MOBILIDADE CENÁRIOS E TENDÊNCIAS DO SETOR DE TRANSPORTES EM SALVADOR. Palestrante: Horácio Brasil

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MOBILIDADE CENÁRIOS E TENDÊNCIAS DO SETOR DE TRANSPORTES EM SALVADOR. Palestrante: Horácio Brasil"

Transcrição

1 MOBILIDADE CENÁRIOS E TENDÊNCIAS DO SETOR DE TRANSPORTES EM SALVADOR Palestrante: Horácio Brasil MAIO 2013

2

3 Var% 2011/2001 CRESCIMENTO POPULACIONAL 20,00 15,00 14,72 16,07 11,60 10,00 8,36 6,69 5,00 3,77 0,00 BRASIL BAHIA Salvador Itabuna Feira de Santana Vitória da Conquista Fonte: IBGE

4 Var% 2011/2001 FROTA DE VEÍCULOS MOTORIZADOS 250,00 200,00 193,14 196,79 181,98 150,00 155,55 121,05 100,00 96,91 50,00 0,00 BRASIL BAHIA Salvador Itabuna Feira de Santana Vitória da Conquista Fonte: DENATRAN

5 Var% 2011/2001 FROTA DE AUTOMÓVEIS 150,00 119,95 128,29 127,09 100,00 87,57 94,87 59,68 50,00 0,00 BRASIL BAHIA Salvador Itabuna Feira de Santana Vitória da Conquista Fonte: DENATRAN

6 Var% 2011/2001 FROTA DE MOTOS 650,00 600,00 550,00 560,02 568,81 536,19 589,30 500,00 450,00 400,00 396,11 350,00 300,00 303,94 250,00 200,00 150,00 100,00 50,00 0,00 BRASIL BAHIA Salvador Itabuna Feira de Santana Vitória da Conquista Fonte: DENATRAN

7 PROJEÇÃO DA POPULAÇÃO E FROTA NAS CAPITAIS População 1,25% Frota 6,31% Crescimento da Frota = 5 x População Fonte: IBGE

8 POPULAÇÃO INFRAESTRUTURA 12,4% em 10 anos PODER DE COMPRA GESTÃO Em 10 anos: SM = 225% Em 10 anos: AUTOMÓVEIS MOTOS 65% 244% OPERAÇÃO

9 Para cada R$ 1 investido em transporte público R$ 12 em incentivo para carro e moto Dos subsídios para transporte de passageiros 90% para aquisição e operação de veículos individuais Preço do óleo diesel Subiu 50% a mais que o da gasolina em10 anos Utilização do transporte público Queda de 30% em 10 anos Mortes e ferimentos no trânsito R$ 30 bilhões por ano Fonte: IPEA

10 PESQUISA DE OPINIÃO VISÃO DO USUÁRIO Problema grave Problema menos grave Não é problema I Lotação. Ônibus muito cheios II Falta de segurança nos coletivos. Assaltos III Tempo de espera pelo ônibus IV A quantidade de passageiros que entra pela frente sem pagar. V Falta de educação, desrespeito dos passageiros com outros usuários. VI Os passes falsos e as várias fraudes que existem para não se pagar a passagem. II A presença de vendedores, pregadores e pedintes dentro dos ônibus. III O congestionamento do trânsito Fonte P&A / SETPS, 2007 Menção Estimulada Não sei

11 PESQUISA DE OPINIÃO - VISÃO DO USUÁRIO % O tempo de espera no ponto/ ônibus demora mais de uma hora para passar 66.2 A superlotação (excesso de passageiros)/ônibus cheios nos horários de pico 40.7 Muitos bairros têm poucas opções de linhas/ precisamos de dois transportes para ir para o destino 11.2 Os motoristas passam direto (não param no ponto) 10.7 A péssima conservação dos ônibus/ ônibus velhos/ quebrados/ janelas sem vidros 9.2 Os assaltos/ a violência 9.2 A redução da frota no final de semana/ pouco ônibus nos feriados 8.0 O engarrafamento/ o trânsito lento 7.5 Os motoristas não respeitam o idoso/ não param no ponto/ não esperam o idoso sentar 7.0 O preço alto da passagem/ a tarifa é cara 5.0 A sujeira dos ônibus/ os ônibus são sujos/ tem lixo/ baratinhas 4.7 A falta de educação dos motoristas /os motoristas são mal humorados 3.5 A falta de transporte noturno/ não tem transporte às 04:30 da manhã 3.5 O itinerário longo/ percurso cheio de volta 3.2 A falta de conforto/ as cadeiras são duras/ as janelas não permitem uma boa ventilação 3.0 Os passageiros não respeitam os lugares dos idosos/ deficientes 3.0 Os microônibus que são pequenos e andam cheios 2.0 O excesso de pessoas com passes/ os passes falsos/ muita gente entra pela frente 1.0 O excesso de velocidade/ a irresponsabilidade dos motoristas na condução dos ônibus 0.5 A baderna dos estudantes/ os trazeiristas/ vendedor ambulante/ pessoas com pacotes grandes 0.5 Outros: quando a máquina não faz a leitura do smartcard/a falta de troco/ser barrado por ter 60 anos 2.2 Não sei dizer 0.2 Nenhum 4.2 Nº de entrevistas 400 P&A / SETPS 2007 Menção Espontânea

12 PASSAGEIRO POR FORMA DE PAGAMENTO MÉDIA ANO 2011 GRATUIDADES 23% INTEGRAÇÕES 2% INTEIRAS 58% ESTUDANTES 17% Obs: Inteiras = Espécie, VTE e Bilhete Avulso Fonte: Transalvador

13 DIAGNÓSTICO DO SERVIÇO DE TRANSPORTE DE SALVADOR INSEGURANÇA INSTITUCIONAL INFRAESTRUTURA DEFICIENTE E INSUFICIENTE INSEGURANÇA PÚBLICA ENGESSAMENTO PELA LEGISLAÇÃO E PELO SINDICALISMO EXCESSO DE TRIBUTAÇÃO DESCONHECIMENTO DAS NECESSIDADES DO CLIENTE (Mea Culpa) RECURSOS HUMANOS SEM O PREPARO ADEQUADO (Mea culpa) AMBIENTE CADA VEZ MAIS COMPETITIVO ( AUTOMÓVEIS, MOTOS, VEÍCULOS CLANDESTINOS, FRAUDES, TELEMÁTICA, DESCENTRALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS, ETC)

14 ANÁLISE DO AMBIENTE COMPETITIVO NOVOS MODAIS EMPRESA REGULAR VEÍCULOS PRIVADOS TELEMÁTICA CLANDESTINOS GRATUIDADES FRAUDES

15 O AMBIENTE DOS TRANSPORTES PÚBLICOS PODER PÚBLICO (CONCEDENTE) EMPRESA PRIVADA (CONCESSIONÁRIA) CLIENTES INDIRETOS FORNECEDORES CLIENTES

16 SOLUÇÃO NOS TRÊS PILARES GESTÃO PUBLICA INFRA- ESTRUTURA VIÁRIA OPERAÇÃO (LOGÍSTICA DOS SERVIÇOS)

17 GESTÃO Legislação moderna; Política setorial bem definida; Plano Diretor, estudos e projetos; Modelo de exploração dos serviços, econômico e socialmente justo; Treinamento e reciclagem dos Recursos Humanos; Monitoração: Pesquisas operacionais e de opinião do usuário; Modernização dos métodos de gerência; Sistema de informação ao público (em tempo real, de preferência).

18 INFRAESTRUTURA Vias hierarquizadas, com boa geometria e sinalização; bem gerenciadas; Vias preferenciais para o transporte especial; Áreas delimitadas para estacionamentos, Sistemas de sinalização e comunicação sincronizados com os modais; Gerenciamento do tráfego com engenharia, fiscalização e educação; Estações e Terminais acessíveis e bem mantidos. Integração física intermodal facilitada.

19 OPERAÇÃO Medição sistemática da satisfação do usuário; Empresas operadoras com certificação de qualidade; Recursos humanos bem selecionados, motivados e reciclados; Veículos acessíveis, adequados ao sistema viário e ao volume da demanda; Bilhetagem e documentação fiscal eletrônicos; Utilização de sistemas inteligentes de controle operacional.

20 LEI DA MOBILIDADE URBANA Lei nº /2012 Institui a Política Nacional de Mobilidade Urbana e tem como objetivo a integração entre os diferentes modais de transporte e a priorização do transporte público coletivo de passageiros como instrumento de política urbana;

21 TENDÊNCIAS E CENÁRIOS FUTUROS SISTEMAS MAL REGULAMENTADOS E MAL GERIDOS Alternativos Clandestinos Congestionamentos SISTEMAS BEM REGULAMENTADOS E BEM GERIDOS Transporte de qualidade Multimodal Vias menos congestionadas

22

23 MUITO OBRIGADO!

PESQUISA DE MOBILIDADE URBANA

PESQUISA DE MOBILIDADE URBANA SALVADOR PESQUISA DE MOBILIDADE URBANA Avaliação da qualidade de serviço no transporte público PERÍODO: 11 A 14 DE JUNHO DE 2012 ENTREVISTAS: 2.000 Resumo: A população de Salvador se desloca duas vezes

Leia mais

MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA-PB SUPERINTENDÊNCIA

MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA-PB SUPERINTENDÊNCIA MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA-PB SUPERINTENDÊNCIA DE TRANSPORTE E TRANSITO DE JOÃO PESSOA STTRANS EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 001/2011 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 2010/047142 ANEXO IV DIRETRIZES PARA A REESTRUTURAÇÃO

Leia mais

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES JULHO 2015 SÃO PAULO UMA CIDADE A CAMINHO DO CAOS URBANO Fonte: Pesquisa de mobilidade 2012 SÃO PAULO UMA CIDADE A CAMINHO DO CAOS

Leia mais

Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte

Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Seminário de Mobilidade Urbana Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Celio Bouzada 23 de Setembro de 2015 Belo Horizonte População de Belo Horizonte: 2,4 milhões de habitantes População da

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública sobre Transportes Coletivos

Pesquisa de Opinião Pública sobre Transportes Coletivos Pesquisa de Opinião Pública sobre Transportes Coletivos Realizada por encomenda da Especificações Período de campo: setembro de 2004 Universo: população geral, com idade entre 16 e 64 anos (inclusive),

Leia mais

Curso de Gestão da Mobilidade Urbana Ensaio Crítico - Turma 8 Mobilidade urbana e de seu interesse Rogério Soares da Silva (*)

Curso de Gestão da Mobilidade Urbana Ensaio Crítico - Turma 8 Mobilidade urbana e de seu interesse Rogério Soares da Silva (*) Curso de Gestão da Mobilidade Urbana Ensaio Crítico - Turma 8 Mobilidade urbana e de seu interesse Rogério Soares da Silva (*) O crescimento global da população vem atingindo índices cada vez maiores nos

Leia mais

Seminário: Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo

Seminário: Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo : Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo Tema: Uma Agenda para a Mobilidade Urbana da Metrópole Planejamento Urbano, Mobilidade e Modos Alternativos de Deslocamento Engº Jaime

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE APROPRIAÇÃO DE CUSTOS DO TRANSPORTE POR ÔNIBUS DE SALVADOR

DEMONSTRATIVO DE APROPRIAÇÃO DE CUSTOS DO TRANSPORTE POR ÔNIBUS DE SALVADOR DEMONSTRATIVO DE APROPRIAÇÃO DE CUSTOS DO TRANSPORTE POR ÔNIBUS DE SALVADOR CONCEITOS Tarifa É o valor cobrado do usuário de um serviço público. É uma decisão governamental, decorrente de uma política

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE APROPRIAÇÃO DE CUSTOS DO TRANSPORTE POR ÔNIBUS DE SALVADOR

DEMONSTRATIVO DE APROPRIAÇÃO DE CUSTOS DO TRANSPORTE POR ÔNIBUS DE SALVADOR DEMONSTRATIVO DE APROPRIAÇÃO DE CUSTOS DO TRANSPORTE POR ÔNIBUS DE SALVADOR CONCEITOS Tarifa É o valor cobrado do usuário de um serviço público. É uma decisão governamental, decorrente de uma política

Leia mais

Prefeitura Municipal do Natal

Prefeitura Municipal do Natal Prefeitura Municipal do Natal Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Finanças Plano Plurianual 2010/2013 Programa Horizonte Público Objetivo: 8 Mobilidade e Cidadania Contínuo População do município

Leia mais

Plano de Transporte Coletivo da Cidade de Bauru RESULTADOS DA PESQUISA DE IMAGEM DO SERVIÇO

Plano de Transporte Coletivo da Cidade de Bauru RESULTADOS DA PESQUISA DE IMAGEM DO SERVIÇO Plano de Transporte Coletivo da Cidade de Bauru PTC Bauru RESULTADOS DA PESQUISA DE IMAGEM DO SERVIÇO Objetivo: obter a avaliação das condições do serviço de transporte coletivo sob o ponto de vista da

Leia mais

Curso de Gestão da Mobilidade Urbana Ensaio Crítico - Turma 13. Mobilidade urbana e sistemas inteligentes de transporte (its)

Curso de Gestão da Mobilidade Urbana Ensaio Crítico - Turma 13. Mobilidade urbana e sistemas inteligentes de transporte (its) Curso de Gestão da Mobilidade Urbana Ensaio Crítico - Turma 13 Mobilidade urbana e sistemas inteligentes de transporte (its) Eliomar Aparecido Bertollo (*) Tema: O ITS como agente catalisador para as soluções

Leia mais

Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ

Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ 1 1 Introdução Sustentabilidade Mudança nos atuais modelos de produção e consumo Alternativas

Leia mais

Qualidade e Desempenho do Transporte Público por Ônibus. Marcos Bicalho dos Santos Diretor Institucional e Administrativo da NTU

Qualidade e Desempenho do Transporte Público por Ônibus. Marcos Bicalho dos Santos Diretor Institucional e Administrativo da NTU Qualidade e Desempenho do Transporte Público por Ônibus Marcos Bicalho dos Santos Diretor Institucional e Administrativo da NTU Qualidade e Desempenho do Transporte Público por Ônibus Marcos Bicalho dos

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana Sustentável

Plano de Mobilidade Urbana Sustentável Viajeo Plus City Showcase in Latin America Plano de Mobilidade Urbana Sustentável Nívea Oppermann Peixoto, Ms Diretora de Desenvolvimento Urbano EMBARQ Brasil EMBARQ Brasil auxilia governos e empresas

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº,de 2012 (Dos Sr. José de Filippi Júnior e Carlos Zarattini)

PROJETO DE LEI Nº,de 2012 (Dos Sr. José de Filippi Júnior e Carlos Zarattini) PROJETO DE LEI Nº,de 2012 (Dos Sr. José de Filippi Júnior e Carlos Zarattini) Institui as diretrizes da Política Metropolitana de Mobilidade Urbana (PMMU), cria o Pacto Metropolitano da Mobilidade Urbana

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA DESENVOLVIMENTO DE LAY-OUT DE PROPOSTA ALTERNATIVA PARA O SISTEMA G DE TRANSPORTE PÚBLICO MULTIMODAL PARA A REGIÃO METROPOLITANA DA GRANDE VITÓRIA GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO outubro 2013 Plano de Mobilidade Urbana de São Paulo Em atendimento à Lei Federal 12.587 Institui a Política Nacional de Mobilidade Urbana

Leia mais

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DE BAURU - PLANMOB

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DE BAURU - PLANMOB PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DE BAURU - PLANMOB O QUE É O Plano Diretor de Transporte e da Mobilidade é um instrumento da política de desenvolvimento urbano, integrado ao Plano Diretor do município,

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012 Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH Marcelo Cintra do Amaral 20 de novembro de 2012 Roteiro da apresentação: Contexto do PlanMob-BH: prognóstico, caráter de plano diretor, etapas

Leia mais

Como transformar o direito à mobilidade em indicadores de políticas públicas?

Como transformar o direito à mobilidade em indicadores de políticas públicas? Como transformar o direito à mobilidade em indicadores de políticas públicas? Uma contribuição - INCT Observatório das Metrópoles - Projeto: Metropolização e Mega-eventos: os impactos da Copa do Mundo/2014

Leia mais

29 de julho de 2014. 1ª Reunião do Observatório da Mobilidade Urbana de Belo Horizonte

29 de julho de 2014. 1ª Reunião do Observatório da Mobilidade Urbana de Belo Horizonte 1ª Reunião do Observatório da Mobilidade Urbana de Belo Horizonte Mesa 1: Acessibilidade e qualidade do transporte coletivo e das calçadas de Belo Horizonte Em que medida o PlanMob-BH considerou e avançou

Leia mais

PLANOS DE MOBILIDADE URBANA

PLANOS DE MOBILIDADE URBANA IMPLANTAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE MOBILIDADE URBANA: PLANOS DE MOBILIDADE URBANA RENATO BOARETO Brasília, 28 de novembro de 2012 Organização Não Governamental fundada em 2006 com a missão de apoiar a

Leia mais

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo IV Sistema de Controle da Qualidade do Serviço de Transporte Coletivo por Ônibus de Porto Alegre

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo IV Sistema de Controle da Qualidade do Serviço de Transporte Coletivo por Ônibus de Porto Alegre Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre Anexo IV Sistema de Controle da Qualidade do Serviço de Transporte Coletivo por Ônibus de Porto Alegre ANEXO IV SISTEMA DE CONTROLE DA QUALIDADE DO SERVIÇO DE

Leia mais

Mobilidade Urbana em Regiões Metropolitanas

Mobilidade Urbana em Regiões Metropolitanas Mobilidade Urbana em Regiões Metropolitanas SINTRAM Expositor: Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano Rubens Lessa Carvalho REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE HISTÓRICO DO

Leia mais

DIRETORIA DE TRANSPORTES

DIRETORIA DE TRANSPORTES O que é concessão? É o instrumento previsto em Lei que possibilita a transferência da execução de determinado serviço público a particulares, através da celebração de um contrato, por prazo certo e determinado,

Leia mais

DRAFT. PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS 6 de outubro de 2009

DRAFT. PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS 6 de outubro de 2009 PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS 6 de outubro de 2009 Agenda Crescimento de Manaus Solução de mobilidade urbana Resumo do projeto do monotrilho Resumo do projeto do BRT Quadro 2 Agenda Crescimento

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 70/2011. A CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA aprova:

PROJETO DE LEI Nº 70/2011. A CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA aprova: PROJETO DE LEI Nº 70/2011. Institui a Política Municipal de Mobilidade Urbana. A CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA aprova: Mobilidade Urbana. Art. 1º Fica instituída, no Município de Ipatinga, a Política Municipal

Leia mais

Monitorar a satisfação dos usuários dos transportes rodoviários em linhas intermunicipais, interestaduais e internacionais.

Monitorar a satisfação dos usuários dos transportes rodoviários em linhas intermunicipais, interestaduais e internacionais. Especificações Técnicas Objetivo geral: Monitorar a satisfação dos usuários dos transportes rodoviários em linhas intermunicipais, interestaduais e internacionais. Público-alvo: Pessoas físicas usuárias

Leia mais

Plano de ações para segurança no corredor ferroviário

Plano de ações para segurança no corredor ferroviário Plano de ações para segurança no corredor ferroviário Fase 3 Elaboração das propostas Etapa 3.1, 3.2 e 3.4 Concepção, análise e detalhamento das propostas Página 1 de 10 Sumário 2.5. Plano de ações para

Leia mais

1 Educar para o Trânsito

1 Educar para o Trânsito PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS GT DE MOBILIDADE URBANA E RODOVIAS - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão de Futuro: Que Santa Maria tenha em 2050 um Sistema Viário e de transporte público sustentável,

Leia mais

A modelação do trabalho realizado nas reuniões de Planejamento Estratégico apontou para perspectivas e objetivos estratégicos, apresentados abaixo.

A modelação do trabalho realizado nas reuniões de Planejamento Estratégico apontou para perspectivas e objetivos estratégicos, apresentados abaixo. Planejamento Estratégico 2. Perspectivas e Objetivos Estratégicos A modelação do trabalho realizado nas reuniões de Planejamento Estratégico apontou para perspectivas e objetivos estratégicos, apresenta

Leia mais

Palavras- chave: mobilidade; acessibilidade; transporte público.

Palavras- chave: mobilidade; acessibilidade; transporte público. ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE NO SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO DE CRICIÚMA Diana Uggioni(1), Michelle Souza Benedet(2) 1. Estudante de Arquitetura e Urbanismo pela Universidade do Estado de Santa Catarina;

Leia mais

Fundação Institut o de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville, Instituto de Trânsito e Transporte e

Fundação Institut o de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville, Instituto de Trânsito e Transporte e Fundação Instituto de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville, Instituto de Trânsito e Transporte e Secretaria de Infraestrutura UMA UNIDADE DE MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE

Leia mais

PALESTRA A SER PROFERIDA EM QUITO PELO SR SECRETÁRIO DE ESTADO DE TRANSPORTES DO DISTRITO FEDERAL

PALESTRA A SER PROFERIDA EM QUITO PELO SR SECRETÁRIO DE ESTADO DE TRANSPORTES DO DISTRITO FEDERAL PALESTRA A SER PROFERIDA EM QUITO PELO SR SECRETÁRIO DE ESTADO DE TRANSPORTES DO DISTRITO FEDERAL Senhoras e senhores É com grande satisfação que participo dessa primeira Conferência de Gerenciamento de

Leia mais

Painel 4 - Mobilidade Urbana: Transporte e Soluções. Marcio Lacerda Prefeito de Belo Horizonte

Painel 4 - Mobilidade Urbana: Transporte e Soluções. Marcio Lacerda Prefeito de Belo Horizonte Painel 4 - Mobilidade Urbana: Transporte e Soluções Marcio Lacerda Prefeito de Belo Horizonte Sumário A. Desenvolvimento urbano e os desafios da mobilidade em BH B. Iniciativas da PBH em prol da mobilidade

Leia mais

TREM DE GUARULHOS EXPRESSO AEROPORTO

TREM DE GUARULHOS EXPRESSO AEROPORTO TREM DE GUARULHOS EXPRESSO AEROPORTO REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO 2 Municípios Habitantes PIB (Regional) Comércio e Serviços 39 18,6 milhões 10,5% população Brasileira R$ 244 Bilhões 15,7% PIB Brasileiro

Leia mais

CARRO COMPARTILHADO CARRO COMPARTILHADO

CARRO COMPARTILHADO CARRO COMPARTILHADO CARRO COMPARTILHADO Projeção de crescimento populacional Demanda de energia mundial Impacto ao meio ambiente projeções indicam que os empregos vão CONTINUAR no centro EMPREGOS concentrados no CENTRO

Leia mais

00P6 - Subvenção Econômica para o Desenvolvimento da Aviação Regional (MP nº 652, de 2014)

00P6 - Subvenção Econômica para o Desenvolvimento da Aviação Regional (MP nº 652, de 2014) Programa 2017 - Aviação Civil Número de Ações 26 Tipo: Operações Especiais 00P6 - Subvenção Econômica para o Desenvolvimento da Aviação Regional (MP nº 652, de 2014) Esfera: 10 - Orçamento Fiscal Função:

Leia mais

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com.

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com. 1 2 CONSÓRCIO FÊNIX PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA - SMMU MANUAL DOS USUÁRIOS DO SISTEMA SIM MODALIDADE POR ÔNIBUS DIREITOS E DEVERES DAS PARTES ENVOLVIDAS

Leia mais

TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado.

TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. Job 44/4 Setembro/04 Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores de 6 anos ou mais de

Leia mais

Perspectivas para o Setor

Perspectivas para o Setor Perspectivas para o Setor André Dantas Diretor Técnico São Paulo, 05 de dezembro de 2013 Estrutura da apresentação Contexto; Dados do setor; e Perspectivas. CONTEXTO (O que está acontecendo ao nosso redor?)

Leia mais

1.1 Aumento do número de empresas na cidade (17 sugestões);

1.1 Aumento do número de empresas na cidade (17 sugestões); Caro (a) Colaborador (a) Em primeiro lugar, agradecemos seus comentários apresentados na consulta pública que organizamos, a respeito da próxima licitação de dois lotes de serviços de transportes coletivos

Leia mais

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Introdução A proposta de Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes

Leia mais

País predominantemente urbano: cerca de 80% da população brasileira mora em cidades.

País predominantemente urbano: cerca de 80% da população brasileira mora em cidades. A Política de Mobilidade Urbana no desenvolvimento das cidades! AS CIDADES País predominantemente urbano: cerca de 80% da população brasileira mora em cidades. Processo de urbanização caracterizado pelo

Leia mais

Workshop Internacional UN Sustainable Development Solutions Network: Rio Sustainability Initiative

Workshop Internacional UN Sustainable Development Solutions Network: Rio Sustainability Initiative Workshop Internacional UN Sustainable Development Solutions Network: Rio Sustainability Initiative 24 de Junho de 2013 Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Auditório do Museu do Meio Ambiente Rio de Janeiro,

Leia mais

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo IV Sistema de Avaliação da Qualidade do Serviço de Transporte Coletivo por Ônibus de Porto Alegre

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo IV Sistema de Avaliação da Qualidade do Serviço de Transporte Coletivo por Ônibus de Porto Alegre Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre Anexo IV Sistema de Avaliação da Qualidade do Serviço de Transporte Coletivo por Ônibus de Porto Alegre ANEXO IV SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO SERVIÇO

Leia mais

DEFESA DE DISSERTAÇÃO

DEFESA DE DISSERTAÇÃO Programa de Pós Graduação em Engenharia Elétrica Mestrado DEFESA DE DISSERTAÇÃO Jilmar Augustinho Tatto jilmar.tatto@uol.com.br COMISSÃO JULGADORA Professor Dr. Eduardo Mário Dias (Orientador) Professor

Leia mais

MANEJO DE LA CALIDAD EN EL SISTEMA DE TRANSPORTE PUBLICO DE SAO PAULO

MANEJO DE LA CALIDAD EN EL SISTEMA DE TRANSPORTE PUBLICO DE SAO PAULO MANEJO DE LA CALIDAD EN EL SISTEMA DE TRANSPORTE PUBLICO DE SAO PAULO III Congreso Las Mejores Prácticas SIBRT en America Latina Ciro Biderman - SPTrans Junio, 2013 Cenário 2012 Sistema de transporte urbano

Leia mais

PESQUISA. Avaliação do BRT TransOeste. Abril 2013

PESQUISA. Avaliação do BRT TransOeste. Abril 2013 PESQUISA Avaliação do BRT TransOeste Abril 2013 1 METODOLOGIA Objetivo: levantar informações sobre as viagens no BRT TransOeste, avaliar a satisfação com este modal, bem como as máquinas de recarga do

Leia mais

PlanMob-BH: Plano de mobilidade sustentável de Belo Horizonte. Ramon Victor Cesar BHTRANS, Prefeitura de Belo Horizonte

PlanMob-BH: Plano de mobilidade sustentável de Belo Horizonte. Ramon Victor Cesar BHTRANS, Prefeitura de Belo Horizonte PlanMob-BH: Plano de mobilidade sustentável de Belo Horizonte Ramon Victor Cesar BHTRANS, Prefeitura de Belo Horizonte Sumário 1. Contexto do PlanMob-BH Fases de desenvolvimento Objetivos estratégicos

Leia mais

Plano Municipal de Transporte Coletivo Urbano de Itapoá - SC AUDIÊNCIA PÚBLICA

Plano Municipal de Transporte Coletivo Urbano de Itapoá - SC AUDIÊNCIA PÚBLICA Plano Municipal de Transporte Coletivo - SC AUDIÊNCIA PÚBLICA Maio - 2012 1 - Apresentação A Administração Municipal de Itapoá contratou este estudo técnico com o objetivo de melhorar a qualidade do serviço

Leia mais

Licitação do Sistema de ônibus Intermunicipal

Licitação do Sistema de ônibus Intermunicipal SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES Licitação do Sistema de ônibus Intermunicipal DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO São Gonçalo, 27 de Outubro de 2015 SITUAÇÃO ATUAL -

Leia mais

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Introdução Este material surge como resultado do acompanhamento das apresentações do Plano de Mobilidade

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de BH

Plano de Mobilidade Urbana de BH 4 a 7 de junho de 2013 Hotel Ouro Minas Plano de Mobilidade Urbana de BH Ramon Victor Cesar Presidente de BHTRANS Contexto do PlanMob-BH: Cenários, diagnóstico e prognósticos Desafio 1: como articular

Leia mais

Tema: Avaliação e perspectivas sobre a mobilidade na cidade de São Paulo

Tema: Avaliação e perspectivas sobre a mobilidade na cidade de São Paulo SEMINÁRIO Os desafios da mobilidade na cidade de São Paulo: avaliação e indicadores Tema: Avaliação e perspectivas sobre a mobilidade na cidade de São Paulo Movimento Nossa São Paulo Local: Câmara Municipal

Leia mais

MODELO DE CARTA-CONSULTA PAC 2 MOBILIDADE MÉDIAS CIDADES IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE

MODELO DE CARTA-CONSULTA PAC 2 MOBILIDADE MÉDIAS CIDADES IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE MODELO DE CARTA-CONSULTA PAC 2 MOBILIDADE MÉDIAS CIDADES IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE Proponente: Município Beneficiado: Estado: Nome Entidade: CNPJ: Endereço da Sede: CEP: Tel/Fax: Representante Legal:

Leia mais

Epidemia de acidentes envolvendo motociclistas no Brasil

Epidemia de acidentes envolvendo motociclistas no Brasil Epidemia de acidentes envolvendo motociclistas no Brasil Oradora: Gisele Flores Vice Presidente do ISM Instituto SobreMotos Especialista em Gestão Pública Formada como Diretora Geral de CFCs (Centros de

Leia mais

Sistema de informações a usuários do Transporte Coletivo.

Sistema de informações a usuários do Transporte Coletivo. Sistema de informações a usuários do Transporte Coletivo. Autores: Celso Bersi; Economista - Diretor de Transporte Urbano 1) Empresa de Desenvolvimento Urbano e Social de Sorocaba - URBES Rua Pedro de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 514, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 514, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 RESOLUÇÃO Nº 514, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 Dispõe sobre a Política Nacional de Trânsito, seus fins e aplicação, e dá outras providências. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONTRAN, usando da competência

Leia mais

Transporte e Planejamento Urbano

Transporte e Planejamento Urbano Transporte e Planejamento Urbano para o Desenvolvimento da RMRJ Julho/2014 Cidades a maior invenção humana As cidades induzem a produção conjunta de conhecimentos que é a criação mais importante da raça

Leia mais

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) Objetivo Indicador Métrica Proposta Entraves Ações Viabilizadoras

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) Objetivo Indicador Métrica Proposta Entraves Ações Viabilizadoras PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS GT DE MOBILIDADE URBANA E RODOVIAS -"A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que Santa Maria tenha em 2050 um Sistema Viário e de transporte público sustentável,

Leia mais

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) 2 Adequar/Ampliar o Sistema Viário

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) 2 Adequar/Ampliar o Sistema Viário PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS GT DE MOBILIDADE URBANA E RODOVIAS - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que Santa Maria tenha em 2050 um Sistema Viário e de transporte público sustentável,

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO DOS SERVIÇOS DE PRÉ-EMBARQUE

RELATÓRIO TÉCNICO DOS SERVIÇOS DE PRÉ-EMBARQUE RELATÓRIO TÉCNICO DOS SERVIÇOS DE PRÉ-EMBARQUE agosto/2005 Cenário São Paulo tem uma das maiores frotas de ônibus do mundo. São quase 15 mil ônibus, para o transporte diário de mais de 6 milhões de passageiros.

Leia mais

SUSTENTÁVEL. Unidade Senac: Santa Cecília. Data: 24/08/2015. Daniela Ades, Guilherme Checco e Juliana Cibim

SUSTENTÁVEL. Unidade Senac: Santa Cecília. Data: 24/08/2015. Daniela Ades, Guilherme Checco e Juliana Cibim SUSTENTÁVEL Unidade Senac: Santa Cecília Data: 24/08/2015 Daniela Ades, Guilherme Checco e Juliana Cibim Imagem retirada de Debate de Bolso, em http://debatedebolso.com. Creative Commons BY-NC-ND 3.0 Plataforma

Leia mais

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 Frota antiga e tecnologia obsoleta; Serviço irregular de vans operando em todo o DF 850 veículos; Ausência de integração entre os modos e serviços; Dispersão das linhas;

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Mobilidade Urbana, Transporte não motorizado, Engenharia de Tráfego, Rio Paranaíba, Transportes.

PALAVRAS-CHAVE: Mobilidade Urbana, Transporte não motorizado, Engenharia de Tráfego, Rio Paranaíba, Transportes. Segurança viária em cidades de pequeno porte: Estudo em Rio Paranaíba MG. Luana Ferreira Borges¹; Vinícius Martins Vieira²; Camila Canhestro Guimarães³; Aline Monteiro dos Santos 4 ; Antônio José Prata

Leia mais

TRANSPORTE COLETIVO SISTEMAS INTEGRADOS DE TRANSPORTE URBANO

TRANSPORTE COLETIVO SISTEMAS INTEGRADOS DE TRANSPORTE URBANO SISTEMAS INTEGRADOS DE TRANSPORTE URBANO TRANSPORTE COLETIVO M. Eng. André Cademartori Jacobsen Especialista em Benchmarking Associação Latino-americana de Sistemas Integrados e BRT (SIBRT) 28/Nov/2012

Leia mais

Mobilidade Urbana. Plano Diretor Urbano. Vitória, 29 de setembro de 2015

Mobilidade Urbana. Plano Diretor Urbano. Vitória, 29 de setembro de 2015 Mobilidade Urbana Plano Diretor Urbano Vitória, 29 de setembro de 2015 Diretrizes Plano Diretor Urbano Melhorar a qualidade da vida ambiental e urbana nos bairros Incentivo ao transporte público coletivo

Leia mais

Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa APRESENTAÇÃO SMT 09 02 2012 RT DT/SPT 09/12

Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa APRESENTAÇÃO SMT 09 02 2012 RT DT/SPT 09/12 MOBILIDADE (e ACESSIBILIDADE) URBANA NO CONTEXTO DO PLANO ESTRATÉGICO SP2040 Superintendência de Planejamento de Transporte Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa planejamento@sptrans.com.br

Leia mais

CONCORRÊNCIA EMTU/SP Nº 014/2013

CONCORRÊNCIA EMTU/SP Nº 014/2013 CONCORRÊNCIA EMTU/SP Nº 014/2013 ANEXO 01 DETALHAMENTO DO OBJETO, DO SISTEMA E DAS CONDIÇÕES DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS ANEXO 01 1 DETALHAMENTO DO OBJETO 1. O OBJETO da PERMISSÃO compreende os serviços

Leia mais

São Paulo 2022. Metodologia de para monitoramento do comportamento da Cidade de São Paulo por Indicadores e Metas

São Paulo 2022. Metodologia de para monitoramento do comportamento da Cidade de São Paulo por Indicadores e Metas São Paulo 2022 Metodologia de para monitoramento do comportamento da Cidade de São Paulo por Indicadores e Metas Cidade Democrática, participativa e descentralizada Transformando São Paulo pela mudança

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE PARELHAS, ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, usando das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município.

O PREFEITO MUNICIPAL DE PARELHAS, ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, usando das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município. DECRETO Nº 011/2014, DE 09 DE ABRIL DE 2014. Altera o Anexo I do Decreto n 007/2014, que dispõe sobre as atribuições, escolaridade e salários dos cargos destinados ao Concurso Público do Município de Parelhas/RN.

Leia mais

Governo Estadual RS 509

Governo Estadual RS 509 1 - RODOVIAS / TRAVESSIA URBANA Governo Federal BR 158, BR 287 e BR 392 Governo Estadual RS 509 Governo Municipal Av. Helvio Basso 2 - MOBILIDADE URBANA Plano Diretor de Mobilidade Urbana TR está pronto.

Leia mais

Mobilidade Urbana e Competidores do Motor de Combustão Interna: o desafio da eficiência versus o custo. Paulo R. Feldmann- FEA USP

Mobilidade Urbana e Competidores do Motor de Combustão Interna: o desafio da eficiência versus o custo. Paulo R. Feldmann- FEA USP Mobilidade Urbana e Competidores do Motor de Combustão Interna: o desafio da eficiência versus o custo Paulo R. Feldmann- FEA USP Nossa experiência no IEE A recarga da bateria de 1 V.E. requer 24 kwh equivalente

Leia mais

Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro

Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro Waldir Peres Superintendente Agência Metropolitana de Transportes Urbanos São Paulo Setembro de 2011 Plano Geral Rio

Leia mais

Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013

Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013 Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013 A gestão pública brasileira é marcada pela atuação setorial, com graves dificuldades

Leia mais

MOBILIDADE URBANA. André Abe Patricia Stelzer

MOBILIDADE URBANA. André Abe Patricia Stelzer MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL André Abe Patricia Stelzer Atualmente, a mobilidade urbana é parte da política de desenvolvimento urbano sustentável. Trata do deslocamento de bens e pessoas e do atendimento

Leia mais

Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado Federal

Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado Federal Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado Federal Audiências Públicas Investimento e Gestão: Desatando o Nó Logístico do Pais 2º Ciclo Financiamento e Gestão da Infraestrutura de Transportes no

Leia mais

RESOLUÇÃO AGERBA N 08, DE 03 DE JUNHO DE 2013.

RESOLUÇÃO AGERBA N 08, DE 03 DE JUNHO DE 2013. RESOLUÇÃO AGERBA N 08, DE 03 DE JUNHO DE 2013. Dispõe sobre a implantação do Sistema de Bilhetagem Eletrônica em linhas metropolitanas de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros. A Diretoria

Leia mais

Modelos de Concessão do Transporte Urbano por Ônibus Práticas e Tendências. Belo Horizonte: Verificação Independente dos Contratos de Concessão

Modelos de Concessão do Transporte Urbano por Ônibus Práticas e Tendências. Belo Horizonte: Verificação Independente dos Contratos de Concessão Modelos de Concessão do Transporte Urbano por Ônibus Práticas e Tendências Belo Horizonte: Verificação Independente dos Contratos de Concessão São Paulo, 15 de agosto de 2014 Agenda 1. Introdução - Belo

Leia mais

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre Anexo VI B Instruções para Elaboração do Estudo de Viabilidade Econômico-Financeira Anexo VI B Instruções para Elaboração do Estudo de Viabilidade Econômico-Financeira

Leia mais

NOVA LEI DA MOBILIDADE URBANA GESTÃO DA DEMANDA EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS

NOVA LEI DA MOBILIDADE URBANA GESTÃO DA DEMANDA EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS NOVA LEI DA MOBILIDADE URBANA GESTÃO DA DEMANDA EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS Matteus Freitas Rio de Janeiro/RJ, 3 de outubro de 2012 Estrutura da Apresentação 1. Contexto; 2. Cingapura - Sistema de Pedágio

Leia mais

Sistema de localização e bloqueio veicular por célula de comunicação Objetivo Principal

Sistema de localização e bloqueio veicular por célula de comunicação Objetivo Principal de comunicação Objetivo Principal Prover uma solução de baixo custo para Identificação, localização, bloqueio e recuperação de veículos roubados ou procurados, através de micro circuitos embarcados de

Leia mais

Indicadores de qualidade da prestação de serviço. mobilidade urbana. contribuição rio como vamos

Indicadores de qualidade da prestação de serviço. mobilidade urbana. contribuição rio como vamos Indicadores de qualidade da prestação de serviço mobilidade urbana contribuição rio como vamos 2015 Apresentação A contribuição do Rio Como Vamos * para o aprimoramento da gestão de mobilidade urbana no

Leia mais

SIPS Sistema de Indicadores de Percepção Social

SIPS Sistema de Indicadores de Percepção Social SIPS Sistema de Indicadores de Percepção Social Mobilidade Urbana IPEA 24 de janeiro de 2011 Sumário 1. Introdução 2. Mobilidade e meios de transporte 3. Meios de transporte e questões de infraestrutura

Leia mais

Flávio Ahmed CAU-RJ 15.05.2014

Flávio Ahmed CAU-RJ 15.05.2014 Flávio Ahmed CAU-RJ 15.05.2014 O espaço urbano como bem ambiental. Aspectos ambientais do Estatuto da cidade garantia da qualidade de vida. Meio ambiente natural; Meio ambiente cultural; Meio ambiente

Leia mais

POR FAVOR, SEMPRE DESLIGUEM CELULARES e computadores!!! 2 o semestre de 2015

POR FAVOR, SEMPRE DESLIGUEM CELULARES e computadores!!! 2 o semestre de 2015 2º semestre de 2015 POR FAVOR, SEMPRE DESLIGUEM CELULARES e computadores!!! Universidade Presbiteriana Mackenzie Escola de Engenharia Depto. de Engenharia Civil 2 0 semestre de 2015 Aula 1 A Engenharia

Leia mais

Maior parte da extensão de rodovias avaliadas tem problema

Maior parte da extensão de rodovias avaliadas tem problema Mais de 100 mil km percorridos Maior parte da extensão de rodovias avaliadas tem problema Estudo da CNT mostra que 57,3% têm alguma deficiência no estado geral; 86,5% dos trechos são de pista simples e

Leia mais

IIIª Circunferência de Mobilidade Urbana de Florianópolis

IIIª Circunferência de Mobilidade Urbana de Florianópolis Documento confidencial para uso e informação do cliente IIIª Circunferência de Mobilidade Urbana de Florianópolis Dia Mundial sem Carro Divulgação Preliminar dos Resultados das Pesquisas Parte I Visão

Leia mais

1ª SESSÃO: QUESTÕES E OPÇÕES

1ª SESSÃO: QUESTÕES E OPÇÕES Trade and Investment Project Transporte Urbano Presentation to FEMATRO, Maputo -- 22 Maio 2008 Richard Iles Teresa Muenda 1ª SESSÃO: QUESTÕES E OPÇÕES 1 1 PROBLEMAS DOS TRANSPORTES URBANOS EM MAPUTO Níveis

Leia mais

DECRETO Nº. 8.780, DE 02 DE JULHO DE 2009.

DECRETO Nº. 8.780, DE 02 DE JULHO DE 2009. DECRETO Nº. 8.780, DE 02 DE JULHO DE 2009. Dispõe sobre as competências, a estrutura básica e o Quadro de Lotação de Cargos Comissionados da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana - SEMOB, e dá outras

Leia mais

Guia para compra de passagens e contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros. Suburbano e Rodoviário

Guia para compra de passagens e contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros. Suburbano e Rodoviário Guia para compra de passagens e contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros 100 95 Suburbano e Rodoviário 75 25 5 0 Introdução A Artesp tem a finalidade de regulamentar e fiscalizar todas as

Leia mais

PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA

PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA INTRODUÇÃO A mobilidade das cidades tem se tornado um desafio cada vez maior com o passar do tempo. Em 10 anos, a frota de automóveis e motocicletas cresceu 400% no

Leia mais

Plano de Mobilidade Sustentável. Por uma cidade amiga da bicicleta Abril 2011

Plano de Mobilidade Sustentável. Por uma cidade amiga da bicicleta Abril 2011 Plano de Mobilidade Sustentável. Por uma cidade amiga da bicicleta Abril 2011 Cronograma Índice Apresentação da TC Urbes Objetivos do Plano de Mobilidade Sustentável Cidade e Mobilidade Diagnóstico Planejamento

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 402 DE 26 DE ABRIL DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 402 DE 26 DE ABRIL DE 2012. RESOLUÇÃO Nº 402 DE 26 DE ABRIL DE 2012. Estabelece requisitos técnicos e procedimentos para a indicação no CRV/CRLV das características de acessibilidade para os veículos de transporte coletivos de passageiros

Leia mais

PRIORIDADES POLÍTICA PARA O TRANSPORTE URBANO NO BRASIL

PRIORIDADES POLÍTICA PARA O TRANSPORTE URBANO NO BRASIL PRIORIDADES POLÍTICA PARA O TRANSPORTE URBANO NO BRASIL COMPETÊNCIA DA SECRETARIA ESPECIAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO - SEDU/PR (Lei Federal 9.649, de 27 de maio de 1998, alterada pela Medida Provisória

Leia mais

Transporte público no Rio de Janeiro: encontrando soluções para uma mobilidade sustentável.

Transporte público no Rio de Janeiro: encontrando soluções para uma mobilidade sustentável. Transporte público no Rio de Janeiro: encontrando soluções para uma mobilidade sustentável. Richele Cabral 1 ; Eunice Horácio S. B. Teixeira 1 ; Milena S. Borges 1 ; Miguel Ângelo A. F. de Paula 1 ; Pedro

Leia mais

TRANSPORTE PÚBLICO. Novos conceitos para o transporte de passageiros

TRANSPORTE PÚBLICO. Novos conceitos para o transporte de passageiros TRANSPORTE PÚBLICO Novos conceitos para o transporte de passageiros A história do transporte O Começo... o... Caminhos a pé e por animais Os caminhos eram percorridos a pé ou em lombos de cavalos, carroças

Leia mais