Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013"

Transcrição

1 Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013 QUESTÃO 1 Crase. No trecho... não existem referências palavras pedestre ou calçada (linha 02), a lacuna deve ser preenchida por às, com sinal de crase, porque o substantivo referências rege preposição a e o substantivo palavras exige artigo definido feminino plural as. A redação, com a lacuna completada, deve ser... não existem referências às palavras pedestre ou calçada. Já com relação ao trecho... como seria possível melhorar mobilidade urbana... (linha 10), a lacuna deve ser preenchida pelo artigo definido feminino singular a, porque o verbo melhorar é transitivo direto (quem melhora melhora alguma coisa), logo apenas o substantivo mobilidade exige artigo. A redação, com a lacuna completa, será... como seria possível melhorar a mobilidade urbana.... Referentemente ao trecho... possível reverter tendência... (linha 23), a lacuna deve ser preenchida pelo artigo definido feminino singular a, porque o verbo reverter é transitivo direto (quem reverte reverte alguma coisa), logo apenas o substantivo tendência exige artigo. A redação, com a lacuna completa, será... possível reverter a tendência.... Finalmente, quanto ao trecho... tornam-se obstáculos mobilidade... (linha 32), a lacuna deve ser preenchida por à, com sinal de crase, porque o substantivo obstáculos rege preposição a e o substantivo mobilidade exige artigo definido feminino plural a. A redação, com a lacuna completada, deve ser... tornam-se obstáculos à mobilidade.... Portanto, as lacunas das linhas 02, 10, 23 e 32 devem ser correta e respectivamente preenchidas por às a a à. RESPOSTA D. QUESTÃO 2 Interpretação de texto. A afirmação I registra que, segundo o governo brasileiro, a mobilidade urbana é composta por diversas modalidades, indicando a utilização de ônibus, trens bicicletas e a própria caminhada. No trecho Nos 28 artigos da Política Nacional de Mobilidade Urbana, sancionada em 3 de janeiro de 2012, não existem referências às palavras pedestre ou calçadas. Ou seja, caminhar não é uma mobilidade de mobilidade conhecida (linhas 01-03), vê-se que não se pode considerar, segundo o texto, caminhada como modalidade urbana, portanto está errada a assertiva. Quanto à afirmação II, o texto faz diversas referências à necessidade de que haja mais investimentos em calçadas e outros equipamentos públicos. Observem-se, exemplificativamente, os trechos compreendidos entre as linhas 09 a 11, 16 a 18, 30 a 36, entre outros. Correta a assertiva. Correta a afirmação III, porque, no texto, vê-se a indicação de que a responsabilidade pelo cuidado e pela manutenção das calçadas não é assumida pelos governantes e não seguem qualquer tipo de padrão (observem-se, pelo menos, os trechos situados entre as linhas 09 a 11 e 16 a 18. RESPOSTA D. QUESTÃO 3 Semântica (significado das palavras). Verdadeira a afirmação contida na primeira assertiva a respeito de expressão utilizada no título do texto, porque a expressão de a pé está entre aspas por ser própria da informalidade, ou seja, da linguagem coloquial, não pertencendo ao padrão culto da Língua Portuguesa. Verdadeira a afirmação contida na segunda assertiva, haja vista que o termo (i)mobilidade urbana (linha 04) apresenta o prefixo que indica negação entre parênteses por recurso que reforça a crítica à falta de mobilidade existente nas cidades atualmente.

2 A expressão casa-trabalho-casa-escola (linha 22) aparece grafada com hifens porque indica a cadeia de um itinerário, mas não se trata do surgimento de uma nova palavra composta. Falsa a terceira assertiva. Falsa a quarta assertiva, porque, no trecho Se uma rua tem um buraco, logo a mídia... (linhas 32-33), a palavra buraco está sendo empregada em sentido denotativo, isto é real, não figurado. Não se trata, portanto, de metáfora, porque buraco em rua é buraco mesmo. RESPOSTA B. QUESTÃO 4 Formação de palavras. Quanto à afirmação I, as palavras intransponível (linha 34) e inconformidade (linha 34) são formadas por derivação prefixal e sufixal, já que apresentam prefixo ( -in em ambas) e sufixo ( -vel e -dade ), podendo, inclusive, perder um dos afixos e continuar existindo ( transponível e conformidade ). Já a palavra individual (linha 35) é formada pelo processo de derivação parassintética, porque apresenta prefixo ( -in ) e sufixo ( -al), mas não pode perder nenhum dos afixos. Incorreta a assertiva. Já com relação à assertiva II, em amigável (linha 19) há um sufixo nominal ( -vel ), que foi acrescido ao radical amig (de amigo, que é substantivo), formando o adjetivo amigável. Correta a assertiva. Na III, as palavras ciclovias e ciclofaixas não apresentam prefixo, nem sufixo, mas a união de dois primitivos ( ciclo+vias e ciclo+faixas ), sendo formadas, portanto, por composição por justaposição, já que não perderam elementos. Errada a assertiva. As incorretas, portanto, são I e III. RESPOSTA D. QUESTÃO 5 Emprego de conjunções. No trecho Ou seja, caminhar não é uma modalidade da mobilidade urbana (linhas 02-03), a expressão Ou seja traduz ou indica ideia de conclusão ao que se afirmou anteriormente ( Nos 28 artigos da Política Nacional de Mobilidade Urbana, sancionada em 3 de janeiro de 2012, não existem referências às palavras pedestre ou calçadas ). Portanto a substituição de Ou seja por Por exemplo causaria óbvia alteração no significado da mensagem. A locução conjuntiva No entanto é coordenativa adversativa, podendo ser substituída por sinônimos como Mas, Porém, Contudo, entre outras, mas não por Conquanto, que é conjunção subordinativa concessiva. Portanto a substituição implicaria não somente alteração de sentido, mas também erro na construção do período. No trecho... mas é possível... (linha 14), a conjunção mas é coordenativa adversativa, podendo ser substituída por sinônimos como porém, contudo, todavia, no entanto e entretanto. Logo a substituição de mas, na linha 14, por todavia mantém o sentido original da mensagem. No trecho São números impossíveis de serem mantidos ou aumentados sem o colapso... (linhas 25-26), a palavra ou, que indica ideia de soma (... não podem ser mantidos e não podem ser alterados ) não é substituível por ora, que emprestaria à frase a ideia de alternância, alterando-lhe o sentido. A conjunção Portanto (linha 28) é coordenativa conclusiva, podendo ser substituída por sinônimos como Logo, Por isso e Por conseguinte. Dessa forma, a substituição de Portanto por Por conseguinte manteria o significado original da mensagem. RESPOSTA A. QUESTÃO 6 Funções sintáticas. No trecho Em agosto passado, o governo anunciou investimentos..., o segmento Em agosto passado evidencia circunstância temporal, funcionando como adjunto adverbial.

3 Na sequência Portanto, esse é um número que deveria ser levado em conta..., o termo esse, que é pronome demonstrativo, funciona como sujeito do predicado... é um número que deveria ser levado em conta.... (Quem é um número que deveria ser levado em conta? ESSE.) Quanto ao segmento... aquelas pessoas que optam por uma mobilidade mais saudável..., o fragmento por uma mobilidade mais saudável é objeto indireto de optar, em optam (quem opta opta por algo). Em O ex-prefeito de Bogotá, capital da Colômbia, cunhou uma frase excelente..., o fragmento capital da Colômbia é aposto de Bogotá (observe-se seu valor explicativo). No trecho... cobram da prefeitura providências urgentes..., a expressão providências urgentes funciona como objeto direto de cobrar, em cobram (quem cobra cobra algo de alguém). A sequência numérica é RESPOSTA C. QUESTÃO 7 Concordância verbal de nominal. Se no trecho Essas são deixadas aos proprietários dos imóveis, apesar de não fazerem parte do terreno e serem sempre abandonadas ao nada ou ao calçamento de menor preço e baixa qualidade (linhas 47-49) fosse substituída a palavra Essas por Ele, a oração ficaria com a seguinte redação: Ele é deixado aos proprietários dos imóveis, apesar de não fazer parte do terreno e ser sempre abandonado ao nada ou ao calçamento de menor preço e baixa qualidade. Portanto são necessárias cinco alterações. RESPOSTA D. QUESTÃO 8 Pontuação. No trecho Pesquisa feita pela Secretaria Estadual de Transporte mostra que os engarrafamentos... (linhas 26-27), o verbo mostrar, em mostra, tem como sujeito Pesquisa feita pela Secretaria Estadual de Transporte, portanto não pode haver vírgula entre Transporte e mostra, porque separaria o sujeito do seu verbo. Correta a assertiva I. No trecho O ex-prefeito de Bogotá, capital da Colômbia, cunhou uma frase excelente: Cidade avançada não é aquela onde os pobres andam de carro, mas sim aquela onde os ricos andam no transporte público, os dois-pontos introduzem citação, porque se trata da reprodução exata da frase do ex-prefeito de Bogotá. Errada, portanto, a assertiva II. Quanto ao segmento Uma pergunta ainda sem resposta é: como seria possível melhorar a mobilidade urbana sem investimento em calçadas e equipamentos públicos que permitam o caminhar seguro de pedestres?, a supressão dos dois-pontos e o ponto de interrogação fosse substituído por ponto final, o sentido da frase seria mantido, porque a pergunta deixaria de ter tom interrogativo na leitura. Observe-se o trecho já modificado: Uma pergunta ainda sem resposta é como seria possível melhorar a mobilidade urbana sem investimento em calçadas e equipamentos públicos que permitam o caminhar seguro de pedestres. Correta a assertiva III. RESPOSTA D. QUESTÃO 9 Tempos e modos verbais. No trecho A mobilidade urbana DEVERIA ser vista como um direito coletivo, e o uso de automóveis no cotidiano dos trajetos casa-trabalho-casa-escola deveria ser desestimulado (linhas 21-22), ambas as ocorrência do verbo dever, em deveria estão conjugadas no futuro do pretérito do indicativo (eu deveria, tu deverias, ele(a) deveria, nós deveríamos, vós deveríeis, eles(as) deveriam). A escolha do tempo verbal, que traduz uma hipótese ou expectativa do autor, é um recurso estilístico que serve para fazer críticas às políticas públicas a respeito de mobilidade urbana, com as quais ele não concorda. RESPOSTA E.

4 QUESTÃO 10 Equivalência de estruturas. Quanto à afirmação I, a troca de tornar-se (linha 19) por transformar-se provocará necessidade de ajuste na estrutura da frase em que se encontra. Observe-se: A cidade precisa tornar-se um lugar mais amigável... para A cidade precisa transformar-se NUM lugar mais amigável.... Relativamente à assertiva II, também haverá necessidade de ajuste na substituição de se destinam (linha 41) por tem como destino. Observe-se:... os caminhantes que se destinam ao transporte público... por... os caminhantes que TÊM como destino O transporte público.... No que diz respeito à afirmação III, a substituição de cuidar (linha 31) por zelar, no trecho... obrigação de cuidar das calçadas..., provocará alteração estrutural na frase para... obrigação de zelar PELAS das calçadas.... As três sugestões, portanto, provocam alteração estrutural nas respectivas frases. RESPOSTA E. QUESTÃO 11 Ortografia. Completam correta e respectivamente as lacunas das linhas 04, 15, 18 e 24 as palavras frenagem (toda terminação GEM, em Língua Portuguesa é com G e M no final), identificação, congestionadas e percepção. RESPOSTA C. QUESTÃO 12 Interpretação de texto. Errada a afirmação I em sua parte final, porque, segundo o texto, 97% dos idosos participantes do estudo não se envolveram em acidentes num período de cinco anos, nem foram multados (linhas 07-08), entre outros trechos. Quanto à afirmação II, cujo trecho... em pouco mais de uma década, haverá um aumento na população idosa que dirige..., haja vista que, no texto, no segmento A pesquisadora afirma que, com o aumento do número de idosos no país em 2020, o Brasil terá a quinta maior população idosa do mundo..., faz referência ao ano de Considerando que o texto, em sua fonte bibliográfica (no final), aponta o ano de 2013, basta observar que, de 2013 para 2020, não teremos mais de uma década, mas menos que uma década, ou seja, 7 ou 8 anos. Portanto está errada a assertiva II. Correta a afirmação III, porque encontra amparo no que se encontra no trecho Antes, tínhamos um idoso motorista que dirigia no entorno da sua residência, que levava os netos à escola. Mas esse perfil mudou 100%, diz Angélica (linhas 20-21). RESPOSTA C. QUESTÃO RECORRÍVEL, PORQUE A BANCA INDICOU COMO CORRETA A ALTERNATIVA D, CONSIDERANDO QUE ESTEJA CORRETA A AFIRMAÇÃO II. A AFIRMAÇÃO II ESTÁ ERRADA PELAS RAZÕES ACIMA EXPLICADAS. QUESTÃO 13 Concordância e flexão verbal. A substituição de O Estudo, no trecho O estudo foi feito com o uso de um simulador (linha 05), por As experiências a locução verbal seria alterada para foram feitas, concordando em gênero ( feitas, no feminino) e número ( foram, no plural, e feitas, no plural). Correta a assertiva I. Em A maior parte dos motoristas pesquisados 73% mulheres e 87% homens dirige à noite (linha 19), o verbo dirigir, em dirige está concordando com maioria, que é o núcleo do sujeito. Nesse caso, como se trata de expressão partitiva, o verbo também poderia ir para o plural ( dirigem ), concordando com o complemento ( motoristas ). O trecho 73% mulheres e 87% homens é apenas aposto, portanto o verbo não concordará com as grandezas numéricas. Errada a afirmação II. Se, no trecho eles têm um tempo maior para parar (linha 10), o sujeito fosse colocado no singular ( ele ), o verbo deveria concordar com o sujeito em número, perdendo o acento diferencial da

5 3ª pessoa do plural, resultando na forma tem, por força de regra da concordância VERBAL, não nominal. Errada a afirmação III. RESPOSTA A. QUESTÃO 14 Regência e classificação de orações. No fragmento A adaptação não é proibir os idosos de dirigir (linha 13), o fragmento proibir os idosos de dirigir é oração subordinada objetiva direta, porque integra o sentido do verbo ser, em é. Correta a afirmação I. O verbo proibir pode ser empregado apenas como transitivo direto, como, por exemplo, A instituição proibiu qualquer manifesto, em que qualquer manifesto funciona como objeto direto. Assim como proibir também pode vir empregado como transitivo direto e indireto, como, por exemplo, a própria construção... proibir os idosos de dirigir, em que os idosos é objeto direto e de dirigir, indireto. Errada a assertiva II. A expressão de dirigir, como se viu na explicação anterior, é objeto indireto de proibir. Errada a afirmação III. RESPOSTA D. QUESTÃO 15 Fonética. A palavra participação é polissílaba sim, porque possui cinco sílabas (PAR-TI-CI-PA-ÇÃO). Além disso, apresenta ditongo nasal no final ( ão ) e um encontro consonantal imperfeito (R-T), mas é palavra oxítona, porque sua sílaba tônica é a última: par-ti-ci-pa-ção. Falsa a primeira afirmação. A forma verbal envolveram é tetrassílaba (EM-VOL-VE-RAM). Apresenta, também, um dígrafo nasal ( en ) e um ditongo nasal final ( AM = /ÃO/) e menos fonemas que letras em razão do dígrafo en ). Falsa a segunda afirmação. A palavra táxis é dissílaba e paroxítona, porque apresenta tonicidade na penúltima sílaba ( ta ), não contém encontro consonantal e possui mais letras que fonemas em razão do dífono produzido pela pronúncia do x com valor fonético de /KS /. Falsa a terceira afirmação. RESPOSTA B. QUESTÃO 16 Funções do QUÊ. Na construção Idosos levam 40% mais tempo para frear carro que adultos, diz pesquisa (título do texto), o que é parte de conjunção subordinativa comparativa ( mais... que ). Errada a assertiva I. No trecho A média de tempo de reação a partir do momento que uma placa... (linha 03), o que é pronome relativo e retoma momento. Errada a assertiva II. No segmento O estudo detectou que os idosos evitam... (linha 08), o que é conjunção subordinativa integrante, integrando o sentido do verbo detectar. Correta a assertiva III. RESPOSTA C. QUESTÃO 17 Relativização. No trecho O estudo detectou que os idosos evitam colisões diminuindo drasticamente a velocidade. Intuitivamente ou não, eles diminuem a velocidade... (linhas 08-09), o pronome eles retoma os idosos. Correta a assertiva I. Quanto ao fragmento A pesquisadora afirma que, com o aumento de idosos no país em 2020, o Brasil terá a quinta maior população idosa do mundo, as cidades terão de se adaptar ao modo, mais lento, deles ao volante (linhas 11 a 13), o pronome eles em deles refere-se a idosos, não à população idosa. Errada a afirmação II.

6 No fragmento A idade média dos avaliados foi 74,3 anos para homens e 69,4 para mulheres. Eles dirigem em média há 48,5 anos... (linhas 16-17), o pronome Eles retoma homens, não avaliados. Errada a afirmação III. RESPOSTA A. QUESTÃO 18 Interpretação e equivalência de estruturas. No trecho Teremos que pensar quais serão as modificações na cidade para que o idoso possa fluir sem atrapalhar o trânsito e sem correr riscos (linhas 13-15), a locução conjuntiva para que é subordinativa adverbial final (com valor de finalidade) e pode ser substituída, sem alteração da estrutura por a fim de que. Observe-se a nova redação: Teremos que pensar quais serão as modificações na cidade a fim de que o idoso possa fluir sem atrapalhar o trânsito e sem correr riscos. Verdadeira a primeira afirmação. No mesmo trecho, a pessoa verbal em que está conjugado o verbo ter, em Teremos, é forma comum de estabelecer dialética textual, em que obviamente o autor se inclui. Verdadeira a segunda afirmação. O fragmento e sem correr riscos, no trecho Teremos que pensar quais serão as modificações na cidade para que o idoso possa fluir sem atrapalhar o trânsito e sem correr riscos, não poderia ser substituído por arriscando-se, porque alteraria o sentido original do texto. Observe-se a alteração: Teremos que pensar quais serão as modificações na cidade para que o idoso possa fluir sem atrapalhar o trânsito, arriscando-se, o que daria ideia de o idoso arriscar-se, desafiando o trânsito, diferentemente de correr riscos, tanto pela sua forma de dirigir (segundo o texto), quanto pelo risco que pode correr em relação ao comportamento dos outros motoristas. Falsa a afirmação. RESPOSTA C. QUESTÃO 19 Acentuação gráfica. A retirada do assento gráfico da palavra média produziria media, que é forma verbal de medir (ele media...). Correta a afirmação I. Suprimindo-se o acento gráfico de médica, obtém-se a forma verbal medica (ele medica naquela clínica, por exemplo). Portanto pode ser suprimido, caso em que se obtém outra palavra (verbo) existente em Língua Portuguesa. Errada a afirmação II. A supressão dos acentos gráficos de aí (advérbio) e país (substantivo, significando nação) fará com que as palavras assumam outros significados: ai (interjeição de dor ou espanto) e pais (substantivo). Correta a afirmação III. RESPOSTA B. QUESTÃO 20 Equivalência de estruturas. No trecho O estudo detectou que os idosos evitam colisões diminuindo drasticamente a velocidade (linhas 08-09), a supressão de drasticamente não alteraria o sentido original da mensagem. Veja-se: O estudo detectou que os idosos evitam colisões diminuindo a velocidade. A sugestão da assertiva I não produziria alteração de sentido. No fragmento Intuitivamente ou não, eles diminuem a velocidade e aí eles têm um tempo maior para parar (linhas 09-10), a supressão de eles (segunda ocorrência) produziria alteração de sentido, pois se poderia interpretar que quem tenha tempo maior para parar sejam outros motoristas, não os idosos. Observe a nova redação: Intuitivamente ou não, eles diminuem a velocidade e aí têm um tempo maior para parar. A sugestão da assertiva II, portanto, produziria alteração de sentido. No trecho Todos os avaliados dirigem os próprios automóveis em dias de chuva... (linha 18), a supressão de próprios alteraria o sentido, porque os avaliados poderiam dirigir automóveis de outrem. Observe-se a nova redação: Todos os avaliados dirigem os automóveis em dias de chuva.... A sugestão da assertiva III, portanto, produziria alteração de sentido. RESPOSTA C.

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO PARA AGENTE ADMINSITRATIVO AUXILIAR PORTO ALEGRE DO CONCURSO DA FUNDAÇÃO ESTADUAL DE PROTEÇÃO E PESQUISA EM SAÚDE FEPS PROVA REALIZADA

Leia mais

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA...

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... Sumário PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... 3 1.1. Fonema...3 1.2. Classificação dos fonemas...4 1.3. Encontros vocálicos...5 1.4. Encontros consonantais...5 1.5. Dígrafos...6 1.6. Dífono...7 1.7.

Leia mais

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS PORTUGUÊS PARA CONCURSOS Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética Fonema Letra Sílaba Número de sílabas Tonicidade Posição da sílaba tônica Dígrafos Encontros consonantais Encontros vocálicos Capítulo 2

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROF. ALBERTO MENEGOTTO

LÍNGUA PORTUGUESA PROF. ALBERTO MENEGOTTO COMENTÁRIOS À PROVA DO TJRS OFICIAL DE JUSTIÇA Questão 01 Crase As três lacunas devem ser preenchidas exclusivamente com artigos definidos femininos. Observe-se cada caso: na primeira lacuna, o verbo contemplar

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa 01. Alternativa (E) Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa Alternativa que contém palavras grafadas de acordo com o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa - VOLP 02. Alternativa

Leia mais

Professora Verônica Ferreira

Professora Verônica Ferreira Professora Verônica Ferreira 1- Prova: ESAF - 2013 - DNIT - Técnico Administrativo (questão nº 1) Disciplina: Português Assuntos: Crase; Assinale a opção que completa corretamente a sequência de lacunas

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data:

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data: FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data: Listagem Conteúdos: 6º ano ensino fundamental Morfologia Fonética

Leia mais

QUESTÃO 1 Ortografia e parônimos. QUESTÃO 2 Semântica e interpretação de texto.

QUESTÃO 1 Ortografia e parônimos. QUESTÃO 2 Semântica e interpretação de texto. Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso da Polícia Civil para Escrivão e Inspetor de Polícia pela FDRH Concurso ocorrido no dia 18 de agosto de 2013 QUESTÃO 1 Ortografia

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Língua Portuguesa Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de Língua Portuguesa COMENTÁRIO GERAL: a prova compôs-se de três textos dois breves ensaios (artigo cuja temática é universal) e uma crônica. O conhecimento solicitado

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 venho por meio deste pedir a anulação

Leia mais

Sumário. Apresentação - 1. a edição /13 Apresentação - 2 edição /14

Sumário. Apresentação - 1. a edição /13 Apresentação - 2 edição /14 Sumário Apresentação - 1. a edição /13 Apresentação - 2 edição /14 1 Variação lingüística / 15 1.1 Os níveis de linguagem / 17 1.1.1 O nível informal /17 1.1.2 O nível semiformal /1 7 1.1.3 O nível formal/18

Leia mais

Conteúdos Programáticos Bolsão 2016. Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I. Conteúdo para ingresso no 2 o ano

Conteúdos Programáticos Bolsão 2016. Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I. Conteúdo para ingresso no 2 o ano Conteúdos Programáticos Bolsão 2016 Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I Conteúdo para ingresso no 2 o ano LÍNGUA PORTUGUESA: Alfabeto (maiúsculo e minúsculo); vogal e consoante; separação silábica;

Leia mais

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das Um pouco de teoria... Observe: Estudo das classes de palavras Conjunções A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das I- João saiu, Maria chegou. II- João saiu, quando

Leia mais

Deve-se analisar a frase e sublinhar todas as formas verbais nelas existentes. Assim sendo, a frase fica:

Deve-se analisar a frase e sublinhar todas as formas verbais nelas existentes. Assim sendo, a frase fica: Revisão sobre: - Orações complexas: coordenação e subordinação. - Análise morfológica e análise sintáctica. - Conjugação verbal: pronominal, reflexa, recíproca, perifrástica. - Relação entre palavras.

Leia mais

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano Departamento de Línguas Currículo de Português - Domínio: Oralidade Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, tratar e reter a informação. Participar oportuna

Leia mais

PREFEITURA DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE EMBU CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS Nº. 02/2006 Processo 12.293-2006 EDITAL DE RE-RATIFICAÇÃO

PREFEITURA DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE EMBU CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS Nº. 02/2006 Processo 12.293-2006 EDITAL DE RE-RATIFICAÇÃO PREFEITURA DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE EMBU CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS Nº. 02/2006 Processo 12.293-2006 EDITAL DE RE-RATIFICAÇÃO Os membros da Comissão Especial do Concurso Público nº 002/2006,

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão : 08 19 25 A questão 08 do código 07, que corresponde à questão 19 do código 08 e à questão 25 do código 09 Assinale a alternativa incorreta em relação à regência nominal. a) São poucos os cargos

Leia mais

CAPÍTULO 9: CONCORDÂNCIA DO VERBO SER

CAPÍTULO 9: CONCORDÂNCIA DO VERBO SER CAPÍTULO 9: CONCORDÂNCIA DO VERBO SER Vejamos os exemplos de concordância do verbo ser: 1. A cama eram (ou era) umas palhas. Isto são cavalos do ofício. A pátria não é ninguém: são todos. (Rui Barbosa).

Leia mais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais Período composto Orações subordinadas adverbiais Orações subordinadas Orações que mantém relação de dependência sintática e semântica entre a oração subordinada e a oração principal. Ex.: Eu tenho dúvida

Leia mais

QUESTÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA

QUESTÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA QUESTÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO I - O Problema Ecológico (para as questões de 1 a 5) Se uma nave extraterrestre invadisse o espaço aéreo da Terra, com certeza seus tripulantes diriam que neste planeta

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Você que se inscreveu no Bolsão do Colégio Futuro Vip para cursar o 6º ano do Ensino Fundamental está recebendo o programa das provas. BOLSÃO 6º ANO Fonética Fonema distinção entre FONEMA e LETRA Sílaba

Leia mais

Sumário. Apresentação... 33. Editais e plano de estudos. Parte ii

Sumário. Apresentação... 33. Editais e plano de estudos. Parte ii Sumário Apresentação... 33 Parte i Editais e plano de estudos Capítulo 1 Editais... 39 1. Introdução... 39 2. Plano de estudos... 39 3. Editais... 40 3.1. TRT 15 Campinas/SP FCC (outubro 2013)... 40 3.2.

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO... 15 PARTE I ENTENDA AS BANCAS... 19 PARTE II ACENTUAÇÃO... 25 ORTOGRAFIA E SEMÂNTICA... 43. Sumário 5

Sumário APRESENTAÇÃO... 15 PARTE I ENTENDA AS BANCAS... 19 PARTE II ACENTUAÇÃO... 25 ORTOGRAFIA E SEMÂNTICA... 43. Sumário 5 Sumário 5 Sumário APRESENTAÇÃO... 15 PARTE I ENTENDA AS BANCAS... 19 1. Introdução... 19 2. Entenda as bancas... 19 3. Editais... 19 3.1. TRT 2 São Paulo FCC (prova aplicada em 2014)... 19 3.2. TRF 1 FCC

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014)

CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014) POLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS DIRETORIA DE ENSINO Colégio Tiradentes - CPM CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014) 4º ano Texto e interpretação; As quatro operações: Adição, subtração, Substantivo:

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. para o Exame de Suficiência do CFC. Bacharel em Ciências Contábeis

LÍNGUA PORTUGUESA. para o Exame de Suficiência do CFC. Bacharel em Ciências Contábeis LÍNGUA PORTUGUESA para o Exame de Suficiência do CFC Bacharel em Ciências Contábeis O livro é a porta que se abre para a realização do homem. Jair Lot Vieira con cursos con cursos LÍNGUA PORTUGUESA para

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte II Período

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ MUNICÍPIO DE PORTO BARREIRO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2015

ESTADO DO PARANÁ MUNICÍPIO DE PORTO BARREIRO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EDITAL Nº 002/2015 REALIZAÇÃO: OBJETIVA CONCURSOS LTDA MARINEZ BALDIN CROTTI, Prefeita Municipal de Porto Barreiro/PR, por meio da Secretaria de Administração

Leia mais

JUNHO. Avaliação de História: 9º Ano C, 101, 201, 202, 301, 3012 VESPERTINO

JUNHO. Avaliação de História: 9º Ano C, 101, 201, 202, 301, 3012 VESPERTINO JUNHO Dia 01 02 MATUTINO Estudo dirigido de Espanhol: 301 03 04 05 06 07 08 MATUTINO Avaliação de História: 9º Ano C, 101, 201, 202, 301, 3012 Avaliação de CFB: 9º Anos Cap.19. Trabalho de Geografia: 3º

Leia mais

PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS

PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS Prezado aluno, O maior diferencial deste projeto pedagógico é o desenvolvimento da autonomia do estudante durante sua formação. O currículo acadêmico do seu

Leia mais

Período composto por subordinação

Período composto por subordinação Período composto por subordinação GRAMÁTICA MAIO 2015 Na aula anterior Período composto por coordenação: conjunto de orações independentes Período composto por subordinação: conjunto no qual um oração

Leia mais

Conteúdo: Aula: 40.1. Período composto por subordinação: Oração subordinada adverbial Oração subordinada adverbial temporal LÍNGUA PORTUGUESA

Conteúdo: Aula: 40.1. Período composto por subordinação: Oração subordinada adverbial Oração subordinada adverbial temporal LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula: 40.1 Conteúdo: Período composto por subordinação: Oração subordinada adverbial Oração subordinada adverbial temporal

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação Produção textual COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: Língua Portuguesa Trimestre: 1º Tipologia textual Narração Estruturação de um texto narrativo: margens e parágrafos; Estruturação de parágrafos: início,

Leia mais

ANEXO I FUNÇÕES, VAGAS, PRÉ-REQUISITOS, VENCIMENTOS, JORNADA DE TRABALHO E LOTAÇÃO.

ANEXO I FUNÇÕES, VAGAS, PRÉ-REQUISITOS, VENCIMENTOS, JORNADA DE TRABALHO E LOTAÇÃO. ANEXO I FUNÇÕES, VAGAS, PRÉ-REQUISITOS, VENCIMENTOS, JORNADA DE TRABALHO E LOTAÇÃO. Cargos/ Área de Atuação Hs/ Sem Nº de Vagas Nº de Vagas LOTAÇÃO Pré-Requisitos/ Escolaridade Vencimento Básico R$ Comuns

Leia mais

Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal.

Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal. 1. A legenda mais apropriada para a charge é: A poluição é uma arma que pode matar. Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal. 02.

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA UNIDADE

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA UNIDADE PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA 1. ano - 1. volume UNIDADE 1 Símbolos Letras do alfabeto UNIDADE 2 Alfabeto (vogais e consoantes) Crachá Letras do próprio nome, do nome do professor e dos colegas

Leia mais

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso.

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. COMENTÁRIO QUESTÕES DE PORTUGUÊS PROFESSORA: FABYANA MUNIZ As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. 1. (FCC)...estima-se que sejam 20 línguas. (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos

Leia mais

Língua Portuguesa. O texto abaixo serve de base para as questões de 16 a 20. Leia-o atentamente. Depois, responda às perguntas.

Língua Portuguesa. O texto abaixo serve de base para as questões de 16 a 20. Leia-o atentamente. Depois, responda às perguntas. Língua Portuguesa O texto abaixo serve de base para as questões de 16 a 20. Leia-o atentamente. Depois, responda às perguntas. O rápido e grande avanço observado no ambiente da produção, por meio do surgimento

Leia mais

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental 3 o Ano Textos Ler, entender e interpretar contos infantis e textos informativos. Gramática Será dada ênfase à aplicação, pois ela é entendida como instrumento para que o aluno se expresse de maneira adequada

Leia mais

H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. Conjunções: a fim de que, para que, porque.

H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. Conjunções: a fim de que, para que, porque. H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. Conjunções: a fim de que, para que, porque. Ex. Ele não precisa do microfone, para que todos o ouçam. I) Proporcional: funciona como adjunto adverbial

Leia mais

Disciplina: Português Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33.

Disciplina: Português Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. Disciplina: Português Período: 1º Unidade 1 Eu me comunico Linguagem : formal e informal Variação regional de vocabulário Usando diferentes linguagens Ortografia: L e U,A/AI; E/I; O/OU; Usando diferentes

Leia mais

MOTORISTA CONHECIMENTOS GERAIS

MOTORISTA CONHECIMENTOS GERAIS MOTORISTA CONHECIMENTOS GERAIS PORTUGUES 1. Leia o texto e observe com atenção os espaços em branco: relação do homem com ele mesmo, com os outros e com natureza precisa ser construída como território

Leia mais

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático Conteúdo Programático Conhecimentos Básicos Português Básico Gramática Sobre o curso: Ele é direcionado a todo aluno que pretende construir uma base sólida de conhecimentos fundamentais para resolver as

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME DE SELEÇÃO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME DE SELEÇÃO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONGREGAÇÃO DE SANTA DOROTÉIA DO BRASIL COLÉGIO SANTA DOROTÉIA - PESQUEIRA-PE CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME DE SELEÇÃO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Leitura e compreensão de sílabas, palavras, frases e

Leia mais

Língua Portuguesa 9º ano

Língua Portuguesa 9º ano Colégio I.L. Peretz Sistema Anglo de Ensino ORAÇÃO SUBORDINADA E ORAÇÃO PRINCIPAL No período: Todos desejavam sua recuperação. verbo complemento do verbo (objeto direto) observamos que: * o verbo, por

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS 1º Ano do Ensino Fundamental (Alunos concluintes do 2º Período da Educação Infantil) Escrita do nome completo; Identificar e reconhecer as letras do alfabeto; Identificar e diferenciar

Leia mais

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto 1.Orações Subordinadas Adverbiais. 2. Apresentação das conjunções adverbiais mais comuns. 3. Orações Reduzidas. As orações subordinadas

Leia mais

Adjunto adnominal. Os dois primeiros colocados disputarão a medalha de ouro. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj: adn.

Adjunto adnominal. Os dois primeiros colocados disputarão a medalha de ouro. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj: adn. Professor Jailton Adjunto adnominal é o termo da oração que sempre se refere a um substantivo que funciona como núcleo de um termo, a fim de determiná-lo, indeterminá-lo ou caracterizá-lo. adj. adn. adj.

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Dias de aulas previstos Período 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 13 13 12 13 2.º período 9 9 9 11 11 3.º período 9 11 10 10 11 (As Aulas previstas

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Modo: indicativo O modo indicativo expressa um fato de maneira definida, real, no presente, passado ou futuro, na frase afirmativa, negativa ou interrogativa. Presente Presente Passado (=Pretérito) Pretérito

Leia mais

CESPE Polícia Militar do Estado do Espírito Santo Admissão ao Curso de Formação de Soldado Combatente 2007 Nível Médio

CESPE Polícia Militar do Estado do Espírito Santo Admissão ao Curso de Formação de Soldado Combatente 2007 Nível Médio CESPE Polícia Militar do Estado do Espírito Santo Admissão ao Curso de Formação de Soldado Combatente 2007 Nível Médio Momento num café 1 Quando o enterro passou 2 Os homens que se achavam no café 3 Tiraram

Leia mais

Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é

Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é que o aluno NÃO DECORE NADA em Língua Portuguesa. Se

Leia mais

Aula 05. Locução Adjetiva = expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo.

Aula 05. Locução Adjetiva = expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo. RESUMÃO 2º SIMULADO DE PORTUGUÊS Aula 05 Adjetivo e suas flexões Adjetivo = palavra que qualifica o substantivo. Locução Adjetiva = expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo. Os adjetivos

Leia mais

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 ORALIDADE LEITURA / EDUCAÇÃO LITERÁRIA 1º PERÍODO CONTEÚDOS

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 ORALIDADE LEITURA / EDUCAÇÃO LITERÁRIA 1º PERÍODO CONTEÚDOS Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 1º PERÍODO CONTEÚDOS ORALIDADE Elementos constitutivos do texto publicitário. Ouvinte. Informação. Princípios reguladores

Leia mais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE Comunicação Oral e Escrita Unidade 11 Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 2 Aviso importante! Este material foi produzido

Leia mais

Biblioteca Escolar. O Dicionário

Biblioteca Escolar. O Dicionário O Dicionário O que é um dicionário? Livro de referência onde se encontram palavras e expressões de uma língua, por ordem alfabética, com a respetiva significação ou tradução para outra língua e ainda,

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS. 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS. 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio I ORIENTAÇÕES GERAIS a) As famílias que desejarem conhecer a Escola e inscrever seus filhos para o processo

Leia mais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais. Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha

Período composto. Orações subordinadas adverbiais. Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha Período composto Orações subordinadas adverbiais Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha Oração subordinada adverbial É aquela que se encaixa na oração principal, funcionando como adjunto adverbial. Observe:

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA

LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA LÍNGUA PORTUGUESA Leitura oral de palavras e frases simples Compreensão de texto (registrar como souber) Formação de palavras (com recursos pedagógicos) Treino ortográfico (auto-ditado). MATEMÁTICA Relação

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO DE PORTUGUÊS 6.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No final do 6.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir textos orais com diferentes finalidades e coerência, apresentando

Leia mais

d) Os vigilantes acompanhavam um caminhão que transportava um insumo

d) Os vigilantes acompanhavam um caminhão que transportava um insumo Em Os dados foram divulgados ontem pelo Instituto Sou da Paz., a expressão destacada é a) adjunto adnominal. b) sujeito paciente. c) objeto indireto. d) complemento nominal. e) agente da passiva. 1 Em

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA (Unidades 1, 2, 3 e 4) Gêneros Poema Crônica História em quadrinhos Conto de fadas Conto maravilhoso História de

Leia mais

DISCIPLINA: LINGUA PORTUGUESA

DISCIPLINA: LINGUA PORTUGUESA DISCIPLINA: LINGUA PORTUGUESA EMENTA: A Língua Portuguesa priorizará os conteúdos estruturantes (ouvir, falar, ler e escrever) tendo como fundamentação teórica o sociointeracionismo. APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA

Leia mais

Língua Portuguesa 9º ano

Língua Portuguesa 9º ano Língua Portuguesa 9º ano Conteúdos por unidade didática 1º Período A - Comunicação Oral.. Intencionalidade comunicativa. Adequação comunicativa: Ideia geral. Ideias principais. Ideias secundárias. Informação

Leia mais

Letras. Objetivo. Aspectos das Conexões Sintáticas. Prof a. Dr a. Leda Szabo

Letras. Objetivo. Aspectos das Conexões Sintáticas. Prof a. Dr a. Leda Szabo Letras Prof a. Dr a. Leda Szabo Aspectos das Conexões Sintáticas Objetivo Diferenciar o objeto de estudo da análise de base sintática do objeto de estudo da análise do discurso. Compreender a diferença

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico de 16 outubro de 2012) No caso específico da disciplina de PORTUGUÊS, do 3.º ano de escolaridade, a avaliação incidirá ainda ao nível

Leia mais

COMENTÁRIOS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL CONCURSO REALIZADO NOS DIAS 9 E 10 DE AGOSTO DE 2014 BANCA FUNDATEC

COMENTÁRIOS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL CONCURSO REALIZADO NOS DIAS 9 E 10 DE AGOSTO DE 2014 BANCA FUNDATEC COMENTÁRIOS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL CONCURSO REALIZADO NOS DIAS 9 E 10 DE AGOSTO DE 2014 BANCA FUNDATEC Questão 1 Interpretação de texto No trecho Manter essas

Leia mais

Valor Semântico de Conectivos. Coordenadas e Adverbiais

Valor Semântico de Conectivos. Coordenadas e Adverbiais Valor Semântico de Conectivos Coordenadas e Adverbiais As conjunções coordenativas, que encabeçam orações coordenadas, independentes, são de cinco tipos: 1. Aditivas: e, nem, não só...mas também, não só...como

Leia mais

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e escritos à maneira adequada do padrão da língua materna;

Leia mais

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos Pessoais Do caso reto Oblíquo Possessivos Demonstrativos Relativos Indefinidos Interrogativos Os pronomes is indicam diretamente as s do discurso. Quem fala ou escreve, assume os pronomes eu ou nós, emprega

Leia mais

Curso de Aperfeiçoamento Linguístico: o que é?

Curso de Aperfeiçoamento Linguístico: o que é? Curso de Aperfeiçoamento Linguístico. A gramática é um ponto de (des)encontro mesmo entre quem a estuda. Hífen, vírgula, acentos só não movem guerras porque são muito pequenos para isso, mas mal colocados,

Leia mais

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas.

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas. LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL 9º ANO - PORTUGUÊS Caro aluno, seguem abaixo os assuntos para a prova de exame. É só um lembrete, pois os mesmos estão nas apostilas do primeiro bimestre, segundo e terceiro

Leia mais

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE Escolas João de Araújo Correia EB 2.3PESO DA RÉGUA Disciplina de Português 6º Ano Ano Letivo 2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE 0 Ponto de partida Reportagem televisiva

Leia mais

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 RESPOSTAS AOS RECURSOS Cargo: ART - PROFESSOR P2 / ARTE Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA (LPO) 5 - Gab.:V B 5 - Gab.:W C 5 - Gab.:X D 8 - Gab.:V

Leia mais

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático Conteúdo Programático Teste Seletivo 2014 - Edital 4º Ano Ensino Fundamental I 1. Interpretação de texto; 2. Redação; 3. Operações Fundamentais (probleminhas). 5º Ano Ensino Fundamental I 1. Interpretação

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA Módulo Geral

LÍNGUA PORTUGUESA Módulo Geral Módulo Geral CONCURSO: Ministério do Trabalho e Emprego CARGO: Auditor-Fiscal do Trabalho PROFESSOR: Pablo Jamilk Este curso é protegido por direitos autorais (copyright), nos termos da Lei n.º 9.610/1998,

Leia mais

ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014.

ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014. ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014. LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Classes de palavras: - Substantivo - Adjetivo - Artigo - Numeral

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE Ivaiporã - PR Faculdades Integradas do Vale do Ivaí - UNIVALE COMISSÃO DO VESTIBULAR CONCURSO VESTIBULAR 2016 MATRÍCULA DOS APROVADOS NO VESTIBULAR A matrícula

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2014

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2014 EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2014 O Prefeito do município de Motuca, Estado de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, torna público

Leia mais

CALENDÁRIO PARA A III UNIDADE 2012 ENSINO FUNDAMENTAL II E ENSINO MÉDIO

CALENDÁRIO PARA A III UNIDADE 2012 ENSINO FUNDAMENTAL II E ENSINO MÉDIO CALENDÁRIO PARA A III UNIDADE 2012 ENSINO FUNDAMENTAL II E ENSINO MÉDIO 03 a 07/12 - Semana de Revisão para a II VA da III Unidade; 03, 05 e 07/12 (Seg, Qua, Sex) Simulado CPC para o Ensino Médio; 07/12

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo PLANIFICAÇÃO ANUAL Ano Letivo 2014/2015 Português 3.º Ano DISCIPLINA DOMÍNIOS CONTEÚDOS INTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO CALENDARIZAÇÃO PORTUGUÊS Pesquisa

Leia mais

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br AMOSTRA DA OBRA www.editoraferreira.com.br O sumário aqui apresentado é reprodução fiel do livro 2ª edição. Eliane Vieira Análise Sintática Português é simples 2ª edição Nota sobre a autora Sumário III

Leia mais

CONTEÚDOS DAS AVALIAÇÕES 6º ANOS. - Flexão dos substantivos e dos adjetivos: gênero e número (p. 126 a 132) - Encontros vocálicos (p.

CONTEÚDOS DAS AVALIAÇÕES 6º ANOS. - Flexão dos substantivos e dos adjetivos: gênero e número (p. 126 a 132) - Encontros vocálicos (p. 6º ANOS Cap. 4 - Sociedade: história e cultura Cap. 5 - As primeiras sociedades Cap. 7 - Os Egípcios Cap. 8 - Outros povos africanos Percursos: 7- Representação Gráfica do relevo 8- Os gráficos 9- A Terra

Leia mais

Prazer em Conhecê-lo. APRENDA Cumprimentos Dias da Semana Meses do Ano O Alfabeto

Prazer em Conhecê-lo. APRENDA Cumprimentos Dias da Semana Meses do Ano O Alfabeto EU E VOCÊ Unidade 1 01 Prazer em Conhecê-lo Cumprimentos Dias da Semana Meses do Ano O Alfabeto 02 Frases: Afirmativa, Negativa, Interrogativa Artigos: Definidos e Indefinidos Substantivos e Adjetivos

Leia mais

2º ANO CONTEÚDO ROCESSO SELETIVO 2016. O aluno deverá demonstrar habilidades de:

2º ANO CONTEÚDO ROCESSO SELETIVO 2016. O aluno deverá demonstrar habilidades de: 2º ANO de: reconhecer letras; reconhecer sílabas; estabelecer relação entre unidades sonoras e suas representações gráficas; ler palavras; ler frases; localizar informação explícita em textos; reconhecer

Leia mais

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por:

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por: COLÉGIO DE APLICAÇÃO DOM HÉLDER CÂMARA AVALIAÇÃO: EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR(A): ANA PAULA DA VEIGA CALDAS ALUNO(A) DATA: / / TURMA: M SÉRIE: 9º ANO DATA PARA ENTREGA:

Leia mais

COLÉGIO VERITAS. SEGUE O CALENDÁRIO DE P2 DO 4º BIMESTRE 1ºANO 30/11 Português 01/12 Matemática 02/12 História / Inglês 03/12 Geografia 04/12 Ciências

COLÉGIO VERITAS. SEGUE O CALENDÁRIO DE P2 DO 4º BIMESTRE 1ºANO 30/11 Português 01/12 Matemática 02/12 História / Inglês 03/12 Geografia 04/12 Ciências 1ºANO 30/11 Português 01/12 Matemática 02/12 História / Inglês 03/12 Geografia 04/12 Ciências Leitura e interpretação de texto / Construção de frases / Encontros consonantais com R e L / M ou N / Separação

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão : 01 01 01 Questão : 01 01 01 A questão 01 do código 12 (01 do código 22-BCT) que corresponde à questão 01 do código 14 (01 do código 24-BCT) e a questão 01 do código 16 (01 do código 26-BCT) teve

Leia mais

Problemas Notacionais da Língua

Problemas Notacionais da Língua Problemas Notacionais da Língua Problemas Notacionais da Língua Neste encontro, analisaremos algumas particularidades que nossa língua apresenta e, muitas vezes, devem ter deixado você com dúvidas. É muito

Leia mais

03. Resposta: E. Página 552 02.

03. Resposta: E. Página 552 02. Orações coordenadas Página 550 a) O aquecimento excessivo do planeta é um fato incontestável [1], por isso muitos países já implantaram programas de redução de poluentes [2], mas / porém / no entanto o

Leia mais

4.6 Argumento ab exemplo... 4.7 Argumento sistemático... 4.8 Argumentação naturalista...

4.6 Argumento ab exemplo... 4.7 Argumento sistemático... 4.8 Argumentação naturalista... SUMÁRIO Capítulo I Teoria da comunicação jurídica 1. Introdução 2. Aspectos gerais sobre a comunicação 3. Elementos da comunicação jurídica 4. A linguagem forense 5. A língua e a fala 6. As funções da

Leia mais

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO I PORTUGUÊS: Compreensão e interpretação de texto. Ortografia: divisão silábica, pontuação, hífen, sinônimo, acentuação gráfica, crase. Morfologia: classes de

Leia mais

EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA 2014/2 - PROVA 2 GABARITO E QUESTÕES COMENTADAS

EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA 2014/2 - PROVA 2 GABARITO E QUESTÕES COMENTADAS EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA 2014/2 - PROVA 2 GABARITO E QUESTÕES COMENTADAS INSTRUÇÃO: Responder às questões de 1 a 10 com base no texto a seguir. 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13

Leia mais

Língua Portuguesa. Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Língua Portuguesa

Língua Portuguesa. Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Língua Portuguesa Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Língua Portuguesa A proposta O ensino da língua materna no Material Didático Positivo é entendido como uma interação viva com as forças

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALGARVE Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Sede: Escola Secundária José Belchior Viegas) PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO METAS Domínios/ Conteúdos

Leia mais

DICAS DE PORTUGUÊS. Sidney Patrézio Reinaldo Campos Graduando em Ciência da Computação

DICAS DE PORTUGUÊS. Sidney Patrézio Reinaldo Campos Graduando em Ciência da Computação DICAS DE PORTUGUÊS Sidney Patrézio Reinaldo Campos Graduando em Ciência da Computação CONCORDÂNCIA NOMINAL Concordância nominal é o princípio de acordo com o qual toda palavra variável referente ao substantivo

Leia mais

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural.

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural. Concordância Verbal a) O verbo vai para a 3ª pessoa do plural caso o sujeito seja composto e anteposto ao verbo. Se o sujeito composto é posposto ao verbo, este irá para o plural ou concordará com o substantivo

Leia mais