PORTFÓLIO DE CURSOS. MBA na metodologia JCI: caminho para posições de gerência. Cresce 65% a procura por treinamentos in company, no CBA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PORTFÓLIO DE CURSOS. MBA na metodologia JCI: caminho para posições de gerência. Cresce 65% a procura por treinamentos in company, no CBA"

Transcrição

1 PORTFÓLIO DE CURSOS MBA na metodologia JCI: caminho para posições de gerência Cresce 65% a procura por treinamentos in company, no CBA

2 Revista Acreditação - ACRED Publicação online divulga artigos sobre Qualidade e Segurança em Saúde Estimular a reflexão e a produção científica a respeito de temas ligados à avaliação da Qualidade e Segurança em instituições de saúde. Esse é um dos objetivos da revista ACRED, publicação eletrônica semestral do Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA), vinculada ao Programa de Pós-Graduação da entidade. Com acesso gratuito, o periódico tem como objetivo favorecer a difusão da metodologia de Acreditação, principalmente da Joint Commission International (representada exclusivamente, no Brasil, pelo CBA), contribuindo para a disseminação da informação e, indiretamente, para a melhoria da assistência aos pacientes no país. A revista, que segue para sua 7ª edição, é publicada duas vezes ao ano e tem como público-alvo os profissionais de saúde e gestores de empresas e órgãos públicos. De acesso livre, circula exclusivamente por meio eletrônico (pelo Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - SEER), trazendo discussões de natureza acadêmica e caráter multi e interdisciplinar. Os trabalhos publicados privilegiam pesquisas nos eixos Acreditação e processos de avaliação da Qualidade e Segurança em Saúde, dando enfoque a relatos de pesquisas, estudos teóricos, revisões de literatura e resenhas, entre outros tipos de trabalho. Até o momento, já foram divulgados 71 estudos, dos quais 52 artigos científicos, três resenhas, oito resumos de teses e cinco entrevistas. A abrangência e a qualidade do conteúdo da revista ACRED proporcionaram, recentemente, a classificação da publicação pelo Qualis/Capes em três áreas: Enfermagem (classificação B5), Saúde Coletiva (classificação C) e Medicina I (classificação C). O Qualis é o conjunto de procedimentos utilizados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação (MEC), para verificar a qualidade da produção intelectual dos programas de Pós-Graduação brasileiros. A classificação é um importante reconhecimento e inclui a revista entre os mais prestigiados veículos de divulgação científica. Os interessados em submeter seus textos para avaliação e publicação deverão enviá-los por meio do site org.br/ojs, no qual também constam as normas para publicação. No mesmo site, estão disponíveis os papers das últimas edições do periódico. Para mais informações, os autores, leitores e interessados deverão realizar contato através do seguinte 2 CBA (21)

3 EDITORIAL Qualificar pessoas é o princípio para as boas práticas em saúde Muitas instituições de saúde têm buscado ampliar suas competências no que diz respeito à qualidade e à segurança no atendimento aos pacientes. Um reflexo desse desejo é o alto número de pedidos de acreditação internacional, pela metodologia da Joint Commission International (JCI), no Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA). Nos últimos três anos, a demanda cresceu cerca de 50%. Nenhuma mudança ocorre, entretanto, sem a qualificação dos profissionais. São os colaboradores que constroem, no dia a dia, as práticas de excelência; e equipes atualizadas, treinadas e motivadas são um dos pilares da promoção da qualidade em saúde. Cada vez mais, as instituições têm ampliado sua compreensão sobre a importância de aperfeiçoar seus profissionais: nossa expectativa para 2013 era de receber alunos. Fechamos o ano com profissionais participantes em nossos cursos de extensão, especialização, MBA, pós e in company. Visando atender a essa demanda, o CBA está lançando uma nova e ampliada edição de seu Portfólio, com 82 cursos: uma oferta 40% maior do que nos últimos anos. Os cursos são ministrados por um corpo docente especializado e trazem ferramentas teóricas e práticas para o trabalho diário, além de apresentações e estudos de casos de instituições já acreditadas ou em processo de acreditação pela metodologia JCI/CBA. Uma cultura organizacional que priorize a formação dos colaboradores só traz benefícios para todos os envolvidos. A qualificação profissional é o princípio de tudo, quando o assunto é a prestação de serviços de excelência. Conheça, nas próximas páginas, o que o CBA disponibiliza para o seu crescimento profissional na área de saúde, qualidade e segurança do cuidado ao paciente. Visão do CBA Maria Manuela Alves dos Santos Médica e Superintendente do CBA Ser reconhecido como referência na prestação de serviços de acreditação e certificação internacionais de sistemas e serviços, educação e ensino de saúde no Brasil. SUmário Procura por cursos in company cresce 65%. 4 Investindo em uma trajetória de sucesso...5 Pós-graduação lato sensu e MBA...6 Cursos de capacitação e aperfeiçoamento. 8 Qualidade...9 Melhoria da Gestão Institucional...12 Melhoria da Gestão de Projetos...14 Melhoria da Gestão de Processos...15 Melhoria da Gestão de Serviços e Atendimento...16 Melhoria da Gestão de Pessoas...17 Aplicação de Ferramentas de Apoio à Gestão...18 Segurança do Ambiente...19 Gestão de Risco...20 Cursos com Foco na Segurança do Paciente...21 Corpo Docente...23 expediente Associação Brasileira de Acreditação de Sistemas e Serviços de Saúde. Conselho Diretor Hésio Cordeiro Diretor Presidente Amilcar Ferrari Diretor Financeiro Omar da Rosa Diretor Secretário Superintendência Maria Manuela P.C.A. dos Santos Coordenação de Ensino Rosangela Boigues Pittioni Coordenadora departamento de Marketing e comunicação Cristiane Henriques Chefe do Departamento Editorial, Redação e Projeto Gráfico SB Comunicação Tel.: (21) Missão do CBA Melhorar continuamente a qualidade e a segurança do cuidado aos pacientes e beneficiários dos sistemas e serviços de saúde, por meio de processos de acreditação e certificação internacionais, educação e ensino. Rua São Bento, 13 4º andar Centro Rio de Janeiro/RJ CEP: Tel.: PORTFóLIO DE CURSOS 3

4 Conhecimento sob medida no ambiente de trabalho Procura por cursos in company no CBA cresce 65%. Conteúdos podem ser personalizados O treinamento das equipes em metodologias de qualidade e segurança é uma das etapas mais importantes para que uma instituição de saúde desenvolva uma cultura de excelência e conquiste a acreditação internacional. Atentas a essa necessidade, as empresas têm investido em cursos in company, aplicados no próprio ambiente de trabalho. Em 2013, o Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA) realizou 28 treinamentos do tipo: um aumento de 65% em relação ao ano anterior. O CBA é o representante exclusivo no Brasil da Joint Commission International (JCI), líder mundial em certificações de organizações de saúde. De acordo com a coordenadora de Ensino do CBA, Rosangela Boigues Pittioni, a vantagem dos cursos in company é a customização dos conteúdos e metodologias, que podem ser adequados às demandas específicas da empresa. Elaboramos um curso específico para cada necessidade. Conversamos com as lideranças envolvidas, coletamos informações do processo implantado e trabalhamos as soluções, apresentando uma nova metodologia, com ferramentas adequadas para um desempenho dentro das conformidades, afirma Rosangela. O CBA oferece desde cursos de extensão (com carga horária entre 16 e 32 horas) até programas completos de especialização (360 horas) na modalidade in company. A administradora Eliane Werneck é colaboradora do setor de Qualidade do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into) há 14 anos. Para ela, uma das vantagens dos cursos in company é a integração entre profissionais de diversos setores, muitas vezes difícil no dia a dia. Há outro enorme benefício, que é a disseminação da cultura de qualidade e segurança, tanto para o paciente quanto para o profissional. Temos observado, ao longo desses anos, um crescimento considerável na adesão aos conceitos e práticas demandadas pela utilização da metodologia JCI, ressalta Eliane, que participou de diversos cursos no ambiente de trabalho e também foi aluna do MBA em Gestão da Qualidade em Saúde e Acreditação do CBA. Já a gerente de Qualidade de Serviços Próprios da Amil, Sandra Francisca Pereira, que acaba de firmar com o CBA uma parceria para a realização do 1º Simpósio de Qualidade do Grupo Amil, tem grandes expectativas sobre os ganhos com o treinamento. Esperamos ouvir sobre práticas de outros hospitais e ter a possibilidade de interagir com profissionais da qualidade na área de saúde. A confiabilidade e o conhecimento técnico nos fizeram escolher o CBA para essa parceria, ressalta. Rosangela Boigues, coordenadora de ensino do CBA Elaboramos um curso específico para cada necessidade. Conversamos com as lideranças envolvidas, coletamos informações do processo implantado e trabalhamos as soluções, apresentando uma nova metodologia. 4 CBA (21)

5 Investindo em uma trajetória profissional de sucesso MBA na metodologia jci/cba pode ser caminho para posições de gerência Após 15 anos de atuação em hospitais, a médica Patrícia Lopez Chaves decidiu aprofundar conhecimentos em qualidade e segurança e buscou o MBA em Gestão da Qualidade e Acreditação em Saúde do Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA). A procura pela especialização, de acordo com a superintendente do CBA, Maria Manuela Alves dos Santos, é cada vez mais comum no setor. Discute-se muito a formação do profissional de saúde. Quando ele entra no mercado de trabalho, necessita ser capacitado e aperfeiçoado, e a especialização traz o que ele precisa, explica. Para Patrícia, a decisão resultou em mudanças profissionais importantes. O meu objetivo era aplicar os conhecimentos e participar ativamente no processo de acreditação, disseminando em todos os níveis os conceitos de qualidade e segurança hospitalar. Minha avaliação é a melhor possível, pela excelência do conteúdo abordado e pela qualidade e dedicação dos professores, ressalta a ex-aluna que, após o MBA, assumiu a Direção Clínica do Hospital Dona Helena, em Joinville (SC). O MBA em Gestão da Qualidade e Acreditação em Saúde do CBA tem duração de 464 horas e corpo docente especializado na metodologia de um dos mais importantes centros de acreditação do mundo, a Joint Commission International (JCI), representada no Brasil, com exclusividade, pelo CBA. Durante o curso, os participantes aprendem importantes ferramentas de gestão. O profissional capacitado em qualidade, acreditação e segurança do paciente se especializou em técnicas para uma melhoria contínua. Isso agrega um valor intangível ao seu currículo. As instituições buscam esse perfil profissional para atuar, principalmente, em posições de gerência, avalia Maria Manuela. Maria Manuela Alves dos Santos, superintendente do CBA O profissional capacitado e aperfeiçoado em qualidade, acreditação e segurança do paciente se especializou em boas práticas e melhoria contínua. Isso agrega um valor intangível ao seu currículo profissional. Visão ampla Ainda segundo a superintendete do CBA, o colaborador especializado em acreditação conquista uma visão mais abrangente sobre as rotinas de um hospital. O coordenador de Segurança do Trabalho do Hospital Samaritano, em São Paulo, Carlos Alberto Cassiavillani, concorda. Para ele, a especialização é fundamental para o desenvolvimento de um trabalho diferenciado. Tanto o embasamento teórico quanto a troca de experiência com os mestres e outros alunos nos remetem a óticas diferentes para os mesmos problemas. Desde uma simples goteira até a implantação de serviços, nosso olhar não se restringe à execução das tarefas, mas ao que pode advir de risco aos pacientes se tais tarefas não forem realizadas ou realizadas de forma inadequada, afirma o ex-aluno da pós-graduação em Gestão do Ambiente em Estabelecimentos Assistenciais de Saúde do CBA. PORTFóLIO DE CURSOS 5

6 PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSu E MBA Investimento em especialização O CBA, em conjunto com a Coordenação de Ensino, realizou convênio com instituições de ensino superior para oferecer dois cursos de especialização para profissionais de saúde. Ambos foram elaborados para multiplicar a metodologia da Joint Commission International (JCI) e possuem chancela do Ministério da Educação. A EDUCAÇÂO CORPORATIVA A partir de meados do século XX, o cenário da educação corporativa mundial não é mais o de cursos fechados, com data de conclusão; mas, sim, de uma prática de aprender fazendo, desenvolvendo capacidades e dando continuidade ao processo, no retorno ao trabalho. No Brasil, a adoção desse conceito começou na década de 90, com o advento de um mercado cada vez mais globalizado, que pressionava as organizações a investir na qualificação de seus colaboradores e a se comprometer com seu desenvolvimento contínuo, como um elemento-chave na construção de diferencial criativo. A educação corporativa é um sistema de desenvolvimento de pessoas pautado pela gestão por competência. Ela consiste, portanto, em um conjunto integrado de ações estratégicas voltadas para o desenvolvimento integral do indivíduo, visando à formação de pessoas qualificadas para a produção e o compartilhamento de conhecimento. Em uma perspectiva moderna, a educação corporativa pretende valorizar e estimular a manutenção e a ampliação do principal espaço de aprendizagem e educação: o ambiente de trabalho. Nesse sentido, pretende facilitar o compartilhamento de conhecimento produzido pelas pessoas que compõem a organização, disponibilizando ações formatadas em harmonia com o processo produtivo e oferecendo ferramentas para que os gestores possam exercer seu papel de orientadores. Compreende-se, assim, que é necessário que toda empresa perceba a importância da educação permanente, aplicando os princípios da educação corporativa para alcançar as metas empresariais. A missão da educação corporativa consiste em formar e desenvolver talentos na gestão de negócios, promovendo o conhecimento organizacional (geração, assimilação, difusão e aplicação), por meio de um processo de aprendizagem ativa e contínua das competências empresariais e humanas consideradas críticas para a viabilização das estratégias de negócios. Os projetos de educação estimulam, ainda, o auto-desenvolvimento da carreira do colaborador, motivando as pessoas. Esse é um passo fundamental para a missão de reter os melhores talentos em um mercado cada vez mais competitivo. Sabe-se que, neste século XXI, o fator que diferencia as grandes empresas, estrategicamente, é o seu capital intelectual. 6 CBA (21)

7 PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSu E MBA MBA GESTÃO DA QUALIDADE EM SAÚDE E ACREDITAÇÃO RESUMO A gestão de serviços de saúde é hoje reconhecida como uma questão relevante que necessita de conhecimentos específicos. A constante introdução de novas tecnologias, métodos e especializações determina não só o aumento da diversidade e complexidade das atividades e processos desenvolvidos nas instituições de saúde, mas também dos custos e da competitividade do setor. Além disso, a cada dia, os usuários estão mais conscientes de seus direitos, o que os torna mais exigentes. Esse conjunto de fatores, entre outros, resulta em crescente desafio para os gestores de serviços de saúde, determinando a necessidade de profissionais adequadamente qualificados e capacitados para o desempenho da tarefa. OBJETIVO Contribuir para a formação de quadros gerenciais das instituições públicas e privadas de saúde, de modo a aumentar a capacidade gerencial e a competitividade das suas instituições, através da racionalização dos métodos e das práticas de gestão. Capacitar gestores e profissionais de instituições de saúde, públicas e privadas, para o planejamento, a organização, o desenvolvimento e a avaliação dos processos assistenciais e gerenciais. Promover a melhoria da qualidade do cuidado aos pacientes nos hospitais e demais serviços de saúde, por intermédio da implementação de um processo de acreditação. Apresentar os conceitos, os princípios e as ferramentas da qualidade, visando à sua utilização no aprimoramento das ações assistenciais e gerenciais praticadas nos serviços de saúde. Levar a perceber a acreditação como ferramenta capaz de introdu- zir, avaliar e manter a melhoria da qualidade na prestação da assistência à saúde. PÚBLICO-ALVO Profissionais da área de saúde. CARGA HORÁRIA 464 horas. PÓS-GRADUAÇÃO Gestão de Risco em estabelecimentos Assistenciais de Saúde RESUMO O desenvolvimento de políticas e programas de gestão do ambiente e da segurança hospitalar de forma ampla é um desafio que o presente curso pretende superar. Ele não é de responsabilidade particular de nenhuma área, senão de todas. Os responsáveis específicos por ações determinadas e por planejamento, implantação, implementação, controle e melhoria do ambiente hospitalar estarão nele discriminados. É preciso capacitar gestores e líderes que tenham uma visão ampla dos temas que serão tratados no curso, habilitando-os a efetuar o planejamento, a implantação, a manutenção, a avaliação e a melhoria contínua de um ambiente hospitalar saudável e seguro. OBJETIVO Especializar gestores e profissionais de instituições de saúde públicas e privadas para o gerenciamento do ambiente hospitalar e de serviços de saúde. Desenvolver uma visão estratégica do estabelecimento assistencial de saúde e seu meio ambiente interno e externo, conceitos dos Hospitais Verdes. PÚBLICO-ALVO Profissionais da área de saúde. CARGA HORÁRIA 390 horas. INFORMAÇÕES: (21) PORTFóLIO DE CURSOS 7

8 cursos de CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO Profissionais em busca de qualificação e sucesso O CBA, através da Coordenadoria de Ensino, oferece 82 cursos de capacitação e aperfeiçoamento para profissionais da área de saúde que queiram obter sucesso no trabalho através do aprimoramento de suas práticas, seguindo os padrões internacionais de qualidade da Joint Commission International (JCI). Os certificados são emitidos pelo CBA, representante exclusivo no Brasil da JCI. As capacitações são divididas em três áreas de conhecimento: Qualidade, Segurança do Ambiente e Gestão de Risco. Em Qualidade, o profissional de saúde entra em contato com ferramentas que o orientam para a progressão do trabalho, como métodos comparativos, parâmetros e indicadores de desempenho, em busca da segurança do paciente e do próprio profissional envolvido no atendimento. Os cursos da área de conhecimento em Segurança do Ambiente capacitam o profissional de saúde para a avaliação e melhoria de todo o ambiente hospitalar. Essa formação dá ferramentas para gerenciar os diversos setores de um hospital e checar as condições dos equipamentos, do centro cirúrgico e do descarte de resíduos, entre outros procedimentos. Na área de Gestão de Risco, o aluno vai conhecer especificamente protocolos de prevenção, normas e regras reconhecidos internacionalmente para garantir a segurança nos procedimentos de saúde. A Gestão de Risco trata de prevenir possíveis problemas. 8 CBA (21)

9 cursos de capacitação e aperfeiçoamento QUALIDADE QUALIDADE APLICADA ÀS INSTITUIÇÕES DE SAÚDE OBJETIVO Promover a melhoria da qualidade do cuidado aos pacientes nos hospitais e demais serviços de saúde, por intermédio da implementação de um processo de acreditação. Apresentar os conceitos, os princípios e as ferramentas da qualidade, visando à sua utilização no aprimoramento das ações assistenciais e gerenciais praticadas nos serviços de saúde. QUALIDADE E ACREDITAÇÃO EM SAÚDE OBJETIVO Capacitar o profissional de saúde no conhecimento do conceito de acreditação, apresentando o histórico e o processo de acreditação, e demonstrar os instrumentos metodológicos e os padrões de acreditação. CARGA HORÁRIA 32 horas. ANÁLISE CAUSA-RAIZ OBJETIVO Capacitar o profissional de saúde a utilizar as ferramentas adequadas para a análise de causa-raiz e elaborar o plano de ação corretiva. PÚBLICO-ALVO Profissionais de saúde. GESTÃO DE CUSTOS NAS INSTITUIÇÕES DE SAÚDE OBJETIVO No final do curso, os participantes deverão conhecer os conceitos básicos, as características, os métodos e as técnicas sobre os temas apresentados e debatidos e estar aptos a entender a contribuição e a importância da metodologia para a gestão e a melhoria da qualidade dos serviços prestados pelas instituições de saúde. QUALIDADE E SEGURANÇA EM SAÚDE OBJETIVO Capacitar o profissional de saúde no monitoramento dos processos, na coleta e análise de dados, no programa de melhoria da qualidade e segurança, no risco em saúde, na utilização de recursos e também na qualidade dos serviços hospitalares. GERENCIAMENTO DO AMBIENTE EM INSTITUIÇÕES DE SAÚDE OBJETIVO Educar e capacitar profissionais de saúde na adequada compreensão e consequente atendimento aos requisitos dos padrões relacionados com a Gerência do Ambiente e Segurança. PORTFóLIO DE CURSOS 9

10 GERENCIAMENTO DA INFORMAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES DE SAÚDE OBJETIVO Apresentar e discutir conceitos básicos, como a definição de dado, informação, sistema de informação e, a partir deles, discutir a abrangência, o planejamento, a administração e a manutenção dos sistemas de informação nas organizações de saúde, considerando seus processos e necessidades de tomada de decisão. PÚBLICO-ALVO Profissionais de saúde das áreas de informação, administrativa e assistencial (prontuário clínico do paciente). EDUCAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE OBJETIVO O profissional de saúde vai trabalhar o plano de recursos humanos, a metodologia de recrutamento e seleção de profissionais, o treinamento e desenvolvimento, a educação médica continuada, a gestão do conhecimento e capital intelectual, a retenção de profissionais, a pesquisa de clima institucional e os ativos intangíveis em saúde. DIREITOS DOS PACIENTES E FAMILIARES OBJETIVO Capacitar os gestores no conhecimento, na discussão, na divulgação e nas garantias dos direitos dos pacientes. No final do curso, os participantes deverão estar aptos a entender os conceitos básicos sobre os direitos dos pacientes. FMEA: ANáLISE DOS MODOS DE FALHA E FEITOS OBJETIVO O principal objetivo do FMEA é identificar, delimitar e descrever as possíveis não conformidades (modos de falha) de um processo, seus efeitos e causas, além de criar condições organizacionais para minimizá-las ou eliminá-las, através de ações de prevenção estruturadas e realizadas em prazo e por profissional devidamente indicados. PÚBLICO-ALVO Líderes e gestores cujo papel relaciona-se com questões estratégicas da instituição de saúde, assim como resultados através da gestão de pessoas e processos. GERENCIAMENTO DO AMBIENTE EM INSTITUIÇÕES DE SAÚDE OBJETIVO Educar e capacitar profissionais de saúde na adequada compreensão e consequente atendimento aos requisitos dos padrões relacionados com a Gerência do Ambiente e Segurança. QUALIDADE E FERRAMENTAS DA QUALIDADE OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a identificação dos aspectos fundamentais componentes da filosofia da qualidade e sua interação com os fundamentos da excelência no desempenho, de modo a ter esse programa como um grande facilitador para a implementação do processo de preparo, visando à acreditação, bem como das melhorias dos processos da instituição e, por consequência, dos resultados institucionais. Essa metodologia também fornece ferramenta para a identificação e busca da eliminação de desperdícios e não conformidades nessas instituições. PÚBLICO-ALVO Líderes e gestores cujo papel relaciona-se com questões estratégicas da organização, assim como resultados através da gestão de pessoas e processos. O PROGRAMA 5S OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a identificação dos aspectos fundamentais componentes da filosofia do Programa dos 5S e sua interação com os fundamentos da excelência no desempenho, de modo a ter esse programa como um grande facilitador para a implementação do processo de preparo, visando à acreditação, bem como das melhorias dos processos e, por consequência, dos resultados institucionais. PÚBLICO-ALVO Profissionais da saúde envolvidos na realização dos diversos processos da instituição, que desejam conhecer essa poderosa ferramenta que vai possibilitar uma melhoria substancial das condições de trabalho. GESTÃO E MELHORIA DE PROCESSOS BASEADOS NA ACREDITAÇÃO INTERNACIONAL OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para uma atuação ativa na gestão eficaz e eficiente dos processos nos 10 CBA (21)

11 cursos de capacitação e aperfeiçoamento quais estão envolvidos, abordando os mais modernos conceitos, técnicas e práticas de excelência e tendo como foco um atendimento harmônico das necessidades e expectativas das diversas partes interessadas no processo, com importantes reflexos nos resultados das instituições de saúde. PÚBLICO-ALVO Profissionais de saúde desempenhando papéis de gerência, de supervisão ou técnico, interessados em adquirir competências para melhor conhecimento dos processos nos quais estejam envolvidos, bem como estabelecer condições consistentes para uma contínua melhoria de seu desempenho. INDICADORES DE DESEMPENHO BASEADOS NO PROGRAMA DE ACREDITAÇÃO INTERNACIONAL OBJETIVO Capacitação de profissionais acerca do conjunto de indicadores relacionados ao programa de acreditação internacional e contemplados nos Manuais Internacionais de Padrões. intermediárias da instituição. CURSO DE INTRODUÇÃO à ACREDITAÇÃO INTERNACIONAL OBJETIVO Introdução do tema da acreditação internacional desenvolvida no Brasil pelo Consórcio Brasileiro de Acreditação CBA. Os participantes estarão aptos a conhecer a história, o método e todas as suas etapas, além de todo o Manual de Acreditação utilizado no processo de acreditação hospitalar internacional no Brasil. PÚBLICO-ALVO Profissionais da saúde. GERENCIAMENTO DE MEDICAMENTOS NO CONTEXtO DA ACREDITAÇÃO INTERNACIONAL JCI OBJETIVO Capacitar e aperfeiçoar profissionais de saúde na gestão da unidade clínica, administrativa e econômica, dirigida por um farmacêutico, ligada hierarquicamente à direção do hospital e integrada funcionalmente com as demais unidades administrativas e de assistência ao paciente. PÚBLICO-ALVO Profissionais de saúde cuja área de atuação esteja focada no gerenciamento de medicamentos. TREINAMENTO DE AUDITORES INTERNOS BASEADO NA ACREDITAÇÃO INTERNACIONAL OBJETIVO Educação e capacitação auxiliar de auditores internos para execução de atividades de autoavaliação, baseada na metodologia e nos padrões do Manual Internacional de Acreditação Internacional. PÚBLICO-ALVO Profissionais de saúde desempenhando papéis de gerência, de supervisão ou técnico. GESTÃO DA QUALIDADE BASEADA NO PROCESSO DE ACREDITAÇÃO INTERNACIONAL OBJETIVO Capacitar profissionais de saúde acerca de conceitos, princípios, modelos, ferramentas e padrões de gestão de qualidade aplicados aos serviços e aos processos de instituições de saúde e baseados na metodologia da acreditação internacional desenvolvida pela JCI. PÚBLICO-ALVO Profissionais de saúde. TIMES DE RESPOSTA RáPIDA EM HOSPITAIS OBJETIVO Apresentar o conceito de Time de Resposta Rápida e sensibilizar os profissionais envolvidos para a sua implementação. Discutir os aspectos envolvidos na implantação efetiva de um Time de Resposta Rápida. Promover a integração de profissionais envolvidos no cuidado intra-hospitalar para o trabalho conjunto em Times de Resposta Rápida. PÚBLICO-ALVO Profissionais de saúde envolvidos no cuidado a pacientes hospitalizados, preferencialmente os membros de equipes de resposta rápida (enfermeiros, médicos, fisioterapeutas etc.). CAPACITAÇÃO SOBRE PRONTUÁRIO CLíNICO BASEADA NA ACREDITAÇÃO INTERNACIONAL OBJETIVO Educar e capacitar os profissionais, possibilitando o conhecimento sobre os aspectos relacionados com a adequada manutenção do padrão de qualidade do Prontuário Clínico, abrangendo sua formação, conteúdo, conjunto de registro, utilização, revisão regular e legislação aplicada. PORTFóLIO DE CURSOS 11

12 CURSO DE FORMAÇÃO E CAPTAÇÃO DE AVALIADORES BASEADO NA METODOLOGIA DE ACREDITAÇÃO INTERNACIONAL JCI/CBA OBJETIVO Formação e captação de avaliadores para a avaliação de acreditação. PÚBLICO-ALVO Profissionais de saúde: médicos, enfermeiros e gestores/administradores com curso superior completo e experiência de, pelo menos, 5 anos na área da saúde. Necessário inglês fluente. MELHORIA DA GESTÃO INSTITUCIONAL Os Fundamentos para a Excelência OBJETIVO Apresentar e discutir os fundamentos da Gestão para a Excelência e sua interpretação pelos diversos movimentos (programas de âmbito institucional) que visam à busca da excelência nas pessoas, nos processos, nos produtos/serviços, nos resultados, no uso dos recursos naturais, nos impactos no meio ambiente e na sociedade. que se interessam pelo assunto ou que já estejam ou possam vir a estar engajados em iniciativas para a implantação de ações que visem à excelência operacional e de resultados. CARGA HORÁRIA 8 horas. O Planejamento e a Gestão Estratégica para a Excelência OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a pertinência na aplicação dos conceitos, técnicas, ferramentas e processos relacionados com o Planejamento e a Gestão Estratégica com foco na Excelência operacional e de resultados, fundamental para o preparo e o controle do futuro das instituições em face dos desafios externos e internos enfrentados, buscando a melhoria da competitividade, sustentabilidade e sobrevivência institucional. que se interessam pelo assunto ou que já estejam ou possam vir a estar envolvidos na implantação de um Planejamento e Gestão Estratégica que promova uma verdadeira transformação na instituição, quer seja no comportamento das pessoas, quer no desempenho dos processos, dos produtos/serviços ou nos resultados. A Gestão por Resultados OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a identificação e o tratamento dos aspectos fundamentais relacionados com a Gestão Estratégica com foco na excelência de resultados, de vital importância para a projeção, o preparo e o controle do futuro das instituições em face da evolução dos desafios enfrentados, buscando a melhoria da competitividade, sustentabilidade e sobrevivência institucional. que se interessam pelo assunto ou que já estejam ou possam vir a estar envolvidos na implantação da Gestão por Resultados nas suas organizações. Os Indicadores de Desempenho Institucional OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a pertinência do uso sistemático dos Indicadores de Desempenho no monitoramento e na gestão da realização das estratégias de uma organização, através da implementação de iniciativas estratégicas projetos estratégicos, projetos operacionais e processos críticos, buscando a melhoria da competitividade, sustentabilidade e sobrevivência institucional. que se interessam pelo assunto, ou que já estejam ou possam vir a estar envolvidos no esforço institucional para o estabelecimento de um elenco de indicadores de desempenho para suporte à adoção de uma Gestão Estratégica com foco na excelência de resultados. O BSC Balanced Scorecard Racionalizando o Planejamento Estratégico OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a pertinência da aplicação da metodologia do BSC Balanced Scorecard como ferramenta de apoio, racionalização e objetivação do preparo, operacionalização e gestão de um Planejamento Estratégico com foco na excelência de resultados. que estejam envolvidos na implantação de um Planejamento Estratégico com o desafio de obter expressivos resultados em um ambiente bastante adverso, com fortes barreiras comportamentais, com restrição de recursos e apresentando sérios problemas crônicos. 12 CBA (21)

13 cursos de capacitação e aperfeiçoamento Uma Visão dos Diversos Programas para a Excelência OBJETIVO Apresentar e discutir os principais aspectos envolvidos nos diversos caminhos disponíveis para a excelência, suas principais características, fundamentos e métodos de adoção. a estar envolvidos na adoção, pela instituição, de uma estratégia mais adequada que a conduza à excelência. A Gestão Integrada da Qualidade (Processos, Meio Ambiente e Saúde e Segurança) OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a pertinência da aplicação do Sistema de Gestão Integrada da Qualidade - Processos (ISO-9001:2008), Meio Ambiente (ISO14000) e Saúde e Segurança (OHSAS18000) - e seu papel importante no esforço institucional para uma evolução consistente dos processos de trabalho, com reflexos na sua relação com o meio ambiente e com as condições operacionais de forma a promover uma melhoria abrangente do desempenho em busca da excelência. a estar envolvidos na adoção, pela instituição, do Sistema de Gestão Integrada da Qualidade Processos, Meio Ambiente, Saúde e Segurança. Os Modelos de Excelência na Gestão OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a pertinência da aplicação do Modelo de Excelência na Gestão (Baseados no Prêmio Nacional da Qualidade - PNQ) como um aliado importante no esforço institucional para uma evolução consistente para a Excelência, abordando seus fundamentos e as ações requeridas para sua adoção, monitoramento, avaliação e melhoria contínua, com reflexos diretos no desempenho das pessoas, dos processos, dos produtos e dos resultados institucionais. a estar envolvidos na adoção, pela instituição, do Modelo de Excelência na Gestão/ GESPÚBLICA. O Sistema de Gestão da Qualidade - Entendendo e Adotando a ISO-9001 OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a pertinência da aplicação do Sistema de Gestão da Qualidade com base na norma ISO-9001:2008 como fator importante no esforço institucional para a evolução consistente dos processos de trabalho, abordando seus fundamentos e as ações requeridas para sua adoção, monitoramento, avaliação (auditoria interna) e melhoria contínua, com reflexos diretos no desempenho dos processos, produto/serviços e dos resultados institucionais. a estar envolvidos na adoção, pela instituição, do Sistema de Gestão da Qualidade Processos ISO-9001:2008. A Metodologia LEAN - O Pensamento Enxuto ou de Mínimas Perdas OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a pertinência da aplicação da Metodologia LEAN- Processos Enxutos e de seu importante papel como um passo seguro e eficaz para a drástica redução dos desperdícios, agilização dos processos e melhoria da qualidade dos produtos/serviços. a estar envolvidos na adoção, pela instituição, de uma ação sistemática e efetiva que a conduza à excelência de processos e de serviços. Metodologia de Implantação de um Programa para a Excelência OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a pertinência da aplicação de uma metodologia segura para a implantação de um Programa de Excelência com forte viés comportamental (caso da grande maioria dos programas ditos de busca da excelência ), que aplica técnicas inovadoras para a melhoria do desempenho, abordando os principais processos requeridos para uma implantação consistente, abrangente e com maiores chances de sucesso. Obs.: apesar de a estrutura do curso ser única, ele deve ser direcionado para o Programa de Excelência que se pretende adotar na instituição: Programa 5S; GQT Gestão pela Qualidade Total; MEG Modelo de Excelência na Gestão (PNQ/ GESPÚBLICA); Sistema de Gestão da Qualidade (ISO ); LEAN Produção Enxuta; Sistema de Gestão Ambiental (ISO-14000); Sistema de Gestão da Saúde e Segurança (OHSAS-18000); Acreditação de Organizações de Saúde. PORTFóLIO DE CURSOS 13

14 a estar envolvidos na adoção, pela instituição, de algum programa de busca da excelência com forte impacto na cultura organizacional e que se utiliza de técnicas inovadoras para a melhoria do desempenho institucional. Os Fundamentos para a Auditoria Interna de Programas para a Excelência OBJETIVO Sensibilizar, incentivar e capacitar os participantes para exercerem os papéis de auditores internos, abordando os conceitos, técnicas e ferramentas necessárias para um adequado desempenho na função de auditor interno de um programa com ênfase na evolução cultural e técnica, atuando também como incentivador e orientador dos trabalhos necessários à implantação e manutenção (perenização) e evolução consistente do Programa de Excelência adotado pela instituição. Obs.: apesar da estrutura do curso ser única, ele deve ser direcionado para o Programa de Excelência que se pretende adotar na instituição: Programa 5S; GQT Gestão pela Qualidade Total; MEG Modelo de Excelência na Gestão (PNQ/ GESPÚBLICA); Sistema de Gestão da Qualidade (ISO ); LEAN Produção Enxuta; Sistema de Gestão Ambiental (ISO-14000); Sistema de Gestão da Saúde e Segurança (OH- SAS-18000); Acreditação de Organizações de Saúde. a estar envolvidos como auditores/avaliadores internos das ações requeridas para a implantação, manutenção e evolução do programa de busca contínua da excelência. FORMAÇÃO DE EDUCADORES e Multiplicadores Internos OBJETIVO Sensibilizar, incentivar e capacitar os participantes para exercerem os papéis de educadores e/ou multiplicadores internos, abordando os conceitos, técnicas e ferramentas necessárias para um adequado desempenho nas funções de incentivador, instrutor, orientador e apoiador dos trabalhos das equipes, necessários ao sucesso da implantação, manutenção (perenização) e evolução consistente do Programa de Excelência adotado pela instituição. Obs.: apesar de a estrutura do curso ser única, ele deve ser direcionado para o Programa de Excelência que se pretende adotar na instituição: Programa 5S; GQT Gestão pela Qualidade Total; MEG Modelo de Excelência na Gestão (PNQ/ GESPÚBLICA); Sistema de Gestão da Qualidade (ISO ); LEAN Produção Enxuta; Sistema de Gestão Ambiental (ISO-14000); Sistema de Gestão da Saúde e Segurança (OHSAS-18000); Acreditação de Organizações de Saúde. a estar envolvidos como educadores técnicos (serão orientadores dos trabalhos dos grupos), assessores técnicos (executarão algum trabalho técnico específico) ou instrutores (serão multiplicadores de conceitos, técnicas e ferramentas) do programa de busca contínua da excelência. Comportamental para Auditores Internos de Programas para a Excelência OBJETIVO Preparar os participantes quanto ao comportamento a ser adotado em avaliações/auditorias internas visando ao apoio a programas para a busca contínua da Excelência de processos, de unidades organizacionais e/ou de organizações como um todo. PÚBLICO-ALVO Pessoas que já estão ou venham a estar envolvidas com a realização de auditorias/avaliações internas de programas visando à busca da Excelência. MELHORIA DA GESTÃO DE PROJETOS A Elaboração de Projetos e seu Impacto na Efetividade dos Resultados OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para uma adequada concepção e justificativa de um projeto, contribuindo decisivamente para sua aprovação, convertendo-se num fator fundamental para seu posterior planejamento, sempre focando nos resultados esperados pelas principais partes interessadas no projeto, inclusive durante sua execução. a estar envolvidos com a elaboração, justificativa, viabilização técnico-econômica-administrativa e planejamento de projetos, visando facilitar a sua gestão e, com isso, contribuir para a obtenção dos resultados esperados pelas principais partes neles interessadas. CARGA HORÁRIA 20 horas. O Planejamento e a Gestão de Projetos OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a adoção de uma metodologia simples, rápida e consistente para o 14 CBA (21)

15 cursos de capacitação e aperfeiçoamento planejamento, a implantação, o monitoramento, a avaliação, o controle, o gerenciamento e o encerramento de um projeto, embasada no que preconiza o PMI - Project Management Institute -, sempre buscando focar nos parâmetros e nos resultados propostos para tais projetos. a estar envolvidos com o desafio de implantar um projeto (concebido por outros), através do planejamento e controle dele, visando obter os resultados propostos para tais projetos. A Elaboração, o Planejamento e o Gerenciamento de Projetos OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a adoção de uma metodologia simples, rápida e consistente para a concepção (confiabilidade na solução abordada), a justificativa, a organização do escopo, o planejamento, a implantação, o monitoramento, a avaliação, o controle, o gerenciamento e o encerramento de um projeto, embasada no que preconiza o PMI - Project Management Institute -, buscando focar nos resultados esperados pelas principais partes interessadas no projeto, até mesmo durante sua execução. a estar envolvidos com um grande desafio de elaboração, de justificativa, de viabilização técnico-econômico-administrativa, de planejamento, de implantação e controle de projetos visando obter os resultados esperados pelas principais partes neles interessadas. CARGA HORÁRIA 32 horas. O Gerenciamento Integrado de um Projeto OBJETIVO Capacitar os participantes para a adoção de uma metodologia integrada de gestão do escopo, do tempo, dos recursos, dos custos, da execução de projetos e dos riscos enfrentados, além dos resultados e impactos colaterais previstos, metodologia esta em total alinhamento com o que preconiza o PMI - Project Management Institute. a estar envolvidos com o desafio de gerenciar, de forma mais ampla e integrada, a implantação de um projeto, visando obter os resultados propostos para tais projetos. O Planejamento e a Gestão de Projetos com o uso de Softwares OBJETIVO Capacitar os participantes para a aplicação de softwares para a organização do escopo, o planejamento, o monitoramento, a avaliação, o controle e o gerenciamento de sua implantação, buscando focar nos resultados propostos para tais projetos. A metodologia de planejamento e gerenciamento de projetos utilizada está em total alinhamento com o que preconiza o PMI - Project Management Institute. a estar envolvidos com o desafio de implantar um projeto através do uso de um software de planejamento e gestão de projetos visando obter os resultados propostos para tal projeto. PLANEJAMENTO DO CUIDADO OBJETIVO Capacitar os profissionais dos serviços de saúde para a estruturação do plano de cuidado ao paciente com a definição de metas esperadas, considerando as reavaliações e os ajustes necessários no plano, através da sistematização do registro em prontuário, visando à efetividade e ao estabelecimento do cuidado integral e de forma integrada. PÚBLICO-ALVO Médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas e outros profissionais da saúde que prestam assistência ao paciente. MELHORIA DA GESTÃO DE PROcessos O Mapeamento e a Modelagem de Processos OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a adoção de uma metodologia simples, rápida e consistente para a melhoria do desempenho dos processos de trabalho através da identificação, da dissecação e da representação gráfica dos fluxos de trabalho dos principais processos (e suas interfaces com os demais processos da organização), bem como na identificação, análise e avaliação das oportunidades de melhorias passíveis de incorporação no processo a ser modelado (nova configuração desejada do processo). PORTFóLIO DE CURSOS 15

16 a estar envolvidos com o desafio de promover uma melhoria consistente e desafiante no desempenho de processos de trabalho, de seus produtos ou nos resultados avindos para a instituição. CARGA HORÁRIA 20 horas. Os Indicadores de Processos OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a prática do uso de indicadores de desempenho dos processos. Essa prática passa pela discussão da filosofia da medição, pelo estabelecimento, monitoramento, avaliação e ajuste de um elenco de indicadores fundamentais para a gestão dos processos de trabalho das instituições, indicadores estes relacionados tanto aos principais fatores que afetam a realização desses processos quanto aos resultados deles esperados, sempre em consonância com os requisitos da metodologia de Acreditação Hospitalar do CBA, levando-se, assim, em conta não só as necessidades e expectativas das principais partes interessadas nos processos, mas também, principalmente, um desempenho de excelência. a estar envolvidos com o desafio de identificar e aplicar um kit de indicadores de desempenho de forma a planejar, monitorar, avaliar e gerenciar as substanciais e consistentes melhorias requeridas de seus processos de trabalho. A Importância da Normalização para a Confiabilidade dos Processos OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para a adoção de uma metodologia simples, rápida e consistente para a elaboração da norma das normas da organização e para o preparo das normas e/ou protocolos dos processos de trabalho, visando ao estabelecimento de uma referência consistente de trabalho, mas também uma base confiável para posteriores melhorias em tais processos, bem como criar a estrutura documental requerida para consubstanciar os Programas de Excelência no desempenho que possam vir a ser adotados pela instituição (GQT; PNQ/ MEG; ISO 9001:2008; ISO 14000; Acreditação, etc.). a estar envolvidos com o desafio de implantar um sistema de normalização dos processos como requisito do programa de excelência no desempenho adotado pela instituição. A Gestão dos Custos de um Processo OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para uma presença ativa na gestão estratégica dos custos (orçamentários e investimentos), de forma a melhor adequar os recursos disponibilizados por uma instituição que busca a excelência para uma efetiva entrega de valor para as suas principais partes interessadas. a estar envolvidos com o desafio de promover melhor gestão dos custos dos processos de trabalho, de modo a promoverem melhor abordagem dos diversos fatores operacionais que possam refletir na execução orçamentária e financeira dos processos (de gestão, de apoio operacional e finalísticos) e dos projetos nos quais estejam envolvidos, proporcionando, assim, melhores condições para a racionalização dos custos e dos investimentos requeridos para a consecução dos objetivos estratégicos de sua instituição. MELHORIA DA GESTÃO DE SERVIÇOS E ATENDIMENTO A Excelência no Atendimento OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para uma presença ativa na gestão estratégica do atendimento com base nos fundamentos da excelência (GQT; PNQ/ MEG; Acreditação, etc), promovendo a percepção, o monitoramento e a sistematização da gestão dos diversos aspectos componentes da função Atendimento ao Cliente do processo. a estar envolvidos com o desafio de promover melhor gestão dos processos que vão lidar diretamente com os clientes/usuários dos serviços ou outras partes interessadas da instituição. A Mensuração da Satisfação dos Clientes OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes para uma presença ativa na gestão estratégica do atendimento com base nos fundamentos da excelência (GQT; PNQ/ MEG; Acreditação, etc), com a adoção de um processo de medição, análise e gerenciamento da satisfação dos clientes/usuários composto por seis etapas e em ciclo contínuo, em conformidade com os requisitos das normas que promovem a excelência no desempenho, em particular a Norma ISO 9001: CBA (21)

17 cursos de capacitação e aperfeiçoamento a estar envolvidos com o desafio de promover melhor gestão dos processos que vão lidar diretamente com os clientes/usuários dos serviços ou outras partes interessadas da instituição e que desejam adquirir competências para melhor avaliar a satisfação dos clientes/usuários de serviços, proporcionando, assim, melhores condições para uma evolução consistente do desempenho de seus processos de atendimento e/ou de suporte a esses. SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM RELACIONADA AO PROCESSO DE ACREDITAÇÃO INTERNACIONAL JCI/CBA OBJETIVO Capacitar os enfermeiros na utilização da SAE com sua abordagem de solução de problemas e tomada de decisões, fazendo com que estes compreendam e apliquem os conceitos e teorias das ciências da saúde. Prepara os enfermeiros para compreender melhor os padrões de Acreditação Internacional JCI/CBA relacionados à aplicação da SAE. PÚBLICO-ALVO Gestores e líderes de enfermagem e enfermeiros assistenciais. Os Desafios da Moderna Liderança OBJETIVO Sensibilizar, esclarecer e capacitar o participante para a prática da liderança com base nos fundamentos da Excelência e no uso de instrumentos técnicos aplicáveis ao seu exercício à frente de equipes de trabalho, num ambiente organizacional de cuidado da saúde que busca a Acreditação. a estar envolvidos com o desafio do exercício da liderança, para o que precisam adquirir base conceitual, técnica e métodos aperfeiçoados sobre liderança de modo a promover uma significativa melhoria no desempenho dos processos da instituição. CARGA HORÁRIA 20 horas. Como Desenvolver Equipes Eficazes OBJETIVO Capacitar os participantes para o desenvolvimento de trabalhos em equipe com a racionalização e sinergia dos esforços das pessoas envolvidas, contribuindo para a execução das tarefas certas, pelas pessoas certas, no tempo certo, da forma certa e com resultados certos. a estar envolvidos com o desafio de estruturar, coordenar, apoiar, controlar e gerir o trabalho de uma equipe de alto rendimento. MELHORIA DA GESTÃO DE PESSOAS A Gestão de Pessoas OBJETIVO Sensibilizar e capacitar os participantes sobre como lidar com situações difíceis de relacionamentos no dia a dia das organizações, abordando aspectos de liderança, comunicação, capacitação, reconhecimento, etc., contribuindo para enfrentar os crescentes desafios institucionais, o que é facilitado ao se adotar uma filosofia embasada nos fundamentos para a Excelência no Desempenho, de forma a promover uma efetiva evolução comportamental na instituição. a estar envolvidos com o desafio de promover uma melhoria no desempenho dos processos da instituição através da gestão de pessoas e de equipes. A Negociação e a Gestão de Conflitos OBJETIVO Capacitar os participantes a realizarem negociações com pares, chefias, clientes e fornecedores de seus processos e demais partes interessadas (no caso de projetos), necessários à operacionalização de projetos, de processos e da própria organização, de modo a obter melhor alinhamento nas ações e decisões visando à excelência do desempenho. PÚBLICO-ALVO Executivos, gerentes, coordenadores, supervisores e líderes de equipes em geral, profissionais que fazem parte de equipes de áreas técnicas, de gestão de pessoas e profissionais em preparação para exercerem lideranças em projetos e/ou processos e que estejam sujeitos a frequentes negociações. CARGA HORÁRIA 8 horas. LIDERANÇA EM ENFERMAGEM COM ENFOQUE NA ACREDITAÇÃO INTERNACIONAL JCI/CBA OBJETIVO Capacitar o profissional para atuar com uma visão estratégica, que possibilite a tomada de decisão de forma individual, coletiva e compartilhada. PORTFóLIO DE CURSOS 17

18 Preparar os profissionais para implantação e monitoramento dos padrões de Acreditação, garantindo a segurança dos processos e do paciente. Estimular o aprimoramento profissional como alternativa para a busca constante da capacidade de aprender. PÚBLICO-ALVO Enfermeiros assistenciais e enfermeiros gestores. APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS DE APOIO À GESTÃO Reuniões mais Produtivas OBJETIVO Capacitar os participantes para a identificação dos aspectos fundamentais que influenciam os resultados de uma reunião de modo a planejarem adequadamente as reuniões, a conduzirem-nas de forma mais objetiva bem como obterem melhor participação nessas reuniões, contribuindo, assim, para o alcance de resultados de excelência. PÚBLICO-ALVO Profissionais com escolaridade de nível médio e/ou superior, desempenhando papéis de gerência, de supervisão ou técnico/administrativo, interessados em adquirir competências para melhor condução e/ou participação em reuniões, os quais efetivamente tragam os resultados desejados tanto para as pessoas quanto para os processos/projetos e para sua instituição. CARGA HORÁRIA 8 horas. As Técnicas para uma Apresentação Eficaz OBJETIVO Capacitar os participantes para a identificação e tratamento dos aspectos fundamentais que contribuem para uma boa apresentação, quer seja de improviso, quer antecipadamente planejada, proporcionando, assim, resultados muito mais consistentes na exposição e venda de ideias. PÚBLICO-ALVO Profissionais com escolaridade de nível médio e/ou superior, desempenhando papéis de gerência, de supervisão ou técnico/administrativo, interessados em adquirir competências para melhorar sua capacidade de preparar, proferir e avaliar os resultados de suas apresentações em público. A Administração DO Tempo OBJETIVO Incentivar e capacitar o participante a desenvolver planos de ação, visando melhorar o aproveitamento do tempo em suas atividades profissionais e pessoais, contribuindo decisivamente não só para a obtenção de melhores resultados, como também para uma melhor qualidade de vida. PÚBLICO-ALVO Todas as pessoas que lidam com sérias limitações do seu tempo, em atividades tanto na esfera profissional quanto na pessoal, e que desejam melhorar não só o seu desempenho, mas principalmente a sua qualidade de vida. CARGA HORÁRIA 8 horas. O Preparo de Relatórios Gerenciais OBJETIVO Capacitar os participantes para o processo de preparo de relatórios gerenciais com foco na eficiência de sua execução (como fazer), eficácia no seu conteúdo (o que deve constar) e efetividade dos resultados gerenciais (qual o apoio gerencial que deve proporcionar) decorrentes do relatório preparado. Obs.: apesar de a estrutura do curso ser única, para o caso de Relatórios de Gestão Institucional ligados a Programas de Excelência, ele deve ser direcionado para o Programa de Excelência que se pretende adotar na instituição: Programa 5S; GQT Gestão pela Qualidade Total; MEG - Modelo de Excelência na Gestão (PNQ/ GESPÚBLICA); Sistema de Gestão da Qualidade (ISO ); LEAN- Produção Enxuta; Sistema de Gestão Ambiental (ISO-14000); Sistema de Gestão da Saúde e Segurança (OHSAS-18000); Acreditação de Organizações de Saúde. PÚBLICO-ALVO Executivos, gerentes, coordenadores, supervisores e profissionais que estejam envolvidos não só no preparo, mas também na solicitação (e necessidade de uso) de relatórios que sejam consistentes e objetivos, os quais sirvam efetivamente para trazer resultados para a organização. A Importância da boa Comunicação OBJETIVO Capacitar o participante a desenvolver e aplicar princípios, práticas e habilidades em comunicação, com benefícios para o melhor desempenho de suas atividades profissionais, quer de gestão, quer técnica e/ou administrativa, bem como de seu relacionamento interpessoal. a estar envolvidos com o desafio de melhorar a sua comunicação interpessoal, tanto como emissores quanto como receptores. CARGA HORÁRIA 8 horas. 18 CBA (21)

19 cursos de capacitação e aperfeiçoamento SEGURANÇA DO AMBIENTE GESTÃO PELA QUALIDADE PRINCíPIOS E MéTODOS OBJETIVO Introduzir o tema da Qualidade em serviços de saúde, abordando as origens do movimento da Gestão pela Qualidade e apresentando ferramentas da qualidade para o mapeamento de processos e solução de problemas. CARGA HORÁRIA 12 horas. AMBIENTE E SEGURANÇA EM ÁREAS FECHADAS OBJETIVO Apresentar as principais linhas do gerenciamento de risco em áreas fechadas inseridas em serviços de assistência à saúde. Discutir os conceitos que envolvem a segurança do paciente, permeando também a segurança do profissional de saúde. INTRODUÇÃO à LEGIsLAÇÃO AMBIENTAL EM AMBIENTE HOSPITALAR OBJETIVO Avaliar a complexidade dos fatores relacionados à qualificação do ambiente hospitalar, médico-assistencial e laboratorial à luz da gestão ambiental, com ênfase nos processos de acreditação, a fim de contribuir com o desenvolvimento sustentável e promover a saúde pública. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO AMBIENTE HOSPITALAR E DE OUTROS ESTABELECIMENTOS ASSISTENCIAIS DE SAÚDE OBJETIVO Introduzir o tema do Planejamento da Gestão do Ambiente e da Segurança como parte do planejamento estratégico institucional para favorecer a compreensão dos participantes e construir um significado do grupo sobre definição, método, importância, necessidade e ação. E também o desenvolvimento e a implementação do plano de ação. QUALIDADE EM SAÚDE E OS SISTEMAS DE PROMOÇÃO, PROTEÇÃO E MANUTENÇÃO DO AMBIENTE E DA SEGURANÇA OBJETIVO Os profissionais de saúde deverão conhecer os conceitos básicos, as características, os métodos e as técnicas do processo de acreditação no Brasil, além de conceitos básicos, características, métodos e técnicas do processo das Normas ISO e OHSAS, e estar aptos a entender a contribuição e a importância dessas metodologias para a gestão e para a melhoria da qualidade dos serviços prestados pelas instituições de saúde. PÚBLICO-ALVO Profissionais da saúde, gestores e lideranças CARGA HORÁRIA 32 horas. PORTFóLIO DE CURSOS 19

20 ESTUDO DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DO AMBIENTE DE SEGURANÇA OBJETIVO No final do curso, os participantes deverão conhecer os conceitos básicos e os princípios da arquitetura e projetos do EAS e estar aptos a entender a utilização de seus conceitos para planejar, implementar, monitorar e melhorar o ambiente do EAS. CARGA HORÁRIA 24 horas INDICADORES HOSPITALARES OBJETIVO No final do curso, os participantes deverão conhecer os conceitos básicos, as características, os métodos e as técnicas de projetos específicos para desenvolver planilhas de indicadores e estar aptos a entender a contribuição e a importância da metodologia para a gestão e para a melhoria da qualidade dos serviços prestados pelas instituições de saúde. CARGA HORÁRIA 36 horas. ENGENHARIA CLÍNICA E MANUTENÇÃO TOTAL OBJETIVO No final do curso, os participantes deverão conhecer os conceitos básicos, as características, os métodos e as técnicas do processo de engenharia clínica incorporação tecnológica e manutenção total de equipamentos para EAS e estar aptos a entender a contribuição e a importância da metodologia para a gestão e para a melhoria da qualidade dos serviços prestados pelas instituições de saúde. GESTÃO DE RISCO GERENCIAMENTO DE RISCO EM SAÚDE VISÃO do AMBIENTE HOSPITALAR OBJETIVO Fundamentar a importância do Gerenciamento de Risco em Saúde, no ambiente hospitalar, como atividade sistêmica. Demonstrar a necessidade de integração das diversas atividades hospitalares nos processos de gerenciamento de risco. Correlacionar o Gerenciamento de Risco em Saúde com os capítulos da metodologia de acreditação JCI. Identificar ferramentas de análise de riscos. Demonstrar a importância da comu- nicação nos processos de gerenciamento de risco. Identificar a crise como fato inevitável e administrável na vida das organizações, adotando práticas que minimizem ou evitem os riscos de imagem para as empresas. Sensibilizar o corpo discente para a prática voluntária do Gerenciamento de Risco. CARGA HORÁRIA 36 horas.

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann 1 OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

#11 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

#11 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO #11 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO ÍNDICE 1. 2. 3. 4. 5. 6. Apresentação Níveis de planejamento Conceito geral Planejamento estratégico e o MEG Dicas para elaborar um planejamento estratégico eficaz Sobre a

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas

MBA em Gestão de Pessoas REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Profª. Dra. Ana Ligia Nunes Finamor A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios foi fundada

Leia mais

CBA. Gestão de Negócios PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Gestão de Negócios

CBA. Gestão de Negócios PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Gestão de Negócios CBA Gestão de Negócios Gestão de Negócios O curso desenvolve a capacidade de compreender, de forma ampla e sistêmica, a interação entre as diversas áreas funcionais de uma empresa, além dos aspectos externos

Leia mais

EIXO DE APRENDIZAGEM: CERTIFICAÇÃO E AUDITORIA Mês de Realização

EIXO DE APRENDIZAGEM: CERTIFICAÇÃO E AUDITORIA Mês de Realização S QUE VOCÊ ENCONTRA NO INAED Como instituição que se posiciona em seu mercado de atuação na condição de provedora de soluções em gestão empresarial, o INAED disponibiliza para o mercado cursos abertos,

Leia mais

MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL

MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL Alessandro Siqueira Tetznerl (1) : Engº. Civil - Pontifícia Universidade Católica de Campinas com pós-graduação em Gestão de Negócios

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Gestão do ciclo completo de relacionamento com o aluno SRM da Universidade Feevale

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Gestão do ciclo completo de relacionamento com o aluno SRM da Universidade Feevale RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Gestão do ciclo completo de relacionamento com o aluno SRM da Universidade Feevale 1.1 Histórico da Prática Eficaz Por meio do Departamento

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Drª. Ana Maria Viegas Reis

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Drª. Ana Maria Viegas Reis CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Drª. Ana Maria Viegas Reis APRESENTAÇÃO A FGV é uma instituição privada sem fins lucrativos, fundada em

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno

MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno Apresentação CAMPUS STIEP Inscrições Abertas Turma 12 (Noturno) -->Últimas Vagas até o dia 27/05/2013 CAMPUS IGUATEMI Turma 13

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

METODOLOGIA HSM Centrada nos participantes com professores com experiência executiva, materiais especialmente desenvolvidos e infraestrutura tecnológica privilegiada. O conteúdo exclusivo dos especialistas

Leia mais

MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias

MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização (versão 2011) Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Apresentação O programa de MBA em Estratégia e Liderança Empresarial tem por objetivo preparar profissionais para

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PESSOAS

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PESSOAS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PESSOAS APRESENTAÇÃO O curso de especialização Gestão de Pessoas tem por meta desenvolver gestores para atuarem em empresas que estejam inseridas no processo de globalização

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL

ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL A SANTA CASA BH TEM TODOS OS CUIDADOS PARA VOCÊ CONQUISTAR UMA CARREIRA SAUDÁVEL. Missão Humanizar a assistência

Leia mais

RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS

RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS SALVADOR 2012 1 CONTEXTUALIZAÇÃO Em 1999, a UNIJORGE iniciou suas atividades na cidade de Salvador, com a denominação de Faculdades Diplomata. O contexto

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programa de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de Pós-MBA

Leia mais

MBA. Controladoria PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Controladoria

MBA. Controladoria PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Controladoria MBA Controladoria Controladoria O MBA Controladoria une a tradição do Ibmec em pesquisas avançadas em Administração, Economia e Finanças com a Controladoria. Com este embasamento, propõe-se desenvolver

Leia mais

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC Incentivar a inovação em processos funcionais Aprendizagem e conhecimento Adotar práticas de gestão participativa para garantir maior envolvimento e adoção de soluções de TI e processos funcionais. Promover

Leia mais

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Cursos para Melhoria do desempenho & Gestão de RH TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Administração do Tempo Ampliar a compreensão da importância

Leia mais

MBA EM DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS

MBA EM DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS MBA EM DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS O programa irá capacitá-lo a interagir em um contexto empresarial de inúmeras transformações e mudanças, desenvolvendo competências para conhecer,

Leia mais

CBA PERFIL DO ALUNO. Certification in Business Administration

CBA PERFIL DO ALUNO. Certification in Business Administration CBA Pós - Graduação QUEM SOMOS PARA PESSOAS QUE TÊM COMO OBJETIVO DE VIDA ATUAR LOCAL E GLOBALMENTE, SER EMPREENDEDORAS, CONECTADAS E BEM POSICIONADAS NO MERCADO, PROPORCIONAMOS UMA FORMAÇÃO DE EXCELÊNCIA,

Leia mais

Conselho Deliberativo Nacional Roberto Simões Presidente. Diretoria Executiva Luiz Barretto Diretor-Presidente

Conselho Deliberativo Nacional Roberto Simões Presidente. Diretoria Executiva Luiz Barretto Diretor-Presidente SISTEMA SEBRAE DIRECIONAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2022 1 2 2012 Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada desta publicação,

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO IN COMPANY E EM CONSÓRCIO

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO IN COMPANY E EM CONSÓRCIO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO IN COMPANY E EM CONSÓRCIO 2009 Na teoria e na vida, FDC Conheça a Fundação Dom Cabral A 16 a NO RANKING DE MELHORES ESCOLAS DE NEGÓCIOS DO MUNDO.* A Fundação Dom Cabral é um centro

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu PORTFÓLIO ESPECIALIZAÇÃO / MBA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Sumário ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE... 2 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO... 2 ÁREA: COMUNICAÇÃO E LETRAS...

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS Universidade Federal do Ceará Faculdade de Economia, Administração, Atuária, Contabilidade e Secretariado Curso de Administração de Empresas GESTÃO POR COMPETÊNCIAS MAURICIO FREITAS DANILO FREITAS Disciplina

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas DESCRITIVO DE CURSO MBA em Liderança e Gestão de Pessoas 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que

Leia mais

Introdução 02. A Estratégia Corporativa ESPM Brasil 03. A Definição do Negócio 03. Imagem 03. Objetivos Financeiros 04

Introdução 02. A Estratégia Corporativa ESPM Brasil 03. A Definição do Negócio 03. Imagem 03. Objetivos Financeiros 04 ESTUDO DE CASO A construção do BSC na ESPM do Rio de Janeiro Alexandre Mathias Diretor da ESPM do Rio de Janeiro INDICE Introdução 02 A Estratégia Corporativa ESPM Brasil 03 A Definição do Negócio 03 Imagem

Leia mais

Como calcular o número necessário de servidores? E QUANDO O PROCESSO DE TRABALHO NÃO É QUANTIFICÁVEL COM FACILIDADE? ALTERNATIVA 2 Uma possibilidade para transpor essa restrição seria a utilização de um

Leia mais

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário. Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar

1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário. Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar 1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar Prof. Dr. Stavros Panagiotis Xanthopoylos stavros@fgv.br Brasília, 27 de novembro de 2009

Leia mais

POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA

POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA 1 1. APRESENTAÇÃO Esta política estabelece os princípios e práticas de Governança Cooperativa adotadas pelas cooperativas do Sistema Cecred, abordando os aspectos de

Leia mais

Gestão. Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos

Gestão. Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da Qualidade Gestão O tecnólogo em Gestão da Qualidade é o profissional que desenvolve avaliação sistemática dos procedimentos, práticas e rotinas internas e externas de uma entidade, conhecendo e aplicando

Leia mais

MBA Executivo em Gestão de Pessoas

MBA Executivo em Gestão de Pessoas ISCTE BUSINESS SCHOOL INDEG_GRADUATE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Gestão de Pessoas www.strong.com.br/alphaville - www.strong.com.br/osasco - PABX: (11) 3711-1000 MBA

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas tem por objetivo o fornecimento de instrumental que possibilite

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA)

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Engenharia de Software Orientada a Serviços

Leia mais

Ribeirão Preto, Franca, São Carlos e Araraquara GESTÃO DE PESSOAS. COORDENAÇÃO: Profª Drª Ana Ligia Nunes Finamor

Ribeirão Preto, Franca, São Carlos e Araraquara GESTÃO DE PESSOAS. COORDENAÇÃO: Profª Drª Ana Ligia Nunes Finamor Ribeirão Preto, Franca, São Carlos e Araraquara GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO: Profª Drª Ana Ligia Nunes Finamor OBJETIVO: A Gestão de Pessoas vem passando por inúmeras transformações nestes últimos anos.

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA. Profª. ANA LÍGIA NUNES FINAMOR Doutora - Universidade de Leon Espanha Mestre - Universidade do Estado de Santa Catarina

1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA. Profª. ANA LÍGIA NUNES FINAMOR Doutora - Universidade de Leon Espanha Mestre - Universidade do Estado de Santa Catarina 1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA SIGA: TMBAGCH*14/02 Profª. ANA LÍGIA NUNES FINAMOR Doutora - Universidade de Leon Espanha Mestre - Universidade do Estado de Santa Catarina 2. FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS É uma instituição

Leia mais

Treinamento - Como avaliar sua eficácia? FÁTIMA TAHIRA COLMAN

Treinamento - Como avaliar sua eficácia? FÁTIMA TAHIRA COLMAN Treinamento - Como avaliar sua eficácia? FÁTIMA TAHIRA COLMAN Objetivos Apresentar os fundamentos da avaliação de treinamento Apresentar os tipos de indicadores para mensurar a eficácia do treinamento

Leia mais

Pós-graduação lato sensu.

Pós-graduação lato sensu. MBA Desenvolvimento e Gestão de Pessoas Pós-graduação lato sensu 1 MBA Desenvolvimento e Gestão de Pessoas Curso de Especialização Pós-Graduação lato sensu PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Tecnologia da Informação tem por fornecer conhecimento

Leia mais

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências.

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências. 1 Programa Liderar O Grupo Solvi é um conglomerado de 30 empresas que atua nas áreas de saneamento, valorização energética e resíduos. Como alicerce primordial de seu crescimento encontrase o desenvolvimento

Leia mais

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Data da Criação: 09/11/2012 Dara de revisão: 18/12/2012 1 - Sumário - 1. A Instant Solutions... 3 1.1. Perfil da empresa... 3 1.2. Responsabilidade ambiental...

Leia mais

MBA em Desenvolvimento Humano de Gestores

MBA em Desenvolvimento Humano de Gestores REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA MBA em Desenvolvimento Humano de Gestores Coordenação Acadêmica: Prof. Edmarson Bacelar Mota, M. A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios

Leia mais

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES 202 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO ALGUNS COMENTÁRIOS ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO: a) Os blocos a seguir visam obter as impressões do ENTREVISTADO quanto aos processos de gestão da Policarbonatos,

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com.

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com. A pós-graduação é fundamental para manter-se bem colocado no mercado de trabalho e para aperfeiçoar competências profissionais. Além de enriquecer o currículo, este tipo de especialização ajuda a melhorar

Leia mais

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler AULA 5 - PERSPECTIVA DE APRENDIZADO E CRESCIMENTO Abertura da Aula Uma empresa é formada

Leia mais

AUTORAS ROSANGELA SOUZA

AUTORAS ROSANGELA SOUZA AUTORAS ROSANGELA SOUZA Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e Professora de Estratégia na Pós-Graduação da FGV. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico

Leia mais

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). Coordenação Sindicato dos Centros de Formação de Condutores

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

MBA EXECUTIVO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

MBA EXECUTIVO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA MBA EXECUTIVO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA 2012.1 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS É uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, fundada em 20 de dezembro de 1944, com o objetivo de ser um centro voltado

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Apresentação CAMPUS IGUATEMI Inscrições em Breve Turma 02 --> *Alunos matriculados após o início das aulas poderão cursar as disciplinas já realizadas,

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS Prof.ª Giselle Reis Brandão IEC - PUC Minas ALGUNS CONCEITOS IMPORTANTES: ADM. DE RECURSOS HUMANOS: As pessoas vistas como recursos, no sentido de instrumentos, meios para

Leia mais

PROGRAMA DE GESTÃO DE DESEMPENHO (PGD)

PROGRAMA DE GESTÃO DE DESEMPENHO (PGD) UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE TREINAMENTO E AVALIAÇÃO SERVIÇO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PROGRAMA DE

Leia mais

PLANO DE CAPACITAÇÃO DO

PLANO DE CAPACITAÇÃO DO www.unp.br PLANO DE CAPACITAÇÃO do Corpo Técnico-Administrativo 2015 Plano de Capacitação do Corpo Técnico-Administrativo 2015 Natal/RN 2015 DIRIGENTES DA UNIVERSIDADE POTIGUAR PRESIDENTE Prof. Marcus

Leia mais

Pós-graduação de Gestão em Saúde

Pós-graduação de Gestão em Saúde 1 Ascensão Acadêmica Pós-Graduação alavanca sucesso na carreira profissional Pesquisa coordenada pelo Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em 2010, indica que as pessoas que não

Leia mais

Administração Judiciária

Administração Judiciária Administração Judiciária Planejamento e Gestão Estratégica Claudio Oliveira Assessor de Planejamento e Gestão Estratégica Conselho Superior da Justiça do Trabalho Gestão Estratégica Comunicação da Estratégia

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Um jeito Diferente, Inovador e Prático de fazer Educação Corporativa Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Objetivo: Auxiliar o desenvolvimento

Leia mais

1 LIDERANÇA. Indicador 1: Eficiência da Comunicação Organizacional

1 LIDERANÇA. Indicador 1: Eficiência da Comunicação Organizacional COMPILADO DAS SUGESTÕES DE MELHORIAS PARA O IDGP/2011 por critério e indicador 1 LIDERANÇA O critério Liderança aborda como está estruturado o sistema de liderança da organização, ou seja, o papel da liderança

Leia mais

MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL. com ênfase em DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAS

MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL. com ênfase em DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAS PÓS - GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL com ênfase em DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAS SIGA: TMBAGE Av. Conselheiro Nébias, 159 Bairro Paquetá Santos SP - CEP 11015-001 -

Leia mais

1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA Profª. ANA LÍGIA NUNES FINAMOR Doutora - Universidade de Leon Espanha Mestre - Universidade do Estado de Santa Catarina

1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA Profª. ANA LÍGIA NUNES FINAMOR Doutora - Universidade de Leon Espanha Mestre - Universidade do Estado de Santa Catarina 1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA Profª. ANA LÍGIA NUNES FINAMOR Doutora - Universidade de Leon Espanha Mestre - Universidade do Estado de Santa Catarina SIGA: TMBAGEP*14/05 2. FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS É uma instituição

Leia mais

Faça parte da Fundação Nacional da Qualidade

Faça parte da Fundação Nacional da Qualidade Faça parte da Fundação Nacional da Qualidade A BUSCA CONTÍNUA DA EXCELÊNCIA DA GESTÃO É O QUE NOS MOVE! A Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) é uma instituição sem fins lucrativos, que conta com uma rede

Leia mais

Ementários. Disciplina: Gestão Estratégica

Ementários. Disciplina: Gestão Estratégica Ementários Disciplina: Gestão Estratégica Ementa: Os níveis e tipos de estratégias e sua formulação. O planejamento estratégico e a competitividade empresarial. Métodos de análise estratégica do ambiente

Leia mais

Administração e Gestão de Pessoas

Administração e Gestão de Pessoas Administração e Gestão de Pessoas Aula Gestão de Pessoas Prof.ª Marcia Aires www.marcia aires.com.br mrbaires@gmail.com Percepção x trabalho em equipe GESTÃO DE PESSOAS A Gestão de Pessoas é responsável

Leia mais

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL A DIRETORA DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS no exercício de suas atribuições legais, com fundamento no art. 65, inciso II da Lei

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO O Curso de Secretariado Executivo das Faculdades Integradas de Ciências Exatas Administrativas e Sociais da UPIS, reconhecido pelo MEC desde 1993, pela Portaria 905, de 24.06,1993,

Leia mais

Seminários Públicos Hay Group 2010

Seminários Públicos Hay Group 2010 Seminários Públicos Hay Group 2010 São Paulo, outubro de 2009 É com grande satisfação que estamos lhe apresentando nosso portfólio de seminários abertos Hay Group 2010. Esclarecemos que todos os seminários

Leia mais

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT Conhecimento para a ação em organizações vivas CONHECIMENTO O ativo intangível que fundamenta a realização dos seus sonhos e aspirações empresariais. NOSSO NEGÓCIO EDUCAÇÃO

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

PORFOLIO DE SERVIÇOS. www.qualicall.com.br

PORFOLIO DE SERVIÇOS. www.qualicall.com.br PORFOLIO DE SERVIÇOS www.qualicall.com.br Visão O mercado industrial, de serviços e e-business reconhecerão a QUALICALL como uma empresa pequena, coesa e competitiva, porém muito grande na sua base de

Leia mais

RESOLUÇÃO N 002, DE 11 DE OUTUBRO DE 1991, DA CONGREGAÇÃO.

RESOLUÇÃO N 002, DE 11 DE OUTUBRO DE 1991, DA CONGREGAÇÃO. RESOLUÇÃO N 002, DE 11 DE OUTUBRO DE 1991, DA CONGREGAÇÃO. Fixa normas de capacitação para o pessoal técnicoadministrativo. A CONGREGAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DO TRIÂNGULO MINEIRO, no uso de suas atribuições

Leia mais

FUNÇÕES MOTORAS (Produtos e Serviços)

FUNÇÕES MOTORAS (Produtos e Serviços) FUNÇÕES MOTORAS (Produtos e Serviços) 1. MÉTODO MENTOR - Modelagem Estratégica Totalmente Orientada para Resultados Figura 1: Método MENTOR da Intellectum. Fonte: autor, 2007 O método MENTOR (vide o texto

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL MBA e Pós-Graduação Cursos inovadores e alinhados às tendências globais Nossos cursos seguem modelos globais e inovadores de educação. Os professores

Leia mais

A Faculdade Certificada pela FGV em Goiás. Acordo de Parceria - Convênios 2011. AFFEGO Associação Funcionários do Fisco de Goiás

A Faculdade Certificada pela FGV em Goiás. Acordo de Parceria - Convênios 2011. AFFEGO Associação Funcionários do Fisco de Goiás A Faculdade Certificada pela FGV em Goiás Acordo de Parceria - Convênios 2011 AFFEGO Associação Funcionários do Fisco de Goiás ACORDO DE PARCERIA - CONVÊNIOS 2011 Preparada Por: Empreza Educação e Serviços

Leia mais

Especialização em Marketing Digital - NOVO

Especialização em Marketing Digital - NOVO Especialização em Marketing Digital - NOVO Apresentação Previsão de Início Agosto/2013 Inscrições em Breve - Turma 01 - Campus Stiep O ambiente de negócios tem sido modificado pelas Novas Tecnologias da

Leia mais

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLEX 2016

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLEX 2016 CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLE 2016 CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLE 2016 ÁREAS DE NEGÓCIOS E ENGENHARIA O Programa Pós-Flex da Universidade Positivo possui 15 cursos voltados para

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Art. 1º - A Diretoria de Tecnologia de Informação e Comunicação DTIC da Universidade FEDERAL DO ESTADO DO RIO

Leia mais

Plano de Trabalho 2013/2015

Plano de Trabalho 2013/2015 SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FUNDAP SEADE CEPAM CONVÊNIO SPDR USP FUNDAP SEADE CEPAM ANEXO I Plano de Trabalho 2013/2015 OUTUBRO DE 2013 I. JUSTIFICATIVAS

Leia mais

Trilhas Técnicas SBSI - 2014

Trilhas Técnicas SBSI - 2014 brunoronha@gmail.com, germanofenner@gmail.com, albertosampaio@ufc.br Brito (2012), os escritórios de gerenciamento de projetos são importantes para o fomento de mudanças, bem como para a melhoria da eficiência

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6.

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6. Sumário Resumo de Qualificações... 2 Atuação no Mercado... 3 Formação Profissional... 5 Contatos... 6 Página 1 de 6 Resumo de Qualificações Consultora responsável pela organização e gestão da RHITSolution,

Leia mais

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex...

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... (/artigos /carreira/comopermanecercalmosob-pressao /89522/) Carreira Como permanecer calmo sob pressão (/artigos/carreira/como-permanecer-calmosob-pressao/89522/)

Leia mais

WORKSHOP MODELO DE EXCELÊNCIA DA GESTÃO

WORKSHOP MODELO DE EXCELÊNCIA DA GESTÃO WORKSHOP MODELO DE EXCELÊNCIA DA GESTÃO 2008 PALESTRA Modelo de Excelência da Gestão Case Biocor Instituto Apresentador: Arthur Paixão Filho Assessor da Diretoria-Geral Biocor Instituto (MG) Dr. Mario

Leia mais

O desafio da liderança: Avaliação, Desenvolvimento e Sucessão

O desafio da liderança: Avaliação, Desenvolvimento e Sucessão O desafio da liderança: Avaliação, Desenvolvimento e Sucessão Esse artigo tem como objetivo apresentar estratégias para assegurar uma equipe eficiente em cargos de liderança, mantendo um ciclo virtuoso

Leia mais

GPS Gestão de Planejamento SESI-MT

GPS Gestão de Planejamento SESI-MT GPS Gestão de Planejamento SESI-MT 2009-2015 GPS Gestão de Planejamento SESI-MT 2009-2015 Sumário Apresentação Planejamento Estratégico Estratégia Balanced Scorecard - BSC Histórico Gestão de Planejamento

Leia mais

PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS PROJETO BARUERI

PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS PROJETO BARUERI PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS PROJETO BARUERI O Plano de Cargos e Salários aqui apresentado é resultado do entendimento e alinhamento dos direcionadores do Modelo de Organização e Gestão e das Políticas e

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE ENSINO E PESQUISA DIRETORIA DE ESPECIALIZAÇÃO E EXTENSÃO (C Aprf Esp do Realengo/1945)

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE ENSINO E PESQUISA DIRETORIA DE ESPECIALIZAÇÃO E EXTENSÃO (C Aprf Esp do Realengo/1945) MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE ENSINO E PESQUISA DIRETORIA DE ESPECIALIZAÇÃO E EXTENSÃO (C Aprf Esp do Realengo/1945) NORMAS PARTICULARES PARA GESTÃO ESCOLAR NO ÂMBITO DA DIRETORIA

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014 #5 EMPREENDEDORISMO Outubro de 2014 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Definição 3. Empreendedorismo: necessidade ou oportunidade? 4. Características do comportamento empreendedor 5. Cenário brasileiro para o empreendedorismo

Leia mais