5.4. MATRIZ CURRICULAR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "5.4. MATRIZ CURRICULAR"

Transcrição

1 5.4. MATRIZ CURRICULAR TEO 2 PRA Introdução à Agronomia EA Específico Obrigatória Cálculo I IME Comum Obrigatória Física I IF Comum Obrigatória Química Geral IQ Comum Obrigatória Química Analítica teórica IQ Comum Obrigatória Química Analítica - prática IQ Comum Obrigatória Química Orgânica IQ Comum Obrigatória Morfologia e Taxonomia Vegetal ICB Comum Obrigatória Biologia e Zoologia ICB Comum Obrigatória Introdução à Computação INF Comum Obrigatória Metologia Científica EA Específico Obrigatória Introdução à Ciência Solo EA Específico Obrigatória Desenho Técnico EA Comum Obrigatória Topografia EA Comum Obrigatória Cálculo II IME Comum Obrigatória Física II IF Comum Obrigatória Bioquímica de Biomoléculas ICB 04, 05 e Comum Obrigatória Conservação Solo EA 26 e Específico Obrigatória

2 Anatomia Vegetal ICB Comum Obrigatória Anatomia e Fisiologia s Animais Domésticos ICB Comum Obrigatória Metabolismo Celular ICB Comum Obrigatória Experimentação e Estatística EA - 01, Comum Obrigatória Genética ICB Comum Obrigatória Fisiologia Desenvolvimento Vegetal ICB 17 e Comum Obrigatória Fisiologia Metabolismo Vegetal ICB Comum Obrigatória Física e Classificação Solo EA Específico Obrigatória Mecanização Agrícola EA 02, 03 e Específico Obrigatória Fertilidade Solo EA Específico Obrigatória Melhoramento Plantas EA 22 e Específico Obrigatória Geoprocessamento EA Específico Obrigatória Zootecnia Geral EV Específico Obrigatória Melhoramento Animal EV 22 e Específico Obrigatória Alimentos e Alimentação Animal EV 17 e Específico Obrigatória Forragicultura EV 17, 19 e Específico Obrigatória Avicultura EV 31 e Específico Obrigatória Suinocultura EV 31 e Específico Obrigatória Bovinocultura de Corte EV 31 e e Específico Obrigatória

3 Bovinocultura de Leite EV 31 e e Específico Obrigatória Princípios de Entomologia EA Específico Obrigatória Plantas Daninhas e Seu Controle EA 09, 19 e Específico Obrigatória Fitopatologia I EA 09, 19 e Específico Obrigatória Fitopatologia II EA Específico Obrigatória Proteção de Plantas EA e Específico Obrigatória Manejo Int. de Artrópodes Pragas EA Específico Obrigatória Construções e Eletrificação Rural EA 13, 16 e 27 35, 36, 37, 38 e Específico Obrigatória Produção e Tecnologia de Sementes EA 19 e Específico Obrigatória Manejo Solo EA Específico Obrigatória Climatologia Agrícola EA 15 e Específico Obrigatória Agricultura I EA 27, 40, 42, 44, Agricultura II EA 28, 40, 42, 44, Agricultura III EA 28, 40, 42, 44, Sociologia Rural EA Específico Obrigatória Economia Rural EA Específico Obrigatória Políticas de Desenvolvimento Rural EA Específico Obrigatória

4 Administração Rural EA 10, 15 e Específico Obrigatória Propagação de Plantas EA Específico Obrigatória Produção de Hortaliças EA 28, 40, 47 e Específico Obrigatória Silvicultura EA 28, 40, 47 e e Específico Obrigatória Fruticultura EA 28, 29, 42, 44, 47, 48 e Específico Obrigatória Ecologia e Meio Ambiente EA 43 e Específico Obrigatória Hidráulica Aplicada EA 15 e Específico Obrigatória Irrigação e Drenagem EA 27, 48 e Específico Obrigatória Paisagismo e Floricultura EA 14, 24, 28, 40, 43 e e Específico Obrigatória Processamento de Alimentos EA 35, 36, 37 e e Específico Obrigatória Legislação e Exercícios Profissionais EA 52 e Específico Obrigatória Estágio Curricular I EA No mínimo 50% da CHT curso Estágio Curricular II EA 4 Pelo menos 80% da CHT curso Específico Obrigatória Específico Obrigatória 68 Disciplinas Livres (Total) Livre Obrigatória Total de Horas Aula

5 1 HATP horas-aula total por perío, 2 HA TEO horas-aulas teórica e 3 HA PRA horas-aula prática. 4 Ao aluno em intercâmbio internacional, será permiti cursar a disciplina Estágio Curricular II a partir da conclusão de pelo menos 50% da CHT. 5 Carga horária mínima a ser cumprida.

CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL - UFG/EA, Campus Samambaia - Goiânia, GO. - MATRIZ CURRICULAR - PRÉ- REQUISITO(S) UNID. RESP.

CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL - UFG/EA, Campus Samambaia - Goiânia, GO. - MATRIZ CURRICULAR - PRÉ- REQUISITO(S) UNID. RESP. CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL - UFG/EA, Campus Samambaia - Goiânia, GO. - MATRIZ CURRICULAR - CHTS C H S NÚCLEO NATUREZA 01 5117 Introdução à Engenharia Florestal EA 32 32 00 Específico Obrigatória 02

Leia mais

10. MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE AGRONOMIA CAMPUS DE CÁCERES

10. MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE AGRONOMIA CAMPUS DE CÁCERES 10. MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE AGRONOMIA CAMPUS DE CÁCERES Tabela 2. Matriz Curricular Semestral do Curso de Agronomia Campus de Cáceres 1 - Semestre Carga Horária (h) 1 Citologia 60 3 0 1

Leia mais

b) Componentes curriculares Eletivas

b) Componentes curriculares Eletivas 3.8.1 Tabela com a Matriz Curricular do Núcleo Comum - Total de 2367 horas a) Componentes curriculares do Núcleo Comum Básico 1967 horas Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Língua Portuguesa 200 240

Leia mais

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CRUZEIRO DE SUL CENTRO DE EDUCAÇÃO E LETRAS

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CRUZEIRO DE SUL CENTRO DE EDUCAÇÃO E LETRAS 1 CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CRUZEIRO DE SUL CENTRO DE EDUCAÇÃO E LETRAS Área de concurso Conteúdos/Disciplinas Vinculadas Perfil do Candidato Perfil dos Membros da Banca Doutorado em Educação Doutorado em

Leia mais

2º PERÍODO Código Disciplina ALI Álgebra Linear 60 4 CDI DES Desenho Técnico 45 3 ------------------- FIS I Física I 60 4 CDI FCS

2º PERÍODO Código Disciplina ALI Álgebra Linear 60 4 CDI DES Desenho Técnico 45 3 ------------------- FIS I Física I 60 4 CDI FCS GRADE CURRICULAR DO CURSO BACHARELADO EM ENGENHARIA FLORESTAL A matriz curricular do curso de Engenharia encontra-se organizada em períodos e suas respectivas disciplinas são listadas abaixo. Também estão

Leia mais

FACULDADES INTA COORDENAÇÃO DE MEDICINA VETERINÁRIA

FACULDADES INTA COORDENAÇÃO DE MEDICINA VETERINÁRIA PRIMEIRO SEMESTRE MV01 Química Geral e Analítica 45 15 60 4 MV02 Biologia Celular e Molecular 45 15 60 4 MV03 Histologia e Embriologia Geral 45 15 60 4 MV04 Introdução à Medicina Veterinária 30 15 45 3

Leia mais

Pré-requisito Coreq Disciplina 01 - - CCA024 - BIOLOGIA GERAL - Ativa desde: 01/01/2006. Natureza - Obrigatoria Prática 34 Teórica 34

Pré-requisito Coreq Disciplina 01 - - CCA024 - BIOLOGIA GERAL - Ativa desde: 01/01/2006. Natureza - Obrigatoria Prática 34 Teórica 34 1 de 9 Colegiado: Nível:Graduação Início: 19941 Título: Concluinte: Mínimo: 01 - - CCA024 - BIOLOGIA GERAL - Ativa desde: CCA029 - ZOOLOGIA GERAL - Ativa desde: CCA283 - METODOLOGIA DA PESQUISA - Ativa

Leia mais

CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA TURMA AG 01

CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA TURMA AG 01 CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA TURMA AG 01 08-10h Inovação Tecnológica Fruticultura I Hidroponia e Cultivo Protegido Fruticultura I Comunicação e Extensão Rural 10-12h Irrigação Plantas Espontâneas Irrigação

Leia mais

1 PERÍODO INTEGRAL - SALA 38

1 PERÍODO INTEGRAL - SALA 38 1 PERÍODO INTEGRL - SL 38 HORÁR SEGUND TERÇ QURT QUINT SEXT 07:40 08:30 INTRODUÇÃO À GRONOMI METODOLOGI E TEXTO 12:00 INTRODUÇÃO À GRONOMI METODOLOGI E TEXTO METODOLOGI E TEXTO METODOLOGI E TEXTO BLOGI

Leia mais

PROFESSOR ÁREA(S) TITULAÇÃO CONTATO Nutrição e Bioclimatologia Animal

PROFESSOR ÁREA(S) TITULAÇÃO CONTATO Nutrição e Bioclimatologia Animal PROFESSOR ÁREA(S) TITULAÇÃO CONTATO Nutrição e Bioclimatologia Adriano Geraldo Alcilene de Abreu Pereira Avicultura Citologia, Bioquímica e Doutorado em Zootecnia. Zootecnia,Licenciatura em Biologia,Mestre

Leia mais

Unidade: 10 CANOAS - GRADUAÇÃO Curso: 010656 CIENCIAS BIOLOGICAS - BACHARELADO Habilitação: BACHAREL(A) EM CIENCIAS: BIOLOGIA.

Unidade: 10 CANOAS - GRADUAÇÃO Curso: 010656 CIENCIAS BIOLOGICAS - BACHARELADO Habilitação: BACHAREL(A) EM CIENCIAS: BIOLOGIA. PÁGINA 00 / 00 /0/0 : Unidade: 0 CANOAS - GRADUAÇÃO Curso: 00 CIENCIAS BIOLOGICAS - BAARELADO Habilitação: BAAREL(A) EM CIENCIAS: BIOLOGIA Com Renovação Reconhecimento: Portaria Nro - D.O.U. DE //0 Disciplinas

Leia mais

ANEXO I CURSO: ADMINISTRAÇÃO - EQUIVALÊNCIAS

ANEXO I CURSO: ADMINISTRAÇÃO - EQUIVALÊNCIAS ANEXO I CURSO: ADMINISTRAÇÃO - EQUIVALÊNCIAS DISCIPLINA ADM009 - Informática Básica - CON001 - Informática Básica - /Ciências Contábeis ADM010 - Metodologia Científica - ADM042 - Metodologia Científica

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA AMBIENTAL

FACULDADE DE ENGENHARIA AMBIENTAL FACULDADE DE ENGENHARIA AMBIENTAL MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES Nº. 11, de 11 de março de 2002) (Matriz curricular aprovada pela

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação 2013 95 ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br

UFV Catálogo de Graduação 2013 95 ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 95 ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br 96 Currículos dos Cursos UFV Engenheiro Ambiental ATUAÇÃO O curso de Engenharia Ambiental da UFV habilita

Leia mais

A Matriz curricular do curso de Engenharia Agronômica das Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul fica estabelecida da seguinte forma:

A Matriz curricular do curso de Engenharia Agronômica das Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul fica estabelecida da seguinte forma: 5.2 Objetivo do Curso Capacitar o aluno para que se torne um profissional com habilidades para produzir mais e melhor, com competência para gerenciar e gerar tecnologias que reduzam os impactos negativos

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DELIBERAÇÃO Nº 216/89

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DELIBERAÇÃO Nº 216/89 UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DELIBERAÇÃO Nº 216/89 Define a Reestruturação dos Departamentos do Instituto de Biologia. O CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA, no uso da competência que lhe

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO)

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) Ingressantes a partir de 2015 1º SEMESTRE HORAS 2º SEMESTRE HORAS Introdução à Engenharia Agronômica 60 Metodologia Científica 60 Álgebra Linear 60 Desenho

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ZOOTECNIA. PRÉ-REQUISITO e/ou CO-REQUISITO (CR)

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ZOOTECNIA. PRÉ-REQUISITO e/ou CO-REQUISITO (CR) MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ZOOTECNIA Quadro 1- Matriz curricular do curso de zootecnia DISCIPLINA 1º Período Introdução à Zootecnia Nenhum 24 08 32 NC OB Exercício da Profissão de Zootecnista Nenhum

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS - ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL UF SP ASSUNTO: Autorização (projeto) para funcionamento do curso de

Leia mais

Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde

Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde BLOCO I ANFITEATRO A 78 carteiras c/ PG - EA Manutenção e Lubrificação de Máquinas Agrícolas PG -EA Ensaio de Máquinas Agrícolas Radiação Solar- SALA 2 SALA 3 SALA 4 50 carteiras c/ SALA 7 SALA 8 SALA

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS DISCIPLINA UNIDADE PRÉ-REQUISITO CH SEMANAL CH SEMESTRAL TEO PRA TEO PRA 1. Administração Rural EA Economia Rural 2 1 32 16 48

Leia mais

(1) DE ACORDO COM A TABELA DE CURSOS DE FORMAÇÃO DISPONÍVEL NO ANEXO II, CASO NÃO ESTEJA CADASTRADO, INFORMAR CÓDIGO 9999 OUTROS.

(1) DE ACORDO COM A TABELA DE CURSOS DE FORMAÇÃO DISPONÍVEL NO ANEXO II, CASO NÃO ESTEJA CADASTRADO, INFORMAR CÓDIGO 9999 OUTROS. ARQUIVO DA UNIDADE CENTRAL NOME DO ARQUIVO : SIGLA DA UF+UC+DATA E HORA DE ENVIO NO FORMATO AAAAMMDDHHMMSS EXEMPLO PARA ARQUIVO DO RIO DE JANEIRO : RJUC20080125190000.CSV UNIDADE CENTRAL NOME DA UNIDADE

Leia mais

ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADORA Angélica de Cássia Oliveira Carneiro cassiacarneiro@ufv.br

ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADORA Angélica de Cássia Oliveira Carneiro cassiacarneiro@ufv.br ENGENHARIA FLORESTAL COORDENADORA Angélica de Cássia Oliveira Carneiro cassiacarneiro@ufv.br 76 Currículos dos Cursos do CCA UFV Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O Engenheiro estará

Leia mais

ZOOTECNIA - SEQUÊNCIA IDEAL DO CURSO E PRÉ-REQUISITOS

ZOOTECNIA - SEQUÊNCIA IDEAL DO CURSO E PRÉ-REQUISITOS ZOOTECNIA - SEQUÊNCIA IDEAL DO CURSO E PRÉ-REQUISITOS 1º PERÍODO Obrigatória ou Carga Horária Anatomia dos Animais Domésticos Obrigatória 60 - Biologia geral animal Obrigatória 60 - Biologia geral vegetal

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA COMISSÃO DE CONCURSOS PONTOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA COMISSÃO DE CONCURSOS PONTOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA COMISSÃO DE CONCURSOS PONTOS ÁREA I: Comunicação e Expressão 1. Processos da comunicação e elementos essenciais da comunicação. 2. Coesão, coerência, intertextualidade

Leia mais

Curso Técnico em Agroecologia

Curso Técnico em Agroecologia Curso Técnico em Agroecologia Nível/Grau/Forma: Médio/Técnico/Integrado Vagas: 25 Turno: Integral Duração: 3 anos + estágio Perfil do Egresso O Técnico em Agroecologia deverá ser um profissional com formação

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 25.08.09 Vigência: ingressos a partir 2010/1. CÓD. 1328 - CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NOITE Currículo nº 03 MATRIZ CURRICULAR

Aprovado no CONGRAD: 25.08.09 Vigência: ingressos a partir 2010/1. CÓD. 1328 - CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NOITE Currículo nº 03 MATRIZ CURRICULAR Aprovado no CONGRAD: 25.08.09 Vigência: ingressos a partir 2010/1 CÓD. 1328 - CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NOITE Currículo nº 03 MATRIZ CURRICULAR I - NÚCLEO BÁSICO Metodologia Científica e Tecnológica

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : AGRONOMIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 230 Optativos: 10. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : AGRONOMIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 230 Optativos: 10. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:07:30 Curso : AGRONOMIA

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO UNIVERSIDADE ESDUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE AGRONOMIA ENSALAMENTO TEMPORÁRIO NO CAMPUS SAN CRUZ 1ª SÉRIE 1º SEMESTRE DE 2011 09h 10min Citologia DEBIO Citologia DEBIO Informática TC DECOMP

Leia mais

Turma/período Disciplina Professor G. A. e Álgebra Linear Ricardo

Turma/período Disciplina Professor G. A. e Álgebra Linear Ricardo Serviço Público Federal Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano Câmpus Urutaí HORÁRIOS DE REPOSIÇÃO DE AULAS

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FLORESTAL

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FLORESTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS DE CURITIBANOS PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FLORESTAL Currículo 2014 Atualização 2015-1 BACHARELADO Curitibanos 2015 Campus Curitibanos

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS - IFSULDEMINAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS - IFSULDEMINAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS - IFSULDEMINAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO Regulamento 2ª Olimpíada Brasileira de Agropecuária OBAP 1.

Leia mais

LEVANTAMENTO DE INTERESSES DOS SERVIDORES DO IF FARROUPILHA EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO (PPG)

LEVANTAMENTO DE INTERESSES DOS SERVIDORES DO IF FARROUPILHA EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO (PPG) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA REITORIA DE PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO Rua Esmeralda,

Leia mais

ENGENHARIA AGRONÔMICA - USP

ENGENHARIA AGRONÔMICA - USP Apresentação ENGENHARIA AGRONÔMICA - USP A Agronomia está intimamente ligada à produção de alimentos, sejam estes de origem animal ou vegetal. Compete ao Engenheiro Agrônomo produzir, conservar, transformar

Leia mais

Comunicado Edital 07/2013 IPIRANGA DO NORTE

Comunicado Edital 07/2013 IPIRANGA DO NORTE Comunicado Edital 07/2013 A Comissão de Seleção do PRONATEC Campus Sorriso, designada pelas Portarias nº 020/2013, nº 024/2013 e 026/2013 serve-se do presente para publicar o Resultado Preliminar de Análise

Leia mais

Considerando a Resolução Nº 39/99, do CONSEPE/UFPB, que sistematiza a elaboração e reformulação dos projetos pedagógicos; e

Considerando a Resolução Nº 39/99, do CONSEPE/UFPB, que sistematiza a elaboração e reformulação dos projetos pedagógicos; e SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 21/2007 Aprova a estrutura curricular do curso de graduação

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO FINAL PROGRAMA DE MONITORIA EDITAL Nº 001/2016

CLASSIFICAÇÃO FINAL PROGRAMA DE MONITORIA EDITAL Nº 001/2016 CLASSIFICAÇÃO FINAL PROGRAMA DE MONITORIA EDITAL Nº 001/2016 CLASSIFICAÇÃO UNIDADE CURSO DISCIPLINA 1 Guaíba Eng. da Computação Produção Textual 2 Guaíba Eng. da Computação Circuitos Elétricos I 3 Guaíba

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 028/2013, DE 07 DE FEVEREIRO DE 2013 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 028/2013, DE 07 DE FEVEREIRO DE 2013 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG RESOLUÇÃO Nº 028/2013, DE 07 DE FEVEREIRO DE 2013 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG O Conselho Universitário da UNIFAL-MG, no uso de suas atribuições regimentais e estatutárias,

Leia mais

ETEC DOUTORA RUTH CARDOSO SÃO VICENTE

ETEC DOUTORA RUTH CARDOSO SÃO VICENTE ETEC DOUTORA RUTH CARDOSO SÃO VICENTE AVISO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO Nº 82, DE 11 DE MAIO DE 2012 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, tendo em vista a decisão tomada em sua 257ª Reunião Extraordinária, realizada em 11 de maio de 2012, e considerando

Leia mais

Regulamento de creditação da formação anterior no Mestrado em Recursos Florestais da Escola Superio Agrária de Coimbra

Regulamento de creditação da formação anterior no Mestrado em Recursos Florestais da Escola Superio Agrária de Coimbra Regulamento de creditação da formação anterior no Mestrado em Recursos Florestais da Escola Superio Agrária de Coimbra 1. Os alunos com o grau de licenciado (com planos de estudos de 5 anos) pelos cursos

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO ADMINISTRAÇÃO PERÍODO DISCIPLINAS C.H. 1º Antropologia e Sociologia 60 Língua Portuguesa 60 Matemática Básica 60 Metodologia Científica 60 TGA I 60 2º Ciências da Religião 60 Instituições do Direito Público

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA (ESAS)

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA (ESAS) INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA (ESAS) Informação sobre os Cursos de Especialização Tecnológica (CET) O Curso de Especialização Tecnológica (CET) é uma formação pós-secundária

Leia mais

CIÊNCIAS ECONÔMICAS. COORDENADOR Evonir Pontes de Oliveira evonirpo@ufv.br

CIÊNCIAS ECONÔMICAS. COORDENADOR Evonir Pontes de Oliveira evonirpo@ufv.br CIÊNCIAS ECONÔMICAS COORDENADOR Evonir Pontes de Oliveira evonirpo@ufv.br 282 Currículos dos Cursos do CCH UFV Bacharelado ATUAÇÃO O curso de graduação em Ciências Econômicas enseja a formação do Economista,

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO DE AGRONOMIA

CURSO DE GRADUAÇÃO DE AGRONOMIA CURSO DE GRADUAÇÃO DE AGRONOMIA 1 o Período - GRADE CURRICULAR DO CURSO Citologia 5 Desenho Técnico 3 Física I 4 Matemática I 4 Morfologia Vegetal 5 Química Geral e Analítica 6 27 2 o Período - GRADE CURRICULAR

Leia mais

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2014

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2014 GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2014 Disciplinas em Seqüência Aconselhada Créditos Carga Per. Obrigatórias Aula Trab. Tot. Horária Ideal 0110113(5) Introdução à Engenharia Agronômica 2

Leia mais

CAPES/DPR/CDI PRODOC - RELAÇÃO DE PROJETOS ENCAMINHADOS NO EDITAL 2007 - PROJETOS RECOMENDADOS - RESULTADO FINAL

CAPES/DPR/CDI PRODOC - RELAÇÃO DE PROJETOS ENCAMINHADOS NO EDITAL 2007 - PROJETOS RECOMENDADOS - RESULTADO FINAL ADMINISTRAÇÃO UFMS ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO UFSC ADMINISTRAÇÃO ANTROPOLOGIA UNB ANTROPOLOGIA ANTROPOLOGIA UNICAMP ANTROPOLOGIA SOCIAL ARTES / MÚSICA UFRGS ARTES VISUAIS ARTES / MÚSICA UDESC MÚSICA ARTES

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2012

ESTRUTURA CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2012 ESTRUTURA CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2012 Disciplinas em Seqüência Aconselhada Créditos Carga Per. Obrigatórias Aula Trab. Tot. Horária Ideal 0110113(5) Introdução à Engenharia Agronômica

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA PRIMEIRO PERÍODO Código Disciplina CR CH CH CH Pré-requisitos Co-requisitos Equivalência Tipo VETR0005 ANATOMIA VETERINÁRIA I 5 30 90 120 -- -- VETR0002 OBR BIOQ0004 BIOQUÍMICA I - VET 3 30 30 60 -- --

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Curso de Educação Física

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Curso de Educação Física MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSCA GRADE 1 Currículo Pleno aprovado pelo Conselho de Curso para o ano de 2010 1º SEMESTRE 1425-1 ANATOMIA HUMANA I 3 60 30 30 10555-2 CULTURA TEOLOGICA 2 40 40-10713-9

Leia mais

RESOLUÇÃO N 031, DE 13 DE JUNHO DE 2016

RESOLUÇÃO N 031, DE 13 DE JUNHO DE 2016 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 031, DE 13 DE JUNHO DE 2016 Aprova o alinhamento da matriz do curso de Ciências Biológicas

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MIGUEL MOFARREJ

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MIGUEL MOFARREJ CURSO: AGRONOMIA 1ª PROVA 07:20 HORAS 2ª PROVA 09:15 HORAS Classe: 1º TERMO MATUTINO Sala: 2ª C H A M A D A Matemática I Prof. Sidney Ferrari ICA Prof. Julio Guerreiro Comunicação e Expressão Profª. Patrícia

Leia mais

FLUXOGRAMA DO CURSO DE BACHARELADO EM MEDICINA VETERINÁRIA 2011.2

FLUXOGRAMA DO CURSO DE BACHARELADO EM MEDICINA VETERINÁRIA 2011.2 FLUXOGRAMA DO CURSO DE BACHARELADO EM MEDICINA VETERINÁRIA 2011.2 1 SEMESTRE DISCIPLINA TEORICA PRÁTICA C/H CR 1. Ecologia e Manejo Ambiental 60-60 04 2. Informática Básica 30-30 02 3. Sociologia Rural

Leia mais

EDITAL N.º 232/2015 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 230/2015

EDITAL N.º 232/2015 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 230/2015 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 230/2015 O VICE-REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, retifica o Edital nº 230/2015, de 25 de setembro de 2015, publicado no

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR TABELA DE DISCIPLINAS DO CURSO. 12 EPIDEMIOLOGIA FANUT Bioestatística 40 24 64 NC OBR.

MATRIZ CURRICULAR TABELA DE DISCIPLINAS DO CURSO. 12 EPIDEMIOLOGIA FANUT Bioestatística 40 24 64 NC OBR. MATRIZ CURRICULAR TABELA DE DISCIPLINAS DO CURSO Relação das disciplinas propostas para o Curso de Nutrição com os respectivos corequisitos, núcleo e natureza das disciplinas Nº DISCIPLINAS UNIDADE CHS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA. Curso de Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental Grade Curricular válida a partir de 29/11/2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA. Curso de Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental Grade Curricular válida a partir de 29/11/2011 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Curso de Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental Grade Curricular válida a partir de 29/11/2011 Natureza Créditos Horas-aula Disciplinas Obrigatórias 210 3.150

Leia mais

Prof. Dr. Reinaldo Gonçalves Nogueira Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação Diretor

Prof. Dr. Reinaldo Gonçalves Nogueira Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação Diretor À PROGRAD: Prof.ª Sandramara Matias Chaves Goiânia, 22 de Novembro de 2013 Em reunião no dia 22 de Novembro de 2013, o Conselho Diretor da EMC, aprovou a alteração do Anexo 1 da Resolução CEPEC 765/2005,

Leia mais

A formação profissional de engenharia UFRA. Prof. Sergio Pinheiro

A formação profissional de engenharia UFRA. Prof. Sergio Pinheiro A formação profissional de engenharia agronômica pela UFRA Prof. Sergio Pinheiro O Curso de Agronomia da UFRA Início: 1951 Escola de Agronomia da Amazônia (EAA) Criado pelo Decreto Lei nº. 8.290, de 05.12.1945.

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO LICENCIATURA EM ENGENHARIA E GESTAO DE CONSTRUÇÃO CIVIL ( LEGCC ) 1 A UNIVERSIDADE

Leia mais

CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA

CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SERTÃO PERNAMBUCANO CAMPUS PETROLINA ZONA RURAL CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA

Leia mais

Programa ABC. Banco do Brasil Safra 2013/2014

Programa ABC. Banco do Brasil Safra 2013/2014 Programa ABC Banco do Brasil Safra 2013/2014 Balanço da Safra 2012/2013 Plano Safra 2012/2013 Crédito Rural - Desembolsos R$ 61,5 bilhões CRESCIMENTO de 28% em relação à safra anterior R$ 6,5 bilhões acima

Leia mais

DISCIPLINA CRED CH PRÉ-REQUISITO 1ª FASE Desenho Técnico

DISCIPLINA CRED CH PRÉ-REQUISITO 1ª FASE Desenho Técnico CURSO DE AGRONOMIA AUTORIZAÇÃO: Decreto Federal nº 84034/78 RECONHECIMENTO: Portaria Ministerial (MEC) nº 520/1984 renovado pelo Decreto Estadual nº 170/2015 PERÍODO DE CONCLUSÃO: Mínimo: 4 anos / Máximo:

Leia mais

PROVA ESCRITA DATA LOCAL HORA UNIDADE CÓD. VAGAS ÁREA DE ESTUDO CLASSE REGIME

PROVA ESCRITA DATA LOCAL HORA UNIDADE CÓD. VAGAS ÁREA DE ESTUDO CLASSE REGIME CECA 001 1 CEDU 002 1 FITOSSANIDADE, HIGIENE E PROFILAXIA ANIMAL FORMAÇÃO DE PROFESSORES: ENSINO DE CIÊNCIAS ADJUNTO DE 13/05/08 CECA ADJUNTO DE 19/05/08 Bloco 18 CEDU 003 1 CEDU 004 1 CEDU 005 3 CEDU

Leia mais

FERTBIO2014: FERTILIDADE E BIOLOGIA: INTEGRAÇÃO E TECNOLOGIAS PARA TODOS

FERTBIO2014: FERTILIDADE E BIOLOGIA: INTEGRAÇÃO E TECNOLOGIAS PARA TODOS FERTBIO2014: FERTILIDADE E BIOLOGIA: INTEGRAÇÃO E TECNOLOGIAS PARA TODOS ARAXÁ, 15-19/set./2014 INOVAÇÃO E EMPREENDORISMO NO BRASIL: O MELHORAMENTO GENÉTICO DA CANA-DE- AÇÚCAR E A MINHA HISTÓRIA SIZUO

Leia mais

AGENDA CURSOS MÊS JUNHO 2012

AGENDA CURSOS MÊS JUNHO 2012 AGENDA CURSOS MÊS JUNHO 2012 CASTRO Cestaria e Trançados - artesanato em palha de milho - boneco (as) Castro Socavão 27/06/2012 28/06/2012 Eletricista - básico em eletricista - CTP Castro CTP - Centro

Leia mais

I SIMPÓSIO DE BIOLOGIA ANIMAL 24 A 28 DE MAIO DE 2010 TERESINA - PI PROGRAMAÇÃO FINAL

I SIMPÓSIO DE BIOLOGIA ANIMAL 24 A 28 DE MAIO DE 2010 TERESINA - PI PROGRAMAÇÃO FINAL I SIMPÓSIO DE BIOLOGIA ANIMAL 24 A 28 DE MAIO DE 2010 TERESINA - PI PROGRAMAÇÃO FINAL 24/05 8:00 ENTREGA DO MATERIAL 8:30 9:45 ABERTURA P1 TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES: CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS E O RISCO

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM AGRONOMIA. Boa Vista-RR. Novembro de 2008.

CURSO DE BACHARELADO EM AGRONOMIA. Boa Vista-RR. Novembro de 2008. CURSO DE BACHARELADO EM AGRONOMIA Boa Vista-RR Novembro de 2008. 1.BACHARELADO EM AGRONOMIA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE RORAIMA 1.1 Reitoria e Vice-Reitoria Prof. Raimundo Nonato da Costa Sabóia Vilarins

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.209, DE 7 DE OUTUBRO DE 2004

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.209, DE 7 DE OUTUBRO DE 2004 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.209, DE 7 DE OUTUBRO DE 2004 Homologa o Parecer n.º 036/04-CEG, que aprova a revogação da Resolução

Leia mais

CURSO DE AGRONOMIA CONDIÇÕES DE OFERTA DO CURSO 2º SEMESTRE DE 2012

CURSO DE AGRONOMIA CONDIÇÕES DE OFERTA DO CURSO 2º SEMESTRE DE 2012 CURSO DE AGRONOMIA CONDIÇÕES DE OFERTA DO CURSO 2º SE DE 2012 I. ATO AUTORIZATIVO: - Ato de Autorização: Decreto n o. 97893, de 30 de junho de 1989. Publicada no Diário Oficial de 03 de julho de 1989 -

Leia mais

Disciplinas da Componente de Formação Técnica dos Cursos Profissionais por Área de Educação e Formação

Disciplinas da Componente de Formação Técnica dos Cursos Profissionais por Área de Educação e Formação Área de Educação e Formação 212 - Artes do espectáculo Área de Educação e Formação 213 - Audiovisuais e produção dos media Adereços 380 Cenografia 400 Cenotecnia 380 Conjuntos Instrumentais 180 Figurinos

Leia mais

Departamento: ENGENHARIA FLORESTAL

Departamento: ENGENHARIA FLORESTAL Departamento: ENGENHARIA FLORESTAL Nome do professor Disciplina que está credenciado Curso N do Parecer Data da Aprovação ADELAR MANTOVANI Incêndios Florestais Ecologia Básica Biologia da Conservação Portaria

Leia mais

CURSO DE ZOOTECNIA CARACTERIZAÇÃO DOS DOCENTES 1º.

CURSO DE ZOOTECNIA CARACTERIZAÇÃO DOS DOCENTES 1º. 1º. Período Introdução ao Cálculo 60 Luciana Alvarenga Santos Graduação em Engenharia Civil, Mestrado em Estruturas de Concreto. Química Geral 60 Nayara Penoni Graduação em Química e Mestrado em Agroquímica.

Leia mais

HORÁRIOS EXAMES 2012/1 CURSOS SUPERIORES

HORÁRIOS EXAMES 2012/1 CURSOS SUPERIORES HORÁRIOS EXAMES 2012/1 CURSOS SUPERIORES CST AGRONEGÓCIO TURMA 01 19h 19h50min Fund. produção vegetal Fund. produção animal Informática aplicada Port. instrumental 19h50min 20h40min Fund. produção vegetal

Leia mais

Missão do Curso. Objetivos. Perfil do Profissional

Missão do Curso. Objetivos. Perfil do Profissional Missão do Curso A função primordial do Engenheiro Agrônomo consiste em promover a integração do homem com a terra através da planta e do animal, com empreendimentos de interesse social e humano, no trato

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - UCS

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - UCS ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - UCS Prof. Matheus Parmegiani Jahn Coordenação do Curso de Ciências Biológicas Universidade de Caxias do Sul Abaixo estão algumas orientações gerais

Leia mais

DISCIPLINAS PEDAGOGIA ORGANIZAÇÃO CURRICULAR (NOVA) CARGA HORÁRIA PRÉ REQUISITO 1º SEMESTRE. 01 - Metodologia Científica

DISCIPLINAS PEDAGOGIA ORGANIZAÇÃO CURRICULAR (NOVA) CARGA HORÁRIA PRÉ REQUISITO 1º SEMESTRE. 01 - Metodologia Científica PEDAGOGIA ORGANIZAÇÃO CURRICULAR (NOVA) DISCIPLINAS CARGA HORÁRIA PRÉ REQUISITO 1º SEMESTRE 01 - Metodologia Científica 02 - Fundamentos epistemológicos da Educação 1 / 29 03 - Sociologia e Educação 04

Leia mais

EDITAL DE 02 DE SETEMBRO DE 2014 DISCIPLINAS EM OFERTA ESPECIAL 2014-2

EDITAL DE 02 DE SETEMBRO DE 2014 DISCIPLINAS EM OFERTA ESPECIAL 2014-2 EDITAL DE 02 DE SETEMBRO DE 2014 DISCIPLINAS EM OFERTA ESPECIAL 2014-2 A Universidade Potiguar, mantida pela APEC - Sociedade Potiguar de Educação e Cultura Ltda, com sede em Natal, RN, torna públicas

Leia mais

ENSALAMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO FCA 1º SEMESTRE ANO LETIVO 2013

ENSALAMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO FCA 1º SEMESTRE ANO LETIVO 2013 ENSALAMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO FCA 1º SEMESTRE ANO LETIVO 2013 Legenda: ANFITEATRO - FCA Eixo1 Eixo2 Eixo1 Eixo2 15h10min-16h05min Eixo1 Eixo2 16h00min-16h55min Eixo1 Eixo2 ANFITEATRO 1 ENG. AGRÍCOLA

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA REMOÇÃO INTERNA EDITAL IFC Nº 461, de 09 de outubro de 2014.

PROCESSO SELETIVO PARA REMOÇÃO INTERNA EDITAL IFC Nº 461, de 09 de outubro de 2014. Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense Reitoria Diretoria de Gestão de Pessoas DGP PROCESSO SELETIVO PARA REMOÇÃO INTERNA EDITAL IFC Nº 461,

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCB UFV BIOQUÍMICA. COORDENADORA DO CURSO BIOQUÍMICA Márcia Rogéria de Almeida marcia@ufv.br

Currículos dos Cursos do CCB UFV BIOQUÍMICA. COORDENADORA DO CURSO BIOQUÍMICA Márcia Rogéria de Almeida marcia@ufv.br 88 Currículos dos Cursos do CCB UFV BIOQUÍMICA COORDENADORA DO CURSO BIOQUÍMICA Márcia Rogéria de Almeida marcia@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 89 Bacharelado ATUAÇÃO O curso de Bacharelado em Bioquímica

Leia mais

PROCESSO N 337/11 PROTOCOLO N.º 07.595.260-0 PARECER CEE/CEB N.º 1019/11 APROVADO EM 09/11/11

PROCESSO N 337/11 PROTOCOLO N.º 07.595.260-0 PARECER CEE/CEB N.º 1019/11 APROVADO EM 09/11/11 PROTOCOLO N.º 07.595.260-0 PARECER CEE/CEB N.º 1019/11 APROVADO EM 09/11/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO INSTITUTO CRISTÃO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL MUNICÍPIO: CASTRO ASSUNTO: Pedido

Leia mais

Edital 001/ 2014. SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS Modalidade Graduação

Edital 001/ 2014. SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS Modalidade Graduação PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Cornélio Procópio-Pr Edital 001/ 2014 SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS Modalidade Graduação

Leia mais

Relação Geral. Seções eleitorais, localização e eleitores 1ª SEÇÃO ELEITORAL: AUDITÓRIO DA REITORIA

Relação Geral. Seções eleitorais, localização e eleitores 1ª SEÇÃO ELEITORAL: AUDITÓRIO DA REITORIA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ COMISSÃO ELEITORAL 2009-2013 RESOLUÇÃO CONSUN Nº 653, 03.10.2008 PORTARIA/REITORIA Nº 4554, 12.11.2008 Relação Geral Seções eleitorais, localização

Leia mais

FACULDADES GAMMON - HORÁRIO DE AULA PARA O 1º TERMO 2º SL/2015 CURSO: AGRONOMIA

FACULDADES GAMMON - HORÁRIO DE AULA PARA O 1º TERMO 2º SL/2015 CURSO: AGRONOMIA 2ª 07:50 08:40 3ª 09:00 09:50 4ª 09:50 10:40 5ª 10:50 11:40 Tarde 6ª 13:00 13:50 7ª 13:50 14:40 8ª 15:00 15:50 9ª 15:50 16:40 10ª 16:50 17:40 FACULDADES GAMMON - HORÁRIO DE AULA PARA O 1º TERMO 2º SL/2015

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR. Patologia Clínica Veterinária

MATRIZ CURRICULAR. Patologia Clínica Veterinária MATRIZ CURRICULAR No Quadro II está apresentada a estrutura curricular do Curso de Medicina Veterinária da FATENE, distribuída de acordo com os conteúdos essenciais profissionais, definidos pelo Parecer

Leia mais

Abelhas. Carminda da Cruz Landim

Abelhas. Carminda da Cruz Landim Catálogo Agronomia APRESENTAÇÃO Desde sua origem, em 1987, a Editora Unesp, braço editorial da Universidade Estadual Paulista, tem como objetivo desempenhar papel dinamizador da cultura, presumindo-se

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO DE AGRONOMIA

CURRÍCULO DO CURSO DE AGRONOMIA 48 CURSO DE AGRONOMIA COORDENADOR DO CURSO DE AGRONOMIA Valterley Soares Rocha vsrocha@ufv.br Catálogo de Graduação 2002 49 ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro-Agrônomo desempenhar as atividades profissionais

Leia mais

Faculdade Estácio de Belém Estácio Belém Campus - Iesam Curso de Bacharelado em Engenharia Ambiental Turma: J1NB Sala: A306

Faculdade Estácio de Belém Estácio Belém Campus - Iesam Curso de Bacharelado em Engenharia Ambiental Turma: J1NB Sala: A306 Curso de Bacharelado em Engenharia Turma: J1NB Sala: A306 18:5019:40 19:4020:30 Física Geral I Física Geral I Cálculo I (Vladmir Silveira) Cálculo I (Vladmir Silveira) Álgebra Linear (José Pojo) Álgebra

Leia mais

Pós-Graduação. Ampliação da abrangência da pós-graduação da UFMG, através de mudanças

Pós-Graduação. Ampliação da abrangência da pós-graduação da UFMG, através de mudanças Pós-Graduação Ampliação da abrangência da pós-graduação da UFMG, através de mudanças Na concepção do processo seletivo, de modo a ampliar a abrangência regional e nacional da pós-graduação; Número de Alunos

Leia mais

Engenharia Agrícola. Turno: Diurno Duração: 5 anos (10 semestres) Perfil do Egresso

Engenharia Agrícola. Turno: Diurno Duração: 5 anos (10 semestres) Perfil do Egresso Engenharia Agrícola Nível/Grau: Superior/Bacharelado Vagas: O Curso de Engenharia Agrícola oferece anualmente 50 vagas, somando as duas ofertas (25 vagas via UNIPAMPA e 25 vagas via IF Farroupilha). O

Leia mais

Feira Internacional de tecnologia e negócios. 05 a 09 de março de 2012 Não-Me-Toque/RS

Feira Internacional de tecnologia e negócios. 05 a 09 de março de 2012 Não-Me-Toque/RS EXPODIRETO 2012 Feira Internacional de tecnologia e negócios 05 a 09 de março de 2012 Não-Me-Toque/RS EXPODIRETO 2012 Feira Internacional de tecnologia e negócios Você é nosso convidado para participar

Leia mais

ANEXO I MATRIZ CURRICULAR

ANEXO I MATRIZ CURRICULAR ANEXO I MATRIZ CURRICULAR Na Tabela 1 encontram-se as disciplinas do Núcleo Comum organizadas em ordem alfabética. Na Tabela 2 encontram-se as disciplinas de natureza obrigatória do Núcleo Específico (Grupo

Leia mais

dezembro-2005 janeiro-2005 a Período: Programa Suporte à Pós-Graduação IES Particulares - PROSUP Valor (R$ Mil) Valor (R$ Mil) Valor Total (R$ Mil)

dezembro-2005 janeiro-2005 a Período: Programa Suporte à Pós-Graduação IES Particulares - PROSUP Valor (R$ Mil) Valor (R$ Mil) Valor Total (R$ Mil) Ministério da Educação - MEC Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES Número de Bolsistas e Valores Pagos (Médias), Segundo os Programas de Pós-Grad. Níveis: Mestrado

Leia mais

AGRONOMIA. COORDENADOR Moacil Alves de Souza moacil@ufv.br

AGRONOMIA. COORDENADOR Moacil Alves de Souza moacil@ufv.br AGRONOMIA COORDENADOR Moacil Alves de Souza moacil@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2011 65 Engenheiro Agrônomo ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro Agrônomo desempenhar as atividades profissionais previstas

Leia mais

Matriz Curricular. Natureza Disciplinas. Àrea de. 1º semestre. Formação

Matriz Curricular. Natureza Disciplinas. Àrea de. 1º semestre. Formação Matriz Curricular Faculdade: Engenharia, Arquitetura e Urbanismo Curso: Engenharia de Produção Turno: Diurno Campus: Santa Bárbara d Oeste Modalidade: Título oferecido: Engenheiro de Produção Duração do

Leia mais

BASE CURRICULAR 2013 Pré-requisitos CR H/A CH/T CH/P

BASE CURRICULAR 2013 Pré-requisitos CR H/A CH/T CH/P UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA VICE-REITORIA DE GRADUAÇÃO Centro de Ciências da Saúde Curso de Medicina Veterinária Portaria nº 01 06/01/2012 D.O.U.: 09/01/2012 BASE CURRICULAR 2013 CR H/A CH/T CH/P 1º Anatomia

Leia mais

Questões que animam a discussão e o pensar sobre a relação Universidade-ambiente-sociedade:

Questões que animam a discussão e o pensar sobre a relação Universidade-ambiente-sociedade: 2º. Seminário PPGCTIA UFRRJ-UNRC 2º. Seminário PPGCTIA UFRRJ-UNRC Questões que animam a discussão e o pensar sobre a relação Universidade-ambiente-sociedade: Qual o papel da Universidade em sua relação

Leia mais

Guia do estudante do Curso de Medina Veterinária IFC campus Concórdia. Guia do Estudante

Guia do estudante do Curso de Medina Veterinária IFC campus Concórdia. Guia do Estudante Guia do Estudante Medicina Veterinária 015 1 INSIUO FEDERAL CAARINENSE - CÂMPUS CONCÓRDIA Diretor-Geral Jolcemar Ferro Diretor de Desenvolvimento Educacional Gilmar Velloso Coordenadora Geral de Ensino

Leia mais

HORÁRIOS 2015.2 CURSO MÉDIO INTEGRADO EM AGROPECUÁRIA. Turma 4109

HORÁRIOS 2015.2 CURSO MÉDIO INTEGRADO EM AGROPECUÁRIA. Turma 4109 HORÁRIOS 2015.2 CURSO MÉDIO INTEGRADO EM AGROPECUÁRIA Turma 4109 08-10 Fisiologia Animal Português Solos I Física Química 10-12 Topografia Forragicultura Biologia Olericultura Inglês 13-15 Matemática Artes

Leia mais