Vírus de computador Introdução Um vírus de computador nada mais é que um programa ou instrução de máquina que visa prejudicar o próprio usuário ou a

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Vírus de computador Introdução Um vírus de computador nada mais é que um programa ou instrução de máquina que visa prejudicar o próprio usuário ou a"

Transcrição

1 Vírus de computador Introdução Um vírus de computador nada mais é que um programa ou instrução de máquina que visa prejudicar o próprio usuário ou a terceiros. Em informática, um vírus de computador é um programa malicioso desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta o sistema, faz cópias de si mesmo e tenta se espalhar para outros computadores, utilizando-se de diversos meios. A maioria das contaminações ocorre pela ação do usuário executando o arquivo infectado recebido como um anexo de um . A segunda causa de contaminação é por Sistema Operacional desatualizado, sem correções de segurança, que poderiam corrigir vulnerabilidades conhecidas dos sistemas operacionais ou aplicativos, que poderiam causar o recebimento e execução do vírus inadvertidamente. Ainda existem alguns tipos de vírus que permanecem ocultos em determinadas horas, entrando em execução em horas especificas.

2 História Evolução da quantidade de Vírus informático ao longo dos anos. Em 1983, Len Eidelmen demonstrou em um seminário sobre segurança computacional, um programa auto-replicante em um sistema VAX11/750. Este conseguia instalar-se em vários locais do sistema. Um ano depois, na 7th Annual Information Security Conference, o termo vírus de computador foi definido como um programa que infecta outros programas, modificando-os para que seja possível instalar cópias de si mesmo. O primeiro vírus para PC nasceu em 1986 e chamava-se Brain, era da classe dos Vírus de Boot, ou seja, danificava o sector de inicialização do disco rígido. A sua forma de propagação era através de uma disquete contaminada. Apesar do Brain ser considerado o primeiro vírus conhecido, o título

3 de primeiro código malicioso pertence ao Elk Cloner, escrito por Rich Skrenta. Dados estatísticos Até vírus conhecidos; Até vírus conhecidos; Até vírus conhecidos; Até vírus conhecidos; Até Aproximadamente vírus conhecidos; Até Aproximadamente vírus conhecidos; Até Novembro de Mais de vírus conhecidos. Até Março de Mais vírus conhecidos. Evolução dos vírus dos micro-computadores? 1983 O pesquisador Fred Cohen (Doutorando de Engª. Elétrica da Univ. da Califórnia do Sul), entre suas pesquisas, chamou os programas de códigos nocivos como "Vírus de Computador".

4 1987 Surge o primeiro Vírus de Computador escrito por dois irmãos: Basit e Amjad que foi batizado como 'Brain', apesar de ser conhecido também como: Lahore, Brain-a, Pakistani, Pakistani Brain, e UIU. O Vírus Brain documentado como 'Vírus de Boot', infectava o setor de incialização do disco rígido, e sua propagação era através de um disquete que ocupava 3k, quando o boot ocorria, ele se transferia para o endereço da memória "0000:7C00h" da Bios que o automaticamente o executava Surge o primeiro Antivírus, por Denny Yanuar Ramdhani em Bandung, Indonésia. O primeiro Antivírus a imunizar sistema contra o vírus Brain, onde ele extrai as entradas do vírus do computador em seguida imunizava o sistema contra outros ataques da mesma praga 1989 Aparece o Dark Avenger, o qual vem contaminando rapidamente os computadores, mas o estrago é bem lento, permitindo que o vírus passe despercebido. A IBM fornece o primeiro antivírus comercial. No início do ano de 1989, apenas 9% das empresas

5 pesquisadas tinha um vírus. No final do ano, esse número veio para 63% Michelangelo, o primeiro vírus a aparecer na mídia. É programado para sobregravar partes das unidades de disco rígido criando pastas e arquivos com conteúdos falsos em 6 de março, dia do nascimento do artista da Renascença. As vendas de software antivírus subiram rapidamente Nome do vírus Pathogen, feito na Inglaterra, é rastreado pela Scotland Yard e condenado a 18 meses de prisão. É a primeira vez que o autor de um vírus é processado por disseminar código destruidor Nome do vírus Concept, o primeiro vírus de macro. Escrito em linguagem Word Basic da Microsoft, pode ser executado em qualquer plataforma com Word - PC ou Macintosh. O Concept se espalha facilmente, pois se replicam atravéz do setor de boot, espalhando por todos os arquivos executaveis O vírus Chernobyl, deleta o acesso a unidade de disco e não deixa o usuário ter acesso ao sistema. Seu aparecimento deu-se em abril. Sua contaminação foi bem pouco no

6 Estados Unidos, mas provocou danos difundidos no exterior. A China sofreu um prejuízo de mais de US$ 291 milhões. Turquia e Coréia do Sul foram duramente atingidas O vírus LoveLetter, liberado nas Filipinas, varre a Europa e os Estados Unidos em seis horas. Infecta cerca de 2,5 milhões a 3 milhões de máquinas. Causou danos estimados em US$ 8,7 bilhões A "moda" são os códigos nocivos do tipo Worm (proliferam-se por páginas da Internet e principalmente por ). Nome de um deles é o VBSWorms Generator, que foi desenvolvido por um programador argentino de apenas 18 anos Em torno de 2006 e 2007 houve muitas ocorrências de vírus no Orkut que é capaz de enviar scraps (recados) automaticamente para todos os contatos da vítima na rede social, além de roubar senhas e contas bancárias de um micro infectado através da captura de teclas e cliques. Apesar de que aqueles que receberem o recado precisam clicar em um link para se infectar, a relação de confiança existente entre os amigos aumenta muito a

7 possibilidade de o usuário clicar sem desconfiar de que o link leva para um worm. Ao clicar no link, um arquivo bem pequeno é baixado para o computador do usuário. Ele se encarrega de baixar e instalar o restante das partes da praga, que enviará a mensagem para todos os contatos do Orkut. Além de simplesmente se espalhar usando a rede do Orkut, o vírus também rouba senhas de banco, em outras palavras, é um clássico Banker. Crackers e hackers Há quem diga que cracker e hacker são a mesma coisa, mas tecnicamente há uma diferença. Hackers são os que quebram senhas, códigos e sistemas de segurança por puro prazer em achar tais falhas. Preocupamse em conhecer o funcionamento mais íntimo de um sistema computacional ou seja uma sem intenções de prejudicar outras ou invadir sistemas. Já o Cracker é o criminoso virtual, que extorque pessoas usando seus conhecimentos, usando as mais variadas estratégias. Há cerca de 20 anos, eram aficcionados em informática, conheciam muitas linguagens de programação e quase sempre

8 jovens, que criavam seus vírus, para muitas vezes, saber o quanto eles poderiam se propagar. Hoje em dia é completamente diferente; são pessoas que atacam outras máquinas com fins criminosos com um objetivo traçado: capturar senhas bancárias, números de conta e informações privilegiadas que lhes despertem a atenção. Porém, já se criou um verdadeiro mercado negro de vírus de computador, onde certos sites, principalmente russos, disponibilizam downloads de vírus e kits para qualquer um que puder pagar, virar um Cracker, o que é chamado de terceirização da "atividade". Em geral um hacker não gosta de ser confundido com um cracker. Tipos de virus de computador Vírus de Boot Um dos primeiros tipos de vírus conhecido, o vírus de boot infecta a partição de inicialização do sistema operacional. Assim, ele é ativado quando o computador é ligado e o sistema operacional é carregado. Time Bomb

9 Os vírus do tipo "bomba-relógio" são programados para se ativarem em determinados momentos, definidos pelo seu criador. Uma vez infectando um determinado sistema, o vírus somente se tornará ativo e causará algum tipo de dano no dia ou momento previamente definido. Alguns vírus se tornaram famosos, como o "Sexta-Feira 13", "Michelangelo", "Eros" e o "1º de Abril (Conficker)". Minhocas, worm ou vermes Como o interesse de fazer um vírus é ele se espalhar da forma mais abrangente possível, os seus criadores por vezes, deixaram de lado o desejo de danificar o sistema dos usuários infectados e passaram a programar seus vírus de forma que apenas se repliquem, sem o objetivo de causar graves danos ao sistema. Desta forma, os seus autores visam tornar suas criações mais conhecidas na Internet. Este tipo de vírus passou a ser chamada de verme ou worm. Eles estão mais aperfeiçoados, já há uma versão que ao atacar a máquina hospedeira, não só se replica, mas também se propaga pela internet pelos que estão

10 registrados no cliente de , infectando as máquinas que abrirem aquele , reiniciando o ciclo. Trojans ou cavalos de Tróia Certos vírus trazem em seu bojo um código a parte, que permite a um estranho acessar o micro infectado ou coletar dados e enviá-los pela Internet para um desconhecido, sem notificar o usuário. Estes códigos são denominados de Trojans ou cavalos de Tróia. Inicialmente, os cavalos de Tróia permitiam que o micro infectado pudesse receber comandos externos, sem o conhecimento do usuário. Desta forma o invasor poderia ler, copiar, apagar e alterar dados do sistema. Atualmente os cavalos de Tróia agora procuram roubar dados confidenciais do usuário, como senhas bancárias. Os vírus eram no passado, os maiores responsáveis pela instalação dos cavalos de Tróia, como parte de sua ação, pois eles não têm a capacidade de se replicar. Atualmente, os cavalos de Tróia não mais chegam exclusivamente transportados por vírus, agora são instalados quando o usuário baixa um

11 arquivo da Internet e o executa. Prática eficaz devido a enorme quantidade de s fraudulentos que chegam nas caixas postais dos usuários. Tais s contém um endereço na Web para a vítima baixar o cavalo de Tróia, ao invés do arquivo que a mensagem diz ser. Esta prática se denomina phishing, expressão derivada do verbo to fish, "pescar" em inglês. Atualmente, a maioria dos cavalos de Tróia visam sites bancários, "pescando" a senha digitada pelos usuários dos micros infectados. Há também cavalos de Tróia que ao serem baixados da internet "guardados" em falsos programas ou em anexos de , encriptografam os dados e os comprimem no formato ZIP. Um arquivo. txt dá as "regras do jogo": os dados foram "seqüestrados" e só serão "libertados" mediante pagamento em dinheiro para uma determinada conta bancária, quando será fornecido o código restaurador. Também os cavalos de tróia podem ser usados para levar o usuário para sites falsos, onde sem seu conhecimento, serão baixados trojans para fins criminosos, como aconteceu com os links do google, pois uma falha de segurança poderia levar um usuário para uma página

12 falsa. Por este motivo o serviço esteve fora do ar por algumas horas para corrigir esse bug, pois caso contrário as pessoas que não distinguissem o site original do falsificado seriam afetadas. Outra conseqüência é o computador tornar-se um zumbi e, sem que o usuário perceba, executar ações como enviar Spam, se autoenviar para infectar outros computadores e fazer ataques a servidores (normalmente um DDoS, um acrônimo em inglês para Distributed Denial of Service em português, ataque distribuído de negação de serviço). Ainda que apenas um micro de uma rede esteja infectado, este pode consumir quase toda a banda de conexão com a internet realizando essas ações mesmo que o computador esteja sem utilização, apenas ligado. O objetivo, muitas vezes é criar uma grande rede de computadores zumbis que, juntos, possam realizar um grande ataque a algum servidor que o autor do vírus deseja "derrubar" ou causar grande lentidão. Hijackers

13 Hijackers são programas ou scripts que "sequestram" navegadores de Internet. Quando isso ocorre, o hijacker altera a página inicial do browser e impede o usuário de mudá-la, exibe propagandas em pop-ups ou janelas novas, instala barras de ferramentas no navegador e podem impedir acesso a determinados sites (como sites de software antivírus, por exemplo). Vírus no Orkut Em torno de 2006 e 2007 houve muitas ocorrências de vírus no Orkut que é capaz de enviar scraps (recados) automaticamente para todos os contatos da vítima na rede social, além de roubar senhas e contas bancárias de um micro infectado através da captura de teclas e cliques. Apesar de que aqueles que receberem o recado precisam clicar em um link para se infectar, a relação de confiança existente entre os amigos aumenta muito a possibilidade de o usuário clicar sem desconfiar de que o link leva para um worm. Ao clicar no link, um arquivo bem pequeno é baixado para o computador do usuário. Ele se encarrega de baixar e instalar o restante das partes da praga,

14 que enviará a mensagem para todos os contatos do Orkut. Além de simplesmente se espalhar usando a rede do Orkut, o vírus também rouba senhas de banco, em outras palavras, é um clássico Banker. Keylogger O KeyLogger é uma das espécies de vírus existentes, o significado dos termos em inglês que mais se encaixa no contexto seria: Capturador de teclas. Ao serem executados, normalmente os keyloggers ficam escondidos no sistema operacional, sendo assim a vítima não tem como saber que está sendo monitorada. Atualmente os keyloggers são desenvolvidos para meios ilícitos, como por exemplo roubo de senhas. São utilizados também por usuários com um pouco mais de conhecimento para poder obter senhas pessoais, como , contas bancarias, entre outros. Existem tipos de keyloggers que capturam a tela da vítima, sendo assim, quem implantou o keylogger tem controle sobre o que a pessoa está fazendo no computador. Este tipo de vírus pode conter um efeito colateral, que ao tentar capturar as teclas

15 digitadas, ele pode conseqüentemente impedir que alguns tipos de caracteres especiais sejam digitados. Alguns sites de bancos, para tentar proteger os clientes de keyloggers, fornecem uma tela para que a pessoa clique nos caracteres, como um teclado virtual, porem infelizmente, hoje em dia, criminosos da internet ja possuem recursos para roubar cliques, assim pode-se saber onde a pessoa clicou. Por isso sempre é bom manter o sistema operacional, navegador e antivirus sempre atualizados. É importante também sempre utilizar um anti spyware associado ao anti virus.! Os cliques são chamados clicklogger, eles captam todos os cliques do mouse de um computador,em geral são usados para ver onde a pessoa clicou. Estado Zumbi O estado zumbi em um computador ocorre quando é infectado e está sendo controlado por terceiros. Podem usá-lo para disseminar, vírus, keyloggers, e procedimentos invasivos em geral. Usualmente esta situação ocorre pelo fato da máquina estar com seu Firewall e ou Sistema Operacional desatualizados. Segundo

16 estudos na área, um computador que está na internet nessas condições tem quase 50% de chance de se tornar uma máquina zumbi, que dependendo de quem está controlando, quase sempre com fins criminosos, como acontece vez ou outra, quando crackers são presos por formar exércitos zumbis para roubar dinheiro das contas correntes e extorquir. Vírus de Macro Os vírus de macro (ou macro vírus) vinculam suas macros a modelos de documentos gabaritos e a outros arquivos de modo que, quando um aplicativo carrega o arquivo e executa as instruções nele contidas, as primeiras instruções executadas serão as do vírus. Vírus de macro são parecidos com outros vírus em vários aspectos: são códigos escritos para que, sob certas condições, este código se "reproduz", fazendo uma cópia dele mesmo. Como outros vírus, eles podem ser escritos para causar danos, apresentar uma mensagem ou fazer qualquer coisa que um programa possa fazer.

17 Resumindo,virus de macro infecta os arquivos do Microsoft Office (.doc - word,.xls - excel,.ppt - power point,.mdb - access.) Novos meios Muito se fala de prevenção contra vírus de computador em computadores pessoais, o famoso PC, mas pouca gente sabe que com a evolução, aparelhos que tem acesso à internet, como muitos tipos de telefones celulares, handhelds, VOIP, etc podem estar atacando e prejudicando a performance dos aparelhos em questão. Por enquanto são casos isolados, mas o temor entre especialistas em segurança digital é que com a propagação de uma imensa quantidade de aparelhos com acesso à internet, hackers e crackers irão se interessar cada vez mais por atacar esses novos meios de acesso a web. Também se viu recentemente que vírus podem chegar em produtos eletrônicos defeituosos, como aconteceu recentemente com ipods da Apple, que trazia um "inofensivo" vírus (qualquer antivírus o elimina, antes que ele elimine alguns arquivos contidos no ipod), nessas

18 situações, avisar o fabricante é essencial para evitar danos muito grandes SPLOG Existem também o falso blog, ou splog, que nada é mais do que um blog em que na realidade de propaganda, quase sempre, isso é geralmente para alavancar as vendas de algum produto, raramente faz algum mal, mas pode conter links que podem ser perigosos. [1] Detectando, prevenindo e combatendo os vírus Nada pode garantir a segurança total de um computador. Entretanto, você pode melhorar a segurança dele e diminuir a probabilidade de ser infectado. Remover um vírus de um sistema sem a ajuda das ferramentas necessárias é uma tarefa complicada até mesmo para um profissional. Alguns vírus e outros programas maliciosos (incluindo o spyware) estão programados para re-infectar o computador mesmo depois de detectados e removidos. Atualizar o computador periodicamente é uma ação preventiva contra os vírus. Além dessa opção, existem algumas empresas que

19 fornecem ferramentas não gratuitas, que ajudam na detecção, prevenção e remoção permanente dos vírus. Para os usuários do sistema operacional (OS) Windows, abaixo segue a lista de alguns sites que ajudam no combate contra os vírus. (todos em inglês) Antivírus Os antivírus são programas desenvolvidos por empresas de segurança, com o objetivo de detectar e eliminar vírus encontrados no computador. Os antivírus possuem uma base de dados contendo as assinaturas dos vírus de que podem eliminar. Desta forma, somente após a atualização de seu banco de dados, os vírus recém-descobertos podem ser detectados. Alguns antivírus dispõem da tecnologia heurística, que é uma forma de detectar a ação de um vírus ainda desconhecido através de sua ação no sistema do usuário. A Panda Software criou um serviço de heurística que foi muito popular, porque detectou 98.92% dos vírus desconhecidos (não na sua base de dados) em um teste. Agora, as pessoas com esta

20 heurística podem ficar 98.92% mais descansadas! Hoje em dia os Antivírus podem ter "Proteção em Tempo Real" que detecta os códigos maliciosos desde que você inicie o computador até que o desligue. Esta tecnologia torna mais fácil de o utilizador ficar protegido. Firewall Pessoal Os firewall's pessoais são programas desenvolvidos por empresas de software com o objetivo de evitar que o computador pessoal seja vítima de ataques maliciosos (ou os "Blended Threats" - codigos maliciosos que se espalham pela Internet sem que o utilizador do computador que infecta/está a infectar saiba) e os ataques de programas espiões. Falando da sua função relacionada com os vírus, este programa vigia as "portas" (as portas TCP/IP são os meios de comunicação, associado a um determinado aplicativo, que deixam trafegar a informação do computador para a rede), de maneira a impedir que os vírus ataquem num determinado protocolo. Assim, se instalar um firewall pessoal em seu computador, o usuário está protegido contra ataques de muitos vírus,

21 evitando que eles tenham acesso ao seu computador e a seus arquivos! O firewall também protege de ataques de cracker's (pessoas que pretendem invadir o seu sistema ), porque ao vigiar o tráfego das portas dos protocolos, conseguem detectar tentativas de intrusões no seu sistema por um computador remoto. Antiespiões (antispywares) Um anti-spyware é um software indicado para eliminar os espiões (spywares), ou, quando pouco, detectá-los e, se possível, inativá-los, enviando-os a quarentena. Tal como os antivírus, necessitam ter sua base de dados atualizada constantemente. Os anti-spywares costumam vigiar certas entradas no registro do Windows para detectar tentativas de infecção, mas eventualmente não conseguem identificar o que está tentando alterar o registro - podendo ser mesmo um spyware ou de fato um vírus. Engenharia social Embora se tenha dado um grande avanço no sentido de se tornar sistemas computacionais

22 cada vez mais seguros, isso pode de nada valer frente as engenharia social, que são técnicas de convencer o usuário a entregar dados como senhas bancárias, número do cartão de crédito, dados financeiros em geral, seja numa conversa informal e despreocupada em uma sala de bate papo, em um messenger, onde geralmente costumam ocorrer tais atos, e até mesmo pessoalmente. Por isso, NUNCA se deve fornecer qualquer tipo de senha de qualquer espécie, pois a porta de entrada para a perda de informações, espionagem, furto de dinheiro em uma conta bancária e detalhes pessoais podem cair na mãos de pessoas desconhecidas que não se sabe que tipo de destino podem dar a essas informações. Atualmente, são obtidos dados dessa espécie e dados mais específicos também (tipo senhas de redes de computadores de empresas, localização de back door, etc.). A engenharia Social, não possui o menor vínculo com o hacking, são técnicas totalmente diferentes uma da outra. "O Engenheiro Social prevê a suspeita e a resistência, e ele está

23 sempre preparado para transformar a desconfiança em confiança. Um bom Engenheiro planeja o seu ataque como um jogo de xadrez. " [2] Dinheiro em forma de bits Com tantos crackers obtendo senhas ao redor do mundo, é inevitável a criação de vínculos entre eles, que passam a usar dados roubados como moeda de troca. Hoje os dados de acesso dos usuários são comercializados por verdadeiras quadrilhas online. É comum encontrar mensagens do tipo "Tenho a senha de 100 contas bancárias do banco X, quem dá mais por elas?" em diversos fóruns especializados. Um verdadeiro mercado negro se forma em salas de bate-papo clandestinas, onde essas negociatas são realizadas entre um verdadeiro oceano de códigos, siglas e abreviaturas - um prato cheio para os cyberladrões. De posse de dados de acesso a contas bancárias, os criminosos virtuais conseguem realizar fraudes e transferências ilegais de dinheiro com grande facilidade. Há um golpe também conhecido onde os ladrões realizam pagamentos de contas de terceiros

24 online utilizando contas correntes roubadas. Mas as contas bancárias não são os únicos alvos: contas de acesso em comunidades virtuais também são utilizadas em fraudes e para plantar mensagens com links para download de vírus e trojans. O que fazer? 1. Formatar o texto com a fonte Times New Roman, tamanho 12 para o texto e 14 para os títulos e subtítulos. 2. Separar o texto em títulos e subtítulos. 3. Criar um sumário em uma página separada (a primeira do arquivo). 4. Numerar as páginas, mas não deixar numeração na pagina do sumário. 5. No cabeçalho, escrever SENAI CATAGUASES / CFPJIP

25 6. No rodapé, escrever o nome do curso: Aprendizagem em instalação e manutenção de computadores e redes 7. Utilizar letra capitular na primeira letra do primeiro parágrafo de cada Título Separar itens, do texto que necessitem, com marcadores e numeração. 9. Configurar as margens da página para: 2cm esquerda, 1,5 direita, inferior e superior. 10. Espaçamento entre linhas dos títulos = 1.5, e no texto = Utilize a auto correção para solucionar possíveis problemas de ortografia e gramática no texto dado. 12. Criar um mala direta para os seguintes clientes:

26 Com o seguinte texto E salvar em um arquivo chamado malas diretas. 13. Salvar o exercício em uma pasta chamada: Exercício Word - Nome no drive E:\

Em informática, um vírus de computador é um software malicioso que vem sendo desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta

Em informática, um vírus de computador é um software malicioso que vem sendo desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta Em informática, um vírus de computador é um software malicioso que vem sendo desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta o sistema, faz cópias de si mesmo e tenta se espalhar

Leia mais

www.mousecomcursos.com.br

www.mousecomcursos.com.br A marca Mouse Com foi idealizada e fundada em agosto de 2000. O seu principal objetivo é oferecer Capacitação Profissional de qualidade, utilizando conteúdos referentes, a rotina diária de uma empresa.

Leia mais

Antivírus. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Antivírus. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Antivírus Prof. Marciano dos Santos Dionizio O que é Vírus Em informática, um vírus de computador é um software malicioso que vem sendo desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico,

Leia mais

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso:

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso: MALWARE Spyware É o termo utilizado para se referir a uma grande categoria de software que tem o objetivo de monitorar atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros. Seguem

Leia mais

COLÉGIO DEGRAUS. Vírus e antivírus. Notas: Corretor: Orientadora: Banca: Média: CARNEVALLI, Lucas V. VILARES, Laura P. Nº 07 2º EM Informática

COLÉGIO DEGRAUS. Vírus e antivírus. Notas: Corretor: Orientadora: Banca: Média: CARNEVALLI, Lucas V. VILARES, Laura P. Nº 07 2º EM Informática COLÉGIO DEGRAUS CARNEVALLI, Lucas V. VILARES, Laura P. Nº 07 2º EM Informática Vírus e antivírus Notas: Corretor: Orientadora: Banca: Média: Jundiaí - 2009 Justificativa O tema que eu escolhi foi Vírus

Leia mais

Tipos de pragas Virtuais; Como funciona os antivírus; Principais golpes virtuais; Profº Michel

Tipos de pragas Virtuais; Como funciona os antivírus; Principais golpes virtuais; Profº Michel Tipos de pragas Virtuais; Como funciona os antivírus; Principais golpes virtuais; Profº Michel Tipos de pragas virtuais 1 Vírus A mais simples e conhecida das ameaças. Esse programa malicioso pode ligar-se

Leia mais

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA DIGITAL Wagner de Oliveira OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA Hoje em dia a informação é um item dos mais valiosos das grandes Empresas. Banco do Brasil Conscientizar da necessidade

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2 SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2 Segurança da Informação A segurança da informação busca reduzir os riscos de vazamentos, fraudes, erros, uso indevido, sabotagens, paralisações, roubo de informações ou

Leia mais

INE 5223 Informática para Secretariado

INE 5223 Informática para Secretariado 4. AMBIENTE INTERNET UFSC Prof.: Achilles Colombo Prudêncio 4. Ambiente Internet UFSC 4.2. Utilização de Recursos da Internet O uso dos recursos da Internet vem sendo comentado sempre, em todos os tópicos

Leia mais

Programa que, além de incluir funcionalidades de worms, dispõe de mecanismos de comunicação com o invasor, permitindo que seja controlado remotamente.

Programa que, além de incluir funcionalidades de worms, dispõe de mecanismos de comunicação com o invasor, permitindo que seja controlado remotamente. TIPOS DE VÍRUS Principais Tipos de Códigos Maliciosos 1. Virus Programa que se propaga infectando, isto é, inserindo cópias de si mesmo e se tornando parte de outros programas e arquivos de um computador.

Leia mais

O Firewall do Windows vem incorporado ao Windows e é ativado automaticamente.

O Firewall do Windows vem incorporado ao Windows e é ativado automaticamente. Noções básicas sobre segurança e computação segura Se você se conecta à Internet, permite que outras pessoas usem seu computador ou compartilha arquivos com outros, deve tomar algumas medidas para proteger

Leia mais

Códigos Maliciosos. Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

Códigos Maliciosos. Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Códigos Maliciosos Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Agenda Códigos maliciosos Tipos principais Cuidados a serem tomados Créditos Códigos maliciosos (1/3) Programas especificamente

Leia mais

Códigos Maliciosos. <Nome> <Instituição> <e-mail>

Códigos Maliciosos. <Nome> <Instituição> <e-mail> Códigos Maliciosos Agenda Códigos maliciosos Tipos principais Cuidados a serem tomados Créditos Códigos maliciosos (1/3) Programas especificamente desenvolvidos para executar

Leia mais

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Segurança da Informação está relacionada com proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor

Leia mais

Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP

Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP Aula de hoje: Periférico de entrada/saída, memória, vírus, Windows, barra tarefas. Prof: Lucas Aureo Guidastre Memória A memória RAM é um componente essencial

Leia mais

Vírus Professor: Pedro R3 Junior. Vírus

Vírus Professor: Pedro R3 Junior. Vírus Conceitos Conceitos Pequenos segmentos de código com capacidade de se agregar ao código de outros programas. Além do mecanismo de reprodução disparado a cada vez que o programa infectado é executado, eles

Leia mais

PROFESSOR: Flávio Antônio Benardo E-mail: flavioufrpe@yahoo.com.br Vírus de computador

PROFESSOR: Flávio Antônio Benardo E-mail: flavioufrpe@yahoo.com.br Vírus de computador ESCOLA TÉCNICA DE PALMARES PROFESSOR: Flávio Antônio Benardo E-mail: flavioufrpe@yahoo.com.br Vírus de computador DEFINIÇÃO É um pequeno programa que se autocópia e/ou faz alterações em outros arquivos

Leia mais

Segurança em computadores e em redes de computadores

Segurança em computadores e em redes de computadores Segurança em computadores e em redes de computadores Uma introdução IC.UNICAMP Matheus Mota matheus@lis.ic.unicamp.br @matheusmota Computador/rede segura Confiável Integro Disponível Não vulnerável 2 Porque

Leia mais

Noções de Segurança na Internet. Seminário de Tecnologia da Informação Codevasf

Noções de Segurança na Internet. Seminário de Tecnologia da Informação Codevasf Noções de Segurança na Internet Conceitos de Segurança Precauções que devemos tomar contra riscos, perigos ou perdas; É um mal a evitar; Conjunto de convenções sociais, denominadas medidas de segurança.

Leia mais

Ameaças a computadores. Prof. César Couto

Ameaças a computadores. Prof. César Couto Ameaças a computadores Prof. César Couto Conceitos Malware: termo aplicado a qualquer software desenvolvido para causar danos em computadores. Estão nele incluídos vírus, vermes e cavalos de tróia. Vírus:

Leia mais

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma loja específica Manter um Antivírus atualizado; Evitar

Leia mais

Vírus é um programa. Sendo que este programa de computadores é criado para prejudicar o equipamento ou sabotar os dados nele existente.

Vírus é um programa. Sendo que este programa de computadores é criado para prejudicar o equipamento ou sabotar os dados nele existente. Segurança da Informação Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br Engenharia Social Chama-se Engenharia Social as práticas utilizadas para obter acesso a informações importantes ou sigilosas em organizações

Leia mais

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Pragas Virtuais

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Pragas Virtuais Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores Pragas Virtuais 1 Pragas Virtuais São programas desenvolvidos com fins maliciosos. Pode-se encontrar algumas semelhanças de um vírus de computador com

Leia mais

Malwares. Algumas das diversas formas como os códigos maliciosos podem infectar ou comprometer um computador são:

Malwares. Algumas das diversas formas como os códigos maliciosos podem infectar ou comprometer um computador são: Malwares Códigos Maliciosos - Malware Códigos maliciosos (malware) são programas especificamente desenvolvidos para executar ações danosas e atividades maliciosas em um computador. Algumas das diversas

Leia mais

Capítulo 1: Introdução...3

Capítulo 1: Introdução...3 F-Secure Anti-Virus for Mac 2014 Conteúdo 2 Conteúdo Capítulo 1: Introdução...3 1.1 O que fazer após a instalação...4 1.1.1 Gerenciar assinatura...4 1.1.2 Abrir o produto...4 1.2 Como me certificar de

Leia mais

Antivírus. Trabalho elaborado por. Ana Ferreira. Patricia Ferreira

Antivírus. Trabalho elaborado por. Ana Ferreira. Patricia Ferreira Antivírus Trabalho elaborado por Ana Ferreira Patricia Ferreira Índice O que são... 3 Para que servem?... 3 Dicas De Segurança: Antivírus Pagos Ou Gratuitos?... 4 Como se faz a instalação do antivírus?

Leia mais

MALWARE`S. Disciplina : Informática ll - Válquer Coêlho

MALWARE`S. Disciplina : Informática ll - Válquer Coêlho MALWARE`S Disciplina : Informática ll - Válquer Coêlho MALWARE O termo software; é proveniente do inglês malicious É destinado a se infiltrar em um sistema de computador alheio de forma ilícita, com o

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Códigos maliciosos são usados como intermediários e possibilitam a prática de golpes, a realização de ataques e o envio de spam Códigos maliciosos, também conhecidos como pragas

Leia mais

Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança de Redes de Computadores Adriano J. Holanda

Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança de Redes de Computadores Adriano J. Holanda Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança de Redes de Computadores Adriano J. Holanda Segurança na rede Segurança na rede refere-se a qualquer atividade planejada para proteger sua rede. Especificamente

Leia mais

13/3/2012. Prof. Flávio Ferry DIE UFPI - 2012

13/3/2012. Prof. Flávio Ferry DIE UFPI - 2012 Prof. Flávio Ferry DIE UFPI - 2012 Pequeno programa criado com a intenção de provocar danos a dados ou lentidão de processamento. Razão do nome = Estes programas são feitos para serem auto instaláveis

Leia mais

A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais.

A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais. A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais. Sobre as práticas recomendadas para que a utilização da internet seja realizada

Leia mais

BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI)

BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) André Gustavo Assessor Técnico de Informática MARÇO/2012 Sumário Contextualização Definições Princípios Básicos de Segurança da Informação Ameaças

Leia mais

Kaspersky Anti-Virus 2013 Kaspersky Internet Security 2013 Lista de novos recursos

Kaspersky Anti-Virus 2013 Kaspersky Internet Security 2013 Lista de novos recursos Kaspersky Anti-Virus 2013 Kaspersky Internet Security 2013 Lista de novos recursos Sumário Visão geral de novos recursos 2 Instalação, ativação, licenciamento 2 Internet Security 3 Proteção Avançada 4

Leia mais

F-Secure Anti-Virus for Mac 2015

F-Secure Anti-Virus for Mac 2015 F-Secure Anti-Virus for Mac 2015 2 Conteúdo F-Secure Anti-Virus for Mac 2015 Conteúdo Capítulo 1: Introdução...3 1.1 Gerenciar assinatura...4 1.2 Como me certificar de que o computador está protegido...4

Leia mais

Aula 12 Lista de verificação de segurança para o Windows 7

Aula 12 Lista de verificação de segurança para o Windows 7 Aula 12 Lista de verificação de segurança para o Windows 7 Use esta lista de verificação para ter certeza de que você está aproveitando todas as formas oferecidas pelo Windows para ajudar a manter o seu

Leia mais

Aula 03 Malware (Parte 01) Visão Geral. Prof. Paulo A. Neukamp

Aula 03 Malware (Parte 01) Visão Geral. Prof. Paulo A. Neukamp Aula 03 Malware (Parte 01) Visão Geral Prof. Paulo A. Neukamp Mallware (Parte 01) Objetivo: Descrever de maneira introdutória o funcionamento de códigos maliciosos e os seus respectivos impactos. Agenda

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 3 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 3 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 3 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Apresentar os principais aspectos de segurança tanto no lado cliente quanto no servidor. Compreender as implicações de segurança individual

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS Usando um firewall para ajudar a proteger o computador A conexão à Internet pode representar um perigo para o usuário de computador desatento. Um firewall ajuda a proteger o computador impedindo que usuários

Leia mais

Segurança da Informação. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Segurança da Informação. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Segurança da Informação Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Cenário Atual Era da Informação e da Globalização: Avanços da Tecnologia da Informação; Avanços

Leia mais

Prof. Demétrios Coutinho

Prof. Demétrios Coutinho Prof. Demétrios Coutinho Hoje em dia a informação é o bem mais valioso de uma empresa/cliente. A segurança da informação é um conjunto de medidas que se constituem basicamente de controles e política de

Leia mais

Novidades do AVG 2013

Novidades do AVG 2013 Novidades do AVG 2013 Conteúdo Licenciamento Instalação Verificação Componentes Outras características Treinamento AVG 2 Licenciamento Instalação Verificação Componentes do AVG Outras características Treinamento

Leia mais

Combater e prevenir vírus em seu computador

Combater e prevenir vírus em seu computador Combater e prevenir vírus em seu computador Definição de vírus, worms, hoaxes, Tróias e vulnerabilidades de segurança Instruções para remover e evitar vírus Vulnerabilidades do sistema e ameaças de segurança

Leia mais

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Agenda Segurança o que é? Informação o que é? E Segurança da Informação? Segurança da Informação na UFBA

Leia mais

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop Guia de Inicialização Rápida O ESET NOD32 Antivirus 4 fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no mecanismo de

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Aguinaldo Fernandes Rosa

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Aguinaldo Fernandes Rosa SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO DICAS Aguinaldo Fernandes Rosa Especialista em Segurança da Informação Segurança da Informação Um computador (ou sistema computacional) é dito seguro se este atende a três requisitos

Leia mais

para Mac Guia de Inicialização Rápida

para Mac Guia de Inicialização Rápida para Mac Guia de Inicialização Rápida O ESET Cybersecurity fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no ThreatSense, o primeiro mecanismo de verificação

Leia mais

INTRODUÇÃO. O conteúdo programático foi pensado em concursos, assim simularemos algumas questões mais usadas em vestibular e provas de concursos.

INTRODUÇÃO. O conteúdo programático foi pensado em concursos, assim simularemos algumas questões mais usadas em vestibular e provas de concursos. INTRODUÇÃO Essa apostila foi idealizada como suporte as aulas de Informática Educativa do professor Haroldo do Carmo. O conteúdo tem como objetivo a inclusão digital as ferramentas de pesquisas on-line

Leia mais

A Segurança da informação está relacionada a diferentes aspectos que são referentes à integridade, confiabilidade e disponibilidade das informações.

A Segurança da informação está relacionada a diferentes aspectos que são referentes à integridade, confiabilidade e disponibilidade das informações. Módulo 5 Segurança da Informação 2.1 Segurança da Informação A Segurança da informação está relacionada a diferentes aspectos que são referentes à integridade, confiabilidade e disponibilidade das informações.

Leia mais

CONCEITOS GERAIS SOBRE SEGURANÇA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Me. Hélio Esperidião

CONCEITOS GERAIS SOBRE SEGURANÇA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Me. Hélio Esperidião CONCEITOS GERAIS SOBRE SEGURANÇA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof. Me. Hélio Esperidião CONCEITOS GERAIS SOBRE SEGURANÇA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO O conceito de segurança envolve formas de proteção e

Leia mais

Índice. Ameaças à Segurança da Informação. Introdução. Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa. E-Mail. Como Identificar um Phishing Scan

Índice. Ameaças à Segurança da Informação. Introdução. Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa. E-Mail. Como Identificar um Phishing Scan www.bradesco.com.br Índice Versão 01-2007 Introdução 2 Ameaças à Segurança da Informação 12 Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa 3 E-Mail 14 Procuradores e Níveis de Acesso 6 Como Identificar

Leia mais

Informática Aplicada a Gastronomia

Informática Aplicada a Gastronomia Informática Aplicada a Gastronomia Aula 3.1 Prof. Carlos Henrique M. Ferreira chmferreira@hotmail.com Introdução Quando você sai de casa, certamente toma alguns cuidados para se proteger de assaltos e

Leia mais

Capítulo 1: Introdução...3

Capítulo 1: Introdução...3 F-Secure Anti-Virus for Mac 2014 Conteúdos 2 Conteúdos Capítulo 1: Introdução...3 1.1 O que fazer após a instalação...4 1.1.1 Gerir subscrição...4 1.1.2 Abrir o produto...4 1.2 Como ter a certeza de que

Leia mais

Segurança no Computador

Segurança no Computador Segurança no Computador Segurança na Internet: Módulo 1 (CC Entre Mar E Serra), 2008 Segurança na Internet, CC Entre Mar E Serra 1 Segurança no Computador Um computador (ou sistema computacional) é dito

Leia mais

Prefeitura do Campus USP de Pirassununga Seção Técnica de Informática

Prefeitura do Campus USP de Pirassununga Seção Técnica de Informática CARTILHA DE INFORMÁTICA SEÇÃO TÉCNICA DE INFORMÁTICA PUSP-P Nº 002 - SETEMBRO/2014 TEMA: GOLPES POR EMAIL "NA DÚVIDA NÃO CLIQUE" RELEMBRANDO: Na cartilha nº 001 lançada em Julho de 2014 escrevemos dicas

Leia mais

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções.

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Esse box destina-se ao cliente que já efetuou o seu primeiro acesso e cadastrou um login e senha. Após

Leia mais

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET Cyber Security Pro fornece proteção de última geração para seu

Leia mais

Tecnologia e Informática

Tecnologia e Informática Tecnologia e Informática Centro Para Juventude - 2014 Capitulo 1 O que define um computador? O computador será sempre definido pelo modelo de sua CPU, sendo que cada CPU terá um desempenho diferente. Para

Leia mais

Conscientização sobre a Segurança da Informação. Suas informações pessoais não tem preço, elas estão seguras?

Conscientização sobre a Segurança da Informação. Suas informações pessoais não tem preço, elas estão seguras? Conscientização sobre a Segurança da Informação Suas informações pessoais não tem preço, elas estão seguras? PROFISSIONAIS DE O que é Segurança da Informação? A Segurança da Informação está relacionada

Leia mais

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD)

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD) ******* O que é Internet? Apesar de muitas vezes ser definida como a "grande rede mundial de computadores, na verdade compreende o conjunto de diversas redes de computadores que se comunicam e que permitem

Leia mais

Informática. Informática. Valdir

Informática. Informática. Valdir Informática Informática Valdir Questão 21 A opção de alterar as configurações e aparência do Windows, inclusive a cor da área de trabalho e das janelas, instalação e configuração de hardware, software

Leia mais

Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br

Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br Preservação da: confidencialidade: Garantia de que o acesso à informação seja obtido somente por pessoas autorizadas. integridade: Salvaguarda da exatidão

Leia mais

Administração de Empresas Ciências Contábeis Informática Aplicada

Administração de Empresas Ciências Contábeis Informática Aplicada Administração de Empresas Ciências Contábeis Informática Aplicada Prof. Renato M. renato5150@hotmail.com Aula 2 São pequenos programas feitos geralmente em linguagem de máquina, e que possuem a característica

Leia mais

Segurança em Computadores. GTI SEDU atendimento@sedu.es.gov.br

Segurança em Computadores. GTI SEDU atendimento@sedu.es.gov.br Segurança em Computadores GTI SEDU atendimento@sedu.es.gov.br Agenda Computadores Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Computadores (1/4) Computador pessoal grande quantidade de dados armazenados

Leia mais

Segurança na internet

Segurança na internet Segurança na internet Perigos da internet Cyberbullying Uso da internet para praticar ofensas e humilhações a alguém de forma constante Discriminação Quando há publicação de mensagem ou imagem preconceituosas

Leia mais

Segurança na Internet. Disciplina: Informática Prof. Higor Morais

Segurança na Internet. Disciplina: Informática Prof. Higor Morais Segurança na Internet Disciplina: Informática Prof. Higor Morais 1 Agenda Segurança de Computadores Senhas Engenharia Social Vulnerabilidade Códigos Maliciosos Negação de Serviço 2 Segurança de Computadores

Leia mais

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales Firewall Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales O que é Firewall? Firewall pode ser definido como uma barreira de proteção, que controla o tráfego de dados entre seu computador e a Internet (ou entre a

Leia mais

Engenharia social. A arte de manipular

Engenharia social. A arte de manipular Engenharia social A arte de manipular Definição Engenharia social é conhecida comumente como a arte de manipular pessoas para que realizem ações ou divulguem informações pessoais. Engenharia Social é a

Leia mais

Sobre a troca de mensagens por e-mail (eletronic mail) é correto afirmar que:

Sobre a troca de mensagens por e-mail (eletronic mail) é correto afirmar que: Assinale abaixo qual é o único exemplo de senha não segura. a) &8ufnrofm7 b) Mttpocs$%4 c) 1234deus d) **ddavmas! e)!@3oppepnp Sobre segurança na internet e antivírus é correto afirmar que: a) No sistema

Leia mais

Colunista explica bankers, da infecção até roubo de dados bancários. Seção de comentários está aberta para dúvidas sobre segurança.

Colunista explica bankers, da infecção até roubo de dados bancários. Seção de comentários está aberta para dúvidas sobre segurança. 28/09/09-09h43 - Atualizado em 28/09/09-12h34 Colunista explica bankers, da infecção até roubo de dados bancários. Seção de comentários está aberta para dúvidas sobre segurança. Altieres Rohr* Especial

Leia mais

Sistemas para Internet 06 Ataques na Internet

Sistemas para Internet 06 Ataques na Internet Sistemas para Internet 06 Ataques na Internet Uma visão geral dos ataques listados na Cartilha de Segurança para Internet do CGI Comitê Gestor da Internet Componente Curricular: Bases da Internet Professor:

Leia mais

GUIA DE TRANQÜILIDADE

GUIA DE TRANQÜILIDADE GUIA DE TRANQÜILIDADE NA INTERNET versão reduzida Você pode navegar com segurança pela Internet. Basta tomar alguns cuidados. Aqui você vai encontrar um resumo com dicas práticas sobre como acessar a Internet

Leia mais

Segurança em Comércio Eletrônico. <Nome> <Instituição> <e-mail>

Segurança em Comércio Eletrônico. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Comércio Eletrônico Agenda Comércio Eletrônico Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Comércio eletrônico (1/2) Permite: comprar grande quantidade

Leia mais

Ferramentas para Desenvolvimento Web

Ferramentas para Desenvolvimento Web Ferramentas para Desenvolvimento Web Profa. Dra. Joyce Martins Mendes Battaglia Mini Currículo Bel. em Ciência da Computação - Unib Mestre e doutora em Eng. Elétrica USP Professora /Coordenadora Pesquisadora

Leia mais

Segurança em Dispositivos Móveis

Segurança em Dispositivos Móveis Segurança em Dispositivos Móveis Lucas Ayres e Lucas Borges Ponto de Presença da RNP na Bahia {lucasayres,lucasborges}@pop ba.rnp.br 1 Agenda Dispositivos móveis Principais riscos e como se proteger Cuidados

Leia mais

F-Secure Anti-Virus for Mac 2015

F-Secure Anti-Virus for Mac 2015 F-Secure Anti-Virus for Mac 2015 2 Conteúdos F-Secure Anti-Virus for Mac 2015 Conteúdos Capítulo 1: Introdução...3 1.1 Gerir subscrição...4 1.2 Como ter a certeza de que o meu computador está protegido...4

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 6

ESET NOD32 ANTIVIRUS 6 ESET NOD32 ANTIVIRUS 6 Microsoft Windows 8 / 7 / Vista / XP / Home Server Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento O ESET NOD32 Antivirus fornece

Leia mais

Curso de Informática Básica

Curso de Informática Básica Curso de Informática Básica O e-mail Primeiros Cliques 1 Curso de Informática Básica Índice Introdução...3 Receber, enviar e responder mensagens...3 Anexando arquivos...9 Cuidado com vírus...11 2 Outlook

Leia mais

3. Cópias de segurança de dados armazenados em um computador são importantes para se prevenir de eventuais falhas, como também das consequências de

3. Cópias de segurança de dados armazenados em um computador são importantes para se prevenir de eventuais falhas, como também das consequências de 3. Cópias de segurança de dados armazenados em um computador são importantes para se prevenir de eventuais falhas, como também das consequências de uma possível infecção por vírus. Acerca disso, analise

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II)

AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II) AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II) A seguir vamos ao estudo das ferramentas e aplicativos para utilização do correio

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Qual a importância da Segurança da Informação para nós? Quais são as características básicas de uma informação segura?

Qual a importância da Segurança da Informação para nós? Quais são as características básicas de uma informação segura? Qual a importância da Segurança da Informação para nós? No nosso dia-a-dia todos nós estamos vulneráveis a novas ameaças. Em contrapartida, procuramos sempre usar alguns recursos para diminuir essa vulnerabilidade,

Leia mais

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9 OBJETIVOS DO PROGRAMA DE COMPUTADOR IREasy Permitir a apuração do Imposto de Renda dos resultados das operações em bolsa de valores (mercado à vista, a termo e futuros). REQUISITOS MÍNIMOS DO COMPUTADOR

Leia mais

Política de privacidade do Norton Community Watch

Política de privacidade do Norton Community Watch Política de privacidade do Norton Community Watch Data de início: 5 de agosto de 1999 Última atualização: 16 de abril de 2010 O que é o Norton Community Watch? O Norton Community Watch permite que os usuários

Leia mais

NOME: MATHEUS RECUERO T2 ANTIVIRUS PANDA

NOME: MATHEUS RECUERO T2 ANTIVIRUS PANDA NOME: MATHEUS RECUERO T2 ANTIVIRUS PANDA Os requisitos mínimos para possuir o software é memoria de 64 MB, disco rígido de 20 MB processador a partir do Pentium 2 em diante e navegador internet Explorer

Leia mais

ESET SMART SECURITY 8

ESET SMART SECURITY 8 ESET SMART SECURITY 8 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Análise de Malwares com Software Livre

Análise de Malwares com Software Livre Análise de Malwares com Software Livre Por Luiz Vieira luizwt@gmail.com Objetivos Entender como funcionam malwares Conhecer as ferramentas utilizadas em análise de malware Entender como realizar a análise

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Manter seu computador seguro é essencial para se proteger dos riscos envolvidos no uso da Internet Um grande risco que você pode correr ao usar a Internet é o de achar que não

Leia mais

ESET SMART SECURITY 7

ESET SMART SECURITY 7 ESET SMART SECURITY 7 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

Firewall. Qual a utilidade em instalar um firewall pessoal?

Firewall. Qual a utilidade em instalar um firewall pessoal? Firewall Significado: Firewall em português é o mesmo que parede cortafogo, um tipo de parede, utilizada principalmente em prédios, que contém o fogo em casos de incêndio. O firewall da informática faz

Leia mais

Conscientização. sobre Segurança da Informação

Conscientização. sobre Segurança da Informação Conscientização sobre Segurança da Informação Apresentação: Atualmente - AGENERSA 2012 - Analista de SI na APPI / CIELO 2010 - Analista de SI na CIPHER / PETROBRAS 2006 - Geofísico na CC USA / PETROBRAS

Leia mais

Formadora: Sónia Rodrigues 1

Formadora: Sónia Rodrigues 1 Unidade A Operar, em segurança, equipamento tecnológico, designadamente o computador Unidade A Operar, em segurança, equipamento tecnológico, designadamente o computador Formadora: Sónia Rodrigues Critérios

Leia mais

Como Usar o DriverMax

Como Usar o DriverMax Como Usar o DriverMax Este programa é uma mão na roda para proteger os drivers dos componentes de um computador. Veja porquê. O DriverMax é uma ferramenta que faz cópias de segurança de todos os drivers

Leia mais

ESET SMART SECURITY 9

ESET SMART SECURITY 9 ESET SMART SECURITY 9 Microsoft Windows 10 / 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento o ESET Smart Security é um software

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 8

ESET NOD32 ANTIVIRUS 8 ESET NOD32 ANTIVIRUS 8 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

Jamille Silva Madureira

Jamille Silva Madureira Jamille Silva Madureira Malware Vírus Cavalo de Tróia Worm Spyware Keylogger Hijacker Rootkit Ransomware É comum pessoas chamarem de vírus todo e qualquer programa com fins maliciosos. Porém, há vários

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 9

ESET NOD32 ANTIVIRUS 9 ESET NOD32 ANTIVIRUS 9 Microsoft Windows 10 / 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento O ESET NOD32 Antivirus fornece

Leia mais

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA EE Odilon Leite Ferraz PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA AULA 1 APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA Apresentação dos Estagiários Apresentação do Programa Acessa

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Antivírus Os antivírus são programas de computador concebidos para prevenir, detectar e eliminar pragas digitais. Existe uma grande variedade de produtos com

Leia mais