Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1

2

3

4

5

6 Baterias Lucas Alterações na gama de Baterias Lucas Estimado Cliente, Informamos sobre algumas alterações que realizámos no presente mês na gama de Baterias Lucas, no sentido de dar melhor resposta às necessidades do nosso mercado. É com agrado que comunicamos o lançamento de 2 novas referências Lucas, sendo que uma delas consiste na bateria para o Suzuki Jimny e o Toyota Yaris, será de 45 Ah e terá a nossa referência 050/ Apresentamos, igualmente, a bateria para a Mitsubishi Canter, com capacidade de 100 Ah e a referência 340/ Poderão encontrar em anexo informação detalhada sobre estas novas baterias. Aproveitamos a oportunidade para vos informar que, na gama que dispomos actualmente, a bateria de ligeiros 154/ de 35 Ah e a bateria de pesados 643/ de 110 Ah, irão passar a ter a fixação B01 (conforme desenho), após o escoamento do stock actual. Os melhores cumprimentos, Carlos Gomes Abril 2012 TRW Automotive Portugal, Lda. Tel: Centro Empresarial de Talaíde Fax: Estrada Octávio Pato Talaíde

7 Baterias Lucas Características das novas baterias 2012 Características: Tensão: 12V Capacidade Nominal: 45 Ah Capacidade de Arranque: 330 A(EN) Dimensões em mm: comp 238 x larg 129 x alt 227 Positivo: Esquerda Borne: Nº 3 Principais aplicações: SUZUKI Jimny V 1998> TOYOTA Rav4 I V 1994>2000 Ref. 050/ TOYOTA Yaris V 1999> TOYOTA Yaris 1.5 TS 2003> TOYOTA Yaris Verso > Características: Tensão: 12V Capacidade Nominal: 100 Ah Capacidade de Arranque: 600 A(EN) Dimensões em mm: comp 413 x larg 175 x alt 220 Positivo: Esquerda Borne: Nº 1 Principais aplicações: Ref. 340/ MITSUBISHI Canter Abril 2012 TRW Automotive Portugal, Lda. Tel: Centro Empresarial de Talaíde Fax: Estrada Octávio Pato Talaíde

8 Lâmpadas Lucas Lâmpadas Lucas Expositor ZMB271 Estimado Cliente, O expositor de lâmpadas Lucas ZMB271 sofreu uma alteração de composição. Nova composição: LLB LLB LLB LLB448 5 LLB LLB472 5 LLB LLB477 5 LLB LLB LLB LLB LLB434 * 10 LLB501A 10 LLB LLB383 * 2 LLB385 * 2 * Referências novas A nova versão do expositor passará a incluir 3 novas lâmpadas. LLB383 LLB434 LLB385 Os melhores cumprimentos, 21/5W BaW15d 6W BAX9s 21W BaW15s Nelson Gracias. Março 2012 TRW Automotive Portugal, Lda. Tel: Centro Empresarial de Talaíde Fax: Estrada Octávio Pato Talaíde S. Domingos Rana

9 Abril 2012 WYNN S APRESENTA: REGENERADOR DO DPF & LIMPEZA DO DPF Trajectos curtos, engarrafamentos e o tráfego dentro das cidades são situações que dificultam a regeneração dos filtros de partículas. Isto restringe o fluxo de gases de escape, que originará a perda de potência. A Wynn s agora tem a solução: Regenerador de filtros de partículas diesel (DPF) para profissionais e Produto de limpeza dos filtros de partículas diesel (DPF) para o consumidor final. Dois aditivos muito eficazes, que regeneram o filtro enquanto conduz e sem necessidade de o limpar manualmente ou desmontar a peça do veículo. Os motores diesel emitem muito mais partículas nocivas que os motores a gasolina ou a GPL. Estas partículas são causadas pela combustão incompleta do combustível no motor, e são expelidos para a atmosfera pelos gases de escape. Estas finas partículas são prejudiciais para o homem e para o ambiente. Para reduzir essas emissões nocivas, os fabricantes automóveis instalaram filtros de partículas nos seus veículos, que filtram estas partículas impedindo de seguirem directamente para a atmosfera. Menos poluição = Melhor para o ambiente e para todos nós! A desvantagem destes filtros é que ficam saturados/entupidos com estas partículas ao fim de 600 e 1000Km, pelo que terão que ser regularmente regenerados. Regenerar o quê? A palavra regenerar significa que as partículas não queimadas e acumuladas no filtro, irão ser queimadas a temperaturas muito elevadas (650 C). Esta temperatura é apenas atingida quando o motor trabalha a alta velocidade durante 20 minutos. A isto designa-se regeneração passiva. Devido aos engarrafamentos e ao tráfego citadino, a velocidade e temperatura não são normalmente atingidas, e as partículas não são queimadas, causando o entupimento do filtro. Um filtro saturado faz com que a emissão de gases seja restringida, causando a perda de potência do motor. Regenerador DPF e Produto Limpeza DPF Wynn s A Wynn s desenvolveu especialmente estes dois produtos para ajudar a regenerar o filtro de forma preventiva. Um componente activo destes produtos reduz a temperatura de combustão das partículas para ± 450 C. Isto significa que a combustão das partículas ocorre de forma mais rápida, fazendo com que hajam menos riscos do filtro entupir. Mesmo que a luz de aviso acenda, poderá continuar a utilizar os produtos Wynn s, uma vez que estes vão ajudar a queimar as partículas acumuladas, permitindo aos gases de escape fluírem através do filtro, e continuando com o processo de regeneração do filtro de uma forma mais célere. Pág. 1 TRW Automotive Portugal, Lda. Centro Empresarial de Talaíde Estrada Octávio Pato Talaíde S. Domingos Rana T: F:

10 Basta despejar o conteúdo da embalagem no depósito de combustível e deixar o produto fazer o resto. E quanto aos sistemas de regeneração automáticos disponíveis em alguns veículos? Alguns fabricantes automóveis equipam os seus motores diesel com um pequeno reservatório contendo o aditivo que é automaticamente adicionado ao combustível para limpar o filtro de partículas. Colocar os produtos Wynn s no depósito de combustível, não causa qualquer problema a este sistema de regeneração automática. Pelo contrário, ele irá ajudar na regeneração do filtro. Vantagens do Regenerador e Limpeza dos filtros de partículas Wynn s: Limpa e regenera facilmente o filtro de partículas sem necessidade de o desmontar. Reduz a acumulação das partículas no filtro. Reduz a temperatura necessária para a combustão das partículas, o que permite queimar mais rapidamente as partículas, e a temperaturas mais baixas. Restitui a potência do motor. Evita custos relacionados com a regeneração manual do filtro de partículas (regeneração activa). Pode ser usado em combinação com os sistemas de regeneração automática. Resultados muito rápidos! Pág. 2 TRW Automotive Portugal, Lda. Centro Empresarial de Talaíde Estrada Octávio Pato Talaíde S. Domingos Rana T: F:

11 INFORMAÇÕES TÉCNICAS REGENERADOR DPF W28392 Aparência: Densidade a 20 C: líquido amarelo claro 0,812 kg/dm³ Flash Point : 75 C Índice de refracção a 20 C: 1,453 Volume por embalagem: Quantidade por caixa: 500 ml 12 x 500ml INFORMAÇÕES TÉCNICAS LIMPEZA DPF W28272 Aparência: Densidade a 20 C: líquido amarelo claro 0,813 kg/dm³ Flash Point : 74 C Índice de refracção a 20 C: 1,45 Volume por embalagem: Quantidade por caixa: 325 ml 12 x 325ml Pág. 3 TRW Automotive Portugal, Lda. Centro Empresarial de Talaíde Estrada Octávio Pato Talaíde S. Domingos Rana T: F:

12 Filtros de Partículas Diesel Condições Comerciais Abril 2012 Lançamento em exclusivo de Filtros de Partículas Diesel da Delphi No seguimento da informação de marketing do mês passado sobre os Filtros de Partículas Diesel Delphi, informamos que a gama já se encontra disponível para encomenda. Para auxiliar o distribuidor quando confrontado com questões sobre filtros de partículas Diesel, anexamos uma informação de marketing que aborda a regulamentação europeia de emissões poluentes, princípios de funcionamento dos filtros de partículas Diesel, a regeneração e o uso de aditivos. Juntamos também a nota de garantia da Delphi, DW076, a qual define as directrizes do processo de garantia para os filtros de partículas Diesel. Ambas as informações devem ser lidas na íntegra pois contêm informação relevante sobre os filtros de partículas Diesel. Os clientes que fazem parte da rede oficial Delphi Diesel podem utilizar o Delphi Direct Evolution para consultar os boletins técnicos da Delphi sobre filtros de partículas. No decorrer do segundo semestre de 2012 os filtros de partículas Diesel da Delphi vão passar a constar no TECdoc. Os melhores cumprimentos, Nelson Gracias

13 Filtros de Partículas Diesel Condições Comerciais Abril 2012 Filtros de Partículas Diesel Delphi Referência Delphi Descrição Código Desconto PVP (S/ IVA) Figura HDP101 VECTRA 1.9 CDTI Filtro de Partículas Diesel+ Catalisador ED 760,00 HDP102 PSA Filtro de Partículas Diesel ED 450,00 HDP103 PSA Filtro de Partículas Diesel ED 485,00 HDP104 PSA / FIAT Filtro de Partículas Diesel ED 460,00 HDP105 FOCUS 1.6 TDCI Filtro de Partículas Diesel + Catalisador ED 600,00 MAZDA CD HDP106 Filtro de Partículas Diesel + Catalisador ED 600,00 HDP107 (Inc. HDP108) PSA 2.0 HDI Filtro de Partículas Diesel + Catalisador ED 730,00 + HDP108 PSA 2.0 HDI Filtro de Partículas Diesel ED 400,00 HDP109 ZAFIRA 1.9 CDTI Filtro de Partículas Diesel + Catalisador ED 950,00 HDP110 ZAFIRA 1.9 CDTI Filtro de Partículas Diesel + Catalisador ED 760,00

14 Filtros de Partículas Diesel Informação Marketing Abril 2012 Introdução A presente nota informativa pretende esclarecer as questões mais frequentes sobre Filtros de Partículas Diesel e as respectivas normas europeias de emissões. Durante as últimas duas décadas temos assistido à constante evolução dos sistemas de injecção de combustível, verificando-se uma evolução significativa dos sistemas de injecção Diesel, que se tornaram bastante populares graças aos modernos sistemas Common Rail. Também nas últimas duas décadas, a União Europeia tem procurado regular o sector automóvel, impondo normas de emissões que visam reduzir as emissões de CO, NO x e de partículas. Como poderá verificar na tabela 1, as sucessivas normas de emissões são cada vez mais restritas. Norma Data CO NOx Partículas Número limite Implementação g/km g/km g/km de partículas Euro 1 07/1992 2,72-0,14 - Euro 2 01/1996 1,00-0,08 - Euro 3 01/2000 0,64 0,50 0,05 - Euro 4 01/2005 0,50 0,25 0,025 - Euro 5a 09/2009 0,50 0,18 0,005 - Euro 5b 09/2011 0,50 0,18 0,0045 6x10 11 / km Euro 6 09/2014 0,50 0,08 0,0045 6x10 11 / km Tabela 1 Conjuntamente com a União Europeia, os fabricantes de sistemas de injecção, como a Delphi, têm procurado encontrar soluções para minimizar as emissões poluentes, visando melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Página 1 de 7 TRW Automotive Portugal, Lda. Centro Empresarial de Talaíde Estrada Octávio Pato Talaíde Tel.: S. Domingos de Rana

15 Filtros de Partículas Diesel Informação Marketing Abril 2012 O objectivo comum é gradualmente reduzir as emissões, estabelecendo metas (normas) que sejam exequíveis quer para os fabricantes de sistemas de injecção quer para os fabricantes de veículos. Se reduzir significativamente as emissões apresenta desafios consideráveis, reduzilas recorrendo a soluções globais (e economicamente viáveis) é ainda um desafio maior. Tendo em consideração as soluções tecnológicas actuais e o plano de normas estabelecidas pela União Europeia (tabela 1), hoje sabemos que todos os veículos ligeiros de passageiros equipados com motores Diesel serão obrigados a utilizar filtros de partículas para conseguirem cumprir a norma Euro 6 pois, tanto a norma Euro 5b como a Euro 6 são bastante restritas e destacam-se de todas as anteriores por definirem, pela primeira vez, um limite máximo para o número de partículas que o veículo pode emitir. Assim, é certo que os filtros de partículas Diesel vieram para ficar, tornando-se numa excelente oportunidade de negócio para os operadores do mercado pós-venda. Em suma, as normas impostas pela União Europeia propõem melhorar a qualidade de vida de todos os cidadãos, tornando os veículos mais eficientes e amigos do ambiente. Futuro! Página 2 de 7 TRW Automotive Portugal, Lda. Centro Empresarial de Talaíde Estrada Octávio Pato Talaíde Tel.: S. Domingos de Rana

16 Filtros de Partículas Diesel Informação Marketing Abril 2012 Sobre os filtros de partículas Delphi Os filtros de partículas Diesel (DPF, do inglês) da Delphi são totalmente novos e são oferecidos em diversas configurações, com ou sem catalisador. Além de totalmente novos, todos os DPF s da Delphi são fabricados em Carbeto de Silício (SiC). O Carbeto de Silício apresenta um ponto de fusão de cerca 2700 ºC, um valor bastante superior ao dos filtros fabricados em Cordierita (1200 ºC). Devido ao ponto de fusão relativamente baixo dos filtros fabricados em Cordierita, a Delphi utiliza DPF s em SiC, mesmo que o original seja em Cordierita. Princípios de funcionamento O filtro de partículas Diesel é um dispositivo concebido para reter as partículas Diesel e a fuligem proveniente da combustão dos motores Diesel. No seguimento das restritas imposições Europeias relativas às emissões poluentes, nomeadamente norma Euro 5 e Euro 6, os filtros de partículas Diesel assumem um papel preponderante, ao conseguirem reter as partículas e a fuligem de modo a que os veículos ligeiros de passageiros (equipados com motores Diesel) possam cumprir essas mesmas normas. Sendo o DPF um dispositivo que retém partículas e a fuligem, rapidamente poderá reter uma quantidade significativa de produtos da combustão que leve à obstrução do mesmo. Assim, os fabricantes desenvolveram um processo de remoção da fuligem conhecido como regeneração. Página 3 de 7 TRW Automotive Portugal, Lda. Centro Empresarial de Talaíde Estrada Octávio Pato Talaíde Tel.: S. Domingos de Rana

17 Filtros de Partículas Diesel Informação Marketing Abril 2012 Sobre a regeneração A regeneração é o processo que consiste na remoção dos produtos da combustão acumulados no filtro de partículas. Este processo releva-se preponderante na durabilidade e manutenção do DPF pois, caso a regeneração não ocorra com regularidade, o filtro poderá atingir um nível de obstrução tal que obrigue à substituição do mesmo. O processo de regeneração poderá ser dividido em dois grupos. O primeiro, a regeneração passiva, ocorre sem qualquer consumo adicional de combustível e aproveita as elevadas temperaturas dos gases de escape para, no catalisador do DPF, provocar uma oxidação dos produtos de combustão. Esta reacção ocorre sem que o condutor se aperceba e aproveita os gases de escape a mais de 350 ºC para provocar a catálise dos produtos acumulados. Contudo, nem sempre os motores conseguem atingir a temperatura necessária para provocar uma regeneração passiva e, nestes casos, o filtro de partículas Diesel poderá iniciar um ciclo de regeneração activa. A regeneração activa consiste em utilizar uma quantidade adicional de combustivel para elevar a temperatura no DPF para os valores desejados. Este processo poderá ser realizado recorrendo a uma injecção tardia durante a fase de escape do motor ou através de um quinto injector montado no DPF. Tanto o processo de Injectar directamente combustivel no DPF (como se verifica nos motores Renault K9K que utilizam a bomba injectora Delphi DFP1.15 ou nos Toyota D-cat) como o de realizar uma injecção tardia, aumentam o consumo de combustível, já que o combustível utilizado não proporciona qualquer trabalho adicional. Note que a regeneração activa também poderá ocorrer se os sensores do filtro informarem a unidade de comando que o nível obstrução é elevado e, apesar da maioria das regenerações activas ocorrerem sem o condutor se aperceber, em alguns veículos sempre que se interrompe a regeneração(desligando o motor antes que esta esteja concluída) é possível constatar que o veículo adopta rotinas alternativas (por exemplo: após desligar o motor o sistema de refrigeração fica a trabalhar e o escape revela um odor particular). Página 4 de 7 TRW Automotive Portugal, Lda. Centro Empresarial de Talaíde Estrada Octávio Pato Talaíde Tel.: S. Domingos de Rana

18 Filtros de Partículas Diesel Informação Marketing Abril 2012 Importante: Consulte sempre o manual do veículo para saber as recomendações do fabricante quanto à regeneração do filtro de particulas Diesel e verá que irá encontrar informação importante. Exemplo do manual do Volvo V50 DrivE: A regeneração é feita automaticamente com um intervalo de 300 a 900 quilometros Para aumentar a carga do motor durante o processo de regeneração, o aquecimento do vidro traseiro pode ser activado automaticamente sem que seja dada nenhuma indicação Quando o filtro fica cheio até cerca de 80%, acende-se o triângulo de sinalização de perigo amarelo (...). Proceda à regeneração do filtro conduzindo o automóvel, de preferência em estradas principais ou autoestradas, até que o motor atinja a temperatura normal de funcionamento. Após atingida a temperatura o automóvel deve ser conduzido por mais de 20 minutos. Após terminada a regeneração, a mensagem apaga-se automaticamente. Aditivos Alguns fabricantes utilizam aditivos para tornarem a regeneração mais rápida e eficiente. Estes aditivos, na sua generalidade à base de Ferro(Fe) e Cério(Ce), reduzem a temperatura a que a fuligem é queimada, facilitando a regeneração dos DPF s. Ao tornar a regeneração mais eficiente e rápida, os aditivos poupam combustível durante esse processo. No caso de substituir um filtro de partículas num veículo que utilize aditivo para auxiliar a regeneração, não é obrigatório trocar ou colocar mais aditivo, já que os aditivos de hoje têm uma durabilidade bastante elevada (1,7l de aditivo = km). Contudo, note que nestes veículos a regeneração só ocorre na sua plenitude se existir aditivo no tanque. Assim, sempre que mude um filtro de partículas Diesel deverá assegurar-se que o veículo ainda tem aditivo no tanque e apenas efectue a substituição (ou ateste) caso o nível esteja no limite mínimo. (Poderá verificar o nível do aditivo recorrendo a uma máquina de diagnóstico) Importante: Utilize sempre o aditivo recomendado pelo fabricante do veículo. Aditivos não recomendados poderão não ter a performance desejada. O sistema instalado no veículo e o calculador foram projectados para serem utilizados com um tipo específico de aditivo. Página 5 de 7 TRW Automotive Portugal, Lda. Centro Empresarial de Talaíde Estrada Octávio Pato Talaíde Tel.: S. Domingos de Rana

19 Filtros de Partículas Diesel Informação Marketing Abril 2012 Como substituir o aditivo (exemplo: Peugeot 308 ( )) A presente nota técnica destina-se a exemplificar a reiniciação do calculador do aditivo. Esta operação só deve ser realizada após atestar ou substituição o aditivo de regeneração. Utilize sempre o aditivo recomendado pelo fabricante. Atenção: Não deixe o aditivo em contacto com superfícies pintadas. Mude o tanque flexível que contém o aditivo Coloque o veículo no elevador Desligue os cabos da bateria Desaperte as fixações [1] e remova a tampa [2] (conforme a ilustração 1) Ilustração 1 Remova o(s) tubo(s) [2] da bomba doseadora [3] Remova o reservatório do aditivo [1] (conforme a ilustração 2) Monte o novo reservatório com aditivo e siga os passos pela ordem inversa. Reinicie o nível de aditivo utilizando um equipamento de diagnóstico. (Exemplo: Delphi DS150E) Ilustração 2 Página 6 de 7 TRW Automotive Portugal, Lda. Centro Empresarial de Talaíde Estrada Octávio Pato Talaíde Tel.: S. Domingos de Rana

20 Filtros de Partículas Diesel Informação Marketing Abril 2012 Utilizando como exemplo a plataforma de diagnóstico da Delphi (DS150E), seleccione o veículo em questão e escolha «sistema do aditivo». Inicie a comunicação com o veículo e siga as instruções do equipamento de diagnóstico. Nota: Os utilizadores do Delphi Direct Evolution podem consultar esta informação através do boletim técnico TB0029. Página 7 de 7 TRW Automotive Portugal, Lda. Centro Empresarial de Talaíde Estrada Octávio Pato Talaíde Tel.: S. Domingos de Rana

21 Informação Diesel GARANTIA ABR 2012 DW076(PT) COMERCIALMENTE CONFIDENCIAL Garantia e Orientação Técnica do Filtro de Partículas Diesel da Delphi EQUIPAMENTO: ASSUNTO: Todas as Aplicações Garantia e Orientação Técnica do Filtro de Partículas Diesel da Delphi 1. INTRODUÇÃO Esta nota define a política de garantia para todas as aplicações do filtro de partículas diesel da Delphi. 1.1 Construção O filtro de partículas diesel da Delphi é uma caixa de aço inoxidável soldada, construída por medida para cada aplicação do veículo. Os suportes de apoio, fixação do sensor e tubagens do sensor são todos reproduzidos de acordo com as especificações do equipamento original. O substrato ou meio filtrante é construído em carboneto de silício para aumentar a durabilidade. O filtro de partículas diesel pode ser fornecido com um catalisador de oxidação diesel integral integrado durante a construção, mas específico à aplicação. 2. GARANTIA O filtro de partículas diesel da Delphi tem uma garantia quanto a problemas mecânicos, desde que as linhas de orientação do fabricante do veículo tenham sido seguidas e que todos os protocolos de serviço quanto ao óleo do motor e aditivo de regeneração tenham sido tidos em conta. É imperativo que seja utilizado o kit de montagem adequado no processo de substituição, para minimizar a possibilidade de vibração e derrames. A unidade não tem fugas nas uniões soldadas, soldas do tubo do sensor e saliências do sensor. 2.1 Condições em que a garantia é rejeitada O substrato bloqueado não é uma condição abrangida pela garantia. Isto deve-se a um mau funcionamento dos componentes externos ao filtro de partículas diesel. Danos na superfície externa da tubagem ou caixa. Roscas estriadas no tubo ou saliências do sensor. Fixações partidas como resultado de defeitos de montagem do motor ou sistema de escape. Danos de acidentes através de impacto ou ao encalhar. DELPHI Diesel Systems Ltd, Diesel Aftermarket, Spartan Close, CV34 6AG, Warwick, England. Tel: [44] [0] Fax: [44] [0] Delphi

22 DW076(PT) - ABR de 3 Problemas relacionados com o ciclo de condução que necessitem de uma actividade de regeneração forçada repetida. Ausência de dados de diagnóstico relevantes ao potencial modo de falha. Qualquer filtro de partículas diesel exposto a limpeza externa que não seja parte do sistema de controlo do fabricante do veículo. 2.2 Período de Garantia O filtro de partículas diesel da Delphi tem uma garantia de 12 meses ou km a partir da data da primeira utilização. 3. PROCESSO DE GARANTIA Em qualquer caso, o Distribuidor Nacional da Delphi tem de ser contactado antes de efectuar qualquer substituição ao abrigo do processo de garantia. O Distribuidor Nacional aconselhará quanto ao processo adequado a ser levado a cabo. Em qualquer caso, o número de autorização tem de ser emitido antes da substituição da unidade. Este número de referência única tem de ser indicado no formulário de activação da garantia. Será necessário que o centro de reparação forneça os dados de diagnóstico antes e após a regeneração, para que uma queixa ao abrigo da garantia seja aceite. Pode usar o formulário da Delphi DDFX100 ou sistema de garantia Web para activação da garantia. Todas as queixas têm de conter os seguintes dados: 1. Marca, modelo e ano do veículo. 2. Leitura do odómetro da primeira colocação e data da primeira colocação. 3. Leitura do odómetro no ponto de falha e data da falha. 4. Natureza da falha: a. Isto tem de ser suportado com dados de diagnóstico e qualquer prova fotográfica relevante como anexo à activação da garantia. b. Quaisquer códigos de falha relevantes registados no sistema de gestão do veículo. 5. O número de autorização emitido pelo Distribuidor Nacional da Delphi. Nota: A responsabilidade da decisão de mudar um filtro de partículas diesel ao abrigo da garantia permanece do Distribuidor Nacional da Delphi, com indicações da Sede de Operações de Serviços da Delphi. O Distribuidor Nacional da Delphi informa se o produto antigo tem de ser devolvido. Peças livres de encargos não serão fornecidas pela Delphi. Todas as peças usadas na reparação ao abrigo da garantia serão encomendadas através dos canais de fornecimento normais e respectivamente facturadas. Será dado um crédito através do processo de garantia. A Delphi reembolsará o distribuidor apenas pelos custos das peças. Isto abrange qualquer kit de montagem usado na reparação. A Delphi não reembolsa quaisquer custos de mão-de-obra necessários para a remoção e nova colocação do componente no veículo.

23 DW076(PT) - ABR de 3 A Delphi pode pedir que o material seja devolvido para ser examinado, se não for encontrado localmente uma resolução da garantia. Nestes casos, se não for encontrada qualquer falha no produto, os custos permanecem da responsabilidade da respectiva oficina. 4. FACTORES A SEREM CONSIDERADOS ANTES DE EFECTUAR UMA QUEIXA AO ABRIGO DA GARANTIA As falhas do filtro de partículas a diesel podem dever-se a: Fraca manutenção do motor. Sensores da pressão ou da temperatura / tubos a funcionarem mal (condensação nos tubos). Temperatura incorrecta do óleo. Válvula EGR (recirculação dos gases de escape) danificada. Sistema de escape danificado. Corrosão / fracturas. Combustível incorrecto. Todos os pontos acima devem ser confirmados como reparados ou em bom estado antes de fazer uma queixa ao abrigo da garantia. Nota: Filtros de partículas diesel activos que usem aditivos para ajudar na regeneração nunca devem ser usados sem este líquido, pois isso pode dar origem a um filtro de partículas diesel bloqueado. Quando colocar um novo filtro de partículas diesel activo ou encher o aditivo, a ECU tem de ser reiniciada em: Novo filtro de partículas diesel / aditivo cheio Isto aplica-se à substituição do filtro de partículas diesel no período da garantia, bem como o intervalo geral de manutenção. A regeneração não é efectuada quando: A luz do combustível estiver ligada ou houver menos de 20 litros de combustível no depósito. A luz de gestão do motor estiver ligada. O Distribuidor Nacional da Delphi está disponível para apoio técnico e conselhos quanto à garantia.

Filtros de Partículas Diesel

Filtros de Partículas Diesel Introdução A presente nota informativa pretende esclarecer as questões mais frequentes sobre Filtros de Partículas Diesel e as respectivas normas europeias de emissões. Durante as últimas duas décadas

Leia mais

Filtro de partículas diesel

Filtro de partículas diesel Filtro de partículas diesel 12.07 - anual de instruções P 51145778 DFG 316-320 08.10 DFG 316s-320s DFG 425-435 DFG 425s-435s Prefácio Para obter o melhor e mais seguro rendimento do veículo industrial,

Leia mais

CAR SERVICE DIESEL CENTER ATENÇÃO!! Instrucções a seguir para a substituição de um turbocompressor

CAR SERVICE DIESEL CENTER ATENÇÃO!! Instrucções a seguir para a substituição de um turbocompressor ATENÇÃO!! A experiência tem-nos demonstrado que a origem da avaria de um turbocompressor deve ao seu envolvente. Por isso, é fundamental conhecer a causa que provocou a avaria, para corrigi-la e não tornar

Leia mais

BR_EU_PORT_11:Layout 1 04/04/2011 10:46 Page 1 PRODUTOS 2011

BR_EU_PORT_11:Layout 1 04/04/2011 10:46 Page 1 PRODUTOS 2011 PRODUTOS 2011 Porquê Online? Autodata Online é o produto mais avançado disponível para oficinas. A versão Online garante aos técnicos o acesso a informação sempre actualizada e precisa, através do sistema

Leia mais

GAMA FIAT GPL BI-FUEL: PROJECTADA, FABRICADA E GARANTIDA PELA FIAT

GAMA FIAT GPL BI-FUEL: PROJECTADA, FABRICADA E GARANTIDA PELA FIAT GAMA FIAT GPL BI-FUEL: PROJECTADA, FABRICADA E GARANTIDA PELA FIAT GPL Euro 5 da Fiat Segurança Economia Tecnologia Ecologia A Gama Fiat GPL Bi-Fuel 1 GPL Euro 5 da Fiat A nova oferta GPL Euro 5 da Fiat

Leia mais

Bosch Injection Systems A chave para o sucesso da sua oficina

Bosch Injection Systems A chave para o sucesso da sua oficina Bosch Injection Systems A chave para o sucesso da sua oficina Novas oportunidades para a sua oficina Está preparado? O objectivo: Dominar o diagnóstico e reparação dos sistemas de injecção diesel e gasolina.

Leia mais

M a n u a l d o M e c â n i c o

M a n u a l d o M e c â n i c o M a n u a l d o M e c â n i c o folder2.indd 1 20/11/2009 14 12 35 Manual do Mecânico GNV GÁS NATURAL VEICULAR Entenda o GNV e saiba quais os cuidados necessários para a manutenção de veículos que utilizam

Leia mais

1-73 21 MM ALIMENTAÇÃO 6 PEÇAS 1/2 3/8 3/8 1/2 3/8 CV CHROME 1/2 3/8 NOVO ARTIGO NOVO ARTIGO NOVO. Bomba Injectora

1-73 21 MM ALIMENTAÇÃO 6 PEÇAS 1/2 3/8 3/8 1/2 3/8 CV CHROME 1/2 3/8 NOVO ARTIGO NOVO ARTIGO NOVO. Bomba Injectora 1-73 40154007 Kit Chaves Injectores Diesel 103,85 6 1/2 CM MOLYBDENUM Este Kit contém novas chaves para os motores mais recentes incluindo Ford Dura-torq em Mondeo/Transit e Chrysler Voyager e Land Rover

Leia mais

Manual de instruções RECICLADOR AUTOMOTIVO RECIGASES. Desenvolvido por:

Manual de instruções RECICLADOR AUTOMOTIVO RECIGASES. Desenvolvido por: Manual de instruções RECICLADOR AUTOMOTIVO RECIGASES Desenvolvido por: Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. FUNÇÕES BÁSICAS... 4 3. PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 5 4. CONDIÇÕES DE SEGURANÇA... 7 5. COMPONENTES

Leia mais

Activamos o seu negócio

Activamos o seu negócio Activamos o seu negócio CATÁLOGO EQUIPAMENTOS HOTELEIROS E LAVANDARIAS 2013 - INOXS Caros parceiros de negócio, esta é a nossa Tabela de Preços de Equipamentos hoteleiros e de lavandaria 2013. Num mercado

Leia mais

Sistema de Tensionamento de Correias SKF. A forma da SKF apoiar a transmissão Fácil Rápido Repetitivo

Sistema de Tensionamento de Correias SKF. A forma da SKF apoiar a transmissão Fácil Rápido Repetitivo Sistema de Tensionamento de Correias SKF A forma da SKF apoiar a transmissão Fácil Rápido Repetitivo Sistema de Tensionamento de Correias SKF Uma solução inovadora para as transmissões por correias É sabido

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES WWW.ELGIN.COM.BR UMIDIFICADOR DE AR FGUA-03AZ-0 SAC: 0800 7035446 GDE. SÃO PAULO (11) 3383-5555

MANUAL DE INSTRUÇÕES WWW.ELGIN.COM.BR UMIDIFICADOR DE AR FGUA-03AZ-0 SAC: 0800 7035446 GDE. SÃO PAULO (11) 3383-5555 WWW.ELGIN.COM.BR MANUAL DE INSTRUÇÕES UMIDIFICADOR DE AR FGUA-03AZ-0 Atenção: antes de usar o produto leia cuidadosamente as instruções deste manual. SAC: 0800 7035446 GDE. SÃO PAULO (11) 3383-5555 VANTAGENS

Leia mais

ALD PROFLEET2 SOLUÇÕES AVANÇADAS DE TELEMÁTICA

ALD PROFLEET2 SOLUÇÕES AVANÇADAS DE TELEMÁTICA ALD PROFLEET2 SOLUÇÕES AVANÇADAS DE TELEMÁTICA O que é o ALD ProFleet2? É um serviço de dados que utiliza um sistema telemático avançado de gestão de frotas e que lhe permite administrar, localizar em

Leia mais

CAPÍTULO 16 - Filtro de Particulado

CAPÍTULO 16 - Filtro de Particulado CAPÍTULO 16-16 Este dispositivo, utilizado no sistema de pós-tratamento diesel, tem por objetivo a eliminação ou redução do material particulado presente nos gases de escape. Em operação, as partículas

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50. Fonte: Metalsinter

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50. Fonte: Metalsinter DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50 1) O que são os Diesel S-50 e S-10? Significa Diesel de Baixo Teor de Enxofre. Aqui no Brasil são dois os tipos que serão utilizados em veículos: o S-50 e o S-10.

Leia mais

INTRODUÇÃO. Noções de Eco-Driving

INTRODUÇÃO. Noções de Eco-Driving INTRODUÇÃO Noções de Eco-Driving O desenvolvimento sustentável depende grandemente da adopção de melhores tecnologias (veículos mais eficientes), melhores infra-estruturas (estradas) e sobretudo de mudanças

Leia mais

Atlas Copco. Arrefecedores finais, separadores de água e sistemas de purga COMPLETO, FÁCIL DE INSTALAR E MUITO ECONÓMICO

Atlas Copco. Arrefecedores finais, separadores de água e sistemas de purga COMPLETO, FÁCIL DE INSTALAR E MUITO ECONÓMICO Atlas Copco Arrefecedores finais, separadores de água e sistemas de purga COMPLETO, FÁCIL DE INSTALAR E MUITO ECONÓMICO Uma gama de arrefecedores finais efectivos e de separadores de água em conformidade

Leia mais

Informativo de Assistência Técnica Brasil

Informativo de Assistência Técnica Brasil Informativo de Assistência Técnica Brasil 010/12 29 Agosto 2012 AA/SBZ1-TSS Emitente: Mauricio Pimenta Destinatário Assunto Rede Bosch Diesel Center e Bosch Truck Service Lançamento do Sistema Bosch de

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50 DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50 1) O que são os Diesel S-50 e S-10? Significa Diesel de Baixo Teor de Enxofre. Aqui no Brasil são dois os tipos que serão utilizados em veículos: o S-50 e o S-10.

Leia mais

LOCALIZAÇÃO DE viaturas. ampligest

LOCALIZAÇÃO DE viaturas. ampligest LOCALIZAÇÃO DE viaturas ampligest ampligest Índice A solução mais completa Vantagens Destinatários / utilizadores Apresentação Gestão de frota Outras opções de controlo www.ampliretorno.com Tecnologia

Leia mais

HOVAP SÉRIE 9600 BASICFLOW VÁLVULAS DE PROCESSO MANUAL DE INSTRUÇÕES

HOVAP SÉRIE 9600 BASICFLOW VÁLVULAS DE PROCESSO MANUAL DE INSTRUÇÕES 1 ÍNDICE 2 Introdução 2 2.1 Utilização da válvula 2 2.2 Campo de aplicação 2 2.3 Utilização incorrecta 2 3 Segurança 2 4 Transporte e armazenamento 2 5 Instruções de instalação 2 5.1 Montagem 2 5.2 Instalação

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SCANNER DE INJEÇÃO ELETRÔNICA LINHA HONDA E YAMAHA

MANUAL DO USUÁRIO SCANNER DE INJEÇÃO ELETRÔNICA LINHA HONDA E YAMAHA MANUAL DO USUÁRIO SCANNER DE INJEÇÃO ELETRÔNICA LINHA HONDA E YAMAHA MANUAL DE INSTRUÇÕES SCANNER DE INJEÇÃO ELETRÔNICA LINHA HONDA E YAMAHA O EQUIPAMENTO Com a entrada da Injeção Eletrônica de Combustível

Leia mais

KEYSTONE. Válvulas de Borboleta de elevade performance Winn HiSeal Instruções de funcionamento, instalação e manutenção. www.pentair.

KEYSTONE. Válvulas de Borboleta de elevade performance Winn HiSeal Instruções de funcionamento, instalação e manutenção. www.pentair. KEYSTONE As válvulas de borboleta HiSeal, de elevada perfomance e de dupla excentricidade, estão totalmente de acordo com as classes ANSI 0 e ANSI 300. Índice 1 Armazenagem / Selecção / Protecção 1 2 Instalação

Leia mais

VOLVO BUS latin america. ônibus volvo. qualidade de vida no transporte. www.volvo.com/onibus

VOLVO BUS latin america. ônibus volvo. qualidade de vida no transporte. www.volvo.com/onibus VOLVO BUS latin america ônibus volvo. qualidade de vida no transporte www.volvo.com/onibus EURO 5 ou PROCONVE FASE 7 é uma legislação ambiental, aplicada a caminhões e ônibus, com o objetivo de reduzir

Leia mais

1 ADC45501 Jogo de Pinos de Aperto Mitsubishi / Hyundai / Kia 2 ADG05501/2 Ferramenta Reparadora de Roscas de Sonda Lambda 12 e 18mm 3 ADG05505/6

1 ADC45501 Jogo de Pinos de Aperto Mitsubishi / Hyundai / Kia 2 ADG05501/2 Ferramenta Reparadora de Roscas de Sonda Lambda 12 e 18mm 3 ADG05505/6 (BPPK010) 8 10 3 7 11 5 4 9 6 13 12 2 1 Referência Descrição 1 ADC45501 Jogo de Pinos de Aperto Mitsubishi / Hyundai / Kia 2 ADG05501/2 Ferramenta Reparadora de Roscas de Sonda Lambda 12 e 18mm 3 ADG05505/6

Leia mais

Inovação TECNOLÓGICA DAS MOTORIZAÇÕES

Inovação TECNOLÓGICA DAS MOTORIZAÇÕES Inovação EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DAS MOTORIZAÇÕES DOSSIER 13 JORGE LIZARDO NEVES O futuro é sem dúvida eléctrico Vem aí a Era de motores menos poluentes e mais eficientes. Quem o diz é o Jorge Lizardo Neves,

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÕES. Ar Condicionado de Inversor de Sistema FXNQ20A2VEB FXNQ25A2VEB FXNQ32A2VEB FXNQ40A2VEB FXNQ50A2VEB FXNQ63A2VEB

MANUAL DE OPERAÇÕES. Ar Condicionado de Inversor de Sistema FXNQ20A2VEB FXNQ25A2VEB FXNQ32A2VEB FXNQ40A2VEB FXNQ50A2VEB FXNQ63A2VEB MANUAL DE OPERAÇÕES Ar Condicionado de Inversor de Sistema FXNQ20A2VEB FXNQ25A2VEB FXNQ32A2VEB FXNQ40A2VEB FXNQ50A2VEB FXNQ63A2VEB ÍNDICE LER ANTES DE UTILIZAR Nomes e funções das peças...2 Precauções

Leia mais

Instruções para Implementadores

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Curitiba, Brazil Instruções para Implementadores Data Grupo Edição Pág. 8.2011 95 01 1( 6 ) Eletricidade Instalação de sistemas de rastreamento/monitoramento não instalados/desenvolvidos

Leia mais

ATENÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE A GARANTIA

ATENÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE A GARANTIA ATENÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE A GARANTIA Motor vertical 2 tempos LER O MANUAL DO PROPRIETÁRIO. TRABALHE SEMPRE COM ROTAÇÃO CONSTANTE, NO MÁXIMO 3.600 RPM EVITE ACELERAR E DESACELERAR O EQUIPAMENTO. NÃO TRABALHE

Leia mais

Tenho de mudar. o meu estilo de. vida?

Tenho de mudar. o meu estilo de. vida? Tenho de mudar o meu estilo de vida? E se eu quiser percorrer mais quilómetros? Que distância posso percorrer só com bateria? Por que razão a electricidade é a energia do futuro? O Eléctrico com uma autonomia

Leia mais

Guia de Soluções EcoWin Soluções Ecológicas

Guia de Soluções EcoWin Soluções Ecológicas Guia de Soluções Problemas & Soluções Este manual técnico traz exemplos de situações que surgiram durante a instalação e operação dos sistemas URIMAT no país ou no exterior nos últimos anos. A seguir,

Leia mais

ULITEC-1000 LIMPA TANQUE

ULITEC-1000 LIMPA TANQUE MANUAL DE INSTRUÇÕES ULITEC-1000 LIMPA TANQUE MOTOR ELÉTRICO / MOTOR A GASOLINA APRESENTAÇÃO A DOCTOR DIESEL parabeniza-o(s) pela aquisição do(s) produto(s) de nossa fabricação, pois ao investir em tecnologia

Leia mais

Data de adopção. Referência Título / Campo de Aplicação Emissor. Observações

Data de adopção. Referência Título / Campo de Aplicação Emissor. Observações NP ISO 10001:2008 Gestão da qualidade. Satisfação do cliente. Linhas de orientação relativas aos códigos de conduta das organizações CT 80 2008 NP ISO 10002:2007 Gestão da qualidade. Satisfação dos clientes.

Leia mais

Motores Térmicos. 9º Semestre 5º ano

Motores Térmicos. 9º Semestre 5º ano Motores Térmicos 9º Semestre 5º ano 19 Sistema de Refrigeração - Tópicos Introdução Meios refrigerantes Tipos de Sistemas de Refrigeração Sistema de refrigeração a ar Sistema de refrigeração a água Anticongelantes

Leia mais

Os ganhos ambientais para a sociedade

Os ganhos ambientais para a sociedade Proconve P7 Diesel e emissões A nova legislação 2012 Tudo o que você deve saber sobre o proconve P7 A nova etapa Proconve P7 estabelece limites de emissões mais rígidos para veículos pesados a diesel.

Leia mais

Objetivo. Para apresentar os atributos e benefícios ecológicos e económicos de combustível com o Supertech.

Objetivo. Para apresentar os atributos e benefícios ecológicos e económicos de combustível com o Supertech. Indice Objectivo. Tendências Globais Negativas Historia do Supertech O Que é o Supertech? Como funciona? Fácil de Instalar. Protocolo Touriel (SAE J1321). Pontos Fortes. Mercados. Benefícios Ecológicos.

Leia mais

Porquê o Diesel. Hoje, os veículos a diesel consomem em média menos 30% de combustível e produzem 25% menos emissões de CO 2

Porquê o Diesel. Hoje, os veículos a diesel consomem em média menos 30% de combustível e produzem 25% menos emissões de CO 2 Porquê o Diesel Porquê o Diesel O engenheiro alemão Rudolf Diesel (1858-1913) patenteou o seu projecto para um motor de combustão interna mais eficiente, em 1892. De início os motores diesel foram usados

Leia mais

Novos motores Scania já disponíveis globalmente industriais, marítimos e de geração de energia

Novos motores Scania já disponíveis globalmente industriais, marítimos e de geração de energia Press info P11X27PT / Ann-Helen Tolleman 25 Out 2011 Novos motores Scania já disponíveis globalmente industriais, marítimos e de geração de energia Com a mudança para uma plataforma global de motores,

Leia mais

HPP06 UNIDADE HIDRÁULICA

HPP06 UNIDADE HIDRÁULICA HPP06 UNIDADE HIDRÁULICA A partir do nº de Série 5688 ANTES Antes DE UTILIZAR Agradecemos a sua preferência pela unidade HYCON. Por favor note que a unidade foi vendida sem óleo hidráulico, o qual deverá

Leia mais

CALDEIRAS DE CHÃO DE CONDENSAÇÃO POWER HT

CALDEIRAS DE CHÃO DE CONDENSAÇÃO POWER HT CALDEIRAS DE CHÃO DE CONDENSAÇÃO POWER HT POWER HT MELHORAR A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA É UMA DAS GRANDES METAS DA NOSSA SOCIEDADE NO SÉCULO XXI. A GAMA POWER HT, BASEADA NA TECNOLOGIA DA CONDENSAÇÃO É UM

Leia mais

Sistemas de extracção de fumos DPX

Sistemas de extracção de fumos DPX Sistemas de extracção de fumos DPX Ar limpo máxima performance Extracção de fumos e partículas para equipamentos de codificação laser captação na origem Sistema de extracção de fumos DPX para codificadores

Leia mais

SPOT BATTERY EXCHANGER

SPOT BATTERY EXCHANGER SPOT BATTERY ECHANGER SBE FOOT V1.0 MANUAL DE INSTRUÇÕES SPOT JET Serviços de Manutenção Industrial, Sociedade Unipessoal, Lda. Rua D. Luís de Noronha 22, 4 Dto. 1050-072 Lisboa Portugal Tel / Fax. (+351)

Leia mais

ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003. Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008

ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003. Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008 ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003 Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008 1 SISTEMÁTICA DE AUDITORIA - 1 1 - Início da 4 - Execução da 2 - Condução da revisão dos documentos

Leia mais

Condições de Garantia Iluminação pública e viária Luminárias LED do Schréder Group a partir de 20 de Junho de 2013

Condições de Garantia Iluminação pública e viária Luminárias LED do Schréder Group a partir de 20 de Junho de 2013 Condições de Garantia Iluminação pública e viária Luminárias LED do Schréder Group a partir de 20 de Junho de 2013 1. CONDIÇÕES GERAIS A. Âmbito A Garantia abaixo apresentada é dada pela SCHREDER ILUMINAÇÃO

Leia mais

POR QUE UM PROBLEMA EM MEU MOTOR MUITAS VEZES AFETA O FUNCIONAMENTO DA MINHA TRANSMISSÃO AUTOMÁTICA?

POR QUE UM PROBLEMA EM MEU MOTOR MUITAS VEZES AFETA O FUNCIONAMENTO DA MINHA TRANSMISSÃO AUTOMÁTICA? POR QUE UM PROBLEMA EM MEU MOTOR MUITAS VEZES AFETA O FUNCIONAMENTO DA MINHA TRANSMISSÃO AUTOMÁTICA? De repente, minha transmissão não está mais funcionando direito... E eu acabei de revisá-la estes dias!

Leia mais

HPP09 GERADOR HIDRÁULICO

HPP09 GERADOR HIDRÁULICO HPP09 GERADOR HIDRÁULICO A partir do nº de Série 1279-1497 Revisto em Fevereiro 2004 ANTES Antes DE UTILIZAR Agradecemos a sua preferência pelo Gerador HYCON. Por favor note que o Gerador foi vendido sem

Leia mais

GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante com dois sensores Instruções de instalação e funcionamento

GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante com dois sensores Instruções de instalação e funcionamento Labkotec Oy Myllyhaantie 6 FI-33960 PIRKKALA FINLAND Tel: + 358 29 006 260 Fax: + 358 29 006 1260 19.1.2015 Internet: www.labkotec.fi 1/12 GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante

Leia mais

Gama Euro 6 da Scania: Tecnologia comprovada e uma solução para cada necessidade

Gama Euro 6 da Scania: Tecnologia comprovada e uma solução para cada necessidade PRESS info P13X02PT / Örjan Åslund 24 de oktober de 2013 Gama Euro 6 da Scania: Tecnologia comprovada e uma solução para cada necessidade Presentemente a Scania oferece nada menos do que onze motores Euro

Leia mais

CELSIUSNEXT WTD 24 AM E23 WTD 24 AM E31. Manual de instalação e utilização

CELSIUSNEXT WTD 24 AM E23 WTD 24 AM E31. Manual de instalação e utilização Manual de instalação e utilização CELSIUSNEXT 6720608913-00.1AL WTD 24 AM E23 WTD 24 AM E31 Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler

Leia mais

Válvula Redutora de Pressão Tipo 2422/2424. Instruções de Montagem e Operação EB 2547 PT

Válvula Redutora de Pressão Tipo 2422/2424. Instruções de Montagem e Operação EB 2547 PT Válvula Redutora de Pressão Tipo 2422/2424 Válvula Redutora de Pressão Tipo 2422/2424 Instruções de Montagem e Operação EB 2547 PT Edição de Outubro de 2006 Conteúdo Conteúdo Página 1 Concepção e princípio

Leia mais

a linha de lubrificantes que torna a condução ainda mais agradável i-sint

a linha de lubrificantes que torna a condução ainda mais agradável i-sint a linha de lubrificantes que torna a condução ainda mais agradável i-sint i-sint eni i-sint, a linha de lubrificantes automóvel de eni Cada motor necessita de um lubrificante adequado que proteja e melhore

Leia mais

elegância e sofisticação

elegância e sofisticação B A R B E C U E S 2 0 1 5-2 0 1 6 BARBECUES Utilizando as melhores matérias-primas, o conhecimento profundo e a experiência comprovada no mundo das cozinhas profissional e doméstica, a Smeg criou dois

Leia mais

Venda de pneus de mota. Enchimento de pneus a nitrogénio

Venda de pneus de mota. Enchimento de pneus a nitrogénio Venda de pneus novos - ligeiros, comerciais, pesados, agrícolas e industriais Venda de pneus de mota Venda de jantes Enchimento de pneus a nitrogénio AS RODAS INSUFLADAS COM NITROGÉNIO ATINGEM MENOR TEMPETRATURA.

Leia mais

Opel Corsavan. Sistema de travagem antibloqueio. Carga útil máxima até 475 kg. Volume máximo do compartimento de carga: 0,92 m 3

Opel Corsavan. Sistema de travagem antibloqueio. Carga útil máxima até 475 kg. Volume máximo do compartimento de carga: 0,92 m 3 Opel Corsavan Opel Corsavan Com uma aparência desportiva excepcional, o Opel Corsavan é uma clara afirmação de estilo para qualquer empresa que se preocupe com a imagem. Apresenta um design dianteiro

Leia mais

Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização!

Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização! Manual de instalação e utilização Esquentadores a gás minimaxx WRD 11-2 KME... WRD 14-2 KME... WRD 17-2 KME... Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho

Leia mais

Instruções de utilização do portal Web da Visteon

Instruções de utilização do portal Web da Visteon FORD MOTOR COMPANY LIMITED Issued by European Warranty Operations Ford Customer Service Division Instruções de utilização do portal Web da Visteon 1. Entrar Na janela de endereço no seu browser da internet,

Leia mais

CUIDADOS E PRECAUÇÕES Não usar o aparelho em presença de mistura inflamável com ar, oxigênio ou oxido nitroso.

CUIDADOS E PRECAUÇÕES Não usar o aparelho em presença de mistura inflamável com ar, oxigênio ou oxido nitroso. FOTÔMETRO UV400-3B CUIDADOS E PRECAUÇÕES Não usar o aparelho em presença de mistura inflamável com ar, oxigênio ou oxido nitroso. Manter o UV-400 em lugar frio, sem umidade e livre de poeira. Verificar

Leia mais

Não é preciso ser novo para estar em forma

Não é preciso ser novo para estar em forma Não é preciso ser novo para estar em forma Scania Classic: Plano personalizado para camiões e autocarros com mais de 5 anos Serviços Scania Dedicação total www.scania.pt O seu Scania merece o melhor Com

Leia mais

M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Compressores de ar D 1 / D 2 / D 3

M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Compressores de ar D 1 / D 2 / D 3 Rev.03-06/23 M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Compressores de ar D 1 / D 2 / D 3 Rua Major Carlos Del Prete, 19 - Bairro Cerâmica CEP 09530-0 - São Caetano do Sul - SP - Brasil Fone/Fax: (11) 4224-3080

Leia mais

PISTÃO ELECTROMECÂNICO PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE PARA COLOCAÇÃO EXTERNA

PISTÃO ELECTROMECÂNICO PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE PARA COLOCAÇÃO EXTERNA PISTÃO ELECTROMECÂNICO PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE PARA COLOCAÇÃO EXTERNA PM/PM1 ATENÇÃO!! Antes de efectuar a instalação, leia atentamente este manual que é parte integrante deste equipamento Nossos

Leia mais

Purgador Termostático Bimetálico Manual de Instalação e Manutenção

Purgador Termostático Bimetálico Manual de Instalação e Manutenção Purgador Termostático Bimetálico Manual de Instalação e Manutenção ÍNDICE Termo de Garantia 1.Descrição 2.Instalação 3.Manutenção 4.Peças de reposição 5.Informações Técnicas 1 TERMO DE GARANTIA A Spirax

Leia mais

EM398x-R1 UPS 600-1000-1600VA

EM398x-R1 UPS 600-1000-1600VA EM398x-R1 UPS 600-1000-1600VA EM398X-R1 - UPS 600-1000-1600VA 2 PORTUGUÊS Índice 1.0 Introdução... 2 1.1 Funções e funcionalidades... 2 1.2 Conteúdo da embalagem... 3 1.3 Ligar a UPS... 3 2.0 Software

Leia mais

MOB CARSHARING PROTOCOLOS

MOB CARSHARING PROTOCOLOS O QUE É O MOB CARSHARING A QUEM SE DESTINA VANTAGENS ECONÓMICAS VANTAGENS AMBIENTAIS MOB CARSHARING PARTICULARES MOB CARSHARING EMPRESAS MOB CARSHARING PROTOCOLOS COMO FUNCIONA A FROTA CONTACTOS 01 02

Leia mais

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL ALIMENTOS SENAI RR SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS Catálogo de Cursos 1. TÍTULO ALINHAMENTO E BALANCEAMENTO DE RODAS Preparar profissionais para identificar os ângulos

Leia mais

Sistemas de Lubrificação AutoJet

Sistemas de Lubrificação AutoJet Sistemas de Lubrificação AutoJet Sistemas de lubrificação AutoJet Sistemas de lubrificação oferece-lhe um método eficiente na aplicação de lubrificantes e líquidos anti-corrosivos. Em adição, moldes, estampagem,

Leia mais

Manutenção de Equipamentos de Ar Condicionado

Manutenção de Equipamentos de Ar Condicionado Manutenção de Equipamentos de Ar Condicionado Pedro Miranda Soares Manutenção de Equipamentos de Ar Condicionado Tal como todos os equipamentos mecânicos, o Ar Condicionado necessita da sua manutenção

Leia mais

Versão Portuguesa. introdução. Conteúdo da embalagem. Ligações. Placa de som USB externa SC016 Sweex 7.1

Versão Portuguesa. introdução. Conteúdo da embalagem. Ligações. Placa de som USB externa SC016 Sweex 7.1 S P E A K E R S Versão Portuguesa Placa de som USB externa SC016 Sweex 7.1 introdução Não exponha a placa de som USB externa Sweex 7.1 a temperaturas extremas. Não coloque o dispositivo sob luz solar directa

Leia mais

TAQUÍMETRO ÓPTICO E DE CONTACTO MODELO MULTIMETRIX RPM

TAQUÍMETRO ÓPTICO E DE CONTACTO MODELO MULTIMETRIX RPM TAQUÍMETRO ÓPTICO E DE CONTACTO MODELO MULTIMETRIX RPM 82 MANUAL DE UTILIZAÇÃO J. ROMA, Lda. INSTRUÇÕES GERAIS Introdução Felicitações por adquirir este taquímetro. Este taquímetro é muito fácil de usar,

Leia mais

Instruções de montagem de uma coluna da direção para:

Instruções de montagem de uma coluna da direção para: TRW Automotive Aftermarket Instruções de montagem de uma coluna da direção para: Renault Clio III PUBLICATION XZB1212PT PERIGO! A unidade de airbag pode acionar-se involuntariamente! A unidade do airbag

Leia mais

MANUAL DE UTILIZADOR STARLOCK CUSHION. (tradução da versão inglesa)

MANUAL DE UTILIZADOR STARLOCK CUSHION. (tradução da versão inglesa) MANUAL DE UTILIZADOR STARLOCK CUSHION (tradução da versão inglesa) ÍNDICE 1. Sobre este manual 2. A Almofada Starlock a. Avisos b. Componentes Importantes da Starlock c. Utilização i. A quantidade certa

Leia mais

GUIÃO TÉCNICO COMPACTADORES DE ASFALTO. www.construlink.com. Copyright 2003 - Construlink.com - Todos os direitos reservados.

GUIÃO TÉCNICO COMPACTADORES DE ASFALTO. www.construlink.com. Copyright 2003 - Construlink.com - Todos os direitos reservados. GUIÃO TÉCNICO COMPACTADORES DE ASFALTO FICHA TÉCNICA STET Nº 10 Nº de pág.s: 5 8 de Agosto de 2003 www.construlink.com COMPACTADORES DE ASFALTO CB-214D, CB-224D, CB-225D, CB-334D e CB-335D A família de

Leia mais

XIII FÉRIAS TÉCNICAS COM A FORD

XIII FÉRIAS TÉCNICAS COM A FORD 27 Agosto a 7 de Setembro de 2012 ÍNDICE PARTE I NOTA INTRODUTÓRIA... 3 PARTE II DESCRIÇÃO TÉCNICA DO PROJECTO... 4 PROGRAMA PARA O NÍVEL I... 4 PROGRAMA PARA O NÍVEL II... 10 PARTE I NOTA INTRODUTÓRIA

Leia mais

Vantagens em Todo o Trajecto. Pacote de Efi ciência DIWA

Vantagens em Todo o Trajecto. Pacote de Efi ciência DIWA Vantagens em Todo o Trajecto. Pacote de Efi ciência DIWA 1 Poupando combustível. Reduzindo Emissões. Aumentando a Disponibilidade. Menor consumo de combustível, menor complexidade, maior conforto de condução,

Leia mais

Purgador de condensados BK 212.. BK 212-ASME P T. Manual de Instruções 810769-01. P o r t u g u ê s

Purgador de condensados BK 212.. BK 212-ASME P T. Manual de Instruções 810769-01. P o r t u g u ê s Purgador de condensados BK 212.. BK 212-ASME P T P o r t u g u ê s Manual de Instruções 810769-01 Índice Pág. Informações Importantes Utilização... 3 Instruções de segurança... 3 Perigo... 3 Atenção...

Leia mais

SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA UMA AGRICULTURA MAIS EFICIENTE

SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA UMA AGRICULTURA MAIS EFICIENTE > > > > SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA UMA AGRICULTURA MAIS EFICIENTE www.thecleanenergyleader.com > > > > RESPEITO PELO AMBIENTE Todos os fabricantes agrícolas estão actualmente a desenvolver soluções de

Leia mais

Neste momento a gestão dos automóveis, de grupos de automóveis e de manutenção não são consideradas relevantes para serem suportadas pelo sistema.

Neste momento a gestão dos automóveis, de grupos de automóveis e de manutenção não são consideradas relevantes para serem suportadas pelo sistema. Caso 1 Rent-a-car 1 Enunciado Pretende-se desenvolver um software de suporte a diversas actividades duma empresa de aluguer de automóveis. Este software deve permitir registar contratos de aluguer, entregas

Leia mais

Instruções de montagem e operação EB 2046 PT. Limitador de Temperatura de Segurança (STL) com Termóstato de Segurança Tipo 2212

Instruções de montagem e operação EB 2046 PT. Limitador de Temperatura de Segurança (STL) com Termóstato de Segurança Tipo 2212 Limitador de Temperatura de Segurança (STL) com Termóstato de Segurança Tipo 2212 Termóstato de Segurança Tipo 2212 Instruções de montagem e operação EB 2046 PT Edição de Março de 2010 Índice Índice 1

Leia mais

A iluminação além da imaginação

A iluminação além da imaginação A iluminação além da imaginação 2014 Índice Introdução... 4 Aplicações...5 Conhecendo o Iluminador... 6 Instalação e Uso... 7 Recomendações Elétricas... 8 Solucionando problemas... 13 Especificações técnicas...

Leia mais

AQUECEDOR A GÁS DE CHAMA AZUL ESTUFA A BLU FLAME SBF

AQUECEDOR A GÁS DE CHAMA AZUL ESTUFA A BLU FLAME SBF AQUECEDOR A GÁS DE CHAMA AZUL ESTUFA A BLU FLAME SBF 02 PT ES Dados Técnicos AQUECEDOR A GÁS DE CHAMA AZUL Tipo Categoria Potência Potência Potência Pressão máxima média mínima do gás G30 I3B KW g/h KW

Leia mais

mobimaster 12 V~DC 24 V~DC 230 V~AC 89 830 A401 P

mobimaster 12 V~DC 24 V~DC 230 V~AC 89 830 A401 P mobimaster 12 V~DC 24 V~DC 230 V~AC 89 830 A401 P P Instruções de operação mobimaster Índice 1. Aplicação 2 2. Dados técnicos e acabamento 2 3. Operação 4 4. Equipamento dos veículos de transporte 5 5.

Leia mais

PEDIR FACTURA COMPENSA

PEDIR FACTURA COMPENSA 5 PEDIR FACTURA COMPENSA Novas regras em nome da justiça fiscal entram em vigor a 1 de Janeiro Consumidor pode receber até 250 euros de recompensa efectiva se obrigar comerciantes a emitirem facturas de

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MINI- MOTO. Página 1- Indicações de uso AVISOS!

MANUAL DO USUÁRIO MINI- MOTO. Página 1- Indicações de uso AVISOS! MANUAL DO USUÁRIO MINI- MOTO Página 1- Indicações de uso AVISOS! *Não é permitido para pessoas que não entenderam o manual de instruções, dirigirem a mini-moto. *Deve ser utilizado a mistura de gasolina

Leia mais

Projecto Bio-Escola Episódios de uma escola sustentável

Projecto Bio-Escola Episódios de uma escola sustentável Ano lectivo 2011-2012 Projecto Bio-Escola Episódios de uma escola sustentável Concurso do Ano Internacional da Juventude - Inovação/Energias renováveis Escola Secundária Anselmo de Andrade Projecto elaborado

Leia mais

MANUAL DO PROPRIETÁRIO BATEDEIRA PLANETÁRIA MODELO BTS 18 BATEDEIRA PLANETÁRIA MODELO BTS - 36

MANUAL DO PROPRIETÁRIO BATEDEIRA PLANETÁRIA MODELO BTS 18 BATEDEIRA PLANETÁRIA MODELO BTS - 36 MANUAL DO PROPRIETÁRIO BATEDEIRA PLANETÁRIA MODELO BTS 18 BATEDEIRA PLANETÁRIA MODELO BTS - 36 IMAGEM ILUSTRATIVA Página 1 ÍNDICE 1- APRESENTAÇÃO. 2- CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS. 3- INSTALAÇÃO E INSTRUÇÕES.

Leia mais

Portaria n.º 348/98, de 15 de Junho Boas práticas de distribuição de medicamentos de uso humano e medicamentos veterinários

Portaria n.º 348/98, de 15 de Junho Boas práticas de distribuição de medicamentos de uso humano e medicamentos veterinários Boas práticas de distribuição de medicamentos de uso humano e medicamentos veterinários O sistema de garantia da qualidade dos medicamentos, quer sejam de uso humano, quer sejam veterinários, abarca não

Leia mais

Controlador de Energia Eléctrica. Redutores de Caudal de Água. Supertech o Génio do Depósito do Combustível

Controlador de Energia Eléctrica. Redutores de Caudal de Água. Supertech o Génio do Depósito do Combustível Controlador de Energia Eléctrica Redutores de Caudal de Água Supertech o Génio do Depósito do Combustível 2 O QUE SÃO OS CONTROLADORES? Os controladores são equipamentos de tecnologia inteligente que optimizam

Leia mais

COMER. BEBER. DORMIR. CANTAR. TRANSPORTAR. DANÇAR. VIVER. TUDO NUM SÓ VEÍCULO.

COMER. BEBER. DORMIR. CANTAR. TRANSPORTAR. DANÇAR. VIVER. TUDO NUM SÓ VEÍCULO. OPEL COmbO COMER. BEBER. DORMIR. CANTAR. TRANSPORTAR. DANÇAR. VIVER. TUDO NUM SÓ VEÍCULO. Independentemente dos planos que tiver para si e para a sua família, o Combo Tour está apto a satisfazer todas

Leia mais

Motores para geração de energia

Motores para geração de energia Motores para geração de energia SCANIA MOTORES PARA GERAÇÃO DE ENERGIA Motores para gerar energia e excelentes resultados. As demandas por segurança, confiabilidade e eficiência na geração de energia crescem

Leia mais

INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO ANTES DE UTILIZAR A MÁQUINA DE LAVAR LOIÇA/LIGAÇÕES CUIDADOS E SUGESTÕES GERAIS COMO ENCHER O DEPÓSITO DO SAL COMO ENCHER O DISTRIBUIDOR DO ABRILHANTADOR COMO ENCHER O DISTRIBUIDOR

Leia mais

DEPURADOR BUILT MANUAL DE INSTRUÇÕES

DEPURADOR BUILT MANUAL DE INSTRUÇÕES DEPURADOR BUILT MANUAL DE INSTRUÇÕES ÍNDICE 1. GERAL 2. PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA 3.. CUIDADOS 4.. INSTRUÇÃO PARA INSTALAÇÃO 5.. ATENÇÃO 6.OPERAÇÃO 7 USO E MANUTENÇÃO 8.. ESPECIFICAÇÕES 9............ TERMO

Leia mais

A presente garantia terá 4 (quatro) anos de vigência sem limite de. garantia de 4 (quatro) anos contra defeitos de corrosão perfurativa.

A presente garantia terá 4 (quatro) anos de vigência sem limite de. garantia de 4 (quatro) anos contra defeitos de corrosão perfurativa. GARANTIA HYUNDAI I Terno de Garantia Hyundai O Presente Termo de Garantia Hyundai aplica-se única e exclusivamente ao veículo da marca e fabricação Hyundai devidamente identificado ao final deste documento,

Leia mais

SPOT BATTERY EXCHANGER

SPOT BATTERY EXCHANGER SPOT BATTERY ECHANGER SBE PUSH-PULL V1.0 MANUAL DE INSTRUÇÕES A DOERS é uma marca, propriedade da: SPOT JET Serviços de Manutenção Industrial, Sociedade Unipessoal, Lda. Rua D. Luís de Noronha 22, 4º Dto.

Leia mais

Tratamento de ar. Filtros Série Delta Exemplos de aplicação. Filtro coal. Grosso Tipo H ou Filtro coal. Fino Tipo D. Filtro Tipo G

Tratamento de ar. Filtros Série Delta Exemplos de aplicação. Filtro coal. Grosso Tipo H ou Filtro coal. Fino Tipo D. Filtro Tipo G Filtros Delta Exemplos de aplicação Qual o filtro Delta utilizado e para que aplicação? Os reservatórios de ar devem ser instalados antes e / ou depois do secador. filtro de aspiração refrigerante reservatório

Leia mais

Produtos e Sistemas Comercializados

Produtos e Sistemas Comercializados Aquapc Quality Computers Apresentação da Empresa, produtos e serviços, guia sobre formas de compra local e envio de encomendas para Cidadãos e Empresas Angolanas O Projecto Aquapc A Aquapc Quality Computers,

Leia mais

MOTOR PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE XNODO

MOTOR PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE XNODO MOTOR PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE XNODO ATENÇÃO!! Antes de efectuar a instalação, leia atentamente este manual que é parte integrante deste equipamento Nossos produtos se instalado por pessoal qualificado,

Leia mais

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS Item essencial para qualquer tipo de piscina. É nela que ficam acondicionados o Sistema Filtrante (Filtro e Bomba) registros, válvulas, fios e acionadores.

Leia mais

Poupar com inteligência

Poupar com inteligência Poupar com inteligência Setembro - Dezembro 2012 Volkswagen Service Para que o seu Volkswagen seja sempre um Volkswagen. Melvar Automóveis e Peças S.A. Oficina 1 Oficina 2 Azinhaga dos Lameiros, Rua Dom

Leia mais

Lavacontentores. Assim, na concepção e construção deste equipamento teve-se em consideração os seguintes elementos relevantes:

Lavacontentores. Assim, na concepção e construção deste equipamento teve-se em consideração os seguintes elementos relevantes: BASRIO Lavacontentores Introdução Memória descritiva Assunto: Cisterna e Câmara de Lavagem Aspecto geral do Lavacontentores Pontos de interesse especiais: Lavagem interna e externa através de jactos de

Leia mais

Série e-svtm Electrobombas verticais multicelulares em aço inoxidável

Série e-svtm Electrobombas verticais multicelulares em aço inoxidável Série e-svtm Electrobombas verticais multicelulares em aço inoxidável Campo de rendimentos hidráulicos extra efficient: extra eficiente A hidráulica recentemente concebida da e-sv TM, combinada com um

Leia mais

6 Manutenção de Tratores Agrícolas

6 Manutenção de Tratores Agrícolas 6 Manutenção de Tratores Agrícolas 6.1 Introdução Desenvolvimento tecnológico do país Modernização da agricultura Abertura de novas fronteiras agrícolas Aumento no uso de MIA Aumento da produtividade Maiores

Leia mais