Faculdades NDA Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Questionário de apoio ao Módulo IV

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Faculdades NDA Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Questionário de apoio ao Módulo IV"

Transcrição

1 Faculdades NDA Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Questionário de apoio ao Módulo IV 1) Classificar os endereços de IP abaixo segundo suas classes (A, B ou C), e se é de Intranet ou Internet: Endereço Classe Intranet? (sim/não) A Sim A Não A Não B Não B Não B Sim B Não B Não C Não C Sim C Não 2) Qual a máscara de sub-rede para as seguintes sub-redes: Condição Resposta 10 bits para endereço de rede/sub-rede bits para endereço de rede/sub-rede bits para endereço de rede/sub-rede bits para endereço de rede/sub-rede bits para endereço de rede/sub-rede Que a sub-rede possua 126 hosts Que a sub-rede possua hosts Uma rede classe B, dividida em 128 sub-redes com 510 hosts cada Uma subrede de uma rede classe C, com 30 bits para a máscara de subrede Uma subrede de uma rede classe A para 1022 hosts Uma rede classe A, dividida em 1024 sub-redes Uma subrede de uma rede classe C, com 4 bits para a sub-rede Para responder, use uma estrutura assim:

2 3) Diga quantos bits para endereço de rede tem uma rede com a seguinte máscara: a) bits b) bits c) bits d) bits e) bits f) bits g) bits h) bits 4) Diga qual o primeiro e o último e endereço de host da rede, qual o endereço de broadcast para esta rede, com este endereço e com a respectiva máscara: a) endereço: máscara: º Endereço: Último: Broadast: b) endereço: máscara: º Endereço: Último: Broadast: c) endereço: máscara: º Endereço: Último: Broadast: d) endereço: máscara: º Endereço: Último: Broadast: e) endereço: máscara: º Endereço: Último: Broadast: f) endereço: máscara: Último: Broadast:

3 g) /24 Último: Broadast: h) /28 Último: Broadast: i) /28 1º Endereço: Último: Broadast: j) /26 1º Endereço: Último: Broadast: k) /22 Último: Broadast: l) /19 Último: Broadast: m) /18 Último: Broadast: (Continua na página seguinte)

4 5) Você é um administrador de uma LAN. O administrador da MAN a qual você pertence reorganizou a distribuição dos IPs, e passou a você uma certa faixa de IP. Você fez um estudo rápido e percebeu que precisaria dividir a faixa recebida em um número X de sub-redes. Diga quais os endereços das sub-redes e quantos bits terá a máscara de rede/sub-rede, para os seguintes casos: a) Endereço recebido: /22 divido em 4 sub-redes 1ª sub-rede / 24 2ª sub-rede / 24 3ª sub-rede / 24 4ª sub-rede / 24 b) Endereço recebido: /21 divido em 4 sub-redes 1ª sub-rede / 23 2ª sub-rede / 23 3ª sub-rede / 23 4ª sub-rede / 23 c) Endereço recebido: /20 divido em 4 sub-redes 1ª sub-rede / 22 2ª sub-rede / 22 3ª sub-rede / 22 4ª sub-rede / 22 d) Endereço recebido: /23 divido em 4 sub-redes 1ª sub-rede / 25 2ª sub-rede / 25 3ª sub-rede / 25 4ª sub-rede / 25

5 e) Endereço recebido: /24 divido em 4 sub-redes 1ª sub-rede / 26 2ª sub-rede / 26 3ª sub-rede / 26 4ª sub-rede / 26 f) Endereço recebido: /24 divido em 4 sub-redes 1ª sub-rede / 26 2ª sub-rede / 26 3ª sub-rede / 26 4ª sub-rede / 26 f) Endereço recebido: /25 divido em 4 sub-redes 1ª sub-rede / 26 2ª sub-rede / 26 3ª sub-rede / 26 4ª sub-rede / 26

6 Algumas respostas: 2) Qual a máscara de sub-rede para as seguintes sub-redes: 10 bits para endereço de rede/sub-rede É só completar com 10 bits 1, da esquerda para a direita e o restante 0, e fazer a conversão para decimal Que a sub-rede possua 126 hosts Para ter 126 hosts quantos bits são necessários? 2 x 2 nr de hosts 2 x x 128 x = 7 Portanto 7 bits são suficientes para fazer endereço de 126 hosts. Agora é só completar o quadro com 7 zeros e o restante 1, e fazer a conversão para decimal Uma rede classe B, dividida em 128 sub-redes com 510 hosts cada Para este problema existe duas formas simples, uma seria calcular pelo mesmo critério do item acima. Porém, para exemplificar a determinação do número de sub-redes, vamos calcular baseado no número de sub-redes desejado. Para ter 128 sub-redes quantos bits são necessários? 2 x nr de subredes 2 x 128 x = 7 Portanto 7 bits são suficientes para fazer endereço de 128 sub-redes. Note que foi dito uma rede classe B, então 16 bits já serão para endereço de rede, agora teremos mais 7 para as sub-redes. Agora é só completar o quadro com 23 uns e o restante 0, e fazer a conversão para decimal

7 3) Diga quantos bits para endereço de rede tem uma rede com a seguinte máscara: c) É só fazer a conversão de decimal para binário: 255 dec = b 240 dec = b 0 = ) Diga qual o primeiro e o último e endereço de host da rede, qual o endereço de broadcast para esta rede, com este endereço e com a respectiva máscara: d) endereço: máscara: Primeiramente, faz-se a conversão da máscara de rede para binário Em seguida, faz-se o mesmo com o endereço da rede. Veja que foi assinalado o enderço da rede em vermelho. Para todo este exercício, ele será sempre o mesmo. Em seguida escreve-se o 1º endereço de host e repete-se o endereço da rede. Converte-se para decimal. Em seguida escreve-se o último endereço de host e repete-se o endereço da rede. Converte-se para decimal. Em seguida escreve-se o endereço de broadcast (todo endereço de host 1) e repete-se o endereço da rede. Converte-se para decimal

Máscara de Rede Prof. Renato da Costa TRE SP 2006 FCC 1) O número decimal 13 convertido ao sistema básico binário será igual a a) 1101. b) 0101. c) 1011. d) 1010. e)1001. 1 TCE RORAIMA 2007 CESGRANRIO

Leia mais

DISCIPLINA: TELEPROCESSAMENTO E REDES CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 6. SEMESTRE PROFESSOR: ANTONIO P. NASCIMENTO FILHO

DISCIPLINA: TELEPROCESSAMENTO E REDES CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 6. SEMESTRE PROFESSOR: ANTONIO P. NASCIMENTO FILHO DISCIPLINA: TELEPROCESSAMENTO E REDES CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 6. SEMESTRE PROFESSOR: ANTONIO P. NASCIMENTO FILHO Nome: LISTA 3 Máscara de sub-rede 1 Objetivos: Este exercício se concentra nas máscaras

Leia mais

Classes de Endereços Máscaras de Rede

Classes de Endereços Máscaras de Rede Classes de Endereços Máscaras de Rede Carlos Gustavo Araújo da Rocha Endereçamento - IP O endereçamento é feito pela atribuição de um (ou mais) endereços IP a cada equipamento da rede Quatro bytes (A.B.C.D)

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Fundamentos de Redes II

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Fundamentos de Redes II Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Fundamentos de Redes II Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Endereçamento IP Euber Chaia Cotta

Leia mais

Lista de Exercícios Endereçamento IPv4 VLSM/CIDR

Lista de Exercícios Endereçamento IPv4 VLSM/CIDR Nome : Sabrina Tavera Rodrigues Prontuário: 1580248 Lista de Exercícios Endereçamento IPv4 VLSM/CIDR OBS: Respondi até o exercício 7, pois os outros não consegui fazer! 1) Dada a seguinte máscara IP 255.252.0.0,

Leia mais

Sistemas Digitais / Sistemas Digitais I 6 Representação de números com sinal

Sistemas Digitais / Sistemas Digitais I 6 Representação de números com sinal Os números têm valores negativos e positivos. Como representar essa informação (sinal do número) em binário? Por outras palavras, como representar o positivo (+) e o negativo (-)? Há três formas de o fazer:

Leia mais

Camada de rede do modelo OSI Redes de Comunicação Módulo 3 Parte 3

Camada de rede do modelo OSI Redes de Comunicação Módulo 3 Parte 3 Curso Profissional de Gestão de Programação de Sistemas Informáticos Ano Letivo 2015/2016 Camada de rede do modelo OSI Redes de Comunicação Módulo 3 Parte 3 CONVERSÃO DE IP S PARA BINÁRIO E VICE-VERSA

Leia mais

I CICLO CIENTÍFICO FAPAN

I CICLO CIENTÍFICO FAPAN I CICLO CIENTÍFICO FAPAN Instalação e configuração de Redes Locais LAN, em ambientes Microsoft Windows e GNU/Linux Ademar Alves Trindade Roberto Tikao Tsukamoto Júnior Cáceres-MT, 4 a 6 de maio de 2011.

Leia mais

Protocolos da camada de redes. Professor Leonardo Larback

Protocolos da camada de redes. Professor Leonardo Larback Protocolos da camada de redes Professor Leonardo Larback Protocolos da camada de redes Na camada de redes (modelo OSI) operam os protocolos IP, ARP, RARP, ICMP etc. Em conjunto a esses protocolos, abordaremos

Leia mais

Sub-Redes. Alberto Felipe Friderichs Barros

Sub-Redes. Alberto Felipe Friderichs Barros Sub-Redes Alberto Felipe Friderichs Barros Exercícios 8- Descubra se os ips de origem e destino se encontram na mesma rede: a) IP Origem: 10.200.150.4 IP Destino: 10.200.150.5 Máscara de rede: 255.255.255.0

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolos TCP/IP

Redes de Computadores. Protocolos TCP/IP Redes de Computadores Protocolos TCP/IP Sumário 2! Endereços IP (lógicos) Sub-redes! Endereços Ethernet (físicos)! Conversão de endereços IP/Ethernet! Pacotes IP! Números de portos! Segmentos UDP! Segmentos

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Camada de rede: protocolo ipv4, endereçamento, classes, cálculo de sub-rede, CIDR Versão 1.0 Março de 2017 Prof. Jairo jairo@uni9.pro.br professor@jairo.pro.br http://www.jairo.pro.br/

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUIDOS

SISTEMAS DISTRIBUIDOS 1 2 O que são Sistemas Distribuídos? Sistemas Distribuídos consistem em uma coleção de computadores autônomos ligados por uma rede de comunicação. O uso de tais sistemas tem se expandido nos últimos anos

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Camada de Rede (Endereçamento IP) Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Turma: TEC.SIS.1T Conteúdo Programático 3.3. Camada de Rede 3.3.1. Endereçamento IP 3.3.2. Roteamento 3.3.3. IPv4

Leia mais

Este documento requer uma compreensão do ARP e de ambientes Ethernet.

Este documento requer uma compreensão do ARP e de ambientes Ethernet. Proxy ARP Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Como o Proxy ARP Funciona? Diagrama de Rede Vantagens do Proxy ARP Desvantagens do Proxy ARP Introdução Este documento

Leia mais

Camada de Rede. Endereçamento IPv4. Endereçamento IP. Endereçamento IP. Endereçamento IP 08/05/2010. Profa. Delfa Huatuco Zuasnábar

Camada de Rede. Endereçamento IPv4. Endereçamento IP. Endereçamento IP. Endereçamento IP 08/05/2010. Profa. Delfa Huatuco Zuasnábar Camada de Rede v Profa. Delfa Huatuco Zuasnábar Um endereço de IP não identifica um computador específico. Pelo contrário, cada endereço de IP identifica uma conexão entre um computador e uma rede. Um

Leia mais

FUNDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES Unidade IV Camada de Rede. Luiz Leão

FUNDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES Unidade IV Camada de Rede. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático 4.1 Protocolo IP 4.2 Endereçamento IP 4.3 Princípios de Roteamento Introdução O papel da camada de rede é transportar pacotes

Leia mais

Introdução à Informática Aulas 35 e 36

Introdução à Informática Aulas 35 e 36 Introdução à Informática Aulas 35 e 36 FAPAN SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI Prof. Roberto Tikao Tsukamoto Júnior Cáceres, 9 de maio de 2011. Comunicação e Redes de Computadores COMUNICAÇÃO A COMUNICAÇÃO pode

Leia mais

Endereçamento de IP e colocação em sub-rede para novos usuários

Endereçamento de IP e colocação em sub-rede para novos usuários Endereçamento de IP e colocação em sub-rede para novos usuários Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Informações adicionais Compreenda endereços IP de Um ou Mais Servidores

Leia mais

Camada de Rede. Endereçamento de Rede Protocolo IP

Camada de Rede. Endereçamento de Rede Protocolo IP Camada de Rede Endereçamento de Rede Protocolo IP Camada de Rede Protocolo mais importante: IP IPv4 (mais utilizada) IPv6 (atender ao crescimento das redes e a necessidade de novos endereços). PDU: Pacote

Leia mais

FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux

FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux Prof. Francisco de Assis S. Santos, Dr. São José, 2015. Agenda 1. Noções Básicas de Redes 1.1 O que é uma Rede 1.2 Endereçamento IP 1.3 Máscaras de

Leia mais

Máscara de rede. Endereços especiais. Utilizando parte de um byte na máscara de sub-rede. Exemplo. Exemplo. Exemplo

Máscara de rede. Endereços especiais. Utilizando parte de um byte na máscara de sub-rede. Exemplo. Exemplo. Exemplo Infra Estruturas Computacionais Número único 32 bits associado à um host: Notação em decimal para cada byte: 129.52.6.34 Professor: André Ferreira andre.ferreira@ifba.edu.br Dividido em duas partes: Prefixo:

Leia mais

Capítulo 6: Roteamento Estático. Protocolos de roteamento

Capítulo 6: Roteamento Estático. Protocolos de roteamento Capítulo 6: Roteamento Estático Protocolos de roteamento 1 Capítulo 6 6.1 Implementação de roteamento estático 6.2 Configurar rotas estáticas e padrão 6.3 Revisão de CIDR e de VLSM 6.4 Configurar rotas

Leia mais

Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 20/5/2014

Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 20/5/2014 Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores (LEIC/LEETC/LERCM) Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação

Leia mais

Métodos Computacionais. Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados

Métodos Computacionais. Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados Métodos Computacionais Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados Tópicos da Aula Hoje aprenderemos a escrever um programa em C que pode realizar cálculos Conceito de expressão Tipos de

Leia mais

Pesquisa: IPv4 e IPv6

Pesquisa: IPv4 e IPv6 IFSP PRESIDENTE EPITÁCIO/SP ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS 3º. Termo Redes de Computadores 2 Prof. Kleber Manrique Trevisani Pesquisa: IPv4 e IPv6 BRUNO VICENTE CORREIA MARQUES pront. 1380061 PRESIDENTE

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 6

Prof. Marcelo Cunha Parte 6 Prof. Marcelo Cunha Parte 6 www.marcelomachado.com ARP (Address Resolution Protocol) Protocolo responsável por fazer a conversão entre os endereços IPs e os endereços MAC da rede; Exemplo: Em uma rede

Leia mais

Redes de Computadores I

Redes de Computadores I UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Redes de Computadores I Nível de Rede (IP) Prof. Helcio Wagner da Silva. p.1/36 Introdução

Leia mais

Complemento a Um e Complemento a Dois

Complemento a Um e Complemento a Dois Complemento a Um e Complemento a Dois Cristina Boeres (baseado no material de Fernanda Passos) Instituto de Computação (UFF) Fundamentos de Arquiteturas de Computadores Cristina Boeres (IC/UFF) Complemento

Leia mais

Laboratório Configuração do TCP/IP em uma Rede de PCs

Laboratório Configuração do TCP/IP em uma Rede de PCs Laboratório 1.1.6 Configuração do TCP/IP em uma Rede de PCs Objetivo Identificar as ferramentas utilizadas para descobrir a configuração de redes do computador com vários sistemas operacionais. Coletar

Leia mais

Plano de endereços IPv6. Utilizando o novo protocolo Internet

Plano de endereços IPv6. Utilizando o novo protocolo Internet Plano de endereços IPv6 Utilizando o novo protocolo Internet Agenda Endereço IPv6 Planejamento Exercícios Endereço IPv6 Convertendo binário em Hexadecimal 8421 Binário = Hexa Binário = Hexa Binário = Hexa

Leia mais

Nome: Nº de aluno: 2ª Ficha de Avaliação Teórica Data Limite de Entrega 06/11/2015

Nome: Nº de aluno: 2ª Ficha de Avaliação Teórica Data Limite de Entrega 06/11/2015 Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Área Departamental de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Internet (LEIC/LEETC/LEIM) Nome: Nº de aluno: 2ª Ficha de Avaliação

Leia mais

Nome: Nº de aluno: 2ª Ficha de Avaliação Teórica Data Limite de Entrega: 06/11/2016

Nome: Nº de aluno: 2ª Ficha de Avaliação Teórica Data Limite de Entrega: 06/11/2016 Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Área Departamental de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Internet (LEIC/LEETC/LEIM/MEIC) Nome: Nº de aluno: 2ª Ficha de Avaliação

Leia mais

Sistemas de Computação

Sistemas de Computação Sistemas de Computação Representação e Aritimética de Inteiros Positivos e Negativos Haroldo Gambini Santos Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP 23 de março de 2010 Haroldo Gambini Santos Sistemas

Leia mais

IMEI MONTAGEM E MANIPULAÇÃO DE REDES DE DADOS - REDES DE COMPUTADORES. Curso Profissional de Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos

IMEI MONTAGEM E MANIPULAÇÃO DE REDES DE DADOS - REDES DE COMPUTADORES. Curso Profissional de Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos IMEI MONTAGEM E MANIPULAÇÃO DE REDES DE DADOS - REDES DE COMPUTADORES Curso Profissional de Técnico de Gestão de Equipamentos Arquitetura da Internet A Internet é constituída por uma enorme quantidade

Leia mais

Circuitos Digitais Primeira Lista de Exercícios

Circuitos Digitais Primeira Lista de Exercícios Circuitos Digitais Primeira Lista de Exercícios Observação: o início da lista é composto dos exercícios recomendados do livro-texto. Os exercícios nas últimas duas páginas da lista são novos (não estão

Leia mais

Roteamento IP e Sub-redes

Roteamento IP e Sub-redes Roteamento IP e Sub-redes 1.0. Introdução Ao longo dos últimos anos, a Internet passou por duas dificuldades principais de escala ao sofrer um crescimento ininterrupto: o esgotamento do espaço dos endereços

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Representação e aritmética binária

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Representação e aritmética binária Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação Representação e aritmética binária Prof. Renato Pimentel 1 Tipos de informação Representação por meio de sequências binárias: 8 bits (byte) Também

Leia mais

Capítulo 04 : Sistemas Numéricos

Capítulo 04 : Sistemas Numéricos Departamento de Engenharia Elétrica FEIS - UNESP Capítulo 04 : Sistemas Numéricos 1.1 - Representação de Quantidades Numéricas Analógica Digital 1.2 - Sistemas Numéricos 1. 3 1.2 - Sistemas Numéricos 1.2

Leia mais

Atividade 6.4.1: Cálculo de VLSM e design de endereçamento básico

Atividade 6.4.1: Cálculo de VLSM e design de endereçamento básico Diagrama de Topologia Tabela de endereçamento Dispositivo Interface Endereço IP Gateway padrão HQ Filial1 Filial2 Fa0/0 Fa0/1 S0/0/0 S0/0/1 Fa0/0 Fa0/1 S0/0/0 S0/0/1 Fa0/0 Fa0/1 S0/0/0 S0/0/1 All contents

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Prof. Dr. Daniel Caetano 2013-1 Objetivos Apresentar o funcionamento do computador Apresentar a função da memória e dos dispositivos

Leia mais

Unidade: Sub Redes, VLSM e CIDR. Unidade I:

Unidade: Sub Redes, VLSM e CIDR. Unidade I: Unidade I: 0 Unidade: Sub Redes, VLSM e CIDR 1) Cálculo de endereço de sub rede Antes mesmo de estudar como calcular sub redes é interessante revermos como se faz a conversão de um número binário para

Leia mais

Tecnologia de Redes. NAT e Masquerade

Tecnologia de Redes. NAT e Masquerade Volnys B. Bernal (c) 1 Tecnologia de Redes NAT e Masquerade Volnys Borges Bernal volnys@lsi.usp.br http://www.lsi.usp.br/~volnys Volnys B. Bernal (c) 2 Agenda Introdução NAT Masquerade Introdução Volnys

Leia mais

Instituto Federal São Paulo. Campus Presidente Epitácio. Trabalho de Redes de Computadores II

Instituto Federal São Paulo. Campus Presidente Epitácio. Trabalho de Redes de Computadores II Instituto Federal São Paulo Campus Presidente Epitácio Trabalho de Redes de Computadores II Trabalho de Redes de Computadores II IPv6 Marco Antonio Macelan 1380265 Professor: Bruno César Vani Professor:

Leia mais

Erratas CCNA 5.0 (atualizado )

Erratas CCNA 5.0 (atualizado ) Erratas CCNA 5.0 (atualizado 27-09-2014) Página 40 5º parágrafo, deveria ser: "Já alguns dos protocolos desenhados para atuar em redes geograficamente dispersas (WAN) são definidos nas três primeiras camadas

Leia mais

Integração IP/ATM. Características das redes atuais

Integração IP/ATM. Características das redes atuais Integração IP/ Msc. Marcelo Zanoni Santos Msc. Adilson Guelfi Msc. Frank Meylan Características das redes atuais Ethernet, Fast Ethernet, Token Ring, FDDI etc Não orientadas a conexão Unidade de transmissão

Leia mais

Introdução à Organização de Computadores. Conversão de Bases

Introdução à Organização de Computadores. Conversão de Bases Introdução à Organização de Computadores Conversão de Bases 1 Sistema de Numeração Para se compreender a conversão de sistemas, teremos que apresentar os sistemas de numeração; Comecemos então pelo já

Leia mais

1) Conversão de Decimal para Binário

1) Conversão de Decimal para Binário Curso Técnico em Informática 1º. Módulo Disciplina de Arquitetura de Computadores Professor: Alex Sandro Forghieri Conversões entre Bases Numéricas 1) Conversão de Decimal para Binário A conversão de decimal

Leia mais

Roteamento Prof. Pedro Filho

Roteamento Prof. Pedro Filho Roteamento Prof. Pedro Filho Definição Dispositivo intermediário de rede projetado para realizar switching e roteamento de pacotes O roteador atua apenas na camada 3 (rede) Dentre as tecnologias que podem

Leia mais

SISTEMAS DE NUMERAÇÃO. Introdução à Ciência da Computação ICC0001

SISTEMAS DE NUMERAÇÃO. Introdução à Ciência da Computação ICC0001 SISTEMAS DE NUMERAÇÃO Introdução à Ciência da Computação ICC0001 2 Histórico Como surgiram os sistemas de numeração? Primeiro: As pessoas precisavam contar... Dias, rebanho, árvores e tudo mais... Segundo:

Leia mais

Administração de Sistemas Operacionais. Prof.: Marlon Marcon

Administração de Sistemas Operacionais. Prof.: Marlon Marcon Administração de Sistemas Operacionais Prof.: Marlon Marcon O que é uma rede Aula 13 O que é uma rede Rede é a conexão de duas ou mais máquinas com o objetivo de compartilhar recursos entre uma máquina

Leia mais

Redes TCP-IP. Protocolo IP. Agenda. Redes TCP/IP. Protocolo IP. Introdução ao Protocolo IP. Introdução ao Protocolo IP. Introdução ao Protocolo IP

Redes TCP-IP. Protocolo IP. Agenda. Redes TCP/IP. Protocolo IP. Introdução ao Protocolo IP. Introdução ao Protocolo IP. Introdução ao Protocolo IP Volnys Bernal 1999-2003 1 Volnys Bernal 1999-2003 2 Agenda Redes TCP/IP Volnys Borges Bernal volnys@lsi.usp.br Introdução ao protocolo IP Analogia: pacote IP - container Classes de endereços IP Roteamento

Leia mais

FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux

FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux Prof. Francisco de Assis S. Santos, Dr. São José, 2015. Agenda 1. Noções Básicas de Redes 1.1 O que é uma Rede 1.2 Endereçamento IP 1.3 Máscaras de

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com DISCIPLINA REDES DE COMPUTADORES Carga horária: 64 horas/aula Aulas: Sábados 13h00min às 17h00min

Leia mais

Diferenças entre o endereçamento IPv6 e o IPv4

Diferenças entre o endereçamento IPv6 e o IPv4 Curso Superior em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Redes de Computadores II RC2A3 IPv6 Érika Henrique Gamas 1580153 Flávia Gomes Pereira 1580108 Abril de 2016 Sumário Diferenças entre o endereçamento

Leia mais

Introdução à Computação MAC0110

Introdução à Computação MAC0110 Introdução à Computação MAC0110 Prof. Dr. Paulo Miranda IME-USP Aula 2 Variáveis e Atribuições Memória Principal: Introdução Vimos que a CPU usa a memória principal para guardar as informações que estão

Leia mais

Redes para Automação Industrial: Introdução às Redes de Computadores Luiz Affonso Guedes

Redes para Automação Industrial: Introdução às Redes de Computadores Luiz Affonso Guedes Redes para Automação Industrial: Introdução às Redes de Computadores Luiz Affonso Guedes Conteúdo Definição Classificação Aplicações típicas Software de rede Modelos de referências Exemplos de redes Exemplos

Leia mais

C A D E R N O D E P R O V A S

C A D E R N O D E P R O V A S CONCURSO PÚBLICO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS C A D E R N O D E P R O V A S CADERNO 2 ESPECIALIDADE: ANALISTA DE SISTEMAS/ÁREA II (ADMINISTRAÇÃO DE REDE) PROVA: CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Leia mais

a ponto utilizando o protocolo ethernet. ( ) Para que duas redes de dados distintas se comuniquem, o equipamento utilizado para conectar e efetuar as

a ponto utilizando o protocolo ethernet. ( ) Para que duas redes de dados distintas se comuniquem, o equipamento utilizado para conectar e efetuar as Exercícios Aula 6 1. Nomeie duas das funções que podem ser executadas pelos LEDs em um adaptador de interface de rede típico. 2. Pesquise e pontue os passos necessários, fundamentais para a instalação

Leia mais

Nota-se que um número é expresso como uma soma de potências de 10 multiplicando por coeficientes apropriados.

Nota-se que um número é expresso como uma soma de potências de 10 multiplicando por coeficientes apropriados. 1.0 Sistemas de numeração Desde quando se começou a registrar informações sobre quantidades, foram criados diversos métodos de representá-las. O método ao qual estamos acostumados usa um sistema de numeração

Leia mais

Prova de Aferição de Matemática Prova 56 5.º Ano de Escolaridade 2016

Prova de Aferição de Matemática Prova 56 5.º Ano de Escolaridade 2016 Rubricas dos Professores Vigilantes PREENCHER PELO LUNO Nome completo Documento de identificação CC n.º ou BI n.º Emitido em (Localidade) ssinatura do luno Prova de ferição de Matemática Prova 56 5.º no

Leia mais

Sistemas de Numeração. Exemplos de Sistemas de Numeração (1) Exemplos de Sistemas de Numeração (2) Sistemas de Numeração

Sistemas de Numeração. Exemplos de Sistemas de Numeração (1) Exemplos de Sistemas de Numeração (2) Sistemas de Numeração Sistemas de Numeração Sistemas de Numeração (Aula Extra) Sistemas de diferentes bases Álgebra Booleana Roberta Lima Gomes - LPRM/DI/UFES Sistemas de Programação I Eng. Elétrica 27/2 Um sistema de numeração

Leia mais

Aula 9. Aritmética Binária. SEL Sistemas Digitais. Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira

Aula 9. Aritmética Binária. SEL Sistemas Digitais. Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira Aula 9 Aritmética Binária SEL 044 - Sistemas Digitais Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira . SOMA DE DOIS NÚMEROS BINÁRIOS Álgebra Booleana (OR) Aritmética (+) 0 + 0 = 0 0 + = + 0 = + = 0 + 0 = 0

Leia mais

Representação de Dados (inteiros com sinal)

Representação de Dados (inteiros com sinal) Representação de Dados (inteiros com sinal) Noemi Rodriguez Ana Lúcia de Moura http://www.inf.puc-rio.br/~inf1018 Representação de Inteiros Com n bits podemos representar 2 n valores Representação de Inteiros

Leia mais

Protocolos e Arquiteturas de Redes. Thiago Leite

Protocolos e Arquiteturas de Redes. Thiago Leite Protocolos e Arquiteturas de Thiago Leite As redes são organizadas em camadas Forma de reduzir a complexidade Um conjunto de camadas forma uma pilha A função de cada camada da

Leia mais

Protocolos de Interligação de Redes Locais e a Distância Introdução. Thiago Leite

Protocolos de Interligação de Redes Locais e a Distância Introdução. Thiago Leite Protocolos de Interligação de Redes Locais e a Distância Introdução Thiago Leite thiago.leite@udf.edu.br Bibliografia TANENBAUM, Andrew. REDES DE COMPUTADORES. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003. ISBN 8535211853.

Leia mais

Revisão de Introdução às TCP-IP INTERNET. Redes de Computadores TCP/IP

Revisão de Introdução às TCP-IP INTERNET. Redes de Computadores TCP/IP Revisão de Introdução às Redes de Computadores TCP-IP INTERNET Redes de Computadores TCP/IP MODELO DE REFERENCIA TCP/IP FLUXO DE DADOS MODELOS DE REFERÊNCIA MODELO DE REFERENCIA TCP/IP MODELOS DE REFERÊNCIA

Leia mais

COMO CONFIGURAR O MÓDULO IAAP PARA RUNNER

COMO CONFIGURAR O MÓDULO IAAP PARA RUNNER COMO CONFIGURAR O MÓDULO IAAP PARA RUNNER 1. Ligue o Módulo IP à porta LAN do computador com o cabo de rede fornecido com o equipamento 2. Ligue o Módulo IP aos 12V da central ou a uma fonte auxiliar (12V).

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Exame Prova Prática 3º MIEIC 15.07.2009 Nome: 1. Considere que um protocolo de ligação de dados é suportado num canal com capacidade igual a 500 kbit/s (em cada sentido) e que o tempo

Leia mais

CIRCUITOS DIGITAIS I

CIRCUITOS DIGITAIS I Universidade do Estado de Mato Grosso Campus Sinop Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas CIRCUITOS DIGITAIS I ROGÉRIO LÚCIO LIMA Sinop Outubro de 2016 Conversão de Números Binários Fracionários em

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática 1 1. Esta teste serve como avaliação de frequência às aulas teóricas. 2. Leia as perguntas com atenção antes de responder. São 70 perguntas de escolha múltipla. 3. Escreva as suas respostas apenas na folha

Leia mais

Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede. Prof. Alex Furtunato

Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede. Prof. Alex Furtunato Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede Prof. Alex Furtunato alex.furtunato@academico.ifrn.edu.br Roteiro Introdução Números IPs Interfaces de rede Interface de loopback

Leia mais

Galáxias. Chegou o momento de ser um verdadeiro astrónomo! Ana Rita Guerra

Galáxias. Chegou o momento de ser um verdadeiro astrónomo! Ana Rita Guerra Galáxias I Antes de iniciar a sua investigação, é necessário que tenha alguns pré-requisitos relativamente à utilização de um computador, tais como: ligar um sistema computacional; iniciar uma sessão de

Leia mais

Sistemas de numeração

Sistemas de numeração Aula 02 Sistemas de numeração Prof. Tecgº Flávio Murilo 18/03/2013 1 Sistemas de numeração Generalidades Dígitos: São símbolos usados na representação de números. Originado do latim digitus, que significa

Leia mais

Sistemas de Numeração

Sistemas de Numeração Tecnologias de Informação e Comunicação Engenharia Mecânica 1º Ano / 1º Semestre Filipe Caldeira, 2006 Sistema Decimal No sistema decimal existem dez símbolos numéricos, algarismos : 0 1 2 3 4 5 6 7 8

Leia mais

Endereço de Rede. Comumente conhecido como endereço IP Composto de 32 bits comumente divididos em 4 bytes e exibidos em formato decimal

Endereço de Rede. Comumente conhecido como endereço IP Composto de 32 bits comumente divididos em 4 bytes e exibidos em formato decimal IP e DNS O protocolo IP Definir um endereço de rede e um formato de pacote Transferir dados entre a camada de rede e a camada de enlace Identificar a rota entre hosts remotos Não garante entrega confiável

Leia mais

Redes Industriais. Carlos Roberto da Silva Filho, M. Eng.

Redes Industriais. Carlos Roberto da Silva Filho, M. Eng. Redes Industriais Carlos Roberto da Silva Filho, M. Eng. Criado na década de 1970 pela Modicon. É um dos mais antigos protocolos utilizados em redes de CLPs para aquisição de sinais de instrumentos e comandar

Leia mais

Camada de Rede. Redes de Computadores. Motivação para interconexão. Motivação para interconexão (DCC023) Antonio Alfredo Ferreira Loureiro

Camada de Rede. Redes de Computadores. Motivação para interconexão. Motivação para interconexão (DCC023) Antonio Alfredo Ferreira Loureiro Redes de Computadores (DCC023) Antonio Alfredo Ferreira Loureiro loureiro@dcc.ufmg.br Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal de Minas Gerais Motivação para interconexão Diferentes tecnologias

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Nível de rede Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Redes de Computadores Nível de rede Trabalho sob a Licença Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 3.0 Brasil Creative Commons. Para visualizar uma

Leia mais

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Telecomunicações e Controle PTC3450 - Redes de Comunicação - 1o semestre 2017 Lista de Exercícios Suplementares 1 1) (2014-P1)

Leia mais

4.1 Introdução. A Figura 4.1 ilustra a verificação da interface de rede do host que hospeda o site da UFPI.

4.1 Introdução. A Figura 4.1 ilustra a verificação da interface de rede do host que hospeda o site da UFPI. 74 4.1 Introdução A unidade de transporte da camada de rede é o pacote. O protocolo da camada de rede é o Internet Protocol (IP). O pacote IP tem como obrigação transportar segmentos da camada de transporte

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES AULA 03 PROFº RITIELLE SOUZA DISTRIBUIÇÃO LÓGICA DISTRIBUIÇÃO LÓGICA Arquitetura de Von Neumann Uma unidade central de processamento recebe informações através de uma unidade

Leia mais

Arquitectura de Computadores

Arquitectura de Computadores Ministério da Educação e Ciência U.C. 2 Arquitectura de Computadores 5 de Fevereiro de 25 INSTRUÇÕES O tempo de duração da prova de exame é de 2 horas, acrescida de 3 minutos de tolerância. O estudante

Leia mais

Temas abordados: Subnetting, VLSM Encaminhamento estático Encaminhamento dinâmico (RIP, RIP V2)

Temas abordados: Subnetting, VLSM Encaminhamento estático Encaminhamento dinâmico (RIP, RIP V2) 1 Temas abordados: Subnetting, VLSM Encaminhamento estático Encaminhamento dinâmico (RIP, RIP V2) Referências: IBM Redbook : TCP/IP Tutorial and Technical Overview http://www.redbooks.ibm.com/abstracts/gg243376.html

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores (aula 16...) Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Redes de Computadores Projeto de endereçamento IP: sub-redes e super-redes Aula 17 A. Ca arissimi -mai End. de destino (camada de rede) e i Módulo

Leia mais

Utilização de Números de Porta FTP Não- Padrão com NAT

Utilização de Números de Porta FTP Não- Padrão com NAT Utilização de Números de Porta FTP Não- Padrão com NAT Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Configurações de exemplo Configuração de exemplo 1 Configuração de exemplo

Leia mais

A CAMADA DE REDE REDES DE COMPUTADORES

A CAMADA DE REDE REDES DE COMPUTADORES INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIADO RIO GRANDE DO NORTE IFRN Disciplina: Arquitetura de redes de computadores e Tecnologia de Implementação de Redes Professor: M Sc. Rodrigo Ronner T.

Leia mais

Planejando o endereçamento de sua rede

Planejando o endereçamento de sua rede Planejando o endereçamento de sua rede Licença de uso do material Esta apresentação está disponível sob a licença Creative Commons Atribuição Não a Obras Derivadas (by-nd) http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/legalcode

Leia mais

UFRN/COMPERVE CONCURSO PÚBLICO IFRN 2010 DOCENTE

UFRN/COMPERVE CONCURSO PÚBLICO IFRN 2010 DOCENTE UFRN/COMPERVE CONCURSO PÚBLICO IFRN 2010 DOCENTE Expectativa de Respostas Rede de Computadores A) As tabelas de roteamento podem ser manipuladas diretamente pelo administrador da rede através de comandos

Leia mais

Redes de Computadores. Aula: Roteamento Professor: Jefferson Silva

Redes de Computadores. Aula: Roteamento Professor: Jefferson Silva Redes de Computadores Aula: Roteamento Professor: Jefferson Silva Perguntinhas básicas J n O que é rotear? n O que é uma rota? n Porque rotear? n Como sua requisição chega no facebook? Conceitos n Roteamento

Leia mais

Planificação Anual da disciplina de Comunicação de dados 12º 1PE

Planificação Anual da disciplina de Comunicação de dados 12º 1PE Conteúdos 1.Conceitos básicos 1.1. Rede de Comunicação 1.2. Redes de dados 1.3. Transmissão de Dados 1.4. A Informação 2.Redes de dados 2.1. Importância 2.2. Áreas de Aplicação 2.2.1.Perspectiva de evolução

Leia mais

Camadas do TCP/IP. Camada de Rede Protocolo IP. Encapsulamento dos Dados. O Protocolo IP. IP visto da camada de Transporte.

Camadas do TCP/IP. Camada de Rede Protocolo IP. Encapsulamento dos Dados. O Protocolo IP. IP visto da camada de Transporte. Camadas do TCP/IP Camada de Protocolo IP TE090 s de Computadores UFPR Prof. Eduardo Parente Ribeiro Aplicação Transporte ou Serviço Roteamento ou Inter-rede Enlace ou Interface de FTP, TELNET, SMTP, BOOTP,

Leia mais

ELLi002. Prof. Vinícius Valamiel https://sites.google.com/site/vvalamiel/

ELLi002. Prof. Vinícius Valamiel https://sites.google.com/site/vvalamiel/ ELLi002 Prof. Vinícius Valamiel vvalamiel@gmail.com https://sites.google.com/site/vvalamiel/ CÓDIGOS CÓDIGOS Projeto de sistemas combinacionais CÓDIGOS BCD (DECIMAL P/ ALGUM BINÁRIO) DECIMAL BCD 8421 BCD

Leia mais

Redes e Conectividade

Redes e Conectividade Redes e Conectividade Padrões e estrutura do quadro ethernet Versão 1.0 Setembro de 2016 Prof. Jairo jairo@uni9.pro.br professor@jairo.pro.br http://www.jairo.pro.br/ Redes e Conectividade setembro/2016

Leia mais

2 Representação numérica

2 Representação numérica 2 Representação numérica Agora que já conhecemos um pouco da história da Computação e da arquitetura de um computador, estudaremos como podemos representar números em outras bases numéricas e como algumas

Leia mais

EIC0032, Redes de Computadores 20/jan/2017 Exame Parte 2 (com consulta, 10 valores, 90 minutos) Nome:

EIC0032, Redes de Computadores 20/jan/2017 Exame Parte 2 (com consulta, 10 valores, 90 minutos) Nome: Exame Parte 2 (com consulta, 10 valores, 90 minutos) 1. Dois equipamentos comunicam usando uma ligação de dados que usa mecanismos ARQ. Assuma que a capacidade do canal (em cada sentido) é de 1 Mbit/s,

Leia mais

Para essa conversão utiliza-se o valor posicional

Para essa conversão utiliza-se o valor posicional Conversão de Hexadecimal para decimal Para essa conversão utiliza-se o valor posicional N = d n 16 n + d n-1 16 n-1 +... D 2 16 2 + d 1 16 1 + d 0 16 0 + d -1 16-1 + d -2 16-2 +... Exemplo: a) 23 16 =

Leia mais

CST em Redes de Computadores

CST em Redes de Computadores CST em Redes de Computadores Comunicação de Dados II Aula 04 Endereçamento IPv6 Prof: Jéferson Mendonça de Limas Esgotamento IPv4 RFC 1700, blocos de tamanho específicos Classe A (/8) 16 milhões de Hosts

Leia mais

Sistemas de Computação. Seção Notas. Valores Interessantes. Notas. Ponto Flutuante. Haroldo Gambini Santos. 26 de abril de 2010.

Sistemas de Computação. Seção Notas. Valores Interessantes. Notas. Ponto Flutuante. Haroldo Gambini Santos. 26 de abril de 2010. Sistemas de Computação Ponto Flutuante Haroldo Gambini Santos Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP 26 de abril de 2010 Haroldo Gambini Santos Sistemas de Computação 1/1 Seção Valores Interessantes

Leia mais

Manual de Ativação AhF01 Fog IoT

Manual de Ativação AhF01 Fog IoT Manual de Ativação Sumário Introdução 3 Conteúdo da Embalagem 3 Requisitos para Instalação 3 Guia de Configuração Rápida 3 Acessando o 4 Para acessar a interface de configuração do : 4 Configurações avançadas

Leia mais