Big Data: O Futuro da Informação e dos Negócios

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Big Data: O Futuro da Informação e dos Negócios"

Transcrição

1 a report by harvard business review analytic services Big Data: O Futuro da Informação e dos Negócios Big Data: The Future of Information and Business Patrocinado por

2

3 Big Data: O Futuro da Informação e dos Negócios Sumário Executivo BIG DATA se transformou em uma expressão genérica, mas em sua essência, ela apresenta três desafios para as organizações. Em primeiro lugar, os líderes de negócios devem implementar novas tecnologias e, em seguida, prepararem-se para uma revolução em potencial na coleta e mensuração de informações. Mais importante que isso, a organização como um todo deve se adaptar a essa nova filosofia sobre como as decisões são tomadas se o real valor do big data for compreendido. A quantidade de dados que chega às organizações por meio de canais em constante expansão é impressionante. De acordo com uma fonte, foram produzidos nos últimos dois anos mais dados que em toda a história. E não foi somente o volume de dados que mudou, mas também a variedade: as informações são agora coletadas em diversos canais que variam desde cliques na internet até as informações não estruturadas provenientes das mídias sociais. E a velocidade na qual as organizações podem coletar, analisar e responder às informações atingiu agora uma nova dimensão. A Amazon, por exemplo, usa um sistema de precificação dinâmico que rastreia a internet, verifica os preços e a disponibilidade de produtos dos concorrentes e altera os preços, em alguns casos a cada quinze segundos. A Amazon pode coletar dados de cada visitante, cada clique e cada interação que acontece em seu site, que coletivamente são conhecidos como dados estruturados, e ela também pode coletar os comentários e avaliações dos consumidores ou seus posts nas redes sociais. Um segundo aspecto importante do big data é o potencial de novas formas de mensuração. Por exemplo, já está amplamente disponível a tecnologia que permite que você transmita seus dados de saúde a seu médico enquanto você se exercita. Da mesma forma, a GE insere microtransmissores, como sensores e tecnologia de rede, para ajudar seus clientes com a manutenção preventiva de turbinas de energia. Os especialistas preveem que haverá uma explosão de dados gerados por meio de mensurações conduzidas por máquinas. A proporção desse crescimento é duas vezes maior que o crescimento de dados gerados por pessoas. Até 2015, espera-se que 6 bilhões de objetos no mundo estejam conectados à internet, o que é conhecido como Internet das Coisas. Possibilidade dessas novas conexões é o Nest, um termostato que permite que o GPS do seu celular notifique automaticamente o seu sistema de aquecimento e ar condicionado se você estiver nas proximidades de sua casa. Finalmente, as organizações devem se confrontar com uma nova filosofia sobre a tomada de decisões. Hoje vivemos em um mundo que está sempre conectado, onde as preferências dos consumidores mudam a cada hora. Eles podem checar vários canais ao mesmo tempo e traçar uma série de caminhos inusitados e diferentes para efetuar uma compra. Um analista afirmou que o processo de compra se parece mais com um novelo de lã do que com o funil de compra previsível, serial ou linear que tínhamos no passado. Isso significa que as organizações precisam estar preparadas para implantar novos canais para tomada de decisão, alguns deles automatizados, que permitem respostas rápidas e ágeis às informações dos clientes. Copyright 2013 Harvard Business School Publishing. All rights reserved. BIG DATA: O FUTURO DA INFORMAÇÃO E DOS NEGÓCIOS 1

4 Figura 1 Familiaridade com o Conceito de Big Data O quão familiarizado você está com o Conceito de Big Data? 18% 16% 16% 11% 7% 7% 10% 8% 10% 5% Nem um pouco familiarizado Extremamente familiarizado Figura 2 Uso Atual e Estratégia para Big Data USA ATUALMENTE BIG DATA? POSSUI ESTRATÉGIA PARA BIG DATA? 28% 60% 23% 56% 12% 21% Sim Não Não tenho certeza Baseado em dados coletados pela Harvard Business Review e pesquisa online com 951 membros da audiência global de leitores da Harvard Business Review. 2 a harvard business review analytic services report

5 Da mesma forma, a organização inteira irá enfrentar uma pressão para tomar decisões baseadas em dados e rápidas experimentações e não mais em intuição e estimativas. Claramente, esses três desafios fazem parte da evolução que nos trouxe ao que Thomas Davenport, autor da Harvard Business Review, chamou de Analytics 3.0. Ele diz que Analytics 1.0 foi a época antes do Big Data; Analytics 2.0 foram os primeiros dias do Big Data e agora estamos entrando no mundo Analytics 3.0. É um ambiente que combina o melhor do 1.0 e do 2.0 uma mistura de big data e analytics que produz conhecimentos e ofertas com velocidade e impacto. O grande ganho para os negócios acontece quando as empresas conseguem combinar e analisar dados estruturados a partir de suas aplicações corporativas com os dados não estruturados da internet e dados de fontes públicas ou pagas. E isso significa que as empresas deverão ter ferramentas analíticas e pessoas com um novo conjunto de habilidades para tirar o máximo proveito do fluxo de informações e fazer as melhores análises preditivas. Nos textos a seguir, três autores da Harvard Business Review Thomas H. Davenport, Erich Joachimsthaler e Bill Sweeney apresentam oportunidades imediatas e futuras para os negócios com relação ao big data e analytics. No primeiro artigo, Davenport apresenta o impacto potencial do big data e analytics, explicando como as empresas podem se beneficiar de tomadas de decisão melhores e mais rápidas e de reduções de custos que podem apoiar novas formas de inovação. Joachimsthaler nos mostra três estudos de caso de empresas que estão se beneficiando nesse momento com a integração do big data e analytics com o marketing digital. Por último, Sweeney nos explica como o big data e analytics irá melhorar a gestão de riscos ao proporcionar novas maneiras de monitorar, medir e mitigar o risco e, potencialmente, criar vantagem competitiva. Juntos, esses textos foram desenvolvidos para ajudar as organizações a entender as oportunidades e desafios apresentados pelo big data e começar a reconhecer como aproveitar essa nova ferramenta e seu verdadeiro valor. Big Data: Oportunidade e Desafio para a Vantagem Competitiva Thomas H. Davenport Presidente e Ilustre Professor de Gestão e Tecnologia da Informação no Babson College; Professor Visitante na Harvard Business School Se você é como a maioria dos gestores e profissionais com que me deparei, certamente já ouviu falar do termo big data e sabe que os dados vêm crescendo a um ritmo surpreendente. Mas você pode estar um pouco confuso sobre o que é realmente diferente no big data e como ele se relaciona com a gestão e análise tradicional de dados. Mais importante, a maioria de suas organizações ainda não está aproveitando muito isso. Em uma pesquisa realizada em 2013 com 951 leitores da Harvard Business Review, por exemplo, muitos respondentes disseram que estavam familiarizados com o conceito de big data, mas apenas 28% deles afirmaram que suas organizações estavam usando atualmente o big data para tomar decisões melhores ou criar novas oportunidades de negócios. figuras 1 e 2 Apenas 23% disseram que suas organizações utilizavam uma estratégia para big data. Uma parcela bem pequena, apenas 6%, concordou totalmente com a frase Minha organização considerou o impacto do big data nas funções-chave da empresa, e uma porcentagem ainda menor, 3%, concordou totalmente com Minha organização sabe como utilizar o big data em nosso negócio. figura 3 BIG DATA: O FUTURO DA INFORMAÇÃO E DOS NEGÓCIOS 3

6 Figura 3 Atitudes das Organizações com Relação ao Big Data Classifique seu nível de concordância com cada uma das seguintes afirmações. 1 = discordo totalmente; 10 = concordo totalmente Minha organização considerou o impacto do big data nas funções-chave dentro da empresa. 6% Minha organização sabe como utilizar o big data em nossos negócios. 3% Porcentagem da nota 10 Baseado em dados coletados pela Harvard Business Review e pesquisa online com 951 membros da audiência global de leitores da Harvard Business Review. Evidentemente existe um volume expressivo de dados lá fora; de acordo com um estudo, o mundo usou mais de 2,8 zettabytes de informações (isto é 2,8 trilhões de gigabytes um número incomensuravelmente grande) em Isso é mais do que qualquer coisa que já conhecemos e vai continuar crescendo ao longo do tempo. Mas para as organizações que precisam gerenciar e tirar proveito do big data, o volume total não é o mais importante. O ponto não é ficar deslumbrado com o volume de dados, mas sim analisá-los convertê-los em conhecimento, inovações e valor de negócio. O mesmo estudo sugere que apenas metade de 1% dos 2,8 zettabytes é analisada de alguma maneira. Isso indica que temos uma enorme tarefa pela frente para começar a analisar os dados e extrair deles seu valor. Nem tudo será útil o estudo indica que cerca de 25% têm valor em potencial mas, seja qual for o número, estamos apenas arranhando a superfície do que é possível. As Novas Oportunidades do Big Data Claro, se o big data é capaz de promover avanços nos negócios, ele deve proporcionar algumas novas oportunidades. Discorrer sobre a quantidade de informações que existe no Facebook ou no Twitter ou o número de gigabytes em um único genoma humano não ajuda os executivos a determinar o quanto de valor eles conseguirão obter explorando tais dados. Existem três tipos de valor: redução de custos, melhoria nas tomadas de decisão e melhorias em produtos e serviços. As oportunidades de redução de custos por meio do big data são bastante substanciais. Com relação à tomada de decisões, o valor primário do big data deriva da adição de novas fontes de dados a modelos explicativos e preditivos. Muitos entusiastas do big data argumentam que há mais valor em adicionar novas fontes de dados a um modelo do que em aperfeiçoá-lo. Por exemplo, se você tem alguns dados prevendo perdas de clientes baseado no que eles compraram ou deixaram de comprar, você pode melhorá-los ao acrescentar informações sobre o histórico de transações. Se você tem um modelo que prevê qual a próxima melhor oferta que um cliente provavelmente comprará, baseado em seu histórico de compras e dados demográficos, você poderá melhorá-la ao analisar os comentários e curtidas que o cliente postou em sites de redes sociais. Alguns dos dados que você poderá usar serão grandes no sentido de grande volume ou não estruturados, mas alguns serão pequenos e/ou estruturados. O ponto crucial é procurar amplamente por novas fontes de dados para ajudá-lo a tomar sua decisão. 4 a harvard business review analytic services report

7 A outra grande oportunidade proveniente do big data é a criação de produtos e serviços atrativos aos clientes. Ainda estamos no início da era do big data e de produtos e serviços baseados especificamente nesses dados, mas já existem vários exemplos de produtos e serviços desenvolvidos a partir do big data. No LinkedIn, por exemplo, uma característica específica que definitivamente proporcionou valor a essa empresa é o Pessoas que Talvez Você Conheça (PTVC). Como muitos leitores já conhecem e usam essa ferramenta, o PTVC sugere aos membros do LinkedIn alguns outros membros com os quais eles podem querer se conectar. Esse recurso utiliza uma abordagem multifatorial que identifica possíveis novas co nexões, incluindo escolas, empresas e conexões compartilhadas e dados geográficos. PTVC gerou muitos novos clientes para o LinkedIn. Comparado às outras sugestões que o LinkedIn envia para que as pessoas voltem ao site, o PTVC alcançou um índice de acessos 30% maior. Milhões de pessoas que não fariam isso de outra forma repetiram as visitas ao site. Graças a essa característica única, a trajetória de crescimento do LinkedIn mudou significativamente. Da mesma forma, a empresa de sistemas de viagens online Amadeus desenvolveu um serviço de big data chamado Resultados em Destaque. Para enfrentar um desafio que aumenta a cada dia o rápido aumento da taxa de conversão de visitas em reservas de viagem, ou o número de consultas on-line por reserva de passagem área a Amadeus precisava encontrar uma forma para que os agentes de viagem fizessem ofertas atrativas para os clientes. Baseado em bancos de dados de consultas de usuários, várias centenas de milhões de preços de passagem e meio bilhão de registros de reservas, o Resultados em Destaque apresenta quatro possíveis itinerários nos quais os clientes podem estar particularmente interessados. Os primeiros resultados de um teste feito com a Vayama, uma agência de viagens parceira da Amadeus, mostram que eles obtiveram 16% de melhora em sua taxa de vendas por procura realizada. Muitos executivos podem admitir que o big data tem potencial para adicionar valor substancial aos negócios online, mas não tem tanta certeza desse valor fora desse domínio. Eles podem ser persuadidos dessa relevância por meio das ações e planejamento da GE uma das maiores e mais bem sucedidas empresas do mundo e uma das mais entusiastas adeptas do big data mesmo em negócios empresariais. A GE criou um centro em San Francisco para tratar de temas de software e big data e está contratando muitos cientistas para fazer isso. Eles trabalharão nos negócios da GE onde tradicionalmente já existem muitos dados, como serviços financeiros e saúde. Mas a GE também vê valor potencial em aplicações industriais, como nos negócios de locomotivas, aviões e turbinas a gás. A GE já monitora mais de turbinas a gás, usadas para geração de energia, por meio de de uma instalação centralizada. Portanto, uma grande parte da infraestrutura necessária para se usar o big data e melhorar a performance já está pronta. A companhia estima que poderia conseguir pelo menos 1% de melhoria na eficiência das turbinas monitoradas por meio da otimização de software e rede, melhoria na expedição do serviço e na harmonização do sistema gás/energia. Isso pode não parecer muita coisa, mas significaria US$ 66 bilhões em economia de combustível nos próximos quinze anos. A GE também acredita que a otimização das operações de manutenção por meio do big data irá funcionar bem para muitos de seus bens industriais de valor mais alto como locomotivas, turbinas para aviões e equipamentos de diagnóstico por imagens. Obviamente, outras empresas nessas indústrias podem adotar os mesmos procedimentos, e elas provavelmente o farão algum dia. Mas a escala da GE, seus ambiciosos planos de investimentos e o fato de ter sido umas das primeiras na era do big data irão provavelmente conferir a ela uma vantagem competitiva considerável. O big data não transforma apenas os processos de gestão e tecnologia, mas também orientações básicas e a cultura das organizações. Nós simplesmente não podemos pensar nos negócios da mesma forma agora que temos esse novo recurso. Uma mudança necessária na orientação é no sentido de mais descoberta e experimentação com os dados. O mundo e os dados que o descrevem está em constante estado de mudança e aquelas organizações BIG DATA: O FUTURO DA INFORMAÇÃO E DOS NEGÓCIOS 5

8 que conseguem reconhecer isso e reagir de forma rápida e inteligente vão sair na frente. O negócio e os recursos de TI mais valorizados são a descoberta e a agilidade em vez da estabilidade. Os cientistas de dados que trabalham com as ferramentas e tecnologias de big data poderão explorar continuamente fontes de dados novas ou já existentes a procura de padrões, eventos e oportunidades em uma escala e com um ritmo sem precedentes. As empresas que conseguirem analisar e se adaptar rapidamente, usando dados a partir de fontes internas e externas, serão claramente as vencedoras. Reimpressão com autorização da Harvard Business Review. Extraído do próximo livro de Thomas H. Davenport Big Data at Work. Direitos Autorais Todos os direitos reservados. Conduzindo um novo crescimento por meio do Big Data erich joachimsthaler Erich atua como sócio e CEO da consultoria global Vivaldi, com foco em estratégia de marca e marketing. Ele é o coautor de Brand Leadership e autor de Hidden in Plain Sight: How to Find and Execute Your Company s Next Big Growth Strategy. Big data, muita informação, muito falatório. Há tanta informação exagerada sobre big data que é difícil saber no que acreditar. E o que vem primeiro à nossa mente um enorme volume! Vários servidores! Armazéns de dados! Infraestrutura de TI! não é necessariamente o mais importante. Não fique impressionado. Em vez disso, considere esses três estudos de caso. Aprendendo com a experiência dessas companhias, será mais fácil separar o que é exagerado do que é substancial e realmente entender o que o big data pode fazer por sua organização hoje. O FABRICANTE DE BEBIDAS Esse fabricante de bebidas alcoólicas comercializa seus produtos na parte sul da América Latina e na Argentina, Chile e Brasil por meio de canais e sistemas de distribuição extremamente fragmentados. Existem boas informações do ponto de venda quando tratamos de supermercados urbanos de grande porte. Mas a maioria das compras e consumo acontecia em lojas menores ou lojas de rua em áreas rurais, ou em bares e restaurantes, de onde é difícil obter dados bons e precisos. A empresa realizou promoções com amostras nas ruas, patrocinou eventos locais e reforçou a oferta de seus produtos em bares e restaurantes, mas não estava muito confiante. Quais eram os estabelecimentos com maior volume? Como se comparavam seus preços com a concorrência? Deveriam promover qual marca, em qual lugar? A solução estava no rastreamento por meio de celular que captura os dados de vendas dos estabelecimentos menores, bares e restaurantes em tempo real. A gerência regional integrou então essa informação com a de outros canais e conseguiu obter, pela primeira vez, uma visão abrangente das vendas. Agora, a empresa pode micro segmentar seu mercado por oportunidade de vendas e avaliar sua cobertura com confiança. Ela também pode criar scrapbooks digitais para olhar mais de perto os acontecimentos nos pontos de venda, detectar padrões e descobrir abordagens que levem a novas ações. Como próximo passo, a empresa também começou a integrar informações fornecidas por consumidores que registram o consumo de produtos da empresa (e dos concorrentes) por meio de um diário no celular. Essas informações ajudarão a companhia a entender melhor o contexto cotidiano de consumo de seus clientes e seus comportamentos nas mídias; eles irão informar o desenvolvimento de novos produtos e decisões sobre canais de distribuição e novos esforços de marketing. 6 a harvard business review analytic services report

9 O DESIGNER E VAREJISTA DE MODA A Burberry construiu uma enorme comunidade de fãs por meio de canais de marketing digital e social mais de 20 milhões de conexões espalhadas por 10 plataformas sociais, incluindo 15 milhões de fãs no Facebook e mais de 1,5 milhão no Twitter. Mas muitas empresas possuem muitos fãs e pouco lucro para mostrar. A diferença é que a Burberry aumentou sua base de fãs em grande parte ao criar um novo e atraente caminho para comprar e uma boa oportunidade de se conectar com outras pessoas que estão interessadas em moda. O marketing digital e o social não são simplesmente camadas colocadas em cima do modelo tradicional de negócios. Eles são parte de um novo modelo de negócios. E como isso funciona? A empresa faz vídeos e fotos de suas novas coleções e as disponibiliza aos seguidores no Twitter e Facebook antes mesmo dessas coleções serem mostradas nas passarelas de Milão e Londres. Como resultado, esses seguidores (muitos dos quais são clientes em potencial, em um novo e jovem segmento) não estão mais apenas recebendo moda; eles estão participando. Eles podem conversar com outros seguidores que também estão interessados em moda sobre o que gostaram, o que não gostaram e as tendências que estão surgindo. Eles também podem comprar o que estão vendo, eliminando a fila de distribuição tradicional e garantindo que eles receberão os itens assim que forem produzidos, em cerca de dois meses. Esse caminho que possibilita comprar sozinho é um grande negócio nessa indústria. É um novo modelo de negócios no qual os clientes pagam com meses de antecedência antes de receber a mercadoria, uma abordagem personalizada que lembra o modelo original e bem sucedido adotado pela Dell ao vender computadores. Igualmente interessante, entretanto, é o que a Burberry está fazendo com suas 20 milhões de conexões. A companhia usa análises preditivas para entender as atividades sociais de sua base de fãs e prever melhor as preferências dos clientes, e está fornecendo produtos com base em conversas reais. Ela também explora os dados para criar uma experiência integrada entre as conexões sociais, digitais e móveis e as lojas físicas. Vendedores armados com ipads podem ver o que um cliente indicou em termos de preferência no site e personalizar sua visita à loja. Eles também podem unificar a experiência de compras por meio dos principais canais digitais, sociais e físicos, para que os clientes não experimentem uma lacuna entre esses pontos de contato com a marca. O TIME DA LIGA DE FUTEBOL AMERICANA O time Kansas City Wizards chegou ao campeonato da Liga de Futebol Americana em 2006, apesar de ter o menor índice de comparecimento de torcedores e as menores vendas de merchandising da liga. O clube mudou de proprietário e iniciou uma reviravolta, o que incluiu, em 2010, a mudança do nome do time para Sporting Kansas City e a abertura de um novo estádio, o Sporting Park. Sete anos após o clube ter mudado de mãos, há uma lista de espera para os ingressos da temporada, e o estádio vendeu vinte e sete jogos seguidos, colocando uma média de pessoas dentro do estádio cuja capacidade é de pessoas sentadas (alguns ingressos são para lugares em pé). O novo nome e o novo local marcaram claramente o renascimento do time. Mas o big data é o elemento invisível fundamental. O estádio investiu US$ 6 milhões em uma rede de internet sem fio de alta densidade com 320 quilômetros de fibras (sete vezes mais do que o padrão para um estádio de seu tamanho) que possibilita conexões nas redes sociais entre os fãs, o acesso a vídeos do jogo, e avançados sistemas de câmeras, o que torna a experiência de ir ao estádio muito mais dinâmica. O aplicativo Uphoria transforma os smartphones em DVRs (gravadores de vídeo digital) no estádio. Contando com tecnologia de ponta, o aplicativo permite que os fãs baixem vídeos ao vivo a partir de sete diferentes ângulos de câmeras e retrocedam o jogo a qualquer ponto. Ele também atribui pontos fidelidade aos usuários que participam dos jogos de perguntas e fazem previsões sobre as ações em campo. Ele permite até mesmo que o Sporting Kansas City venda cachorros-quentes, camisas e ingressos para os próximos jogos. O time também está coletando informações sobre a venda de ingressos, merchandising, e mais, inte grando vinte bancos de dados antigos. Usando essa informação, o Sporting Kansas City está adequando BIG DATA: O FUTURO DA INFORMAÇÃO E DOS NEGÓCIOS 7

10 seu marketing, focando mais em consumidores jovens, e não no alvo anterior que era a família, e construindo sua social-currency, isto é, fazendo com que as pessoas falem ou compartilhem informações sobre sua marca no dia a dia ao permitir a venda de ingressos, convites e descontos por meio de seu aplicativo. Como o coproprietário Robb Heineman disse em recente entrevista na Bloomberg Businessweek: Nosso time tem tudo a ver com os dados, nós coletamos, reformatamos e utilizamos essas informações para impulsionar as receitas incrementais. O VALOR DO BIG DATA, SEM MODISMOS Esses estudos de casos sugerem quatro pontos de reflexão sobre o aproveitamento do potencial do big data: Mantenha o objetivo final em mente ao lidar com a compilação de dados, marketing digital ou outras iniciativas de base tecnológica. Existem muitos benefícios intangíveis do big data: melhor atendimento ao cliente, mais envolvimento, a unificação do tom de voz da marca e mais conhecimento sobre o cliente. Todos são objetivos nobres, assim como algumas novas tecnologias, como um painel sempre ativo na rede social ou um mecanismo de recomendação no seu site da internet. Mas nada é melhor do que o crescimento das vendas. Mantenha o foco nas vendas e trabalhe a partir desse ponto para trás. Pense grande, comece pequeno e ganhe escala rapidamente. Integrar os dados de diversas fontes por meio de pontos de contato e canais requer um pensamento grande, mas isso não necessariamente significa investimentos maciços. Você pode começar pequeno. Rastrear as vendas atuais dos reven dedores foi inicialmente um passo pequeno para o fabricante de bebidas na América Latina, o teste foi realizado em uma única cidade durante algumas semanas. Isso criou uma informação em tempo real que a empresa usou para melhorar as vendas e os itinerários de entrega. Com um modelo comprovado, a empresa, em seguida, ampliou a região de atuação e começou a integrar os dados de consumo reais dos clientes por meio do rastreamento dos celulares. Entender o poder da informação em tempo real. Big data não é comparável ao seu último projeto de CRM ou ao esforço de implementação de um ERP. As informações de vendas diárias ajudaram o fa bricante de bebidas a ajustar imediatamente as vendas, entregas, logística e programas promocionais e de marketing. Mantenha em mente, entretanto, que sua indústria pode ser diferente. O que será importante para você? Você pode ter de verificar as tendências trimestralmente ou a cada seis meses. Use o big data para manter-se atualizado, não se impressione ou se deixe enganar. Integre o big data em sua estratégia de marketing como um todo. No passado, as equipes de marketing desenvolviam as estratégias na matriz, que depois eram executadas nas regiões ou unidades locais. A matriz contava com pesquisas e estudos preparados por empresas de pesquisa de mercado. A gerência regional e local, ao contrário, estava focada em obter a eficiência operacional na execução das estratégias concebidas pela matriz no último ciclo de planejamento. Esses dias acabaram. O big data irá provar que o pensamento tradicional centrado em marcas, que acontecia na matriz da empresa (concentrando em uma grande ideia criativa que poderia ser executada consistentemente em todos os canais e pontos de contato), é totalmente inadequado hoje em dia. O big data vai mudar a tomada de decisão para a administração local e regional e integrar seus planos no processo de estratégia como um todo, de forma que a estratégia de marca e os planos de marketing possam ser realmente concebidos, otimizados e executados localmente. Uma ressalva: o big data levanta o espectro de vigilância do consumidor e preocupações com privaci dade. E essas preocupações são legítimas. Ainda assim, as empresas e especialmente os especialistas em marketing precisam trabalhar com dados dos consumidores. A promessa do big data é vazia a menos que os consumidores queiram compartilhar informações sobre si mesmos. Essas informações são a base para muitos serviços que agregam valores aos consumidores, com enormes benefícios, como nos exemplos da Burberry e do Sporting KC. E esses exemplos não são exceções. Big data é essencial para que as empresas criem novos modelos de negócios, descubram novas perspectivas dos consumidores, otimizem o relacionamento com canais de distribuição e criem um marketing 8 a harvard business review analytic services report

11 mais eficiente ao identificar melhor seu alvo, melhorar a gestão de campanhas e monitorar o sucesso. Em última instância, as empresas tornam-se realmente centrada no cliente. Entretanto, mantenha dois itens importantes em mente. Primeiro, foque somente no que você precisa. Há muita água no oceano, mas você não consegue beber tudo isso. E também reconheça o que é bom saber versus o que você precisa saber. Peça permissão aos clientes para usar as informações que você está coletando. Em segundo lugar, agregue informações ao micro segmento ou grupo para preservar a privacidade individual e mantenha ou armazene a informação nesse nível. Na Vivaldi, nós pedimos permissão aos clientes para monitorar seus comportamentos diários por meio do celular. Nós então desenvolvemos micro segmentos e agregamos os dados nesse nível, incluindo conversas sociais, dados de navegação digital ou informações internas sobre relacionamento com o cliente. O uso altamente pessoal e frequente do celular proporciona informações poderosas e contextualmente relevantes para dar suporte a decisões de marketing a qualquer momento e esses dados podem ser atua lizados semanalmente, diariamente ou com frequência ainda maior. Mais importante que isso, o big data muda a maneira com que os executivos lidam as decisões. Passam a existir muito menos decisões tomadas por instinto, experiência e intuição. As decisões também são tomadas e executadas mais rapidamente. 1 Reeves Wiederman, Sporting Kansas City Makes the Stadium More Like Your Couch, Bloomberg Businessweek, 18 de julho de Riscos e Big Data BILL SWEENEY Bill Sweeney tem trinta e cinco anos de experiência em tecnologia e atuou como Chief Technology Officer para o Banco de Investimentos do HSBC, Chief Information Officer para o banco de Investimentos do Citigroup, e Chefe de Pesquisa de Tecnologia na Bridgewater Associates. Ele é o fundador da Risk, Data and Analytics, uma consultoria boutique cujo foco são essas três áreas. As corporações ao redor do mundo renovaram seu foco na gestão de riscos com a crise financeira de No mesmo período, o big data se tornou um conceito da moda no mundo dos negócios, já que a tecnologia criou novas formas de coletar e analisar rapidamente enormes fluxos de dados para fornecer novas pers pectivas e possibilitar melhores decisões. Percebemos claramente que essas tendências agora se juntaram, já que os líderes de negócios estão explorando como o big data pode prover novas formas de monitorar, mensurar e minimizar o risco além de oferecer até mesmo uma vantagem competitiva. As empresas sempre reuniram informações sobre tudo, desde suprimento de matéria prima, dinheiro em caixa ou padrões de vendas, com o objetivo de mensurar e gerenciar os riscos. Mas agora o big data proporciona a capacidade de considerar mais fatores em um nível mais detalhado que permite descobrir padrões que estavam obscuros nos dados consolidados. Big data e analytics prometem transformar a gestão de riscos e tomada de decisões, oferecendo mais informação e velocidade. No entanto, eles não resolverão todos os problemas e, com essas novas fontes de informação, vêm novas pressões para focar em atividades de gestão de riscos e responder rapidamente aos perigos detectados. Usando o big data, as empresas têm potencial para melhor identificar os riscos escondidos e fazer uma melhor análise das causas. Os gestores de risco podem melhorar sua capacidade de determinar a probabilidade de um evento aproveitando metadados e usando segmentação de clientes para identificar fatores de risco. O big data pode ajudar a desenvolver indicadores de alerta precoces que permitem que as empresas reduzam os riscos de forma mais eficaz. BIG DATA: O FUTURO DA INFORMAÇÃO E DOS NEGÓCIOS 9

BIG DATA Armazenamento e Gerenciamento de grandes volumes de dados

BIG DATA Armazenamento e Gerenciamento de grandes volumes de dados BIG DATA Armazenamento e Gerenciamento de grandes volumes de dados Carlos Marques Business Development Manager, Data Connectivity and Integration Latin America & Caribbean Market (CALA) O que veremos hoje?

Leia mais

Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação

Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação Luciano Ramos Coordenador de Pesquisas de Software IDC Brasil A América Latina enfrenta

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

ATÓRIO OBSERV. mcf*(penso) julho/agosto 2013

ATÓRIO OBSERV. mcf*(penso) julho/agosto 2013 OBSERV ATÓRIO Outro dia, por mais uma vez, decidi que freqüentaria a uma academia. Como acabei de me mudar de casa, busquei no Google maps do meu celular por Academia e de imediato diversos pontinhos vermelhos

Leia mais

agility made possible

agility made possible RESUMO DA SOLUÇÃO DO PARCEIRO Soluções de garantia do serviço da CA Technologies você está ajudando seus clientes a desenvolver soluções de gerenciamento da TI para garantir a qualidade do serviço e a

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

UBIQUITOUS COLLABORATION. http://www.trprocess.com

UBIQUITOUS COLLABORATION. http://www.trprocess.com UBIQUITOUS COLLABORATION http://www.trprocess.com Our Company TR PROCESS SMART PROCESS EXPERTS A expressão Smart Process Application, como utilizamos hoje, foi definida e utilizada em seus relatórios pelos

Leia mais

Agregando valor com Business Service Innovation

Agregando valor com Business Service Innovation Agregando valor com Business Service Innovation A TI é enorme. Existem tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte IBM Global Technology Services Manutenção e suporte técnico Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte Uma abordagem inovadora em suporte técnico 2 Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável

Leia mais

Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente. Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente.

Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente. Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente. Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente. As interações com os clientes vão além de vários produtos, tecnologias

Leia mais

IBM MobileFirst: Identificando e Capturando novas oportunidades de negócio

IBM MobileFirst: Identificando e Capturando novas oportunidades de negócio IBM MobileFirst: Identificando e Capturando novas oportunidades de negócio Eduardo Macedo Curro Gerente de Soluções de Mobilidade 2014 IBM Corporation 1 Quais são as principais tendências do mercado de

Leia mais

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios fornecendo valor com inovações de serviços de negócios A TI é grande. Tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development?

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Emerson Murphy-Hill Thomas Zimmermann and Nachiappan Nagappan Guilherme H. Assis Abstract

Leia mais

O novo desafio das marcas: uma visão global dos hábitos dos clientes em dispositivos móveis e redes sociais

O novo desafio das marcas: uma visão global dos hábitos dos clientes em dispositivos móveis e redes sociais O novo desafio das marcas: uma visão global dos hábitos dos clientes em dispositivos móveis e redes sociais SDL Campaign Management & Analytics Introdução Prezado profissional de marketing, A ideia de

Leia mais

Transformando os processos e a cultura de TI para assegurar a qualidade do serviço e aprimorar a eficiência operacional de TI

Transformando os processos e a cultura de TI para assegurar a qualidade do serviço e aprimorar a eficiência operacional de TI RESUMO EXECUTIVO Service Operations Management Novembro de 2011 Transformando os processos e a cultura de TI para assegurar a qualidade do serviço e aprimorar a eficiência operacional de TI agility made

Leia mais

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Conceitos Por que eu preciso deste curso? Não sou de TI Sou de TI conteúdo utilizado exclusivamente para fins didáticos 2 Não sou

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

Guião M. Descrição das actividades

Guião M. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Inovação Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião M Intervenientes

Leia mais

BIG DATA: Uma Perspectiva Gerencial. Elaine Tavares

BIG DATA: Uma Perspectiva Gerencial. Elaine Tavares BIG DATA: Uma Perspectiva Gerencial Elaine Tavares Managing with Analytics at P&G Thomas H. Davenport Marco Iansiti Alain Serels Caso P&G Sucesso muito além do previsto no lançamento de um sabão em pó

Leia mais

Tecnologia e Inovação na era da Informação

Tecnologia e Inovação na era da Informação Tecnologia e Inovação na era da Informação Cezar Taurion Executivo de Novas Tecnologias Chief Evangelist ctaurion@br.ibm.com TUDO EM TEMPO REAL TECNOLOGIA PERVASIVA E COMPUTAÇÃO SOCIAL A SOCIEDADE HIPERCONECTADA

Leia mais

Resultados da Pesquisa

Resultados da Pesquisa Resultados da Pesquisa 1. Estratégia de Mensuração 01 As organizações devem ter uma estratégia de mensuração formal e garantir que a mesma esteja alinhada com os objetivos da empresa. Assim, as iniciativas

Leia mais

Resumo. Julho de 2013. documento

Resumo. Julho de 2013. documento documento Abrindo novas portas para o sucesso das cobranças Saiba como as organizações de cobranças de todo o mundo acompanham o ritmo dos clientes móveis e das prioridades de pagamentos em mudança Julho

Leia mais

agility made possible

agility made possible RESUMO DA SOLUÇÃO Gerenciamento da infraestrutura convergente da CA Technologies Como posso fornecer serviços inovadores ao cliente com uma infraestrutura cada vez mais complexa e convergente? E com gerenciamento

Leia mais

INFORMAÇÕES CONECTADAS

INFORMAÇÕES CONECTADAS INFORMAÇÕES CONECTADAS Soluções de Negócios para o Setor de Serviços Públicos Primavera Project Portfolio Management Solutions ORACLE É A EMPRESA Alcance excelência operacional com fortes soluções de gerenciamento

Leia mais

Mídias Sociais. Fatos e Dicas para 2013. Esteja preparado para um ano digital, social e interativo

Mídias Sociais. Fatos e Dicas para 2013. Esteja preparado para um ano digital, social e interativo Mídias Sociais Fatos e Dicas para 2013 Esteja preparado para um ano digital, social e interativo NESTE E-BOOK VOCÊ VAI ENCONTRAR: 1 - Porque as mídias sociais crescem em tamanho e em importância para o

Leia mais

Câmbio MONEY CHANGER. I d like to exchange some money. Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Where can I find a money changer?

Câmbio MONEY CHANGER. I d like to exchange some money. Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Where can I find a money changer? MONEY CHANGER Câmbio I d like to exchange some money. Where can I find a money changer? Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Onde posso encontrar um câmbio? I d like to exchange (I would) Where can

Leia mais

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL DICAS PARA DIVULGAR SUA EMPRESA E AUMENTAR AS VENDAS NO FIM DE ANO 7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL Sumário Apresentação Capítulo 1 - Crie conteúdo de alta

Leia mais

5 Coisas que você deve saber sobre a ExactTarget Marketing Cloud

5 Coisas que você deve saber sobre a ExactTarget Marketing Cloud 5 Coisas que você deve saber sobre a ExactTarget Marketing Cloud Aprimore a jornada de seus clientes com a plataforma de marketing digital 1:1 líder de mercado 5 Coisas que você deve saber sobre a ExactTarget

Leia mais

Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente. para qualquer nível de profissional de marketing

Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente. para qualquer nível de profissional de marketing 3 Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente para qualquer nível de profissional de marketing Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente para qualquer nível de profissional de marketing

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

Melhore sua Estrategia de Marketing

Melhore sua Estrategia de Marketing Melhore sua Estrategia de Marketing Consumidores estão mais capacitados do que nunca. Eles pesquisam informacoes sobre produtos usando rede sociais como Google, Facebook e Twitter. Eles usam diversos aparelhos

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas.

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Transformação do call center Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Lucre com a atenção exclusiva de seus clientes. Agora,

Leia mais

Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar

Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar Análise dos custos nas agências de viagem e formas de aperfeiçoamento do setor Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar Análise dos custos nas agências de viagem e formas de

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social Não há dúvidas de que as tecnologias sociais têm um impacto substancial no modo como as empresas funcionam atualmente.

Leia mais

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Redesenhando a forma como empresas operam e envolvem seus clientes e colaboradores no mundo digital. Comece > Você pode construir de fato uma

Leia mais

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas.

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Autoatendimento Digital Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Oferece aos clientes as repostas que buscam, e a você,

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

Preparando--se para o desafio do cliente individual e digital Preparando Mauro Segura Marketing e Comunicação IBM Brasil Estudo Global 2013/2014 + 4.000 entrevistas 70 países +20 segmentos de mercado CEOs,

Leia mais

Cada empresa é uma empresa de informação. Não

Cada empresa é uma empresa de informação. Não Gestão da Informação Corporativa OpenText Desligue o seu celular e o seu computador. Desligue os seus servidores. E agora você consegue fazer negócios? Cada empresa é uma empresa de informação. Não importa

Leia mais

Faça você mesmo: Do Projeto 3D às Ferramentas de Fabricação Digital

Faça você mesmo: Do Projeto 3D às Ferramentas de Fabricação Digital Faça você mesmo: Do Projeto 3D às Ferramentas de Fabricação Digital Raul Arozi Moraes Technical Specialist AUBR-63 Inovação e Colaboração Móvel Sobre a Autodesk +10 milhões usuários em mais de 800,000

Leia mais

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais.

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais. The New Conversation: Taking Social Media from Talk to Action A Nova Conversação: Levando a Mídia Social da Conversa para a Ação By: Harvard Business Review A sabedoria convencional do marketing por muito

Leia mais

C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S

C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S A MELHOR OPORTUNIDADE PARA O SEU NEGÓCIO ESTÁ AO SEU ALCANCE NAS REDES SOCIAIS... O MUNDO É FEITO DE REDES SOCIAIS

Leia mais

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal?

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal? Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL O que é Marketing Multicanal? Uma campanha MultiCanal integra email, SMS, torpedo de voz, sms, fax, chat online, formulários, por

Leia mais

Sumário Executivo. Objetivos

Sumário Executivo. Objetivos Brasil Sumário Executivo As mídias sociais estão se tornando uma parte central de como os consumidores descobrem e avaliam informações. Quando os Mass Affluent se relacionam com instituições financeiras

Leia mais

Marketing Digital de resultado para PMEs. Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas

Marketing Digital de resultado para PMEs. Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas 1 Sumário I II V Porque monitorar? O que monitorar? Onde monitorar? Como engajar? 2 Por que Monitorar? 3 I II V Nas mídias sociais

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics:

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics: Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015 Big Data Analytics: Como melhorar a experiência do seu cliente Anderson Adriano de Freitas RESUMO

Leia mais

Inteligência de Dados

Inteligência de Dados Inteligência de Dados Apoio Master Transformando Dados em Vantagem Competitiva Leonardo Couto Sócio e Diretor Comercial leo.couto@wiseminer.com +55 21 9 7295 1422 Big Data Bang e os desafios da gestão

Leia mais

Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data

Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data 9 Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data Planejamento Performance Dashboard Plano de ação Relatórios Indicadores Sua empresa sabe interpretar os dados que coleta? Para aumentar

Leia mais

PROFISSIONAL. Por que o Comércio Eletrônico em Multicanais é Fundamental para o Sucesso do seu Negócio On-line

PROFISSIONAL. Por que o Comércio Eletrônico em Multicanais é Fundamental para o Sucesso do seu Negócio On-line EDIÇÃO Nº 05 GRÁTIS FOTOGRAFIA PROFISSIONAL SOLUÇÕES PARA IMAGENS DE PRODUTO QUE CONQUISTARAM OS LÍDERES DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Por que o Comércio Eletrônico em Multicanais é Fundamental para o Sucesso

Leia mais

01/12/2009 BUSINESS INTELLIGENCE. Agenda. Conceito. Segurança da Informação. Histórico Conceito Diferencial Competitivo Investimento.

01/12/2009 BUSINESS INTELLIGENCE. Agenda. Conceito. Segurança da Informação. Histórico Conceito Diferencial Competitivo Investimento. BUSINESS INTELLIGENCE Agenda BI Histórico Conceito Diferencial Competitivo Investimento Segurança da Objetivo Áreas Conceito O conceito de Business Intelligencenão é recente: Fenícios, persas, egípcios

Leia mais

Serviços IBM de Resiliência:

Serviços IBM de Resiliência: Serviços IBM de Resiliência: Sempre disponível, em um mundo sempre conectado Como chegamos até aqui? Dois profissionais de TI estão sofrendo com interrupções de negócios frequentes, os problemas estão

Leia mais

DATA: 06/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: INFORMAÇÕES NÃO FALTAM: O QUE FAZER COM ELAS? PALESTRANTE: FERNANDO LEMOS

DATA: 06/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: INFORMAÇÕES NÃO FALTAM: O QUE FAZER COM ELAS? PALESTRANTE: FERNANDO LEMOS DATA: 06/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: INFORMAÇÕES NÃO FALTAM: O QUE FAZER COM ELAS? PALESTRANTE: FERNANDO LEMOS Copyright 2014 Oracle and/or its affiliates. All rights reserved. Inovando

Leia mais

IBM Software IBM Business Process Manager Simples e Poderoso

IBM Software IBM Business Process Manager Simples e Poderoso IBM Software IBM Business Process Manager Simples e Poderoso Uma única plataforma BPM que oferece total visibilidade e gerenciamento de seus processos de negócios 2 IBM Business Process Manager Simples

Leia mais

Fabricante Reduz os Custos, Melhora o Serviço e Dinamiza o Gerenciamento com a Virtualização

Fabricante Reduz os Custos, Melhora o Serviço e Dinamiza o Gerenciamento com a Virtualização Virtualização Microsoft: Da Estação de Trabalho ao Data Center Estudo de Caso de Solução de Cliente Fabricante Reduz os Custos, Melhora o Serviço e Dinamiza o Gerenciamento com a Virtualização Visão Geral

Leia mais

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho GUIÃO A 1º Momento Intervenientes e Tempos Descrição das actividades Good morning / afternoon / evening, A and B. For about three minutes, I would like

Leia mais

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho Título: Direção e Taxa (Velocidade) de Acumulação de Capacidades Tecnológicas: Evidências de uma Pequena Amostra de Empresas de Software no Rio de Janeiro, 2004 Autor(a): Eduardo Coelho da Paz Miranda

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo. ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina

Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo. ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina Por quê? INOVAÇÃO Então O que é um portal mesmo? MS Office & Windows

Leia mais

Construa seu ambiente escalável de armazenamento sobre uma base dinâmica da família IBM Storwize

Construa seu ambiente escalável de armazenamento sobre uma base dinâmica da família IBM Storwize IBM Systems and Technology Junho de 2013 Construa seu ambiente escalável de armazenamento sobre uma base dinâmica da família IBM Storwize A família IBM Storwize auxilia na entrega do que você precisa de

Leia mais

Criando diferenciais competitivos e minimizando riscos com uma boa. Claudio Yamashita Country Manager Intralinks Brasil

Criando diferenciais competitivos e minimizando riscos com uma boa. Claudio Yamashita Country Manager Intralinks Brasil Criando diferenciais competitivos e Informação minimizando riscos com uma boa Governança da Claudio Yamashita Country Manager Intralinks Brasil PESQUISA GLOBAL DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 2014 - EY Pensando

Leia mais

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT A importância da inovação em fornecedores de sistemas, serviços e soluções para criar ofertas holísticas Julho de 2014 Adaptado de Suporte a ambientes de datacenter: aplicando

Leia mais

Questão em foco: Colaboração de produto 2.0. Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas

Questão em foco: Colaboração de produto 2.0. Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas Questão em foco: Colaboração de produto 2.0 Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas Tech-Clarity, Inc. 2009 Sumário Sumário... 2 Introdução à questão... 3 O futuro da

Leia mais

quarta-feira, 21 de novembro de 12

quarta-feira, 21 de novembro de 12 31.outubro.2012 Email Marketing na Era do Mobile First Está Preparado? Ricardo Longo ricardo@ftips.mobi @ricolongo quarta-feira, 21 de novembro de 12 O que eu estou fazendo aqui? quarta-feira, 21 de novembro

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes Mais que implantação, o desafio é mudar a cultura da empresa para documentar todas as interações com o cliente e transformar essas informações em

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo MOBILE MARKETING Prof. Fabiano Lobo - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

Faça com que o CRM trabalhe da mesma maneira que o seu pessoal de vendas

Faça com que o CRM trabalhe da mesma maneira que o seu pessoal de vendas Faça com que o CRM trabalhe da mesma maneira que o seu pessoal de vendas APROVEITE AS TECNOLOGIAS DE HOJE PARA MAXIMIZAR A ADOÇÃO POR PARTE DOS USUÁRIOS Para os profissionais de venda, o tempo nunca havia

Leia mais

Versão 1 Mkt Salvador 17.10.12

Versão 1 Mkt Salvador 17.10.12 Versão 1 Mkt Salvador 17.10.12 NÓS CUIDAMOS DOS PROCESSOS. VOCÊ CUIDA DOS NEGÓCIOS. NÓS CUIDAMOS DOS PROCESSOS. Mais de 10 anos de atuação. Empresa mais premiada do setor. Consolidada e com experiência

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

ERPGovernance é uma Suite de gestão de Negócios que abrange totalmente a necessidade

ERPGovernance é uma Suite de gestão de Negócios que abrange totalmente a necessidade ERPGovernance é uma Suite de gestão de Negócios que abrange totalmente a necessidade do cliente, dentre estas : Financeiro, Orçamento, Compras, Vendas, Contabilidade, CRM, Gestão de Projetos, Gestão de

Leia mais

Capitalizando sobre o Novo Consumidor Smarter Consumer Visão do Mercado Brasileiro

Capitalizando sobre o Novo Consumidor Smarter Consumer Visão do Mercado Brasileiro IBM Institute for Business Value Perspectiva do Segmento de Varejo Capitalizando sobre o Novo Consumidor Smarter Consumer Visão do Mercado Brasileiro Compreendendo e Respondendo às Necessidades e Desejos

Leia mais

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios.

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios. Internet of Things 10 formas de utilizá-la em diversos tipos de negócios. INTRODUÇÃO As interfaces Machine to Machine (M2M) estão facilitando cada vez mais a comunicação entre objetos conectados. E essa

Leia mais

Convergência TIC e Projetos TIC

Convergência TIC e Projetos TIC TLCne-051027-P1 Convergência TIC e Projetos TIC 1 Introdução Você responde essas perguntas com facilidade? Quais os Projetos TIC mais frequentes? Qual a importância de BI para a venda de soluções TIC (TI

Leia mais

Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA

Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA 2011 Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA SUMÁRIO Introdução... 4 Metodologia... 6 Resultado 1: Cibersegurança é importante para os negócios... 8 Resultado

Leia mais

Uma nova Virtual Target

Uma nova Virtual Target A Virtual Target é uma ferramenta muito imediata. Ao dispararmos as campanhas, já começamos a receber os resultados de interação e identificar a conversão. A marca, para nós, é sinônimo de comprometimento.

Leia mais

Revista Inteligência Competitiva Daniela Ramos Teixeira

Revista Inteligência Competitiva Daniela Ramos Teixeira 15 INTELIGÊNCIA DE MERCADO: TRANSFORMANDO AS OLIMPÍADAS EM NEGÓCIOS 1 RESUMO Um dos grandes desafios das organizações hoje é a aplicabilidade assertiva das técnicas de análise e métodos utilizados em Inteligência

Leia mais

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança.

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança. EMC Consulting Estratégia visionária, resultados práticos Quando a informação se reúne, seu mundo avança. Alinhando TI aos objetivos de negócios. As decisões de TI de hoje devem basear-se em critérios

Leia mais

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 A GSMA representa os interesses da indústria mundial de comunicações móveis. Presente em mais de 220 países, a GSMA

Leia mais

Faturamento personalizado (Customer Engaged Billing)

Faturamento personalizado (Customer Engaged Billing) Faturamento personalizado (Customer Engaged Billing) Transforme suas comunicações mais lidas em participações multicanais altamente direcionadas que reduzem custos, aumentam a satisfação do cliente e geram

Leia mais

Direto do CMO: Perspectivas de marketing de uma indústria em transição

Direto do CMO: Perspectivas de marketing de uma indústria em transição Direto do CMO: Perspectivas de marketing de uma indústria em transição Informações sobre a mudança dos modelos centralizados em voz para centralizados em dados Autor: Marcel Noordman, Mobile Broadband

Leia mais

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> MERCADO DE CÂMBIO. Uma oferta do serviço Bloomberg Professional MOMENTO PERFEITO

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> MERCADO DE CÂMBIO. Uma oferta do serviço Bloomberg Professional MOMENTO PERFEITO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> MERCADO DE CÂMBIO Uma oferta do serviço Bloomberg Professional MOMENTO PERFEITO A PLATAFORMA DE CÂMBIO SEM IGUAL Os mercados de câmbio estão em

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS UMA VANTAGEM COMPETITIVA COM A TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS AMANDA ZADRES DANIELA LILIANE ELIANE NUNES ELISANGELA MENDES Guarulhos

Leia mais

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração VICTOR HUGO SANTANA ARAÚJO ANÁLISE DAS FORÇAS DE PORTER NUMA EMPRESA DO RAMO FARMACÊUTICO:

Leia mais

PRIMAVERA PORTFOLIO MANAGEMENT DA ORACLE

PRIMAVERA PORTFOLIO MANAGEMENT DA ORACLE PRIMAVERA PORTFOLIO MANAGEMENT DA ORACLE RECURSOS GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO Entrega valor por meio de uma abordagem de estratégia em primeiro lugar para selecionar o conjunto ideal de investimentos Aproveita

Leia mais

Acelere a sua jornada à nuvem

Acelere a sua jornada à nuvem Boletim técnico Acelere a sua jornada à nuvem Arquitetura de nuvem convergente da HP Índice Uma nova computação para a empresa... 2 Evolua a sua estratégia de TI para incluir serviços da nuvem... 2 A nova

Leia mais

PROCESSO DE VENDAS. FALCE, Ricardo de Carvalho. Discente do Curso de Administração da Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva - FAIT

PROCESSO DE VENDAS. FALCE, Ricardo de Carvalho. Discente do Curso de Administração da Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva - FAIT PROCESSO DE VENDAS FALCE, Ricardo de Carvalho. GARCIA, Isabelle Penha. GOMES, Guilherme Martins. MELLO, Karoline de Almeida. Discente do Curso de Administração da Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias

Leia mais

Mídias Sociais: Conhecendo, aplicando e monitorando. Entenda como você pode trabalhar e monitorar mídias sociais, com foco no Twitter e Facebook.

Mídias Sociais: Conhecendo, aplicando e monitorando. Entenda como você pode trabalhar e monitorar mídias sociais, com foco no Twitter e Facebook. 1 Mídias Sociais: Conhecendo, aplicando e monitorando. Entenda como você pode trabalhar e monitorar mídias sociais, com foco no Twitter e Facebook. O que você vai encontrar neste ebook: Por que eu preciso

Leia mais

Como o ERP Tier 2 pode beneficiar o seu negócio

Como o ERP Tier 2 pode beneficiar o seu negócio Como o ERP Tier 2 pode beneficiar o seu negócio Os decisores empresariais podem beneficiar imenso da integração de dados de gestão internos e externos, garantindo que as informações essenciais estão sempre

Leia mais

Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade

Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade Introdução Introdução A empresa de pesquisa IDC prevê que mais da metade dos trabalhadores usarão ferramentas

Leia mais

Eventos Internacional

Eventos Internacional Eventos Internacional Site Inspection Novembro 2014 Apoio Elisabete Sorrentino, Cintia Hayashi Evento: ESOMAR Latin American Conference Entidade Apoiada: World Association of Research Professionals -ESOMAR-

Leia mais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita Federal. O incentivo

Leia mais

as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las

as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Setembro de 2012 as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las agility made possible sumário resumo executivo 3 efetivo do servidor: 3 difícil e piorando

Leia mais

2Avalie novos modelos de investimento. Otimize a estrutura de tecnologia disponível

2Avalie novos modelos de investimento. Otimize a estrutura de tecnologia disponível Crise? Como sua empresa lida com os desafios? Essa é a questão que está no ar em função das mudanças no cenário econômico mundial. A resposta a essa pergunta pode determinar quais serão as companhias mais

Leia mais

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person?

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person? Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014 GUIÃO A Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho 1.º Momento Intervenientes e Tempos

Leia mais