Prefiro um jovem empregado no estrangeiro do que desempregado em Portugal

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prefiro um jovem empregado no estrangeiro do que desempregado em Portugal"

Transcrição

1 Ex-ministro e ex-administrador do BES quer 1,8 milhões por reforma antecipada P2 Maria da Glória Ribeiro, Managing Partner da Amrop, fala de concorrência e da forma de a estudar P6 Um lamentável lapso levou à troca da foto de José Castella, inquirido pelos deputados à AR no âmbito do caso GES/BES, pela de João Rodrigues Pena, ex-ceo da Rioforte e que nada tem a ver com o teor das conclusões do mesmo inquérito parlamentar. Ao visado e aos leitores pedimos desculpa. Número de abril de 2015 Preço 15 cênt. Diretor Vítor Norinha OJE TERÇA-FEIRA Mediterrâneo é cemitério Naufrágios ceifam 1000 vidas em três dias. Guardas costeiras estão sem meios suficientes para salvamentos. União Europeia reage com medidas repressivas e algum (pouco) diálogo com países magrebinos P5 Prefiro um jovem empregado no estrangeiro do que desempregado em Portugal GRÉCIA País está mais próximo do controlo de capitais. Banco central passa a controlar fundos dos organismos públicos e municípios P3 afirma Paulo Bento, presidente do INDEG GRANDE ENTREVISTA / SUPLEMENTO RH-MBA TELECOMUNICAÇÕES Altice está a aplicar remédios em Portugal. Vodafone é um potencial interessado no ativo Cabovisão BOLSA Ações do BCP com fortes ganhos depois do anúncio da troca de dívida P4 P4

2 2 terça-feira 21 de abril de destaque Editorial de Vítor Norinha Diretor A nova guerra no Mediterrâneo A União Europeia trava hoje uma guerra sem precedentes. Não existem armas pesadas, mas antes a pesada mole humana que atravessa meia África para chegar às costas da Líbia e olhar para a ponta da bota europeia, em Lampedusa, e sonhar com o mundo fantástico que espera encontrar deste lado. Nós, falamos de crise económica, financeira, social e moral. Falamos ao nível europeu. Esquecemos o nível de quem rapa o fundo da panela na África Oriental ou nos países por onde passou a Primavera árabe e que hoje estão economicamente desorganizados e/ou destruídos. A guerra é, antes de mais, de ordem moral. É impossível a uma UE que defende princípios de dignidade humana deixar morrer emigrantes ilegais às centenas, ou deixar que criminosos se aproveitem das economias de uma vida para as delapidarem e enviarem famílias para a morte certa nas profundezas do Mediterrâneo. Por que é que a UE nada faz? A resposta é incrivelmente simples. A UE é uma multiplicidade de Estados, com uma multiplicidade de políticas internas difíceis de gerir. Todos olham para o umbigo e dificilmente conseguem encaixar nas políticas de cada um dos seus países a ajuda à emigração. Porque o que está aqui em causa é emigração, não é mera ajuda humanitária. Esta última significa uns milhões de euros por dia que os contribuintes europeus podem pagar sem dificuldades. O que conseguem digerir é a aceitação de emigrantes vindos de África porque isso não é sustentável numa Europa velha que não cresce e não precisa de mão-de-obra cara. E, claro, como ninguém está interessado não Muitos vêm dos confins do Sudão, outros do Egito e alguns da Líbia, o hub de toda esta miséria existe uma política de emigração europeia, nem existem programas humanitários de fundo como foi o caso do Mare Nostrum, que hoje não é mais do que a patrulha da costa italiana. Como resolver? Aqui está uma pergunta com uma resposta fácil, por incrível que pareça. A UE pode ter uma atitude próativa a nível de emigração, pode criar programas de desenvolvimento económico e social nos países de onde estes emigrantes são originários. Muitos vêm dos confins do Sudão, outros do Egito e alguns da Líbia, o hub de toda esta miséria. O naufrágio de 1000 pessoas nestes últimos dias poderá obrigar os decisores europeus a tomarem opções de fundo. O problema é europeu e obriga ao envolvimento dos 28. Os recentes ataques contra estrangeiros na África do Sul já resultaram na morte de três moçambicanos. O rei zulu Goodwill Zwelithini veio rejeitar o incitamento à xenofobia, depois de ter sido acusado de provocar a onda de violência. Esta violência direta contra os nossos irmãos e irmãs é vergonhosa, disse. asúltimas Portugal ABANDONO ESCOLAR PRECOCE Portugal tinha em 2014 a 4.ª maior taxa de abandono escolar precoce da União Europeia (UE), com 17,4%, mas com a maior redução face a Segundo o Eurostat, o Estado-membro com piores resultados é a Espanha (com 21,9%). Seguem-se Malta (20,4%), Roménia (18,1%), Portugal (17,4%) e Itália (15%). Manuel Pinho QUER 1,8 MILHÕES DO NOVO BANCO Manuel Pinho, que foi quadro do Banco Espírito Santo (BES), entrou com um processo em tribunal contra o Novo Banco. O antigo ministro da Economia exige o pagamento de 1,8 milhões de euros. Pinho diz ter direito a uma reforma antecipada do antigo BES, onde recebia 39 mil euros mensais até ao início de Equipa portuguesa em Bissau COMBATE SARAMPO E MENINGITE A equipa de portugueses que está na Guiné-Bissau a ajudar na deteção do ébola já apoiou os profissionais locais a controlarem DR EPA/KEVIN SUTHERLAND um surto de sarampo e um outro de meningite, disse o presidente do Instituto Ricardo Jorge. Os técnicos estão num laboratório móvel com capacidade para o diagnóstico de infeções. Papa Francisco CONDENA ANTISSEMITISMO O papa Francisco condenou ontem o antissemitismo na Europa, tendência que considera preocupante, e defendeu, perante rabinos europeus, o diálogo sistemático iniciado há 50 anos entre cristãos e judeus. O pontífice argentino recebia em audiência os responsáveis da Confederação dos Rabinos Europeus (CRE), uma estreia desde a fundação desta organização, em os jornais não são todos iguais Membro da: sórir Publicado diariamente de terça a sexta-feira Propriedade - Megafin Sociedade Editora S.A., Registo na ERCS N.º , N.º de Depósito Legal: /06 Sede - Avenida Casal Ribeiro, n.º 15 3.º, Lisboa, Tel.: Diretor - Vítor Norinha Redação - Armanda Alexandre, Almerinda Romeira, Sónia Bexiga e José Carlos Lourinho; Catarina Santiago (revisão) Área Comercial - Diretor João Pereira Gestores de Contas Isabel Silva , Claudia Sousa Assinaturas Área Financeira - Florbela Rodrigues Conselho de Administração - João Pereira Impressão - Empresa Gráfica Funchalense, SA, Rua Capela N. Sr.ª Conceição, Morelena Distribuição - Notícias Direct, Lda, Tapada Nova Capa Rota - Linhó Sintra Tiragem Nenhuma parte desta publicação, incluindo textos, fotografias e ilustrações, pode ser reproduzida por quaisquer meios sem prévia autorização do editor. NA GRÉCIA O GOVERNO QUER O DINHEIRO JUNTINHO NO BANCO CENTRAL. AS AUTARQUIAS TÊM DE ENTREGAR AS CONTAS QUE TÊM ESTOU A VER A REAÇÃO DE ALGUNS AUTARCAS EM PORTUGAL DESPACHAVAM OS EXCEDENTES EM TRÊS TEMPOS COM PISCINAS, PAVILHÕES, CICLOVIAS E MAIS ROTUNDAS!

3 destaque farpasemimos GRÉCIA Eu e nós, no BCE, estamos convencidos de que não haverá uma saída da Grécia VÍTOR CONSTÂNCIO, VICE-PRESIDENTE DO BCE terça-feira 21 de abril de Entidades públicas obrigadas a António Feijó Angélico Perante a insistência do número dois do PSD, Marco António Costa, o presidente do regulador da RTP, António Feijó, desviou o tema do salário exorbitante do novo presidente da RTP para a tutela dos ministros Poiares Maduro e Maria Luís. Acontece que a tutela deu um teto, não disse qual seria o salário e numa empresa que está a reestruturar a força de trabalho, é estranho que o novo presidente ganhe mais dois mil euros que o anterior. Não há moral e a CGI de Feijó alinha pelo diapasão. Yanis Varoufakis Ameaçador Com a aproximação do momento da verdade, o ministro das Finanças grego volta com a ameaça global do despenhar da União Europeia, caso não exista uma saída para o seu país. Varoufakis voltou a acenar com o papão da destruição da UE com a antevisão da saída do seu país. Acontece que ninguém quer esse cenário, para além dos próprios que parecem jogar no cenário da corda bamba, criando um desespero sem precedentes no povo. Vítor Santos Oportuno O regulador dos serviços energéticos (ERSE), liderado por Vítor Santos, está a investigar o comportamento dos grupos EDP e Galp, depois de detetar irregularidades. É um processo limpo e uma atitude correta. Há que supervisionar logo que existam indícios. Papa Francisco Visionário O drama dos refugiados que tentam atravessar o Mediterrâneo desde a Líbia à costa sul de Itália mereceu destaque pelo Papa Francisco. A indiferença ganhou força entre os políticos europeus. Nenhum tem coragem de enfrentar o eleitorado e avançar com soluções, deixando à morte centenas de pessoas. Há uma crise humanitária em frente ao velho continente. passar fundos para o banco central O Governo de Tsipras quer que as entidades públicas passem os seus fundos para o banco central. Entretanto, apresentou um projeto de lei para aumentar o salário mínimo e restaurar os acordos coletivos. ARMANDA ALEXANDRE A O Executivo liderado por Alexis Tsipras publicou um decreto-lei que ordena a todas as entidades públicas a entrega das reservas financeiras ao Banco da Grécia, de forma a fazer face às despesas. Com este ato, o Governo espera cobrir necessidades urgentes do Estado, que ascendem a 3 mil milhões de euros nos próximos 15 dias, afirma o decreto, que ainda tem de de ser adotado pelo parlamento helénico. De acordo com fontes governamentais auscultadas pela agência EFE, trata-se de um instrumento utilizado em vários países da União Europeia, que se traduz nas chamadas operações de recompra, que permitem a um Estado pedir fundos emprestados por um período máximo de 15 dias a organismos públicos. Desta forma, as entidades públicas transferem os seus fundos para o Banco da Grécia e, posteriormente, o Estado devolve o dinheiro, com os juros em vigor na instituição financeira. O decreto publicado ontem exclui desta obrigação os fundos de pensões e algumas empresas estatais, bem como os organismos que necessitem de reservas para pagamentos imediatos. O diploma tem um efeito retroativo a 17 de março, data em que se realizaram as primeiras operações deste tipo com as quais o Governo grego está a enfrentar os problemas imediatos de liquidez. Entre as entidades que já emprestaram dinheiro estão o Metro de Atenas, com 150 milhões de euros; Ática (região administrativa que inclui a cidade de Atenas), que transferiu 110 milhões; e a Agência de Emprego, com 80 milhões. De momento a Grécia só acede a fundos através do mecanismo urgente de liquidez do Banco Central Europeu. Em maio, o país terá de devolver uma parte do empréstimo do Fundo Monetário Internacional (FMI), no valor de 747 milhões de euros, além do pagamento de salários e pensões, que ascendem mensalmente a mais de mil milhões de euros. Foi também apresentado ontem em Atenas um projeto de lei para aumentar o salário mínimo e restaurar os acordos coletivos, na comissão de assuntos sociais e económicos, onde a versão final da proposta vai ser debatida com os parceiros sociais. A EFE avança que o projeto, cuja conclusão está prevista para final de maio, prevê uma subida do salário mínimo em duas fases, com um primeiro aumento em outubro, para 650 euros, e para 751 euros em julho de 2016 valor em vigor até A lei inclui a restauração do acordo coletivo e suprime o salário Alexis Tsipras, primeiro-ministro grego O Metro de Atenas já emprestou 150 milhões de euros, Ática transferiu 110 milhões e a Agência de Emprego 80 milhões mínimo diferenciado para jovens, que até agora podiam ser remunerados em menos 75 euros que os trabalhadores com mais de 25 anos de idade na mesma situação. Além da subida do salário mínimo, o projeto de lei prevê a o aumento do subsídio de desemprego em 11%, para 400 euros, face aos atuais 360 euros. No total, o pacote de medidas laborais apresentado prevê um custo não superior a 30 milhões de euros, dos quais 11 milhões vão ser utilizados este ano. DR INCUMPRIMENTO NÃO É SAÍDA IMEDIATA DO EURO Vítor Constâncio, vice- -presidente do Banco Central Europeu (BCE), afirmou que um eventual incumprimento da Grécia (default) não implicaria uma saída do país da zona euro. [A saída da zona euro] não decorre automaticamente de um eventual default do Estado grego, não implicaria que a Grécia ficasse fora do euro, disse Vítor Constâncio ontem, na Comissão de Assuntos Económicos e Monetários do Parlamento Europeu, em Bruxelas. Constâncio afirmou ainda que, pelos Tratados da União Europeia, não está prevista qualquer expulsão de um país da zona euro ou da União Europeia e que essa teria de ser uma decisão do Governo grego. No entanto, acrescentou, neste momento não faz sentido especular sobre um Grexit (contração em inglês de Greece e exit usada na gíria europeia para designar uma eventual saída da Grécia da moeda única). Eu e nós, no BCE, estamos convencidos de que não haverá uma saída da Grécia, adiantou. Vítor Constâncio afirmou que o BCE continua a acreditar que os bancos gregos são solventes e que, por isso, continuam a receber financiamento

4 4 terça-feira 21 de abril de negócios BANCA Montepio e Associação Mutualista têm de ter maior separação A auditoria especial realizada ao Montepio terá detetado irregularidades, o que levou o Banco de Portugal a exigir que sejam feitas alterações de fundo. ARMANDA ALEXANDRE com Agências A auditoria especial ao Montepio encomendada pelo Banco de Portugal (BdP) no ano passado à Deloitte está prestes a ser concluída. De acordo com a SIC, o relatório terá detetado irregularidades, sendo que o governador do BdP, Carlos Costa, exigiu que fossem realizadas alterações de fundo, assim como a existência de uma nova gestão independente para a entidade financeira. De acordo com o documento, estão em causa a elevada dependência da Associação Mutualista e problemas em créditos bancários. Já ontem, o Público avançava que haveria problemas no Montepio. E que a auditoria, que teve início em julho último e se intitulava auditoria forense, passou mais tarde a denominar-se auditoria especial, tendo levado nove meses a ser efetuada. A principal questão parece ser a dependência existente entre o Montepio e a Associação Mutualista, posição que reporta ao caso da exposição do BES ao GES. Ainda segundo a estação de televisão de Carnaxide, a auditoria terá revelado irregularidades relacionadas com os créditos concedidos, e também quebras no princípio da gestão prudente da instituição. Neste sentido, o Banco de Portugal quer que o Montepio passe a ter uma gestão independente, o que acontecerá com a nomeação de Fernando Teixeira dos DR Santos para a presidência da entidade. O regulador quer acabar com o monopólio de Tomás Ribeiro, que assume a presidência da administração do banco e da Associação Mutualista. O BdP espera que o próximo presidente executivo tenha na sua equipa elementos externos, como um administrador financeiro e alguém com competências de retalho que sejam independentes. Altice pode comprar PT. Só tem de vender Oni e Cabovisão BRUXELAS A francesa Altice recebeu ontem o aval de Bruxelas para a aquisição da operadora de telecomunicações PT Portugal, com a condição de a multinacional desinvestir nos seus atuais negócios portugueses, a Oni e Cabovisão. Esta era uma decisão esperada pelo mercado. Aliás, a operadora francesa já se encontrava em negociações para se desfazer das referidas empresas, sendo que a Vodafone Portugal é uma das interessadas na Cabovisão. Mário Vaz, presidente da Vodafone, tem mencionado querer comprar o negócio de cabo da empresa, e chegou a referir que poderia avaliar a aquisição da Oni. Ao adquirir a Cabovisão, a Vodafone fica com o dobro da quota de mercado na televisão paga (que de momento é de cerca de 7,5%). Outro potencial comprador é a NOS, detida pela Sonae e pela empresária angolana Isabel dos Santos. O Executivo comunitário rejeitou assim a pretensão da Autoridade da Concorrência (AdC) no sentido de a operação de concentração ser apreciada em Portugal. Segundo a nota divulgada em Bruxelas, a Concorrência Europeia autorizou, ao abrigo do Regulamento das Concentrações da UE, a proposta de aquisição do operador de telecomunicações português, PT Portugal, pela Altice, empresa multinacional no setor de cabo e de telecomunicações, dependendo esta decisão do desinvestimento da Altice nos seus atuais negócios portugueses, a Oni e a Cabovisão. A Comissão temia que a entidade resultante da concentração se visse confrontada com uma pressão concorrencial insuficiente por parte das empresas remanescentes no mercado das telecomunicações fixas, o que poderia ter levado ao aumento de preços para os clientes. Os desinvestimentos propostos pela Altice respondem a esta preocupação, explica a Comissão. De acordo com Bruxelas, para eliminar essas preocupações a Altice propôs vender as suas filiais portuguesas Cabovisão e Oni, considerando a Comissão que estes compromissos estruturais claros eliminam totalmente a sobreposição das atividades da Altice e da PT Portugal em Portugal, pelo que respondem adequadamente à preocupação inicial em termos de concorrência que a Comissão identificou. Bruxelas também rejeitou um pedido de remessa da análise da operação para a Autoridade da Concorrência de Portugal, ressalvando que manteve uma cooperação estreita com a AdC. Salários da administração da RTP decididos por Poiares Maduro e Maria Luís Investidores gostam da troca de dívida no BCP. Ações sobem TELEVISÃO Os ministros Adjunto e do Desenvolvimento Regional e do Estado e das Finanças informaram o Conselho Geral Independente (CGI) do teto salarial para a nova administração da RTP, segundo fonte do gabinete de Poiares Maduro. O presidente do Conselho de Administração da RTP, Gonçalo Reis, vai ganhar 10 mil euros por mês, um valor superior ao do seu antecessor no cargo, Alberto da Ponte, de acordo com um diploma publicado em Diário da República na sexta-feira passada. A mesma fonte explica que o Poiares Maduro, teve, naturalmente, conhecimento do processo processo teve lugar nas Finanças, e que o ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, teve, naturalmente, conhecimento do mesmo. Em declarações ao Expresso, António Feijó, presidente do CGI, órgão de supervisão do Conselho de Administração da RTP, disse que tinha perguntado à tutela financeira que são o ministro Miguel Poiares Maduro e a ministra das Finanças [Maria Luís Albuquerque] quais eram os parâmetros para o salário do novo presidente da RTP, tendo sido respondido que até 10 mil euros era possível. Assim, Gonçalo Reis irá auferir uma remuneração mensal de 10 mil euros, e Nuno Artur Silva, vogal da administração, vai receber 7.390,29 euros sem despesas de representação. BANCA O Millenium bcp, liderado por Nuno Amado, pretende reforçar o rácio de liquidez e colocá-lo acima dos 10%. O anúncio de troca de dívida para reforçar capital foi anunciado no fnal do dia de sexta-feira e ontem os investidores reagiram muito positivamente. Depois de na semana anterior, o BCP ter marcado o período com o pior desempenho acionista desde o início de março, tendo perdido 13% numa única semana, o dia de ontem foi marcado pela espetacular recuperação dos títulos. As ações BCP fecharam a ganhar 5% para os 0,848 euros, O BCP lançou uma oferta pública de troca de dívida subordinada por ações e tem o objetivo de regressar ao resultado líquido ainda este trimestre. A operação anunciada de troca de dívida significará mais 0,7 pontos percentuais no rácio de solvabilidade. O banco vai ainda preparar o pagamento antecipado ao Estado de 750 milhões de euros.

5 terça-feira 21 de abril de internacional MEDITERRÂNEO EPA/IVAN CONSIGLIO Conselho Europeu avança plano de ação para imigração As ações incluem o reforço das operações de controlo das fronteiras da União Europeia no Mediterrâneo e a reinstalação de imigrantes entre os 28 países-membros. ARMANDA ALEXANDRE com Agências Após o naufrágio de domingo ao largo da Itália, que fez pelo menos 700 vítimas, esta segundafeira naufragou mais um barco, ao largo da Grécia, de que resultaram pelo menos três mortos, e, próximo da Líbia, pelo menos duas embarcações se afundaram com mais de 500 pessoas a bordo. Mais de 20 pessoas morreram neste último incidente. Milhares de pessoas perderam a vida no Mediterrâneo ao longo dos últimos anos. Neste sentido, e após uma reunião de emergência realizada ontem, o comissário do Conselho Europeu, Dimitris Avramopoulos, apresentou um plano de 10 pontos com ações imediatas em resposta à crise na região do Mediterrâneo. São medidas diretas e substanciais que tomaremos para fazer a diferença no imediato. Todas estas ações exigem o nosso esforço comum, das instituições europeias e dos 28 Estados- -membros. Vamos apresentar estas propostas ao Conselho Europeu que se reunirá na quinta- -feira, numa sessão extraordinária, para discutir a situação no Mediterrâneo, afirmaram numa declaração conjunta Dimitris Avramopoulos e a Alta Representante da União Europeia (UE) para Política Externa e Segurança, Federica Mogherini. O plano inclui o registo de todos os imigrantes através de um sistema de impressão digital, o retorno imediato de imigrantes irregulares aos países de origem, o reforço das operações de controlo das fronteiras da UE no Mediterrâneo com mais orçamento e equipamentos numa área de atuação mais ampla, e um esforço sistemático para capturar e destruir navios utilizados por contrabandistas. O plano prevê ainda encontros regulares entre instituições como a Europol, Frontex e Eurojust, a intensificação do diálogo com os países do Norte de Há a proposta de um programa piloto para a reinstalação de imigrantes nos 28 países-membros da UE África, entre outras ações com cariz de urgência. Dimitris Avramopoulos acrescentou ainda que houve uma proposta de um programa piloto para a reinstalação de imigrantes entre os 28 países-membros da UE. O plano será analisado esta quinta-feira pelos líderes europeus, na cimeira extraordinária convocada pelo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk. Corpos das vítimas do naufrágio de domingo, desembarcados ontem em Malta. Adolescente de 14 anos detido no Reino Unido por suspeita de terrorismo SEGURANÇA Foi detido em Inglaterra um adolescente de 14 anos por suspeitas de participar numa organização terrorista na Austrália, dias após a polícia australiana ter detido cinco pessoas neste âmbito. O adolescente foi detido em Blackburn, no noroeste de Inglaterra, no sábado, por alegadamente instigar e preparar atos de terrorismo, informam as autoridades britânicas, acrescentando que as informações sobre estas supostas atividades terroristas foram transmitidas à polícia australiana. Descobrimos uma comunicação entre uma pessoa no noroeste de Inglaterra e um homem na Austrália, sobre o que cremos ser uma ameaça terrorista credível, disse a polícia britânica, que não facultou nem a nacionalidade nem os dados do detido. Estamos a trabalhar de forma estreita com a polícia na Austrália e queremos tranquilizar o público e dizer que não descobrimos qualquer ataque iminente ao Reino Unido. No sábado as autoridades australianas detiveram cinco pessoas que planeavam um atentado terrorista inspirado no autoproclamado Estado Islâmico durante a cerimónia do Dia de ANZAC, festa Na Austrália planeava-se um atentado inspirado no autoproclamado Estado Islâmico durante uma festa nacional nacional celebrada a 25 de abril pelos australianos e também pelos neozelandeses. Pelo menos três dos cinco detidos ficaram feridos na operação antiterrorista levada a cabo em Melbourne. Brasil lidera ranking mundial de ativistas ambientais assassinados RELATÓRIO Em 2014 foram assassinados 116 ambientalistas no globo, um recorde histórico, segundo a organização não-governamental Global Witness. O Brasil surge no topo da lista do relatório intitulado How many more? ( Quantos mais? ), divulgado ontem. De acordo com a entidade britânica, registaram-se duas mortes a cada semana, e só a América Latina concentrou três quartos dos casos. As mortes ocorreram em 17 países. O Brasil, com 29 homicídios em 2014, lidera o ranking mundial dos assassínios. Seguem- -se a Colômbia, com 25 mortes, as Filipinas com 15, as Honduras com 12 e o Peru com nove. A América Latina é considerada a região mais perigosa para a atuação de ambientalistas pela Global Witness. Em cada quatro mortes, três aconteceram no continente, com 87 casos. As mortes registadas em 2014 são 20% superiores face às verificadas no ano anterior. Honduras é considerado o país mais perigoso em termos de per capita. Nos últimos cinco anos este país da América Central reportou 101 homicídios de ativistas.

6 6 terça-feira 21 de abril de opinião Pedro Carvalho Responsável da Área de Responsabilidade Civil da Victoria Seguros Maria da Glória Ribeiro Managing Partner da Amrop A globalização e a responsabilidade civil produtos A importância de saber olhar para a concorrência de forma objetiva Num mundo eminentemente global e em que o mercado interno revela uma profunda anemia, as empresas portuguesas necessitam crescentemente de basear a sua atividade para a exportação. Esse desafio apenas poderá ser superado se, conjuntamente com a reconhecida qualidade do produto made in Portugal, forem concedidos às empresas os mecanismos necessários para defesa dos seus produtos perante os importadores/consumidores internacionais. Nesta perspetiva, os seguros de responsabilidade civil, nomeadamente os relativos a responsabilidade civil produtos, ao representarem uma segurança adicional para os consumidores, são fulcrais na conquista dos mercados externos, acompanhando o produto e a responsabilidade que possa ser imputada ao produtor nos países para os quais efetua a exportação, sendo hoje usual aquando de celebração de contratos de fornecimento ser logo exigido pelo importador/cliente ao produtor, o comprovativo da apólice de seguro de responsabilidade civil produtos. Acresce que com as alterações sucessivas aos clausulados das coberturas das apólices de responsabilidade civil produtos é atualmente possível abranger, através da subscrição de cláusulas adicionais, os danos causados a produtores intermédios, com cláusulas especificamente desenhadas para produtores cujos produtos não são colocados no mercado para o consumidor final, bem como as consequências pecuniárias da retirada de produtos do mercado, união e mistura, etc. Num mundo em constante mudança e em que a litigância e exigência do consumidor cresce exponencialmente, a não celebração de um contrato de seguro de Responsabilidade Civil Produtos por uma empresa é uma decisão que poderá colocar em causa a curto / médio prazo a existência da própria empresa, envolvida num processo de reclamação de danos em qualquer parte do mundo e perante uma legislação e jurisprudência que desconhece, agravado sempre se se trate de exportações para os mercados anglo-saxónicos. A não celebração de um contrato de seguro de Responsabilidade Civil Produtos é uma decisão que poderá colocar em causa a curto / médio prazo a existência da própria empresa Nos mercados atuais, em constante desenvolvimento torna-se necessário não só possuir um conhecimento aprofundado do nicho de mercado em questão mas também dos concorrentes. Revela-se importante olhar para os bons exemplos e para as melhores práticas utilizadas na concorrência ou seja, fazer o que se chama benchmark. Mas mais importante é fazê-lo de forma inteligente, fazendo uma observação criteriosa e analítica, com um mínimo de emoção e o máximo de objetividade, estando atento aos concorrentes e procurando inspiração naquilo que melhor fazem. Este processo deve motivar uma inspiração e não uma comparação ou imitação do que é feito na concorrência sob pena de penhorar uma sustentabilidade a longo prazo. Isto é, será um erro imitar, produzindo ou colocando no mercado artigos somente com a vantagem de preços de mais baixos, com este processo esmagam-se margens, criando uma situação de imediato maior market share, porém, comprometendo o futuro do negócio. Numa primeira fase deste processo de observação e análise da concorrência é necessário estar no mercado a trabalhar de forma humilde e lúcida, pois a prepotência e a perda de lucidez podem aproximarnos de estados paranóicos, de autovalorização excessiva que tolda a capacidade de ver de forma objetiva e analítica. Numa segunda fase é necessário trabalhar diariamente para ultrapassar a concorrência, com criatividade e disrupção, criando diferenciação. Muitas vezes a imitação com preços mais baixos faz crescer, como atrás referido, o market share mas provoca quebra das margens, o EBITDA poderá ser comprometido e caso não o seja será só temporariamente sustentado, ficando a médio e longo prazo esmagado. Assim, agir em conformidade com o que se pretende obter no imediato, sem atenção ao eco que essas decisões provocam é demasiado simples, primário e irresponsável e pouco sistémico. Por outro lado quando há inovação disruptiva, algo que se vê com frequência nos mercados tecnológicos, onde se podem encontrar vários e bons exemplos, essa inovação vinca e cria sustentabilidade, não só a curto-prazo mas permitindo uma continuidade organizacional e sistémica sustentável a longo-prazo, a todos os níveis, solidificando a empresa e o negócio. Sabendo-se a importância do talento, a força decisiva da dimensão humana numa organização é imperioso pensar-se na diferenciação da concorrência através da capacidade de atrair e gerir o melhor talento. O talento desenvolve-se e, sendo o resultado de um conjunto de skills que cada indivíduo é capaz de aportar fica dependente de um cuidado aproximado e constante de apoio ao desenvolvimento. Uma das áreas fundamentais de diferenciação e otimização em relação à concorrência é conseguir-se ter, dentro da organização, as melhores capacidades humanas, isto é o talento certo. Na sequência desse investimento poder-se-á esperar ter a capacidade interna para a inovação e para a análise crítica e estratégica do negócio. Concluindo: Não se pode estar fechado sem atenção ao que se passa lá fora, isto é, sem olhar para a concorrência, não podemos ser autistas, organizacionalmente falando, nem sofrer de paranóia, como atrás foi dito. - Através da BI (Business Inteligence) devemos ser capazes de uma análise objectiva dos concorrentes e ter um pensamento estratégico de forma a prevermos os next steps, tecnológicos de mercado ou outros. - De forma ÁGIL as pessoas e as organizações têm que ser disruptivas na criação de novos produtos, ideias e modelos de negócio e proativamente tentar ser vanguardistas. Uma das áreas fundamentais de diferenciação e otimização em relação à concorrência é conseguir-se ter, dentro da organização, as melhores capacidades humanas, isto é o talento certo

em - Corporate Reporting (1.ª Edição) Executive Master

em - Corporate Reporting (1.ª Edição) Executive Master www. indeg. iscte-iul. pt EXPERIÊNCIA DE IMERSÃO AVANÇADA NO STATE OF THE ART E NAS ALTERAÇÕES MAIS RECENTES NAS TEMÁTICAS, NORMATIVAS E MÉTODOS DE REPORTE INTEGRADO DAS ORGANIZAÇÕES VISANDO UM DESEMPENHO

Leia mais

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Participamos num processo acelerado de transformações sociais, políticas e tecnológicas que alteram radicalmente o contexto e as

Leia mais

PGG PROGRAMA GERAL DE GESTÃO. Unleash your. full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS

PGG PROGRAMA GERAL DE GESTÃO. Unleash your. full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS PGG PROGRAMA GERAL Unleash your full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS PGG PROGRAMA GERAL O PGG - Programa Geral de Gestão, proporciona uma formação geral em Gestão de Empresas. Destina-se a

Leia mais

Executive MBA, e auniversidade de Oxford, que. conquista um terceiro lugar em Gestão, um

Executive MBA, e auniversidade de Oxford, que. conquista um terceiro lugar em Gestão, um posição em Economia e MBA e em terceiro nos mestrados de Empreendedorismo e Gestão. A Universidade de Stanford também aparece muito bem cotada, com dois primeiros lugares, em Gestão e em Recursos Humanos,

Leia mais

Programa Avançado de Gestão para o Setor do Pós Venda Automóvel

Programa Avançado de Gestão para o Setor do Pós Venda Automóvel Programa Avançado de Gestão para o Setor do Pós Venda Automóvel ACAP de Portas Abertas para a Universidade RAZÃO DE SER Antes da Agenda O que sabe hoje chega para garantir a SUSTENTABILIDADE e o SUCESSO

Leia mais

CONCLUSÕES DA REUNIÃO EMPRESARIAL PORTUGAL - ESPANHA. 22 de junho de 2015

CONCLUSÕES DA REUNIÃO EMPRESARIAL PORTUGAL - ESPANHA. 22 de junho de 2015 CONCLUSÕES DA REUNIÃO EMPRESARIAL PORTUGAL - ESPANHA UMA UNIÃO EUROPEIA MAIS FORTE 22 de junho de 2015 A União Europeia deve contar com um quadro institucional estável e eficaz que lhe permita concentrar-se

Leia mais

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG. A experiência adquirida ao longo dos anos e a atualização de conceitos, permitiu ao ISAG European Business School desenvolver

Leia mais

Pós-Graduação Leadership & Management. 3ª Edição

Pós-Graduação Leadership & Management. 3ª Edição Pós-Graduação Leadership & Management 3ª Edição 2010/2011 Leadership & Management Direcção Científica Prof. Doutor José Verissimo Doutora Teresa Passos A Direcção Executiva é partilhada entre o IDEFE e

Leia mais

Quatro gestores e um engenheiro

Quatro gestores e um engenheiro Tiragem: 26368 Pág: VIII Área: 26,85 x 36,48 cm² ID: 30707498 22-06-2010 Universidades Âmbito: Economia, Negócios e. Corte: 1 de 2 PRÉMIOS Foto cedida Os cinco finalistas do Prémio Primus Inter Pares,

Leia mais

IPAM reforça no Porto. Pdg. 76. Por M." João Vieira Pinto

IPAM reforça no Porto. Pdg. 76. Por M. João Vieira Pinto IPAM reforça no Porto Pdg. 76 Por M." João Vieira Pinto IPAM reforça no Porto Afirma-se como lhe Marketing School e ambiciona ser a referência do ensino nesta área. Por isso, ejá a partir do próximo ano,

Leia mais

CTSP e Pós-Graduações THE MARKETING SCHOOL. porto. aveiro. lisboa

CTSP e Pós-Graduações THE MARKETING SCHOOL. porto. aveiro. lisboa CTSP e Pós-Graduações THE MARKETING SCHOOL porto. aveiro. lisboa LICENCIATURA & MESTRADO THE MARKETING SCHOOL Somos uma escola vocacionada essencialmente para as empresas e mercados. Queremos qualificar

Leia mais

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG. A experiência adquirida ao longo dos anos e a atualização de conceitos, permitiu ao ISAG European Business School desenvolver

Leia mais

Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000

Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000 Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000 Outras conclusões: Recrutamento na área de Marketing Digital registou crescimento de 15%. Área de E- commerce cresceu 6% Remuneração dos profissionais

Leia mais

EXECUTIVE MASTER OF FASHION BUSINESS (Pós-graduação)

EXECUTIVE MASTER OF FASHION BUSINESS (Pós-graduação) EXECUTIVE MASTER OF FASHION BUSINESS (Pós-graduação) Rua Castilho 90 2ºesq 1250-071 Lisboa, Portugal Rua José Gomes Ferreira nº219 - Aviz 4150-442 Porto, Portugal info@beill.pt / www.beill.pt Sobre A Beill

Leia mais

MASTER INNOVATION MANAGEMENT SYSTEMS SGS. Duração 112 Horas / 3 meses. Edição 1ª Edição. Calendário outubro dezembro 2015

MASTER INNOVATION MANAGEMENT SYSTEMS SGS. Duração 112 Horas / 3 meses. Edição 1ª Edição. Calendário outubro dezembro 2015 Edição 1ª Edição Calendário outubro dezembro 2015 Duração 112 Horas / 3 meses Regime Pós-laboral e ao sábado MASTER INNOVATION MANAGEMENT SYSTEMS Em parceria com: SGS ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS COORDENAÇÃO

Leia mais

PROGRAMA DE DIREÇÃO DE EMPRESAS

PROGRAMA DE DIREÇÃO DE EMPRESAS 2016 JANEIRO > JULHO PORTO www.aese.pt/pde Escola associada: PROGRAMA DE DIREÇÃO DE EMPRESAS OBJETIVOS DO PROGRAMA O PDE atinge este ano a sua sexagésima edição, destacando-se como o Programa mais vezes

Leia mais

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA 2015 CONSTITUIÇÃO DO JÚRI Joaquim Sérvulo Rodrigues Membro da Direcção da COTEC Portugal, Presidente do Júri; Carlos Brazão Director Sénior de Vendas

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE INTERNACIONALIZAÇÃO

ESTRATÉGIAS DE INTERNACIONALIZAÇÃO INTERNACIONALIZAÇÃO ESTRATÉGIAS Unleash your full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS INTERNACIONALIZAÇÂO ESTRATÉGIAS O sucesso das empresas hoje, e a sua sustentação no longo prazo, baseiam-se

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

Em Crise Profunda no Mercado Interno. Em Expansão Acelerada nos Mercados Externos

Em Crise Profunda no Mercado Interno. Em Expansão Acelerada nos Mercados Externos 2ª JORNADAS DA ESPECIALIZAÇÃO EM DIREÇÃO E GESTÃO DA CONSTRUÇÃO ENGENHARIA CIVIL OS NOVOS DESAFIOS O PAPEL DA CONSTRUÇÃO NO FUTURO Índice: Onde Estamos Europa 2020 e Crescimento da Construção em Portugal

Leia mais

INTRA-EMPREENDEDORISMO PROGRAMA AVANÇADO. Think, Create and Share

INTRA-EMPREENDEDORISMO PROGRAMA AVANÇADO. Think, Create and Share PROGRAMA AVANÇADO DESTINATÁRIOS Quadros intermédios e superiores em organizações do setor privado; técnicos e outros profissionais com potencial para assumir posições de liderança, consultores, gestores,

Leia mais

2014/15 12ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO. Natureza do curso e perfil da formação. Coordenação Científica. Prof. Doutor Eduardo Couto Mestre António Samagaio

2014/15 12ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO. Natureza do curso e perfil da formação. Coordenação Científica. Prof. Doutor Eduardo Couto Mestre António Samagaio 12ª EDIÇão PÓS-GRADUAÇÃO Controlo de Gestão e Finanças Empresariais 2014/15 12ª EDIÇÃO Coordenação Científica Prof. Doutor Eduardo Couto Mestre António Samagaio Natureza do curso e perfil da formação Os

Leia mais

PROGRAMA DE GESTÃO E LIDERANÇA LISBOA 2015-16

PROGRAMA DE GESTÃO E LIDERANÇA LISBOA 2015-16 O PGL foi desenhado para profissionais, com mais de 5 anos de experiência, dinâmicos, com grande capacidade de trabalho e ambição de aceder a novas responsabilidades. PROGRAMA DE GESTÃO E LIDERANÇA LISBOA

Leia mais

S. R. MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

S. R. MINISTÉRIO DAS FINANÇAS RELATÓRIO SOBRE REGIME DE CAPITALIZAÇÃO PÚBLICA PARA O REFORÇO DA ESTABILIDADE FINANCEIRA E DA DISPONIBILIZAÇÃO DE LIQUIDEZ NOS MERCADOS FINANCEIROS (REPORTADO A 25 DE MAIO DE 2012) O presente Relatório

Leia mais

Em colaboração com: GESTÃO DE EMPRESAS E NEGÓCIOS LEIRIA 2015 SETEMBRO E OUTUBRO. www.aese.pt/gen

Em colaboração com: GESTÃO DE EMPRESAS E NEGÓCIOS LEIRIA 2015 SETEMBRO E OUTUBRO. www.aese.pt/gen Em colaboração com: GESTÃO DE EMPRESAS E NEGÓCIOS GEN LEIRIA 2015 SETEMBRO E OUTUBRO www.aese.pt/gen BEM-VINDO AO GEN É com muito gosto que lhe apresentamos o GEN, criado pela AESE, numa perspetiva de

Leia mais

EFFECTIVE LEADERSHIP PROGRAM

EFFECTIVE LEADERSHIP PROGRAM executive education EFFECTIVE LEADERSHIP PROGRAM LIDERANÇA EFICAZ IMPLICA UM ENTENDIMENTO PROFUNDO DO SIGNIFICADO QUE A ORGANIZAÇÃO ATRIBUI À PALAVRA SUCESSO. O líder deve ir além da visão imediatista

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 31 de Julho de 2008 RESUMO DE IMPRENSA Quinta-feira, 31 de Julho de 2008 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Queda nos lucros da banca retira 80 milhões ao Fisco. Resultados dos quatro maiores bancos privados caíram mais de 40% no primeiro

Leia mais

CATÓLICA PORTO BUSINESS SCHOOL Gestão de Operações

CATÓLICA PORTO BUSINESS SCHOOL Gestão de Operações CATÓLICA PORTO BUSINESS SCHOOL Gestão de Operações Member of www.catolicabs.porto.ucp.pt A Católica Porto Business School Fundada em 2002, a Católica Porto Business School é a escola de negócios da Universidade

Leia mais

ECONOMIA. Esquema financeiro provoca buraco de 3 mil milhões em empresas públicas. Gostava muito que as gentes não se resignassem

ECONOMIA. Esquema financeiro provoca buraco de 3 mil milhões em empresas públicas. Gostava muito que as gentes não se resignassem JOÃO DUQUE Fundos de arrendamento podem ajudar as famílias E14 LUÍS MARQUES Estamos a caminho de um caos, de um caos político E12 JOÃO VIEIRA PEREIRA Constituição: mais que mudar é preciso incluir limites

Leia mais

90,5% dos perfis de TI disponível para mobilidade profissional

90,5% dos perfis de TI disponível para mobilidade profissional Michael Page lança Barómetro de TI 90,5% dos perfis de TI disponível para mobilidade profissional Lisboa, 21 de Julho de 2015 A Michael Page, empresa líder em recrutamento de quadros médios e superiores,

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços Curso de Gestão Empresarial para Comércio e Serviços PROMOÇÃO: COLABORAÇÃO DE: EXECUÇÃO: APRESENTAÇÃO: > A aposta na qualificação dos nossos recursos humanos constitui uma prioridade absoluta para a Confederação

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM GESTÃO E LIDERANÇA PARA PME LÍDER

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM GESTÃO E LIDERANÇA PARA PME LÍDER PDGL PME LÍDER WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM GESTÃO E LIDERANÇA PARA PME LÍDER EM PARCERIA COM: Unleash your full potential PDGL PAGEF PME LÍDER PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

IMPRENSA Resumo Diário 20 e 19 SET 2015

IMPRENSA Resumo Diário 20 e 19 SET 2015 [domingo, 20] 1. Entrevista. Manuel Castro Almeida: "Os municípios vão poder atribuir dinheiro à criação de empresas". Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional garante que as primeiras verbas dos

Leia mais

Formação de Executivos / Executive Business Education

Formação de Executivos / Executive Business Education Formação de Executivos / Executive Business Education 2 ÍNDICE 05 06 07 08 09 09 11 12 13 14 15 15 15 Mensagem de Boas Vindas Apresentação Advisory Board Porquê Formação executiva? 7 razões para escolher

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 19 de Junho de 2008

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 19 de Junho de 2008 Resumo de Imprensa Quinta-feira, 19 de Junho de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Setenta respostas sobre as mudanças na função pública. Últimas medidas arrancam em Janeiro (págs. 1, 14 a 21) Aumentos, reformas,

Leia mais

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 3 Hemisfério esquerdo responsável pelo pensamento lógico e pela competência

Leia mais

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP ****

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** Gostaria de começar por agradecer o amável convite da CIP para participarmos nesta conferência sobre um tema determinante para o

Leia mais

PROGRAMA INTEGRADO DE GESTÃO PARA NUTRICIONISTAS E DIETISTAS

PROGRAMA INTEGRADO DE GESTÃO PARA NUTRICIONISTAS E DIETISTAS GESNUTRI PROGRAMA INTEGRADO DE GESTÃO PARA NUTRICIONISTAS E DIETISTAS EM PARCERIA COM: COM O PATROCÍNIO: Unleash your full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS GESNUTRI PROGRAMA INTEGRADO DE GESTÃO

Leia mais

1. (PT) - Correio da Manhã, 20/08/2013, Escassez de efectivos 1. 2. (PT) - Diário de Notícias da Madeira, 20/08/2013, Ordem dos Engenheiros 2

1. (PT) - Correio da Manhã, 20/08/2013, Escassez de efectivos 1. 2. (PT) - Diário de Notícias da Madeira, 20/08/2013, Ordem dos Engenheiros 2 Tema de Pesquisa: Internacional 20 de Agosto de 2013 Revista de Imprensa 20-08-2013 1. (PT) - Correio da Manhã, 20/08/2013, Escassez de efectivos 1 2. (PT) - Diário de Notícias da Madeira, 20/08/2013,

Leia mais

Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012

Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012 Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012 Enquadramento As sucessivas e dependentes crises financeiras - do subprime e das dívidas soberanas - têm levado

Leia mais

O Lado empreendedor do Desemprego. O Segredo para Mudar de Vida. O que posso esperar de um franchisador. Como selecciono a melhor ideia de negócio

O Lado empreendedor do Desemprego. O Segredo para Mudar de Vida. O que posso esperar de um franchisador. Como selecciono a melhor ideia de negócio O Lado empreendedor do Desemprego O Segredo para Mudar de Vida O que posso esperar de um franchisador Financiamento em parceria Como selecciono a melhor ideia de negócio O que devo analisar no contrato

Leia mais

PROGRAMA DE GESTÃO E LIDERANÇA PORTO 2016

PROGRAMA DE GESTÃO E LIDERANÇA PORTO 2016 PROGRAMA DE GESTÃO E LIDERANÇA PORTO 2016 O PGL foi desenhado para profissionais, com mais de 5 anos de experiência, dinâmicos, com grande capacidade de trabalho e ambição de aceder a novas responsabilidades.

Leia mais

HR Scorecard Linking Strategy, People and Performance

HR Scorecard Linking Strategy, People and Performance www.pwc.pt/academy Linking Strategy, People and Performance Lisboa, 8 e 9 de abril de 2013 Academia da PwC Um curso onde irá conhecer as tendências e melhores práticas de alinhamento da estratégia com

Leia mais

Serviços. Conquistar. quando identificou a oportunidade de negócio que constituía a Internet enquanto meio para agilizar

Serviços. Conquistar. quando identificou a oportunidade de negócio que constituía a Internet enquanto meio para agilizar Serviços Conquistar um lugar à mesa nas reservas on-line Até há bem pouco tempo Portugal não contava com um serviço especializado para reservar mesas em restaurantes através da Internet. Este ano ganhou

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL COORDENAÇÃO Prof. Doutor Paulo Lopes Henriques Prof.ª Doutora Carla Curado Prof. Doutor Pedro Verga Matos APRESENTAÇÃO Este

Leia mais

Health Management Future

Health Management Future 2012 Health Management Future COM O PATROCÍNIO DE O grupo BIAL tem como missão desenvolver, encontrar e fornecer novas soluções terapêuticas na área da Saúde. Fundado em 1924, ao longo dos anos BIAL conquistou

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 Versão Preliminar Este relatório tem por objectivo da conta do que de mais relevante foi realizado no cumprimento

Leia mais

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP Soluções integradas para a Indústria do turismo empresarial THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP A equipa da XYM Hospitality e os seus parceiros possuem vastos conhecimentos sobre a

Leia mais

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar. Projeto de Resolução n.º 684/XII/2.ª. Financiar o investimento para dever menos

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar. Projeto de Resolução n.º 684/XII/2.ª. Financiar o investimento para dever menos Projeto de Resolução n.º 684/XII/2.ª Financiar o investimento para dever menos Em Março de 2009 o do PCP apresentou o Projeto de Resolução nº 438/X Medidas de combate à crise económica e social que, entre

Leia mais

Um mar de oportunidades. Mestrado em Gestão Portuária. Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique.

Um mar de oportunidades. Mestrado em Gestão Portuária. Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Um mar de oportunidades Mestrado em Gestão Portuária Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique A ENIDH é a Escola Superior pública portuguesa que assegura a formação de

Leia mais

Têxteis: Pinho enaltece recuperação competitiva do sector

Têxteis: Pinho enaltece recuperação competitiva do sector MEDIA: Agência Lusa Data publicação: 23Out Página: Jornalista: Data Recolha: 23Out Data Evento: 23 Out Têxteis: Pinho enaltece recuperação competitiva do sector 23 de Outubro de 20, 17:15 Famalicão, 23

Leia mais

PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO

PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO A noção de Empreendedorismo, como uma competência transversal fundamental para o desenvolvimento humano, social e económico, tem vindo a ser reconhecida

Leia mais

ADVANCED NEGOTIATION PROGRAM

ADVANCED NEGOTIATION PROGRAM executive education ADVANCED NEGOTIATION PROGRAM NEGOCIADORES EFICAZES TÊM A CAPACIDADE DE IDENTIFICAR AS PEÇAS DO PUZZLE QUE COMPÕE CADA NEGOCIAÇÃO. O reconhecimento de padrões comuns permite-lhes diagnosticar

Leia mais

DESIGN THINKING ESTRATÉGIA EMPRESARIAL

DESIGN THINKING ESTRATÉGIA EMPRESARIAL ESTRATÉGIA EMPRESARIAL PROGRAMA AVANÇADO DESTINATÁRIOS Gestores de Topo, Gestores de Processos, Gestores de Negócio, Gestores de Produto, Gestores de Clientes, Gestores de empresas em fase de Internacionalização,

Leia mais

QUEM SOMOS. O clube tem como objectivo apoiar projectos em todas as áreas de actividade, inclusive nas áreas mais tradicionais.

QUEM SOMOS. O clube tem como objectivo apoiar projectos em todas as áreas de actividade, inclusive nas áreas mais tradicionais. QUEM SOMOS O Business Angels Club de Lisboa é constituído por um grupo de pessoas ligadas há mais de 20 anos ao mundo empresarial e ao empreendedorismo com larga experiência no desenvolvimento e triagem

Leia mais

07/01/2009 OJE Economia contrai 0,8% este ano e terá entrado em recessão em 2008 A crise financeira e a recessão mundial vão provocar este ano uma contracção de 0,8% na economia nacional, penalizada pela

Leia mais

Actualização sobre a Grécia

Actualização sobre a Grécia Actualização sobre a Grécia Definição e contextualização Dia 26 de Janeiro de 2015, Alexis Tsipras, líder do Syriza, foi eleito primeiro-ministro, na sequência de uma campanha com elevada popularidade

Leia mais

Pós-Graduação em. MARKETING E GESTÃO COMERCIAL de Serviços Financeiros INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO BANCÁRIA

Pós-Graduação em. MARKETING E GESTÃO COMERCIAL de Serviços Financeiros INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO BANCÁRIA BSUPERIOR DE GESTÃO INSTITUTO Pós-Graduação em MARKETING E GESTÃO COMERCIAL de Serviços Financeiros 2005 2006 Associação Portuguesa de Bancos INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO B ISGB THE PORTUGUESE SCHOOL OF

Leia mais

GOS GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS LISBOA E PORTO 2016. www.aese.pt/gos. Escola associada:

GOS GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS LISBOA E PORTO 2016. www.aese.pt/gos. Escola associada: GOS www.aese.pt/gos GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS LISBOA E PORTO 2016 Escola associada: MENSAGEM DOS DIRETORES DO GOS Gerir organizações da economia social apresenta hoje desafios mais atuais que antigos

Leia mais

Valor: Qual a fatia de investidores da América Latina no ESM?

Valor: Qual a fatia de investidores da América Latina no ESM? Entrevista com Klaus Regling, Diretor Executivo do Mecanismo Europeu de Estabilidade (ESM) Valor Econômico, 16 de julho de 2013 Valor: Por que buscar investidores no Brasil agora? Klaus Regling: Visitamos

Leia mais

RESUMO IMPRENSA. Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

RESUMO IMPRENSA. Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009 RESUMO IMPRENSA Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Gabinete de Sócrates acusado de ameaçar gestor do PSD. Houve abordagens do gabinete de Sócrates para que Alexandre Relvas medisse

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

A Portugal Ventures está á procura de projetos com as seguintes características:

A Portugal Ventures está á procura de projetos com as seguintes características: 1. O que é o Candidatura ao FIAEA? Este programa de apoio ao empreendedorismo, é uma iniciativa liderada pela SDEA e pela Portugal Ventures, que visa fortalecer o ecossistema de empreendedorismo nas áreas

Leia mais

Quase metade dos cursos superiores impedidos de aumentar vagas

Quase metade dos cursos superiores impedidos de aumentar vagas Pág: 6 ID: 59471903 28-05-2015 Quase metade dos cursos superiores impedidos de aumentar vagas Área: 26,00 x 31,31 cm² Corte: 1 de 5 estaque Cursos superiores e mercado de trabalho Superior 45% dos cursos

Leia mais

NEWSLETTER Nº 8 AGOSTO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES

NEWSLETTER Nº 8 AGOSTO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES NEWSLETTER Nº 8 AGOSTO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES Resultado da cimeira "particularmente positivo para Portugal" A cimeira europeia de quinta-feira

Leia mais

Resumo de Imprensa. Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

Resumo de Imprensa. Terça-feira, 28 de Outubro de 2008 Resumo de Imprensa Terça-feira, 28 de Outubro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Euribor deve cair para 3,5% em Janeiro (págs. 1, 4 a 10) Mercados apostam que a taxa de referência dos empréstimos da casa vai

Leia mais

SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014)

SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014) SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014) 1. Taxa de Desemprego O desemprego desceu para 14,3% em maio, o que representa um recuo de 2,6% em relação a maio de 2013. Esta é a segunda maior variação

Leia mais

MBA EXECUTIVO ESTRATÉGIA, LIDERANÇA E INOVAÇÃO MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso Agosto 2013 ESPM-SUL

MBA EXECUTIVO ESTRATÉGIA, LIDERANÇA E INOVAÇÃO MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso Agosto 2013 ESPM-SUL MBA EXECUTIVO ESTRATÉGIA, LIDERANÇA E INOVAÇÃO MANUAL DO CANDIDATO Ingresso Agosto 2013 ESPM-SUL Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. Informações: Central de Candidatos: (51) 3218-1400

Leia mais

Na minha opinião como estão as empresas a atravessar a crise?

Na minha opinião como estão as empresas a atravessar a crise? Na minha opinião como estão as empresas a atravessar a crise? O sector empresarial sente a crise como está a sentir a restante sociedade. A elevada taxa de desemprego de 12,3% traduz bem o drama social

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS VEM REGULAMENTO

CONCURSO DE IDEIAS VEM REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS VEM REGULAMENTO PARTE I ENQUADRAMENTO GERAL Artigo 1.º Âmbito das iniciativas de apoio a empreendedores emigrantes O Alto Comissariado para as Migrações, I.P. (doravante ACM, I.P.) propõe

Leia mais

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 14 de Abril de 2008

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 14 de Abril de 2008 Resumo de Imprensa Segunda-feira, 14 de Abril de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Crise custa 860 milhões aos bancos portugueses (págs. 1, 4 a 6) Quase mil milhões. É este o custo da crise internacional para os

Leia mais

Programa Avançado de Gestão

Programa Avançado de Gestão PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão Com o apoio de: Em parceria com: Nova School of Business and Economics Com o apoio de: PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão A economia Angolana enfrenta hoje

Leia mais

MGI Internacional. Presença em mais de 80 países

MGI Internacional. Presença em mais de 80 países MGI Internacional Presença em mais de 80 países Presente em mais de 80 países e com mais de 280 escritórios em todos os Continentes, a MGI é uma das maiores associações internacionais de empresas independentes

Leia mais

1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA Profª. ANA LÍGIA NUNES FINAMOR Doutora - Universidade de Leon Espanha Mestre - Universidade do Estado de Santa Catarina

1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA Profª. ANA LÍGIA NUNES FINAMOR Doutora - Universidade de Leon Espanha Mestre - Universidade do Estado de Santa Catarina 1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA Profª. ANA LÍGIA NUNES FINAMOR Doutora - Universidade de Leon Espanha Mestre - Universidade do Estado de Santa Catarina SIGA: TMBAGEP*14/05 2. FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS É uma instituição

Leia mais

Registamos, com afeto, a presença de Vossa Excelência, nesta cerimónia uma honra ímpar para este Instituto.

Registamos, com afeto, a presença de Vossa Excelência, nesta cerimónia uma honra ímpar para este Instituto. Senhor Ministro da Administração Interna. Excelência. Registamos, com afeto, a presença de Vossa Excelência, nesta cerimónia uma honra ímpar para este Instituto. Excelentíssimo Senhor Vice-Procurador Geral

Leia mais

1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA. Profª. ANA LÍGIA NUNES FINAMOR Doutora - Universidade de Leon Espanha Mestre - Universidade do Estado de Santa Catarina

1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA. Profª. ANA LÍGIA NUNES FINAMOR Doutora - Universidade de Leon Espanha Mestre - Universidade do Estado de Santa Catarina 1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA SIGA: TMBAGCH*14/02 Profª. ANA LÍGIA NUNES FINAMOR Doutora - Universidade de Leon Espanha Mestre - Universidade do Estado de Santa Catarina 2. FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS É uma instituição

Leia mais

Paulo Ferreira Diretor Geral do ISE Business School EXECUTIVE MBA

Paulo Ferreira Diretor Geral do ISE Business School EXECUTIVE MBA Boas-vindas Vivemos em uma época única e extraordinária. É uma época que nos apresenta desafios importantes e precisamos de gestores capazes de assumir os novos desafios com profissionalismo, inspirando

Leia mais

A Concepção da Ideia

A Concepção da Ideia A Concepção da Ideia Inov@emprego - Fórum do emprego, formação e empreendedorismo do litoral alentejano Tiago Santos Sines, 7 de Novembro de 2008 Sines Tecnopolo O Sines Tecnopolo é uma associação de direito

Leia mais

Praça José Fontana, 4-5º 1050-129 Lisboa T 213 156 200 808 202 922 microcredito@microcredito.com.pt

Praça José Fontana, 4-5º 1050-129 Lisboa T 213 156 200 808 202 922 microcredito@microcredito.com.pt Praça José Fontana, 4-5º 1050-129 Lisboa T 213 156 200 808 202 922 microcredito@microcredito.com.pt Com o Apoio : 2014 RELATÓRIO Notas introdutórias O ano de 2014 foi um ano marcado por uma recuperação

Leia mais

Jornadas de Educação Pelo Desporto 1

Jornadas de Educação Pelo Desporto 1 Jornadas de Educação Pelo Desporto 1 Jornadas de Educação Pelo Desporto As Jornadas de Educação Pelo Desporto alinham-se com os objetivos gerais do Diálogo Estruturado na área da juventude, uma vez que

Leia mais

NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS

NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS Sessão de Esclarecimento Associação Comercial de Braga 8 de abril de 2015 / GlobFive e Creative Zone PT2020 OBJETIVOS DO PORTUGAL 2020 Promover a Inovação empresarial (transversal);

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CONTROLO DE GESTÃO E FINANÇAS EMPRESARIAIS

PÓS-GRADUAÇÃO CONTROLO DE GESTÃO E FINANÇAS EMPRESARIAIS PÓS-GRADUAÇÃO CONTROLO DE GESTÃO E FINANÇAS EMPRESARIAIS 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO CONTROLO DE GESTÃO E FINANÇAS EMPRESARIAIS COORDENAÇÃO Prof. Doutor Eduardo Barbosa do Couto Mestre António Samagaio APRESENTAÇÃO

Leia mais

Comunicações e Informações

Comunicações e Informações Jornal Oficial da União Europeia C 222 A Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 58. o ano 7 de julho de 2015 Índice V Avisos PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS Comissão Europeia 2015/C 222 A/01

Leia mais

Curso de Empreendedorismo de Base Científica e Tecnológica

Curso de Empreendedorismo de Base Científica e Tecnológica Curso de Empreendedorismo de Base Científica e Tecnológica PROGR AMA PROV I SÓ RIO Edição de 2012 O rganização OTIC UTL Co ordenação Prof. Jorge R omero Prof. Manuel M ira Godinho Índice Âmbito do Curso

Leia mais

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 12ª edição PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 2015 12ª edição Coordenação Científica Prof. Doutor José Augusto Felício direção executiva dr. José António Rousseau (Presidente do Fórum de

Leia mais

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU Programas de MESTRADO Online MBA Master in Business Administration Mestrado em Direcção de Empresas Mestrado em Direcção de Marketing e Vendas Mestrado em Direcção Financeira Mestrado em Comércio Internacional

Leia mais

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos Os Desafios da Fileira da Construção As Oportunidades nos Mercados Externos Agradeço o convite que me foi dirigido para participar neste Seminário e felicito a AIP pela iniciativa e pelo tema escolhido.

Leia mais

LEADERSHIP & MANAGEMENT

LEADERSHIP & MANAGEMENT 4ª edição PÓS-GRADUAÇÃO LEADERSHIP & MANAGEMENT 2013/14 4ª edição Coordenação Científica Prof. Doutor José Manuel Veríssimo Prof.ª Dr.ª Teresa Passos Natureza do curso e perfil da formação O curso de Pós-Graduação

Leia mais

Manual do Membro 2013

Manual do Membro 2013 2013 Índice Página 1.. Feed Performance Club 1.1 O que é o Feed Performance Club? 1.2 Quais os objetivos? 1.3 Exemplos de temáticas e convidados palestrantes 1.4 A quem se destina? 1.5 Quando e onde nos

Leia mais

NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE

NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE A LINK THINK AVANÇA COM PROGRAMA DE FORMAÇÃO PROFISSONAL PARA 2012 A LINK THINK,

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008 RESUMO DE IMPRENSA Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Funcionários públicos antecipam reforma usando a mobilidade. Redução de trabalhadores à espera de decisão do ministro (págs.

Leia mais

Ficha de informação 1 POR QUE RAZÃO NECESSITA A UE DE UM PLANO DE INVESTIMENTO?

Ficha de informação 1 POR QUE RAZÃO NECESSITA A UE DE UM PLANO DE INVESTIMENTO? Ficha de informação 1 POR QUE RAZÃO NECESSITA A UE DE UM PLANO DE INVESTIMENTO? Desde a crise económica e financeira mundial, a UE sofre de um baixo nível de investimento. São necessários esforços coletivos

Leia mais

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 23 10 2014 Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020 Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 Victor Francisco Gestão e Promoção da Inovação 21 de outubro

Leia mais

A importância de Bruxelas

A importância de Bruxelas A importância de Bruxelas Ana Paula Mesquita MAGELLAN Associação para a Representação dos interesses portugueses no exterior 1 Cerca de 80% das decisões com impacto nas empresas têm origem em Bruxelas.

Leia mais