ÍNDICE 1. CLASSIFICAÇÃO E AUTONOMIA FONTES DO DIREITO ELEITORAL INTERPRETAÇÃO DO DIREITO ELEITORAL... 27

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ÍNDICE 1. CLASSIFICAÇÃO E AUTONOMIA FONTES DO DIREITO ELEITORAL INTERPRETAÇÃO DO DIREITO ELEITORAL... 27"

Transcrição

1 DIREITO ELEITORAL 5ª Edição ÍNDICE 1. CLASSIFICAÇÃO E AUTONOMIA FONTES DO DIREITO ELEITORAL INTERPRETAÇÃO DO DIREITO ELEITORAL PRINCÍPIOS DE DIREITO ELEITORAL Princípio democrático Princípio da soberania popular Princípio da representatividade Princípio republicano Princípio da celeridade Princípio da preclusão Princípio da isonomia Princípio da verdade eleitoral Princípio da normalidade e legitimidade das eleições Princípio da anualidade ou anterioridade eleitoral Objetivo da norma A concepção de lei (que altera o processo eleitoral) Processo eleitoral: uma conceituação A visão da doutrina O STF, o TSE e a conceituação de processo eleitoral Breves notas acerca da correta concepção do processo eleitoral A JUSTIÇA ELEITORAL Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral Juízes Eleitorais Junta Eleitoral Atribuições da Justiça Eleitoral: a função administrativa, normativa, julgadora e consultiva O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL Introdução Procurador-Geral Eleitoral Procurador Regional Eleitoral Promotor Eleitoral

2 7. SISTEMAS ELEITORAIS Sistema Majoritário Sistema majoritário de maioria simples ou relativa Sistema majoritário de maioria absoluta Sistema Proporcional NULIDADES Introdução Da nulidade dos votos: art. 175, 3º e 4º CE Do art. 16-A da LE Da nulidade da eleição: art. 224 CE DIREITO PARTIDÁRIO Introdução Natureza jurídica e mandado de segurança contra ato de dirigente partidário Criação e registro, participação na eleição e recursos do Fundo Partidário Criação e registro Participação na eleição Recursos do Fundo Partidário Liberdade de criação, autonomia e os preceitos constitucionais Liberdade de criação Autonomia Preceitos constitucionais Responsabilidade partidária, fusão, incorporação e extinção dos partidos políticos Coligação Cláusula de barreira Fidelidade partidária Competência DOS DIREITOS POLÍTICOS Introdução Sufrágio e voto Da capacidade eleitoral CAPACIDADE ELEITORAL ATIVA Introdução Alistamento eleitoral Transferência Segunda via Cancelamento Revisão do eleitorado

3 DIREITO ELEITORAL 5ª Edição 12. CAPACIDADE ELEITORAL PASSIVA CONDIÇÕES DE ELEGIBILIDADE Introdução Nacionalidade brasileira (art. 14, 3, I, da CF) Pleno exercício dos direitos políticos (art. 14, 3, II, da CF) Cancelamento da naturalização Incapacidade civil absoluta Condenação criminal transitada em julgado Recusa de cumprir obrigação a todos imposta ou prestação alternativa Improbidade administrativa Alistamento eleitoral (art. 14, 3, III, da CF) Domicílio eleitoral (art. 14, 3, IV, da CF) Filiação partidária (art. 14, 3, V, da CF) Idade mínima (art. 14, 3, VI, da CF) CONDIÇÕES DE REGISTRABILIDADE INELEGIBILIDADE Introdução Breve nota acerca da elegibilidade Breve nota acerca do elemento nuclear da inelegibilidade Distinção entre condições de elegibilidade e hipóteses de inelegibilidade O REGISTRO DE CANDIDATURA: breve análise das divergências da Teoria Clássica e da Teoria do Fato Jurídico Bases teóricas para um conceito adequado de inelegibilidade no direito brasileiro Aspectos materiais da inelegibilidade Na Constituição Federal Na Lei Complementar nº 64/ Modificações relevantes da Lei Complementar nº 135/ Eficácia das decisões de inelegibilidade Afastamento da inelegibilidade e aplicação das regras do registro Prioridade dos feitos eleitorais Da suspensão da inelegibilidade Causas de inelegibilidade da Lei Complementar nº 64/ Desincompatibilização

4 16. INABILITAÇÃO PROCESSO ELEITORAL CONVENÇÃO PARTIDÁRIA Generalidades: autonomia partidária; omissão no estatuto; conflito de convenções Prazo de realização e deliberação Registro em livro e ata Candidatura nata Utilização de prédios públicos REGISTRO DE CANDIDATURA Generalidades: natureza jurídica, rito e pré-candidato vs candidato Número de vagas e reserva por gênero Vagas remanescentes Prazo Documentos Diligências Substituição Homonímia PROPAGANDA POLÍTICA Introdução Propaganda partidária Introdução Objetivo, limites e vedações Forma (bloco e inserções) Procedimento de apuração da propaganda partidária irregular (competência, legitimidade, sanção, prazo para ajuizamento da representação e efeitos do recurso) Propaganda intrapartidária Propaganda eleitoral Introdução: noções gerais Prazo inicial da propaganda eleitoral Propaganda extemporânea ou antecipada Promoção pessoal e propaganda eleitoral Excludentes de propaganda eleitoral antecipada: art. 36-A da LE Art. 36-A, inciso I, da LE Art. 36-A, inciso II, da LE

5 DIREITO ELEITORAL 5ª Edição Art. 36-A, inciso III, da LE Art. 36-A, inciso IV, da LE Art. 36-A, inciso V, da LE Art. 36-A, inciso VI, da LE Procedimento para apuração da propaganda eleitoral irregular Poder de polícia Modalidades de propaganda eleitoral I. Propaganda em outdoors II. Propaganda em bens particulares III. Propaganda em bens públicos IV. Propaganda nas dependências do Poder Legislativo V. Propaganda eleitoral em recinto aberto ou fechado VI. Propaganda mediante o uso de alto-falantes ou amplificadores de som e comícios VII. Showmícios VIII. Propaganda mediante panfletagem IX. Propaganda eleitoral na imprensa escrita X. Propaganda eleitoral no rádio e televisão XI. Debates XII. Propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão Obrigatoriedade das emissoras (alcance da imposição e exceção) Forma de exibição: bloco e inserções Termo inicial e final do horário eleitoral gratuito Distribuição do tempo: critérios, substituição de candidatos e tempo remanescente Municípios sem emissora de televisão Da entrega e da conservação das mídias e da falta ou excesso de tempo na gravação veiculada Utilização do tempo exclusivamente para cada sistema eleitoral, participação de filiados a outros partidos e uso da imagem do candidato ou militante Vedações no horário eleitoral gratuito (art. 55 LE). 402 Suspensão da programação da emissora (art. 56 LE) Corte, censura e degradação ou ridicularização de candidatos (art. 53 LE) Ordem de veiculação da propaganda gratuita Obrigatoriedade da LIBRAS e recursos de legenda, vedação à promoção de marca ou produto, emissora sem autorização para funcionamento e compensação fiscal Televisão por assinatura XIII. Propaganda eleitoral na internet XIV. Propaganda eleitoral no dia da eleição

6 21. DIREITO DE RESPOSTA PESQUISA ELEITORAL FINANCIAMENTO DE CAMPANHA E PRESTAÇÃO DE CONTAS Introdução Da arrecadação I. Despesas de campanha. Responsabilidade II. Administração financeira da campanha. Informações financeiras e contábeis. Responsabilidade III. Limites dos gastos de campanha. Contabilização. Valores máximos de gastos. Sanções IV. Comitês financeiros V. Conta bancária específica VI. Arrecadação de recursos financeiros de campanha Requisitos para arrecadação Origem dos recursos eleitorais Uso de recursos próprios Doações de pessoas físicas Doações de outros partidos políticos e de outros candidatos Comercialização de bens e/ou serviços ou promoção de eventos realizados diretamente pelo candidato ou pelo partido político Recursos próprios dos partidos políticos Receitas decorrentes de aplicação financeira dos recursos de campanha VII. Doações de recursos financeiros: formas legais VIII. Recibo eleitoral IX. Doações: limites legais e representação por descumprimento X. Arrecadação de recursos de campanha. Prazo final XI. Fontes vedadas: art. 24 da LE XII. Recursos de origem não identificada XIII. Gastos eleitorais: art. 26 da LE XIV. Contratação de pessoal para prestação de serviços de campanha eleitoral: art. 100-A da LE XV. Gastos de apoio de eleitor: art. 27 da LE XVI. Descumprimento das normas de arrecadação e aplicação de recursos. Sanção ao partido Prestação de contas I. Introdução e princípios do processo de prestação de contas

7 DIREITO ELEITORAL 5ª Edição II. Dos obrigados a prestar contas III. A prestação de contas parcial na internet IV. Dispensa de comprovação na prestação de contas V. Da assunção de débitos pelos partidos políticos VI. A prestação de contas simplificada VII. O prazo de encaminhamento da prestação de contas VIII. O processo de prestação de contas IX. O julgamento da prestação de contas X. Da sobra de recursos financeiros ELEIÇÃO Introdução Garantias eleitorais Lei seca Requisição da força federal Atos preparatórios das eleições Local de votação Seções eleitorais Mesa receptora Votação Apuração Proclamação dos resultados DIPLOMAÇÃO Diplomação Posse CONTENCIOSO JUDICIAL ELEITORAL Introdução Ação de Impugnação ao Registro de Candidatura - AIRC Objetivo Competência Prazo para o ajuizamento Preclusão Legitimidade, litisconsórcio e assistência Capacidade Postulatória Questões procedimentais Petição Inicial Contestação Julgamento antecipado da lide ou instrução Alegações Sentença

8 Causas de (in)elegibilidade e momento de aferição. 522 Livre convencimento (art. 7º, parágrafo único, da LC 64/90) Sentença Recurso Recurso Contra a Expedição do Diploma - RCED Fundamento legal Objetivo Prazo Hipóteses de cabimento O RCED na concepção originária do Código Eleitoral O RCED e a Lei nº / A Prova Pré-Constituída Competência e Procedimento Legitimidade Efeitos Ação de Investigação Judicial Eleitoral - AIJE Considerações iniciais e fundamento legal Hipóteses de cabimento Procedimento e competência Bem jurídico Prazo de ajuizamento Legitimidade Sanções Recurso e efeitos Ação de Impugnação ao Mandato Eletivo AIME Fundamento legal, auto-aplicabilidade, prazo, segredo de justiça e litigância de má-fé Objetivo Hipóteses de cabimento Preclusão Bem Jurídico Legitimidade Competência Procedimento Sanções Recursos e efeitos Captação Ilícita de Sufrágio (art. 41-A da LE) Fundamento legal Conceito: elementos de configuração Legitimados ativos Legitimado Passivo (sujeito ativo da conduta)

9 DIREITO ELEITORAL 5ª Edição 6.5 Lapso de incidência da norma (e da ação) Procedimento e bem jurídico tutelado Competência Sanções Recurso: prazo e efeitos Condutas Vedadas Introdução Bem jurídico Legitimados Competência Sanções Procedimento Recurso: prazo e eficácia Lapso de ajuizamento da representação Lapso temporal de incidência das hipóteses legais As Hipóteses Materiais do Art. 73 da Lei n 9.504/ A Hipótese Material do Art. 74 da Lei n 9.504/ A Hipótese Material do Art. 75 da Lei n 9.504/ A Hipótese Material do Art. 77 da Lei n 9.504/ Captação e Gastos Ilícitos Eleitorais A representação pelo art. 30-A da LE Hipóteses de cabimento Para fins eleitorais A representação pelo art. 30-A da LE e a prestação de contas Bem jurídico e a responsabilização do candidato infrator Procedimento e competência Prazo de ajuizamento Legitimados Sanções Recurso: prazo e efeitos Ação Rescisória Eleitoral Introdução Hipóteses de cabimento Constitucionalidade Competência, prazo, procedimento e legitimidade RECURSOS Introdução Dos efeitos dos recursos eleitorais Do prazo dos recursos eleitorais Da prevenção Do prejulgado

10 6. Da irrecorribilidade das decisões interlocutórias e das decisões administrativas Dos recursos eleitorais perante as Juntas e Juízos Eleitorais Dos embargos de declaração Dos recursos contra decisões do Tribunal Regional Eleitoral Dos recursos contra decisões do Tribunal Superior Eleitoral Bibliografia

SUMÁRIO CAPÍTULO I DIREITOS POLÍTICOS... 1 CAPÍTULO II DIREITO ELEITORAL... 15 CAPÍTULO III PRINCÍPIOS DE DIREITO ELEITORAL... 23

SUMÁRIO CAPÍTULO I DIREITOS POLÍTICOS... 1 CAPÍTULO II DIREITO ELEITORAL... 15 CAPÍTULO III PRINCÍPIOS DE DIREITO ELEITORAL... 23 SUMÁRIO CAPÍTULO I DIREITOS POLÍTICOS... 1 1. Compreensão dos direitos políticos... 1 1.1. Política... 1 1.2. Direito Político... 2 1.3. Direitos políticos... 2 2. Direitos humanos e direitos políticos...

Leia mais

Abreviaturas, xvii Nota à 7a edição, xix Prefácio, xxi

Abreviaturas, xvii Nota à 7a edição, xix Prefácio, xxi Abreviaturas, xvii Nota à 7a edição, xix Prefácio, xxi I Direitos políticos, 1 1 Compreensão dos direitos políticos, 1 1.1 Política, 1 1.2 Direito político, direito constitucional e ciência política, 3

Leia mais

Sumário. Nota do autor para a terceira edição... 31

Sumário. Nota do autor para a terceira edição... 31 Nota do autor para a terceira edição... 31 APRESENTAÇÃO... 33 ABREVIATURAS E SIGLAS... 35 Capítulo I Introdução ao direito eleitoral... 37 1. Introdução ao Direito Eleitoral... 37 1.1. Conceito de Direito

Leia mais

EMAIL/FACE: prof.fabioramos@hotmail.com www.facebook.com/prof.fabioramos 1

EMAIL/FACE: prof.fabioramos@hotmail.com www.facebook.com/prof.fabioramos 1 DIREITOS POLÍTICOS Prof. Fábio Ramos prof.fabioramos@hotmail.com Conjunto de normas que disciplinam as formas de exercício da soberania popular. Princípio da Soberania Popular: Art. 1º, par. único: Todo

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 13 APRESENTAÇÃO... 15 NOTA À TERCEIRA EDIÇÃO... 17 NOTA À SEGUNDA EDIÇÃO... 19 DIREITO ELEITORAL...

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 13 APRESENTAÇÃO... 15 NOTA À TERCEIRA EDIÇÃO... 17 NOTA À SEGUNDA EDIÇÃO... 19 DIREITO ELEITORAL... Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 13 APRESENTAÇÃO... 15 NOTA À TERCEIRA EDIÇÃO... 17 NOTA À SEGUNDA EDIÇÃO... 19 CAPÍTULO 1 DIREITO ELEITORAL... 21 1.1. Conceito...21 1.1.1. Competência legislativa em

Leia mais

DIREITOS POLITICOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS

DIREITOS POLITICOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS CONCEITO: O direito democrático de participação do povo no governo, por seus representantes, acabou exigindo a formação de um conjunto de normas legais permanentes, que recebe a denominação de direitos

Leia mais

SUMÁRIO DIREITO ELEITORAL... 23 JUSTIÇA ELEITORAL... 33 MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL... 53

SUMÁRIO DIREITO ELEITORAL... 23 JUSTIÇA ELEITORAL... 33 MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL... 53 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 DIREITO ELEITORAL... 23 1.1. Conceito.... 23 1.1.1. Competência legislativa em matéria eleitoral.... 24 1.1.2. Fontes do Direito Eleitoral.... 24 1.2. Direitos políticos.... 25 1.2.1.

Leia mais

LIVRO VIII DA ÁREA ELEITORAL

LIVRO VIII DA ÁREA ELEITORAL LIVRO VIII DA ÁREA ELEITORAL Art. 512. O Ministério Público Eleitoral atua perante todas as instâncias e fases do processo eleitoral, na condição de parte ou de custos legis, com a mesma legitimidade assegurada

Leia mais

A distância entre o sonho e a conquista chama-se ATITUDE!

A distância entre o sonho e a conquista chama-se ATITUDE! A distância entre o sonho e a conquista chama-se ATITUDE! PLANO DE AULA Nº 6 DIRIETOS POLÍTICOS 1. NOÇÕES TEÓRICAS DIREITOS POLÍTICOS No capítulo IV do título II, a CF dispôs de um conjunto de normas para

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO EXAME DE ORDEM OAB 1ª FASE

CONTROLE DE CONTEÚDO EXAME DE ORDEM OAB 1ª FASE 1 Teoria Geral da Constituição / Separação de Poderes 2 Direitos e deveres individuais e coletivos 3 Nacionalidade 4 Direitos políticos/ Partidos Políticos 5 Organização Político-Administrativa 6 Poder

Leia mais

CONTEÚDO / ATIVIDADES Data CH

CONTEÚDO / ATIVIDADES Data CH 1 SOPECE-FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE PERNAMBUCO-PINTO FERREIRA CURSO DE DIREITO-Ética Geral e Profissional-2º Ano-Manhã-2016 Professora: Sueli Gonçalves de Almeida Site: www.loveira.adv.br/material

Leia mais

LEI DOS PARTIDOS POLÍTICOS (Lei n. 9.096/95)

LEI DOS PARTIDOS POLÍTICOS (Lei n. 9.096/95) - Partido Político: pessoa jurídica de direito privado, destinada a assegurar, no interesse democrático, a autenticidade do sistema representativo e a defender os direitos fundamentais definidos na CF.

Leia mais

Prefácio 17 Explicação necessária 19

Prefácio 17 Explicação necessária 19 SUMÁRIO Prefácio 17 Explicação necessária 19 I. CONSTITUIÇÃO 21 1. Conceitos 21 2. História das Constituições 21 3. Classificação das Constituições 23 4. Elementos das Constituições 24 5. Estrutura da

Leia mais

CIDADANIA Direitos políticos e sufrágio

CIDADANIA Direitos políticos e sufrágio CIDADANIA Direitos políticos e sufrágio Introdução Direitos políticos são os direitos do cidadão que permitem sua participação e influência nas atividades de governo. Para Pimenta Bueno, citado por Silva

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 2.079, DE 2003

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 2.079, DE 2003 COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO PROJETO DE LEI N o 2.079, DE 2003 Determina a perda de mandato para Prefeito e Vice-Prefeito que transferir domicílio eleitoral. Autor: Deputado Lupércio

Leia mais

1.5 Abrigo em entidade...162 1.6 Abrigo temporário...164 2. Competência para aplicação das medidas de proteção...165

1.5 Abrigo em entidade...162 1.6 Abrigo temporário...164 2. Competência para aplicação das medidas de proteção...165 SUMÁRIO DOUTRINA CAPÍTULO I INTRODUÇÃO... 3 1. Breve evolução histórica dos direitos dos idosos no Brasil... 3 2. Perfil Constitucional dos direitos dos idosos... 5 3. Princípios norteadores dos direitos

Leia mais

REPRESENTAÇÃ ÇÃO O POR DOAÇÃ. ÇÃO ACIMA LIMITE LEGAL (Artigos 23 e 81, Lei nº n 9.504/97)

REPRESENTAÇÃ ÇÃO O POR DOAÇÃ. ÇÃO ACIMA LIMITE LEGAL (Artigos 23 e 81, Lei nº n 9.504/97) REPRESENTAÇÃ ÇÃO O POR DOAÇÃ ÇÃO ACIMA LIMITE LEGAL (Artigos 23 e 81, Lei nº n 9.504/97) 1. LEGITIMIDADE Res. TSE nº 23.367/11 - Art. 2º As reclamações e as representações poderão ser feitas por qualquer

Leia mais

NOTA DOS AUTORES À 3ª EDIÇÃO... 15 NOTA DOS AUTORES À 2ª EDIÇÃO... 17 CAPÍTULO I DIREITO ELEITORAL: CONCEITO, FONTES E PRINCÍPIOS...

NOTA DOS AUTORES À 3ª EDIÇÃO... 15 NOTA DOS AUTORES À 2ª EDIÇÃO... 17 CAPÍTULO I DIREITO ELEITORAL: CONCEITO, FONTES E PRINCÍPIOS... NOTA DOS AUTORES À 3ª EDIÇÃO... 15 NOTA DOS AUTORES À 2ª EDIÇÃO... 17 CAPÍTULO I DIREITO ELEITORAL: CONCEITO, FONTES E PRINCÍPIOS... 19 1. Conceito, objeto e objetivos do Direito Eleitoral... 19 2. As

Leia mais

SUMÁRIO. Nota do autor... 9 Apresentação e estrutura do livro... 11 Lista de Abreviaturas de Termos Processuais e Legais... 13

SUMÁRIO. Nota do autor... 9 Apresentação e estrutura do livro... 11 Lista de Abreviaturas de Termos Processuais e Legais... 13 SUMÁRIO Nota do autor... 9 Apresentação e estrutura do livro... 11 Lista de Abreviaturas de Termos Processuais e Legais... 13 Parte I DIREITO MATERIAL... 17 Abuso do poder econômico... 17 Captação ilícita

Leia mais

Você pode contribuir para eleições mais justas

Você pode contribuir para eleições mais justas Procuradoria Regional Eleitoral no Estado de SP Defesa da democracia, combate à impunidade. Você pode contribuir para eleições mais justas Os cidadãos e as cidadãs podem auxiliar muito na fiscalização

Leia mais

REGISTRO DE CANDIDATO

REGISTRO DE CANDIDATO LEGISLAÇÃO APLICÁVEL - Constituição Federal - Código Eleitoral (Lei n. 4737/65) - Lei n. 9.504/97 (Lei das Eleições) - Lei Complementar n. 64/90 (Lei das Inelegibilidades) DISPOSIÇÕES GERAIS REGISTRO DE

Leia mais

Direitos políticos. Conceitos fundamentais. Direitos políticos positivos. Direitos políticos positivos e direitos políticos negativos.

Direitos políticos. Conceitos fundamentais. Direitos políticos positivos. Direitos políticos positivos e direitos políticos negativos. Direitos políticos Conceitos fundamentais Cidadania É qualificação daquele que participa da vida do Estado, participando do governo e sendo ouvido por este. Assim, é cidadão aquele que possui a capacidade

Leia mais

PONTO DOS CONCURSOS CURSO DE DIREITO ELEITORAL TRE/AP 4º Simulado de Direito Eleitoral p/ TRE-AMAPÁ! PROFESSOR: RICARDO GOMES AVISOS:

PONTO DOS CONCURSOS CURSO DE DIREITO ELEITORAL TRE/AP 4º Simulado de Direito Eleitoral p/ TRE-AMAPÁ! PROFESSOR: RICARDO GOMES AVISOS: AVISOS: Estamos ministrando os seguintes CURSOS: DIREITO ELEITORAL P/ O TSE - ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA JUDICIÁRIA (TEORIA E EXERCÍCIOS) DIREITO ELEITORAL P/ O TSE - ANALISTA E TÉCNICO ÁREA ADMINISTRATIVA

Leia mais

No Brasil: Misto de Democracia Semidireta ( meios de participação popular) + Indireta (mandato representativo)

No Brasil: Misto de Democracia Semidireta ( meios de participação popular) + Indireta (mandato representativo) DIREITO ELEITORAL - Aula 01 (Conceitos e Princípios do Direito Eleitoral, Aspectos Constitucionais, Composição, competências e funções dos órgãos da Justiça Eleitoral) CONCEITOS: O Direito Eleitoral, ramo

Leia mais

DIREITOS POLÍTICOS. Direitos Políticos Negativos

DIREITOS POLÍTICOS. Direitos Políticos Negativos Direitos Políticos Negativos São as restrições, em maior ou menor extensão, ao exercício dos direitos políticos (ativos e passivos) O art. 15 da Constituição Federal disciplina as hipóteses de perda e

Leia mais

Prestação de Contas Eleitoral. Flávio Ribeiro de Araújo Cid Consultor Eleitoral

Prestação de Contas Eleitoral. Flávio Ribeiro de Araújo Cid Consultor Eleitoral Prestação de Contas Eleitoral Flávio Ribeiro de Araújo Cid Consultor Eleitoral Janeiro de 2006 ALGUMAS CONSIDERAÇÕES ACERCA DA PRESTAÇÃO DE CONTAS PARA AS ELEIÇÕES DE 2006 Trata-se de um tema revestido

Leia mais

Palestra: Prestação de Contas Eleitoral. Atila Pedroso de Jesus Conselheiro do CRC MT

Palestra: Prestação de Contas Eleitoral. Atila Pedroso de Jesus Conselheiro do CRC MT Palestra: Prestação de Contas Eleitoral Atila Pedroso de Jesus Conselheiro do CRC MT LEGISLAÇÃO APLICÁVEL: Lei n. 9.504, de 30 de setembro de 1997: - Código Eleitoral (dispõe normas para eleição). Lei

Leia mais

Curso de Direito Eleitoral Preparatório para as Eleições de 2014

Curso de Direito Eleitoral Preparatório para as Eleições de 2014 Curso de Direito Eleitoral Preparatório para as Eleições de 2014 As Escolas Judiciárias Eleitorais do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal e do Tribunal Superior Eleitoral promoverão, nos meses

Leia mais

FINANCIAMENTO DE CAMPANHA ELEITORAL. 1. Da arrecadação e aplicação de recursos

FINANCIAMENTO DE CAMPANHA ELEITORAL. 1. Da arrecadação e aplicação de recursos Módulo - 4 FINANCIAMENTO DE CAMPANHA ELEITORAL 1. Da arrecadação e aplicação de recursos Sob pena de rejeição das contas a arrecadação de recursos e os gastos por candidatos, inclusive dos seus vices e

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL LEI Nº 11.300, DE 10 DE MAIO DE 2006 Dispõe sobre propaganda, financiamento e prestação de contas das despesas com campanhas eleitorais, alterando a Lei n o 9.504, de 30

Leia mais

Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Procuradoria Geral de Justiça

Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Procuradoria Geral de Justiça CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DO CARGO DE PROMOTOR DE JUSTIÇA SUBSTITUTO (EDITAL Nº 001/2014/MP-MT) (publicado no DOE em 14/02/2014 páginas 183 a 188) ANEXO I PROGRAMAS DOS GRUPOS TEMÁTICOS PARA O CONCURSO

Leia mais

TEMAS DA REFORMA POLÍTICA

TEMAS DA REFORMA POLÍTICA TEMAS DA REFORMA POLÍTICA 1 Sistemas Eleitorais 1.1 Sistema majoritário. 1.2 Sistema proporcional 1.2 Sistema misto 2 - Financiamento eleitoral e partidário 3- Suplência de senador 4- Filiação partidária

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 21.609 (com as alterações introduzidas pela Resolução TSE n. 21.668/2004) INSTRUÇÃO Nº 74 - CLASSE 12ª - DISTRITO FEDERAL (Brasília).

RESOLUÇÃO Nº 21.609 (com as alterações introduzidas pela Resolução TSE n. 21.668/2004) INSTRUÇÃO Nº 74 - CLASSE 12ª - DISTRITO FEDERAL (Brasília). Inst. 74/DF 1 JUSTIÇA ELEITORAL RESOLUÇÃO Nº 21.609 (com as alterações introduzidas pela Resolução TSE n. 21.668/2004) INSTRUÇÃO Nº 74 - CLASSE 12ª - DISTRITO FEDERAL (Brasília). Relator: Ministro Fernando

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL Procuradoria Regional Eleitoral do Estado do Piauí

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL Procuradoria Regional Eleitoral do Estado do Piauí Prestação de Contas nº 275-29.2012.6.18.0030 Classe 25 Procedência: Agricolândia/PI (30ª Zona Eleitoral São Pedro do Piauí/PI) Protocolo: 69.643/2012 Relator: Dr. Valter Alencar Rebelo Assunto: Prestação

Leia mais

EDITAL Nº 18/2011 01* 01* OBS: O professor ao se inscrever deverá ter disponibilidade nos turnos indicados.

EDITAL Nº 18/2011 01* 01* OBS: O professor ao se inscrever deverá ter disponibilidade nos turnos indicados. EDITAL Nº 18/2011 Processo Seletivo de Docentes da Estácio FIC 2011. A DIRETORA GERAL da Faculdade Estácio do Ceará - Estácio FIC, no uso de suas atribuições e regimentais, torna pública a abertura de

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO 2013/2014 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO ELEITORAL E IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA CRONOGRAMA DAS AULAS / MÓDULOS

PÓS-GRADUAÇÃO 2013/2014 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO ELEITORAL E IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA CRONOGRAMA DAS AULAS / MÓDULOS PÓS-GRADUAÇÃO 2013/2014 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO ELEITORAL E IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA CRONOGRAMA DAS AULAS / MÓDULOS 1. TEORIA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E MORALIDADE Estruturas Administrativas:

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS...

SUMÁRIO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS... SUMÁRIO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 13 Processo X procedimento... 13 Ritos no processo de cognição... 13 Procedimento comum... 14 Procedimento especial... 14 Atividade jurisdicional estrutura...

Leia mais

Nota à 30a edição, xxix Prefácio à 1a edição, xxxi

Nota à 30a edição, xxix Prefácio à 1a edição, xxxi Nota à 30a edição, xxix Prefácio à 1a edição, xxxi 1 DIREITO CONSTITUCIONAL, 1 1 Constitucionalismo, 1 1.1 Estado Constitucional: Estado de Direito e Estado Democrático, 2 2 Conceito de Constituição, 6

Leia mais

3. PROCESSO: CONCEITO E FINALIDADE... 27 3.1. Processo eleitoral e seu caráter público... 27 3.2. Processo coletivo... 28

3. PROCESSO: CONCEITO E FINALIDADE... 27 3.1. Processo eleitoral e seu caráter público... 27 3.2. Processo coletivo... 28 STF00094716 Sumório 1. DIREITO ELEITORAL................. 19 2. PROCESSO ELEITORAL................ 25 3. PROCESSO: CONCEITO E FINALIDADE............... 27 3.1. Processo eleitoral e seu caráter público......

Leia mais

Governo de Mato Grosso Auditoria Geral do Estado CARTILHA DE ORIENTAÇÃO AOS AGENTES PÚBLICOS

Governo de Mato Grosso Auditoria Geral do Estado CARTILHA DE ORIENTAÇÃO AOS AGENTES PÚBLICOS Governo de Mato Grosso Auditoria Geral do Estado CARTILHA DE ORIENTAÇÃO AOS AGENTES PÚBLICOS Eleições 2014 ORIENTAÇÕES AOS AGENTES PÚBLICOS DO PODER EXECUTIVO DO ESTADO DE MATO GROSSO PARA AS ELEIÇÕES

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS (ARTS 14 AO 17)

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS (ARTS 14 AO 17) DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS (ARTS 14 AO 17) Atualizado em 02/12/2015 DIREITOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS (ARTIGOS 14 a 17) GENERALIDADES Os direitos políticos estão

Leia mais

SERVIDORES PÚBLICOS CONDUTAS VEDADAS EM ANO ELEITORAL RELATIVAS A

SERVIDORES PÚBLICOS CONDUTAS VEDADAS EM ANO ELEITORAL RELATIVAS A CONDUTAS VEDADAS EM ANO ELEITORAL RELATIVAS A SERVIDORES PÚBLICOS KLEIDE MARIA TENFFEN FIAMONCINI ADVOGADA DA AMAVI kleide@amavi.org.br / juridico@amavi.org.br O QUE VOCÊ AGENTE PÚBLICO NÃO PODE FAZER!!!

Leia mais

ÍNDICE PREFÁCIO... XIII

ÍNDICE PREFÁCIO... XIII ÍNDICE PREFÁCIO... XIII SEGURANÇA JURÍDICA NO NOVO CARF PAULO DE BARROS CARVALHO... 1 1. Palavras introdutórias... 1 2. Núcleo semântico do sobreprincípio da segurança jurídica... 4 3. O primado da segurança

Leia mais

Comentários à Prova de Analista Judiciário Área Judiciária do TRE/MA provas em 31.08.2015

Comentários à Prova de Analista Judiciário Área Judiciária do TRE/MA provas em 31.08.2015 à Prova de Analista Judiciário Área Judiciária do TRE/MA provas em 31.08. Acerca dos direitos políticos, é correto afirmar a) Ocorrerá cassação dos direitos políticos como consequência da condenação criminal

Leia mais

de 2014, em todo o Brasil.

de 2014, em todo o Brasil. ELEIÇÕES GERAIS Votação acontece em 5 de outubro de 2014, em todo o Brasil. AS BASES DO DIREITO ELEITORAL Constituição da República Arts. 1º, V, 5º, 14-17, 118-121, 220 e outros; Código Eleitoral (Lei

Leia mais

META 4. LEITURA OBRIGATÓRIA Legislação: CRFB/88, arts. 6 o 17; Doutrina: Direitos sociais; Nacionalidade; Direitos Políticos e Partidos Políticos.

META 4. LEITURA OBRIGATÓRIA Legislação: CRFB/88, arts. 6 o 17; Doutrina: Direitos sociais; Nacionalidade; Direitos Políticos e Partidos Políticos. META 4 LEITURA OBRIGATÓRIA Legislação: CRFB/88, arts. 6 o 17; Doutrina: Direitos sociais; Nacionalidade; Direitos Políticos e Partidos Políticos. EXERCÍCIO 1. (FGV - 2008 - Senado Federal - Policial Legislativo

Leia mais

Sumário. Apresentação... IX Introdução... XIX

Sumário. Apresentação... IX Introdução... XIX Sumário Apresentação......................................................................................................... IX Introdução..........................................................................................................

Leia mais

PARECER Nº, DE 2013. RELATOR: Senador VALDIR RAUPP

PARECER Nº, DE 2013. RELATOR: Senador VALDIR RAUPP PARECER Nº, DE 2013 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre o Substitutivo da Câmara dos Deputados ao Projeto de Lei do Senado nº 441, de 2012 (nº 6.397, de 2013, na Câmara dos Deputados),

Leia mais

PREFEITURA DE LEBON RÉGIS SC CONCURSO PÚBLICO

PREFEITURA DE LEBON RÉGIS SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL 01/2016 - ERRATA 02 PREFEITURA DE LEBON RÉGIS SC CONCURSO PÚBLICO A Comissão do Concurso Público torna pública a ERRATA 02que altera o Edital de abertura e os Anexos I, II e III. EDITAL DE ABERTURA

Leia mais

Câmara Municipal de São Paulo Vereador Roberto Trípoli - PV

Câmara Municipal de São Paulo Vereador Roberto Trípoli - PV PROJETO DE LEI Nº 133/09 DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE BEM-ESTAR ANIMAL E SAÚDE PÚBLICA - FAN A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO decreta: Capítulo I Da Finalidade ART. 1º - Fica criado no Município

Leia mais

Prestação de Contas Eleitorais 2010

Prestação de Contas Eleitorais 2010 Prestação de Contas Eleitorais 2010 Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Controle Interno e Auditoria Contas Eleitorais e Partidárias pcontas@tre-rs.gov.br Legislação

Leia mais

Coleção Sinopses para Concursos... 15 Guia de leitura da Coleção... 17 Apresentação da 2ª edição... 19 Apresentação... 21

Coleção Sinopses para Concursos... 15 Guia de leitura da Coleção... 17 Apresentação da 2ª edição... 19 Apresentação... 21 Sumário Sumário Coleção Sinopses para Concursos... 15 Guia de leitura da Coleção... 17 Apresentação da 2ª edição... 19 Apresentação... 21 Capítulo I LIÇÕES PRELIMINARES... 23 1. Introdução... 23 2. Proteção

Leia mais

TOTAL - FISCAL 0 TOTAL - SEGURIDADE 13.779.252 TOTAL - GERAL 13.779.252

TOTAL - FISCAL 0 TOTAL - SEGURIDADE 13.779.252 TOTAL - GERAL 13.779.252 UNIDADE : 33101 - MINISTERIO DA PREVIDENCIA SOCIAL 0087 GESTAO DA POLITICA DE PREVIDENCIA SOCIAL 903.304 09 122 0087 2272 GESTAO E ADMINISTRACAO DO PROGRAMA 903.304 09 122 0087 2272 0001 GESTAO E ADMINISTRACAO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 23.364 INSTRUÇÃO Nº 1161-56.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº 23.364 INSTRUÇÃO Nº 1161-56.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 23.364 INSTRUÇÃO Nº 1161-56.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Arnaldo Versiani Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre pesquisas eleitorais

Leia mais

O ISS E AS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE

O ISS E AS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE O ISS E AS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE Controvérsias Jurídicas da Incidência Tributária Sandro Roberto dos Santos Advogado e Gerente Jurídico da CASSI Maio de 2016 Constituição Federal de 1988 Sistema

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO ELEITORAL

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO ELEITORAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO ELEITORAL ÁREA DO CONHECIMENTO Direito. NOME DO CURSO Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em DIREITO ELEITORAL AMPARO LEGAL E PORTARIA DO MEC O curso atende

Leia mais

CURRICULUM VITAE ESCOLARIDADE. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Porto Alegre. ATUAÇÃO PROFISSIONAL - ATUAL

CURRICULUM VITAE ESCOLARIDADE. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Porto Alegre. ATUAÇÃO PROFISSIONAL - ATUAL CURRICULUM VITAE CURRICULUM VITAE NOME: Rodrigo López Zilio ESCOLARIDADE Graduação: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Porto Alegre. Curso de Ciências Jurídicas e Sociais. Conclusão:

Leia mais

ESTADO DO PARÁ MINISTÉRIO PÚBLICO CONCURSO DE INGRESSO PARA CARGOS EFETIVOS NO MINISTÉRIO PÚBLICO EDITAL N.º 002/2012-MPE-PA

ESTADO DO PARÁ MINISTÉRIO PÚBLICO CONCURSO DE INGRESSO PARA CARGOS EFETIVOS NO MINISTÉRIO PÚBLICO EDITAL N.º 002/2012-MPE-PA ESTADO DO PARÁ MINISTÉRIO PÚBLICO CONCURSO DE INGRESSO PARA CARGOS EFETIVOS NO MINISTÉRIO PÚBLICO EDITAL N.º 002/2012-MPE-PA O Presidente da Comissão do Concurso usando de suas atribuições legais torna

Leia mais

MANUAL DE CANDIDATURA A PRESIDENTE DA REPÚBLICA

MANUAL DE CANDIDATURA A PRESIDENTE DA REPÚBLICA MANUAL DE CANDIDATURA A PRESIDENTE DA REPÚBLICA PR 2016 LEI ELEITORAL para o PRESIDENTE DA REPÚBLICA (LEPR) Decreto-Lei nº 319-A/76, de 3 de maio Com as alterações introduzidas pelas pelos seguintes diplomas

Leia mais

A Vedação da Propaganda Institucional no Período Eleitoral e a Lei 9.504/97

A Vedação da Propaganda Institucional no Período Eleitoral e a Lei 9.504/97 268 Série Aperfeiçoamento de Magistrados 7 Curso: 1º Seminário de Direito Eleitoral: Temas Relevantes para as Eleições de 2012 A Vedação da Propaganda Institucional no Período Eleitoral e a Lei 9.504/97

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 22.715 INSTRUÇÃO Nº 118 CLASSE 12ª BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL.

RESOLUÇÃO Nº 22.715 INSTRUÇÃO Nº 118 CLASSE 12ª BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. RESOLUÇÃO Nº 22.715 INSTRUÇÃO Nº 118 CLASSE 12ª BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Ari Pargendler. Dispõe sobre a arrecadação e a aplicação de recursos por candidatos e comitês financeiros e

Leia mais

Instrumentos de Planejamento e Orçamento Público

Instrumentos de Planejamento e Orçamento Público Instrumentos de Planejamento e Orçamento Público Conceitos básicos do orçamento no setor público: ciclo orçamentário e instrumentos Fábio Pereira dos Santos As origens históricas do orçamento público Século

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO - CONVITE N 01/2014 PROCESSO 08/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO - CONVITE N 01/2014 PROCESSO 08/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO - CONVITE N 01/2014 PROCESSO 08/2014 I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Por determinação do(a) Senhor(a) GILMAR DE ALMEIDA BOEIRA, Prefeito Municipal, com a autoridade que lhe é atribuida

Leia mais

Você está recebendo a Cartilha Eleitoral 2014, elaborada pela Abert para orientar a conduta do radiodifusor durante o período eleitoral.

Você está recebendo a Cartilha Eleitoral 2014, elaborada pela Abert para orientar a conduta do radiodifusor durante o período eleitoral. Cartilha Eleitoral 2014 Caro Associado da ABERT, Você está recebendo a Cartilha Eleitoral 2014, elaborada pela Abert para orientar a conduta do radiodifusor durante o período eleitoral. O desconhecimento

Leia mais

ELEIÇÕES 2014 PROVIDÊNCIAS PRELIMINARES CONTA BANCÁRIA CNPJ PROVIDÊNCIAS PRELIMINARES ARRECADAÇÃO, GASTOS DE CAMPANHA E PRESTAÇÃO DE CONTAS

ELEIÇÕES 2014 PROVIDÊNCIAS PRELIMINARES CONTA BANCÁRIA CNPJ PROVIDÊNCIAS PRELIMINARES ARRECADAÇÃO, GASTOS DE CAMPANHA E PRESTAÇÃO DE CONTAS ELEIÇÕES 2014 ARRECADAÇÃO, GASTOS DE CAMPANHA E PRESTAÇÃO DE CONTAS PROVIDÊNCIAS PRELIMINARES Arrecadar ou gastar antes de cumpridos os requisitos = Contas desaprovadas! Professora Rita Gonçalves 1 2 PROVIDÊNCIAS

Leia mais

A mais um CURSO realizado pela

A mais um CURSO realizado pela A mais um CURSO realizado pela Aqui tem qualificação de Verdade! CONTROLE INTERNO Reforma Política: o que podemos melhorar? Dr. Luiz Fernando Pereira PERÍODO 09h00 X 12h00 09/12/2015 15h às 17h Por gentileza

Leia mais

PARECER Nº, DE 2013. RELATOR: Senador VALDIR RAUPP

PARECER Nº, DE 2013. RELATOR: Senador VALDIR RAUPP PARECER Nº, DE 2013 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 441, de 2012, do Senador Romero Jucá, que altera a redação dos art. 8º,

Leia mais

Sumário. Agradecimentos. Prefácio. Nota do autor à primeira edição. Nota do autor à segunda edição

Sumário. Agradecimentos. Prefácio. Nota do autor à primeira edição. Nota do autor à segunda edição Sumário Agradecimentos V Prefácio VII Nota do autor à primeira edição IX Nota do autor à segunda edição XI Capítulo 1 Introdução ao Direito Eleitoral 1 1 Conceito 1 2 Fontes do Direito Eleitoral 1 2.1

Leia mais

23.216 - INSTRUÇÃO Nº 22-06.2010.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL.

23.216 - INSTRUÇÃO Nº 22-06.2010.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. 23.216 - INSTRUÇÃO Nº 22-06.2010.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral. Dispõe sobre a arrecadação de recursos financeiros

Leia mais

Financiamento de campanhas e prestação de contas

Financiamento de campanhas e prestação de contas Financiamento de campanhas e prestação de contas Crescimento do gasto declarado com campanhas (total nacional) ANO TOTAL DE GASTOS (R$ milhões) ELEITORADO (milhões) CANDIDATOS (unidades) GASTO POR ELEITOR

Leia mais

Prestação de Contas Eleitorais 2010

Prestação de Contas Eleitorais 2010 Prestação de Contas Eleitorais 2010 Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Controle Interno e Auditoria Contas Eleitorais e Partidárias pcontas@tre-rs.gov.br Legislação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 23.341 INSTRUÇÃO Nº 933-81.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº 23.341 INSTRUÇÃO Nº 933-81.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 23.341 INSTRUÇÃO Nº 933-81.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Arnaldo Versiani Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Calendário Eleitoral. Eleições de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº xx.xxx INSTRUÇÃO Nº 952-19.2013.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº xx.xxx INSTRUÇÃO Nº 952-19.2013.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº xx.xxx INSTRUÇÃO Nº 952-19.2013.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Dias Toffoli Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre pesquisas eleitorais para

Leia mais

RESOLUÇÃO TSE Nº 22.715/2008 ANOTADA (Prestação de Contas)

RESOLUÇÃO TSE Nº 22.715/2008 ANOTADA (Prestação de Contas) RESOLUÇÃO TSE Nº 22.715/2008 ANOTADA (Prestação de Contas) Gustavo Kanffer Departamento Jurídico CEN-PSDB RESOLUÇÃO Nº 22.715 INSTRUÇÃO Nº 118 CLASSE 12ª BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Ari

Leia mais

Ano 5º Ano. Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional. Professor(es) Ms. Demétrius Amaral Beltrão Ms Julio Cesar da Silva Tavares

Ano 5º Ano. Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional. Professor(es) Ms. Demétrius Amaral Beltrão Ms Julio Cesar da Silva Tavares Página 1 de 5 A EMENTA Licitações e Contratos Administrativos. Tipos de atividade administrativa: Serviços Públicos e Limitação da autonomia privada (Poder de polícia). Ordenamento urbano e estatuto da

Leia mais

LIMITE DE GASTOS. Cada partido deve fixar o limite de gastos a ser observado, por candidatura(caso Lei não faça)

LIMITE DE GASTOS. Cada partido deve fixar o limite de gastos a ser observado, por candidatura(caso Lei não faça) Prestação de Contas Eleitoral: Legislação x Prática Contador Ruberlei Bulgarelli Julho 2012 LIMITE DE GASTOS Cada partido deve fixar o limite de gastos a ser observado, por candidatura(caso Lei não faça)

Leia mais

Financiamento de Campanhas Eleitorais. Brasília - DF 09/10/2014

Financiamento de Campanhas Eleitorais. Brasília - DF 09/10/2014 Financiamento de Campanhas Eleitorais Brasília - DF 09/10/2014 Democracia representativa Direito de votar e ser votado Financiamento de campanhas Financiamento de campanhas Nº Nome Partido Receitas 21

Leia mais

MATERIAL DE APOIO - PROFESSOR PRESTAÇÃO DE CONTAS PARTE 1 ANTES DA MINIRREFORMA ELEITORAL

MATERIAL DE APOIO - PROFESSOR PRESTAÇÃO DE CONTAS PARTE 1 ANTES DA MINIRREFORMA ELEITORAL Modular - Analistas TRE/TRF Disciplina: Direito Eleitoral Prof.: Thales Tácito Data: 17/10/2009 Aula n 06 MATERIAL DE APOIO - PROFESSOR PRESTAÇÃO DE CONTAS PARTE 1 ANTES DA MINIRREFORMA ELEITORAL 1) APURAÇÃO

Leia mais

Art.. 30-A, Lei nº n 9.504/97)

Art.. 30-A, Lei nº n 9.504/97) REPRESENTAÇÃ ÇÃO O POR CAPTAÇÃ ÇÃO O E GASTOS ILÍCITOS DE RECURSOS (Art( Art.. 30-A, Lei nº n 9.504/97) 1. CAIXA DOIS Recursos não contabilizados de campanha eleitoral, que não transitam em conta bancária

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso

Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso Presidente Desembargador Rui Ramos Ribeiro Vice-Presidente e Corregedor Regional Eleitoral Desembargador Gerson Ferreira Paes Presidente Substituto Desembargador

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE A LEI DA FICHA LIMPA (LC Nº 135, DE 4.6.2010) Expositor: Juiz CARLOS VIEIRA VON ADAMEK

CONSIDERAÇÕES SOBRE A LEI DA FICHA LIMPA (LC Nº 135, DE 4.6.2010) Expositor: Juiz CARLOS VIEIRA VON ADAMEK CONSIDERAÇÕES SOBRE A LEI DA FICHA LIMPA (LC Nº 135, DE 4.6.2010) Expositor: Juiz CARLOS VIEIRA VON ADAMEK Secretário-Geral da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral 1 CONTEXTO HISTÓRICO E LEGITIMIDADE

Leia mais

ANO CONGRESSO PAÍS TEMAS TÉCNICOS 1953 I Cuba Tema 1 O sistema de contabilidade do Estado, fundamento da intervenção e fiscalização dos Tribunais de

ANO CONGRESSO PAÍS TEMAS TÉCNICOS 1953 I Cuba Tema 1 O sistema de contabilidade do Estado, fundamento da intervenção e fiscalização dos Tribunais de ANO CONGRESSO PAÍS TEMAS TÉCNICOS 1953 I Cuba Tema 1 O sistema de contabilidade do Estado, fundamento da intervenção e fiscalização dos Tribunais de Contas. Alcance da fiscalização preventiva na execução

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO AGENTE PÚBLICO CONDUTAS E VEDAÇÕES A SEREM OBSERVADAS DURANTE O ANO ELEITORAL

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO AGENTE PÚBLICO CONDUTAS E VEDAÇÕES A SEREM OBSERVADAS DURANTE O ANO ELEITORAL PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO AGENTE PÚBLICO CONDUTAS E VEDAÇÕES A SEREM OBSERVADAS DURANTE O ANO ELEITORAL Natal/RN, 05 de dezembro de 2011. APRESENTAÇÃO

Leia mais

Resolução n o 23.216. Brasília DF. Dispõe sobre a arrecadação de recursos financeiros de campanha eleitoral por cartões de crédito.

Resolução n o 23.216. Brasília DF. Dispõe sobre a arrecadação de recursos financeiros de campanha eleitoral por cartões de crédito. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral. Instrução n o 22-06.2010.6.00.0000 Resolução n o 23.216 Brasília DF Dispõe sobre a arrecadação de recursos financeiros de campanha

Leia mais

INSTRUÇÃO Nº xxx-xx.xxxx.x.xx.xxxx CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

INSTRUÇÃO Nº xxx-xx.xxxx.x.xx.xxxx CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº xx.xxx INSTRUÇÃO Nº xxx-xx.xxxx.x.xx.xxxx CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Dias Toffoli Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre pesquisas eleitorais para

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 22.579. INSTRUÇÃO Nº 111 CLASSE 12ª DISTRITO FEDERAL (Brasília).

RESOLUÇÃO Nº 22.579. INSTRUÇÃO Nº 111 CLASSE 12ª DISTRITO FEDERAL (Brasília). RESOLUÇÃO Nº 22.579 INSTRUÇÃO Nº 111 CLASSE 12ª DISTRITO FEDERAL (Brasília). Relator: Ministro Ari Pargendler. CALENDÁRIO ELEITORAL (Eleições de 2008) O Tribunal Superior Eleitoral, usando das atribuições

Leia mais

JUÍZO DA 1ª ZONA ELEITORAL DE SÃO PAULO Av. Brigadeiro Luis Antonio, 453 SÃO PAULO CAPITAL. Processo nº 209/08 VISTOS.

JUÍZO DA 1ª ZONA ELEITORAL DE SÃO PAULO Av. Brigadeiro Luis Antonio, 453 SÃO PAULO CAPITAL. Processo nº 209/08 VISTOS. VISTOS. Trata-se de representação formulada pela COLIGAÇÃO SÃO PAULO NO RUMO CERTO em face da COLIGAÇÃO SÃO PAULO, NA MELHOR DIREÇÃO e de GERALDO JOSÉ RODRIGUES ALCKMIN FILHO, nos termos do art. 96 da

Leia mais

CONDUTAS VEDADAS AOS AGENTES PÚBLICOS FEDERAIS EM ELEIÇÕES MUNICIPAIS

CONDUTAS VEDADAS AOS AGENTES PÚBLICOS FEDERAIS EM ELEIÇÕES MUNICIPAIS Presidência da República Advocacia-Geral da União Subchefia para Assuntos Jurídicos da Casa Civil AOS AGENTES PÚBLICOS FEDERAIS EM ELEIÇÕES MUNICIPAIS ELEIÇÕES 2008 ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO Presidência

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO Nº 23.341*

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO Nº 23.341* TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO Nº 23.341* INSTRUÇÃO Nº 933-81.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Arnaldo Versiani Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Calendário

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE EDUCAÇÃO, LETRAS E ARTES CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS E RESPECTIVAS LITERATURAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE EDUCAÇÃO, LETRAS E ARTES CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS E RESPECTIVAS LITERATURAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE EDUCAÇÃO, LETRAS E ARTES CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS E RESPECTIVAS LITERATURAS EDITAL N 001/2014 EDITAL DE ELEIÇÃO DE COORDENADOR E VICE-COORDENADOR DO CURSO DE LETRAS:

Leia mais

PLANO DE AULAS CURSO ONLINE PRINCIPAIS TEMAS PFN (GRUPO 1 + PROCESSO CIVIL)

PLANO DE AULAS CURSO ONLINE PRINCIPAIS TEMAS PFN (GRUPO 1 + PROCESSO CIVIL) PLANO DE AULAS CURSO ONLINE PRINCIPAIS TEMAS PFN (GRUPO 1 + PROCESSO CIVIL) Disciplina: Direito Constitucional Ravi Peixoto, Procurador Municipal. 10 (Dez) horas/aulas. 1 2 3 4 5 6 7 57:00m 54:00m 50:00m

Leia mais

SUMÁRIO O AUTOR... 5 DEDICATÓRIA... 7 AGRADECIMENTOS... 9 APRESENTAÇÃO... 17. Parte I PEÇAS PRÁTICO-PROFISSSIONAL... 19 INTRODUÇÃO GERAL...

SUMÁRIO O AUTOR... 5 DEDICATÓRIA... 7 AGRADECIMENTOS... 9 APRESENTAÇÃO... 17. Parte I PEÇAS PRÁTICO-PROFISSSIONAL... 19 INTRODUÇÃO GERAL... Sumário 11 SUMÁRIO O AUTOR... 5 DEDICATÓRIA... 7 AGRADECIMENTOS... 9 APRESENTAÇÃO... 17 Parte I PEÇAS PRÁTICO-PROFISSSIONAL... 19 INTRODUÇÃO GERAL... 21 Capítulo I PETIÇÃO INICIAL DE AÇÃO PELO RITO ORDINÁRIO...

Leia mais

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante INTRODUÇÃO II - DO OBJETO E DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS III - DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA IV - DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO V - DO RECEBIMENTO DA DOCUMENTAÇÃO E DA PROPOST VI - ABERTURA DOS ENVELOPES VII - DA DOCUMENTAÇÃO

Leia mais

Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015

Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015 Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015 A Coalizão é uma articulação da sociedade brasileira visando a uma Reforma Política Democrática. Ela é composta atualmente por 101 entidades,

Leia mais

SUMÁRIO PREFÁCIO... 13 AGRADECIMENTOS... 15 APRESENTAÇÃO... 17 NOTA INTRODUTÓRIA...

SUMÁRIO PREFÁCIO... 13 AGRADECIMENTOS... 15 APRESENTAÇÃO... 17 NOTA INTRODUTÓRIA... XXSUMÁRIO PREFÁCIO... 13 AGRADECIMENTOS... 15 APRESENTAÇÃO... 17 NOTA INTRODUTÓRIA... 19 1. A TRISTE REALIDADE DA POLITICAGEM BRASILEIRA: UMA VERDADE QUE PRECISA SER ENFRENTADA COM RIGOR E FIRMEZA PELAS

Leia mais

RESOLUÇÃO N 23.217 INSTRUÇÃO N 23-88.2010.6.00.0000 - CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL.

RESOLUÇÃO N 23.217 INSTRUÇÃO N 23-88.2010.6.00.0000 - CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 23.217 INSTRUÇÃO N 23-88.2010.6.00.0000 - CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 23.217, DE 02 DE MARÇO DE 2010

RESOLUÇÃO Nº 23.217, DE 02 DE MARÇO DE 2010 RESOLUÇÃO Nº 23.217, DE 02 DE MARÇO DE 2010 INSTRUÇÃO Nº 23-88.2010.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Dispõe sobre a arrecadação e os gastos de recursos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO EDITAL Nº JFRJ-EDT-2015/00168 EDITAL DE SELEÇÃO DE ENTIDADES, PÚBLICAS OU PRIVADAS, INTERESSADAS EM ACOLHER, GRATUITAMENTE, BENEFICIÁRIOS DE SANÇÃO ALTERNATIVA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, E DE SELEÇÃO DE

Leia mais