Litosfera: o relevo terrestre

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Litosfera: o relevo terrestre"

Transcrição

1

2 JORGE ARAÚJO / FOLHAPRESS NELSON ANTOIN / FOTOARENA / FOLHAPRESS Litosfera: o relevo terrestre As paisagens acima são iguais ou diferentes? Em ambas as fotos as habitações estão em áreas consideradas de risco. O que são áreas de risco? 2

3 As formas do relevo Quatro principais É o conjunto das variadas formas da litosfera ou, mais especificamente, da superfície terrestre, como montanhas (continentais ou submersas no mar), vales, planícies e depressões, apresentando áreas mais ou menos elevadas, planas ou acidentadas. Montanhas Falésias Planaltos Planícies há diversas outras forma de relevo, como: Colinas Vales Depressões Cuestas 3

4 LUIS MOURA / ARQUIVO DA EDITORA Altitude é uma distância vertical medida entre um ponto e o nível do mar cume altitude nível médio dos mares mar As variações do relevo são medidas a partir do nível do mar. 4

5 Montanhas São grandes elevações de terreno que se destacam por apresentar altitudes superiores às regiões viinhas. As mais elevadas resultam de dobramentos, isto é, de forças internas que provocam enormes dobras nas rochas, originando elevadas cadeias de montanhas. As montanhas mais antigas e menos elevadas também resultaram de dobramentos. Contudo, com o tempo, foram sendo desgastadas, provocando seu lento rebaixamento. Outro tipo de montanha é aquela resultante da formação de um vulcão, denominada montanha vulcânica. 5

6 As montanhas mais antigas e menos elevadas também resultaram de dobramentos. Contudo, com o tempo, foram sendo desgastadas, provocando seu lento rebaixamento. Intemperismo e erosão Erosão Erosão Sedimentação 6

7 JEREMYRICHARDS / SHUTTERSTOCK.COM Aspecto da cordilheira no Himalaia, Nepal, Formada pelo desdobramento de rochas, a cadeia de montanhas do Himalaia fica na Ásia, ocupando partes do território da China, Tibete, Nepal, Butão, Índia, entre outros. Possui as montanhas mais elevadas da superfície terrestre. 7

8 Planaltos São áreas em geral altas, com topos relativamente planos e bordas nítidas, também são chamados de platôs. Planaltos cristalinos formados por rochas cristalinas, isto é, ígneas (ou magmáticas) ou metamórficas Três categorias Planaltos sedimentares formados em áreas de rochas sedimentares, erguidas por movimentos internos da crosta Planaltos basálticos formados por rochas vulcânicas, onde no passado haviam intensas erupções vulcânicas 8

9 ARTUR KEUNECKE / PULSAR IMAGENS O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães (MT) apresenta uma paisagem típica de planalto. Foto de

10 Planícies São áreas geralmente baixas e planas, onde predomina o acúmulo ou deposição de sedimentos. vales fluviais Podem ter várias origens sedimentos traidos pelos ventos geleiras Erosão Sedimentação entulhamento de lagos Erosão Sedimentação 10

11 ALE RUARO / PULSAR IMAGENS Os campos dos pampas em Bagé (RS) são um exemplo de planície. Foto de

12 Depressões São áreas que se encontram rebaixadas em relação às áreas viinhas. absoluta quando a depressão está abaixo do nível do mar a depressão pode ser relativa quando a depressão está acima do nível do mar, mas abaixo das áreas viinhas 12

13 HANAN ISACHAR / ALAMY / OTHER IMAGES Vista aérea do mar Morto em foto de

14 Adaptado de: ATLANTE Geografico Metodico De Agostini Novara: Istituto Geografico De Agostini, Planisfério físico 14

15 A dinâmica do relevo O relevo não é algo eterno nem estático. Transforma-se com o tempo, mesmo sendo um processo que leva milhões de anos. Dois tipos de forças modificam o relevo: forças internas aquelas que se originam no interior da litosfera (movimento das placas tectônicas, por exemplo) desnivelam o relevo, causando grandes modificações, e agem de maneira rápida forças externas aquelas que se originam na própria superfície terrestre (clima, águas e seres vivos, por exemplo) diminuem lentamente as diferenças entre as formas de relevo, desgastando as áreas elevadas e acumulando detritos nas partes baixas 15

16 forças internas Intemperismo é o conjunto de fenômenos que leva à decomposição das rochas intemperismo físico é provocado principalmente pela variação da temperatura intemperismo químico decomposição da rocha causada principalmente pela ação da água ao dissolver os minerais solúveis que a compõem intemperismo biológico é a decomposição das rochas pelas atividades dos seres vivos 16

17 Exemplo de intemperismo físico calor fraturas e fragmentações dos minerais com o tempo frio 17

18 forças internas Erosão é a remoção de materiais de uma área para outra área viinha geralmente os detritos ou sedimentos são transportados por algum agente de erosão de uma área mais alta para outra área mais baixa vento, água, geleira, etc. área onde ocorre a sedimentação ou acúmulo dos detritos ou sedimentos área onde ocorre a erosão 18

19 LUIS MOURA / ARQUIVO DA EDITORA Etapas do processo de erosão A vegetação, sobretudo as formações florestais, protege o solo contra a ação dos ventos e das enxurradas O desmatamento facilita o inicío da erosão: chuvas e ventos carregam a camada superficial do solo, empobrecendo-o. O solo é atingido pelos raios solares. Os ventos e as chuvas intensificam a erosão. O solo assemelha-se a um deserto e não oferece condições como área agrícola. 19

20 Agentes externos que modificam o relevo intemperismo Responsáveis pelo erosão transporte de detritos sedimentação de detritos água Principais agentes geleiras ventos seres vivos 20

21 Principais agentes água vento seres vivos atua de diversas formas precipitações rios mares geleiras é o ar em movimento carrega partículas de areia e modificam as áreas que atingem pode formar entre a atuação dos seres vivos, podemos dar como exemplo a proteção e desgaste do relevo e a transformação em rochas sedimentares regs dunas loesse 21

Grandes estruturas geológicas e tectónicas de placas

Grandes estruturas geológicas e tectónicas de placas Grandes estruturas geológicas e tectónicas de placas Teoria da deriva continental Quem formulou esta teoria foi Alfred Wegener. Em 1912 propôs à comunidade cientifica Consistia na ideia de mobilidade dos

Leia mais

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRENTE 4A AULA 11. Profº André Tomasini

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRENTE 4A AULA 11. Profº André Tomasini TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRENTE 4A AULA 11 Profº André Tomasini ÁGUAS CONTINENTAIS Os oceanos e mares cobrem 2/3 da superfície do planeta. Águas Oceânicas : Abrange oceanos e mares. Águas Continentais: Rios,

Leia mais

Teoria da Deriva Continental - Alfred Wegener (1915)

Teoria da Deriva Continental - Alfred Wegener (1915) ESTRUTURA GEOLÓGICA Teoria da Deriva Continental - Alfred Wegener (1915) - Harry Hess (1960) Teoria da Tectônica de Placas Sismos A conseqüência do choque entre placas tectônicas são chamadas de abalos

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 6ºANO- UNIDADE 3 - CAPÍTULO 2. Questão 237. Qual o nome do instrumento que registra os terremotos da Terra?

ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 6ºANO- UNIDADE 3 - CAPÍTULO 2. Questão 237. Qual o nome do instrumento que registra os terremotos da Terra? ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 6ºANO- UNIDADE 3 - CAPÍTULO 2 Questão 236. O que são sismos? Questão 237. Qual o nome do instrumento que registra os terremotos da Terra? Questão 238. Explique o que são ondas

Leia mais

Ásia de Monções: Quadro Natural (módulo 06 Livro 01 Frente 03 página 219)

Ásia de Monções: Quadro Natural (módulo 06 Livro 01 Frente 03 página 219) Ásia de Monções: Quadro Natural (módulo 06 Livro 01 Frente 03 página 219) Corresponde á Ásia de Monções: China, Índia, Indonésia, Malásia, Nepal entre outros países do sudeste asiático. ÁSIA ASPECTOS CLIMÁTICOS

Leia mais

O novo Sistema Solar: Plutão deixa de ser considerado um planeta e ganha o status de planeta anão.

O novo Sistema Solar: Plutão deixa de ser considerado um planeta e ganha o status de planeta anão. Módulos 3 e 4: A Terra e sua dinâmica e O relevo terrestre. O novo Sistema Solar: Plutão deixa de ser considerado um planeta e ganha o status de planeta anão. De acordo com a nova definição, um corpo celeste

Leia mais

GEOGRAFIA. Observe a escala de tempo geológico para identificar os processos naturais que ocorreram respectivamente nas eras Paleozóica e Cenozóica:

GEOGRAFIA. Observe a escala de tempo geológico para identificar os processos naturais que ocorreram respectivamente nas eras Paleozóica e Cenozóica: Duração relativa das eras geológicas GEOGRAFIA Pré-Cambriano Mesozóica Cenozóica Paleozóica Observe a escala de tempo geológico para identificar os processos naturais que ocorreram respectivamente nas

Leia mais

Solos Transportados (Sedimentares): Solo Aluvial, Solo Lacustre, Solo Coluvial, Solo Eólico e Solo Marinho

Solos Transportados (Sedimentares): Solo Aluvial, Solo Lacustre, Solo Coluvial, Solo Eólico e Solo Marinho Formação dos Solos Solos Transportados (Sedimentares): Solo Aluvial, Solo Lacustre, Solo Coluvial, Solo Eólico e Solo Marinho Bibliografia: Notas de aula (apostila) de Geotécnica, Prof. Reno Reine Castello

Leia mais

Modulo I Mudanças Climáticas

Modulo I Mudanças Climáticas Nome: Nº: Turma: Geografia 1º ano Exercícios Extras Silvia Set/09 Modulo I Mudanças Climáticas 1. (UFRJ) A maior parte do aquecimento da atmosfera é proveniente da radiação terrestre: a atmosfera deixa

Leia mais

A profundidade do oceano é de 3794 m (em média), mais de cinco vezes a altura média dos continentes.

A profundidade do oceano é de 3794 m (em média), mais de cinco vezes a altura média dos continentes. Hidrosfera Compreende todos os rios, lagos,lagoas e mares e todas as águas subterrâneas, bem como as águas marinhas e salobras, águas glaciais e lençóis de gelo, vapor de água, as quais correspondem a

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA PARCIAL DE CIÊNCIAS Aluno(a): Nº Ano: 6º Turma: Data: 02/04/2011 Nota: Professora: Karina Valor da Prova: 50 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

ATIVIDADES DE REVISÃO MÓDULOS 04 E 05 GEOGRAFIA I

ATIVIDADES DE REVISÃO MÓDULOS 04 E 05 GEOGRAFIA I ATIVIDADES DE REVISÃO MÓDULOS 04 E 05 GEOGRAFIA I Descreva a estrutura interna da Terra. NÚCLEO é a parte central da Terra, formada de níquel e ferro. É sólido, com uma raio de cerca de 1.300 km, a partir

Leia mais

Evolução da Terra. Geografia Prof. Cristiano Amorim

Evolução da Terra. Geografia Prof. Cristiano Amorim Evolução da Terra Geografia Prof. Cristiano Amorim Estrutura interna da Terra A estrutura interna da Terra é composta de: Litosfera (50 a 60 km de espessura). Manto (4.600 km de espessura). Núcleo (1.700

Leia mais

Teste diagnóstico TERRA NO ESPAÇO CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SOCIEDADE AMBIENTE. OBSERVAÇÃO: Grelhas de observação. Listas de verificação.

Teste diagnóstico TERRA NO ESPAÇO CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SOCIEDADE AMBIENTE. OBSERVAÇÃO: Grelhas de observação. Listas de verificação. ANO: 7º ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/5 TERRA NO ESPAÇO 2 Teste diagnóstico CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SOCIEDADE AMBIENTE E - Ciência produto da actividade humana. - Ciência e conhecimento do Universo. - Compreender

Leia mais

Colégio Salesiano Dom Bosco GEOGRAFIA Prof. Daniel Fonseca 6 ANO. Capítulo 7 Formas, Relevos e solos da Terra

Colégio Salesiano Dom Bosco GEOGRAFIA Prof. Daniel Fonseca 6 ANO. Capítulo 7 Formas, Relevos e solos da Terra Colégio Salesiano Dom Bosco GEOGRAFIA Prof. Daniel Fonseca 6 ANO Capítulo 7 Formas, Relevos e solos da Terra O que é relevo? O relevo terrestre pode ser definido como as formas da superfície do planeta,

Leia mais

Estrutura e Composição da Terra. Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas. [Friedrich Nietzsche]

Estrutura e Composição da Terra. Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas. [Friedrich Nietzsche] Estrutura e Composição da Terra Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas. [Friedrich Nietzsche] Contornos do Mundo O interior terrestre é formado por várias camadas e as investigações sobre

Leia mais

a) Sial. b) Nife. c) Manto. d) Núcleo. e) Astenosfera.

a) Sial. b) Nife. c) Manto. d) Núcleo. e) Astenosfera. GEOLOGIA 1. Os solos formados pela decomposição de basalto de grande fertilidade que ocorrem principalmente no estado do Paraná, decomposição ocorrida mais especificamente na Era Mesozóica, são chamados

Leia mais

O Relevo A rede hidrográfica

O Relevo A rede hidrográfica O Relevo A rede hidrográfica Relevo O Relevo é o conjunto de formas que a superfície terrestre apresenta. As principais formas de relevo são: Montanhas; Planaltos; Colinas; Planícies; Vales. Montanha Forma

Leia mais

HIDROGRAFIA GERAL E DO BRASIL

HIDROGRAFIA GERAL E DO BRASIL HIDROGRAFIA GERAL E DO BRASIL QUESTÃO 01 - A Terra é, dentro do sistema solar, o único astro que tem uma temperatura de superfície que permite à água existir em seus três estados: líquido, sólido e gasoso.

Leia mais

Relevo do Brasil APROVAÇÃO 2ªEtapa

Relevo do Brasil APROVAÇÃO 2ªEtapa www.gustavaogeografia.com.br Relevo do Brasil APROVAÇÃO 2ªEtapa Prof. Gustavão Planaltos Planaltos são superfícies elevadas, delimitadas por escarpas. O processo de desgaste supera o de acúmulo de sedimentos.

Leia mais

Núcleo Interno. Núcleo externo. Crosta terrestre. Manto

Núcleo Interno. Núcleo externo. Crosta terrestre. Manto Capítulo 6 Núcleo Interno Crosta terrestre Núcleo externo Manto Uma forma de representar a estrutura interna da Terra é dividi-la em três compartimentos conforme mostrado na figura ao lado: - Crosta -

Leia mais

Relevo GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Relevo GEOGRAFIA DAVI PAULINO Relevo GEOGRAFIA DAVI PAULINO Relevo É a forma da superfície terrestre, que apresenta variação de nível de um local para outro. Tem uma influência pesada em outros fenômenos, como a urbanização e as atividade

Leia mais

Geografia do Brasil - Profº Márcio Castelan

Geografia do Brasil - Profº Márcio Castelan Geografia do Brasil - Profº Márcio Castelan 1. (Fatec 2006) Observe o perfil topográfico e o mapa a seguir. (Adaptado de Ferreira. Atlas geográfico, 2003.) Assinale a alternativa que identifica no mapa

Leia mais

MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA?

MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA? MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA? A UNIÃO DOS ELEMENTOS NATURAIS https://www.youtube.com/watch?v=hhrd22fwezs&list=plc294ebed8a38c9f4&index=5 Os seres humanos chamam de natureza: O Solo que é o conjunto

Leia mais

Jonathan Kreutzfeld RELEVO BRASILEIRO E FORMAS

Jonathan Kreutzfeld RELEVO BRASILEIRO E FORMAS Jonathan Kreutzfeld RELEVO BRASILEIRO E FORMAS RELEVO BRASILEIRO FORMAS DO RELEVO BRASILEIRO Escudos cristalinos: 36% Bacias sedimentares: 64% Escudos Cristalinos - Armazenamento de jazidas minerais -

Leia mais

Classificação de Aroldo de Azevedo

Classificação de Aroldo de Azevedo GEOGRAFIA DO BRASIL Relevo O relevo brasileiro apresenta grande variedade morfológica (de formas), como serras, planaltos, chapadas, depressões, planícies e outras, - resultado da ação, principalmente,

Leia mais

AGENTES INTERNOS DO RELEVO. Tectonismo Sismos Vulcanismo

AGENTES INTERNOS DO RELEVO. Tectonismo Sismos Vulcanismo ESTRUTURA GEOLÓGICA ESTRUTURA GEOLÓGICA AGENTES INTERNOS DO RELEVO Tectonismo Sismos Vulcanismo Tectonismo Teoria da Tectônica de Placas As placas que compõem a litosfera deslocam-se horizontal e verticalmente

Leia mais

Pedologia. Professor: Cláudio Custódio. www.espacogeografia.com.br

Pedologia. Professor: Cláudio Custódio. www.espacogeografia.com.br Pedologia Professor: Cláudio Custódio Conceitos: Mineração: solo é um detrito que deve ser separado dos minerais explorados. Ecologia: é um sistema vivo composto por partículas minerais e orgânicas que

Leia mais

D) As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes de cuestas nome que se dá às áreas planas das praias.

D) As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes de cuestas nome que se dá às áreas planas das praias. 01 - (UDESC 2008) Para classificar o relevo, deve-se considerar a atuação conjunta de todos fatores analisados a influência interna, representada pelo tectonismo, e a atuação do clima, nos diferentes tipos

Leia mais

A origem da Terra e as transformações da paisagem

A origem da Terra e as transformações da paisagem A origem da Terra e as transformações da paisagem A Teoria do Big Bang A Teoria do Big Bang (ou grande explosão ) é uma formulação sobre a origem do Universo. Pressupõe a ocorrência de uma grande explosão

Leia mais

ESTRUTURA GEOLÓGICA E RELEVO AULA 4

ESTRUTURA GEOLÓGICA E RELEVO AULA 4 ESTRUTURA GEOLÓGICA E RELEVO AULA 4 ESCALA DO TEMPO GEOLÓGICO Organiza os principais eventos ocorridos na história do planeta ERA PRÉ -CAMBRIANA DESAFIO (UEPG) ex. 1 p. 181 - A história e a evolução da

Leia mais

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 24. Profº André Tomasini

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 24. Profº André Tomasini TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 24 Profº André Tomasini Brasil: estrutura Geológica e Relevo BRASIL - ESTRUTURA GEOLÓGICA Teoria da Deriva Continental (Alfred Wegener) Pangea. Teoria da Tectônica

Leia mais

Formação das Rochas. 2.Rochas sedimentares: formadas pela deposição de detritos de outras rochas,

Formação das Rochas. 2.Rochas sedimentares: formadas pela deposição de detritos de outras rochas, Relevo Brasileiro 1.Rochas magmáticas ou ígneas, formadas pela solidificação do magma.podem ser intrusivas formadas dentro da crosta terrestre ou extrusivas na superfície. Formação das Rochas 2.Rochas

Leia mais

Estrutura interna da Terra

Estrutura interna da Terra Estrutura interna da Terra Crosta - camada superficial sólida que circunda a Terra; Manto - logo abaixo da crosta. Núcleo - parte central do planeta. Profº. Claudio Lima Crosta (Litosfera) - composição

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA Aluno (a): 4º ano Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Conteúdo de Recuperação Sistema Solar. Mapa político do Brasil: Estados e capitais. Regiões

Leia mais

O grau interior da Terra é medido através do grau geotérmico com média de 1ºc a cada 30-35m.

O grau interior da Terra é medido através do grau geotérmico com média de 1ºc a cada 30-35m. A FORMAÇÃO DA TERRA E SUA ESTRUTURA O planeta Terra se formou a cerca de 4,5 bilhões de anos, formado por vários materiais incandescentes que foram se resfriando ao longo do tempo, o material mais pesado

Leia mais

Avaliação Mensal Geografia 6ºB FAF *Obrigatório

Avaliação Mensal Geografia 6ºB FAF *Obrigatório 09/06/2015 AvaliaçãoMensal Geografia6ºBFAF AvaliaçãoMensal Geografia6ºBFAF *Obrigatório 1. NomeCompleto* 2. Número:* 3. 1 Sãoáreasplanasquegeralmenteestãoassociadasaprocessosde sedimentação,istoé,sãoáreasdedeposiçãodesedimentos.*

Leia mais

https://www.youtube.com/watch?v=ejyyhuxkn8y

https://www.youtube.com/watch?v=ejyyhuxkn8y https://www.youtube.com/watch?v=ejyyhuxkn8y Definição é a camada superficial da crosta terrestre formada por quatro elementos principais: a, o, a e os. Possui importância fundamental para variadas atividades

Leia mais

REVISÃO PARA AV1 Unidade 1 Cap. 1

REVISÃO PARA AV1 Unidade 1 Cap. 1 REVISÃO PARA AV1 Unidade 1 Cap. 1 Continente Americano Prof. Ivanei Rodrigues Teoria sobre a formação dos continentes Transformação da crosta terrestre desde a Pangeia até os dias atuais. A Teoria da

Leia mais

Estalactites e Estalagmites

Estalactites e Estalagmites Escola Secundária José Saramago Mafra Química Estalactites e Estalagmites Docente: Marília Peres Discente: Catarina Duarte Turma: 11º C 13 de Abril de 2007 1 Índice O que se entende por estalactites e

Leia mais

Deriva Continental LITOSFERA

Deriva Continental LITOSFERA LITOSFERA Deriva Continental De acordo com determinadas teorias científicas, a crosta terrestre não é uma camada rochosa inteiriça, e sim, fragmentada. A primeira teoria a defender essa tese ficou conhecida

Leia mais

Exercícios de Alteração na Paisagem e Morfologia Litorânea

Exercícios de Alteração na Paisagem e Morfologia Litorânea Exercícios de Alteração na Paisagem e Morfologia Litorânea Material de apoio do Extensivo 1. (UNIOESTE) O relevo apresenta grande diversidade de formas que se manifestam, ao longo do tempo e do espaço,

Leia mais

Possibilidade de vida em Planetas

Possibilidade de vida em Planetas Prof. Thiago Formação atmosfera no planeta Terra; Equilíbrio climático; Substância fundamental na manutenção da vida. Possibilidade de vida em Planetas (97%) são água do mar. (3%) são água doce. (1,8%)

Leia mais

ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE - APP -

ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE - APP - ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE - APP - Área de Preservação Permanente - APP (definição do Código Florestal-Lei 4771/65) Área protegida nos termos dos arts. 2º e 3º desta Lei, COBERTA OU NÃO POR VEGETAÇÃO

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br PROFESSOR ALUNO ANA CAROLINA DISCIPLINA GEOGRAFIA A TURMA SIMULADO: P3 501 Questão

Leia mais

Prof. George Sand L. A. De França

Prof. George Sand L. A. De França CALOR INTERNO DA TERRA: Fontes de calor no interior da Terra; Fluxo de calor interno e Distribuição de temperatura no interior da Terra. Prof. George Sand L. A. De França Introdução Fontes de calor do

Leia mais

Noções de Geologia. João Paulo Nardin Tavares

Noções de Geologia. João Paulo Nardin Tavares Noções de Geologia João Paulo Nardin Tavares A crosta A crosta rochosa da Terra é uma estrutura rígida, delgada e fragmentada em grandes placas tectônicas que sustentam os continentes e as bacias oceânicas.

Leia mais

CIÊNCIAS NATURAIS 8º ANO ANO LETIVO 2015/2016 PLANO DE ESTUDOS. O aluno, no final do 8.º ano, deve atingir os objetivos em seguida apresentados:

CIÊNCIAS NATURAIS 8º ANO ANO LETIVO 2015/2016 PLANO DE ESTUDOS. O aluno, no final do 8.º ano, deve atingir os objetivos em seguida apresentados: PLANO DE ESTUDOS O aluno, no final do 8.º ano, deve atingir os objetivos em seguida apresentados: 1.º PERÍODO DOMÍNIO SUBDOMÍNIO / CONTEÚDOS 1. Compreender as condições próprias da Terra que a tornam o

Leia mais

Estrutura Interna da Terra

Estrutura Interna da Terra LITOSFERA Estrutura Interna da Terra Uma diferença notável entre a Terra e os demais planetas rochosos é a variedade de formas da superfície terrestre. A superfície de Mercúrio parece-se bastante com a

Leia mais

Formas de representação:

Formas de representação: 1 Formas de representação: Curvas de Nível Perfil Topográfico Carta Hipsométrica Maquete de Relevo 2 CURVAS DE NÍVEL São isolinhas de altitude, ou seja linhas que representam todos os pontos de igual altitude

Leia mais

Rota de Aprendizagem 2015/16 8.º Ano

Rota de Aprendizagem 2015/16 8.º Ano Projeto 1 Condições que permitem a vida na Terra Ciências Naturais Compreender o ambiente! Tempo Previsto: 1 quinzena 1.ª Fase: Posição da Terra no Sistema Solar 2.ª Fase: Condições da Terra que permitem

Leia mais

EDUARDO PAES PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CLAUDIA COSTIN SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGINA HELENA DINIZ BOMENY SUBSECRETARIA DE ENSINO

EDUARDO PAES PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CLAUDIA COSTIN SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGINA HELENA DINIZ BOMENY SUBSECRETARIA DE ENSINO EDUARDO PAES PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CLAUDIA COSTIN SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGINA HELENA DINIZ BOMENY SUBSECRETARIA DE ENSINO MARIA DE NAZARETH MACHADO DE BARROS VASCONCELLOS COORDENADORIA

Leia mais

Professor: Anderson Carlos Fone: 81 8786 6899

Professor: Anderson Carlos Fone: 81 8786 6899 Professor: Anderson Carlos Fone: 81 8786 6899 Estrutura geológica é a base do território. Corresponde à sua composição rochosa. Já o relevo é a forma apresentada pelo território ao nossos olhos: montanhas

Leia mais

Aspectos Territoriais: Relevo

Aspectos Territoriais: Relevo América Latina: Aspectos Geográficos Aspectos Territoriais: Relevo América do Sul: diversidade do relevo: O relevo sul americano está distribuído em três grandes porções: Porção leste: formado por um relevo

Leia mais

FORMAS E ESTRUTURAS GEOLÓGICAS 40 QUESTÕES

FORMAS E ESTRUTURAS GEOLÓGICAS 40 QUESTÕES 01 - (Acafe SC) O movimento e o contato entre as placas seriam responsáveis por: a) intemperismo e ação eólica. b) terremotos e vulcanismo. c) terremotos e ação glacial. d) orogênese e ação pluvial. e)

Leia mais

Equipe de Geografia. Geografia

Equipe de Geografia. Geografia Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 3B Ensino Médio Equipe de Geografia Data: Geografia Geologia Quando se formou, a terra era constituída por um material pastoso devido às altas temperaturas. Atualmente

Leia mais

Criosfera Gelo Marinho e Gelo de superfície

Criosfera Gelo Marinho e Gelo de superfície Criosfera Gelo Marinho e Gelo de superfície Dinâmica do Clima Profª Maria Dolores Alunos: Fernanda Santana Guilherme Chagas Introdução O gelo cobre cerca de 11% do solo terrestre e 7% dos oceanos do mundo.

Leia mais

2 Plataformas Carbonáticas

2 Plataformas Carbonáticas 2 Plataformas Carbonáticas Muitos termos foram utilizados para descrever depósitos carbonáticos em grandes escalas em diversos trabalhos (Ahr, 1973, Ginsburg & James, 1974, Wilson, 1975, Kendall & Schlager,

Leia mais

1. Como sabes vais usar frequentemente o Método Científico. 1.1. Indica as fases do método científico.

1. Como sabes vais usar frequentemente o Método Científico. 1.1. Indica as fases do método científico. Nome: 1. Como sabes vais usar frequentemente o Método Científico. 1.1. Indica as fases do método científico. 1.2. Considera as frases que se seguem e completa os espaços ( ) com algumas das fases do método

Leia mais

GEOGRAFIA. c) quanto menores os valores de temperatura e pluviosidade, maior é a

GEOGRAFIA. c) quanto menores os valores de temperatura e pluviosidade, maior é a GEOGRAFIA QUESTÃO 17 A imagem abaixo retrata um dos agentes modeladores da supefície terrestre. Sobre a ação destes agentes externos sobre as rochas todas as afirmações são verdadeiras, EXCETO: a) a profundidade

Leia mais

PROVA BIMESTRAL Ciências

PROVA BIMESTRAL Ciências 7 o ano 1 o bimestre PROVA BIMESTRAL Ciências Escola: Nome: Turma: n o : 1. Preencha as lacunas do esquema com as seguintes legendas: Planalto ocidental, Depressão periférica, Serra do Mar e Planície litorânea.

Leia mais

GEOMETRIA. sólidos geométricos, regiões planas e contornos PRISMAS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS REGIÕES PLANAS CONTORNOS

GEOMETRIA. sólidos geométricos, regiões planas e contornos PRISMAS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS REGIÕES PLANAS CONTORNOS PRISMAS Os prismas são sólidos geométricos muito utilizados na construção civil e indústria. PRISMAS base Os poliedros representados a seguir são denominados prismas. face lateral base Nesses prismas,

Leia mais

Evolução da Terra. Unidade 06 Pág. 30 41. marciobredariol@gmail.com

Evolução da Terra. Unidade 06 Pág. 30 41. marciobredariol@gmail.com Evolução da Terra Unidade 06 Pág. 30 41 marciobredariol@gmail.com Eras Geológicas A história do planeta divide-se em eras geológicas, períodos, épocas e idades, não sendo proporcional a duração entre elas.

Leia mais

Geomorfologia. Professor: Cláudio custódio. www.espacogeografia.com.br

Geomorfologia. Professor: Cláudio custódio. www.espacogeografia.com.br Geomorfologia Professor: Cláudio custódio A um quilometro dali havia um morro com um grande desbarrancado a barreira, como se dizia lá no sítio. O Visconde levo-os para lá. Diante da barreira, parou e

Leia mais

Objetivo da aula: conhecer a estrutura interna da Terra, e os fenômenos associados a essa estrutura como os terremotos e vulcões.

Objetivo da aula: conhecer a estrutura interna da Terra, e os fenômenos associados a essa estrutura como os terremotos e vulcões. Professor: Josiane Vill Disciplina: Geografia Série: 1ª Ano Tema da aula: Estrutura Interna da Terra (pag. 59 a 69 Objetivo da aula: conhecer a estrutura interna da Terra, e os fenômenos associados a essa

Leia mais

Resolução Comentada Unesp - 2013-1

Resolução Comentada Unesp - 2013-1 Resolução Comentada Unesp - 2013-1 01 - Em um dia de calmaria, um garoto sobre uma ponte deixa cair, verticalmente e a partir do repouso, uma bola no instante t0 = 0 s. A bola atinge, no instante t4, um

Leia mais

Processos Geomorfológicos - Vulcanismo e Sismicismo

Processos Geomorfológicos - Vulcanismo e Sismicismo Processos Geomorfológicos - Vulcanismo e Sismicismo 1. (UFSC - 2010) No início do século XX, um jovem meteorologista alemão, Alfred Wegener, levantou uma hipótese que hoje se confirma, qual seja: há 200

Leia mais

3º BIMESTRE 2ª Avaliação Área de Ciências Humanas Aula 148 Revisão e avaliação de Humanas

3º BIMESTRE 2ª Avaliação Área de Ciências Humanas Aula 148 Revisão e avaliação de Humanas 3º BIMESTRE 2ª Avaliação Área de Ciências Humanas Aula 148 Revisão e avaliação de Humanas 2 Tipos de vegetação Vegetação é caracterizada como o conjunto de plantas de uma determinada região. Em razão da

Leia mais

Acidentes de origem eléctrica em Portugal

Acidentes de origem eléctrica em Portugal 0. Introdução Este relatório é o resultado do registo dos acidentes e incidentes de origem eléctrica que foram noticiados pela imprensa nos serviços online a nível nacional no ano de 2011, à imagem dos

Leia mais

Clima e Formação Vegetal. O clima e seus fatores interferentes

Clima e Formação Vegetal. O clima e seus fatores interferentes Clima e Formação Vegetal O clima e seus fatores interferentes O aquecimento desigual da Terra A Circulação atmosférica global (transferência de calor, por ventos, entre as diferentes zonas térmicas do

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS SERES VIVOS PROF. PANTHERA

CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS SERES VIVOS PROF. PANTHERA CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS SERES VIVOS PROF. PANTHERA COMPOSIÇÃO QUÍMICA COMPLEXA Está representada por: Substâncias inorgânicas: água e sais minerais. Substâncias orgânicas (possuem o carbono como elemento

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Vittorio Medioli) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Vittorio Medioli) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Vittorio Medioli) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, relativa à redução de emissões de gases de efeito estufa. Senhor Presidente: Nos termos do art. 113, inciso I e 1

Leia mais

Quanto à sua origem, podemos considerar três tipos básicos de rochas:

Quanto à sua origem, podemos considerar três tipos básicos de rochas: O que são rochas? Usamos rochas para tantos fins em nosso dia-a-dia sem nos preocupar com sua origem que esses materiais parecem ter sempre existido na natureza para atender as necessidades da humanidade.

Leia mais

Carboidratos No momento em que você está lendo e procurando entender suas células nervosas estão realizando um trabalho e, para isso, utilizam a

Carboidratos No momento em que você está lendo e procurando entender suas células nervosas estão realizando um trabalho e, para isso, utilizam a A química da Vida A Água A água é o componente biológico essencial à manutenção da vida animal e vegetal. No entanto existem organismos que possuem homeostase (equilíbrio interno) submetida às condições

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 6ºANO- UNIDADE 3 - CAPÍTULO 1

ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 6ºANO- UNIDADE 3 - CAPÍTULO 1 ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 6ºANO- UNIDADE 3 - CAPÍTULO 1 Questão 206. Quando observamos o planeta Terra do espaço sideral, vemos que sua superfície contém grandes áreas com água, os oceanos, e porções

Leia mais

A alternativa que contêm a afirmação que pode ser comprovada pelo texto é:

A alternativa que contêm a afirmação que pode ser comprovada pelo texto é: Disciplina: Geografia Atividade: Exercícios de revisão 1ª Série do Ensino Médio Professor: Roberto B. Reusing Data: / / 2011 Aluno (a): Nº: Turma: 1) Observe. Sobre as dobras pode-se afirmar que: A) São

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 7º ANO-

PLANIFICAÇÃO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 7º ANO- PLANIFICAÇÃO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 7º ANO- Tema / Capítulos Competências/Objectivos Estratégias / Actividades Recursos/Materiais Avaliação Aulas previstas (45 min) Articulação Tema I TERRA NO ESPAÇO Capítulo

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO

EXERCÍCIOS DE REVISÃO EXERCÍCIOS DE REVISÃO 6º ano Componente Curricular: Geografia Espaço Geográfico; Lugar; Paisagem; Orientação e localização; Conteúdos: Forma e Movimentos da Terra; Mapas e cartografia; Coordenadas Geográficas;

Leia mais

O MEIO TERRESTRE. Profa. Sueli Bettine

O MEIO TERRESTRE. Profa. Sueli Bettine O MEIO TERRESTRE COMPOSIÇÃO E FORMAÇÃO Profa. Sueli Bettine O SOLO E SUA ORIGEM SUPERFÍCIE SÓLIDA S DA TERRA E ELEMENTO DE FIXAÇÃO DE PLANTAS ORIGEM DESAGREGAÇÃO DE ROCHAS E DECOMPOSIÇÃO DE ANIMAIS E VEGETAIS

Leia mais

A) Ação global. B) Ação Antrópica. C) Ação ambiental. D) Ação tectônic

A) Ação global. B) Ação Antrópica. C) Ação ambiental. D) Ação tectônic Disciplina: Geografia Roteiro de Recuperação Ano / Série: 6º Professor (a): Gabriel Data: / / 2013 Matéria da recuperação. Superficie da Terra. Litosfera, solo e relevo 1- Analise a imagem. www.trabanca.com-acesso:

Leia mais

Geografia Brasil: físico Vestibulares 2015-2011 - UNICAMP

Geografia Brasil: físico Vestibulares 2015-2011 - UNICAMP Geografia Brasil: físico Vestibulares 2015-2011 - UNICAMP 1. (Unicamp 2015) A água utilizada para os mais diversos fins não provém apenas dos reservatórios aquáticos que se podem ver (rios, lagos, lagoas,

Leia mais

AULA 02 2.1 - DINÂMICA INTERNA DA TERRA COM CONSEQUÊNCIAS NA SUPERFÍCIE 2.2 - GEOLOGIA HISTÓRICA E DO ESTADO DE SANTA CATARINA

AULA 02 2.1 - DINÂMICA INTERNA DA TERRA COM CONSEQUÊNCIAS NA SUPERFÍCIE 2.2 - GEOLOGIA HISTÓRICA E DO ESTADO DE SANTA CATARINA AULA 02 2.1 - DINÂMICA INTERNA DA TERRA COM CONSEQUÊNCIAS NA SUPERFÍCIE 2.2 - GEOLOGIA HISTÓRICA E DO ESTADO DE SANTA CATARINA Profᵃ. Drᵃ. Carolina Riviera Duarte Maluche Barettta carolmaluche@bol.com.br

Leia mais

ECOLOGIA DE AMBIENTES AQUÁTICOS

ECOLOGIA DE AMBIENTES AQUÁTICOS ECOLOGIA DE AMBIENTES AQUÁTICOS Ernest Haeckel (1834 1919) ECOLOGIA Estuda o conjunto de relações entre os seres vivos e o meio em que vivem. estudo da complexa teia de relações existentes entre os organismos

Leia mais

GEOLOGIA GERAL GEOGRAFIA

GEOLOGIA GERAL GEOGRAFIA GEOLOGIA GERAL GEOGRAFIA Segunda 7 às 9h Quarta 9 às 12h museu IC II Aula 2 Deriva continental e Tectônica de placas Turma: 2015/2 Profª. Larissa Bertoldi larabertoldi@gmail.com Dinâmica da Terra Deriva

Leia mais

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 1º Ano Fatores climáticos. Prof. Claudimar Fontinele

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 1º Ano Fatores climáticos. Prof. Claudimar Fontinele Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 1º Ano Fatores climáticos Prof. Claudimar Fontinele Latitude É a medida em graus de localização em relação à linha do Equador de um ponto dado

Leia mais

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO Provas 1º Bimestre 2012 CIENTISTAS DO AMANHÃ 4º ANO TEC_1. Identificar as principais

Leia mais

GEOGRAFIA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE

GEOGRAFIA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE GEOGRAFIA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tempo, espaço, fontes históricas e representações cartográficas. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

Atividade de Estudo Ciências. 1- Complete as frases com as palavras do quadro e faça o que se pede. plantas ar solo animais água

Atividade de Estudo Ciências. 1- Complete as frases com as palavras do quadro e faça o que se pede. plantas ar solo animais água Atividade de Estudo Ciências 2º ano Nome: 1- Complete as frases com as palavras do quadro e faça o que se pede. plantas ar solo animais água Os seres vivos precisam de,, e para viver. É no solo que crescem

Leia mais

Ciências/15 7º ano Turma:

Ciências/15 7º ano Turma: Ciências/15 7º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / 7ºcie301r Roteiro de Estudos- Recuperação de Ciências 7 ANO 1º trimestre O que estudamos no primeiro trimestre? No primeiro trimestre estudamos as

Leia mais

É a superfície coberta por água o que corresponde a 70% da mesma; Encontrada em: - Oceanos; - Mares; - Águas continentais (rios, lagos e geleiras);

É a superfície coberta por água o que corresponde a 70% da mesma; Encontrada em: - Oceanos; - Mares; - Águas continentais (rios, lagos e geleiras); É a superfície coberta por água o que corresponde a 70% da mesma; Encontrada em: - Oceanos; - Mares; - Águas continentais (rios, lagos e geleiras); - 97,5% é água salgada - 2,5% apenas é água doce Distribuição:

Leia mais

Aula 4-Movimentos,Grandezas e Processos

Aula 4-Movimentos,Grandezas e Processos Movimentos de Corte Os movimentos entre ferramenta e peça durante a usinagem são aqueles que permitem a ocorrência do processo de usinagem.convencionalmente se supõe a peça parada e todo o movimento sendo

Leia mais

Relatório da atividade nº 2 do módulo de Minas. Laboratório de Ciências do Ambiente I (modulo de Minas) Catarina Espregueira up201303364@fe.up.

Relatório da atividade nº 2 do módulo de Minas. Laboratório de Ciências do Ambiente I (modulo de Minas) Catarina Espregueira up201303364@fe.up. Relatório da atividade nº 2 do módulo de Minas DETERMINAÇÃO GRANULOMÉTRICA DE UM SOLO UTILIZANDO UM CYCLOSIZER Laboratório de Ciências do Ambiente I (modulo de Minas) Catarina Espregueira up201303364@fe.up.pt

Leia mais

Erosão Eólica no Brasil

Erosão Eólica no Brasil Erosão Eólica no Brasil Identificação de Formas de Erosão Hídrica: Impacto da gota de chuva Laminar (Grau) Sulcos (Prof. e Freq.) Pináculo Pedestal Túnel Deslocamento de massa Voçorocas (Prof, área, bacia

Leia mais

Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE

Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE GEOGRAFIA Escola: Nome: Data: / / Turma: Leia: O planeta Terra foi formado há mais de 4 bilhões de anos após uma grande explosão. Na atmosfera havia muita água, gases

Leia mais

LITOSFERA. Tempo Geológico. Página 1 com Prof. Giba

LITOSFERA. Tempo Geológico. Página 1 com Prof. Giba LITOSFERA Tempo Geológico Página 1 Considera-se tempo geológico aquele transcorrido através de fenômenos naturais desde a formação da Terra até os dias de hoje, o tempo histórico se inicia com o surgimento

Leia mais

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL INTEMPERISMO: PROCESSOS QUE MOLDAM A SUPERFÍCIE

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL INTEMPERISMO: PROCESSOS QUE MOLDAM A SUPERFÍCIE GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL INTEMPERISMO: PROCESSOS QUE MOLDAM A SUPERFÍCIE Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Compreender a superfície da crosta como um componente dinâmico Conhecer os tipos

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 7º Ano. Ano Lectivo: 2010/2011

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 7º Ano. Ano Lectivo: 2010/2011 PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR Ciências Naturais 7º Ano Ano Lectivo: 2010/2011 Competências Temas/Unidades Conteúdos _ Conhecer a constituição do Universo e do Sistema Solar _ Conhecer as características

Leia mais

Gestão ambiental e gerenciamento de resíduos. Prof. ª Karen Wrobel Straub

Gestão ambiental e gerenciamento de resíduos. Prof. ª Karen Wrobel Straub Gestão ambiental e gerenciamento de resíduos Prof. ª Karen Wrobel Straub MEIO AMBIENTE De acordo com a definição contida na norma NBR ISO 14001:1996- Sistemas de Gestão Ambiental Meio ambiente é a circunvizinhança

Leia mais

NOVO MAPA NO BRASIL?

NOVO MAPA NO BRASIL? NOVO MAPA NO BRASIL? Como pode acontecer A reconfiguração do mapa do Brasil com os novos Estados e Territórios só será possível após a aprovação em plebiscitos, pelos poderes constituídos dos respectivos

Leia mais

Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir. Dúvidas Mais Comuns GEO 10. Flipping Book. http://netxplica.com

Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir. Dúvidas Mais Comuns GEO 10. Flipping Book. http://netxplica.com Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir Dúvidas Mais Comuns GEO GEO 10 Flipping Book http://netxplica.com DÚVIDAS MAIS COMUNS :: BIOLOGIA E GEOLOGIA 10 http://netxplica.com 1. A Geologia,

Leia mais