RESOLUÇÃO D.M.E. Nº. 001/2013

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESOLUÇÃO D.M.E. Nº. 001/2013"

Transcrição

1 RESOLUÇÃO D.M.E. Nº. 001/2013 Dispõe sobre o PROCESSO DE INSCRIÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E ATRIBUIÇÃO DE CLASSES E/OU AULAS da REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO DE PIRAPOZINHO/SP, para o ANO LETIVO DE ORLANDO PADOVAN, Prefeito Municipal de Pirapozinho, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e considerando a necessidade de garantir direitos e oportunidades iguais a todos os Docentes, assegurando os princípios da Igualdade, Impessoalidade e Imparcialidade e tendo em vista o disposto na Lei Municipal Nº 3.748/ Estatuto e Plano de Carreira do Magistério Público Municipal de Pirapozinho e na Lei Nº /2008. RESOLVE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º A Comissão de Atribuição de Classes e/ou Aulas da Rede Pública Municipal de Ensino de Pirapozinho, Estado de São Paulo, que deverá tomar as providências necessárias quanto à divulgação, execução, acompanhamento e avaliação das normas que orientam o Processo de que trata esta Resolução, fica nomeada e composta na seguinte conformidade: I Representantes da Divisão Municipal de Educação a) Dirigente Municipal de Educação; b) Assistente de Planejamento Educacional; c) Equipe de apoio pedagógico II Representantes das Unidades Escolares da Rede Pública Municipal de Ensino a) Diretores das Escolas Municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental-EMEIFs; b) Vice-diretores das Escolas Municipais de Educação Infantil EMEIs. Artigo 2º - Cabe ainda à Comissão de Atribuição de Classes e/ou Aulas, dentre outras: a) acompanhar o efetivo cumprimento desta Resolução; b) coordenar o Processo de Atribuição de Classes e/ou Aulas no âmbito da Divisão Municipal de Educação. Parágrafo Único Os casos de situações não previstos, nesta Resolução, serão solucionados pela Comissão de Atribuição e quando necessário será recorrido a Procuradoria Jurídica Municipal. Artigo 3º Cabe aos Diretores e Vice-Diretores das EMEIFs - Escolas Municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental, EMEIs - Vice-diretores das Escolas Municipais de Educação Infantil ATRIBUIR Classes e/ou Aulas, compatibilizando o horário, os turnos de funcionamento e a jornada de trabalho, tendo em vista a Proposta Político Pedagógica das Unidades Escolares, seguindo rigorosamente a ordem de classificação dos Docentes e a Legislação Municipal vigente. 1º - O Docente, Titular de Cargo, com ACÚMULO ou que optar por ampliar sua jornada com Carga Suplementar, deverá estar ciente de que no decorrer do ano Letivo: a) não haverá dispensa para as atividades Educacionais inerentes, que lhe forem atribuídas, por força de suas Funções; b) as convocações, quando necessárias, deverão ser atendidas.

2 2º - O Docente Titular de Cargo, afastado pelo Convênio de Parceria Educacional Estado e Município, terá atribuída como Carga Suplementar, apenas as aulas correspondentes aos blocos indivisíveis, porém poderá optar pela mesma, se aprovado no Processo Seletivo Simplificado nº 01/ 2.012, requerendo para tanto Acúmulo de Cargo. 3º - A atribuição da Carga Suplementar acima referida seguirá classificação do Processo Seletivo Simplificado nº 01/2.012, e ocorrerá conforme cronograma anexo, conforme explicitado no Capítulo IV, desta Resolução. 4º - As Horas de Trabalho Pedagógico Coletivo HTPCs, integrantes da Jornada mensal do Professor, não poderão ser realizadas, em horário concomitante com as demais aulas e as ausências nas mesmas, deverão ser contadas como falta-aula, não havendo reposição. 5º - O Docente que faltar as aulas em virtude de consulta ou tratamento de saúde, referente a sua própria pessoa ou de sua família, não sofrerá desconto de vencimento desde que apresente Atestado Médico, no dia útil imediato ao da ausência. 6º - O Docente Efetivo, em Licença de Saúde, só fará jus a Atribuição de Classe ou Aulas correspondentes a sua Jornada de Trabalho, não podendo, portanto, pleitear Carga Suplementar. 7º - O Docente, que faltar às aulas de uma determinada classe, sem justificativa, por 03 (três) semanas consecutivas ou por 05 (cinco) semanas interpoladas, perderá as aulas referente a sua Carga Suplementar, quando Efetivo e as aulas da Classe, se Contratado, ficando ambos, impedidos de participarem de outras Atribuições, durante o ano Letivo em questão. Artigo 4º As horas de trabalho que ultrapassarem as da Jornada na qual o Docente estiver incluído serão consideradas como Carga Suplementar, não podendo exceder ao total de 200 (duzentas) horas mensais. 1º - As aulas do Projeto de Recuperação e Reforço e demais Projetos Educacionais homologados e autorizados pela Divisão Municipal de Educação, poderão ser atribuídas como Carga Suplementar ao Titular de Cargo Efetivo do Município, no momento da Atribuição da Jornada. 2º - As aulas de Projetos Educacionais referidos no caput do parágrafo anterior deverão ser atribuídas aos Titulares de Cargo da Rede Pública Municipal de Ensino de Pirapozinho/SP, PEB I ou PEB II, observando-se: a) habilitação do Docente em relação ao campo de atuação referente ao Projeto; b) experiências anteriormente bem sucedidas, com Parecer favorável do Conselho de Escola; c) participação em capacitações. Artigo 5º As aulas de Arte e Educação Física remanescentes do Processo Inicial de Atribuição poderão ser atribuídas aos Docentes PEB II, Titulares de Cargo e PEB I-Habilitados, como Carga Suplementar. Artigo 6º - As aulas de Inglês das Unidades Escolares de Ensino Fundamental 1º ao 5º ano, serão atribuídas como: a) Jornada de Trabalho docente aos aprovados em Concurso Público Municipal de Provas e Títulos; b) Carga Suplementar, ao Titular de Cargo com habilitação específica; c) Carga Horária aos classificados do Processo Seletivo Simplificado nº 01/2.012.

3 1º - As aulas remanescentes, de que trata o caput, do Artigo anterior, serão atribuídas, pela Divisão Municipal de Educação, como Carga Suplementar aos Titulares de Cargo PEB I, que atuam em outras Unidades Escolares, da Rede Pública Municipal de Ensino de Pirapozinho/SP, bem como, aos Titulares de Cargo PEB II, de Arte ou Educação Física. 2º - Havendo necessidade, as aulas ainda remanescentes, de que trata o caput do Parágrafo anterior, serão atribuídas pela Divisão Municipal de Educação, na seguinte conformidade: a) classificados em Concurso Público Municipal de Provas e Títulos; b) aprovados no Processo Seletivo Simplificado/ Artigo 7º - As Classes de Educação de Jovens e Adultos EJA, serão atribuídas, na Unidade Escolar, como Jornada Docente. Artigo 8º - Os Professores Readaptados/Reabilitados, somente poderão participar da Atribuição de Classe e/ou Aula, quando reintegrados as suas Funções Docentes. Artigo 9º As classes de Pré Escola I e II serão oferecidas aos Profissionais do Magistério, com habilitação em Educação Infantil, primeiramente na Unidade Escolar e posteriormente na Divisão Municipal de Educação. Artigo 10 Os Docentes PEB I e PEB II, efetivos na Rede Pública Municipal de Ensino de Pirapozinho, sem Unidade Escolar determinada como sede de controle de freqüência, serão classificados em lista única e terão suas classes atribuídas de acordo com o cronograma anexo, conforme pontuação fornecida pela Unidade Escolar em que atuou no ano Letivo de CAPÍTULO II DAS INSCRIÇÕES Artigo 11 - O período destinado às inscrições dos Professores que atuam na Educação Básica do Município de Pirapozinho, nas Unidades Escolares e na Divisão Municipal de Educação, será de acordo com cronograma a ser divulgado posteriormente. Artigo 12 - Serão inscritos e classificados na Unidade Escolar de lotação, momento de opção de Jornada e Carga suplementar: a) Docentes Titulares de Cargo Estadual afastado junto ao Convênio de Parceria Educacional Estado/Município; b) Docentes Titulares de Cargo Municipal Parágrafo Único Os Docentes Titulares de Cargo Municipal sem Unidade de controle de freqüência definido deverá fazer sua inscrição na Unidade Escolar que atuou no ano letivo CAPÍTULO III DA CLASSIFICAÇÃO E DA PONTUAÇÃO Artigo 13 - Os Docentes inscritos para o Processo de Atribuição de Classes e/ou Aulas, ano letivo 2.013, serão classificados por títulos e tempo de serviço, em lista única, em ordem decrescente de pontos, pela Unidade Escolar e/ou Divisão Municipal de Educação com observância ao campo de atuação, indicado na respectiva Inscrição, conforme segue:

4 I UNIDADE ESCOLAR a) titulares de cargo, PEB I e PEB II, da Rede Pública Municipal de Ensino de Pirapozinho e Titulares de Cargos afastados junto ao Convênio de Parceria Educacional Estado/Município; b) titulares de cargo, PEB I e PEB II, da Rede Pública Municipal de Ensino de Pirapozinho, sem Unidade de Controle de freqüência definida. 1º Os Profissionais a que se refere o caput do Artigo 14 serão classificados quanto: I - TEMPO DE SERVIÇO a) tempo de serviço no Cargo de Magistério Público Municipal de Pirapozinho ou do Estado de São Paulo: 0,005 (cinco milésimos) ponto, por dia trabalhado; b) tempo de exercício no campo de atuação, de Magistério Público Municipal de Pirapozinho ou do Estado de São Paulo, desde que não concomitante: 0,001 (um milésimo) ponto, por dia trabalhado; c) tempo de serviço na Unidade Escolar: 0,001 (um milésimo), ponto por dia trabalhado, inclusive aos afastados para outras Funções na esfera Educacional. 2º - O tempo de serviço, a que se referem as alíneas anteriores, será considerado até a data base de 30/06/2012. II TÍTULOS a) certificado de Aprovação em Concurso Público Municipal ou Estadual de provas e títulos para provimento do Cargo de que é titular: 10,00 (dez) pontos; b) diploma ou certificado, na área da Educação de Licenciatura Plena e/ou Complementação Pedagógica: 2,5 (dois e meio) pontos, máximo de 05 (cinco) pontos; c) título de Doutor em Educação: 04 (quatro) pontos; d) título de Mestre em Educação: 03 (três) pontos; e) certificado de cursos de especialização com duração mínima de 480 horas: 02 (dois) pontos cada, até no máximo de 04 (quatro) pontos; f) certificado de cursos de especialização com duração mínima de 360 horas: 1,5 (um e meio) ponto cada, até no máximo de 03 (três) pontos; g) certificado de cursos de aperfeiçoamento com duração mínima de 180 horas: 01 (um) ponto cada, até no máximo de 02 (dois) pontos; h) certificado de cursos de pequena duração realizados nos últimos 03 (três) anos considerando até 31/12/2012, com duração mínima de 30 (trinta) horas: 0,25 (vinte e cinco centésimos), até no máximo de 2,5 (dois e meio) pontos. Artigo 14 As Classes e/ou Aulas atribuídas aos Titulares de Cargo, obedecerá à classificação e dar-se-á nas fases: Unidade Escolar e Divisão Municipal de Educação em conformidade com cronograma, posteriormente divulgado, não sendo autorizado qualquer tipo de troca de classe/aula após iniciado o ano Letivo. CAPÍTULO IV DO PROCESSO DE ATRIBUIÇÃO DE CLASSES E/OU AULAS FASE 1 UNIDADE ESCOLAR

5 a) Jornada e Carga Suplementar, exceto Arte, Educação Física, Inglês e Música, aos Docentes Titulares de Cargo, PEB I, para atuarem no Ensino Fundamental-1º ao 5º ano; b) Jornada de Trabalho e Carga Suplementar, aos Docentes Titulares de Cargo, PEB I, Habilitados, para atuarem na Educação Infantil, Pré I e Pré II exceto Arte, Educação Física; c) Jornada de Trabalho aos Docentes Titulares de Cargo, PEB II, no Ensino Fundamental 1º ao 5º ano, e na Educação Infantil Pré I e Pré II, Disciplinas de Arte e Educação Física; d) Jornada aos Docentes Titulares de Cargo, PEB II, para atuarem nas Oficinas Curriculares das Escolas em Projeto de Tempo Integral-ETI; e) Jornada aos Docentes Titulares de Cargo, para atuarem na Educação de Jovens e Adultos-EJA ciclo I; f) Jornada de Trabalho a Docente Titular de Cargo, PEB I, Habilitado, para atuar na Educação Especial; g) Carga Suplementar ao Titular de Cargo Efetivo do Município para atuar em Projeto de Recuperação e Reforço e Projetos Educacionais homologados e autorizados pela Divisão Municipal de Educação. Parágrafo Único - A Jornada de Trabalho ou a Carga Suplementar de um Titular de Cargo, afastado, só poderá ser atribuída a outro Professor que não esteja afastado e em condições de exercer a função assumida durante o ano letivo de 2.013, salvo os casos de Professores Efetivos sem Unidade de freqüência definida. FASE 2 DIVISÃO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO a) Composição de Jornada ou Complementação Docentes Efetivos da Rede Pública Municipal de Ensino de Pirapozinho e Docentes Efetivos da Rede Pública Estadual - Convênio de Parceria Educacional Estado e Município; b) Composição de Jornada Docentes Efetivos da Rede Pública Municipal de Ensino de Pirapozinho e Docentes Efetivos da Rede Pública Estadual na qualidade de adidos c) Remanejamento de docente PEB I e PEB II com sede de controle de frequência no Distrito de Itororó do Paranapanema. d) Carga Suplementar aos Titulares de Cargo, PEB I e PEB II, com habilitação específica; e) Projeto de Recuperação e Reforço e Projetos Educacionais homologados e autorizados pela Divisão Municipal de Educação, conforme critérios definidos no Parágrafo 2º, Artigo 4º, desta Resolução. Paragrafo Único As atribuições a que se referem os ítens anteriores, serão realizadas na seguinte conformidade: a) Titulares de cargo, PEB I e PEB II, da Rede Pública Municipal de Ensino de Pirapozinho e Titulares de Cargos afastados junto ao Convênio de Parceria Educacional Estado/Município; b) Titulares de Cargo com sede no Distrito de Itororó do Paranapanema, conforme INSTRUÇÃO D.M.E. Nº 001/2.013; c) Titulares de Cargo, PEB I e PEB II, sem Unidade de Controle de freqüência definida; d) Candidatos aprovados em Concurso Público de Provas e Títulos do Município de Pirapozinho; e) Docentes habilitados, aprovados em Processo Seletivo Simplificado nº. 01/2.012, seguindo classificação dos mesmos. Artigo 15 - Durante o ano letivo de 2.013, para as Classes e/ou Aulas surgidas decorrentes de afastamentos para Funções de Suporte Pedagógico, aposentadorias ou abertura de classes, serão atribuídas, a candidatos aprovados e remanescentes de Concurso Público Municipal de Provas e Títulos do Município de Pirapozinho, sendo nomeados sem sede de controle de freqüência definida.

6 1º - Os afastamentos de Docentes não previstos no caput do Artigo anterior, por período superior a 15 (quinze) dias, serão atribuídos a candidatos, aprovados no Processo Seletivo Simplificado nº. 01/ º As aulas eventuais, para período de até 15 dias, serão ministradas, preferencialmente, pelo Docente Titular de Cargo, da Rede Pública Municipal de Ensino de Pirapozinho e na ausência destes, aos candidatos aprovados em Processo Seletivo Simplificado nº. 01/2.012, seguindo classificação dos mesmos. Artigo 16 - Fica vedado ao Docente Titular de Cargo qualquer tipo de aumento de Carga Horária mensal, quando encontrar-se aguardando perícia médica e publicação de Readaptação, por ocasião do processo inicial de Atribuição de Aulas ou durante o ano Letivo de Artigo 17 Para participar de qualquer fase da Atribuição de Classe e/ou Aulas, da Rede Pública Municipal de Ensino de Pirapozinho/SP, o Docente que Acumula Cargo e/ou quando tiver opção de Carga Suplementar, deverá comprovar com apresentação de anexo, as aulas que já lhe foram atribuídas. Artigo 18 O docente que tiver jornada de trabalho com Acúmulo de Cargo, deverá apresentar documento comprobatório, na Unidade Escolar da Rede Pública Municipal de Pirapozinho, dentro do mês em que o mesmo for definido. Parágrafo Único O profissional que não apresentar o documento de Acúmulo de Cargo conforme determina o caput do artigo anterior, terá seus vencimentos suspensos até que regularize a situação. CAPÍTULO IV DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Artigo 19 Em caráter de excepcionalidade não será permitido a ampliação de jornada para o ano letivo de Artigo 20 Os recursos referentes ao Processo de Classificação e Atribuição de Classes e/ou Aulas, ano Letivo 2.013, não terão efeito suspensivo nem retroativo e deverão ser interpostos no prazo de 01 (um) dia útil, após a ocorrência do fato motivador, dispondo a autoridade recorrida de igual prazo para decisão. Artigo 21 Durante o primeiro semestre de 2.013, será permitido aos Titulares de Cargo que possuem Carga Suplementar, deixar aulas da mesma, somente para assumir outras em substituição de Afastamentos de Docentes, previstos até o final do ano letivo em curso, desde que comprovada a possibilidade de diminuição do número de Unidades Escolares em que trabalha. Artigo 22 - Fica vedado ao Professor, em quaisquer das fases de Atribuição, desistir da classe/aula, escolhida na fase anterior, para pegar uma outra, na fase subseqüente. Artigo 23 - Quando se optar pela presença do Professor de Educação Básica II- PEB II, para ministrar aulas como Especialista, na Educação Infantil Pré I e Pré II e no Ensino Fundamental - 1º ao 5º ano, o titular da regência da classe, deverá ficar a disposição da Escola, preparando aulas ou realizando outras atividades próprias da docência, denominadas Horas de Estudo.

7 1º - Nos afastamentos, do Professor de Educação Básica II-PEB II, a que se refere o caput do Artigo anterior, caberá a contratação de Professor substituto. 2º - Na impossibilidade da contratação a que se refere o caput do parágrafo anterior, o Professor regente da classe deverá ministrar as aulas. Artigo 24 - Poderá ocorrer remanejamento de Docentes efetivos PEB I e PEB II do Distrito de Itororó do Paranapanema, com vigência até o final do ano Letivo 2.013, conforme Instrução D.M.E. Nº 001/ Parágrafo Único - O remanejamento ocorrerá respeitando-se a classificação do Titular de Cargo, conforme ordem estabelecida na alínea c, Parágrafo Único, Fase 2 DME, Artigo 15 ou quando houver necessidade de admissão de novos profissionais com o surgimento de novas classes e/ou aulas. Artigo 25 - No caso de empate de pontuação em classificação, o desempate deverá se efetuar na seguinte ordem de critérios: I maior tempo de serviço na Rede Pública Municipal de Ensino do Município de Pirapozinho/SP; II encargos de família (maior número de dependentes); III maior idade. Artigo 26 A atribuição de classes e/ou aulas, em caráter de substituição, para o ano letivo 2.013, será todas as 6ªs feiras, às 10h00, na Divisão Municipal de Educação. 1º O interessado em participar do processo de atribuição mencionado no caput do artigo anterior, deverá acompanhar rigorosamente as convocações pelo site 2º - O candidato interessado em participar do referido processo terá assegurado, a classificação publicada, desde que apresentem-se no local, dia e hora definidos no parágrafo anterior. 3º - O candidato que não comparecer no processo de atribuição será automaticamente considerado, DESISTENTE, no dia. 4º - O candidato considerado desistente numa atribuição de classes e/ou aulas, poderá participar de atribuição na semana subsequente. Artigo 27 A atribuição de classes e/ou aulas, do Cronograma de Atribuição de Aulas/Classe Fase DME, ocorrerão na EMEIF Prof. Moacyr Teixeira. Artigo 28 Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação, ficando revogadas as disposições em contrário. Orlando Padovan Prefeito Municipal de Pirapozinho Pirapozinho, 25 de janeiro de

8 PROCESSO DE ATRIBUIÇÃO DE CLASSES E/OU AULAS ANO LETIVO CRONOGRAMA ORLANDO PADOVAN, Prefeito Municipal de Pirapozinho, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais CONVOCA todos os Docentes Efetivos da Rede Pública Municipal de Ensino de Pirapozinho/SP, para participarem do Processo de Atribuição de Classes e/ou Aulas, conforme normas definidas na RESOLUÇÃO DME 001/2.013, seguindo cronograma abaixo: Horário Sexta-feira Segunda-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira 01/02/ /02/ /02/ /02/ /02/ h00 Inscrição dos Docentes Efetivos com e sem sede na U.E., adidos e afastados junto ao Convênio de Parceria Educacional Estado/Município Ciência aos docentes da avaliação dos títulos/pontos para fins de classificação para o Processo de Atribuição de Classes/Aulas FASE 1 U.E. Titulares de Cargo c/ Sede Atribuição de Jornada. Atribuição de Carga Suplementar, de acordo com a presente Resolução FASE 2 DME (Moacyr) Atribuição de classe/aulas remanescente a docentes habilitados, aprovados em processo seletivo simplificado nº. 01/ h FASE 2 DME (Moacyr) Atribuição de classe/aulas para titulares de Cargo sem Sede. 14h Encaminhar a DME a classificação docentes excluindo tempo da U.E. com e sem sede. Encaminhar a DME o Saldo de classe/aulas. 15h FASE 2 DME (Moacyr) Composição de Jornada para titulares de cargo com sede Remanejamento de docentes PEB I e PEB II com sede de controle no Distrito de Itororó do Paranapanema. FASE 2 DME(Moacyr) Atribuição de classe/aulas titulares de Cargo PEB I e PEB II sem Sede. FASE 2 DME (Moacyr) Atribuição aos Titulares de Cargo PEB I e PEB II de aulas a titulo de Carga Suplementar FICAM OS DIRETORES DAS EMEIFS CONVOCADOS PARA PARTICIPAREM NA FASE DME DO PROCESSO DE ATRIBUIÇÃO DE CLASSES E/OU AULAS, CONFORME CRONOGRAMA NA EMEIF PROF. MOACYR TEIXEIRA. CHEGAR AOS LOCAIS ACIMA DEFINIDOS COM 01 (UMA) HORA DE ANTECEDÊNCIA.

PREFEITURA MUNICIPAL DE LINHARES SECRETARIA DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 011/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE LINHARES SECRETARIA DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 011/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE LINHARES SECRETARIA DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 011/2014 Processo de seleção e admissão de professores e pedagogos em regime de designação temporária, para o exercício da função de regência

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 03/2015/SMEC

INSTRUÇÃO NORMATIVA 03/2015/SMEC INSTRUÇÃO NORMATIVA 03/2015/SMEC Dispõe sobre o processo anual de atribuição de classes e ou aulas ao pessoal docente pertencentes ao quadro efetivo e com contrato temporário nas Unidades Escolares da

Leia mais

MUNICÍPIO DE ITAPEVA CNPJ. 46.634.358/0001-77 SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO

MUNICÍPIO DE ITAPEVA CNPJ. 46.634.358/0001-77 SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO SME N 05 DE 27 DE NOVEMBRO DE 2014 DISPÕE sobre o processo anual de inscrição, classificação, remoção e atribuição de classes/aulas do pessoal docente e Suporte Pedagógico do Quadro do Magistério

Leia mais

Decreto nº 4.134, de 09 de janeiro de 2014.

Decreto nº 4.134, de 09 de janeiro de 2014. Decreto nº 4.134, de 09 de janeiro de 2014. Dispõe sobre o processo de escolha para a designação de Professor para exercer a função gratificada de Vice-Diretor de Escola e Coordenador Pedagógico, nas Unidades

Leia mais

quarta-feira, 19 de março de 2014 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 124 (52) 17-

quarta-feira, 19 de março de 2014 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 124 (52) 17- quarta-feira, 19 de março de 2014 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 124 (52) 17- Resolução SE-12, de 18-3-2014 - Dispõe sobre a situação funcional dos servidores da Secretaria da Educação

Leia mais

DESENVOLVIMENTO CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA CONSELHO DELIBERATIVO. Deliberação CEETEPS - 2, de 28-1-2009

DESENVOLVIMENTO CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA CONSELHO DELIBERATIVO. Deliberação CEETEPS - 2, de 28-1-2009 D.O.E de 29/01/2009, Seção I, Pág. 35/36 DESENVOLVIMENTO CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA CONSELHO DELIBERATIVO Deliberação CEETEPS - 2, de 28-1-2009 Dispõe sobre a contratação por tempo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA Departamento de Educação Av. Engenheiro Nicolau de Vergueiro Forjaz, nº 860 Centro CEP: 13.660-000 Porto Ferreira/SP. Instrução DE - 2, de 27 de novembro de 2014

Leia mais

64 São Paulo, 124 (238) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

64 São Paulo, 124 (238) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 64 São Paulo, 124 (238) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 124 (238)

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA PROJETO DE LEI Nº Disciplina a admissão de pessoal por prazo determinado no âmbito do Magistério Público Estadual, para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, sob regime administrativo

Leia mais

RESOLUÇÃO SME nº 01, de 22 de agosto de 2014.

RESOLUÇÃO SME nº 01, de 22 de agosto de 2014. RESOLUÇÃO SME nº 01, de 22 de agosto de 2014. Dispõe sobre: PROCESSO ANUAL DE ATRIBUIÇÃO DE CLASSE E AULAS AO PESSOAL DOCENTE DO QUADRO DO MAGISTÉRIO DO MUNICÍPIO DE CAIEIRAS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

Município de Montes Claros MG Procuradoria Jurídica

Município de Montes Claros MG Procuradoria Jurídica PORTARIA Nº 01, de 15 de janeiro de 2007. Estabelece critérios visando à convocação para contratação de pessoal, por excepcional interesse público, na composição do Quadro de Pessoal das Unidades Municipais

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA Cachoeira, março de 2011 REGULAMENTO DE MONITORIA ACADÊMICA DO CURSO DE PEDAGOGIA Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 004/2015 POR PROVA DE TÍTULOS

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 004/2015 POR PROVA DE TÍTULOS 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 004/2015 POR PROVA DE TÍTULOS A Secretária Municipal de Educação de Biguaçu, no uso de suas

Leia mais

ASSEMBLEIA - MAGISTÉRIO

ASSEMBLEIA - MAGISTÉRIO ASSEMBLEIA - MAGISTÉRIO LEI COMPLEMENTAR N.º 752 DE 30 DE MARÇO DE 2012 Propostas de alterações no estatuto feitas pela Seduc SEÇÃO IV - Da Formação dos Profissionais do Magistério Art. 6º A formação dos

Leia mais

PORTARIA Nº 6.653 DE 05 DE DEZEMBRO DE 2014

PORTARIA Nº 6.653 DE 05 DE DEZEMBRO DE 2014 http://www.supervisorc.com PORTARIA Nº 6.653 DE 05 DE DEZEMBRO DE 2014 DOC Nov 2014 Dispõe sobre o Processo Inicial de Escolha/Atribuição de turnos e de classes/blocos/ aulas aos Professores da Rede Municipal

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 001/2014 POR PROVA DE TÍTULOS

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 001/2014 POR PROVA DE TÍTULOS PREFEITURA MUNICIPAL DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 001/2014 POR PROVA DE TÍTULOS A Secretária Municipal de Educação de Biguaçu, no uso de suas

Leia mais

LEI Nº 13.574, DE 12 DE MAIO DE 2003. (Projeto de Lei nº 611/02, da Vereadora Claudete Alves - PT)

LEI Nº 13.574, DE 12 DE MAIO DE 2003. (Projeto de Lei nº 611/02, da Vereadora Claudete Alves - PT) LEI Nº 13.574, DE 12 DE MAIO DE 2003 (Projeto de Lei nº 611/02, da Vereadora Claudete Alves - PT) Dispõe sobre a transformação e inclusão no Quadro do Magistério Municipal, do Quadro dos Profissionais

Leia mais

A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO do Município de Duque de Caxias, no uso de suas atribuições legais e considerando:

A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO do Município de Duque de Caxias, no uso de suas atribuições legais e considerando: PORTARIA Nº 36/SME/2012 Define parâmetros comuns à execução do Programa de Matrícula Sem Fila/ 2013, para a Educação Infantil (Creche e Pré- Escola), Educação Especial Ensino Fundamental e Educação de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE TRADUTOR E INTÉRPRETE DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS LIBRAS, POR PRAZO DETERMINADO

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE TRADUTOR E INTÉRPRETE DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS LIBRAS, POR PRAZO DETERMINADO EDITAL Nº 01/2015, DE 20 DE JANEIRO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE TRADUTOR E INTÉRPRETE DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS LIBRAS, POR PRAZO DETERMINADO A SECRETARIA MUNICIPAL

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA EDITAL Nº 075/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES A DISTÂNCIA DO CURSO TÉCNICO EM TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS - CAMPUS PINHAIS Dispõe

Leia mais

REGIMENTO INTERNO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA ESCOLA DO PARLAMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

REGIMENTO INTERNO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA ESCOLA DO PARLAMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO REGIMENTO INTERNO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA ESCOLA DO PARLAMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO Sumário TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 CAPÍTULO I Da Caracterização do Curso... 3 CAPÍTULO

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 33/2013-CONSUNIV Altera a Resolução nº. 019/2011, que institui o Sistema de

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 33/2013-CONSUNIV Altera a Resolução nº. 019/2011, que institui o Sistema de UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 33/2013-CONSUNIV Altera a Resolução nº. 019/2011, que institui o Sistema de Ingresso Seriado para acesso aos Cursos de Graduação de

Leia mais

GOVERNO MUNICIPAL SÃO LOURENÇO DO OESTE GABINETE DO PREFEITO

GOVERNO MUNICIPAL SÃO LOURENÇO DO OESTE GABINETE DO PREFEITO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 001/2013 ABRE INSCRIÇÕES E BAIXA NORMAS PARA SELEÇÃO DE PROFESSORES EM CARÁTER TEMPORÁRIO E EXCEPCIONAL PARA O ANO LETIVO DE 2013, NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO. O PREFEITO

Leia mais

INSTRUÇÕES ESPECIAIS I DOS EMPREGOS

INSTRUÇÕES ESPECIAIS I DOS EMPREGOS PROCESSOR SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CADASTRO EMERGENCIAL DE DOCENTES PARA SUBSTITUIÇÃO DOS SERVIDORES EFETIVOS DOS CARGOS DO QUADRO DE PESSOAL DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃOAFASTADOS TEMPORARIAMENTE

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DOS SERVIDORES DO QUADRO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO ORIENTAÇÕES GERAIS

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DOS SERVIDORES DO QUADRO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO ORIENTAÇÕES GERAIS PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DOS SERVIDORES DO QUADRO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO ORIENTAÇÕES GERAIS A Universidade Federal do Amapá UNIFAP em cumprimento às diretrizes do Plano de Carreira dos

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.529, DE 12 DE JUNHO DE 2007

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.529, DE 12 DE JUNHO DE 2007 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.529, DE 12 DE JUNHO DE 2007 Dispõe sobre a oferta de cursos de pósgraduação lato sensu

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA GERAL DOS CONSELHOS SUPERIORES

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA GERAL DOS CONSELHOS SUPERIORES SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA GERAL DOS CONSELHOS SUPERIORES DELIBERAÇÃO Nº 044/2005 CONSELHO DEPARTAMENTAL EM 25 DE NOVEMBRO DE

Leia mais

EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016

EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016 EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016 A Direção Geral da Faculdade Iguaçu, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, de acordo com a legislação vigente e Regimento Geral, torna

Leia mais

Faculdade de Lucas do Rio Verde Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01.

Faculdade de Lucas do Rio Verde Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01. CONSELHO PEDAGÓGICO - COP RESOLUÇÃO Nº. 13/2008, DE 03 DE ABRIL DE 2008 Aprova o Regulamento de Monitoria Faculdade de Lucas do Rio Verde. O Presidente do Conselho Pedagógico - COP, face ao disposto no

Leia mais

DAS INSCRIÇÕES. II - Ter, na data da chamada para escolha de vagas, a idade mínima de 18 (dezoito) anos completos;

DAS INSCRIÇÕES. II - Ter, na data da chamada para escolha de vagas, a idade mínima de 18 (dezoito) anos completos; EDITAL Nº 001/2013 Estabelece normas para realização Processo seletivo simplificado de seleção e contratação em Regime de Designação Temporária de professores habilitados e não habilitados para o exercício

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE APIÚNA CNPJ 79.373.767/0001-16 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE APIÚNA CNPJ 79.373.767/0001-16 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 014/2014/SEMEC NICANOR MORRO, PREFEITO MUNICIPAL DE APIÚNA - SC, no uso de suas atribuições legais e considerando o disposto na Lei Complementar nº 78/2005 de 08/12/2005,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU)

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) RESOLUÇÃO N.º 700/2009 Publicada no D.O.E. de 07-07-2009, p.16 Altera a Resolução nº 507/07 CONSU, que aprova o Regulamento de Monitorias

Leia mais

EDITAL 001 DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO N 017/2014

EDITAL 001 DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO N 017/2014 EDITAL 001 DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO N 017/2014 Processo Seletivo para preenchimento de Vagas, em caráter temporário, no quadro de Pessoal na Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer e Secretaria

Leia mais

EDITAL Nº 006/RIFB, 17 DE ABRIL DE 2015

EDITAL Nº 006/RIFB, 17 DE ABRIL DE 2015 EDITAL Nº 006/RIFB, 17 DE ABRIL DE 2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONSTITUIÇÃO DO BANCO DE FORMADORES/INSTRUTORES INTERNOS PARA ATUAÇÃO NOS EVENTOS DE CAPACITAÇÃO OFERTADOS NO PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO -

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.169, DE 23 DE AGOSTO DE 2011

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.169, DE 23 DE AGOSTO DE 2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.169, DE 23 DE AGOSTO DE 2011 Disciplina o afastamento de servidores docentes e técnico-administrativos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO DE MONITORIA INSTRUÇÃO DE SERVIÇO N.º 01 DE 12 DE AGOSTO DE 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO DE MONITORIA INSTRUÇÃO DE SERVIÇO N.º 01 DE 12 DE AGOSTO DE 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE COMISSÃO DE MONITORIA INSTRUÇÃO DE SERVIÇO N.º 01 DE 12 DE AGOSTO DE 2015 EMENTA: Estabelece critérios para a operacionalização da Monitoria Voluntária, com vistas ao ano

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 002/2014 POR PROVA DE TÍTULOS

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 002/2014 POR PROVA DE TÍTULOS 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 002/2014 POR PROVA DE TÍTULOS A Secretária Municipal de Educação de Biguaçu, no uso de suas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAXÁ EDITAL SME Nº 003 /2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAXÁ EDITAL SME Nº 003 /2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAXÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL SME Nº 003 /2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO A PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAXÁ MG, por sua SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, torna pública a

Leia mais

Edital nº 02/2015 SELEÇÃO PÚBLICA PARA CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL DE PROFESSORES, EM CARÁTER TEMPORÁRIO, PARA SUPRIR CARÊNCIAS NAS ESCOLAS MUNICIPAIS.

Edital nº 02/2015 SELEÇÃO PÚBLICA PARA CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL DE PROFESSORES, EM CARÁTER TEMPORÁRIO, PARA SUPRIR CARÊNCIAS NAS ESCOLAS MUNICIPAIS. Edital nº 02/2015 SELEÇÃO PÚBLICA PARA CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL DE PROFESSORES, EM CARÁTER TEMPORÁRIO, PARA SUPRIR CARÊNCIAS NAS ESCOLAS MUNICIPAIS. A Prefeitura Municipal de Guaíba, através da Secretaria

Leia mais

Regulamento de Monitoria do Curso de Medicina da UNOESTE. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA CAPÍTULO I DA APRESENTAÇÃO

Regulamento de Monitoria do Curso de Medicina da UNOESTE. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA CAPÍTULO I DA APRESENTAÇÃO Regulamento de Monitoria do Curso de Medicina da UNOESTE. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA CAPÍTULO I DA APRESENTAÇÃO Art. 1º O presente Regulamento estabelece as finalidades, objetivos, atribuições

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA EDITAL 072/2014 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSORES AVALIADORES DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA - LATO

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 002/2015

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 002/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 002/2015 ABRE INSCRIÇÕES E BAIXA NORMAS PARA SELEÇÃO DE PROFESSORES EM CARÁTER TEMPORÁRIO E EXCEPCIONAL PARA O ANO LETIVO DE 2016, NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO. O PREFEITO

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO O Reitor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, no uso de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008

RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008 RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008 Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o art. 363,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ EDITAL PRG Nº 011/2011 CONCURSO PÚBLICO SIMPLIFICADO DE PROVAS E TÍTULOS PARA ADMISSÃO DE DOCENTE EM CARÁTER TEMPORÁRIO.

UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ EDITAL PRG Nº 011/2011 CONCURSO PÚBLICO SIMPLIFICADO DE PROVAS E TÍTULOS PARA ADMISSÃO DE DOCENTE EM CARÁTER TEMPORÁRIO. UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ EDITAL PRG Nº 011/2011 CONCURSO PÚBLICO SIMPLIFICADO DE PROVAS E TÍTULOS PARA ADMISSÃO DE DOCENTE EM CARÁTER TEMPORÁRIO. A Professora Doutora Ana Julia Urias dos Santos Araújo,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PROGRAMA INGLÊS SEM FRONTEIRAS NÚCLEO DE LÍNGUAS - NucLi EDITAL Nº 03, DE 13 DE OUTUBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PROGRAMA INGLÊS SEM FRONTEIRAS NÚCLEO DE LÍNGUAS - NucLi EDITAL Nº 03, DE 13 DE OUTUBRO DE 2014 EDITAL Nº 03, DE 13 DE OUTUBRO DE 2014 Edital nº 03, de 13 de outubro de 2014, da Universidade Federal de Pelotas UFPEL, referente ao processo seletivo simplificado para a função de PROFESSOR BOLSISTA

Leia mais

EDITAL Nº. 14/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE MONITOR PARA O PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO

EDITAL Nº. 14/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE MONITOR PARA O PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO EDITAL Nº. 14/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE MONITOR PARA O PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE TAUÁ-CEARÁ, Prof. João Álcimo Viana

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDOS DO DAMÁSIO EDUCACIONAL

REGULAMENTO CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDOS DO DAMÁSIO EDUCACIONAL REGULAMENTO CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDOS DO DAMÁSIO EDUCACIONAL CAPÍTULO I DA INSCRIÇÃO E DA REALIZAÇÃO DO CONCURSO Art. 1º O presente Concurso será realizado pelo Damásio Educacional e tem como finalidade

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 016/2012

ATO NORMATIVO Nº 016/2012 ATO NORMATIVO Nº 016/2012 Dispõe sobre o horário de expediente e a jornada de trabalho dos servidores, no âmbito do Ministério Público do Estado da Bahia, e dá outras providências. O PROCURADOR-GERAL DE

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 106, de 21 de dezembro de 2012

RESOLUÇÃO nº 106, de 21 de dezembro de 2012 RESOLUÇÃO nº 106, de 21 de dezembro de 2012 Dispõe sobre o processo de seleção interno de docentes para ministrar as disciplinas/módulos/unidade de aprendizagem ou educacional, constantes da estrutura

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 01/2015 SEMED (Prazo: 30 dias) Processo Seletivo para a concessão de licença para qualificação profissional

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N º 38/2011

LEI COMPLEMENTAR N º 38/2011 LEI COMPLEMENTAR N º 38/2011 ALTERA O ESTATUTO E PLANO DE CARREIRA E DE REMUNERAÇÃO PARA O MAGISTÉRIO PÚBLICO DO MUNICIPIO DE FORTUNA DE MINAS, INSTITUÍDO PELA LEI COMPLEMENTAR N.º 27/2004. A Câmara Municipal

Leia mais

3.2 Sistema de Avaliação e Monitoria

3.2 Sistema de Avaliação e Monitoria 3.2 Sistema de Avaliação e Monitoria RESOLUÇÃO N.º 06/2006 - CONSUN APROVA O SISTEMA DE AVALIAÇÃO E PROMOÇÃO PARA OS ALUNOS DE GRADUAÇÃO E CURSOS SEQÜENCIAIS DA PUCPR INGRESSANTES A PARTIR DE 2000. O Presidente

Leia mais

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE SÃO VICENTE ESCOLAS DE TEMPO INTEGRAL (Modelo 2006) EDITAL DE CREDENCIAMENTO

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE SÃO VICENTE ESCOLAS DE TEMPO INTEGRAL (Modelo 2006) EDITAL DE CREDENCIAMENTO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE SÃO VICENTE ESCOLAS DE TEMPO INTEGRAL (Modelo 2006) EDITAL DE CREDENCIAMENTO A Dirigente Regional de Ensino da Diretoria de Ensino Região de São Vicente torna pública a abertura

Leia mais

LEI N. 1397/2013, de 03 de dezembro de 2013.

LEI N. 1397/2013, de 03 de dezembro de 2013. LEI N. 1397/2013, de 03 de dezembro de 2013. REESTRUTURA O SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO, O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FAZENDA VILANOVA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. PEDRO ANTONIO DORNELLES, PREFEITO

Leia mais

REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013.

REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013. REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013. Dispõe acerca da Política de uso do PONTO ELETRÔNICO E DA JORNADA DE TRABALHO dos servidores do Instituto

Leia mais

Regulamento do Programa de Monitoria dos Cursos de Graduação da Faculdade ASCES

Regulamento do Programa de Monitoria dos Cursos de Graduação da Faculdade ASCES Regulamento do Programa de Monitoria dos Cursos de Graduação da Faculdade ASCES 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. Este documento determina as normas estabelecidas para o Programa de Monitoria a ser desenvolvido

Leia mais

Dispõe sobre a oferta de cursos de pós-graduação lato sensu pela Universidade Federal do Pará

Dispõe sobre a oferta de cursos de pós-graduação lato sensu pela Universidade Federal do Pará Dispõe sobre a oferta de cursos de pós-graduação lato sensu pela Universidade Federal do Pará O REITOR DA, no uso das atribuições que lhe conferem o Estatuto e o Regimento Geral, obedecidas a legislação

Leia mais

RESOLUÇÃO FAMES 09/2010

RESOLUÇÃO FAMES 09/2010 Dispõe sobre as formas de ingresso e sobre o Processo Seletivo para admissão de alunos nos cursos de graduação, na Faculdade de Música do Espírito Santo Maurício de Oliveira. RESOLUÇÃO FAMES 09/2010 O

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARÉ

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARÉ DECRETO Nº 092, de 29 de outubro de 2013 Define critérios para a remoção de Pedagogos e Professores Estatutários e Municipalizados da Educação Infantil e Ensino Fundamental do Sistema Municipal de Ensino

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA DA FACULDADE ANGLO-AMERICANO CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º Este Regulamento disciplina as atividades do Estágio Curricular Supervisionado,

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2015

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2015 A Prefeitura Municipal de Jaboticabal, Estado de São Paulo, através do Centro de Integração Empresa Escola - CIEE e com autorização do Prefeito Municipal Exmo. Srº

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DELIBERAÇÃO nº 009/92 Autoriza a criação do Curso de Especialização em Orientação Educacional. O CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA, no uso da competência que

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRETOS, ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRETOS, ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: LEI N.º 3629, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2003. (Com alterações impostas pelas leis n. os 3.636, de 17 de dezembro de 2003; 3.727, de 27 de janeiro de 2005; 3.816, de 27 de dezembro de 2005; 4.048, de 07 de março

Leia mais

Prefeitura Municipal de São Vicente Cidade Monumento da História Pátria CellulaMater da Nacionalidade

Prefeitura Municipal de São Vicente Cidade Monumento da História Pátria CellulaMater da Nacionalidade ESTATUTO DO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL DE SÃO VICENTE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1.º - Esta lei institui estrutura e organiza o Estatuto do Magistério Público Municipal da Educação

Leia mais

Manual do Candidato. Grupo Educacional LBS-FAPPES. Vestibular FAPPES 2016. WEST PLAZA R. Barão de Tefé, 247 - São Paulo - SP, 05003-100

Manual do Candidato. Grupo Educacional LBS-FAPPES. Vestibular FAPPES 2016. WEST PLAZA R. Barão de Tefé, 247 - São Paulo - SP, 05003-100 Grupo Educacional LBS-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Manual do Candidato Vestibular FAPPES 2016 1. Disposições Gerais 1.1. O Processo Seletivo consiste na seleção e classificação

Leia mais

Vencimento Qualificação Exigida. - Formação Superior de Engenharia Civil. Engenheiro Civil

Vencimento Qualificação Exigida. - Formação Superior de Engenharia Civil. Engenheiro Civil O PREFEITO MUNICIPAL DE FRAIBURGO, Estado de Santa Catarina, no uso de suas atribuições; FAZ SABER: Encontram-se abertas as inscrições para o Processo Seletivo da função abaixo descrita para Admissão em

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA PROFESSORES DO ENSINO SUPERIOR

EDITAL DE SELEÇÃO PARA PROFESSORES DO ENSINO SUPERIOR EDITAL DE SELEÇÃO PARA PROFESSORES DO ENSINO SUPERIOR Nº 07/2015 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O Diretor Acadêmico da Faculdade Adventista da Bahia FADBA, no uso de suas atribuições, torna pública a

Leia mais

EDITAL Nº 17, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

EDITAL Nº 17, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 17, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Por delegação de competência do Magnífico Reitor do Instituto Federal do Paraná - IFPR, conforme Portaria nº 419 de 01/07/2011,

Leia mais

MUNICÍPIO DE BOM DESPACHO CONVÊNIO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

MUNICÍPIO DE BOM DESPACHO CONVÊNIO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO MUNICÍPIO DE BOM DESPACHO CONVÊNIO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 001 /2010, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2010 O MUNICÍPIO DE BOM DESPACHO,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO LEI Nº 2264, DE 29 DE ABRIL DE 2004.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO LEI Nº 2264, DE 29 DE ABRIL DE 2004. LEI Nº 2264, DE 29 DE ABRIL DE 2004. Institui o Plano de Carreira do Magistério Público Municipal e dá outras providências. Grande do Sul. O PREFEITO MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA, Estado do Rio FAÇO SABER

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Centro de Informática EDITAL N 01/2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Centro de Informática EDITAL N 01/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Centro de Informática EDITAL N 01/2014 EDITAL DE SELEÇÃO PARA TUTOR A DISTÂNCIA DO CURSO DE FORMAÇÃO ALUNO INTEGRADO A Universidade Federal de Pernambuco, por meio do

Leia mais

Considerando o disposto no artigo 12, inciso V; artigo 13, inciso IV, e artigo 24, inciso V, alínea e, da Lei Federal 9394/96;

Considerando o disposto no artigo 12, inciso V; artigo 13, inciso IV, e artigo 24, inciso V, alínea e, da Lei Federal 9394/96; ATO NORMATIVO da Secretaria Municipal da Educação Resolução SME nº4, de 05 de março de 2015. Dispõe sobre a Recuperação da Aprendizagem, de maneira Contínua e/ou Paralela, no Ensino Fundamental da Rede

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO TIRADENTES PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR ASSISTENTE E PRECEPTOR 2015.2

CENTRO UNIVERSITÁRIO TIRADENTES PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR ASSISTENTE E PRECEPTOR 2015.2 CENTRO UNIVERSITÁRIO TIRADENTES PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR ASSISTENTE E PRECEPTOR 2015.2 O núcleo de Gente & Carreira do Centro Universitário Tiradentes, no uso de suas atribuições, torna público

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO N 006/2015 A COMISSÃO MUNICIPAL INTERNA DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE SERRA NEGRA DO NORTE/RN,

EDITAL DE SELEÇÃO N 006/2015 A COMISSÃO MUNICIPAL INTERNA DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE SERRA NEGRA DO NORTE/RN, EDITAL DE SELEÇÃO N 006/2015 A COMISSÃO MUNICIPAL INTERNA DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE SERRA NEGRA DO NORTE/RN, CONSIDERANDO a Lei Municipal n 589, de 12 de agosto de 2013, que estabelece normas

Leia mais

EDITAL Nº 003/2013 CHAMADA PÚBLICA PARA O PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO PÚBLICA MAGISTÉRIO FUNDAMENTAL PROFESSOR SUBSTITUTO

EDITAL Nº 003/2013 CHAMADA PÚBLICA PARA O PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO PÚBLICA MAGISTÉRIO FUNDAMENTAL PROFESSOR SUBSTITUTO EDITAL Nº 003/2013 CHAMADA PÚBLICA PARA O PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO PÚBLICA MAGISTÉRIO FUNDAMENTAL PROFESSOR SUBSTITUTO A SECRETÁRIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE EUCLIDESDA CUNHA - BAHIA,

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ORIENTADOR DE APRENDIZAGEM N.º

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ORIENTADOR DE APRENDIZAGEM N.º UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA REGIONAL DE CHAPECÓ - UNOCHAPECÓ UNOCHAPECÓVirtual Núcleo de Educação a Distância da UNOCHAPECÓ EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ORIENTADOR DE APRENDIZAGEM N.º 001/2006

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000.

RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000. RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000. Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o art.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.074, DE 29 DE OUTUBRO DE 2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.074, DE 29 DE OUTUBRO DE 2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.074, DE 29 DE OUTUBRO DE 2010 Dispõe sobre os Planos Acadêmicos, Regimes e Horário de

Leia mais

Ao Colendo Plenário. A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Canoas apresenta o seguinte projeto de resolução:

Ao Colendo Plenário. A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Canoas apresenta o seguinte projeto de resolução: Ao Colendo Plenário A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Canoas apresenta o seguinte projeto de resolução: Dispõe sobre a instituição e regulamentação de Programa de Capacitação aos servidores da Câmara

Leia mais

Art. 2 Revogadas as disposições em contrário, a presente Resolução passa a vigorar a partir de 12 de abril de 1996.

Art. 2 Revogadas as disposições em contrário, a presente Resolução passa a vigorar a partir de 12 de abril de 1996. RESOLUÇÃO N 008, DE 17 DE ABRIL DE 1996, DO DIRETOR DA FMTM. Fixa diretrizes e normas para os Cursos da Central de Idiomas Modernos - CIM. O DIRETOR DA FACULDADE DE MEDICINA DO TRIÂNGULO MINEIRO, no uso

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O.

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. 004/15 1. APRESENTAÇÃO A Direção-Geral das FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS

Leia mais

CRONOGRAMA DATA ATIVIDADE LOCAL. Período de inscrições e protocolo dos documentos

CRONOGRAMA DATA ATIVIDADE LOCAL. Período de inscrições e protocolo dos documentos PROGRAMA ANUAL DE CAPACITAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS EM EAD PACC CURSO DE TUTORIA EM EAD Processo Seletivo Simplificado para contratação de tutores a distância Edital n. 13/2014 CRONOGRAMA DATA ATIVIDADE

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N.º 63, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2005.

LEI COMPLEMENTAR N.º 63, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2005. LEI COMPLEMENTAR N.º 63, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2005. ALTERA DISPOSITIVOS DA LEI COMPLEMENTAR N.º 45, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2004 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRETOS, ESTADO DE SÃO

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS - UEMG ESCOLA DE DESIGN ED COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO NUCLEO INTEGRADOR DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS - NIPP PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008 Aprovado pelo

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR (CANCELADA)

CONSELHO SUPERIOR (CANCELADA) CONSELHO SUPERIOR (CANCELADA) Resolução-CSDP nº 062, de 10 de setembro de 2010 Dispõe sobre a concessão de férias aos Defensores Públicos do Estado do Tocantins e dá outras providências. O CONSELHO SUPERIOR

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º XXX, DE XX DE XXXXXX DE 2013

RESOLUÇÃO N.º XXX, DE XX DE XXXXXX DE 2013 RESOLUÇÃO N.º XXX, DE XX DE XXXXXX DE 2013 O PRESIDENTE DO CONSELHO SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições regulamentares e, considerando

Leia mais

MUNICÍPIO DE TRÊS PASSOS PODER EXECUTIVO

MUNICÍPIO DE TRÊS PASSOS PODER EXECUTIVO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 029/2015 José Carlos Anziliero Amaral, Prefeito Municipal de Três Passos, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições legais, torna público a abertura

Leia mais

Grupo Educacional IPEC-FAPPES. CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006. Manual do Candidato. Vestibular FAPPES 2014

Grupo Educacional IPEC-FAPPES. CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006. Manual do Candidato. Vestibular FAPPES 2014 Grupo Educacional IPEC-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Manual do Candidato Vestibular FAPPES 2014 r www.fappes.edu.b 1. Disposições Gerais 1.1. O Processo Seletivo consiste na

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 012, DE 20 DE MAIO DE 2014 Estabelece normas para o afastamento de servidores

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA EDITAL N.º 004/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA A Direção Geral da Faculdade de Americana - FAM torna público que até 12 horas do dia 12 de janeiro de

Leia mais

Regulamenta e estabelece normas sobre os Cursos de Extensão Universitária da Universidade de São Paulo e dá outras providências.

Regulamenta e estabelece normas sobre os Cursos de Extensão Universitária da Universidade de São Paulo e dá outras providências. RESOLUÇÃO CoCEx nº 6667, de 19 de dezembro de 2013. (D.O.E. 21.12.13) (Protocolado 11.5.2443.1.5). Regulamenta e estabelece normas sobre os Cursos de Extensão Universitária da Universidade de São Paulo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 A Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba FUNETEC/PB, pessoa jurídica

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL EDITAL Nº 02/2014

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL EDITAL Nº 02/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL EDITAL Nº 02/2014 EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE COORDENADORES DE EDUCAÇÃO INTEGRAL, QUE ATENDERÃO

Leia mais

INTRODUÇÃO O QUE É MONITORIA

INTRODUÇÃO O QUE É MONITORIA MANUAL DE MONITORIA Maceió Alagoas 1 INTRODUÇÃO A Facima oferece ao aluno a oportunidade de iniciar-se na função docente através do exercício de Monitorias. Apenas será considerado monitor o aluno que

Leia mais

Prefeitura do Município de Carapicuíba Estado de São Paulo

Prefeitura do Município de Carapicuíba Estado de São Paulo EDITAL Nº 0005/2011 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO A Comissão Permanente de Acompanhamento de Processos Seletivos do Município de Carapicuíba, nomeada pelo Decreto Municipal n.º 3.918 de 30 de setembro

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 032, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010. Estabelece normas e procedimentos para lotação, movimentação e remanejamento interno de

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 032, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010. Estabelece normas e procedimentos para lotação, movimentação e remanejamento interno de INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 032, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010. Estabelece normas e procedimentos para lotação, movimentação e remanejamento interno de servidores da Agência de Fiscalização do Distrito Federal

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 Dispõe sobre o horário de funcionamento do Instituto Chico Mendes, jornada de trabalho e controle

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 089/2012

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 089/2012 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 089/2012 Edital de Processo Seletivo Simplificado para contratação por prazo determinado. O Prefeito Municipal de Tapera, Estado do Rio Grande do Sul, no uso

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR DO ISEI RESOLUÇÃO Nº 01/ 2007, DE 29 DE JUNHO DE 2007

CONSELHO SUPERIOR DO ISEI RESOLUÇÃO Nº 01/ 2007, DE 29 DE JUNHO DE 2007 CONSELHO SUPERIOR DO ISEI RESOLUÇÃO Nº 01/ 2007, DE 29 DE JUNHO DE 2007 Aprova o regulamento dos Estágios Supervisionados dos cursos de Graduação - Licenciaturas do ISEI. O Presidente do Conselho Superior

Leia mais