Disciplina de Área de Integração Técnico Restauração variantes Restaurante/Bar

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Disciplina de Área de Integração Técnico Restauração variantes Restaurante/Bar"

Transcrição

1 Disciplina de Área de Integração Técnico de Restauração variantes de Restaurante/Bar e Cozinha/Pastelaria 1º ano Ciclo de Formação 2015/2018 Ano letivo 2015/2016 Mód. 1 - Tema-Problema A Identidade Regional Professor: Ana Maria Bréjio Pirote Marreiros Nome: Data: / / Classificação: Professor: De acordo com o que foi previamente estabelecido, a avaliação deste tema - problema é realizada através de um trabalho individual sobre a região de cada aluno, atendendo aos aspectos sociais, culturais e socioeconómicos, que terá o mesmo peso nos critérios de avaliação que um teste escrito. Este trabalho deverá obedecer aos seguintes pontos: Possuir capa com - Nome do trabalho - Disciplina - Nome, número do aluno e ano - Curso e ano lectivo O trabalho deverá possuir: - Índice - Introdução - Desenvolvimento -Conclusão - Bibliografia A data de entrega do trabalho terá de ser respeitada, caso não o seja o módulo é considerado em atraso. Nota: todas as citações que sejam feitas deverão estar devidamente assinaladas, entre aspas e conter o nome do livro, página (s) donde foram retiradas e autor.

2 Disciplina de Área de Integração Técnico de Restauração variantes de Restaurante/Bar e Cozinha/Pastelaria 1º Ano Ciclo de Formação 2015/2018 Ano letivo 2015/2016 Mód. 1 - Tema-Problema Pessoa e cultura Professor: Ana Maria Bréjio Pirote Marreiros Nome: Data: / / Classificação: Professor: 1 O que entendes por personalidade. 2 A cultura tem duas perspectivas. Indica-as e explica-as. 3 Define socialização. 4 Indica os diversos agentes de socialização. 4.1 Explica a importância do grupo de amigos na socialização. 5 Comenta a seguinte afirmação: - O Homem é um ser bio cultural. Boa sorte A professora Ana Marreiros

3 TESTE DE AVALIAÇÃO CURSO: CICLO DE FORMAÇÃO: ANO LETIVO: PORTARIA: DISCIPLINA: MÓDULO Nº: TEMA DO MÓDULO: O PROFESSOR: CLASSIFICAÇÃO: NOME DO ALUNO: Nº: DATA: 1 Depois de ler atentamente as questões, assinale com uma cruz a opção correta. Em 1973 juntam-se mais três países: a) Reino Unido, Dinamarca e Irlanda b) Reino Unido, Itália e Irlanda c) Reino Unido, Dinamarca e Itália Em 1986 juntam-se os seguintes países: a) Portugal e Espanha b) Portugal e Grécia c) Espanha e Grécia A EU dispõe das seguintes instituições: a) Parlamento Europeu, Conselho da União Europeia, Comissão Europeia, Tribunal de Justiça e Tribunal de Contas b) Parlamento Europeu, Conselho da União Ibérica, Comissão Europeia, Tribunal de Justiça e Tribunal de Contas c) Parlamento Europeu, Conselho da União Europeia, Comissão Europeia, Tribunal de Contas e Tribunal Criminal A 1 de janeiro de 2002 foi posta em circulação a moeda única europeia. Designa-se por: a) Euro b) Euro 2001 c) Libra A existência da moeda única serve para: a) Facilitar as viagens e oferecer preços mais baratos b) Criação de um ambiente estável ao comércio europeu, estimulando o crescimento e a competitividade c) Facilitar os trocos no estrangeiro

4 Sendo cidadão da EU é possível: a) Viajar com descontos b) Viajar, estudar e trabalhar em qualquer dos países da EU c) Estudar em qualquer país A ajuda americana na reconstrução europeia no pós II Guerra Mundial chamava-se: a) Plano Americano b) Plano Marshall c) Plano de Cooperação Económica Com o objetivo de coordenar e formalizar a ajuda americana foi criada a: a) Organização Europeia de Ajuda Económica b) Organização Europeia de Cooperação Económica c) Organização Americana de Ajuda Económica A Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (CECA) foi fundada em: a) 1960 b) 1951 c) 1961 Em 1957 o Tratado de Roma criou duas novas comunidades: a) Comunidade de Energia Atómica e Comunidade Económica Europeia b) Comunidade Europeia de Energia Atómica e Comunidade Económica Europeia c) Comunidade Europeia de Energia Atómica e Comunidade Quais os países que subscreveram o Tratado de Roma: a) Bélgica, Holanda, Luxemburgo, França, Itália e Alemanha b) Bélgica, Espanha, Luxemburgo, França, Itália e Alemanha c) Bélgica, Holanda, Luxemburgo, França, Grécia e Alemanha O objetivo central da CEE era: a) A criação de um grande espaço económico onde mercadorias, pessoas e capitais circulassem livremente, embora também assumisse objetivos sociais e políticos b) A criação de um grande espaço económico onde mercadorias, pessoas e capitais circulassem livremente sem o pagamento de impostos c) A criação de um grande espaço económico onde mercadorias, pessoas e capitais circulassem livremente com descontos

5 2 Quais as condições necessárias para se aderir à União Europeia? 3 Enumera os princípios da União Europeia. 4 Enumera as vantagens da integração europeia. 5 Indica as principais Instituições Europeias. 6 Refere os países que aderiram à EU em Quais os símbolos da EU? (Trabalho de pesquisa).

União Europeia Docente: Pedro Moreira Ano Lectivo: 2012/2013

União Europeia Docente: Pedro Moreira Ano Lectivo: 2012/2013 União Europeia Docente: Pedro Moreira Ano Lectivo: 2012/2013 Como Nasceu a União Europeia? Depois da guerra...a paz, a solidariedade na Europa Em 1951, nasceu a primeira Comunidade - a Comunidade Europeia

Leia mais

O que é a União Europeia (UE)?

O que é a União Europeia (UE)? O que é a União Europeia (UE)? 28 Estados-Membros Mais de 500 milhões de habitantes Atuais candidatos à adesão à UE: Albânia, antiga República Iugoslava da Macedônia, Montenegro, Sérvia e Turquia Tratados

Leia mais

A UNIÃO EUROPEIA E O DIÁLOGO INTERCULTURAL MNE DGAE

A UNIÃO EUROPEIA E O DIÁLOGO INTERCULTURAL MNE DGAE A UNIÃO EUROPEIA E O DIÁLOGO INTERCULTURAL O CAMINHO PARA A UNIÃO EUROPEIA O QUE SE COMEMORA NO ANO EUROPEU 2008 QUIZ O CAMINHO PARA A UNIÃO EUROPEIA No século XX, depois das Guerras Mundiais (a 2ª foi

Leia mais

A EUROPA DOS 28 Módulo 15 frente 03- Livro 02 páginas: 210 a 212

A EUROPA DOS 28 Módulo 15 frente 03- Livro 02 páginas: 210 a 212 A EUROPA DOS 28 Módulo 15 frente 03- Livro 02 páginas: 210 a 212 1948: BENELUX, primeiro bloco econômico do mundo (pós 2ª Guerra Mundial). HISTÓRICO Integrantes: Bélgica, Holanda e Luxemburgo. 1952: CECA

Leia mais

A UNIÃO EUROPEIA.

A UNIÃO EUROPEIA. A UNIÃO EUROPEIA O Centro de Informação Europeia Jacques Delors O Centro foi criado para informar os cidadãos sobre qualquer assunto relacionado com a União Europeia. Jacques Lucien Jean Delors Nasceu

Leia mais

EJA 5ª FASE PROF. JEFFERSON OLIVEIRA PROF.ª LUDMILA DUTRA

EJA 5ª FASE PROF. JEFFERSON OLIVEIRA PROF.ª LUDMILA DUTRA EJA 5ª FASE PROF. JEFFERSON OLIVEIRA PROF.ª LUDMILA DUTRA Unidade III O Continente Europeu e CEI 2 Aula 13.2 Conteúdo União Europeia 3 Habilidade Analisar a importância que a União Europeia possui para

Leia mais

INTRODUÇÃO. O Tratado de Maastricht:

INTRODUÇÃO. O Tratado de Maastricht: O Tratado de Maastricht: INTRODUÇÃO Foi assinado em Maastricht a 7 de Fevereiro 1992 na cidade Maastricht (Holanda), entra em vigor a 1 de Novembro de 1993 e resultou de factores externos e internos. INTRODUÇÃO

Leia mais

PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, 06 / 05/ 2016 PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES DISCIPLINA: GEOGRAFIA SÉRIE:9º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Cidadania Europeia T R A B A L H O R E A L I Z A D O P O R : F I L I P A R E S E N D E N º º H

Cidadania Europeia T R A B A L H O R E A L I Z A D O P O R : F I L I P A R E S E N D E N º º H Cidadania Europeia T R A B A L H O R E A L I Z A D O P O R : F I L I P A R E S E N D E N º 2 1 1 2 2 1 1 º H Momentos importantes na construção da UE A Cidadania da União Europeia foi estabelecida pelo

Leia mais

EUROPA: PENÍNSULA OU CONTINENTE?

EUROPA: PENÍNSULA OU CONTINENTE? EUROPA: PENÍNSULA OU CONTINENTE? Ponto de vista físico e geológico península Ponto de vista histórico-social continente Cultura europeia ocidental, baseada no alfabeto latino, nas religiões judaico-cristãs

Leia mais

PROTOCOLOS e DECLARAÇÕES anexas ao Tratado de Lisboa PROTOCOLOS

PROTOCOLOS e DECLARAÇÕES anexas ao Tratado de Lisboa PROTOCOLOS PROTOCOLOS e DECLARAÇÕES anexas ao Tratado de Lisboa PROTOCOLOS Protocolo (N.º 1) relativo ao papel dos Parlamentos nacionais na União Protocolo (N.º 2) relativo à aplicação dos princípios da subsidiariedade

Leia mais

BLOCOS ECONÔMICOS União Europeia(E.U.), MERCOSUL, NAFTA e ALCA. GeoDANIEL Colégio Salesiano São José

BLOCOS ECONÔMICOS União Europeia(E.U.), MERCOSUL, NAFTA e ALCA. GeoDANIEL Colégio Salesiano São José BLOCOS ECONÔMICOS União Europeia(E.U.), MERCOSUL, NAFTA e ALCA GeoDANIEL Colégio Salesiano São José Índice 1.O que são blocos econômicos 2. União Europeia 3. MERCOSUL 4. NAFTA 5. O caso do México 6. ALCA

Leia mais

COMO SERIA A NOSSA VIDA SEM A UNIÃO EUROPEIA?

COMO SERIA A NOSSA VIDA SEM A UNIÃO EUROPEIA? COMO SERIA A NOSSA VIDA SEM A UNIÃO EUROPEIA? O QUE É A UNIÃO EUROPEIA? A União Europeia é uma união de países democráticos europeus, que partilham valores comuns e que se encontram empenhados num projeto

Leia mais

A FORMAÇÃO DOS BLOCOS ECONÔMICOS

A FORMAÇÃO DOS BLOCOS ECONÔMICOS A FORMAÇÃO DOS BLOCOS ECONÔMICOS PROF. DE GEOGRAFIA: BIANCA 1º TRIM - GEOGRAFIA 2016 INTRODUÇÃO Para a formação dos blocos econômicos, os países firmam acordos comerciais, estabelecendo medidas que visam

Leia mais

União Européia inicia a implementação de um serviço diplomático unificado

União Européia inicia a implementação de um serviço diplomático unificado União Européia inicia a implementação de um serviço diplomático unificado Análise Europa Integração Regional Vinícius Tavares de Oliveira 25 de Setembro de 2010 União Européia inicia a implementação de

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA. Col. Sta. Clara Prof. Marcos

UNIÃO EUROPEIA. Col. Sta. Clara Prof. Marcos UNIÃO EUROPEIA Col. Sta. Clara Prof. Marcos EUROPA: 47 países UNIÃO EUROPÉIA: 27 países (amarelo) F O R M A Ç Ã O E A T U A L I D A D E S Hoje, a União Europeia é formada por 27 países, sendo 17 com a

Leia mais

EUROPA. o velho continente. Professora: Rilvania Flôr.

EUROPA. o velho continente. Professora: Rilvania Flôr. EUROPA o velho continente. Professora: Rilvania Flôr. http://noticias.universia.com.br/carreira/noticia/2015/04/30/1124394/profissionais-iberoamericanos-preferem-trabalhareuropa-aponta-pesquisa.html Ocupação

Leia mais

3. (UEPB) Assinale com V as proposições Verdadeiras e com F as Falsas, em relação à União Europeia.

3. (UEPB) Assinale com V as proposições Verdadeiras e com F as Falsas, em relação à União Europeia. União Europeia 1. (UEPB 2008)A Turquia, um dos países candidatos a integrar a União Europeia, tem dividido opiniões quanto ao seu ingresso no bloco. Dentre as polêmicas que dificultam sua entrada, destacam-se:

Leia mais

VERSÕES CONSOLIDADAS

VERSÕES CONSOLIDADAS 7.6.2016 Jornal Oficial da União Europeia C 202/1 VERSÕES CONSOLIDADAS DO TRATADO DA UNIÃO EUROPEIA E DO TRATADO SOBRE O FUNCIONAMENTO DA UNIÃO EUROPEIA (2016/C 202/01) 7.6.2016 Jornal Oficial da União

Leia mais

ORGANISMOS MULTILATERAIS TRATADO DE NÃO PROLIFERAÇÃO NUCLEAR SISTEMA BRETTON WOODS

ORGANISMOS MULTILATERAIS TRATADO DE NÃO PROLIFERAÇÃO NUCLEAR SISTEMA BRETTON WOODS ORGANISMOS MULTILATERAIS TRATADO DE NÃO PROLIFERAÇÃO NUCLEAR SISTEMA BRETTON WOODS - Atuação segundo orientações estratégicas - Adotar normas comuns de comportamento político, social, etc. Planejar e concretizar

Leia mais

A ECONOMIA PORTUGUESA NO MUNDO

A ECONOMIA PORTUGUESA NO MUNDO A ECONOMIA PORTUGUESA NO MUNDO MANUEL CALDEIRA CABRAL UNIVERSIDADE DO MINHO FACULDADE DE ECONOMIA DO PORTO 29 DE SETEMBRO 2010 INTERNACIONALIZAÇÃO DA ECONOMIA PORTUGUESA Porque é que é importante Crescimento

Leia mais

Foto: Kirchberg: Avenue John F. Kennedy

Foto: Kirchberg: Avenue John F. Kennedy O Luxemburgo é um dos países fundadores da União Européia (Comunidade Econômica Européia) em 1957 juntamente com a Alemanha, Itália, França, Paises Baixos e Bélgica. Em 1951 foi assinado um outro Tratado

Leia mais

Ano lectivo de 2009/2010 Geografia 7ºano. A União Europeia

Ano lectivo de 2009/2010 Geografia 7ºano. A União Europeia Ano lectivo de 2009/2010 Geografia 7ºano A União Europeia A origem da UE Com o final da Segunda Guerra Mundial ( 1939-1945) e a emergência das duas grandes potências mundiais: E.U.A e União Soviética,

Leia mais

Como funciona a UE. Como funciona a UE

Como funciona a UE. Como funciona a UE Como funciona a UE Como funciona a UE Três instituições principais O Parlamento Europeu, a voz dos cidadãos Jerzy Buzek, Presidente do Parlamento Europeu O Conselho de Ministros, a voz dos Estados-Membros

Leia mais

Programa de acção comunitário em matéria de formação profissional

Programa de acção comunitário em matéria de formação profissional 1 Uma porta aberta para a Europa Programa de acção comunitário em matéria de formação profissional Albino Oliveira Serviço de Relações Internacionais da Universidade do Porto 2 1 Cinco tipos de Acção Mobilidade

Leia mais

CONSELHO EUROPEU Bruxelas, 31 de maio de 2013 (OR. en)

CONSELHO EUROPEU Bruxelas, 31 de maio de 2013 (OR. en) CONSELHO EUROPEU Bruxelas, 31 de maio de 2013 (OR. en) Dossiê interinstitucional: 2013/0900 (NLE) EUCO 110/13 INST 234 POLGEN 69 OC 295 ATOS JURÍDICOS Assunto: PROJETO DE DECISÃO DO CONSELHO EUROPEU que

Leia mais

Calendarização, por países, da obrigatoriedade da formação contínua para obtenção do CAM/CQM (prazos limite para frequência do primeiro curso)

Calendarização, por países, da obrigatoriedade da formação contínua para obtenção do CAM/CQM (prazos limite para frequência do primeiro curso) Calendarização, por países, da obrigatoriedade da formação contínua para obtenção do CAM/CQM (prazos limite para frequência do primeiro curso) Áustria Bélgica Carta de condução da categoria D: 2015 Carta

Leia mais

O Funcionamento do Triângulo Institucional

O Funcionamento do Triângulo Institucional Construção da União Europeia O Funcionamento do Triângulo Institucional 25 de Junho de 2009 Centro de Informação Europeia 1 1 Como funciona a União Europeia? O sistema político da União Europeia tem vindo

Leia mais

A União Europeia! VAMOS DEBATER...

A União Europeia! VAMOS DEBATER... A União Europeia! VAMOS DEBATER... Centro de Informação Europeia Jacques Delors Jacques Lucien Jean Delors Nasceu em 1925 Presidente da Comissão Europeia (1985-1994) O CIEJD fica em Lisboa, no Centro Cultural

Leia mais

MUNDO A PRODUÇÃO DO ESPAÇO GLOBAL ( NO MATERIAL PÁGINAS 51 A 55

MUNDO A PRODUÇÃO DO ESPAÇO GLOBAL ( NO MATERIAL PÁGINAS 51 A 55 MUNDO A PRODUÇÃO DO ESPAÇO GLOBAL ( NO MATERIAL PÁGINAS 51 A 55 Pós-Segunda Guerra Mundial A regionalização do mundo em países capitalistas e socialistas Critério: organização econômica, social e política

Leia mais

Atualidades. Blocos Econômicos, Globalização e União Européia. 1951 - Comunidade Européia do Carvão e do Aço (CECA)

Atualidades. Blocos Econômicos, Globalização e União Européia. 1951 - Comunidade Européia do Carvão e do Aço (CECA) Domínio de tópicos atuais e relevantes de diversas áreas, tais como política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, ecologia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e segurança

Leia mais

Direito Internacional da Segurança Social

Direito Internacional da Segurança Social Direito Internacional da Segurança Social 16 de Abril de 2008 Pierre Guibentif ISCTE / Mestrado em Ciências do Trabalho e Relações Laborais ISCTE 16-4-2008 Introdução histórica Parte 1: até a II Guerra

Leia mais

DISCIPLINA: Geografia PROFESSOR(A): Bernardo e Thiago Curso: E.F II TURMA: 901/902/903 DATA: / /

DISCIPLINA: Geografia PROFESSOR(A): Bernardo e Thiago Curso: E.F II TURMA: 901/902/903 DATA: / / Lista de Exercícios 1º Bimestre DISCIPLINA: Geografia PROFESSOR(A): Bernardo e Thiago Curso: E.F II TURMA: 901/902/903 DATA: / / NOME: Nº.: QUESTÃO 1 Relacione os países às suas respectivas regiões. 1-Europa

Leia mais

Licenciatura

Licenciatura Licenciatura 2014-2015 DISCIPLINA DIREITO DA UNIÃO EUROPEIA (TURMA A) PROFESSORA REGENTE ANA MARIA GUERRA MARTINS Sumário A refundação da União Europeia, operada pelo Tratado de Lisboa, obrigou a reequacionar

Leia mais

União Européia: Processo de Integração Econômica*

União Européia: Processo de Integração Econômica* União Européia: Processo de Integração Econômica* Autores: *Débora Cristina Petry Acadêmica do 7º semestre do Curso de Economia da Unijuí Campus Santa Rosa e integrante do Grupo PET Economia. *Denise Adriana

Leia mais

Aulas 04,05,06 Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência Bolsistas: Dayan Muniz e Marlúcio Neto Escola Estadual Imperial Marinheiro

Aulas 04,05,06 Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência Bolsistas: Dayan Muniz e Marlúcio Neto Escola Estadual Imperial Marinheiro Aulas 04,05,06 Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência Bolsistas: Dayan Muniz e Marlúcio Neto Escola Estadual Imperial Marinheiro Turma 8º ano A Professor (a)/supervisor (a): Inês Pacheco

Leia mais

Europa espaço econômico

Europa espaço econômico Europa espaço econômico União Europeia O continente europeu é historicamente conhecido como Velho Continente, por ter sido responsável pela colonização da América e da África. No ano de 1500, a Europa

Leia mais

PORTUGAL UMA NOVA CENTRALIDADE LOGÍSTICA. Dia Regional Norte do Engenheiro 2012

PORTUGAL UMA NOVA CENTRALIDADE LOGÍSTICA. Dia Regional Norte do Engenheiro 2012 Dia Regional Norte do Engenheiro 2012 Bragança, 29 de setembro de 2012 José António de Barros Presidente de AEP 1 Gráfico I 2 Tabela I 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Exportações Globais (Bens e Serviços),

Leia mais

BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE A UNIÃO EUROPÉIA 1

BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE A UNIÃO EUROPÉIA 1 BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE A UNIÃO EUROPÉIA 1 Sumário Fábio Bittencourt Garcia 2 1 Introdução. 2 Noções gerais sobre a criação da União Européia. 3 Composição da União Européia. 4 Organismos que compõem

Leia mais

PROGRAMA DE DIREITO DA INTEGRAÇÃO ECONÓMICA

PROGRAMA DE DIREITO DA INTEGRAÇÃO ECONÓMICA Licenciatura de Direito em Língua Portuguesa PROGRAMA DE DIREITO DA INTEGRAÇÃO ECONÓMICA 4º ANO ANO LECTIVO 2011/2012 1 ELEMENTOS DE ESTUDO Bibliografia Básica: João Mota de Campos e João Luíz Mota de

Leia mais

A formação da União Europeia

A formação da União Europeia A formação da União Europeia A EUROPA DOS 28 Como tudo começou? 1926: 1º congresso da União Pan- Europeia em Viena (Áustria) 24 países aprovaram um manifesto para uma organização federativa na Europa O

Leia mais

O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE

O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE Durante muito tempo os países da Europa andaram em guerra. A segunda Guerra Mundial destruiu grande parte do Continente Europeu. Para evitar futuras guerras, seria

Leia mais

PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES. ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES. ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / 06/ 2016 PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES DISCIPLINA: GEOGRAFIA SÉRIE:9º ALUNO(a): RECUPERAÇÃO SEMESTRAL/JUNHO 2016 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

Prof. Bosco Torres CE_16_União_Europeia 1

Prof. Bosco Torres CE_16_União_Europeia 1 UNIÃO EUROPEIA DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo: 2004. Outras fontes CE_16_União_Europeia 1 Blocos Econômicos

Leia mais

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS EM POUCAS PALAVRAS OS PRIMEIROS PASSOS DATA/LOCAL DE ASSINATURA E ENTRADA EM VIGOR PRINCIPAIS MENSAGENS QUIZ 10 PERGUNTAS E RESPOSTAS OS PRIMEIROS PASSOS No século XX depois das Guerras No século XX, depois

Leia mais

O PROGRAMA LEONARDO DA VINCI

O PROGRAMA LEONARDO DA VINCI O PROGRAMA LEONARDO DA VINCI Albino Oliveira O que é o Programa Leonardo da Vinci? É um Programa Comunitário de Acção em Matéria de Formação Profissional que agora se encontra na sua segunda fase (01 de

Leia mais

Integração e crise na Europa

Integração e crise na Europa Integração e crise na Europa Fatores de integração Político Arrefecimento das tendências conflitivas mantidas nas décadas anteriores Econômicas Benefícios para os países envolvidos com aumento Investimento

Leia mais

GUIA. Perguntas Frequentes

GUIA. Perguntas Frequentes GUIA Perguntas Frequentes Índice Clique no que deseja saber A Porto Seguro Viagem Individual cobre viagens de navio?... 03 Como aciono a Assistência Emergencial em Viagem?... 04 A quem se destinam os Planos

Leia mais

Principais alterações:

Principais alterações: 1 eidas o novo Regulamento Europeu sobre certificação digital que substitui a legislação Portuguesa O que é o eidas? No próximo dia 1 de Julho entra em vigor o Regulamento nº910/2014 do Parlamento e do

Leia mais

Ambiente e Energia. Ensino Básico

Ambiente e Energia. Ensino Básico Ambiente e Energia Ensino Básico Ambiente e Energia Índice 1. O CIEJD 2. Os países da União Europeia (UE) 3. Os símbolos da UE 4. O caminho para a UE 5. Ambiente na Europa 6. Alterações Climáticas 7. Energia

Leia mais

A Convenção de Haia de 13 de janeiro de 2000 sobre a Proteção Internacional dos Adultos

A Convenção de Haia de 13 de janeiro de 2000 sobre a Proteção Internacional dos Adultos DIREÇÃO-GERAL DAS POLÍTICAS INTERNAS DA UNIÃO DEPARTAMENTO TEMÁTICO C: DIREITOS DOS CIDADÃOS E ASSUNTOS CONSTITUCIONAIS ASSUNTOS JURÍDICOS A Convenção de Haia de 13 de janeiro de 2000 sobre a Proteção

Leia mais

ELEIÇÕES EUROPEIAS 2009

ELEIÇÕES EUROPEIAS 2009 Direcção-Geral da Comunicação UNIDADE DE ACOMPANHAMENTO DA OPINIÃO PÚBLICA 15/09/2008 ELEIÇÕES EUROPEIAS 2009 Eurobarómetro do Parlamento Europeu (EB Standard 69) Primavera 2008 Primeiros resultados globais:

Leia mais

RECENSEAMENTO ESCOLAR ANUAL 2005/2006 POPULAÇÃO ESCOLAR - Inscrições

RECENSEAMENTO ESCOLAR ANUAL 2005/2006 POPULAÇÃO ESCOLAR - Inscrições «Instrumento de notação do Sistema Estatístico Nacional (Lei 6/89, de 15 de Abril) de RESPOSTA OBRIGATÓRIA, registado no INE sob o n.º 9746, válido até 31/12/2006» RECENSEAENTO ESCOLAR ANUAL 2005/2006

Leia mais

Unidade II SISTEMÁTICA DE. Profa. Lérida Malagueta

Unidade II SISTEMÁTICA DE. Profa. Lérida Malagueta Unidade II SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO Profa. Lérida Malagueta Comércio internacional Brasil: temos Procon / SPC Comércio Internacional: Necessidade de criação de órgãos, como: Fundo Monetário

Leia mais

Planificação anual de Economia A -10º ano Ano lectivo 2015/2016 Página 1

Planificação anual de Economia A -10º ano Ano lectivo 2015/2016 Página 1 CURSO CIÊNCIAS ECONÓMICAS E SOCIAIS DISCIPLINA: ECONOMIA A-10º PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015-2016 MATRIZ DE CONTEÚDOS E DE PROCEDIMENTOS CONTEÚDOS PROCEDIMENTOS TEMPOS LETIVOS DE 45M Módulo Inicial A importância

Leia mais

Relatório Estatístico Mensal

Relatório Estatístico Mensal Relatório Estatístico Mensal Gestão de Patrimónios Janeiro 2016 Sede: Rua Castilho, 44-2º 1250-071 Lisboa Telefone: 21 799 48 40 Fax: 21 799 48 42 e.mail: info@apfipp.pt home page: www.apfipp.pt RELATÓRIO

Leia mais

11/03/2013 BLOCOS ECONÔMICOS. O Comércio multilateral e os blocos regionais

11/03/2013 BLOCOS ECONÔMICOS. O Comércio multilateral e os blocos regionais BLOCOS ECONÔMICOS O Comércio multilateral e os blocos regionais 1 O comércio multilateral Bretton Wood (1944) FMI Banco Mundial (Bird) OIC GATT OMC 2 PRINCÍPIOS DA OMC Não discriminação dos países membros

Leia mais

1. 2. 3. 4. PASSO A PASSO. Links para saber mais. A União Europeia. Ano Europeu: o que é? o que se comemora em 2012?

1. 2. 3. 4. PASSO A PASSO. Links para saber mais. A União Europeia. Ano Europeu: o que é? o que se comemora em 2012? junho 2012 PASSO A PASSO 1. 2. 3. 4. A União Europeia Ano Europeu: o que é? o que se comemora em 2012? Ano Europeu 2012: curiosidades iniciativas quiz Links para saber mais 1. A União Europeia 27 Estados-Membros

Leia mais

Atitudes e valores face ao Trabalho:

Atitudes e valores face ao Trabalho: IV SEMINÁRIO DE ESTUDOS HISTÓRICOS SOBRE O ALGARVE Atitudes e valores face ao Trabalho: A Especificidade do Algarve numa Perspectiva europeia e regional Tavira, 16 de Agosto de 2008 Rui Brites rui.brites@iscte.pt

Leia mais

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2010 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 15 24 7 46

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2010 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 15 24 7 46 Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal 21 Vida Não Vida Mistas Total Em regime de estabelecimento 21 5 12 83 Empresas de seguros de direito português 15 24 7 46 Empresas de seguros

Leia mais

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2009 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 16 25 6 47

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2009 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 16 25 6 47 Quadro Número de empresas de seguros a operar em Portugal 29 Vida Não Vida Mistas Total Em regime de estabelecimento 22 52 3 87 Empresas de seguros de direito português 6 25 6 47 Empresas de seguros 6

Leia mais

Desenvolvimento Local

Desenvolvimento Local Desenvolvimento Local Aula 3 Globalização e desenvolvimento local. Regiões ganhadoras e regiões perdedoras. Comparação entre regiões usando como indicador o Índice de dispersão do PIB per capita. Dinâmicas

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE EMPRESAS PETROLÍFERAS

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE EMPRESAS PETROLÍFERAS ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE EMPRESAS PETROLÍFERAS Análise do Mercado dos Produtos Petrolíferos em 2011 Introdução O preço dos combustíveis é um tema sempre presente na nossa sociedade, que afeta todos os

Leia mais

A Integração no Espaço Europeu

A Integração no Espaço Europeu Ano Lectivo 2010/2011 ÁREA DE INTEGRAÇÃO Agrupamento de Escolas de Fronteira Escola Básica Integrada Frei Manuel Cardoso 12º Ano Apresentação nº 3 A Integração no Espaço Europeu Pedro Bandeira Simões Professor

Leia mais

GUIA PRÁTICO DESTACAMENTO DE TRABALHADORES DE OUTROS PAÍSES PARA PORTUGAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO DESTACAMENTO DE TRABALHADORES DE OUTROS PAÍSES PARA PORTUGAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO DESTACAMENTO DE TRABALHADORES DE OUTROS PAÍSES PARA PORTUGAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Destacamento de Trabalhadores de Outros Países para Portugal

Leia mais

Impostos com relevância ambiental em 2012 representaram 9,4% do total das receitas de impostos e contribuições sociais

Impostos com relevância ambiental em 2012 representaram 9,4% do total das receitas de impostos e contribuições sociais Impostos e taxas com relevância ambiental 2012 11 de outubro de 2013 Impostos com relevância ambiental em 2012 representaram 9,4% do total das receitas de impostos e contribuições sociais Em 2012, o valor

Leia mais

TAREFA ONLINE- 9º ANO. Os Tratados de Roma, assinados em 1957, instituíram a Comunidade Econômica Europeia.

TAREFA ONLINE- 9º ANO. Os Tratados de Roma, assinados em 1957, instituíram a Comunidade Econômica Europeia. TAREFA ONLINE- 9º ANO 1) Os Tratados de Roma, assinados em 1957, instituíram a Comunidade Econômica Europeia. Apresente um aspecto da conjuntura internacional da época que justifique a assinatura dos Tratados

Leia mais

PORTUGAL - INDICADORES ECONÓMICOS. Evolução Actualizado em Março Unid. Fonte Notas

PORTUGAL - INDICADORES ECONÓMICOS. Evolução Actualizado em Março Unid. Fonte Notas Evolução 2007-2013 Actualizado em Março 2013 Unid. Fonte 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 Notas População a Milhares Hab. INE 10.604 10.623 10.638 10.636 10.647 10.600 População tvh % INE 0,2 0,2 0,1

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA TEMA 4: FONTES DE ENERGIA E MEIO AMBIENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA TEMA 4: FONTES DE ENERGIA E MEIO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA TEMA 4: FONTES DE ENERGIA E MEIO AMBIENTE Alunas: Erika Martins dos Reis 1 Alessandra B. R. de Azevedo Disciplina: Química do Meio Ambiente

Leia mais

União Europeia. Carolina Lembo

União Europeia. Carolina Lembo União Europeia Carolina Lembo carolina.lembo@fiesp.org.br Processo de Construção da União Europeia O Processo de Construção da União Europeia 1950: Declaração Schumann A paz mundial não poderá ser salvaguardada

Leia mais

PORTUGAL: COMÉRCIO INTERNACIONAL DE CONSERVAS DE FRUTOS E DE PRODUTOS HORTÍCOLAS

PORTUGAL: COMÉRCIO INTERNACIONAL DE CONSERVAS DE FRUTOS E DE PRODUTOS HORTÍCOLAS Balança Comercial de Conservas de Frutos e de Produtos Hortícolas (NC 20) (Milhares de Euros) Saídas 171.860 219.416 253.244 316.567 294.753 15,3-6,9 Entradas 186.911 215.700 237.052 246.592 256.774 8,4

Leia mais

Em 1985, foi adoptado pelos chefes de Estado e de Governo da UE como hino oficial da União Europeia.

Em 1985, foi adoptado pelos chefes de Estado e de Governo da UE como hino oficial da União Europeia. O hino Europeu não é apenas o hino da União Europeia, mas de toda a Europa num sentido mais lato. A música é extraída da 9ª Sinfonia de Beethoven, composta em 1823. O poema exprime a visão idealista de

Leia mais

Actividades e Realizações da UE. Actividades e Realizações da UE

Actividades e Realizações da UE. Actividades e Realizações da UE Actividades e Realizações da UE Actividades e Realizações da UE Como gasta a UE o seu dinheiro? Orçamento da UE para 2010: 141,5 mil milhões de euros = 1,20% do Rendimento Nacional Bruto Acção da UE na

Leia mais

BLOCOS ECONÔMICOS. O Comércio multilateral e os blocos regionais

BLOCOS ECONÔMICOS. O Comércio multilateral e os blocos regionais BLOCOS ECONÔMICOS O Comércio multilateral e os blocos regionais A formação de Blocos Econômicos se tornou essencial para o fortalecimento e expansão econômica no mundo globalizado. Quais os principais

Leia mais

Desenvolvimento em: nguage=pt&guilanguage=en

Desenvolvimento em:  nguage=pt&guilanguage=en A UE quer reforçar a parceria com os países do Mercosul nas áreas das tecnologias da informação e das comunicações A competitividade económica e a integração social da Sociedade da Informação na Europa

Leia mais

DÉFICE DA BALANÇA COMERCIAL CONTINUA A DIMINUIR

DÉFICE DA BALANÇA COMERCIAL CONTINUA A DIMINUIR 09 de Maio de 2003 Estatísticas do Comércio Internacional Janeiro a Fevereiro de 2003 DÉFICE DA BALANÇA COMERCIAL CONTINUA A DIMINUIR O défice da balança comercial registou, nos dois primeiros meses de

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA A CRIAÇÃO EUROPEIA. Maria do Rosário Baeta Neves Professora Coordenadora

UNIÃO EUROPEIA A CRIAÇÃO EUROPEIA. Maria do Rosário Baeta Neves Professora Coordenadora UNIÃO EUROPEIA A CRIAÇÃO EUROPEIA 1952 CECA (TRATADO DE PARIS 18 de Abril 1951) Países aderentes: França Alemanha Bélgica Holanda Luxemburgo Itália Objectivos do Tratado de Paris: Criação do Mercado Comum

Leia mais

Blocos econômicos ou Megamercados

Blocos econômicos ou Megamercados Blocos econômicos ou Megamercados Bloco Econômico é uma integração de países nos aspectos econômicos e sociais, visando seu. Os blocos econômicos constituem expressivos espaços integrados de livre comércio.

Leia mais

Escola Básica de Custóias/ Faculdade de Letras da Universidade do Porto Núcleo de Estágio em História e Geografia 2011/2012 Estagiária: Diana Barroso

Escola Básica de Custóias/ Faculdade de Letras da Universidade do Porto Núcleo de Estágio em História e Geografia 2011/2012 Estagiária: Diana Barroso Escola Básica de Custóias/ Faculdade de Letras da Universidade do Porto Núcleo de Estágio em História e Geografia 2011/2012 Estagiária: Diana Barroso Escola: Básica de Custóias (sede) Ano: 9º ano Turma:

Leia mais

prodep Surge a 1 a equipa

prodep Surge a 1 a equipa Surge a 1 a equipa Neste século existiram duas Grandes Guerras. A Segunda foi a pior. As pessoas sofreram muito. Os países ficaram destruídos. Não havia alimentos para todos. Depois da guerra era necessário

Leia mais

A União Europeia: 500 milhões de pessoas, 27 países

A União Europeia: 500 milhões de pessoas, 27 países A União Europeia: 500 milhões de pessoas, 27 países Estados-Membros da União Europeia Países candidatos e potenciais candidatos à adesão Fundadores Novas ideias para uma paz e prosperidade duradouras...

Leia mais

RETIFICAÇÕES. («Jornal Oficial da União Europeia» L 139 de 26 de maio de 2016) O anexo II é inserido com a seguinte redação:

RETIFICAÇÕES. («Jornal Oficial da União Europeia» L 139 de 26 de maio de 2016) O anexo II é inserido com a seguinte redação: 3.6.2016 L 146/31 RETIFICAÇÕES Retificação do Regulamento de Execução (UE) 2016/799 da Comissão, de 18 de março de 2016, que dá execução ao Regulamento (UE) n. o 165/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho

Leia mais

AS INSTITUIÇÕES EUROPEIAS

AS INSTITUIÇÕES EUROPEIAS AS INSTITUIÇÕES EUROPEIAS Para atingir os seus objectivos, a União dispõe de uma série de instituições, visando cada uma prosseguir determinados fins específicos, de acordo com o seu carácter próprio.

Leia mais

ATIVIDADES ONLINE 9º ANO 3

ATIVIDADES ONLINE 9º ANO 3 ATIVIDADES ONLINE 9º ANO 3 1) Considerando todo o histórico da União Europeia, Em que ano houve a maior ampliação do bloco, com a entrada de 10 novos membros? a) 2001 b) 2006 c) 2004 d) 2007 2) Folha de

Leia mais

RESUMO TEÓRICO - UNIÃO EUROPEIA

RESUMO TEÓRICO - UNIÃO EUROPEIA MATERIAL DE GEOPOLÍTICA - TERCEIRO ANO E CURSO EIXO TEMÁTICO BLOCOS ECONÔMICOS UNIÃO EUROPEIA PROFESSOR DJALMA ROMES RESUMO TEÓRICO - UNIÃO EUROPEIA Conhecido inicialmente como Comunidade Econômica Européia

Leia mais

EURATOM. Comunidade Europeia da Energia Atómica. Unidade Curricular: Direito da União Europeia. Docente: Prof. Dr. José Luís Cruz Vilaça

EURATOM. Comunidade Europeia da Energia Atómica. Unidade Curricular: Direito da União Europeia. Docente: Prof. Dr. José Luís Cruz Vilaça Comunidade Europeia da Energia Atómica Unidade Curricular: Docente: Prof. Dr. José Luís Cruz Vilaça Discente: Cátia Mendes n.º2091 2º Ano Direito 11 de Março de 2011 Índice Introdução... 2 Origem do Tratado

Leia mais

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS PALAVRAS MNE DGAE

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS PALAVRAS MNE DGAE EM POUCAS PALAVRAS OS PRIMEIROS PASSOS DATA/LOCAL DE ASSINATURA E ENTRADA EM VIGOR PRINCIPAIS MENSAGENS QUIZ 10 PERGUNTAS E RESPOSTAS OS PRIMEIROS PASSOS No século XX, depois das Guerras Mundiais (a 2ª

Leia mais

Comemorações em Portugal dos 50 anos da assinatura dos Tratados de Roma 25 de Março de 2007

Comemorações em Portugal dos 50 anos da assinatura dos Tratados de Roma 25 de Março de 2007 S. R. Comemorações em Portugal dos 50 anos da assinatura dos Tratados de Roma 25 de Março de 2007 Lisboa, 12 de Março de 2007 No âmbito das comemorações dos 50 anos da assinatura dos Tratados de Roma,

Leia mais

Preçário BANCO RURAL EUROPA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO RURAL EUROPA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO RURAL EUROPA, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do Banco Rural Europa S.A., contém o Folheto de Comissões

Leia mais

Tarifas e condições válidas de 01 de Janeiro de 2009 até 31 de Dezembro de 2009 (sujeitas a alteração). Tarifas em Euros.

Tarifas e condições válidas de 01 de Janeiro de 2009 até 31 de Dezembro de 2009 (sujeitas a alteração). Tarifas em Euros. Tarifas e condições válidas de 01 de Janeiro de 2009 até 31 de Dezembro de 2009 (sujeitas a alteração). Tarifas em Euros. 1. Áustria 2. Benelux 3. Bulgária Montenegro Sérvia** 4. Eslovênia Croácia*** 5.

Leia mais

INDICADORES DE I&D - COMPARAÇÕES INTERNA CIONAIS OCT Observatório das Ciências e das Tecnologias

INDICADORES DE I&D - COMPARAÇÕES INTERNA CIONAIS OCT Observatório das Ciências e das Tecnologias INDICADORES DE I&D - COMPARAÇÕES INTERNA CIONAIS 1999 OCT Observatório das Ciências e das Tecnologias 2001 Índice Comparações Internacionais Despesa total em I&D em percentagem do PIB (1982-1999) (Gráfico)

Leia mais

, , , ,

, , , , 13. TRANSFERÊNCIAS (OUTROS CLIENTES) - FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Entrada em vigor: 01-julho-2016 13.1. Ordens de Transferência 1. Transferências Internas / Nacionais Emitidas 1.1. Entre Contas Bankinter

Leia mais

A CRISE COM FOCO NA EUROPA

A CRISE COM FOCO NA EUROPA Ana Costa Daniela Poiano Jaqueline Granelli Renan Oliveira Karen Appetito Katia Benjamin Economia Aplicada Roberto Vertamatti MARÇO/2014 Histórico, Causas e Consequências da Crise; A moeda única como problema;

Leia mais

A Europa em poucas palavras

A Europa em poucas palavras A Europa em poucas palavras O que é a União Europeia? É europeia = está situada na Europa. É uma união = une países e pessoas. Examinemos mais atentamente: O que têm os europeus em comum? De que forma

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: 02/06/2012 Nota: Professor(a): EDVALDO DE OLIVEIRA Valor da Prova: 40 pontos Orientações

Leia mais

Preçário RAIZE SERVIÇOS DE GESTÃO, S. A. INSTITUIÇÕES PAGAMENTOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 01-dez-2016

Preçário RAIZE SERVIÇOS DE GESTÃO, S. A. INSTITUIÇÕES PAGAMENTOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 01-dez-2016 Preçário RAIZE SERVIÇOS DE GESTÃO, S. A. INSTITUIÇÕES PAGAMENTOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de O Preçário completo da RAIZE SERVIÇOS DE GESTÃO, S. A., contém o Folheto de Comissões

Leia mais

Descentralização orçamental: questões de autonomia e responsabilização. Linda Gonçalves Veiga Universidade do Minho EEG / NIPE

Descentralização orçamental: questões de autonomia e responsabilização. Linda Gonçalves Veiga Universidade do Minho EEG / NIPE Descentralização orçamental: questões de autonomia e responsabilização Linda Gonçalves Veiga Universidade do Minho EEG / NIPE 1 Estrutura da apresentação Motivação Racionalidade económica da descentralização

Leia mais

A União Europeia Ano Europeu do Diálogo Intercultural MNE DGAE

A União Europeia Ano Europeu do Diálogo Intercultural MNE DGAE A União Europeia 2008 - Ano Europeu do Diálogo Intercultural Centro de Informação Europeia Jacques Delors Jacques Lucien Jean Delors Nasceu em 1925 Presidente da Comissão Europeia (1985-1994) Importante

Leia mais

Newsletter Informação Semanal a

Newsletter Informação Semanal a EUR / Kg Peso Carcaça CONJUNTURA SEMANAL Newsletter Informação Semanal 19-10 a 25-10- COTAÇÕES MÉDIAS NACIONAIS - SEMANAIS As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas no facebook em: https://www.facebook.com/sima.portugal

Leia mais

OEm Observatório da Emigração

OEm Observatório da Emigração OEm Observatório da Emigração Ficha 2014.01 Emigração Portuguesa na União Europeia Os Dados dos Censos de 2011 Mais de um milhão de portugueses estavam emigrados nos países da União Europeia e da EFTA

Leia mais