ESTUDO DE ÓTICAS 2014 MERCADO, VAREJISTAS E CLIENTES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTUDO DE ÓTICAS 2014 MERCADO, VAREJISTAS E CLIENTES"

Transcrição

1 ESTUDO DE ÓTICAS 2014 MERCADO, VAREJISTAS E CLIENTES

2 VAREJISTAS E CLIENTES PESQUISA DE MERCADO - MÉTODO E AMOSTRA entrevistas com gerentes e proprietários de óticas entrevistas com gerentes e proprietários de óticas entrevistas com usuários entrevistas para levantamento de perfil 2436 entrevistas com usuários CONSUMIDORES 5814 consumidores foram abordados! ÓTICAS 6 entrevistas com lojas de departamento e 3 com óticas pure ecommerce! 2

3 MERCADO O MERCADO ÓTICO CORRESPONDE A 0,46% DO PIB BRASILEIRO EM 2013, ATINGINDO R$22,1 BI. O CRESCIMENTO DO NÚMERO DE ÓTICAS ATIVAS NÃO ACOMPANHA O CRESCIMENTO DO VAREJO DE VESTURÁRIO, POR EXEMPLO, 43% VS. 36%). EM 2014, LOJAS ATIVAS REPRESENTAM 55,8% DO TOTAL DE ÓTICAS REGISTRADAS NO MINISTÉRIO DO TRABALHO ( 5,3% VS. 2012). Primários Secundário s Inteligênci a Coletiva Pesquisa GS&MD 2014 IPC Maps POF/FIPE IBGE (POF / Inflação (IPCA) / PAC / PMC) Expertise de Parceiros Expertise GS&MD * MÉTODO NE&PE/ GS&MD PARA ANÁLISE DE TAMANHO DO MERCADO E PROJEÇÕES ** INFORMALIDADE = DECLARAÇÃO DO CONSUMIDOR REFERENTE À COMPRA EM CAMELÔS. AS REGIÕES N (81,6%), NE (65,4%) E CO (57,5%) SÃO AS QUE MAIS CRESCEM EM RELAÇÃO A NÚMERO DE LOJAS ATIVAS (2013 VS. 2006); 44,7% DAS ÓTICAS ATIVAS NO BRASIL AINDA SE CONCENTRAM NA REGIÃO SE. EM 2014, A INFORMALIDADE **AFETA MENOS O MERCADO QUE EM 2012 (2,7% VS. 6,6% EM 2012) IMPACTADA PELA QUEDA SIGINIFICATIVA ENTRE ARMAÇÃO, LENTES DE GRAU E ÓCULOS DE SOL (3,5%VS. 9,4% EM 2012). NO ENTANTO, AINDA EXISTE UM GRANDE DESAFIO PARA CONTER A EVOLUÇÃO DA INFORMALIDADE NA VENDA DE ACESSÓRIOS (6,6% VS. 3,3% EM 2012). SEGUNDO AS PROJEÇÕES NE&PE/ GS&MD, O MERCADO ÓTICO PODERÁ CRESCER ATÉ 72% NOS PRÓXIMOS ANOS (R$25,1BI EM 2014 PRA R$43,3 BI EM 2019). 3

4 PRINCIPAIS S VAREJISTAS EM 2014, CRESCE A PERCEPÇÃO DE QUE O MERCADO INFORMAL E AS COMPRAS NO EXTERIOR SEJAM OS PRINCIPAIS ELEMENTOS DE IMPACTO NEGATIVO NO SEGMENTO ( 75% VS. 67% E 60% VS. 50%). DO PONTO DE VISTA DO CLIENTE, OBSERVA-SE QUE ACESSÓRIOS E ÓCULOS DE SOL AINDA SÃO CATEGORIAS FORTEMENTE COMPRADAS EM CAMELÔS (38% E 18%, MUDANÇAS EM RELAÇÃO À INSERÇÃO DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO JÁ REFLETEM NO GERENCIAMENTO DAS ÓTICAS, COM AUMENTO DA PARTIPAÇÃO DE MULHERES EM CARGOS DE CHEFIA (63% vs. 47% EM 2012). HÁ TAMBÉM A TENDÊNCIA DE ATRAÇÃO DE PROFISSIONAIS MAIS JOVENS PARA ASSUMIR POSIÇÕES DE GERÊNCIA EM ÓTICAS, COM MAIOR CONCENTRAÇÃO NAS FAIXAS DE 26 A 35 ANOS (37%). A NOVA COMPOSIÇÃO AMOSTRAL DE 2014 REFLETIU NA MAIOR PARTICIPAÇÃO DE LOJAS DE RUA NA COMPOSIÇÃO DO SEGMENTO (79%). RESPEVTIVAMENTE). EM RELAÇÃO AOS DESAFIOS ATUAIS DO NEGÓCIO, DIMINUIU A PREOCUPAÇÃO COM A CONCORRÊNCIA DESLEAL E COM A INFORMALIDADE (56% VS. 63%) E AUMENTOU A PREOCUPAÇÃO COM A GESTÃO DO NEGÓCIO (CONCORRÊNCIA COM GRANDES REDES, (31% VS. 14%), FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES (15% VS. 6%) E PROFISSIONAIS QUALIFICADOS (11% VS. 8%). PENSANDO NO FUTURO, HÁ UM CRESCIMENTO EM RELAÇÃO À EXPECTATIVA POR AVANÇOS TECNOLÓGICOS NO SEGMENTO (18 PPS. VS. 2012). REPRESENTANTES COMERCIAIS SÃO O PRINCIPAL ELO ENTRE FORNECEDORES E O VAREJO ÓPTICO E DEVEM ESTAR PREPARADOS PARA LIDAR COM A EXPECTATIVA DO VAREJISTA EM RELAÇÃO A PRODUTOS QUE ENTREGUEM MODA, TECNOLOGIA E APOIO DE OFTALMOLOGISTAS E NÃO GEREM PÓS-VENDA. EM RELAÇÃO AO INVESTIMENTO EM CATEGORIAS, OBSERVA-SE UM RECUO CLARO EM CATEGORIAS DE USO OCASIONAL (ÓCULOS DE SOL E LENTES DE CONTATO COLORIDAS) E NA OFERTA DE LENTES DE GRAU, REFLETINDO NA PARTICPAÇÃO DESTAS CATEGORIAS NO FATURAMENTO DAS ÓTICAS. A AUSÊNCIA DE MARCA EM ACESSÓRIOS RESULTA EM GRANDE PARTICIPAÇÃO DO MERCADO INFORMAL (21% COMPRAM NESTE CANAL). EM RELAÇÃO AO E-COMMERCE, HÁ UMA FALTA DE PERCEPÇÃO SOBRE A IMPORTÂNCIA CRESCENTE DESTE CANAL (APENAS 6% TÊM E- COMMERCE E 78% NÃO PRETENDEM INVESTIR). 4

5 PRINCIPAIS S CLIENTES O CLIENTE MAIS IMPORTANTE DO SEGMENTO, POSSUIDOR DE SOLUÇÕES DE SOL E GRAU, REPRESENTA 38% DO MERCADO, TEM EM MÉDIA 20 ANOS DE EXPERIÊNCIA COM O SEGMENTO, ENTROU ATRAVÉS DE ÓCULOS DE SOL (AOS 18 ANOS) E AMPLIOU RAPIDAMENTE SEU MIX DE COMPRA (DOS 21 AOS 24 ANOS). JÁ O POSSUIDOR EXCLUSIVO DE SOLUÇÃO DE SOL REPRESENTA 33% E O DE GRAU 23%. A MAIOR OPORTUNIDADE DO MERCADO ESTÁ EM INCENTIVAR A COMPRA CRUZADA ENTRE AS CATEGORIAS DO SEGMENTO E NÃO NA CONVERSÃO DE PROSPECTS. HÁ TAMBÉM A OPORTUNIDADE DE INCENTIVAR O USO DE ÓCULOS ACESSÓRIOS, QUE ATENDEM À NECESSIDADE FASHION DOS COMPRADORES ANTENADOS, DESDE QUE O BENEFÍCIO DA VERSATILIDADE NO ESTILO SEJA O FOCO DA COMUNICAÇÃO. OUTRA OPORTUNIDADE IDENTIFICADA É A POSSIBILIDADE DE AGREGAR ACESSÓRIOS COMO EXTENSÃO DE PORTFÓLIO DE SOLUÇÃO DE GRAU, PRINCIPALMENTE ENTRE OS CLIENTES ACIMA DE 50 ANOS, QUE SÃO OS MAIORES USUÁRIOS DESTA CATEGORIA. ÓTICAS DE RUA SÃO OS PRINCIPAIS CANAIS DE COMPRA DE QUASE TODAS AS CATEGORIAS ÓTICAS (38% A 66% DAS MENÇÕES), EXCETO PARA LENTES DE CONTATO EM QUE AS CLÍNCIAS DESTACAM-SE COM 50% DAS MENÇÕES, ÓCULOS DE SOL COM 45% DE PARTICIPAÇÃO PARA LOJAS DE DEPARTAMENTO E PARA ACESSÓRIOS EM QUE A COMPRA DIVIDE-SE ENTRE ÓTICAS DE RUA (46%) E CAMELÔS (38%). EM MÉDIA O CLIENTE DO SEGMENTO VISITA O PDV 1 VEZ AO ANO PARA A COMPRA DE CATEGORIAS DE USO CORRETIVO E A CADA 6 MESES PARA CATEGORIAS DE USO OCASIONAL. PORTANTO, CATEGORIAS DE USO CORRETIVO DEVEM TRABALHAR MELHOR O RELACIONAMENTO COM O CLIENTE PARA ANTECIPAR RECOMPRA E INCENTIVAR COMPRA CRUZADA COM CATEGORIAS QUE GERAM MAIOR FREQUÊNCIA DE VISITAS AO PDV. OUTRO ASPECTO IMPORTANTE É O PÓS-VENDA. VAREJISTAS DEVEM ACOMPANHAR O AVANÇO DA DEFICIÊNCIA VISUAL DE SEUS CLIENTES JÁ QUE EM MÉDIA 70% DELES VOLTAM AO PDV QUANDO PRECISAM AJUSTAR O GRAU. É IMPORTANTE TAMBÉM INCENTIVAR A RECICLAGEM DOS PRODUTOS DE USO OCASIONAL. 62% DOS CLIENTES PREFEREM ATENDIMENTO ASSISTIDO POR FUNCIONÁRIOS, SENDO QUE 45% CONSIDERAM COMO FATOR MAIS IMPORTANTE O CONHECIMENTO TÉCNICO DO ATENDENTE. O ATENDIMENTO ASSISTIDO TAMBÉM GERA AUMENTA DE GASTO MÉDIO (LENTES DE GRAU 25%, ÓCULOS DE SOL 22%, POR EXEMPLO). ÓCULOS DE GRAU, DE SOL E ACESSÓRIOS SÃO AS CATEGORIAS COM MAIOR FORÇA DE MARCA. JÁ EM LENTES DE CONTATO, AS MARCAS ESTÃO MENOS PRESENTES ESPONTEAMENTE NA CABEÇA DO CLIENTE. 5

6 PONTOS DE REFLEXÃO Ilegalidade - Força de Marca como aliada 38% dos clientes de acessórios compram a categoria com maior frequência em camelôs. A contribuição em valor deste canal para a venda de acessórios dobrou entre 2012 e 2014 (3,3% vs. 6,6%). Quais outras ações indústria e varejo poderiam adotar para se apropriarem da oportunidade de aliar marca à acessórios e diminuir drasticamente a ilegalidade? Gestão do Negócio Composição das vendas 29% dos gerentes e proprietários de Óticas declaram não saber quanto cada categoria contribui para seu negócio. Se os gestores têm dificuldade de identificar a contribuição de cada categoria no negócio, como poderão decidir sozinhos a melhor forma de gerenciar as categorias no PDV? Multicanalidade E-commerce Há uma falta de percepção da importância do e- commerce por parte do varejo, mas o cliente já compra neste canal motivado por preço e experiência prévia com a marca. Que ações varejo e indústria têm feito para incentivar a primeira compra online e garantir recompra após a experiência prévia com a marca ou com a loja virtual? Gestão do Negócio Foco no Cliente/ CRM Clientes mais valiosos representam cerca de 40%, visitam o PDV anualmente, entram na categoria por volta dos 18 anos e têm pais e filhos usuários das soluções de grau e sol. O quanto o varejo tem acompanhado o ciclo de vida do seu cliente para gerar incremento de vendas e fortalecer sua relação com o segmento? Que ações têm sido feitas para incentivar o aumento de visitas ao PDV? 6 Fashionização Frescor no PDV e Clientes Antenados A reposição de categorias no PDV ocorre geralmente uma vez por mês, mas existe um segmento de Clientes Antenados (53%) que está aberto à compra por impulso de categorias que conversem com o seu estilo. Como o abastecimento das categorias poderia ser repensado para trazer inovação ao PDV e capturar o Cliente Antenado? Como a indústria tem traduzido moda por versatilidade de estilo nas comunicações que reforçam o posicionamento de marcas?

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010 Metodologia Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Através de e-survey - via web Público Alvo: Executivos de empresas associadas e não associadas à AMCHAM Amostra: 500 entrevistas realizadas Campo: 16

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

Seminário GVcev Varejo e Tecnologia: Presente e Perspectivas. Panorama de Utilização da Tecnologia da Informação Érico Veras Marques FGV/CIA/UFC

Seminário GVcev Varejo e Tecnologia: Presente e Perspectivas. Panorama de Utilização da Tecnologia da Informação Érico Veras Marques FGV/CIA/UFC Seminário GVcev Varejo e Tecnologia: Presente e Perspectivas Panorama de Utilização da Tecnologia da Informação FGV/CIA/UFC Gastos e Investimentos % do Faturamento Média Grandes Empresas: 5,3% Média Indústria:

Leia mais

Trade Marketing Estratégico ou Tático. Tania Zahar Miné

Trade Marketing Estratégico ou Tático. Tania Zahar Miné Trade Marketing Estratégico ou Tático Tania Zahar Miné Agenda Mercado - Farmácias Trade Marketing Consumidor e shopper Desafios e oportunidades Farma Mercado Farmácias Números do setor Canal em crescimento

Leia mais

RANKING ABAD NIELSEN 2015 BASE 2014

RANKING ABAD NIELSEN 2015 BASE 2014 RANKING ABAD NIELSEN 2015 BASE 2014 Abril, 2015 AGENDA Um resumo das Mudanças no Mercado Brasileiro em 2014 O Setor Atacadista-distribuidor neste contexto O processo de interiorização do consumo e o reflexo

Leia mais

Primeira Pesquisa Nacional do Varejo Online

Primeira Pesquisa Nacional do Varejo Online Primeira Pesquisa Nacional do Varejo Online DADOS SOBRE A PESQUISA Data de início: 09/06/14 Data de Termino: 11/07/14 Base: E-commerce Brasil Amostra: 668 respondentes Confiança: 95% Margem de Erro: 4,0%

Leia mais

A ERA DIGITAL E AS EMPRESA

A ERA DIGITAL E AS EMPRESA A ERA DIGITAL E AS EMPRESA Em 1997 o Brasil já possuia 1,8 MILHÕES de usuários Brasil O 5 Maior país em extensão territorial Brasil 5 Vezes campeão do Mundo Brasil O 5 Maior país em número de pessoas conectadas

Leia mais

COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS.

COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS. COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS. A Rio Quality existe com o objetivo de proporcionar a total satisfação dos clientes e contribuir para o sucesso de todos. Essa integração se dá através do investimento

Leia mais

Financiamento de Veículos Posicionamento

Financiamento de Veículos Posicionamento Financiamento de Veículos Posicionamento Market Share de Produção em % Ranking Novos Financiamentos (3º Trim 14) 15,5% 1º 13,8% 14,5% 2º 2º 3º 1ºT 14 2ºT 14 3ºT 14 Pesados Autos Novos Motos Autos Usados

Leia mais

Pesquisa Profissionais de Ecommerce

Pesquisa Profissionais de Ecommerce Pesquisa Profissionais de Ecommerce Agosto de 2011 http://www.ecommerceschool.com.br Introdução O crescimento do comércio eletrônico brasileiro é feito com tecnologia e pessoas. Por trás desse crescimento

Leia mais

Trade Marketing. Diagnóstico de Execução e Soluções por canal Concorrentes, Disponibilidade, Arno, Comunicação SOLUÇÕES EM PESQUISA & INSIGHTS

Trade Marketing. Diagnóstico de Execução e Soluções por canal Concorrentes, Disponibilidade, Arno, Comunicação SOLUÇÕES EM PESQUISA & INSIGHTS CONFIDENCIAL SOLUÇÕES EM PESQUISA & INSIGHTS Trade Marketing Proposta Técnica-Comercial Diagnóstico de Execução e Soluções por canal Concorrentes, Disponibilidade, perfil Execução & tendências Arno, Comunicação

Leia mais

Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco

Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco O que é o NTCPE? O Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco/NTCPE é uma associação de direito privado, sem fins lucrativos.

Leia mais

livrarias. No Brasil, o mercado livreiro é um dos melhores do mundo.

livrarias. No Brasil, o mercado livreiro é um dos melhores do mundo. Universidade Castelo Branco O PROCESSO DE EVOLUÇÃO DO E-COMMERCE DA SARAIVA RUAN CAÍQUE DE JESUS SIMAS Orientação: Prof.ª Carla Mota. Rio de Janeiro, jun. 2014 Introdução O comercio varejista brasileiro

Leia mais

Visão Geral da Marisa

Visão Geral da Marisa Junho 2012 Visão Geral da Marisa 63 anos de história Produtos e serviços financeiros Foco na classe C Maior varejista de moda feminina e íntima do Brasil Lojas multiformato Top of mind Presença em todo

Leia mais

2ª APRESENTAÇÃO PÚBLICA: Visão de Futuro. Reforço da Competitividade do APL de Moda Íntima de Juruaia

2ª APRESENTAÇÃO PÚBLICA: Visão de Futuro. Reforço da Competitividade do APL de Moda Íntima de Juruaia 2ª APRESENTAÇÃO PÚBLICA: Visão de Futuro Reforço da Competitividade do APL de Moda Íntima de Juruaia Juruaia, 16/09/2010 SEDE Secretária de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais Reforço da Competitividade

Leia mais

vestir para encantar

vestir para encantar vestir para encantar Missão Encantar nossas clientes com a alegria e o colorido da mulher carioca e vesti-las para que fiquem cada dia mais bonitas e felizes. Visão Fazer da dress to uma marca diferenciada

Leia mais

Cases. Estratégias de Marketing de Conteúdo por quem entende do assunto

Cases. Estratégias de Marketing de Conteúdo por quem entende do assunto Cases Estratégias de Marketing de Conteúdo por quem entende do assunto ContaAzul O ContaAzul é um sistema de gestão empresarial para micro e pequenas empresas. O objetivo é ajudá-las a crescer de forma

Leia mais

Logística no Ponto de Venda (PDV)

Logística no Ponto de Venda (PDV) Logística no Ponto de Venda (PDV) Pesquisa: Percepção do Varejo em Relação às Ações Promocionais Maio de 2005 Objetivo: Avaliar o impacto dos vários tipos de promoções praticadas em supermercados junto

Leia mais

LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 1

LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 1 LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 Visão Brasil As cinco principais tendências em atração de talentos que você precisa saber 2013 LinkedIn Corporation. Todos os direitos reservados.

Leia mais

A EDIÇÃO PAULISTA DA ECONOFARMA ESTÁ DE VOLTA. -feira

A EDIÇÃO PAULISTA DA ECONOFARMA ESTÁ DE VOLTA. -feira A EDIÇÃO PAULISTA DA ECONOFARMA ESTÁ DE VOLTA -feira EM 2014, A ECONOFARMA RETORNA COM UM NOVO OLHAR SOBRE O VAREJO FARMACÊUTICO CENÁRIO ATUAL O varejo nacional projeta otimismo de crescimento para os

Leia mais

7 Passos para um e-commerce de Sucesso. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes 18.Out.2013

7 Passos para um e-commerce de Sucesso. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes 18.Out.2013 7 Passos para um e-commerce de Sucesso André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes 18.Out.2013 MERCADO DE E- COMMERCE PORQUE INVESTIR... Crescimento 20,3% Crescimento 24,4% 354% R$ 770 Milhões 117%

Leia mais

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES): EBERSON EVANDRO DA SILVA GUNDIN, PAULO

Leia mais

COMERCIAL/ MARKETING

COMERCIAL/ MARKETING COMERCIAL/ MARKETING Os investimentos específicos na sua área em 2012 vs? (%) - RU Vão crescer 42 54 Média: + 4,06% Permanecer estáveis 45 5 Terão redução 1 5 2010 (%) - RU A principal estratégia comercial/

Leia mais

mídia 2015 www.vendamais.com.br

mídia 2015 www.vendamais.com.br mídia 2015 www.vendamais.com.br A VENDAMAIS MÍDIA elabora projetos de comunicação utilizando diversos canais para impactar executivos de todo o Brasil. SOLUÇÕES VENDAMAIS MÍDIA Soluções cross mídia para

Leia mais

INTRODUÇÃO AO TRADE MARKETING Fazendo a diferença no Ponto de Venda. www.pdvativo.com.br

INTRODUÇÃO AO TRADE MARKETING Fazendo a diferença no Ponto de Venda. www.pdvativo.com.br Fazendo a diferença no Ponto de Venda EBOOK Sumário Revisão O que é Trade Marketing? Entenda o Comportamento de Compra do Consumidor O que é Merchandising? Revisão Para entender sobre Trade Marketing devemos

Leia mais

MARKETING l COMUNICAÇÃO

MARKETING l COMUNICAÇÃO MARKETING l COMUNICAÇÃO A MMNIETO A MM NIETO é uma empresa especializada no desenvolvimento projetos voltados para a área de marketing e comunicação. Cada projeto é realizado conforme a oportunidade do

Leia mais

A. Conceito de Trade Marketing, responsabilidades, atividades, amplitude de atuação e limites

A. Conceito de Trade Marketing, responsabilidades, atividades, amplitude de atuação e limites 5 Conclusão Trade Marketing é um termo conhecido por grande parte dos profissionais das áreas comercial e de marketing, principalmente entre as indústrias de bens de consumo. Muitas empresas já incluíram

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

Canais de marketing. Trade Marketing. Trade Marketing. Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis:

Canais de marketing. Trade Marketing. Trade Marketing. Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis: Canais de marketing Prof. Ricardo Basílio ricardobmv@gmail.com Trade Marketing Trade Marketing Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis: Distribuidores; Clientes; Ponto de venda.

Leia mais

Convênio FIESP/SEBRAE. APL de Jóias de São José do Rio Preto

Convênio FIESP/SEBRAE. APL de Jóias de São José do Rio Preto Convênio FIESP/SEBRAE APL de Jóias de São José do Rio Preto Rio de Janeiro - Outubro, 2004 1 Metodologia FIESP 2 Objetivos: Micros e Pequenas Empresas Aumentar a Competitividade Criar Processos de Auto-Sustentação

Leia mais

1 Descrição do Problema 1.1.Introdução

1 Descrição do Problema 1.1.Introdução 14 1 Descrição do Problema 1.1.Introdução Desde a década de 90, a Internet tem-se mostrado importante instrumento na vida cotidiana do consumidor, não somente para ampliar a pesquisa de informações sobre

Leia mais

Pesquisa. Quantitativa - e-survey. Executivos de empresas associadas a AMCHAM. 146 entrevistas realizadas via web

Pesquisa. Quantitativa - e-survey. Executivos de empresas associadas a AMCHAM. 146 entrevistas realizadas via web Nov 2007 Pesquisa Quantitativa - e-survey Executivos de empresas associadas a AMCHAM 146 entrevistas realizadas via web 24 de outubro à 8 de novembro de 2007 Objetivos Levantar as tendências do mercado

Leia mais

POR QUE ALGUNS E-COMMERCES PROSPERAM APESAR DAS INCERTEZAS?

POR QUE ALGUNS E-COMMERCES PROSPERAM APESAR DAS INCERTEZAS? POR QUE ALGUNS E-COMMERCES PROSPERAM APESAR DAS INCERTEZAS? SAMUEL GONSALES Analista de Sistemas MBA em Gestão de Negócios PÓS em Sistemas Integrados de Gestão. Gerente de Produtos e-commerce responsável

Leia mais

Estudo ABERJE 2012 Comunicação Interna. Comunicação Interna

Estudo ABERJE 2012 Comunicação Interna. Comunicação Interna Estudo ABERJE 2012 JULHO DE 2012 20 2012 ABERJE Pesquisa 2012 Associação Brasileira de Comunicação Empresarial Concepção e planejamento: Prof. Dr. Paulo Nassar Coordenação: Carlos A. Ramello Desenvolvimento:

Leia mais

DAVID BUARQUE GERENTE NACIONAL DE PERECÍVEIS GPA

DAVID BUARQUE GERENTE NACIONAL DE PERECÍVEIS GPA DAVID BUARQUE GERENTE NACIONAL DE PERECÍVEIS GPA operação em diferentes negócios, sob diferentes Maior empresa companhia varejista da América Latina: Total de Lojas Área de Vendas em m 2 Centros de Distribuição

Leia mais

7 Passos para um e- Commerce de Sucesso. André Lucena 28.nov.2013

7 Passos para um e- Commerce de Sucesso. André Lucena 28.nov.2013 7 Passos para um e- Commerce de Sucesso André Lucena 28.nov.2013 MERCADO DE E- COMMERCE PORQUE INVESTIR... E- commerce Processo de compra e venda de produtos e serviços online. Além de catálogos, carrinhos

Leia mais

Pharmanager 2013. Estudo de Mercado e Supply Chain para o Varejo Farmacêutico Paulo Paiva Diretor Comercial, Vendas Regionais Latam & Consultoria

Pharmanager 2013. Estudo de Mercado e Supply Chain para o Varejo Farmacêutico Paulo Paiva Diretor Comercial, Vendas Regionais Latam & Consultoria Pharmanager 2013 Estudo de Mercado e Supply Chain para o Varejo Farmacêutico Paulo Paiva Diretor Comercial, Vendas Regionais Latam & Consultoria Junho/13 Mercado de Varejo 1. Vendas Previsão de Volume

Leia mais

Especializada em criar soluções competitivas, abrangentes, diferenciadas e inovadoras para a excelência no gerenciamento das informações.

Especializada em criar soluções competitivas, abrangentes, diferenciadas e inovadoras para a excelência no gerenciamento das informações. Histórico da Empresa Transformando tecnologia em soluções DocSystem Corporation, empresa líder de mercado em soluções para Gestão Corporativa. Projetada para atender a qualquer organização, independente

Leia mais

TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE RECURSOS HUMANOS 2015

TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE RECURSOS HUMANOS 2015 TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE RECURSOS HUMANOS 2015 CONTEÚDO 1. Como estamos até agora? 2. O que vem por aí... 3. Prioridades do RH para 2015 4. Nossa visão de 2015 01 COMO ESTAMOS ATÉ AGORA? PERFIL DOS PARTICIPANTES

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

http://www.microsoft.com/pt-br/case/details.aspx...

http://www.microsoft.com/pt-br/case/details.aspx... Casos de Sucesso A Cyrela está completamente focada no pós-venda e a utilização do Microsoft Dynamics 2011 só reflete mais um passo importante na busca pela qualidade do atendimento ao cliente Roberto

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

VISÃO. Nossa visão é agregar valor sustentável ao cliente, desenvolvendo controles e estratégias que façam com que o crescimento seja contínuo.

VISÃO. Nossa visão é agregar valor sustentável ao cliente, desenvolvendo controles e estratégias que façam com que o crescimento seja contínuo. QUEM É A OMELTECH? VISÃO Nossa visão é agregar valor sustentável ao cliente, desenvolvendo controles e estratégias que façam com que o crescimento seja contínuo. missão A Omeltech Desenvolvimento atua

Leia mais

Varejo Multicanal: e-commerce, Mobile e Mídias Sociais

Varejo Multicanal: e-commerce, Mobile e Mídias Sociais Seminário GVcev Varejo Multicanal: e-commerce, Mobile e Mídias Sociais ONOFRE Caso de Sucesso Lismeri Avila Varejo Multicanal Alternativa de negócio? Palestra 2007 Vantagem competitiva passa a ser a DIFERENCIAÇÃO

Leia mais

Perfil do Franqueado. Procuramos empreendedores com o seguinte perfil: Experiência em varejo ou rede de negócio.

Perfil do Franqueado. Procuramos empreendedores com o seguinte perfil: Experiência em varejo ou rede de negócio. F R A N Q U I A Benefícios do Modelo Uma das marcas mais fortes e reconhecidas do país. A marca faz parte de um conglomerado que se consolida como um dos maiores do país (Alpargatas - Grupo Camargo Corrêa).

Leia mais

Como criar um clube de vantagens para seus clientes

Como criar um clube de vantagens para seus clientes Como criar um clube de vantagens para seus clientes Introdução Adquirir clientes no mundo competitivo atual é cada vez mais difícil e caro. Por este motivo, torna-se muito importante ações que fidelize

Leia mais

Mónica Montenegro António Jorge Costa

Mónica Montenegro António Jorge Costa Mónica Montenegro António Jorge Costa INTRODUÇÃO... 4 REFERÊNCIAS... 5 1. ENQUADRAMENTO... 8 1.1 O sector do comércio em Portugal... 8 2. QUALIDADE, COMPETITIVIDADE E MELHORES PRÁTICAS NO COMÉRCIO... 15

Leia mais

REVISTA ELETROLAR NEWS, a única b2b do segmento, com freqüência de 45 dias e 20.000 exemplares auditados pelo IVC.

REVISTA ELETROLAR NEWS, a única b2b do segmento, com freqüência de 45 dias e 20.000 exemplares auditados pelo IVC. REVISTA ELETROLAR NEWS, a única b2b do segmento, com freqüência de 45 dias e 20.000 exemplares auditados pelo IVC. FEIRA ELETROLAR SHOW, evento anual B2B que reúne a indústria e o varejo, mais de 1.000

Leia mais

EMPREENDEDORISMO Marketing

EMPREENDEDORISMO Marketing Gerenciando o Marketing EMPREENDEDORISMO Marketing De nada adianta fabricar um bom produto ou prestar um bom serviço. É preciso saber colocálo no mercado e conseguir convencer as pessoas a comprá-lo. O

Leia mais

Welcome Call em Financeiras. Categoria Setor de Mercado Seguros

Welcome Call em Financeiras. Categoria Setor de Mercado Seguros Categoria Setor de Mercado Seguros 1 Apresentação da empresa e sua contextualização no cenário competitivo A Icatu Seguros é líder entre as seguradoras independentes (não ligadas a bancos de varejo) no

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

De olho no futuro. 10Minutos Energia

De olho no futuro. 10Minutos Energia 10Minutos Energia Como ganhar impulso no processo de transformação energética De olho no futuro Julho de 2015 Destaques Megatendências e disrupções estão tendo impactos profundos nas estratégias e no papel

Leia mais

Apresentação Institucional TRANSFORMAMOS UM SIMPLES CLIQUE EM GRANDES NEGÓCIOS WWW.TOPDEALS.COM.BR

Apresentação Institucional TRANSFORMAMOS UM SIMPLES CLIQUE EM GRANDES NEGÓCIOS WWW.TOPDEALS.COM.BR Apresentação Institucional TRANSFORMAMOS UM SIMPLES CLIQUE EM GRANDES NEGÓCIOS WWW.TOPDEALS.COM.BR Agenda 3 Nosso Posicionamento 5 Muito prazer, nós somos a TopDeals 7 O que oferecemos? 8 Nossos diferenciais

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS O COMÉRCIO RESPONDE POR 12,7% DO PIB BRASILEIRO O COMÉRCIO VAREJISTA É RESPONSÁVEL POR 42% DO COMÉRCIO

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV Bloco Comercial CRM e AFV Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre os Módulos CRM e AFV, que fazem parte do Bloco Comercial. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE SUMÁRIO O que é gestão de estoque...3 Primeiros passos para uma gestão de estoque eficiente...7 Como montar um estoque...12 Otimize a gestão do seu estoque...16

Leia mais

Pesquisa do ManpowerGroup revela declínio nas expectativas de contratações no Brasil

Pesquisa do ManpowerGroup revela declínio nas expectativas de contratações no Brasil EMBARGOED UNTIL TUESDAY JUNE 09, 2015 AT 00.01 EST Pesquisa do ManpowerGroup revela declínio nas expectativas de contratações no Brasil A expectativa de contratação no Brasil chega a -3% para o próximo

Leia mais

Pesquisa intenções de compras para o Dia dos Pais

Pesquisa intenções de compras para o Dia dos Pais Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Pesquisa intenções de compras para o Dia dos Pais Perfil do Consumidor para Grande Florianópolis DPLAN - Núcleo de Pesquisas PESQUISA INTENÇÕES DE COMPRAS

Leia mais

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE VAREJO (410 H) MANUAL DO CURSO

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE VAREJO (410 H) MANUAL DO CURSO MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE VAREJO (410 H) MANUAL DO CURSO São Paulo Educação Executiva 2015 Apresentação O MBA em Gestão Estratégica de Varejo ESPM - LEROY MERLIN é resultado do trabalho conjunto da

Leia mais

NeoGrid & Ciclo Desenvolvimento

NeoGrid & Ciclo Desenvolvimento Inteligência e Colaboração na Cadeia de Suprimentos e Demanda NeoGrid & Ciclo Desenvolvimento Paulo Viola paulo.viola@neogrid.com Introdução Tema: Inteligência e Colaboração na Cadeia de Suprimentos e

Leia mais

Comércio na internet: muito mais que e-commerce

Comércio na internet: muito mais que e-commerce Comércio na internet: muito mais que e-commerce Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência

Leia mais

FEICON BATIMAT Inovação e referência para quem pensa em construção.

FEICON BATIMAT Inovação e referência para quem pensa em construção. A FEICON BATIMAT é o evento referência para a indústria de construção civil na América Latina. Um encontro anual para apresentação de lançamentos, demonstrações de produtos e serviços, realização de negócios

Leia mais

NEOCONSUMIDOR BRASIL 2014

NEOCONSUMIDOR BRASIL 2014 NEOCONSUMIDOR BRASIL 2014 AGENDA 1 2 3 4 ESTUDO NEOCONSUMIDOR BRASIL 2014 PERFIL QUEM É O NEOCONSUMIDOR? COMPORTAMENTO DOS PERFIS ONDE E COMO SE INFORMAM 5 REFLEXÕES O NEOCONSUMIDOR A ORIGEM MULTICANAL

Leia mais

Painel da Indústria Financeira - PIF

Painel da Indústria Financeira - PIF Painel da Indústria Financeira - PIF Agenda Desintermediação Bancária nas Operações de Créditos Relacionamento com Instituições não Bancárias As Razões de Uso do Sistema Financeiro, segundo as Empresas:

Leia mais

Pesquisa IBOPE Ambiental. Setembro de 2011

Pesquisa IBOPE Ambiental. Setembro de 2011 Pesquisa IBOPE Ambiental Setembro de 2011 Com quem falamos? Metodologia & Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas telefônicas. Objetivo geral Identificar

Leia mais

Análise do Perfil da Gestão Financeira Realizada Pelas Micro e Pequenas Empresas da Cidade de Itajubá

Análise do Perfil da Gestão Financeira Realizada Pelas Micro e Pequenas Empresas da Cidade de Itajubá Análise do Perfil da Gestão Financeira Realizada Pelas Micro e Pequenas Empresas da Cidade de Itajubá Adriano_fernandes_vianna@ymail.com cca@facesm.br Facesm João Paulo Guerreiro Gonçalves cca@facesm.br

Leia mais

Rafael Vargas Presidente da SBEP.RO Gestor de Projetos Sociais do Instituto Ágora Secretário do Terceiro Setor da UGT.RO

Rafael Vargas Presidente da SBEP.RO Gestor de Projetos Sociais do Instituto Ágora Secretário do Terceiro Setor da UGT.RO Abril/2014 Porto Velho/Rondônia Rafael Vargas Presidente da SBEP.RO Gestor de Projetos Sociais do Instituto Ágora Secretário do Terceiro Setor da UGT.RO Terceiro Setor É uma terminologia sociológica que

Leia mais

Desembaraço. Informações da indústria como você nunca viu

Desembaraço. Informações da indústria como você nunca viu Desembaraço Informações da indústria como você nunca viu Introdução É uma ferramenta dominada pela geração Y, mas que foi criada pela geração X. Ela aproxima quem está longe e tem distanciado quem está

Leia mais

Nome da área, ex.: Departamento Comercial. Assunto da apresentação MZM Store

Nome da área, ex.: Departamento Comercial. Assunto da apresentação MZM Store Nome da área, ex.: Departamento Comercial Assunto da apresentação MZM Store Morena Rosa Group: Uma das Empresas Líderes no Setor de Moda Feminina MORENA ROSA Group Principais números do Morena Rosa Group

Leia mais

1. O Brasil vive um momento de transformação no padrão do consumo. 3. Produtos de Limpeza e Higiene & Beleza têm enorme potencial

1. O Brasil vive um momento de transformação no padrão do consumo. 3. Produtos de Limpeza e Higiene & Beleza têm enorme potencial PRINCIPAIS MESSAGENS 1. O Brasil vive um momento de transformação no padrão do consumo 2. Temos indicadores demográficos e socio econômicos para ser otimistas nesta década 3. Produtos de Limpeza e Higiene

Leia mais

ANATEC. Publicação premiada CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA UM CONCEITO INOVADOR. DEC News: o elo de comunicação entre a indústria e o pequeno varejo.

ANATEC. Publicação premiada CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA UM CONCEITO INOVADOR. DEC News: o elo de comunicação entre a indústria e o pequeno varejo. Mídia Kit 2011 DEC News: o elo de comunicação entre a indústria e o pequeno varejo Créditos: Vitor Almeida A revista DEC News nasceu para ajudar o pequeno e médio varejista a fidelizar clientes e aumentar

Leia mais

Pesquisa. Intenção de

Pesquisa. Intenção de Pesquisa SPC BRASIL: Intenção de Compras para o Natal Novembro/2013 Pesquisa do SPC Brasil revela que brasileiros pretendem gastar mais e comprar mais presentes neste Natal Se depender dos consumidores

Leia mais

Produtos e Serviços Financeiros no Varejo

Produtos e Serviços Financeiros no Varejo Seminário GVcev Produtos e Serviços Financeiros no Varejo Produto Private Label fortalecendo a parceria entre varejo e instituições financeiras Marcelo Noronha Agenda Parceria Produto Private Label Bradesco

Leia mais

Soluções em. Cloud Computing. Midia Indoor. para

Soluções em. Cloud Computing. Midia Indoor. para Soluções em Cloud Computing para Midia Indoor Resumo executivo A Midia Indoor chegou até a Under buscando uma hospedagem para seu site e evoluiu posteriormente para uma solução cloud ampliada. A empresa

Leia mais

Unidade II MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino

Unidade II MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino Unidade II MARKETING DE VAREJO E NEGOCIAÇÃO Profa. Cláudia Palladino Preço em varejo Preço Uma das variáveis mais impactantes em: Competitividade; Volume de vendas; Margens e Lucro; Muitas vezes é o mote

Leia mais

LÍDER EM DESENVOLVIMENTO NÓS SOMOS E-COMMERCE DE LOJAS VIRTUAIS EM ANOS MAGENTO

LÍDER EM DESENVOLVIMENTO NÓS SOMOS E-COMMERCE DE LOJAS VIRTUAIS EM ANOS MAGENTO BIS2BIS BIS2BIS LÍDER EM DESENVOLVIMENTO NÓS SOMOS E-COMMERCE DE LOJAS VIRTUAIS EM MAGENTO Somos um time de especialistas em E-commerce consultores, programadores, designers, atendimento e suporte. Apaixonados

Leia mais

Mercado projeta crescimento sólido

Mercado projeta crescimento sólido Indicadores Mercado projeta crescimento sólido Receitas de serviços de Marketing Direto em 2009 atingem R$ 21,7 bilhões e crescem 11,3% com relação ao ano anterior. Projeção do mercado é de evolução de

Leia mais

Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil

Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil Estudo o uso do código de barras no Brasil 30 de junho de 2015 Consumidor e o Código de Barras 2 Consumidor e o Código de Barras - Perfil 45% - HOMENS 55%

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Trade Marketing é confundido por algumas empresas como um conjunto de ferramentas voltadas para a promoção e a comunicação dos produtos. O

Leia mais

The Director s Report: The State of ecommerce in Brazil. Por Lariza Carrera, Executive Director, etail Brazil

The Director s Report: The State of ecommerce in Brazil. Por Lariza Carrera, Executive Director, etail Brazil The Director s Report: The State of ecommerce in Brazil Por Lariza Carrera, Executive Director, etail Brazil etailbrazil.com 2014 O mercado está se ajustando a uma realidade multi-canal não excludente,

Leia mais

Gean Roriz. Arthur Campos. A Move Empresas foi a construção de um sonho. E hoje fazemos outras pessoas tirarem do papel a marca dos seus sonhos.

Gean Roriz. Arthur Campos. A Move Empresas foi a construção de um sonho. E hoje fazemos outras pessoas tirarem do papel a marca dos seus sonhos. A Move Empresas foi a construção de um sonho. E hoje fazemos outras pessoas tirarem do papel a marca dos seus sonhos. Gean Roriz Sócio/Co-fundador Diretor de Estratégia e Inovação Move Empresas Arthur

Leia mais

Curso Intensivo. Merchandising - Formação Avançada e Gerenciamento de Produtos por Categoria em Farmácias

Curso Intensivo. Merchandising - Formação Avançada e Gerenciamento de Produtos por Categoria em Farmácias Curso Intensivo Merchandising - Formação Avançada e Gerenciamento de Produtos por Categoria em Farmácias O EaDPLUS é um dos melhores portais de cursos à distância do Brasil e conta com um ambiente virtual

Leia mais

Momento atual e futuro do varejo. Alberto Serrentino

Momento atual e futuro do varejo. Alberto Serrentino Momento atual e futuro do varejo Alberto Serrentino Agenda O momento do varejo brasileiro Modelo estratégico para o varejo O varejo no futuro omnichannel O momento do varejo brasileiro Evolução recente

Leia mais

Case Livraria Saraiva: Solução de Atendimento Multicanal e Internalização da Central de Atendimento

Case Livraria Saraiva: Solução de Atendimento Multicanal e Internalização da Central de Atendimento Case Livraria Saraiva: Solução de Atendimento Multicanal e Internalização da Central de Atendimento Livraria Saraiva A Livraria Saraiva é uma empresa brasileira, fundada em 1914 e hoje é a maior livraria

Leia mais

5 CONSIDERAÇÕES FINAIS. 5.1 Conclusão

5 CONSIDERAÇÕES FINAIS. 5.1 Conclusão 97 5 CONSIDERAÇÕES FINAIS 5.1 Conclusão Este estudo teve como objetivo final elaborar um modelo que explique a fidelidade de empresas aos seus fornecedores de serviços de consultoria em informática. A

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURSOS DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE LIVREIROS NO RIO DE JANEIRO 2012 PARCERIA COM A AEL

PROGRAMAÇÃO CURSOS DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE LIVREIROS NO RIO DE JANEIRO 2012 PARCERIA COM A AEL PROGRAMAÇÃO CURSOS DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE LIVREIROS NO RIO DE JANEIRO 2012 PARCERIA COM A AEL MAIO Dia 25 de maio de 2012 Liderança para o varejo de livrarias (4 horas) De nada adianta contar com

Leia mais

PARA QUE SERVE O CRM?

PARA QUE SERVE O CRM? Neste mês, nós aqui da Wiki fomos convidados para dar uma entrevista para uma publicação de grande referência no setor de varejo, então resolvemos transcrever parte da entrevista e apresentar as 09 coisas

Leia mais

SIAC SISTEMA ITAUTEC DE AUTOMAÇÃO COMERCIAL

SIAC SISTEMA ITAUTEC DE AUTOMAÇÃO COMERCIAL SIAC SISTEMA ITAUTEC DE AUTOMAÇÃO COMERCIAL O SIAC é a solução integrada de automação comercial da Itautec para frente de loja. Um sistema que integra toda a área de vendas, fazendo com que a loja trabalhe

Leia mais

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa Análise XP Fundamentos Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa A Empresa A Senior Solution está presente, há mais de 17 anos, no segmento de Tecnologia da Informação no mercado brasileiro, sendo uma

Leia mais

KM DO VAREJO 2010 GESTÃO DO CONHECIMENTO E INOVAÇÃO NO VAREJO

KM DO VAREJO 2010 GESTÃO DO CONHECIMENTO E INOVAÇÃO NO VAREJO KM DO VAREJO 2010 GESTÃO DO CONHECIMENTO E INOVAÇÃO NO VAREJO Porto Alegre, 27/07/2010. Martha Terenzzo Julho,2010 2010 Martha Terenzzo KM do VAREJO 2010 2 MISSÃO Capacitar e estimular as pessoas a desenvolver

Leia mais

UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO

UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO SAIR DO LUGAR-COMUM PÃO DE AÇÚCAR UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO Só em São Paulo, a associação que reúne os supermercados tem mais de 50 empresas cadastradas. As lojas se espalham com um volume impressionante.

Leia mais

CONCEITO. O conceito BI Soluções PME foi inspirado em três premissas:

CONCEITO. O conceito BI Soluções PME foi inspirado em três premissas: Parceria com: CONCEITO O conceito BI Soluções PME foi inspirado em três premissas: Reunir empresários de um mesmo setor afim de cooperar esforços para atingir resultados maiores e melhores com mais economia.

Leia mais

THIAGO LEITE. about.me/thiagomtleite

THIAGO LEITE. about.me/thiagomtleite THIAGO LEITE about.me/thiagomtleite Idade: 28 anos Status: Solteiro Formação: Administração (UFPE) Profissão: Consultor Independente Origem: Fortaleza, CE Experiência: 4 anos na área Hobbies: #Jazz #Games

Leia mais

COMPETITIVIDADE: DESENVOLVIMENTO PRÓXIMOS ANOS? COMO SERÁ O DO SEU NEGÓCIO NOS. Sussumu Honda

COMPETITIVIDADE: DESENVOLVIMENTO PRÓXIMOS ANOS? COMO SERÁ O DO SEU NEGÓCIO NOS. Sussumu Honda REFLEXÕES SOBRE A COMPETITIVIDADE: COMO SERÁ O DESENVOLVIMENTO DO SEU NEGÓCIO NOS PRÓXIMOS ANOS? Sussumu Honda 2013: O MUNDO Perspectivas Globais RECUPERAÇÃO GRADATIVA COM GRANDES MUDANÇAS Perspectivas

Leia mais

Mensagem do presidente

Mensagem do presidente Mensagem do presidente A giroflex-forma está em um novo momento. Renovada, focada em resultados e nas pessoas, ágil e mais competitiva no mercado de assentos e de mobiliário corporativo. Representando

Leia mais

Se você procura uma franquia, pense numa marca MAIS Q BÁSICA: LUCRATIVA

Se você procura uma franquia, pense numa marca MAIS Q BÁSICA: LUCRATIVA Se você procura uma franquia, pense numa marca MAIS Q BÁSICA: LUCRATIVA A MARCA A MAIS Q BÁSICA nasceu no verão de 2007, uma inspiração da designer Maria Alejandra Rizzo. Com um estilo muito próprio, suas

Leia mais

Especializada em oferecer as melhores soluções para a proteção contra riscos

Especializada em oferecer as melhores soluções para a proteção contra riscos apresentação O objetivo do trabalho é sempre proporcionar o melhor resultado para o cliente, o que envolve desde os cuidados na elaboração dos contratos até a administração dos conflitos com a seguradora

Leia mais

Melhores Práticas e Tendências do Comércio Eletrônico. São Paulo 05/10/2015

Melhores Práticas e Tendências do Comércio Eletrônico. São Paulo 05/10/2015 Melhores Práticas e Tendências do Comércio Eletrônico São Paulo 05/10/2015 Sumário 1. Apresentação 2. A Nova Geração de Consumidores 3. Evolução do E-commerce no Brasil 4. Tendências Globais de Tecnologias

Leia mais

Planejamento de Ac o es em Mi dias Sociais TRABALHO EM GRUPO

Planejamento de Ac o es em Mi dias Sociais TRABALHO EM GRUPO Planejamento de Ac o es em Mi dias Sociais TRABALHO EM GRUPO Profº Fred Profº Pacheco Fred Pacheco Posicionamento e Conceitos fredpacheco@me.com Tradicionais Agenda 1. 2. 3. 4. Trabalho em grupos Confecção

Leia mais