Curso de Tecnologia de Pavimentos de Concreto. Módulo 4 Construção de Pavimentos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curso de Tecnologia de Pavimentos de Concreto. Módulo 4 Construção de Pavimentos"

Transcrição

1 Curso de Tecnologia de Pavimentos de Concreto Módulo 4 Construção de Pavimentos

2 Seção do Pavimento BR 101 NE (exemplo) Placa de concreto - 22 cm Tração na flexão > 4,5 MPa Barreira de segurança tipo New Jersey Concreto compactado com rolo 10 cm Tração na flexão 1,8 MPa 0,4 m Pintura betuminosa com emulsão asfáltica CBUQ 4,0 cm 2% 1,0 m 3,6 m 3,6 m 3,0 m 0,4 m 0,2 m 0,1 m 0,2 m 0,2 m 0,2 m BGS -28,0 cm Meio fio de concreto Material selecionado CBR 10 Dreno sub-superficial 40 x 40 cm (Manta sintética, brita e tubo perfurado de 55 mm}

3 70 mm 6,0 m 6,0 m 25 mm Faixa de Segurança Faixa de Rolamento Faixa de Rolamento Acostamento Dimensões, espaçamento e juntas BR 101 NE Silicone 6 mm Junta com CAP modificado com polímero 10 mm 3 mm 12 mm Placa CBUQ 10 mm BGS Calço de Apoio Trinca 6 mm Junta com silicone 3 mm Placa CBUQ BGS 1,0 m 3,6 m 3,6 m 3,0 m

4 Barras de transferência e de ligação BR 101 NE

5 Equipamentos de grande porte

6 Vibroacabadoras de formas deslizantes WIRTGEN SP 850 com DBI GOMACO GP 2600 CMI SF 3004 F WIRTGEN SP 500

7 Vibroacabadoras de formas deslizantes WIRTGEN SP Largura de operação: 2,5 a 9 m - Espessura: Até 45 cm - Modelo Vario Pistão hidráulico para alterar o chassis - Insersores de barras (Acessórios) o Ligação o Transferência (DBI) GOMACO GP Largura de operação: 2,5 a 9,75 m - Espessura: Até 40 cm - Não tem sistema hidráulico de mudança de chassis - Insersores de barras (Acessórios) o Ligação o Transferência (DBI)

8 Vibroacabadoras de formas deslizantes WIRTGEN SP Uso Misto (pavimento e barreiras) - Largura de operação: 2 a 6 m - Espessura: Até 40 cm - Não tem sistema hidráulico de mudança de chassis - Insersores de barras (Acessórios) o Ligação o Transferência (DBI) não disponível CMI SF 3004F - Largura de operação: 3 a 9 m - Espessura: Até 40 cm - Não tem sistema hidráulico de mudança de chassis - Insersores de barras (Acessórios) o Ligação o Transferência (DBI) não disponível

9 Usinas dosadoras e misturadoras SCHWING M2 ERIE MG 11C5 ARCEN ARCMOV 80

10 Usinas dosadoras e misturadoras ERIE STRAYER MG 11C Usina dosadora e misturadora Produção 170 m 3 /h Transportável Base: Fundação

11 Usinas dosadoras e misturadoras SCHWING STETTER M2 Usina dosadora e misturadora Produção 94 m 3 /h Transportável Base: Fundação

12 Usinas dosadoras e misturadoras ARCEN ARCMOV 80 Usina dosadora e misturadora Produção 80 m 3 /h Transportável Base: Fundação

13 Usina para produção do CCR e texturizadora / aplicadora Usina Pug Mill Texturizadora TEREX CMI TC 2604

14 Equipamentos de médio e pequeno porte

15 Vibroacabadoras de formas deslizantes WIRTGEN SP 250 e GOMACO Commander III - Uso Misto (pavimento e barreiras) - Largura de operação: 1 a 3,5 m (SP 250) e 1 a 6 m (Commander III) - Espessura: Até 30 cm - Insersores de barras (Acessórios) o Ligação não disponível o Transferência (DBI) não disponível WIRTGEN SP 250 GOMACO Commander III

16 Acabadoras de formas trilho e rolo transversal BIDWELL 5000 GOMACO C450

17 Réguas vibratórias e rolos vibratórios Régua Vibratória Rolo Vibratório

18 Equipamentos complementares Caminhões basculantes e pipas Equipamento de corte das juntas Float manual com 3 m de comprimento e cabo longo Rodo de corte Réguas de alumínio (mínimo 3 m) Passarelas de serviço

19 Equipamentos complementares Pente ou vassoura de cabo longo para texturização Aspersor manual de cura química Compressores de ar Sistema de iluminação para serviços noturnos

20 Sequência de execução

21 Sequência de execução Preparo do subleito Execução da sub-base - CCR Serviços preliminares - instalação guias, marcação topográfica etc Colocação das barras de transferência (equipamento sem DBI) Produção e transporte do concreto Lançamento Espalhamento e adensamento do concreto

22 Sequência de execução Nivelamento e acabamento do concreto Texturização Cura química Juntas de construção Serragem das juntas transversais e longitudinais Limpeza e selagem das juntas transversais e longitudinais

23 Preparo do subleito

24 Execução da sub-base CCR Marcação topográfica Aspersão de água PLANO COTADO

25 Execução da sub-base CCR Lançamento caminhões basculantes Vibroacabadora de asfalto (detalhe do sensor de nivelamento)

26 Execução da sub-base CCR Lançamento do CCR com 2 acabadoras Compactação com rolos duplo tandem Cuidados com a espessura do CCR e com a junta longitudinal

27 Execução da sub-base CCR Pintura de cura - emulsão asfáltica

28 Execução da placa equipamento de grande porte

29 Serviços preliminares: verificação das guias Os sensores verticais (dois de um mesmo lado) fornecem o alinhamento Os sensores horizontais (um em cada esteira 4 sensores) fornecem o nivelamento

30 Barras de transferência Sem Barras de Transferência

31 Barras de transferência Com Barras de Transferência

32 Barras de transferência para equipamento sem DBI A metade + 2 cm da barra de transferência deverá estar pintada e engraxada graxa

33 Colocação das barras de transferência

34 Fixação das barras de transferência

35 Inserção de barras de transferência com DBI

36 Inserção de barras de transferência com DBI

37 Produção e transporte do concreto

38 Lançamento do concreto

39 Espalhamento e adensamento do concreto Concreto (baixo slump) Distribuidor helicoidal Comporta Vibradores de alta frequência

40 Barras de transferência Recomendação: As barras de transferência não devem ser cortadas na guilhotina, para evitar rebarbas.

41 Inserção das barras de ligação Inserção central das barras de ligação

42 Inserção das barras de ligação Inserção lateral das barras de ligação

43 Nivelamento e acabamento do concreto Float mecânico

44 Nivelamento e acabamento do concreto Float pan

45 Nivelamento e acabamento do concreto Rodo de corte Float manual

46 Ponte de serviço equipamento auxiliar Trem de concretagem menor distância possível entre eles

47 Texturização mecânica

48 Texturização manual

49 Cura química

50 Cura química Aplicação de cura química nas bordas Detalhe do produto aplicado após 2 minutos

51 Juntas de construção As barras de transferência deverão estar colocadas em plano horizontal paralelo à sub-base e alinhadas entre si Conferir o nivelamento do concreto acabado

52 Juntas de construção Colocação de forma metálica e acabamento manual

53 Juntas de construção Microfresagem na região da junta de construção

54 Execução dos cortes Os cortes transversais deverão ser executados numa sequência tal que diminua progressivamente o comprimento concretado Esquema dos cortes Início da concretagem Fim da concretagem

55 Serragem das juntas Junta induzida

56 Limpeza e colocação do corpo de apoio

57 Selagem a frio

58 Selagem a frio

59 Selagem das juntas pré-moldadas

60 Execução da placa equipamento de pequeno porte Microfresagem na região da junta de construção

61 Equipamentos de médio e pequeno porte Acabadoras de fôrmas fixas de rolo transversal Régua vibratória ou rolo vibratório Formas metálicas (melhor) ou de madeiras Usinas dosadoras Caminhões betoneiras Vibradores de imersão

62 Equipamentos de médio e pequeno porte Microfresagem na região da junta de construção Instalação de formas madeira Instalação de formas metálicas e guias

63 Equipamentos de médio e pequeno porte Produção e Transporte do Concreto

64 Equipamentos de médio e pequeno porte Barras de Transferência CTPC M4

65 Equipamentos de médio e pequeno porte Colocação de Barras de Ligação

66 Equipamentos de médio e pequeno porte Lançamento do Concreto

67 Equipamentos de médio e pequeno porte Adensamento

68 Equipamentos de médio e pequeno porte Cura Química Atenção com a TAXA de aplicação do produto de cura CTPC M4

69 Equipamentos de Médio e Pequeno Porte Cura Química Atenção com a TAXA de aplicação do produto de cura

Os Dez Mandamentos da Pavimentação Rígida

Os Dez Mandamentos da Pavimentação Rígida PRÁTICA RECOMENDADA PR - 5 Os Dez Mandamentos da Pavimentação Rígida Autor: Engº Marcos Dutra de Carvalho A partir da experiência nacional e internacional adquirida desde a execução do primeiro pavimento

Leia mais

PAVIMENTO DE CONCRETO

PAVIMENTO DE CONCRETO PAVIMENTO DE CONCRETO Solução para corredores de ônibus, vias arteriais e perimetrais das grandes cidades Ronaldo Vizzoni Os pavimentos de concreto são uma alternativa moderna, competente, racional e eficaz,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: pavimentação asfáltica. Município: QUINZE DE NOVEMBRO

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: pavimentação asfáltica. Município: QUINZE DE NOVEMBRO MEMORIAL DESCRITIVO Obra: pavimentação asfáltica Município: QUINZE DE NOVEMBRO 1 - INTRODUÇÃO Tem este por finalidade orientar e especificar a execução dos serviços e empregos dos materiais que farão parte

Leia mais

Pavimento Rígido. Características e Execução de Pavimento de Concreto Simples (Não-Armado) Rodrigo Otávio Ribeiro (INFRA-01)

Pavimento Rígido. Características e Execução de Pavimento de Concreto Simples (Não-Armado) Rodrigo Otávio Ribeiro (INFRA-01) Pavimento Rígido Características e Execução de Pavimento de Concreto Simples (Não-Armado) Rodrigo Otávio Ribeiro (INFRA-01) Pavimento Rígido Tópicos Abordados Características dos Pav. Rígidos Aplicações

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. * escavação dos materiais constituintes do terreno natural até o greide de terraplenagem indicado no projeto;

MEMORIAL DESCRITIVO. * escavação dos materiais constituintes do terreno natural até o greide de terraplenagem indicado no projeto; MEMORIAL DESCRITIVO Município: Piratini/RS Local da obra: Rua 24 de Maio, Rua Princesa Isabel e Rua Rui Ramos. Área total: 12.057,36 m² 1) Introdução: O presente Memorial Descritivo tem por finalidade

Leia mais

MEMÓRIA DE CALCULO E ESP.TECNICAS

MEMÓRIA DE CALCULO E ESP.TECNICAS MEMÓRIA DE CALCULO E ESP.TECNICAS 1 - INTRODUÇÃO Tem este por finalidade orientar e especificar a execução dos serviços e empregos dos materiais que farão parte das obras de Pavimentação Asfáltica de 3.511,00m

Leia mais

CONTROLE TECNOLÓGICO DE PAVIMENTOS DE CONCRETO

CONTROLE TECNOLÓGICO DE PAVIMENTOS DE CONCRETO CONTROLE TECNOLÓGICO DE PAVIMENTOS DE CONCRETO TECNOLOGIA DO CONCRETO CR - CONCRETO ROLADO CS - CONCRETO SIMPLES CONCRETO ROLADO CONCEITUAÇÃO Concreto de consistência seca e trabalhabilidade que permita

Leia mais

EXECUTANDO CAMINHOS EM PAVIMENTO DE CONCRETO

EXECUTANDO CAMINHOS EM PAVIMENTO DE CONCRETO CONCRETE SHOW EXECUTANDO CAMINHOS EM PAVIMENTO DE CONCRETO OS CUIDADOS, OS CONHECIMENTOS NECESSÁRIOS E A LOGÍSTICA PARA A CORRETA EXECUÇÃO SUMÁRIO 1 - PAVIMENTO RÍGIDO R DA BR-101/PB (33,7 Km) 2 - PAVIMENTO

Leia mais

Execução e Manutenção de Pavimento Intertravado. MSc. Eng. Cláudio Oliveira Silva

Execução e Manutenção de Pavimento Intertravado. MSc. Eng. Cláudio Oliveira Silva Execução e Manutenção de MSc. Eng. Cláudio Oliveira Silva Norma de Execução e Manutenção NBR 15953 com peças de concreto - Execução NBR 15953 Escopo Se aplica à pavimentação intertravada com peças de concreto

Leia mais

PISOS EM CONCRETO ARMADO

PISOS EM CONCRETO ARMADO PISOS EM CONCRETO ARMADO CONCEITOS BÁSICOS Pisos armados são estruturas constituídas por placas de concreto, armadura em telas soldadas posicionada a 1/3 da face superior, por juntas com barras de transferência,

Leia mais

DE CONCRETO PAVIMENTO. Introdução aos Pavimentos de Concreto. Projeto e Dimensionamento dos Pavimentos. Construção de Pavimentos

DE CONCRETO PAVIMENTO. Introdução aos Pavimentos de Concreto. Projeto e Dimensionamento dos Pavimentos. Construção de Pavimentos PAVIMENTO DE CONCRETO Introdução aos Pavimentos de Concreto Projeto e Dimensionamento dos Pavimentos Construção de Pavimentos Análise Técnica-Econômica Eng. Abdo Hallack INTRODUÇÃO O Setor de Transportes

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA:

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: SERVIÇOS INICIAIS, CAPEAMENTO ASFÁLTICO, QUEBRA-MOLA, SINALIZAÇÃO E SERVIÇOS FINAIS E COMPLEMENTARES MUNICÍPIO: ALMIRANTE TAMANDARÉ DO SUL - RS LOCAL: RUA LUIZ GRAEF ÁREA: 427,20

Leia mais

Estradas de concreto: este é o caminho do futuro.

Estradas de concreto: este é o caminho do futuro. Estradas de concreto: este é o caminho do futuro. O Futuro chega mais rápido pelas estradas de concreto. Hoje, em todo o mundo, administradores e técnicos experimentados em projetos e construções de estradas,

Leia mais

O presente memorial descritivo tem por finalidade descrever os serviços que compõe a obra de Capeamento Asfáltico nas vias acima descritas.

O presente memorial descritivo tem por finalidade descrever os serviços que compõe a obra de Capeamento Asfáltico nas vias acima descritas. MEMORIAL DESCRITIVO CAPEAMENTO ASFÁLTICO SOBRE PEDRAS IRREGULARES Proprietário: MUNICÍPIO DE ITATIBA DO SUL Local: - Rua Argentina = 5.910,43 m²; - Rua Estados Unidos = 1.528,98 m². Total = 7.439,41 m²

Leia mais

Curso de Tecnologia de Pavimentos de Concreto. Módulo 2 Projeto e Dimensionamento dos Pavimentos

Curso de Tecnologia de Pavimentos de Concreto. Módulo 2 Projeto e Dimensionamento dos Pavimentos Curso de Tecnologia de Pavimentos de Concreto Módulo 2 Projeto e Dimensionamento dos Pavimentos Fundamento da mecânica dos pavimentos e da ciência dos pavimentos rígidos Projetar uma estrutura que dê conforto,

Leia mais

RECUPERAÇÃO ASFÁLTICA DOS ACESSOS INTERNOS MEMORIAL DESCRITIVO

RECUPERAÇÃO ASFÁLTICA DOS ACESSOS INTERNOS MEMORIAL DESCRITIVO RECUPERAÇÃO ASFÁLTICA DOS ACESSOS INTERNOS MEMORIAL DESCRITIVO Concórdia, dezembro de 2008 1 - APRESENTAÇÃO Este projeto refere-se à recuperação da pavimentação asfáltica em CAUQ (Concreto Asfáltico Usinado

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE Associação de Ensino Superior Unificado do Centro Leste ESTUDO COMPARATIVO ENTRE PAVIMENTO RÍGIDO R E FLEXÍVEL Msc. Flavia Regina Bianchi Engª.. Isis Raquel Tacla Brito Engª.. Veronica Amanda Brombley

Leia mais

Especifi cação técnica Pavimentadora de Concreto SP 850

Especifi cação técnica Pavimentadora de Concreto SP 850 Especifi cação técnica Pavimentadora de Concreto SP 850 Especificação técnica Pavimentadora de concreto SP 850 Vibradores e circuitos Vibração elétrica 24 conexões Vibradores acionados eletricamente Curvos

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO Pavimentação Asfáltica

MEMORIAL DESCRITIVO Pavimentação Asfáltica PREFEITURA MUNICIPAL DE GALVÃO ESTADO DE SANTA CATARINA MEMORIAL DESCRITIVO Pavimentação Asfáltica Rua Manoel Lustosa Martins Julho 2015 MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Execução de pavimentação asfáltica sobre

Leia mais

Prefeitura Municipal de Tramandaí / RS MEMORIAL DESCRITIVO. MUNICÍPIO: Tramandaí / RS RUAS DE PERFILAGEM SOBRE CALÇAMENTO IRREGULAR

Prefeitura Municipal de Tramandaí / RS MEMORIAL DESCRITIVO. MUNICÍPIO: Tramandaí / RS RUAS DE PERFILAGEM SOBRE CALÇAMENTO IRREGULAR MEMORIAL DESCRITIVO MUNICÍPIO: Tramandaí / RS RUAS DE PERFILAGEM SOBRE CALÇAMENTO IRREGULAR Local: Diversas Ruas Introdução: O presente Memorial Descritivo tem por finalidade expor de maneira detalhada

Leia mais

Ensaios Geotécnicos Material do subleito os ensaios estão apresentados no quadro 01

Ensaios Geotécnicos Material do subleito os ensaios estão apresentados no quadro 01 PROCEDIMENTO PARA DIMENSIONAR PAVIMENTAÇÃO EM VIAS DE TRÁFEGO LEVE E MUITO LEVE DA PMSP PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PAULO/P01 1 Introdução Apresenta-se os procedimentos das diretrizes para o dimensionamento

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES OBRA: ESTACIONAMENTOS DO COMPLEXO MULTIEVENTOS E CAMPUS DE JUAZEIRO CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES 1/5 PISOS EXTERNOS Pavimentação em Piso Intertravado de Concreto Conforme delimitado

Leia mais

CONCRETOS ESPECIAIS MCC2001 AULA 7 (parte 1)

CONCRETOS ESPECIAIS MCC2001 AULA 7 (parte 1) CONCRETOS ESPECIAIS MCC2001 AULA 7 (parte 1) Disciplina: Materiais de Construção II Professora: Dr. a Carmeane Effting 1 o semestre 2015 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Engenharia Civil

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS OBRA: Pavimentação Asfáltica em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) sobre revestimento existente. LOCAL: Rua Olímpio Maciel e Rua José Coelho. Fevereiro / 2010 1 SUMÁRIO

Leia mais

- Pisos e revestimentos Industriais (pinturas especiais, autonivelantes, uretânicas, vernizes...);

- Pisos e revestimentos Industriais (pinturas especiais, autonivelantes, uretânicas, vernizes...); A TECNIKA iniciou suas atividades em meados de 2003, impulsionada pela demanda do mercado, sempre preocupada em buscar e oferecer soluções técnicas inovadoras, tendo como focos principais as áreas de impermeabilização

Leia mais

DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS

DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS ES-P18 PAVIMENTO DE CONCRETO SIMPLES (PROCESSO MECÂNICO) 1 DOCUMENTO DE CIRCULAÇÃO EXTERNA ÍNDICE PÁG. 1. OBJETO E OBJETIVO... 3 2. DESCRIÇÃO... 3 3. MATERIAIS... 4 4.

Leia mais

/ RS MEMORIAL DESCRITIVO MUNICÍPIO:

/ RS MEMORIAL DESCRITIVO MUNICÍPIO: MEMORIAL DESCRITIVO MUNICÍPIO: Tramandaí / RS RUAS DE PERFILAGEM E CAPEAMENTO ASFÁLTICO Local: Diversas Ruas Introdução: O presente Memorial Descritivo tem por finalidade expor de maneira detalhada as

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Especificações para pavimentação

MEMORIAL DESCRITIVO. Especificações para pavimentação 1- Condição Geral MEMORIAL DESCRITIVO Especificações para pavimentação 1.1- A presente especificação faz parte integrante do EDITAL completando-o nos seus diversos capítulos. 1.2- Antes do início do trabalho,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Projeto: Capeamento asfáltico Município: Fontoura Xavier / RS

MEMORIAL DESCRITIVO. Projeto: Capeamento asfáltico Município: Fontoura Xavier / RS ANEXO IV MEMORIAL DESCRITIVO Projeto: Capeamento asfáltico Município: Fontoura Xavier / RS Local: Rua Pedro Azelin da Silva Trecho: Entre a Rua 09 de Julho e a Rua Ernesto Ferreira Maia Área: TRECHO 01:

Leia mais

MEMORIAL DE CÁLCULO DOS QUANTITATIVOS

MEMORIAL DE CÁLCULO DOS QUANTITATIVOS PREFEITURA MUNICIPAL DE ASCURRA ESTADO DE SANTA CATARINA CNPJ: 83.102.772/0001-61 MEMORIAL DE CÁLCULO DOS QUANTITATIVOS OBRA: Pavimentação de Rua e Calçada PROPRIETÁRIO: Prefeitura Municipal de Ascurra

Leia mais

Insumos - EQUIPAMENTOS

Insumos - EQUIPAMENTOS EQUIPAMENTOS - AQUISIÇÃO 3127 Vibrador de imersão, diesel 4 hp UN 2.200,00 3130 Máquina para bloco intertravado, (prensa), gasolina 3 hp UN 12.200,00 3001-CA Trator de esteiras, com lâmina, diesel 110

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA PROPONENTE: PREFEITURA PALMITINHO

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA PROPONENTE: PREFEITURA PALMITINHO OBRA: PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA PROPONENTE: PREFEITURA PALMITINHO MEMORIAL DESCRITIVO 1.0-OBJETO: O presente memorial tem por finalidade descrever as obras e serviços necessários para execução de Pavimentação

Leia mais

Pavimentação - sub-base de concreto de cimento Portland adensado por vibração

Pavimentação - sub-base de concreto de cimento Portland adensado por vibração MT - DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO - IPR DIVISÃO DE CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA Rodovia Presidente Dutra km 163 - Centro Rodoviário, Parada de Lucas

Leia mais

VOLUME 9 METODOLOGIAS CONSTRUTIVAS DE PAVIMENTAÇÃO

VOLUME 9 METODOLOGIAS CONSTRUTIVAS DE PAVIMENTAÇÃO VOLUME 9 1 INTRODUÇÃO A execução de obras e serviços de pavimentação no meio urbano requer um planejamento específico, com a utilização de métodos adequados e dominados pelas empresas executoras. A utilização

Leia mais

V JORNADAS LUSO-BRASILEIRAS DE PAVIMENTOS: POLÍTICAS E TECNOLOGIAS

V JORNADAS LUSO-BRASILEIRAS DE PAVIMENTOS: POLÍTICAS E TECNOLOGIAS CARLOS ROBERTO GIUBLIN MSc. Engenheiro Civil ABCP - Regional SUL Rua da Glória, 175 - Centro Cívico Curitiba/Pr - Brasil ALEXSANDER MASCHIO Esp. Engenheiro Civil ABCP - Regional SUL Rua da Glória, 175

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Recapagem Asfáltica contrato 1018.097-09 - 2014. Responsável Técnico: Eng. Luciano Bernardon

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Recapagem Asfáltica contrato 1018.097-09 - 2014. Responsável Técnico: Eng. Luciano Bernardon MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Recapagem Asfáltica contrato 1018.097-09 - 2014 Município: ESTAÇÃO/RS Responsável Técnico: Eng. Luciano Bernardon INTRODUÇÃO Tem este Memorial Descritivo por finalidade orientar

Leia mais

Diretrizes para a construção de ciclovias. Arq. Cristiane Bastos

Diretrizes para a construção de ciclovias. Arq. Cristiane Bastos Diretrizes para a construção de ciclovias Arq. Cristiane Bastos Contextualização Planejamento da rede Projeto básico Projeto executivo Execução CONTEXTUALIZAÇÃO CONTEXTUALIZAÇÃO POLÍTICA NAC.DE MOBILIDADE

Leia mais

Concreto Definições. Concreto Durabilidade. Concreto Definições. Concreto Definições. Produção do concreto ANGELO JUST.

Concreto Definições. Concreto Durabilidade. Concreto Definições. Concreto Definições. Produção do concreto ANGELO JUST. UNICAP Curso de Arquitetura e Urbanismo EXECUÇÃO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO: Mistura, transporte, lançamento, adensamento e cura. MATERIAIS E TECNOLOGIA CONSTRUTIVA 1 Prof. Angelo Just da Costa e Silva

Leia mais

ESTRADAS E AEROPORTOS DRENAGEM SUPERFICIAL. Prof. Vinícius C. Patrizzi

ESTRADAS E AEROPORTOS DRENAGEM SUPERFICIAL. Prof. Vinícius C. Patrizzi ESTRADAS E AEROPORTOS DRENAGEM SUPERFICIAL Prof. Vinícius C. Patrizzi 2 DRENAGEM SUPERFICIAL DRENAGEM SUPERFICIAL OBJETIVOS INTERCEPTAR AS ÁGUAS QUE POSSAM ATINGIR A PLATAFORMA VIÁRIA E CONDUZI-LAS PARA

Leia mais

PROJETANDO VIAS EM PAVIMENTO DE CONCRETO PARÂMETROS QUE OS ESCRITÓRIOS DE PROJETO DEVEM CONSIDERAR

PROJETANDO VIAS EM PAVIMENTO DE CONCRETO PARÂMETROS QUE OS ESCRITÓRIOS DE PROJETO DEVEM CONSIDERAR Seminário O pavimento de concreto no modal nacional de transportes - Uma realidade consolidada PROJETANDO VIAS EM PAVIMENTO DE CONCRETO PARÂMETROS QUE OS ESCRITÓRIOS DE PROJETO DEVEM CONSIDERAR Angela

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS OBRA: Pavimentação Asfáltica Tipo CBUQ, sobre Pavimentação de Pedra Irregular na Rua 1 - INTRODUÇÃO Tem este por finalidade orientar e especificar a execução

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE ENGENHARIA

PROJETO BÁSICO DE ENGENHARIA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE FONTOURA XAVIER SECRETARIA DO PLANEJAMENTO LOCAL: AVENIDA 25 DE ABRIL ASSUNTO: PROJETO DE CAPEAMENTO ASFÁLTICO ÁREA TOTAL: 4.935,75 m² PROJETO BÁSICO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.1.1 - LEVANTAMENTO TOPOGRÁFICO Os níveis marcados na Planta de Implantação deverão ser rigorosamente obedecidos.

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.1.1 - LEVANTAMENTO TOPOGRÁFICO Os níveis marcados na Planta de Implantação deverão ser rigorosamente obedecidos. MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO : Prefeitura Municipal de Irai OBRA : Construção de ponte em concreto armado de 4,50m de largura x 25,00m de vão total e 5,33m de altura total. LOCAL : Linha Corticeira

Leia mais

PREMISSAS DE PROJETO E DIMENSIONAMENTO DE PAVIMENTOS URBANOS DE CONCRETO ENGº MARCOS DUTRA DE CARVALHO

PREMISSAS DE PROJETO E DIMENSIONAMENTO DE PAVIMENTOS URBANOS DE CONCRETO ENGº MARCOS DUTRA DE CARVALHO Pavimentos de Concreto nas Cidades: A solução para as vias de tráfego intenso, em especial os corredores de ônibus PREMISSAS DE PROJETO E DIMENSIONAMENTO DE PAVIMENTOS URBANOS DE CONCRETO ENGº MARCOS DUTRA

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vera Cruz MEMORIAL DESCRITIVO

Prefeitura Municipal de Vera Cruz MEMORIAL DESCRITIVO Prefeitura Municipal de Vera Cruz MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Infra-estrutura urbana Pavimentação Asfáltica, Micro-drenagem, e Rede água potável. Município: Vera Cruz/RS Local da obra: Rua Cipriano O presente

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vera Cruz MEMORIAL DESCRITIVO

Prefeitura Municipal de Vera Cruz MEMORIAL DESCRITIVO Prefeitura Municipal de Vera Cruz MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Infra-estrutura urbana Pavimentação Asfáltica, Micro-drenagem e Sinalização Horizontal/Vertical Município: Vera Cruz/RS Local da obra: Rua São

Leia mais

APLICAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA ANTI-PROPAGAÇÃO DE TRINCAS NA RODOVIA-386 TRECHO TABAÍ-CANOAS

APLICAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA ANTI-PROPAGAÇÃO DE TRINCAS NA RODOVIA-386 TRECHO TABAÍ-CANOAS APLICAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA ANTI-PROPAGAÇÃO DE TRINCAS NA RODOVIA-386 TRECHO TABAÍ-CANOAS Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Colaboração: Eng. Fernando Spinelli Alves AGOSTO 1997

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA CALÇAMENTO - PAVIMENTAÇÃO COM PEDRAS IRREGULARES NO PERIMETRO URBANO DE SÃO JOSE DO INHACORA

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA CALÇAMENTO - PAVIMENTAÇÃO COM PEDRAS IRREGULARES NO PERIMETRO URBANO DE SÃO JOSE DO INHACORA estado do rio grande do sul PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO INHACORÁ MEMORIAL DESCRITIVO OBRA CALÇAMENTO - PAVIMENTAÇÃO COM PEDRAS IRREGULARES NO PERIMETRO URBANO DE SÃO JOSE DO INHACORA COORDENADAS:

Leia mais

COMPOSIÇÃO DE PREÇO UNITÁRIO

COMPOSIÇÃO DE PREÇO UNITÁRIO COMPOSIÇÃO DE PREÇO CÓDIGO: 02.110.00 SERVIÇO: REGULARIZAÇÃO DO SUBLEITO : m² E.0.06 E.0.07 E.0.13 E.1.01 E.1.05 E.4.07 MOTONIVELADORA CAT 120 H TRATOR AGRÍCOLA M.FERGUSON MF292 ROLO COMPACT. PC AP CA25PC

Leia mais

/ RS MEMORIAL DESCRITIVO MUNICÍPIO:

/ RS MEMORIAL DESCRITIVO MUNICÍPIO: MEMORIAL DESCRITIVO MUNICÍPIO: Tramandaí / RS RUAS DE TAPA BURACO E MICROREVESTIMENTO Local: Diversas Ruas Introdução: O presente Memorial Descritivo tem por finalidade expor de maneira detalhada as normas

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA C.B.U.Q.

MEMORIAL DESCRITIVO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA C.B.U.Q. MEMORIAL DESCRITIVO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA C.B.U.Q. Inter.: PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CATANDUVA. 1. PESQUISA: Os logradouros contemplados com a pavimentação asfáltica deverão ser objeto de análise

Leia mais

DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS

DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS ES-P11 BASE DE CONCRETO MAGRO DOCUMENTO DE CIRCULAÇÃO EXTERNA 1 ÍNDICE PÁG. 1. OBJETO E OBJETIVO... 3 2. DESCRIÇÃO... 3 3. MATERIAIS... 3 3.1 CIMENTO... 3 3.2 AGREGADOS...

Leia mais

REMENDO SUPERFICIAL (RECOMPOSIÇÃO LOCALIZADA DE REVESTIMENTO BETUMINOSO)

REMENDO SUPERFICIAL (RECOMPOSIÇÃO LOCALIZADA DE REVESTIMENTO BETUMINOSO) 1 / 6 REMENDO SUPERFICIAL (RECOMPOSIÇÃO LOCALIZADA DE REVESTIMENTO BETUMINOSO) 1. DEFINIÇÃO O Remendo Superficial é um serviço que se destina a restaurar a camada de revestimento asfáltico, em pontos isolados

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA MONTAGEM E UTILIZAÇÃO DAS FÔRMAS ATEX

INSTRUÇÕES PARA MONTAGEM E UTILIZAÇÃO DAS FÔRMAS ATEX INSTRUÇÕES PARA MONTAGEM E UTILIZAÇÃO DAS FÔRMAS ATEX 1. É indispensável passar desmoldante nas fôrmas. 2. É expressamente proibido o uso de pregos nas fôrmas. O uso destes danifica e fragiliza a mesma,

Leia mais

TT 051 PAVIMENTAÇÃO BASES SUB-BASES

TT 051 PAVIMENTAÇÃO BASES SUB-BASES TT 051 PAVIMENTAÇÃO BASES SUB-BASES Eng. Mário Henrique Furtado Andrade TT 051 - PAVIMENTAÇÃO BASES / SUB-BASES 5 ESCOPO 1. Classificação 2. Camadas estabilizadas granulometricamente 3. Camadas Flexíveis

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA

MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA MEMORIAL DESCRITIVO É OBRIGATÓRIO A EXECUÇÃO DOS ENSAIOS DE CONTROLE TECNOLÓGICO DAS OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA, SENDO INDISPENSÁVEL À APRESENTAÇÃO DO LAUDO TÉCNICO DE CONTROLE TECNOLÓGICO E DOS RESULTADOS

Leia mais

Departamento de Estradas e Rodagem de Minas Gerais

Departamento de Estradas e Rodagem de Minas Gerais Departamento de Estradas e Rodagem de Minas Gerais Diretoria de Infra-Estrutura Manual de Fiscalização de Obras e Vias Rurais Rodovia: Contrato: Lista de Verificação das Principais Atividades do Eng. Fiscal

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VERA CRUZ - RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE VERA CRUZ - RS PREFEITURA MUNICIPAL DE VERA CRUZ - RS Vera Cruz,RS, 04 de Junho de 2014 ORÇAMENTO PARA PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA LOCAL: CIPRIANO - VERA CRUZ - RS ÁREA TOTAL: 4.320,00 m² TABELA SINAPI- DATA BASE - MAR/2014-24,06%

Leia mais

3/6/2014 INTRODUÇÃO PROJETO E DIMENSIONAMENTO DE PAVIMENTOS RÍGIDOS INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO APLICAÇÕES TÍPICAS INTRODUÇÃO. Primeiras placas de concreto

3/6/2014 INTRODUÇÃO PROJETO E DIMENSIONAMENTO DE PAVIMENTOS RÍGIDOS INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO APLICAÇÕES TÍPICAS INTRODUÇÃO. Primeiras placas de concreto INTRODUÇÃO PROJETO E DIMENSIONAMENTO DE PAVIMENTOS RÍGIDOS Prof. Ricardo A. de Melo UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Departamento de Engenharia Civil e Ambiental Laboratório de Geotecnia e Pavimentação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARISECRETARIA DA INFRAESTRUTURA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARISECRETARIA DA INFRAESTRUTURA ITEM REFER. ESPECIFICAÇÕES UN QUANT P. UNIT. MELHORAMENTO, RECONSTRUÇÃO E REFORMA DO SISTEMA VIÁRIO NO DISTRITO DE ABRANTES. 1.0 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.0.1 ORSE 0004 1.0.2 1.1.4.27 1.0.3 SINAPI 12488

Leia mais

IP-04 INSTRUÇÃO PARA DIMENSIONAMENTO DE PAVIMENTOS FLEXÍVEIS PARA TRÁFEGO LEVE E MÉDIO

IP-04 INSTRUÇÃO PARA DIMENSIONAMENTO DE PAVIMENTOS FLEXÍVEIS PARA TRÁFEGO LEVE E MÉDIO 1. OBJETIVO O objetivo deste documento é apresentar as diretrizes para o dimensionamento de pavimentos flexíveis de vias urbanas submetidas a tráfego leve e médio no Município de São Paulo. 2. ESTUDO GEOTÉCNICO

Leia mais

PMSP SMSP CALÇADAS DA AVENIDA PAULISTA 1 / 7 ESPECIFICAÇÃO E PROCEDIMENTOS REV. 0 JUL. 08

PMSP SMSP CALÇADAS DA AVENIDA PAULISTA 1 / 7 ESPECIFICAÇÃO E PROCEDIMENTOS REV. 0 JUL. 08 PMSP SMSP CALÇADAS DA AVENIDA PAULISTA 1 / 7 1. OBJETIVO: O objetivo deste documento é definir técnicas e procedimentos para intervenções e reparos sobre pisos de concreto moldado in loco, em conformidade

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES PROJETO ARQUITETÔNICO ADEQUAÇÕES NA USINA DE TRIAGEM DE LIXO LINHA ESTRELA MEMORIAL DESCRITIVO 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1. OBJETIVO: USINA DE TRIAGEM DE LIXO A presente especificação tem por objetivo estabelecer

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE ALMIRANTE TAMANDARÉ DO SUL MEMORIAL DESCRITIVO

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE ALMIRANTE TAMANDARÉ DO SUL MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: CALÇAMENTO COM PEDRAS DE BASALTO IRREGULAR ÁREA: 4.990,99m² - CONTRATO 1016190.50 LOCAL: Rua Andina M. de Quadros, Dosalina M. de Quadros e Manoel Ferreira da Silva no Bairro

Leia mais

CONSERVAÇÃO DE ROTINA

CONSERVAÇÃO DE ROTINA CONSERVAÇÃO DE ROTINA PARTE 3 Engº Pery C. G. de Castro Revisado em setembro/2009 1 CONSERVAÇÃO DE ROTINA Visa corrigir os defeitos que surgem no pavimento. Em alguns tipos de defeitos é possível dar duas

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM ATERRO SOBRE SOLO MOLE E DRENAGEM SUB-SUPERFICIAL CAMPOS ELÍSEOS, DUQUE DE CAXIAS RJ

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM ATERRO SOBRE SOLO MOLE E DRENAGEM SUB-SUPERFICIAL CAMPOS ELÍSEOS, DUQUE DE CAXIAS RJ UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM ATERRO SOBRE SOLO MOLE E DRENAGEM SUB-SUPERFICIAL CAMPOS ELÍSEOS, DUQUE DE CAXIAS RJ Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Geomaks Comércio de Geossintéticos

Leia mais

ANEXO IV MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BOA VISTA PROJETO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA URBANA

ANEXO IV MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BOA VISTA PROJETO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA URBANA 1 ANEXO IV MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BOA VISTA PROJETO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA URBANA LOCALIZAÇÃO: Avenida Jacob Wagner Sobrinho NOVA BOA VISTA / RS JUNHO DE 2013 1 2 1.0 INTRODUÇÃO

Leia mais

1.3 FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE PLACA DE IDENTIFICAÇÃO DA OBRA (3,0 x 1,5 m) 74209/001 M² 4,50 232,82 291,03 1.309,64 2 PAVIMENTAÇÃO 952.

1.3 FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE PLACA DE IDENTIFICAÇÃO DA OBRA (3,0 x 1,5 m) 74209/001 M² 4,50 232,82 291,03 1.309,64 2 PAVIMENTAÇÃO 952. PLANILHA DE CUSTO - PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA OBRA: PAVIMENTAÇÃO DE VIAS URBANAS abr/14 LOCAL: DIVERSAS VIAS DO MUNICIPIO DE VAZEA DA PALMA - MG DATA BASE SINAPI: MARÇO/2014 BDI: PRAZO DE EXECUÇÃO: 180 dias

Leia mais

Conceitos de Projeto e Execução

Conceitos de Projeto e Execução Pisos Industriais: Conceitos de Projeto e Execução Públio Penna Firme Rodrigues A Importância do Pavimento Industrial Conceituação Piso - Pavimento Quanto à fundação Fundação direta (sobre solo ou isolamento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Infra-estrutura Urbana Município: Venâncio Aires/RS Rua Padre Réus Trecho: Entre a Rua Armando Ruschel e a Estaca 0+345 Área: 345,00m x 6,00m = 2.070,00m² Rua dos Expedicionários

Leia mais

ORÇAMENTO 298,96. 4.981,42 2.105,60 2.3 Tubo concreto simples classe - PS2 PB NBR-8890 DN 400mm p/ águas m 193,00 11,00

ORÇAMENTO 298,96. 4.981,42 2.105,60 2.3 Tubo concreto simples classe - PS2 PB NBR-8890 DN 400mm p/ águas m 193,00 11,00 Data de referência 1-fev-14 ORÇAMENTO Agente Promotor / Proponente Prefeitura Municipal de Correia Pinto Empreendimento Pavimentação Asfaltica, Drenagem Pluvial e Sinalização Viária da Rua Braz Manoel

Leia mais

Pavimentação - reabilitação de pavimentos rígidos

Pavimentação - reabilitação de pavimentos rígidos MT - DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO - IPR DIVISÃO DE CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA Rodovia Presidente Dutra km 163 - Centro Rodoviário, Parada de Lucas

Leia mais

Custo Horário dos Equipamentos --------> 427,86 B Mão de Obra Quantidade T501 Encarregado de turma 0,50 23,3400. 11,67 T701 Servente 2,00 9,9300

Custo Horário dos Equipamentos --------> 427,86 B Mão de Obra Quantidade T501 Encarregado de turma 0,50 23,3400. 11,67 T701 Servente 2,00 9,9300 DERTERRA001 Desm. dest. limpeza áreas c/arv. diam. até 0,15 m Prod. Equipe: 1.444,00 m² E003 Trator de Esteira com Lâmina (259KW) 1,00 1,00 427,86 20,28 427,86 dos Equipamentos --------> 427,86 T501 Encarregado

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO TERRAPLENAGEM REMOÇÃO DE CAMADA SUPERFICIAL (0,20 M)

MEMORIAL DESCRITIVO TERRAPLENAGEM REMOÇÃO DE CAMADA SUPERFICIAL (0,20 M) MEMORIAL DESCRITIVO É OBRIGATÓRIA A APRESENTAÇÃO DE LAUDO TÉCNICO DE CONTROLE TECNOLÓGICO E OS RESULTADOS DOS ENSAIOS REALIZADOS EM CADA ETAPA DOS SERVIÇOS, CONFORME EXIGÊNCIAS DO DNIT Departamento Nacional

Leia mais

MÉTODOS DE RECICLAGEM A FRIO. Engº Juliano Gewehr Especialista de Produtos e Aplicações

MÉTODOS DE RECICLAGEM A FRIO. Engº Juliano Gewehr Especialista de Produtos e Aplicações MÉTODOS DE RECICLAGEM A FRIO Engº Juliano Gewehr Especialista de Produtos e Aplicações Estabilização de Solos Recicladora Wirtgen Reciclagem de Pavimentos Asfálticos Estabilização de solos Processamento

Leia mais

MÉTODO EXECUTIVO DE PISO INDUSTRIAL

MÉTODO EXECUTIVO DE PISO INDUSTRIAL MÉTODO EXECUTIVO DE PISO INDUSTRIAL Wesley de Alencar Pereira 1 Ricardo Estanislau Braga2 RESUMO Este trabalho tem por objetivo apresentar os principais tópicos envolvidos na execução e controle de piso

Leia mais

Página 1 / 10PC 18 25_Planilha_Lagoa do Natal Shopping_Mirassol.xls

Página 1 / 10PC 18 25_Planilha_Lagoa do Natal Shopping_Mirassol.xls 01 - SERVIÇOS PRELIMINARES 0,00 01.01 - Instalação do canteiro, fornecimento de placas indicativas Un 0,00 0,00 0,00 01.02 - Serviços topográficos, locação e aconpanhamento Mês 0,00 0,00 0,00 01.02 - Elaboração

Leia mais

CLIENTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPIRANGA

CLIENTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPIRANGA CLIENTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPIRANGA OBRA: ESTAÇÃO ELEVATÓRIA PARA ESGOTO - ELEVADO RESPONSÁVEL TÉCNICO: ENG. CIVIL MICHAEL MALLMANN MUNICÍPIO: ITAPIRANGA - SC 1 INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS Deve ser

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DISTRITO DE CELINA/ALEGRE ES

MEMORIAL DESCRITIVO DISTRITO DE CELINA/ALEGRE ES MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO E DRENAGEM DA RUA ANDRÉ MORELLI (PRINCIPAL) PAVIMENTAÇÃO E DRENAGEM DA RUA ANDRÉ MORELLI (CONTINUAÇÃO) PAVIMENTAÇÃO E DRENAGEM DA RUA PAULO AMITH PAVIMENTAÇÃO E DRENAGEM

Leia mais

Planilha de Preços Unitários

Planilha de Preços Unitários 1.0 F(5)100% + H(4) + Geogrelha + H(3) Fresagem Contínua do Pav. (e = 5,0 cm) m3 4.009,300 142,92 573.009,15 Selagem das juntas m 30.270,793 3,34 101.104,44 CBUQ Faixa B t 7.778,045 118,34 920.453,84 CBUQ

Leia mais

Pavimentação - sub-base de concreto de cimento Portland, compactada com rolo (sub-base de concreto rolado)

Pavimentação - sub-base de concreto de cimento Portland, compactada com rolo (sub-base de concreto rolado) MT - DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO - IPR DIVISÃO DE CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA Rodovia Presidente Dutra km 163 - Centro Rodoviário, Parada de Lucas

Leia mais

SUMÁRIO. 1 As máquinas possibilitam a construção 1. 4 Solos e rochas 94. 5 Equipamentos para compactação e estabilização do terreno 118

SUMÁRIO. 1 As máquinas possibilitam a construção 1. 4 Solos e rochas 94. 5 Equipamentos para compactação e estabilização do terreno 118 SUMÁRIO 1 As máquinas possibilitam a construção 1 Ser competitivo 1 A história dos equipamentos de construção 3 O setor da construção civil 10 Segurança 11 Os contratos de construção civil 13 O planejamento

Leia mais

PROJETO TÉCNICO: CICLOVIAS

PROJETO TÉCNICO: CICLOVIAS PROJETO TÉCNICO: CICLOVIAS FICHA TÉCNICA DE SISTEMATIZAÇÃO DO PROJETO REALIZAÇÃO: ABCP Associação Brasileira de Cimento Portland Programa Soluções para Cidades COORDENAÇÃO GERAL: Érika Mota EQUIPE: Fernando

Leia mais

RESTAURAÇÃO DO PAVIMENTO DA RODOVIA NACIONAL Nº5 E Nº7 COM UTILIZAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM BUENOS AIRES ARGENTINA

RESTAURAÇÃO DO PAVIMENTO DA RODOVIA NACIONAL Nº5 E Nº7 COM UTILIZAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM BUENOS AIRES ARGENTINA RESTAURAÇÃO DO PAVIMENTO DA RODOVIA NACIONAL Nº5 E Nº7 COM UTILIZAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM BUENOS AIRES ARGENTINA Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Colaboração: Arq. Alberto Dal Farra Eng. Luiz

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO RETARDADOR DE TRINCAS NA RESTAURAÇÃO DA RODOVIA DOS IMIGRANTES EM SÃO PAULO

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO RETARDADOR DE TRINCAS NA RESTAURAÇÃO DA RODOVIA DOS IMIGRANTES EM SÃO PAULO UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO RETARDADOR DE TRINCAS NA RESTAURAÇÃO DA RODOVIA DOS IMIGRANTES EM SÃO PAULO Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Ramalho Comercial Ltda.

Leia mais

Pavimentadora da classe de 10 m com uma ampla gama de aplicações. Pavimentadora de Concreto SP 850

Pavimentadora da classe de 10 m com uma ampla gama de aplicações. Pavimentadora de Concreto SP 850 Pavimentadora da classe de 10 m com uma ampla gama de aplicações Pavimentadora de Concreto SP 850 Pavimentadora de concreto SP 850 para uma pavimentação em concreto com qualidade superior Ampla variedade

Leia mais

Soluções Utilizadas Pela Prefeitura Municipal de Curitiba nos Pavimentos Urbanos

Soluções Utilizadas Pela Prefeitura Municipal de Curitiba nos Pavimentos Urbanos Soluções Utilizadas Pela Prefeitura Municipal de Curitiba nos Pavimentos Urbanos Engª Manuela do Amaral Marqueño Prefeitura Municipal de Curitiba Apoio Engº. Alexsander Maschio ABCP Apresentação Pavimento

Leia mais

APLICAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM NO RECAPEAMENTO DA AVENIDA NOSSA SENHORA DA LUZ CURITIBA PR

APLICAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM NO RECAPEAMENTO DA AVENIDA NOSSA SENHORA DA LUZ CURITIBA PR APLICAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM NO RECAPEAMENTO DA AVENIDA NOSSA SENHORA DA LUZ CURITIBA PR Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Colaboração: Eng. Ivan Macedo JULHO 1998 Revisado JANEIRO 2011 - Departamento

Leia mais

Rev. Modificação Data Elaborado Verificado Aprovado. Autor do Proj. / Resp. Técnico CREA / UF LUIZ ALBUQUERQUE MARANHÃO 3402-D/PE

Rev. Modificação Data Elaborado Verificado Aprovado. Autor do Proj. / Resp. Técnico CREA / UF LUIZ ALBUQUERQUE MARANHÃO 3402-D/PE KARLA 00 EMISSÃO INICIAL FEV/2012 JAQUELINE JOSÉ LAGHI CARRIÇO Rev. Modificação Data Elaborado Verificado Aprovado atp engenharia Coordenador de Projeto CREA / UF MÔNICA COIMBRA LOYO 011.414--D/PE JOSÉ

Leia mais

Manual Soluções Pisos

Manual Soluções Pisos Manual Soluções Pisos Soluções Pisos A ArcelorMittal dispõe da maior variedade de produtos para o desenvolvimento de soluções inovadoras para pisos de concreto, atendendo às mais variadas obras. A diversidade

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO EXECUÇÃO DE PASSEIO PÚBLICO

MEMORIAL DESCRITIVO EXECUÇÃO DE PASSEIO PÚBLICO MEMORIAL DESCRITIVO EXECUÇÃO DE PASSEIO PÚBLICO AGUA BOA - MT AGROVILA SANTA MARIA Rua Projetada A - B - C Avenida Projetada - LD e LE 3.1 - CALÇADA 3.1.1- Introdução Calçamentos são elementos complementares

Leia mais

Especifi cação Técnica. Pavimentadora de Concreto SP 92 / SP 92 i

Especifi cação Técnica. Pavimentadora de Concreto SP 92 / SP 92 i Especifi cação Técnica Pavimentadora de Concreto SP 92 / SP 92 i Especifi cação Técnica Pavimentadora de Concreto SP 92 SP 92 i Vibradores e circuitos Vibração hidráulica Vibração elétrica Vibradores de

Leia mais

PLANILHA RESUMO DO ORÇAMENTO

PLANILHA RESUMO DO ORÇAMENTO PLANILHA RESUMO DO ORÇAMENTO LOCAL: Av. Presidente Affonso Camargo, 330 - Jardim Botânico FINALIDADE: Viário - Estação Rodoviária de Curitiba - META 1 Item Discriminação Custo Total Incidência (R$) % 1.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPITÃO - RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPITÃO - RS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPITÃO - RS CAPEAMENTO DIVERSAS RUAS LOCAL: CAPITÃO - RS RUAS EXTENSÃO (m) LARGURA (m) CONCORDÂNCIAS (m2) CANTEIRO (m2) ÁREA TOTAL (m2) RUA 20 DE JULHO 221,00 9,50 4,00 2.103,50

Leia mais

ÁREAS DE LAZER DA RUA CURITIBA/CANOAS MODELO DE PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

ÁREAS DE LAZER DA RUA CURITIBA/CANOAS MODELO DE PLANILHA ORÇAMENTÁRIA ÁREAS DE LAZER DA RUA CURITIBA/CANOAS MODELO DE PLANILHA ORÇAMENTÁRIA Item Descrição Qtd. Und. 1 URBANIZAÇÃO DA RUA CURITIBA 1.1 INSTALAÇÃO DE CANTEIRO DE OBRAS E SERVIÇOS 1.1.1 ADMINISTRAÇÃO DA OBRA 1.1.1.1

Leia mais

DNIT. Pavimento rígido Reabilitação Especificação de serviço NORMA DNIT 067/2004 - ES. Prefácio. Resumo

DNIT. Pavimento rígido Reabilitação Especificação de serviço NORMA DNIT 067/2004 - ES. Prefácio. Resumo NORMA DNIT 067/2004 - ES DNIT Pavimento rígido Reabilitação Especificação de serviço MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA- ESTRUTURA DE TRANSPORTES DIRETORIA DE PLANEJAMENTO E PESQUISA

Leia mais

LINHA GERAL DE PRODUTOS PARA PAVIMENTAÇÃO E MINERAÇÃO

LINHA GERAL DE PRODUTOS PARA PAVIMENTAÇÃO E MINERAÇÃO LINHA GERAL DE PRODUTOS PARA PAVIMENTAÇÃO E MINERAÇÃO Todas as fotos, ilustrações e especificações estão baseadas em informações vigentes na data da aprovação desta publicação. A Ciber Equipamentos Rodoviários

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM SISTEMA DE DRENAGEM PROFUNDA NA RODOVIA BR116 TRECHO ALÉM PARAÍBA-TERESÓPOLIS RJ

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM SISTEMA DE DRENAGEM PROFUNDA NA RODOVIA BR116 TRECHO ALÉM PARAÍBA-TERESÓPOLIS RJ UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM SISTEMA DE DRENAGEM PROFUNDA NA RODOVIA BR116 TRECHO ALÉM PARAÍBA-TERESÓPOLIS RJ Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Geomaks Comércio de Geossintéticos

Leia mais

Pavimentação Intertravada de Blocos de Concreto

Pavimentação Intertravada de Blocos de Concreto Pavimentação Intertravada de Blocos de Recomendações Gerais Est. Mun. Eduardo Duarte, 1100 - Esq. RST 287. Santa Maria - RS Fone: (55) 3221 2000 e-mail : prontomix@prontomix.com.br Conceitos Gerais O que

Leia mais

PC 14_Planilha_Rua Israel O.da Silva.xls

PC 14_Planilha_Rua Israel O.da Silva.xls ESTIMATIVA DE CUSTO PONTOS CRÍTICOS: RUA ISRAEL OLIVEIRA DA SILVA. 01 - SERVIÇOS PRELIMINARES 0,00 01.01 - Instalação do canteiro, fornecimento de placas indicativas Un 0,00 0,00 0,00 01.02 - Serviços

Leia mais