O QUE É DPVAT? VALORES DE INDENIZAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O QUE É DPVAT? VALORES DE INDENIZAÇÃO"

Transcrição

1 DPVAT

2 O QUE É DPVAT? Toda a facilidade para vítimas, beneficiários, corretores de seguro e hospitais no atendimento aos processos de indenização do Seguro Obrigatório. O Seguro DPVAT foi criado com o objetivo de garantir indenizações em caso de morte e/ou invalidez permanente às vítimas de acidentes causados por veículos, além do reembolso de despesas médicas. A partir de janeiro de 2008, o seguro DPVAT é administrado pela Seguradora Líder dos Consórcios DPVAT S/A, empresa com sede à Rua Senador Dantas, 74 - Rio de Janeiro - RJ, inscrita no CNPJ sob número / A Centauro Vida e Previdência é uma das acionistas da Seguradora Líder e, portanto, participante do Consórcio DPVAT. Com uma equipe de técnicos especializados, a Centauro oferece uma estrutura profissional para o atendimento de vítimas, beneficiários, corretores de seguros e hospitais. Tudo dentro do compromisso Centauro de prestar serviços de alta qualidade com excelente atendimento. VALORES DE INDENIZAÇÃO Cobertura / Indenização: - Morte: R$ ,00. - Invalidez Permanente: até R$13.500,00. - Despesas de Assistência Médica e Suplementares (DAMS): até R$ 2.700,00. São estes os valores de indenização do Seguro DPVAT, definidos pelo Conselho Nacional de Seguros Privados CNSP, órgão vinculado ao Ministério da Fazenda. O pagamento destes valores em reais, e não em salários mínimos, foi ratificado pela Lei /07, art 8º.

3 1 INDENIZAÇÃO POR MORTE - Situação coberta: morte de motoristas, passageiros ou pedestres, provocada por veículos automotores de via terrestre ou cargas transportadas por esses veículos, em atropelamentos, colisões e outros tipos de acidentes. - Valor da indenização: o valor da indenização é de R$ ,00 por vítima. 2 INDENIZAÇÃO POR INVALIDEZ PERMANENTE - Situação coberta: invalidez permanente total ou parcial decorrente de acidente envolvendo veículos automotores de via terrestre ou cargas transportadas por esses veículos. Entende-se por INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL a perda ou redução, em caráter definitivo, das funções de um membro ou órgão, em decorrência de acidente provocado por veículo automotor. A impossibilidade de reabilitação deve ser atestada em laudo pericial. - Valor da indenização: o valor da indenização é de até R$ ,00 por vítima. Variando conforme a gravidade das seqüelas e de acordo com a tabela do Seguro de Acidentes Pessoais. (1)

4 3 REEMBOLSO DE DESPESAS MÉDICO-HOSPITALARES DAMS - Situação coberta: reembolso de despesas médico-hospitalares pagas por pessoa física ou jurídica pelo tratamento de lesões provocadas por veículos automotores ou por cargas transportadas por esses veículos. Valor do reembolso: o valor do reembolso é de até R$ 2.700,00 por vítima, variando conforme a soma das despesas cobertas e comprovadas, aplicandose os limites definidos nas tabelas autorizadas pela Superintendência de Seguros Privados - SUSEP. (2) (1) A quantia que se apurar, tomará por base o percentual da incapacidade de que for portadora a vítima, de acordo com os critérios estabelecidos no 1º, e seus incisos, do art. 3º da Lei n.º 6.194/74, com as alterações dadas pelas Leis nº11.482/07 e nº /09, e com a tabela de Danos Corporais Totais, constante do anexo daquela Lei, tendo como indenização máxima a importância segurada vigente na época da ocorrência do sinistro. (2) Os valores de indenização de DAMS serão pagos até o limite definido em tabela de ampla aceitação no mercado, tendo como teto máximo o valor vigente na data de ocorrência do sinistro. Os valores de indenização de tal tabela deverão ter, como limite mínimo, os valores constantes da Tabela do Sistema Único de Saúde (SUS). O Seguro DPVAT assegura à vítima o reembolso de despesas médicohospitalares, desde que devidamente comprovadas, efetuadas pela rede credenciada junto ao Sistema Único de Saúde, quando em caráter privado, vedada a cessão de direitos, bem como veda o reembolso quando o atendimento for realizado pelo SUS, sob pena de descredenciamento do estabelecimento de saúde do SUS, sem prejuízo das demais penalidades previstas em lei. FONTE: SUSEP

5 4 ACIDENTES COM ÔNIBUS, MICROÔNIBUS E VANS Os acidentes provocados por ônibus, micro-ônibus e vans de transporte coletivo, passaram a ser cobertos pelo Consórcio DPVAT a partir de 01/01/2005. Para acidentes dessa origem ocorridos antes de 01/01/2005, o beneficiário deve procurar a Seguradora que emitiu o Bilhete de Seguro DPVAT para o veículo causador do acidente. O nome e endereço da Seguradora deverão ser informados pela Empresa ou pessoa proprietária do veículo. 5 VEÍCULOS NÃO IDENTIFICADOS É necessário constar no Boletim de Ocorrência a comprovação de que o veículo não pode ser identificado. Para veículos não identificados em acidentes ocorridos antes de , de acordo com a legislação vigente não há o reembolso de despesas médicas e hospitalares, nem cobertura para Invalidez Permanente, e para os casos de morte a indenização estará limitada a 50% do valor vigente na data de seu pagamento.

6 6 PRESCRIÇÃO Para avaliar o direito à indenização será necessário considerar a data do acidente, aplicando as regras de prescrição estabelecidas em Lei. Clique aqui para consultar seu caso. Para casos de beneficiário menor na data do acidente ou portador de deficiência mental, existe regra especifica de prescrição. COBERTURA Para consultar a documentação necessária para processos, escolha a cobertura desejada. - Morte - Invalidez Permanente - Despesas de Assistência Médica e Suplementares (DAMS)

7

CIRCULAR SUSEP N o 451, de 17 de outubro de 2012 ANEXO

CIRCULAR SUSEP N o 451, de 17 de outubro de 2012 ANEXO Fl. 2 da CIRCULAR SUSEP N o 451, de 17 de outubro de 2012. CIRCULAR SUSEP N o 451, de 17 de outubro de 2012 ANEXO INSTRUÇÕES COMPLEMENTARES PARA A OPERAÇÃO DO SEGURO OBRIGATÓRIO DE DANOS PESSOAIS CAUSADOS

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO 2006 N.º Despacho PROJETO DE LEI N.º 942/2006 TORNA OBRIGATÓRIA A AFIXAÇÃO DE CARTAZ INFORMATIVO SOBRE O SEGURO OBRIGATÓRIO DE DANOS PESSOAIS CAUSADOS POR VEÍCULOS AUTOMOTORES DE VIA TERRESTRE (DPVAT),

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 373, de 27 de agosto de 2008.

CIRCULAR SUSEP N o 373, de 27 de agosto de 2008. MINISTÉRIO DA FAZENDA Superintendência de Seguros Privados CIRCULAR SUSEP N o 373, de 27 de agosto de 2008. Altera e consolida as instruções complementares para a operação do Seguro Obrigatório de Danos

Leia mais

WEBINAR SEGURO DPVAT O SEGURO DO TRÂNSITO. Palestrante Vera Cataldo

WEBINAR SEGURO DPVAT O SEGURO DO TRÂNSITO. Palestrante Vera Cataldo 1 WEBINAR SEGURO DPVAT O SEGURO DO TRÂNSITO Palestrante Vera Cataldo Seguro DPVAT Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre ou por sua carga, a pessoas transportadas

Leia mais

CARTILHA DPVAT. Todo proprietário de veículo é obrigado a pagar anualmente o seguro obrigatório, sob pena de não licenciar o veículo junto ao DETRAN.

CARTILHA DPVAT. Todo proprietário de veículo é obrigado a pagar anualmente o seguro obrigatório, sob pena de não licenciar o veículo junto ao DETRAN. CARTILHA DPVAT - Apresentação Esta cartilha nasceu da constatação dos Promotores de Justiça, que atuam nas Varas de Delitos de Trânsito e nos Juizados Especiais Criminais, de que grande parte das vítimas

Leia mais

SUPERINTENDENTE DA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP

SUPERINTENDENTE DA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP SUPERINTENDENTE DA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP Circular nº 266 de 25.08.2004 Dispõe sobre instruções complementares para a operação do seguro obrigatório de danos pessoais causados por

Leia mais

CAPÍTULO I DO ENVIO DE RELATÓRIOS TRIMESTRAIS

CAPÍTULO I DO ENVIO DE RELATÓRIOS TRIMESTRAIS Fls. 2 da CIRCULAR SUSEP N o 266, de 25 de agosto de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 266, de 25 de agosto de 2004 ANEXO INSTRUÇÕES COMPLEMENTARES PARA A OPERAÇÃO DO SEGURO OBRIGATÓRIO DE DANOS PESSOAIS CAUSADOS

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 109, DE 2004.

RESOLUÇÃO CNSP N o 109, DE 2004. RESOLUÇÃO CNSP N o 109, DE 2004. Altera e consolida as Normas Disciplinadoras do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, ou por sua Carga, a Pessoas Transportadas

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP Nº 56, DE 2001.

RESOLUÇÃO CNSP Nº 56, DE 2001. RESOLUÇÃO CNSP Nº 56, DE 2001. Aprova as Normas Disciplinadoras do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, ou por sua carga, a pessoas transportadas ou

Leia mais

Saiba mais sobre o Seguro Escoteiro

Saiba mais sobre o Seguro Escoteiro Definição do Seguro: Este seguro garante ao Beneficiário, o pagamento do capital segurado ou reembolso das despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas, exceto se o evento caracterizar-se como um

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO POR PRAZO CERTO

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO POR PRAZO CERTO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO POR PRAZO CERTO 2 Seguro de Acidentes Pessoais Coletivo por Prazo Certo MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. Parabéns, você acaba de adquirir um produto garantido

Leia mais

Nº DO SINISTRO CAMPO PREENCHIDO PELA SEGURADORA

Nº DO SINISTRO CAMPO PREENCHIDO PELA SEGURADORA AUTORIZAÇÃO DE PAGAMENTO DE INDENIZAÇÃO DO SEGURO DPVAT Nº DO SINISTRO CAMPO PREENCHIDO PELA SEGURADORA Este formulário deve ser preenchido exclusivamente com dados do beneficiário da indenização do Seguro

Leia mais

LEI Nº 6.194, DE 19 DE DEZEMBRO DE 1974. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o CONGRESSO NACIONAL decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 6.194, DE 19 DE DEZEMBRO DE 1974. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o CONGRESSO NACIONAL decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 6.194, DE 19 DE DEZEMBRO DE 1974 Dispõe sobre Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, ou por sua carga, a pessoas transportadas ou não. O PRESIDENTE

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 6.194, DE 19 DE DEZEMBRO DE 1974. Dispõe sobre Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos automotores de via

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP n.º XXX, de DD de MMM de 2016.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP n.º XXX, de DD de MMM de 2016. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP n.º XXX, de DD de MMM de 2016. Aprovar as regras para a operação do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Embarcações

Leia mais

Projeto Seguro DPVAT

Projeto Seguro DPVAT SEGURO DPVAT Projeto Seguro DPVAT Contribuindo com a Responsabilidade Social, o Sincor-Go através das Unidades de Atendimento oferece a população goiana atendimento gratuito no processo do DPVAT, serviço

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 273, de 2012.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 273, de 2012. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 273, de 2012. Altera e consolida as normas do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via

Leia mais

Lei nº 6.194/74 - Quadro comparativo

Lei nº 6.194/74 - Quadro comparativo Lei nº 6.194/74 - Quadro comparativo Apresentamos abaixo um quadro comparando a redação original da Lei nº 6.194/74 (com as modificações da Lei nº 8.441/92) e a situação atual resultante das alterações

Leia mais

Formulário 1: Chek List de documentos para regulação de Sinistro DIT e Cesta Básica (Preenchimento obrigatório) Filial Resp.: Contato: Data de envio:

Formulário 1: Chek List de documentos para regulação de Sinistro DIT e Cesta Básica (Preenchimento obrigatório) Filial Resp.: Contato: Data de envio: Formulário 1: Chek List de documentos para regulação de Sinistro DIT e Cesta Básica Corretor: Responsável: Tel. Contato: E-mail: Filial Resp.: Contato: Data de envio: Relação de documentos para regulação

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 128, DE 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 128, DE 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 128, DE 2005. Aprova as Normas Disciplinadoras e os Elementos Mínimos que, obrigatoriamente, devem constar do bilhete do Seguro

Leia mais

Indenizações Pagas Quantidades

Indenizações Pagas Quantidades Natureza da Indenização Jan a Dez 2011 % Jan a Dez 2012 % Jan a Dez 2012 x Jan a Dez 2011 Morte 58.134 16% 60.752 12% 5% Invalidez Permanente 239.738 65% 352.495 69% 47% Despesas Médicas (DAMS) 68.484

Leia mais

De janeiro a junho de 2013 as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram crescimento de 38% ante mesmo período de 2012.

De janeiro a junho de 2013 as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram crescimento de 38% ante mesmo período de 2012. De janeiro a junho de 2013 as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram crescimento de 38% ante mesmo período de 2012. Os casos de Invalidez Permanente representaram a maioria das indenizações pagas

Leia mais

MINUTA DE RESOLUÇÃO. Art.1º Dispor sobre as regras e os critérios para operação do seguro Viagem.

MINUTA DE RESOLUÇÃO. Art.1º Dispor sobre as regras e os critérios para operação do seguro Viagem. MINUTA DE RESOLUÇÃO A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP, no uso da atribuição que lhe confere o art. 34, inciso XI, do Decreto nº 60.459, de 13 de março de l967, e considerando o inteiro teor

Leia mais

COMUNICADO MASTER 01/04/2015. Ref.: Sinistros ocasionados por Motocicleta ( veículo categoria 9 )

COMUNICADO MASTER 01/04/2015. Ref.: Sinistros ocasionados por Motocicleta ( veículo categoria 9 ) COMUNICADO MASTER 01/04/2015 Ref.: Sinistros ocasionados por Motocicleta ( veículo categoria 9 ) Sr. Usuário, Ratificando o Comunicado de 12/02/2015 e com o objetivo de promover o aperfeiçoamento contínuo

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 154, DE 2006.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 154, DE 2006. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 154, DE 2006. Altera e consolida as Normas Disciplinadoras do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores

Leia mais

IMPORTANTE RESSALTAR QUE NO PERÍODO ENTRE A PUBLICAÇÃO DA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 451/2008 E A PUBLICAÇÃO DA LEI Nº 11.

IMPORTANTE RESSALTAR QUE NO PERÍODO ENTRE A PUBLICAÇÃO DA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 451/2008 E A PUBLICAÇÃO DA LEI Nº 11. 1 2 LEIA COM ATENÇÃO 1. O Seguro DPVAT, na modalidade coberta pelo Convênio DPVAT, entrou em vigor em 29 de abril de 1986, para cobrir acidentes provocados por automóveis, taxis, caminhões, camionetas,

Leia mais

QUADRO PADRONIZADO PARA APRESENTAÇÃO DE SUGESTÕES E COMENTÁRIOS

QUADRO PADRONIZADO PARA APRESENTAÇÃO DE SUGESTÕES E COMENTÁRIOS MINUTA DE RESOLUÇÃO QUADRO PADRONIZADO PARA APRESENTAÇÃO DE SUGESTÕES E COMENTÁRIOS Remetente: Signatário: RESOLUÇÃO PROPOSTA SUGESTÃO DE ALTERAÇÃO JUSTIFICATIVA OU COMENTÁRIO A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS

Leia mais

SEGURADORA LÍDER DOS CONSÓRCIOS DO SEGURO DPVAT S.A

SEGURADORA LÍDER DOS CONSÓRCIOS DO SEGURO DPVAT S.A REF.: Memorial Informativo sobre o Seguro DPVAT SEGURADORA LÍDER DOS CONSÓRCIOS DO SEGURO DPVAT S.A., sociedade anônima de direito privado, CNPJ 09.248.608/0001-04, com sede na Rua Senador Dantas n. 74,

Leia mais

SEGURO PRESTAMISTA IPTA - CARTÃO DE CRÉDITO. Condições Especiais

SEGURO PRESTAMISTA IPTA - CARTÃO DE CRÉDITO. Condições Especiais SEGURO PRESTAMISTA IPTA - CARTÃO DE CRÉDITO Condições Especiais Processo SUSEP 15414. 004450/2009-23 Companhia de Seguros Aliança do Brasil - CNPJ 28.196.889/0001-43 Central de Atendimento aos Clientes:

Leia mais

Indenizações Pagas Quantidades

Indenizações Pagas Quantidades Natureza da Indenização Jan a Dez 2012 % Jan a Dez 2013 % Jan a Dez 2013 x Jan a Dez 2012 Morte 60.752 1 54.767 9% - Invalidez Permanente 352.495 69% 444.206 70% 2 Despesas Médicas (DAMS) 94.668 19% 134.872

Leia mais

www.blabus.com.br DICAS Seguro DPVAT

www.blabus.com.br DICAS Seguro DPVAT www.blabus.com.br DICAS Seguro DPVAT 1. O que é DPVAT? É o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, ou por sua Carga, a Pessoas Transportadas ou Não (Seguro

Leia mais

PROCEDIMENTOS E DOCUMENTAÇÃO EM CASO DE SINISTRO. b) Providenciar especificação detalhada de todos os prejuízos sofridos, além da comprovação

PROCEDIMENTOS E DOCUMENTAÇÃO EM CASO DE SINISTRO. b) Providenciar especificação detalhada de todos os prejuízos sofridos, além da comprovação PROCEDIMENTOS E DOCUMENTAÇÃO EM CASO DE SINISTRO 1. PROCEDIMENTO DO SEGURADO 1.1. SINISTRO DE INCÊNDIO E EXPLOSÃO Em caso de Incêndio e/ou Explosão, o Segurado deve atentar para as seguintes orientações:

Leia mais

COMUNICADO MASTER 01/12/2014

COMUNICADO MASTER 01/12/2014 COMUNICADO MASTER 01/12/2014 Ref.: Declaração do Proprietário do Veículo Sr., Com o objetivo de promover o aperfeiçoamento contínuo de nossas operações e, principalmente, para que se possa comprovar o

Leia mais

CONDIÇÕES PARTICULARES SEGURO DE PESSOAS PLANO DE SEGURO PROTEÇÃO PESSOAL PREMIADA I ACE SEGURADORA S.A. CNPJ: : 03.502.

CONDIÇÕES PARTICULARES SEGURO DE PESSOAS PLANO DE SEGURO PROTEÇÃO PESSOAL PREMIADA I ACE SEGURADORA S.A. CNPJ: : 03.502. CONDIÇÕES PARTICULARES SEGURO DE PESSOAS PLANO DE SEGURO PROTEÇÃO PESSOAL PREMIADA I ACE SEGURADORA S.A. CNPJ: : 03.502.099/0001-18 18 Processo Susep: 10.002766-00 00-19 Apólice: 10.82 82.82.000 82.000933

Leia mais

SEGURO DPVAT LISTA DE SEGURADORAS QUE FAZEM PARTE DOS CONSÓRCIOS DO SEGURO DPVAT

SEGURO DPVAT LISTA DE SEGURADORAS QUE FAZEM PARTE DOS CONSÓRCIOS DO SEGURO DPVAT SEGURO DPVAT LISTA DE SEGURADORAS QUE FAZEM PARTE DOS CONSÓRCIOS DO SEGURO DPVAT PERGUNTAS E RESPOSTAS - SEGURO DPVAT: I - O que é DPVAT? II - O que cobre e o que não cobre o Seguro DPVAT? III - Quais

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro de garantia estendida, quando da aquisição de

Leia mais

Relato de Casos: Comissão Técnica Riscos Pessoais

Relato de Casos: Comissão Técnica Riscos Pessoais Relato de Casos: Comissão Técnica Riscos Pessoais Convidado para Diretor Sem Fronteiras Dr. Lodi Maurino Sodré Comissão indicou para os Grupos de Trabalhos e demais Comissões. A questão está na aplicação

Leia mais

Um seguro de responsabilidade civil contra danos pessoais obrigatório, criado há 37 anos por Lei Federal (Lei n o 6.194/74).

Um seguro de responsabilidade civil contra danos pessoais obrigatório, criado há 37 anos por Lei Federal (Lei n o 6.194/74). Setembro 2012 O que é Um seguro de responsabilidade civil contra danos pessoais obrigatório, criado há 37 anos por Lei Federal (Lei n o 6.194/74). Objetivo Cobrir Danos Pessoais causados por Veículos Automotores

Leia mais

SEGURO RCO / APP CARTILHA RESUMIDA

SEGURO RCO / APP CARTILHA RESUMIDA SEGURO RCO / APP CARTILHA RESUMIDA Uma parceria de sucesso A parceria entre ESSOR e LIVONIUS foi criada para inovar ainda mais o mercado de seguros, unindo competência técnica e experiência em modernização.

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CIDADÃO DPVAT

MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CIDADÃO DPVAT MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CIDADÃO DPVAT Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, ou por sua carga, a pessoas transportadas ou não. CENTROS INTEGRADOS / CAOP do Consumidor

Leia mais

Resolução CNSP Nº 315 DE 26/09/2014 Publicado no DO em 29 set 2014

Resolução CNSP Nº 315 DE 26/09/2014 Publicado no DO em 29 set 2014 Resolução CNSP Nº 315 DE 26/09/2014 Publicado no DO em 29 set 2014 Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro viagem. A Superintendência de Seguros Privados - SUSEP, no uso da atribuição

Leia mais

ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 07 /2009

ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 07 /2009 1 - DO OBJETO ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 07 /2009 Contratação de empresa para fornecimento de seguro veicular de 03 (três) veículos pertencentes à Superintendência de Seguros Privados - SUSEP.

Leia mais

a. Danos materiais (roubo, colisão ou incêndio de veículos); b. Acidentes ocorridos fora do território nacional;

a. Danos materiais (roubo, colisão ou incêndio de veículos); b. Acidentes ocorridos fora do território nacional; O que é DPVAT? É o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT), criado pela Lei n 6.194/74 com a finalidade de amparar as vítimas de acidentes de trânsito

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL. Condições Especiais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL. Condições Especiais SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL Condições Especiais Processo SUSEP Nº 15414.004703/2010-01 0 ÍNDICE CLÁUSULA ADICIONAL DE INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL POR ACIDENTE AUTOMOBILÍSTICO NO BRASIL

Leia mais

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002658/2011-22 Cobertura de Invalidez Permanente por Categoria de Acidente Cláusulas Complementares CAPÍTULO I - OBJETIVO DA COBERTURA

Leia mais

Saiba mais sobre o Seguro Escoteiro

Saiba mais sobre o Seguro Escoteiro Definição do Seguro: Este seguro tem por objetivo principal garantir o pagamento de uma indenização ou reembolso ao próprio associado / segurado ou ao(s) seu(s) beneficiário(s), na ocorrência de um dos

Leia mais

4. É possível receber mais de uma indenização em decorrência de um mesmo acidente em coberturas diferentes?

4. É possível receber mais de uma indenização em decorrência de um mesmo acidente em coberturas diferentes? www.blabus.com.br DICAS Seguro DPEM. O que é DPEM? O seguro DPEM foi instituído pela Lei nº 8.74, de 0//9, que em seu artigo º alterou a alínea "l" do artigo 0 do Decreto lei nº 7, de //66. Tem por finalidade

Leia mais

SEGURO DPEM PERGUNTAS E RESPOSTAS - SEGURO DPEM:

SEGURO DPEM PERGUNTAS E RESPOSTAS - SEGURO DPEM: SEGURO DPEM PERGUNTAS E RESPOSTAS - SEGURO DPEM: I - O que é DPEM? II - O que cobre e o que não cobre o Seguro DPEM? III - Quanto vou receber se for vítima de acidente coberto pelo seguro? IV - É possível

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O CLUBE CORREIO DO POVO DE VANTAGENS SEGURO DE VIDA

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O CLUBE CORREIO DO POVO DE VANTAGENS SEGURO DE VIDA FAQ Atualizado em 16/10/2014-1 PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O CLUBE CORREIO DO POVO DE VANTAGENS O que é o Clube Correio do Povo de Vantagens? O Correio do Povo volta a proporcionar aos seus assinantes,

Leia mais

CAPÍTULO I DO SEGURO DPVAT

CAPÍTULO I DO SEGURO DPVAT MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP n.º XXXX, de 2015. Dispõe sobre os danos pessoais cobertos, indenizações, regulação dos sinistros, prêmio e administração dos

Leia mais

Seguro de Acidentes Pessoais Coletivo para Eventos Resumo das Condições Contratuais

Seguro de Acidentes Pessoais Coletivo para Eventos Resumo das Condições Contratuais Seguro de Acidentes Pessoais Coletivo para Eventos Resumo das Condições Contratuais Fica determinado que as condições específicas, estabelecidas na Proposta de Contratação e nessas Condições Contratuais,

Leia mais

11 de fevereiro de 2010. DESEPE Nº 2010.02.1010/CE

11 de fevereiro de 2010. DESEPE Nº 2010.02.1010/CE 11 de fevereiro de 2010. DESEPE Nº 2010.02.1010/CE CONDIÇÕES PARTICULARES DO SEGURO DE VIDA EM GRUPO E ACIDENTES PESSOAIS CONVEÇÃO COLETIVA DO SINDICATO DOS CONCESSIONÁRIOS E DISTRIBUIDORES DE VEÍCULOS

Leia mais

PROCEDIMENTOS DO SEGURADO EM CASO DE SINISTRO

PROCEDIMENTOS DO SEGURADO EM CASO DE SINISTRO PROCEDIMENTOS DO SEGURADO EM CASO DE SINISTRO 46 1. COLISÃO DO VEÍCULO SEGURADO Em caso de colisão, o Segurado deve atentar para as seguintes orientações: REGISTRO DE OCORRÊNCIA POLICIAL Para sua segurança

Leia mais

1. OBJETIVO Prestar atendimento ao cidadão, de maneira rápida, eficiente e eficaz, de acordo com os requisitos especificados pelo cliente.

1. OBJETIVO Prestar atendimento ao cidadão, de maneira rápida, eficiente e eficaz, de acordo com os requisitos especificados pelo cliente. Sistema de Gestão da Qualidade SUPERINTENDÊNCIA DE VAPT VUPT E ATENDIMENTO AO PÚBLICO INSTRUÇÃO DE TRABALHO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO - SINCOR Responsável: Cristiane Moreira Garcia Cópia Controlada - Revisão

Leia mais

SEGURO ESCOLAR COBERTURAS E SERVIÇOS ASSISTÊNCIAIS

SEGURO ESCOLAR COBERTURAS E SERVIÇOS ASSISTÊNCIAIS SEGURO ESCOLAR O Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG - contratou a empresa GENTE SEGURADORA, com o objetivo de oferecer Seguro Escolar a todos os estudantes regularmente matriculados e estagiários,

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 297, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 297, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 297, DE 2013. Disciplina as operações das sociedades seguradoras por meio de seus representantes de seguros, pessoas jurídicas,

Leia mais

Relação de Documentos DMH-O - Despesa Médica Hospitalar e Odontológica

Relação de Documentos DMH-O - Despesa Médica Hospitalar e Odontológica Relação de Documentos Número da Ocorrência: Número da Apólice: do Segurado Titular: da Vítima: Segurado Titular Cônjuge Filho Relação de Documentos para Cobertura de Despesa Médica Hospitalar e Odontológica

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETIVO: o presente projeto visa a contratação de seguro para os veículos, especificados no Anexo a este termo: Relação e Dados dos Veículos para Contratação do Seguro,

Leia mais

COMUNICADO MASTER 19/09/2014

COMUNICADO MASTER 19/09/2014 COMUNICADO MASTER 19/09/2014 Ref.: Reprogramação de Pagamento Redução de Rejeições Bancárias Atualização da Autorização de Pagamento de Indenização do Seguro DPVAT Senhor Usuário, Mantendo nosso foco no

Leia mais

Nova Lista de Verificação Seguro de Auto Versão 01 (julho/2012)

Nova Lista de Verificação Seguro de Auto Versão 01 (julho/2012) LISTA DE VERIFICAÇÃO CIRCULARES SUSEP N os 256 e 269/04 E OUTROS NORMATIVOS DESCRIÇÃO ATENÇÃO: No preenchimento da Lista de Verificação, para os itens informativos, a coluna Fls. deverá ser marcada com

Leia mais

Relação de Documentos DMH-O - Escolar - Despesa Médica Hospitalar e Odontológica

Relação de Documentos DMH-O - Escolar - Despesa Médica Hospitalar e Odontológica Relação de Documentos Número da Ocorrência: Número da Apólice: Nome da Vítima: Relação de Documentos para Cobertura de DMH-O Escolar - Despesa Médica Hospitalar e Odontológica Aviso de sinistro devidamente

Leia mais

Guia Rápido do Segurado. Produto Peper. Em caso de acidente ligue:

Guia Rápido do Segurado. Produto Peper. Em caso de acidente ligue: Guia Rápido do Segurado Produto Peper Prezado Segurado, O Peper, preocupado em acelerar o processo de atendimento de sinistro, disponibiliza para você o Guia Rápido do Segurado - Peper. Ele vai instruí-lo

Leia mais

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Siga Seguro Versão Mai./12

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Siga Seguro Versão Mai./12 2 SIGA SEGURO MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. O SIGA SEGURO é um seguro de acidente pessoal coletivo por prazo certo, garantido pela CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência S/A. Prevenir é sempre

Leia mais

Texto complementar à Proposta Simplificada de Vida em Grupo / Acidentes Pessoais Coletivo

Texto complementar à Proposta Simplificada de Vida em Grupo / Acidentes Pessoais Coletivo Texto complementar à Proposta Simplificada de Vida em Grupo / Acidentes Pessoais Coletivo 1. Definições 1.1. Apólice: é o documento emitido pela Seguradora que expressa o contrato celebrado entre a Seguradora

Leia mais

Art. 4º. Esta lei complementar entrará em vigor na data de sua publicação, devendo ser regulamentada no prazo de 60 (sessenta) dias.

Art. 4º. Esta lei complementar entrará em vigor na data de sua publicação, devendo ser regulamentada no prazo de 60 (sessenta) dias. B. Passe Livre Lei Complementar do Estado de São Paulo nº 666, de 26/11/1991, regulamentada pelo Decreto Estadual n 34.753, de 01/04/92, e Resolução STM nº 101, de 28 de maio de 1992, que disciplina as

Leia mais

Amigos, Atenciosamente,

Amigos, Atenciosamente, Amigos, A MSCB Advogados Associados, é o braço jurídico da Zênite Assessoria e Consultoria Ltda., que há mais de 20 anos presta serviços às empresas que atuam na área de transporte de cargas e logística,

Leia mais

CERTIFICADO INDIVIDUAL DE SEGURO MAPFRE ACIDENTES PESSOAIS PREMIADO

CERTIFICADO INDIVIDUAL DE SEGURO MAPFRE ACIDENTES PESSOAIS PREMIADO Grupo Ramo 0982 Início de vigência às 24 h do dia Nº da Apólice CERTIFICADO INDIVIDUAL DE SEGURO MAPFRE ACIDENTES PESSOAIS PREMIADO Nº do Certificado Individual Fim de vigência às 24 h do dia Data da Emissão

Leia mais

Proteção Global Escolar MAPFRE PUC-CAMPINAS CAMPINAS. Apólice nº 820.250.5000251.01

Proteção Global Escolar MAPFRE PUC-CAMPINAS CAMPINAS. Apólice nº 820.250.5000251.01 Proteção Global Escolar MAPFRE PUC-CAMPINAS CAMPINAS Apólice nº 820.250.5000251.01 COBERTURAS E CAPITAL ACIDENTES PESSOAIS * MORTE ACIDENTAL: Garante o pagamento de uma indenização, correspondente a 100%

Leia mais

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir:

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: Aviso de Sinistro: devidamente preenchido e assinado. Formulário de Declaração

Leia mais

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 31, DE 2004. RELATÓRIO PRÉVIO (reformulado)

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 31, DE 2004. RELATÓRIO PRÉVIO (reformulado) PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 31, DE 2004. RELATÓRIO PRÉVIO (reformulado) Propõe que a Comissão de Finanças e Tributação realize ato de fiscalização e controle, por meio de órgão competente, acerca

Leia mais

Sinistro Seguros de Vida e Acidentes Pessoais. O que fazer?

Sinistro Seguros de Vida e Acidentes Pessoais. O que fazer? Sinistro Seguros de Vida e Acidentes Pessoais. O que fazer? A fim de auxiliá-lo na prestação de serviços a seus clientes (segurados/beneficiários), a Unibanco Seguros & Previdência preparou este guia para

Leia mais

SEGURO PRESTAMISTA. Condições Especiais IPTA. Cartão de Crédito. Processo SUSEP Nº 15414.004450/2009-23

SEGURO PRESTAMISTA. Condições Especiais IPTA. Cartão de Crédito. Processo SUSEP Nº 15414.004450/2009-23 SEGURO PRESTAMISTA Condições Especiais IPTA Cartão de Crédito Processo SUSEP Nº 15414.004450/2009-23 COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL - CNPJ: 28.196.889/0001-43 Serviço de Atendimento aos Clientes

Leia mais

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir:

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: Aviso de Sinistro: devidamente preenchido e assinado. Formulário de Declaração

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado com sede na Rua Sampaio Viana, 44 - Paraíso,

Leia mais

ARM Sul Americana Unibrás Corretora de Seguros. Proposta de Seguro de Excursão

ARM Sul Americana Unibrás Corretora de Seguros. Proposta de Seguro de Excursão ARM Sul Americana Unibrás Corretora de Seguros Proposta de Seguro de Excursão Brasília, 01 de fevereiro de 2011 Proposta de Seguro de Excursão Seguradora: MAPFRE Seguros 1. Descrição Este seguro é um produto

Leia mais

QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 45610/2012 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA CAPITAL

QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 45610/2012 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA CAPITAL APELANTE: BRADESCO AUTO RE COMPANHIA DE SEGUROS APELADO: HAMILTON DE CARVALHOFERREIRA Número do Protocolo: 45610/2012 Data de Julgamento: 19-9-2012 E M E N T A SEGURO OBRIGATÓRIO (DPVAT) - LEI N. 11.482/07

Leia mais

REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO

REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO RESPONSABILIDADE CIVIL FACULTATIVA ESTA COBERTURA NÃO PODERÁ SER CONTRATADA ISOLADAMENTE FICANDO CONDICIONADA À COBERTURA DO EQUIPAMENTO ATIVO CADASTRADO

Leia mais

Bem-vindo(a) à Capemisa.

Bem-vindo(a) à Capemisa. MANUAL DO SEGURADO Bem-vindo(a) à Capemisa. Seguro de Acidentes Pessoais, garantido pela Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A. Esse manual aborda os principais tópicos das Condições Contratuais

Leia mais

COBERTURA DE DESPESAS MÉDICAS, HOSPITALARES E ODONTOLÓGICAS

COBERTURA DE DESPESAS MÉDICAS, HOSPITALARES E ODONTOLÓGICAS Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002658/2011-22 COBERTURA DE DESPESAS MÉDICAS, HOSPITALARES E ODONTOLÓGICAS CAPÍTULO I - OBJETIVO DA COBERTURA Cláusulas Complementares

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição para contratação de empresa para prestação de serviços de seguro de responsabilidade

Leia mais

O. Seguro de Pessoas artigo 757 e seguintes do Código Civil; diversas Regulamentações da SUSEP.

O. Seguro de Pessoas artigo 757 e seguintes do Código Civil; diversas Regulamentações da SUSEP. O. Seguro de Pessoas artigo 757 e seguintes do Código Civil; diversas Regulamentações da SUSEP. Na mesma esteira dos planos de previdência privada, é comum os contratos de seguro de pessoas conterem, juntos

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete do Desembargador José Ricardo Porto

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete do Desembargador José Ricardo Porto Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete do Desembargador José Ricardo Porto DECISÃO MONOCRÁTICA APELAÇÃO CÍVEL N. 001.2010.019169-9/001 CAMPINA GRANDE RELATOR : Des. José Ricardo

Leia mais

COBERTURA DE INVALIDEZ PERMANENTE POR CATEGORIA ACIDENTE

COBERTURA DE INVALIDEZ PERMANENTE POR CATEGORIA ACIDENTE Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.005521/2011-20 COBERTURA DE INVALIDEZ PERMANENTE POR CATEGORIA ACIDENTE Cláusulas Complementares CAPÍTULO I - OBJETIVO DA COBERTURA

Leia mais

CONDIÇÕES ESPECIAIS - ADITIVO B GARANTIA RESPONSABILIDADE DO EXPLORADOR E TRANSPORTADOR AÉREO - R.E.T.A.

CONDIÇÕES ESPECIAIS - ADITIVO B GARANTIA RESPONSABILIDADE DO EXPLORADOR E TRANSPORTADOR AÉREO - R.E.T.A. CONDIÇÕES ESPECIAIS - ADITIVO B GARANTIA RESPONSABILIDADE DO EXPLORADOR E TRANSPORTADOR AÉREO - R.E.T.A. 1. Objeto do Seguro 1.1 - Responsabilidade do explorador ou transportador aéreo 1.1.1- Respeitados

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado com sede na Rua Sampaio Viana, 44 - Paraíso,

Leia mais

BILHETEPREMIÁVEL. Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A Versão Ago./14

BILHETEPREMIÁVEL. Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A Versão Ago./14 BILHETEPREMIÁVEL Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A Versão Ago./14 2 BILHETE PREMIÁVEL CAPEMISA MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. O Bilhete Premiável Capemisa é um Seguro de Acidentes

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA REGULAÇÃO DE SINISTRO VIDA PREMIADO

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA REGULAÇÃO DE SINISTRO VIDA PREMIADO RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA REGULAÇÃO DE SINISTRO VIDA PREMIADO Documentos Necessários Junto com o Formulário de Aviso de Sinistro - Vida totalmente preenchido e assinado pelo beneficiário ou reclamante,

Leia mais

PROPOSTA ÉPOCA DESPORTIVA 2012 / 2013

PROPOSTA ÉPOCA DESPORTIVA 2012 / 2013 PROPOSTA ÉPOCA DESPORTIVA 2012 / 2013 Proponente: Federação Portuguesa de Rugby Pág. 1 SEGURO DESPORTIVO DE ACIDENTES PESSOAIS ( Decreto-Lei Nº. 10/2009 ) FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE RUGBY ÉPOCA DESPORTIVA

Leia mais

AUXILIADORA PREVIDÊNCIA

AUXILIADORA PREVIDÊNCIA REGULAMENTO PLANO INDIVIDUAL DE PECÚLIO POR MORTE DAS CARACTERÍSTICAS Art. 1º A AUXILIADORA PREVIDENCIA, doravante denominada EAPP, institui o Plano de Pecúlio, estruturado no Regime Financeiro de Repartição

Leia mais

Nº 70034654392 COMARCA DE NOVO HAMBURGO BRUNA MACHADO DE OLIVEIRA

Nº 70034654392 COMARCA DE NOVO HAMBURGO BRUNA MACHADO DE OLIVEIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO. DECISÃO MONOCRÁTICA. AÇÃO DE COBRANÇA DE SEGURO OBRIGATÓRIO. DPVAT. LEGITIMIDADE PASSIVA. RESPONSABILIDADE DE QUALQUER SEGURADORA INTEGRANTE DO CONSÓRCIO. INCLUSÃO DA SEGURADORA

Leia mais

Belo Horizonte, 21 de maio de 2013.

Belo Horizonte, 21 de maio de 2013. Belo Horizonte, 21 de maio de 2013. Esta empresa tem bons motivos para oferecer o PASI aos trabalhadores. Segurados, eles trabalham tranquilos e a própria empresa obtém vantagens exclusivas. As Empresas

Leia mais

ACIDENTES PESSOAIS COM PASSAGEIROS E/OU ACIDENTES PESSOAIS COM TRIPULANTES DO VEÍCULO SEGURADO

ACIDENTES PESSOAIS COM PASSAGEIROS E/OU ACIDENTES PESSOAIS COM TRIPULANTES DO VEÍCULO SEGURADO ACIDENTES PESSOAIS COM PASSAGEIROS E/OU ACIDENTES PESSOAIS COM TRIPULANTES DO VEÍCULO SEGURADO AS COBERTURAS ADICIONAIS ACIDENTES PESSOAIS COM PASSAGEIROS E/OU ACIDENTES PESSOAIS COM TRIPULANTES NÃO PODERÃO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria-Geral Departamento de Administração Coordenação de Material e Patrimônio Setor de Compras

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria-Geral Departamento de Administração Coordenação de Material e Patrimônio Setor de Compras PROPOSTA DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 037/2009 (Proc. 2.764/09). Senhor Chefe da, Considerando o memorando do Coordenador de Desenvolvimento de Pessoas (MEMO CODEP nº 88/2009 N 17/2009 fl. 02), o Termo

Leia mais

EXTRATO DE CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGURO

EXTRATO DE CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGURO EXTRATO DE CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGURO TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado

Leia mais

ANEXO II MODELOS DA LICITAÇÃO MODELO N.º 3 DECLARAÇÃO DE PLENO ATENDIMENTO AOS REQUISITOS DE HABILITAÇÃO

ANEXO II MODELOS DA LICITAÇÃO MODELO N.º 3 DECLARAÇÃO DE PLENO ATENDIMENTO AOS REQUISITOS DE HABILITAÇÃO ANEXO II MODELOS DA LICITAÇÃO MODELO N.º 1 CARTA CREDENCIAMENTO MODELO N.º 2 PROPOSTA COMERCIAL MODELO N.º 3 DECLARAÇÃO DE PLENO ATENDIMENTO AOS REQUISITOS DE HABILITAÇÃO MODELO N.º 4 DECLARAÇÃO DE REGULARIDADE

Leia mais