FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS DO ESTADO DE SERGIPE RESPOSTAS AOS RECURSOS DA PROVA OBJETIVA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS DO ESTADO DE SERGIPE RESPOSTAS AOS RECURSOS DA PROVA OBJETIVA"

Transcrição

1 FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS DO ESTADO DE SERGIPE RESPOSTAS AOS RECURSOS DA PROVA OBJETIVA CARGO: Executor de Serviços Básicos QUESTÃO 01 GABARITO B A sentença em tela Não existe nada mais tradicional em nosso país do que um aperto de mão denota categoricamente uma comparação, por meio da expressão nada mais tradicional (...) do que.... Ao contrário do que alega o candidato, não há expressão de conclusão. Embora não tenham sido mencionados textualmente outros costumes nacionais, nota-se uma comparação evidente: dentre tudo o que existe no país, o aperto de mão é o gesto mais tradicional ( não existe nada mais tradicional em nosso país... ). Trata-se do comparativo de superioridade do adjetivo tradicional. Como se lê em Cunha e Cintra (2001): Dois são os GRAUS do adjetivo: o COMPARATIVO e o SUPERLATIVO. 2. O COMPARATIVO pode indicar: a) que um ser possui determinada qualidade em grau superior, igual ou inferior a outro: Pedro é mais estudioso do que Paulo. Álvaro é tão estudioso como [ou quanto] Pedro. Paulo é menos estudioso do que Álvaro. (...) Formação do grau comparativo 1. Forma-se o COMPARATIVO DE SUPERIORIDADE antepondo-se o advérbio mais e pospondo-se a conjunção que ou do que ao adjetivo: Pedro é mais idoso do que Carlos. (In: CUNHA, Celso & CINTRA, Luis Felipe Lindley. Nova Gramática do Português Contemporâneo. 3ª ed. 9ª imp. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, p )

2 Diante do exposto, verifica-se que não há equívoco na resposta da questão. Dessa feita, a Banca Examinadora indefere o recurso em tela e ratifica o gabarito apresentado.

3 CARGO: Executor de Serviços Básicos QUESTÃO 13 GABARITO B DA LETRA PARA A LETRA A Banca Examinadora buscou, nesta questão, a conjugação do acento tônico com a acentuação gráfica, porque nem sempre há coincidência entre eles; caso houvesse, todas as palavras da Língua Portuguesa seriam acentuadas graficamente. O Professor Evanildo Bechara, em sua gramática, página 86, menciona que: Acentuação - é o modo de proferir um som ou grupo de sons com mais relevo do que outros. Relevo que...se denomina acento. Na mesma página, este gramático assevera que: (...) há uma sílaba que se sobressai às demais por ser proferida com mais esforço e mais nitidez e, por isso, se chama tônica... Ele acrescenta que :... nas sílabas fortes repousa o acento tônico do vocábulo( acento da palavra ou acento vocabular). O Professor Walmirio Macedo, em Gramática da língua portuguesa, p.59, alerta que: Acento é a relevância de pronúncia que se dá a determinada sílaba de um vocábulo e que a acentuação gráfica é o sinal que indica o acento silábico. Ele chama atenção para o seguinte: Não se confunda acento com acentuação gráfica. Dessa feita, a presente Banca ratifica a letra B como a alternativa correta, pois, em todas as palavras desta opção, houve destaque da sílaba tônica, por meio da acentuação gráfica, por assim determinarem as normas ortográficas vigentes. Esta Banca esclarece que, na letra E, na última palavra da série, quer seja, na palavra GASOSO, não houve tal coincidência( acento tônico ratificado pela acentuação gráfica). A tonicidade da 2ª sílaba da palavra em tela não mereceu relevo, por meio do sinal gráfico, devido a impedimento gramatical. Dessa feita, apenas, a letra B continha a resposta solicitada nesta questão, tornando-se, sem efeito, portanto, o presente recurso.

4 CARGO: Executor de Serviços Básicos QUESTÃO 16 GABARITO B A Banca Examinadora buscou, nesta questão, a conjugação do acento tônico com a acentuação gráfica, porque nem sempre há coincidência entre eles; caso houvesse, todas as palavras da Língua Portuguesa seriam acentuadas graficamente. O Professor Evanildo Bechara, em sua gramática, página 86, menciona que: Acentuação - é o modo de proferir um som ou grupo de sons com mais relevo do que outros. Relevo que...se denomina acento. Na mesma página, este gramático assevera que: (...) há uma sílaba que se sobressai às demais por ser proferida com mais esforço e mais nitidez e, por isso, se chama tônica... Ele acrescenta que :... nas sílabas fortes repousa o acento tônico do vocábulo( acento da palavra ou acento vocabular). O Professor Walmirio Macedo, em Gramática da língua portuguesa, p.59, alerta que: Acento é a relevância de pronúncia que se dá a determinada sílaba de um vocábulo e que a acentuação gráfica é o sinal que indica o acento silábico. Ele chama atenção para o seguinte: Não se confunda acento com acentuação gráfica. Dessa feita, a presente Banca ratifica a letra B como a alternativa correta, pois, em todas as palavras desta opção, houve destaque da sílaba tônica, por meio da acentuação gráfica, por assim determinarem as normas ortográficas vigentes. Esta Banca esclarece que, na letra E, na última palavra da série, quer seja, na palavra GASOSO, não houve tal coincidência( acento tônico ratificado pela acentuação gráfica). A tonicidade da 2ª sílaba da palavra em tela não mereceu relevo, por meio do sinal gráfico, devido a impedimento gramatical.

5 Dessa feita, apenas, a letra B continha a resposta solicitada nesta questão, tornando-se, sem efeito, portanto, o presente recurso. CARGO: Executor de Serviços Básicos QUESTÃO 18 GABARITO B A Banca Examinadora buscou, nesta questão, a conjugação do acento tônico com a acentuação gráfica, porque nem sempre há coincidência entre eles; caso houvesse, todas as palavras da Língua Portuguesa seriam acentuadas graficamente. O Professor Evanildo Bechara, em sua gramática, página 86, menciona que: Acentuação - é o modo de proferir um som ou grupo de sons com mais relevo do que outros. Relevo que...se denomina acento. Na mesma página, este gramático assevera que: (...) há uma sílaba que se sobressai às demais por ser proferida com mais esforço e mais nitidez e, por isso, se chama tônica... Ele acrescenta que :... nas sílabas fortes repousa o acento tônico do vocábulo( acento da palavra ou acento vocabular). O Professor Walmirio Macedo, em Gramática da língua portuguesa, p.59, alerta que: Acento é a relevância de pronúncia que se dá a determinada sílaba de um vocábulo e que a acentuação gráfica é o sinal que indica o acento silábico. Ele chama atenção para o seguinte: Não se confunda acento com acentuação gráfica. Dessa feita, a presente Banca ratifica a letra B como a alternativa correta, pois, em todas as palavras desta opção, houve destaque da sílaba tônica, por meio da acentuação gráfica, por assim determinarem as normas ortográficas vigentes. Esta Banca esclarece que, na letra E, na última palavra da série, quer seja, na palavra GASOSO, não houve tal coincidência( acento tônico ratificado pela acentuação gráfica). A tonicidade da 2ª sílaba da palavra em

6 tela não mereceu relevo, por meio do sinal gráfico, devido a impedimento gramatical. Dessa feita, apenas, a letra B continha a resposta solicitada nesta questão, tornando-se, sem efeito, portanto, o presente recurso. CARGO: Executor de Serviços Básicos QUESTÃO 20 GABARITO B A fundamentação teórica é inconsistente. Além disso, o exemplo de emprego do ponto-e-vírgula sugerido no recurso tem estrutura semelhante à do trecho em foco na questão da prova. Prof. Evanildo Bechara, em sua gramática, p.606, menciona que o sinal gráfico- ponto:... Com freqüência aproxima-se das funções do ponto e vírgula e do travessão, que às vezes aparecem em seu lugar. Dessa feita, a Banca Examinadora ratifica o gabarito apresentado.

FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS DO ESTADO DE SERGIPE RESPOSTAS AOS RECURSOS DA PROVA OBJETIVA

FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS DO ESTADO DE SERGIPE RESPOSTAS AOS RECURSOS DA PROVA OBJETIVA FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS DO ESTADO DE SERGIPE RESPOSTAS AOS RECURSOS DA PROVA OBJETIVA CARGO: Executor de Serviços Básicos QUESTÃO NÚMERO: 18A DA LETRA PARA A LETRA O candidato

Leia mais

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO PARA AGENTE ADMINSITRATIVO AUXILIAR PORTO ALEGRE DO CONCURSO DA FUNDAÇÃO ESTADUAL DE PROTEÇÃO E PESQUISA EM SAÚDE FEPS PROVA REALIZADA

Leia mais

Registro de Retenções Tributárias e Pagamentos

Registro de Retenções Tributárias e Pagamentos SISTEMA DE GESTÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS (SiGPC) CONTAS ONLINE Registro de Retenções Tributárias e Pagamentos Atualização: 20/12/2012 A necessidade de registrar despesas em que há retenção tributária é

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV PARECER

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV PARECER Língua Portuguesa Questão 02 A questão dois aborda o item 2.1. do Programa: referência. É correta a alternativa (E). Tanto o termo holandês (linha 21) como o termo primatólogo (linha 31) se referem a Frans

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 MOTIVO ALEGADO PELO CANDIDATO: alternativa

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE RECURSOS CONTRA O GABARITO PARCIAL DE TODOS OS CARGOS

ATA DE JULGAMENTO DE RECURSOS CONTRA O GABARITO PARCIAL DE TODOS OS CARGOS ATA DE JULGAMENTO DE RECURSOS CONTRA O GABARITO PARCIAL DE TODOS OS CARGOS O setor de provas e avaliação da SEPROD reuniu-se junto com a equipe de professores, para analisar os recursos administrativos

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 venho por meio deste pedir a anulação

Leia mais

Resposta aos RECURSOS nível MÉDIO. Parte I CONHECIMENTOS GERAIS

Resposta aos RECURSOS nível MÉDIO. Parte I CONHECIMENTOS GERAIS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO Resposta aos RECURSOS nível MÉDIO Parte I CONHECIMENTOS GERAIS LÍNGUA PORTUGUESA QUESTÃO 01. Um recurso

Leia mais

Questão aborda conteúdo não previsto no edital. Solicita anulação da questão.

Questão aborda conteúdo não previsto no edital. Solicita anulação da questão. QUESTÃO 27 O assunto abordado nessa questão encontra-se contemplado no item: úlcera péptica perfurada diagnóstica e tratamento. Confirma-se o gabarito divulgado. INDEFERIDO QUESTÃO 29 O assunto abordado

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

Regulamento das provas de avaliação do domínio oral e escrito da língua portuguesa e das regras essenciais da argumentação lógica e crítica

Regulamento das provas de avaliação do domínio oral e escrito da língua portuguesa e das regras essenciais da argumentação lógica e crítica Regulamento das provas de avaliação do domínio oral e escrito da língua portuguesa e das regras essenciais da argumentação lógica e crítica Para efeitos de ingresso nos ciclos de estudos conducentes ao

Leia mais

FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DO PODER EXECUTIVO DO ESTADO DE SERGIPE RESPOSTA AOS RECURSOS

FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DO PODER EXECUTIVO DO ESTADO DE SERGIPE RESPOSTA AOS RECURSOS FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DO PODER EXECUTIVO DO ESTADO DE SERGIPE RESPOSTA AOS RECURSOS QUESTÃO 18 GABARITO C RECURSO: ( X ) DEFERIDO ( ) QUESTÃO ANULADA ( X ) ALTERAÇÃO DE GABARITO:

Leia mais

BARÓMETRO DE OPINIÃO PÚBLICA: Atitudes dos portugueses perante Leitura e o Plano Nacional de Leitura

BARÓMETRO DE OPINIÃO PÚBLICA: Atitudes dos portugueses perante Leitura e o Plano Nacional de Leitura BARÓMETRO DE OPINIÃO PÚBLICA: Atitudes dos portugueses perante Leitura e o Plano Nacional de Leitura António Firmino da Costa Elsa Pegado Patrícia Ávila CIES-ISCTE 2008 BARÓMETRO DE OPINIÃO PÚBLICA: Atitudes

Leia mais

ANÁLISE DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (BLOCO 3) DA SEFAZ-RS PROFESSOR ALBERT IGLÉSIA (albert@pontodosconcursos.com.br)

ANÁLISE DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (BLOCO 3) DA SEFAZ-RS PROFESSOR ALBERT IGLÉSIA (albert@pontodosconcursos.com.br) 1. D A imprensa não omite o número. Ela procura expor a causa da violência: a corrupção. Acredita-se que a descrição dela cumpre papel informativo em relação a outros aspectos. As demais alternativas encontram

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA com DUDA NOGUEIRA Comentários da prova BANCO do BRASIL Aplicada 15/03/2015

LÍNGUA PORTUGUESA com DUDA NOGUEIRA Comentários da prova BANCO do BRASIL Aplicada 15/03/2015 1 PROVA Escriturário BANCO DO BRASIL - aplicada 15/03/2015 LÍNGUA PORTUGUESA Alunos nossos, como foi comentado no curso SÓ BB (http://www.sobb.com.br/), a prova foi muito tranquila e não há possibilidade

Leia mais

MÓDULO 2 Topologias de Redes

MÓDULO 2 Topologias de Redes MÓDULO 2 Topologias de Redes As redes de computadores de modo geral estão presentes em nosso dia adia, estamos tão acostumados a utilizá las que não nos damos conta da sofisticação e complexidade da estrutura,

Leia mais

RESULTADO DOS RECURSOS CONTRA O RESULTADO PRELIMINAR DA PROVA OBJETIVA DO CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL DE TUTÓIA - MA

RESULTADO DOS RECURSOS CONTRA O RESULTADO PRELIMINAR DA PROVA OBJETIVA DO CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL DE TUTÓIA - MA RESULTADO DOS RECURSOS CONTRA O RESULTADO PRELIMINAR DA PROVA OBJETIVA DO CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL DE TUTÓIA - MA Nº INSCRIÇÃO RECURSO PARECER 140 141 166 229 obtidos pelo candidato somando-se quatro

Leia mais

EGEA ESAPL - IPVC. Resolução de Problemas de Programação Linear, com recurso ao Excel

EGEA ESAPL - IPVC. Resolução de Problemas de Programação Linear, com recurso ao Excel EGEA ESAPL - IPVC Resolução de Problemas de Programação Linear, com recurso ao Excel Os Suplementos do Excel Em primeiro lugar deverá certificar-se que tem o Excel preparado para resolver problemas de

Leia mais

Eliana Lúcia Ferreira Coordenadora do Curso.

Eliana Lúcia Ferreira Coordenadora do Curso. BOAS VINDAS Prezado aluno, Seja bem vindo ao Curso de Licenciatura Plena em Educação Física, modalidade à Distância da Faculdade de Educação Física e Desportos da Universidade Federal de Juiz de Fora (FAEFID/UFJF).

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 2.103, DE 1999

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 2.103, DE 1999 COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 2.103, DE 1999 Acrescenta o 7º ao art. 14, e o 3º ao art. 98 da Lei nº 7.565, de 19 de dezembro de 1986, Código Brasileiro de Aeronáutica".

Leia mais

IBGE / FGV Gramática

IBGE / FGV Gramática GRAN ONLINE IBGE / FGV Gramática Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Analista e Tecnologista LÍNGUA PORTUGUESA: Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto (literário

Leia mais

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Faculdade de Ciências Médicas Conselho Executivo

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Faculdade de Ciências Médicas Conselho Executivo Conselho de Faculdade da da Universidade Nova de Lisboa REGIMENTO Artigo 1º Composição 1. O Conselho de Faculdade da FCM é constituído por treze membros, sendo oito docentes e investigadores, um estudante,

Leia mais

QUESTÃO 1 Ortografia e parônimos. QUESTÃO 2 Semântica e interpretação de texto.

QUESTÃO 1 Ortografia e parônimos. QUESTÃO 2 Semântica e interpretação de texto. Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso da Polícia Civil para Escrivão e Inspetor de Polícia pela FDRH Concurso ocorrido no dia 18 de agosto de 2013 QUESTÃO 1 Ortografia

Leia mais

REF: Parecer sobre recursos Gabarito Processo Seletivo - Edital 03/2010.

REF: Parecer sobre recursos Gabarito Processo Seletivo - Edital 03/2010. CARGO: Orientador Social Candidata: Vanessa Lorena Severo Guimaraes PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS Questão 07) A candidata afirma que o enunciado da questão é pouco compreensível. Recurso Improcedente:

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO TERMO: FEITO: REFERÊNCIA: RAZÕES: DECISÓRIO RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA Nº 010/2015-CEL/SEVOP/PMM Contra a DESCLASSIFCAÇÃO da proposta comercial da empresa

Leia mais

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO ACESSIBILIDADE CULTURAL: ARTICULAÇÕES E REFLEXÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edital

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO ACESSIBILIDADE CULTURAL: ARTICULAÇÕES E REFLEXÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edital CURSO DE APERFEIÇOAMENTO ACESSIBILIDADE CULTURAL: ARTICULAÇÕES E REFLEXÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edital O grupo de pesquisa Núcleo de Estudos em Formação Docente, Tecnologias e Inclusão (NEFTI) torna

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Agente de Polícia Federal Disciplina: Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento

Análise e Resolução da prova de Agente de Polícia Federal Disciplina: Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de Agente de Polícia Federal Disciplina: Professor: Custódio Nascimento 1- Análise da prova Análise e Resolução da prova de Agente / PF Neste artigo, farei a análise das questões

Leia mais

REGULAMENTO DO SOLETRANDO FACAPE

REGULAMENTO DO SOLETRANDO FACAPE REGULAMENTO DO SOLETRANDO FACAPE MOSTRE O QUE VOCÊ SABE O 4º período do curso Secretariado Executivo da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina FACAPE produzirá um evento intitulado Soletrando

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO - 150915

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO - 150915 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril 2016 2016 367 Prova 11º Ano de escolaridade (Decreto-Lei nº 139/2012, de 05 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova

Leia mais

4.6 Argumento ab exemplo... 4.7 Argumento sistemático... 4.8 Argumentação naturalista...

4.6 Argumento ab exemplo... 4.7 Argumento sistemático... 4.8 Argumentação naturalista... SUMÁRIO Capítulo I Teoria da comunicação jurídica 1. Introdução 2. Aspectos gerais sobre a comunicação 3. Elementos da comunicação jurídica 4. A linguagem forense 5. A língua e a fala 6. As funções da

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA

REGULAMENTO DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA Da natureza, nada se tira a não ser fotos, nada se deixa além de pegadas e nada se leva além de lembranças. REGULAMENTO DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA Enquadramento O Concurso fotografia Natureza em Destaque

Leia mais

Treinamento sobre Progress Report.

Treinamento sobre Progress Report. Treinamento sobre Progress Report. Objetivo O foco aqui é trabalhar o desenvolvimento pessoal de cada aluno. O instrutor irá analisar cada um e pensar em suas dificuldades e barreiras de aprendizado e,

Leia mais

Regulamento das provas de avaliação do domínio oral e escrito da língua portuguesa e das regras essenciais da argumentação lógica e crítica

Regulamento das provas de avaliação do domínio oral e escrito da língua portuguesa e das regras essenciais da argumentação lógica e crítica Regulamento das provas de avaliação do domínio oral e escrito da língua portuguesa e das regras essenciais da argumentação lógica e crítica Para efeitos de ingresso nos ciclos de estudos conducentes ao

Leia mais

EMPRESAS 2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 2.6

EMPRESAS 2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 2.6 II EMPRESAS 2.1 Termo de Adesão 2.2 Formulário de Identificação 2.3 Autorização de uso de imagem organizacional 2.4 Autorização de uso de imagem pessoal 2.5 Questionário 2.6 Diretrizes para o envio de

Leia mais

VESTIBULAR 2013 1ª Fase REDAÇÃO. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Redação:

VESTIBULAR 2013 1ª Fase REDAÇÃO. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Redação: Instruções Gerais: VESTIBULAR 2013 1ª Fase REDAÇÃO Hoje você deverá elaborar uma Redação e responder às questões de Língua Portuguesa e de Inglês. Você terá 4 horas para realizar as três provas. O verso

Leia mais

ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PROGRAMA DE PROCEDIMENTO

ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PROGRAMA DE PROCEDIMENTO ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA E DESOBSTRUÇÃO DE INFRAESTRUTURAS DA AdCA PROGRAMA DE PROCEDIMENTO Página 1 de 11 ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ MARIA DOS SANTOS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ MARIA DOS SANTOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ MARIA DOS SANTOS INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS LE I ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO À EDIÇÃO FONOGRÁFICA DE INTÉRPRETE 2016. Preambulo

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO À EDIÇÃO FONOGRÁFICA DE INTÉRPRETE 2016. Preambulo REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO À EDIÇÃO FONOGRÁFICA DE INTÉRPRETE 2016 Preambulo O departamento de Acção Cultural da Fundação GDA, através do programa de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete, concretizado

Leia mais

GEOGRAFIA UNIVERSOS. Por que escolher a coleção Universos Geografia

GEOGRAFIA UNIVERSOS. Por que escolher a coleção Universos Geografia UNIVERSOS GEOGRAFIA Por que escolher a coleção Universos Geografia 1 Pensada a partir do conceito SM Educação Integrada, oferece ao professor e ao aluno recursos integrados que contribuem para um processo

Leia mais

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS NO III CURSO DE EXTENSÃO SOBRE O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA EDUCAÇÃO DO IFMG

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS NO III CURSO DE EXTENSÃO SOBRE O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA EDUCAÇÃO DO IFMG EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS NO III CURSO DE EXTENSÃO SOBRE O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA EDUCAÇÃO DO IFMG 1. DO OBJETIVO Promover concurso de trabalhos a serem apresentados nas formas de pôster

Leia mais

ARGANIL INVESTE MAIS REGULAMENTO DE APOIO A INICIATIVAS ECONÓMICAS DE INTERESSE MUNICIPAL. Nota Justificativa

ARGANIL INVESTE MAIS REGULAMENTO DE APOIO A INICIATIVAS ECONÓMICAS DE INTERESSE MUNICIPAL. Nota Justificativa ARGANIL INVESTE MAIS REGULAMENTO DE APOIO A INICIATIVAS ECONÓMICAS DE INTERESSE MUNICIPAL Nota Justificativa Considerando que a competitividade da economia concelhia está na primeira linha das preocupações

Leia mais

CONCURSO ESCOLAS SUSTENTÁVEIS TEMA

CONCURSO ESCOLAS SUSTENTÁVEIS TEMA CONCURSO ESCOLAS SUSTENTÁVEIS TEMA Sustentabilidade um interesse de todos INSCRIÇÕES: 16 de junho a 31 de agosto 2016 DÚVIDAS E INFORMAÇÕES:. suc.seduc.ma@gmail.com 3218-2320/3218-2323. emir.sucsueb@gmail.com

Leia mais

O RECURSO: A candidata alega que a questão 05 apresenta falhas em sua elaboração.

O RECURSO: A candidata alega que a questão 05 apresenta falhas em sua elaboração. CARGOS: TODOS NIVEL MÉDIO/SUPERIOR (PROVA DE LINGUA PORTUGUESA) CANDIDATOS: ANA CAROLINA DA SILVA MORAES. O RECURSO: A candidata alega que a questão 05 apresenta falhas em sua elaboração. RESULTADO: Em

Leia mais

Estado de Minas Gerais Prefeitura Municipal de Coronel Fabriciano Secretaria Municipal de Administração e Finanças

Estado de Minas Gerais Prefeitura Municipal de Coronel Fabriciano Secretaria Municipal de Administração e Finanças Estado de Minas Gerais Prefeitura Municipal de Coronel Fabriciano Secretaria Municipal de Administração e Finanças CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº01/2008 ERRATA N 003/2008 A Prefeitura Municipal de Coronel

Leia mais

JUSTIFICATIVA. O artigo 37, inciso XXI da Constituição Federal, impôs como regra a obrigatoriedade de licitar.

JUSTIFICATIVA. O artigo 37, inciso XXI da Constituição Federal, impôs como regra a obrigatoriedade de licitar. PROCESSO: 093/2013. INEXIGIBILIDADE: 006/2013. Ao Senhor Prefeito Municipal. Referência: Contratação da empresa Associação Matogrossense de Prevenção, Assistência e Reabilitação dos Usuários de Drogas

Leia mais

Pronomes: as pessoas do discurso

Pronomes: as pessoas do discurso I. Introdução A. As classes de palavras 1. Substantivo 2. Adjetivo 3. Verbo 4. Advérbio 5. Pronome 6. Artigo 7. Numeral 8. Conjunção 9. Preposição 10. Interjeição B. Tipos de pronomes 1. Pronome pessoal

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR DA MAGISTRATURA

CONSELHO SUPERIOR DA MAGISTRATURA O Tribunal de Relação de Lisboa, remeteu a este Conselho uma cópia do ofício n.º 48486, de 20-04-04, da ADSE, referente à deliberação da Junta Médica, a que tinha sido submetido o DR. (...). É do seguinte

Leia mais

SUMÁRIO PERÍODO SIMPLES............................. 01

SUMÁRIO PERÍODO SIMPLES............................. 01 SUMÁRIO Capítulo 1 PERÍODO SIMPLES... 01 Frase... 02 Oração... 02 Oração coordenada... 03 Oração justaposta... 03 Oração principal... 03 Oração reduzida... 03 Oração relativa... 03 Oração subordinada...

Leia mais

Questões de Concursos Tudo para você conquistar o seu cargo público

Questões de Concursos Tudo para você conquistar o seu cargo público Comentadas pelo professor: Gabriel Rampini Raciocínio Lógico-Quantitativo 1) Q264165 Raciocínio Lógico Raciocínio Lógico-Psicotécnico Ano: 2012 Banca: ESAF Órgão: Receita Federal Prova: Auditor Fiscal

Leia mais

SISTEMA CAÇA-TALENTOS MANUAL DE OPERAÇÃO PERFIL SECRETARIA

SISTEMA CAÇA-TALENTOS MANUAL DE OPERAÇÃO PERFIL SECRETARIA SISTEMA CAÇA-TALENTOS MANUAL DE OPERAÇÃO PERFIL SECRETARIA O Sistema Caça-Talentos tem o objetivo de aprimorar o negócio e fornecer um controle informatizado dos processos de captação dos alunos. Ele possui

Leia mais

Exemplo COMO FAZER UM TRABALHO ESCOLAR O QUE DEVE CONSTAR EM UM TRABALHO ESCOLAR? Um Trabalho Escolar que se preze, de nível fundamental, deve conter:

Exemplo COMO FAZER UM TRABALHO ESCOLAR O QUE DEVE CONSTAR EM UM TRABALHO ESCOLAR? Um Trabalho Escolar que se preze, de nível fundamental, deve conter: COMO FAZER UM TRABALHO ESCOLAR O QUE DEVE CONSTAR EM UM TRABALHO ESCOLAR? Um Trabalho Escolar que se preze, de nível fundamental, deve conter: 1. Capa 2. Folha de Rosto 3. Sumário 4. Introdução 5. Texto

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EXTERNO PARA AGENTE I EDITAL DRH Nº 34/2013

PROCESSO SELETIVO EXTERNO PARA AGENTE I EDITAL DRH Nº 34/2013 - Prodin DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS - DRH PROCESSO SELETIVO EXTERNO PARA AGENTE I EDITAL DRH Nº 34/2013 A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS divulga e estabelece normas específicas para a

Leia mais

DGEstE D i r e ç ã o - G e r a l d o s E sta b e l e c i m e n t o s E s c o l a r e s

DGEstE D i r e ç ã o - G e r a l d o s E sta b e l e c i m e n t o s E s c o l a r e s Informação-Prova de Equivalência à Frequência da disciplina de INGLÊS Prova Escrita 2014 2.º Ciclo do Ensino Básico 6.ºano Decreto-Lei n.º 139/2012, de 05 de julho 1. Introdução O presente documento visa

Leia mais

Recursos energéticos e os desafios ambientais

Recursos energéticos e os desafios ambientais Recursos energéticos e os desafios ambientais Recursos naturais Tudo que o homem retira da natureza que lhe tem proveito. Classificação Renováveis São recursos que podem ser repostos. Classificação Não-renováveis

Leia mais

Comandos de Eletropneumática Exercícios Comentados para Elaboração, Montagem e Ensaios

Comandos de Eletropneumática Exercícios Comentados para Elaboração, Montagem e Ensaios Comandos de Eletropneumática Exercícios Comentados para Elaboração, Montagem e Ensaios O Método Intuitivo de elaboração de circuitos: As técnicas de elaboração de circuitos eletropneumáticos fazem parte

Leia mais

AGENTE UNIVERSITÁRIO DE NÍVEL SUPERIOR

AGENTE UNIVERSITÁRIO DE NÍVEL SUPERIOR CORDENADORIA GERAL DE CONCURSOS E PROCESSOS SELETIVOS EDITAL Nº 058/2013 COGEPS PUBLICAÇÃO DO DA ANÁLISE DOS RECURSOS CONTRA OS S DA PROVA ESCRITA DO 1º PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO ESPECIAL 2013 PARA

Leia mais

Manual Remessa Bancária

Manual Remessa Bancária Manual Remessa Bancária SUPERANDO DESAFIOS Identificação: 12.06a Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 01 Aprovado em: Revisores: Nota de copyright Copyright 2012 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os

Leia mais

SISTEMAS DE EQUAÇÕES DO 1º GRAU

SISTEMAS DE EQUAÇÕES DO 1º GRAU SISTEMAS DE EQUAÇÕES DO 1º GRAU I INTRODUÇÃO: Os sistemas de equação são ferramentas muito comuns na resolução de problemas em várias áreas ( matemática, química, física, engenharia,...) e aparecem sempre

Leia mais

Instituto Bíblico Batista de Fortaleza ASSUNTO

Instituto Bíblico Batista de Fortaleza ASSUNTO INTERESSADO/MANTENEDORA Instituto Bíblico Batista de Fortaleza ASSUNTO CE UF Consulta sobre curso de Teologia RELATOR: SR. CONS. Ernani Bayer I - RELATÓRIO A presente consulta originou-se da aprovação

Leia mais

Classes Gramaticais: Pronome

Classes Gramaticais: Pronome Classes Gramaticais: Pronome Conceito É a palavra que representa uma pessoa do discurso. Pode se referir a um substantivo ou simplesmente substituí-lo. Ex.: Maria, vi os teus lábios, mas não os beijei.

Leia mais

Faculdade de Paraíso do Norte - FAPAN

Faculdade de Paraíso do Norte - FAPAN EDITAL N 004/2015 DAC O Diretor Acadêmico da Faculdade de Agronegócio Paraíso do Norte - FAPAN, no uso de suas atribuições regimentais, considerando o disposto no Inciso II do Artigo 44 da Lei n 9.394,

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL. Artigo 1.º (Objecto)

REGULAMENTO ELEITORAL. Artigo 1.º (Objecto) REGULAMENTO ELEITORAL Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1.º (Objecto) 1. O regulamento eleitoral, adiante designado por regulamento, estabelece, ao abrigo do disposto no artigo 25.º dos estatutos, o

Leia mais

(Luís Fernando Veríssimo) 1. Tendo por base o texto acima, como podemos conceituar as interjeições? O que são elas?

(Luís Fernando Veríssimo) 1. Tendo por base o texto acima, como podemos conceituar as interjeições? O que são elas? Interjeição Alfabeto AH - Interjeição. Usada para indicar espanto, admiração, medo. Curiosamente, também são as iniciais de Alfred Hitchcock. AI - Interjeição. Denota dor, apreensão ou êxtase, como em

Leia mais

Copyright - IS Intelligent Software

Copyright - IS Intelligent Software O processo de compras do século passado... Sua empresa ainda compra assim... De posse de uma lista de compras, gerada ou não por um software de gestão empresarial, o comprador inicia o processo de cotação

Leia mais

A escrita que faz a diferença

A escrita que faz a diferença A escrita que faz a diferença Inclua a Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro em seu planejamento de ensino A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é uma iniciativa do Ministério

Leia mais

PESQUISA OPERACIONAL -PROGRAMAÇÃO LINEAR. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

PESQUISA OPERACIONAL -PROGRAMAÇÃO LINEAR. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. PESQUISA OPERACIONAL -PROGRAMAÇÃO LINEAR Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. ROTEIRO Esta aula tem por base o Capítulo 2 do livro de Taha (2008): Introdução O modelo de PL de duas variáveis Propriedades

Leia mais

INGLÊS - Nível 2 2016. 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 17/2016, de 4 de abril)

INGLÊS - Nível 2 2016. 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 17/2016, de 4 de abril) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS - Nível 2 2016 Prova 06 / 2016 1ª e 2ª Fase 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 17/2016, de 4 de abril) O presente documento divulga informação

Leia mais

Boletim Técnico esocial

Boletim Técnico esocial esocial Datasul Materiais (Tomadores de Serviço) Produto : Datasul 11.5.10 - MRE -Recebimento Projeto : DMAT001/IRM2047 Data da criação : 05/03/2014 Data da revisão : 07/03/14 País(es) : Brasil Banco(s)

Leia mais

Tutorial do aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Rede e-tec Brasil

Tutorial do aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Rede e-tec Brasil Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará Tutorial do aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Rede e-tec Brasil 2015 I F P A 1 0 5 a n o s SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 2 1 CALENDÁRIO

Leia mais

MANUAL DO PUBLICADOR

MANUAL DO PUBLICADOR MANUAL DO PUBLICADOR Brasília 2010/2013 1 SUMÁRIO 1 Introdução... 5 2 O Sistema... 5 2.1 Módulos do Sistema... 6 2.2 Perfis do Sistema... 6 2.2.1 Perfil Publicador... 7 3 Publicar Documentos - Publicador...

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 1/VIII AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL

PROJECTO DE LEI N.º 1/VIII AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL PROJECTO DE LEI N.º 1/VIII AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL Portugal continua a ser o País da União Europeia com mais baixos salários, onde se têm acentuado as desigualdades salariais e sociais e onde

Leia mais

RESULTADO DOS RECURSOS DA PROVA OBJETIVA EDITAL 02/2012.

RESULTADO DOS RECURSOS DA PROVA OBJETIVA EDITAL 02/2012. RESULTADO DOS RECURSOS DA PROVA OBJETIVA EDITAL 02/2012. LEGENDA DOS RESULTADOS Deferido: Recurso acatado Indeferido: Recurso não acatado Questão já anulada: Questão anulada por outro recurso analisado

Leia mais

ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: NORMAS PARA APRESENTAÇÃO

ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: NORMAS PARA APRESENTAÇÃO ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: NORMAS PARA APRESENTAÇÃO MARINGÁ 2016 ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: NORMAS PARA APRESENTAÇÃO Elaborado por: Carmen Torresan * MARINGÁ 2016 Bibliotecária / CRB9

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA MANSA ESTADO DO RIO DE JANEIRO REFERENTE AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2010- ABERTURA

CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA MANSA ESTADO DO RIO DE JANEIRO REFERENTE AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2010- ABERTURA E D I T A L N º 0 5 / 2 0 1 0 P A R E C E R E S A O S R E C U R S O S D E F E R I D O S A AOCP ASSESSORIA EM ORGANIZAÇÃO DE CONCURSOS PÚBLICOS LTDA, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO, os

Leia mais

Projecto Educativo. de Escola

Projecto Educativo. de Escola Projecto Educativo de Escola 2006/2010 Nota Introdutória P.E.E. No seu primeiro ano de implementação 2006/07, com o objectivo de trabalhar os problemas seleccionados: dificuldades sentidas nas relações

Leia mais

F.17 Cobertura de redes de abastecimento de água

F.17 Cobertura de redes de abastecimento de água Comentários sobre os Indicadores de Cobertura até 6 F.17 Cobertura de redes de abastecimento de água Limitações: Requer informações adicionais sobre a quantidade per capita, a qualidade da água de abastecimento

Leia mais

1 Visão Geral. 2 Instalação e Primeira Utilização. Manual de Instalação do Gold Pedido

1 Visão Geral. 2 Instalação e Primeira Utilização. Manual de Instalação do Gold Pedido Manual de Instalação do Gold Pedido 1 Visão Geral Programa completo para enviar pedidos e ficha cadastral de clientes pela internet sem usar fax e interurbano. Reduz a conta telefônica e tempo. Importa

Leia mais

PLANOS MUNICIPAIS DE EMERGÊNCIA PERGUNTAS E RESPOSTAS

PLANOS MUNICIPAIS DE EMERGÊNCIA PERGUNTAS E RESPOSTAS PLANOS MUNICIPAIS DE EMERGÊNCIA PERGUNTAS E RESPOSTAS A. PROCEDIMENTOS 1. O que é um Plano Municipal de Emergência (PME)? Um plano municipal de emergência de protecção civil é um documento formal que define

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec:Paulino Botelho/ Professor E.E. Arlindo Bittencourt (extensão) Código: 092-2 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 1.311, DE 2015

PROJETO DE LEI Nº 1.311, DE 2015 COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 1.311, DE 2015 Acrescenta incisos I e II, ao art. 3º, da Lei Federal nº 10.754, de 31 de outubro 2003. Autor: Deputado POMPEO DE MATTOS Relatora: Deputada

Leia mais

AVALIAÇÃO DE ASPECTOS MICROESTRUTURAIS DAS REDAÇÕES E DAS QUESTÕES DO TIPO D DO 1. VESTIBULAR DE 2013 DA UnB

AVALIAÇÃO DE ASPECTOS MICROESTRUTURAIS DAS REDAÇÕES E DAS QUESTÕES DO TIPO D DO 1. VESTIBULAR DE 2013 DA UnB SUMÁRIO A) Introdução...2 B) Procedimentos gerais de avaliação...2 C) Aspectos avaliados...3 D) Critérios de avaliação dos aspectos microestruturais...3 I. Grafia/Acentuação Gráfica...3 1 Legibilidade...4

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moisés Viana Unidade Central de Controle Interno

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moisés Viana Unidade Central de Controle Interno ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moisés Viana Unidade Central de Controle Interno NOTIFICAÇÃO UCCI N 002/06 ÓRGÃO: GABINETE DO PREFEITO ASSUNTO: PRESTAÇÃO

Leia mais

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS PORTUGUÊS PARA CONCURSOS Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética Fonema Letra Sílaba Número de sílabas Tonicidade Posição da sílaba tônica Dígrafos Encontros consonantais Encontros vocálicos Capítulo 2

Leia mais

LABORATÓRIO DE CONTROLE I SINTONIA DE CONTROLADOR PID

LABORATÓRIO DE CONTROLE I SINTONIA DE CONTROLADOR PID UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO COLEGIADO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE CONTROLE I Experimento 6: SINTONIA DE CONTROLADOR PID COLEGIADO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DISCENTES: Lucas Pires

Leia mais

Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013

Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013 Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013 QUESTÃO 1 Crase. No trecho... não existem referências

Leia mais

Questão 42: Certa. Mesmo nos atos que dispensem a motivação, se a Administração motivar esse ato estará vinculada aos motivos apresentados.

Questão 42: Certa. Mesmo nos atos que dispensem a motivação, se a Administração motivar esse ato estará vinculada aos motivos apresentados. Questão 39: Certa. A motivação é a demonstração dos motivos que levaram a Administração a editar aquele ato e, sendo uma formalidade necessária, integra o conceito de forma do ato. Questão 40: Certa. Uma

Leia mais

Função. Adição e subtração de arcos Duplicação de arcos

Função. Adição e subtração de arcos Duplicação de arcos Função Trigonométrica II Adição e subtração de arcos Duplicação de arcos Resumo das Principais Relações I sen cos II tg sen cos III cotg tg IV sec cos V csc sen VI sec tg VII csc cotg cos sen Arcos e subtração

Leia mais

RENOVAÇÃO DE MATRÍCULAS via Controle Acadêmico de Graduação-CAGr

RENOVAÇÃO DE MATRÍCULAS via Controle Acadêmico de Graduação-CAGr RENOVAÇÃO DE MATRÍCULAS via Controle Acadêmico de Graduação-CAGr 1º Passo: Acesso ao CAGr. 1. Acesse o CAGr por meio da página do Campus Araranguá em estudante.ufsc.br >graduação>

Leia mais

PARECER Nº, DE 2015. Relator: Senador PAULO PAIM I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2015. Relator: Senador PAULO PAIM I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2015 Da COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS E LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado (PLS) nº 650, de 2011, do Senador Humberto Costa, que altera o parágrafo

Leia mais

HASTA PÚBLICA PROGRAMA DO CONCURSO

HASTA PÚBLICA PROGRAMA DO CONCURSO HASTA PÚBLICA CONCURSO POR HASTA PÚBLICA PARA ATRIBUIÇÃO DA CONCESSÃO DE 4 LOJAS COMERCIAIS E 6 ESPAÇOS DE VENDA EXISTENTES NO PISO INFERIOR DO MERCADO MUNICIPAL DE ESPINHO PROGRAMA DO CONCURSO ARTIGO

Leia mais

CARGOS: Assistente em Ciência e Tecnologia Assistente I AS 1 - Técnico em Secretariado,

CARGOS: Assistente em Ciência e Tecnologia Assistente I AS 1 - Técnico em Secretariado, RETIFICAÇÃO E REPUBLICAÇÃO DO GABARITO OFICIAL DO CONCURSO PÚBLICO DO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR. CARGOS: Assistente em Ciência e Tecnologia Assistente

Leia mais

Preposição e Conjunção. Língua Portuguesa 2ª Série Profª Marianna Aguiar

Preposição e Conjunção. Língua Portuguesa 2ª Série Profª Marianna Aguiar Preposição e Conjunção Língua Portuguesa 2ª Série Profª Marianna Aguiar Preposição Conectam os termos dos sintagmas Locuções prepositivas são duas ou mais palavras que funcionam como preposição. Em uma

Leia mais

I Divulgar o Gabarito Oficial Definitivo das provas realizadas em 14 de dezembro de 2014, conforme Anexos I a III que integra a presente Resolução.

I Divulgar o Gabarito Oficial Definitivo das provas realizadas em 14 de dezembro de 2014, conforme Anexos I a III que integra a presente Resolução. RESOLUÇÃO CECP Nº 006/2015 DIVULGA O GABARITO OFICIAL DEFINITIVO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS A Comissão Especial do Concurso Público - CECP, reconstituída pela Portaria nº 020/2014, de 30 de dezembro de 2014,

Leia mais

EXAME DE SELEÇÃO - 2015

EXAME DE SELEÇÃO - 2015 CURSO NOTURNO EXAME DE SELEÇÃO - 2015 DATA: 06/12/2014 DISCIPLINA: MATEMÁTICA CADERNO DE QUESTÕES Nome do candidato: Nº de inscrição: Observações: 1. Duração da prova: 120 minutos. 2. Colocar nome e número

Leia mais

IBRX Sistemas Eletrônicos. Manual técnico. Configuração: IBRX Módulo portão Rev 020216 2. O IBRX Portão funciona em 4 tipos de conexão:

IBRX Sistemas Eletrônicos. Manual técnico. Configuração: IBRX Módulo portão Rev 020216 2. O IBRX Portão funciona em 4 tipos de conexão: IBRX Portão IBRX Módulo portão Rev 020216 2 Manual técnico O IBRX Portão funciona em 4 tipos de conexão: Servidor Cliente Online DHCP Cliente Online Cliente Offline Modo Servidor: Neste modo o módulo cria

Leia mais

CONSEP - Consultoria e Estudos Pedagógicos LTDA.

CONSEP - Consultoria e Estudos Pedagógicos LTDA. RESULTADO DOS RECURSOS CONTRA O GABARITO DA PROVA OBJETIVA DA CÂMARA MUNICIPAL DE FLORIANO 1) s de Matemática Nível Fundamental (Auxiliar de Serviços Gerais e Vigia). 13 18 Candidato(a) Alega que questão

Leia mais

Perguntas frequentes graduação sanduíche Ciência sem Fronteiras

Perguntas frequentes graduação sanduíche Ciência sem Fronteiras Perguntas frequentes graduação sanduíche Ciência sem Fronteiras Como fico sabendo se minha universidade assinou Entre em contato com o departamento responsável o acordo de adesão? pela graduação, ou órgão

Leia mais