UMA VIDA DEDICADA À BRASÍLIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UMA VIDA DEDICADA À BRASÍLIA"

Transcrição

1 1 BRASÍLIA, SETEMBRO DE 2014 WASNY DE ROURE UMA VIDA DEDICADA À BRASÍLIA O dputado Wany d Rour tm mai d 120 li aprovada apr qu bnficiam milhar d poa no DF Entorno. Rconhcido por trabalhar muito, r ério xrcr o mandato d forma tranparnt, Wany tm atuação pautada na garantia do dirito na promoção da cidadania para o morador da capital do paí. Su lma: rvir com implicidad, ética dcência. REGULARIZAÇÃO ÇÃ PRIORIDADE É VER BRASÍLIA BRA NA LEGALIDADE SERVIDORES VALORIZAÇÃO DOS SERVIDORES E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS EDUCAÇÃO AÇ WASNY VAI CONTINUAR TRABALHANDO PELA EDUCAÇÃO Garantir qu Braília ja rpitada u morador tnha tnham qualidad d vida. A luta pla lg lgalidad da trra da capital tm ido trilhada com dtrminação pl plo dputado Wany dd u primiro primi mandato Wany vai concomo ditrital. Elito, Wa para compltar tinuar trabalhando par proco com rp rponabilidad gurança jurídica. Continuar a tranformação do rviço público com a nomação rcord d aprovado m concuro. E agora Wany vai lutar para implantar o Plano d Saúd do(a) rvidor(a) a rtruturação da carrira, com a quiparação alarial do poal d nívl uprior da aúd da ducação. Além da implantação da Carrira Típica d Etado. O dputado Wany é um político compromiado com a Educação dmontra io com açõ ftiva m favor da comunidad colar. Wany trabalhou junto com SINPRO pla rtruturação da carrira do(a) profor(a) orintador(a). Garantiu rcuro para rforma intalação d quadra poliportiva na cola tm trabalhado pla contrução d crch m toda a Rgiõ Adminitrativa. Wany vai continuar trabalhando, com o Sindicato do Trabalhador m Ecola Pública do DF(SAE), pla rtruturação da Carrira da Aitência à Educação. pagina 3 E MAIS CULTURA, SAÚDE, ESPORTE pagina 6 7 ESPECIAL AÇÕES DO WASNY RESULTAM EM MELHORIAS PARA AS CIDADES pagina 45 Qum já fz muito, vai fazr muito mai

2 QUEM ÉWASNY DE ROURE Wany d Rour chgou à Braília ainda criança, m 1959, vindo com o pai d GoiâniaGO. Formado m con conomia pla UnB, também fz mtrado na UFMG. m Ingr Ingrou na Conab, ond tornou pridnt da Aociaidnt ção do do Srvidor. Wany foi dirtor do Sindp, ond Sin iniciou inicio ua caminhada indical. Dpo Dpoi fz Mtrado m conomi nomia pla Univr Univridad d O Oxford, na InglatrIng ra, ond morou ci por cinco ano. Foi lito dputado dit ditrital pla primira vz m , m 1995, aumiu a Scrtaria d Faznda, Faznd príodo qu também foi lídr na CLDF. Em 2001, já como pridnt do PTDF, Wany lidrou o movimnto Em dfa d Braília, qu combatu a corrupção na capital. Em 2003 aumiu uma cadira na Câmara Fdral, ond dtacou por garantir o aumnto do rcuro do Fundo Contitucional do DF. Foi lídr da bancada do DF na Câmara rlator do Orçamnto. Priorizou o movimnto ociai, a política para a juvntud, rviço o rvidor público. Wany rtornou à Câmara Lgilativa m Com ua capacidad d conciliação, Wany foi lito para pridir a CLDF. A atuação d Wany tm ido fundamntal na aprovação d projto qu bnficiam a população d Braília. Dfnor incanávl da luta da cla trabalhadora, Wany tm 121 li ditritai aprovada. Incntivador da agricultura familiar, da rforma agrária dfnor do mio ambint, o dputado Wany dtaca por ua hontidad, ética, ridad dcência. Um critão qu xrc u mandato dfndndo a igualdad d dirito, a cidadania a jutiça ocial. WASNY TEM COMPROMISSO COM BRASÍLIA. TEM COMPROMISSO COM VOCÊ!

3 3 WASNY TRABALHA PELA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA REGULARIZAÇÃO DOS TEM PLOS RELIGIOSOS E ENTIDA DES ASSISTENCIAIS LOTES COMPARTILHADOS Wany trabalhou para qu morador d lot compartilhado no Guará, Rcanto da Ema Riacho Fundo I II, obtivm a critura individuai. Articulou a aprovação do projto d li do Excutivo qu dmmbra a unidad imobiliária, com io cntna d família ganham dignidad com a mudança dfndida por Wany dd REGULARIZAÇÃO DE SÃO SEBASTIÃO Wany ralizou runiõ, audiência pública prcorru toda a intância do GDF m dfa da rgularização d São Sbatião. Hoj milhar d família tão ntrgando a documntação para a Scrtaria d Etado d Habitação, Rgularização Dnvolvimnto Urbano (Sdhab) concluir o proco. REGULARIZAÇÃO DE CONDOMÍNIOS Wany luta pla lgalização d condomínio m divra rgiõ do DF. Entr l, tão o Stor Habitacional Pont Alta Pont d Trra, no Gama; Habitacional Tororó, m Santa Maria; São Bartolomu, m São Sbatião rgião do Jardim Botânico. Califórnia, Portal do Sol, Fortalza, Vitória Régia na Faznda Sucupira, qu fica na rgião do Riacho Fundo I. REGULARIZAÇÃO DE ÁRE AS VERDES OCUPADAS Iniciativa do Wany, quando da aprovação da Li 887/2014, garantiu o crcamnto da ára vrd adjacnt ao lot ridnciai para todo DF. Com io, fica lgalizada a ituação d qum já havia fito o crcamnto não contruiu dificaçõ. Wany tm ido um dfnor incanávl do gmnto critão, d outra corrnt rligioa d protção à poa m ituação d vulnrabilidad ocial. Foi um do principai articulador para qu a pridnta Dilma anciona a Li nº , d 18/06/2014, qu rgulariza tmplo rligioo ára d ntidad aitnciai no DF. Em conjunto com lidrança rligioa, Wany também atuou para qu o govrnador Agnlo Quiroz aina o Dcrto , d 10 d agoto d 2014, qu rgulamnta a rgularização no âmbito do DF. Finalmnt, tá chgando a hora da vitória da clbração d uma conquita onhada, fruto da batalha incanávl d mai d 20 ano da comunidad rligioa aitnciai do DF, commora Wany. A luta d Wany agora é proguir na jornada até garantir qu mai d unidad rligioa aitnciai tnham a lgalidad fundiária garantida.

4 4 AÇÕES DO WASNY RESULTAM EM ESPECIAL LAGO NORTE Atnção para a rgião do Lago Nort rultou na ampliação da rd d nrgia létrica, rcapamnto afáltico, ônibu novo, ciclovia, dua cola infanti, contrução do quartl do Corpo d Bombiro, implantação rvitalização d Parqu novo Ponto d Encontro Comunitário (PEC). M R No co ur 21 BRAZLÂNDIA Dtinou rcuro para obra, rforma d cola projto m dfa da prrvação utntabilidad da Florta Nacional d Braília (Flona), a pavimntação da DF 001 para produtor rurai d Brazlândia. Apoia a luta pla rforma agrária atnção ao antado. Votou a favor da rvitalização do Club Balnário trabalha pla implantação do poto do INSS na cidad. CEILÂNDIA Apoio irrtrito ao projto ociai ao port na rgião. Dtinou rcuro para a contrução do campo d futbol da Guariroba também para calçada, iluminação infratrutura. Dfa da rgularização infratrutura do condomínio da rgião, como o Sol Nacnt Pôr do Sol. GAMA Emnda do dputado Wany garantiram a contrução da pont d concrto para a comunidad da Pont Alta d Baixo, no Stor d Chácara Rcanto do Buriti. Mlhoria também para a iluminação pública m toda cidad condomínio, linha d ônibu, rforma d cola, contrução d calçada implantação do Intituto Fdral d Braília (IFB) na cidad. Afaltamto do Gama a Eldorado Srra Dourada. LAGO SUL Mobilização da comunidad para dfinição d política pública para tratar do daoramnto do Lago Paranoá, da prrvação da ára vrd nacnt, além da dfa da implantação do Parqu Ecológico da Copaíba. PARANOÁ E ITAPOÃ Apoio a intituiçõ ociai dtinação d rcuro para nova crch, rforma d cola, como o CAIC Madr Paulina. Também para a gurança, afalto iluminação pública. Graça ao Wany foi criado o Parqu Ecológico Smnt do Itapoã, qu contmpla toda a comunidad da rgião. PLANO PILOTO Garantia da livr maniftação artítica na rua da cidad garantindo paço público para art cultura. É autor d mnda pla implantação do Cntro Cultural da Aa Nort, no lugar ond ant funcionava o CAJE. RIACHO FUNDO I II Librou rcuro para nova PEC, infratrutura, iluminação, mlhoria na via pública calçada. Dfnd a lgalização da ára d comércio indútria para gração d mprgo. Graça a dtinação d crca d R$1 milhão m mnda do Wany, o Riacho Fundo II vai tr a ua Fira Prmannt na QN 10. NOROESTE Aliado do morador do Stor Norot, Wany tm intrcdido para garantir a olução d problma rlacionado a infratrutura, gurança, acibilidad mobilidad. SAMAMBAIA Dtinação d crca d R$ 1,5 milhão m mnda orçamntária para Samambaia. Exmplo: Campo Sintético da Q.310, novo Ponto d Encontro Comunitário (PEC). Rforma d quadra poliportiva, iluminação, pavimntação na rua cntrai, Adminitração Fórum da cidad. Contrução d tacionamnto apoio à Liga Dportiva DJ d Samambaia ao Projto Craqu na BolaCraqu na Ecola também para rforma do campo d trra da Q.319. Ao todo foram dtinado crca R$ 20 milhõ do orçamnto para Samambaia. SA D to M çã Co al SO Ap m a do liz Ri V Pa m ac So 2, co no bi ga cl ria

5 5 MELHORIAS PARA AS CIDADES a a ). o r r o i a ar o, a y, i á MOBILIDADE URBANA E BEM ESTAR SOCIAL Rmoção do pot do mio da via d aco à 1ª Avnida Nort, qu incomodavam a comunidad. Mlhoria para a cola, rforma ampliação d paço, contrução d calçada, urbanização mlhoria para a Fira da Quadra 202, SANTA MARIA Dtinação d R$1,5 milhão para obra na cidad. Invtimnto para contrução, rforma ampliação d cola crch. Mlhoria para a iluminação pública, pavimntação, implantação do Expro DF mai gurança, com o novo prédio do Corpo d Bombiro. Rforma d ára d lazr, praça pública, além d novo campo intético com vtiário iluminação. SOBRADINHO Apoio ao projto ociai, rforma ampliação d cola mlhoria para comunidad da Frcal, libração d vrba para a implantação do afalto ligando o Núclo Rural Sobradinho do Mlo, no Paranoá, à DF250. Dfa prmannt da rvitalização da nacnt do Ribirão Sobradinho. VILA BASEVI Pavimntação cologicamnt corrta da via d aco à Vila Bavi, m Sobradinho. A obra tm 2,4 km d bloqut d concrto, guindo a norma do órgão ambintai. A comunidad ganhou também uma ciclovia cológica mlhoria no rviço público um Ponto d Encontro Comunitário. VILA CAUHY Trabalho ério junto do morador da Vila Cauhy da prfitura comunitária para aclrar o proco d rgularização qu tava parado. Dpoi d muito mpnho, a licitação para colhr a mpra qu fará novo tudo d urbanização do local já foi ralizada. Agora, o momnto é d lutar junto para a rgularização dfinitiva. PLANALTINA Rcuro para a iluminação pública, implantação d PEC, rforma d cola, apoio ao Cntro d Enino Epcial, à quip d Baqut m Cadira d Roda. Wany apoia agricultura familiar a garantia d rgularização d vária rgiõ da cidad, como o condomínio do Quinta do Amanhcr I II, Arapoanga, Etância Mtr D`Arma, Rcanto do Sogo outro. TAGUATINGA Com o trabalho d Wany, o prmiionário do Trminal Rodoviário d Taguatinga tivram a garantia d podrm prmancr no local. O paço também ganhou uma ampla rforma. Wany buca garantir a lgalização da Fira do Importado d Taguatinga mai bnfício para a comunidad. RECANTO DAS EMAS Mlhoria na infratrutura, iluminação pública, calçada, contrução do campo intético na Quadra 400/600 aprovação do projto qu prmit a divião d trrno na cidad. Wany dfnd a prmanência rgularização da ponta d Quadra da 406. Além d critura na Quadra 508,

6 Vo 6 CULTURA Wany é autor da Li 4.821/2012, qu trata da livr xprão cultural na rua d DF. A li dtrmina o fim d qualqur cnura, proibição o não pagamnto d taxa. Wany também é autor do projto d criação do Cntro Cultural da Aa Nort, no lugar do antigo Cntro d Atndimnto Juvnil Epcializado (CAJE). SERVIDORES(AS) REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS Srvidor público da CONAB, Wany iniciou a ua trajtória política como pridnt da Aociação d Srvidor da intituição. Tm uma vida ddicada à dfa a valorização d todo o rvidor. Na ba do diálogo da contrução coltiva, mai d 80 mil rvidor foram bnficiado m 2013, com a rtruturação da carrira. Com o voto apoio do Wany, foram aprovado 22 projto d li tratando da rorganização alarial da rtruturação da carrira d 23 catgoria d vário tor da Adminitração Pública. Entr a catgoria bnficiada tão: Na Saúd: Técnico d Enfrmagm, Farmacêutico, Fiiotraputa, Picólogo, Nutricionita; no Dnvolvimnto Social: Aitnt Sociai; Na protção à criança: Conlhiro Tutlar; na ára d tranport: Mtroviário. Na Sgurança Pública: Policiai Militar, Bombiro, Polícia Civil Dtran; também na Codplan SAB. Na Educação: Magitério. Atuou na rtruturação da Carrira Típica d Etado: Ficalização Auditoria, além da modrnização da carrira da PPGG (Política Pública Gtão Govrnamntal). Wany continua trabalhando pla rtruturação da carrira d outra catgoria, como, Srviço d Limpza Urbana (SLU), Dpartamnto d Etrada Rodagm (DER) Sindicato do Trabalhador m Ecola Pública do DF (SAE). Wany agora luta para implantar o Plano d Saúd do(a) Srvidor(a) a rtruturação da carrira, da catgoria rtant com a quiparação alarial do poal d nívl uprior da aúd da ducação. EDUCAÇÃO No momnto dciivo, m qu o profiionai da Educação do DF prciaram da ação parlamntar, Wany poicionou com firmza m dfa do intr da catgoria. O trabalho do Wany garantiu: A rtruturação do Plano d Carrira do Magitério; A implantação da Gtão Dmocrática; O aumnto do auxílio alimntação; A implantação do auxilio aúd do Profiionai do Magitério; Convocação d profor concurado; Conolidação do Rgim Jurídico Único (RJUDF); Mai rcuro para a Fundação d Apoio à Pquia (FAP); Validação do Diploma obtido m paí do Mrcoul Portugal. Com o u voto, Wany vai dfndr mai conquita para a Educação: Implantação da Univridad Ditrital; Auxílio alimntação quiparado ao rvidor da Câmara Lgilativa CLDF; Ionomia com a média da catgoria d nívl uprior do GDF; Paridad ntr ativo apontado; Plano Ditrital d Educação, laborado pla Confrência Ditrital d Educação; Aumnto do rcuro para a Educação Pública; Ampliação do númro d cola qu ofrcm ducação d tmpo intgral; Extnão da aula d Educação Fíica para toda a cola qu ofrtam o ano iniciai do nino fundamntal; Rformulação do Plano d Cargo Salário da Carrira Aitência da Educação. CRECHES POLÍTICA DE CRECHES INCLUSIVA Graça ao mpnho a nibilidad do dputado Wany com a caua ociai, a implantação d uma política incluiva d crch précola no DF tá avançando. Dd julho d 2014, o DF já conta com 20 novo Cntro d Educação da Primira Infância (Cpi). Para o novo mandato, Wany rafirma o u compromio d continuar trabalhando pla xpanão do númro d crch no DF, com horário intgral atndimnto humanizado. SA WA PO an a c to Eu W ZA É a for a Pú SA Wa f Pro Hu SA Wa bli at Wa Ofi cr O ca d pa

7 7 Você abia? ; SAÚDE WASNY É AUTOR DA LEI 5.374/2014 QUE DEFINE AS POLÍTICAS DE ALEITAMENTO MATERNO NO DF. Com 21 ano d xitência, ta li virou rfrência nacional ajudou a conolidar o Brail como modlo d política d alitamnto matrno para muito paí da América Latina, África Europa. WASNY GARANTIU PLANO SAÚDE PARA OS TERCEIRI ZADOS DO GDF É a Li nº 4.799/2012, qu intitui a obrigatoridad do forncimnto d plano d aúd ao funcionário da mpra prtadora d rviço contratada pla Adminitração Pública do DF. SAÚDE DA MULHER Wany tm ralizado, ao longo da ua trajtória política, açõ ftiva m dfa d política para a mulhr. É autor do Projto d Li nº 1.987/2014 qu intitui o Etatuto do Parto Humanizado no Ditrito Fdral. SAÚDE DO HOMEM Wany ralizou audiência pública para dicutir política pública obr aúd maculina. Com io, prtnd chamar a atnção para o tma, qubrar tabu ampliar o dbat. Wany também é autor do projto qu inclui no Calndário Oficial d Evnto do Ditrito Fdral no calndário da Scrtaria d Saúd do DF, o Mê da Tiiologia Pnumologia. O ditrital Wany é autor d projto para prvnir notificar cao d câncr d pl. Frnt Parlamntar da Saúd Mntal Com a criação da Frnt Parlamntar m Dfa da Saúd Mntal, na Câmara Lgilativa, Wany promovu viita d vitoria ao Cntro d Atnção Picoocial (CAPS), m dfa d política pública para poa com trantorno mntai, ESPORTE WASNY ALIADO DO ESPORTE O dputado Wany é, no DF Entorno, um do principai apoiador do Eport como uma política ocial d incluão prvntiva. Por io, conidra fundamntal o invtimnto para a implantação do Ponto d Encontro Comunitário(PEC), campo intético, rforma d quadra, calçada ciclovia. O Programa Boliro, por xmplo, nacu na Câmara Lgilativa do DF. Grido pla Scrtaria d Eport, cutia a organização d tornio amador na noa rgião. Só m 2014, Wany librou mai d R$ 1 milhão para o projto, o qu proporcionou a participação d tim m 154 camponato. Outra iniciativa do Wany para o Eport: Libração d rcuro para a contrução do campo intético, com vtiário iluminação, m Santa Maria, São Sbatião Cilândia. Libração d rcuro para contrução do campo d futbol intético da Q.400/600, no Rcanto da Ema. Promoção d divra runiõ ntr o rprntant do tim, da Fdração da Liga d Futbol Amador do DF (FlfaDF) órgão do GDF. Além d Audiência Pública para dbatr política para o Futbol Amador. Wany tm ido incanávl na buca, junto ao BRB, d rcuro para a quip amadora. PROPOSTAS DO WASNY PARA O ESPORTE Criação da Frnt Parlamntar m Dfa do Futbol Amador; Prrvação garantia da prmanência d campo d futbol amador m toda a cidad do DF; Contrução d novo campo intético m toda a Rgiõ Adminitrativa; Compromio com o vnto portivo acompanhamnto prmannt da agnda m todo DF.

8 8 REFORMA AGRÁRIA Wany apóia a ampliação da Rforma Agrária no DF, a ditribuição d trra para acampado antado com a ofrta d aitência ocial técnica. Por io l mpr ouviu atndu o movimnto ociai m dfa da trra da agricultura famíliar. ENTORNO OLHAR DIFERENCIADO PARA A RIDE Wany, no xrcício da pridência da Câmara, d manira inédita, promovu a intgração da CLDF com o município do Entorno do DF. Abriu a porta da Caa para a dmanda da rgião ofrcu, por mio da Ecola do Lgilativo, curo d capacitação para aor vrador. O foco para 2014 é dar continuidad a a aproximação. Pla xpanão da loja d convniência do BRB Dfnor da Loja d Convniência do BRB, organizada na Aociação do Corrpondnt do Banco d Braília ASCO SEBAN, Wany garantiu o plano d aúd o rajut alarial para o rvidor da mpra. Por iniciativa do Wany, hoj ão prmitida loja d convniência do BRB dntro do Rtaurant Comunitário. WASNY REAFIRMA SEUS COMPROMISSOS 1 Exrcr o mandato com tranparência, zlo rpito ao bm público à população d Braília. 2 Trabalhar pla xpanão do númro d crch no DF, com horário intgral atndimnto humanizado. 3 Ampliação da rd d cola técnica, para aumntar a ofrta d curo profiionalizant. Implantação do Cntro Cultural da Aa Nort, no lugar do antigo CAJE. 4 Criação da Univridad Ditrital, com curo para toda ára. 5 Implantação do Plano d Saúd do rvidor rtruturação da carrira, com a quiparação alarial do poal d nívl uprior da Saúd da Educação. 6 Dtinar rcuro para limpza, daoramnto prrvação do Lago Paranoá. 7 Continuar a luta pla rgularização fundiária da cidad, condomínio, tmplo rligioo ntidad aitnciai, m abrir mão da prrvação da ára tombada d Braília. 8 Ampliação da Rforma Agrária no DF, com aitência ocial técnica para o antado ditribuição d trra para acampado. 9 Tranformar o mandato num intrumnto d apoio à política à luta pla utntabilidad a prrvação ambintal. 10 Garantir rcuro para a ampliação da rd d atndimnto protção à mulhr. 11 Etndr a linha do Expro DF para atndr Planaltina, Sobradinho, Taguatinga Cilândia. 12 Continuar dnvolvndo iniciativa para conolidar Braília como pólo d pquia cintífica tcnológica. 13 Continuar trabalhando para qu todo brailin ja contmplado com moradia digna com infratrutura. WASNY TEM COMPROMISSO COM BRASÍLIA E COM VOCÊ! Dcência, laldad capacidad d trabalho têm ido a marca da trajtória política do dputado Wany. E a iniciativa ão o rultado do u compromio com o movimnto comunitário, rligioo indicai. Su mandato podm r comparado a uma trinchira da ética, do zlo com a coia pública da dfa do povo d Braília do Entorno. Para continuar trabalhando por você honrando a noa cidad, u pço u voto. Wany d Rour. Comitê: SDS, Conjunto Baracat, Bloco F/G, loja 5 9, BraíliaDF CEP Tlfon: Sit: dputadowany.com.br dputadowany Coligação Rpito por Braília PT CNPJ /000106

Automotive Service Center Soluções completas para empresas e profissionais do setor automotivo

Automotive Service Center Soluções completas para empresas e profissionais do setor automotivo A Boch traz para você a oficina do futuro Oficina autopça d todo o mundo têm a Boch como um grand técnico mprariai criado pcialmnt para difrnciar ua mpra no mrcado. té A gama mai complta d pça d rpoição.

Leia mais

Anexo XI. Demonstrativo dos Recursos Destinados a Investimentos por Órgão. Fiscal 5.176.791.354 154.831.221 1.942.922.708 7.274.545.

Anexo XI. Demonstrativo dos Recursos Destinados a Investimentos por Órgão. Fiscal 5.176.791.354 154.831.221 1.942.922.708 7.274.545. Anexo XI GOVERNO DO DISTRITO 1 01 - CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO 01101 - CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO 02 - TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO 02101 - TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO 09 - CASA CIVIL DO DISTRITO

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini - Novembro 2013

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini - Novembro 2013 Txto para Coluna do NRE-POLI na Rvita Contrução Mrcado Pini - Novmbro 2013 Rico do Tomador do Agnt Financiro no Uo do Sitma Pric m rlação ao Sitma SAC no Financiamnto d Imóvi Ridnciai Prof. Dr. Claudio

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL

PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL NOVO CADASTRO DA HABITAÇÃO MAIO/2012 Necessidade de adequação da gestão de processos da CODHAB para: Atingir meta de eliminar o deficit habitacional do DF ofertando

Leia mais

Telecentros em BRASÍLIA

Telecentros em BRASÍLIA ANEXO IV Telecentros em BRASÍLIA TELECENTRO COMUNITÁRIO ESTRUTURAL End.: VALE DO AMANHECER End. Comp : Quadra 12, conj. A ch 2140 - Estrutural Bairro : VALE DO AMANHECER SALA DE INFORMÁTICA ACISP End.

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dezembro/2010

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dezembro/2010 [Digit txto] 1 IDENTIFICAÇÃO RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dzmbro/2010 Programa: Opraçõs Coltivas Contrato CAIXA nº: 0233.389.09/2007 Ação/Modalidad: Construção d unidad habitacional

Leia mais

Plano Anual e Plurianual de Atividades (PAA) 2013/2014

Plano Anual e Plurianual de Atividades (PAA) 2013/2014 Plano Anual Plurianual Ativida (PAA) 2013/2014 Gt Rcuro Humano Ára intrvnç 1. Gt Rcur o Human o OE1. Dnvolv r a comptênci a mlhorar o mpnh o cnt opracionai OO1: Promovr nvolvim nto o ativida formaç rflx

Leia mais

PROJETO EDUCATIVO. Índice. Introdução 03. I Contextualização do Projeto 04. 1.- Caracterização do Contexto 05. 1.1- Localização 05. 1.

PROJETO EDUCATIVO. Índice. Introdução 03. I Contextualização do Projeto 04. 1.- Caracterização do Contexto 05. 1.1- Localização 05. 1. 2012/2016 Índic Introdução 03 I Contxtualização do Projto 04 1.- Caractrização do Contxto 05 1.1- Localização 05 1.2- População 05 1.3- Rcuro 05 1.4- Rd ducativa 06 2.- Caractrização da Intituição 07 2.1-

Leia mais

Auditoria Operacional: escolas públicas do Distrito Federal 2007

Auditoria Operacional: escolas públicas do Distrito Federal 2007 Auditoria Operacional: Qualidade das instalações físicas das escolas públicas do Distrito Federal 2007 Processo nº 37.711/2006 - ANEXO - FOTOS DAS ESCOLAS VISITADAS DATA DAS VISITAS: 05/FEV A 09/FEV DE

Leia mais

TREDF alerta eleitores para mudança de locais de votação

TREDF alerta eleitores para mudança de locais de votação TREDF alerta eleitores para mudança de locais de votação O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE/DF) informa que 21 de setembro é o último dia para os interessados requererem a segunda via

Leia mais

PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NA EMPRESA. Prof. Jos é Ricardo Tóffoli

PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NA EMPRESA. Prof. Jos é Ricardo Tóffoli PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NA EMPRESA Prof. Jos é Ricardo Tóffoli PARTICIPAÇÃO DA S EGURANÇA E DA MEDICINA DO TRABALHO A qualidad d vida na mprs a dpnd do trabalho d uma quip multidis ciplinar, da qual

Leia mais

Atividades desenvolvidas pela secretaria da Agricultura Fomento Agropecuário e Meio Ambiente durante o ano de 2009.

Atividades desenvolvidas pela secretaria da Agricultura Fomento Agropecuário e Meio Ambiente durante o ano de 2009. Ativis snvolvis pla scrtaria Agricultura Fomnto Agropcuário Mio Ambint durant o ano 2009. Locação um imóvl: Com a locação do novo spaço para funcionamnto Scrtaria Agricultura, EPAGRI microbacia, o spaço

Leia mais

OAB 1ª FASE RETA FINAL Disciplina: Direito Administrativo MATERIAL DE APOIO

OAB 1ª FASE RETA FINAL Disciplina: Direito Administrativo MATERIAL DE APOIO I. PRINCÍPIOS: 1. Suprmacia do Intrss Público sobr o Particular Em sndo a finalidad única do Estado o bm comum, m um vntual confronto ntr um intrss individual o intrss coltivo dv prvalcr o sgundo. 2. Indisponibilidad

Leia mais

MANUAL DE APOSENTADORIA E ABONO PERMANÊNCIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GARANHUNS IPSG

MANUAL DE APOSENTADORIA E ABONO PERMANÊNCIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GARANHUNS IPSG MANUAL DE APOSENTADORIA E ABONO PERMANÊNCIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GARANHUNS IPSG SUMÁRIO PARTE I BENEFÍCIO DE APOSENTADORIA 1 - NOÇÕES SOBRE O BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIO

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Coletivo Data: 12/03/2011 Seção: Política Pág.: 5 Assunto: População teve acesso a diversos serviços

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Coletivo Data: 12/03/2011 Seção: Política Pág.: 5 Assunto: População teve acesso a diversos serviços Veículo: Coletivo Data: 12/03/2011 Seção: Política Pág.: 5 Assunto: População teve acesso a diversos serviços Veículo: Jornal da Comunidade Data: 05 a 11/03/2011 Seção: Nosso Bairro Pág.: 5 Assunto: Ações

Leia mais

PLANO DE AÇÃO NACIONAL DO GALIFORMES

PLANO DE AÇÃO NACIONAL DO GALIFORMES PLANO DE AÇÃO NACIONAL DO GALIFORMES OBJETIVO GERAL Assgurar prmanntmnt a manutnção das populaçõs a distribuição gográfica das várias spécis d Cracida Odontophorida. Atnção spcial srá dada aos táxons amaçados

Leia mais

Prefeito Tatu e vereadores vão a São Paulo em busca de Cursos Profissionalizantes para Maracaí

Prefeito Tatu e vereadores vão a São Paulo em busca de Cursos Profissionalizantes para Maracaí 01 Prfito Tatu vradors vão a São Paulo m busca d Cursos Profissionalizants para Maracaí Ontm (06/03) o prfito Eduardo Corra Sotana (Tatu), o Dputado Estadual Mauro Bragato, os vradors Edivaldo Rodrigus

Leia mais

Localização R$ % SE Cultura Gestão, manutenção Administração de pessoal 576 servidores DF 48.000.000 32,93 SE Cultura Cultura EP (PEDF) Reforma de

Localização R$ % SE Cultura Gestão, manutenção Administração de pessoal 576 servidores DF 48.000.000 32,93 SE Cultura Cultura EP (PEDF) Reforma de Localização R$ % SE Cultura Gestão, manutenção Administração de pessoal 576 servidores DF 48.000.000 32,93 SE Cultura Cultura EP (PEDF) Reforma de edificações e espaços culturais 1.500 m2 DF 6.996.819

Leia mais

Quadro 28: Percentual de matrículas inclusivas no Brasil e no DF

Quadro 28: Percentual de matrículas inclusivas no Brasil e no DF META 4 Universalizar o atendimento educacional aos estudantes com deficiência, transtorno global do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, independente da idade, garantindo a inclusão na

Leia mais

UM MANDATO À SERVIÇO DE BRASÍLIA

UM MANDATO À SERVIÇO DE BRASÍLIA Informativo do gabinete do deputado Wasny de Roure 2015 UM MANDATO À SERVIÇO DE BRASÍLIA Wasny: apoio permanente à luta dos servidores O ESTATUTO DO PARTO HUMANIZADO NO DF AGORA É LEI APROVADO MAIS RECURSOS

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO (UCB) 3.1.1.1. Organização Didático-Pedagógica

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO (UCB) 3.1.1.1. Organização Didático-Pedagógica UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO (UCB) 3.1.1.1. Organização Didático-Pgógica (4) (5) Mtas Rorganizar a distribuição dos discnts. Elaborar uma Política d contratação gstão d pssoal Rvisar o Projto Pgógico. Rstruturar

Leia mais

PROGRAMAÇÃO de 21 a 26/9 - Semana de Capacitação PROGRAMAÇÃO GRATUITA. VAGAS LIMITADAS. MOVIMENTO COMPRE DO PEQUENO FAZER BONS NEGÓCIOS

PROGRAMAÇÃO de 21 a 26/9 - Semana de Capacitação PROGRAMAÇÃO GRATUITA. VAGAS LIMITADAS. MOVIMENTO COMPRE DO PEQUENO FAZER BONS NEGÓCIOS PROGRAMAÇÃO de 21 a 26/9 - Semana de Capacitação PROGRAMAÇÃO GRATUITA. VAGAS LIMITADAS. MOVIMENTO COMPRE DO PEQUENO EU FAZER BONS NEGÓCIOS Inscrições: www.df.sebrae.com.br Informações: 0800 570 0800 EU

Leia mais

SC101. Decibelímetro integrador classe 1 com protocolos de medição FOI TÃO FÁC. Aplicações Dispõe de protocolos de medição para:

SC101. Decibelímetro integrador classe 1 com protocolos de medição FOI TÃO FÁC. Aplicações Dispõe de protocolos de medição para: Dciblímtro intgrador cla 1 com protocolo d mdição Aplicaçõ Dipõ d protocolo d mdição para: Ruído grado por vículo a motor Nívi onoro mitido produzido por atividad vizinhança UÍDO NUNA MEDIR O R IL FOI

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário

Ministério do Desenvolvimento Agrário Ministério do Desenvolvimento Agrário MISSÃO Promover a política de desenvolvimento do Brasil rural, a democratização do acesso à terra, a gestão territorial da estrutura fundiária, a inclusão produtiva

Leia mais

Guia do. Imposto de Renda. Imposto de renda BEMPARANÁ ENCARTE ESPECIAL DO BEM PARANÁ MARÇO DE 2014. CURITIBA, MARÇO DE 2014 economia@bemparana.com.

Guia do. Imposto de Renda. Imposto de renda BEMPARANÁ ENCARTE ESPECIAL DO BEM PARANÁ MARÇO DE 2014. CURITIBA, MARÇO DE 2014 economia@bemparana.com. Guia do ENCARTE ESPECIAL DO BEM PARANÁ MARÇO DE 2014 1 port@bmparana.com.br Impoto d Rnda a r a p o Tud r d fica m o c bm ra f a trga n d o Praz nt u q r f a Dúvid mpoto i o d õ Dduç a tabla d m g a A

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2014 EDITAL DE PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES E DE RETIFICAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2014 EDITAL DE PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES E DE RETIFICAÇÃO CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2014 EDITAL DE PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES E DE RETIFICAÇÃO O Município d Duartina, Estado d São Paulo, no uso d suas atribuiçõs lgais, torna público o Edital d Prorrogação das Inscriçõs,

Leia mais

Casa Civil da Governadoria

Casa Civil da Governadoria Casa Civil da Governadoria Grandes Números - A Execução do Orçamento: Tesouro Distrital e Fundo Constitucional Empenho Bilhões 2.5 2.0 1.5 1.1 1.5 1.2 1.1 1.8 2.3 Recorde de investimentos! 1.0 0.5 0.0

Leia mais

TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO NAIR FORTES ABU-MERHY TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO PLANEJAMENTO DO PARQUE TECNOLÓGICO 2011-2013 Tcnologia d Informação - FEAP 1 - Rlação

Leia mais

Cursos novos, prédio novo SOU+ História de sucesso. ConSePS faz a diferença. Boa performance do Omegabotz NOVEMBRO 2011 - Nº 108 - ANO 10

Cursos novos, prédio novo SOU+ História de sucesso. ConSePS faz a diferença. Boa performance do Omegabotz NOVEMBRO 2011 - Nº 108 - ANO 10 SOU+ NOVEMBRO 2011 - Nº 108 - ANO 10 INFORMATIVO DA FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA CAMPUS ALEXANDRE BELDI NETTO Curo novo, prédio novo 03 04 09 Hitória d uco ConSPS faz a difrnça Boa prformanc do

Leia mais

Encontro na casa de Dona Altina

Encontro na casa de Dona Altina Ano 1 Lagdo, Domingo, 29 d junho d 2014 N o 2 Encontro na casa d Dona Altina Na última visita dos studants da UFMG não foi possívl fazr a runião sobr a água. Houv um ncontro com a Associação Quilombola,

Leia mais

Lei nº 7998/90. Pós MP nº 665/14 Vigência 60 dias após a data da publicação Art. 2ºB Revogado Art. 2ºB Revogado Art. 2ºB Revogado

Lei nº 7998/90. Pós MP nº 665/14 Vigência 60 dias após a data da publicação Art. 2ºB Revogado Art. 2ºB Revogado Art. 2ºB Revogado Ants da MP nº 665/14 Art. 2o-B. Em carátr xcpcional plo prazo d sis mss, os trabalhadors qu stjam m situação d dsmprgo involuntário plo príodo comprndido ntr doz dzoito mss, inintrruptos, qu já tnham sido

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Prsidnt da Rpública Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planjamnto, Orçamnto Gstão Paulo Brnardo Silva INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Prsidnt Eduardo Prira Nuns Dirtor-Excutivo

Leia mais

Desse modo, podemos dizer que as forças que atuam sobre a partícula que forma o pêndulo simples são P 1, P 2 e T.

Desse modo, podemos dizer que as forças que atuam sobre a partícula que forma o pêndulo simples são P 1, P 2 e T. Pêndulo Simpls Um corpo suspnso por um fio, afastado da posição d quilíbrio sobr a linha vrtical qu passa plo ponto d suspnsão, abandonado, oscila. O corpo o fio formam o objto qu chamamos d pêndulo. Vamos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 047/RIFB, DE 03 DE SETEMBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 047/RIFB, DE 03 DE SETEMBRO DE 2014 EDITAL Nº 047/RIFB, DE 03 DE SETEMBRO DE 2014 REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS E CERTIFICADOS DE CURSOS TÉCNICOS E TECNOLÓGICOS ESTRANGEIROS DE ENSINO, PELO INSITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA- IFB. 1. DA ABERTURA 1.1

Leia mais

MONITORAMENTO DE INFORMAÇÃO

MONITORAMENTO DE INFORMAÇÃO A Casan 5/09) Diário do Sul/Tubarão - 29/09/2015 2 - Colunista - Arilton Barriros Mídia Imprssa A Ca www.clipagm.com.br 1 Mídia Imprssa Pr Projto d li ncaminha Balnário Piçarras ao tratamnto d sgoto 8/09)

Leia mais

Ramo Habitacional Popular Presidente CNPJ Coophabe- Cohastrab Coohabitag- Coohacosam- Coohadecom Coohadfed- Coohamigus- Coohaplan-sad- Coohareg

Ramo Habitacional Popular Presidente CNPJ Coophabe- Cohastrab Coohabitag- Coohacosam- Coohadecom Coohadfed- Coohamigus- Coohaplan-sad- Coohareg Ramo Habitacional Popular Presidente CNPJ Coophabe- Coop. Hab.de Brasília e Entorno Luciana Maria Lima 03.922.520/0001-40 Cohastrab-Coop. Habitacional Astrab Ltda. Maria Leni de Queiroz 26.412.742/0001-18

Leia mais

Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal CAESB Superintendência de Atendimento Comercial CAC

Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal CAESB Superintendência de Atendimento Comercial CAC Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal CAESB Superintendência de Atendimento Comercial CAC A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal CAESB é uma empresa pública de direito

Leia mais

MANUAL DO ALUNO NORMAS DA FACULDADE DO CLUBE NAÚTICO MOGIANO

MANUAL DO ALUNO NORMAS DA FACULDADE DO CLUBE NAÚTICO MOGIANO MANUAL DO ALUNO NORMAS DA FACULDADE DO CLUBE NAÚTICO MOGIANO 1º SEMESTRE DE 2015 Adminitração Marco Paulo Tavar Furlan Dirtor Gral Mir A. Souza Scrtária Gral Digo do Santo Cordiro Encarrgado Touraria Prof.

Leia mais

ILMO. SR(a). DELEGADO(a) DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO TRABALHO E EMPREGO DO ESTADO DA BAHIA.

ILMO. SR(a). DELEGADO(a) DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO TRABALHO E EMPREGO DO ESTADO DA BAHIA. ILMO. SR(a). DELEGADO(a) DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO TRABALHO E EMPREGO DO ESTADO DA BAHIA. REF.: VIABILIZAÇÃO A AÇÃO FISCAL - Qubra da bas sindical, Rdução d salário, Aumnto d jornada d trabalho,

Leia mais

CARVALHO HOSKEN S/A carvalhohosken.com.br CARVALHO HOSKEN S.A. ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES CNPJ: 33.342.023/0001-33

CARVALHO HOSKEN S/A carvalhohosken.com.br CARVALHO HOSKEN S.A. ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES CNPJ: 33.342.023/0001-33 Balanço Social Em 31 d dzmbro d 2015 2014 1 - Bas d Cálculo 2015 Valor (Mil rais) 2014 Valor (Mil rais) Rcita líquida (RL) 190.202 292.969 Rsultado opracional (RO) 111.720 (16.955) Rsultado Financiro (29.648)

Leia mais

Planejamento de capacidade

Planejamento de capacidade Administração da Produção Opraçõs II Planjamnto d capacidad Planjamnto d capacidad Planjamnto d capacidad é uma atividad crítica dsnvolvida parallamnt ao planjamnto d matriais a) Capacidad insuficint lva

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR GERÊNCIA DE FORMAÇÃO PERMANENTE TÓPICOS - LETRAS / INGLÊS. Formação.

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR GERÊNCIA DE FORMAÇÃO PERMANENTE TÓPICOS - LETRAS / INGLÊS. Formação. TÓPICOS - LETRAS / INGLÊS Projtos Projtos /contraturno /contraturno para para crianças crianças 0 0 a a 5 5 anos anos TÓPICOS - OCEANOGRAFIA / / Projtos Projtos Planjamnto Planjamnto / / TÓPICIOS - ANTROPOLOGIA

Leia mais

CLUBE DE DESCONTO - PLANO FÊNIX

CLUBE DE DESCONTO - PLANO FÊNIX ÁGUAS CLARAS Unidade - Avenida das Castanheiras, ao lado do Supermercado Super Maia (entrada pela Rua Pitangueiras). Unidade - Shopping Quê Rua 36 norte, lote 5, loja21/22, térreo ASA NORTE SGAN Quadra

Leia mais

CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO

CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO HQ se lga! i CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO Defender a CONSTITUINTE é um erro! Erro, por que? A direita vai aproveitar uma Constituinte

Leia mais

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 Frota antiga e tecnologia obsoleta; Serviço irregular de vans operando em todo o DF 850 veículos; Ausência de integração entre os modos e serviços; Dispersão das linhas;

Leia mais

Agendas Transversais

Agendas Transversais Reunião do Conselho Nacional de Direitos da Mulher - CNDM Agendas Transversais Maria do Rosário Cardoso Andrea Ricciardi 02/10/2013 Ministério do Planejamento 1 AGENDAS TRANSVERSAIS Igualdade Racial, Comunidades

Leia mais

Projeto Toda Força ao 1º ano

Projeto Toda Força ao 1º ano SECETAIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DIETOIA DE OIENTAÇÃO TÉCNICA CÍCULO DE LEITUA E ESCITA Projto Toda Força ao 1º ano Guia para o planjamnto do profor alfabtizador Orintaçõ para o planjamnto avaliação do trabalho

Leia mais

TERMOS ADITIVOS AOS CONTRATOS FIRMADOS EM 2012

TERMOS ADITIVOS AOS CONTRATOS FIRMADOS EM 2012 TRMOS ADITIVOS AOS CONTRATOS FIRMADOS M 2012 ORDM CRONOLÓGICA PRIMIRO TRMO ADITIVO Nº DO CONTRATO 08/2012 PRSTAÇÃO D SRVIÇOS D DSNVOLVIMNTO IMPLANTAÇÃO D PROGRAMAS PRVNTIVOS OBJTO DO CONTRATO OCUPACIONAIS

Leia mais

Centro e Bacia do Itacorubi: A Rota da Educação SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FLORIANÓPOLIS

Centro e Bacia do Itacorubi: A Rota da Educação SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FLORIANÓPOLIS PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS Cntro Bacia do Itacorubi: A Rota da Educação SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FLORIANÓPOLIS Crch Irmão Clso, no bairro Agronômica PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO 4º ENCONTRO PRESENCIAL POLO BRASÍLIA/DF

PROGRAMAÇÃO DO 4º ENCONTRO PRESENCIAL POLO BRASÍLIA/DF Gestão da Assistência Farmacêutica Educação a distância Mensagem da Coordenação Regional PROGRAMAÇÃO DO 4º ENCONTRO PRESENCIAL POLO BRASÍLIA/DF Prezados estudantes: Estamos na reta de chegada! e orgulhosos

Leia mais

O DESAFIO DE ZERAR UM DÉFICIT D 40 ANOS, RECUPERAR A CAPACIDADE DE INVESTIMENTO E MODERNIZAR A GESTÃO

O DESAFIO DE ZERAR UM DÉFICIT D 40 ANOS, RECUPERAR A CAPACIDADE DE INVESTIMENTO E MODERNIZAR A GESTÃO 9 CONGRESSO INTERNACIONAL DA QUALIDADE E COMPETITIVIDADE FIERGS POA/RS O DESAFIO DE ZERAR UM DÉFICIT D DE 40 ANOS, RECUPERAR A CAPACIDADE DE INVESTIMENTO E MODERNIZAR A GESTÃO Aod Cunha d Moras Junior

Leia mais

ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO. Marcelo Sucena

ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO. Marcelo Sucena ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO Marclo Sucna http://www.sucna.ng.br msucna@cntral.rj.gov.br / marclo@sucna.ng.br ABR/2008 MÓDULO 1 A VISÃO SISTÊMICA DO TRANSPORTE s A anális dos subsistmas sus componnts é tão

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA Relatório Técnico PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA O Estatuto do Idoso três anos depois da promulgação 16 a 22 de agosto de 2006 Dados Técnicos Pesquisa Pesquisa de opinião pública de abrangência restrita ao

Leia mais

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Considerando a ratificação do Pacto Internacional de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais, que reconhece o direito de todos a um adequado nível de vida, incluindo alimentação adequada,

Leia mais

50 pontos do programa de governo do PSOL - Ivanete Prefeita para transformar Duque de Caxias:

50 pontos do programa de governo do PSOL - Ivanete Prefeita para transformar Duque de Caxias: 50 pontos do programa de governo do PSOL - Ivanete Prefeita para transformar Duque de Caxias: Duque de Caxias nas mãos do Povo: contra a corrupção e pela mudança 1) Garantir a participação popular e a

Leia mais

INSTRUÇÕES. Os formadores deverão reunir pelo menos um dos seguintes requisitos:

INSTRUÇÕES. Os formadores deverão reunir pelo menos um dos seguintes requisitos: INSTRUÇÕES Estas instruçõs srvm d orintação para o trino das atividads planadas no projto Europu Uptak_ICT2lifcycl: digital litracy and inclusion to larnrs with disadvantagd background. Dvrão sr usadas

Leia mais

Projeto obriga réus a comprovar que dinheiro de honorários é lícito

Projeto obriga réus a comprovar que dinheiro de honorários é lícito dição pcial DIA DO ADVOGADO 59 E D I TO R A Fundador: VERCIL RODRIGUES www.jornaldirito.com Email: dirito@jornaldirito.com Ano VII n 80 SUL DA BAHIA agoto d 2015 R$ 1,00 Projto obriga réu a comprovar qu

Leia mais

Período/Série: 5ª a 8ª série Turno: ( ) Matutino ( ) Vespertino ( x ) Noturno

Período/Série: 5ª a 8ª série Turno: ( ) Matutino ( ) Vespertino ( x ) Noturno Pág. 1 Caractrização Curso: PROEJA-FIC ( Curso d Formação Inicial Continuada m Alimntação Intgrado ao Ensino Fundamntal na Modalidad d EJA) Ano/Smstr ltivo: 2011 Príodo/Séri: 5ª a 8ª séri Turno: ( ) Matutino

Leia mais

Gestão Ambiental - Gestores Ambientais

Gestão Ambiental - Gestores Ambientais Am bint 9º Fór um amnto n M i o d Sa - Intgração m Políticas Públicas GESTÃO SE FAZ COM CONHECIMENTO E PARTICIPAÇÃO Grir qur dizr administrar, dirigir, mantr dtrminada situação ou procsso sob control m

Leia mais

PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO SOCIOAMBIENTAL DA SERRA DO MAR

PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO SOCIOAMBIENTAL DA SERRA DO MAR PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO SOCIOAMBIENTAL DA SERRA DO MAR PROJETOS SOCIAIS PARA FOMENTO AO DESENVOLVIMENTO LOCAL O Programa de Recuperação Socioambiental da Serra do Mar e do Sistema de Mosaicos da Mata Atlântica

Leia mais

Residência para coletivos na Casa do Povo. Cole tivo

Residência para coletivos na Casa do Povo. Cole tivo Rsidência para coltivos na Casa do Povo Chamada abrta tativo - Rsidência para coltivos na Casa do Povo Há mais d 60 anos, a Casa do Povo atua como lugar d mmória cntro cultural m sintonia com o pnsamnto

Leia mais

Senado Federal maio/2008

Senado Federal maio/2008 Audiência Pública PL 213/2007 Difrnciação d Prços nas Vndas com Cartõs d Crédito José Antonio Marciano Brasília Snado Fdral maio/2008 1 Rgra d Não Sobr-pr prço - Dfinição Rgra contratual imposta plas socidads

Leia mais

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social AGENDA SOCIAL AGENDA SOCIAL Estamos lutando por um Brasil sem pobreza, sem privilégios, sem discriminações. Um país de oportunidades para todos. A melhor forma para um país crescer é fazer que cada vez

Leia mais

CENTRO DE FORMAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO EDUCATIVA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CRIATIVIDADE

CENTRO DE FORMAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO EDUCATIVA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CRIATIVIDADE CENTRO DE FORMAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO EDUCATIVA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CRIATIVIDADE AÇÕES DE FORMAÇÃO PARA PROFESSORES 2015-2016 (2º príodo) Atualizado a 05-01-2016 (http://criatividad.nt) Nota: O prço d

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NO DISTRITO FEDERAL WWF Brasil Maio/ 2003 OBJETIVOS: Levantar informações para subsidiar o planejamento e a avaliação da comunicação da WWF Brasil. Gerar conhecimentos relevantes

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO FUNÇÃO: 01 - LEGISLATIVA 31 Ação Legislativa 0001- Execução da Ação Legislativa 2001 - Manutenção das Atividades Legislativas da Câmara Municipal FUNÇÃO: 02 - JUDICIÁRIA 122 Administração Geral 0006- Defesa

Leia mais

NR-35 TRABALHO EM ALTURA

NR-35 TRABALHO EM ALTURA Sgurança Saúd do Trabalho ao su alcanc! NR-35 TRABALHO EM ALTURA PREVENÇÃO Esta é a palavra do dia. TODOS OS DIAS! PRECAUÇÃO: Ato ou fito d prvnir ou d s prvnir; A ação d vitar ou diminuir os riscos através

Leia mais

FAQ DEM/ Esta é uma. Estímulo 2012? Assim, não. Fundo. R: 1. Após tenha

FAQ DEM/ Esta é uma. Estímulo 2012? Assim, não. Fundo. R: 1. Após tenha Esta é uma Mdida só para 2012, ou vai continuar? Não stá prvisto na lgislação um príodo d vigência. Uma ntidad mprgadora com mnos d cinco (5) trabalhadors pod candidatar s ao Estímulo 2012? Sim. Nst caso,

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

II Seminário NEPPAS: Caminhos e olhares da agroecologia nos sertões de Pernambuco Normas para envio de trabalho

II Seminário NEPPAS: Caminhos e olhares da agroecologia nos sertões de Pernambuco Normas para envio de trabalho II Sminário NEPPAS: Caminhos olhars da agrocologia nos srtõs d Prnambuco Normas para nvio d trabalho Srra Talhada, 26,27 28 d abril d 2012 Espaço Roda Mundo - Rodas d convrsas, rlatos trocas d xpriência

Leia mais

Datas das próximas viagens da UFMG. Sondagem do solo em Lagedo e Riacho

Datas das próximas viagens da UFMG. Sondagem do solo em Lagedo e Riacho Ano 2 Lagdo, Domingo, 31 d maio d 2015 N o 12 Datas das próximas viagns da UFMG Data Casa 12 29 d maio a 31 d maio d 2015 Alcion/Paulo 13 26 d junho a 28 d junho d 2015 Gralda/Antônio 14 24 d julho a 26

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 717, DE 20 DE AGOSTO DE 2013.

LEI COMPLEMENTAR Nº 717, DE 20 DE AGOSTO DE 2013. LEI COMPLEMENTAR Nº 717, DE 20 DE AGOSTO DE 2013. Institui Área Especial de Interesse Ambiental sobre área do Morro Santa Teresa, com identificação de Área de Proteção do Ambiente Natural, de Área de Interesse

Leia mais

LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA O EXERCÍCIO DE 2015

LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA O EXERCÍCIO DE 2015 CNPJ: 00.000.729/0001-68 LEI DE DIRETRIZES S PARA O EXERCÍCIO DE 2015 ANEXO I METAS E PRIORIDADES ESTRUTURA ORGÃO CAMARA MUNICIPAL 01 2.001 1.001 CÂMARA MUNICIPAL Atividades Administrativas e Planarias

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO(*)

PARECER HOMOLOGADO(*) PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Dspacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União d 17/07/2003 (*) Portaria/MEC nº 1.883, publicada no Diário Oficial da União d 17/07/2003 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

Universidade Salvador UNIFACS Cursos de Engenharia Métodos Matemáticos Aplicados / Cálculo Avançado / Cálculo IV Profa: Ilka Rebouças Freire

Universidade Salvador UNIFACS Cursos de Engenharia Métodos Matemáticos Aplicados / Cálculo Avançado / Cálculo IV Profa: Ilka Rebouças Freire Univridad Salvador UNIFACS Curo d Engnharia Método Matmático Alicado / Cálculo Avançado / Cálculo IV Profa: Ilka Rbouça Frir A Tranformada d Lalac Txto 3: Dlocamnto obr o ixo t. A Função Dgrau Unitário.

Leia mais

PROJETO MACIÇO DO MORRO DA CRUZ

PROJETO MACIÇO DO MORRO DA CRUZ Objetivos Gerais: PROJETO MACIÇO DO MORRO DA CRUZ Melhorar as condições de vida dos moradores do MACIÇO DO MORRO DA CRUZ, a partir de investimentos em infra-estrutura e serviços sociais. Objetivos Específicos:

Leia mais

A Estranha Arquitetura Política para aprovar o PL 4302/98 que trai os interesses dos Trabalhadores

A Estranha Arquitetura Política para aprovar o PL 4302/98 que trai os interesses dos Trabalhadores - Grência Rgional do Trabalho Emprgo d Santos - Rconhcido pla Portaria Nº 556-MTE-DRTSP d 11 d Dzmbro d 2003 1 A Estranha Arquittura Política para aprovar o PL 4302/98 qu trai os intrsss dos Trabalhadors

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ONG WWF MAIO 2003 OPP 065 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL - Levantar informações para subsidiar o planejamento e avaliação da comunicação da WWF e

Leia mais

DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL. Problematização e Desafios SEGUNDO BLOCO TEMÁTICO

DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL. Problematização e Desafios SEGUNDO BLOCO TEMÁTICO MAPA MENTAL DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL Problmatização Dsafios SEGUNDO BLOCO TEMÁTICO s Dsafios do Dsnvolvimnto, com Sustntabilid Ambintal 2 Dsnvolvimnto Sustntávl - Problmatização dsafios - 1 3

Leia mais

ANEXO I LOCAIS ONDE O CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ACS SERÁ EXECUTADO

ANEXO I LOCAIS ONDE O CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ACS SERÁ EXECUTADO ANEXO I LOCAIS ONDE O CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ACS SERÁ EXECUTADO Planaltina Itapoã Granja do Torto Paranoá Sobradinho São Sebastião Taguatinga Ceilândia Brazlândia

Leia mais

Anexo 2 Projetos identificados no Plano de Desenvolvimento Institucional

Anexo 2 Projetos identificados no Plano de Desenvolvimento Institucional Plano Dirtor d Tcnologia da Informação 2012-2013 88 Anxo 2 Projtos idntificados no Plano d Dsnvolvimnto Institucional Cód Projto/Programa (Ncssidad) 1 Espaço Cinma I II Equipar salas com datashow, room

Leia mais

EDITAL N.º 001/2015 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE OFICINEIROS 2015 SECRETARIA MUNICIPAL DE JUSTIÇA SOCIAL E SEGURANÇA

EDITAL N.º 001/2015 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE OFICINEIROS 2015 SECRETARIA MUNICIPAL DE JUSTIÇA SOCIAL E SEGURANÇA EDITAL N.º 001/2015 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE OFICINEIROS 2015 SECRETARIA MUNICIPAL DE JUSTIÇA SOCIAL E SEGURANÇA PROTEÇÃO SOCIAL ESPECIAL PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA 1. Disposiçõs Grais A Protção Social Espcial

Leia mais

Estimulada para Senador ; Espontânea para Governador; Estimulada para Governador ; Rejeição/Governador ; Estimulada para Presidente.

Estimulada para Senador ; Espontânea para Governador; Estimulada para Governador ; Rejeição/Governador ; Estimulada para Presidente. Brasília/DF, 7 de agosto de 214. RESULTADO GERAL Pesquisa realizada no Distrito Federal, nas seguintes localidades do DF: Águas Claras; Asa Sul; Asa Norte; Brazlândia; Ceilândia Norte e Sul; Cruzeiro Novo

Leia mais

ANEXO IX - DEMONSTRATIVO VII METAS E PRIORIDADES - COMPATIBILIZAÇÃO DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS COM O PLANO PLURIANUAL

ANEXO IX - DEMONSTRATIVO VII METAS E PRIORIDADES - COMPATIBILIZAÇÃO DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS COM O PLANO PLURIANUAL METAS E PRIORIDADES - COMPATIBILIZ DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS COM O PLANO PLURIANUAL TÍTULO PRODUTO TIPO DE META 2013 2001 Administração Legislativa Serviços Realizados ORÇAMENTÁRIA 95% 0001 GESTÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA OFICINA DE CAPACITAÇÃO PARA O PLANO DIRETOR: REGIONAL BOQUEIRÃO 18/03/2014 CURITIBA MARÇO/2014 Realizações no dia

Leia mais

NÃO ao projeto do setor noroeste

NÃO ao projeto do setor noroeste Asa Norte diz NÃO ao projeto do setor noroeste Pela manutenção dos índios na área Pela anulação de um projeto ambientalmente irresponsável Esplanada dos Ministérios e Congresso Nacional ASA SUL Congestionada

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRANÓPOLIS BALANÇO GERAL DO EXERCÍCIO DE 2014

ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRANÓPOLIS BALANÇO GERAL DO EXERCÍCIO DE 2014 ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 ÓRGÃO...: PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRANÓPOLIS CÓDIGO: 11 UNIDADE..: CAMARA MUNICIPAL DE VEREADORES CÓDIGO: 01 01 LEGISLATIVA 1.219.738,65 031 AÇÃO LEGISLATIVA 1.219.738,65 1002

Leia mais

2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF

2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF Março/2015 2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF Não queremos saber de quem é a culpa e sim que o GDF pague o que nos deve e diante de tantas

Leia mais

Compromissos com o Meio Ambiente e a Qualidade de Vida Agenda Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável do Amapá

Compromissos com o Meio Ambiente e a Qualidade de Vida Agenda Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável do Amapá Compromissos com o Meio Ambiente e a Qualidade de Vida Agenda Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável do Amapá Eu, ( ) (sigla do partido) me comprometo a promover os itens selecionados abaixo

Leia mais

Autogestão de Recursos Públicos em Habitação Popular na Bahia -Brasil

Autogestão de Recursos Públicos em Habitação Popular na Bahia -Brasil Autogestão de Recursos Públicos em Habitação Popular na Bahia -Brasil IV Encontro Estadual UMP 2011 Atuação da UMP-BA em Salvador-BA PARIPE -Vila Solidaria Mar Azul - Credito Solidário -236 Moradias-

Leia mais

RELATÓRIO DA 5ª CONFERÊNCIA ETAPA MUNICIPAL APARECIDA DE GOIÂNIA-GO 24 E 25 DE MAIO DE 2013

RELATÓRIO DA 5ª CONFERÊNCIA ETAPA MUNICIPAL APARECIDA DE GOIÂNIA-GO 24 E 25 DE MAIO DE 2013 RELATÓRIO DA 5ª CONFERÊNCIA ETAPA MUNICIPAL 1. Dados Iniciais Estado: Goiás Município: Aparecida de Goiânia APARECIDA DE GOIÂNIA-GO 24 E 25 DE MAIO DE 2013 2. Dados da pessoa responsável pelo preenchimento

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O

P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O DISCIPLINA: EMRC ANO: 5º 1º PERÍODO ANO LECTIVO: 2011/2012 P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O UNIDADE DIDÁTICA 1: Vivr juntos AULAS PREVISTAS: 12 COMPETÊNCIAS (O aluno dvrá sr capaz d:) CONTEÚDOS

Leia mais

GABINETE DO PREFEITO

GABINETE DO PREFEITO GABINETE DO PREFEITO O Plano de Metas é um instrumento de gestão que orienta a Prefeitura na direção de uma cidade sustentável e oferece aos cidadãos e à imprensa um mecanismo para avaliar os compromissos

Leia mais

Programa de Regularização Fundiária de Interesse Social

Programa de Regularização Fundiária de Interesse Social Programa de Regularização Fundiária de Interesse Social CASA LEGAL Programa Estadual de Regularização Fundiária Programa Casa Legal Devido a Lei Estadual nº 16.269, de 29 de maio de 2008, dispor em seu

Leia mais

EDITAL N.º 24/2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO ESPECÍFICO PARA INGRESSO DE FRONTEIRIÇOS 2016

EDITAL N.º 24/2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO ESPECÍFICO PARA INGRESSO DE FRONTEIRIÇOS 2016 EDITAL N.º 24/2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO ESPECÍFICO PARA INGRESSO DE FRONTEIRIÇOS 2016 O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso d suas atribuiçõs lgais statutárias, torna público st Edital

Leia mais

6. Moeda, Preços e Taxa de Câmbio no Longo Prazo

6. Moeda, Preços e Taxa de Câmbio no Longo Prazo 6. Moda, Prços Taxa d Câmbio no Longo Prazo 6. Moda, Prços Taxa d Câmbio no Longo Prazo 6.1. Introdução 6.3. Taxas d Câmbio ominais Rais 6.4. O Princípio da Paridad dos Podrs d Compra Burda & Wyplosz,

Leia mais

Regime de Previdência dos Servidores Públicos: Equilíbrio Financeiro e Justiça Atuarial

Regime de Previdência dos Servidores Públicos: Equilíbrio Financeiro e Justiça Atuarial Rgim d Prvidência dos Srvidors Públicos: Equilíbrio Financiro Justiça Atuarial Rynaldo Frnands * rfrnan@usp.br rynaldo.frnands@faznda.gov.br Rodovia BR 251, Km 4, Bloco A, Brasília DF Tl (61) 412616 Amaury

Leia mais

Este Fórum Local da Agenda 21 se propõe a escutar, mobilizar e representar a sociedade local, para construirmos em conjunto uma visão compartilhada

Este Fórum Local da Agenda 21 se propõe a escutar, mobilizar e representar a sociedade local, para construirmos em conjunto uma visão compartilhada Fórum da Agenda 21 de Guapimirim Aprender a APRENDER e a FAZER. Aprender a CONVIVER, e Aprender a SER Cidadãos Participativos, Éticos e Solidários Este Fórum Local da Agenda 21 se propõe a escutar, mobilizar

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE KUBITSCHEK Estado de Minas Gerais MENSAGEM Nº

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE KUBITSCHEK Estado de Minas Gerais MENSAGEM Nº MENSAGEM Nº Senhores membros da Câmara Municipal, Submeto à elevada deliberação de V. Exªs. o texto do projeto de lei que institui o Plano Plurianual para o período de 2002 a 2005. Este projeto foi elaborado

Leia mais