Gerência de Aprendizagem

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gerência de Aprendizagem"

Transcrição

1

2 Gerência de Aprendizagem

3 Gerência de Aprendizagem Gratificação de Incentivo à Qualificação Funcional(GIQF) Resolução nº252/2009 Será concedida aos servidores ocupantes de cargo de provimento efetivo do Poder Judiciário do Estado de Pernambuco.

4 Gerência de Aprendizagem Incidirá sobre o vencimento-base do cargo efetivo,nos seguintes percentuais: 9% para servidor com certificado de conclusão em pós-graduação ou titulos. 6% para servidor com diploma em curso de graduação(com pertinência com o cargo ou função). 3% para servidor com 200 horas em capacitação da instrutoria interna

5 Gerência de Aprendizagem Como solicitar? Protocolar requerimento dirigido à Diretoria de Desenvolvimento Humano,acompanhado de cópias autênticas dos documentos comprobatórios em curso de graduação,pós-graduação ou capacitação promovidas pelo Tribunal de Justiça.

6 Gerência de Aprendizagem Importante: Na impossibilidade de apresentar o diploma de graduação ou certificado de pós-graduação,serão admitidas certidões emitidas pela Instituição de ensino,cabendo ao interessado promover a juntada no prazo de até 06 meses,contados do seu requerimento,sob pena de suspensão do pagamento da gratificação.

7 Gerência de Promoção de Bem-Estar Unidade de Benefício Unidade de Ambiência

8 Unidade de Benefícios ( 504,60 Auxílio Alimentação (R$ Auxílio transporte VEM Pecúnia (Simples - R$ 123,20, Duplicada - ( 246,40 $R ( 232,54 Auxílio Saúde (R$ Planos de Saúde (Sassepe, Sul América e Unimed).

9 Unidade de Benefícios Convênios (Resolução 139/00): Clube de descontos Pró-Lazer TJPEConsig Parques de diversão CEF Programa Habitacional

10 Unidade de Benefícios Cinemateca Des. Jones Figueirêdo e Livroteca Disponibilizam para magistrados e servidores, de forma gratuita, a locação de DVDs e livros, com acervo composto por doações A relação dos filmes e livros encontra-se na intranet. https://www.tjpe.jus.br/intranet/cinemateca/consultafilmes.asp https://www.tjpe.jus.br/intranet/livroteca/consultalivro.asp Vídeo Cinemateca

11 Unidade de Ambiência Themis Cultural Saúde Legal

12 Unidade de Ambiência Themis Cultural Programa que visa incentivar maior integração dos seus colaboradores com a cultura e a sociedade através de atividades culturais.

13 Unidade de Ambiência Themis Cultural Ações: Atividades artísticas e culturais Ciclos culturais, como: carnaval, páscoa, festa junina, aniversário do TJPE, festa natalina, entre outras Oficina de teatro Espaço virtual (página na intranet) Vídeo bloco carnavalesco

14 Unidade de Ambiência Saúde Legal Objetiva promover melhores padrões de saúde e bem-estar para os magistrados e servidores.

15 Unidade de Ambiência Saúde Legal Ações desenvolvidas em 5 projetos: Gerenciamento de Estresse Prevenção de Ler/Dort Atividade Física Alimentação Saudável Monitoramento de Fatores de Risco

16 Olimpíadas TJPE Unidade de Ambiência Saúde Legal

17 Gerência de Dados Funcionais e Financeiros

18 Gerência de Dados Funcionais e Financeiros Direitos Anotação do tempo de serviço/contribuição Férias Licenças

19 Gerência de Dados Funcionais e Financeiros Anotação de Tempo de Serviço Empresa Privada Esse tempo de serviço é contado para efeitos de aposentadoria. Empresa Pública (Administração Direta + Autarquias e Fundações) Esse tempo será computado para fins de aposentadoria e licença-prêmio)

20 Gerência de Dados Funcionais e Financeiros Licenças Licença prêmio Licença maternidade (180 dias) Licença paternidade (pelo nascimento ou adoção de filhos até 08 anos de idade, 15 dias consecutivos) Licença nojo (08 dias, a contar do óbito de pais, filhos, cônjuge e irmãos)

21 Gerência de Dados Funcionais e Financeiros Licenças Licença gala (08 dias, a contar do casamento) Licença eleitoral Licenças por motivo de doença em pessoa da família Licença para tratamento de saúde

22 Gerência de Dados Funcionais e Financeiros Licenças Licença para trato de interesse particular (sem vencimentos) O servidor poderá requerer a licença para trato de interesse particular, sem vencimentos, por um período de até 04 anos, prorrogável por igual período, após o estágio probatório O servidor deverá aguardar em exercício a publicação da licença, que poderá ser indeferida, a critério da autoridade competente O servidor, em qualquer tempo, poderá desistir da licença para trato de interesse particular

23 Gerência de Dados Funcionais e Financeiros Férias Somente e depois do primeiro ano de exercício o servidor adquirirá direito a férias É vedado o fracionamento do período de férias, salvo por necessidade do serviço e por período não inferior a 10 dias (art. 2º da Resolução TJ 213/07)

24 Gerência de Dados Funcionais e Financeiros Localização Para maiores esclarecimentos a nossa Gerência está localizada no 1º Andar do Edf. Paula Baptista. Fone: Fax:

25 Gerência de Execução de Pagamento

26 Gerência de Execução de Pagamento Componentes: Unidade de Relatórios Legais Unidade de Controle de Pagamento Unidade de Elaboração de Cálculos e Estudos Financeiros

27 Gerência de Execução de Pagamento Parcelas que compõem a remuneração do servidor efetivo: Salário Base Gratificação de Exercício (100% do salário base) Gratificação de Incentivo à Produtividade (120% do salário base)

28 Gerência de Execução de Pagamento Parcelas que compõem a remuneração do servidor efetivo: Indenização de Transporte Exclusiva para Oficial de Justiça (corresponde atualmente ao valor de R$ 1070,54), desde que esteja exercendo a função Risco de Vida Exclusiva para Oficial de Justiça, Psicólogo e Assistente Social (corresponde atualmente ao valor de R$ 382,33), desde que exerçam atividades externas

29 Gerência de Execução de Pagamento Descontos legais obrigatórios FUNAFIN: Fundo de previdência própria dos servidores do Estado de PE Desconto de 13,5% sobre o total da remuneração, excluindo-se as parcelas que não vão compor a aposentadoria, salvo por opção expressa do servidor.

30 Gerência de Execução de Pagamento Imposto de Renda Base de cálculo mensal em R$ ANO 2010 Alíquota Parcela a deduzir do imposto em R$ Até 1.566,61 isento - De 1.566,62 a 2.347,85 7,5% 117,49 De 2.347,86 a 3.130,51 15% 293,58 De 3.130,52 a 3.911,63 22,5% 528,37 Acima de 3.911,63 27,5% 723,95 Dedução por dependente 157,47

31 Gerência de Execução de Pagamento Tabela do salário líquido, com os benefícios Técnico Judiciário - TPJ Salário Base 811,06 Gratificação de Exercício -100% 811,06 Gratificação de Incentivo à Prod. -120% 973,27 Total 2595,39 Auxílio Alimentação 504,60 Auxílio Saúde 232,54 Auxílio Transporte 123,20 Funafin 350,37 IR 50,88 Desconto do Auxílio Transporte - 2% do Salário Base 16,22 Total líquido 3038,26

32 Gerência de Execução de Pagamento Tabela do salário líquido, com os benefícios Analista Judiciário - APJ Salário Base 1078,89 Gratificação de Exercício -100% 1078,89 Gratificação de Incentivo à Produtividade -120% 1294,67 Total 3452,45 Auxílio Alimentação 504,60 Auxílio Saúde 232,54 Auxílio Transporte 123,20 Funafin 466,08 IR 154,37 Desconto do Auxílio Transporte - 2% do Salário Base 21,57 Total líquido 3670,77

33 Gerência de Execução de Pagamento Tabela do salário líquido, com os benefícios Oficial de Justiça - OPJ Salário Base 1078,89 Gratificação de Exercício -100% 1078,89 Gratificação de Incentivo à Produtividade -120% 1294,67 Indenização de Transporte 1070,54 Risco de Vida 382,33 Total 4905,32 Auxílio Alimentação 504,60 Auxílio Saúde 232,54 Funafin 466,08 IR 229,58 Total Líquido 4946,80

34 Gerência de Execução de Pagamento Outras informações Forma de pagamento: crédito em conta, apenas nos bancos conveniados: Santander, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e JURISCOOP Demonstrativo de pagamento: deve ser acessado via intranet, com matrícula funcional e senha própria.

35 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade

36 Resolução nº 238 de 29/05/2008

37

38 MISSÃO Planejar, desenvolver, implementar e monitorar ações e práticas socialmente responsáveis e ambientalmente sustentáveis no âmbito do Poder Judiciário de Pernambuco

39 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Áreas de atuação: Responsabilidade Social: Ampliação da cidadania Sustentabilidade: Implantação de programa socioambiental

40 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Responsabilidade Social Natal das crianças do abrigo Casa da Madalena - Dez/2008 Campanha Console Nov a Dez/2008 Mai/2009

41 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Responsabilidade Social Doações ao Abrigo Geriátrico Casa do Amor Dez/2009 (Natal) Mar/2010 (Visita)

42 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Responsabilidade Social Parceria com a ABCC Associação Beneficente Criança Cidadã Inauguração do Espaço D. Helder Dia da Cidadania

43 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Responsabilidade Social Integrante da Coordenação do Núcleo Pernambuco dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODM

44 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Responsabilidade Social Doações ao Espaço Criança Cidadã - ABCC Mai/2011 Meias escolares Páscoa Solidária (parceria com DDH)

45 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Responsabilidade Social Caminhada cultural Mar/2011 (Projeto Seja um Recifense Praticante)

46 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Responsabilidade Social Campanha de Solidariedade às vítimas das enchentes (junho/2010) Parceira: ACMEPE Video Água Preta

47 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Responsabilidade Social

48 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Sustentabilidade Criação do Programa Sustentabilidade Legal e do Comitê (fev/2009)

49 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Sustentabilidade Campanhas educativas

50 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Sustentabilidade Implementação da Coleta Seletiva Parceria do TJPE com a ONG - Moradia e Cidadania (CEF)

51 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Sustentabilidade V Semana dos Alimentos Orgânicos - Mai/2009 (Parceria com a CPORG-PE- MAPA)

52 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Sustentabilidade I Semana do Meio Ambiente Jun/2009

53 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Sustentabilidade II Semana do Meio Ambiente Jun/2010

54 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Sustentabilidade Bloco Eco-Carnavalesco Mar/2011 (Parceria com a GPBE)

55 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Sustentabilidade Passeios Ecológicos 1º Passeio Horto de Dois Irmãos (fev/2009)

56 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Sustentabilidade 2º Passeio Fazenda e Cachaçaria Orgânica (Mai/2009)

57 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Sustentabilidade 3º Passeio Jardim Botânico do Recife (Out/2009)

58 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Sustentabilidade 4º Passeio Catamarã Ambiental Águas do Capibaribe (Mai/2010) Vídeo do passeio.

59 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ações Sustentabilidade

60 Núcleo de Responsabilidade Social e Sustentabilidade Localização: Secretaria de Gestão de Pessoas - 2º andar do Edf. Paula Baptista Telefone: Ayrton da Rocha Lapa Filho Carmen Verônica dos Santos Bezerra Rita de Cássia Maciel Borges

61 Gerência de Gestão do Desempenho AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO NO ESTÁGIO PROBATÓRIO

62 Gerência de Gestão do Desempenho Gerência de Gestão do Desempenho Unidade de Acompanhamento Funcional Unidade de Avaliação do Desempenho Unidade de Monitoramento do Desempenho

63 RESOLUÇÃO 243/08-TJPE Gerência de Gestão do Desempenho

64 Gerência de Gestão do Desempenho Obrigatoriedade do Estágio Probatório para todos os concursados, por cargo Período de 3 anos, 6-6 meses as cinco etapas e 5 meses a 6ª etapa

65 Gerência de Gestão do Desempenho Média - 7,0 Quem avalia o servidor? Chefe imediato(para todos) Chefe mediato

66 Gerência de Gestão do Desempenho Licenças que suspendem o Estágio Probatório Doença em pessoa da família Afastamento do cônjuge Função eletiva Licença maternidade Licença médica Quando superior a 90 dias consecutivos ou não na etapa

67 Gerência de Gestão do Desempenho Formulário eletrônico Recursos: Avaliado - 5 dias úteis Comissão dias Comissão de Apuração

68 Gerência de Gestão do Desempenho O que avaliamos? Aspectos comportamentais Tarefas de produtividade

69 Gerência de Gestão do Desempenho Aspectos comportamentais Assiduidade, Pontualidade, Relacionamento interpessoal, Disciplina, Capacidade de iniciativa, Eficiência, Ética, Motivação, Responsabilidade.

70 Gerência de Gestão do Desempenho Produtividade É o resultado quantitativo e qualitativo das tarefas executadas pelo servidor.

71 Gerência de Gestão do Desempenho Não esqueça de fazer seu institucional De fazer sua senha da intranet De ler o DJE SGP - DDH E de ter cuidado com o uso da internet.

72 Gerência de Gestão do Desempenho Conhecendo a Avaliação do Estágio Probatório na intranet

73 Gerência de Gestão do Desempenho

74 Gerência de Gestão do Desempenho

75 Gerência de Gestão do Desempenho

76 Gerência de Gestão do Desempenho

77 Gerência de Gestão do Desempenho

78 Gerência de Gestão do Desempenho

79 Gerência de Gestão do Desempenho

80 Gerência de Gestão do Desempenho

81 Gerência de Gestão do Desempenho

82 Gerência de Gestão do Desempenho

83 Gerência de Gestão do Desempenho

84 Gerência de Gestão do Desempenho

85 Gerência de Gestão do Desempenho

86 Gerência de Gestão do Desempenho

87 Gerência de Gestão do Desempenho Tudo que pode ser avaliado pode ser aperfeiçoado Odete Rabaglio

Secretaria de Gestão de Pessoas

Secretaria de Gestão de Pessoas Secretaria de Gestão de Pessoas Organograma Secretaria de Gestão de Pessoas Gerência de Dados Funcionais e Financeiros Anotação de tempo de serviço Empresa privada Contado para aposentadoria para editar

Leia mais

Revista on-line da SGP

Revista on-line da SGP Revista on-line da SGP Organograma Gerência de Dados Funcionais e Financeiros Anotação de tempo de serviço Empresa privada Contado para aposentadoria Serviço público (administração direta, Autarquias e

Leia mais

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP LEGISLAÇÃO DE PESSOAL COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais Lei nº. 8.112/90 Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos

Leia mais

Cultura do não Foco do RH no Departamento Pessoal Não alinhamento das estratégias de Gestão de Pessoas com as estratégias do MTur Pouco envolvimento

Cultura do não Foco do RH no Departamento Pessoal Não alinhamento das estratégias de Gestão de Pessoas com as estratégias do MTur Pouco envolvimento Cultura do não Foco do RH no Departamento Pessoal Não alinhamento das estratégias de Gestão de Pessoas com as estratégias do MTur Pouco envolvimento da alta direção nos eventos Desinteresse dos servidores

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 21, DE 24 DE SETEMBRO DE 2010

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 21, DE 24 DE SETEMBRO DE 2010 PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 21, DE 24 DE SETEMBRO DE 2010 EMENTA: Dispõe sobre a participação de servidores ocupantes de cargos

Leia mais

BOLSA DE ESTUDO PARA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO Perguntas Mais Frequentes

BOLSA DE ESTUDO PARA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO Perguntas Mais Frequentes BOLSA DE ESTUDO PARA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO Perguntas Mais Frequentes Que norma regulamenta a concessão da bolsa de estudo? A Instrução Normativa nº 104, de 25 de janeiro de 2010, regulamenta a concessão

Leia mais

AVISO Nº 003/2014 RESOLUÇÃO Nº002/2013 CTP-ESMP/PE

AVISO Nº 003/2014 RESOLUÇÃO Nº002/2013 CTP-ESMP/PE AVISO Nº 003/2014 A Diretora da ESMP/PE, Dra. Deluse do Amaral Rolim Florentino, nos termos do Art.8º, VII, da Resolução RES-CSMP-001/00, de 31.03.2000, torna público o Regulamento da terceira turma do

Leia mais

Manual de Orientação sobre bolsas de estudo de graduação e ESMESC

Manual de Orientação sobre bolsas de estudo de graduação e ESMESC Manual de Orientação sobre bolsas de estudo de graduação e ESMESC 01) APRESENTAÇÃO 02) BOLSA DE ESTUDO - O QUE É? 03) ADMINISTRAÇÃO DO BENEFÍCIO 04) REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO 05) CRITÉRIOS DE SELEÇÃO E

Leia mais

RESOLVE: TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

RESOLVE: TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Dispõe sobre os procedimentos internos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, referentes ao Estágio Probatório, nos termos do Art. 41 4.º da Constituição da República Federativa do Brasil.

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos Versão 1 Nesta edição: 02 de maio de 2012 AFASTAMENTOS Afastamento do País Afastamento para Pós graduação Integral Cancelamento de Afastamento Integral para

Leia mais

Administração Central

Administração Central INSTRUÇÃO Nº 003/2014 URH Dispõe quanto aos procedimentos a serem adotados para a operacionalização da Bonificação por Resultados BR relativa ao ano de 2014, e dá outras providências. O Coordenador Técnico

Leia mais

DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE PAPANDUVA

DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE PAPANDUVA DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE PAPANDUVA (conforme dispõe a Resolução n. 001/2008, de 27 de junho de 2008) Grau de instrução¹ Da Gratificação por Grau de Instrução

Leia mais

CAPÍTULO I DA FUNDAMENTAÇÃO LEGAL

CAPÍTULO I DA FUNDAMENTAÇÃO LEGAL REGULAMENTO PARA SOLICITAÇÃO, CONCESSÃO E USUFRUTO DA LICENÇA PARA CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO- ADMINISTRATIVOS DE QUE TRATA A NS Nº 570 de 22/05/2006 CAPÍTULO I DA FUNDAMENTAÇÃO LEGAL 1.1 A licença

Leia mais

CARREIRA DOS SERVIDORES DO QUADRO DO MAGISTÉRIO

CARREIRA DOS SERVIDORES DO QUADRO DO MAGISTÉRIO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR 3º Encontro de Integração dos Servidores da Educação CARREIRA DOS SERVIDORES DO QUADRO DO MAGISTÉRIO 29 de junho de 2011 Para mais informações consulte http://www.pmf.sc.gov.br/entidades/educa

Leia mais

Tabela de Prazos da Lei 8112/90 - Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União

Tabela de Prazos da Lei 8112/90 - Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União Tabela de Prazos da Lei 8112/90 - Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União Dispositivo Prazo Referência Art. 12 Art. 13 1º Até 2 anos Validade do concurso público - podendo ser prorrogado

Leia mais

PRAZOS PARA PROTOCOLO DE SOLICITAÇÕES E OCORRÊNCIAS NO SERVIÇO DE PESSOAL Válidos a partir de 05/10/2015

PRAZOS PARA PROTOCOLO DE SOLICITAÇÕES E OCORRÊNCIAS NO SERVIÇO DE PESSOAL Válidos a partir de 05/10/2015 Abono de permanência se aplica A partir do dia seguinte ao do cumprimento de TODOS os requisitos necessários para aposentadoria Acidente de Trabalho 24 horas 5 dias corridos Atestado Médico Adicional de

Leia mais

ATO Nº 32/2009. O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABA- LHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

ATO Nº 32/2009. O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABA- LHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, ATO Nº 32/2009 Dispõe sobre a concessão de Bolsa de Estudo de cursos de pós-graduação lato e strito sensu, na forma de reembolso parcial, para magistrados e servidores do Tribunal Regional do Trabalho

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO RESOLUÇÃO CONSUNI N.º 04, DE 26 DE MARÇO DE 2014. Dispõe sobre normas de afastamento de servidores técnicoadministrativos, do quadro efetivo da Universidade Federal de Mato Grosso, para qualificação stricto

Leia mais

Universidade Estadual de Roraima- UERR. Normas e Procedimentos para Requerimentos

Universidade Estadual de Roraima- UERR. Normas e Procedimentos para Requerimentos Universidade Estadual de Roraima- UERR Normas e Procedimentos para Requerimentos Boa Vista PRODES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE RORAIMA AUXÍLIO NATALIDADE Definição: Benefício que é devido ao servidor (a) por

Leia mais

Código: MAP-DIPESGEP-001 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013

Código: MAP-DIPESGEP-001 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Código: MAP-DIPESGEP-001 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerencia de Cadastro e Remuneração Aprovado por: Diretoria de Gestão de Pessoas 1 OBJETIVO Estabelece critérios e procedimentos

Leia mais

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL RESOLUÇÃO Nº- CF-RES-2012/00221, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL RESOLUÇÃO Nº- CF-RES-2012/00221, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012 SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL RESOLUÇÃO Nº- CF-RES-2012/00221, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012 Dispõe sobre a concessão de férias no âmbito do Conselho e da Justiça Federal de primeiro

Leia mais

SERVIDOR PÚBLICO. Pode-se dizer que são três as categorias de servidor público:

SERVIDOR PÚBLICO. Pode-se dizer que são três as categorias de servidor público: SERVIDOR PÚBLICO São servidores públicos, em sentido amplo, as pessoas físicas que têm vínculo de trabalho com a Administração Municipal, seja direta ou indireta, mediante remuneração paga pelos cofres

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 6 DE JULHO DE 1993 I - DAS REGRAS GERAIS SOBRE A CONTAGEM DO TEMPO DE SERVIÇO

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 6 DE JULHO DE 1993 I - DAS REGRAS GERAIS SOBRE A CONTAGEM DO TEMPO DE SERVIÇO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 6 DE JULHO DE 1993 O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe conferem a Lei nº 8.490, de

Leia mais

RESOLUÇÃO CFP Nº 009/2009

RESOLUÇÃO CFP Nº 009/2009 RESOLUÇÃO CFP Nº 009/2009 Dispõe sobre o reajuste, direitos e deveres dos empregados do Conselho Federal de Psicologia. O CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA, no uso de suas atribuições legais, estatutárias

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DOS SERVIDORES/2015

PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DOS SERVIDORES/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DOS SERVIDORES/2015 A Secretaria de Gestão de Pessoas comunica a todos os servidores que, a partir de 23/3/2015, serão abertas as inscrições

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE OCORRÊNCIAS NO SISTEMA GRIFO

ORIENTAÇÕES SOBRE OCORRÊNCIAS NO SISTEMA GRIFO ORIENTAÇÕES SOBRE OCORRÊNCIAS NO SISTEMA GRIFO AS OCORRÊNCIAS PODEM SER INCLUÍDAS PELO MENU FREQUÊNCIA (NO ATALHO DISPONÍVEL NO FINAL NA LINHA DO DIA) OU APENAS PELO MENU OCORRÊNCIA TIPOS DE OCORRÊNCIAS

Leia mais

EDITAL INTERCÂMBIO DE ATUALIZAÇÃO EM DIREITO

EDITAL INTERCÂMBIO DE ATUALIZAÇÃO EM DIREITO PODER JUDICIÁRIO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO EDITAL INTERCÂMBIO DE ATUALIZAÇÃO EM DIREITO O Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, usando das atribuições legais e regimentais,

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, usando das atribuições legais e regimentais, DECRETO JUDICIÁRIO Nº 1543/2013. Dispõe sobre a Regulamentação da concessão de Bolsa de Graduação e Pós-Graduação no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Goiás. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Reitoria

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Reitoria AUXÍLIO-TRANSPORTE Eu,, [nome completo do servidor (a)] 1) DECLARO PARA FINS DE PERCEPÇÃO DE AUXÍLIO-TRANSPORTE, e sob as penas da lei que: Ocupo o cargo de: Matrícula SIAPE n : Local de exercício das

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional CONCESSÃO DE BENEFÍCIOS AOS COLABORADORES PO. 12 00 1 / 7 1. OBJETIVOS O Crea-GO, visando atrair e melhorar o índice de retenção de colaboradores, institui a concessão de benefícios, mediante a adoção

Leia mais

1. Do Programa Institucional de Qualificação de servidores do Instituto Federal Catarinense - PIQIFC:

1. Do Programa Institucional de Qualificação de servidores do Instituto Federal Catarinense - PIQIFC: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense Câmpus Rio do Sul EDITAL N 016/2015/GAB, de 02 de julho de 2015. PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE QUALIFICAÇÃO

Leia mais

Código: MAP-DIPES-003 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013

Código: MAP-DIPES-003 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Código: MAP-DIPES-003 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerência de Cadastro e Remuneração Aprovado por: Presidência do TJAC 1 OBJETIVO Este Manual define critérios e procedimentos

Leia mais

Roteiro para Aplicação da Avaliação de Desempenho dos Servidores da Administração Direta da Prefeitura de Rio Claro/SP

Roteiro para Aplicação da Avaliação de Desempenho dos Servidores da Administração Direta da Prefeitura de Rio Claro/SP Roteiro para Aplicação da Avaliação de Desempenho dos Servidores da Administração Direta da Prefeitura de Rio Claro/SP 01 - APRESENTAÇÃO: Este roteiro tem por objetivo nortear a aplicação do Sistema de

Leia mais

REGULAMENTO DO 7º CONCURSO DE FOTOGRAFIAS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO

REGULAMENTO DO 7º CONCURSO DE FOTOGRAFIAS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO Estão abertas as inscrições para o 7º Concurso de Fotografia do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) até o dia 16 de maio. Este ano, o tema é Os direitos da criança e do adolescente. Poderão participar

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 128/2013/TCE-RO

RESOLUÇÃO N. 128/2013/TCE-RO RESOLUÇÃO N. 128/2013/TCE-RO Dispõe sobre a concessão de folgas compensatórias e o gozo de Licença-Prêmio por Assiduidade dos servidores do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL

Leia mais

Sebastião Rildo Fernandes Diniz Presidente do Conselho Diretor

Sebastião Rildo Fernandes Diniz Presidente do Conselho Diretor SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 13 DO CONSELHO DIRETOR DE 05 DE OUTUBRO DE 2005. O Presidente do Conselho Diretor do Centro Federal de Educação Tecnológica de Petrolina, no

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº 10.435, de 24 de abril de 2002

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº 10.435, de 24 de abril de 2002 NORMA PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA, EM TREINAMENTO REGULARMENTE INSTITUÍDO EDUCAÇÃO FORMAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Estabelece critérios para participação

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA Av. Carlos Hugueney, 552 - Centro - CEP.: 78.780-000 Tel/Fax.: (065) 481 1139-481 1431

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA Av. Carlos Hugueney, 552 - Centro - CEP.: 78.780-000 Tel/Fax.: (065) 481 1139-481 1431 LEI N.º 761/93 Dispõe sobre o Estatuto do Magistério Público municipal de Alto Araguaia. O Prefeito Municipal de Alto Araguaia, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, faço saber que

Leia mais

LEI Nº 11.375 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2009

LEI Nº 11.375 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2009 LEI Nº 11.375 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2009 Reestrutura as carreiras de Analista Universitário e Técnico Universitário, integrantes do Grupo Ocupacional Técnico- Específico, criado pela Lei nº 8.889, de 01

Leia mais

LEI Nº 9.586, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011 AUTORIA: PODER JUDICIÁRIO (PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO EM 15 DE DEZEMBRO DE 2011.

LEI Nº 9.586, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011 AUTORIA: PODER JUDICIÁRIO (PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO EM 15 DE DEZEMBRO DE 2011. LEI Nº 9.586, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011 AUTORIA: PODER JUDICIÁRIO (PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO EM 15 DE DEZEMBRO DE 2011.) Dispõe sobre o plano de cargos e carreira e remuneração dos servidores

Leia mais

Requerimentos\Desconto em folha.doc 5 Critérios

Requerimentos\Desconto em folha.doc 5 Critérios BOLSA ATLETA 1 - O que é? Bolsa concedida aos alunos do Colégio de Aplicação (CAU) e aos acadêmicos dos Cursos de Graduação da Univali com aptidão e dedicação às diversas modalidades esportivas, onde os

Leia mais

Tramita como documento, é anexado a processo ou dá origem a processo? CLASSIFICAÇÃO ARQUIVÍSTICA ESPÉCIE/FORMATO

Tramita como documento, é anexado a processo ou dá origem a processo? CLASSIFICAÇÃO ARQUIVÍSTICA ESPÉCIE/FORMATO OBSERVAÇÕES INICIAIS Deve-se dar preferência ao trâmite de documentos, pois assim o trâmite será mais rápido, menos burocrático e gastará menos recursos(capas plásticas, folhas de rosto, prendedores plásticos,

Leia mais

SENAC/DF - SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL

SENAC/DF - SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL CAMPANHA SALARIAL - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SENAC-SERVICO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COM COMERCIAL-ADMINISTRACAO REGIONAL DO DF O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL REGULAMENTO GERAL PARA AFASTAMENTO DE SERVIDOR DO INSTITUTO FEDERAL GOIANO PARA

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei No. 10.435 de 24 de abril de 2002 Pró-Reitoria de Administração

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei No. 10.435 de 24 de abril de 2002 Pró-Reitoria de Administração EDITAL DE SELEÇÃO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS COM INTERESSE EM PARTICIPAR DE TREINAMENTO REGULARMENTE INSTITUÍDO EM NÍVEL DE EDUCAÇÃO FORMAL - QUALIFICAÇÃO A PRAD e o Departamento de Pessoal

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal RESIDÊNCIA PROFISSIONAL EM SAÚDE:

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal RESIDÊNCIA PROFISSIONAL EM SAÚDE: RESIDÊNCIA PROFISSIONAL EM SAÚDE: RESIDENTE MULTIPROFISSIONAL OU EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE Cód.: PSR Nº: - Versão: 2 Data: 30/12/2014 DEFINIÇÃO A Residência Multiprofissional em Saúde e a Residência

Leia mais

ERRATA SEPLAG/ SEDF PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA E ORIENTADOR EDUCACIONAL NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO AUTOR: IVAN LUCAS

ERRATA SEPLAG/ SEDF PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA E ORIENTADOR EDUCACIONAL NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO AUTOR: IVAN LUCAS ERRATA SEPLAG/ SEDF PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA E ORIENTADOR EDUCACIONAL NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO AUTOR: IVAN LUCAS Na página 115, onde se lê: 31. Pelo menos cinquenta por cento dos cargos em

Leia mais

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO ATO Nº 20/2005 (Revogado pelo Ato nº 56/2012) Dispõe sobre a concessão da gratificação natalina aos servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS FORMULÁRIO DE DISPOSIÇÃO FUNCIONAL ANEXO I DECRETO Nº DADOS SERVIDOR Nome: Cargo: R.G.: Função: DADOS ÓRGÃO DE DESTINO CHEFIA UNIDADE DE RH Esfera de governo: Municipal Estadual Federal Órgão: Unidade

Leia mais

Licença e afastamento SERVIDOR PÚBLICO V LICENÇA E AFASTAMENTO. Licenças não remuneradas: Licenças: 12/11/2012

Licença e afastamento SERVIDOR PÚBLICO V LICENÇA E AFASTAMENTO. Licenças não remuneradas: Licenças: 12/11/2012 Licença e afastamento Hipóteses em que o servidor não presta serviço, sem perder o cargo. Há 7 hipóteses de licença e 4 hipóteses de afastamento. SERVIDOR PÚBLICO V LICENÇA E AFASTAMENTO Paula Freire Licenças:

Leia mais

Informações sobre afastamento para qualificação e licença para capacitação

Informações sobre afastamento para qualificação e licença para capacitação Informações sobre afastamento para qualificação e licença para capacitação O que é capacitação? A Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoal assim define capacitação: Processo permanente e deliberado

Leia mais

NORMA 1/10 NORMA DE CONTROLE DE FREQUÊNCIA S U M Á R I O. 1 Objetivo, 2/10. 2 Definição, 2/10. 3 Competências, 4/10

NORMA 1/10 NORMA DE CONTROLE DE FREQUÊNCIA S U M Á R I O. 1 Objetivo, 2/10. 2 Definição, 2/10. 3 Competências, 4/10 NORMA 1/10 S U M Á R I O 1 Objetivo, 2/10 2 Definição, 2/10 3 Competências, 4/10 4 Procedimentos, 4/10 4.1 Horário de Expediente e Jornada de Trabalho, 4/10 4.2 Registro de Frequência, 5/10 4.3 Apuração

Leia mais

considerando a necessidade de conceder incentivos ao estudo de idioma estrangeiro para os servidores ativos da Anvisa, resolve:

considerando a necessidade de conceder incentivos ao estudo de idioma estrangeiro para os servidores ativos da Anvisa, resolve: Nº21 29/04/2013 Boletim de Serviço 19/164 PORTARIA Nº 763/ANVISA, DE 29 DE ABRIL DE 2013 Dispõe sobre limites e procedimentos para concessão de bolsa de estudo de idioma estrangeiro aos servidores ativos

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 14/2012 ATUALIZADA EM JANEIRO/2014 APOSENTADORIA

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 14/2012 ATUALIZADA EM JANEIRO/2014 APOSENTADORIA GERÊNCIA GERAL DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 14/2012 ATUALIZADA EM JANEIRO/2014 APOSENTADORIA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 001 de 02 de fevereiro de 2012

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 001 de 02 de fevereiro de 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 001 de 02 de fevereiro de 2012 EMENTA: Estabelece critérios e procedimentos, no âmbito

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP/GEPE/UFF

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP/GEPE/UFF DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP/GEPE/UFF AGOSTO de 2014 Direção: Marlette Rose Galvão Alves Organograma elaborado com base na Portaria nº 45.242,de 21/07/2011-BS nº 117/2011 Departamento de

Leia mais

CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN

CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN 1. Que vantagens além do vencimento podem ser pagas ao servidor? a) indenizações, que não se incorporam

Leia mais

TIPOS E REGRAS DE APOSENTADORIAS

TIPOS E REGRAS DE APOSENTADORIAS TIPOS E REGRAS DE APOSENTADORIAS O SINTFUB entende que o servidor que está para aposentar tem de ter esclarecimento sobre os tipos e regras para aposentadorias hoje vigentes antes de requerer esse direito.

Leia mais

REPOSICIONAMENTO POR TEMPO DE SERVIÇO

REPOSICIONAMENTO POR TEMPO DE SERVIÇO Governo do Estado de Minas Gerais REPOSICIONAMENTO POR TEMPO DE SERVIÇO Belo Horizonte, 12 de janeiro de 2010 1 SUMÁRIO 1. Previsão legal 2. Regulamentação 3. Contagem de tempo 3.1. Marco inicial 3.2.

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO ATO Nº 342/DILEP.CDEP.SEGPES.GDGSET.GP, DE 25 DE JUNHO DE 2014.

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO ATO Nº 342/DILEP.CDEP.SEGPES.GDGSET.GP, DE 25 DE JUNHO DE 2014. TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO ATO Nº 342/DILEP.CDEP.SEGPES.GDGSET.GP, DE 25 DE JUNHO DE 2014. Dispõe sobre a concessão de bolsa de estudo para curso de língua estrangeira no âmbito do Tribunal Superior

Leia mais

NEGOCIAÇÃO COM COREN PARA ACORDO COLETIVO DE TRABALHO - PERÍODO DE 1º MAIO DE 2012 A 30 DE ABRIL DE 2013.

NEGOCIAÇÃO COM COREN PARA ACORDO COLETIVO DE TRABALHO - PERÍODO DE 1º MAIO DE 2012 A 30 DE ABRIL DE 2013. NEGOCIAÇÃO COM COREN PARA ACORDO COLETIVO DE TRABALHO - PERÍODO DE 1º MAIO DE 2012 A 30 DE ABRIL DE 2013. GARANTIA DA DATA BASE Fica estabelecido primeiro de maio como data base da categoria REAJUSTE SALARIAL

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal RESIDÊNCIA MÉDICA

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal RESIDÊNCIA MÉDICA RESIDÊNCIA MÉDICA Cód.: MRD Nº: 1 Versão: 1 Data:19/11/2014 DEFINIÇÃO A Residência Médica é uma modalidade do ensino de pós-graduação destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização, caracterizada

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA RESOLUÇÃO N 016/2014 DE 27 DE MAIO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA RESOLUÇÃO N 016/2014 DE 27 DE MAIO DE 2014 RESOLUÇÃO N 016/2014 DE 27 DE MAIO DE 2014 Normatiza os procedimentos para concessão de Afastamentos de Curta Duração, Licença para Capacitação, Afastamentos para Pós- Graduação Stricto Sensu e Pós-Doutorado

Leia mais

ATO Nº 56/2012. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

ATO Nº 56/2012. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, ATO Nº 56/2012 Dispõe sobre a concessão da gratificação natalina aos magistrados e servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO,

Leia mais

SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS PERDA DA FUNÇÃO MULTA PROIBIÇÃO DE CONTRATAR COM A ADM. PÚB. PERDA DE BENS E VALORES ILICITAMENTE CONQUISTADOS

SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS PERDA DA FUNÇÃO MULTA PROIBIÇÃO DE CONTRATAR COM A ADM. PÚB. PERDA DE BENS E VALORES ILICITAMENTE CONQUISTADOS PENAS RESSARCIMENTO INTEGRAL PERDA DE BENS E VALORES ILICITAMENTE CONQUISTADOS MULTA PERDA DA FUNÇÃO SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS PROIBIÇÃO DE CONTRATAR COM A ADM. PÚB. Enriquecimento Ilícito X X (inclusive

Leia mais

emitir os Boletins de Freqüência; separar e encaminhar os Boletins para as chefias dos setores correspondentes.

emitir os Boletins de Freqüência; separar e encaminhar os Boletins para as chefias dos setores correspondentes. fls. 001 1. Jurisdição aplica-se à área de pessoal das Unidades / Órgãos. 2. Objetivo estabelecer critérios e procedimentos para controlar e cadastrar a freqüência dos servidores, com vistas ao pagamento

Leia mais

Tutorial da Avaliação de Desempenho do Servidor no Estágio Probatório

Tutorial da Avaliação de Desempenho do Servidor no Estágio Probatório SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAL Tutorial da Avaliação de Desempenho do Servidor no Estágio Probatório Belém/ Pará. Junho, 2013.

Leia mais

PROJETO DE LEI. TÍTULO I Das Disposições Preliminares

PROJETO DE LEI. TÍTULO I Das Disposições Preliminares TEXTO DOCUMENTO PROJETO DE LEI Consolida o Plano de Carreira e Cargo de Professor Federal e dispõe sobre a reestruturação e unificação das carreiras e cargos do magistério da União, incluídas suas autarquias

Leia mais

PORTARIA PRE-DGA N 065/2008

PORTARIA PRE-DGA N 065/2008 PORTARIA PRE-DGA N 065/2008 Dispõe sobre a participação de servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região em cursos de pós-graduação lato e stricto sensu. O Juiz Presidente do Tribunal Regional

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Assinale a alternativa INCORRETA no que se refere aos direitos e deveres individuais e coletivos.

PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Assinale a alternativa INCORRETA no que se refere aos direitos e deveres individuais e coletivos. 12 PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS QUESTÃO 21: Assinale a alternativa INCORRETA no que se refere aos direitos e deveres individuais e coletivos. a) É livre a expressão da atividade intelectual, independentemente

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 448, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Documento nº 00000.022337/2015-62

RESOLUÇÃO N o 448, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Documento nº 00000.022337/2015-62 RESOLUÇÃO N o 448, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Documento nº 00000.022337/2015-62 Dispõe sobre os procedimentos e critérios para concessão de Licença para Capacitação no âmbito da Agência Nacional de Águas ANA

Leia mais

http://www.legislabahia.ba.gov.br/verdoc.php?id=65585&voltar=voltar

http://www.legislabahia.ba.gov.br/verdoc.php?id=65585&voltar=voltar Page 1 of 11 Voltar Imprimir "Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial do Estado." LEI Nº 11.374 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2009 Ver também: Decreto 14.488 de 23 de maio de 2013 - Regulamenta

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO Orientador Empresarial Servidores Públicos-MTE-Controle de Frequência-REP-Identificação Biométrica PORTARIA MTE nº 206/2011-DOU:

Leia mais

PORTARIA CONJUNTA Nº 1, DE 7 DE MARÇO DE 2007

PORTARIA CONJUNTA Nº 1, DE 7 DE MARÇO DE 2007 PORTARIA CONJUNTA Nº 1, DE 7 DE MARÇO DE 2007 A PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL E DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA E OS PRESIDENTES DOS TRIBUNAIS SUPERIORES, DO CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL, DO CONSELHO

Leia mais

ANJOS DA ENFERMAGEM: EDUCAÇÃO E SAÚDE ATRAVÉS DO LÚDICO

ANJOS DA ENFERMAGEM: EDUCAÇÃO E SAÚDE ATRAVÉS DO LÚDICO 1 IDENTIFICAÇÃO Título: ANJOS DA ENFERMAGEM: EDUCAÇÃO E SAÚDE ATRAVÉS DO LÚDICO Data de realização: Local de realização: IESUR Horário: será definido conforme cronograma Carga horária: definido conforme

Leia mais

ETEC JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA

ETEC JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA MANUAL DE INTEGRAÇÃO ENDEREÇO Escola Técnica Estadual Juscelino Kubitschek de Oliveira Rua Guarani, 735 - Bairro Conceição Cidade Diadema - SP CEP:09991-060 Telefone:4044-6431 Fax: 4056-1302 Site: EQUIPE

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013.

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. Dispõe sobre as férias dos Membros dos Ministérios Públicos da União e dos

Leia mais

Guia para Boas Práticas

Guia para Boas Práticas Guia para 1 Definir o destino de parte do imposto que você vai, obrigatoriamente, pagar é uma possibilidade legítima e acessível. Basta escolher qual projeto, seja ele cultural, esportivo ou social, você

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE SERVIÇO SCAP N.º 010/2014

ORIENTAÇÃO DE SERVIÇO SCAP N.º 010/2014 ORIENTAÇÃO DE SERVIÇO SCAP N.º 010/2014 A SCAP, no uso das atribuições conferidas pelo art. 36 do Decreto nº 46.557, de 11 de julho de 2014, e considerando o disposto nos arts. 152 a 155 e 211, da Lei

Leia mais

DECLARAÇÃO DE VENCIMENTOS E VANTAGENS COM FUNDAMENTAÇÃO BASE LEGAL, EMITIDA PELO ÓRGÃO (ORIGINAL);

DECLARAÇÃO DE VENCIMENTOS E VANTAGENS COM FUNDAMENTAÇÃO BASE LEGAL, EMITIDA PELO ÓRGÃO (ORIGINAL); PROTOCOLO GERAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÕES: 1. APOSENTADORIA REQUERIMENTO ASSINADO PELO SERVIDOR E COM VISTO DO CHEFE IMEDIATO (ORIGINAL); OBS.: APOSENTADORIA COMPULSÓRIA - NÃO É NECESSÁRIO

Leia mais

(P) 01.032.0256.1389 Projeto de Modernização do Controle Externo - PROMOEX. (P) 01.032.0256.2742 Reforma de Instalações Físicas do Tribunal de Contas

(P) 01.032.0256.1389 Projeto de Modernização do Controle Externo - PROMOEX. (P) 01.032.0256.2742 Reforma de Instalações Físicas do Tribunal de Contas DETALHAMENTO DAS DESPESAS POR ELEMENTO EXERCÍCIO 211 2 2 Tribunal de Contas - Administração Direta R$1, (P) 1.32.256.1389 Projeto de Modernização do Controle Externo - PROMOEX 1.12.87 1.12.87 3.3.9.39

Leia mais

Em 21 de agosto de 2014, a Reitora da Universidade Federal de São João del- Rei UFSJ, usando de suas atribuições, e considerando:

Em 21 de agosto de 2014, a Reitora da Universidade Federal de São João del- Rei UFSJ, usando de suas atribuições, e considerando: ORDEM DE SERVIÇO N o 062/2014 Em 21 de agosto de 2014, a Reitora da Universidade Federal de São João del- Rei UFSJ, usando de suas atribuições, e considerando: - a Lei n o 8.112 de 11 de dezembro de 1990,

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA RESOLUÇÃO N. TC-10/2004 Estabelece normas e procedimentos para a implantação e operacionalização do Programa de Capacitação dos servidores do Tribunal de Contas, consolida normas existentes e dá outras

Leia mais

Código: MAP-DIPES-008 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013

Código: MAP-DIPES-008 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Código: MAP-DIPES-008 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerência de Cadastro e Remuneração Aprovado por: Diretoria de Gestão de Pessoas 1 OBJETIVO Este Manual define critérios e procedimentos

Leia mais

EDITAL Nº 292/IFC/REITORIA/2015

EDITAL Nº 292/IFC/REITORIA/2015 INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - EDITAL Nº 292/IFC//2015 Torna pública a abertura do processo seletivo de servidores técnico-administrativos para as vagas de afastamento integral para pós-graduação stricto

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001554/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/08/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR032670/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023032/2010-49 DATA DO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM COMUNICAÇÃO E MARKETING Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002217/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/10/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR053080/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.035134/2010-15 DATA DO

Leia mais

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS AVALIAÇÃO ESPECIAL DE DESEMPENHO DE SERVIDOR EM ESTÁGIO PROBATÓRIO DO QUADRO CIVIL

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS AVALIAÇÃO ESPECIAL DE DESEMPENHO DE SERVIDOR EM ESTÁGIO PROBATÓRIO DO QUADRO CIVIL PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS AVALIAÇÃO ESPECIAL DE DESEMPENHO DE SERVIDOR EM ESTÁGIO PROBATÓRIO DO QUADRO CIVIL 1 CONCEITO A Emenda Constitucional nº 19/98 estabelece que o servidor nomeado

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG000363/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/02/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR002753/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.000337/2015-27 DATA DO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA STJ/GDG N. 16 DE 10 DE JULHO DE 2015.(*)

INSTRUÇÃO NORMATIVA STJ/GDG N. 16 DE 10 DE JULHO DE 2015.(*) INSTRUÇÃO NORMATIVA STJ/GDG N. 16 DE 10 DE JULHO DE 2015.(*) Dispõe sobre o Programa de Concessão de Bolsas de Pós-Graduação Lato sensu e Stricto Sensu no Superior Tribunal de Justiça. O DIRETOR-GERAL

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 20/2015-CM

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 20/2015-CM PROVIMENTO N. 20/2015-CM Regulamenta o Programa de incentivo à graduação dos servidores efetivos do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso. O PRESIDENTE DO CONSELHO DA MAGISTRATURA DO, no uso de suas

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM CONTROLADORIA E FINANÇAS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

Da contratação e estabilidade: Estabilidade Após 3 anos de efetivo exercício. (CF 1988, Art. 41)

Da contratação e estabilidade: Estabilidade Após 3 anos de efetivo exercício. (CF 1988, Art. 41) SERVIÇO DE PESSOAL Lista dos benefícios / direitos / deveres dos servidores Legislação trabalhista: ESU http://www.usp.br/drh/novo/esu/esuorig1.html CLT http://www.planalto.gov.br/ccivil/decreto-lei/del5452.htm

Leia mais

Ação de Capacitação: Ingressando o Calouro no Sistema de Ensino de Graduação

Ação de Capacitação: Ingressando o Calouro no Sistema de Ensino de Graduação Ação de Capacitação: Ingressando o Calouro no Sistema de Ensino de Graduação 1- Regras Gerais: o ingresso do Calouro no Sistema leva em conta, basicamente, as normas estabelecidas na Decisão 134/2007-CONSUN,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº01/2013-SUGEP Regulamenta as normas para concessão do Auxílio

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000160/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/01/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR001019/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.001005/2013-38 DATA DO

Leia mais

APROVAR as normas para concessão de afastamento para pós-graduação aos servidores do IF-SC. CAPÍTULO I DOS TIPOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

APROVAR as normas para concessão de afastamento para pós-graduação aos servidores do IF-SC. CAPÍTULO I DOS TIPOS DE PÓS-GRADUAÇÃO RESOLUÇÃO N o 019/2012/CDP Florianópolis, 03 de maio de 2012. A PRESIDENTE DO DO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo Regimento Geral do IF-SC e pelo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA RESOLUÇÃO N 008/2014 DE 30 DE ABRIL DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA RESOLUÇÃO N 008/2014 DE 30 DE ABRIL DE 2014 RESOLUÇÃO N 008/2014 DE 30 DE ABRIL DE 2014 Normatiza os procedimentos para concessão de afastamentos para capacitação de servidores docentes da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA.

Leia mais