Norma 103 Submissão de Teses e Dissertações.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Norma 103 Submissão de Teses e Dissertações."

Transcrição

1 Norma 103 Submissão de Teses e Dissertações. A Comissão de Pós-Graduação em Geociências PPGGEO/IG/UFRGS, reunida em 01 de março de 2012, aprovou normas para a submissão de Teses e Dissertações exclusivamente em formato de artigos, de acordo com o Regimento do Programa e em consonância com as Metas do Biênio 2009/2010 aprovadas na reunião da Comissão de Pós-Graduação em 13 de março de Os Candidatos deverão submeter suas Teses e Dissertações exclusivamente em formato de artigos. 2. O corpo principal da Tese (consultar instruções no Anexo I) será constituído por um mínimo de 03 artigos científicos relacionados diretamente ao tema central da Tese, submetidos a revistas classificadas nos estratos Qualis da CAPES A1, A2, B1 ou B2, e B3 somente para o caso de periódico internacional, sendo o doutorando o primeiro autor de no mínimo 03 artigos, e poderá conter mais artigos com o doutorando sendo co-autor ou autor principal. Cada artigo ainda não publicado deverá ser precedido pela carta de aceite ou de recebimento do Editor da revista científica. 3. O corpo principal da Dissertação (consultar instruções no Anexo II) será constituído por um mínimo de 01 artigo científico relacionado diretamente ao tema central da Dissertação, submetido a revistas classificadas nos estratos Qualis da CAPES A1, A2, B1 ou B2, e B3 somente para o caso de periódico internacional, sendo o mestrando o primeiro autor do artigo, e poderá conter mais artigos com o mestrando sendo co-autor ou autor principal. Cada artigo ainda não publicado deverá ser precedido pela carta de aceite ou de recebimento do Editor da revista científica. 4. Serão considerados apenas os artigos submetidos após a primeira matrícula no nível de titulação pretendido pelo candidato. 5. Cópias da Tese e Dissertação deverão ser entregues pelo aluno ou pelo orientador na Secretaria do Programa com 40 dias de antecedência a data de defesa. O número de cópias entregues será equivalente ao número de membros da banca examinadora, mais o exemplar para o orientador. Os volumes serão encadernados pela Secretaria. 6. A Comissão Coordenadora do Programa será consultada para os casos não definidos acima. Em 01 de Março de 2012 Prof. Elírio Ernestino Toldo Júnior Coordenador - UFRGS

2 Anexo I Instruções para TESE - UFRGS

3 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Geociências NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DE TESES DE DOUTORADO NA FORMA DE ARTIGOS Disposição seqüencial da estrutura da tese: As teses apresentadas na forma de artigos devem seguir estritamente a seguinte estrutura: Capa deve conter o nome da instituição, autoria, título do trabalho, nome dos orientadores, número do volume, local (cidade) e ano de publicação. A capa é padronizada pelo PPGGEO (ANEXO A Modelo de Capa); Folha de rosto contém os elementos essenciais para a identificação da tese, de acordo com o modelo padronizado pelo PPGGEO (ANEXO B - Modelo de Folha de Rosto); Verso da folha de rosto deve conter a ficha catalográfica da tese na parte inferior da página, elaborada pela Biblioteca do Instituto de Geociências; Dedicatória (opcional) homenagem ou dedicatória a alguém que contribuiu de alguma forma para sua consecução; - UFRGS

4 Agradecimentos (opcional) agradecimento(s) à(s) pessoa(s) ou instituição(ões) que colaborou(ram) de forma relevante para a elaboração do trabalho; Resumo exposição em português concisa e clara do conteúdo e das conclusões do trabalho não ultrapassando 500 palavras, em página separada; Abstract tradução do Resumo para o inglês, em página separada. Listas (opcionais) listas de ilustrações, tabelas, quadros, símbolos, siglas, abreviaturas, etc..., em páginas separadas; os ítens devem ser relacionados na ordem em que aparecem no texto; Sumário indicação do conteúdo do documento, mostrando a numeração das principais divisões, seções e capítulos da tese, na mesma ordem em que se encontram na tese, com a página inicial correspondente. A palavra SUMÁRIO deve ficar centralizada na página, digitado em espaço 1,5 entre linhas. Havendo mais de um volume, deve-se incluir um sumário completo da tese em cada um dos volumes. Os anexos são indicados no sumário. Introdução texto que explica e sintetiza a proposta e os resultados da pesquisa da tese, contendo: Os objetivos e o estado da arte do tema da tese. Estrutura da Tese de acordo com o texto padronizado pelo PPGGEO (ANEXO C Texto Explicativo da Estrutura da Tese em Artigos); - UFRGS

5 Corpo principal da tese: constituído por um mínimo de três artigos científicos relacionados diretamente ao tema central da tese, publicados ou submetidos a revistas ou livros com corpo de revisão editorial independente. Anexos (opcional) relacionados ao tema central da tese, incluindo resumos e artigos publicados em eventos, tabelas, cálculos, gráficos (figuras, diagramas, mapas, seções) e fotografias. Devem ser referidos no texto da Introdução, e identificados por letras maiúsculas, consecutivas, e pelos respectivos títulos. O doutorando deve obrigatoriamente anexar os seguintes documentos: - os pareceres individuais e final do exame de qualificação, - o histórico escolar completo, - relatórios semestrais de desempenho acadêmico. Glossário (opcional) lista alfabética de palavras pouco conhecidas, estrangeiras, termos ou expressões técnicas acompanhadas de definições ou traduções. Instruções de apresentação: Formato e material Todas as partes da tese que antecedem os artigos devem ser impressas seguindo este padrão: papel branco tamanho A4, fonte Arial, tamanho 12, espaço 1,5 entre linhas; margens: superior, inferior e direita 2 cm, esquerda 3 cm; paginação seqüencial, ao alto, à direita da folha, em algarismos arábicos, a 1 cm da borda superior, contada a partir do Resumo. O formato dos artigos submetidos ou aceitos deve ser aquele do periódico ou livro aos quais foram submetidos, mas em formato A4. Artigos já publicados devem ser reproduzidos diretamente dos originais, mas no formato A4. A numeração das páginas dos artigos submetidos ou aceitos será contínua, a partir do número 1. A numeração dos artigos publicados será aquela do periódico ou livro nos quais foram impressos. Havendo anexos, suas folhas devem ser numeradas de maneira contínua, a partir do número 1. - UFRGS

6 Consulte o site da Biblioteca do Instituto de Geociências para a elaboração de Referências e apresentação de Citações. - UFRGS

7 ANEXO A Modelo: Folha de Capa para Tese de Doutorado na Forma de Artigos (nomes fictícios) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOCIÊNCIAS A ANTEPRAIA NA REGIÃO DE CAPÃO NOVO - RS LUÍS CARLOS VIDEIROS ORIENTADOR Prof. Dr. José Silva Tromm Volume I Porto Alegre UFRGS

8 ANEXO B Modelo: Folha de Rosto para Tese de Doutorado na Forma de Artigos (nomes fictícios) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOCIÊNCIAS A ANTEPRAIA NA REGIÃO DE CAPÃO NOVO - RS LUÍS CARLOS VIDEIROS ORIENTADOR Prof. Dr. José Silva Tromm BANCA EXAMINADORA Prof. Dr. Karl Ruhe Instituto de Geologia, Universität Tübingen, Alemanha Prof. Dr. Bernardo Fonseca Hemm Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Amapá Prof. Dr. Alfonso Tomé Kein Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Tese de Doutorado apresentada como requisito parcial para a obtenção do Título de Doutor em Ciências. Porto Alegre UFRGS

9 ANEXO C Texto Explicativo sobre a Estrutura da Tese Sobre a Estrutura desta Tese: Esta tese de Doutorado está estruturada em torno de artigos publicados em periódicos ou publicações equivalentes. Conseqüentemente, sua organização compreende as seguintes partes principais: a) Introdução sobre o tema e descrição do objeto da pesquisa de Doutorado, onde estão sumarizados os objetivos e a filosofia de pesquisa desenvolvidos, o estado da arte sobre o tema de pesquisa. b) Artigos publicados em periódicos ou submetidos a periódicos com corpo editorial permanente e revisores independentes, ou publicações equivalentes (capítulo de livro de publicação nacional ou internacional com corpo de revisores independentes), escritos pelo autor durante o desenvolvimento de seu Doutorado. c) Anexos, compreendendo: artigo(s) nos quais o pós-graduando é co-autor, resumo(s) e artigo(s) publicado(s) em eventos, relacionado(s) ao tema central da dissertação, bem como documentação pertinente de natureza numérica (tabelas, cálculos), gráfica (figuras, diagramas, mapas, seções) e fotográfica que, por sua dimensão e/ou natureza não pode ser incluída no(s) artigo(s). - UFRGS

10 Anexo II Instruções para Dissertação - UFRGS

11 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Geociências NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÕES DE MESTRADO NA FORMA DE ARTIGOS Disposição seqüencial da estrutura da dissertação: As dissertações apresentadas na forma de artigos devem seguir estritamente a seguinte estrutura: Capa deve conter o nome da instituição, autoria, título do trabalho, nome dos orientadores, número do volume, local (cidade) e ano de publicação. A capa é padronizada pelo PPGGEO (ANEXO A Modelo de Capa); Folha de rosto contém os elementos essenciais para a identificação da dissertação, de acordo com o modelo padronizado pelo PPGGEO (ANEXO B - Modelo de Folha de Rosto); Verso da folha de rosto deve conter a ficha catalográfica da dissertação na parte inferior da página, elaborada pela Biblioteca do Instituto de Geociências; Dedicatória (opcional) homenagem ou dedicatória a alguém que contribuiu de alguma forma para sua consecução; - UFRGS

12 Agradecimentos (opcional) agradecimento(s) à(s) pessoa(s) ou instituição(ões) que colaborou(ram) de forma relevante para a elaboração do trabalho; Resumo exposição em português concisa e clara do conteúdo e das conclusões do trabalho não ultrapassando 500 palavras, em página separada; Abstract tradução do Resumo para o inglês, em página separada. Listas (opcionais) listas de ilustrações, tabelas, quadros, símbolos, siglas, abreviaturas, etc..., em páginas separadas; os ítens devem ser relacionados na ordem em que aparecem no texto; Sumário indicação do conteúdo do documento, mostrando a numeração das principais divisões, seções e capítulos da dissertação, na mesma ordem em que se encontram na dissertação, com a página inicial correspondente. A palavra SUMÁRIO deve ficar centralizada na página, digitado em espaço 1,5 entre linhas. Havendo mais de um volume, deve-se incluir um sumário completo da dissertação em cada um dos volumes. Os anexos são indicados no sumário. Introdução texto que explica e sintetiza a proposta e os resultados da pesquisa da tese, contendo: Os objetivos e o estado da arte do tema da tese. Estrutura da Dissertação de acordo com o texto padronizado pelo PPGGEO (ANEXO C Texto Explicativo da Estrutura da Dissertação em Artigos); - UFRGS

13 Corpo principal da dissertação: constituído por um mínimo de 01 artigo científico relacionado diretamente ao tema central da dissertação, publicados ou submetidos a revistas ou livros com corpo de revisão editorial independente. Anexos (opcional) relacionados ao tema central da dissertação, incluindo resumos e artigos publicados em eventos, tabelas, cálculos, gráficos (figuras, diagramas, mapas, seções) e fotografias. Devem ser referidos no texto da Introdução, e identificados por letras maiúsculas, consecutivas, e pelos respectivos títulos. O mestrando deve obrigatoriamente anexar os seguintes documentos: - o histórico escolar completo, - relatórios semestrais de desempenho acadêmico. Glossário (opcional) lista alfabética de palavras pouco conhecidas, estrangeiras, termos ou expressões técnicas acompanhadas de definições ou traduções. Instruções de apresentação: Formato e material Todas as partes da dissertação que antecedem os artigos devem ser impressas seguindo este padrão: papel branco tamanho A4, fonte Arial, tamanho 12, espaço 1,5 entre linhas; margens: superior, inferior e direita 2 cm, esquerda 3 cm; paginação seqüencial, ao alto, à direita da folha, em algarismos arábicos, a 1 cm da borda superior, contada a partir do Resumo. O formato dos artigos submetidos ou aceitos deve ser aquele do periódico ou livro aos quais foram submetidos, mas em formato A4. Artigos já publicados devem ser reproduzidos diretamente dos originais, mas no formato A4. A numeração das páginas dos artigos submetidos ou aceitos será contínua, a partir do número 1. A numeração dos artigos publicados será aquela do periódico ou livro nos quais foram impressos. Havendo anexos, suas folhas devem ser numeradas de maneira contínua, a partir do número 1. - UFRGS

14 Consulte o site da Biblioteca do Instituto de Geociências para a elaboração de Referências e apresentação de Citações. - UFRGS

15 ANEXO A Modelo: Folha de Capa para Dissertação de Mestrado na Forma de Artigos (nomes fictícios) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOCIÊNCIAS A ANTEPRAIA NA REGIÃO DE CAPÃO NOVO - RS LUÍS CARLOS VIDEIROS ORIENTADOR Prof. Dr. José Silva Tromm Volume I Porto Alegre UFRGS

16 ANEXO B Modelo: Folha de Rosto para Dissertação de Mestrado na Forma de Artigos (nomes fictícios) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOCIÊNCIAS A ANTEPRAIA NA REGIÃO DE CAPÃO NOVO - RS LUÍS CARLOS VIDEIROS ORIENTADOR Prof. Dr. José Silva Tromm BANCA EXAMINADORA Prof. Dr. Karl Ruhe Instituto de Geologia, Universität Tübingen, Alemanha Prof. Dr. Bernardo Fonseca Hemm Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Amapá Prof. Dr. Alfonso Tomé Kein Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Dissertação de Mestrado apresentada como requisito parcial para a obtenção do Título de Doutor em Ciências. Porto Alegre UFRGS

17 ANEXO C Texto Explicativo sobre a Estrutura da Dissertação Sobre a Estrutura desta Dissertação: Esta dissertação de mestrado está estruturada em torno de artigos publicados em periódicos ou publicações equivalentes. Conseqüentemente, sua organização compreende as seguintes partes principais: d) Introdução sobre o tema e descrição do objeto da pesquisa de mestrado, onde estão sumarizados os objetivos e a filosofia de pesquisa desenvolvidos, o estado da arte sobre o tema de pesquisa. e) Artigos publicados em periódicos ou submetidos a periódicos com corpo editorial permanente e revisores independentes, ou publicações equivalentes (capítulo de livro de publicação nacional ou internacional com corpo de revisores independentes), escritos pelo autor durante o desenvolvimento de seu Mestrado. f) Anexos, compreendendo: artigo(s) nos quais o pós-graduando é co-autor, resumo(s) e artigo(s) publicado(s) em eventos, relacionado(s) ao tema central da dissertação, bem como documentação pertinente de natureza numérica (tabelas, cálculos), gráfica (figuras, diagramas, mapas, seções) e fotográfica que, por sua dimensão e/ou natureza não pode ser incluída no(s) artigo(s). - UFRGS

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES Porto Alegre 2012 2 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 INTRODUÇÃO... 4 3 ESTRUTURA... 5 3.1 Elementos Pré-Textuais... 6 3.2 Elementos Textuais... 13 3.3 Elementos

Leia mais

RESOLUÇÃO CEPG N.º 02/2002

RESOLUÇÃO CEPG N.º 02/2002 RESOLUÇÃO CEPG N.º 02/2002 Dispõe sobre a formatação e demais procedimentos para a preparação de dissertações de Mestrado e teses de Doutorado na UFRJ. Considerando a necessidade de um trabalho de dissertação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CULTURA E SOCIEDADE - PGCULT MESTRADO INTERDISCIPLINAR

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CULTURA E SOCIEDADE - PGCULT MESTRADO INTERDISCIPLINAR UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CULTURA E SOCIEDADE - PGCULT MESTRADO INTERDISCIPLINAR NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS QUALIFICAÇÃO E DISSERTAÇÃO

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (COM BASE NA ABNT-NBR e REGIMENTO GERAL DO PMBqBM)

GUIA PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (COM BASE NA ABNT-NBR e REGIMENTO GERAL DO PMBqBM) UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA Campus DE VITÓRIA DA CONQUISTA PROGRAMA MULTICÊNTRICO EM BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR GUIA PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (COM BASE NA ABNT-NBR 14724

Leia mais

MATERIAL DE APOIO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO (TCC) PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA

MATERIAL DE APOIO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO (TCC) PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA Faculdade de Odontologia Biblioteca Malvina Vianna Rosa MATERIAL DE APOIO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO (TCC) PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA Este documento

Leia mais

MODELO DE TESE OU DISSERTAÇÃO

MODELO DE TESE OU DISSERTAÇÃO MODELO DE TESE OU DISSERTAÇÃO ESTRUTURA 1. Capa 2. Contracapa 3. Dedicatória 4. Epígrafe (opcional) 5. Agradecimentos 6. Sumário 7. Resumo 8. Abstract 9. Introdução geral 10. Revisão de Literatura 11.

Leia mais

1 Apresentação gráfica Formato do papel: A4 (210 x 297mm); Margens: esquerda e superior: 3cm, direita e inferior: 2cm;

1 Apresentação gráfica Formato do papel: A4 (210 x 297mm); Margens: esquerda e superior: 3cm, direita e inferior: 2cm; Breve orientação para formatação das 6 (seis) primeiras páginas de teses e dissertações, condição obrigatória para que os textos sejam divulgados pela Biblioteca Digital. Em caso de dúvida, consulte o

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Câmpus de Botucatu PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES B O T U C A T U 2008

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO Normas de elaboração de dissertação do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais do Centro de Ciências Naturais e Tecnologia da Universidade do Estado do Pará.

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM GEOGRAFIA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM GEOGRAFIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM GEOGRAFIA RESOLUÇÃO Nº 006/2015 CONSELHO DO PROGRAMA DE PÓS - GRADUAÇÃO STRICTU

Leia mais

ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 15 CONSEPE, DE 21 DE MAIO DE NORMAS PARA REDAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 15 CONSEPE, DE 21 DE MAIO DE NORMAS PARA REDAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 15 CONSEPE, DE 21 DE MAIO DE 2010. NORMAS PARA REDAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS Trabalhos acadêmicos: trabalho de conclusão de curso (TCC), trabalho de graduação interdisciplinar

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 005/2015 CONSELHO DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO STRICTU SENSU NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA

RESOLUÇÃO Nº 005/2015 CONSELHO DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO STRICTU SENSU NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM GEOGRAFIA RESOLUÇÃO Nº 005/2015 CONSELHO DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO STRICTU SENSU

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TESE

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TESE ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TESE ORIENTAÇÕES GERAIS RECOMENDAÇÕES PARA DIGITAÇÃO DE TEXTO Espaçamento de 1,5 (exceto notas de rodapé, referências, legendas das Figuras e Tabelas, natureza (tipo do trabalho,

Leia mais

ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO O trabalho científico deverá ser organizado de acordo com a estrutura abaixo, NBR 14724/2006: capa; folha de rosto; verso da folha de rosto (ficha catalográfica)

Leia mais

Instrução Normativa do Conselho do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Animal nº 11, de 23 de julho de 2015

Instrução Normativa do Conselho do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Animal nº 11, de 23 de julho de 2015 Instrução Normativa do Conselho do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Animal nº 11, de 23 de julho de 2015 Estabelece normas para elaboração de dissertações e teses no programa de Pós-graduação

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL. FORMATAÇÃO GERAL Papel A; Fonte Arial; Espaçamento entre linha de,5 cm; Margens: a) margem esquerda:,0 cm b) margem direita:,5

Leia mais

21 ANEXO III: DAS DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE CURSO 2

21 ANEXO III: DAS DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE CURSO 2 21 ANEXO III: DAS DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE CURSO 2 O Trabalho Final de Curso (TFC) caracteriza-se pela unicidade e delimitação do tema e pela profundidade do tratamento, e não por

Leia mais

NORMAS PARA REDAÇÃO DA MONOGRAFIA

NORMAS PARA REDAÇÃO DA MONOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CÂMPUS JATAÍ CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FLORESTAL NORMAS PARA REDAÇÃO DA MONOGRAFIA 1. Formatação geral Os textos devem ser digitados em cor preta, podendo utilizar

Leia mais

REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS. A ABNT NBR 14724:2011 estabelece algumas regras para a apresentação gráfica de um trabalho.

REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS. A ABNT NBR 14724:2011 estabelece algumas regras para a apresentação gráfica de um trabalho. REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS A ABNT NBR 14724:2011 estabelece algumas regras para a apresentação gráfica de um trabalho. PAPEL MARGENS FONTE TEXTO TÍTULO DAS SEÇÕES TÍTULO DAS

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA ÀS ORGANIZAÇÕES. Gabriel Soares de Vasconcelos

INFORMÁTICA APLICADA ÀS ORGANIZAÇÕES. Gabriel Soares de Vasconcelos INFORMÁTICA APLICADA ÀS ORGANIZAÇÕES Roteiro Redação de textos ABNT Editores de textos MS Word Configuração ABNT no MS Word Redação de textos Definição É todo ato normativo e toda comunicação através da

Leia mais

CAPA (elemento obrigatório) Deve conter dados que identifiquem a obra (nome da instituição, autor, título, local, ano).

CAPA (elemento obrigatório) Deve conter dados que identifiquem a obra (nome da instituição, autor, título, local, ano). ESTRUTURA DO PROJETO DE TCC O trabalho científico deverá ser organizado de acordo com a estrutura abaixo, NBR 14724/2006: capa; folha de rosto; verso da folha de rosto (ficha catalográfica) folha de aprovação

Leia mais

MANUAL PARA CONFECÇÃO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO (TG)

MANUAL PARA CONFECÇÃO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO (TG) MANUAL PARA CONFECÇÃO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO (TG) APRESENTAÇÃO O presente manual tem por objetivo orientar os alunos dos Cursos de Graduação de Tecnólogo em Logística, Informática e Aeronáutica quanto

Leia mais

Normalização de Trabalhos Acadêmicos (ABNT): orientações gerais

Normalização de Trabalhos Acadêmicos (ABNT): orientações gerais Seção Técnica de Referência e Atendimento ao Usuário e Documentação STRAUD bibl-refere@marilia.unesp.br Normalização de Trabalhos Acadêmicos (ABNT): orientações gerais Maria Elisa V. Pickler Nicolino,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISONADO AGRONOMIA ESAGRO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISONADO AGRONOMIA ESAGRO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISONADO AGRONOMIA ESAGRO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, PROPESP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO, PPGE

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, PROPESP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO, PPGE NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Este roteiro contém os requisitos obrigatórios, estabelecidos pelo Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Centro-Oeste,

Leia mais

NORMA PARA APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DE PROJETO UEM/UEL

NORMA PARA APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DE PROJETO UEM/UEL NORMA PARA APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DE PROJETO UEM/UEL 1. INTRODUÇÃO Este documento apresenta os requisitos obrigatórios para a apresentação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS ESCOLA DE ARQUIVOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS ESCOLA DE ARQUIVOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS ESCOLA DE ARQUIVOLOGIA MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 2 TCC2 Direção da Escola de Arquivologia Coordenação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA VERSÃO REVISADA EM ABRIL/2008 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA NORMAS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES As dissertações

Leia mais

NORMAS PARA A ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

NORMAS PARA A ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E ENGENHARIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS NORMAS PARA A ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Leia mais

INTRODUÇÃO E NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA

INTRODUÇÃO E NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA NORMAS TÉCNICAS DO TRABALHO ACADÊMICO INTRODUÇÃO E NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA Prof. Arlindo F. Gonçalves Jr. http://www.mural-2.com O QUE É NORMALIZAÇÃO Atividade que estabelece, em relação a problemas

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE RIO CLARO BIBLIOTECA. Trabalhos Acadêmicos. Segundo a ABNT/NBR 14724:2005

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE RIO CLARO BIBLIOTECA. Trabalhos Acadêmicos. Segundo a ABNT/NBR 14724:2005 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE RIO CLARO BIBLIOTECA Trabalhos Acadêmicos Segundo a ABNT/NBR 14724:2005 Rio Claro- SP 2010 A estrutura de uma tese, dissertação ou trabalho acadêmico compreende:

Leia mais

INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO A5 BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK

INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO A5 BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO A5 BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK ESCOPO Especifica os princípios gerais para a elaboração de teses e dissertações, visando apresentação

Leia mais

Normas técnicas de redação de dissertação e tese do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da Universidade Federal do Maranhão

Normas técnicas de redação de dissertação e tese do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da Universidade Federal do Maranhão Normas técnicas de redação de dissertação e tese do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da Universidade Federal do Maranhão A Dissertação de Mestrado e Tese de Doutorado deverá ser obrigatoriamente,

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO TESEE DE DOUTORADO (SEGUNDO ABNT-NBR e REGIMENTO GERAL DO PMBqBM)

GUIA PARA ELABORAÇÃO TESEE DE DOUTORADO (SEGUNDO ABNT-NBR e REGIMENTO GERAL DO PMBqBM) UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU CCO PROGRAMA MULTICÊNTRICO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR GUIA PARA ELABORAÇÃO TESEE DE DOUTORADO (SEGUNDO

Leia mais

NORMAS ABNT PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

NORMAS ABNT PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS NORMAS ABNT PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Gláucia Maria Saia Cristianini Biblioteca Prof. Achille Bassi Fontes: Diretrizes para apresentação de dissertações e teses da USP: documento eletrônico

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL BIBLIOTECA CENTRAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL BIBLIOTECA CENTRAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL BIBLIOTECA CENTRAL Treinamento Sobre Uso da NBR 14724 da ABNT : apresentação de trabalhos acadêmicos Maria Amazilia Penna de Moraes Ferlini Bibliotecária-Documentalista

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

Elaboração de Trabalhos Acadêmicos

Elaboração de Trabalhos Acadêmicos Universidade Estadual Paulista Campus de Rio Claro Biblioteca Elaboração de Trabalhos Acadêmicos Segundo ABNT/NBR 14724:2011 2012 Estrutura dos trabalhos acadêmicos Pré-textuais Textuais Pós-textuais Capa

Leia mais

CURSO DE... Letra maiúscula, fonte Times ou Arial, tamanho 12, negrito. NOME DO AUTOR Letra maiúscula, fonte Times ou Arial, tamanho 12, negrito

CURSO DE... Letra maiúscula, fonte Times ou Arial, tamanho 12, negrito. NOME DO AUTOR Letra maiúscula, fonte Times ou Arial, tamanho 12, negrito CURSO DE... NOME DO AUTOR TÍTULO: SUBTÍTULO MARINGÁ ANO NOME DO AUTOR TÍTULO: SUBTÍTULO Recuo de 7 cm, fonte 12, espaço simples Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Faculdade Metropolitana de Maringá

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE DISSERTAÇÃO (FORMATO

Leia mais

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO - TCC

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO - TCC ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO - TCC A estrutura de trabalhos acadêmicos (TCC) compreende: parte externa e parte interna. Com a finalidade de orientar os acadêmicos, a disposição de elementos é dada no

Leia mais

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO A SER APRESENTADO COMO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PONTA GROSSA 2016 LUCIO MAURO BRAGA

Leia mais

BIBLIOTECA DA FATEC GARÇA NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARTIGO CIENTÍFICO

BIBLIOTECA DA FATEC GARÇA NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARTIGO CIENTÍFICO Faculdade de Tecnologia Dep. Júlio Julinho Marcondes de Moura BIBLIOTECA DA FATEC GARÇA NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARTIGO CIENTÍFICO GARÇA 2015 Sumário 1 ARTIGO CIENTÍFICO...

Leia mais

UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL

UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL NOME COMPLETO DA CONCEDENTE (EMPRESA): NOME COMPLETO DO SUPERVISOR DA CONCEDENTE (EMPRESA): CARGO: TELEFONE: _ E-MAIL: _ ENDEREÇO: _ NOME COMPLETO DO ESTAGIÁRIO(A): _ TELEFONES (COMERCIAL/CELULAR/RESIDENCIAL):

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE MATEMÁTICA CURSO XXXXXXXX DISCIPLINA XXXXXX JOSÉ DA SILVA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE MATEMÁTICA CURSO XXXXXXXX DISCIPLINA XXXXXX JOSÉ DA SILVA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE MATEMÁTICA CURSO XXXXXXXX DISCIPLINA XXXXXX JOSÉ DA SILVA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS Regras gerais de apresentação: Formato: papel branco, no formato

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA POSGRAP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RECURSOS HÍDRICOS - PRORH

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA POSGRAP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RECURSOS HÍDRICOS - PRORH 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA POSGRAP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RECURSOS HÍDRICOS - PRORH INSTRUÇÃO NORMATIVA 01/2013 PRORH/UFS Assunto: Normas de

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO?

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO? Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003 COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO? Título do artigo, centralizado. Maria da Silva Pereira* Maria Alves de Arruda** Nome(s) do(s) autor(es). RESUMO

Leia mais

NORMA 01/ INSTRUÇÕES E PROCEDIMENTOS NORMATIVOS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES

NORMA 01/ INSTRUÇÕES E PROCEDIMENTOS NORMATIVOS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES O Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano (PPGCMH) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), no uso de suas atribuições, estabelece: NORMA 01/2014 - INSTRUÇÕES

Leia mais

NBR 14724:2002 APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NBR 14724:2002 APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS NBR 14724:2002 APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS 1 OBJETIVO Esta Norma estabelece os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos (teses, dissertações e outros), visando sua apresentação

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (fonte 14, espaço entre linhas de 1,5)

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (fonte 14, espaço entre linhas de 1,5) 1 Modelo de capa FACULDADE ZACARIAS DE GÓES (Espaço duplo, fonte 14) CLAUDIA REGINA ARAUJO RIOS COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (fonte 14, espaço entre linhas de 1,5) Valença BA 2010 (espaço simples,

Leia mais

NORMAS PARA REDAÇÃO E FORMATAÇÃO

NORMAS PARA REDAÇÃO E FORMATAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS NORMAS PARA REDAÇÃO E FORMATAÇÃO DISSERTAÇÃO Anápolis-GO 2015 1. INTRODUÇÃO Segundo o regimento do programa, será considerado

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA INDUSTRIAL NOME DO ALUNO CAPA (ELEMENTO OBRIGATÓRIO)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA INDUSTRIAL NOME DO ALUNO CAPA (ELEMENTO OBRIGATÓRIO) UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA INDUSTRIAL NOME DO ALUNO CAPA (ELEMENTO OBRIGATÓRIO) TÍTULO: SUBTÍTULO RECIFE 2012 NOME DO ALUNO FOLHA DE

Leia mais

ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE CEARENSE NORMAS PARA O ARTIGO CIENTÍFICO NA FACULDADE CEARENSE

ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE CEARENSE NORMAS PARA O ARTIGO CIENTÍFICO NA FACULDADE CEARENSE ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE CEARENSE NORMAS PARA O ARTIGO CIENTÍFICO NA FACULDADE CEARENSE FORTALEZA 2011 1 FACULDADE CEARENSE ARTIGO CIENTÍFICO 2 ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE CEARENSE Apresentação 4 Introdução

Leia mais

ALTERNATIVO (DE ARTIGOS):

ALTERNATIVO (DE ARTIGOS): Padronização dos Volumes Físico e Eletrônico das Dissertações e Teses do Programa de Pós-Graduação em Patologia da UFMG 1. Formatos da Tese (DOUTORADO) A tese poderá ser apresentada sob dois formatos:

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS Versão 2

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS Versão 2 ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS Versão 2 Ivoti 2008 SUMÁRIO 1 ESTRUTURA... 02 1.1 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS...02 1.1.1 Capa...02 1.1.2 Lombada...03 1.1.3 Folha de rosto...03 1.1.4

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO PROGRAMA DE MESTRADO EM BIOTECNOLOGIA

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO PROGRAMA DE MESTRADO EM BIOTECNOLOGIA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO Esta Circular apresenta os requisitos estabelecidos pela coordenação do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Mestrado Acadêmico, de uso

Leia mais

MANUAL ARTIGO CIENTÍFICO

MANUAL ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE DOM LUIZ DE ORLEANS E BRAGANÇA COORDENAÇÃO GERAL DOS CURSOS MANUAL ARTIGO CIENTÍFICO Ribeira do Pombal - BA ARTIGO CIENTÍFICO O artigo pode ser definido como discussão de temáticas científicas

Leia mais

Bibliográfica: Levantamento de informações impressas e eletrônicas de obras publicadas sobre um tema; De campo: A partir da coleta de dados in

Bibliográfica: Levantamento de informações impressas e eletrônicas de obras publicadas sobre um tema; De campo: A partir da coleta de dados in A pesquisa científica faz parte da vida acadêmica do aluno exigindo que o pesquisador, através de seu trabalho, proponha formas de superar o conhecimento existente até o momento sobre determinado assunto.

Leia mais

Guia de Estilo para as teses e dissertações do PPGMUS UFBA

Guia de Estilo para as teses e dissertações do PPGMUS UFBA Guia de Estilo para as teses e dissertações do PPGMUS UFBA Elementos que constituem uma dissertação ou tese com a ordem de aparição: 1. Capa 2. Folha de rosto 3. Ficha Catalográfica [no verso da Folha

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Curso de Medicina Veterinária NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURITIBA 2008 1 SUMÁRIO CURITIBA... 0 SUMÁRIO... 1 1. FORMATAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO

Leia mais

MANUAL ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO

MANUAL ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO MANUAL ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO ORIENTAÇÕES RELATIVAS AO FORMATO DA DISSERTAÇÃO Mestrado Profissional em Desenvolvimento Regional A dissertação poderá ser elaborada em dois formatos: tradicional (segundo

Leia mais

Padrão de Formatação das Monografias

Padrão de Formatação das Monografias 1. Informações Gerais Padrão de Formatação das Monografias Papel formato A4 (21,0cm X 29,7 cm), digitado ou datilografado somente no anverso da folha; Letra do texto n. 12 (Times New Roman ou Arial; letra

Leia mais

PROJETO GRÁFICO. Formato Os textos devem ser apresentados em papel branco ou reciclado, formato A4 (21cm X 29,7cm).

PROJETO GRÁFICO. Formato Os textos devem ser apresentados em papel branco ou reciclado, formato A4 (21cm X 29,7cm). 1 PROJETO GRÁFICO O projeto gráfico segue os padrões da NBR 14724 da ABNT - Informação e documentação Trabalhos acadêmicos Apresentação. Consiste na apresentação gráfica do trabalho acadêmico e é de responsabilidade

Leia mais

MODELOS ADEQUADOS AO PROGRAMA DE MESTRADO_PEA

MODELOS ADEQUADOS AO PROGRAMA DE MESTRADO_PEA Nome do autor MODELOS ADEQUADOS AO PROGRAMA DE MESTRADO_PEA MODELO 1 - LOMBADA E CAPA DURA (FRENTE) M.Sc PEA POLI UFRJ ANO MODELO 2- FOLHA CAPA Universidade Federal do Rio de Janeiro Escola Politécnica

Leia mais

I. INSTRUÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÃO OU TESE

I. INSTRUÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÃO OU TESE I. INSTRUÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÃO OU TESE A dissertação ou tese deve ser impressa em papel A4, com margens de 25 a 35mm, impressa em apenas um lado, em espaço duplo, com fonte Arial ou Times

Leia mais

NORMAS PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO

NORMAS PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Instituto de Tecnologia Departamento de Tecnologia de Alimentos Curso de Engenharia de Alimentos IT 226 Estágio Supervisionado NORMAS PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO

Leia mais

CONSIDERAÇÕES GERAIS NORMAS DA ABNT

CONSIDERAÇÕES GERAIS NORMAS DA ABNT CONSIDERAÇÕES GERAIS NORMAS DA ABNT Aglaé de Lima Fierli Biblioteca Profª. Marcia Cristina dos Reis Núcleo de Apoio à Pesquisa e à Produção Acadêmica 2. ed. CONTEÚDO DESTE MATERIAL CONFIGURAÇÃO BÁSICA

Leia mais

Modelo CAPAS SMS 2012 Simplificado, básico, artigo, resenha, resumo

Modelo CAPAS SMS 2012 Simplificado, básico, artigo, resenha, resumo Modelo CAPAS SMS 2012 Simplificado, básico, artigo, resenha, resumo CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Alinhamento à esquerda caixa alta - negrito MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA PROF. JOÃO DA SILVA 11 ABR. 2012 Disciplina

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO-CIENTÍFICO

RELATÓRIO TÉCNICO-CIENTÍFICO RELATÓRIO TÉCNICO-CIENTÍFICO Relata formalmente o progresso ou os resultados de uma investigação de pesquisa ou do desenvolvimento de um processo. Apresenta, sistematicamente, informação suficiente para

Leia mais

TÍTULO DO PROJETO EXPERIMENTAL: subtítulo (corpo 18 centralizado)

TÍTULO DO PROJETO EXPERIMENTAL: subtítulo (corpo 18 centralizado) FACULDADE INTEGRADA DE PERNAMBUCO - FACIPE BACHARELADO EM... (corpo 14, centralizado) Nome do Aluno 1 Nome do Aluno 2 (todos do grupo) (lista por ordem alfabética- corpo 14- centralizado) TÍTULO DO PROJETO

Leia mais

Normas ABNT. 0 NBR ( ) Trabalhos acadêmicos Apresentação. 0 NBR (ago.2002) Citações em documentos

Normas ABNT. 0 NBR ( ) Trabalhos acadêmicos Apresentação. 0 NBR (ago.2002) Citações em documentos Normas ABNT 0 NBR 14724 (17.04.2011) Trabalhos acadêmicos Apresentação 0 NBR 10520 (ago.2002) Citações em documentos 0 NBR 6023(ago.2002) Referências - Elaboração Normas da USP 0 Diretrizes para apresentação

Leia mais

Normas para apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso, na forma de Monografia

Normas para apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso, na forma de Monografia Normas para apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso, na forma de Monografia Os trabalhos de conclusão dos cursos de especialização do Núcleo de Meio Ambiente (NUMA), da Universidade Federal do Pará

Leia mais

NORMAS PARA TRABALHO DE PESQUISA

NORMAS PARA TRABALHO DE PESQUISA NORMAS PARA TRABALHO DE PESQUISA Os trabalhos acadêmicos serão Capa; Folha de rosto; Introdução; Desenvolvimento Conclusão; Bibliografia. constituídos de: Capa Considerada proteção externa, a capa, deve

Leia mais

MODELOS ADEQUADOS AO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENGENHARIA URBANA MODELO 1 - LOMBADA E CAPA DURA (FRENTE) Escola Politécnica

MODELOS ADEQUADOS AO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENGENHARIA URBANA MODELO 1 - LOMBADA E CAPA DURA (FRENTE) Escola Politécnica Nome do autor MODELOS ADEQUADOS AO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENGENHARIA URBANA MODELO 1 - LOMBADA E CAPA DURA (FRENTE) Escola Politécnica Programa de Engenharia Urbana M.SC PEU POLI UFRJ ANO

Leia mais

Cada autor traz em suas obras uma indicação para tal. Algumas pequenas alterações podem ser percebidas e não fazem diferença no corpo do texto.

Cada autor traz em suas obras uma indicação para tal. Algumas pequenas alterações podem ser percebidas e não fazem diferença no corpo do texto. 1 Metodologia da Pesquisa Científica Aula 5: Formatação de trabalhos acadêmicos Para uma melhor visualização, interpretação, estética e organização, todo trabalho acadêmico precisa ser organizado de forma

Leia mais

1.7 Parágrafo Utilizar uma (1) tabulação (tab.) para iniciar os parágrafos, ou seja, 1,25 cm. Não deixar espaço em branco entre os parágrafos.

1.7 Parágrafo Utilizar uma (1) tabulação (tab.) para iniciar os parágrafos, ou seja, 1,25 cm. Não deixar espaço em branco entre os parágrafos. INFORMAÇÕES GERAIS PARA ENTREGA DE TCC Versão final Assunto: Elaboração dos volumes do TCC aprovado. 1 Diagramação Capítulo I Formatação Aspectos Gráficos 1.1 Tamanho do papel A4 (210 X 297 mm) 1.2 Gramatura

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

NORMAS PARA ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO NORMAS PARA ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Rosangela Alves de Oliveira * Nome do (s) autor (s) RESUMO Este trabalho estabelece as orientações para apresentação de um artigo científico. Todas as informações

Leia mais

Indexação. Qualis CAPES. ABNT com/sem adaptações

Indexação. Qualis CAPES. ABNT com/sem adaptações Bases de dados que selecionam e reúnem revistas por área do conhecimento Indexação fornecem informações dos artigos Critérios de seleção de revistas científicas para submissão de artigos http://goo.gl/bcwd1a

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO PROGRAMA STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS E SUSTENTABILIDADE AGROPECUÁRIA

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO PROGRAMA STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS E SUSTENTABILIDADE AGROPECUÁRIA NORMAS PARA MESTRADO - VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO Esta Circular apresenta os requisitos estabelecidos pela coordenação do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Ambientais e Sustentabilidade

Leia mais

Normas para elaboração de Relatório de Estágio Curricular. Supervisionado. AGR Planejamento de Estágio Curricular. Supervisionado e TCC

Normas para elaboração de Relatório de Estágio Curricular. Supervisionado. AGR Planejamento de Estágio Curricular. Supervisionado e TCC UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA Normas para elaboração de Relatório de Estágio Curricular Supervisionado AGR 5801 - Planejamento de Estágio

Leia mais

Manual TCC Curso de Direito

Manual TCC Curso de Direito 1 Manual TCC Curso de Direito 2 Diretor Geral Prof.º Weldon Bispo Silva Vice Direção Acadêmica Prof.º Fabiano Ferraz Vice Direção Administrativo Sra. Rafaella Nóbrega Coordenador do Curso de Administração

Leia mais

Modelo SIMPLIFICADO, BÁSICO, ARTIGO, RESENHA, RESUMO 2008

Modelo SIMPLIFICADO, BÁSICO, ARTIGO, RESENHA, RESUMO 2008 Modelo SIMPLIFICADO, BÁSICO, ARTIGO, RESENHA, RESUMO 2008 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA PROF. JOÃO DA SILVA 11 ABR. Disciplina Data da entrega: Abrevia-se o mês com as três primeiras

Leia mais

Carlos Menezes Aguiar

Carlos Menezes Aguiar Carlos Menezes Aguiar MANUAL PARA NORMATIZAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO RECIFE PE 2016 Apresentação

Leia mais

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA DENTÁRIA. (Aprovado pelo Conselho Científico em 6 de novembro de 2013)

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA DENTÁRIA. (Aprovado pelo Conselho Científico em 6 de novembro de 2013) DISSERTAÇÃO DE MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA DENTÁRIA (Aprovado pelo Conselho Científico em 6 de novembro de 2013) I. REGRAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO E DEFESA DA MESMA 1. A dissertação científica

Leia mais

NORMAS PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

NORMAS PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA NORMAS PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA O projeto gráfico é de responsabilidade do autor do

Leia mais

GESTÃO HOSPITALAR. PIM V Projeto Integrado Multidisciplinar

GESTÃO HOSPITALAR. PIM V Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO HOSPITALAR PIM V Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Elaborar um estudo acerca da importância da logística operacional em saúde, abordando a gestão

Leia mais

Manual TCC Curso de Direito

Manual TCC Curso de Direito Faculdade Católica Recife TCC Direito 1 Manual TCC Curso de Direito Faculdade Católica Recife TCC Direito 2 Diretor Geral Prof.º Weldon Bispo Silva Vice Direção Acadêmica Prof.º Fabiano Ferraz Vice Direção

Leia mais

b) Revisão: os artigos de revisão analisam e discutem trabalhos já publicados, revisões bibliográficas etc.

b) Revisão: os artigos de revisão analisam e discutem trabalhos já publicados, revisões bibliográficas etc. 1 O Artigo Científico e sua estrutura Artigo científico é parte de uma publicação com autoria declarada, que apresenta e discute idéias, métodos, técnicas, processos e resultados nas diversas áreas do

Leia mais

Orientação para apresentação de Dissertações e. Teses aos Programas de Pós-Graduação da F C F R P U S P

Orientação para apresentação de Dissertações e. Teses aos Programas de Pós-Graduação da F C F R P U S P UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Via do Café, s/n - 14040-903 - Ribeirão Preto - SP - Brasil Telefone: +55 16 3602-4154 - Fax: +55 16 3602-4881 e-mail: spg@fcfrp.usp.br

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Centro Tecnológico de Mecânica de Precisão SENAI Plínio Gilberto Kröeff

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Centro Tecnológico de Mecânica de Precisão SENAI Plínio Gilberto Kröeff SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Centro Tecnológico de Mecânica de Precisão SENAI Plínio Gilberto Kröeff ROTEIRO PARA NORMATIZAÇÃO DOS TRABALHOS DE PROJETO IV MÓDULO TÉCNICO MECÂNICA DE PRECISÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA MESTRADO EM ENGENHARIA MECÂNICA

UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA MESTRADO EM ENGENHARIA MECÂNICA UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA MESTRADO EM ENGENHARIA MECÂNICA MANUAL DE ELABORAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES SANTOS/SP 20... 2 APRESENTAÇÃO Este documento tem

Leia mais

Os trabalhos acadêmicos devem ser elaborados conforme os itens 2.1 a 2.9.

Os trabalhos acadêmicos devem ser elaborados conforme os itens 2.1 a 2.9. 2 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO (NBR-14724) Os trabalhos acadêmicos devem ser elaborados conforme os itens 2.1 a 2.9. 2.1 Formato Os textos devem ser apresentados em papel branco, formato A4, digitados

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Secretaria Acadêmica Processamento de Dissertações e Teses

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Secretaria Acadêmica Processamento de Dissertações e Teses 1 Procedimentos para depósito dos exemplares de Dissertação e Tese 1. Da apresentação do Trabalho 1.1. Capa A capa deverá conter os elementos essenciais para a identificação do trabalho, a saber: I. -

Leia mais

NBR 14724:2011 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS - APRESENTAÇÃO BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK

NBR 14724:2011 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS - APRESENTAÇÃO BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK NBR 14724:2011 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS - APRESENTAÇÃO BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK ESCOPO Especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos (teses,

Leia mais

NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DISSERTAÇÃO/TESE

NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DISSERTAÇÃO/TESE NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DISSERTAÇÃO/TESE Canoas, 2015 APRESENTAÇÃO A dissertação ou tese representa o trabalho final para a conclusão do curso de mestrado ou do doutorado. Ela encerra o planejamento,

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O Nº 001/16-PPU

R E S O L U Ç Ã O Nº 001/16-PPU R E S O L U Ç Ã O Nº 001/16-PPU Define normas para defesa e apresentação da versão definitiva da Dissertação do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo. Considerando a reunião do Programa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA CÓDIGO DISCIPLINA CENTRO QA-133 Pesquisa em Química I e Monografia CIÊNCIAS E TECNOLOGIA CRÉDTOS C.H. PRÉ-REQUISITO DEPARTAMENTO T P o 90h/a 2 2 QA-117

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE UNIÃO DA VITÓRIA - UNIUV CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MARIO DE SOUZA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS: MODELO TRABALHO COMPLETO

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE UNIÃO DA VITÓRIA - UNIUV CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MARIO DE SOUZA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS: MODELO TRABALHO COMPLETO - capa A capa é a proteção externa do trabalho, padronizada. CENTRO UNIVERSITÁRIO DE UNIÃO DA VITÓRIA - UNIUV Nome do curso TODO O TRABALHO: Os textos devem ser apresentados em papel branco (sem marca

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES PPGEC - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil - UFSC - Florianópolis/SC NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES PARTE 1: FORMATO E ESTRUTURA DA DISSERTAÇÃO OU TESE 1. Preliminares: Nesta

Leia mais