WELLNESS FITNESS. Artigo Introdução

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "WELLNESS FITNESS. Artigo 001 - Introdução"

Transcrição

1 WELLNESS FITNESS Artigo Introdução A categoria Wellness Fitness é destinada a mulheres que preferem desenvolver um físico menos musculoso, pouco atlético e esteticamente agradável, com uma relação de tronco e membros inferiores levemente desproporcional Geral: As Regras da IFBB BRASIL para Wellness Fitness consistirão em regulamentos, políticas, diretivas e decisões destinadas a orientar a IFBB e seus Membros na administração do esporte e da modalidade Wellness Fitness Regras: Certas regras administrativas e técnicas que aparecem na seção Regras Gerais (para todas as outras categorias) são as mesmas para Wellness Fitness e, portanto, não são repetidas nesta seção (ver código internacional completo). Artigo Categorias Categorias: A categoria Wellness Fitness no Campeonato Brasileiro será dividida nas seguintes categorias: a. Até e incluindo 158 centímetros; b. Até e incluindo 163 centímetros; c. Até e incluindo 168 centímetros; d. Acima de 168 centímetros; e. Máster única (a partir dos 35 anos);

2 Artigo Rounds Rounds: Wellness Fitness será composta pelos seguintes dois rounds: 1. Prévia - Round 1 (Quarto de Voltas); 2. Finais - Round 2 (T-walking e o Quarto de Voltas); Artigo Prévia: Round Eliminatório Geral: A prévia, que será aberta ao público em geral, terá lugar no dia seguinte ao Registro Oficial do Atleta. Um cronograma prévio das categorias deve ser publicado. A fim de dar-se tempo para aquecer e trocar sua vestimenta, as competidoras devem estar na área de aquecimento pelo menos 30 minutos antes da hora de início do julgamento de sua categoria. Todas as competidoras serão a única responsável por garantir que, estarão presentes e preparadas para competir quando sua categoria for chamada ao palco Procedimentos do Round Eliminatório: Um round eliminatório será realizado quando houver mais de 15 competidoras em uma categoria. O round de eliminação será realizado como se segue: 1. Todo o line-up será levado ao palco, em ordem numérica e em uma única linha ou duas linhas, se necessário. 2. A formação será dividida em dois grupos de tamanhos iguais e posicionada no palco de modo que, um grupo estará a esquerda do palco e o outro grupo a direita do palco. A parte central do palco deve ser deixada aberta para fins de comparação. 3. Em ordem numérica, e em grupos de não mais de cinco competidoras de cada vez, cada grupo será direcionado para a área central do palco para realizar o quarto de voltas.

3 4. O Diretor de Palco da IFBB direcionará as competidoras através do quarto de voltas, que são: a. Quarto de volta para a direita perfil esquerdo; b. Quarto de volta pose de costas; c. Quarto de volta para a direita perfil direito; d. Quarto de volta pose de frente; 5. Ao término dos quartos de volta, toda a categoria será reformada em uma única linha, em ordem numérica, antes de sair do palco. Nota: As competidoras não podem mascar chicletes ou balas enquanto estiver no palco. Artigo Prévia e Finais: Vestimenta para todos os rounds (Biquíni de duas peças) Vestimenta para o Round Eliminatório e todos os outros Rounds (Biquíni de duas peças): A vestimenta para o Round Eliminatório e todos os outros Rounds (Biquíni de duas peças) estará de acordo com os seguintes critérios: 1. O biquíni será de duas peças em grande estilo. 2. A cor e ornamentos (bordados) do biquíni ficará a critério da atleta. 3. O biquíni deverá ser de bom gosto. 4. A parte inferior do biquíni deve cobrir no mínimo de 1/3 do glúteo máximo e toda a parte inferior da área frontal até 3 cm abaixo do umbigo. Cordas são estritamente proibidos Os saltos altos devem ter na frente a altura de 100 mm e de trás com altura de 120 mm durante os round. Saltos com plataforma serão estritamente proibidos O cabelo pode ser estilizado.

4 005.4 As atletas devem ter um bronzeado natural e saudável. Coloração é permitida, porém bronzers removíveis são estritamente proibidos (pastas). O uso de glíter no corpo é estritamente proibido Joias podem ser usadas desde que tenha um bom gosto O Chefe Oficial da IFBB, ou o delegado representante, terá o direito de determinar se a vestimenta de uma competidora se encontra no padrão aceitável, de bom gosto e decência. Artigo Prévia: Pontuação do Round Eliminatório Pontuação do Round Eliminatório. 1. Neste momento, os árbitros estarão avaliando o físico geral para o grau de proporção, simetria, equilíbrio, forma e tom de pele de acordo com a categoria. A pontuação para o Round Eliminatório procederá da seguinte maneira: 2. Se houver mais de 15 competidoras, os árbitros irão selecionar as 15 melhores, colocando um "X" ao lado de seus números, utilizando o Formulário # 1, intitulado "Round Eliminatório (Árbitros)". 3. Utilizando o Formulário # 2, intitulado "Round Eliminatório (Estatísticos)", os estatísticos irão transcrever as seleções do árbitro sobre esta folha e, em seguida, marcar a pontuação do árbitro para selecionar as 15 melhores competidoras. 4. Se houver um empate entre duas ou mais atletas na 15ª colocação, as atletas empatadas serão trazidas de volta ao palco, e os árbitros irão realizar uma reavaliação dos quatro quartos de volta. 5. Apenas as 15 melhores competidoras avançam para o Round 1. Artigo Prévia: Apresentação do Round 1 (Biquíni de duas peças) Apresentação do Round 1 (Biquíni de duas peças): Os procedimentos para o Round 1 (Biquíni de duas peças) será a seguinte: 1. Todo o line-up é levado ao palco, em ordem numérica e em uma única linha.

5 2. A formação será dividida em dois grupos de tamanhos iguais e será posicionada no palco de modo que um grupo está à esquerda do palco e o outro grupo a direita do palco. A parte central do palco será deixada em aberto para efeitos de comparação. 3. Em ordem numérica, e em grupos de não mais de cinco competidoras de cada vez, cada grupo será direcionado ao centro do palco para realizar os quatro quartos de volta. 4. Este agrupamento inicial de competidoras, e a realização dos quartos de volta, se destina a ajudar os árbitros a determinar quais competidoras participarão nas comparações que se seguem. 5. Árbitros podem agora enviar pedidos individuais de comparações para o Chefe de Árbitros da IFBB ou o Diretor de Palco. Nada menos que três e não mais do que cinco competidoras serão comparadas ao mesmo tempo. O Chefe de Árbitros da IFBB ou o Diretor de Palco terão a discrição para descartar ou alterar qualquer pedido individual de um árbitro para comparações. 6. Todas as comparações individuais serão realizadas no centro do palco e da ordem, da esquerda para a direita, conforme solicitado pelo árbitro. A comparação vai ser feita da seguinte forma: Pose de Frente: competidoras ficarão com uma mão apoiada no quadril e uma perna ligeiramente deslocada para a frente e para o lado; Perfil Esquerdo: as competidoras irão realizar o primeiro quarto de voltas para a direita. Elas ficarão com o perfil esquerdo para os árbitros, com parte superior do corpo ligeiramente voltada para os árbitros e direcionar o olhar para frente. Mão esquerda apoiada no quadril esquerdo, os pés colocados livremente, mas não juntos. Pose de Costas: competidoras irão realizar mais um quarto de voltas para a direita e posicionar de costas para os árbitros. Pés não mais de 30 cm de distância. Uma mão apoiada no quadril, outro braço relaxado ao lado do corpo. As competidoras não estão autorizadas a virar o tronco para os árbitros e devem manter o olhar para o fundo do palco todo o tempo durante a comparação. Perfil Direito: as competidoras irão realizar o quarto de voltas para a direita. Elas ficarão com o perfil direito para os árbitros, com parte superior do corpo ligeiramente voltada para os árbitros e direcionar o olhar para frente. Mão direita apoiada no quadril direito, os pés colocados livremente, mas não juntos. Pose de Frente: competidoras realizarão o último quarto de volta para a direita e finalizar na pose de frente. 7. O número total de comparações será decidido pelo Árbitro Chefe ou Diretor de Palco. 8. Todas as competidoras serão submetidas pelo menos a uma comparação.

6 9. Após a conclusão da última comparação, todas as competidoras irão retornar para uma única linha, por ordem numérica, antes de sair do palco. Artigo Prévia: Pontuação do Round 1 (Biquíni de duas peças) Pontuação do Round 1 (Biquíni de duas peças): A pontuação do Round 1 (Biquíni de duas peças) procederá da seguinte maneira: 1. Utilizando o Formulário # 3, intitulado "Classificações Individuais dos Árbitros (Prévia)", cada árbitro vai pontuar cada competidora uma classificação individual de 1 a 15, garantindo que as competidoras não recebam a mesma colocação. Os árbitros podem utilizar o Formulário # 4, intitulado "Notas Pessoais dos Árbitros" para registrar a sua avaliação sobre cada competidora. 2. Utilizando o Formulário # 5, intitulado "Folha de Pontuação (Estatísticos)", com nove árbitros, as duas pontuações mais altas e as duas pontuações mais baixas serão descartadas. As demais pontuações serão adicionadas para produzir uma "Parcial da Round 1" e um "lugar RD1". 3. Caso ocorra um empate no "Parcial do Round 1", o empate será quebrado utilizando o método de "Classificação Relativa" para o atleta "Round 1 subscores". Artigo Prévia: Avaliação do Round 1 (Biquíni de duas peças) Avaliação do Round 1 (Biquíni de duas peças): Round 1 (duas peças Bikini) será avaliado utilizando os seguintes critérios: 1. A avaliação deve levar em conta todo o físico. A avaliação começará com uma impressão geral do físico, devendo levar em consideração o cabelo e a beleza facial, o desenvolvimento total do corpo e forma, a condição da pele e o tom da pele, e a capacidade da atleta de se apresentar com confiança, equilíbrio e graça. 2. O físico deve ser avaliado quanto a nível geral do corpo, conseguido através de esforços atléticos e dieta. As partes do corpo devem possuir uma aparência agradável e firme, com uma diminuição da quantidade de gordura corporal. O físico não deve ser excessivamente musculoso e nem excessivamente magro, separação e / ou de estrias. Os físicos considerados demasiadamente musculoso ou muito magro devem ser despontuados.

7 3. A avaliação também deve levar em consideração a rigidez e o tom da pele. O tom da pele deve ser suave e de aparência saudável, e sem celulite. O rosto, o cabelo e a maquiagem devem completar o "Pacote Total" da apresentação da atleta. 4. Avaliação do árbitro em relação ao físico da atleta deve incluir toda a apresentação, a partir do momento em que ela entra no palco até o momento em que ela sai do palco. Em todos os momentos, a competidora Wellness Fitness deve ser vista com ênfase em um físico "saudável e adequado", apresentado de forma atrativa. 5. Os árbitros são lembrados de que este não é um campeonato de Body Fitness ou Bikini Fitness. As competidoras devem ter uma forma suave nos seus músculos, mas não a separação, definição, nível muito baixo de gordura corporal ou dureza que são vistos em competições de Body Fitness ou Bikini Fitness. Qualquer competidora que apresentar estas características deve ser marcada (despontuada) para baixo. Artigo Prévia: Vestimenta para a Round 2 (Biquíni de duas peças) Vestimenta para o Round 2 (Biquíni de duas peças): A vestimenta para o Round 2 estará de acordo com os mesmos critérios que para a Round 1. Artigo Finais: Apresentação do Round 2 (Biquíni de duas peças) Apresentação do Round 2 (Biquíni de duas peças): Os procedimentos para o Round 2, são o seguinte: 1. As 6 finalistas serão chamadas ao palco, uma a uma, em ordem numérica realizar a caminhada em T (T-walking). A competidora irá caminhando até o centro do palco, parar no centro e realizar uma pose de frente. A competidora, então, caminhará para a sua direita (aproximadamente uns 5 passos para o lado), irá parar e realizar uma pose de sua escolha (frente, perfil ou costas) frente e atrás. A competidora, então, andará mais ou menos 10 passos para o outro lado do palco, vai parar e realizar postura frente e/ou costas.

8 A competidora, então, caminhará para o line-up na parte de trás do palco. 2. As 6 finalistas serão direcionadas para o centro do palco, em uma linha única e em ordem numérica. 3. O Chefe de Árbitros da IFBB ou o Diretor de Palco poderá, a sua discrição, ao centro do palco em ordem numérica e, em seguida, na ordem inversa. Estes giros será feito da seguinte forma: Pose de Frente: competidoras ficarão com uma mão apoiada no quadril e uma perna ligeiramente deslocada para a frente e para o lado; Perfil Esquerdo: as competidoras irão realizar o primeiro quarto de voltas para a direita. Elas ficarão com o perfil esquerdo para os árbitros, com parte superior do corpo ligeiramente voltada para os árbitros e direcionar o olhar para frente. Mão esquerda apoiada no quadril esquerdo, os pés colocados livremente, mas não juntos. Pose de Costas: competidoras irão realizar mais um quarto de voltas para a direita e posicionar de costas para os árbitros. Pés não mais de 30 cm de distância. Uma mão apoiada no quadril, outro braço relaxado ao lado do corpo. As competidoras não estão autorizadas a virar o tronco para os árbitros e devem manter o olhar para o fundo do palco todo o tempo durante a comparação. Perfil Direito: as competidoras irão realizar o quarto de voltas para a direita. Elas ficarão com o perfil direito para os árbitros, com parte superior do corpo ligeiramente voltada para os árbitros e direcionar o olhar para frente. Mão direita apoiada no quadril direito, os pés colocados livremente, mas não juntos. Pose de Frente: competidoras realizarão o último quarto de volta para a direita e finalizar na pose de frente. 4. Todo o line-up será solicitado a sair do palco. Artigo Finais: Avaliação do Round 2 (Biquíni de duas peças) Avaliação do Round 2 (Biquíni de duas peças): Os mesmos critérios usados para julgar o round 1 vai ser usado neste round. Os árbitros devem assegurar que este round será julgado de uma perspectiva de "fresco", garantindo que todos os concorrentes recebem avaliação justa baseada em seus trajes nesta rodada.

9 Artigo 013- Finais: A Cerimônia de Premiação A Cerimônia de Premiação Os procedimentos para a cerimônia de premiação será da seguinte forma: 1. As 6 finalistas serão chamadas ao palco para participar da cerimônia de premiação. 2. O Mestre de Cerimônias, utilizando o Formulário # 7, intitulado "Top 6 finalistas (para MC)", anunciará o número, nome e país da competidora na 6 ª colocação e esta competidora permanecerá em pé do lado direito (quando visto de a frente) do pedestal da vitória e receberá sua premiação. O Mestre de Cerimônias então anunciará o número, nome e país da competidora na 5 ª colocação e esta competidora permanecerá em pé do lado direito do pedestal da vitória e receberá sua ou seu prêmio. O Mestre de Cerimônias então anunciará o número, nome e país da competidora em 4 º lugar e essa atleta ficará do lado esquerdo do pedestal da vitória e receberá sua premiação. O Mestre de Cerimônias continuará a anunciar os resultados da 3 ª, 2 ª e, por fim, a vencedora. - Mais descrições detalhadas da cerimônia de premiação está disponível no artigo Equipes, resultados da classificação e adjudicação - nos termos do artigo Publicação dos resultados - de acordo com o artigo 39. Artigo Categoria overall e Premiação A Categoria Overall procederá da seguinte maneira: 1. Imediatamente após a cerimônia de premiação da última categoria de Wellness Fitness, as duas vencedoras de cada categoria serão levadas ao palco em ordem numérica e em uma única linha, usando seu biquíni de duas peças e salto alto. 2. Chefe de Árbitros da IFBB direcionará as competidoras para realizar os quartos de voltas no centro do palco, em ordem numérica e, em seguida, na ordem inversa. 3. Os árbitros irão utilizar o Formulário # 6, intitulado "Classificações Individuais dos Árbitros (Finais)", e pontuar as atletas com a primeira e segunda colocação.

10 4. Os estatísticos, utilizando o Formulário # 5, intitulado "Folha de Pontuação (Estatísticos)", registrarão as pontuações e determinará os lugares finais das competidoras. 5. A "campeã overall" será anunciada e, em geral medalha de ouro e o troféu será entregue a competidora pelo Presidente da IFBB ou o funcionário de cargo mais elevado alto IFBB presente no campeonato. - Equipes resultados da classificação e adjudicação - nos termos do artigo Publicação dos Resultados - de acordo com o artigo 39. Diana Monteiro André Pierin Diretores de Arbitragem CBMFF/IFBB Brasil

INSCRIÇÃO. CATEGORIAS FEMININA 1 - Biquini Fitness 2 - Women Physique 3 - BodyFitness 4 - Welness O JULGAMENTO REGRAS. Valor único: R$ 100,00

INSCRIÇÃO. CATEGORIAS FEMININA 1 - Biquini Fitness 2 - Women Physique 3 - BodyFitness 4 - Welness O JULGAMENTO REGRAS. Valor único: R$ 100,00 REGRAS INSCRIÇÃO Valor único: R$ 100,00 CATEGORIAS FEMININA 1 - Biquini Fitness 2 - Women Physique 3 - BodyFitness 4 - Welness MASCULINA 1 - Body Shape 2 - Men s Physique até 1,75 3 - Men s Physique acima

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE GINÁSTICA

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE GINÁSTICA GINÁSTICA AERÓBICA REGULAMENTOS TÉCNICOS TN 2014 PARTICIPANTES: TORNEIO NACIONAL É aberta a participação no TNGAE a qualquer entidade filiada às Federações Estaduais de Ginástica ou de alguma forma ligadas

Leia mais

REGRAS. O julgamento terá início 12:00 horas. O Diretor de Árbitros poderá eliminar competidores que estejam fora do padrão.

REGRAS. O julgamento terá início 12:00 horas. O Diretor de Árbitros poderá eliminar competidores que estejam fora do padrão. REGRAS INSCRIÇÃO Valor único: R$ 100,00 CATEGORIAS FEMININA 1 - Biquini Fitness 2 - Women Physique 3 - BodyFitness 4 - Welness MASCULINA 1 - Body Shape 2 - Men s Physique 3 - Master 4 - Culturismo Clássico

Leia mais

Fotos necessárias para a confecção da estatueta. Rosto

Fotos necessárias para a confecção da estatueta. Rosto Fotos necessárias para a confecção da estatueta Todo o trabalho é referenciado em fotos, ou seja, não nos responsabilizamos por material fotográfico que confecção, para isto criamos este guia, para atender

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE CICLISMO JERNS 2014

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE CICLISMO JERNS 2014 GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO, DA EDUCAÇÃO E DA CULTURA COORDENADORIA DE DESPORTOS DESPORTO ESCOLAR CODESP REGULAMENTO ESPECÍFICO DE CICLISMO JERNS 2014 Art.1º- As competições

Leia mais

Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF

Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF Diretoria de Competições Regulamento da Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol 2016 Categorias Sub

Leia mais

Art.2º- Os números de atletas por prova em suas respectivas categorias ficarão assim distribuídos:

Art.2º- Os números de atletas por prova em suas respectivas categorias ficarão assim distribuídos: REGULAMENTO ESPECÍFICO DE CICLISMO JEM S 2015 Art.1º- As competições serão regidas pelos regulamentos, normas e especificações técnicas da Confederação Brasileira de Ciclismo em tudo que não contrariar

Leia mais

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1 INTRODUÇÃO O 1º Prêmio de Comunicação Grupo SMS 2014, com o tema Mobilidade Urbana é uma iniciativa do Grupo SMS, formado pelas empresas Auto Viação Salineira,

Leia mais

CAMPEONATO ESTADUAL DE NATAÇÃO DE VERÃO TROFÉU ALEXANDRE VISCARDI, TROFÉU MARCOS CHAIBEN INFANTIL JUVENIL JUNIOR SENIOR TROFÉU PARANÁ ABSOLUTO

CAMPEONATO ESTADUAL DE NATAÇÃO DE VERÃO TROFÉU ALEXANDRE VISCARDI, TROFÉU MARCOS CHAIBEN INFANTIL JUVENIL JUNIOR SENIOR TROFÉU PARANÁ ABSOLUTO CAMPEONATO ESTADUAL DE NATAÇÃO DE VERÃO TROFÉU ALEXANDRE VISCARDI, TROFÉU MARCOS CHAIBEN INFANTIL JUVENIL JUNIOR SENIOR TROFÉU PARANÁ ABSOLUTO Data :04 A 07 DE NOVEMBRO DE 2015 Inscrição: 28 de outubro

Leia mais

Regulamento. 8 Campeonato Ireceense Absoluto de Xadrez -2014

Regulamento. 8 Campeonato Ireceense Absoluto de Xadrez -2014 Regulamento 8 Campeonato Ireceense Absoluto de Xadrez -2014 1. Do Objetivo 1.1 Promover a prática do Xadrez em Irecê e micro região, como forma de aperfeiçoamento técnico da modalidade, mas sempre com

Leia mais

XXVII JOGOS ESCOLARES MUNICIPAIS JEMs 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO ATLETISMO

XXVII JOGOS ESCOLARES MUNICIPAIS JEMs 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO ATLETISMO REGULAMENTO ESPECÍFICO DO ATLETISMO Art. 1º - As competições serão regidas pelas Regras Oficiais da Federação Internacional de Atletismo Amador e da Confederação Brasileira de Atletismo em tudo que não

Leia mais

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI)

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 8 o CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL MASCULINO/ FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 1. DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO 1.1. O 8º Campeonato Municipal de Futsal Masculino será promovido e

Leia mais

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre.

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Título I Das Disposições Gerais A) Será obrigatório, de acordo com as Regras do Futsal, o uso de caneleiras para todos os atletas. B) Não

Leia mais

Fortaleza/CE- Brasil 25 e 26 de Maio de 2012 CONVITE

Fortaleza/CE- Brasil 25 e 26 de Maio de 2012 CONVITE X AMIIZADE IINTERNACIIONAL OPEN Fortaleza/CE- Brasil 25 e 26 de Maio de 2012 CONVITE Fortaleza, 10 Janeiro de 2012 Estimado Maestro, Instrutores e Alunos Tenho o prazer de anunciar o X AMIZADE INTERNACIONAL

Leia mais

PROF. RESPONS.: Luiz Iwashita CEB Centro Esportivo Bagozzi Rua Caetano Marchesini, 850 - Portão Curitiba Pr Fone: (41) 3345-7130 / (041) 9979-1210

PROF. RESPONS.: Luiz Iwashita CEB Centro Esportivo Bagozzi Rua Caetano Marchesini, 850 - Portão Curitiba Pr Fone: (41) 3345-7130 / (041) 9979-1210 Ru PROF. RESPONS.: Luiz Iwashita Rua Caetano Marchesini, 850 - Portão Curitiba Pr Fone: (41) 3345-7130 / (041) 9979-1210 CONVITE A Associação de Judô IWASHITA tem a imensa satisfação de convidar a Vossa

Leia mais

BRASIL BASQUETE KIDS SÃO CARLOS ENCONTRO NACIONAL DE BASQUETEBOL SUB10/12 2014

BRASIL BASQUETE KIDS SÃO CARLOS ENCONTRO NACIONAL DE BASQUETEBOL SUB10/12 2014 BRASIL BASQUETE KIDS SÃO CARLOS ENCONTRO NACIONAL DE BASQUETEBOL SUB10/12 2014 REGULAMENTO GERAL E TÉCNICO Capítulo Primeiro DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 01º- Este regulamento é o conjunto das disposições que

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO 1. Objetivo O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, instituições sem fins lucrativos

Leia mais

www.arnoldclassicbrasil.com.br Inspection Report

www.arnoldclassicbrasil.com.br Inspection Report Arnold Amateur IFBB International Bodybuilding, Classic Bodybuilding, Fitness, Bodyfitness, Bikini & Men and Women Physique Championships www.arnoldclassicbrasil.com.br Inspection Report 1 ARNOLD CLASSIC

Leia mais

Regulamento Copa Cemil de Ciclismo 2015

Regulamento Copa Cemil de Ciclismo 2015 Regulamento Copa Cemil de Ciclismo 2015 Regulamento Particular da Competição Na ausência de item especifico para um determinado assunto neste regulamento particular, a organização considera como referencia

Leia mais

REGULAMENTO. 1 Procedimentos para inscrição

REGULAMENTO. 1 Procedimentos para inscrição *Última atualização em 29/05/15 às 13h49 REGULAMENTO 1 Procedimentos para inscrição 1.1. As inscrições para o 20 Surf Colegial A Tribuna, deverão ser realizadas individualmente e no período único de inscrições

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL

REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Os jogos internos do COLÉGIO FRACTAL (JICOF) têm por finalidade principal humanizar a prática desportiva, valorizando

Leia mais

ADECAM é um orgão que obedece as leis vigente nos país, aplicadas na constituição e na "Lei Pelé" visando a segurança para seus filiados.

ADECAM é um orgão que obedece as leis vigente nos país, aplicadas na constituição e na Lei Pelé visando a segurança para seus filiados. Modalidade: MUAY THAI. Caros PARTICIPANTES Agora a ADECAM dá continuidade no maior circuito de luta amadora do Sul do país, a fim de proporcionar e elevar a qualidade técnicas dos atletas e Academias participantes.

Leia mais

26 e 27 de Setembro de 2015

26 e 27 de Setembro de 2015 BOLETIM 2015 26 e 27 de Setembro de 2015 A SECRETARÍA DE ESPORTE E LAZER DE PARAUAPEBAS, AEPA ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA E PARADESPORTIVA DO SUL E SUDESTE DO PARÁ E PROJETO JUDÔ SOLIDÁRIO, em cumprimento ao

Leia mais

REGULAMENTO DE FUTSAL

REGULAMENTO DE FUTSAL REGULAMENTO DE FUTSAL Capítulo I DAS FINALIDADES Art. 1º O campeonato de futsal masculino, é promovido como uma das modalidades dos VI JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, promovido e organizado pela AMB Associação

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO COMUNICADO PISTA 2013

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO COMUNICADO PISTA 2013 COMUNICADO PISTA 2013 Informações Gerais: - O uso de capacete rígido é obrigatório para todos os corredores dentro da pista e deve estar sempre abotoado, mesmo no aquecimento. - Os corredores não podem

Leia mais

9th Campeonato Mundial Master de Judô 2007 Brazil

9th Campeonato Mundial Master de Judô 2007 Brazil 9th Campeonato Mundial Master de Judô 2007 Brazil INFORMAÇÔES PARA A INSCRIÇÃO Ibirapuera Gymnasium Sao Paulo, Brazil 18 de junho - 24 de junho de 2007 Regulamento da Competição Serão aplicadas tas regras

Leia mais

A Proposta da IAAF 03. Campeonato para 13-15 anos de idade 03. Formato da Competição 04. Organização da Competição 05.

A Proposta da IAAF 03. Campeonato para 13-15 anos de idade 03. Formato da Competição 04. Organização da Competição 05. Índice: A Proposta da IAAF 03 Campeonato para 3-5 anos de idade 03 Formato da Competição 04 Organização da Competição 05 Resultados 06 Arbitragem necessária para o Evento 07 Preparação do Equipamento Necessário

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA Art. 1º O Torneio de Futebol Society tem por finalidade: A congregação dos graduandos, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem

Leia mais

REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 MODALIDADE: TÊNIS CAPÍTULO I

REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 MODALIDADE: TÊNIS CAPÍTULO I REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 MODALIDADE: TÊNIS CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º - O Torneio de Tênis tem por finalidade promover a integração dos colaboradores do Grupo FIAT através da atividade

Leia mais

Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014

Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014 Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014 I - DOS JOGOS Art.1 - A Olimpíada Especial UBM/PMBM tem por finalidade desenvolver o intercâmbio desportivo e social entre os atletas, professores

Leia mais

SKYRUNNING PORTUGAL. Candidaturas ao calendário de provas de Skyrunning em 2016. Introdução

SKYRUNNING PORTUGAL. Candidaturas ao calendário de provas de Skyrunning em 2016. Introdução Candidaturas ao calendário de provas de Skyrunning em 2016 Introdução Existem muitas corridas que utilizam a montanha como terreno de jogo. Contudo, nem todas dispõem de um espírito Skyrunning que é transmitido

Leia mais

COPA NORTE- NORDESTE DE REMO 2013

COPA NORTE- NORDESTE DE REMO 2013 BOLETIM INFORMATIVO N º3 22 de agosto de 2013 COPA NORTE- NORDESTE DE REMO 2013 1. LOCAL: Raia da Enseada dos Tainheiros Ribeira Salvador BA 2. DATA: 02 e 03 de novembro de 2013 3. ORGANIZAÇÃO: Federação

Leia mais

1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) Informações Gerais

1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) Informações Gerais 1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação de Badminton do Estado do Rio de Janeiro (FEBARJ) tem a honra de convidá-los para competir no Campeonato

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE KARATE 2015

REGULAMENTO DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE KARATE 2015 REGULAMENTO DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE KARATE 2015 Este regulamento tem por finalidade determinar as condições e os critérios gerais para a realização do Campeonato Brasileiro de Karate 2015, da Confederação

Leia mais

REGULAMENTO CAMPEONATO SUL BRASILEIRO MASTERS DE NATAÇÃO - 2013

REGULAMENTO CAMPEONATO SUL BRASILEIRO MASTERS DE NATAÇÃO - 2013 REGULAMENTO CAMPEONATO SUL BRASILEIRO MASTERS DE NATAÇÃO - 2013 Art. 1º - A Federação Gaúcha de Desportos Aquáticos - FGDA realizará, o Campeonato Sul Brasileiro Masters de Natação, nos dias 19 e 20 de

Leia mais

COPA BRASIL DE CLUBES 2007 PATINAÇÃO DE VELOCIDADE

COPA BRASIL DE CLUBES 2007 PATINAÇÃO DE VELOCIDADE COPA BRASIL DE CLUBES 2007 PATINAÇÃO DE VELOCIDADE OBJETIVO: Esta competição tem como objetivo, fomentar a Patinação de Velocidade no território Nacional. Para o ano de 2007, estão sendo programadas 5

Leia mais

XII CONCURSO DE MPB VOCAL

XII CONCURSO DE MPB VOCAL XIII MARATONA CULTURAL ACESC - 2011 www.acesc.org.br XII CONCURSO DE MPB VOCAL REGULAMENTO 1 - PARTICIPANTES Poderão participar do concurso, associados e seus dependentes dos clubes filiados a ACESC, a

Leia mais

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO Art. 1º - A organização da Taça Cidade São José de Futsal é de inteira responsabilidade da Prefeitura Municipal de São

Leia mais

III Torneio de Atletismo Master

III Torneio de Atletismo Master III Torneio de Atletismo Master GOVERNADOR VALADARES-MG 18 de Julho de 2015 Realização: AMAVA - Associação Master de Atletismo Vale do Aço Apoio: Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer de Governador

Leia mais

Campeonato Sul Americano Adulto e Jovem de Badminton 2015

Campeonato Sul Americano Adulto e Jovem de Badminton 2015 Campeonato Sul Americano Adulto e Jovem de Badminton 2015 A CONSUBAD (Confederação Sul Americana de Badminton), Confederação Brasileira de Badminton (CBBd) e a Badminton Federação Paranaense (BFP) tem

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO Objetivo: O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores

Leia mais

DESAFIO PORTO DIGITAL PARA SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES

DESAFIO PORTO DIGITAL PARA SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES DESAFIO PORTO DIGITAL PARA SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES Porto Digital Recife, Maio de 2011 1. OBJETIVOS O DESAFIO PORTO DIGITAL PARA SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES, promovido pelo Porto Digital, visa reconhecer

Leia mais

REGULAMENTO. XXX CAMPEONATO SUL BRASILEIRO MASTERS DE NATAÇÃO - 2011 Dias 08 e 09 de Outubro de 2010 Palhoça - SC

REGULAMENTO. XXX CAMPEONATO SUL BRASILEIRO MASTERS DE NATAÇÃO - 2011 Dias 08 e 09 de Outubro de 2010 Palhoça - SC REGULAMENTO XXX CAMPEONATO SUL BRASILEIRO MASTERS DE NATAÇÃO - 2011 Dias 08 e 09 de Outubro de 2010 Palhoça - SC Art. 1º - A Federação Aquática de Santa Catarina realizará o Campeonato acima descrito,

Leia mais

1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE BADMINTON RIO DE JANEIRO / RJ

1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE BADMINTON RIO DE JANEIRO / RJ 1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE BADMINTON RIO DE JANEIRO / RJ A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação de Badminton do Estado do Rio de Janeiro (FEBARJ) tem a honra de convidá-los para competir

Leia mais

A BICICLETA E O EQUIPAMENTO DO CICLISTA

A BICICLETA E O EQUIPAMENTO DO CICLISTA A BICICLETA E O EQUIPAMENTO DO CICLISTA NOVAS REGRAS DE POSICIONAMENTO PARA 2014 - Apenas a bike será verificada (Não é mais necessário o ciclista); - O ciclista estará livre para escolher uma das duas

Leia mais

REGULAMENTO PARA CAMPEONATO LUTAS NO ALTO E CHÃO KARATÊ - SHUBU-DO

REGULAMENTO PARA CAMPEONATO LUTAS NO ALTO E CHÃO KARATÊ - SHUBU-DO REGULAMENTO PARA CAMPEONATO LUTAS NO ALTO E CHÃO KARATÊ - SHUBU-DO Índice: 1º Objetivo 2º Finalidade 3º Área de competição 4º Uniforme 5º Sistema de competição 6º Tempo de combate 7º Infrações e desclassificações

Leia mais

Senior Fitness Test SFT

Senior Fitness Test SFT 1. Levantar e sentar na caira Senior Fitness Test SFT Objetivo: avaliar a força e resistência dos membros inferiores. Instrumentos: cronômetro, caira com encosto e sem braços, com altura assento aproximadamente

Leia mais

CÓDIGO DE PONTUAÇÃO DE MINI-TRAMPOLIM

CÓDIGO DE PONTUAÇÃO DE MINI-TRAMPOLIM CÓDIGO DE PONTUAÇÃO * * * * MINI-TRAMPOLIM 2001/2004 1 MINI-TRAMPOLIM A. REGRAS GERAIS 1. COMPETIÇÃO INDIVIDUAL 1.1. Uma competição de Mini-Trampolim consiste em três saltos (3 elementos técnicos). 1.1.1.

Leia mais

Petzl Rope Trip Series Brasil Regulamento 2014 Campeonato Internacional de Acesso por Corda e Resgate

Petzl Rope Trip Series Brasil Regulamento 2014 Campeonato Internacional de Acesso por Corda e Resgate Petzl Rope Trip Series Brasil Regulamento 2014 Campeonato Internacional de Acesso por Corda e Resgate A Spelaion, distribuidor exclusivo Petzl no Brasil, está organizando a competição de Acesso por Corda,

Leia mais

Sistema LigaMagic de Torneios

Sistema LigaMagic de Torneios Sistema LigaMagic de Torneios O Sistema LigaMagic de Torneios (www.ligamagic.com.br) tem como objetivo fortalecer as lojas e organizadores de Magic no Brasil. Para isto estamos criando um sistema de torneios

Leia mais

PARCERIA APEA/SP E APCEF/SP

PARCERIA APEA/SP E APCEF/SP PARCERIA APEA/SP E APCEF/SP DATA / LOCAL: 26 e 27/09/2015 / CECOM - APCEF/SP REGULAMENTO TÉCNICO TRUCO Art. 1º. O torneio de Truco do V JOGOS DOS APOSENTADOS, será realizado de acordo com as regras estabelecidas

Leia mais

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014 CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014 I. DA COMPETIÇÃO II. DA COORDENAÇÃO III. DAS FASES DA COMPETIÇÃO IV. DAS INSCRIÇÕES E PARTICIPAÇÕES V. DA PREMIAÇÃO VI. DA ARBITRAGEM VII. DA IDENTIFICAÇÃO VIII.

Leia mais

REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014

REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014 REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014 Curitiba, Fevereiro de 2014 Sumário 1. O PRÊMIO... 3 2. OBJETIVOS... 4 3. CATEGORIAS DE PREMIAÇÃO... 5 4. ETAPAS DE AVALIAÇÃO... 5 5. PREMIAÇÃO... 5 6. PARTICIPAÇÃO/INSCRIÇÃO...

Leia mais

Art. 3º - Os Campeonatos são disputados anualmente, podendo ser realizados em várias etapas.

Art. 3º - Os Campeonatos são disputados anualmente, podendo ser realizados em várias etapas. Art. 1º - Os CAMPEONATOS ESTADUAIS CAIXA DE ATLETISMO MIRIM têm por propósito básico a integração estadual, a difusão do Atletismo e a verificação do desenvolvimento de seu estágio técnico nos diversos

Leia mais

RELATÓRIO INFORMATIVO

RELATÓRIO INFORMATIVO RELATÓRIO INFORMATIVO 46º Campeonato Brasileiro de Fisiculturismo e Fitness 2ª etapa 31 de Julho a 02 de Agosto 2015 Brasília/DF - Brasil BOAS VINDAS A Confederação Brasileira de Musculação, Fisiculturismo

Leia mais

DA FINALIDADE: Homens só poderão substituir homens e mulheres só poderão substituir mulheres.

DA FINALIDADE: Homens só poderão substituir homens e mulheres só poderão substituir mulheres. DA FINALIDADE: Art. 1º - Os JOGOS DE VERÃO ARCO SPM 2013 MODALIDADE VOLEIBOL 4X4, tem como finalidade principal, promover o congraçamento das equipes e o aumento da adesão à prática de exercícios físicos

Leia mais

Campeonato Estadual de Verão - Infantil a Sênior 2013 Regulamento

Campeonato Estadual de Verão - Infantil a Sênior 2013 Regulamento Campeonato Estadual de Verão - Infantil a Sênior 2013 Regulamento 29 e 30 de novembro de 2013. Local : Piscina de 50m do Parque Aquático do Grêmio Náutico União ( GNU ), localizado na Rua Quintino Bocaiúva,

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO - 2014 GINÁSTICA RÍTMICA TORNEIO NACIONAL

REGULAMENTO TÉCNICO - 2014 GINÁSTICA RÍTMICA TORNEIO NACIONAL REGULAMENTO TÉCNICO - 2014 GINÁSTICA RÍTMICA TORNEIO NACIONAL 1) GENERALIDADES 1.1 É aberta a participação no TNGR a qualquer entidade filiada às Federações, ou não filiada (não federada). 1.2 Nos estados

Leia mais

1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP)

1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP) 1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP) A Confederação Brasileira de Badminton, a Federação de Badminton do Estado de São Paulo (FEBASP) e a Sociedade Hípica de Campinas tem a honra de convidá-los para competir

Leia mais

Minas Olímpica/ Jogos de Minas 2015

Minas Olímpica/ Jogos de Minas 2015 Minas Olímpica/ Jogos de Minas 2015 Regulamento Específico Ciclismo Art. 1º - A competição de ciclismo do Minas Olímpica/Jogos de Minas obedecerá as regras da Confederação Brasileira de Ciclismo e Federação

Leia mais

CÓDIGO DE INDUMENTÁRIA

CÓDIGO DE INDUMENTÁRIA CÓDIGO DE INDUMENTÁRIA Estas regras são válidas para todos os eventos autorizados ou sob a tutela da APPDSI A APPDSI reserva-se o direito de impor regras adicionais ou permitir exceções em eventos específicos.

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO ACADÊMICO POPAI BRASIL

REGULAMENTO DO PRÊMIO ACADÊMICO POPAI BRASIL 1 REGULAMENTO DO PRÊMIO ACADÊMICO POPAI BRASIL 1 -O PRÊMIO ACADÊMICO POPAI BRASIL 2012 O PRÊMIO POPAI BRASIL é a edição nacional da única premiação criada para reconhecer os mais originais e eficazes materiais

Leia mais

REGULAMENTO GERAL 2 JOGOS DO IFRS JOGOS DE INTEGRAÇÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E FINALIDADES

REGULAMENTO GERAL 2 JOGOS DO IFRS JOGOS DE INTEGRAÇÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E FINALIDADES 2015 REGULAMENTO GERAL 2 JOGOS DO IFRS JOGOS DE INTEGRAÇÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E FINALIDADES Art.1º Os 2º Jogos do IFRS JOGOS DE INTEGRAÇÃO têm por objetivo proporcionar momentos de

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE KARATÊ - 2015

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE KARATÊ - 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE KARATÊ - 2015 Art. 1º - As competições serão regidas pelas Regras Oficiais emanadas pela FEKAEN (Federação Estadual de Karatê Amigos da Escola Norte Riograndense), OMAM BRASIL

Leia mais

Regulamento da Categoria: FILM CRAFT

Regulamento da Categoria: FILM CRAFT Regulamento da Categoria: FILM CRAFT Geral A razão do Festival O WAVE FESTIVAL tem por objetivo oferecer aos profissionais e empresários da indústria da comunicação à oportunidade de promover seus trabalhos

Leia mais

APOSTILA DE VOLEIBOL

APOSTILA DE VOLEIBOL APOSTILA DE VOLEIBOL O voleibol é praticado em uma quadra retangular dividida ao meio por uma rede que impede o contato corporal entre os adversários. A disputa é entre duas equipes compostas por seis

Leia mais

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL 1 2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL Disposições Preliminares 1 O Campeonato de Futsal da Associação Atlético Cultural Painco de 2010 será dirigido pelo Departamento

Leia mais

AFC OPEN www.afcmma.com.br/afcopen

AFC OPEN www.afcmma.com.br/afcopen AFC OPEN www.afcmma.com.br/afcopen Ginásio de Esporte Roberto Polatti - Bairro Antônio Zanaga. Cidade de Americana-SP - 28 de Junho Apoio Associação Americanense de Esporte de Contato Cronograma Pesagem

Leia mais

Boneca de Papel Elsa. Braço direito. Braço esquerdo. Peito. Tronco. Costas. Saia. Flocos de neve. Cortar Cortar. Cortar. Cortar.

Boneca de Papel Elsa. Braço direito. Braço esquerdo. Peito. Tronco. Costas. Saia. Flocos de neve. Cortar Cortar. Cortar. Cortar. Boneca de Papel lsa Braço direito F G Braço esquerdo Tronco Costas Peito M N B C Flocos de neve Saia disneybabble.com.br 1/5 Boneca de Papel lsa 1 mprima o modelo em papel sulfite e cole-o em cartolina,

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO POR MODALIDADE

REGULAMENTO ESPECÍFICO POR MODALIDADE REGULAMENTO ESPECÍFICO POR MODALIDADE Regulamento Específico por Modalidade 1 FESTIVAL/COMPETIÇÃO DE GINÁSTICA ARTÍSTICA E GINÁSTICA RÍTMICA DO G.D.V Ginástica Artística: Feminino Objetivo Estimular a

Leia mais

Confederação Brasileira de Futebol

Confederação Brasileira de Futebol Confederação Brasileira de Futebol Diretoria de Competições Regulamento Específico da Competição Copa do Nordeste 2015 1 SUMÁRIO DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO... 4 CAPÍTULO

Leia mais

2º COPA CIDADE DE VOTUPORANGA DE JUDÔ

2º COPA CIDADE DE VOTUPORANGA DE JUDÔ 2º COPA CIDADE DE VOTUPORANGA DE JUDÔ CONVITE O DOJÔ CENTRO DE TREINAMENTO DE LUTAS com parceria com a PREFEITURA MUNICIPAL DE VOTUPORANGA têm a grata satisfação de convidar esta conceituada Entidade Associação

Leia mais

Está vedada a participação das empresas e instituições que tenham sido vencedoras regionais e nacionais no Prêmio FINEP de Inovação 2009.

Está vedada a participação das empresas e instituições que tenham sido vencedoras regionais e nacionais no Prêmio FINEP de Inovação 2009. Regulamento O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores brasileiros, desenvolvidos

Leia mais

PARTICIPARÃO 30 CLUBES

PARTICIPARÃO 30 CLUBES LIGA PARASOCCER PARTICIPARÃO 30 CLUBES Critérios estabelecidos: PÁGINA E AGENDA 2014 COMPLETA FORMATO DA COMPETIÇÃO - Os clubes serão divididos em dois grupos de 15 (quinze) Grupo A e Grupo B (ficarão

Leia mais

CASO A ETAPA SEJA CANCELADA PELOS MOTIVOS CITADOS A CIMA, NÃO HAVERA UMA NOVA DATA PARA A MESMA. NESTE CASO, TODOS RECEBERAM O MESMO TEMPO.

CASO A ETAPA SEJA CANCELADA PELOS MOTIVOS CITADOS A CIMA, NÃO HAVERA UMA NOVA DATA PARA A MESMA. NESTE CASO, TODOS RECEBERAM O MESMO TEMPO. Regulamento CATEGORIAS: M E F CAMISA ROSA (LIDÉR GERAL). CAMISA BRANCA DE BOLINHAS (REI DA MONTANHA). CAMISA VERDE (LIDÉR DO SPRINTER). CAMISA VERMELHA (PROFESSOR). CAMISA AMARELA (CATEGORIA SOLO) A ORGANIZAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO BASQUETE 2009

REGULAMENTO BASQUETE 2009 REGULAMENTO BASQUETE 2009 Organização: Fórum das Associações dos Servidores das Agências Reguladoras Patrocínio: DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO BASQUETE - 2009 Art.01 - Este regulamento é o conjunto

Leia mais

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário 2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário da Universidade Federal de Goiás CATEGORIA 1 EMPREENDEDORISMO DE NEGÓCIOS Agosto de 2015 REGULAMENTO CATEGORIA 1 EMPREENDEDORISMO DE NEGOCIOS 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

OPEN BRASIL CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO

OPEN BRASIL CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO OPEN BRASIL CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO GRAND PRIX DE ATLETISMO DO IPC 2014 22 a 27 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS 1. Comitê Organizador Local Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) 1.1.

Leia mais

REGULAMENTO DO ARRASTÃO DA SOLIDARIEDADE DE MINAS GERAIS 2014 GRANDE CAPÍTULO DO ESTADO DE MINAS GERAIS

REGULAMENTO DO ARRASTÃO DA SOLIDARIEDADE DE MINAS GERAIS 2014 GRANDE CAPÍTULO DO ESTADO DE MINAS GERAIS REGULAMENTO DO ARRASTÃO DA SOLIDARIEDADE DE MINAS GERAIS 2014 GRANDE CAPÍTULO DO ESTADO DE MINAS GERAIS CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares. Art. 1º Este edital trata do Arrastão Estadual da Solidariedade

Leia mais

1. A ROLAND BRASIL IMPORTAÇÃO, EXPORTAÇÃO, COMÉRCIO, REPRESENTAÇÃO E SERVIÇOS

1. A ROLAND BRASIL IMPORTAÇÃO, EXPORTAÇÃO, COMÉRCIO, REPRESENTAÇÃO E SERVIÇOS 1º V-ACCORDION FESTIVAL REGULAMENTO 1.CONSIDERAÇÕES GERAIS 1. A ROLAND BRASIL IMPORTAÇÃO, EXPORTAÇÃO, COMÉRCIO, REPRESENTAÇÃO E SERVIÇOS LTDA, COM SEDE NA RUA SAN JOSÉ, 780 SALA A PQ. INDUSTRIAL SAN JOSÉ

Leia mais

ANEXO I REGRAS DO JOGO SEMÁFORO

ANEXO I REGRAS DO JOGO SEMÁFORO Regulamento Disposições gerais 1. O Campeonato de Jogos Matemáticos Braga2015 é uma competição dirigida aos estudantes do 3º ciclo do ensino básico e do ensino secundário da região de Braga estruturada

Leia mais

Relaxar a musculatura dos braços. Entrelace os dedos de ambas as mãos com suas palmas para cima e levante os braços por 10 segundos.

Relaxar a musculatura dos braços. Entrelace os dedos de ambas as mãos com suas palmas para cima e levante os braços por 10 segundos. por Christian Haensell A flexibilidade do corpo e das juntas é controlada por vários fatores: estrutura óssea, massa muscular, tendões, ligamentos, e patologias (deformações, artroses, artrites, acidentes,

Leia mais

O Júri da Competição será formado pelo Controlador COLPAR, Diretor do Campeonato, Juiz Chefe e Chefes de Delegação estrangeira presente;

O Júri da Competição será formado pelo Controlador COLPAR, Diretor do Campeonato, Juiz Chefe e Chefes de Delegação estrangeira presente; 1. FINALIDA E DATA Regulamentar as atividades a serem desenvolvidas para e no Campeonato Brasileiro de Pilotagem de Velames 2015, que será realizado no Centro Nacional de Pára-quedismo, cidade de Boituva,

Leia mais

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas.

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: REGULAMENTO Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

Cuidados Posturais. Prof Paulo Fernando Mesquita Junior

Cuidados Posturais. Prof Paulo Fernando Mesquita Junior Cuidados Posturais Prof Paulo Fernando Mesquita Junior Vídeo: Cuidados_posturais_Dr.MiguelMastropaulo A postura correta Considera-se uma boa postura aquela condição em que o alinhamento corporal proporciona

Leia mais

A B R A M 1 3 º T RO F É U B R A S I L DE AT L E T I S M O M A S T E R BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS 4 7 D E J U N H O D E 2 0 1 5

A B R A M 1 3 º T RO F É U B R A S I L DE AT L E T I S M O M A S T E R BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS 4 7 D E J U N H O D E 2 0 1 5 A B R A M A S S O C I A Ç Ã O B R A S I L E I R A D E A T L E T I S M O M A S T E R REGULAMENTO 1 3 º T RO F É U B R A S I L DE AT L E T I S M O M A S T E R 4 7 D E J U N H O D E 2 0 1 5 BELO HORIZONTE

Leia mais

TORNEIO INTERNACIONAL DE GINÁSTICA ACROBÁTICA DE LISBOA. Lisboa. Portugal DIRETRIZES 30-31 ORGANIZAÇÃO APOIO

TORNEIO INTERNACIONAL DE GINÁSTICA ACROBÁTICA DE LISBOA. Lisboa. Portugal DIRETRIZES 30-31 ORGANIZAÇÃO APOIO TORNEIO INTERNACIONAL DE GINÁSTICA ACROBÁTICA DE LISBOA Lisboa DIRETRIZES Portugal 30-31 APOIO ORGANIZAÇÃO Maio 2015 1. Introdução O Ginásio Clube Português como Clube de referência nacional na Ginástica

Leia mais

Regulamento e datas importantes da Categoria JÚNIOR 9º ano

Regulamento e datas importantes da Categoria JÚNIOR 9º ano Regulamento e datas importantes da Categoria JÚNIOR 9º ano Datas Importantes JÚNIOR 1º ELIMINATÓRIA (9º ano) 04-Fev-15 Envio testes e Folhas de Resposta por EMAIL ao Diretor do Agrupamento ou Director

Leia mais

TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição

TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição Art. 1º - Art. 2º - Art. 3º - O Troféu Brasil de Atletismo é uma competição realizada anualmente que têm por propósito básico a difusão do Atletismo e a verificação

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas.

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. REGULAMENTO GERAL CAPITULO 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. ARTIGO II: Da Cerimônia de

Leia mais

TESTES DE APTIDÃO FÍSICA A SEREM REALIZADOS PELO SESI

TESTES DE APTIDÃO FÍSICA A SEREM REALIZADOS PELO SESI TESTES DE APTIDÃO FÍSICA A SEREM REALIZADOS PELO SESI 1 DOS TESTES 1.1 Os Testes de Aptidão Física, de caráter eliminatório, serão aplicados no dia e horários indicados no telegrama de convocação, individualmente

Leia mais

REGULAMENTO DO FITNESS / HIP HOP CHALLENGE TOUR

REGULAMENTO DO FITNESS / HIP HOP CHALLENGE TOUR REGULAMENTO DO FITNESS / HIP HOP CHALLENGE TOUR 2007 2008 1/6 INDICE INDICE... 1 INTRODUÇÃO... 2 1. OBJECTIVOS... 2 2. CRITÉRIOS DE PARTICIPAÇÃO... 2 3. COMPETIÇÕES... 3 3.1 Challenge... 3 3.2. Challenge

Leia mais

VI Ranking do Cavalo Árabe - 2012

VI Ranking do Cavalo Árabe - 2012 VI Ranking do Cavalo Árabe - 2012 Apresentação e Objetivos ABCCA Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe instituem e realizam o VI Ranking do Cavalo Árabe de Hipismo nas modalidades Salto e

Leia mais

Regras II Extreme Cyber Fight - Campeonato Interno de Robôs Autônomos -

Regras II Extreme Cyber Fight - Campeonato Interno de Robôs Autônomos - Regras II Extreme Cyber Fight - Campeonato Interno de Robôs Autônomos - INDICE 1. A luta... 3 2. Especificações da Arena... 4 3. Exigências para o robô... 4 4.Itens não permitidos na construção do robô...

Leia mais

DISCIPLINA. Regulamento Geral

DISCIPLINA. Regulamento Geral REGULAMENTO GERAL ENSINA-ME A SER OBEDIENTE ÀS REGRAS DO JOGO ENSINA-ME A NÃO PROFERIR NEM RECEBER ELOGIO IMERECIDO ENSINA-ME A GANHAR, SE ME FOR POSSÍVEL MAS, SE EU PERDER, ACIMA DE TUDO ENSINA-ME A PERDER

Leia mais

REGULAMENTO GERAL PARA O ANO DE 2015

REGULAMENTO GERAL PARA O ANO DE 2015 1. TRANSFERÊNCIAS DE ATLETAS REGULAMENTO GERAL PARA O ANO DE 2015 1.1. A transferência de atletas entre a FPBOL e demais Federações do país deverá ser por meio de formulário de solicitação de Transferência,

Leia mais

Regulamento da Prova Funcional do Mangalarga Marchador

Regulamento da Prova Funcional do Mangalarga Marchador Regulamento da Prova Funcional do Mangalarga Marchador Art. 1º - A Prova Funcional do Mangalarga Marchador é uma prova técnica e ao cronômetro, reconhecida oficialmente pela ABCCMM, sendo composta por

Leia mais

São Paulo, 12 de janeiro de 2015

São Paulo, 12 de janeiro de 2015 Artigo 1º - DO OBJETIVO 1.1) O Prêmio Excelência em Gestão de Saúde e Segurança do Trabalho tem por objetivo o reconhecimento das empresas que comprovaram adotar, de maneira ampla e continuada, ações,

Leia mais

Federação Paulista de Ginástica

Federação Paulista de Ginástica TROFÉU SÃO PAULO 2014 GINÁSTICA ARTÍSTICA FEMININA REGULAMENTO GERAL OBJETIVOS: Difundir a modalidade Ginástica Artística, incentivando sua prática em diversas faixas etárias e níveis de habilidade - visando

Leia mais

Regulamento. Maratona Nacional Chemtech de Engenharia 2012

Regulamento. Maratona Nacional Chemtech de Engenharia 2012 Regulamento Maratona Nacional Chemtech de Engenharia 2012 Seção I - Dos Objetivos 1. Incentivar e apoiar as faculdades de Engenharia do Brasil que se dediquem ao ensino e pesquisa de disciplinas básicas

Leia mais