TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº /98 ACÓRDÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.884/98 ACÓRDÃO"

Transcrição

1 TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº /98 ACÓRDÃO Moto-aquática VIPER. Colisão com altos fundos de corais, resultando em lesões corporais nos dois ocupantes, adolescentes inabilitados, e em avarias na embarcação. Utilização imprópria da moto-aquática, em desacordo com a legislação que rege a matéria. Imprudência. Condenação do locador e do locatário. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos. Consta que, no dia 28 de janeiro de 1998, cerca das 10:00h, a moto-aquática VIPER, de propriedade de Sebastião Caetano Augusto, foi alugada, por Fernando Jorge Cardoso Teixeira, motonauta, a Marcelo Alexandre França, não habilitado, e utilizada pelos menores não habilitados Darlan Borges Sandes, de 13 anos, e Valdemar Miranda da Silva, de 15 anos, passando a ser conduzida pelo primeiro, nas proximidades da praia de Castelhanos, Município de Anchieta, tendo o mesmo perdido o controle da embarcação, terminando por colidir com altos fundos de corais, resultando do acidente lesões corporais nos dois menores supracitados e avarias na moto-aquática. No inquérito instaurado pela Agência da Capitania dos Portos do Estado do Espírito Santo, em Guarapari, foram ouvidas cinco testemunhas. Delcy Campos Borges, mãe do menor Darlan Borges Sandes, que conduzia a moto-aquática, declarou que desconhecia a obrigatoriedade de habilitação para conduzir moto-aquática, motivo pelo qual autorizou seu filho a alugar uma. Acrescentou que cabia ao proprietário impedir o uso por menores inabilitados. Declarou, ainda, que seu filho fazia uso de colete salva-vidas, sendo que era a primeira vez que utilizava uma moto-aquática.

2 Marcelo Alexandre França, padrasto do menor Darlan Borges Sandes, declarou que assinou um termo de responsabilidade referente aos aluguéis de duas motos-aquáticas e que não foi exigido, por parte dos locadores, carteira de habilitação. Fernando Jorge Cardoso Teixeira, locador da moto-aquática VIPER, declarou que não se encontrava no local por ocasião do acidente e que não autorizava a locação a pessoas inabilitadas. Acrescentou que a moto-aquática foi locada por um rapaz, de nome Cláudio, que ajudava o locador. Cláudio Geraldo Orcini, declarou que tinha como função orientar as pessoas que alugavam as motos-aquáticas, no tocante ao manuseio das mesmas. Acrescentou que não conhecia qualquer norma sobre a utilização de moto-aquática e que a autorização para que a vítima pilotasse a moto-aquática VIPER foi dada por um auxiliar de nome Flávio. Juntada aos autos cópia de termo de responsabilidade assinado por Marcelo Alexandre França, relativo ao aluguel da moto-aquática VIPER. Acostados aos autos outros documentos de praxe. Laudo de exame pericial indireto, ilustrado com fotografias da moto-aquática VIPER após o acidente, atesta que contribuiu para o acidente a falta de experiência do menor condutor, que não era habilitado. O encarregado do inquérito, em seu relatório, apontou como possíveis responsáveis diretos pelo acidente da navegação Sebastião Caetano Augusto e Fernando Jorge Cardoso Teixeira, proprietário e locador da moto-aquática VIPER respectivamente, que não estavam presentes no local de locação, atribuindo a terceiros a condução do negócio; e como responsável indireto, apontou Marcelo Alexandre França, padrasto da vítima, que ao alugar a embarcação, não exerceu autoridade suficiente sobre o menor Darlan, permitindo que ele conduzisse a moto-aquática. A Douta Procuradoria representou contra Darlan Borges Sandes, menor de 13 anos, representado por seu padrasto Marcelo Alexandre França, que conduzia a 2

3 moto-aquática VIPER ; Sebastião Caetano Augusto, proprietário da moto-aquática VIPER ; e Fernando Jorge Cardoso Teixeira, locador da moto-aquática VIPER, com fulcro no artigo 14, letra a (colisão), e artigo 15, letra e (todos os fatos), ambos da Lei nº 2.180/54, fundamentando de acordo com as conclusões do inquérito. O Juiz-Relator determinou o retorno dos autos à Douta Procuradoria para excluir da peça acusatória o menor Darlan Borges Sandes e incluir na mesma Marcelo Alexandre França, que alugou a moto-aquática, sem ser habilitado, e permitiu que o supramencionado menor a conduzisse, fator configurador de forte indício de conduta culposa do mesmo no evento. A Douta Procuradoria cumpriu a decisão do Juiz-Relator. Os representados não apresentam antecedentes no Tribunal Marítimo. Citados, Marcelo Alexandre França foi defendido por advogado legalmente constituído, enquanto Sebastião Caetano Augusto e Fernando Jorge Cardoso Teixeira permaneceram revéis, sendo-lhes designados Defensores Públicos da União. A defesa de Marcelo Alexandre França alega que o representado locou a moto-aquática, sem ser habilitado, mas em momento algum a conduziu, portanto, não cometeu qualquer ato ilícito. Alega, ainda, que o representado estava iniciando relacionamento afetivo com a mãe do menor que conduzia a embarcação por ocasião do acidente, e não tinha, portanto, qualquer autoridade sobre uma criança, cujo pai havia falecido há quatro meses, conforme prova o atestado de óbito em anexo. Acrescenta que foi surpreendido, enquanto terminava as formalidades para a locação, pelos adolescentes, que sem qualquer permissão, passaram a conduzir a embarcação, que, sem controle, colidiu com as pedras. A defesa de Fernando Jorge Cardoso Teixeira, alega que, no dia 28 de janeiro de 1998, enquanto o locatário apresentava os documentos necessários para o aluguel da moto-aquática, seu enteado, um adolescente curioso, colocou o salva-vidas, e pediu ao 3

4 instrutor que lhe mostrasse o funcionamento da embarcação, tendo o instrutor, sem maldade, saneado a curiosidade do menor. Porém, para sua surpresa e de todos os presentes, o menor lhe disse quem vai pilotar sou eu. Tal afirmação foi feita de forma autoritária, tendo o menor ligado imediatamente a embarcação, saindo para o mar, ocasionando o acidente. A defesa de Sebastião Caetano Augusto alega que o representado apesar de proprietário da moto-aquática VIPER, não tinha qualquer participação no gerenciamento do negócio de locação, que estava a cargo de Fernando Jorge Cardoso Teixeira. Na fase de instrução, nenhuma prova foi produzida. Em alegações finais, manifestaram-se a Douta Procuradoria e a Douta Defensoria Pública da União. Analisando-se as provas dos autos, verifica-se que, na manhã de 28 de janeiro de 1998, a moto-aquática VIPER, que se encontrava sob a responsabilidade de Fernando Jorge Cardoso Teixeira, foi locada a Marcelo Alexandre França, que, no ato, não apresentou documento comprovador de habilitação, tendo o procedimento, portanto, agredido os ditames do artigo 347, parágrafo único, alínea d, do Regulamento para Tráfego Marítimo RTM e o item 0301, alínea e, da Portaria nº 0056, de 11 de dezembro de 1995, da Diretoria de Portos e Costas DPC, que, inclusive, também, estabelece idade mínima de 16 anos para condução de moto-aquática. Ao alugar a embarcação, Marcelo Alexandre França assinou termo de responsabilidade, fls. 39, ocasião em que, sem dúvida, passou a ter conhecimento da necessidade de habilitação para condução de motos-aquáticas e da vedação legal de condução por menor de 16 anos, mas, ainda assim, entregou a embarcação nas mãos inábeis dos adolescentes Darlan Borges Sandes, de 13 anos e Valdemar Miranda da Silva, de 15 anos. 4

5 As irregularidades supramencionadas se evidenciaram, quando o adolescente Darlan Borges Sandes, que não tinha conhecimento de como conduzir uma moto-aquática, embarcação de demanda muito cuidado, tendo em vista as altas velocidades que pode desenvolver, tendo a bordo o adolescente Valdemar Miranda da Silva, perdeu o controle da moto-aquática VIPER, que terminou por colidir com altos fundos de corais, resultando do evento lesões corporais nos dois ocupantes e avaria na embarcação. Não se vislumbra provas concretas de participação culposa do proprietário da moto-aquática VIPER, Sebastião Caetano Augusto, nas ocorrências que deram origem ao presente processo, pois quem efetivamente controlava a atividade de locação da embarcação era Fernando Jorge Cardoso Teixeira. Conclui-se que procedem em parte os termos da representação da Douta Procuradoria, já que o acidente e fato da navegação caracterizado pelo colisão da moto-aquática VIPER com altos fundos de corais, nas proximidades da praia de Castelhanos, município de Anchieta/ES, resultando em lesões corporais nos dois ocupantes, adolescentes inabilitados, Darlan Borges Sandes e Valdemar Miranda da Silva, e em avarias na embarcação, tiveram como causa determinante a utilização imprópria da moto-aquática, em desacordo com a legislação que rege a matéria, ficando configuradas as condutas imprudentes de Fernando Jorge Cardoso Teixeira, locador e de Marcelo Alexandre França, locatário, razão pela qual devem ser responsabilizados. No que se refere ao proprietário da embarcação, Sebastião Caetano Augusto, deve ser o mesmo exculpado, pois não teve participação culposa nas ocorrências que ensejaram o processo em apreciação. Assim, A C O R D A M os Juízes do Tribunal Maritimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente e fato: colisão com altos fundos de corais, resultando em lesões corporais nos dois ocupantes, adolescentes inabilitados, e em avarias na 5

6 embarcação; b) quanto à causa determinante: utilização imprópria de moto-aquática, em desacordo com a legislação que rege a matéria; c) decisão: julgar o acidente da navegação capitulado no artigo 14, letra a, da Lei nº 2.180/54, e o fato da navegação previsto no artigo 15, letra e, do mesmo diploma legal, como decorrente de imprudência de Fernando Jorge Cardoso Teixeira, locador e Marcelo Alexandre França, locatário, condenando-os à pena de multa de R$ 500,00 (quinhentos reais), para cada um, de acordo com o artigo 121, inciso VII, da Lei nº 2.180/54, com a redação dada pela Lei nº 8.969/94. Custas na forma da lei. Honorários do Defensor Público da União no mínimo legal. Exculpar: Sebastião Caetano Augusto, proprietário da embarcação. P. C. R. Rio de Janeiro, RJ, em 11 de maio de LUIZ CARLOS DE ARAÚJO SALVIANO MÁRIO AUGUSTO DE CAMARGO OZÓRIO Vice-Almirante (RRm) 6

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.116/99 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.116/99 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.116/99 ACÓRDÃO Moto-aquática não identificada X flutuante tipo BANANA BOAT, rebocado pela moto-aquática SPX-I. Abalroação resultando em lesões corporais de natureza grave

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.230/01 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.230/01 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.230/01 ACÓRDÃO Comboio integrado R/M ARENA III / Balsas NAVEZON 53, NAVEZON 25 e NBI X Canoa motorizada sem nome. Abalroação resultando em naufrágio da canoa, com posterior

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.043/00 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.043/00 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.043/00 ACÓRDÃO Veleiro NIGHT JAR. Encalhe em banco de areia, resultando em naufrágio com perda total da embarcação, sem vítimas. Tráfego da embarcação em região de bancos,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.994/98 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.994/98 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.994/98 ACÓRDÃO N/M BETELGEUSE. Não configurada a ocorrência de acidente e/ou fato da navegação elencados na Lei nº 2.180/54. Infração ao artigo 378 do RTM. Arquivamento.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.821/2000 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.821/2000 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.821/2000 ACÓRDÃO Moto-aquática SP 2318-01 X flutuante tipo banana boat, rebocado pela L/M KATITA. Abalroação resultando em lesões corporais em dois ocupantes do flutuante.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.874/06 ACÓRDÃO Canoa sem nome. Naufrágio de embarcação a remo com exposição a risco da referida embarcação e das vidas e fazendas de bordo, provocando a morte de uma passageira

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 0 20.018/02 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 0 20.018/02 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 0 20.018/02 ACÓRDÃO N/M "ASTERI". Morte de trabalhador em operação de raspagem no casco de navio mercante quando em faina de mergulho no porto de Sepetiba, RJ. Condenação.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.446/03 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.446/03 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.446/03 ACÓRDÃO B/P DOM ISAAC V. Abordagem de barco pesqueiro em plena viagem por pessoas desconhecidas que roubaram toda a carga. Delito cuja materialidade foi comprovada,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.897/2002 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.897/2002 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.897/2002 ACÓRDÃO L/M CAVITOS. Impropriedade da embarcação para o serviço em que era utilizada e empregada para prática de ato ilícito previsto em lei como crime (descaminho).

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.183/99 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.183/99 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.183/99 ACÓRDÃO Lancha de passageiros COMDUSA XII. Queda de passageira a bordo, provocando-lhe ferimentos graves, com fraturas múltiplas no ombro. Desequilíbrio sofrido

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 19.663/01 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 19.663/01 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 19.663/01 ACÓRDÃO Aerobarco FLECHA DE IPANEMA e Chata DIALCAR II. Abalroação entre aerobarco e comboio formado por rebocador e chata, provocando avarias na proa do aerobarco,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP//MDG PROCESSO Nº. 22.804/07 ACORDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP//MDG PROCESSO Nº. 22.804/07 ACORDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP//MDG PROCESSO Nº. 22.804/07 ACORDÃO Catamarã TURISMANDO. Avaria deixando a embarcação à deriva. Deficiência de manutenção. Condenação. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/MDG PROCESSO Nº 21.096/04 ACÓRDÃO. N/M ICE FLAKE. Arribada para reparos, forçada e injustificada. Condenação

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/MDG PROCESSO Nº 21.096/04 ACÓRDÃO. N/M ICE FLAKE. Arribada para reparos, forçada e injustificada. Condenação TRIBUNAL MARÍTIMO JP/MDG PROCESSO Nº 21.096/04 ACÓRDÃO N/M ICE FLAKE. Arribada para reparos, forçada e injustificada. Condenação Vistos, relatados e discutidos os presentes autos. No dia 03/06/04, cerca

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 20.113/02 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 20.113/02 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 20.113/02 ACÓRDÃO Jangada "CARINA". Emborcamento quando navegava a 05 milhas da praia de Ponta Negra, Natal, RN. Sem vítimas. Condenação. Vistos, relatados e discutidos os

Leia mais

: Ministério Público do Distrito Federal e Territórios Relatora Desa. : EUTÁLIA COUTINHO

: Ministério Público do Distrito Federal e Territórios Relatora Desa. : EUTÁLIA COUTINHO Órgão : Segunda Turma Criminal Classe : APR Apelação Criminal Nº. Processo : 2000.01.1.047761-5 Apelante : Carlos Flávio Rodrigues Freitas Apelado : Ministério Público do Distrito Federal e Territórios

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 0 18.880/00 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 0 18.880/00 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 0 18.880/00 ACÓRDÃO B/M LUANA. Naufrágio de embarcação provocando vítimas fatais e desaparecimento de passageiros. Causa, manobra brusca de embarcação ocasionando o deslocamento

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº. 22.902/07 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº. 22.902/07 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº. 22.902/07 ACÓRDÃO Embarcação sem nome. Emborcamento quando navegava no rio Paraná do Manaquiri, AM, com danos materiais e uma vítima fatal. Condenação. Vistos, relatados

Leia mais

Contestação do trabalhador às folhas 85/89. Reconvenção do trabalhador às folhas 90/98.

Contestação do trabalhador às folhas 85/89. Reconvenção do trabalhador às folhas 90/98. A C Ó R D Ã O 6ª TURMA JUSTA CAUSA. MAU PROCEDIMENTO. CONFIGURAÇÃO. Ficando comprovado o uso indevido de correio eletrônico corporativo com envio de mensagem de conteúdo pornográfico, contrariando norma

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.093/2000 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.093/2000 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.093/2000 ACÓRDÃO Comboio Integrado pelas Chatas TQ-61 / TQ-38 com o empurrador TQ-25 e o batelão areeiro ER-II. Abalroação provocando avarias e o naufrágio parcial do batelão,

Leia mais

ANUÁRIO DE JURISPRUDÊNCIA 485 PROCESSO N 15.296/93 ACÓRDÃO

ANUÁRIO DE JURISPRUDÊNCIA 485 PROCESSO N 15.296/93 ACÓRDÃO ANUÁRIO DE JURISPRUDÊNCIA 485 PROCESSO N 15.296/93 ACÓRDÃO N/M "CLIPPER SANTOS. Processo de fratura da solda no ponto de fixação de barra de ferro componente da guia do cabo de laborar do guindaste n 02,

Leia mais

1/6 TRIBUNAL MARÍTIMO JP/FAL PROCESSO Nº 20.643/03 ACÓRDÃO

1/6 TRIBUNAL MARÍTIMO JP/FAL PROCESSO Nº 20.643/03 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/FAL PROCESSO Nº 20.643/03 ACÓRDÃO N/M SOTIRIA. Quedas de carga n água, sacaria de açúcar, com sua perda, durante operação de carregamento, junto ao armazém nº 11 do porto de Santos,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.855/2000 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.855/2000 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.855/2000 ACÓRDÃO B/P DONA NORIS. Interceptação e apresamento de pesqueiro venezuelano por prática de pesca não autorizada na zona econômica exclusiva brasileira, aplicação

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº 23.325/08 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº 23.325/08 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº 23.325/08 ACÓRDÃO Embarcação sem nome. Colisão com banhista na praia Mar de Minas, represa de Três Marias, no município de Três Marias, MG, com vítima. Arquivamento.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº 21.462/05 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº 21.462/05 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº 21.462/05 ACÓRDÃO B/P CANADÁ. Naufrágio, quando adentrava na barra do rio Mampituba, município de Torres, SC, com danos materiais, sem vítimas. Condenação. Vistos, relatados

Leia mais

EXTRATO DA SESSÃO DE JULGAMENTO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO SANCIONADOR CVM Nº RJ2009/9443

EXTRATO DA SESSÃO DE JULGAMENTO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO SANCIONADOR CVM Nº RJ2009/9443 EXTRATO DA SESSÃO DE JULGAMENTO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO SANCIONADOR CVM Nº RJ2009/9443 Acusados: Delta Hedge Empreendimentos e Consultoria Econômico-Financeira Ltda. Ementa: Não observância aos limites

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.065/04 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.065/04 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.065/04 ACÓRDÃO B/P TOCANTINS. Trumatismo sofrido por pescador que caiu no convés principal. Sendo a causa determinante provável descuido da própria vítima. Arquivamento.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 20.561/03 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 20.561/03 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 20.561/03 ACÓRDÃO B/M VOVÔ ORLANDO CIDADE. Queda de tripulante na água, estando a embarcação atracada, da prancha de embarque/desembarque, colocada conforme os usos e costumes,

Leia mais

1008012-70.2013.8.26.0053 - lauda 1

1008012-70.2013.8.26.0053 - lauda 1 fls. 388 SENTENÇA Processo Digital nº: 1008012-70.2013.8.26.0053 Classe - Assunto Requerente: Requerido: Ação Civil Pública - Violação aos Princípios Administrativos 'MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.911/2000 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.911/2000 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.911/2000 ACÓRDÃO B/M JOSILANDE. Água aberta seguida de naufrágio com perda total da embarcação e sua carga. Não houve acidentes pessoais e/ou danos ao meio ambiente marinho.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.281/01 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.281/01 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.281/01 ACÓRDÃO B/P BRUCUTU. Naufrágio com perda total e vítimas fatais. Condenação. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos. Trata-se de analisar o naufrágio

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.726/05 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.726/05 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.726/05 ACÓRDÃO Catamarã JUMBO CAT II. Colisão de catamarã com pedras, seguida de encalhe, provocando avarias na embarcação, sem ocorrência de vítimas. Avaria sofrida no

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 25.923/11 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 25.923/11 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 25.923/11 ACÓRDÃO Moto aquática FEIO II e L/M PAPA LÉGUAS II. Exposição a risco que se materializou em abalroamento e no óbito de duas pessoas. Moto aquática imprópria

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 25.684/11 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 25.684/11 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 25.684/11 ACÓRDÃO Canoa sem nome não inscrita. Naufrágio durante brincadeira dos passageiros. Embarcação desprovida de material de salvatagem. Condução por pessoa sem

Leia mais

VI CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO DE JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 20ª REGIÃO

VI CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO DE JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 20ª REGIÃO PROVA PRÁTICA - 3ª FASE (SENTENÇA) INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS PARA A ELABORAÇÃO DA SENTENÇA: 1. A partir do relatório apresentado, que se constitui no próprio enunciado da prova, o candidato deverá elaborar

Leia mais

Coordenadoria da Moralidade Administrativa INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12/CMA/2008 ÁREA: ADMINISTRAÇÃO DIRETA, FUNDOS E FUNDAÇÕES DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ

Coordenadoria da Moralidade Administrativa INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12/CMA/2008 ÁREA: ADMINISTRAÇÃO DIRETA, FUNDOS E FUNDAÇÕES DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12/CMA/2008 ÁREA: ADMINISTRAÇÃO DIRETA, FUNDOS E FUNDAÇÕES DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ ASSUNTO: INSTRUMENTO NORMATIVO HISTÓRICO DELIBERAÇÃO VIGÊNCIA PROTOCOLO Nº DESCRIÇÃO Nº DATA A PARTIR

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO WM/SCB PROCESSO Nº 23.020/07 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO WM/SCB PROCESSO Nº 23.020/07 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO WM/SCB PROCESSO Nº 23.020/07 ACÓRDÃO L/M ILSA-MAR. Queda na água de condutor de lancha, provocando-lhe lesões leves. Falha do condutor da lancha na operação do motor da embarcação. Imperícia.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO - 4ª REGIÃO RIO GRANDE DO SUL Fl. 1. 4ª Vara do Trabalho de Novo Hamburgo

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO - 4ª REGIÃO RIO GRANDE DO SUL Fl. 1. 4ª Vara do Trabalho de Novo Hamburgo Fl. 1 Processo: 0000928-90.2011.5.04.0304 Natureza: Reclamatória-Ordinário Origem: Reclamante: Alissandro da Soller Reclamada: Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo- FSNH VISTOS, ETC. Alissandro da

Leia mais

Nas fls. 63/66; 68/69; 72; 78/79, foram ouvidas as denunciantes e as

Nas fls. 63/66; 68/69; 72; 78/79, foram ouvidas as denunciantes e as PARECER N.º 14.062 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO ADMINISTRATIVO-DISCIPLINAR. FUNCIONÁRIO PÚBLICO AUXILIAR PREVIDENCIÁRIA ACUSADA DE SOLICITAR EMPRÉSTIMO À PENSIONISTA, BEM COMO RECEBER EM SUA CONTA

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.438/2003 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.438/2003 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.438/2003 ACÓRDÃO Lancha "FARUSCA". Explosão seguida de incêndio. Causa não apurada. Arquivamento. Vistos os presentes autos. Consta dos Autos que, no dia 13 outubro de

Leia mais

DECRETO Nº 38256 DE 10 DE JANEIRO DE 2014

DECRETO Nº 38256 DE 10 DE JANEIRO DE 2014 DECRETO Nº 38256 DE 10 DE JANEIRO DE 2014 Institui e altera procedimentos referentes à sindicância administrativa, e dá outras providências. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso das atribuições

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL Nº 0489078-15.2012.8.19.0001 APELANTE: SKY BRASIL SERVIÇOS LTDA. APELADO: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RELATORA:

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 26.186/11 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 26.186/11 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 26.186/11 ACÓRDÃO Plataforma NOBLE THERALD MARTIN. Acidente de trabalho a bordo, vítima não fatal. Desequilíbrio da própria vítima, durante operação com chave flutuante

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/SCB PROCESSO Nº 23.918/09 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/SCB PROCESSO Nº 23.918/09 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/SCB PROCESSO Nº 23.918/09 ACÓRDÃO R/E CLOTILDES BERNARDES e Balsa JOSÉ BERNARDO DA SILVA. Queda de caminhão do convés de balsa de travessia, operada por tripulação inabilitada, nas

Leia mais

INDICE 1 APURAÇÃO DE IRREGULARIDADES...2

INDICE 1 APURAÇÃO DE IRREGULARIDADES...2 INDICE 1 APURAÇÃO DE IRREGULARIDADES...2 1-1 DO PROCESSO ADMINISTRATIVO...2 1-2 - DO PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR RITO SUMÁRIO...2 1-3 INSTRUÇÃO DOS PROCESSOS...3 1-4 - DA PRORROGAÇÃO DO PRAZO...4

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.689/04 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.689/04 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.689/04 ACÓRDÃO REM JEAN FILHO XXXIV e Balsa CONAVE XVII. Colisão de comboio com muro de marina. Possíveis influência de fortes ventos. Arquivamento. Vistos os presentes

Leia mais

APELAÇÃO CRIMINAL Nº 599295-2 DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA 11ª VARA CRIMINAL APELANTE 1: APELANTE

APELAÇÃO CRIMINAL Nº 599295-2 DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA 11ª VARA CRIMINAL APELANTE 1: APELANTE APELAÇÃO CRIMINAL Nº 599295-2 DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA 11ª VARA CRIMINAL APELANTE 1: CLEBER ALVES APELANTE 2: MARCELO FABRÍCIO PRESTES AMÉRICO APELADO: MINISTÉRIO

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/SCB PROCESSO Nº 22.624/07 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/SCB PROCESSO Nº 22.624/07 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/SCB PROCESSO Nº 22.624/07 ACÓRDÃO R/E CAPITÃO JOSÉ ALECRIM VIII. Incêndio na praça de máquinas de rebocador / empurrador, provocando avarias no motor e nas suas partes elétricas e

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2015.0000927737 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0009206-77.2014.8.26.0477, da Comarca de Praia Grande, em que é apelante MARCEL BARBOSA LOPES, é apelado MINISTÉRIO

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.687/2004 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.687/2004 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.687/2004 ACÓRDÃO Comboio R/E SM e Balsa NB II. Colisão de comboio contra casas de palafitas, provocando danos materiais, sem ocorrência de vítimas. Falta de condições físicas

Leia mais

2 A COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO

2 A COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO 121 EXECUÇÃO FISCAL. QUESTÕES RELEVANTES SOBRE AS AÇÕES RELATIVAS ÀS PENALIDADES ADMINISTRATIVAS IMPOSTAS AOS EMPREGADORES PELOS ÓRGÃOS DE FISCALIZAÇÃO DO MINISTÉRIO DO TRABALHO SUMÁRIO Lucilde D Ajuda

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado do Pará

Tribunal de Contas do Estado do Pará A C Ó R D Ã O Nº 43.099 (Processo nº 2005/53339-0) Assunto: Prestação de Contas relativa ao Convênio nº 027/2005, firmado entre a FEDERAÇÃO PARAENSE DE VOLEIBOL e a SEEL. Responsável: Sr. CARLOS GETÚLIO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.391.004 - GO (2013/0219024-8) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO MARCO AURÉLIO BELLIZZE : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS : ADEMIR NOLASCO GUIMARÃES : ACHILES

Leia mais

PERÍCIA AMBIENTAL CONCEITOS

PERÍCIA AMBIENTAL CONCEITOS PERÍCIA AMBIENTAL CONCEITOS PERÍCIA Exame realizado por técnico, ou pessoa de comprovada aptidão e idoneidade profissional, para verificar e esclarecer um fato, ou estado ou a estimação da coisa que é

Leia mais

PROCESSO N 13.586 ACÓRDÃO

PROCESSO N 13.586 ACÓRDÃO PROCESSO N 13.586 ACÓRDÃO N/T FO G Á S XV I - Explosão durante faina de transbordo de gás provocando ferimentos em dois tripulantes ccm a morte de um deles; uso indevido de equi* 408 TRIBUNAL MARÍTIMO

Leia mais

Recomendação PRDC/PR/PA nº 10/2009

Recomendação PRDC/PR/PA nº 10/2009 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO PARÁ Recomendação PRDC/PR/PA nº 10/2009 O Ministério Público Federal, por meio da Procuradora da República subscrita, no regular exercício de suas

Leia mais

Em Despacho nº 715/2011/GFIS/SER/ANAC, de 11/05/2011 (fls. 12 do processo

Em Despacho nº 715/2011/GFIS/SER/ANAC, de 11/05/2011 (fls. 12 do processo DECISÃO JR Nº PROC. ADM.: 60800.084264/2011-85 Nº PROC.: 619.177/08-0 Nº DATA AI/NI: 141 e 142/SAC-GR/2006 31/08/2006 NOME DO INTERESSADO: S.A VIAÇÃO AEREA RIO-GRANDENSE EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL Nº DATA

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.822/2004 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.822/2004 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.822/2004 ACÓRDÃO L/M LAGOMAR II. Avaria no motor, deixando a embarcação á deriva, com assistência de reboque. Danos materiais, sem ocorrência de acidentes pessoais ou danos

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO WM/MCP PROCESSO Nº 24.137/09 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO WM/MCP PROCESSO Nº 24.137/09 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO WM/MCP PROCESSO Nº 24.137/09 ACÓRDÃO Moto aquática RAFAEL ELITE X Moto aquática D FORÇA. Abalroação entre motos aquáticas nas proximidades da ilha do Sol, canal de Marapendi, Barra da

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 540.048 - RS (2003/0061038-6) RECORRENTE : VALDA TEREZINHA CARBONE ADVOGADO : MARLON LEANDRO TORRES E OUTRO RECORRIDO : HOSPITAL DE BASE DO DISTRITO FEDERAL RELATORA: MINISTRA NANCY

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0012063-04.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO AGRAVADO: JULIANA SILVA DE OLIVEIRA RELATOR: Des. EDUARDO DE AZEVEDO PAIVA EMENTA AGRAVO DE INSTRUMENTO. FAZENDA

Leia mais

Trata-se de Prestação de Contas da Controladoria Geral do Estado de PARECER Nº 272/2013 MPC/RR

Trata-se de Prestação de Contas da Controladoria Geral do Estado de PARECER Nº 272/2013 MPC/RR PARECER Nº 272/2013 MPC/RR Processo: 0245/2010 Assunto: Prestação de Contas Exercício de 2009 Órgão: Controladoria Geral do Estado Responsáveis: Marlene da Silva Prado Luiz Renato Maciel de Melo Relator:

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 182 DE 09 DE SETEMBRO DE 2005

RESOLUÇÃO N.º 182 DE 09 DE SETEMBRO DE 2005 RESOLUÇÃO N.º 182 DE 09 DE SETEMBRO DE 2005 Dispõe sobre uniformização do procedimento administrativo para imposição das penalidades de suspensão do direito de dirigir e de cassação da Carteira Nacional

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 271/97 - Segunda Câmara - Ata 16/97 Processo TC nº 012.895/94-6. Responsável: Júlio Maito Filho, Presidente. Entidade: Conselho Regional dos Representantes

Leia mais

PARECER N. 11935. Processo nº. 016434-15.00-94.4

PARECER N. 11935. Processo nº. 016434-15.00-94.4 PARECER N. 11935 PROCESSO ADMINISTRATIVO- DISCIPLINAR. ZOOTECNISTA ACUSADO DE INASSIDUIDADE, IMPONTUA- LIDADE, DESÍDIA E REALI- ZAÇÃO DE NEGÓCIOS EM DE- TRIMENTO DAS ATIVIDADES DE SEU CARGO. PRESCRIÇÃO

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.306/97 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.306/97 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.306/97 ACÓRDÃO B/P ITAPEVA. Avaria por ato de sabotagem. Ação dolosa de autoria indeterminada. Arquivamento, exculpando-se os representados. Vistos, relatados e discutidos

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS Ex.mo(a) Sr. (a) Juiz(a) Auxiliar do TRE/GO. O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL, pelo Procurador Regional Eleitoral de Goiás, com fundamento no art. 47, da Resolução TSE n 22.250/2006, c/c 25, I, IV e VII,

Leia mais

Memorando nº 16/2015-CVM/SEP Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 2015.

Memorando nº 16/2015-CVM/SEP Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 2015. 1 de 5 27/02/2015 17:50 Memorando nº 16/2015-CVM/SEP Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 2015. PARA: SGE DE: SEP Assunto: Recurso contra aplicação de multa cominatória COMPANHIA DE ÁGUAS DO BRASIL CAB AMBIENTAL

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ACÓRDÃO

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ACÓRDÃO ft' "flay, aimair.41 ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ACÓRDÃO 4111 APELAÇÃO CRIMINAL N 001.2006.001528-4 / 001 RELATOR : DES. NILO LUIS RAMALHO VIEIRA APELANTE : JACKSON ISíDIO DOS

Leia mais

SESSÃO DE JULGAMENTO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO SANCIONADOR CVM Nº TA-RJ2002/6413. Descumprimento do art. 24 da Instrução CVM nº 209/94. Advertência.

SESSÃO DE JULGAMENTO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO SANCIONADOR CVM Nº TA-RJ2002/6413. Descumprimento do art. 24 da Instrução CVM nº 209/94. Advertência. SESSÃO DE JULGAMENTO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO SANCIONADOR CVM Nº TA-RJ2002/6413 Acusados : Eduardo Rocha de Rezende Mellon Brascan DTVM S/A Ementa: Decisão: Descumprimento do art. 24 da Instrução CVM

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro APELAÇÃO CRIMINAL (ACR) Nº 11490/CE (0002186-09.2010.4.05.8103) APTE : MANOEL CAMELO FILHO ADV/PROC : JOSE NILSON FARIAS SOUSA JUNIOR E OUTROS APDO : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL ORIGEM : 18ª VARA FEDERAL

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO PROCURADORIA DISCIPLINAR E DE PROBIDADE ADMINISTRATIVA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO PROCURADORIA DISCIPLINAR E DE PROBIDADE ADMINISTRATIVA PARECER Nº 14.999 PROCESSO ADMINISTRATIVO- DISCIPLINAR. PROFESSORA. FALTA DISCIPLINAR CAPITULADA NAS DISPOSIÇÕES DO ARTIGO 177, INCISOS I, III E V, ARTIGO 178, INCISO XXIV, E ARTIGO 191, INCISOS I, III,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS Ex.mo(a) Sr. (a) Juiz(a) Auxiliar do TRE/GO. O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL, pelo Procurador Regional Eleitoral de Goiás, com fundamento no art. 47, da Resolução TSE n 22.250/2006, c/c 25, I, IV e VII,

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 5.054 DE 2005 VOTO EM SEPARADO DO DEPUTADO REGIS DE OLIVEIRA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 5.054 DE 2005 VOTO EM SEPARADO DO DEPUTADO REGIS DE OLIVEIRA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 5.054 DE 2005 Torna obrigatório o exame de ordem para todos os que quiserem inscrever-se como advogado. Autor: Deputado Almir Moura Relator:

Leia mais

LEI Nº 3.793 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998

LEI Nº 3.793 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998 LEI Nº 3.793 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998 DISPÕE SOBRE APROVAÇÃO DO REGIMENTO INTERNO DAS JUNTAS ADMINISTRATIVAS DE RECURSOS DE INFRAÇÕES JARI DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ MT. O prefeito Municipal de Cuiabá-MT,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.054, DE 23 DE ABRIL DE 2004.

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.054, DE 23 DE ABRIL DE 2004. Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.054, DE 23 DE ABRIL DE 2004. Dispõe sobre o procedimento administrativo para aplicação de penalidades por infrações cometidas

Leia mais

A C Ó R D Ã O Nº 70067495689 (Nº CNJ: 0434946-98.2015.8.21.7000) COMARCA DE PORTO ALEGRE AGRAVANTE LUIS FERNANDO MARTINS OLIVEIRA

A C Ó R D Ã O Nº 70067495689 (Nº CNJ: 0434946-98.2015.8.21.7000) COMARCA DE PORTO ALEGRE AGRAVANTE LUIS FERNANDO MARTINS OLIVEIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO. MANDADO DE SEGURANÇA. SERVIDOR PÚBLICO. DELEGADO DE POLÍCIA. AFASTAMENTO PREVENTIVO DO CARGO. REQUISITOS PARA A MEDIDA LIMINAR. 1. A concessão de medida liminar em mandado de segurança

Leia mais

ARBITRAGEM VOLUNTÁRIA

ARBITRAGEM VOLUNTÁRIA (Até às alterações do Decreto Lei n.º 38/2003, de 08 de Março) ARBITRAGEM VOLUNTÁRIA CAPÍTULO I Artigo 1.º Convenção de arbitragem 1 - Desde que por lei especial não esteja submetido exclusivamente a tribunal

Leia mais

SENTENÇA. Maxcasa Xii Empreendimentos Imobiliários Ltda

SENTENÇA. Maxcasa Xii Empreendimentos Imobiliários Ltda fls. 1 SENTENÇA Processo nº: 0008740-84.2013.8.26.0100 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Perdas e Danos Requerente: Fernando Albieri Requerido: Maxcasa Xii Empreendimentos Imobiliários Ltda Juiz(a)

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM HABEAS CORPUS Nº 27.622 - RJ (2010/0021048-3) RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO : JEAN IRIDIO DA SILVA VARGAS : MARCELLO RAMALHO : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RELATÓRIO O SENHOR

Leia mais

RESOLUÇÃO 23.190 INSTRUÇÃO Nº 127 CLASSE 19ª BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral.

RESOLUÇÃO 23.190 INSTRUÇÃO Nº 127 CLASSE 19ª BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral. RESOLUÇÃO 23.190 INSTRUÇÃO Nº 127 CLASSE 19ª BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral. Dispõe sobre pesquisas eleitorais (Eleições de 2010).

Leia mais

N 70003709201 PORTO ALEGRE

N 70003709201 PORTO ALEGRE AÇÃO DE DESPEJO POR INFRAÇÃO CONTRATUAL. NÃO PAGAMENTO DO IPTU E NÃO EFETIVAÇÃO DE SEGURO CONTRA INCÊNDIO DO PRÉDIO LOCADO POR DISTRIBUIDORA DE PETRÓLEO LOCATÁRIA E SUB-LOCADORA E POSTO DE GASOLINA SUB-LOCATÁRIO.

Leia mais

SEGUROS, RESSEGUROS E PREVIDÊNCIA

SEGUROS, RESSEGUROS E PREVIDÊNCIA SEGUROS, RESSEGUROS E PREVIDÊNCIA 1/3/2016 Em 15 de dezembro de 2015, foram publicadas normas de grande relevância para a indústria de seguros e resseguros, as quais trazem mudanças nas regras de constituição,

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA MUNICIPAL N. 834672

PRESTAÇÃO DE CONTAS DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA MUNICIPAL N. 834672 PRESTAÇÃO DE CONTAS DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA MUNICIPAL N. 834672 Procedência: Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Pará de Minas Exercício: 2009 Responsável: Oswaldo Oliveira

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO DE CURSOS BÁSICOS DE ESPORTES DE MONTANHA CAPÍTULO I DO OBJETIVO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO DE CURSOS BÁSICOS DE ESPORTES DE MONTANHA CAPÍTULO I DO OBJETIVO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO DE CURSOS BÁSICOS DE ESPORTES DE MONTANHA CAPÍTULO I DO OBJETIVO Art. 1. Este Regulamento de Comportamento Ético tem por objetivo estabelecer normas e condições

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.419/05 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.419/05 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.419/05 ACÓRDÃO N/T MARTA. Acidente de Trabalho com trabalhador durante a montagem de andaime no tanque do navio que se encontrava docado no estaleiro. Não configurada a

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.092/2002 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.092/2002 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.092/2002 ACÓRDÃO Jet-sky VADIO x veleiro BONS VENTOS I. Abalroação envolvendo veleiro e jet-sky não identificado. Causa indeterminada devido a falta de elementos de prova

Leia mais

MINUTA DE RESOLUÇÃO. Capítulo I DO OBJETO

MINUTA DE RESOLUÇÃO. Capítulo I DO OBJETO MINUTA DE RESOLUÇÃO Dispõe sobre a atividade de corretagem de resseguros, e dá outras providências. A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP, no uso da atribuição que lhe confere o art. 34, inciso

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 20.217/03 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 20.217/03 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 20.217/03 ACÓRDÃO N/M "RUBENS". Colisão com terminal de granéis sólidos. Falha do motor propulsor, devido a avaria do diafragma da válvula termo eletromagnética do motor propulsor.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/SCB PROCESSO Nº. 20.784/2004 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/SCB PROCESSO Nº. 20.784/2004 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/SCB PROCESSO Nº. 20.784/2004 ACÓRDÃO L/M ARROZ. Colisão, seguida de encalhe, água aberta e naufrágio, de lancha de esporte e recreio, provocando avarias na embarcação, sem ocorrência

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.289/03 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.289/03 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.289/03 ACÓRDÃO N/M LORETA D. Queda de carga na água devido a não colocação de redes de proteção ao costado, com poluição ao meio ambiente marinho, sem vítima. Negligência.

Leia mais

PARECER N.º 103/CITE/2010

PARECER N.º 103/CITE/2010 PARECER N.º 103/CITE/2010 Assunto: Parecer prévio ao despedimento de trabalhadora lactante, por facto imputável à trabalhadora, nos termos do n.º 1 e da alínea a) do n.º 3 do artigo 63.º do Código do Trabalho,

Leia mais

Ministro-Relator José Antonio Barreto de Macedo RELATÓRIO. Grupo II Classe II 1ª Câmara

Ministro-Relator José Antonio Barreto de Macedo RELATÓRIO. Grupo II Classe II 1ª Câmara MUNICÍPIO DE SANTOS DUMONT/MG - DOAÇÃO À ENTIDADE PÚBLICA DE DIREITO PRIVADO DE PRÉDIO CONSTRUÍDO COM RECURSOS FEDERAIS REPASSADOS A PREFEITURA MUNICIPAL MEDIANTE CONVÊNIOS Tomada de Contas Especial Grupo

Leia mais

Parágrafo 2o - O Certificado é assinado pelo presidente do CONRE ou por seu substituto legal.

Parágrafo 2o - O Certificado é assinado pelo presidente do CONRE ou por seu substituto legal. RESOLUÇÃO CONFE Nº 129, DE 25 DE AGOSTO DE 1982. Dispõe sobre o Certificado Especial de Habilitação, registro provisório, registro definitivo, baixa e reativação de registro de estatístico, transferência

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2015.0000770986 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Mandado de Segurança nº 2097361-61.2015.8.26.0000, da Comarca de, em que é impetrante GABRIELA DA SILVA PINTO, é impetrado

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL RELATOR: DES. MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL RELATOR: DES. MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL RELATOR: DES. MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES APELAÇÃO CÍVEL Nº. 0373149-36.2009.8.19.0001 APTE: VIVO S.A. APDO: MINISTERIO PUBLICO Apelação Cível. Ação civil

Leia mais

A PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGARATIBA, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara Municipal decretou e eu sanciono a seguinte,

A PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGARATIBA, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara Municipal decretou e eu sanciono a seguinte, LEI Nº 837, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2012. DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA EXPLORAÇÃO COMERCIAL DE ATIVIDADES NÁUTICAS NAS PRAIAS DO MUNICÍPIO DE MANGARATIBA. A PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGARATIBA, no uso

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 5 Registro: 2016.0000053604 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0000973-35.2012.8.26.0292, da Comarca de Jacareí, em que é apelante RUSTON ALIMENTOS LTDA, é apelado JOSAPAR

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 10, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010

RESOLUÇÃO Nº 10, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010 RESOLUÇÃO Nº 10, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sessão de 20/10/2010, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 19 do Estatuto, consubstanciado

Leia mais

PROCESSO Nº 16.496/95 ACÓRDÃO

PROCESSO Nº 16.496/95 ACÓRDÃO 690 TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 16.496/95 ACÓRDÃO B/M VIDA NOVA". Naufrágio com danos materiais c o desaparecimento de 05 passageiros. Condições meteorológicas adversas, excesso de confiança do condutor,

Leia mais

MODELO DE RELATÓRIO DO TOMADOR DE CONTAS ESPECIAL

MODELO DE RELATÓRIO DO TOMADOR DE CONTAS ESPECIAL Anexo IX MODELO DE RELATÓRIO DO TOMADOR DE CONTAS ESPECIAL (PARA TOMADAS DE CONTAS ESPECIAIS QUE NÃO TRATEM DE RECURSOS REPASSADOS POR CONVÊNIO OU INSTRUMENTOS CONGÊNERES) RELATÓRIO DE TCE Nº 999/20XX

Leia mais