Programa de Nível de Serviço do Ariba Cloud Services. Garantia de Acesso ao Serviço Segurança Diversos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa de Nível de Serviço do Ariba Cloud Services. Garantia de Acesso ao Serviço Segurança Diversos"

Transcrição

1 Programa de Nível de Serviço do Ariba Cloud Services Garantia de Acesso ao Serviço Segurança Diversos 1. Garantia de Acesso ao Serviço a. Aplicabilidade. A Garantia de Acesso ao Serviço cobre a Solução aplicável. "Solução" ou "Serviço" significa e inclui os produtos a seguir, se contratados e pagos pelo Cliente (ou "Você"), conforme identificação em um contrato entre Você e a Ariba ou outra empresa SAP, e o data center aplicável que o Cliente utiliza para acessar os Serviços listados aqui: "SAP" significa a empresa SAP com a qual Você contratou o Serviço. b. Garantia. i. Porcentagem. O Serviço poderá ser acessado 99,5% do tempo, sete dias por semana, 24 horas por dia, conforme calculado em um mês de calendário (a "Garantia de Acesso ao Serviço"). A Garantia de Acesso ao Serviço de 99,5% corresponde a (= 0,995 X 60 X 24 X 365) minutos de disponibilidade por ano. ii. Recurso para não conformidade. Se o Serviço falhar no cumprimento da Garantia de Acesso ao Serviço, a SAP emitirá para a conta do Cliente o número Total de Unidades de Crédito resultante da aplicação da fórmula abaixo. O Cliente poderá usar as Unidades de Crédito em compras futuras de Serviços da SAP. (A) Cálculo. O número Total de Unidades de Crédito é calculado da seguinte forma: Total de Unidades de Crédito = [Período de Inacessibilidade (em minutos arredondados para mais)] X Taxas de Assinatura Anuais Proporcionais por Minuto efetivamente pagas (para a Solução individual aplicável). "Período de Inacessibilidade" significa o período durante o qual o Serviço deixou de cumprir a Garantia de Acesso ao Serviço. Somente uma inacessibilidade ocorrida no data center utilizado pelo Cliente em relação a seu(s) produto(s) assinado(s) será contada no cálculo do Período de Inacessibilidade. "Unidade de Crédito". Uma Unidade de Crédito é uma representação de uma unidade de moeda, na mesma moeda utilizada pelo Cliente para pagar a SAP pela Solução aplicável, como euros, dólares americanos ou outra moeda. Uma Unidade de

2 Crédito é igual a uma unidade de moeda. Por exemplo, se o Cliente pagou em dólares americanos, uma Unidade de Crédito será igual a US$ 1,00. "Período Anualizado" significa um período de doze meses a partir da data de aniversário da assinatura da Solução aplicável pelo Cliente. Por exemplo, se o Cliente contratar uma assinatura de dois anos para um Serviço com início em 1º de janeiro de 2015, os dois Períodos Anualizados serão (a) de 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2015 e (b) de 1º de janeiro de 2016 a 31 de dezembro de "Taxa de Assinatura Anual Proporcional por Minuto" significa o valor que o Cliente efetivamente pagou à SAP pelo Serviço aplicável, correspondente ao Período Anualizado aplicável dividido por (= 60 X 24 X 365) minutos em um ano. Nota: se o Cliente licenciou determinados produtos de software da Ariba antes de dezembro de 2006 e estiver usando o Ariba Network como Serviços Básicos como parte das Taxas de Serviços de Suporte Técnico, essas Taxas de Serviços de Suporte Técnico serão usadas para calcular a Taxa de Assinatura Anual. c. Indisponibilidade programada. Quando necessário, a SAP programará períodos de indisponibilidade para manutenção de rotina ou atualizações de sistema ("Indisponibilidade Programada") para a Solução. A SAP se esforçará de forma comercialmente razoável para programar a manutenção e as atualizações de sistema fora dos períodos de pico de tráfego. Geralmente, essas manutenções ou atualizações de sistema são programadas para ocorrer aos sábados, das 8h00 às 20h00, horário do Pacífico ("Janela de Manutenção"). A SAP reserva-se o direito de prolongar ou alterar o horário da Janela de Manutenção. A SAP se esforçará de forma comercialmente razoável para notificar os Clientes com pelo menos 72 horas de antecedência sobre a ocorrência de uma Indisponibilidade Programada. d. Exclusões. Para o cálculo do Período de Inacessibilidade, não se aplica o seguinte: (i) Indisponibilidade Programada para a qual o Cliente tenha sido notificado com pelo menos um dia útil de antecedência; (ii) inacessibilidade não causada pela SAP (como falhas causadas por fatores que não estão sob o controle direto da SAP, por exemplo, falhas causadas por equipamentos ou software sob o controle de terceiros) e (iii) inacessibilidade causada por solicitação do Cliente ou aprovada antecipadamente pelo Cliente. O Cliente será exclusivamente responsável pela manutenção do controle adequado sobre as transmissões de Dados do Cliente para o Serviço, pelo monitoramento dessas transmissões e por notificar a SAP sobre qualquer falha de acesso ao Serviço em até 5 (cinco) dias após ocorrência de qualquer evento dessa natureza. O Cliente será exclusivamente responsável pela definição de parâmetros de processamento e transmissão de dados aplicáveis e pela inspeção de todos os dados inseridos e obtidos para verificar sua precisão e integridade.

3 2. Elementos de segurança O Serviço contém os seguintes elementos de segurança: a. Segurança física. O Serviço está sob o controle da SAP ou está localizado em instalações externas seguras de terceiros. O acesso ao hardware, software e outros elementos que compõem o Serviço está limitado ao pessoal autorizado. A SAP utiliza servidores com recursos redundantes para obter o máximo de acessibilidade. b. Recuperação de desastres. O Serviço utiliza um plano de recuperação de desastres para permitir que a SAP cumpra a Garantia de Acesso ao Serviço estabelecida neste Programa de Nível de Serviço. c. Segurança de dados. As transações efetuadas usando o Serviço são armazenadas inicialmente em um banco de dados para evitar perdas. Todos os Dados do Cliente residentes nos sistemas são copiados em backups diários. Os backups são armazenados externamente em um local seguro de terceiros. Os backups incluem as informações de registro e da conta do Cliente. O Serviço recebe manutenção preventiva periódica. Essa manutenção preventiva é programada para horários fora dos períodos de pico de tráfego. Conforme aplicável, as filas de transações ficam em espera durante a manutenção, e seu processamento é retomado após o término da manutenção. Apenas as organizações envolvidas em uma Transação têm permissão para ver essa Transação, exceto na medida em que a SAP atenda a uma solicitação de depuração de um problema técnico e precise acessar um documento da Transação. Conforme aplicável [1], o Serviço executa cópias redundantes de todos os subsistemas de software essenciais relacionados ao encaminhamento da Transação. Essa redundância ativa o fail over para minimizar a interrupção do Serviço caso ocorra um erro. d. Segurança do serviço. A SAP implementa software, hardware e técnicas de segurança comercialmente disponíveis para minimizar e evitar o uso não autorizado da Solução. Essas medidas incluem firewalls, ferramentas de software de detecção de invasões e uso monitorado da Solução. O Serviço também executa a autenticação de sessões interativas de usuários. Para aumentar a segurança, o Serviço usa HTTPS, que é o HTTP sobre SSL (Secure Sockets Layer). O protocolo de segurança SSL oferece criptografia de dados, autenticação de servidores, integridade de mensagens e autenticação opcional de clientes para conexões TCP/IP. Os servidores da web da Solução utilizam um certificado digital de servidor para permitir conexões SSL.

4 e. Verificação por auditor. No que diz respeito aos data centers da SAP que hospedam os Serviços com vigência a partir da data do presente documento, os compromissos do Serviço são auditados pelo menos uma vez por ano por um auditor terceirizado reconhecido para verificar o desempenho da SAP em relação a esses compromissos com a Segurança. Consulte o selo WebTrust concedido à Ariba como unidade da SAP. No que diz respeito a novos data centers futuros de rede que venham a hospedar os Serviços, a SAP os incluirá no escopo da próxima auditoria programada. 3. Diversos a. Integridade do serviço. O Cliente concorda em: (i) não utilizar qualquer dispositivo, software ou técnica para interferir ou tentar interferir no funcionamento adequado da Solução; (ii) não publicar ou enviar ao Serviço nada que contenha vírus, erro, cancelbot, worm, cavalo de Troia ou outros itens prejudiciais; (iii) não executar nenhuma ação que imponha uma carga não razoável ou desproporcionalmente grande sobre o Serviço de tal modo que os outros usuários sejam afetados adversamente e (iv) não utilizar qualquer dispositivo ou tecnologia para efetuar tentativas repetidas automáticas de acesso às partes do Serviço protegidas por senha para as quais o Cliente não tenha uma senha válida emitida pela Ariba ou SAP para o Cliente. O Cliente não pode permitir que nenhum terceiro use a senha do Cliente sem o consentimento prévio por escrito da SAP. O Cliente também entende que a SAP não pode garantir e não garante que arquivos ou software que não sejam da SAP, de qualquer tipo ou de qualquer outra origem, disponíveis para download por meio da Solução, estejam livres de infecção ou vírus, worms, cavalos de Troia ou outro código ou defeitos que manifestem propriedades contaminantes ou destrutivas. O Cliente reconhece que a SAP tem o direito, mas não a obrigação, de tomar medidas relacionadas ao uso do Serviço (incluindo, entre outras, a remoção de conteúdo ou a negativa de direcionar determinados dados) se a SAP tiver motivos razoáveis para acreditar que essas ações são necessárias para cumprir a lei. b. Para a conveniência de nossos clientes globais, este documento pode ser traduzido para vários idiomas. Lembre-se de que, em caso de ambiguidade criada por essas traduções, prevalecerá a substância da versão em inglês. c. EXCETO PELA GARANTIA EXPLÍCITA DE ACESSO AO SERVIÇO ESTABELECIDA NESTA SEÇÃO 1, ESTE DOCUMENTO (I) NÃO GERA NENHUMA OUTRA DECLARAÇÃO OU GARANTIA RELACIONADA À

5 DISPONIBILIDADE, ACESSIBILIDADE OU USABILIDADE DA SOLUÇÃO E (II) NÃO DIMINUI, ALTERA OU NEGA QUALQUER OUTRA GARANTIA EXPLÍCITA DE QUALQUER CONTRATO ASSINADO ENTRE AS PARTES. Os recursos estabelecidos na Seção 1 são os únicos e exclusivos recursos do Cliente, e a única responsabilidade da SAP, em caso de falhas no cumprimento das garantias estabelecidas na seção 1 acima. [1] Se você usar um produto OnPremise da Ariba e comprar Serviços de Hospedagem da Ariba ou da SAP para hospedar uma implementação distinta dedicada a você, então essa sentença não se aplicará se a Ariba/SAP executar essa hospedagem por meio da subcontratada da SAP, a AT&T. Em vez disso, a hospedagem da AT&T não executa cópias redundantes de todos os subsistemas essenciais de software, mas o Serviço ainda será executado dentro da porcentagem de Garantia de Acesso ao Serviço. Para a maioria dos clientes que recebem esses tipos de Serviços de Hospedagem, a AT&T não é utilizada. SLP 1º de março de 2014

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais

Descrição de Serviço. IBM Managed Security Services para Web Security. 1. Escopo dos Serviços. 2. Definições. 3. MSS para Web Security

Descrição de Serviço. IBM Managed Security Services para Web Security. 1. Escopo dos Serviços. 2. Definições. 3. MSS para Web Security Descrição de Serviço IBM Managed Security Services para Web Security 1. Escopo dos Serviços O IBM Managed Security Services para Web Security ( MSS para Web Security ) pode incluir: a. Serviços de Antivírus

Leia mais

ADENDO DE ACESSO À DEMONSTRAÇÃO DE CLOUD SERVICES DA ORACLE AO CONTRATO DA ORACLE PARTNERNETWORK

ADENDO DE ACESSO À DEMONSTRAÇÃO DE CLOUD SERVICES DA ORACLE AO CONTRATO DA ORACLE PARTNERNETWORK ROLE E LEIA ATENTAMENTE TODOS OS SEGUINTES TERMOS A SEGUIR ATÉ O FIM. ESTE DOCUMENTO É UM ADENDO AOS TERMOS DO CONTRATO DA ORACLE PARTNERNETWORK ENTRE VOCÊ E A ORACLE, E É UM CONTRATO LEGAL DEFININDO OS

Leia mais

Segurança Internet. Fernando Albuquerque. fernando@cic.unb.br www.cic.unb.br/docentes/fernando (061) 273-3589

Segurança Internet. Fernando Albuquerque. fernando@cic.unb.br www.cic.unb.br/docentes/fernando (061) 273-3589 Segurança Internet Fernando Albuquerque fernando@cic.unb.br www.cic.unb.br/docentes/fernando (061) 273-3589 Tópicos Introdução Autenticação Controle da configuração Registro dos acessos Firewalls Backups

Leia mais

Serviços Remotos Xerox Um passo na direção certa

Serviços Remotos Xerox Um passo na direção certa Serviços Remotos Xerox Um passo na direção certa Diagnóstico de problemas Avaliação dos dados da máquina Pesquisa de defeitos Segurança garantida do cliente 701P41699 Visão geral dos Serviços Remotos Sobre

Leia mais

Visão geral do printeract, Serviços Remotos Xerox

Visão geral do printeract, Serviços Remotos Xerox Visão geral do printeract, Serviços Remotos Xerox 701P28680 Visão geral do printeract, Serviços Remotos Xerox Um passo na direção certa Diagnósticos de problemas Avaliação dos dados da máquina Pesquisa

Leia mais

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales Firewall Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales O que é Firewall? Firewall pode ser definido como uma barreira de proteção, que controla o tráfego de dados entre seu computador e a Internet (ou entre a

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA CLICKSIGN

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA CLICKSIGN Data efetiva: 14 de abril de 2014. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA CLICKSIGN Estas Especificações Técnicas contém informações sobre procedimentos operacionais e de segurança do Site, bem como sobre suas responsabilidades

Leia mais

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Agenda Segurança o que é? Informação o que é? E Segurança da Informação? Segurança da Informação na UFBA

Leia mais

Que informações nós coletamos, e de que maneira?

Que informações nós coletamos, e de que maneira? Política de Privacidade Vivertz Esta é a política de privacidade da Affinion International Serviços de Fidelidade e Corretora de Seguros Ltda que dispõe as práticas de proteção à privacidade do serviço

Leia mais

Requisitos de proteção de dados do fornecedor Critérios de avaliação

Requisitos de proteção de dados do fornecedor Critérios de avaliação Requisitos de proteção de dados do fornecedor Critérios de avaliação Aplicabilidade Os requisitos de proteção de dados do fornecedor da (DPR) são aplicáveis a todos os fornecedores da que coletam, usam,

Leia mais

TEORIA GERAL DE SISTEMAS

TEORIA GERAL DE SISTEMAS TEORIA GERAL DE SISTEMAS Vulnerabilidade dos sistemas e uso indevido Vulnerabilidade do software Softwares comerciais contém falhas que criam vulnerabilidades na segurança Bugs escondidos (defeitos no

Leia mais

FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Revisado em agosto de 2010

FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Revisado em agosto de 2010 FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Revisado em agosto de 2010 A. Propósito O propósito desta Política de Uso da Tecnologia da Informação ("Política") é oferecer diretrizes

Leia mais

Termos de Licença de Software da Microsoft para:

Termos de Licença de Software da Microsoft para: Termos de Licença de Software da Microsoft para: Windows Embedded For Point of Service 1.0 Estes termos de licença são um acordo entre você e a [OEM]. Por favor, leia-os. Eles aplicam-se ao software incluído

Leia mais

Manual do Usuário do Nokia Mail for Exchange 2.9

Manual do Usuário do Nokia Mail for Exchange 2.9 Manual do Usuário do Nokia Mail for Exchange 2.9 2009 Nokia. Todos os direitos reservados. Nokia e Nokia Connecting People são marcas comerciais ou marcas registradas da Nokia Corporation. Outros nomes

Leia mais

Ricardo Campos [ h t t p : / / w w w. c c c. i p t. p t / ~ r i c a r d o ] Segurança em Redes. Segurança em Redes

Ricardo Campos [ h t t p : / / w w w. c c c. i p t. p t / ~ r i c a r d o ] Segurança em Redes. Segurança em Redes Autoria Esta apresentação foi desenvolvida por Ricardo Campos, docente do Instituto Politécnico de Tomar. Encontra-se disponível na página web do autor no link Publications ao abrigo da seguinte licença:

Leia mais

SEGURANÇA E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SEGURANÇA E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SEGURANÇA E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 OBJETIVOS 1. Por que sistemas de informação são tão vulneráveis a destruição, erro, uso indevido e problemas de qualidade de sistemas? 2. Que tipos de controles

Leia mais

Manual do Usuário do Nokia Mail for Exchange 3.0

Manual do Usuário do Nokia Mail for Exchange 3.0 Manual do Usuário do Nokia Mail for Exchange 3.0 2009 Nokia. Todos os direitos reservados. Nokia e Nokia Connecting People são marcas comerciais ou marcas registradas da Nokia Corporation. Outros nomes

Leia mais

Processo para transformar a mensagem original em uma mensagem ilegível por parte de uma pessoa não autorizada

Processo para transformar a mensagem original em uma mensagem ilegível por parte de uma pessoa não autorizada Criptografia Processo para transformar a mensagem original em uma mensagem ilegível por parte de uma pessoa não autorizada Criptografia Onde pode ser usada? Arquivos de um Computador Internet Backups Redes

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Segurança na Internet Aula 4. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Segurança na Internet Aula 4. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Segurança na Internet Aula 4 Profa. Rosemary Melo Segurança na Internet A evolução da internet veio acompanhada de problemas de relacionados a segurança. Exemplo de alguns casos de falta

Leia mais

Manual de Transferência de Arquivos

Manual de Transferência de Arquivos O Manual de Transferência de Arquivos apresenta a ferramenta WebEDI que será utilizada entre FGC/IMS e as Instituições Financeiras para troca de arquivos. Manual de Transferência de Arquivos WebEDI Versão

Leia mais

SEGURANÇA A E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SEGURANÇA A E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Capítulo 14 SEGURANÇA A E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 14.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Por que sistemas de informação são tão vulneráveis veis a destruição, erro, uso indevido e problemas de

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

idcorreios Termos de uso dos serviços e privacidade digital

idcorreios Termos de uso dos serviços e privacidade digital idcorreios Termos de uso dos serviços e privacidade digital Apresentação O objetivo deste documento é apresentar o Termo de Utilização dos Serviços e o Termo de Política de Privacidade Digital para utilização

Leia mais

PRIVACIDADE E SEGURANÇA DOS DADOS

PRIVACIDADE E SEGURANÇA DOS DADOS Português PRIVACIDADE E SEGURANÇA DOS DADOS Este Anexo será parte integrante do Contrato. Quaisquer termos grafados com iniciais maiúsculas mencionados neste documento terão o significado a eles atribuídos

Leia mais

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 2007 2012 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE USO DO WEBSITE. Leia estes Termos e Condições com atenção antes de utilizar o Site.

TERMOS E CONDIÇÕES DE USO DO WEBSITE. Leia estes Termos e Condições com atenção antes de utilizar o Site. TERMOS E CONDIÇÕES DE USO DO WEBSITE Leia estes Termos e Condições com atenção antes de utilizar o Site. Este website (o "Site") é fornecido pela C.M.E. Blasting and Mining Equipment Ltd. ("Empresa"),

Leia mais

Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações

Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações Símbolos Símbolos: S 1, S 2,..., S n Um símbolo é um sinal (algo que tem um caráter indicador) que tem uma determinada

Leia mais

Manual do Produto TIM Protect Família MANUAL DO PRODUTO. TIM Protect Família Versão 10.7

Manual do Produto TIM Protect Família MANUAL DO PRODUTO. TIM Protect Família Versão 10.7 MANUAL DO PRODUTO TIM Protect Família Versão 10.7 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 TIM Protect Família... 4 2.1 Instalação do TIM Protect Família... 5 2.1.1 TIM Protect Família instalado... 7 2.2 Ativação do

Leia mais

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida.

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Guia do Usuário Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Protegemos mais usuários contra ameaças on-line do que qualquer outra empresa no mundo. Cuidar de nosso meio ambiente,

Leia mais

Março/2005 Prof. João Bosco M. Sobral

Março/2005 Prof. João Bosco M. Sobral Plano de Ensino Introdução à Segurança da Informação Princípios de Criptografia Segurança de Redes Segurança de Sistemas Símbolos: S 1, S 2,..., S n Um símbolo é um sinal (algo que tem um caráter indicador)

Leia mais

arquitetura do join.me

arquitetura do join.me Uma visão geral técnica da arquitetura confiável e segura do join.me. 1 Introdução 2 Visão geral da arquitetura 3 Segurança de dados 4 Segurança de sessão e site 5 Visão geral de hospedagem 6 Conclusão

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 13

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 13 REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 13 Índice 1. Criptografia...3 1.1 Sistemas de criptografia... 3 1.1.1 Chave simétrica... 3 1.1.2 Chave pública... 4 1.1.3 Chave pública SSL... 4 2. O símbolo

Leia mais

3. ALTERAÇÕES E ADIÇÕES AO BBSLA

3. ALTERAÇÕES E ADIÇÕES AO BBSLA ADENDO AO CONTRATO DE LICENÇA DE SOLUÇÃO BLACKBERRY PARA SERVIÇOS EM NUVEM BLACKBERRY BUSINESS PARA MICROSOFT OFFICE 365 ( o ADENDO ) AVISOS IMPORTANTES: Para acessar e/ou utilizar este Serviço em Nuvem

Leia mais

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO ::

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: 1 de 5 Firewall-Proxy-V4 D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY, MSN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

FileMaker Pro 13. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13

FileMaker Pro 13. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13 FileMaker Pro 13 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13 2007-2013 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida.

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Guia do Usuário Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Protegemos mais usuários contra ameaças on-line do que qualquer outra empresa no mundo. Cuidar de nosso meio ambiente,

Leia mais

BANCO POSTAL - Plataforma Tecnológica

BANCO POSTAL - Plataforma Tecnológica BANCO POSTAL - Plataforma Tecnológica 1. Arquitetura da Aplicação 1.1. O Banco Postal utiliza uma arquitetura cliente/servidor WEB em n camadas: 1.1.1. Camada de Apresentação estações de atendimento, nas

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2 SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2 Segurança da Informação A segurança da informação busca reduzir os riscos de vazamentos, fraudes, erros, uso indevido, sabotagens, paralisações, roubo de informações ou

Leia mais

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA DIGITAL Wagner de Oliveira OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA Hoje em dia a informação é um item dos mais valiosos das grandes Empresas. Banco do Brasil Conscientizar da necessidade

Leia mais

Hospedagem de Sites. Discurso difamatório distribuído através da Internet pode resultar em responsabilidade civil para o difamador.

Hospedagem de Sites. Discurso difamatório distribuído através da Internet pode resultar em responsabilidade civil para o difamador. Hospedagem de Sites 1. CONTEÚDO 1.1. CONTEÚDO NÃO PERMITIDO NOS SITES HOSPEDADOS Todos os serviços prestados pela Smart Host Web podem ser utilizados para fins legais. Transmissão, armazenamento ou apresentação

Leia mais

Termos Gerais e Condições de Uso. Versão Data: Janeiro de 2015. 1. O Serviço do Website

Termos Gerais e Condições de Uso. Versão Data: Janeiro de 2015. 1. O Serviço do Website Termos Gerais e Condições de Uso Versão Data: Janeiro de 2015 1. O Serviço do Website Bem-vindo à www.praticalone.com ( Website ), o portal de internet operado pela Pratical One Tecnologia da Informação

Leia mais

ÉTICA E SEGURANÇA EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Fundamentos

ÉTICA E SEGURANÇA EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Fundamentos ÉTICA E SEGURANÇA EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Fundamentos Prof. Carlos Faria (adaptação) 2011 DESAFIOS ÉTICOS E DE SEGURANÇA Emprego Privacidade Saúde Segurança Ética e Sociedade Crime Individualidade Condições

Leia mais

SUMÁRIO DO CONTRATO: ESTADÃO IMPRESSO, ESTADÃO DIGITAL, ESTADÃO IMPRESSO + DIGITAL; E PRODUTOS ESTADÃO DIGITAL

SUMÁRIO DO CONTRATO: ESTADÃO IMPRESSO, ESTADÃO DIGITAL, ESTADÃO IMPRESSO + DIGITAL; E PRODUTOS ESTADÃO DIGITAL SUMÁRIO DO CONTRATO: ESTADÃO IMPRESSO, ESTADÃO DIGITAL, ESTADÃO IMPRESSO + DIGITAL; E PRODUTOS ESTADÃO DIGITAL I. SUMÁRIO DO CONTRATO APENAS PARA CONTRATAÇÃO DE ESTADÃO IMPRESSO A Assinatura do Estadão

Leia mais

Manual do Produto TIM Protect Família MANUAL DO PRODUTO. TIM Protect Família Versão 9.4 (Symbian)

Manual do Produto TIM Protect Família MANUAL DO PRODUTO. TIM Protect Família Versão 9.4 (Symbian) MANUAL DO PRODUTO TIM Protect Família Versão 9.4 (Symbian) 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Protect... 4 3 Instalação do Protect... 4 3.1 Instalação da Central de Serviços... 5 3.2 Instalação automática do Protect...

Leia mais

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível Versão 1.0 Janeiro de 2011 Xerox Phaser 3635MFP 2011 Xerox Corporation. XEROX e XEROX e Design são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. São feitas alterações periodicamente

Leia mais

e Uso Abusivo da Rede

e Uso Abusivo da Rede SEGURANÇA FRAUDE TECNOLOGIA SPAM INT MALWARE PREVENÇÃO VÍRUS BANDA LARGA TROJAN PRIVACIDADE PHISHING WIRELESS SPYWARE ANTIVÍRUS WORM BLUETOOTH SC CRIPTOGRAFIA BOT SENHA ATAQUE FIREWAL BACKDOOR COOKIES

Leia mais

WatchKey. WatchKey USB PKI Token. Versão Windows. Manual de Instalação e Operação

WatchKey. WatchKey USB PKI Token. Versão Windows. Manual de Instalação e Operação WatchKey WatchKey USB PKI Token Manual de Instalação e Operação Versão Windows Copyright 2011 Watchdata Technologies. Todos os direitos reservados. É expressamente proibido copiar e distribuir o conteúdo

Leia mais

Arcserve Cloud. Guia de Introdução ao Arcserve Cloud

Arcserve Cloud. Guia de Introdução ao Arcserve Cloud Arcserve Cloud Guia de Introdução ao Arcserve Cloud A presente Documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada Documentação),

Leia mais

Segurança na Internet

Segurança na Internet Segurança na Internet Muito do sucesso e popularidade da Internet é por ela ser uma rede global aberta Por outro lado, isto faz da Internet um meio não muito seguro É difícil identificar com segurança

Leia mais

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services 3.0

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services 3.0 Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services 3.0 Microsoft Corporation Autor: Susan Norwood Editor: Craig Liebendorfer Resumo Este guia fornece instruções para começar a

Leia mais

Tableau Online Segurança na nuvem

Tableau Online Segurança na nuvem Tableau Online Segurança na nuvem Autor(a): Ellie Fields Diretora Sênior de Marketing de Produtos, Tableau Software Junho de 2013 p2 A Tableau Software entende que os dados são um dos ativos mais estratégicos

Leia mais

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET Cyber Security Pro fornece proteção de última geração para seu

Leia mais

REGULAMENTO PARA USO DA REDE CORPORATIVA DE COMPUTADORES DA EMPRESA XX. Empresa XX LTDA

REGULAMENTO PARA USO DA REDE CORPORATIVA DE COMPUTADORES DA EMPRESA XX. Empresa XX LTDA 1 REGULAMENTO PARA USO DA REDE CORPORATIVA DE COMPUTADORES DA EMPRESA XX Empresa XX LTDA A EMPRESA XX LTDA, através de seu Comitê de Tecnologia da Informação, órgão responsável pela normatização e padronização

Leia mais

Termos e condições. Nosso Serviço. Aceitação dos termos. Revogação e Suspensão. Registro e Fornecimento de Informações

Termos e condições. Nosso Serviço. Aceitação dos termos. Revogação e Suspensão. Registro e Fornecimento de Informações Termos e condições É IMPORTANTE QUE CADA USUÁRIO ( VOCÊ ) LEIA OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO (OS TERMOS E CONDIÇÕES ) A SEGUIR COM CUIDADO ANTES DE FAZER O REGISTRO E ACESSAR OS SERVIÇOS ONLINE DA VIELIFE

Leia mais

Política de uso de dados

Política de uso de dados Política de uso de dados A política de dados ajudará você a entender como funciona as informações completadas na sua área Minhas Festas. I. Informações que recebemos e como são usadas Suas informações

Leia mais

Segurança e Desafios Éticos de e-business. Objetivos do Capítulo

Segurança e Desafios Éticos de e-business. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar diversos problemas éticos causados pelo uso das tecnologias de informação em e-business, tais como os relacionados ao emprego, à personalidade, às condições de trabalho,

Leia mais

Políticas de Hospedagem e de Entrega de Cloud da Oracle Data Efetiva: 1º de dezembro de 2014 Versão 1.4

Políticas de Hospedagem e de Entrega de Cloud da Oracle Data Efetiva: 1º de dezembro de 2014 Versão 1.4 Políticas de Hospedagem e de Entrega de Cloud da Oracle Data Efetiva: 1º de dezembro de 2014 Versão 1.4 A menos que esteja disposto em contrário, estas Políticas de Hospedagem e de Entrega de Cloud da

Leia mais

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange Versão: 4.1 Service pack: 4B SWD-313211-0911044452-012 Conteúdo 1 Gerenciando contas de usuários... 7 Adicionar uma conta de usuário... 7 Adicionar

Leia mais

Análise abrangente de proteções de vulnerabilidade e segurança para o Google Apps. Artigo do Google escrito em fevereiro de 2007

Análise abrangente de proteções de vulnerabilidade e segurança para o Google Apps. Artigo do Google escrito em fevereiro de 2007 Análise abrangente de proteções de vulnerabilidade e segurança para o Google Apps Artigo do Google escrito em fevereiro de 2007 Segurança do Google Apps PARA OBTER MAIS INFORMAÇÕES On-line: www.google.com/a

Leia mais

Guia de Usuário do Gateway do Avigilon Control Center. Versão 5.6

Guia de Usuário do Gateway do Avigilon Control Center. Versão 5.6 Guia de Usuário do Gateway do Avigilon Control Center Versão 5.6 2006-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedida por escrito, nenhuma licença será

Leia mais

1 - TERMO DE UTILIZAÇÃO

1 - TERMO DE UTILIZAÇÃO 1 - TERMO DE UTILIZAÇÃO Este Termo de Utilização (doravante denominado "Termo de Utilização") regulamenta a utilização dos SERVIÇOS de envio de mensagens electrónicas - "e-mail" (doravante denominado "SERVIÇO")

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES. Introdução

TERMOS E CONDIÇÕES. Introdução TERMOS E CONDIÇÕES Introdução O presente documento de termos e condições rege o uso do website Frente de Guerra; ao utilizar este site, você aceita estes termos e condições na íntegra. Se você não concordar

Leia mais

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO DESCRIÇÃO DO SIGAI O SIGAI (Sistema Integrado de Gestão do Acesso à Informação) é uma solução de software que foi desenvolvida para automatizar os processos administrativos e operacionais visando a atender

Leia mais

Considerando o navegador Internet Explorer e a utilização do correio eletrônico, é INCORRETO afirmar:

Considerando o navegador Internet Explorer e a utilização do correio eletrônico, é INCORRETO afirmar: 1) Analista Judiciário 2015 TRE /RR - FCC Considerando o navegador Internet Explorer e a utilização do correio eletrônico, é INCORRETO afirmar: (A) No Internet Explorer 9, ao se digitar apenas um ponto

Leia mais

Walter Cunha Tecnologia da Informação Segurança

Walter Cunha Tecnologia da Informação Segurança Walter Cunha Tecnologia da Informação Segurança ESAF 2008 em Exercícios 37 (APO MPOG 2008) - A segurança da informação tem como objetivo a preservação da a) confidencialidade, interatividade e acessibilidade

Leia mais

NORMA DE SEGURANÇA PARA A UNIFAPNET

NORMA DE SEGURANÇA PARA A UNIFAPNET NORMA DE SEGURANÇA PARA A UNIFAPNET 1. Objetivo As Normas de Segurança para a UNIFAPnet têm o objetivo de fornecer um conjunto de Regras e Recomendações aos administradores de rede e usuários, visando

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARE

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARE CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARE 1 - IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTE: {Razão social}, com sede em {Cidade}, na {Endereço}, Bairro {Bairro}, Cep {CEP}, no Estado de {Estado}, inscrita no C.N.P.J. sob

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE USO

TERMOS E CONDIÇÕES DE USO TERMOS E CONDIÇÕES DE USO PORTAL DO SISTEMA INDIVIDUAL DE PETIÇÕES Comissão Interamericana de Direitos Humanos 1. Termos gerais CIDH PORTAL DO SISTEMA INDIVIDUAL DE PETIÇÕES TERMOS E CONDIÇÕES DE USO Estes

Leia mais

Política para desenvolvimento de software seguro

Política para desenvolvimento de software seguro FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS Segurança da Informação Marcos Mesa Cerdan Marcus Vinicius Pedrosa Philipe Toledo Oliveira Política para desenvolvimento de software seguro GOIÂNIA, 2016 Marcos Mesa

Leia mais

REGULAMENTO PARA USO DA REDE CORPORATIVA DE COMPUTADORES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS (UFPelNet)

REGULAMENTO PARA USO DA REDE CORPORATIVA DE COMPUTADORES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS (UFPelNet) REGULAMENTO PARA USO DA REDE CORPORATIVA DE COMPUTADORES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS (UFPelNet) A Universidade Federal de Pelotas (UFPel), através de seu Comitê de Tecnologia da Informação (PORTARIA

Leia mais

GERENCIADOR DE DOWNLOAD SEGURO

GERENCIADOR DE DOWNLOAD SEGURO GERENCIADOR DE DOWNLOAD SEGURO Versão 2.0 07.02.2012 e-academy Inc [CONFIDENCIAL] SUMÁRIO GERENCIADOR DE DOWNLOAD SEGURO... 3 PRINCIPAIS RECURSOS INCLUÍDOS NO SDM... 4 Sistemas operacionais suportados...

Leia mais

III. Norma Geral de Segurança da Informação para Uso da Internet

III. Norma Geral de Segurança da Informação para Uso da Internet O B J E CT I V O Estabelecer critérios para acesso à Internet utilizando recursos do Projecto Portal do Governo de Angola. Orientar os Utilizadores sobre as competências, o uso e responsabilidades associadas

Leia mais

Autenticação de dois fatores no SonicOS

Autenticação de dois fatores no SonicOS Autenticação de dois fatores no SonicOS 1 Observações, cuidados e advertências OBSERVAÇÃO: uma OBSERVAÇÃO indica informações importantes que ajudam a usar seu sistema da melhor forma. CUIDADO: um CUIDADO

Leia mais

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 FileMaker Pro 14 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 2007-2015 FileMaker, Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA APRESENTAÇÃO 1.Bem-vindo ao SICREDI Total Internet! É sempre bom poder contar com o SICREDI do seu lado. Melhor ainda quando o SICREDI está onde você mais precisa:

Leia mais

GUIA DE TRANQÜILIDADE

GUIA DE TRANQÜILIDADE GUIA DE TRANQÜILIDADE NA INTERNET versão reduzida Você pode navegar com segurança pela Internet. Basta tomar alguns cuidados. Aqui você vai encontrar um resumo com dicas práticas sobre como acessar a Internet

Leia mais

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA APRESENTAÇÃO 1.Bem-vindo ao SICREDI Total Internet! É sempre bom poder contar com o SICREDI do seu lado. Melhor ainda quando o SICREDI está onde você mais precisa:

Leia mais

Integração ao e-rede estamos todos ligados

Integração ao e-rede estamos todos ligados Manual de Integração ao e-rede estamos todos ligados 01 02 03 Introdução ao guia 7 1.1 Escopo 7 1.2 Suporte 8 1.3 Documentação relacionada 8 Visão geral de integração de negócios 9 2.1 Introdução 9 2.2

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE RIO VERDE NORMATIZAÇÃO DE USO DOS RECURSOS COMPUTACIONAIS DO CEFET RIO VERDE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE RIO VERDE NORMATIZAÇÃO DE USO DOS RECURSOS COMPUTACIONAIS DO CEFET RIO VERDE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE RIO VERDE NORMATIZAÇÃO DE USO DOS RECURSOS COMPUTACIONAIS DO CEFET RIO VERDE Capítulo I DAS DEFINIÇÕES Art. 1º Para os fins desta Norma,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS Usando um firewall para ajudar a proteger o computador A conexão à Internet pode representar um perigo para o usuário de computador desatento. Um firewall ajuda a proteger o computador impedindo que usuários

Leia mais

FAVOR LER. SEU USO DESTE WEBSITE ESTÁ SUJEITO À SEGUINTE DECLARAÇÃO DE POLÍTICA DE PRIVACIDADE E AOS TERMOS DE SERVIÇO DO WEBSITE.

FAVOR LER. SEU USO DESTE WEBSITE ESTÁ SUJEITO À SEGUINTE DECLARAÇÃO DE POLÍTICA DE PRIVACIDADE E AOS TERMOS DE SERVIÇO DO WEBSITE. FAVOR LER. SEU USO DESTE WEBSITE ESTÁ SUJEITO À SEGUINTE DECLARAÇÃO DE POLÍTICA DE PRIVACIDADE E AOS TERMOS DE SERVIÇO DO WEBSITE. Notificação Esse website é operado pela/para Sony Pictures Entertainment

Leia mais

Cartilha de Segurança para Internet Checklist

Cartilha de Segurança para Internet Checklist Cartilha de Segurança para Internet Checklist NIC BR Security Office nbso@nic.br Versão 2.0 11 de março de 2003 Este checklist resume as principais recomendações contidas no documento intitulado Cartilha

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 8

ESET NOD32 ANTIVIRUS 8 ESET NOD32 ANTIVIRUS 8 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

A utilização das redes na disseminação das informações

A utilização das redes na disseminação das informações A utilização das redes na disseminação das informações Elementos de Rede de computadores: Denomina-se elementos de rede, um conjunto de hardware capaz de viabilizar e proporcionar a transferência da informação

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 6

ESET NOD32 ANTIVIRUS 6 ESET NOD32 ANTIVIRUS 6 Microsoft Windows 8 / 7 / Vista / XP / Home Server Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento O ESET NOD32 Antivirus fornece

Leia mais

Prof. Demétrios Coutinho

Prof. Demétrios Coutinho Prof. Demétrios Coutinho Hoje em dia a informação é o bem mais valioso de uma empresa/cliente. A segurança da informação é um conjunto de medidas que se constituem basicamente de controles e política de

Leia mais

Guia do Usuário do Gateway do Avigilon Control Center. Versão 5.4.2

Guia do Usuário do Gateway do Avigilon Control Center. Versão 5.4.2 Guia do Usuário do Gateway do Avigilon Control Center Versão 5.4.2 2006-2014 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedido por escrito, nenhuma licença é

Leia mais

Ameaças e Contramedidas de Host

Ameaças e Contramedidas de Host Prof. Hederson Velasco Ramos Prof. Henrique Jesus Quintino de Oliveira quintino@umc.br Fonte: http://www.antispam.br/ Monitoramento (PortScan) Exemplos de monitoramento são varreduras de porta, varredura

Leia mais

Política de Privacidade

Política de Privacidade Política de Privacidade Este documento tem por objetivo definir a Política de Privacidade da Bricon Security & IT Solutions, para regular a obtenção, o uso e a revelação das informações pessoais dos usuários

Leia mais

GERENCIADOR DE DOWNLOAD SEGURO Guia de referência 2013-07-30 Confidencial Versão 2.2

GERENCIADOR DE DOWNLOAD SEGURO Guia de referência 2013-07-30 Confidencial Versão 2.2 GERENCIADOR DE DOWNLOAD SEGURO Guia de referência 2013-07-30 Confidencial Versão 2.2 SUMÁRIO Gerenciador de Download Seguro... 2 Principais recursos incluídos no SDM... 3 Sistemas operacionais suportados...

Leia mais

PARA MAC. Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento

PARA MAC. Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento PARA MAC Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET Cyber Security fornece proteção de última geração para seu computador contra código mal-intencionado.

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 9

ESET NOD32 ANTIVIRUS 9 ESET NOD32 ANTIVIRUS 9 Microsoft Windows 10 / 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento O ESET NOD32 Antivirus fornece

Leia mais

ESET SMART SECURITY 8

ESET SMART SECURITY 8 ESET SMART SECURITY 8 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 81, DE 26 DE MARÇO DE 2009

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 81, DE 26 DE MARÇO DE 2009 Publicada no Boletim de Serviço Nº 4, em 7/4/2009. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 81, DE 26 DE MARÇO DE 2009 Disciplina o uso dos recursos de tecnologia da informação do Supremo Tribunal Federal e dá outras providências.

Leia mais

O Firewall do Windows vem incorporado ao Windows e é ativado automaticamente.

O Firewall do Windows vem incorporado ao Windows e é ativado automaticamente. Noções básicas sobre segurança e computação segura Se você se conecta à Internet, permite que outras pessoas usem seu computador ou compartilha arquivos com outros, deve tomar algumas medidas para proteger

Leia mais

Melhores práticas de segurança da AWS Janeiro de 2011

Melhores práticas de segurança da AWS Janeiro de 2011 Melhores práticas de segurança da AWS Janeiro de 2011 Este documento é um trecho do whitepaper Projetando para a nuvem: whitepaper sobre as melhores práticas (http://media.amazonwebservices.com/aws_cloud_best_practices.pdf)

Leia mais

Segurança de Sistemas

Segurança de Sistemas Segurança de Sistemas SISINFO Profs. Hederson Velasco Ramos Henrique Jesus Quintino de Oliveira quintino@umc.br Spoofing Tampering Repudiation Information Disclosure Denial of Service Elevation of Privilege

Leia mais