Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 2 Faculdade de Fortaleza - FAFOR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 2 Faculdade de Fortaleza - FAFOR"

Transcrição

1 MANUAL DE

2 Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 2

3 A FAECE e a FAFOR oferece ao aluno a oportunidade de iniciar-se na função docente através do exercício de Monitorias. Apenas será considerado monitor o aluno que tiver sido aprovado pelo diretor de seu Instituto para exercer a monitoria. As prerrogativas e benefícios da função de monitor têm como base a data de sua efetivação na função, isto é, a assinatura do Termo de Compromisso de Monitoria junto à Coordenação Pedagógica. O aluno interessado em ser monitor encontrará as informações necessárias neste manual. Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 3

4 O QUE É MONITORIA A Monitoria possibilita a experiência da vida acadêmica promovendo a integração de alunos de períodos mais avançados com os demais, a participação em diversas funções da organização e desenvolvimento das disciplinas do curso, além de treinamento em atividades didáticas, conforme as normas estabelecidas neste caderno. Os monitores são escolhidos pela Diretoria do Instituto, em conjunto com a coordenação e os professores responsáveis pelas disciplinas, levando-se em conta a maturidade intelectual e o rendimento acadêmico, disponibilidade horária e conduta perante os colegas, corpo docente e a Faculdade. O MONITOR É o estudante de graduação, escolhido para exercer atividades técnico-didáticas junto à determinada disciplina. O monitor não substitui o professor da disciplina. SELEÇÃO A seleção é realizada semestralmente. O período de inscrições para a monitoria é divulgado em Calendário Escolar e/ou em Edital. Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 4

5 PROCEDIMENTOS SOLICITAÇÃO O professor entrega à Coordenação do Curso, formulário próprio (Anexo 1) devidamente preenchido com a justificativa da solicitação de monitoria e especificação da carga horária proposta e das atividades a serem desenvolvidas. As solicitações são encaminhadas para a aprovação da Coordenação do Curso, Coordenação Pedagógica e, posteriormente, pela Coordenação Geral. INSCRIÇÃO As inscrições devem ser efetuadas na Coordenação do Curso, mediante preenchimento de requerimento próprio (Anexo 2). É vedado ao candidato concorrer à monitoria de duas ou mais disciplinas simultaneamente, o que implicará na sua eliminação de todos os processos em que estiver participando. Não serão aceitos como monitores alunos: em regime de dependência e/ou reprovados; que não estiverem regularmente matriculados; que não tenham cursado na FAECE ou na FAFOR a disciplina para a qual estejam se candidatando; que estejam com pendências junto a Faculdade (Secretaria, Biblioteca, Tesouraria, etc.) e, ainda, aqueles cuja Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 5

6 situação escolar encontra-se sub-judice, ou com matrícula condicional e/ou em caráter excepcional; que tenham sido dispensados, anteriormente, das funções de monitor por não apresentar desempenho satisfatório. que tenham sofrido punições disciplinares. que já tenham exercido as funções de monitor por mais de 2 (dois) anos, mesmo que não consecutivos. Os candidatos inscritos serão avaliados e classificados pelo professor responsável, segundo critérios próprios, levando em conta: avaliação obtida no processo de seleção de monitores, que poderá ser realizado por meio de prova dissertativa ou outros meios definidos pelo professor; desempenho obtido durante o curso; disponibilidade horária. APROVAÇÃO As aprovações dos candidatos deverão ser referendadas pela Diretoria do Instituto. Os candidatos terão conhecimento dos resultados por meio de Editais. Os aprovados deverão comparecer à Coordenação Pedagógica para formalizar a efetivação na função dentro do prazo estipulado nos Editais de Convocação. Caso contrário será considerado desistente e a vaga será preenchida pelo suplente, se houver. Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 6

7 FUNÇÕES DO MONITOR Desenvolver as atividades previstas no plano de trabalho definido pelo docente responsável, sob sua orientação e supervisão. Cumprir os horários pré-estabelecidos para os plantões de monitoria, que deverão ser de, no mínimo, uma hora semanal nos seguintes horários: cursos matutinos: no final do período de aulas; cursos vespertinos: antes ou no final do período de aulas; cursos noturnos: antes do período de aulas. Nestes plantões o aluno monitor deverá estar disponível para orientar os colegas na execução de trabalhos e auxiliá-los nas dúvidas. Afixar nos flanelografos seus horários de plantão. Apresentar ficha de ponto de monitoria, devidamente preenchida e assinada até o dia cinco do mês subsquente na Coordenação Pedagógica. Retirar e entregar a ficha de ponto diariamente com a Coordenação Pedagógica. Colaborar com a integração entre os alunos e o professor da disciplina, bem como, com a Faculdade e seus órgãos. É vedado ao aluno ministrar aulas, corrigir trabalhos ou provas, bem com ter acesso a documentos da secretaria. O Horário de monitoria deverá ser cumprido de acordo com a ficha de monitoria, pois o horário esta divulgado conforme ficha aprovada. O plantão programado deverá ser cumprido dentro da IES no local determinado pela coordenação. Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 7

8 PONTOS DE MONITORIA As fichas de ponto de monitoria (Anexo 4) do mês corrente deverão ser conferidas pelo responsável por seu recebimento e entregues ao Setor de Monitoria até o dia 05 (cinco) do mês subseqüente. Serão desconsideradas as Fichas de Ponto indevidamente preenchidas e assinada pelo professor responsável. Não serão aceitas fichas de ponto de meses anteriores ao mês corrente. AUXÍLIO MONITORIA Será concedido desconto ao aluno, num percentual igual ao número de horas mensais efetivamente dedicadas ao exercício da função, seguindo a regra: 00 a 30 alunos = até 8 horas de monitoria/mês 31 a 50 alunos = até 16 horas de monitoria/mês 51 a 70 alunos = até 24 horas de monitoria/mês 71 a 100 alunos = até 32 horas de monitoria/mês O candidato a monitor deverá dispor das horas autorizadas por mês para o exercício das atividades da função, incluindo-se os plantões semanais de monitoria de pelo menos 1 hora corrida cada, lembrando os critérios mencionados nas funções do monitor. O desconto concedido pela atividade de monitoria estará acumulando com qualquer outro tipo de desconto Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 8

9 independente do percentual, exceto, quando for FIES, e o percentual acumulado poderá ser até 40% de desconto. O valor do desconto a ser concedido pelos serviços será calculado tendo-se por base a fração 1/100 do valor da mensalidade paga pelo aluno, que, multiplicará pelo coeficiente correspondente às horas concedidas, resultará no percentual a ser auferido pelo monitor no final de cada mês. Devido ao processo de geração do boleto da mensalidade, o desconto será concedido 2 (dois) meses após a atividade realizada, ou seja: Mês da atividade Desconto em Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro férias/ recesso férias/ recesso Maio Junho Julho Agosto férias/ recesso Outubro Novembro Dezembro Janeiro Fevereiro O aluno não receberá o desconto referente à monitoria nos períodos de férias e recessos escolares. Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 9

10 RENOVAÇÃO A renovação de monitoria poderá ser solicitada em formulário próprio (Anexo 5), na Coordenação do Curso, respeitando-se critérios e prazos estabelecidos pela Diretoria do Instituto. Após a aprovação da renovação pela Coordenação Geral, o aluno monitor deverá assinar um novo Termo de Compromisso junto à Coordenação Pedagógica. DESLIGAMENTO O monitor poderá ser dispensado a qualquer momento tanto pelo docente responsável e pela Diretoria como pela Reitoria da Faculdade, sendo substituído pelo suplente, se houver. Os casos omissos serão resolvidos pela Diretoria ou pela Reitoria. Caso o aluno queria desistir da monitoria deverá preencher e assinar o Termo de Desligamento (Anexo 6) junto à Coordenação Pedagógica. O termo de Desligamento deverá ser imediatamente enviado ao Setor de Monitoria. CERTIFICADO DE MONITORIA O aluno monitor receberá ao final de seu exercício um certificado (Anexo 7) como comprovação das horas dedicadas ao desenvolvimento da atividade. Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 10

11 ANEXOS Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 11

12 ANEXO 1 SOLICITAÇÃO DE MONITORIA Professor (a) : Disciplina: Turma: Curso: Campus: JUSTIFICATIVA DA SOLICITAÇÃO CARGA HORÁRIA PREVISTA: Diária: Semanal: Mensal: Fortaleza, de de Assinatura do Professor Parecer do Coordenador Parecer do Coord.Pedagógica Data/Assinatura Data/Assinatura Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 12

13 ANEXO 2 FICHA DE INSCRIÇÃO PARA MONITORIA Nome do(a) aluno(a) RA Curso Turma Telefones: ( ) / ( ) Monitoria Pretendida (Disciplina) Professor Responsável: Possui FIES? Qual percentual? Possui PROUNI? Possui DP? Qual Disciplina? Aproveitamento na disciplina da monitoria pretendida DISPONIBILIDADE DE HORÁRIO PARA OS PLANTÕES 2ª feira das às 3ª feira das às 4ª feira das às 5ª feira das às 6ª feira das às Sábado das às Fortaleza, de de Assinatura do(a) aluno(a) Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 13

14 ANEXO 2 PARA USO DO PROFESSOR INFORMAÇÃO SOBRE A AVALIAÇÃO DO ALUNO ( ) TITULAR ( ) SUPLENTE ( )INDEFERIDO Fortaleza, de de PARA USO INTERNO Assinatura do(a) professor(a) COORDENAÇÃO DO CURSO COORDENAÇÃO GERAL SECRETARIA ( ) APROVADO ( ) REPROVADO ( ) DP/ADAPTAÇÕES TESOURARIA COMENTÁRIOS: ( ) DEFERIDO ( ) INDEFERIDO COMENTÁRIOS A DISCIPLINA A SER MONITORIADA A TURMA POSSUI ALUNOS DATA / / DATA / / DATA / / TOTAL DE HORAS APROVADAS: ( ) DEFERIDO ( ) INDEFERIDO Assinatura: Assinatura: OBS: O inicio da monitoria somente poderá ser após a data do deferimento. Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 14

15 ANEXO 3 TERMO DE COMPROMISSO Eu,, aluno (a) regularmente matriculado (a) no semestre do Curso de no Campus, sob o R.A., comprometo-me a bem desempenhar as funções de monitor seguindo as normas constantes neste termo, recebendo como benefício desconto parcial. Nesta data comprometo-me a: estar regularmente matriculado, com situação regularizada junto a Secretaria, Tesouraria e Biblioteca. realizar as atividades e plantões obedecendo ao número de horas aprovadas pela Diretoria do Instituto. preencher corretamente a Ficha de Ponto de Monitoria e entregá-la até cinco dias do mês subseqüente na Coordenação Pedagógica. entregar os horários de plantão à Coordenação Pedagógica para serem afixados nos murais disponíveis aos cursos. não ministrar aulas, corrigir trabalhos ou provas, bem como ter acesso a documentos de secretaria. Declaro estar ciente que ao infringir qualquer uma das normas constantes neste termo, poderei ser automaticamente desligado de minhas funções sem prévio aviso. Fortaleza, de de. Assinatura da Coordenação Assinatura do Monitor Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 15

16 ANEXO 4 FICHA DE PONTO DE MONITORIA Mês de referência Campus Curso Nome RA CPF Data de Início Disciplina Professor Responsável Hs. autorizadas Data Horário Início Término Atividades Total de horas Assinatura do Monitor Assinatura do Professor Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 16

17 ANEXO 5 FICHA DE RENOVAÇÃO DE MONITORIA HORÁRIO PARA OS PLANTÕES DA MONITORIA 2ª feira das às 3ª feira das às 4ª feira das às 5ª feira das às 6ª feira das às Sábado das às PARA USO INTERNO COORDENAÇÃO DO CURSO COORDENAÇÃO GERAL SECRETARIA ( ) APROVADO ( ) REPROVADO ( ) DP/ADAPTAÇÕES TESOURARIA COMENTÁRIOS: ( ) DEFERIDO ( ) INDEFERIDO COMENTÁRIOS A DISCIPLINA A SER MONITORIADA A TURMA POSSUI ALUNOS DATA / / DATA / / DATA / / ( ) DEFERIDO ( ) INDEFERIDO TOTAL DE HORAS APROVADAS: Assinatura: Assinatura: OBS: O inicio da monitoria somente poderá ser após a data do deferimento. Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 17

18 ANEXO 6 TERMO DE DESLIGAMENTO Eu,, regularmente matriculado(a) no semestre do Curso de, no Campus, sob o RA nº. por este termo oficializo o meu desligamento da função de monitor, tendo prestado compromisso na data de / /. Estou ciente de que o desligamento da função de monitor implicará no cancelamento do benefício de desconto parcial. Fortaleza, de de. Assinatura do Monitor Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 18

19 ANEXO 7 CERTIFICADO Certificamos que, exerceu a função de Monitor Titular junto a Disciplina de,no Curso de, no ano de, com carga horária de horas. Fortaleza, de de Coordenador do Curso Coordenação Pedagógica Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 19

20 Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 20

CURSO DISCIPLINA VAGAS TURNO Intervenção Precoce 02 Manhã e Noite

CURSO DISCIPLINA VAGAS TURNO Intervenção Precoce 02 Manhã e Noite EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA ANO DE 2014.2 O Diretor Acadêmico da Faculdade de Tecnologia Intensiva FATECI, Prof. Augusto Lima Verde no uso de suas atribuições regimentais, torna público

Leia mais

EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO DE MONITORIA

EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO DE MONITORIA EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO DE MONITORIA 2016-1 I DO PROCESSO SELETIVO: A Faculdade de Ensino Superior da Amazônia Reunida - FESAR, através da Coordenação de Pesquisa e Extensão, comunica ao corpo discente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROJETO Cursinho da Inclusão Social

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROJETO Cursinho da Inclusão Social EDITAL Nº 001 - PREENCHIMENTO DE VAGAS PARA PROFESSOR-MONITOR NO PROJETO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL, DE 16 DE FEVEREIRO DE 2016. A Coordenação do Projeto Cursinho da Inclusão Social, da Universidade Federal

Leia mais

EDITAL Nº 072/2016 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE BOLSA NA MODALIDADE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

EDITAL Nº 072/2016 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE BOLSA NA MODALIDADE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EDITAL Nº 072/2016 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE BOLSA NA MODALIDADE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA A Reitoria do Centro Universitário Senac torna pública a abertura das inscrições do processo de seleção

Leia mais

.::. Diretorio Central dos Estudantes.::. ::.DCE UniCEUB.:: Gestão 2016/2017

.::. Diretorio Central dos Estudantes.::. ::.DCE UniCEUB.:: Gestão 2016/2017 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA COLABORADORES DO DCE O presidente do Diretório Central dos Estudantes do UniCEUB, Rafael Calixto de Souza, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público

Leia mais

.::. Diretorio Central dos Estudantes.::. ::.DCE UniCEUB.:: Gestão 2016/2017

.::. Diretorio Central dos Estudantes.::. ::.DCE UniCEUB.:: Gestão 2016/2017 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSORES CURSO DE LÍNGUAS DCE O presidente do Diretório Central dos Estudantes do UniCEUB, Rafael Calixto de Sousa, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna

Leia mais

FACULDADE DO NORTE GOIANO - FNG PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DA FNG EDITAL 01/2017

FACULDADE DO NORTE GOIANO - FNG PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DA FNG EDITAL 01/2017 FACULDADE DO NORTE GOIANO - FNG PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DA FNG EDITAL 01/2017 A Diretoria acadêmica da Faculdade do Norte Goiano da cidade de Porangatu estado de Goiás, no uso de suas atribuições

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE MONITORIA

REGULAMENTO GERAL DE MONITORIA CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ REGULAMENTO GERAL DE MONITORIA FAFIL/FAECO/FAENG Índice Capítulo I Das Finalidades 3 Capítulo II - Das Inscrições dos Alunos 3 Capítulo III - Dos critérios de

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N º 01 /2016

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N º 01 /2016 1 CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N º 01 /2016 A Coordenação do Curso de Arquitetura e Urbanismo, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas

Leia mais

NORMATIZAÇÃO CGA N o 04/2015

NORMATIZAÇÃO CGA N o 04/2015 NORMATIZAÇÃO CGA N o 04/2015 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES NORMATIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE MONITORIA 1.1 - O presente documento reúne as normas estabelecidas para o Programa de Monitoria desenvolvido no Instituto

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO E MARKETING INSTITUTO BRASILEIRO DE SAÚDE. EDITALn 07/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA EM EDUCAÇÃO FÍSICA

INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO E MARKETING INSTITUTO BRASILEIRO DE SAÚDE. EDITALn 07/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA EM EDUCAÇÃO FÍSICA INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO E MARKETING INSTITUTO BRASILEIRO DE SAÚDE EDITALn 07/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA EM EDUCAÇÃO FÍSICA O Instituto Brasileiro de Gestão e Marketing IBGM e Saúde

Leia mais

Edital para Seleção de Monitores de Laboratórios Nº 01/2016

Edital para Seleção de Monitores de Laboratórios Nº 01/2016 Edital para Seleção de Monitores de Laboratórios Nº 01/2016 O INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CAMPUS RIO VERDE, com sede Rod. Sul Goiana Km 01, Zona Rural, Rio Verde - GO, por

Leia mais

Manual de Monitoria - FAMETRO

Manual de Monitoria - FAMETRO 2015 Manual de Monitoria - FAMETRO QUALIDADE DE ENSINO Coordenação de Ensino 17/12/2015 MANUAL DE MONITORIA INTRODUÇÃO O presente Guia visa proporcionar aos professores orientadores e alunos-monitores

Leia mais

1. DOS FUNDAMENTOS E OBJETIVOS DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA

1. DOS FUNDAMENTOS E OBJETIVOS DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA ESTÁGIO DE DOCÊNCIA DO MESTRADO DA ESCOLA SUPERIOR DOM HELDER CÂMARA 1º SEMESTRE DE 2017 1. DOS FUNDAMENTOS E OBJETIVOS DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA O candidato ao estágio de docência deve ser um aluno regularmente

Leia mais

EDITAL Nº 014/FUNDAÇÃO/2016

EDITAL Nº 014/FUNDAÇÃO/2016 EDITAL Nº 014/FUNDAÇÃO/2016 DIVULGA O QUADRO DE CURSOS E O NÚMERO DE VAGAS OFERTADAS E ESTABELECE CRITÉRIOS DE INSCRIÇÃO, SELEÇÃO, CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DA BOLSA DE ESTUDO INTEGRAÇÃO COMUNITÁRIA REFERENTE

Leia mais

REGULAMENTO DE MONITORIA. Capítulo I Das Disposições Gerais

REGULAMENTO DE MONITORIA. Capítulo I Das Disposições Gerais REGULAMENTO DE MONITORIA Dispõe sobre a regulamentação da Monitoria Capítulo I Das Disposições Gerais Art. 1 O presente regulamento estabelece normas para o processo seletivo de monitoria da Faculdade

Leia mais

EDITAL DA N.º 01/2017

EDITAL DA N.º 01/2017 EDITAL DA N.º 01/2017 DIVULGA AS VAGAS CONTEMPLADAS E INFORMA OS PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE MONITORES PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA PIM 2017. O Diretor Acadêmico da FAE São

Leia mais

REGULAMENTO PARA MONITORIA DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE DE RIBEIRÃO PRETO - USP

REGULAMENTO PARA MONITORIA DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE DE RIBEIRÃO PRETO - USP REGULAMENTO PARA MONITORIA DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE DE RIBEIRÃO PRETO - USP Este Regulamento tem como objetivo normatizar a seleção e os demais procedimentos relacionados ao desenvolvimento

Leia mais

FACER FACULDADES FACULDADE DE JARAGUÁ PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA

FACER FACULDADES FACULDADE DE JARAGUÁ PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA FACER FACULDADES FACULDADE DE JARAGUÁ PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA INTRODUÇÃO O exercício da Monitoria constitui-se em uma atividade de grande relevância, especialmente, por estimular no aluno de graduação

Leia mais

REGULAMENTO DA MONITORIA. para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação da Universidade Iguaçu. discentes; magistério superior.

REGULAMENTO DA MONITORIA. para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação da Universidade Iguaçu. discentes; magistério superior. i.e PRÓ-REITORIA ACADÊMICA REGULAMENTO DA MONITORIA Art. 1º. O presente regulamento estabelece as regras para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação da Universidade Iguaçu UNIG, por meio de programas

Leia mais

SELEÇÃO DE MONITORES VOLUNTÁRIOS PARA A APLICAÇÃO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UFMA

SELEÇÃO DE MONITORES VOLUNTÁRIOS PARA A APLICAÇÃO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UFMA SELEÇÃO DE MONITORES VOLUNTÁRIOS PARA A APLICAÇÃO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UFMA O Presidente da Comissão Própria de Avaliação UFMA torna público a todos os interessados, que estão abertas as inscrições

Leia mais

MÓDULO PERÍODO NOTURNO QUANTIDADE DE VAGAS. (19h às 21h30min) (19h às 21h30min) (19h às 21h30min) (19h às 21h30min)

MÓDULO PERÍODO NOTURNO QUANTIDADE DE VAGAS. (19h às 21h30min) (19h às 21h30min) (19h às 21h30min) (19h às 21h30min) EDITAL 013/2017 - PROCESSO SIMPLIFICADO PARA INGRESSO NOS CURSOS EXTRACURRICULARES DE ESPANHOL BÁSICO I, INGLÊS BÁSICO I, E (VAGAS REMANESCENTES) ESPANHOL BÁSICO II, (VAGAS REMANESCENTES) INGLÊS BÁSICO

Leia mais

EDITAL 21/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA

EDITAL 21/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL 21/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA Dispõe sobre a Transferência Externa para cursos de graduação da Faculdade Guanambi. A Direção Acadêmica e Administrativa da Faculdade Guanambi, no uso de suas atribuições

Leia mais

Mais informações podem ser obtidas na Coordenação do curso.

Mais informações podem ser obtidas na Coordenação do curso. MANUAL DE MONITORIA O IBES tem interesse em gerar recursos humanos de qualidade entre seus próprios alunos para, no futuro, atuarem em função docente. Para tanto, mantém um programa de monitoria junto

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2016 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2016 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR 1 CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2016 A Coordenação do Curso de ARQUITETURA E URBANISMO, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições

Leia mais

Centro Universitário do Vale do Ipojuca UNIFAVIP DeVry Pró-reitoria Acadêmica

Centro Universitário do Vale do Ipojuca UNIFAVIP DeVry Pró-reitoria Acadêmica Centro Universitário do Vale do Ipojuca UNIFAVIP DeVry Pró-reitoria Acadêmica PROGRAMA DE MONITORIA 2014.2 EDITAL Nº 05/2014 DE 11 DE JULHO DE 2014 A Pró-reitoria Acadêmica torna público que, no período

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE ENSINO Campus Universitário Viçosa MG 36570-900 Telefone: (31)3899-3475 Fax: (31)3899-1236 email: mobilidade.pre@ufv.br EDITAL

Leia mais

EDITAL/VICE-REITORIA/DIRGRAD/N.017/2017

EDITAL/VICE-REITORIA/DIRGRAD/N.017/2017 EDITAL/VICE-REITORIA/DIRGRAD/N.017/2017 Processo Seletivo para monitoria voluntária na disciplina de Avaliação Psicológica III, do Curso de Psicologia da Unoesc, Unidade de Pinhalzinho. O Vice-reitor de

Leia mais

Faci DeVry PROGRAMA DE MONITORIA EDITAL Nº 01/2016 DE 01 DE FEVEREIRO DE 2016

Faci DeVry PROGRAMA DE MONITORIA EDITAL Nº 01/2016 DE 01 DE FEVEREIRO DE 2016 Faci DeVry PROGRAMA DE MONITORIA 2016.1 EDITAL Nº 01/2016 DE 01 DE FEVEREIRO DE 2016 A Coordenação Geral Acadêmica juntamente com a Coordenadoria de Apoio e Suporte ao Aluno (CASA) torna público que, no

Leia mais

Faculdade Pitágoras de Imperatriz

Faculdade Pitágoras de Imperatriz EDITAL Nº 003/2015 DIRETORIA GERAL Faculdade Pitágoras de Imperatriz A Diretora Geral da Faculdade Pitágoras de Imperatriz MA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no período de 13 a

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ EDITAL N 07 DE 10 DE JULHO DE 2017 SELEÇÃO PARA PROGRAMA INSTITUCIONAL

Leia mais

EDITAL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX

EDITAL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX 2016 2 PIBEX O Programa Institucional de Bolsas de Extensão (PIBEX) concede aos alunos participantes deste programa uma bolsa de até RS 400.00

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALHOÇA FACULDADE MUNICIPAL DE PALHOÇA COORDENAÇÃO DE PESQUISA, EXTENSÃO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALHOÇA FACULDADE MUNICIPAL DE PALHOÇA COORDENAÇÃO DE PESQUISA, EXTENSÃO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EDITAL Nº 11/2016 - PROCESSO SIMPLIFICADO PARA INGRESSO NOS CURSOS EXTRACURRICULARES DE ESPANHOL BÁSICO I E INGLÊS BÁSICO I E (VAGAS REMANESCENTES) ESPANHOL INTERMEDIÁRIO I E INGLÊS BASICO II A Direção

Leia mais

EDITAL UNDB Nº 10/2016 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E GRADUADO

EDITAL UNDB Nº 10/2016 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E GRADUADO A Unidade de Ensino Superior Dom Bosco UNDB, por meio da Diretoria Acadêmica, torna público o presente Edital, contendo as normas, rotinas e procedimentos que regem o Processo Seletivo para Transferência

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ IFCE CAMPUS CANINDÉ EDITAL 01/2017 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PAPEX

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ IFCE CAMPUS CANINDÉ EDITAL 01/2017 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PAPEX MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ IFCE CAMPUS CANINDÉ EDITAL 01/2017 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PAPEX EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE EXTENSÃO 03 de Julho

Leia mais

EDITAL nº 009/2013, de 24 de abril de 2013

EDITAL nº 009/2013, de 24 de abril de 2013 EDITAL nº 009/2013, de 24 de abril de 2013 A Diretora Geral do IFMA - Campus Santa Inês, por meio da Diretoria de Desenvolvimento de Ensino, no uso de suas atribuições legais, com base no que dispõe as

Leia mais

INTRODUÇÃO O QUE É MONITORIA

INTRODUÇÃO O QUE É MONITORIA MANUAL DE MONITORIA Maceió Alagoas 1 INTRODUÇÃO A Facima oferece ao aluno a oportunidade de iniciar-se na função docente através do exercício de Monitorias. Apenas será considerado monitor o aluno que

Leia mais

Resolução nº 004/2015

Resolução nº 004/2015 Resolução nº 004/2015 Dispõe sobre estágio de prática docente para os alunos do Mestrado em Direito e Instituições do Sistema de Justiça. Art. 1º O Estágio de Prática Docente (EPD) tem por objetivo aperfeiçoar

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DO GAMA. (minuta)

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DO GAMA. (minuta) RESOLUÇÃO DO CONSELHO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DO GAMA. (minuta) Estabelece normas para a realização de estágios obrigatórios e não obrigatórios no âmbito dos cursos de graduação da Faculdade

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA - ENGLISHPRO EDITAL Nº 01/2016 DE 25 DE ABRIL DE 2016

PROGRAMA DE MONITORIA - ENGLISHPRO EDITAL Nº 01/2016 DE 25 DE ABRIL DE 2016 PROGRAMA DE MONITORIA - ENGLISHPRO 2016.1 EDITAL Nº 01/2016 DE 25 DE ABRIL DE 2016 A Coordenação Geral Acadêmica juntamente com a Coordenadoria de Apoio e Suporte ao Aluno (CASA) torna público que, no

Leia mais

Faculdade DeVry Martha Falcão

Faculdade DeVry Martha Falcão Faculdade DeVry Martha Falcão PROGRAMA DE MONITORIA 2017.2 EDITAL Nº 02/2017 DE 12 DE MAIO DE 2017 A Coordenação Geral Acadêmica juntamente com a Coordenadoria de Apoio e Suporte ao Aluno (CASA) torna

Leia mais

EDITAL Nº 04/2016 PROGRAMA DE BOLSA DE MONITORIA DO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ARTES (PROF-ARTES)

EDITAL Nº 04/2016 PROGRAMA DE BOLSA DE MONITORIA DO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ARTES (PROF-ARTES) EDITAL Nº 04/2016 PROGRAMA DE BOLSA DE MONITORIA DO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ARTES (PROF-ARTES) O Conselho Gestor do Mestrado Profissional em Artes (PROF-ARTES) em Rede Nacional, no exercıćio

Leia mais

EDITAL Nº 004/2015/DArtes PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE EXTENSÃO E CULTURA 2015

EDITAL Nº 004/2015/DArtes PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE EXTENSÃO E CULTURA 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE CULTURA, EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE EXTENSÃO E CULTURA NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE ARTES EDITAL Nº

Leia mais

Centro Universitário Central Paulista

Centro Universitário Central Paulista Centro Universitário Central Paulista EDITAL DE ABERTURA PROCESSO SELETIVO PARA MONITORIA DOS CURSOS EDITAL Nº 02/2016 2º semestre O Núcleo de Apoio Pedagógico (NAP) faz saber, a todos os interessados,

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO INTERNO

MANUAL DE ESTÁGIO INTERNO MANUAL DE ESTÁGIO INTERNO AGOSTO/2016 SUMÁRIO O QUE É ESTÁGIO INTERNO?... 3 INSCRIÇÃO... 3 CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO... 3 COMPETÊNCIAS E ATRIBUIÇÕES... 4 Professor orientador:... 4 Estagiário:... 4 É EXPRESSAMENTE

Leia mais

EDITAL N 001/2015 ENFERMAGEM PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO

EDITAL N 001/2015 ENFERMAGEM PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CÂMPUS DE PALMAS CURSO DE ENFERMAGEM Av. NS 15, ALCNO 14, Bloco IV, 109 Norte Palmas/TO (63) 3232-8318 www.uft.edu.br enfermagem@uft.edu.br EDITAL N 001/2015 ENFERMAGEM

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA 1 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA FORTALEZA, 2016 2 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DA MONITORIA... 3 CAPÍTULO II... 3 DOS OBJETIVOS... 3 CAPÍTULO III... 3 DA SELEÇÃO... 3 CAPÍTULO IV... 5 DOS REQUISITOS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID SUBPROJETO SOCIOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID SUBPROJETO SOCIOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID SUBPROJETO SOCIOLOGIA EDITAL 02/2016 PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS/INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

Leia mais

EDITAL N.º 02/2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA INGRESSO NO CURSO DE EXTENSÃO FORMAÇÃO E SABERES DOCENTES

EDITAL N.º 02/2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA INGRESSO NO CURSO DE EXTENSÃO FORMAÇÃO E SABERES DOCENTES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ - IFCE CAMPUS BOA VIAGEM EDITAL N.º 02/2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA INGRESSO NO CURSO DE EXTENSÃO FORMAÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS UNIDADE ACADÊMICA ESPECIAL DE ESTUDOS GEOGRÁFICOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS UNIDADE ACADÊMICA ESPECIAL DE ESTUDOS GEOGRÁFICOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS UNIDADE ACADÊMICA ESPECIAL DE ESTUDOS GEOGRÁFICOS NORMAS COMPLEMENTARES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO DE MONITORES DA UNIDADE ACADÊMICA ESPECIAL DE ESTUDOS

Leia mais

2.2 São obrigações do monitor: a) executar integralmente o programa proposto pelo orientador; b) ler bibliografia específica do módulo;

2.2 São obrigações do monitor: a) executar integralmente o programa proposto pelo orientador; b) ler bibliografia específica do módulo; EDITAL Nº001 /2016 - COORD. DE MEDICINA/UFRR Boa Vista, 16 de Maio de 2016 Dispõe sobre Processo de Seleção para vagas de monitores do curso de Medicina da UFRR. A Coordenação do Curso de Bacharelado em

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA EDITAL PROEX Nº 049 DE 27 DE SETEMBRO DE 2016 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA COMPOR O BANCO DE BOLSISTAS FORMADORES EM LÍNGUAS ESTRANGEIRA PARA O PRIMEIRO E SEGUNDO SEMESTRE

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ALUNO ESPECIAL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA 1º SEMESTRE 2017

PROCESSO SELETIVO PARA ALUNO ESPECIAL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA 1º SEMESTRE 2017 PROCESSO SELETIVO PARA ALUNO ESPECIAL 1º SEMESTRE 2017 A COORDENAÇÃO DO, da Universidade Federal da Grande Dourados, no uso de suas atribuições legais, torna público o presente Processo Seletivo, para

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DO ISEPRO

PROGRAMA DE MONITORIA DO ISEPRO PROGRAMA DE MONITORIA DO ISEPRO EDITAL /25 A Direção Geral do Instituto Superior de Educação Programus ISEPRO, através da Coordenação do SAP, no uso de suas atribuições regimentais e regulamentares, tornam

Leia mais

DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA

DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CAMPUS JOÃO PESSOA DIREÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO COORDENAÇÃO DA ÁREA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 07, DE 24 DE MAIO

Leia mais

FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST EDITAL Nº 006/2017/CEST

FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST EDITAL Nº 006/2017/CEST FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST EDITAL Nº 006/2017/CEST O Diretor Geral da Faculdade Santa Terezinha - CEST, mantida pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais - APAE, de São Luís - MA, no uso

Leia mais

LABORATÓRIO RÁDIO EDITAL N. º 008/2013. (alunos a partir do 2º período de jornalismo)

LABORATÓRIO RÁDIO EDITAL N. º 008/2013. (alunos a partir do 2º período de jornalismo) CONCURSO DE MONITORIA LABORATÓRIO RÁDIO EDITAL N. º 008/2013 (alunos a partir do 2º período de jornalismo) I. DAS VAGAS, BOLSA DE MONITORIA, REGIME JURÍDICO E CARGA HORÁRIA. 1- Número de vagas: 02(duas)

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA

PROGRAMA DE MONITORIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TECNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL PROGRAMA DE MONITORIA Agosto/2010 2 1. O QUE É MONITORIA A Monitoria é a modalidade de ensino-aprendizagem,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS NORMAS COMPLEMENTARES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO DE MONITORES DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO,

Leia mais

SALTO. Errata FACULDADE SANT ANNA DE SALTO

SALTO. Errata FACULDADE SANT ANNA DE SALTO SALTO Errata FACULDADE SANT ANNA DE SALTO EDITAL DE MATRÍCULA PARA OS CURSOS DE DEPENDÊNCIA OU ADAPTAÇÃO NOS HORÁRIOS DA GRADUAÇÃO DURANTE A SEMANA NO PRIMEIRO SEMESTRE LETIVO DE 2012 O Professor Raul

Leia mais

EDITAL DE MONITORIA nº 31/2014

EDITAL DE MONITORIA nº 31/2014 EDITAL DE MONITORIA nº 31/2014 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano Campus Senhor do Bonfim torna pública a abertura das inscrições para seleção de bolsas do Programa Institucional

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA Artigo 1º - O Programa de Monitoria, mantido pela Faculdade de Medicina de Itajubá,

Leia mais

EDITAL Nº 25/2017 PROCESSO SELETIVO DO 1 SEMESTRE 2017 VAGAS PARA REOPÇÃO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO

EDITAL Nº 25/2017 PROCESSO SELETIVO DO 1 SEMESTRE 2017 VAGAS PARA REOPÇÃO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 25/2017 PROCESSO SELETIVO DO 1 SEMESTRE 2017 VAGAS PARA REOPÇÃO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO A (PROEN) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM), no uso de suas atribuições

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2º Semestre de 2017

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2º Semestre de 2017 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2º Semestre de 2017 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

Seleção de Monitores. EDITAL NEPE Nº 03, de 26 de fevereiro de FACULDADE DINÂMICA DO VALE DO PIRANGA NÚCLEO DE ESTUDO, PESQUISA E EXTENSÃO-NEPE

Seleção de Monitores. EDITAL NEPE Nº 03, de 26 de fevereiro de FACULDADE DINÂMICA DO VALE DO PIRANGA NÚCLEO DE ESTUDO, PESQUISA E EXTENSÃO-NEPE EDITAL NEPE Nº 03, de 26 de fevereiro de 2016. Seleção de Monitores Dispõe sobre o Programa de Monitoria a ser aplicado no 1 semestre de 2016. O Coordenador do Núcleo de Estudo, Pesquisa e Extensão, no

Leia mais

1. DOS CURSOS, DA DATA, HORÁRIO E LOCAL PARA A REALIZAÇÃO DA MATRÍCULA.

1. DOS CURSOS, DA DATA, HORÁRIO E LOCAL PARA A REALIZAÇÃO DA MATRÍCULA. A Direção da Faculdade SATC, mantida pela Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina - SATC, credenciada pela Portaria Ministerial n. 3.556 de 26/11/2003, publicada no D.O.U., em

Leia mais

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Pesquisa

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Pesquisa Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Pesquisa NORMAS E PROCEDIMENTOS DO PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA

Leia mais

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no Of Circular /2011 FAPAC - Faculdade Presidente Antônio Carlos. ITPAC-INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA. Rua 02 Qd. 07 - Jardim dos Ypês Porto Nacional TO CEP 77.500-000 Fone:

Leia mais

EDITAL nº 013/2017 PREENCHIMENTO DE VAGAS OCIOSAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO DO CAMPUS OURO PRETO DO IFMG

EDITAL nº 013/2017 PREENCHIMENTO DE VAGAS OCIOSAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO DO CAMPUS OURO PRETO DO IFMG EDITAL nº 013/2017 PREENCHIMENTO DE VAGAS OCIOSAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO DO CAMPUS OURO PRETO DO IFMG A DIRETORA-GERAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS - CAMPUS OURO

Leia mais

EDITAL 01/2016 ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITOR-BOLSISTA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (GTI) I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

EDITAL 01/2016 ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITOR-BOLSISTA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (GTI) I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES EDITAL 01/2016 ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITOR-BOLSISTA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (GTI) I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A FAI Faculdades de Itapiranga/SC, no uso de suas atribuições

Leia mais

EDITAL AEPP/CSTR Nº 02/2017 Seleção de Monitor Especial: apoio de Aluno com Necessidade Educacional Especial

EDITAL AEPP/CSTR Nº 02/2017 Seleção de Monitor Especial: apoio de Aluno com Necessidade Educacional Especial EDITAL AEPP/CSTR Nº 02/2017 Seleção de Monitor Especial: apoio de Aluno com Necessidade Educacional Especial O Centro de Saúde e Tecnologia Rural da Universidade Federal de Campina Grande (CSTR/UFCG),

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CAMPUS FREDERICO WESTPHALEN CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CAMPUS FREDERICO WESTPHALEN CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CAMPUS FREDERICO WESTPHALEN CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL EDITAL DE SELEÇÃO PARA NOVOS MEMBROS DO GRUPO PET ENGENHARIA FLORESTAL-FW O Grupo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO EDITAL Nº 008/14/PROEN TRANSFERÊNCIA INTERISTITUCIONAL (EXTERNA) A Pró-reitoria de Ensino (PROEN) da Universidade Federal do Cariri (UFCA), tendo em vista o parecer sobre o quantitativo de vagas ociosas

Leia mais

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA ANO LETIVO 2017 EDITAL DE INSCRIÇÃO

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA ANO LETIVO 2017 EDITAL DE INSCRIÇÃO UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA ANO LETIVO 2017 EDITAL DE INSCRIÇÃO A Coordenação do Curso de Medicina da Universidade de São

Leia mais

FACULDADE SÃO FRANCISCO DE JUAZEIRO-BA

FACULDADE SÃO FRANCISCO DE JUAZEIRO-BA EDITAL N. 1 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA MONITORIA DA EMPRESA JÚNIOR, ESCRITÓRIO MODELO E LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE SÃO FRANCISCO DE

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAIBA PRÓ-REITORIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 001/2017 SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TUTORIA ESPECIAL

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAIBA PRÓ-REITORIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 001/2017 SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TUTORIA ESPECIAL UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAIBA PRÓ-REITORIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 001/2017 SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TUTORIA ESPECIAL A Universidade Estadual da Paraíba, por meio da Pró-Reitoria Estudantil, no uso de

Leia mais

Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA

Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 1. Quais são os requisitos para obtenção de bolsa monitoria? a) o discente deve estar regularmente matriculado no período letivo em

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA GESTÃO ESTRATÉGICA EM SEGUROS 1º Semestre de 2017

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA GESTÃO ESTRATÉGICA EM SEGUROS 1º Semestre de 2017 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA GESTÃO ESTRATÉGICA EM SEGUROS 1º Semestre de 2017 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas

Leia mais

(DISPÕE SOBRE O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU, APRESENTA MODELOS DE DOCUMENTOS E REVOGA A PORTARIA N. 11/2004).

(DISPÕE SOBRE O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU, APRESENTA MODELOS DE DOCUMENTOS E REVOGA A PORTARIA N. 11/2004). PORTARIA N º 36 DE 30 DE SETEMBRO DE 2005 (APROVADO PELA DIREÇÃO ACADÊMICA EM 18/10/2005) (DISPÕE SOBRE O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU, APRESENTA MODELOS DE DOCUMENTOS E REVOGA

Leia mais

FACULDADE UNIGRAN CAPITAL

FACULDADE UNIGRAN CAPITAL FACULDADE UNIGRAN CAPITAL PROCESSO SELETIVO PARA MONITORIA ACADÊMICA DE ENSINO E EXTENSÃO PARA OS CURSOS SUPERIORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA (BACHARELADO E LICENCIATURA) DA FACULDADE UNIGRAN CAPITAL NA CATEGORIA

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS EAD 1º Semestre de 2017

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS EAD 1º Semestre de 2017 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS EAD 1º Semestre de 2017 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição

Leia mais

I - Das disposições iniciais

I - Das disposições iniciais EDITAL Nº07 DE MATRÍCULA NAS CATEGORIAS DE TRANSFERÊNCIA INTERNA, TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PARA AS VAGAS RESIDUAIS DO ENSINO SUPERIOR. A Diretoria de Ensino do Instituto

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS CAMPUS BURITIS CIPAE Centro Integrado de Práticas em Arquitetura e Engenharias 2015/1

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS CAMPUS BURITIS CIPAE Centro Integrado de Práticas em Arquitetura e Engenharias 2015/1 Edital 003 2015/1 PROCESSO SELETIVO PARA VOLUNTÁRIO EM ATIVIDADE EXTENSIONISTA EXTRACURRICULAR O Centro Universitário Newton Paiva, por meio do Instituto de Ciências Exatas, sob a orientação do CIPAE (Centro

Leia mais

EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC

EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC A Diretoria da Faculdade São Gabriel e as Coordenações de Cursos comunicam aos interessados que estarão abertas

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO MONITORIA 2010.2

EDITAL DE SELEÇÃO MONITORIA 2010.2 1 Laureate International Universities R EDITAL DE SELEÇÃO MONITORIA 2010.2 A FACULDADE DOS GUARARAPES, mantida pela Sociedade Capibaribe de Educação e Cultura - SOCEC, com sede em Jaboatão dos Guararapes

Leia mais

EDITAL PIBID-UFOB Nº 01/2014 SELEÇÃO DE BOLSISTAS

EDITAL PIBID-UFOB Nº 01/2014 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação e a Coordenação do PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA DA UFOB tornam público a abertura de seleção para bolsistas

Leia mais

EDITAL Nº 16 de 09 DE FEVEREIRO DE 2017

EDITAL Nº 16 de 09 DE FEVEREIRO DE 2017 EDITAL Nº 16 de 09 DE FEVEREIRO DE 2017 Processo seletivo para o Programa de Monitoria no Período 2017/01 dos Cursos de Engenharia Civil e Engenharia Elétrica. A Diretoria e a Coordenação Acadêmica, através

Leia mais

EDITAL 001/2017. Artigo 1º - O período de realização dos cursos será de 11 de março a 24 de junho de 2017.

EDITAL 001/2017. Artigo 1º - O período de realização dos cursos será de 11 de março a 24 de junho de 2017. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DEPARTAMENTO DE LETRAS CENTRO DE LÍNGUAS CELIG

Leia mais

EDITAL Nº 01/2017 DPE/CELLE PROCESSO SELETIVO À COMUNIDADE INTERNA E EXTERNA

EDITAL Nº 01/2017 DPE/CELLE PROCESSO SELETIVO À COMUNIDADE INTERNA E EXTERNA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO. CAMPUS RECIFE DIREÇÃO DE PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO CENTRO DE LIBRAS E LÍNGUAS ESTRANGEIRAS EDITAL Nº 01/2017

Leia mais

EDITAL PIBID FESL Nº 03/2015 SELEÇÃO DE BOLSISTAS ID

EDITAL PIBID FESL Nº 03/2015 SELEÇÃO DE BOLSISTAS ID EDITAL PIBID FESL Nº 03/2015 SELEÇÃO DE BOLSISTAS ID A Direção Acadêmica e a Coordenação do PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUIS tornam público a abertura

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROJETO Cursinho da Inclusão Social

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROJETO Cursinho da Inclusão Social EDITAL Nº 001 - PREENCHIMENTO DE VAGAS PARA PROFESSOR-MONITOR NO PROJETO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2015. A Coordenação do Projeto Cursinho da Inclusão Social, da Universidade Federal

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA. CAPÍTULO I Do Conceito de Monitoria

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA. CAPÍTULO I Do Conceito de Monitoria REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA CAPÍTULO I Do Conceito de Monitoria Art. 1º - Entende-se por Monitoria, uma modalidade de ensino e aprendizagem que contribui para a formação integrada

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ - IFCE CAMPUS BOA VIAGEM EDITAL N.º 04/2017

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ - IFCE CAMPUS BOA VIAGEM EDITAL N.º 04/2017 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ - IFCE CAMPUS BOA VIAGEM EDITAL N.º 04/2017 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA INGRESSO NO CURSO DE EXTENSÃO POLÍTICAS

Leia mais

EDITAL N 021/2016/IFTO/CAMPUS PALMAS, DE 14 DE JUNHO DE 2016.

EDITAL N 021/2016/IFTO/CAMPUS PALMAS, DE 14 DE JUNHO DE 2016. EDITAL N 02/206/IFTO/, DE 4 DE JUNHO DE 206. PROCESSO SELETIVO PARA PREENCHIMENTO DE MONITORES PARA O ENSINO MÉDIO INTEGRADO, PROEJA E TÉCNICO SUBSEQUENTE VAGAS OCISOSAS O DIRETOR GERAL DO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

EDITAL Nº 016/ SELEÇÃO DE MONITORIA DISCENTE 2016/2

EDITAL Nº 016/ SELEÇÃO DE MONITORIA DISCENTE 2016/2 EDITAL Nº 016/2016 - SELEÇÃO DE MONITORIA DISCENTE 2016/2 CURSOS DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA, ENGENHARIA CIVIL, ENGENHARIA ELÉTRICA, ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, ENGENHARIA MECÂNICA, ARQUITETURA E URBANISMO,

Leia mais

RESOLUÇÃO CEPEX Nº 015/2011 Teresina, 13 de maio de 2011.

RESOLUÇÃO CEPEX Nº 015/2011 Teresina, 13 de maio de 2011. RESOLUÇÃO CEPEX Nº 015/2011 Teresina, 13 de maio de 2011. Revoga a Resolução CEPEX 002/2010 e fixa normas para o Programa de Monitoria na graduação, da Universidade Estadual do Piauí. O Reitor e Presidente

Leia mais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul EDITAL Nº. 2, DE 24 DE ABRIL DE 2017

Serviço Público Federal Ministério da Educação Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul EDITAL Nº. 2, DE 24 DE ABRIL DE 2017 EDITAL Nº. 2, DE 24 DE ABRIL DE 2017 PROCESSO SELETIVO PARA MONITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CATEGORIA BOLSISTA/VOLUNTÁRIO O DIRETOR DO INSTITUTO DE QUÍMICA da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL EDITAL N 02, DE 29 DE FEVEREIRO DE 2016.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL EDITAL N 02, DE 29 DE FEVEREIRO DE 2016. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL EDITAL N 02, DE 29 DE FEVEREIRO DE 2016. EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA A COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO

Leia mais