FLY CENTER ESCOLA DE AVIAÇÃO CIVIL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FLY CENTER ESCOLA DE AVIAÇÃO CIVIL"

Transcrição

1 Saudações a todos Devido as mudanças ocorridas no sistema de aviação civil segue em anexo as questões alteradas na matéria de SISTEMA DE AVIAÇÃO CIVIL INTERNACIONAL E SISTEMA DE AVIAÇÃO CIVIL BRASILEIRO. Informo que as questões também estarão disponíveis em nosso site. Atenciosamente Cmte Tomaz 15 Qual é o órgão executivo da estrutura da OACI: a) Diretoria executiva b) Coselho (formado por 36 menbros) c) Assembléia (formada por 195 membros) d) Presidente dos EUA 16 Qual a liberdade do ar que define o sobrevôo sobre o pais? a) 5⁰ b) 3⁰ c) 1⁰ d) 2⁰ 17 Qual a convenção que substituiu a Convenção de Paris regulamentação da navegação aérea internacional? a) Varsóvia b) Haia c) Chicago d) Montevidéu 18 Quando um determinado Estado Contratante (Pais), não conseguir colocar em práticas as recomendações da OACI e seus anexos devido a legislação interna ou discordância do aspecto técnico, este deverá apresentar um documento chamado de? a) Anexos Técnicos b) Boletim de Negativa c) Diferenças d) Boletim Legislativo 19 Na OACI inúmeros países fazem se representar, inclusive o Brasil, através de suas (seus)? a) Governos b) Embaixadas c) Senadores d) Empresas Aéreas 01 A convenção de Paris foi o embrião da convenção de: a) Chicago b) Varsóvia c) Havana d) Haia 01 A OACI foi criada através da conferência de: a) Chicago b) Varsóvia c) Havana d) Haia Das 2 correntes sobre soberania (formação Francesa e Inglesa) surgiram 4 teorias. Qual teoria vinga até hoje? a) teoria da liberdade do espaço aéreo b) teoria da liberdade restrita do espaço aéreo c) teoria da soberania d) teoria das zonas de ar territorial

2 Dos 195 países membros da OACI o Brasil está no: a) grupo principal (12 fixos) b) grupo intermediário ( 12 moveis) c) grupo final (12 mais ricos) d) grupo mutante a cada 3 anos 11 Em qual convenção convenção consolidou se a padronização técnica da aviação civil na área internacional? a) Paris b) Haia c) Varsóvia d) Chicago Estudar os problemas da aviação civil internacional e estabelecer padrões e regulamentos internacionais para a aviação civil, são algumas das finalidades da: a) OACI b) ONU c) IATA d) AITAL Navegação aérea é: a) procedimentos de conduzir uma aeronave; b) procedimento de cálculo de posição geográfico e o controle da direção c) desejada para o deslocamento de uma aeronave em relação á superfície da terra; d) procedimentos de pouso e decolagem de uma aeronave em relação a superfície da terra; O método recomendado pela OACI é estabelecido de comum acordo, sendo desejável, mas não essencial; o conjunto dos mesmos a designação de (a)? a) Regras da OACI b) Anexos técnicos c) Diferenças d) Notificação O anexo 9 trata de: a) Facilitação do transporte aéreo internacional b) Operações de aeronaves c) Informações aeronáuticas d) Investigação de acidentes aeronáuticos O anexo 13 trata de: a) Proteção ao meio ambiente b) Investigação de acidentes aeronáuticos c) Marcas e nacionalidade de aeronaves d) Proteção da aviação civil contra atos de interferência ilícita O anexo 18 trata de: a) proteção ao meio ambiente b) aeroportos c) segurança de vôo d) transporte de materiais perigosos

3 No alfabeto radiotelefônico QUEBEC é; a) Capital do Estadp de Vancouver CA b) Cidade do Estados Unidos c) A letra Q d) A letra K Qual o órgão da estrutura da OACI é mais importante: a) Conselho b) Diretoria executiva c) Assembléia d) Senado da ONU 01 Qual liberdade é Acessória a) 1ª b) 2ª c) 5ª d) 4ª 02 Quais liberdades são fundamentais: a) 1ª e 2ª b) 2ª e 3ª c) 3ª e 4ª d) 4ª e 5ª Quais os 4 elos militares no SAC Brasileiro; a) SERENG ANAC DIRSA INFRAERO b) DIRENG DIRSA CEMAL SRI c) DIRENG DIRSA CENIPA DECEA d) DIRENG SISCEAB CENIPA ANAC Ligado ao órgão central, temos uma organização subordinada ao comando da Aeronáutica, que faz a seleção e o controle médico do pessoal aeronavegante da aviação civil, denominando se: a) DIRSA (Diretoria de Saúde) b) ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) c) DECEA (Departamento de Controle de Espaço Aéreo Brasileiro) d) DIS (Divisão de Inspeção de Saúde) Das alternativas abaixo, assinale qual define o órgão central do Sistema de Aviação Civil. a) COMAR b) ANAC c) UR d) DECEA Quem é o Presidente do CONAC a) Elemento indicado pelo Senado b) Elemento indicado pelo Conselho Nacional c) Elemento indicado por Decreto Lei d) Ministro da Defesa 05 Onde o INSPAC atua? a) em todos os lugares necessários b) somente a bordo dos aviões c) somente nas dependências das empresas em terra d) a bordo de aviões e também nas dependências das empresas em terra

4 O INSPAC é funcionário do (a): a) ANAC b) Ministério da Defesa c) DIRSA d) INFRAERO O Examinador Credenciado é funcionário do(a): a) ANAC b) INFRAERO c) Empresas Aéreas d) DIRSA Como é classificada a industria aeronáutica e as empresas de transporte aéreo regular dentro do Sistema de Aviação Civil? a) órgãos paralelos b) unidades normativas c) elos executivos d) órgãos fiscalizadores O órgão vinculado ao Ministério da Defesa, responsável pela execução das atividades na área da aviação civil no Brasil é o (a)? a) Comar (Comando Regional) b) Departamento de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (DECEA) c) ANAC d) Superintendência de Relações Internacionais (SRI) Quais as atividades que a aviação civil abrange? a) Publicas, Militares e Desportiva b) Comercial, Privada e Desportiva c) Comercial, Privada e Publica d) Milatar, privada e publica O órgão executivo do sistema de aviação civil, encarregado de fiscalizar atividades da aviação civil na área do respectivo COMAR é o(a)? a) ANAC b) UR c) P.A d) CENIPA O órgão responsável pela política aeronáutica aérea civil no campo internacional, e que dá assessoramento ao Comando da Aeronáutica é o(a)? a) Ministério da Defesa b) DECEA c) SAR d) SRI O órgão responsável pela administração da aviação civil no Brasil e o(a)? a) Ministério da Defesa b) ANAC c) SAR d) SRI O órgão político de assessoramento, que trabalha coordenadamente com a ANAC e em estrita colaboração com o Ministério das Relações Exteriores e da industria e comercio, é o(a)? a) UR b) SERENG c) SEI d) SRI

5 O órgão do Comando da Aeronáutica destinado a tratar dos assuntos pertinentes à proteção ao vôo e o(a)? a) UR b) DECEA c) OACI d) COMAR A organização responsável pela instalação operacional e manutenção de órgãos e equipamentos para Controle de Trafego Aéreo, estabelecendo regras e Procedimentos de trafego aéreo é o(a)? a) UR b) DECEA c) OACI d) COMAR O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) possui centros regionais chamados de CINDACTA, estando os mesmo localizados nas cidades de? a) Recife, Curitiba e Belém b) Brasília, Manaus, Salvador e Rio de Janeiro c) Curitiba, Manaus, Porto Alegre e Brasília d) Brasília, Curitiba, Recife e Manaus

Voar sobre cidade...

Voar sobre cidade... Voar sobre cidade... ...e quando precisamos? Ee q -Quais desses serviços você quer abrir mão? -Polícia -Bombeiro -Tv/rádio/trânsito - roubo veículos - transporte público - transporte privado... e quando

Leia mais

Segurança Operacional no Brasil

Segurança Operacional no Brasil Rio de Janeiro, 28 de abril de 2014 Segurança Operacional no Brasil O futuro já chegou Carlos Eduardo Pellegrino Diretor de Operações de Aeronaves Estrutura Governamental Presidência CONAC Conselho Nacional

Leia mais

O Sistema DCERTA como ferramenta de apoio à fiscalização

O Sistema DCERTA como ferramenta de apoio à fiscalização N 05 31 de maio de 2011 O Boletim Eletrônico de Capacitação é um informativo publicado quinzenalmente no portal da ANAC na internet e na intranet. O objetivo é divulgar as ações de capacitação que irão

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL -0> RESOLUÇÃO N 030, DE 21 DE MAIO DE 2008.

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL -0> RESOLUÇÃO N 030, DE 21 DE MAIO DE 2008. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL -0> RESOLUÇÃO N 030, DE 21 DE MAIO DE 2008. Institui o Regulamento Brasileiro da Aviação Civil RBAC e a Instrução Suplementar IS, estabelece critérios para a elaboração

Leia mais

PROVA OBJETIVA. 8 A CLAC é um organismo internacional subordinado à OACI. 9 As recomendações e resoluções estabelecidas pela CLAC são

PROVA OBJETIVA. 8 A CLAC é um organismo internacional subordinado à OACI. 9 As recomendações e resoluções estabelecidas pela CLAC são De acordo com o comando a que cada um dos itens a seguir se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com o

Leia mais

PROGRAMA BRASILEIRO PARA A SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL PSO-BR

PROGRAMA BRASILEIRO PARA A SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL PSO-BR PROGRAMA BRASILEIRO PARA A SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL PSO-BR PROGRAMA BRASILEIRO PARA A SEGURANÇA OPERA- CIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL PSO-BR ANTECEDENTES A Organização de Aviação Civil Internacional

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA SEGURANÇA DCA 205-6

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA SEGURANÇA DCA 205-6 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA SEGURANÇA DCA 205-6 PROCEDIMENTOS PARA OS ÓRGÃOS DO COMAER REFERENTES A SEGURANÇA DA AVIAÇÃO CIVIL CONTRA ATOS DE INTERFERÊNCIA ILÍCITA 2011 MINISTÉRIO DA DEFESA

Leia mais

Considerando o art. 47 do Programa de Segurança Operacional Específico da ANAC (PSOE-

Considerando o art. 47 do Programa de Segurança Operacional Específico da ANAC (PSOE- PORTARIA ANAC N o 280/SIA, DE 30 DE JANEIRO DE 2013. Cria projeto piloto para monitoramento de Indicadores de Desempenho da Segurança Operacional em aeródromos. O SUPERINTENDENTE DE INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA

Leia mais

Glossário da Aviação Brasileira

Glossário da Aviação Brasileira Glossário da Aviação Brasileira Caro colaborador, Criamos esse glossário especialmente para você! Organizamos em um único documento diversos termos da aviação brasileira e outras siglas que você utilizará

Leia mais

AS CAUSAS DO APAGÃO AÉREO NACIONAL E A SOLUÇÃO POSSÍVEL. www.andep.com.br

AS CAUSAS DO APAGÃO AÉREO NACIONAL E A SOLUÇÃO POSSÍVEL. www.andep.com.br AS CAUSAS DO APAGÃO AÉREO NACIONAL E A SOLUÇÃO POSSÍVEL CRONOLOGIA 2003 Julho - Fundação da ANDEP 2005 Janeiro Ação Civil Pública > ANDEP X UNIÃO > descumprimento do art. 175, IV, CF. Obtida liminar em

Leia mais

TEMPORÁRIA SOBRE A AVIAÇÃO CIVIL SENADO FEDERAL ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA ANAC ASA

TEMPORÁRIA SOBRE A AVIAÇÃO CIVIL SENADO FEDERAL ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA ANAC ASA AUDIÊNCIA PÚBLICA DA SUBCOMISSÃO TEMPORÁRIA SOBRE A AVIAÇÃO CIVIL SENADO FEDERAL ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA ANAC ASA 1 OBJETIVO Apresentar a visão dos servidores da ANAC a respeito da instituição em

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA TRÁFEGO AÉREO ICA 100-9 PROCEDIMENTOS ESPECIAIS PARA AERONAVE PRESIDENCIAL 2014 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA AVIAÇÃO CIVIL MCA 58-11 MANUAL DO CURSO COMISSÁRIO DE VÔO

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA AVIAÇÃO CIVIL MCA 58-11 MANUAL DO CURSO COMISSÁRIO DE VÔO MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA AVIAÇÃO CIVIL MCA 58-11 MANUAL DO CURSO COMISSÁRIO DE VÔO 2005 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA INSTITUTO DE AVIAÇÃO CIVIL AVIAÇÃO CIVIL MCA 58-11

Leia mais

Roteiro Aula 01 Saber Direito.

Roteiro Aula 01 Saber Direito. 1 Roteiro Aula 01 Saber Direito. O Direito aeronáutico Internacional, segundo Rodriguez Jurado: é o conjunto de princípios e normas de direito público e privado, de ordem interna e internacional, que regem

Leia mais

Anderson Ribeiro Correia. Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária

Anderson Ribeiro Correia. Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária Helipontos em São Paulo: Segurança, Irregularidades e Caminhos para Regularização Anderson Ribeiro Correia Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária

Leia mais

Inscrições abertas para curso de formação de mapeadores de competências

Inscrições abertas para curso de formação de mapeadores de competências Ano 2 N 20 05 de abril de 2012 Inscrições abertas para curso de formação de mapeadores de competências Termina nesta sexta-feira (05/04) o prazo de inscrição para o curso Formação de Mapeadores de Competências

Leia mais

Apresentação da Disciplina 4. Módulo I 5-31

Apresentação da Disciplina 4. Módulo I 5-31 1 2 Apresentação da Disciplina 4 Módulo I 5-31 3 Caro aluno A disciplina de Regulamentação da Aviação Civil (RAC) irá auxiliá-lo a compreender a Aviação Civil como um todo, de modo a inseri-lo e mantê-lo

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL PROPOSTA DE RESOLUÇÃO QUE DISCIPLINA O ENVIO DE INFORMAÇÕES ANTECIPADAS SOBRE PASSAGEIROS E REGISTRO DE IDENTIFICAÇÃO DE PASSAGEIROS. JUSTIFICATIVA 1 APRESENTAÇÃO A presente

Leia mais

PROPOSTA DE EDIÇÃO DO REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL (RBAC) 140 CERTIFICAÇÃO E REQUISITOS OPERACIONAIS: ESCOLAS DE VOO JUSTIFICATIVA

PROPOSTA DE EDIÇÃO DO REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL (RBAC) 140 CERTIFICAÇÃO E REQUISITOS OPERACIONAIS: ESCOLAS DE VOO JUSTIFICATIVA PROPOSTA DE EDIÇÃO DO REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL (RBAC) 140 CERTIFICAÇÃO E REQUISITOS OPERACIONAIS: ESCOLAS DE VOO 1. APRESENTAÇÃO JUSTIFICATIVA 1.1 A presente Justificativa expõe as razões

Leia mais

TEL: (5521) 21016320 AFTN: SBRJYGYC FAX: (21) 21016198 VEÍCULOS AÉREOS NÃO TRIPULADOS

TEL: (5521) 21016320 AFTN: SBRJYGYC FAX: (21) 21016198 VEÍCULOS AÉREOS NÃO TRIPULADOS BRASIL DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES AV GENERAL JUSTO, 160 2º AND. - CASTELO 20021-130-RIO DE JANEIRO RJ AIC N 21/10 23 SEP 2010 TEL: (5521) 21016320 AFTN: SBRJYGYC

Leia mais

HISTÓRICO DO SMS NO BRASIL. Evolução 1º SEMINÁRIO SOBRE SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL ANAC - 05/12/2008

HISTÓRICO DO SMS NO BRASIL. Evolução 1º SEMINÁRIO SOBRE SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL ANAC - 05/12/2008 HISTÓRICO DO SMS NO BRASIL Evolução 1º SEMINÁRIO SOBRE SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL ANAC - 05/12/2008 OBJETIVO Conhecer a evolução do pensamento sobre Gerenciamento

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SIA-201-R02

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SIA-201-R02 MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SIA-201-R02 ANÁLISE DE SOLICITAÇÕES DE HOTRAN 02/2014 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 Brasília, 28 de fevereiro de 2014. Aprovado, Fabio Faizi Rahnemay Rabbani 3 PÁGINA

Leia mais

BRASIL DEPARTAMENTO DO CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES AV. GENERAL JUSTO, 160 2º Andar

BRASIL DEPARTAMENTO DO CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES AV. GENERAL JUSTO, 160 2º Andar BRASIL DEPARTAMENTO DO CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES AV. GENERAL JUSTO, 160 2º Andar AIC N 24/13 20021-130 RIO DE JANEIRO RJ 12 DEZ 2013 http://ais.decea.gov.br/ dpln1@decea.gov.br

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA AVIAÇÃO CIVIL MCA 58-11 MANUAL DO CURSO COMISSÁRIO DE VÔO

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA AVIAÇÃO CIVIL MCA 58-11 MANUAL DO CURSO COMISSÁRIO DE VÔO MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA AVIAÇÃO CIVIL MCA 58-11 MANUAL DO CURSO COMISSÁRIO DE VÔO 2005 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA INSTITUTO DE AVIAÇÃO CIVIL AVIAÇÃO CIVIL MCA 58-11

Leia mais

SEMINÁRIO SOBRE ZONAS DE PROTEÇÃO - AEROPORTO INTERNACIONAL DE FORTALEZA PINTO MARTINS - SBFZ

SEMINÁRIO SOBRE ZONAS DE PROTEÇÃO - AEROPORTO INTERNACIONAL DE FORTALEZA PINTO MARTINS - SBFZ SEMINÁRIO SOBRE ZONAS DE PROTEÇÃO - AEROPORTO INTERNACIONAL DE FORTALEZA PINTO MARTINS - SBFZ CONVIDADOS Autoridade Aeronáutica (COMAER) CINDACTA III Administrações Municipais Prefeitura Municipal de AQUIRAZ

Leia mais

CERTIFICAÇÃO OPERACIONAL DE AEROPORTOS

CERTIFICAÇÃO OPERACIONAL DE AEROPORTOS CERTIFICAÇÃO OPERACIONAL DE AEROPORTOS Objetivo Descrever o processo de certificação operacional dos aeroportos no Brasil, regido pelo RBAC 139. Roteiro 1. Apresentar as recomendações da OACI e as normas

Leia mais

Direito da Navegação. Direito Aeronáutico INTRODUÇÃO Prof. Marcelo Alvares Vicente Set/2011

Direito da Navegação. Direito Aeronáutico INTRODUÇÃO Prof. Marcelo Alvares Vicente Set/2011 Direito da Navegação 1 Direito Aeronáutico INTRODUÇÃO Prof. Marcelo Alvares Vicente Set/2011 Sistema de Direito da Navegação Teoria que compreende o direito marítimo e o aéreo Origem : Itália Código de

Leia mais

REPRESENTAÇÃO BRASILEIRA NO PARLAMENTO DO MERCOSUL

REPRESENTAÇÃO BRASILEIRA NO PARLAMENTO DO MERCOSUL REPRESENTAÇÃO BRASILEIRA NO PARLAMENTO DO MERCOSUL MENSAGEM N o 405, DE 2009 Submete à consideração do Congresso Nacional, acompanhado de Exposição de Motivos do Senhor Ministro de Estado, interino, das

Leia mais

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Instituto Nacional de Aviação Civil, I.P. Regulamento n.º /2010

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Instituto Nacional de Aviação Civil, I.P. Regulamento n.º /2010 MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Instituto Nacional de Aviação Civil, I.P. Regulamento n.º /2010 Define o Perfil do Administrador Responsável (Accountable Manager) e as Habilitações

Leia mais

Fornecemos soluções aeronáuticas inteligentes, para que você e sua empresa possam operar sempre com excelência, segurança e rentabilidade.

Fornecemos soluções aeronáuticas inteligentes, para que você e sua empresa possam operar sempre com excelência, segurança e rentabilidade. Idealizada para ser a melhor em seu ramo de atuação, a SkyBound é formada por consultores com sólida formação prática e acadêmica, profundo conhecimento aeronáutico e grande experiência em suas respectivas

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO N o 89.121, DE 6 DE DEZEMBRO DE 1983. Regulamenta a Lei nº 6.009, de 26 de dezembro de 1973, alterada pelo Decreto-lei nº 2.060,

Leia mais

Esclarecimento à Sociedade

Esclarecimento à Sociedade PRESS RELEASE 21 de julho de 2007 Esclarecimento à Sociedade São Paulo, 21 de julho de 2007 Ainda sob o impacto da tragédia ocorrida na última terça-feira (17), a TAM vem a público mais uma vez para prestar

Leia mais

Promover a segurança e a excelência do sistema de aviação civil, de forma a contribuir para o desenvolvimento do País e o bem-estar da sociedade

Promover a segurança e a excelência do sistema de aviação civil, de forma a contribuir para o desenvolvimento do País e o bem-estar da sociedade Promover a segurança e a excelência do sistema de aviação civil, de forma a contribuir para o desenvolvimento do País e o bem-estar da sociedade brasileira Identificar os compromissos da ANAC relacionados

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL !" """ SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA N o 034/DGAC, DE 19 DE JANEIRO DE 2000 Aprova a Instrução de Aviação Civil que dispõe sobre alterações em vôos regulares e realização

Leia mais

BRASIL CERTIFICAÇÃO DE AERÓDROMOS

BRASIL CERTIFICAÇÃO DE AERÓDROMOS BRASIL CERTIFICAÇÃO DE AERÓDROMOS ROTEIRO SITUAÇÃO DA REDE AEROPORTUÁRIA. PROVISÕES DO CÓDIGO BRASILEIRO DE AERONÁUTICA E NORMAS. SISTEMA DE AVIAÇÃO CIVIL. DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVL. PASSOS DA HOMOLOGAÇÃO

Leia mais

PROCEDIMENTOS E NORMAS GE- RAIS PARA A ELABORAÇÃO DE REGRAS E EMENDAS AOS REGU- LAMENTOS BRASILEIROS DE AVIAÇÃO CIVIL

PROCEDIMENTOS E NORMAS GE- RAIS PARA A ELABORAÇÃO DE REGRAS E EMENDAS AOS REGU- LAMENTOS BRASILEIROS DE AVIAÇÃO CIVIL REGULAMENTO BRASILEIRO DE AVIAÇÃO CIVIL N 11 RBAC 11 PROCEDIMENTOS E NORMAS GE- RAIS PARA A ELABORAÇÃO DE REGRAS E EMENDAS AOS REGU- LAMENTOS BRASILEIROS DE AVIAÇÃO CIVIL APROVAÇÃO: RESOLUÇÃO XX ANAC,

Leia mais

A Visão do Transporte Aéreo sobre as Fontes Renováveis de Energia

A Visão do Transporte Aéreo sobre as Fontes Renováveis de Energia A Visão do Transporte Aéreo sobre as Fontes Renováveis de Energia Seminário DCA-BR - Fontes Renováveis de Energia na Aviação São José dos Campos 10 de junho de 2010 Cmte Miguel Dau Vice-Presidente Técnico-Operacional

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL Nº 164 GERENCIAMENTO DO RISCO DA FAUNA NOS AERÓDROMOS PÚBLICOS JUSTIFICATIVA

PROPOSTA DE REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL Nº 164 GERENCIAMENTO DO RISCO DA FAUNA NOS AERÓDROMOS PÚBLICOS JUSTIFICATIVA PROPOSTA DE REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL Nº 164 GERENCIAMENTO DO RISCO DA FAUNA NOS AERÓDROMOS PÚBLICOS JUSTIFICATIVA 1. APRESENTAÇÃO A proposta de Regulamento Brasileiro da Aviação Civil nº

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-030 Revisão 01

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-030 Revisão 01 Assunto: MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-030 Revisão 01 GESTÃO DA QUALIDADE INTERNA Revogação: Esta revisão substitui a revisão 00, de 30 de abril de 2009. Objetivo: Este MPR tem por objetivo estabelecer e

Leia mais

OPERAÇÃO DE VANT ASPECTOS RELACIONADOS COM A SEGURANÇA OPERACIONAL

OPERAÇÃO DE VANT ASPECTOS RELACIONADOS COM A SEGURANÇA OPERACIONAL OPERAÇÃO DE VANT ASPECTOS RELACIONADOS COM A SEGURANÇA OPERACIONAL Luiz Munaretto - - - - - - - - - - Anais do 5º Simpósio de Segurança de Voo (SSV 2012) Direitos Reservados - Página 330 de 1112 - - -

Leia mais

ANAC oferece curso básico de Representação Institucional

ANAC oferece curso básico de Representação Institucional Ano 2 N 24 28 de junho de 2012 ANAC oferece curso básico de Representação Institucional Será realizado no período de 23 a 24 de julho, no Rio de Janeiro, o curso básico de Representação Institucional.

Leia mais

INFORMES SETORIAL Aeronáutica fala sobre a segurança nos céus do Brasil

INFORMES SETORIAL Aeronáutica fala sobre a segurança nos céus do Brasil INFORMES SETORIAL Aeronáutica fala sobre a segurança nos céus do Brasil A reportagem exibida na semana passada mostrava algumas falhas na comunicação entre o avião monomotor em que estava o nosso repórter

Leia mais

OBJETIVO IDENTIFICAR OS CONCEITOS DE GERENCIAMENTO DE FLUXO DE TRÁFEGO AÉREO PUBLICADOS NO AIP-BRASIL

OBJETIVO IDENTIFICAR OS CONCEITOS DE GERENCIAMENTO DE FLUXO DE TRÁFEGO AÉREO PUBLICADOS NO AIP-BRASIL CGNA AIP-BRASIL OBJETIVO IDENTIFICAR OS CONCEITOS DE GERENCIAMENTO DE FLUXO DE TRÁFEGO AÉREO PUBLICADOS NO AIP-BRASIL 2 ROTEIRO O AIP BRASIL CONCEITOS REGRAS GERAIS REGRAS ESPECÍFICAS 3 Documento básico

Leia mais

Regulação da Infraestrutura Aeroportuária

Regulação da Infraestrutura Aeroportuária Regulação da Infraestrutura Aeroportuária Walter Américo da Costa Souza Superintendente de Desenvolvimento Aeroportuário INFRAERO Sistema de Aviação Civil Indústria Aeronáutica Transporte Aéreo Aeroportos

Leia mais

BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.7 Nº 43 Brasília - DF, 26 de outubro de 2012 SUMÁRIO

BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.7 Nº 43 Brasília - DF, 26 de outubro de 2012 SUMÁRIO BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.7 Nº 43 Brasília - DF, 26 de outubro de 2012 SUMÁRIO I - DIRETORIA 1 II - ÓRGÃOS DE ASSISTÊNCIA DIRETA E IMEDIATA À DIRETORIA DA ANAC a) Gabinete b) Assessoria Parlamentar

Leia mais

Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte: Artigo único

Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte: Artigo único Decreto n.º 18/97 Acordo de Cooperação no Domínio do Turismo entre o Governo da República Portuguesa e o Governo dos Estados Unidos Mexicanos, assinado na Cidade do México em 6 de Novembro de 1996 Nos

Leia mais

Governança e arcabouço jurídico-regulatório

Governança e arcabouço jurídico-regulatório 5. Governança e arcabouço jurídico-regulatório Foto: istockphoto.com/easybuy4u Foto: istockphoto.com/ EasyBuy4u 5. Governança e arcabouço jurídico-regulatório Este capítulo está organizado em quatro partes:

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL SUBDEPARTAMENTO DE SERVIÇOS AÉREOS DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL SUBDEPARTAMENTO DE SERVIÇOS AÉREOS DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL SUBDEPARTAMENTO DE SERVIÇOS AÉREOS DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO INSTRUÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL IAC 200-1001 PLANO DE ASSISTÊNCIA

Leia mais

PROGRAMA DE SEGURANÇA OPERACIONAL ESPECÍFICO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. PSOE-ANAC

PROGRAMA DE SEGURANÇA OPERACIONAL ESPECÍFICO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. PSOE-ANAC PROGRAMA DE SEGURANÇA OPERACIONAL ESPECÍFICO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. PSOE-ANAC PROGRAMA DE SEGURANÇA OPERACIONAL ESPECÍFICO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - PSOE-ANAC. PREFÁCIO De acordo

Leia mais

BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.4 Nº 53 Brasília - DF, 30 de dezembro de 2009 SUMÁRIO

BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.4 Nº 53 Brasília - DF, 30 de dezembro de 2009 SUMÁRIO BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.4 Nº 53 Brasília - DF, 30 de dezembro de 2009 SUMÁRIO I - DIRETORIA II - ÓRGÃOS DE ASSISTÊNCIA DIRETA E IMEDIATA À DIRETORIA DA ANAC a) Gabinete b) Assessoria Parlamentar

Leia mais

SEMINÁRIO SOBRE SEGURANÇA E EFICÁCIA DE HELIPONTOS. Visão geral sobre a operação de helicópteros no espaço aéreo brasileiro

SEMINÁRIO SOBRE SEGURANÇA E EFICÁCIA DE HELIPONTOS. Visão geral sobre a operação de helicópteros no espaço aéreo brasileiro SEMINÁRIO SOBRE SEGURANÇA E EFICÁCIA DE HELIPONTOS Visão geral sobre a operação de helicópteros no espaço aéreo brasileiro ROTEIRO Operação em Plataformas Petrolíferas Corredores de Helicópteros Procedimentos

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - DIRETORIA

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - DIRETORIA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - DIRETORIA RESOLUÇÃO Nº 57, DE 10 DE OUTUBRO DE 2008: Regulamenta o processo de alocação de freqüências internacionais e de designação de empresas aéreas regulares brasileiras.

Leia mais

AEROPORTO DE SALVADOR. Caracterização do Empreendimento da 2ª 2 Pista de Pouso e Decolagem

AEROPORTO DE SALVADOR. Caracterização do Empreendimento da 2ª 2 Pista de Pouso e Decolagem Caracterização do Empreendimento da 2ª 2 Pista de Pouso e Decolagem Gerência de Planos Diretores - Sede Abril/2010 Documento de Planejamento Plano Diretor Aeroportuário rio Objetivo Definição Objetivos

Leia mais

Prevenção de Acidentes do Trabalho dos Marítimos

Prevenção de Acidentes do Trabalho dos Marítimos 1 CONVENÇÃO N. 134 Prevenção de Acidentes do Trabalho dos Marítimos I Aprovada na 55ª reunião da Conferência Internacional do Trabalho (Genebra 1970), entrou em vigor no plano internacional em 17 de fevereiro

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 255, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 255, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. RESOLUÇÃO Nº 255, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. Estabelece regras sobre a disponibilização de Informações Antecipadas sobre Passageiros (API) e do Registro de Identificação de Passageiros (PNR). A DIRETORIA

Leia mais

Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea

Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea CGNA CGNA Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea ICA 100-22 SERVIÇO DE GERENCIAMENTO DE FLUXO SERVIÇO DE GERENCIAMENTO DE FLUXO DE TRÁFEGO AÉREO ICA 100-22 SERVIÇO DE GERENCIAMENTO DE FLUXO DE TRÁFEGO

Leia mais

PROVA APLICADA ANAC CURSO DE FORMAÇÃO ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL. Agência Nacional de Aviação Civil PROVA OBJETIVA INSTRUÇÕES UNIVERSA

PROVA APLICADA ANAC CURSO DE FORMAÇÃO ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL. Agência Nacional de Aviação Civil PROVA OBJETIVA INSTRUÇÕES UNIVERSA CURSO DE FORMAÇÃO ANAC Agência Nacional de Aviação Civil ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL INSTRUÇÕES Verifique atentamente se este caderno de prova contém oitenta itens, correspondentes à prova

Leia mais

PLANO DE EMERGÊNCIA AERONÁUTICA EM AERÓDROMO

PLANO DE EMERGÊNCIA AERONÁUTICA EM AERÓDROMO 1 / 11 PLANO DE EMERGÊNCIA AERONÁUTICA EM AERÓDROMO CONTEÚDO Introdução Definições Estabelecidas em Diretriz Específica O Conclusão 2 / 11 I - INTRODUÇÃO Como a expressão "emergência aeroportuária" adquire

Leia mais

PORTARIA ANAC Nº 2457/SPO, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014.

PORTARIA ANAC Nº 2457/SPO, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014. PORTARIA ANAC Nº 2457/SPO, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014. Define e torna pública a qualificação dos instrutores dos cursos de PPA, PPH, PCA, PCH, PLA-A, PLA-H, INVA, IFR, PAGA, PAGH, CMV, -CEL, -GMP, -AVI e

Leia mais

Proposta de alteração do RBAC 135 (Minuta de proposta de alteração do RBAC 135)

Proposta de alteração do RBAC 135 (Minuta de proposta de alteração do RBAC 135) RBAC 135 EMD 03 RBAC 135 EMD 04 para consulta pública SUBPARTE A SUBPARTE A GERAL GERAL 135.1 Aplicabilidade 135.1 Aplicabilidade (a) Este regulamento estabelece regras que regem: (a) Este regulamento

Leia mais

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N DE 2012 (Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame)

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N DE 2012 (Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame) REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N DE 2012 (Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame) Requer informações ao Ministro da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República no âmbito da Agência Nacional de Aviação

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 97, DE 9 DE JUNHO DE 1999. Dispõe sobre as normas gerais para a organização, o preparo e o emprego das Forças Armadas.

LEI COMPLEMENTAR Nº 97, DE 9 DE JUNHO DE 1999. Dispõe sobre as normas gerais para a organização, o preparo e o emprego das Forças Armadas. LEI COMPLEMENTAR Nº 97, DE 9 DE JUNHO DE 1999 Dispõe sobre as normas gerais para a organização, o preparo e o emprego das Forças Armadas. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta

Leia mais

Tarifas Aeroportuárias e ATAERO. Uma proposta de destinação de parte destes recursos financeiros ao fomento do potencial turístico nacional

Tarifas Aeroportuárias e ATAERO. Uma proposta de destinação de parte destes recursos financeiros ao fomento do potencial turístico nacional Tarifas Aeroportuárias e ATAERO Uma proposta de destinação de parte destes recursos financeiros ao fomento do potencial turístico nacional Tarifas Aeroportuárias - legislação Criação de Tarifas Aeroportuárias

Leia mais

Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias. O que ainda há por fazer

Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias. O que ainda há por fazer Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias O que ainda há por fazer Conteúdo A Agenda da Indústria do Transporte Aéreo Resultados Já Alcançados Os Próximos Candidatos As Necessidades de Cada Um Congonhas

Leia mais

27 a CONFERÊNCIA SANITÁRIA PAN-AMERICANA 59 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

27 a CONFERÊNCIA SANITÁRIA PAN-AMERICANA 59 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 27 a CONFERÊNCIA SANITÁRIA PAN-AMERICANA 59 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, 1-5 de outubro de 2007 Tema 4.7 da agenda

Leia mais

Objetivos da Apresentação; Introdução; Proposta de criação do BIAC: O que um BIAC faz?

Objetivos da Apresentação; Introdução; Proposta de criação do BIAC: O que um BIAC faz? Proposta de Criação e Gerenciamento do documento Boletim Informativo de Aeronavegabilidade Continuada BIAC Ph.D. Eng. Renato Crucello Passos Grupo de Aeronavegabilidade Continuada PAC Agência Nacional

Leia mais

.: DAI - Divisão de Atos Internacionais

.: DAI - Divisão de Atos Internacionais .: DAI - Divisão de Atos Internacionais DECRETO Nº 51.605, DE 28 DE NOVEMBRO DE 1962. Promulga o Acôrdo sôbre Transportes Aéreos entre os Estados Unidos do Brasil e o Japão, assinado no Rio de Janeiro,

Leia mais

Release Geral. Pará sedia voo inédito no Brasil e nas Américas

Release Geral. Pará sedia voo inédito no Brasil e nas Américas Release Geral Assunto: Voo Atlantik Solar Data: 09 de outubro de 15 Contato: Assessoria de Imprensa Elen Néris - (91) 9 8136-0707 / 3205-6515 Pará sedia voo inédito no Brasil e nas Américas Veículo aéreo

Leia mais

Gerenciamento da Segurança Operacional GSO. Conceitos

Gerenciamento da Segurança Operacional GSO. Conceitos Gerenciamento da Segurança Operacional GSO Conceitos 1º SEMINÁRIO SOBRE SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL ANAC - 05/12/2008 1 Objetivos Identificar conceitos de gerenciamento

Leia mais

Medida Provisória 652: Novo cenário para a Aviação Regional. Ana Cândida de Mello Carvalho amcarvalho@tozzinifreire.com.br

Medida Provisória 652: Novo cenário para a Aviação Regional. Ana Cândida de Mello Carvalho amcarvalho@tozzinifreire.com.br Medida Provisória 652: Novo cenário para a Aviação Regional Ana Cândida de Mello Carvalho amcarvalho@tozzinifreire.com.br Sumário 1. Dados da SAC sobre o Setor Aeroportuário 2. Plano Geral de Outorgas

Leia mais

C I R C U L A R D E I N F O R M A Ç Ã O A E R O N Á U T I C A PORTUGAL

C I R C U L A R D E I N F O R M A Ç Ã O A E R O N Á U T I C A PORTUGAL INSTITUTO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL, I.P. C I R C U L A R D E I N F O R M A Ç Ã O A E R O N Á U T I C A PORTUGAL INFORMAÇÃO AERONÁUTICA Aeroporto da Portela / 1749-034 Lisboa Telefone: 218423502 / Fax:

Leia mais

COMITÊ INTERAMERICANO CONTRA O TERRORISMO (CICTE)

COMITÊ INTERAMERICANO CONTRA O TERRORISMO (CICTE) COMITÊ INTERAMERICANO CONTRA O TERRORISMO (CICTE) DÉCIMO PERÍODO ORDINÁRIO DE SESSÕES OEA/Ser.L/X.2.10 17 a 19 de março de 2010 CICTE/DEC.1/10 Washington, D.C. 19 março 2010 Original: inglês DECLARAÇÃO

Leia mais

ANEXO II INFORMAÇÕES TÉCNICAS DE REFERÊNCIA

ANEXO II INFORMAÇÕES TÉCNICAS DE REFERÊNCIA CHAMAMENTO PÚBLICO PROCEDIMENTO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE N o 001/CISCEA/2015 ANEXO II INFORMAÇÕES TÉCNICAS DE REFERÊNCIA PMI - GESTÃO DE REDE DE CUNICAÇÕES INTEGRADA DO CAER (GRCIC) 2 Concepção Operacional

Leia mais

Formação e Capacitação de Pessoas na Infraero

Formação e Capacitação de Pessoas na Infraero Formação e Capacitação de Pessoas na Infraero Desafios, Necessidades e Perspectivas da Formação e Capacitação de Recursos Humanos na Área Aeronáutica (Senado Federal Comissão de Serviços de Infraestrutura)

Leia mais

(Texto relevante para efeitos do EEE)

(Texto relevante para efeitos do EEE) 30.9.2014 L 284/9 REGULAMENTO DE EXECUÇÃO (UE) N. o 1029/2014 DA COMISSÃO de 26 de setembro de 2014 que altera o Regulamento (UE) n. o 73/2010 da Comissão, que estabelece os requisitos aplicáveis à qualidade

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO E ANÁLISE DE DADOS DE VÔO (PAADV)

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO E ANÁLISE DE DADOS DE VÔO (PAADV) PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO E ANÁLISE DE DADOS DE VÔO (PAADV) 20 DEZ 2004 PORTARIA DE APROVAÇÃO MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA DAC N o 1204/STE, DE 26

Leia mais

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011 Apresentação ao Senado Federal Audiência Pública Conjunta das Comissões de * Serviços de Infraestrutura * Desenvolvimento Regional e Turismo * Assuntos Econômicos * Meio Mi Ambiente, Df Defesa do Consumidor

Leia mais

Gerenciamento de Riscos em Projetos de Aerolevantamentos Etapa Captura de Dados (SAE Serviço Aéreo Especializado)

Gerenciamento de Riscos em Projetos de Aerolevantamentos Etapa Captura de Dados (SAE Serviço Aéreo Especializado) Gerenciamento de Riscos em Projetos de Aerolevantamentos Etapa Captura de Dados (SAE Serviço Aéreo Especializado) O Gerenciamento de Riscos é uma das áreas contidas no Gerenciamento de Projetos, e uma

Leia mais

PRINCIPAIS DÚVIDAS EM RELAÇÃO AOS DIREITOS E DEVERES DO PASSAGEIRO:

PRINCIPAIS DÚVIDAS EM RELAÇÃO AOS DIREITOS E DEVERES DO PASSAGEIRO: PRINCIPAIS DÚVIDAS EM RELAÇÃO AOS DIREITOS E DEVERES DO PASSAGEIRO: 1. O que é preterição de embarque? A preterição de embarque (embarque não realizado por motivo de segurança operacional, substituição

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Deputado Celso Russomanno)

REQUERIMENTO. (Do Sr. Deputado Celso Russomanno) REQUERIMENTO (Do Sr. Deputado Celso Russomanno) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, relativo à criação de órgão civil para controle do tráfego aéreo. Senhor Presidente: Nos termos do art. 113,

Leia mais

Anexo I - Cronograma de Eventos Realizados

Anexo I - Cronograma de Eventos Realizados Anexo I - Cronograma de Eventos Realizados EVENTO DE CAPACITAÇÃO PROGRAMA PERMANENTE DE CAPACITAÇÃO ÁREA DEMANDANTE STATUS DO EVENTO DATA DE INÍCIO (PRESENCIAL) DATA DE TÉRMINO (PRESENCIAL) DATA DE INÍCIO

Leia mais

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL Título: REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 11 EMENDA nº 00 PROCEDIMENTOS E NORMAS GERAIS PARA A ELABORAÇÃO DE REGRAS E EMENDAS AOS REGULAMENTOS BRASILEIROS DA AVIAÇÃO CIVIL Aprovação: Resolução

Leia mais

A GESTÃO DO SIPAER NO ATUAL CONTEXTO DA AVIAÇÃO BRASILEIRA. 1

A GESTÃO DO SIPAER NO ATUAL CONTEXTO DA AVIAÇÃO BRASILEIRA. 1 158 Artigo Científico A GESTÃO DO SIPAER NO ATUAL CONTEXTO DA AVIAÇÃO BRASILEIRA. 1 Artigo submetido em 14/04/2011. Aceito para publicação em 04/05/2011. Carlos Antônio Motta de Souza 2 RESUMO: A presente

Leia mais

Currículos. 1. Membros do Conselho de Administração. 1.1. Administradores Executivos. 1.1.1. Presidente CA Luís Filipe Ottolini Coimbra

Currículos. 1. Membros do Conselho de Administração. 1.1. Administradores Executivos. 1.1.1. Presidente CA Luís Filipe Ottolini Coimbra Currículos 1. Membros do Conselho de Administração 1.1. Administradores Executivos 1.1.1. Presidente CA Luís Filipe Ottolini Coimbra Ano de Nascimento: 1944 - Licenciatura em Engenharia Aeronáutica e Mecânica

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA Nº 602/GC-5, DE 22 DE SETEMBRO DE 2000. Estabelece os procedimentos para a aplicação e para a cobrança das Tarifas

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA PROTEÇÃO AO VOO CIRPV 63-4

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA PROTEÇÃO AO VOO CIRPV 63-4 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA PROTEÇÃO AO VOO CIRPV 63-4 PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS REFERENTES À DIFUSÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE CINZAS VULCÂNICAS 2009 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA

Leia mais

ANEXO À PORTARIA Nº 2975, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2014. AGENDA REGULATÓRIA DA ANAC PARA O BIÊNIO 2015-2016

ANEXO À PORTARIA Nº 2975, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2014. AGENDA REGULATÓRIA DA ANAC PARA O BIÊNIO 2015-2016 ANEXO À PORTARIA Nº 2975, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2014. AGENDA REGULATÓRIA DA ANAC PARA O BIÊNIO 2015-2016 de Tema Certificação basea em performance para organizações de projeto de aeronaves. Atualização

Leia mais

AÇÃO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL: Belo Horizonte Dezembro de 2012

AÇÃO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL: Belo Horizonte Dezembro de 2012 AÇÃO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL: Belo Horizonte Dezembro de 2012 A implantação do SGSO nos Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil Objetivos Esclarecer sobre o processo de confecção do Manual de Gerenciamento

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL PROPOSTA DE EMENDA 04 AO REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL Nº 34 RBAC 34, INTITULADO REQUISITOS PARA DRENAGEM DE COMBUSTÍVEL E EMISSÕES DE ESCAPAMENTO DE AVIÕES

Leia mais

O Período da Diplomacia no Ar e a Segurança de Voo no Sistema de Aviação Civil

O Período da Diplomacia no Ar e a Segurança de Voo no Sistema de Aviação Civil 1 O Período da Diplomacia no Ar e a Segurança de Voo no Sistema de Aviação Civil Maria Bernadete Miranda 1 A Convenção de Paris aconteceu em 1919, em Versalhes, na França e deu origem à Comissão Internacional

Leia mais

Relatório de Atividades

Relatório de Atividades Relatório de Atividades 2 0 13 Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) DIRETORES EM EXERCÍCIO Diretor-Presidente Marcelo Pacheco dos Guaranys Diretor de Operações de Aeronaves Carlos Eduardo Magalhães

Leia mais

Certificação da FAA: um profundo compromisso com a segurança

Certificação da FAA: um profundo compromisso com a segurança Informativo Boeing Commercial Airplanes P.O. Box 3707 MC 03-XW Seattle, Washington 98124-2207 www.boeing.com Certificação da FAA: um profundo compromisso com a segurança A Boeing projeta e fabrica aeronaves

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS FCA 58-1

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS FCA 58-1 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS FCA 58-1 PANORAMA ESTATÍSTICO DA AVIAÇÃO CIVIL BRASILEIRA EM 212 213 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 118/CENIPA/2011

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 118/CENIPA/2011 COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 118/CENIPA/2011 OCORRÊNCIA: AERONAVE: MODELO: ACIDENTE PT-HHV 206B DATA: 01 DEZ 2003 ADVERTÊNCIA

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - 032/CENIPA/2013 OCORRÊNCIA: AERONAVE: MODELO: DATA: ACIDENTE PT-OID 310R 26FEV2010 ADVERTÊNCIA Conforme

Leia mais

ANAC realiza Seminário sobre Qualidade de Serviços Aeroportuários

ANAC realiza Seminário sobre Qualidade de Serviços Aeroportuários Ano 3 N 37 13 de agosto de 2013 ANAC realiza Seminário sobre Qualidade de Serviços Aeroportuários A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) realizará, em parceria com o Governo dos Estados Unidos da América

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA TRÁFEGO AÉREO

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA TRÁFEGO AÉREO MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA TRÁFEGO AÉREO CARTA DE ACORDO OPERACIONAL ENTRE O CONTROLE DE APROXIMAÇÃO DE BELO HORIZONTE (APP-BH), TORRE DE CONTROLE DE AERÓDROMO DE BELO HORIZONTE (TWR-BH),

Leia mais

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR-IS IS Nº 120-001 Revisão B

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR-IS IS Nº 120-001 Revisão B s INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR-IS IS Nº 120-001 Aprovação: Portaria nº 7, de 2 de janeiro de 2014, publicada no Diário Oficial da União de 3 de janeiro de 2014, Seção 1, página 2. Assunto: Programa de Manutenção

Leia mais