Termos para indexação: diversidade genética, pequi, Caryocar brasiliense, RAPD, recursos genéticos, germoplasma

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Termos para indexação: diversidade genética, pequi, Caryocar brasiliense, RAPD, recursos genéticos, germoplasma"

Transcrição

1 VARIABILIDADE GENÉTICA DE COLEÇÃO DE TRABALHO DE PEQUIZEIRO COM BASE EM MARCADORES MOLECULARES Fábio Gelape Faleiro 1, Graciele Bellon 1, Ailton Vítor Pereira 2, Elainy Botelho C. Pereira 3, Nilton Tadeu Vilela Junqueira 1 Eduardo Alano Vieira 1, Eny Duboc 1, Sueli Matiko Sano 1, José Teodoro de Melo 1, Francisco Duarte Fernandes 1 ( 1 Embrapa Cerrados, BR 020, Km 18, Caixa Postal 08223, Planaltina, DF. 2 Embrapa Transferência de Tecnologia; 3 Agência Rural) Termos para indexação: diversidade genética, pequi, Caryocar brasiliense, RAPD, recursos genéticos, germoplasma Introdução O pequizeiro (Caryocar brasiliense Camb.) é uma planta nativa da Região de Cerrado e seus frutos maduros têm sabor característico e muito peculiar, sendo empregados com muito sucesso na culinária de pratos doces e salgados. Devido ao seu valor alimentício, ornamental, medicinal, oleaginoso, melífero, tanífero e sua ampla distribuição geográfica, o pequizeiro é considerado, por muitos, o rei do Cerrado (Almeida et al., 1998). O potencial econômico do pequizeiro tem despertado o interesse, cada vez maior, dos consumidores, agricultores e empresários que demandam a fruta na indústria e comércio. Apesar desse potencial, o extrativismo ainda é o sistema utilizado na obtenção de matéria prima. Para mudar essa realidade e desenvolver um sistema de produção do pequizeiro, trabalhos importantes de domesticação da espécie precisam ser feitos, incluindo a seleção de materiais com maior potencial produtivo (Pereira et al., 2001). A caracterização e exploração da variabilidade genética dentro da espécie C. brasiliense Camb. podem revelar recursos genéticos de grande valor, sejam clones e matrizes para os sistemas de produção de frutos, utilização em programas de melhoramento genético e também para diversificar o uso da espécie como planta ornamental, medicinal e ou produtora de bioenergia. Nesse sentido, a Embrapa Cerrados tem trabalhado a caracterização morfológica e agronômica de uma coleção de trabalho de pequizeiro com potencial econômico. Acessos com frutos sem espinhos, com grande produção de flores (potencial ornamental), com grande produção de óleo (potencial para agroenergia), entre outros, têm sido identificados. Para complementar tais informações, objetivou-se, neste trabalho, avaliar a variabilidade genética da coleção de matrizes de pequizeiro da Embrapa Cerrados, utilizando marcadores moleculares RAPD.

2 Material e Métodos Os materiais genéticos analisados no presente trabalho foram 10 matrizes de pequizeiro da coleção de trabalho da Embrapa Cerrados (Tabela 1). Folhas de cada matriz foram coletadas e o DNA genômico extraído utilizando o método do CTAB, com modificações (Faleiro et al., 2003). Amostras de DNA de cada material genético foram amplificadas pela técnica de RAPD. As reações de amplificação foram feitas em um volume total de 13 ul, contendo Tris-HCl 10 mm (ph 8,3), KCl 50 mm, MgCl2 3 mm, 100 um de cada um dos desoxiribonucleotídios (datp, dttp, dgtp e dctp), 0,4 um de um primer (Operon Technologies Inc., Alameda, CA, EUA), uma unidade da enzima Taq polimerase e, aproximadamente, 15 ng de DNA. Para obtenção dos marcadores RAPD foram utilizados 13 primers decâmeros: OPD-04, OPD-08, OPD-16, OPE- 18, OPE-20, OPF-01, OPF-13, OPF-15, OPF-17, OPG-08, OPG-09, OPH-12 e OPH-17. As amplificações foram efetuadas em termociclador programado para 40 ciclos, cada um constituído pela seguinte seqüência: 15 segundos a 94 ºC, 30 segundos a 35 ºC e 90 segundos a 72 ºC. Após os 40 ciclos, foi feita uma etapa de extensão final de seis minutos a 72 ºC, e finalmente, a temperatura foi reduzida para 4 ºC. Após a amplificação, foram adicionados, a cada amostra, 3 ul de uma mistura de azul de bromofenol (0,25%) e glicerol (60%) em água. Essas amostras foram aplicadas em gel de agarose (1,2%), corado com brometo de etídio, submerso em tampão TBE (Tris-Borato 90 mm, EDTA 1 mm). A separação eletroforética foi de, aproximadamente, quatro horas, a 90 volts. Ao término da corrida, os géis foram fotografados sob luz ultravioleta. Os marcadores RAPD gerados foram convertidos em uma matriz de dados binários, a partir da qual foram estimadas as distâncias genéticas entre os diferentes acessos, com base no complemento do coeficiente de similaridade de Nei e Li, utilizando-se o Programa Genes (Cruz, 1997). A matriz de distâncias genéticas foi utilizada para realizar a análise de agrupamento com o auxílio do Programa Statistica (Statsoft Inc., 1999), utilizando como critério de agrupamento o método do UPGMA. Ainda com base na matriz de distâncias genéticas, foi realizada a dispersão gráfica baseada em escalas multidimensionais usando o método das coordenadas principais, com auxílio do Programa SAS e Statistica (Statsoft Inc., 1999).

3 Resultados e Discussão Os 13 primers decâmeros geraram um total de 208 marcadores RAPD, perfazendo uma média de 16 marcadores por primer. Dos 208 marcadores, apenas 52 (25%) foram monomórficos. A alta média de marcadores por primer e a baixa porcentagem de marcadores monomórficos evidenciam a variabilidade genética dos acessos analisados. Os acessos que mais contribuíram para a alta variabilidade genética foram o CPAC PQ-03 (Acesso com sementes sem espinho) e o CPAC PQ-10 (Acesso coletado em reserva ecológica da Embrapa Cerrados). Esta alta variabilidade genética também tem sido verificada em outros trabalhos realizados com marcadores moleculares isoenzimáticos e do DNA (Oliveira, 1998; Collevatti et al., 2001; Melo Júnior et al., 2004). Melo Júnior et al. (2004) ressaltam que os altos níveis de variabilidade são típicos de populações alógamas com altos níveis de fluxo gênico. As distâncias genéticas entre os 10 acessos de pequizeiro variaram entre 0,152 e 0,434 (Tabela 1). As maiores distâncias genéticas foram verificadas entre o acesso CPAC PQ-10 e os demais acessos. Distâncias genéticas relativamente altas também foram obtidas entre o acesso CPAC PQ-03 (Acesso com sementes sem espinhos) e os demais. A menor distância genética (0,152) foi obtida entre os acessos CPAC PQ-01 e CPAC PQ-02, os quais apresentam a mesma procedência. Segundo Melo Júnior et al. (2004), distâncias genéticas menores são obtidas entre acessos de populações geograficamente mais próximas devido às maiores possibilidades de fluxo gênico entre elas. Tabela 1. Matriz de distâncias entre 10 acessos de pequizeiro da coleção de trabalho da Embrapa Cerrados, baseada em 208 marcadores RAPD. Nº Acessos Código MP1 CPAC PQ-01-2 MP4 CPAC PQ-02 0,152-3 M sem espinho CPAC PQ-03 0,291 0,230-4 Mgigante1 CPAC PQ-04 0,198 0,206 0,257-5 Mgigante2 CPAC PQ-05 0,214 0,216 0,259 0,174-6 Mgigante3 CPAC PQ-06 0,165 0,198 0,259 0,212 0,181-7 Mgigante4 CPAC PQ-07 0,266 0,204 0,283 0,291 0,284 0,244-8 Mgigante5 CPAC PQ-08 0,202 0,205 0,250 0,255 0,226 0,177 0,234-9 Mrestaurante CPAC PQ-09 0,224 0,185 0,235 0,257 0,266 0,207 0,244 0, Mreserva CPAC PQ-10 0,345 0,301 0,326 0,414 0,434 0,323 0,326 0,346 0,220

4 Análise de agrupamento realizada com base nas distâncias genéticas, permitiram subdividir os 10 acessos de pequizeiro em, pelo menos, seis grupos de similaridade genética, a uma distância genética relativa de 0,20 (Figura 1). O maior grupo foi formado por 4 dos 10 acessos. O segundo grupo foi formado pelos acessos CPAC PQ-04 e CPAC PQ-05 que possuem a mesma procedência. Os acessos CPAC PQ-09, CPAC PQ-07, CPAC PQ-03 e CPAC PQ-10 não formaram grupos com outros acessos a uma distância genética relativa de 0,20. Figura 1. Análise de agrupamento de 10 acessos de pequizeiro, da coleção de trabalho da Embrapa Cerrados, com base na matriz de distâncias genéticas calculadas utilizando 208 marcadores RAPD. Foi utilizado o método do UPGMA como critério de agrupamento. A análise do gráfico de dispersão (Figura 2) evidencia a maior distância genética dos acessos CPAC PQ-03 (Acesso com sementes sem espinho) e CPAC PQ-10 (Acesso coletado em reserva ecológica da Embrapa Cerrados) em relação aos demais acessos. Por sua vez, a variabilidade genética verificada entre os acessos de pequizeiro, salientada pelo gráfico de dispersão, reforça o valor desses recursos genéticos.

5 Figura 2. Dispersão gráfica de 10 acessos de pequizeiro da coleção de trabalho da Embrapa Cerrados, com base na matriz de distâncias genéticas. O acesso 3 ( ) apresenta sementes sem espinhos. Conclusões Os marcadores moleculares RAPD permitiram analisar e quantificar a variabilidade genética dos acessos de pequizeiro da coleção de trabalho da Embrapa Cerrados, evidenciando a importância da utilização dos acessos CPAC PQ-03 e CPAC PQ-10 para a ampliação da base genética, subsidiando futuros trabalhos de avaliação agronômica, seleção e uso econômico do pequizeiro. Referências bibliográficas ALMEIDA, S. P. de. Cerrados: Aproveitamento alimentar. Planaltina: Embrapa Cerrados, p. COLLEVATTI, R.G.; GRATTAPAGLIA, D.; HAY, J.D. Population genetic structure of the endangered tropical tree species Caryocar brasiliense based on variability at microsatellite loci. Molecular Ecology, v.10, p , 2001.

6 CRUZ, C.D. Programa Genes: aplicativo computacional em genética e estatística. Viçosa: UFV p. FALEIRO, F.G.; FALEIRO, A.S.G.; CORDEIRO, M.C.R., KARIA, C.T. Metodologia para operacionalizar a extração de DNA de espécies nativas do cerrado. Planaltina: Embrapa Cerrados, (Comunicado Técnico N o. 92) 6p. MELO JÚNIOR, A. F.; CARVALHO, D.; PÓVOA, J.S.R.; BEARZOTI, E. Estrutura genética de populações naturais de pequizeiro (Caryocar brasiliense Camb.). Scientia Forestalis, v. 66, p , OLIVEIRA, K. A. K. B. Variabilidade genética entre e dentro de populações de pequi (Caryocar brasiliense Camb.) do sudeste do Estado de Goiás. Goiânia, p. Dissertação (Mestrado), UFG, Goiânia, PEREIRA, A.V.; PEREIRA, E.B.C.; JUNQUEIRA, N.T.V.; Propagação e domesticação de plantas nativas do Cerrado com potencial econômico. Horticultura Brasileira, v.19, n.2, jul CD- ROM. Suplemento. STATSOFT INC. Statistica for Windows [Computer program manual] Tulsa, OK. StatSoft Inc East 14 th Street, Tulsa

RETROCRUZAMENTOS VISANDO À OBTENÇÃO DE RESISTÊNCIA DO MARACUJAZEIRO-AZEDO À VIROSE DO ENDURECIMENTO DOS FRUTOS, AUXILIADOS POR MARCADORES MOLECULARES

RETROCRUZAMENTOS VISANDO À OBTENÇÃO DE RESISTÊNCIA DO MARACUJAZEIRO-AZEDO À VIROSE DO ENDURECIMENTO DOS FRUTOS, AUXILIADOS POR MARCADORES MOLECULARES RETROCRUZAMENTOS VISANDO À OBTENÇÃO DE RESISTÊNCIA DO MARACUJAZEIRO-AZEDO À VIROSE DO ENDURECIMENTO DOS FRUTOS, AUXILIADOS POR MARCADORES MOLECULARES Kenia Gracielle da Fonseca¹, Fábio Gelape Faleiro¹,

Leia mais

VARIABILIDADE GENÉTICA ENTRE ACESSOS DE MANDIOCA COM POLPA AMARELA, ROSADA, CREME E BRANCA ACESSADA POR MEIO DE MARCADORES RAPD

VARIABILIDADE GENÉTICA ENTRE ACESSOS DE MANDIOCA COM POLPA AMARELA, ROSADA, CREME E BRANCA ACESSADA POR MEIO DE MARCADORES RAPD VARIABILIDADE GENÉTICA ENTRE ACESSOS DE MANDIOCA COM POLPA AMARELA, ROSADA, CREME E BRANCA ACESSADA POR MEIO DE MARCADORES RAPD Eduardo Alano Vieira 1, Fábio Gelape Faleiro 1, Kenia Graciele da Fonseca

Leia mais

USO DE MARCADORES MOLECULARES RAPD E MICROSSATÉLITES VISANDO A CONFIRMAÇÃO DA FECUNDAÇÃO CRUZADA ENTRE Theobroma cacao E Theobroma grandiflorum

USO DE MARCADORES MOLECULARES RAPD E MICROSSATÉLITES VISANDO A CONFIRMAÇÃO DA FECUNDAÇÃO CRUZADA ENTRE Theobroma cacao E Theobroma grandiflorum Agrotrópica 15 (1) : 41-46. 2003. Centro de Pesquisas do Cacau, Ilhéus, Bahia, Brasil USO DE MARCADORES MOLECULARES RAPD E MICROSSATÉLITES VISANDO A CONFIRMAÇÃO DA FECUNDAÇÃO CRUZADA ENTRE Theobroma cacao

Leia mais

VARIABILIDADE GENÉTICA DE ACESSOS DE PITAYA COM DIFERENTES NÍVEIS DE PRODUÇÃO POR MEIO DE MARCADORES RAPD

VARIABILIDADE GENÉTICA DE ACESSOS DE PITAYA COM DIFERENTES NÍVEIS DE PRODUÇÃO POR MEIO DE MARCADORES RAPD VARIABILIDADE GENÉTICA DE ACESSOS DE PITAYA COM DIFERENTES NÍVEIS DE PRODUÇÃO POR MEIO DE MARCADORES RAPD Keize Pereira Junqueira 1, Fábio Gelape Faleiro 1, Graciele Bellon 1, Nilton Tadeu Vilela Junqueira

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Embrapa Amazônia Oriental Belém, PA 2015 DIVERGÊNCIA GENÉTICA ENTRE MATRIZES DE

Leia mais

Análise Genética de Ceiba pentandra (samaúma) ocorrentes na área de Influência da UHE Santo Antônio.

Análise Genética de Ceiba pentandra (samaúma) ocorrentes na área de Influência da UHE Santo Antônio. PROJETO: Análise Genética das Populações de Myrciaria dubia (camu-camu) e Ceiba pentandra (samaúma) ocorrentes na área de Influencia da UHE Santo Antônio. Análise Genética de Ceiba pentandra (samaúma)

Leia mais

DIVERSIDADE GENÉTICA DE POPULAÇÕES DE Acrocomia aculeata (Jacq.) Lodd. (ARECACEAE) NO NORTE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

DIVERSIDADE GENÉTICA DE POPULAÇÕES DE Acrocomia aculeata (Jacq.) Lodd. (ARECACEAE) NO NORTE DO ESTADO DE MINAS GERAIS DIVERSIDADE GENÉTICA DE POPULAÇÕES DE Acrocomia aculeata (Jacq.) Lodd. (ARECACEAE) NO NORTE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Dario Alves de Oliveira, Afrânio Farias de Melo Júnior, Murilo Malveira Brandão, Luana

Leia mais

Caracterização molecular de acessos de mandioca biofortificados com potencial de uso no melhoramento genético 1

Caracterização molecular de acessos de mandioca biofortificados com potencial de uso no melhoramento genético 1 Revista Ciência Agronômica, v. 42, n. 2, p. 457-463, abr-jun, 2011 Centro de Ciências Agrárias - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE Artigo Científico www.ccarevista.ufc.br ISSN 1806-6690 Caracterização

Leia mais

Extração de DNA e Amplificação por PCR

Extração de DNA e Amplificação por PCR Universidade Federal de São Carlos Departamento de Genética e Evolução Disciplina Práticas de Genética Extração de DNA e Amplificação por PCR Érique de Castro 405523, Victor Martyn 405612, Wilson Lau Júnior

Leia mais

CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS E VARIABILIDADE GENÉTICA DE ARATICUM UTILIZANDO MARCADORES RAPD E MICROSSATÉLITES 1

CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS E VARIABILIDADE GENÉTICA DE ARATICUM UTILIZANDO MARCADORES RAPD E MICROSSATÉLITES 1 149 http://dx.doi.org/10.1590/0100-2945-075/14 CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS E VARIABILIDADE GENÉTICA DE ARATICUM UTILIZANDO MARCADORES RAPD E MICROSSATÉLITES 1 MARCELA VERSIANI VENÂNCIO PIRES 2, FÁBIO

Leia mais

Endereço: Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro UENF. Av. Alberto Lamego 2000, CEP: 28013-620 carlosdiego_oliveira@yahoo.com.

Endereço: Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro UENF. Av. Alberto Lamego 2000, CEP: 28013-620 carlosdiego_oliveira@yahoo.com. Avaliação da Variabilidade Genética Via Marcadores ISSR Entre e Dentro de Populações de Milho Submetidas a Diferentes Ciclos de Seleção Recorrente Recíproca Carlos Diego de Oliveira Azevedo 1, Ana Paula

Leia mais

VARIABILIDADE GENÉTICA DE ACESSOS DE PITAYA COM DIFERENTES NÍVEIS DE PRODUÇÃO POR MEIO DE MARCADORES RAPD 1

VARIABILIDADE GENÉTICA DE ACESSOS DE PITAYA COM DIFERENTES NÍVEIS DE PRODUÇÃO POR MEIO DE MARCADORES RAPD 1 VARIABILIDADE GENÉTICA DE ACESSOS DE PITAYA COM DIFERENTES NÍVEIS DE PRODUÇÃO POR MEIO DE MARCADORES RAPD 1 KEIZE PEREIRA JUNQUEIRA 2, FÁBIO GELAPE FALEIRO 3, GRACIELE BELLON 3, NILTON TADEU VILELA JUNQUEIRA

Leia mais

Genética e Melhoramento de Plantas

Genética e Melhoramento de Plantas Genética e Melhoramento de Plantas Marcadores moleculares e sua utilização no melhoramento Por: Augusto Peixe Introdução ao uso de Marcadores moleculares Definição Marcador molecular é todo e qualquer

Leia mais

Apostila de aula prática REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR)

Apostila de aula prática REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR) 1 Universidade Federal Fluminense Instituto Biomédico Departamento de Microbiologia e Parasitologia Disciplina: Virologia Apostila de aula prática REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR) A técnica de reação

Leia mais

PLANO DE MINICURSO TÍTULO DO MINICURSO: 60 ANOS DO DNA E OS AVANÇOS DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA

PLANO DE MINICURSO TÍTULO DO MINICURSO: 60 ANOS DO DNA E OS AVANÇOS DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA PLANO DE MINICURSO TÍTULO DO MINICURSO: 60 ANOS DO DNA E OS AVANÇOS DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA OBJETIVO: Proporcionar aos participantes uma maior compreensão dos avanços que a descoberta da estrutura da

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DA DREPANOCITOSE (Anemia Falciforme)

CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DA DREPANOCITOSE (Anemia Falciforme) CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DA DREPANOCITOSE (Anemia Falciforme) Genética Humana, LCS 3º Ano,1º Semestre, 2012-2013 2ª Aula Sumário Quantificação de DNA cromossomal e avaliação do grau de pureza por espectrofotometria

Leia mais

Taxa De Fecundação Cruzada e Endogamia Em Famílias De Eugenia dysenterica DC Da Coleção De Germoplasma Da UFG

Taxa De Fecundação Cruzada e Endogamia Em Famílias De Eugenia dysenterica DC Da Coleção De Germoplasma Da UFG Taxa De Fecundação Cruzada e Endogamia Em Famílias De Eugenia dysenterica DC Da Coleção De Germoplasma Da UFG Eduardo Borges RODRIGUES 1, Mariana Pires de Campos TELLES 2, Lázaro José CHAVES 3, Ronaldo

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DE APOIO À REALIZAÇÃO DE EVENTOS

RELATÓRIO TÉCNICO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DE APOIO À REALIZAÇÃO DE EVENTOS RELATÓRIO TÉCNICO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DE APOIO À REALIZAÇÃO DE EVENTOS Intituição: Embrapa Cerrados / Centro de Pesquisa Agropecuária do Projeto: IV Reunião Técnica de Pesquisas em Maracujazeiro Responsável:

Leia mais

Kit para calibração de PCR pht

Kit para calibração de PCR pht Kit para calibração de PCR pht Itens fornecidos: Tampões ( concentrado) Composição ( concentrado) I0 500 mm KCl; 100 mm Tris-HCl ph 8,4; 1% Triton X-100 IB 500 mm KCl; 100 mm Tris-HCl ph 8,4; 1% Triton

Leia mais

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Biológicas Departamento de Bioquímica e Imunologia Professor: Miguel Alunos: Gustavo Bastos, Hugo Rezende, Monica Maertens,

Leia mais

LABORATÓRIO DE BIOENGENHARIA. Métodos rápidos de tipagem de microrganismos

LABORATÓRIO DE BIOENGENHARIA. Métodos rápidos de tipagem de microrganismos LABORATÓRIO DE BIOENGENHARIA Métodos rápidos de tipagem de microrganismos Tradicionalmente, o estudo de microrganismos, a nível genético, bioquímico/fisiológico ou apenas a nível de identificação, requer

Leia mais

Universidade Estadual do Norte do Paraná UENP

Universidade Estadual do Norte do Paraná UENP 1 Universidade Estadual do Norte do Paraná UENP Formulário V do Edital Nº 004/2013 - PIBIC/UENP RELATÓRIO DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA RELATÓRIO PARCIAL ( ) RELATÓRIO FINAL ( x ) 1. IDENTIFICAÇÃO:

Leia mais

Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra

Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra Ana Luísa Carvalho Amplificação de um fragmento de DNA por PCR Numa reacção em cadeia catalizada pela DNA polimerase (Polymerase Chain Reaction - PCR),

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 MARCADORES SSR PARA A CARACTERIZAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE CULTIVARES DE MILHETO (Pennisetum glaucum (L.) R. Br.) ADRIANO ALVES DA SILVA 1, ÉDILA VILELA RESENDE VON PINHO 2 ; BRUNA LINE CARVALHO 3, VIVIAN

Leia mais

SEPARAÇÃO ELETROFORÉTICA DE DNA

SEPARAÇÃO ELETROFORÉTICA DE DNA A eletroforese em gel de agarose consiste no método mais usado para separar, identificar, analisar, caracterizar e purificar fragmentos de DNA. Uma molécula de DNA, quando exposta a um campo elétrico,

Leia mais

EXTRAÇÃO DE DNA EM GENÓTIPOS DE ACEROLA NO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DO PIAUÍ-DITALPI.

EXTRAÇÃO DE DNA EM GENÓTIPOS DE ACEROLA NO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DO PIAUÍ-DITALPI. EXTRAÇÃO DE DNA EM GENÓTIPOS DE ACEROLA NO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DO PIAUÍ-DITALPI. Antonia Cardoso Almeida ( ICV/ UFPI); Francilene Leonel Campos(orientadora, Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas/

Leia mais

REFERÊNCIA. Principais tipos de referências e exemplos

REFERÊNCIA. Principais tipos de referências e exemplos REFERÊNCIA Regras gerais Devem ser apresentadas em ordem alfabética, sem numeração; Devem ser referenciados todos os autores (sobrenome em letra maiúscula, separados por ponto-e-vírgula); Devem dar destaque

Leia mais

AMPLIFICAÇÃO CRUZADA DE MARCADORES MOLECULARES SSR ENTRE Coffea canephora E Coffea arabica

AMPLIFICAÇÃO CRUZADA DE MARCADORES MOLECULARES SSR ENTRE Coffea canephora E Coffea arabica AMPLIFICAÇÃO CRUZADA DE MARCADORES MOLECULARES SSR ENTRE Coffea canephora E Coffea arabica Yumi Sheu 1, Ludymila Brandão Motta 1, Diogo Souza Alvez 1, Taís Cristina Bastos Soares 1, Andréia Barcelos Passos

Leia mais

POLIMORFISMO DA TÉCNICA TARGET REGION AMPLIFICATION POLYMORPHISM (TRAP) PARA ESTUDOS MOLECULARES EM MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz)

POLIMORFISMO DA TÉCNICA TARGET REGION AMPLIFICATION POLYMORPHISM (TRAP) PARA ESTUDOS MOLECULARES EM MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) POLIMORFISMO DA TÉCNICA TARGET REGION AMPLIFICATION POLYMORPHISM (TRAP) PARA ESTUDOS MOLECULARES EM MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) Catia Dias do Carmo 1, Dalma Brito Santos 2, Vandeson Rodrigues de

Leia mais

ELETROFORESE APLICADA À ANÁLISE DE DNA

ELETROFORESE APLICADA À ANÁLISE DE DNA ELETROFORESE APLICADA À ANÁLISE DE DNA Eletroforese Separação de moléculas carregadas em um campo elétrico. As moléculas em uma mistura são separadas umas das outras conforme o tamanho ou a carga Eletroforese

Leia mais

DIVERGÊNCIA GENÉTICA ENTRE ACESSOS DE MACAXEIRA DO BAG DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL POR MEIO DE MARCADORES MICROSSATÉLITES

DIVERGÊNCIA GENÉTICA ENTRE ACESSOS DE MACAXEIRA DO BAG DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL POR MEIO DE MARCADORES MICROSSATÉLITES DIVERGÊNCIA GENÉTICA ENTRE ACESSOS DE MACAXEIRA DO BAG DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL POR MEIO DE MARCADORES MICROSSATÉLITES Girena Fernandes Ramalho1, Elisa Ferreira Moura2, Carlos Rogério de Sousa Silva3,

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica.

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica. Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica Eletroforese Introdução a Eletroforese Eletroforese migração de moléculas ionizadas,

Leia mais

AVALIAÇÃO DE ACESSOS DE MANDIOCA DE MESA EM PARACATU-MG

AVALIAÇÃO DE ACESSOS DE MANDIOCA DE MESA EM PARACATU-MG AVALIAÇÃO DE ACESSOS DE MANDIOCA DE MESA EM PARACATU-MG Mário Ozeas Sampaio dos Santos Filho 1, Josefino de Freitas Fialho 1, Eduardo Alano Vieira 1, Marilia Santos Silva 1, Silvana Vieira de Paula-Moraes

Leia mais

REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR)

REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR) Área de Ciências da Saúde Curso de Medicina Módulo: Saúde do Adulto e Idoso II GENÉTICA HUMANA Professora: Dra. Juliana Schmidt REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR) A molécula de DNA é um longo polímero

Leia mais

Mestrado em Genética Molecular

Mestrado em Genética Molecular Mestrado em Genética Molecular Ano lectivo de 2000/2001, edição 2000-2002 Biologia Molecular Expressão génica (RT-PCR) Protocolo das sessões práticas Braga, 2000 Rui Pedro Soares de Oliveira Mestrado em

Leia mais

Reação em Cadeia Da Polimerase

Reação em Cadeia Da Polimerase Reação em Cadeia Da Polimerase X Jornada Farmacêutica IV Amostra 2010 Sueli Massumi Nakatani LACEN-PR Um Pouco de História... Um Pouco de História... 1983 Kary Mullis for his invention of the polymerase

Leia mais

Utilização e Formas de Aproveitamento de espécies do Cerrado no Município de Anápolis, Goiás

Utilização e Formas de Aproveitamento de espécies do Cerrado no Município de Anápolis, Goiás Utilização e Formas de Aproveitamento de espécies do Cerrado no Município de Anápolis, Goiás SANTOS, Mariângela Sousa Rodrigues¹ ROSA, Patrícia Cristiane Lins e Freitas 1,3 MENEZES, Andréia Ribeiro Teles

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 DIVERGÊNCIA GENÉTICA DE PROGÊNIES DE MEIOS-IRMÃOS DE AÇAIZEIRO COM BASE EM VALORES GENÉTICOS DE CARACTERES AGRONÔMICOS E DE CACHO DAVI HENRIQUE LIMA TEIXEIRA 1, MARIA DO SOCORRO PADILHA DE OLIVEIRA ; FLÁVIA

Leia mais

Diversidade e estrutura genética de populações de Mangabeira (Hancornia speciosa Gomes) na Zona da Mata de Pernambuco

Diversidade e estrutura genética de populações de Mangabeira (Hancornia speciosa Gomes) na Zona da Mata de Pernambuco Universidade Federal Rural de Pernambuco Programa de Pós-Graduação em Agronomia Área de Concentração em Melhoramento Genético de Plantas Diversidade e estrutura genética de populações de Mangabeira (Hancornia

Leia mais

O papel das nodulinas na fixação biológica do nitrogênio na cultura de soja

O papel das nodulinas na fixação biológica do nitrogênio na cultura de soja O papel das nodulinas na fixação biológica do nitrogênio na cultura de soja SOUZA, R.C. 1 ; SANTOS, M.A. 2 ; HUNGRIA, M. 3 1 Centro Universitário Filadélfia - Unifil, renata@ cnpso.embrapa.br; 2 Escola

Leia mais

IV Congresso Brasileiro de Mamona e I Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas, João Pessoa, PB 2010 Página 143

IV Congresso Brasileiro de Mamona e I Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas, João Pessoa, PB 2010 Página 143 Página 143 MAPEAMENTO DE MACIÇOS NATURAIS DE OCORRÊNCIA DE MACAÚBA (ACROCOMIA ACULEATA) VISANDO À EXPLORAÇÃO SUSTENTÁVEL 1 Leonardo Lopes Bhering 1 ; Marina de Fátima Vilela 2 ; Fabiana de Gois Aquino

Leia mais

WHO GLOBAL SALM-SURV NÍVEL III

WHO GLOBAL SALM-SURV NÍVEL III WHO GLOBAL SALM-SURV NÍVEL III CAMPYLOBACTER spp. Multiplex PCR para detecção de C. jejuni e C. coli Grace Theophilo LRNCEB IOC/FIOCRUZ gtheo@ioc.fiocruz.br Diagnóstico molecular para Campylobacter spp.

Leia mais

Caracterização e uso de recursos genéticos animais

Caracterização e uso de recursos genéticos animais Similaridade genética em Pesquisa GRUPOS DE AVESTRUZES Similaridade genética em grupos de avestruzes (Struthio camelus) na Amazônia José Ribamar Felipe Marques Zootecnista., Dr. em Genética marques@cpatu.embrapa.br

Leia mais

VERIFICAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO MÉTODO DE EXTRAÇÃO DE DNA DO FUNGO MYCOSPHAERELLA FIJIENSIS PARA DETECÇÃO ATRAVÉS DE PCR EM TEMPO REAL

VERIFICAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO MÉTODO DE EXTRAÇÃO DE DNA DO FUNGO MYCOSPHAERELLA FIJIENSIS PARA DETECÇÃO ATRAVÉS DE PCR EM TEMPO REAL VERIFICAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO MÉTODO DE EXTRAÇÃO DE DNA DO FUNGO MYCOSPHAERELLA FIJIENSIS PARA DETECÇÃO ATRAVÉS DE PCR EM TEMPO REAL Luciana Oliveira Barateli; Regina Melo Sartori Coelho; Abmael Monteiro

Leia mais

Técnicas Moleculares Aplicadas ao Estudo de Patologias

Técnicas Moleculares Aplicadas ao Estudo de Patologias Patologia x Genética Técnicas Moleculares Aplicadas ao Estudo de Patologias Lucas Brandão Patologia Clínica Definição: Fornece informações ao médico, de modo a proporcionar-lhe os meios necessários para

Leia mais

Biodiversidade, Agrobiodiversidade e Agroecologia

Biodiversidade, Agrobiodiversidade e Agroecologia Biodiversidade, Agrobiodiversidade e Agroecologia Hoje, um grande desafio para a agropecuária, principalmente em relação à inovação tecnológica, é a harmonização do setor produtivo com os princípios da

Leia mais

DINÂMICA POPULACIONAL DE Araucaria angustifolia COMO MECANISMO PARA VALORAÇÃO DE SERVIÇOS AMBIENTAIS

DINÂMICA POPULACIONAL DE Araucaria angustifolia COMO MECANISMO PARA VALORAÇÃO DE SERVIÇOS AMBIENTAIS DINÂMICA POPULACIONAL DE Araucaria angustifolia COMO MECANISMO PARA VALORAÇÃO DE SERVIÇOS AMBIENTAIS 1 Andiara Gonçalves, 2 Rafaela Natali Bueno, 3 MsC. Luciano Medina Macedo, 4 PhD. André Biscaia de Lacerda

Leia mais

Avaliação molecular da macho-esterilidade citoplasmática em milho

Avaliação molecular da macho-esterilidade citoplasmática em milho Jornal Eletrônico da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG) Ano 04 - Edição 26 - Agosto / Setembro de 2010 Artigo Avaliação molecular da macho-esterilidade citoplasmática em milho por Sílvia Neto Jardim

Leia mais

Termos para indexação: maracujá-suspiro, Passiflora nitida, casca, propriedades funcionais

Termos para indexação: maracujá-suspiro, Passiflora nitida, casca, propriedades funcionais CARACTERIZAÇÃO DE MACRO E MICRO NUTRIENTES EM CASCAS DE FRUTOS DE MARACUJÁ-SUSPIRO (Passiflora nitida KUNTH.) André Lorena de Barros Santos 1,2, Fábio Gelape Faleiro 1, Ana Maria Costa 1, Angélica Vieira

Leia mais

VARIABILIDADE GENÉTICA DE ACESSOS E CULTIVARES DE MELANCIA BASEADA EM MARCADORES RAPD

VARIABILIDADE GENÉTICA DE ACESSOS E CULTIVARES DE MELANCIA BASEADA EM MARCADORES RAPD VARIABILIDADE GENÉTICA DE ACESSOS E CULTIVARES DE MELANCIA BASEADA EM MARCADORES RAPD Ricarte, A. O (1) ; Albuquerque, L. B. (1) ; Antonio, R. P. (2) ; Silveira, L. M. (3) ; Carvalho, K. K. A. (1) ; Silva,

Leia mais

Ancestralidade Materna polimorfismos matrilínea DNA Mitocondrial (mtdna).

Ancestralidade Materna polimorfismos matrilínea DNA Mitocondrial (mtdna). Ancestralidade Materna A atual população dos países latino-americanos foi gerada por um complexo processo de mistura genética entre ameríndios, europeus e africanos. As porcentagens relativas destas três

Leia mais

Engenharia Molecular. Kit Autossômico GEM. EM-22plex sem extração. Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR

Engenharia Molecular. Kit Autossômico GEM. EM-22plex sem extração. Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR Engenharia Molecular Kit Autossômico GEM EM-22plex sem extração Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR 1. Introdução STRs (short tandem repeats) são sequências repetitivas de 3 a 7 pares de bases encontradas

Leia mais

CONFIRMAÇÃO DE HÍBRIDOS INTERESPECÍFICOS ARTIFICIAIS NO GÊNERO Passiflora POR MEIO DE MARCADORES RAPD 1

CONFIRMAÇÃO DE HÍBRIDOS INTERESPECÍFICOS ARTIFICIAIS NO GÊNERO Passiflora POR MEIO DE MARCADORES RAPD 1 191 CONFIRMAÇÃO DE HÍBRIDOS INTERESPECÍFICOS ARTIFICIAIS NO GÊNERO Passiflora POR MEIO DE MARCADORES RAPD 1 KEIZE PEREIRA JUNQUEIRA 2, FÁBIO GELAPE FALEIRO 3, NILTON TADEU VILELA JUNQUEIRA 3, GRACIELE

Leia mais

Guia do Professor. (Documento baseado no guião original em inglês)

Guia do Professor. (Documento baseado no guião original em inglês) Guia do Professor (Documento baseado no guião original em inglês) Nota: Este documento é apenas um resumo do conteúdo do guia do professor. Alguns itens de grande importância não estão aqui referidos,

Leia mais

PCR Reação de Polimerase em Cadeia. Termociclador

PCR Reação de Polimerase em Cadeia. Termociclador PCR Reação de Polimerase em Cadeia Termociclador REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR) Técnica que permite a amplificação da quantidade de DNA específico utilizando a enzima Taq DNA polimerase, sequências

Leia mais

Processos sustentáveis de produção de bioprodutos Influencia no mecanismo REDD+

Processos sustentáveis de produção de bioprodutos Influencia no mecanismo REDD+ Processos sustentáveis de produção de bioprodutos Influencia no mecanismo REDD+ Glaucia Vieira UFT PPG Mestrado em Agroenergia Engenharia Ambiental Tópicos abordados UFT/LEDBIO/. Histórico: O mecanismo

Leia mais

CALAGEM, GESSAGEM E AO MANEJO DA ADUBAÇÃO (SAFRAS 2011 E

CALAGEM, GESSAGEM E AO MANEJO DA ADUBAÇÃO (SAFRAS 2011 E RESPOSTA DE MILHO SAFRINHA CONSORCIADO COM Brachiaria ruziziensis À CALAGEM, GESSAGEM E AO MANEJO DA ADUBAÇÃO (SAFRAS 2011 E 2012) Carlos Hissao Kurihara, Bruno Patrício Tsujigushi (2), João Vitor de Souza

Leia mais

IV CURSO DE VERÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR E GENÔMICA

IV CURSO DE VERÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR E GENÔMICA Reação em Cadeia de Polimerase IV CURSO DE VERÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR E GENÔMICA MsC. Ingrid Thaís Beltrame Botelho doutoranda ingridthaisbb@hotmail.com O que é PCR? Amplificação de um segmento específico

Leia mais

Sequenciamento de DNA

Sequenciamento de DNA Sequenciamento de DNA Figure 8-50a Molecular Biology of the Cell ( Garland Science 2008) Método de Sanger Reação de síntese de DNA por uma DNA polimerase A incorporação de um dideoxinucleotídeo interrompe

Leia mais

CYCLER CHECK. Kit de teste para a validação da uniformidade da temperatura em termocicladores. pronto a usar, pré-aliquotado. REF 71044 (4 testes)

CYCLER CHECK. Kit de teste para a validação da uniformidade da temperatura em termocicladores. pronto a usar, pré-aliquotado. REF 71044 (4 testes) PT Instruções de utilização CYCLER CHECK Kit de teste para a validação da uniformidade da temperatura em termocicladores pronto a usar, pré-aliquotado REF 7104 (10 testes) REF 71044 (4 testes) Índice 1.

Leia mais

Polymerase Chain Reaction

Polymerase Chain Reaction Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Ciências Básicas da Saúde Laboratório de Virologia Polymerase Chain Reaction Equipe de Virologia UFRGS & IPVDF www.ufrgs.br/labvir PCR Desenvolvida

Leia mais

PCR in situ PCR Hotstart

PCR in situ PCR Hotstart Bruno Matos e Júlia Cougo PCR in situ PCR Hotstart Disciplina de Biologia Molecular Profª. Fabiana Seixas Graduação em Biotecnologia - UFPel PCR in situ - É a técnica de PCR usada diretamente numa lâmina

Leia mais

ANÁLISE GENÔMICA, MAPEAMENTO E ANÁLISE DE QTLs

ANÁLISE GENÔMICA, MAPEAMENTO E ANÁLISE DE QTLs ANÁLISE GENÔMICA, MAPEAMENTO E ANÁLISE DE QTLs João Meidanis Scylla Bioinformática e UNICAMP III Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas Gramado, RS Maio 2005 MINI-CURSO - AGENDA 1. Primeiro Dia

Leia mais

Avaliação Curso de Formação Pós-Graduada da Biologia Molecular à Biologia Sintética 15 de Julho de 2011 Nome

Avaliação Curso de Formação Pós-Graduada da Biologia Molecular à Biologia Sintética 15 de Julho de 2011 Nome 1 Avaliação Curso de Formação Pós-Graduada da Biologia Molecular à Biologia Sintética 15 de Julho de 2011 Nome 1 - As enzimas de restrição ou endonucleases recebem uma designação que provem (1 valor) a)

Leia mais

Rede de Produção de Plantas Medicinais, Aromáticas e Fitoterápicos

Rede de Produção de Plantas Medicinais, Aromáticas e Fitoterápicos Rede de Produção de Plantas Medicinais, Aromáticas e Fitoterápicos Atores envolvidos Movimentos Sociais Agricultura Familiar Governos Universidades Comunidade Científica em Geral Parceiros Internacionais,

Leia mais

8º Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica CIIC 2014 12 a 14 de agosto de 2014 Campinas, São Paulo

8º Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica CIIC 2014 12 a 14 de agosto de 2014 Campinas, São Paulo CARACTERIZAÇÃO DA DIVERSIDADE GENÉTICA DA COLEÇÃO DE GERGELIM DO IAC Erick Mutti Tilieri¹; Amadeu Regitano Neto 2, Brenda G. Díaz Hernández 3 ; Carlos A. Colombo 2 Nº 14106 RESUMO - O gergelim é uma planta

Leia mais

Difusão de conhecimentos técnicos sobre cultivo de hortaliças e adoção de novas metodologias de ensino com o emprego de horta escolar

Difusão de conhecimentos técnicos sobre cultivo de hortaliças e adoção de novas metodologias de ensino com o emprego de horta escolar VII Semana de Ciência e Tecnologia IFMG - Campus Bambuí VII Jornada Científica e I Mostra de Extensão 21 a 23 de outubro de 2014 Difusão de conhecimentos técnicos sobre cultivo de hortaliças e adoção de

Leia mais

Biologia Molecular de Corinebactérias Produtoras de Aminoácidos: Análise do Genoma de Brevibacterium lactofermentum ATCC 13869

Biologia Molecular de Corinebactérias Produtoras de Aminoácidos: Análise do Genoma de Brevibacterium lactofermentum ATCC 13869 Biologia Molecular de Corinebactérias Produtoras de Aminoácidos: Análise do Genoma de Brevibacterium lactofermentum ATCC 13869 António Carlos Matias Correia Dissertação apresentada à Universidade de Aveiro

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA DO FEIJÃO GM DA EMBRAPA

AUDIÊNCIA PÚBLICA DO FEIJÃO GM DA EMBRAPA AUDIÊNCIA PÚBLICA DO FEIJÃO GM DA EMBRAPA Vamos destacar nessa apresentação a questão da reprodução do feijão, já que é uma espécie Neotropical (México, América Central), onde a maioria absoluta das espécies

Leia mais

Projeto Genoma e Proteoma

Projeto Genoma e Proteoma Projeto Genoma e Proteoma Grupo 3: *Artur S. Nascimento *Bárbara S. Costa *Beatrice Barbosa *Tamyres S. E. Guimarães *Yara Cavalcante O que é genoma? O genoma é o conjunto de todo o material genético que

Leia mais

Transformação genética de milho com construções gênicas contendo o gene AtDREB2A visando tolerância à seca¹

Transformação genética de milho com construções gênicas contendo o gene AtDREB2A visando tolerância à seca¹ Transformação genética de milho com construções gênicas contendo o gene AtDREB2A visando tolerância à seca¹ Vanessa Diniz Barcelos Vasconcelos 2, Newton Portilho Carneiro 3 1 Trabalho financiado pelo CNPq/Fapemig

Leia mais

LICENCIATURA EM MEDICINA

LICENCIATURA EM MEDICINA LICENCIATURA EM MEDICINA Disciplina de Biologia Molecular (2º Ano) Ano Lectivo de 2006/2007 3º AULA PRÁTICA 1 - Introdução à tecnologia de PCR 1.1. A reacção de PCR Príncipios e variantes da técnica 2.

Leia mais

BIOMETRIA DE FRUTOS E SEMENTES DE

BIOMETRIA DE FRUTOS E SEMENTES DE BIOMETRIA DE FRUTOS E SEMENTES DE Campomanesia adamantium (Camb.) O. Berg e Campomanesia pubescens (DC.). O. Berg Michele Camargo de Oliveira 1, Denise Garcia de Santana 1, Kelly Cristiene de Freitas Borges

Leia mais

PUCRS CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Genética I AULA PRÁTICA APLICAÇÕES DAS TÉCNICAS DE PCR E ELETROFORESE DE DNA

PUCRS CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Genética I AULA PRÁTICA APLICAÇÕES DAS TÉCNICAS DE PCR E ELETROFORESE DE DNA Analise a seguinte situação hipotética (1): Uma equipe de pesquisadores está realizando um inventário da biodiversidade de uma área tropical ainda inexplorada, porém já sofrendo grande impacto de fragmentação

Leia mais

Diversidade Genética de Híbridos de Milho da Embrapa no Cenário Nacional

Diversidade Genética de Híbridos de Milho da Embrapa no Cenário Nacional Diversidade Genética de Híbridos de Milho da Embrapa no Cenário Nacional Marcos de Oliveira Pinto (1), Isabel Regina Prazeres de Souza (2) ; Samanta Gabriela Medeiros Carvalho (3) ; Isabella Aparecida

Leia mais

DOMESTICAÇÃO DE ESPÉCIES CULTIVADAS. Prof. Olayr Modesto Jr.

DOMESTICAÇÃO DE ESPÉCIES CULTIVADAS. Prof. Olayr Modesto Jr. DOMESTICAÇÃO DE ESPÉCIES CULTIVADAS Prof. Olayr Modesto Jr. INTRODUÇÃO A domesticação é um processo evolucionário conduzido pelo homem visando adaptar plantas e animais às necessidades humanas. Plantas

Leia mais

Biologia Molecular. Técnicas Moleculares. Lucas Brandão

Biologia Molecular. Técnicas Moleculares. Lucas Brandão Biologia Molecular Técnicas Moleculares Lucas Brandão CONCEITOS BÁSICOS Núcleo - Célula Humana DENTRO DO DNA SE ENCONTRAM OS GENE Definição de Genes Estrutura Gênica n=23, X ou Y 5 UTR 1 Pai Introns 2

Leia mais

CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS DE DEZ ACESSOS DE

CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS DE DEZ ACESSOS DE CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS DE DEZ ACESSOS DE Passiflora nitida Kunth PROCEDENTES DO CENTRO-NORTE DO BRASIL Erivanda Carvalho Santos 1, Keize Pereira Junqueira 1, Nilton Tadeu Vilela Junqueira 1, Marcelo

Leia mais

DNA barcoding é um método que utiliza um trecho do DNA de cerca de 650 nucleotídeos como marcador para caracterizar espécies. Trata-se de uma sequência extremamente curta em relação à totalidade do genoma,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI - UFVJM THALYTA FERNANDES GODINHO

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI - UFVJM THALYTA FERNANDES GODINHO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI - UFVJM THALYTA FERNANDES GODINHO ANÁLISE GENETICA DE MATRIZES DE Caryocar brasiliense UTILIZANDO MARCADORES MOLECULARES MICROSSATÉLITE DIAMANTINA

Leia mais

Relationship between SSR Marker Patterns to Morphological parameters of cactus accessions from North East of Brazil and Mediterranean Basin

Relationship between SSR Marker Patterns to Morphological parameters of cactus accessions from North East of Brazil and Mediterranean Basin Relationship between SSR Marker Patterns to Morphological parameters of cactus accessions from North East of Brazil and Mediterranean Basin Meriam Nefzaoui, Mario Lira Jr., S. Udupa, D. Cordeiro dos Santos,

Leia mais

PCR technology for screening and quantification of genetically modified organisms (GMOs)

PCR technology for screening and quantification of genetically modified organisms (GMOs) Universidade do Algarve Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente Curso de Licenciatura em Biologia Marinha e Pescas PCR technology for screening and quantification of genetically modified organisms (GMOs)

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA TÉCNICA DE MIRU (MYCOBACTERIAL INTERSPERSED REPETITIVE UNITS) PARA CARACTERIZAR MOLECULARMENTE Mycobacterium tuberculosis

IMPLANTAÇÃO DA TÉCNICA DE MIRU (MYCOBACTERIAL INTERSPERSED REPETITIVE UNITS) PARA CARACTERIZAR MOLECULARMENTE Mycobacterium tuberculosis IMPLANTAÇÃO DA TÉCNICA DE MIRU (MYCOBACTERIAL INTERSPERSED REPETITIVE UNITS) PARA CARACTERIZAR MOLECULARMENTE Mycobacterium tuberculosis Natália Sanches Xavier (PIBIC/CNPq-FA-UEM), Rosilene Fressatti Cardoso

Leia mais

RETROCRUZAMENTOS AUXILIADOS POR MARCADORES MOLECULARES PARA CONVERSÃO DE LINHAGENS NORMAIS EM MILHO DE ALTA QUALIDADE PROTÉICA (QPM)

RETROCRUZAMENTOS AUXILIADOS POR MARCADORES MOLECULARES PARA CONVERSÃO DE LINHAGENS NORMAIS EM MILHO DE ALTA QUALIDADE PROTÉICA (QPM) RETROCRUZAMENTOS AUXILIADOS POR MARCADORES MOLECULARES PARA CONVERSÃO DE LINHAGENS NORMAIS EM MILHO DE ALTA QUALIDADE PROTÉICA (QPM) DUARTE J.M., PACHECO C.A.P., CARNEIRO N.P., GUIMARÃES C.T., GUIMARÃES

Leia mais

ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE

ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE Importância da Engenharia Genética Diversidade biológica X Diversidade gênica Etapas básicas da Clonagem Escolha e amplificação do

Leia mais

Seleção de primers de marcadores ISSR para análises genéticopopulacionais de plantas medicinais do Cerrado

Seleção de primers de marcadores ISSR para análises genéticopopulacionais de plantas medicinais do Cerrado Seleção de primers de marcadores ISSR para análises genéticopopulacionais de plantas medicinais do Cerrado Jéssica Cristtinny Oliveira de Sousa (PBIC), Flávia Melo Rodrigues (Orientadora) Universidade

Leia mais

Comparação entre Protocolos de Extração de DNA de Algodão para Emprego em Ensaios com Marcadores Moleculares

Comparação entre Protocolos de Extração de DNA de Algodão para Emprego em Ensaios com Marcadores Moleculares ISSN 000-6460 Comparação entre Protocolos de Extração de DNA de Algodão para Emprego em Ensaios com Marcadores Moleculares 74 Circular Técnica Novembro, 2003 O isolamento de DNA de plantas, sejam elas

Leia mais

O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)?

O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)? O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)? O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)? 3 5 F R 3 5 Um processo para multiplicar selectivamente um determinado segmento de DNA Esse segmento pode

Leia mais

EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL PARA ALUNOS DO ENSINO MÉDIO: MODELO DIDÁTICO PARA COMPREENSÃO DO TESTE DE VÍNCULO GENÉTICO

EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL PARA ALUNOS DO ENSINO MÉDIO: MODELO DIDÁTICO PARA COMPREENSÃO DO TESTE DE VÍNCULO GENÉTICO EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL PARA ALUNOS DO ENSINO MÉDIO: MODELO DIDÁTICO PARA COMPREENSÃO DO TESTE DE VÍNCULO GENÉTICO CUNHA, Marielton dos Passos 1 ; OLIVEIRA, Bruno Francesco Rodrigues de 1 ; RESENDE, Isa Murielly

Leia mais

Scientia Agraria ISSN: 1519-1125 sciagr@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil

Scientia Agraria ISSN: 1519-1125 sciagr@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil Scientia Agraria ISSN: 1519-1125 sciagr@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil VIDAL, Ribas Antonio; Pinto LAMEGO, Fabiane; NUNES, Anderson Luis OTIMIZAÇÃO DO NÚMERO DE PRIMERS EMPREGADOS EM RAPD

Leia mais

A ARBORIZAÇÃO DO CAMPUS DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

A ARBORIZAÇÃO DO CAMPUS DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA A ARBORIZAÇÃO DO CAMPUS DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Diogo Luis Kurihara Universidade de Brasília - Departamento de Engenharia Florestal José Imaña-Encinas Universidade de Brasília - Departamento de Engenharia

Leia mais

Correlação de Miconia albicans e concentração de alumínio no solo em um fragmento de cerrado denso, Itirapina.

Correlação de Miconia albicans e concentração de alumínio no solo em um fragmento de cerrado denso, Itirapina. Correlação de Miconia albicans e concentração de alumínio no solo em um fragmento de cerrado denso, Itirapina. ARILDO DE S. DIAS 1, CLÁUDIA DE M. MARTINELLI 2, LARISSA G. VEIGA 1, RICARDO GABRIEL MATTOS

Leia mais

VII Semana de Ciência e Tecnologia IFMG Câmpus Bambuí VII Jornada Científica e I Mostra de Extensão 21 a 23 de outubro de 2014

VII Semana de Ciência e Tecnologia IFMG Câmpus Bambuí VII Jornada Científica e I Mostra de Extensão 21 a 23 de outubro de 2014 Plantando a Semente, Cultivando Vidas Alex Lopes Carvalho 1 ; Vagner Aparecido Vítor² Ricardo Monteiro Corrêa ³; ¹ Estudantes de Agronomia. Instituto Federal Minas Gerais (IFMG) campus Bambuí. Bambuí MG.

Leia mais

Controle de irrigação e avaliação do crescimento de plantas de pequizeiro (Caryocar brasiliense camb.) irrigadas e adubadas em Goiânia.

Controle de irrigação e avaliação do crescimento de plantas de pequizeiro (Caryocar brasiliense camb.) irrigadas e adubadas em Goiânia. Controle de irrigação e avaliação do crescimento de plantas de pequizeiro (Caryocar brasiliense camb.) irrigadas e adubadas em Goiânia. Irrigation control and evaluation of growth and souari nut trees

Leia mais

IV Congresso Brasileiro de Mamona e I Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas, João Pessoa, PB 2010 Página 1617

IV Congresso Brasileiro de Mamona e I Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas, João Pessoa, PB 2010 Página 1617 Página 1617 CARACTERIZAÇÃO DE ACESSOS DE PINHÃO-MANSO QUANTO A TOXIDEZ Bruno Galvêas Laviola 1 ; Simone Mendonça 1 ; José Antonio de Aquino Ribeiro 2 1Pesquisador(a) da Embrapa Agroenergia, Brasília, DF.

Leia mais

Técnicas de biologia molecular. da análise de genes e produtos gênicos únicos a abordagens em larga escala

Técnicas de biologia molecular. da análise de genes e produtos gênicos únicos a abordagens em larga escala Técnicas de biologia molecular da análise de genes e produtos gênicos únicos a abordagens em larga escala os mesmos genes, qual a diferença? Dogma central Localizando alvos Técnicas iniciais para evidenciar

Leia mais

Manual da Oficina Prática de Genética, Genoma e Biotecnologia. Quarto Módulo

Manual da Oficina Prática de Genética, Genoma e Biotecnologia. Quarto Módulo www.odnavaiaescola.org Todos os direitos reservados à DNA Goes to School, Inc. 2003 Manual da Oficina Prática de Genética, Genoma e Biotecnologia Quarto Módulo Multiplicando o nosso DNA Kary Mullis A técnica

Leia mais

STATGEN Plataforma web para análise de dados genéticos.

STATGEN Plataforma web para análise de dados genéticos. STATGEN Plataforma web para análise de dados genéticos. Diogo Gonçalves Neder 1 1 Introdução O melhoramento de plantas visa principalmente identificar combinações genotípicas com performance superior quando

Leia mais

BIOTECNOLOGIA VEGETAL E SUAS APLICAÇÕES NO AGRONEGÓCIO

BIOTECNOLOGIA VEGETAL E SUAS APLICAÇÕES NO AGRONEGÓCIO BIOTECNOLOGIA VEGETAL E SUAS APLICAÇÕES NO AGRONEGÓCIO Dr. Paulo S. T. Brioso Laboratório Oficial de Diagnóstico Fitossanitário/ UFRRJ http://www.fito2009.com brioso@bighost.com.br AGRADECIMENTOS Comissão

Leia mais

Melhoramento de Café Robusta/Conilon

Melhoramento de Café Robusta/Conilon Melhoramento de Café Robusta/Conilon Maria Amélia Gava Ferrão Pesquisadora Embrapa Café/Incaper APRESENTAÇÃO Introdução Histórico Estratégias Melhoramento Brasil Principais Resultados Espécies Café Identificadas

Leia mais