROS, APROVADO

Leia mais

Informe. Legislativo MUNICIPAL

Informe. Legislativo MUNICIPAL Informe Legislativo MUNICIPAL Julho/2014 - ÍNDICE - 1. Comércio de Bens, Serviços e Turismo - Assuntos de interesse geral 01 2. Direito do Consumidor 05 Esta publicação reúne somente as íntegras das proposições

Leia mais

Pós-venda Mercedes-Benz preparado para os novos produtos e tecnologias

Pós-venda Mercedes-Benz preparado para os novos produtos e tecnologias Pós-venda Informação à Imprensa Pós-venda Mercedes-Benz preparado para os novos produtos e tecnologias Data: 23 de outubro de 2011 Todos os itens necessários para a nova linha de veículos já estão disponíveis

Leia mais

Considerando a necessidade de implementação de medidas para a efetiva redução das emissões de poluentes por veículos automotores;

Considerando a necessidade de implementação de medidas para a efetiva redução das emissões de poluentes por veículos automotores; Page 1 of 5 Resoluções RESOLUÇÃO N o 256, de 30 de junho DE 1999 O Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Lei 6.938, de 31 de agosto de 1981, regulamentada

Leia mais

CAPÍTULO XVI DAS PENALIDADES

CAPÍTULO XVI DAS PENALIDADES CAPÍTULO XVI DAS PENALIDADES Art. 256. A autoridade de trânsito, na esfera das competências estabelecidas neste Código e dentro de sua circunscrição, deverá aplicar, às infrações nele previstas, as seguintes

Leia mais

RESOLUÇAO 212, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2006, DO CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONTRAN Dispõe sobre a implantação do Sistema de Identificação Automática

RESOLUÇAO 212, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2006, DO CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONTRAN Dispõe sobre a implantação do Sistema de Identificação Automática RESOLUÇAO 212, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2006, DO CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONTRAN Dispõe sobre a implantação do Sistema de Identificação Automática de Veículos SINIAV em todo o território nacional. O

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº 38, DE 11 DE JULHO DE 2003

DELIBERAÇÃO Nº 38, DE 11 DE JULHO DE 2003 DELIBERAÇÃO Nº 38, DE 11 DE JULHO DE 2003 Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade, de avanço de sinal vermelho e da parada sobre a faixa de pedestres de veículos automotores,

Leia mais

Seminário Gaúcho de Acessibilidade na Mobilidade Urbana. Andrea Mallmann Couto Juliana Baum Vivian

Seminário Gaúcho de Acessibilidade na Mobilidade Urbana. Andrea Mallmann Couto Juliana Baum Vivian Planos Municipais de Mobilidade Urbana e Acessibilidade e o papel do TCE-RS na sua implementação Seminário Gaúcho de Acessibilidade na Mobilidade Urbana Andrea Mallmann Couto Juliana Baum Vivian SUPORTE

Leia mais

A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.714, DE 25 DE ABRIL DE 2011 Institui o Sistema de Estacionamento Rotativo pago, nas vias e logradouros públicos denominado Zona Azul São José dos Pinhais. A Câmara Municipal de São José dos Pinhais,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA STR SISTEMA DE TRANSPORTES Nº. 002/2015. Unidade Responsável: Secretaria Municipal do Interior e Transportes CAPÍTULO I

INSTRUÇÃO NORMATIVA STR SISTEMA DE TRANSPORTES Nº. 002/2015. Unidade Responsável: Secretaria Municipal do Interior e Transportes CAPÍTULO I INSTRUÇÃO NORMATIVA STR SISTEMA DE TRANSPORTES Nº. 002/2015 DISPÕE SOBRE AS ROTINAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÕES PREVENTIVAS E CORRETIVAS DA FROTA DE VEÍCULOS E NOS EQUIPAMENTOS PESADOS,

Leia mais

DECRETA: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

DECRETA: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, no uso de atribuição que lhe confere o inciso VII do art. 90, da Constituição do Estado, e tendo em vista o disposto nos arts. 34 e 37 da Lei nº 8.666, de 21 de

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2009 (Do Sr. Jaime Martins) O Congresso Nacional decreta:

PROJETO DE LEI Nº, DE 2009 (Do Sr. Jaime Martins) O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE LEI Nº, DE 2009 (Do Sr. Jaime Martins) Institui o Programa Bicicleta Brasil, para incentivar o uso da bicicleta visando a melhoria das condições de mobilidade urbana. O Congresso Nacional decreta:

Leia mais

O que faz nossa empresa crescer são as nossas atitudes. - Conhecer nossos clientes e o mercado para suportar as ações comerciais;

O que faz nossa empresa crescer são as nossas atitudes. - Conhecer nossos clientes e o mercado para suportar as ações comerciais; O que faz nossa empresa crescer são as nossas atitudes. Ser a melhor - Superar as metas de novos negócios; - Ampliar nossos clientes; - Conhecer nossos clientes e o mercado para suportar as ações comerciais;

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 008, DE 27 JUNHO DE 2007. R E S O L V E

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 008, DE 27 JUNHO DE 2007. R E S O L V E INSTRUÇÃO NORMATIVA N 008, DE 27 JUNHO DE 2007. Recomenda a observação da norma constante no Anexo I. O Sistema de Controle Interno do Município de Lucas do Rio Verde, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

PROJETO DE LEI N 031/2015

PROJETO DE LEI N 031/2015 PROJETO DE LEI N 031/2015 Dispõe sobre as vagas de estacionamento de veículos destinadas exclusivamente às pessoas deficientes e com dificuldade de locomoção e dá outras providências. O Vereador que o

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEI COMPLEMENTAR N. 305, DE 8 DE OUTUBRO DE 2015 Cria o Corpo Voluntário de Militares do Estado da Reserva Remunerada e dispõe sobre a convocação dos inscritos para serviço ativo em caráter transitório.

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO DESPACHO 2007 N O PROJETO DE LEI Nº 1310/2007 INSTITUI O SERVIÇO E COLETA DE PEQUENAS CARGAS, MEDIANTE UTILIZAÇÃO DE MOTOCICLETAS, NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO, DENOMINADO MOTO-FRETE, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

Política de Estruturação de Negócios e Gestão de Participações

Política de Estruturação de Negócios e Gestão de Participações Política de Estruturação de Negócios e Gestão de Participações Outubro de 2013 Conteúdo 1. Objetivo... 3 2. Princípios... 4 3. Diretrizes... 5 4. Responsabilidades... 6 5. Conceitos... 7 6. Disposições

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA MPA N 06, DE 19 DE MAIO DE 2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA MPA N 06, DE 19 DE MAIO DE 2011 ALTERADA PELA IN MPA Nº 16/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA MPA N 06, DE 19 DE MAIO DE 2011 Dispõe sobre o Registro e a Licença de Aquicultor, para o Registro Geral da Atividade Pesqueira - RGP. A MINISTRA DE

Leia mais