ESCRITURA PÚBLICA DE DIVÓRCIO CONSENSUAL OUTORGANTES E RECIPROCAMENTE OUTORGADOS:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESCRITURA PÚBLICA DE DIVÓRCIO CONSENSUAL OUTORGANTES E RECIPROCAMENTE OUTORGADOS:"

Transcrição

1 ESCRITURA PÚBLICA DE DIVÓRCIO CONSENSUAL OUTORGANTES E RECIPROCAMENTE OUTORGADOS: Fulano... E Fulana... ADVOGADO: Dr. Aos ( ) dias do mês de ( ), do ano de dois mil e dezessete (2017), em São Paulo, Estado de São Paulo, República Federativa do Brasil, neste Cartório do _º Tabelião de Notas, instalado na Avenida, nº, Centro, eu,, Tabelião, juntamente com, Substituto do Tabelião, nos termos da Portaria 002/2013, ( 5º, art. 20, da Lei 8.935/1994), lavro a presente escritura em que, perante mim, comparecem as partes entre si, justas e contratadas, a saber, como primeiro outorgante e reciprocamente outorgado,, brasileiro, profissão, portador da cédula de identidade RG nº -SSP/SP, inscrito no CPF nº, filho de e, nascido aos de de 19, natural de, Estado de São Paulo, residente e domiciliado à Rua, nº, apto, bairro, na cidade de, Estado de São Paulo, CEP ; e, como segunda outorgante e reciprocamente outorgada,, brasileira, do lar, portadora da cédula de identidade RG nº - SSP/SP, inscrita no CPF nº, filha de e, nascida aos, natural de, Estado de São Paulo, residente e domiciliada à Rua, nº, na cidade de, Estado de São Paulo, CEP ; e, como ADVOGADO, Dr., inscrito na OAB-SP sob nº, e no CPF nº, brasileiro, estado civil, advogado, com

2 escritório situado à, nº, conj., 20º,, São Paulo-Capital, CEP. Todos identificados pelos documentos apresentados e cuja capacidade reconheço e dou fé. Pelos outorgantes, falando cada um por sua vez, me foi dito que comparecem perante mim, Tabelião, para realizar o divórcio consensual dos outorgantes e reciprocamente outorgados; 1) DO CASAMENTO: os outorgantes e reciprocamente outorgados contraíram matrimônio no dia de de mil novecentos e ( / / ), sob o regime da comunhão parcial de bens, na vigência da Lei nº 6.515/77, conforme Certidão de Casamento expedida em de de 20, extraída da matrícula nº, do Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais do _º Subdistrito de, Estado de São Paulo, arquivada nestas notas em pasta conforme item, abaixo; 2) DOS FILHOS: os outorgantes e reciprocamente outorgados declaram que possuem 03 (três) filhos comuns, maiores e capaz,, brasileiro, estado civil, profissão, nascido aos de de 19 ;, brasileiro, estado civil, profissão, nascido aos de de 19 ; e,, brasileiro, estado civil, profissão, nascido aos de de 19. Os outorgantes e reciprocamente outorgados declaram expressamente a inexistência de gravidez da cônjuge virago, desconhecendo a mesma de eventual circunstância; 3) DA SOLICITAÇÃO DO DIVÓRCIO: que, não desejando mais os outorgantes e reciprocamente outorgados manter o vínculo conjugal, declaram de sua espontânea vontade, livre de qualquer coação, sugestão ou induzimento que por motivos pessoais não desejam mais permanecerem casados, desejando realizar o seu divórcio consensual. Declaram ainda que o divórcio que ora requerem preserva os interesses dos cônjuges e não prejudica o interesse de terceiros; 4) DO ACONSELHAMENTO E ASSISTÊNCIA JURÍDICA: As partes declaram,

3 sem hesitação, perante este tabelião, estarem cientes das conseqüências do divórcio, firmes no propósito de pôr fim ao vínculo matrimonial, e estão convictas de que a dissolução do casamento é a melhor solução para ambos; 5) DO DIVÓRCIO: assim, em cumprimento ao pedido e vontade dos outorgantes e reciprocamente outorgados, atendidos os requisitos legais, pela presente escritura, nos termos do art. 226, parágrafo 6º, da Constituição Federal, e artigo 733 do novo Código de Processo Civil, fica dissolvido o vínculo conjugal entre eles, que passam a ter o estado civil de divorciados; 6) EFEITOS DO DIVÓRCIO: em decorrência deste divórcio ficam extintos todos os deveres do casamento; 7) DO NOME DAS PARTES: a esposa voltará a adotar seu nome de solteira, qual seja: ; 8) DA PENSÃO ALIMENTÍCIA: Acordam as partes que: a) o cônjuge divorciando,, pagará a cônjuge divorcianda,, a título de alimentos, o valor de R$ ( mil reais), mensal, que corresponde atualmente o valor de salários mínimos, e que servirá como reajuste anual; b) as partes convencionam que os alimentos em pecúnia serão devidos por ( ) meses, vencendo o primeiro pagamento no dia cinco ( ) de de 2017 (dois mil e dezessete), e os demais no mesmo dia dos meses subsequentes c) referidos alimentos em pecúnia deverão ser depositados na conta corrente da divorcianda, Banco, agência, conta, valendo os comprovantes como quitação do pagamento; d) as partes convencionam que a título de alimentos in natura o cônjuge varão,, continuará pagando à cônjuge varoa,, convenio médico do, plano saúde,, Rede Nacional, e se compromete a manter o padrão do plano, sem prazo determinado. 9) DOS BENS DO CASAL: os outorgantes e reciprocamente outorgados declaram que adquiriram durante seu casamento o seguinte bem comum, sendo: BENS MÓVEIS: VEÍCULO: Espécie tipo

4 mis/utilitário, marca/modelo, ano/modelo, à gasolina, de cor, placa, chassi, RENAVAM, as partes atribuem o valor de R$ ( reais); CONTA POUPANÇA: nº, Banco, Agência, com saldo em / /2017, de R$ ( reais e centavos); INVESTIMENTO: : nº, Banco, Agência, com saldo em / /2017, de R$ ( reais e centavos); BENS IMÓVEIS: Uma propriedade constituída de lote de terreno "...", da planta..., desta cidade de..., medindo... metros, de frente para na Rua..., por... de fundos pelo lado esquerdo e... metros pelo lado direito, com... metros quadrados, contendo uma casa de alvenaria que recebeu o nº..., da Rua..., melhor caracterizada na escritura anexa, que está avaliada em...; Uma propriedade constituída de lote de terreno "...", da planta..., desta cidade de..., medindo... metros, de frente para na Rua..., por... de fundos pelo lado esquerdo e... metros pelo lado direito, com... metros quadrados, contendo uma casa de alvenaria que recebeu o nº..., da Rua..., melhor caracterizada na escritura anexa, que está avaliada em DA PARTILHA: os outorgantes e reciprocamente outorgados declaram expressamente que resolvem partilhar seus bens comum acima descrito, que totaliza o valor de R$ ( ), da seguinte forma: Ao primeiro outorgante,, caberá: a) metade ideal ou 50% (cinquenta por cento) de todos os bens descritos e identificados no item 9, totalizando o valor recebido de R$ ( ); A segunda outorgante,, caberá metade ideal ou 50% (cinquenta por cento)de todos os bens descritos e identificados no item 9, totalizando o valor recebido de R$ ( ); o veículo descrito no item será dividido em partes iguais, ou seja, 50% para cada um,

5 quando da venda do mesmo, que deverá ocorrer em 60 dias; 10.4: Considerando o acordo e vontade das partes, resolveram partilhar seu patrimônio comum, conforme acima mencionado, declarando ainda que, outorgam mútua e reciprocamente a irrevogável e plena quitação DAS DECLARAÇÕES FINAIS DAS PARTES: As partes declaram expressamente: que os bens ora partilhados se encontra livre e desembaraçados de quaisquer ônus, dívidas, tributos de quaisquer naturezas; Ainda fica acordado entre as partes que, caso o cônjuge divorciando pleiteie ação judicial buscando seus direitos trabalhistas ou cíveis, face as empresas que trabalhou durante a vigência do casamento, a cônjuge divorcianda também terá direito a 50% dos valores recebidos pelo varão Não existem feitos ajuizados fundados em ações reais ou pessoais reipersecutórias que afetem os bens partilhado; que o divórcio que ora requerem preserva os interesses dos cônjuges e não prejudica o interesse de terceiros; Ficam ressalvados eventuais erros, omissões ou os direitos de terceiros; As partes afirmam sob responsabilidade civil e criminal que os fatos aqui relatados e declarações feitas são a exata expressão da verdade; 12.- DO ARQUIVAMENTO DA DOCUMENTAÇÃO: Todos os documentos apresentados referidos e que embasaram a lavratura, ficam arquivados por cópia, pasta nº 006, ordem nº ; 13.- As partes requerem e autorizam ao senhor Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais _º Subdistrito de -SP, a efetuar a averbação necessária para que conste o presente divórcio consensual, passando as partes ao estado civil de divorciados E, de como assim o disseram, me pediram e eu lhes lavrei a presente escritura de divórcio consensual, a qual sendo-lhes feita e lida em voz alta, aceitam, outorgam e assinam, dou fé. Eu,

6 ( ), Substituto do Tabelião, a digitei; e, Eu, ( ), Tabelião, lavrei e subscrevo. Varão Virago Advogado

identificados como os próprios de que trato, face a apresentação

identificados como os próprios de que trato, face a apresentação São Bernardo do Campo, neste Estado; os presentes foram identificados como os próprios de que trato, face a apresentação dos documentos de identificação supra mencionados, do que dou fé. Então, pelas partes

Leia mais

Chave de Respostas Tabelionato de Notas Professor: Leandro Corrêa. 1) Qual norma regula a atividade do Tabelião de Notas em Minas Gerais?

Chave de Respostas Tabelionato de Notas Professor: Leandro Corrêa. 1) Qual norma regula a atividade do Tabelião de Notas em Minas Gerais? Chave de Respostas Tabelionato de Notas Professor: Leandro Corrêa 1) Qual norma regula a atividade do Tabelião de Notas em Minas Gerais? Provimento 54/78 Normas Gerais Encontra apoio na Lei 8.935/94 e

Leia mais

Documentos do vendedor Pessoa Física. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado;

Documentos do vendedor Pessoa Física. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; Documentos do vendedor Pessoa Física Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; Nota: caso o proponente for casado(a), enviar também os documentos/certidões

Leia mais

DECLARAÇÃO DE RESIDÊNCIA (ESTA DECLARAÇÃO DEVE SER APRESENTADA COM FIRMA RECONHECIDA EM CARTÓRIO)

DECLARAÇÃO DE RESIDÊNCIA (ESTA DECLARAÇÃO DEVE SER APRESENTADA COM FIRMA RECONHECIDA EM CARTÓRIO) DECLARAÇÃO DE RESIDÊNCIA (ESTA DECLARAÇÃO DEVE SER APRESENTADA COM FIRMA RECONHECIDA EM CARTÓRIO) Eu,, inscrito (a) no RG sob o n, expedido pelo (a), CPF n, residente e domiciliado (a) na n bairro, CEP,

Leia mais

AÇÃO ADICIONAIS INSALUBRIDADE E NOTURNO

AÇÃO ADICIONAIS INSALUBRIDADE E NOTURNO AÇÃO ADICIONAIS INSALUBRIDADE E NOTURNO A FHEMIG não vêm pagando o adicional noturno aos servidores que laboram neste período, em violação ao art. 7º, inciso IX da Constituição da República. A ação objetiva

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA do Cartão de CNPJ Inscrição Estadual ou Municipal IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA Contrato Social e sua última alteração ou Estatuto de Constituição Comprovante de renda

Leia mais

INSTRUMENTO DE RESCISÃO DO ACORDO DE ACIONISTAS DA GAEC EDUCAÇÃO S.A.

INSTRUMENTO DE RESCISÃO DO ACORDO DE ACIONISTAS DA GAEC EDUCAÇÃO S.A. INSTRUMENTO DE RESCISÃO DO ACORDO DE ACIONISTAS DA GAEC EDUCAÇÃO S.A. Este Instrumento de Rescisão do Acordo de Acionistas da GAEC Educação S.A. datado de 03 de outubro de 2013 (o Instrumento de Rescisão

Leia mais

REQUERIMENTO DE PENSÃO

REQUERIMENTO DE PENSÃO Versão 14 REQUERIMENTO DE PENSÃO SEGURADO (A) Segurado(a): CPF nº: Cargo: Órgão de origem: DATA DO ÓBITO: / / Ativo: ( ) Inativo: ( ) Falecimento motivado por acidente de qualquer natureza ou doença profissional

Leia mais

AÇÃO DE PROMOÇÃO POR ESCOLARIDADE ADICIONAL PARA TFAZ COM CURSO SUPERIOR E PÓS- GRADUAÇÃO

AÇÃO DE PROMOÇÃO POR ESCOLARIDADE ADICIONAL PARA TFAZ COM CURSO SUPERIOR E PÓS- GRADUAÇÃO AÇÃO DE PROMOÇÃO POR ESCOLARIDADE ADICIONAL PARA TFAZ COM CURSO SUPERIOR E PÓS- GRADUAÇÃO Trata-se de uma ação que o SINDPÚBLICOS - MG irá ajuizar na Justiça Estadual para os servidores detentores do cargo

Leia mais

CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL

CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL Cedente: cliente atual que está vendendo a cota. Cessionário: cliente que está adquirindo a cota. A apresentação dos documentos solicitados

Leia mais

FAURGS TJ - RS Edital 001/2015 CECPODNR PROVIMENTO E REMOÇÃO Pág. 1

FAURGS TJ - RS Edital 001/2015 CECPODNR PROVIMENTO E REMOÇÃO Pág. 1 Pág. 1 FAURGS TJ - RS Edital 001/2015 CECPODNR Pág. 2 Instrução: Responda às questões no CADERNO DE RESPOSTAS, atendo-se ao solicitado. 01. Conceitue a conversão do negócio jurídico e explique os seus

Leia mais

Maurício Pinto Coelho Filho Juiz Auxiliar da Corregedoria Superintendente dos Serviços Notariais e de Registro do Estado de Minas Geras

Maurício Pinto Coelho Filho Juiz Auxiliar da Corregedoria Superintendente dos Serviços Notariais e de Registro do Estado de Minas Geras SIMPÓSIO SOBRE A APLICABILIDADE DA LEI FEDERAL Nº 11.441, DE 04/01/2007, QUE ALTEROU DISPOSITIVOS DO CPC, POSSIBILITANDO A REALIZAÇÃO DE INVENTÁRIO, PARTILHA, SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO CONSENSUAIS POR VIA ADMINISTRATIVA.

Leia mais

ANEXO IV RELAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA E ORIENTAÇÕES PARA COMPROVAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIOECONÔMICA

ANEXO IV RELAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA E ORIENTAÇÕES PARA COMPROVAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIOECONÔMICA ANEXO IV RELAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA E ORIENTAÇÕES PARA COMPROVAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIOECONÔMICA A) Para fins desse processo seletivo são considerados dependentes do grupo familiar: todas as pessoas

Leia mais

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO CONSENSUAL DPC III - Prof. ANA PAULA L. SAKAUIE 1 SEPARAÇÃO/DIVÓRCIO CONSENSUAL CONSIDERAÇÕES INICIAIS REFERÊNCIA LEGISLATIVA: ARTS. 731/734, NCPC HAVENDO LITÍGIO

Leia mais

AÇÃO DECORRENTE DA GREVE.

AÇÃO DECORRENTE DA GREVE. AÇÃO DECORRENTE DA GREVE. DECORRENTES DA GREVE DE 2004 REQUISITOS/DOCUMENTOS NECESSÁRIOS XEROX DOS HOLERITES QUE FORAM EFETUADOS DESCONTOS OU DECLARAÇÃO DO S.R.H CONSTANDO O DESCONTO E CÓPIA DO ULTIMO

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS 1. PROCURAÇÃO; 2. CONTRATO; 3. DECLARAÇÃO DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA GRATUITA; 4. CÓPIA DA IDENTIDADE; 5. COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA; 6. CONTRACHEQUE DOS ÚLTIMOS 5 ANOS; 7. DECLARAÇAÕ

Leia mais

REQUERIMENTO DE PENSÃO: Relação dos documentos necessários

REQUERIMENTO DE PENSÃO: Relação dos documentos necessários 1 /13 1. Documentação necessária, comum a todos os processos: 1.1. Documentação do(a) Segurado(a) Requerimento em formulário próprio, com firma reconhecida do requerente em cartório ou na presença de funcionário

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIATUBA FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIATUBA FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL ADITAMENTO DE RENOVAÇÃO E PRORROGAÇÃO DO PRAZO AO CONTRATO Nº 062/2013 DE LOCAÇÃO DE VEÍCULO PARA TRANSPORTE DE ALUNOS DO PETI Instrumento que firmam, de um lado O DE GOIATUBA, Estado de Goiás, devidamente

Leia mais

Atenção! As declarações deverão ser impressas em frente e verso.

Atenção! As declarações deverão ser impressas em frente e verso. Abaixo listamos os modelos de declarações que serão impressas e preenchidas somente na ausência de alguma documentação comprobatória. Por favor, solicitamos que imprima apenas a declaração necessária.

Leia mais

DECLARAÇÃO DE RENDA. Local e data:, de de Assinatura

DECLARAÇÃO DE RENDA. Local e data:, de de Assinatura DECLARAÇÃO DE RENDA Eu,, portador (a) da Carteira de Identidade n.º e inscrito (a) CPF sob o n, declaro para devidos fins de solicitação da bolsa de estudo, sob as penas da legislação civil e penal que

Leia mais

AÇÃO HORA TRABALHADA (SECRETARIAS DIVERSAS)

AÇÃO HORA TRABALHADA (SECRETARIAS DIVERSAS) AÇÃO HORA TRABALHADA (SECRETARIAS DIVERSAS) Trata-se de ação que o SINDPÚBLICOS - MG vai ajuizar na Justiça Estadual, pleiteando o direito dos servidores que não tiveram a opção pela jornada de 40 horas,

Leia mais

PROCESSO 2017 ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL

PROCESSO 2017 ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL Nome: Estado Civil: Profissão:, inscrito (a) no CPF sob o nº, portador(a) do RG nº, residente e domiciliado(a) na Rua (Av., praça, etc.), n :,Bairro:,Cidade no

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO REALIZA IMÓVEIS

DOCUMENTAÇÃO REALIZA IMÓVEIS DOCUMENTAÇÃO REALIZA IMÓVEIS LOCAÇÃO: DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA LOCAÇÃO DE UM IMÓVEL - PESSOA FÍSICA INQUILINO. Cópia dos documentos de Identidade e CPF (Se casado, do marido e esposa). Cópia da Certidão

Leia mais

AÇÃO DE CORREÇÃO DO FGTS PELOS PLANOS ECONÔMICOS

AÇÃO DE CORREÇÃO DO FGTS PELOS PLANOS ECONÔMICOS AÇÃO DE CORREÇÃO DO FGTS PELOS PLANOS ECONÔMICOS Trata-se de uma ação que o SINDPÚBLICOS - MG vai ajuizar na Justiça Federal, pedindo a correção dos saldos do FGTS em janeiro de 1989 e abril de 1990, nos

Leia mais

Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais

Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais AÇÃO PARA PAGAMENTO RETROATIVO DO REPOSICIONAMENTO ENTENDA A AÇÃO: Com a edição dos novos planos de carreira, o Estado de Minas Gerais estipulou a edição de Decreto para o chamado reposicionamento no prazo

Leia mais

ANEXO I CÓDIGO: RAMAL:

ANEXO I CÓDIGO: RAMAL: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO INSTITUCIONAL DIRETORIA DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS ANEXO I Ministério do Planejamento, Orçamento e

Leia mais

1. Justificação da Incorporação da Tivit Investimentos pela Softway

1. Justificação da Incorporação da Tivit Investimentos pela Softway Instrumento de Justificação e Protocolo de Incorporação da Tivit Investimentos S.A. pela Softway Contact Center Serviços de Teleatendimento a Clientes S.A., celebrado em [---] de junho de 2008 Pelo presente

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA FÍSICA

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA FÍSICA IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA FÍSICA R.G. e CPF do consorciado e cônjuge Certidão de estado civil Comprovante de residência atualizado Comprovante de renda Ficha Cadastral Declaração

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO DO GRUPO FAMILIAR (Candidato/Aluno e todos que residem sob o mesmo domicílio) SOLICITAÇÃO DE BOLSA SOCIAL

DOCUMENTAÇÃO DO GRUPO FAMILIAR (Candidato/Aluno e todos que residem sob o mesmo domicílio) SOLICITAÇÃO DE BOLSA SOCIAL DOCUMENTAÇÃO DO GRUPO FAMILIAR (Candidato/Aluno e todos que residem sob o mesmo domicílio) SOLICITAÇÃO DE BOLSA SOCIAL o Requerimento de Bolsa de Estudo preenchido pelo site (Via da Instituição); o Protocolo

Leia mais

ANEXO 1 - MODELO DE ESCRITURA DE SEPARAÇÃO CONSENSUAL SEM PARTILHA DE BENS

ANEXO 1 - MODELO DE ESCRITURA DE SEPARAÇÃO CONSENSUAL SEM PARTILHA DE BENS ANEXO 1 - MODELO DE ESCRITURA DE SEPARAÇÃO CONSENSUAL SEM PARTILHA DE BENS Livro... Folha... ESCRITURA PÚBLICA DE SEPARAÇÃO CONSENSUAL que fazem, como outorgantes e reciprocamente outorgados NOME e NOME,

Leia mais

ANEXO II RELAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO PARA INSCRIÇÃO NA BOLSA PERMANÊNCIA IFF E MODALIDADES DE AUXILIOS ALIMENTAÇÃO, MORADIA, TRANSPORTE

ANEXO II RELAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO PARA INSCRIÇÃO NA BOLSA PERMANÊNCIA IFF E MODALIDADES DE AUXILIOS ALIMENTAÇÃO, MORADIA, TRANSPORTE ANEXO II RELAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO PARA INSCRIÇÃO NA BOLSA PERMANÊNCIA IFF E MODALIDADES DE AUXILIOS ALIMENTAÇÃO, MORADIA, TRANSPORTE DOCUMENTOS ESPECÍFICOS DOS ESTUDANTES I - Comprovante de matrícula de

Leia mais

ESCRITURA DE COMPRA E VENDA

ESCRITURA DE COMPRA E VENDA RGI N: ESCRITURA DE COMPRA E VENDA VENDEDOR: COMPRADORA: IMÓVEL: VALOR DA VENDA E COMPRA: R$ VALOR VENAL DE REFERÊNCIA: R$ INSCRIÇÃO CADASTRAL: S A I B A M quantos esta pública escritura virem aos ----

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL DA DOCUMENTAÇÃO 1. Documentos de identificação: a) 1 (uma) Foto 3x4 do candidato; b) Formulário de Inscrição; c) Atestado de Matrícula; d) Histórico Acadêmico (caso já tenha

Leia mais

ANEXO I. Relação de documentos comprobatórios para análise socioeconômica

ANEXO I. Relação de documentos comprobatórios para análise socioeconômica ANEXO I Relação de documentos comprobatórios para análise socioeconômica 1 Relação de documentos do Candidato: - Carteira de Identidade; - CPF; - Carteira profissional: apresentar fotocópia das páginas:

Leia mais

CONTRATO N. 020/2013 02 DO OBJETO

CONTRATO N. 020/2013 02 DO OBJETO Estado de Mato Grosso CÂMARA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS CNPJ. 00.177.279/0001-83 INSTRUMENTO CONTRATUAL de prestação de serviços de interprete de libras na Termo de Dispensa nº 03/2013. CONTRATO N. 020/2013

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO DIREÇÃO DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS DACE REITORIA EDITAL DO AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO 2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO DIREÇÃO DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS DACE REITORIA EDITAL DO AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO DIREÇÃO DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS DACE REITORIA EDITAL DO AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO 2016 Chamada para seleção de estudantes de graduação, candidatos

Leia mais

ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL

ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL Nome: Estado Civil: Profissão:, inscrito (a) no CPF sob o nº, portador(a) do RG nº, residente e domiciliado(a) na Rua (Av., praça, etc.), n :,Bairro:,Cidade no

Leia mais

RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2016 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2016

RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2016 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2016 RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2016 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2016 1- ATOS DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS VALORES EM R$ ATO VALORES TOTAL BUSCA (POR PERÍODO

Leia mais

ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL

ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL Estado Civil: Profissão:, inscrito(a) no CPF sob o nº, portador(a) do RG nº, residenteedomiciliado(a) na Rua (Av., praça, etc.), N :,Bairro:,Cidade no Estado

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO TRABALHO DA MM... ª VARA DO TRABALHO DE...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO TRABALHO DA MM... ª VARA DO TRABALHO DE... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO TRABALHO DA MM.... ª VARA DO TRABALHO DE...... (nome completo),... (nacionalidade),... (estado civil),... (profissão), nascido em... (dia, mês, ano), portador

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA AUXÍLIO-CRECHE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA AUXÍLIO-CRECHE DOCUMENTAÇÃO GERAL: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA AUXÍLIO-CRECHE Documentos de identificação: a) 1 (uma) Foto 3x4 do candidato; b) Formulário de Inscrição; c) Atestado de Matrícula; d) Histórico Acadêmico

Leia mais

CONVIVENTE: A PERSPECTIVA DE UM NOVO ESTADO CIVIL E SEUS REFLEXOS PARA O RCPN

CONVIVENTE: A PERSPECTIVA DE UM NOVO ESTADO CIVIL E SEUS REFLEXOS PARA O RCPN CONVIVENTE: A PERSPECTIVA DE UM NOVO ESTADO CIVIL E SEUS REFLEXOS PARA O RCPN RODRIGO TOSCANO DE BRITO Doutor e Mestre em Direito Civil pela PUC-SP. Professor de Direito Civil da UFPB e da Escola da Magistratura.

Leia mais

AVISO DE PROCURA DE IMÓVEL

AVISO DE PROCURA DE IMÓVEL AVISO DE PROCURA DE IMÓVEL A União, por intermédio do Delegado da Receita Federal do Brasil em Feira de Santana/BA, torna público que necessita locar imóvel, pelo prazo de 60 (sessenta) meses, para instalar

Leia mais

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação!

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Para realizar sua contemplação providenciar a documentação solicitada abaixo e levar até uma loja do Magazine Luiza ou representação autorizada

Leia mais

LICITAÇÃO CARTA CONVITE. LICITAÇÃO Carta Convite nº 008/2015. Expedido: 17 de agosto de FUNDAMENTO JURÍDICO: Lei nº de

LICITAÇÃO CARTA CONVITE. LICITAÇÃO Carta Convite nº 008/2015. Expedido: 17 de agosto de FUNDAMENTO JURÍDICO: Lei nº de LICITAÇÃO CARTA CONVITE LICITAÇÃO Carta Convite nº 008/2015. Expedido: 17 de agosto de 2015 1-FUNDAMENTO JURÍDICO: Lei nº 8.666 de 21.14.93 TIPO: Maior preço por metro quadrado. 2-O Município de Uruana,

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA PARA ALIENAÇÃO DE BENS IMÓVEIS COMPARTILHADO/RNNE/SCPI Nº 0001/2014 ANEXO E MINUTA DA ESCRITURA DE COMPRA E VENDA

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA PARA ALIENAÇÃO DE BENS IMÓVEIS COMPARTILHADO/RNNE/SCPI Nº 0001/2014 ANEXO E MINUTA DA ESCRITURA DE COMPRA E VENDA MINUTA DE ESCRITURA Exxxx ESCRITURA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA, E CESSÃO DE DIREITOS DE OCUPAÇÃO DE ÁREA DE MARINHA, NA FORMA ABAIXO.-.-.-.-.-.-.-.-..-.-.-.-.-.-.-.-.-.- LIVRO Nº xxx FOLHAS Nº xxx/xx ATO

Leia mais

Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL. Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006

Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL. Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006 Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006 DOU de 20.3.2006 Aprova o Programa Gerador de Documentos do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica -

Leia mais

Invalidez Total por Acidente

Invalidez Total por Acidente Invalidez Total por Acidente - Cópia RG e CPF ou CNH do(s) segurado(s) reclamante(s); - Cópia do Comprovante de residência (qualquer comprovante atual dos últimos 03 meses em nome do(s) segurado(s) reclamante(s).

Leia mais

Lei de Criação 372 13/02/1992

Lei de Criação 372 13/02/1992 CONTRATO N. º 002/CMM/2014 Estado de Rondônia Câmara Municipal de Ministro Andreazza Lei de Criação 372 13/02/1992 CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM, DE UM LADO A CÂMARA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA RO, E

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores BERETTA DA SILVEIRA (Presidente), EGIDIO GIACOIA E VIVIANI NICOLAU.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores BERETTA DA SILVEIRA (Presidente), EGIDIO GIACOIA E VIVIANI NICOLAU. Registro: 2016.0000644435 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0000653-18.2013.8.26.0302, da Comarca de Jaú, em que é apelante E. J. B. (JUSTIÇA GRATUITA), é apelado L. E.

Leia mais

GUIA PRÁTICO DO DIVÓRCIO Do começo ao Fim de um Casamento

GUIA PRÁTICO DO DIVÓRCIO Do começo ao Fim de um Casamento GUIA PRÁTICO DO DIVÓRCIO Do começo ao Fim de um Casamento Dra. Deborah Calomino - Advogada calomino@lostadocalomino.com.br Pág. 1 Lostado & Calomino - Advogados Contato Fone: (13) 3222-5688 Fone: (11)

Leia mais

LEILÃO AAI/DEPAD Nº03/2003 EDITAL

LEILÃO AAI/DEPAD Nº03/2003 EDITAL LEILÃO AAI/DEPAD Nº03/2003 EDITAL O BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES, por intermédio da Leiloeira Oficial, Senhora MARIA DA PENHA PASTORE, inscrita na Junta Comercial do Estado

Leia mais

FAQ SOLICITAR ORIGINAIS E CÓPIAS DE TODA DOCUMENTAÇÃO

FAQ SOLICITAR ORIGINAIS E CÓPIAS DE TODA DOCUMENTAÇÃO FAQ SOLICITAR ORIGINAIS E CÓPIAS DE TODA DOCUMENTAÇÃO 1. Todos os membros do grupo familiar são maiores de idade? Menores de idade: solicitar apenas RG, Certidão de Nascimento e CPF; Maiores de idade:

Leia mais

- Custas verificar pessoalmente no cartório mediante a apresentação da documentação

- Custas verificar pessoalmente no cartório mediante a apresentação da documentação DOCUMENTOS PARA AVERBAÇÕES, INCORPORAÇÕES E REGISTROS Averbação de Construção: * Certificado de conclusão de obra (original ou autenticado pela Prefeitura) * ART do CREA (certidão do engenheiro), original

Leia mais

CONSTRUTORA GALLO & VIEIRA

CONSTRUTORA GALLO & VIEIRA CONTRATO DE REFORMA DE CONSTRUÇÃO EMPREITADA IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATANTE: (Nome do Contratante), (Nacionalidade), (Profissão), (Estado Civil), Carteira de Identidade nº (xxx), C.P.F.

Leia mais

que cursou todo o ensino médio em Escola Pública Histórico Escolar do Ensino Médio, mesmo para candidatos que já tenham curso superior.

que cursou todo o ensino médio em Escola Pública Histórico Escolar do Ensino Médio, mesmo para candidatos que já tenham curso superior. Item 8 do Edital nº 02/2015 1 ANÁLISE DOCUMENTAL (Check-list)/ Processo Seletivo de Ingresso em Cursos de Graduação da UFT por meio do SISU para o 1º semestre de 2015 GRUPO L1:Lei nº 12.711/12; Renda Familiar

Leia mais

DISTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS NOME DA SOCIEDADE

DISTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS NOME DA SOCIEDADE DISTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS NOME DA SOCIEDADE NOME DO ADVOGADO, brasileiro, casado, inscrito no sob nº ------------ --, portador do RG de nº ----------- SSP-BA, inscrito na OAB/BA sob nº

Leia mais

EDITAL Nº 010/ PROAE

EDITAL Nº 010/ PROAE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL COORDENADORIA DE APOIO PEDAGÓGICO E AÇÕES DE PERMANÊNCIA EDITAL Nº 010/2016.2 PROAE PROCESSO

Leia mais

PRIMEIRO TERMO ADITIVO - CONTRATO Nº: 15/2014. CLÁUSULA SEGUNDA As demais cláusulas do contrato nº: 15/2014 permanecem inalteradas.

PRIMEIRO TERMO ADITIVO - CONTRATO Nº: 15/2014. CLÁUSULA SEGUNDA As demais cláusulas do contrato nº: 15/2014 permanecem inalteradas. PRIMEIRO TERMO ADITIVO - CONTRATO Nº: 15/2014 Pelo presente instrumento, de um lado a CAMARA MUNICIPAL DE ARAXA - CNPJ n.º 20.056.610.0001/14, situado na Av. João Paulo II nº: 1200 bairro Guilhermina Vieira

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº 52/2013

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº 52/2013 PUBLICAÇÃO nº 233/13 0B PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº 52/2013 Autoriza o Poder Executivo Municipal a receber, em doação, prolongamentos de rede de água e esgoto, de diversos munícipes, bem como conceder

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES (Lei n 8.429/1992, Decreto n 5.483/2005 e Portaria Interministerial MP/CGU n 298/2007)

DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES (Lei n 8.429/1992, Decreto n 5.483/2005 e Portaria Interministerial MP/CGU n 298/2007) DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES (Lei n 8.429/1992, Decreto n 5.483/2005 e Portaria Interministerial MP/CGU n 298/2007) DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES ( ) Declaração de Ingresso Preencher os itens 1, 2, 8, 9,

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS 02/2016

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS 02/2016 Página 1 de 5 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS 02/2016 Processo nº 04/2016 Pregão Presencial nº 04/2016 O CENTRO UNIVERSITÁRIO MUNICIPAL DE FRANCA UNI-FACEF situado na Av. Major Nicácio, 2433, Bairro São José,

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE ARATIBA. Rua Luis Loeser, 287 Centro Fone: (54) CNPJ

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE ARATIBA. Rua Luis Loeser, 287 Centro Fone: (54) CNPJ Edital nº004/2016 ABRE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE ENFERMEIRA (O) PARA ATUAÇÃO JUNTO A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROGRAMA PSF O Município de Aratiba, Estado

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA PERMANÊNCIA

PROGRAMA DE BOLSA PERMANÊNCIA PROGRAMA DE BOLSA PERMANÊNCIA OBSERVAÇÕES: 1. A documentação incompleta e/ou preenchimento indevido desse formulário estará sujeito ao INDEFERIMENTO DA INSCRIÇÃO; 2. Toda a documentação deverá ser entregue

Leia mais

, Nome do adquirente., Endereço / Sede. Características do imóvel: playground salão de festas piscina sauna apart-hotel

, Nome do adquirente., Endereço / Sede. Características do imóvel: playground salão de festas piscina sauna apart-hotel EXMO. SR. PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Nome do adquirente Endereço / Sede,, vem pedir a V. Exª, nos termos do Decreto nº 14602/96, Identidade CPF/CNPJ REVISÃO / IMPUGNAÇÂO DO VALOR VENAL, para

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL REFORMA/ CONSTRUÇÃO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA FÍSICA

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL REFORMA/ CONSTRUÇÃO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA FÍSICA R.G. e CPF do consorciado e cônjuge Certidão de estado civil Comprovante de residência atualizado Comprovante de renda Ficha Cadastral Declaração Crédito FGTS, preenchida, assinada e reconhecido firma

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 009/2011 Secretaria Municipal de Administração Processos: 100094/2011 ROMILDO BOLZAN

Leia mais

CADASTRO PESSOA FÍSICA

CADASTRO PESSOA FÍSICA CADASTRO PESSOA FÍSICA CADASTRO APROVADO ( ) CADASTRO RECUSADO ( ) IMÓVEL PRETENDIDO Endereço: Aluguel: R$ Condomínio R$ Seguro Anual: R$ Finalidade: Residencial ( ) Comercial ( ) Atividade Comercial:

Leia mais

TABELA XI ATOS DOS TABELIÃES DE NOTAS

TABELA XI ATOS DOS TABELIÃES DE NOTAS TABELA XI DOS TABELIÃES DE NOTAS I. Reconhecimento de firma: Sem valor declarado 21,73 R$ 3,41 b) Com valor declarado, e por autenticidade 43,60 R$ 6,85 II. Autenticações de papéis, documentos e fotocópias,

Leia mais

EDITAL Nº 068/2016 ERRATA

EDITAL Nº 068/2016 ERRATA 1 EDITAL Nº 068/2016 ERRATA PROCESSO SELETIVO DISCENTE DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS SOCIAIS, DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS, CAMPUS DE BELO HORIZONTE No cabeçalho

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA-GERAL DA UNIÃO CONTRATO Nº 09/2002

DEFENSORIA PÚBLICA-GERAL DA UNIÃO CONTRATO Nº 09/2002 DEFENSORIA PÚBLICA-GERAL DA UNIÃO Processo nº 08038.002328/2001-34 CONTRATO Nº 09/2002 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL URBANO SITUADO NA CIDADE DE PALMAS, ESTADO DE TOCANTINS, QUE CELEBRAM DE UM LADO A UNIÃO,

Leia mais

M.S PRESTADORA DE SERVIÇOS EM POÇOS ARTESIANOS

M.S PRESTADORA DE SERVIÇOS EM POÇOS ARTESIANOS CONTRATO 172/2014 CREDOR VALOR 32.010,00 DATA 23.10.2014 M.S PRESTADORA DE SERVIÇOS EM POÇOS ARTESIANOS CONTRATO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE ÁGUA BOA MT E A EMPRESA M.S PRESTADORA DE SERVIÇOS EM POÇOS

Leia mais

DEPARTAMENTO JURÍDICO

DEPARTAMENTO JURÍDICO DEPARTAMENTO JURÍDICO Sempre visando a melhor prestação de serviços aos seus sindicalizados, o Departamento Jurídico do SINTELPOL está intensificando sua área de atuação, oferecendo, além da assistência

Leia mais

Documentos necessários para se efetuar o Recadastramento

Documentos necessários para se efetuar o Recadastramento Documentos necessários para se efetuar o Recadastramento 1 - Servidores Aposentados: Documentos pessoais: RG original e cópia ou cópia ; CPF - original e cópia ou cópia ; Título de Eleitor - original e

Leia mais

P r o j e t o Desconto F l ex í vel

P r o j e t o Desconto F l ex í vel D E C L A R A Ç Ã O Eu,, brasileiro (a), portador (a) da Identidade n.º - e -, residente e domiciliado nesta cidade de, à Rua, n, CEP, Bairro, declaro para devidos fins de comprovação de Residência que

Leia mais

REGULAMENTO Art. 1º 1º- entende-se como beneficiários descendentes de primeiro grau em linha reta ascendentes de primeiro grau em linha reta 2º-

REGULAMENTO Art. 1º 1º- entende-se como beneficiários descendentes de primeiro grau em linha reta ascendentes de primeiro grau em linha reta 2º- REGULAMENTO Art. 1º - O programa de Assistência Jurídica da Asttter é de utilização exclusiva dos associados titulares e seus beneficiários a quem concederem autorização. 1º- Para fins deste regulamento,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS COORDENAÇÃO DE INTEGRAÇÃO ESTUDANTIL EDITAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS COORDENAÇÃO DE INTEGRAÇÃO ESTUDANTIL EDITAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL 06-2014 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA INGRESSO POR COTAS SOCIAIS CHAMADA ORAL SISU/ENEM VERÃO 2014 A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), através da Coordenação de Integração

Leia mais

Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio.

Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio. Prezado (a) cliente: Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio. Procedimentos para envio dos documentos de

Leia mais

Portaria Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Estado de São Paulo - SRTE/SP nº 56 de

Portaria Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Estado de São Paulo - SRTE/SP nº 56 de Portaria Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Estado de São Paulo - SRTE/SP nº 56 de 26.04.2010 Dispõe sobre as informações fornecidas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO AGENTE PÚBLICO CPF: TÍTULO ELEITORAL: DATA DE NASCIMENTO: NÚMERO: COMPLEMENTO: (apto, sala, bloco) BAIRRO/DISTRITO: CEP:

1. IDENTIFICAÇÃO DO AGENTE PÚBLICO CPF: TÍTULO ELEITORAL: DATA DE NASCIMENTO: NÚMERO: COMPLEMENTO: (apto, sala, bloco) BAIRRO/DISTRITO: CEP: DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES (Lei n.º. 8.429/92 e Decreto n.º. 5.483/2005) ( ) Declaração de Ingresso Preencher os itens 1, 2, 8, 9, 11 e 12 ( ) Declaração de desligamento Preencher todos os itens ( )

Leia mais

TERCEIRO ADITIVO AO ACORDO ENTRE ACIONISTAS BANCO INDUSVAL S.A. firmado em 18 de janeiro de entre. Manoel Felix Cintra Neto

TERCEIRO ADITIVO AO ACORDO ENTRE ACIONISTAS BANCO INDUSVAL S.A. firmado em 18 de janeiro de entre. Manoel Felix Cintra Neto TERCEIRO ADITIVO AO ACORDO ENTRE ACIONISTAS DO BANCO INDUSVAL S.A. firmado em 18 de janeiro de 2016 entre Manoel Felix Cintra Neto Luiz Masagão Ribeiro Antônio Geraldo da Rocha Jair Ribeiro da Silva Neto

Leia mais

COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Pelo presente instrumento, na forma da Lei nº7347/85, de um lado o DO ESTADO DE MATO GROSSO, por meio de seu agente signatário, infra-afirmado, doravante denominado

Leia mais

ALGUNS ASPECTOS QUE DIFERENCIAM A UNIÃO ESTÁVEL DO CASAMENTO

ALGUNS ASPECTOS QUE DIFERENCIAM A UNIÃO ESTÁVEL DO CASAMENTO ALGUNS ASPECTOS QUE DIFERENCIAM A UNIÃO ESTÁVEL DO CASAMENTO José Ricardo Afonso Mota: Titular do Ofício do Registro Civil e Tabelionato de Notas da cidade de Bom Jesus do Amparo (MG) A união estável,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SERGIPE CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO DE JUIZ SUBSTITUTO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SERGIPE CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO DE JUIZ SUBSTITUTO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SERGIPE CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO DE JUIZ SUBSTITUTO EDITAL Nº 16/2016 DE RETIFICAÇÃO O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SERGIPE, tendo

Leia mais

DECRETO Nº 4.248, DE 09 DE OUTUBRO DE 2014.

DECRETO Nº 4.248, DE 09 DE OUTUBRO DE 2014. DECRETO Nº 4.248, DE 09 DE OUTUBRO DE 2014. Estabelece procedimentos e prazos para a entrega da declaração dos bens e rendas que compõem o patrimônio privado dos agentes públicos municipais, de que trata

Leia mais

1. A matrícula dos classificados poderá ser feita pelo aluno (maior de 18 anos), pelos pais ou por

1. A matrícula dos classificados poderá ser feita pelo aluno (maior de 18 anos), pelos pais ou por DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA A MATRÍCULA 1. A matrícula dos classificados poderá ser feita pelo aluno (maior de 18 anos), pelos pais ou por procuração (conforme dispositivos legais) e será recebida na CEDAF

Leia mais

QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO EDITAL Nº 10/2013 PROGRAMA AUXILIO MORADIA ANEXO I

QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO EDITAL Nº 10/2013 PROGRAMA AUXILIO MORADIA ANEXO I QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO EDITAL Nº 10/2013 PROGRAMA AUXILIO MORADIA ANEXO I DAE - Nº. ATENÇÃO: A veracidade das respostas e a devolução deste questionário são necessárias e indispensáveis para sua participação

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE TÍTULO DE CRÉDITO. Quadro Resumo

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE TÍTULO DE CRÉDITO. Quadro Resumo INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE TÍTULO DE CRÉDITO Quadro Resumo Banco CNPJ/MF Banco Bradesco S.A. 60.746.948/0001 12 Sede Cidade de Deus, Município e Comarca de Osasco,

Leia mais

Pelo presente instrumento contratual, de um lado como: CONTRATANTE (responsável pelo aluno, se menor de idade): Nome:

Pelo presente instrumento contratual, de um lado como: CONTRATANTE (responsável pelo aluno, se menor de idade): Nome: CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO Pelo presente instrumento contratual, de um lado como: CONTRATANTE (responsável pelo aluno, se menor de idade): C.P.F.: RG.: Endereço: Bairro: Cidade: Telefone: ( ) Celular:

Leia mais

IRPF 2013 Imposto de Renda Pessoa Física

IRPF 2013 Imposto de Renda Pessoa Física CIRCULAR Nº 10/2013 São Paulo, 21 de Fevereiro de 2013. IRPF 2013 Imposto de Renda Pessoa Física Ano-Base 2012 Prezado cliente, No dia 19 de Fevereiro de 2013 a Receita Federal publicou a Instrução Normativa

Leia mais

* C) Para solicitar: no item 2 (Dados Cadastrais do Titular), independente de estarem assinaladas com *. - No item 3. Importante: Importante: *

* C) Para solicitar: no item 2 (Dados Cadastrais do Titular), independente de estarem assinaladas com *. - No item 3. Importante: Importante: * I * C) Para solicitar: no item 2 (Dados Cadastrais do Titular), independente de estarem assinaladas com *. No item 3 Importante: Importante: * Importante: CANCELAMENTO DO PLANO (titular e dependentes)

Leia mais

Dados Pessoais do Servidor Ativo (preenchimento obrigatório) 1. Cadastro Matrícula1: 2. Cadastro Matrícula2:

Dados Pessoais do Servidor Ativo (preenchimento obrigatório) 1. Cadastro Matrícula1: 2. Cadastro Matrícula2: RECADASTRAMENTO DOS SERVIDORES DO MUNICIPIO DE URUGUAIANARS A realização deste Recadastramento não autoriza a alteração do regime de emprego (CLT) ou do regime de previdência social (RGPS). Documentos

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO COMPROBATÓRIA COMUM PARA AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA

DOCUMENTAÇÃO COMPROBATÓRIA COMUM PARA AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA MINISTÉRIO DAEDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS Av. Getúlio Guaritá, 159 Sala 230 - Abadia 38025-440 - Uberaba MG Tel: (34) 3700-6901

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA MTH VENTURES DO BRASIL LTDA. PELA BRASIL TELECOM S.A.

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA MTH VENTURES DO BRASIL LTDA. PELA BRASIL TELECOM S.A. PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA MTH VENTURES DO BRASIL LTDA. PELA BRASIL TELECOM S.A. São partes neste instrumento de Protocolo e Justificação de Incorporação, 1. BRASIL TELECOM S.A., sociedade

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

Documentos e/ou Declarações Necessárias para a efetivação do Registro da Escritura Pública ou do Contrato Particular com força de Escritura Pública.

Documentos e/ou Declarações Necessárias para a efetivação do Registro da Escritura Pública ou do Contrato Particular com força de Escritura Pública. Documentos e/ou Declarações Necessárias para a efetivação do Registro da Escritura Pública ou do Contrato Particular com força de Escritura Pública. Para a regularidade da escritura ou contrato com força

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO Nº 003/2016 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS E A CASA DE REPOUSO GAETANA STERNI

TERMO DE CONVÊNIO Nº 003/2016 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS E A CASA DE REPOUSO GAETANA STERNI TERMO DE CONVÊNIO Nº 003/2016 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS E A CASA DE REPOUSO GAETANA STERNI A PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS, pessoa jurídica de direito público

Leia mais

FUNDO DE APOIO AO ACADÊMICO DO ENSINO SUPERIOR REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DO FAAES - PARA INGRESSANTES PRIMEIRO SEMESTRE 2017

FUNDO DE APOIO AO ACADÊMICO DO ENSINO SUPERIOR REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DO FAAES - PARA INGRESSANTES PRIMEIRO SEMESTRE 2017 REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DO FAAES - PARA INGRESSANTES PRIMEIRO SEMESTRE 2017 A AJES, mantenedora da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis do Vale do Juruena, Instituto Superior de Educação

Leia mais

IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO PAULO

IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO PAULO CRITÉRIO PARA CURSOS SÃO PAULO 2005 SUMÁRIO 1. EDITAIS 2. INSCRIÇÃO INFORMATIZADA 3. PERÍODO PARA INSCRIÇÕES 4. VALOR PARA INSCRIÇÕES 5. LOCAL E DATA DAS PROVAS 6. CONFECÇÃO DE PROVAS 7. NOTA DE CORTE

Leia mais

São Paulo, de. Pessoa Jurídica: CNPJ n.º Sede: (endereço completo, cep, telefone) Representante Legal: RG nº CPF n.º

São Paulo, de. Pessoa Jurídica: CNPJ n.º Sede: (endereço completo, cep, telefone) Representante Legal: RG nº CPF n.º ANEXO I (obs: todos devem rubricar todas as folhas e assinar no final) MODELO DE DECLARAÇÃO DO PROPONENTE (PESSOA JURÍDICA) E DOS INTEGRANTES DO NÚCLEO ARTÍSTICO Nós abaixo assinados DECLARAMOS que conhecemos

Leia mais