Tribunal Pleno. Órgãos do Tribunal de Justiça 2

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tribunal Pleno. Órgãos do Tribunal de Justiça 2"

Transcrição

1 1

2 Tribunal Pleno Des. Marco Antônio Barbosa Leal Presidente Des. José Eugênio Tedesco Des. Osvaldo Stefanello Des. Paulo Augusto Monte Lopes Des. Aristides Pedroso de Albuquerque Neto Des. Vladimir Giacomuzzi Des. Araken de Assis Des. Vasco Della Giustina Desª Maria Berenice Dias Des. Danúbio Edon Franco Des. Luiz Ari Azambuja Ramos Des. João Carlos Branco Cardoso Des. Roque Miguel Fank Des. Leo Lima Des. Arminio José Abreu Lima da Rosa Des. Marcelo Bandeira Pereira Des. Marco Aurélio dos Santos Caminha Des. Gaspar Marques Batista Des. Arno Werlang Des. Wellington Pacheco Barros Des. Alfredo Foerster Des. Vicente Barrôco de Vasconcellos Des. Marco Antônio Ribeiro de Oliveira Des. Newton Brasil de Leão Des. Sylvio Baptista Neto Des. Luís Carlos Avila de Carvalho Leite Des. Rui Portanova Des. Jorge Luís Dall Agnol Des. Jaime Piterman Des. Aramis Nassif Des. Henrique Osvaldo Poeta Roenick Des. Francisco José Moesch Des. Luís Gonzaga da Silva Moura Des. Ivan Leomar Bruxel Des. Amilton Bueno de Carvalho Des. José Antônio Hirt Preiss Des. José Francisco Pellegrini Des. Nelson Antonio Monteiro Pacheco Des. Luiz Felipe Brasil Santos Órgãos do Tribunal de Justiça 2

3 Desª Maria Isabel de Azevedo Souza Des. Cláudio Augusto Rosa Lopes Nunes Desª Elba Aparecida Nicolli Bastos Des. Otávio Augusto de Freitas Barcellos Des. Constantino Lisbôa de Azevedo Des. Irineu Mariani Des. Manuel José Martinez Lucas Des. Sérgio Fernando de Vasconcellos Chaves Des. Rubem Duarte Desª Elaine Harzheim Macedo Des. Voltaire de Lima Moraes Desª Genacéia da Silva Alberton Des. Aymoré Roque Pottes de Mello Des. Ricardo Raupp Ruschel Des. José Antônio Cidade Pitrez Des. Marco Aurélio Heinz Des. José Aquino Flôres de Camargo Des. Marco Antônio Bandeira Scapini Des. Claudir Fidélis Faccenda Des. Guinther Spode Des. Marcel Esquivel Hoppe Des. Carlos Rafael dos Santos Júnior Des. Paulo Antônio Kretzmann Desª Rejane Maria Dias de Castro Bins Des. Jorge Alberto Schreiner Pestana Desª Mara Larsen Chechi Des. Luiz Ary Vessini de Lima Desª Helena Ruppenthal Cunha Desª Liselena Schifino Robles Ribeiro Des. Bayard Ney de Freitas Barcellos Desª Laís Rogéria Alves Barbosa Des. Mário José Gomes Pereira Des. Marco Aurélio de Oliveira Canosa Des. Genaro José Baroni Borges Desª Ana Maria Nedel Scalzilli Des. José Ataídes Siqueira Trindade Des. Orlando Heemann Júnior Des. Paulo de Tarso Vieira Sanseverino Des. Roque Joaquim Volkweiss Des. Carlos Roberto Lofego Caníbal Desª Matilde Chabar Maia Des. Sejalmo Sebastião de Paula Nery Des. João Armando Bezerra Campos Des. Alexandre Mussoi Moreira Des. Luís Augusto Coelho Braga Des. André Luiz Planella Villarinho Des. Alzir Felippe Schmitz Órgãos do Tribunal de Justiça 3

4 Desª Naele Ochoa Piazzeta Des. Carlos Cini Marchionatti Des. Luiz Felipe Silveira Difini Des. Cláudio Baldino Maciel Desª Lúcia de Castro Boller Des. Adão Sérgio do Nascimento Cassiano Des. Breno Pereira da Costa Vasconcellos Des. Carlos Eduardo Zietlow Duro Des. Ergio Roque Menine Des. Nereu José Giacomolli Des. Mario Rocha Lopes Filho Des. Rogério Gesta Leal Des. Angelo Maraninchi Giannakos Des. Antônio Corrêa Palmeiro da Fontoura Des. João Batista Marques Tovo Des. Pedro Celso Dal Prá Des. Pedro Luiz Rodrigues Bossle Des. Artur Arnildo Ludwig Des. Carlos Alberto Etcheverry Desª Fabianne Breton Baisch Desª Isabel de Borba Lucas Desª Angela Terezinha de Oliveira Brito Des. Umberto Guaspari Sudbrack Desª Iris Helena Medeiros Nogueira Des. Dorval Braulio Marques Desª Marilene Bonzanini Bernardi Des. Antônio Maria Rodrigues de Freitas Iserhard Des. Dálvio Leite Dias Teixeira Des. Paulo Roberto Lessa Franz Des. Odone Sanguiné Des. Ubirajara Mach de Oliveira Des. Paulo Roberto Félix Desª Judith dos Santos Mottecy Des. Glênio José Wasserstein Hekman Des. Tasso Caubi Soares Delabary Des. Paulo Sérgio Scarparo Des. Jorge Luiz Lopes do Canto¹ Des. Nelson José Gonzaga² Empossados em: Aposentadorias: (1) Des. Paulo Moacir Aguiar Vieira (2) Des. Antonio Carlos Netto Mangabeira Des. Ranolfo Vieira Órgãos do Tribunal de Justiça 4

5 Órgãos Jurisdicionais Órgão Especial Membros Natos / Antigüidade Membros Eleitos Des. Marco Antônio Barbosa Leal Presidente Des. José Eugênio Tedesco Des. Osvaldo Stefanello Des. Paulo Augusto Monte Lopes Des. Aristides Pedroso de Albuquerque Neto Des. Vladimir Giacomuzzi Des. Araken de Assis Des. Vasco Della Giustina Desª Maria Berenice Dias Des. Danúbio Edon Franco Des. Luiz Ari Azambuja Ramos Des. João Carlos Branco Cardoso Des. Roque Miguel Fank Des. Arminio José Abreu Lima da Rosa Des. Jorge Luís Dall Agnol Des. Marcelo Bandeira Pereira Des. Leo Lima Des. José Aquino Flôres de Camargo Des. Arno Werlang Des. Luiz Felipe Silveira Difini Des. Adão Sérgio do Nascimento Cassiano Des. Luiz Felipe Brasil Santos Des. Guinther Spode Des. Carlos Eduardo Zietlow Duro Desª Maria Isabel de Azevedo Souza Suplentes Des. Marco Aurélio dos Santos Caminha Des. Vicente Barrôco de Vasconcellos Des. Claudir Fidélis Faccenda Des. Gaspar Marques Batista Des. Nereu José Giacomolli Des. Alzir Felippe Schmitz Des. Mario Rocha Lopes Filho O Tribunal Pleno, em Órgão Especial, reúne-se, em sessão ordinária, na primeira e na terceira segundas-feiras de cada mês e, extraordinariamente, quando convocado pelo Presidente. Secretária: Belª Mariana Santos dos Santos Órgãos do Tribunal de Justiça 5

6 Seções, Grupos e Câmaras Cíveis As Presidências dos Grupos Cíveis são exercidas pelo Desembargador mais antigo do Grupo, de acordo com o art. 23 do COJE, com redação dada pela Lei nº /02. Des. Henrique Osvaldo Poeta Roenick Presidente Des. Irineu Mariani 1ª Câmara Des. Carlos Roberto Lofego Caníbal Des. Luiz Felipe Silveira Difini 1º Grupo Secretária: Belª Ana Cristina Chiocchetta Des. Arno Werlang Presidente Des. Roque Joaquim Volkweiss 2ª Câmara Des. João Armando Bezerra Campos Des. Adão Sérgio do Nascimento Cassiano Secretária: Belª Denise Duarte Ahrends Des. Nelson Antonio Monteiro Pacheco Presidente Des. Paulo de Tarso Vieira Sanseverino Desª Matilde Chabar Maia 3ª Câmara Des. Rogério Gesta Leal Dr. Mário Crespo Brum Direito 2º Grupo Dr. Pedro Luiz Pozza Público Secretária: Belª Susan Mara Palma Des. Araken de Assis Presidente Des. João Carlos Branco Cardoso 4ª Câmara Des. Wellington Pacheco Barros Des. Alexandre Mussoi Moreira Secretária: Belª Ivanir Nunes de Souza Des. Francisco José Moesch Presidente Des. Marco Aurélio Heinz 21ª Câmara Desª Liselena Schifino Robles Ribeiro Des. Genaro José Baroni Borges 11º Grupo Secretária: Belª Néli Rosália Wagner dos Santos Desª Maria Isabel de Azevedo Souza Presidente Desª Rejane Maria Dias de Castro Bins 22ª Câmara Desª Mara Larsen Chechi Des. Carlos Eduardo Zietlow Duro Secretário: Bel. Jovino Colpo Secretária dos Grupos: Belª Ana Helena da Costa Lima Veiga Sanhudo Continua... Órgãos do Tribunal de Justiça 6

7 SEÇÕES, GRUPOS E CÂMARAS CÍVEIS Continuação As Presidências dos Grupos Cíveis são exercidas pelo Desembargador mais antigo do Grupo, de acordo com o art. 23 do COJE, com redação dada pela Lei nº /02. Des. Leo Lima Presidente Des. Umberto Guaspari Sudbrack 5ª Câmara Des. Paulo Sérgio Scarparo Des. Jorge Luiz Lopes do Canto 3º Grupo Secretária: Belª Vera Lúcia Nunes Ferreira Des. Osvaldo Stefanello Presidente Direito Privado Des. Antônio Corrêa Palmeiro da Fontoura 6ª Câmara Des. Artur Arnildo Ludwig Des. Ubirajara Mach de Oliveira Secretário: Bel. Gervásio Barcellos Júnior Desª Maria Berenice Dias Presidente Des. Luiz Felipe Brasil Santos 7ª Câmara Des. Sérgio Fernando de Vasconcellos Chaves Des. Ricardo Raupp Ruschel 4º Grupo Secretária: Belª Adriana Zarosa dos Santos Cunha Des. Luiz Ari Azambuja Ramos Presidente Des. Rui Portanova 8ª Câmara Des. Claudir Fidélis Faccenda Des. José Ataídes Siqueira Trindade Secretária: Belª Maria Teresa Nedel Duarte Desª Iris Helena Medeiros Nogueira Presidente Desª Marilene Bonzanini Bernardi 9ª Câmara Des. Odone Sanguiné Des. Tasso Caubi Soares Delabary 5º Grupo Secretário: Bel. Ródger Guerra Bernardi Des. Paulo Antônio Kretzmann Presidente Des. Jorge Alberto Schreiner Pestana 10ª Câmara Des. Luiz Ary Vessini de Lima Des. Paulo Roberto Lessa Franz Secretário: Bel. Antônio Augusto de Assumpção Mazzini Secretária dos 3º e 4º Grupos Cíveis: Belª Luciana Maciel de Moura Secretária do 5º Grupo : Belª Mônica Silva da Fonseca Continua... Órgãos do Tribunal de Justiça 7

8 SEÇÕES, GRUPOS E CÂMARAS CÍVEIS Continuação As Presidências dos Grupos Cíveis são exercidas pelo Desembargador mais antigo do Grupo, de acordo com o art. 23 do COJE, com redação dada pela Lei nº /02. Des. Voltaire de Lima Moraes Presidente Des. Bayard Ney de Freitas Barcellos 11ª Câmara Des. Luís Augusto Coelho Braga Des. Antônio Maria Rodrigues de Freitas Iserhard 6º Grupo Secretária: Belª Censita Aparecida Minuzzi Trindade Des. Orlando Heemann Júnior Presidente Des. Cláudio Baldino Maciel 12ª Câmara Des. Dálvio Leite Dias Teixeira Secretário: Bel. Patrick Roger Michel Almeida de Brito Desª Lúcia de Castro Boller Presidente Des. Breno Pereira da Costa Vasconcellos 13ª Câmara Des. Carlos Alberto Etcheverry Desª Angela Terezinha de Oliveira Brito 7º Grupo Secretária: Belª Iraci Dolores Ferronatto Direito Des. Sejalmo Sebastião de Paula Nery Presidente Privado Desª Isabel de Borba Lucas 14ª Câmara Des. Dorval Braulio Marques Desª Judith dos Santos Mottecy Secretária: Belª Berenice Janovich Henkin Pinto Des. Vicente Barrôco de Vasconcellos Presidente Des. Otávio Augusto de Freitas Barcellos 15ª Câmara Des. Angelo Maraninchi Giannakos Des. Paulo Roberto Félix 8 o Grupo Secretário: Bel. Reinaldo Trein Diefenthaeler Des. Paulo Augusto Monte Lopes Presidente Desª Helena Ruppenthal Cunha 16ª Câmara Desª Ana Maria Nedel Scalzilli Des. Ergio Roque Menine Secretário: Bel. Pedro Luís Vargas Viegas Secretária do 6º Grupo : Belª Mônica Silva da Fonseca Secretário dos 7º e 8º Grupos Cíveis: Bel. Osmar Bezerra de Vasconcelos Júnior Continua... Órgãos do Tribunal de Justiça 8

9 SEÇÕES, GRUPOS E CÂMARAS CÍVEIS Continuação As Presidências dos Grupos Cíveis são exercidas pelo Desembargador mais antigo do Grupo, de acordo com o art. 23 do COJE, com redação dada pela Lei nº /02. Des. Marco Aurélio dos Santos Caminha Presidente Desª Elaine Harzheim Macedo Des. Alexandre Mussoi Moreira 17ª Câmara Des. Alzir Felippe Schmitz 9º Grupo Des. Pedro Luiz Rodrigues Bossle Secretária: Belª Elenise Lanes Volkweiss Des. Cláudio Augusto Rosa Lopes Nunes Presidente Des. André Luiz Planella Villarinho 18ª Câmara Des. Pedro Celso Dal Prá Direito Des. Nelson José Gonzaga Privado Secretária: Belª Carla Regina Armiliato Des. José Francisco Pellegrini Presidente Des. Guinther Spode 19ª Câmara Des. Carlos Rafael dos Santos Júnior Des. Mário José Gomes Pereira 10º Grupo Secretária: Belª Eliane Kindlein Krammes Des. Rubem Duarte Presidente Des. José Aquino Flôres de Camargo 20ª Câmara Des. Carlos Cini Marchionatti Des. Glênio José Wasserstein Hekman Secretária: Belª Paula Salete Sardi Secretária dos 9º e 10º Grupos Cíveis: Belª Simone Nemoto Piccoli Hahn Órgãos do Tribunal de Justiça 9

10 Seções, Grupos e Câmaras Criminais As Presidências dos Grupos Criminais são exercidas pelo Desembargador mais antigo do Grupo, de acordo com o art. 20 do COJE, com redação dada pela Lei nº /02. Des. Ranolfo Vieira Presidente Des. Ivan Leomar Bruxel 1ª Câmara Des. Manuel José Martinez Lucas Criminal Des. Marcel Esquivel Hoppe 1º Grupo Secretário: Bel. Alberto Rudyard Nunes Ramos Criminal Des. Jaime Piterman Presidente Des. José Antônio Cidade Pitrez 2ª Câmara Desª Laís Rogéria Alves Barbosa Criminal Des. Marco Aurélio de Oliveira Canosa Secretário: Bel. João Carlos Mello Moreira Des. Vladimir Giacomuzzi Presidente Des. Newton Brasil de Leão 3ª Câmara Des. José Antônio Hirt Preiss Criminal Desª Elba Aparecida Nicolli Bastos 2º Grupo Secretária: Belª Myriam Regina Cruz Ogliari Criminal Des. José Eugênio Tedesco Presidente Des. Aristides Pedroso de Albuquerque Neto 4ª Câmara Des. Gaspar Marques Batista Criminal Des. Constantino Lisbôa de Azevedo Dra. Marlene Landvoigt Secretária: Belª Adriana Schmidt Des. Aramis Nassif Presidente Des. Luís Gonzaga da Silva Moura 5ª Câmara Des. Amilton Bueno de Carvalho Criminal Desª Genacéia da Silva Alberton 3º Grupo Secretária: Belª Rosane Menezes Kern Criminal Des. Aymoré Roque Pottes de Mello Presidente Des. Marco Antônio Bandeira Scapini 6ª Câmara Des. Nereu José Giacomolli Criminal Des. João Batista Marques Tovo Secretária: Belª Marta Severo Soares Des. Marcelo Bandeira Pereira Presidente Des. Alfredo Foerster 7ª Câmara Des. Sylvio Baptista Neto Criminal Desª Naele Ochoa Piazetta 4º Grupo Secretária: Belª Gislaine de Oliveira Pacheco Criminal Des. Roque Miguel Fank Presidente Des. Luís Carlos Avila de Carvalho Leite 8ª Câmara Des. Mario Rocha Lopes Filho Criminal Desª Fabianne Breton Baisch Dra. Lúcia de Fátima Cerveira Regime de Exceção Dra. Marlene Landvoigt Secretário: Bel. Júlio César Ferreira Jardim Secretária dos 1º e 2º Grupos: Belª Rúbia Marta Gajescki Secretária dos 3º e 4º Grupos: Belª Lúcia Helena Fontana Órgãos do Tribunal de Justiça 10

11 Câmaras Especiais 1ª Câmara Especial 2ª Câmara Especial 3ª Câmara Especial Des. Danúbio Edon Franco Dr. Luiz Roberto Imperatore de Assis Brasil Dra. Walda Maria Melo Pierro Dra. Ana Lúcia Carvalho Pinto Vieira Dr. Miguel Ângelo da Silva Secretária: Belª Anete Hilgemann Des. Arminio José Abreu Lima da Rosa Dra. Agathe Elsa Schmidt da Silva Dr. José Conrado de Souza Júnior Dra. Catarina Rita Krieger Martins Dr. Sérgio Luiz Grassi Beck Secretário: Bel. João Luís Leite Rodrigues Des. Vasco Della Giustina Dr. Túlio de Oliveira Martins Dr. Mário Crespo Brum Dr. Ney Wiedemann Neto Dra. Leila Vani Pandolfo Machado Secretária: Belª Bernardette da Silva Órgãos do Tribunal de Justiça 11

12 Órgão de Apoio aos Desembargadores e à Jurisdição Centro de Estudos do Tribunal de Justiça Des. Luiz Felipe Brasil Santos Coordenador-Geral Des. Rui Portanova Coordenador-Adjunto na área de Direito de Família Des. Ivan Leomar Bruxel Coordenador-Adjunto na área de Direito Criminal Desª Rejane Maria Dias de Castro Bins Coordenadora-Adjunta na área de Direito Público Des. Alzir Felippe Schmitz Coordenador-Adjunto na área de Direito Privado Secretária: Belª Angela Maria Braga Knorr Registram-se a seguir as atividades desenvolvidas pelo Centro de Estudos no exercício 2007 na seguinte ordem cronológica: 1. Em abril Realização do seminário Medicamentos: Políticas Públicas e Judicialização, em parceria com a AJURIS e várias outras instituições, no dia 13, no Plenário Ministro Pedro Soares Muñoz. As notas taquigráficas referentes ao evento estão disponíveis no seguinte endereço: 2. Em maio Realização do 6º encontro do Projeto Mesa-Redonda, no dia 25, às 9h, na sala 615, do Tribunal de Justiça, sobre o tema Tribunal de Contas, Competência Constitucional e seus Reflexos na Jurisdição. 3. Em junho Efetuada pesquisa junto à Magistratura quanto ao interesse na realização de curso sobre Gestão e Controle. 4. Em julho 1º e 2º encontros do curso sobre Técnicas de Elaboração de Acórdãos: Enfoques Lingüísticos e Jurídicos, nos dias 20 e 27, no Plenário Ministro Pedro Soares Muñoz. Encaminhado questionário aos Desembargadores com jurisdição na área de Direito Criminal, buscando informações referentes à agilização no processamento dos recursos, cujo resultado está à disposição no seguinte endereço: 5. Em agosto 3º e 4º encontros do curso sobre Técnicas de Elaboração de Acórdãos: Enfoques Lingüísticos e Jurídicos, nos dias 03 e 17, no Plenário Ministro Pedro Soares Muñoz. Realização do 7º encontro do Projeto Mesa-Redonda, no dia 17, às 14h, no auditório da Escola Superior da Magistratura, sobre o tema Diferenças de Poupança: Ações Coletivas e Direitos Individuais. Aconteceu no dia 31, às 14h, o 8º encontro do Projeto Mesa-Redonda, que tratou do tema Energia Elétrica, o qual foi realizado dentro do Cronograma do Curso de Atualização para Magistrados, promovido pela Escola Superior da Magistratura, no seu auditório. 6. Em setembro Realizado, em parceria com a Escola Superior da Magistratura e ECOJUS Programa de Proteção e Educação Ambiental e Responsabilidade Social, o seminário O Papel do Judiciário Frente às Mudanças Climáticas, no dia 14, no Plenário Ministro Pedro Soares Muñoz. No dia 28, ocorreu o 5º encontro do curso sobre Técnicas de Elaboração de Acórdãos: Enfoques Lingüísticos e Jurídicos, no Plenário Ministro Pedro Soares Muñoz. Órgãos do Tribunal de Justiça 12

13 7. Em outubro Realização do 9º encontro do Projeto Mesa-Redonda, no dia 19, às 14h, sobre o tema Questões Controvertidas da Reforma Processual, dentro do Cronograma do Curso de Atualização para Magistrados, promovido pela Escola Superior da Magistratura, no seu auditório. 8. Em dezembro Lançamento e distribuição da publicação do segundo volume da série Cadernos do Centro de Estudos, sobre Lei Maria da Penha, Lei nº /06 e Lei de Tóxicos, Lei nº /06, que reúne as palestras proferidas, quando da realização do 2º Ciclo de Estudos. Todos os encontros do Projeto Mesa-Redonda estão disponíveis na página do Centro de Estudos: O Centro de Estudos ofereceu apoio cultural a diversas entidades que promoveram cursos na área do Direito. Órgãos do Tribunal de Justiça 13

14 Presidência Presidente: Desembargador MARCO ANTÔNIO BARBOSA LEAL Secretaria da Presidência Gabinete da Presidência Secretária: Belª Ana Lia Vinhas Hervé A Secretaria da Presidência funciona como um elo entre a Presidência e todos os setores do Tribunal, bem como comarcas do interior, tornando mais ágeis e menos burocráticas as soluções para os problemas enfrentados. No âmbito do Tribunal de Justiça, cumpre a função de assessoramento e assistência ao Presidente do Tribunal ou seu substituto, em matérias de cunho administrativo, prestando um atendimento prévio aos interessados, visando a solver dúvidas e a solucionar problemas diversos, bem como cuidar do encaminhamento dos assuntos aos setores/órgãos competentes. A partir de 2007, passou a ser atribuição da Secretaria o cadastramento dos magistrados de 2º grau no site do Conselho Nacional de Justiça, bem como a sua permanente atualização. Responsável, também, pelo preenchimento de formulários afetos ao 2º grau e acompanhamento de processos virtuais originários deste Tribunal que tramitam no referido Conselho. Concentra-se na Secretaria toda a comunicação estabelecida entre a Presidência e os magistrados, serviços auxiliares do Poder Judiciário, outros órgãos públicos e entidades de classe. As publicações administrativas da Presidência, como atos, ordens de serviço e portarias, além de publicadas no Diário da Justiça Eletrônico, encontram-se disponibilizadas na Intranet/Internet, no site do Tribunal, ao efeito de permitir uma significativa melhoria no atendimento e nas pesquisas pelo público interno e, principalmente, pelo público externo. Segue abaixo quadro demonstrativo contendo um resumo quantificado das principais atividades desenvolvidas pela Secretaria no ano 2007, muitas das quais, como ofícios e comunicações em geral para magistrados e servidores, estão sendo feitas via correio eletrônico, tornando mais ágil e racional a comunicação. Tipo Nº Atos 17 Ordens de Serviço 13 Portarias 28 Processos Iniciados 746 Processos Despachados Fonte: Secretaria da Presidência. Órgãos do Tribunal de Justiça 14

15 Subsecretaria da Presidência Tribunal Pleno Órgão Especial Subsecretária: Belª Mariana Santos dos Santos De acordo com o Ato nº 14/00-P, à Subsecretaria da Presidência incumbem as atividades pertinentes ao Tribunal Pleno e ao Órgão Especial e as atribuições constantes do art. 120 do Anexo ao Ato Regimental nº 01/99. Na Subsecretaria da Presidência tiveram andamentos processos administrativos e jurisdicionais originários, os quais, despachados pelo Presidente e pelos Desembargadores-Relatores, foram apreciados pelo Órgão Especial, em extensas pautas. Jan. Fev. Mar. Abr. Maio Jun. Jul. Ago. Set. Out. Nov. Dez. Total Sessões Jurisdicionais Processos Jurisdicionais Julgados Sessões Administrativas Convocação do Tribunal Pleno Sessões Solenes de Gabinete Sessões Solenes do Pleno Processos Administrativos Distribuídos Processos Administrativos Redistribuídos Assuntos Administrativos Apreciados pelo Órgão Especial Processos Administrativos contra Magistrados Distribuídos Portarias Atos Atos Regimentais Emendas Resoluções Assentos Regimentais Órgãos do Tribunal de Justiça 15

16 Assessoria Especial Administrativa Juízes-Assessores da Presidência: Dr. Eduardo Uhlein Juiz-Corregedor Dra. Lusmary Fátima Turelly da Silva Juíza de Direito Convocada Dr. Rinez da Trindade Juiz de Direito Convocado para Assuntos Parlamentares A Assessoria Especial Administrativa da Presidência tem por finalidade prestar assessoramento direto ao Presidente, bem como ao Conselho da Magistratura e às Comissões em assuntos de natureza jurídica e jurídico-administrativa, emitindo pronunciamentos acerca de processos e expedientes que exijam interpretação de leis ou de normas que disciplinem a administração de pessoal, material e orçamento, além das especificações de que trata o art. 5º do Anexo ao Ato Regimental nº 01/99. Para tanto, é organizada em Núcleos (Pessoal; Licitações e Contratos Administrativos; Precatórios; e Jurisdicional), cujo trabalho é prestado por 09 Assessores e coordenado por 02 Juízes de Direito na titularidade de Assessoria à Presidência, cumprindo-lhes a análise de todos os expedientes, bem como a emissão de pareceres relativos a matérias de interesse da Magistratura, servidores e organização interna do Poder. Diante da atuação do Conselho Nacional de Justiça CNJ, e por efeito das questões institucionais resultantes da Emenda Constitucional nº 45/04 e da nova política econômica, financeira e orçamentária do Governo do Estado, agregaram-se outras atribuições aos Juízes-Assessores, quais sejam, informações e acompanhamento de processos junto ao CNJ; assistência ao Presidente perante o Colégio dos Presidentes dos Tribunais de Justiça; assessoramento na elaboração de projetos de lei, reuniões e audiências públicas envolvendo os demais Poderes do Estado, Ministério Público e Procuradoria-Geral do Estado; representações do Presidente; supervisão das atividades da Assessoria de Organização e Métodos; acompanhamento das sessões junto ao Tribunal Pleno e ao Conselho da Magistratura; audiências com magistrados, servidores, advogados e Procuradores do Estado; acompanhamento das atividades junto à Assembléia Legislativa, participação em Conselhos e Comissões (IPERGS/Planejamento Familiar), auxílio no controle das ações judiciais junto à Procuradoria-Geral do Estado; e assessoramento à Direção-Geral e Subdireção-Geral Administrativa, ressaltando que o trabalho do Corpo de Assessores também resultou intensificado em razão do atendimento diário (consultas, orientações e reuniões) aos Departamentos integrantes da Administração. Ainda, para subsidiar as decisões proferidas pelo Presidente, a Assessoria Especial Administrativa realiza a elaboração de minutas dos agravos regimentais propostos contra suas decisões, informações em mandados de segurança, elaboração de projetos de voto nas matérias de competência exclusiva da Presidência, pareceres administrativos relativos às prestações de contas dos magistrados, às cartas rogatórias, elaboração de peças recursais a serem apresentadas aos Tribunais Superiores; acompanhamento dos processos em trâmite junto ao Tribunal de Contas do Estado, relativamente às auditorias, registros de atos, pedidos de revisão e recursos junto àquela Corte, realização de sindicâncias e inquéritos administrativos; orientação jurídica à Comissão Permanente de Licitações e aos Pregoeiros, ao Setor de Precatórios, além de atribuições setorizadas aos núcleos de acordo com as matérias que lhes são afetas. No período de janeiro a dezembro de 2007, foram analisados feitos, correspondentes, por Núcleos e matéria extra, aos seguintes números: Licitações Pessoal Jurisdicional Precatórios Extras Total Órgãos do Tribunal de Justiça 16

17 Assessoria Militar Assessor: Ten.-Cel. PM Reinaldo Leal Ribeiro Chefe do Núcleo de Inteligência do Poder Judiciário: Delegado de Polícia José Luiz Carvalho Savi O Núcleo de Inteligência do Poder Judiciário, vinculado diretamente à Assessoria Militar, foi criado pelo Ato nº 08/03-P, publicado no Diário da Justiça, de , dando início às suas atividades em , com o objetivo de estabelecer a segurança dos magistrados que, em razão de sua atividade, estivessem com sua integridade física e/ou de seus familiares em situação de risco. O Núcleo é composto por policiais militares, um Delegado de Polícia e um servidor do Tribunal de Justiça, especialistas nas áreas de inteligência, contra-inteligência e segurança de dignitários (magistrados). Desde sua criação até o ano 2007, o Núcleo de Inteligência recebeu acréscimo em suas atribuições, exercendo atualmente as seguintes atividades: atendimento e proteção a magistrados; assessoramento no que se refere à legalização de armas de fogo de porte pessoal dos magistrados, bem como nos demais assuntos vinculados à área de segurança pública; controle, planejamento e execução dos recolhimentos das armas, munições e acessórios para destruição no Exército Brasileiro, atendendo o Provimento nº 02/07 da Corregedoria-Geral da Justiça; gerenciamento dos integrantes do Corpo Voluntário de Militares Inativos da Reserva da Brigada Militar que atuam na guarda dos fóruns. Desta forma, em comunhão de esforços entre os Poderes Judiciário e Executivo, foram desencadeadas ações no Estado a fim de atingir as metas traçadas para o exercício, objetivando a otimização dos serviços prestados. No período de janeiro a dezembro de 2007, as referidas atividades desenvolvidas apresentaram os seguintes resultados: Descrição Quantidade Atendimento a Magistrados 68 Número de Comarcas com Magistrados Atendidos 15 Total de Armas Recolhidas Comarcas com Armas Recolhidas 70 Número de Guardas de Fóruns (Policiais Militares Inativos) 282 Comarcas Atendidas por Guardas de Fóruns 131 Fonte: Assessoria Militar. Órgãos do Tribunal de Justiça 17

18 Assessoria de Comunicação Social Unidade de Imprensa Assessora-Coordenadora de Imprensa: Jorn. Adriana Arend Em 2007, a Unidade de Imprensa deu continuidade ao trabalho de comunicação interna e externa que desenvolve e agregou mais uma atividade a sua rotina, com a gravação de boletins de áudio para a Rádio Justiça. A publicação de notícias na Internet do Tribunal de Justiça alcançou a marca de 2,8 milhões de acessos aos textos redigidos pela equipe de imprensa. A produção, edição e divulgação dessas matérias compreendeu o acompanhamento de atividades administrativas e jurisdicionais. Na Intranet, o setor manteve atualização diária e constante do link News, com veiculação de notícias publicadas em jornais, rádio e televisão, totalizando acessos ao longo do ano. Também foram divulgadas matérias de interesse do público interno do Tribunal de Justiça e comarcas, pelo acesso Notícias Internas. Relativamente ao público interno, também encaminhou a divulgação de telas login, com mensagens de interesse de magistrados e servidores. Por solicitação da Unidade de Imprensa, o Departamento de Informática ampliou o alcance da ferramenta que, além do 2 grau e Capital, passou a abranger também todos os Foros do Estado. Também realizou acompanhamento de fatos e eventos, com a respectiva cobertura fotográfica e manutenção de arquivo de imagens do Judiciário. Até junho de 2007, manteve-se a publicação de matérias institucionais na capa do Diário da Justiça. A partir de julho, as notícias passaram a ser publicadas exclusivamente em meio eletrônico. Dentro de suas atribuições, a Unidade de Imprensa efetuou o acompanhamento à Presidência do Tribunal de Justiça nos assuntos referentes à Imprensa, dando o suporte necessário ao atendimento das demandas, incluindo os encontros realizados com dirigentes e representantes de veículos de comunicação da Capital. Além dessas atribuições, ao longo do ano, os profissionais da equipe de imprensa realizaram uma média de 10 atendimentos a jornalistas ao dia, inclusive fora do horário de expediente, em períodos noturnos, feriados e finais de semana. Realizou-se acompanhamento junto ao Conselho de Relações Institucionais e Comunicação Social, ao Conselho de Administração, Planejamento e Gestão e à Administração do Prédio do Tribunal de Justiça, dando-se visibilidade às iniciativas, tanto interna como externamente. Seguindo essa premissa, também foram atendidos diversos setores, além das Câmaras e Varas. Dentre eles, Centro de Estudos, ECOJUS e Escritório da Qualidade. Órgãos do Tribunal de Justiça 18

19 Unidade de Relações Públicas Assessora-Coordenadora de Relações Públicas: Belª Regina Ferri Silva A Unidade assessorou a Presidência do Tribunal de Justiça na área de Relações Públicas e Cerimonial e apoiou a Administração no desenvolvimento de projetos e respectivas aplicações, abrangendo os públicos interno e externo. Precedeu e acompanhou o Presidente em 26 eventos e providenciou a representação do Tribunal em 183 eventos na Capital, 42 no interior do Estado e 17 em outros Estados. Organizou, coordenou e acompanhou as solenidades e atos oficiais realizados em todo o Estado, promovidos pelo Poder Judiciário, com a presença da Presidência ou representante. Dentre os atos, destacam-se as solenidades de Posses dos Desembargadores Jorge Luiz Lopes do Canto e Nelson José Gonzaga, o ato de Descerramento das Fotografias dos Ministros Athos Gusmão Carneiro e Ruy Rosado de Aguiar Júnior, três Posses de Juízes de Direito Substitutos, a solenidade de Entrega do Registro Civil de Domenico Menotti Garibaldi, a Sessão Solene em Homenagem à Semana da Pátria, o ato de Descerramento da Fotografia do Desembargador Osvaldo Stefanello na Galeria dos ex-presidentes, Instalação de Varas nas Comarcas de Santa Rosa, Erexim, Sapucaia do Sul, Vacaria, Capão da Canoa, Gramado, São Lourenço do Sul, Pelotas, Santo Ângelo, Instalação de Juizados da Vara de Execução Penal de Novo Hamburgo, Instalação da Comarca de Eldorado do Sul, Inauguração de novas instalações dos Foros das Comarcas de Encruzilhada do Sul, Erexim, Gramado, Jaguarão, Pedro Osório, Porto Xavier, Santo Antônio da Patrulha, Venâncio Aires, Três Coroas, Novo Hamburgo, Santo Ângelo e Inauguração dos novos prédios dos Foros Regionais do Sarandi, Tristeza e Partenon. Agendou 164 audiências, dentre as quais 7 visitas protocolares ao Tribunal. Organizou as viagens do Presidente ou de seu representante, sendo 48 para outros Estados. Planejou e coordenou a Campanha do Agasalho, dois Cafés da Manhã com a Imprensa, a Semana da Saúde em parceria com o Departamento Médico Judiciário, os eventos alusivos à inauguração da Casa dos Açores no Estado, o Café da Manhã com Deputados, a V Feira de Natal, a Confraternização de Final de Ano dos Desembargadores, o Natal na Praça em parceria com o Governo do Estado, Assembléia Legislativa, Ministério Público e Cúria Metropolitana, entre outros eventos para magistrados e servidores. Controlou e organizou os murais de divulgação de eventos relacionados à área do Direito e de comunicação interna para os servidores, recepcionou 26 universidades, em visitas previamente agendadas, com o objetivo de conhecerem as dependências e o funcionamento do Tribunal e agendou e coordenou 24 mostras de arte no Espaço Cultural do Tribunal de Justiça. Órgãos do Tribunal de Justiça 19

20 Assessoria de Organização & Métodos Assessora: Belª Cléa Maria Galvão de Moraes A Assessoria de Organização e Métodos, durante o exercício 2007, elaborou projetos de lei que: cria cartório judicial no Município de Rolante; extingue e cria cargos no Quadro dos Serviços Auxiliares da Justiça Militar do Estado; cria cargos nos Serviços Auxiliares da Justiça de 1º Grau; dispõe sobre a desanexação e anexação de serviços notariais de protestos de títulos em diversos Municípios do Estado do Rio Grande do Sul; dispõe sobre remoção de servidor; trata da aquisição da vitaliciedade pelos magistrados; altera dispositivos da Lei nº , de ; institui a avaliação periódica de desempenho individual dos servidores; amplia a competência dos Juizados Regionais da Infância e da Juventude; cria vara criminal, cartório judicial, juizado, cargo de Juiz, funções na Comarca de Caxias do Sul. Em conjunto com o Departamento de Biblioteca, está dando continuidade à digitação das leis referentes à década de 1950, para posterior implantação no banco de dados constante da Intranet desta Corte. Também foram elaborados estudos e pareceres sobre: alteração no pagamento de diárias para servidores de 1º e 2º graus e magistrados; alteração do Ato que dispõe sobre o desconto em folha de pagamento da Magistratura Estadual e servidores do Poder Judiciário; proposta de alteração do nome da Vara de Falência e Concordatas da Capital; normatização quanto aos procedimentos, responsabilidades e fluxo administrativo para os registros relativos ao Sistema de Controle de Obras Públicas SISCOP do Tribunal de Contas do Estado; prorrogação do prazo do estágio probatório para aquisição do vitaliciamento dos Juízes de Direito Substitutos de Entrância Inicial; auxílio-condução dos Oficiais de Justiça; padronização de siglas de órgãos jurisdicionais e administrativos do Tribunal de Justiça para utilização de Correio Eletrônico Coorporativo; aperfeiçoamento e atualização da atual estrutura organizacional (Ato Regimental nº 01/99), criando-se a Direção Financeira, reformulando as Subdireções-Gerais e alterando o organograma administrativo atual da Corte, com o intuito de minimizar as despesas e maximizar as receitas (Ato Regimental nº 01/ 07 e Projeto de Lei nº 331/07). Disponibilizou na Intranet os projetos de lei em tramitação na Assembléia Legislativa do Estado, possibilitando, assim, a consulta facilitada sobre os andamentos, de forma direta e simples, bem como a atualização do Manual de Organização Judiciária no site. Órgãos do Tribunal de Justiça 20

21 Assessoria de Planejamento Assessores: Bel. Osvaldo Malavolta Dalrosso Belª Anelise Camara Muri A Assessoria de Planejamento, ao longo de 2007, dedicou-se ao planejamento, execução e acompanhamento de atividades específicas estabelecidas pela Administração do Tribunal de Justiça, como a produção de informações estatísticas, elaboração de controles gerenciais, acompanhamento e análise dos apontamentos dos órgãos de controle externo, programação financeira e orçamentária. Em cumprimento ao que estabelece a Lei Complementar nº 101/00 Lei de Responsabilidade Fiscal, foram produzidos, publicados e encaminhados ao Tribunal de Contas do Estado os relatórios seguintes: Relatórios de Gestão Fiscal do Poder Judiciário, referentes aos terceiro quadrimestre de 2006, primeiro e segundo quadrimestres de 2007; bem como a Prestação de Contas do exercício Além do Relatório Anual, elaborado pela Assessoria, foram gerados, mensalmente, para uso pela Presidência do Tribunal de Justiça, como subsídio a tomadas de decisão, os Informes Gerenciais, contendo informações de quantitativos orçamentários, financeiros, de pessoal, responsabilidade fiscal, jurisdicional, andamento de obras e outros, bem como o acompanhamento de índices inflacionários e de reposição salarial de magistrados e servidores. A Assessoria empenhou-se na coleta, consolidação e remessa de informações estatísticas do Tribunal de Justiça, em atendimento à Resolução nº 15/06 do Conselho Nacional de Justiça, editada com propósito de avaliar o desempenho do Poder Judiciário do País em todos os seus níveis, bem como ao atendimento de outras demandas do referido Conselho. Por fim, ressalta-se a atuação da Assessoria na consolidação e no acompanhamento de todo o processo de elaboração, negociação e tramitação da proposta orçamentária junto aos Poderes Executivo e Legislativo, assim como na coordenação e desenvolvimento dos trabalhos pertinentes às diretrizes orçamentárias para 2008 e ao Plano Plurianual para o quadriênio Órgãos do Tribunal de Justiça 21

22 Comissão Permanente de Avaliação e Gestão de Documentos Desª Elaine Harzheim Macedo Presidente Des. Jorge Luiz Lopes do Canto Dr. Nilton Tavares da Silva Juiz de Direito Bel. Luiz Alberto Rodrigues Jardim Escrivão Secretário: Bel. André Luís Freitas de Abreu A Comissão não se reuniu em 2007, e suas atividades aguardam solução administrativa superior. Órgãos do Tribunal de Justiça 22

23 Conselho de Administração, Planejamento e Gestão Des. José Aquino Flôres de Camargo Presidente Des. Marcel Esquivel Hoppe Des. Luiz Ary Vessini de Lima Desª Liselena Schifino Robles Ribeiro Des. Nereu José Giacomolli Dr. Giovanni Conti Juiz de Direito Dra. Vivian Cristina Angonese Spengler Juíza-Corregedora Dr. Ruy Rosado de Aguiar Neto Juiz de Direito Dr. Vanderlei Deolindo Juiz de Direito Secretário: Bel. André Luís Freitas de Abreu O Conselho de Administração, Planejamento e Gestão, órgão de assessoramento da Presidência, regulamentado pelo Ato Regimental nº 01/98, analisou e deliberou, entre outros, sobre os seguintes assuntos durante o ano 2007: Orçamento de Sugestões ao orçamento elaboradas pela Magistratura do 1º e 2º Graus. Alteração de horário de expediente no 2º grau e Foro Central. Consulta do Departamento de Material e Patrimônio referente a eventuais substituições, quando solicitadas, de bens permanentes cedidos pelo Poder Judiciário a cartórios privatizados. Reajuste no valor do auxílio-refeição e estudo sobre a possibilidade de reposição maior para 2008 e transformação do auxílio-refeição em vale-refeição. Proposta orçamentária mínima para o Plano de Gestão pela Qualidade do Judiciário. Sugestão do Departamento de Engenharia, Arquitetura e Manutenção de planejamento anual de reformas a partir de levantamento das necessidades de cada comarca para o exercício Controle do número de cópias extraídas nas impressoras multifuncionais na Comarca de Canoas. Estudo sobre a implantação da Residência Judicial no Poder Judiciário do Rio Grande do Sul, tendo como modelo o exemplo do Estado de Santa Catarina. Consulta ao Conselho Nacional da Justiça CNJ sobre a viabilidade de interpretar o serviço voluntário, regido pela Lei nº 9.608/98, como exercício de função pública e, por conseqüência, considerá-lo como atividade jurídica para fins do art. 93, I, da CF e do art. 2º da Resolução nº 11/06-CNJ. Audiência com o SINDJUS para tratar de pedido de reposição salarial aos servidores. Estudo sobre planejamento estratégico, objetivando a possibilidade de adoção de um planejamento estratégico das prioridades do Poder Judiciário, para o melhor aproveitamento dos recursos disponíveis, traçando-se objetivos a longo prazo. Reestudo sobre o papel do Departamento Médico Judiciário, com destaque para temas como possibilidade de terceirização das perícias, atendimento ao público interno e regionalização dos serviços. Relatório das atividades do Departamento de Engenharia, Arquitetura e Manutenção durante a atual gestão. Relatório sobre Orçamento, com projeção da situação financeira para Conselho de Administração, Planejamento e Gestão Reuniões Realizadas 15 Expedientes Registrados 19 Expedientes Apreciados 25 Fonte: Secretaria das Comissões. Órgãos do Tribunal de Justiça 23

24 Conselho de Informática Judiciária Des. Carlos Eduardo Zietlow Duro Presidente Des. Carlos Alberto Etcheverry Dr. Ivan Balson Araújo Juiz-Corregedor (até ) Dr. Luís Gustavo Pedroso Lacerda Juiz-Corregedor (a partir de ) Dra. Kátia Elenise Oliveira da Silva Juíza de Direito Dr. Honório Gonçalves da Silva Neto Juiz de Direito Dr. André Luís de Aguiar Tesheiner Juiz de Direito Secretária: Belª Georgina Magalhães Tweedie No uso das atribuições estabelecidas pela Presidência do Tribunal de Justiça, o Conselho de Informática Judiciária seguiu acompanhando os assuntos ligados à área, destacados os que se seguem: determinação de migração do Microsoft Office para o sistema BrOffice no 1º grau e utilização de softwares gratuitos de editoração, paginação e criação de layouts pelos setores, incluída avaliação do Sistema Gratuito de Gerenciamento e Postagem SIGEP, disponibilizado pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT; disponibilização do acesso remoto via Metaframe aos magistrados da Capital e abertura de processo de compra também para os magistrados do Interior; e encaminhamento de aquisição de assinaturas digitais para os magistrados da Capital e do Interior, com smartcards e suas leitoras, além da contratação de empresa para emissão e ativação dos certificados digitais; melhoria dos serviços de suporte, com o encaminhamento de aquisição de novo sistema de help desk, dedicação de ramal telefônico exclusivo para magistrados e criação de plantão técnico de atendimento 24 horas, inclusive nos finais de semana e feriados; encaminhamento de processos de aquisição de servidores para Internet e centralização dos bancos de dados, incluído upgrade do Storage; 80 terminais-cliente para comarcas do interior; microcomputadores e 30 equipamentos servidores para atualização do parque; 100 thin clientes, 100 pendrives e 02 equipamentos servidores para implantação de projeto-piloto; leitores ópticos e insumos de informática; expansão dos switches da rede central do Tribunal e equipamentos de áudio e vídeo para o Projeto Depoimento sem Dano, nas Comarcas de Bagé e Erexim; encaminhamento de processo com vista à instalação de rede sem fio para Internet (wireless) em alguns setores dos prédios do Tribunal e do Foro Central da Capital, bem como de estudos para o investimento em infra-estrutura da rede interna do Tribunal e ampliação da sala-cofre do Departamento de Informática, considerada a possibilidade de mudança do local de instalação do centro de processamento de dados; acompanhamento do piloto de virtualização de autos implementado no Juizado Especial instalado na Escola da Magistratura e determinação ao Departamento de Informática de elaboração de cronograma e cálculo de custos com vista à implantação do processo eletrônico; Themis de 1º Grau: implantação do módulo de gabinete; economia na impressão das telas de consulta; disponibilização do módulo de antecedentes criminais; acompanhamento do cronograma de desenvolvimento e discussão com a Administração do Tribunal sobre investimentos na infra-estrutura técnica do Departamento de Informática; Themis de 2º Grau: funcionalidades dos embargos de declaração para as Turmas Recursais; assinatura digital nas certidões de publicação das notas de expediente via Sistema TJP PROCERGS e sugestão de que as estatísticas sejam feitas a partir do sistema próprio; Órgãos do Tribunal de Justiça 24

25 aquisição do serviço Vivo Zap para instalação nos notebooks da Administração do Tribunal (Presidência, Vice-Presidências e Corregedoria-Geral da Justiça), além do Departamento de Informática; audiências: compra de 05 licenças do sistema Via Voice da IBM para testes; implantação de piloto na Comarca de Igrejinha para utilização de programa conversor de arquivo PSS para MP3, sem o sistema de degravação, e contratação de suporte técnico mensal para o sistema de gravação de audiências PSS da Kenta Informática; disponibilização do sistema BACEN-JUD para penhora on line no 2º grau e sugestão de redução de custos no contrato firmado com o SERPRO para a consulta da base de dados cadastrais de pessoas físicas e jurídicas (CPF e CNPJ); convênio para acesso ao sistema INFOJUD, da Receita Federal, e acesso, pela Procuradoria-Geral do Estado, ao sistema JIJ, implantado em 25 comarcas; convênio com o Tribunal Regional Eleitoral para cooperação de acesso às condenações criminais e manifestação favorável à permuta de informações processuais com as Justiças Federal e do Trabalho; disponibilização de meios para implementação do Recurso Extraordinário Eletrônico promovido pelo Supremo Tribunal Federal STF e pelo Conselho Nacional de Justiça CNJ; inclusão no cronograma de desenvolvimento do sistema Push, com relação à movimentação processual, no próprio site do Tribunal, e da adequação do Sistema Themis ao acompanhamento de processos do Tribunal de Justiça Militar; determinação de diligências junto à empresa fornecedora do sistema Oracle com vista à solução dos problemas com os bancos de dados, que causaram panes com reflexos em comarcas do interior do Estado; renovação das contratações dos sistemas JUS, SPI e ACO, da PROCERGS, implantação do CEC nas comarcas faltantes, adequação do TJP aos registros de julgamento de agravo em decisão monocrática e, com relação à contratação de gestão de sistema de recursos humanos, determinaram aguardar a reestruturação do Departamento de Informática e as deliberações da nova Administração do Tribunal; encaminhamento de aquisição do software Connect:Direct para transferência automática de arquivos entre o Tribunal e o Banrisul, bem como de licenças Microsoft (correio eletrônico e windows server); atualização do andamento processual na Internet e Intranet, com o inteiro teor dos principais atos processuais, acessíveis por link direto, e sugestão de divulgação sobre a necessidade de consulta ao site para efeitos de segurança; fornecimento, pelo Conselho Nacional de Justiça, de 85 equipamentos servidores dentre os adquiridos com destinação a órgãos do Poder Judiciário, compatíveis com quase a totalidade das comarcas, e manifestação desfavorável ao recebimento em doação de equipamentos da Receita Federal do Rio Grande do Sul; encaminhamento para contratação de manutenção preventiva e corretiva de equipamentos de informática, à exceção das impressoras a laser que, em face dos altos custos, tiveram confirmada a decisão de que o conserto será feito pelos próprios técnicos do Tribunal; ampliação, manutenção e instalação de links de Internet (redundante), Tribunal, Capital e interior (com um mínimo de 512 KBPS); acesso via linha discada pelo Depósito Judicial Criminal da Capital e Arquivo Judicial de Caxias do Sul, além do Departamento de Informática, para testes de acesso externo; manutenção de links de comunicação de dados e de telefonia entre diversos prédios da Capital via transmissão por rádio microondas e aumento de backbones de comarcas; encaminhamento de aquisição de anel de fibra óptica para interligação dos prédios do Palácio da Justiça, Tribunal de Justiça e Foro Central, com vista à criação de site secundário de replicação; acompanhamento da instalação de novas varas e segundos juizados, readequação dos padrões numéricos dos equipamentos dos Gabinetes, Cartórios, salas de audiências e Secretarias dos órgãos julgadores do Tribunal; autorização aos magistrados de acesso irrestrito à Internet (ressalvados os webmails externos, por segurança) e às consultas aos processos que tramitam em segredo de justiça; Órgãos do Tribunal de Justiça 25

26 sugestão de inclusão da opção dos serviços banda larga ou via linha discada ao contrato Via-RS para magistrados; autorização para aumento da quota em disco na rede aos Gabinetes de Desembargadores e Juízes convocados; indeferimento da criação de listas de distribuição no correio eletrônico, por contrárias à Ordem de Serviço nº 04/06-P, bem como das solicitações de endereços setoriais por assunto, além da divulgação externa dos s setoriais do Judiciário; indeferimento do cadastro de servidores dos cartórios privatizados, voluntários, terceiros e cedidos à rede do Tribunal para efeitos de utilização de pessoal. A seguir, o levantamento em números das atividades do Conselho no decorrer do ano: Registro das Atividades do Conselho Reuniões 14 Expedientes Examinados em Reunião 161 Assuntos Tratados em Reunião 407 Ofícios 900 s do CONINF s do Webmaster Fonte: Secretaria do Conselho. Órgãos do Tribunal de Justiça 26

27 Conselho de Relações Institucionais e Comunicação Social Des. Carlos Roberto Lofego Caníbal Presidente Des. João Armando Bezerra Campos Des. Dorval Braulio Marques Dr. Túlio de Oliveira Martins Juiz de Direito Dr. Eduardo Uhlein Juiz-Corregedor Assessor da Presidência Dr. Rinez da Trindade Juiz de Direito Jorn. Adriana Arend Assessora-Coordenadora de Imprensa Belª Regina Ferri Silva Assessora-Coordenadora de Relações Públicas Secretário: Bel. André Luís Freitas de Abreu O Conselho de Relações Institucionais e Comunicação Social, órgão de assessoramento da Presidência, regulamentado pelo Ato nº 04/05-P, com as alterações do Ato nº 29/06-P, é resultado da unificação, em agosto de 2006, dos Conselhos de Relações Institucionais e de Comunicação Social. Durante o ano 2007, foram tratados, entre outros, os seguintes assuntos: a necessidade de se estabelecer política de atuação para o Conselho, visando a torná-lo o mais abrangente possível, englobando não apenas o Tribunal de Justiça, mas também as comarcas do Interior do Estado; estabelecimento de uma política de comunicação social e relações públicas, com a definição daquilo que, de fato, seja importante para o Poder Judiciário nessas áreas; a valorização do segmento relações institucionais do Conselho, dada a sua importância para o Poder Judiciário; a profissionalização das relações públicas e comunicação social do Poder Judiciário, dotando tais áreas de corpo funcional suficiente para o atendimento das necessidades. Também encontra-se em andamento projeto para disponibilizar, na Internet, boletins e matérias de rádio referentes a decisões judiciais, serviços e notícias institucionais referentes ao Poder Judiciário, formando-se, assim, uma Agência de Notícias, que possibilitará que rádios, tanto da Capital quanto do Interior do Estado, reproduzam as informações, fazendo com que a Justiça Estadual se aproxime efetivamente da população. Ainda, em 2007, houve a participação de membros do Conselho na mídia (jornais, rádios e emissoras de televisão). Foram publicados artigos em jornais e revistas, bem como respostas a opiniões de leitores sobre o Judiciário publicadas no Jornal Zero Hora (coluna Palavra do Leitor ) e em outros jornais. Os membros do Conselho participaram de diversas entrevistas e debates nas rádios Gaúcha AM, Guaíba AM, Band AM e Pampa AM; e nas emissoras de televisão Ulbra TV, Guaíba TV2, TV COM, Pampa/Rede Record, TVE/Cultura, TV Assembléia e Canal 20. Houve também participações em solenidades de inauguração dos Foros Regionais da Tristeza e do Sarandi e do novo prédio do Foro de Santo Antônio da Patrulha. Órgãos do Tribunal de Justiça 27

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM DECRETO nº 1098, de 12 de fevereiro de 2009 Dispõe sobre alocação, denominação e atribuições dos órgãos que compõem a estrutura organizacional do Gabinete da Prefeita e dá outras providências. A PREFEITA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO PORTARIA Nº 59, DE 14 DE MARÇO DE 2008. Dispõe sobre alterações no Manual de Atribuições da Seção Judiciária do Paraná e estabelece outras providências. O VICE-PRESIDENTE, NO EXERCÍCIO DA PRESIDÊNCIA DO

Leia mais

Conselho da Magistratura

Conselho da Magistratura Des. José Aquino Flôres de Camargo Presidente Des. Luiz Felipe Silveira Difini 1º Vice-Presidente Des. Manuel José Martinez Lucas 2º Vice-Presidente Des. Francisco José Moesch 3º Vice-Presidente Des. Tasso

Leia mais

DATA DE POSSE: 15 de outubro de 2012, com nomeação pela Presidenta Dilma Rousseff, publicada no D.O.U do dia 09.10.2012

DATA DE POSSE: 15 de outubro de 2012, com nomeação pela Presidenta Dilma Rousseff, publicada no D.O.U do dia 09.10.2012 TÂNIA REGINA SILVA RECKZIEGEL DESEMBARGADORA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO DATA DE POSSE: 15 de outubro de 2012, com nomeação pela Presidenta Dilma Rousseff, publicada no D.O.U

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

1ª. Reunião de Análise Estratégica - 2012. Núcleo de Gestão Estratégica. Manaus, 05 de março de 2012

1ª. Reunião de Análise Estratégica - 2012. Núcleo de Gestão Estratégica. Manaus, 05 de março de 2012 1ª. Reunião de Análise Estratégica - 2012 Núcleo de Gestão Estratégica Manaus, 05 de março de 2012 Objetivos Divulgar os resultados da Metas Nacionais de 2011 e apresentar os desafios para 2012. Calendário

Leia mais

Órgãos do Tribunal de Justiça

Órgãos do Tribunal de Justiça Órgãos do Tribunal de Justiça Des. Leo Lima Des. Aristides Pedroso de Albuquerque Neto Des. Vasco Della Giustina Des. Danúbio Edon Franco Des. Luiz Ari Azambuja Ramos Des. Arminio José Abreu Lima da Rosa

Leia mais

Peticionar Inquérito e Outros Documentos

Peticionar Inquérito e Outros Documentos Peticionar Inquérito e Outros Documentos Este manual se destina a orientar a Polícia Civil a realizar o Peticionamento de Inquéritos e Outros Documentos (exceto Auto de Prisão em Flagrante) para o Tribunal

Leia mais

DECRET0 Nº 2.250, DE 30 DE MAIO DE 2008

DECRET0 Nº 2.250, DE 30 DE MAIO DE 2008 DECRET0 Nº 2.250, DE 30 DE MAIO DE 2008 Publicado no Jornal Correio Paranaense Em, 04.06.2008 Dispõe sobre a Estrutura Regimental da Secretaria Municipal de Governo. O Prefeito Municipal de São José dos

Leia mais

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana Gerência de Comunicação GCO tem por finalidade planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades de comunicação e editoriais do Confea. Competências da GCO 1. Organizar e executar projetos editoriais:

Leia mais

Posses. 16/03 Desembargadora Isabel Dias Almeida. 18/05 Desembargador Altair de Lemos Junior

Posses. 16/03 Desembargadora Isabel Dias Almeida. 18/05 Desembargador Altair de Lemos Junior Memória 1 Posses 16/03 Desembargadora Isabel Dias Almeida 18/05 Desembargador Altair de Lemos Junior 10/08 Desembargadores Leonel Pires Ohlweiler e Eduardo Uhlein Memória 2 Eventos 18/03 Evento Poder Judiciário

Leia mais

Anexo V - Descrição dos cargos de provimento efetivo da Carreira Judiciária, atribuições principais e requisitos para ingresso

Anexo V - Descrição dos cargos de provimento efetivo da Carreira Judiciária, atribuições principais e requisitos para ingresso Anexo V - Descrição dos cargos de provimento efetivo da Carreira Judiciária, atribuições principais e requisitos para ingresso (artigo 7º da Lei nº, de de de 2008.) GRUPO OCUPACIONAL DE ATIVIDADES TÉCNICAS

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE, Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado aprovou e que eu sanciono a seguinte Lei Complementar

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE, Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado aprovou e que eu sanciono a seguinte Lei Complementar Publicada no Diário Oficial do dia 07 de julho de 2011 Estabelece a Estrutura Administrativa do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe e do Ministério Público Especial; cria, modifica e extingue órgãos

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

EDIFÍCIO-SEDE DA PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETES DE PROCURADORES DE JUSTIÇA

EDIFÍCIO-SEDE DA PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETES DE PROCURADORES DE JUSTIÇA MINISTÉRIO PÚBLICO DA PARAÍBA PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA TELEFONES E ENDEREÇOS DA SEDE E ANEXOS EDIFÍCIO-SEDE DA PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA (Av. Dom Pedro II, s/n Centro João Pessoa/PB CEP: 58.013-030)

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR Este questionário objetiva diagnosticar a realidade dos tribunais em relação às aprovadas no II Encontro Nacional do Judiciário, bem como subsidiar medidas concretas a serem

Leia mais

Órgãos do Tribunal de Justiça

Órgãos do Tribunal de Justiça Tribunal Pleno Des. Leo Lima Des. Aristides Pedroso de Albuquerque Neto Des. Vasco Della Giustina Des. Danúbio Edon Franco Des. Arminio José Abreu Lima da Rosa Des. Marcelo Bandeira Pereira Des. Marco

Leia mais

ATO REGULAMENTAR Nº 9, DE 7 DE MAIO DE 2010

ATO REGULAMENTAR Nº 9, DE 7 DE MAIO DE 2010 Publicada no Diário da Justiça Eletrônico, em 11/5/2010. ATO REGULAMENTAR Nº 9, DE 7 DE MAIO DE 2010 Altera dispositivos do Regulamento da Secretaria. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, nos termos

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DO PLENO RESOLUÇÃO Nº 11, DE 28 DE MAIO DE 2010. DJe-CE de 31/05/2010 (nº 99, pág. 9)

TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DO PLENO RESOLUÇÃO Nº 11, DE 28 DE MAIO DE 2010. DJe-CE de 31/05/2010 (nº 99, pág. 9) TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DO PLENO RESOLUÇÃO Nº 11, DE 28 DE MAIO DE 2010 DJe-CE de 31/05/2010 (nº 99, pág. 9) Institui, no âmbito da Justiça do Estado do Ceará, o sistema eletrônico de tramitação de

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA PARAÍBA PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO INSTITUCIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA PARAÍBA PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO INSTITUCIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA PARAÍBA PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO INSTITUCIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL REGIMENTO INTERNO A Comissão Institucional de Gestão Ambiental CIGA, do Ministério Público

Leia mais

ÍNDICE. Introdução 2. Missão 4. Visão de Futuro 5. Objetivos Estratégicos 6. Mapa Estratégico 7. Metas, Indicadores e Ações 8. Considerações Finais 22

ÍNDICE. Introdução 2. Missão 4. Visão de Futuro 5. Objetivos Estratégicos 6. Mapa Estratégico 7. Metas, Indicadores e Ações 8. Considerações Finais 22 ÍNDICE Introdução 2 Missão 4 Visão de Futuro 5 Objetivos Estratégicos 6 Mapa Estratégico 7 Metas, Indicadores e Ações 8 Considerações Finais 22 1 INTRODUÇÃO O Plano Estratégico do Supremo Tribunal de Federal,

Leia mais

LEI N.º 3.590 de 2 de maio de 2006.

LEI N.º 3.590 de 2 de maio de 2006. LEI N.º 3.590 de 2 de maio de 2006. O PREFEITO MUNICIPAL DE URUGUAIANA: Dispõe sobre a Estrutura Administrativa e institui organograma da Câmara Municipal de Uruguaiana e dá outras providências. Faço saber,

Leia mais

Presidência, DIRFOR, DENGEP, SEPAD, DIRSEP, DIRSUP, Gabinetes e Cartórios

Presidência, DIRFOR, DENGEP, SEPAD, DIRSEP, DIRSUP, Gabinetes e Cartórios 1. Escopo ou finalidade da iniciativa O Sistema Themis foi desenvolvido pelo TJRS e cedido ao TJMG. Este sistema informatiza a sessão de julgamento, potencializando o aumento do número de processos que

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa Esta iniciativa visa à implantação do Centro de Segurança Institucional CESI, mediante resolução da Corte Superior, considerando a necessidade de estruturar, organizar,

Leia mais

Final década de 90: rumo à obsolescência. TJRS perdeu muito terreno frente a outras cortes TI não era considerada foco de planejamento

Final década de 90: rumo à obsolescência. TJRS perdeu muito terreno frente a outras cortes TI não era considerada foco de planejamento Governo Eletrônico Tribunal de Justiça a do Rio Grande do Sul Histórico Década de 70: primórdios Primeiro Tribunal de Justiça a ser informatizado no Brasil TJRS = pioneirismo Décadas de 80 e 90 Investimentos

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

CNJ REDUZ PRESSÃO SOBRE TRIBUNAIS E JUÍZES EM 2.011

CNJ REDUZ PRESSÃO SOBRE TRIBUNAIS E JUÍZES EM 2.011 CNJ REDUZ PRESSÃO SOBRE TRIBUNAIS E JUÍZES EM 2.011 Mariana Ghirello Todo ano, o Conselho Nacional de Justiça se reúne com os presidentes dos Tribunais de Justiça para identificar as necessidades do Poder

Leia mais

12.1 AÇÕES E INDICAÇÕES DE PROJETOS

12.1 AÇÕES E INDICAÇÕES DE PROJETOS 43 Considerando os Objetivos Estratégicos, Indicadores e Metas, foram elaboradas para cada Objetivo, as Ações e indicados Projetos com uma concepção corporativa. O Plano Operacional possui um caráter sistêmico,

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 010/2013

ATO NORMATIVO Nº 010/2013 ATO NORMATIVO Nº 010/2013 Organiza as ações de comunicação social, no âmbito do Ministério Público do Estado da Bahia. OPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso das atribuições que lhe confere

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 937/2012 - PGJ

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 937/2012 - PGJ RESOLUÇÃO Nº 937/2012 - PGJ O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais e com fundamento no art. 19, XX, da Lei Complementar nº 85, de 27 de dezembro de 1999, Considerando

Leia mais

CARTA DO ENCONTRO REGIONAL EM RECIFE (Pernambuco e Alagoas)

CARTA DO ENCONTRO REGIONAL EM RECIFE (Pernambuco e Alagoas) CARTA DO ENCONTRO REGIONAL EM RECIFE (Pernambuco e Alagoas) Os Presidentes dos Tribunais de Justiça dos Estados de Pernambuco e Ceará, os Presidentes dos Tribunais Regionais do Trabalho das 6ª e 19ª Regiões,

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DE CHEFE DA SEÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO E CAPACITAÇÃO DE MAGISTRADOS

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DE CHEFE DA SEÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO E CAPACITAÇÃO DE MAGISTRADOS MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DE CHEFE DA SEÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO E CAPACITAÇÃO DE MAGISTRADOS CHEFE DA SEÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO E CAPACITAÇAÕ DE MAGISTRADOS (FC-5) Área: Administrativa Unidade: Escola Judicial

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ RESOLUÇÃO Nº 005/2008-GP.

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ RESOLUÇÃO Nº 005/2008-GP. PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ RESOLUÇÃO Nº 005/2008-GP. Dispõe sobre a Implantação e estabelece normas para o funcionamento do processo judicial eletrônico no Poder Judiciário

Leia mais

A Modernização do Judiciário e a Implantação do Processo Eletrônico

A Modernização do Judiciário e a Implantação do Processo Eletrônico A Modernização do Judiciário e a Implantação do Processo Eletrônico - Estado de São Paulo: - 41.055.734 habitantes - 645 municípios - 35% do PIB do país - 22% da população do país Tribunal de Justiça de

Leia mais

I ATOS E PORTARIAS DA DIREÇÃO DO FORO 1. Portarias

I ATOS E PORTARIAS DA DIREÇÃO DO FORO 1. Portarias PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE 1º GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DA BAHIA Boletim Interno Informativo Nº 186/2005 Salvador, 20 de outubro de 2005 (Quinta-feira). TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO Presidente:

Leia mais

PORTFÓLIO DE PROJETOS ESTRATÉGICOS PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MS

PORTFÓLIO DE PROJETOS ESTRATÉGICOS PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MS PORTFÓLIO DE PROJETOS ESTRATÉGICOS PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MS Elaboração e Implantação de Modelo e Software de Gestão de Desempenho dos Oficiais de Justiça Implantar software de gestão de desempenho

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa Esta iniciativa busca a modernização e a ampliação das ações e dos instrumentos de Comunicação para atender às necessidades de divulgação e alinhamento de informações

Leia mais

Resolução nº 126 do Conselho Nacional de Justiça, de 22 de fevereiro de 2011

Resolução nº 126 do Conselho Nacional de Justiça, de 22 de fevereiro de 2011 Resolução nº 126 do Conselho Nacional de Justiça, de 22 de fevereiro de 2011 Dispõe sobre o Plano Nacional de Capacitação Judicial de magistrados e servidores do Poder Judiciário (Publicada no DJ-e nº

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 006 /2007

ATO NORMATIVO Nº 006 /2007 ATO NORMATIVO Nº 006 /2007 Dispõe sobre os cargos em comissão do Ministério Público do Estado da Bahia, e dá outras providências. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso das atribuições

Leia mais

Processo Judicial Eletrônico: Juizados Especiais Cíveis

Processo Judicial Eletrônico: Juizados Especiais Cíveis Processo Judicial Eletrônico: Juizados Especiais Cíveis BPM Day Serra Gaúcha 2013 Carolina Möbus Volnei Rogério Hugen O Poder Judiciário De acordo com o fundamento do Estado, o Poder Judiciário tem a Missão

Leia mais

Desenvolvimento e Mudanças na Gestão Pública

Desenvolvimento e Mudanças na Gestão Pública UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CEAD / UNIRIO PROGRAMA NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PNAP CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE ORGANIZAÇÃO

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DE CONTROLE INTERNO 2014

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DE CONTROLE INTERNO 2014 Processo nº 2013/174887 PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DE CONTROLE INTERNO 2014 Novembro/2013 Sumário INTRODUÇÃO... 2 PLANEJAMENTO DAS ATIVIDADES DE CONTROLE INTERNO... 2 1. ÁREA ADMINISTRATIVA... 3 1.1 Acompanhamento

Leia mais

º 000107-AL LEI COMPLEMENTAER Nº. 0042, DE 15 DE AGOSTO DE

º 000107-AL LEI COMPLEMENTAER Nº. 0042, DE 15 DE AGOSTO DE Referente ao Projeto de Lei Complementar n. º 000107-AL LEI COMPLEMENTAER Nº. 0042, DE 15 DE AGOSTO DE 2007. Publicada no Diário Oficial do Estado nº 4073, de 20.08.07 Autor: Deputado Jorge Amanajás Autoriza

Leia mais

DIRETORIA JUDICIÁRIA SECRETARIA DA 1ª CÂMARA CRIMINAL PAUTA DE JULGAMENTO Nº 23

DIRETORIA JUDICIÁRIA SECRETARIA DA 1ª CÂMARA CRIMINAL PAUTA DE JULGAMENTO Nº 23 DIRETORIA JUDICIÁRIA SECRETARIA DA 1ª CÂMARA CRIMINAL PAUTA DE JULGAMENTO Nº 23 De ordem do Excelentíssimo Senhor Desembargador LUIZ GADOTTI, Presidente da 1ª Câmara Criminal, faço público a todos os interessados

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA RECOMENDAÇÃO Nº 37, DE 15 DE AGOSTO DE 2011

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA RECOMENDAÇÃO Nº 37, DE 15 DE AGOSTO DE 2011 CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA RECOMENDAÇÃO Nº 37, DE 15 DE AGOSTO DE 2011 Recomenda aos Tribunais a observância das normas de funcionamento do Programa Nacional de Gestão Documental e Memória do Poder Judiciário

Leia mais

ANO VIII EDIÇÃO nº 1783 Suplemento SEÇÃO I

ANO VIII EDIÇÃO nº 1783 Suplemento SEÇÃO I ANO VIII - EDIÇÃO Nº 1783 Suplemento - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: terça-feira, 12/05/2015 PUBLICAÇÃO: quarta-feira, 13/05/2015 ANO VIII EDIÇÃO nº 1783 Suplemento SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: terça-feira, 12

Leia mais

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51 Nº Horário: 51 4625160693 Sofia Margarida Santos Ferreira Admitido 7197226139 Mónica Sofia Jesus Mateus Admitido 6392341730 Gonçalo Jorge Fernandes Rodrigues Fiúza Admitido 7816555741 Dora Maria Gonçalves

Leia mais

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO PORTARIA Nº 2.588, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições previstas nos incisos I e II do parágrafo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEIXEIRA DE FREITAS ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEIXEIRA DE FREITAS ESTADO DA BAHIA _ LEI Nº 429/07 Cria a Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Teixeira de Freitas, Estado da Bahia. Faço saber que a Câmara Municipal

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Art. 1º - A Diretoria de Tecnologia de Informação e Comunicação DTIC da Universidade FEDERAL DO ESTADO DO RIO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL PRESIDÊNCIA 27/5/213 RESOLUÇÃO Nº 9/213 Assunto: Institui o Manual de Elaboração

Leia mais

ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2006 PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA

ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2006 PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA Mensagem Presidencial Projeto de Lei Orçamentária - 2006 Secretaria de Orçamento Federal Ministério do Planejamento REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA

Leia mais

*486EBBAA* PROJETO DE LEI N.º, de 2014. (DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO)

*486EBBAA* PROJETO DE LEI N.º, de 2014. (DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO) ** PROJETO DE LEI N.º, de 2014. (DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO) Dispõe sobre a criação de cargos de provimento efetivo e de cargos em comissão no Quadro de Pessoal da Secretaria do Tribunal Regional

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG nº 045/2013 (Republicada por força do art. 2 da Portaria TRT 18ª GP/DG nº 505/2014) Dispõe sobre a competência, a estrutura e

PORTARIA TRT 18ª GP/DG nº 045/2013 (Republicada por força do art. 2 da Portaria TRT 18ª GP/DG nº 505/2014) Dispõe sobre a competência, a estrutura e PORTARIA TRT 18ª GP/DG nº 045/2013 (Republicada por força do art. 2 da Portaria TRT 18ª GP/DG nº 505/2014) Dispõe sobre a competência, a estrutura e a atuação da Secretaria de Controle Interno e dá outras

Leia mais

ROSA MARIA WEBER CANDIOTA DA ROSA

ROSA MARIA WEBER CANDIOTA DA ROSA ROSA MARIA WEBER CANDIOTA DA ROSA Ministra do Supremo Tribunal Federal, empossada em 19 de dezembro de 2011. Nascida em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, em 02 de outubro de 1948. Filha do médico José Júlio

Leia mais

Comissão Permanente de Licitação. Servidores que compõem a Comissão Permanente de Licitação. Presidente: Claudia Márcia Oliveira Silva.

Comissão Permanente de Licitação. Servidores que compõem a Comissão Permanente de Licitação. Presidente: Claudia Márcia Oliveira Silva. Comissão Permanente de Licitação Servidores que compõem a Comissão Permanente de Licitação Presidente: Claudia Márcia Oliveira Silva Membros: Elisabeth Ribeiro Leite Silvia Cristina Vasconcelos Ferreira

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO JOÃO DE MERITI

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO JOÃO DE MERITI PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO JOÃO DE MERITI PROCESSO: 0007733-93.2015.4.02.5110 (2015.51.10.007733-0) AUTOR: MINISTERIO PUBLICO FEDERAL REU: MUNICIPIO DE BELFORD ROXO Fls

Leia mais

TCU - Ciclo de Palestras 2011. Papel da Alta Administração na Governança de TI

TCU - Ciclo de Palestras 2011. Papel da Alta Administração na Governança de TI TCU - Ciclo de Palestras 2011 Papel da Alta Administração na Governança de TI Missão do CNJ O Conselho Nacional de Justiça tem o propósito de realizar a gestão estratégica e o controle administrativo do

Leia mais

Relatório de Gestão Setorial 2010

Relatório de Gestão Setorial 2010 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial 2010 Cruz das Almas BA 2010 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES Período: Janeiro

Leia mais

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA 3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA Legislação: Lei nº 15.506, de 31 de julho de 1991; Decreto nº 15.813, de 24 de abril de 1992; Lei nº 15.738, de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Justiça Federal Juizados Especiais Federais TURMA RECURSAL Seção Judiciária da Paraíba PAUTA DE JULGAMENTO

PODER JUDICIÁRIO Justiça Federal Juizados Especiais Federais TURMA RECURSAL Seção Judiciária da Paraíba PAUTA DE JULGAMENTO Pauta da 2ª Sessão Ordinária de Julgamento 2007 1 PODER JUDICIÁRIO Justiça Federal Juizados Especiais Federais TURMA RECURSAL Seção Judiciária da Paraíba PAUTA DE JULGAMENTO Determino a inclusão do(s)

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

ATO Nº 73/2003. à estrutura da Diretoria do Serviço de Informática, a ser chefiado por

ATO Nº 73/2003. à estrutura da Diretoria do Serviço de Informática, a ser chefiado por ATO Nº 73/2003 O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, tendo em vista deliberação deste Tribunal em sessão de 22.7.03, R E S O L V E

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Virtualização do processo judicial André Luiz Junqueira 1. INTRODUÇÃO A Associação dos Juizes Federais do Brasil (AJUFE) encaminhou um projeto de lei sobre a informatização do processo

Leia mais

Tema: Eficiência Operacional. Tribunal de Origem Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região. Nome do projeto Processo Virtual

Tema: Eficiência Operacional. Tribunal de Origem Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região. Nome do projeto Processo Virtual Tema: Eficiência Operacional Tribunal de Origem Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região Nome do projeto Processo Virtual Finalidade do projeto Implementar o projeto Processo Virtual no âmbito do TRT

Leia mais

ESTATÍSTICA PROCESSUAL E RESUMO DAS ATIVIDADES PROMOVIDAS PELA PRESIDÊNCIA.

ESTATÍSTICA PROCESSUAL E RESUMO DAS ATIVIDADES PROMOVIDAS PELA PRESIDÊNCIA. 1 ESTATÍSTICA PROCESSUAL E RESUMO DAS ATIVIDADES PROMOVIDAS PELA PRESIDÊNCIA. Apresento a Vossas Excelências um breve relato da estatística processual relativa ao primeiro semestre deste ano, bem como

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 13/2010 Aprova o Regimento Interno do Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia

Leia mais

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3409 Data: 19/02/2013 Folha: 01/02

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3409 Data: 19/02/2013 Folha: 01/02 Ata da Sessão Plenária nº 3409 Data: 19/02/2013 Folha: 01/02 1. PRESENÇAS: 1.1. Conselheiros Titulares: Adm. Wagner Siqueira Presidente Adm. Jorge Humberto Moreira Sampaio V.P. de Planej. e Desenvolv.

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 149/2014 Poder Judiciário

PROJETO DE LEI Nº 149/2014 Poder Judiciário DIÁRIO OFICIAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Porto Alegre, sexta-feira, 13 de junho de 2014. PRO 1 PROJETO DE LEI Nº 149/2014 Poder Judiciário Extingue e cria cargos e funções, no âmbito da Justiça de 1º Grau,

Leia mais

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA Regras Básicas para as Atividades de Prática Jurídica a partir do ano letivo de 2013 Visitas Orientadas 72 Horas Obrigatórias Visitas Justiça

Leia mais

Prof. Ms. Anchieta Silveira

Prof. Ms. Anchieta Silveira Prof. Ms. Anchieta Silveira Aula 2 Comunicação com a sociedade O Judiciário e os MCM Assessorias e monografias Resumo da aula 1 Comunicação como processo Cultura organizacional Redes, fluxos, tipos de

Leia mais

Estimados Professores, Estudantes e Funcionários

Estimados Professores, Estudantes e Funcionários UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Autorizada pelo Decreto Federal Nº 77.496 DE 27.4.1976 Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 874/86 de 19.12.86 Recredenciada pelo Decreto Estadual 9.271, de

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO RESOLUÇÃO N. 162/2015 Institui o Regimento Interno da Escola Judicial Militar do Estado

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul Planejamento Estratégico de TIC da Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul MAPA ESTRATÉGICO DE TIC DA JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO (RS) MISSÃO: Gerar, manter e atualizar soluções tecnológicas eficazes,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Justiça Federal Juizados Especiais Federais TURMA RECURSAL Seção Judiciária da Paraíba PAUTA DE JULGAMENTO

PODER JUDICIÁRIO Justiça Federal Juizados Especiais Federais TURMA RECURSAL Seção Judiciária da Paraíba PAUTA DE JULGAMENTO Pauta da 15ª Sessão Ordinária de Julgamento - 2008 1 PODER JUDICIÁRIO Justiça Federal Juizados Especiais Federais TURMA RECURSAL Seção Judiciária da Paraíba PAUTA DE JULGAMENTO Determino a inclusão do(s)

Leia mais

9 SISTEMA DE CONTROLE INTERNO

9 SISTEMA DE CONTROLE INTERNO 9 SISTEMA DE CONTROLE INTERNO Ao sistema de controle interno, consoante o previsto nos arts. 70 e 74 da Constituição Federal, incumbe a fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial,

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Dispõe sobre a implantação e estabelece normas para o funcionamento do processo eletrônico no Poder Judiciário do Estado de Goiás. O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, por seu Órgão Especial, no exercício

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 07 DE 30/05/2014 (DJE 04/06/2014)

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 07 DE 30/05/2014 (DJE 04/06/2014) INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 07 DE 30/05/2014 (DJE 04/06/2014) EMENTA: Implanta o Sistema Processo Judicial Eletrônico-PJe nas Varas Cíveis da Capital e dá outras providências. O Presidente do Tribunal de Justiça

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 411, DE 08 DE JANEIRO DE 2010.

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 411, DE 08 DE JANEIRO DE 2010. RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 411, DE 08 DE JANEIRO DE 2010. Dispõe sobre a estrutura organizacional do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte e dá outras providências. A GOVERNADORA

Leia mais

TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de

TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de advogados voltada para os mais variados ramos do direito, com atuação preventiva e contenciosa em todo o território nacional. Sociedade nascida da união de profissionais

Leia mais

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre o Planejamento Estratégico de TIC no âmbito do Poder Judiciário e dá outras providências. ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário Planejamento

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CAPÍTULO I DA FINALIDADE ART. 1º - O Núcleo de Prática Jurídica, subordinado à Faculdade de Direito

Leia mais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais A 796 Neuza Soraia Rodrigues Carvalhas Direito e Processual 729 Maria Teresa Barros Ferreira Direito e Processual 938 Rute Isabel Bexiga Ramos Direito e Processual 440 Inês Lopes Raimundo Direito e Processual

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 206/2015

PROCESSO SELETIVO Nº 206/2015 PROCESSO SELETIVO Nº 206/2015 O Sesc em Minas comunica a relação nominal com as notas da prova ocorrida entre os dias 07/06/2015 à 14/06/2015 Considerando o que está previsto no subitem 5.1.3.1 do Descritivo

Leia mais

Técnicos Especializados

Técnicos Especializados Nome da Escola : Data final da candidatura : Disciplina Projeto: Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Porto Nº Escola : 153000 2015-09-03 Nº Horário : 75 Escola de Referência para a Educação Bilingue

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS Mensagem nº 3, de 2013. Canoas, 25 de janeiro de 2013. A Sua Excelência o Senhor Vereador Juares Carlos Hoy Presidente da Câmara Municipal de Canoas Canoas RS Senhor Presidente, Na forma da legislação

Leia mais

INFOJUD, RENAJUD E BACENJUD INSTRUMENTOS DE EFETIVIDADE DA JURISDIÇÃO

INFOJUD, RENAJUD E BACENJUD INSTRUMENTOS DE EFETIVIDADE DA JURISDIÇÃO INFOJUD, RENAJUD E BACENJUD INSTRUMENTOS DE EFETIVIDADE DA JURISDIÇÃO I PROGRAMA DE INTERCÂMBIO DE MAGISTRADOS FÓRUM BRIC Exchange Program for Judges BRIC Forum Marivaldo Dantas de Araújo Juiz de Direito

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina RESOLUÇÃO N. 7.907/2014 Altera a Resolução TRESC n. 7.545, de 17.9.2007 (Regulamento Interno da Estrutura Orgânica do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina). O TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA

Leia mais

Dispõe sobre a regulamentação do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito FAESF

Dispõe sobre a regulamentação do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito FAESF RESOLUÇÃO DIR. N. 002/08 CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO - FAESF RUA FÉLIX PACHÊCO, 1206 BAIRRO: MANGUINHA FONE: (89) 3521-6512 ou 3521-2956 CNPJ:

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO DAS METAS NACIONAIS

RELATÓRIO DE DESEMPENHO DAS METAS NACIONAIS TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 14ª REGIÃO 2013 RELATÓRIO DE DESEMPENHO DAS METAS NACIONAIS Dezembro - 2013 2 RELATÓRIO DE DESEMPENHO DAS METAS NACIONAIS 2013 METAS DE NIVELAMENTO PARA AS CORREGEDORIAS

Leia mais

Poder Judiciário Página 1 of 6 Justiça Federal - 2a Região Seção Judiciária do RJ

Poder Judiciário Página 1 of 6 Justiça Federal - 2a Região Seção Judiciária do RJ Poder Judiciário Página 1 of 6 Justiça Federal - 2a Região Seção Judiciária do RJ ATA DA 7ª SESSÃO DE JULGAMENTO DO ANO DE 2015 DA 05ªTR, REALIZADA NO DIA 30/06/2015 ÀS 14:00 h QUANDO PUBLICADAS AS DECISÕES,

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA Ata da Quarta Reunião Ao sexto dia do mês de novembro de dois mil

Leia mais

C A R T A D E T A N G A R Á D A S E R R A

C A R T A D E T A N G A R Á D A S E R R A C A R T A D E T A N G A R Á D A S E R R A O Colégio de Presidentes de Subseções da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Estado de Mato Grosso, realizado na cidade de Tangará da Serra/MT, nos dias

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO.

CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO. Estado do Rio Grande do Norte Município de Mossoró CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO. REGIMENTO

Leia mais

Brasileira (UNILAB).

Brasileira (UNILAB). RESOLUÇÃO N 029/2013, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2013. Aprova o Regimento da Unidade de Auditoria Interna da Brasileira (UNILAB). Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro- O VICE-REITOR, PRO

Leia mais