Unidade 1 Era da Informação e Sistemas de Informações Geográficas.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Unidade 1 Era da Informação e Sistemas de Informações Geográficas."

Transcrição

1 Unidade 1 Era da Informação e Sistemas de Informações Geográficas. Capítulo 1: A Geografia na Era da Informação. Capítulo 2: A localização no espaço e os Sistemas de Informações Geográficas. Capítulo 3: Geoprocessamento e Mapas. Prof. Rita Martins dos Santos.

2 Coisas invisíveis podem se tornar visíveis.

3

4

5

6

7

8

9 As relações entre a sociedade e o espaço são mediadas, cada vez mais, pela tecnologia da informação. Para a Geografia, a INFORMAÇÃO é um recurso importantíssimo para o estudo e a representação do espaço geográfico. A INFORMAÇÃO tornou-se talvez o negócio mais importante e o que mais cresce no mundo.

10 Vivemos na ERA DA INFORMAÇÃO.

11 As transformações tecnológicas ocorridas nas últimas décadas, especialmente nos campos da informática e das telecomunicações, provocaram mudanças nas formas de produzir e consumir; Um mundo no qual, porém, as possibilidades de acesso à informação, embora enormes, são restritas a uma parte da humanidade.

12

13 Cartografar, mapear o espaço geográfico...

14 ESPAÇO NATURAL: é aquele que resultou da própria evolução das condições naturais, sem que tenha havido interferência da ação do homem. ESPAÇO GEOGRÁFICO: é aquele produzido pela sociedade de acordo com o nível de desenvolvimento e com os sistemas econômicos e sociais dominantes; ele é produzido visando alcançar determinados fins, aqueles que interessam ao sistema ou à formação econômico-social dominante. CIBERESPAÇO: é uma nova dimensão do espaço, proporcionada pela integração das redes de informação. Também denominado espaço virtual.

15 ESPAÇO NATURAL ESPAÇO GEOGRÁFICO Imagens da esquerda pra direita: (a) Dois Irmãos e praia do sancho em Fernando de Noronha Nordeste do Brasil / autor desconhecido / GNU Free Documentation License. (b) Olinda- Recife / Andre Oliveira / Creative Commons - Atribuição 2.0 Genérica. (c) U.S. Navy photo by Mass Communication Specialist 2nd Class Dominique M. Lasco / Public Domain. CIBERESPAÇO

16 MEIO GEOGRÁFICO A história da incorporação das técnicas no espaço geográfico passou por três etapas distintas: III TÉCNICO-CIENTÍFICO- INFORMACIONAL II MEIO TÉCNICO I MEIO NATURAL

17 Meio Geográfico ambiente onde a sociedade humana se desenvolve. Evoluiu muito.

18

19 LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA Desde tempos remotos a humanidade necessitava se localizar no espaço terrestre; Foram desenvolvendo instrumentos para esse fim, como o astrolábio, rosa dos ventos, bússola entre outros; Mapas foram produzidos e aperfeiçoados. Astrolábio NO NNO Rosa dos Ventos N NNE NE CARDEAIS: N = norte S = sul E = este O = oeste COLATERAIS: NE = nordeste SE = sudeste NO = noroeste SO = sudeste Bússola O ONO OSO SO SSO SSE SE ENE ESE L INTERMÉDIOS: NNE = nor-nordeste NNO = nor-noroeste SSE = su-sudeste SSO = su-sudeste ENE = és-nordeste ESE = és-sudeste ESO = oés-sudeste ONO = oés-nordeste S

20 O que é cartografia? É a arte de construir mapas a partir de observações diretas ou do emprego de dados. O que são mapas? Conjunto de informações que colaboram para localização no espaço geográfico.

21

22

23 A cartografia hoje. Cartas temáticas. Mapas digitais. Sensoriamento remoto. Aerofotogrametria. Imagens fotográficas.

24 Mapa hoje

25

26 Tecnologias modernas aplicadas à cartografia. As novas tecnologias da informação como satélites, computadores e telecomunicações, por exemplo, têm possibilitado a utilização de novas técnicas de coleta e processamento de dados do espaço geográfico.

27 IMAGENS DE SATÉLITES Imagens captadas por sensores acoplados aos satélites artificiais que orbitam em torno do planeta, codificada e transmitida para uma estação rastreadora na terra. Atualmente trabalham com precisão milimétrica.

28

29

30

31 Conforme noticiado pelo Portal do Ministério do Planejamento, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) está compartilhando uma cobertura de imagens de alta resolução com objetivo de otimizar o planejamento urbano e ambiental.

32

33 Os satélites de comunicação possibilitam transmitir milhões de chamadas telefônicas, mensagens e informações pela INTERNET em tempo real para todas as partes do mundo.

34

35 RADAR O desenvolvimento do radar permitiu superar o problema relativo à necessidade de se ter um tempo claro, sem nuvens, ou sobre áreas de florestas densas. Muito utilizado no monitoramento de espaço aéreo e áreas florestais.

36 GEOPROCESSAMENTO É o conjunto de todas as ciências e tecnologias (geografia, cartografia, topografia, GPS, sensoriamento remoto e SIG) utilizadas para efetuar vários processos com dados e informações geograficamente referenciada.

37 O Geoprocessamento vem sendo utilizado na gestão de um ou mais temas (meio ambiente, planejamento urbano, exploração mineral, construções, comércio, saúde, agricultura, etc.), presentes na superfície terrestre..

38 Geoprocessamento Informação organizada, correta e disponível de forma ágil. UMA IMAGEM É TUDO!

39

40 Katia foi uma tempestade tropical sobre o Oceano Atlântico. Esta foto foi tirada por um elemento da tripulação da expedição 28 a 31 de agosto de 2011, a bordo da estação espacial internacional. A foto foi capturada às 14:09:01. No final do dia, Katia foi classificado como um furacão. A nave espacial russa pode ser visto estacionado ao posto orbital do lado esquerdo do quadro.

41 Sensoriamento remoto. É o conjunto de técnicas de captação e registro de imagens a distância por meio de diferentes sensores, como equipamentos fotográficos, scanners de satélites e radares. A escala da foto aérea bem como a área fotografada, depende da altura da aeronave.

42 Sensoriamento remoto

43 SENSORIAMENTO REMOTO Fornece imagens e informações da Terra em várias faixas do espectro eletromagnético.

44 Principais Sistemas Orbitais de SR LANDSAT (EUA) SPOT (França) CBERS (INPE + CAST) IKONOS (comercial - EUA) QUICK BIRD (EUA) RADARES SENSORIAMENTO REMOTO

45 Algumas utilizações do sensoriamento remoto: Registrar a sequência de eventos ao longo do tempo; Furacões; Uso do solo urbano e rural; Desmatamento; Incêndios; Poluição das águas.

46 Sensoriamento remoto Furacões Massas de ar Poluição das águas

47 Usos do solo Queimadas e Desmatamentos

48 Mudança de paisagens ao longo do tempo Novas formas de cobertura da terra

49 Fotografia aérea

50

51 Sistema de posicionamento global (GPS) Desenvolvido no contexto da Guerra Fria. Foi projetado para localizar com precisão um objeto ou pessoa, assim como fornecer sua velocidade caso esteja em movimento. 24 satélites ficam em órbita 6 rotas. Com o GPS obtém-se: - Latitude - Longitude - Altitude

52 GPS Sistema de Posicionamento Global, que utiliza sinais emitidos por satélites, cujas aplicações são amplamente utilizadas nos transportes marítimos, terrestres e aéreos. Tecnologia utilizada por operadoras de celulares e firmas de seguros de cargas.

53 Sistema de posicionamento global (GPS)

54 Sistema de posicionamento global (GPS) Algumas utilizações: Localizar alvos a serem atingidos; Mísseis teleguiados; Orientar a navegação aérea e marítima; Variações de fertilidade do solo; Controlar queimadas; Demarcar fronteiras; Planejar rotas e rastrear veículos.

55

56 SIG sistema de informação geográfica Os SIGs são o resultado da utilização conjunta de mapas digitais, crescentemente elaborados com auxilio do GPS, e de bancos de dados informatizados. Esses sistemas permitem coletar, armazenar, processar, recuperar, correlacionar e analisar diversas informações, gerando grande diversidade de mapas e gráficos para necessidades específicas.

57 SIG sistema de informação geográfica Navegador de bordo

58 SIG sistema de informação geográfica. Algumas aplicações do SIG: Planejar a distribuição e calcular os custos de serviços como a coleta de lixo; Planejar investimentos em obras públicas; Facilitar o levantamento de imóveis para cálculo e controle da arrecadação de taxas e impostos; Melhorar a qualidade do sistema de transporte coletivo e do tráfego urbano; Cadastrar propriedades, empresas e moradores com grande número de informações.

59 Os mapas possuem linguagem própria a linguagem cartográfica.

60

61

62 PLANISFÉRIO

63 O mapa é uma visão vertical da paisagem.

64 Mapas temáticos: - Mapa rodoviário: apresenta as estadas e distâncias importantes. - Mapa turístico: apresenta os principais pontos turísticos de uma determinada região. - Mapa econômico: apresenta o desenvolvimento econômico de uma região, mostrando as áreas industriais, agrícolas e de serviços. - Mapa étnico: mostra a localização das etnias de um país ou região. - Mapa linguístico: mostra a incidência das línguas e dialetos de uma região. - Mapa populacional (ou demográfico): apresenta a concentração de habitantes em uma determinada região. - Mapa religioso: mostra a distribuição das religiões em determinadas áreas. - Mapa climático: informa os climas que atuam em determinadas regiões.

65

66

67 Elementos do Mapa: Símbolos ou Legenda; Coordenadas Geográficas; Título; Meios de Orientação; Escala.

68 Símbolos - Legenda Podem ser utilizados para expressar a presença e localização de algum fenômeno natural ou social. Alguns são claros e universais como o aeroporto, outros nem tanto como as ferrovias e rodovias, todos representando o aspecto qualitativo. Já os símbolos que representam as cidades menores, principais cidades e capitais representam um aspecto claramente ordenado.

69 Símbolos

70 SISTEMAS DE COORDENADAS GEOGRÁFICAS

71

72

73 Latitude A latitude é a distância em graus em relação a linha do Equador. Esta distância mede-se em graus, podendo variar entre 0º a 90º para Norte ou para Sul. Determina os hemisférios: Norte ou Sul. Zonas Climáticas: Tropical, Temperada e Polar.

74

75 Longitude A longitude é a distância em graus do meridiano 0º, Greenwich, determina o GMT( Hora média de Greenwich). Varia entre 0º a 180º para Leste ou para Oeste. Determina os hemisférios: Oriental e Ocidental Fusos horários.

76 Fuso Horário.

77 Sistemas de Coordenadas

78

79

80

81

82

83

84

85 FUSOS HORÁRIOS BRASIL O Brasil, desde setembro de 2013, possui novamente quatro fusos horários.

86

87

88 O primeiro fuso horário brasileiro encontra-se duas horas atrasado em relação ao Meridiano de Greenwich e uma hora adiantado em relação ao horário de Brasília. Esse fuso abrange apenas algumas ilhas oceânicas pertencentes ao Brasil, como Fernando de Noronha e Penedos de São Pedro e São Paulo. O segundo fuso horário do país encontra-se três horas atrasado em relação a Greenwich e abrange a maior parte do território nacional, com a totalidade das regiões Nordeste, Sudeste e Sul, além dos estados do Pará, Amapá, Tocantins, Goiás e o Distrito Federal. É o horário oficial de Brasília.

89 O terceiro fuso horário encontra-se quatro horas atrasado em relação a Greenwich e uma hora em relação ao horário de Brasília. No horário de verão, essa diferença aumenta para duas horas, em relação ao horário de Brasília, nos estados de Roraima, Rondônia e Amazonas(que não adotam esse horário especial) e permanece igual no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul (estados que adotam o horário de verão). O quarto fuso horário encontra-se cinco horas atrasado em relação a Greenwich e duas horas em relação ao horário de Brasília, aumentando para três horas durante o horário de verão. Abrange somente o estado do Acre e uma pequena parte oeste do Amazonas. Esse fuso foi extinto no ano de 2008, onde a área passou a integrar o fuso de -4, no entanto, em setembro de 2013, essa extinção foi revogada após aprovação em um referendo promulgado em 2010.

90

91 ESCALAS É A RAZÃO ENTRE AS DIMENSÕES DE UM ELEMENTO REPRESENTADO NO MAPA E AS DIMENSÕES DO MESMO ELEMENTO NO TERRENO. Ou seja é a relação existente entre a medida de um objeto ou lugar representado no papel (d) e sua medida real (D). Um escala normalmente é expressa das seguintes formas: - Fração representativa ou numérica (escala numérica). - Gráfica ou escala em barras (escala gráfica).

92 ESCALAS NUMÉRICAS: 1: GRÁFICAS: TAMANHOS GRANDES: até 1: MÉDIAS: de 1: até 1: PEQUENAS: acima de 1:

93

94 ESCALAS DIFERENTES

95 COMO CALCULAR? D= distância real d= distância no mapa E= escala

96 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS. Os sistemas de projeções constituemse de uma fórmula matemática que transforma as coordenadas geográficas, a partir de uma superfície esférica, em coordenadas planas, mantendo correspondência entre elas.

97 O uso deste artifício geométrico das projeções consegue reduzir as deformações, mas nunca eliminálas.

98

99 TIPOS MAIS COMUNS DE PROJEÇÕES A maioria dos mapas é feita a partir da projeção dos meridianos e paralelos curvos da esfera terrestre numa das figuras geométricas abaixo.

100 PROJEÇÕES

101

102 Nesta projeção os meridianos e os paralelos são linhas retas que se cortam em ângulos retos. Nela as regiões polares aparecem muito exageradas. Os mapas-múndi são feitos em projeções cilíndricas

103

104 Nesta projeção os meridianos convergem para os pólos e os paralelos são arcos concêntricos situados a igual distância uns dos outros. São utilizados para mapas de países de latitudes médias.

105

106 PROJEÇÃO AZIMUTAL São projeções sobre um plano tangente ao esferóide em um ponto. No tipo normal (ou polar), o ponto de tangência representa o polo norte ou sul e os meridianos de longitude são linhas retas radiais que partem deste ponto enquanto paralelos de latitude aparecem como círculos concêntricos.

107 A distorção no mapa aumenta conforme se distancia do ponto de tangência. Considerando que distorção é mínima perto do ponto de tangência, as projeções azimutais são apropriadas para representar áreas que têm extensões aproximadamente iguais nas direções norte-sul ou leste-oeste.

108 Características das Projeções Equidistantes mantém as distâncias lineares (a partir de um centro), mas apresentam distorções nas áreas e nas formas. Equivalentes valoriza o tamanho das áreas. Conformes valoriza o formato das áreas.

109 MERCATOR X PETERS DIFERENTES VISÕES DO MUNDO São os mapas-múndi mais usados. Ambos feitos a partir de projeções cilíndricas. MERCATOR (1569) PETERS (1973)

110 Anamorfoses. Tendem a privilegiar a dimensão do fenômeno em detrimento da forma dos territórios onde ele ocorre. Permite a leitura de forma rápida.

111

2.1. Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que

2.1. Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que Projeções Cartográficas A arte na construção de mapas 2. Projeções cartográficas 2.1. Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que ocorra deformidades? 2.2 O que são e para que foram desenvolvidos

Leia mais

O QUE É CARTOGRAFIA? É A TÉCNICA DE FAZER MAPAS. MAPA NÃO É MERO DESENHO E SIM UM CONJUNTO DE MOTIVO: NECESSIDADE DO HOMEM SE LOCALIZAR.

O QUE É CARTOGRAFIA? É A TÉCNICA DE FAZER MAPAS. MAPA NÃO É MERO DESENHO E SIM UM CONJUNTO DE MOTIVO: NECESSIDADE DO HOMEM SE LOCALIZAR. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS (CARTOGRAFIA) O QUE É CARTOGRAFIA? É A TÉCNICA DE FAZER MAPAS. MAPA NÃO É MERO DESENHO E SIM UM CONJUNTO DE INFORMAÇÕES VISUAIS. MOTIVO: NECESSIDADE DO HOMEM SE LOCALIZAR. GA-SUR

Leia mais

Projeções Cartográficas. Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que ocorra deformidades?

Projeções Cartográficas. Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que ocorra deformidades? Projeções Cartográficas Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que ocorra deformidades? É possível eliminar as deformidades em um mapa ao representar áreas da Terra? O que são e para

Leia mais

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS O QUE SÃO AS PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS? Os sistemas de projeções constituem-se de uma fórmula matemática que transforma as coordenadas geográficas, a partir de uma superfície esférica,

Leia mais

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Os sistemas de projeções cartográficas foram desenvolvidos para dar uma solução ao problema da transferência de uma imagem da

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Os sistemas de projeções cartográficas foram desenvolvidos para dar uma solução ao problema da transferência de uma imagem da PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Os sistemas de projeções cartográficas foram desenvolvidos para dar uma solução ao problema da transferência de uma imagem da superfície curva da esfera terrestre para um plano

Leia mais

Geografia. Aula 02. Projeções Cartográficas A arte na construção de mapas. 2. Projeções cartográficas

Geografia. Aula 02. Projeções Cartográficas A arte na construção de mapas. 2. Projeções cartográficas Geografia. Aula 02 Projeções Cartográficas A arte na construção de mapas 2. Projeções cartográficas 2.1. Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que ocorra deformidades? É possível eliminar

Leia mais

CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016

CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016 CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016 NAVEGAR É PRECISO 2500 A.C. uma das primeiras representações de mapa, produzido na região da mesopotâmia. NAVEGAR É PRECISO Mapa do Salmo (1260) e Mappe-Monde (1707),

Leia mais

INTRODUÇÃO À CARTOGRAFIA. Prof. Rogério da Mata

INTRODUÇÃO À CARTOGRAFIA. Prof. Rogério da Mata INTRODUÇÃO À CARTOGRAFIA A importância dos pontos de referência Pontos Cardeais: são pontos principais utilizados como padrão de localização ou pontos de referência. Através deles é possível localizar

Leia mais

CARTOGRAFIA. (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas.

CARTOGRAFIA. (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. CARTOGRAFIA (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. ELEMENTOS DE UM MAPA. Escala: é a proporção entre o tamanho

Leia mais

REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA

REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS DEFINIÇÃO... Projeção cartográfica corresponde à representação de uma superfície esférica num plano. CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO MÉTODO PROJEÇÃO CILÍNDRICA

Leia mais

ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO ESPACIAL DISCIPLINA : GEOGRAFIA. Fonte:

ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO ESPACIAL DISCIPLINA : GEOGRAFIA. Fonte: ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO ESPACIAL DISCIPLINA : GEOGRAFIA Fonte: www.colegiomoderno.com.br/blogs/rosana/ Movimentos da Terra Na Idade Média (entre os séculos V e XV), os europeus achavam que a Terra estava

Leia mais

Conceitos Básicos mapa

Conceitos Básicos mapa Cartografia Conceitos Básicos Entende-se por mapa a representação gráfica convencional, geralmente plana e em pequena escala, de áreas relativamente extensas, como acontece nos mapas dos atlas. Para tal,

Leia mais

Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Curvas de Nível Mapas temáticos Representação de fenômenos e suas diversidades: Qualitativas: Representa os diferentes elementos cartográficos Ex: Rios, cidades, industrias,

Leia mais

Coordenadas Geográficas

Coordenadas Geográficas Coordenadas Geográficas Coordenadas Geográficas É a posição exata no globo terrestre Intersecção entre latitude e longitude Paralelos Linhas paralelas a Linha do Equador Trópico de Capricórnio Hemisfério

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA 2016 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 6º Turma: Data: 23/06/16 Nota: Professor(a): Élida e Edvaldo Valor da Prova: 40 Pontos Orientações gerais: 1) Número de questões desta prova: 15 2)

Leia mais

Geografia Capítulo 2. Cartografia. Introdução

Geografia Capítulo 2. Cartografia. Introdução Geografia Capítulo 2 Cartografia Introdução Cartografia é a ciência voltada para o estudo da construção e interpretação de mapas. Nesta ciência estuda-se como representar uma área geográfica em uma superfície

Leia mais

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Prof. Esp. Claudimar Fontinele. Geografia Ensino Médio, 1º Ano Fuso Horário

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Prof. Esp. Claudimar Fontinele. Geografia Ensino Médio, 1º Ano Fuso Horário Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Prof. Esp. Claudimar Fontinele Geografia Ensino Médio, 1º Ano Fuso Horário FUSO HORÁRIO Os fusos horários, também denominados zonas horárias, foram estabelecidos através

Leia mais

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Uma projeção cartográfica consiste num conjunto de linhas (paralelos e meridianos), que formam uma rede, sobre a qual são representados os elementos do mapa. Todos os mapas e/ou cartas são representações

Leia mais

O local de cruzamento de um meridiano e de um paralelo é chamado de intersecção, é a coordenada.

O local de cruzamento de um meridiano e de um paralelo é chamado de intersecção, é a coordenada. O local de cruzamento de um meridiano e de um paralelo é chamado de intersecção, é a coordenada. Na antiguidade os navegadores precisavam dominar bem a cartografia. Abaixo temos algumas notações: Considerando

Leia mais

Geografia Prof. Davi Cartografia

Geografia Prof. Davi Cartografia Geografia Prof. Davi Cartografia EXERCÍCIOS 4. (Fuvest 2012) Observe os seguintes mapas do Brasil: 1. (UNIFEI) Em um mapa no qual a escala é de 1: 100 000, a distância em linha reta entre duas cidades

Leia mais

UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1. Coordenadas Aula 1

UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1. Coordenadas Aula 1 UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1 Coordenadas Aula 1 Recife, 2014 Sistema de Coordenadas Um dos principais objetivos da Topografia é a determinação

Leia mais

GEOGRAFIA. Prof. Daniel San.

GEOGRAFIA. Prof. Daniel San. GEOGRAFIA Prof. Daniel San daniel.san@lasalle.edu.br PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS, pág. 19 a 30 Técnicas destinadas a representar o globo que tem três dimensões em apenas duas (3D em 2D). Consiste num conjunto

Leia mais

Professores: Jaime, Clodoaldo

Professores: Jaime, Clodoaldo Professores: Jaime, Clodoaldo Ciência que abrange os fenômenos humanos e naturais, como condições ambientais(clima, vegetação, relevo, hidrografia) e as relações humanas Ela descreve e interpreta de maneira

Leia mais

Projeções Cartográficas. Profa. Dra. Rúbia Gomes Morato Prof. Dr. Reinaldo Paul Pérez Machado

Projeções Cartográficas. Profa. Dra. Rúbia Gomes Morato Prof. Dr. Reinaldo Paul Pérez Machado Projeções Cartográficas Profa. Dra. Rúbia Gomes Morato Prof. Dr. Reinaldo Paul Pérez Machado O que são projeções cartográficas? Podemos definir um projeção como sendo um sistema plano de meridianos e paralelos,

Leia mais

GABARITO - Lista de exercícios complementares 3 - CARTOGRAFIA

GABARITO - Lista de exercícios complementares 3 - CARTOGRAFIA GABARITO - Lista de exercícios complementares 3 - CARTOGRAFIA 1ºEM GEOGRAFIA FÍSICA LUIZ GUSTAVO PROFÃO 2º Bimestre Utilize o material de apoio, disponível no site, para fazer esses exercícios. Observação:

Leia mais

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO DISICIPLINA DE GEOGRAFIA PROF. RONALDO LOURENÇO 1º ANO CAPÍTULO 01 PLANETA TERRA: COORDENADAS, MOVIMENTOS E FUSOS HORÁRIOS

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO DISICIPLINA DE GEOGRAFIA PROF. RONALDO LOURENÇO 1º ANO CAPÍTULO 01 PLANETA TERRA: COORDENADAS, MOVIMENTOS E FUSOS HORÁRIOS COLÉGIO 7 DE SETEMBRO DISICIPLINA DE GEOGRAFIA PROF. RONALDO LOURENÇO 1º ANO CAPÍTULO 01 PLANETA TERRA: COORDENADAS, MOVIMENTOS E FUSOS HORÁRIOS IMPORTÂNCIA O homem não existe sem a geografia O princípio

Leia mais

CARTOGRAFIA. Ciência e Arte. Constante avanço 4/3/2010 CARTOGRAFIA. Introdução e Sistema de Referência Locacional

CARTOGRAFIA. Ciência e Arte. Constante avanço 4/3/2010 CARTOGRAFIA. Introdução e Sistema de Referência Locacional CARTOGRAFIA CARTOGRAFIA Introdução e Sistema de Referência Locacional Prof. Ms. Mário Ramalho FATEC - JD Conjunto de estudos e operações científicas, artísticas e técnicas, baseado nos resultados de observações

Leia mais

A REPRESENTAÇÃO DO ESPAÇO. A Geografia Levada a Sério

A REPRESENTAÇÃO DO ESPAÇO.  A Geografia Levada a Sério 1 Mapa É a representação dos elementos de um determinado espaço na superfície plana, tornando-se um importante instrumento de orientação e de localização; O mapa de Ga-Sur é o mapa mais antigo que se tem

Leia mais

CARTOGRAFIA: ELEMENTOS E TÉCNICAS MÓDULO 01 GEOGRAFIA 01

CARTOGRAFIA: ELEMENTOS E TÉCNICAS MÓDULO 01 GEOGRAFIA 01 CARTOGRAFIA: ELEMENTOS E TÉCNICAS MÓDULO 01 GEOGRAFIA 01 Cartografia ciência responsável pela elaboração de representações da superfície da Terra. Com a ajuda da matemática, evoluiu e aprimorou mapas e

Leia mais

Que formas conheces de representação da Terra?

Que formas conheces de representação da Terra? Que formas conheces de representação da Terra? Desde sempre o Homem sentiu necessidade de representar os lugares que ia conhecendo e tudo aquilo que contribuía para a sua sobrevivência. Dessa necessidade

Leia mais

UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 1.1 NOÇÕES DE CARTOGRAFIA

UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 1.1 NOÇÕES DE CARTOGRAFIA UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 1.1 NOÇÕES DE CARTOGRAFIA (Copyright 1991-2006 SPRING - DPI/INPE) 1 (Para uso no SPRING) 1 - Sistemas de Coordenadas Um objeto geográfico qualquer, como uma cidade, a foz

Leia mais

Professora: Rilvania Flôr.

Professora: Rilvania Flôr. Professora: Rilvania Flôr. Cartografia é a ciência de preparar cartas, mapas e planos para os mais variados fins, com diversos níveis de complexidade e informação, baseados em elementos científicos, técnicos

Leia mais

Apostila de Geografia 10 Cartografia

Apostila de Geografia 10 Cartografia Apostila de Geografia 10 Cartografia 1.0 Definições Cartografia Ciência que estuda a representação total ou parcial da Terra. Produto final: mapas ou globos terrestres. Mapas Superfícies planas onde a

Leia mais

GEOPROCESSAMENTO APLICADO À AGRONOMIA AULA 2

GEOPROCESSAMENTO APLICADO À AGRONOMIA AULA 2 GEOPROCESSAMENTO APLICADO À AGRONOMIA AULA 2 1. IDENTIFICAÇÃO Disciplina: Geoprocessamento Aplicado Semestre: 5º Créditos: 2.0.2.0 Carga Horária: 60h Período Letivo: 2015/1 Docente Responsável: Vinicius

Leia mais

OS FUSOS HORÁRIOS E AS ZONAS CLIMÁTICAS DO PLANETA!

OS FUSOS HORÁRIOS E AS ZONAS CLIMÁTICAS DO PLANETA! OS FUSOS HORÁRIOS E AS ZONAS CLIMÁTICAS DO PLANETA! O QUE É FUSO HORÁRIO? A metodologia utilizada para essa divisão partiu do princípio de que são gastos, aproximadamente, 24 horas paraqueaterrarealizeomovimentoderotação,ouseja,

Leia mais

- Compreender o objeto e o método da Geografia

- Compreender o objeto e o método da Geografia AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Ciências Sociais e Humanas Planificação Anual de Geografia 7º ano Ano Letivo 2015/2016 Domínio/

Leia mais

Exercícios Extras de Cartografia. Prof. Carlão Abril/14

Exercícios Extras de Cartografia. Prof. Carlão Abril/14 Exercícios Extras de Cartografia. Prof. Carlão Abril/14 01. (Uerj/2014) Observe na imagem uma feição de relevo em escarpa, área de desnível acentuado de altitude, encontrada geralmente nas bordas de planalto,

Leia mais

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS CONCEITOS Cartografia é a ciência, técnica e a arte de representar a superfície terrestre. O Mapa: Representação no plano, em escala pequena, dos aspectos geográficos, naturais,

Leia mais

NOÇÕES DE CARTOGRAFIA

NOÇÕES DE CARTOGRAFIA NOÇÕES DE CARTOGRAFIA 1. Localização e Orientação Localizar-se e orientar-se no espaço geográfico foi uma das preocupações iniciais do ser humano, devido a várias necessidades: encontrar recursos naturais

Leia mais

Projeções Cartográficas

Projeções Cartográficas CARTOGRAFIA Projeções Cartográficas Uma projeção cartográfica nada mais é do que o resultado de um conjunto de operações que permite representar no plano, por meio de paralelos e meridianos, os fenômenos

Leia mais

Representações da superfície terrestre

Representações da superfície terrestre Representações da superfície terrestre Representações da superfície terrestre Formas de representação Formas de representação Mapas mentais Representações da imagem mental que cada um adquire de uma determinada

Leia mais

Geografia para Técnico do IBGE Aula Demonstrativa Gratuita. Professor Leandro Signori

Geografia para Técnico do IBGE Aula Demonstrativa Gratuita. Professor Leandro Signori Geografia para Técnico do IBGE Aula Demonstrativa Gratuita Professor Leandro Signori Conteúdos constantes no edital Noções básicas de cartografia: Orientação: pontos cardeais; Localização: coordenadas

Leia mais

Geografia. Projeções Cartográficas. Professor Luciano Teixeira.

Geografia. Projeções Cartográficas. Professor Luciano Teixeira. Geografia Projeções Cartográficas Professor Luciano Teixeira www.acasadoconcurseiro.com.br Geografia PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Cartografia A Cartografia é um instrumento básico para a análise do espaço

Leia mais

CONCEITOS DE CARTOGRAFIA ENG. CARTÓGRAFA ANNA CAROLINA CAVALHEIRO

CONCEITOS DE CARTOGRAFIA ENG. CARTÓGRAFA ANNA CAROLINA CAVALHEIRO CONCEITOS DE CARTOGRAFIA ENG. CARTÓGRAFA ANNA CAROLINA CAVALHEIRO CAMPO LARGO, 15 DE ABRIL DE 2013 Cartografia Cartografia é o conjunto de estudos e operações científicas, artísticas e técnicas, baseado

Leia mais

Coordenadas Geográficas

Coordenadas Geográficas GEOGRAFIA SÉRIE: 1º ano Coordenadas Geográficas Profº Luiz Gustavo Silveira Unidade I A linguagem geográfica e a leitura no mundo Livro: parte I Capítulo 4 Nós estamos aqui Tópicos do capítulo Terra no

Leia mais

Orientação, Coordenadas Geográficas Projeção UTM Universal transversa de Mercator

Orientação, Coordenadas Geográficas Projeção UTM Universal transversa de Mercator Prof. Dra. Mariana Soares Domingues Orientação, Coordenadas Geográficas Projeção UTM Universal transversa de Mercator ACH1056 Fundamentos de Cartografia O verbo orientar está relacionado com a busca do

Leia mais

PROF. NETO CARTOGRAFIA

PROF. NETO CARTOGRAFIA PROF. NETO CARTOGRAFIA Norte ou setentrional ou boreal ou das terras A Rosa dos Ventos ou Rosa dos Rumos Sul ou meridional ou austral ou das águas. LINHAS IMAGINÁRIAS Objetivo das Linhas Imaginárias:

Leia mais

SUBDOMÍNIO OBJETIVOS DESCRITORES CONTEÚDOS

SUBDOMÍNIO OBJETIVOS DESCRITORES CONTEÚDOS DISCIPLINA: Geografia ANO DE ESCOLARIDADE: 7.º Ano 2016/2017 METAS CURRICULARES PROGRAMA SUBDOMÍNIO OBJETIVOS DESCRITORES CONTEÚDOS A Terra: Estudos e Representações - A Geografia e o Território - A representação

Leia mais

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA Prof. Dr. Daniel Caetano 2014-1 Objetivos Conhecer as formas de representar a Terra Conhecer os erros envolvidos Conhecer algumas das referências usadas

Leia mais

Geografia. Comunicação por Meio dos Mapas. Professor Luciano Teixeira.

Geografia. Comunicação por Meio dos Mapas. Professor Luciano Teixeira. Geografia Comunicação por Meio dos Mapas Professor Luciano Teixeira www.acasadoconcurseiro.com.br Geografia CARTOGRAFIA A Cartografia é um instrumento básico para a análise do espaço. Há muitos anos,

Leia mais

Verificação de Aprendizagem. Assunto: Projeções Cartográficas

Verificação de Aprendizagem. Assunto: Projeções Cartográficas Verificação de Aprendizagem Assunto: Projeções Cartográficas 1. A questão refere-se às imagens abaixo. Fonte: DUARTE, Paulo Araújo. Fundamentos de Cartografia. Florianópolis: Editora UFSC, 2002. Em relação

Leia mais

Transformação, institucionalização e conflito nas esferas espacial, econômica, social e política

Transformação, institucionalização e conflito nas esferas espacial, econômica, social e política iências Humanas E SUAS TEC ECNOLOGIAS Ficha de Estudo 96 Tema Transformação, institucionalização e conflito nas esferas espacial, econômica, social e política Tópico de estudo Representação espacial Entendendo

Leia mais

Professora: Jordana Costa

Professora: Jordana Costa Projeções cartográficas Professora: Jordana Costa Projeções cartográficas Um dos grandes problemas enfrentados para uma boa representação cartográfica diz respeito à forma da Terra. Por possuir uma superfície

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS EXA 519. Prof. Dr. Ardemirio de Barros Silva

SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS EXA 519. Prof. Dr. Ardemirio de Barros Silva SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS EXA 519 Prof. Dr. Ardemirio de Barros Silva abarros@uefs.br barros@ige.unicamp.br A CARTOGRAFIA É CONSIDERADA COMO A CIÊNCIA E A ARTE DE EXPRESSAR, POR MEIO DE

Leia mais

GEOGRAFIA 2013/2014 LOGO DOCENTE: PEDRO MOREIRA.

GEOGRAFIA 2013/2014 LOGO DOCENTE: PEDRO MOREIRA. GEOGRAFIA 2013/2014 LOGO www.themegallery.com DOCENTE: PEDRO MOREIRA A Geografia 1. Etimologia (Grego) Geografia= geo + graphen Terra Descrever Definição de Geografia Geografia Física Humana Definição

Leia mais

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA Prof. Dr. Daniel Caetano 2013-2 Objetivos Conhecer as formas de representar a Terra Conhecer os erros envolvidos Conhecer algumas das referências usadas

Leia mais

1) Em se tratando de questões de natureza cartográfica, assinale o correto.

1) Em se tratando de questões de natureza cartográfica, assinale o correto. 1) Em se tratando de questões de natureza cartográfica, assinale o correto. a) A realização de mapeamentos temáticos muito detalhados requer a utilização de produtos de sensoriamento remoto de alta resolução

Leia mais

ORIENTAÇÃO GEOGRAFIA - PROF. JOSÉ FONSECA

ORIENTAÇÃO GEOGRAFIA - PROF. JOSÉ FONSECA GEOGRAFIA - PROF. JOSÉ FONSECA ORIENTAÇÃO Pontos Cardeais: norte, sul, leste e oeste. Outras denominações para os pontos cardeais: Norte setentrional, boreal; Sul meridional, austral; Leste este, nascente,

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Ufrn 2013) Um estudante australiano, ao realizar pesquisas sobre o Brasil, considerou importante saber a localização exata de sua capital, a cidade de Brasília. Para isso, consultou o mapa a seguir:

Leia mais

ATIVIDADES 8º ANO. MAGNOLI, Demétrio. Geografia para o Ensino Médio. 5ª ed. São Paulo: Atual, p.16.

ATIVIDADES 8º ANO. MAGNOLI, Demétrio. Geografia para o Ensino Médio. 5ª ed. São Paulo: Atual, p.16. 1) Leia o texto e assinale a alternativa correta: ATIVIDADES 8º ANO MAGNOLI, Demétrio. Geografia para o Ensino Médio. 5ª ed. São Paulo: Atual, 2008. p.16. Sobre a Projeção de Mercator, podemos afirmar

Leia mais

TURMA: BOLSISTAS: Dayan / Débora Professor Supervisor: Ary Pereira TURNO: DATA: / /

TURMA: BOLSISTAS: Dayan / Débora Professor Supervisor: Ary Pereira TURNO: DATA: / / UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIEÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) NOME: SÉRIE: TURMA: BOLSISTAS:

Leia mais

GPS REPRESENTAÇÃO DA TERRA

GPS REPRESENTAÇÃO DA TERRA GPS REPRESENTAÇÃO DA TERRA Macedo, M.Sc. Poli, Brasil.. 2014 2/24 Qual a Forma da Durante muito tempo adotou-se a com a forma plana, onde em qualquer momento se chegaria ao fim do oceano, em um grande

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: Geografia Série: 6 a - Ensino Fundamental Professora: Cristiane Mattar Geografia Atividades para Estudos Autônomos Data: 25 / 4 / 2016 Aluno(a):

Leia mais

Mapeamento do uso do solo

Mapeamento do uso do solo Multidisciplinar Mapeamento do uso do solo para manejo de propriedades rurais Allan Arnesen Frederico T. Genofre Marcelo Pedroso Curtarelli CAPÍTULO 1 Conceitos básicos de cartografia e SIG 1. Introdução

Leia mais

LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS. Luiz Fernando Wisniewski

LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS. Luiz Fernando Wisniewski LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS Prof.º Luiz Fernando Wisniewski lfw.geografia@gmail.com LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS Orientação através da rosa dos ventos Paralelos e Meridianos Latitude

Leia mais

Geografia. Planificação a longo prazo Filipe Miguel Botelho COLÉGIO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA - LEIRIA

Geografia. Planificação a longo prazo Filipe Miguel Botelho COLÉGIO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA - LEIRIA 201-2014 Geografia Planificação a longo prazo Filipe Miguel Botelho COLÉGIO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA - LEIRIA Planificação a longo prazo 7º ano - Geografia 1º Período Tempos 2º Período Tempos º Período

Leia mais

3 Sistema de Informação geográfica

3 Sistema de Informação geográfica 3 Sistema de Informação geográfica 3.1 Introdução Também conhecidas como "geoprocessamento", as geotecnologias são o conjunto de técnicas computacionais para coleta, processamento, análise e compartilhamento

Leia mais

PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA BÁSICA

PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA BÁSICA PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA BÁSICA VOLUME No. 1 (Capitulos 1 a 7) da Série PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA Editor Coordenador: Paul S. Anderson Incluindo Capítulos Traduzidos do Livro Maps, Distortion and Meaning

Leia mais

REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS E CARTOGRÁFICAS

REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS E CARTOGRÁFICAS REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS E CARTOGRÁFICAS 1 CONHECENDO A CARTOGRAFIA E OS MAPAS 2 CARTOGRAFIA SEGUNDO A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT), CARTOGRAFIA É DEFINIDA COMO: "A ARTE DO LEVANTAMENTO,

Leia mais

LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I

LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I 1-Em um mapa cuja escala é 1:2.500.000, duas cidades estão separadas, em linha reta, por 5 centímetros. A distância real (no terreno) entre essas duas cidades é a) 50

Leia mais

Sistemas de Projeções Cartográficas:

Sistemas de Projeções Cartográficas: Sistemas de Projeções Cartográficas: Todos os mapas são representações aproximadas da superfície terrestre. Isto ocorre porque não se pode passar de uma superfície curva para uma superfície plana sem que

Leia mais

TOPOGRAFIA E ELEMENTOS DA GEODÉSIA AULA 1

TOPOGRAFIA E ELEMENTOS DA GEODÉSIA AULA 1 E ELEMENTOS DA GEODÉSIA AULA 1 IDENTIFICAÇÃO Disciplina: Topografia Semestre: 3º Créditos: 2.0.0.2.0 Carga Horária: 60 h Período Letivo: 2015/2 Docente Responsável: VINICIUS MELO NOGUEIRA SILVA Contato:

Leia mais

SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15

SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15 SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15 1. A distribuição de energia solar, ou insolação, depende dos movimentos de rotação

Leia mais

Ensino Médio TESTES ALFA TODAS GEOGRAFIA. 3. Em São Francisco, 120 W de GMT são 15:00h. Portanto, em São Paulo, 45 W de GMT, serão:

Ensino Médio TESTES ALFA TODAS GEOGRAFIA. 3. Em São Francisco, 120 W de GMT são 15:00h. Portanto, em São Paulo, 45 W de GMT, serão: Nome: Classe: Nº de Matrícula: Ensino Médio Disciplina: GEOGRAFIA Série: 1ª Bimestre: 1º Data: 15/03/2008 Prova: PE Área: TODAS Versão: ALFA TESTES 1. "Acontece quando a face visível da Lua não recebe

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GEOGRAFIA

LISTA DE EXERCÍCIOS GEOGRAFIA LISTA DE EXERCÍCIOS GEOGRAFIA P2-1º BIMESTRE 7º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Entender o papel das sociedades na produção do território, da

Leia mais

C A R T O G R A F I A

C A R T O G R A F I A 1 - PONTOS DE ORIENTÇÃO C R T O G R F I 1.1 - PONTOS CRDEIS São pontos que distam entre si 90º. São eles: N norte (setentrional ou boreal) S sul (meridional ou austral) L (E) leste (oriental, nascente

Leia mais

Cartografia Projeções Cartográficas Mais Usadas e Sistema UTM

Cartografia Projeções Cartográficas Mais Usadas e Sistema UTM Cartografia Projeções Cartográficas Mais Usadas e Sistema UTM Prof. João Fernando Custodio da Silva Departamento de Cartografia www2.fct.unesp.br/docentes/carto/joaofernando Introdução Existem muitas e

Leia mais

Características Básicas dos Mapas

Características Básicas dos Mapas Características Básicas dos Mapas Localização e Atributos Localização: dada por suas posições no espaço (coordenadas) bidimensional ou tridimensional. Atributos: qualidades ou magnitudes, ou variável temática,

Leia mais

Professor Thiago Espindula - Geografia. Cartografia

Professor Thiago Espindula - Geografia. Cartografia Cartografia A Cartografia é a ciência que se presta à análise ou à criação de representações da Terra. A origem da palavra vem do fato das grandes representações do planeta serem feitas por cartas (mapas).

Leia mais

Cartografia I. BRITALDO SILVEIRA SOARES FILHO Departamento de Cartografia Centro de Sensoriamento Remoto

Cartografia I. BRITALDO SILVEIRA SOARES FILHO  Departamento de Cartografia Centro de Sensoriamento Remoto Cartografia I BRITALDO SILVEIRA SOARES FILHO britaldo@csr.ufmg.br www.csr.ufmg.br Departamento de Cartografia Centro de Sensoriamento Remoto Introdução Histórico da Cartografia definição, história e evolução.

Leia mais

Com base nos pontos foram determinadas direções intermediárias, conhecidas como. pontos : nordeste (NE), (NO), sudeste (SE) e (SO).

Com base nos pontos foram determinadas direções intermediárias, conhecidas como. pontos : nordeste (NE), (NO), sudeste (SE) e (SO). PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Complete as

Leia mais

GEOGRAFIA (AULA 04) - NOÇÕES ESPACIAIS: MOVIMENTOS TERRESTRES E FUSO HORÁRIO

GEOGRAFIA (AULA 04) - NOÇÕES ESPACIAIS: MOVIMENTOS TERRESTRES E FUSO HORÁRIO GEOGRAFIA (AULA 04) - NOÇÕES ESPACIAIS: MOVIMENTOS TERRESTRES E FUSO HORÁRIO 1. Movimentos terrestres O planeta Terra apresenta diversos fenômenos naturais, dentre muitos estão os movimentos executados

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação Geografia 6 o ano Unidade 1 5 Unidade 1 Nome: Data: 1. Marque V nas alternativas verdadeiras e F nas falsas. Em seguida, corrija as frases incorretas. a) A vegetação, os rios

Leia mais

GEOGRAFIA 6ºano 3º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

GEOGRAFIA 6ºano 3º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES GEOGRAFIA 6ºano 3º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 1. Observe os mapas do Brasil abaixo: a) Qual dos mapas ao lado possui menor escala? b) Qual dos mapas ao lado possui maior riqueza

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 32 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS E SISTEMAS DE ORIENTAÇÃO

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 32 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS E SISTEMAS DE ORIENTAÇÃO GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 32 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS E SISTEMAS DE ORIENTAÇÃO Como pode cair no enem? (FUVEST) Observe estes mapas: CERRADO CAATINGA FLORESTA AMAZÔNICA MATA ATLÂNTICA VEGETAÇÃO LITORÂNEA

Leia mais

Sistemas de Coordenadas

Sistemas de Coordenadas Sistemas de Coordenadas Um objeto geográfico qualquer, como uma cidade, a foz de um rio, ou o pico de uma montanha, somente poderá ser localizado se for possível descrevê-lo em relação a outros objetos

Leia mais

Exercícios para Recuperação

Exercícios para Recuperação Exercícios para Recuperação Nome: Nº 6º ano / Ensino Fundamental Turma: Disciplina: Geografia Data: Professor: Leonardo 1 - O documento "Planeta Vivo", emitido pela World Wide Fund for Nature WWF (Ong

Leia mais

O resultado é uma série de "fatias" da superfície, que juntas produzem a imagem final. (Exemplo: o radiômetro dos satélites NOAA gira a uma

O resultado é uma série de fatias da superfície, que juntas produzem a imagem final. (Exemplo: o radiômetro dos satélites NOAA gira a uma Sensores e Satélites Para que um sensor possa coletar e registrar a energia refletida ou emitida por um objeto ou superfície, ele tem que estar instalado em uma plataforma estável à distância do objeto

Leia mais

EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA

EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA 1. (PUC-RS) Com base no mapa abaixo: EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA Se um viajante se dirigir de Brasília a Teresina, passando por Palmas, e retornando à primeira, fazendo o mesmo caminho, terá como direção

Leia mais

Texto complementar: Noções básicas de Disciplina: Geografia

Texto complementar: Noções básicas de Disciplina: Geografia MODALIDADE: EJA Ensino Médio PERÍODO 1º Período Texto complementar: Noções básicas de Disciplina: Geografia cartografia Professor (a): Kátia Silene Data: 03/08/2016 Nome do Aluno: Noções básicas de cartografia

Leia mais

PERFIL DE APRENDIZAGENS 7ºANO

PERFIL DE APRENDIZAGENS 7ºANO 7ºANO No final do 7º ano, o aluno deverá ser capaz de: Compreender o objeto e o método da Geografia. Conhecer diferentes formas de representação da superfície terrestre. Compreender diferentes tipos de

Leia mais

UECEVEST TD DE GEOGRAFIA (Orientação/Localização/Astronomia) Prof. Elvis Sampaio

UECEVEST TD DE GEOGRAFIA (Orientação/Localização/Astronomia) Prof. Elvis Sampaio UECEVEST TD DE GEOGRAFIA (Orientação/Localização/Astronomia) Prof. Elvis Sampaio 1. (Unb) A necessidade de orientação no espaço terrestre esteve presente na humanidade desde as sociedades primitivas. A

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA DE MINAS GERAIS SENSORIAMENTO REMOTO E AEROFOTOGRAMETRIA REVISÃO DE CONTEÚDO. Prof. Marckleuber

FACULDADE DE ENGENHARIA DE MINAS GERAIS SENSORIAMENTO REMOTO E AEROFOTOGRAMETRIA REVISÃO DE CONTEÚDO. Prof. Marckleuber FACULDADE DE ENGENHARIA DE MINAS GERAIS SENSORIAMENTO REMOTO E AEROFOTOGRAMETRIA - 2011 REVISÃO DE CONTEÚDO Prof. Marckleuber -Diferença: Imagem de satélite X fotografia aérea -Satélite X Sensor X Radar

Leia mais

9º Encontro Técnico DER-PR

9º Encontro Técnico DER-PR Técnicas de Sensoriamento Remoto aplicadas a rodovias. 9º Encontro Técnico DER-PR Sensoriamento Remoto É definido como, o conjunto de técnicas e equipamentos, utilizados para obter informações sobre um

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA DE GEOGRAFIA - ENSINO FUNDAMENTAL

MATRIZ DE REFERÊNCIA DE GEOGRAFIA - ENSINO FUNDAMENTAL D1 Identificar diferentes tipos de representação da superfície terrestre (globo terrestre, maquetes, mapas, plantas, croquis). Identificar diferenças entre as representações do espaço geográfico. Comparar

Leia mais

Unidade 5. Escolha da Projeção Cartográfica

Unidade 5. Escolha da Projeção Cartográfica Unidade 5 Escolha da Projeção Cartográfica Forma Tamanho Localização geográfica da região geográfica Propósito Fator de escala do mapa Um dos problemas básicos da Cartografia O problema da projeção cartográfica

Leia mais

Cartografia Básica B Prof. Rodolfo Moreira de Castro Junior

Cartografia Básica B Prof. Rodolfo Moreira de Castro Junior Geomática Aplicada à Engenharia Civil Fundamentos Teóricos e Práticos Cartografia Básica B Prof. Rodolfo Moreira de Castro Junior 1 - Introdução DIFERENÇAS ENTRE PANTA,, CARTA E MAPA Planta: é uma carta

Leia mais

Coordenadas geográficas. Porto Alegre 2015

Coordenadas geográficas. Porto Alegre 2015 Coordenadas geográficas Porto Alegre 2015 Localização no espaço geográfico O conceito mais apropriado de orientação é direção. Usamos em nosso dia-a-dia uma localização básica fundamentada em Direita,

Leia mais

BRASIL NOSSO TERRITÓRIO E FRONTEIRAS MODULO 02 PALMAS - TO

BRASIL NOSSO TERRITÓRIO E FRONTEIRAS MODULO 02 PALMAS - TO BRASIL NOSSO TERRITÓRIO E FRONTEIRAS MODULO 02 PALMAS - TO ESPAÇO GEOGRÁFICO E A AÇÃO HUMANA É o espaço onde os homens vivem e fazem modificações, sendo o resultado do trabalho do homem sobre a natureza.

Leia mais

Fundamentos de Informação Geográfica

Fundamentos de Informação Geográfica Fundamentos de Informação Geográfica Compilação de Exames e Frequências 1) Relativamente ao método de observação GNSS, explique o que entende por RTK. No método de observação RTK são transmitidos em tempo

Leia mais