Física 1 - EMB5034. Prof. Diego Duarte MRUV - Parte 1 (lista 2) 8 de agosto de v(t) = v 0 + at (1) x(t) = x 0 + vt at2 (2)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Física 1 - EMB5034. Prof. Diego Duarte MRUV - Parte 1 (lista 2) 8 de agosto de v(t) = v 0 + at (1) x(t) = x 0 + vt at2 (2)"

Transcrição

1 Física 1 - EMB5034 Prof. Diego Duarte MRUV - Parte 1 (lista 2) 8 de agosto de (a) Mostre que as equações horária da velocidade e posição de um corpo em MRUV são dadas, respectivamente, pelas seguintes equações: v(t) = v 0 + at (1) x(t) = x 0 + vt at2 (2) em que v 0 é a velocidade inicial e a a aceleração média do corpo. (b) Trace o gráfico da velocidade versus tempo (equação 1) considerando a > 0 e a < 0 e interprete as curvas. (c) Siga o mesmo procedimento para o gráfico da posição versus tempo (equação 2). (d) Mostre também que a equação: v 2 = v a x, (3) conhecida como equação de Torricelli, pode ser escrita a partir das equações 1 e Um avião precisa atingir uma velocidade de 500 km/h para decolar e tem uma aceleração de 4,00 m/s 2. (a) Quanto tempo ele leva para decolar e (b) que distância percorre na pista até a decolagem? Resposta: (a) 34,7 s (b) 2,41 km. 3. Para 0 t 5,00 min, um homem fica em pé sem se mover; entre 5,00 min < t 10,0 min, caminha em linha reta com uma velocidade de 2,20 m/s. Quais são (a) a velocidade média v méd e (b) a aceleração média a méd do homem no intervalo de tempo de 2,00 min a 8,00 min? Quais são (c) v méd e (d) a méd no intervalo de tempo de 3,00 min a 9,00 min? (e) Trace x em função de t e v em função de t, e indique como as respostas de (a) e (d) podem ser obtidas a partir dos gráficos. Resposta: (a) 1,10 m/s (b) 6,11 mm/s 2 (c) 1,47 m/s (d) 6,11 mm/s 2 1

2 4. Um certo elevador percorre uma distância de 190 m e atinge a velocidade máxima de 305 m/min. O elevador acelera a partir do repouso e desacelera de volta ao repouso a uma taxa de 1,22 m/s 2. (a) Qual é a distância percorrida pelo elevador enquanto acelera a partir do repouso até a velocidade máxima? (b) Quanto tempo o elevador leva para percorrer a distância de 190 m, sem paradas, partindo do repouso e chegando com velocidade zero? Resposta: (a) 10,6 m (b) 41,5 s 5. A figura 1 mostra o movimento de uma partícula que se move ao longo do eixo x com aceleração constante. A escala vertical do gráfico é definida por x s = 6,0 m. Quais são (a) o módulo e (b) o sentido da aceleração da partícula? Figura 1: Exercício Os carros A e B se movem no mesmo sentido em pistas vizinhas. A posição x do carro A é dada na figura 2 com x 0 = 20,0 m. O carro atinge a posição x s = 32,0 m em 6,00 s. Em t = 0, o carro B está em x = 0, com uma velocidade de 12 m/s e uma aceleração negativa a B. (a) Qual deve ser o valor de a B para que os carros estejam lado a lado em t = 4,0 s? (b) Para esse valor de a B quantas vezes os carros ficam lado a lado? (c) Trace, sobre a figura 2, o gráfico da posição versus tempo para o carro B. Quantas vezes os carros ficam lado a lado se o módulo da aceleração a B fosse (d) maior do que o da resposta do item (a) e (e) menor do que o da resposta do item (a)? Resposta: (a) 2,5 m/s 2 (b) uma vez (d) nenhuma vez (e) duas vezes 2

3 Figura 2: Exercício Quando um trem de passageiros de alta velocidade que se move a 161 km/h faz uma curva, o maquinista leva um susto ao ver que uma locomotiva entrou indevidamente nos trilhos através de um desvio e se encontra a uma distância D = 676 m à frente, conforme mostra a figura 3. A locomotiva está se movendo a 29,0 km/h. O maquinista do trem de alta velocidade imediatamente aciona os freios. Qual deve ser o valor mínimo do módulo da desaceleração (supostamente constante)para que a colisão não ocorra? Resposta: 0,994 m/s 2 Figura 3: Exercício O gráfico da figura 4 representa a marcação do velocímetro de um automóvel em função do tempo. (a) Trace os gráficos correspondentes 3

4 da aceleração e do espaço percorrido pelo automóvel em função do tempo. Qual é a aceleração média do automóvel para (b) 0 t 1 min e (c) 2 t 3 min? Resposta: (b) 0,21 m/s 2 (c) 0,21 m/s 2 Figura 4: Exercício O tempo médio de reação de um motorista (tempo que decorre entre perceber um perigo súbito e aplicar os freios) é de 0,700 s. Um carro, com bons freios e numa estrada seca, pode ser freiado a 6,00 m/s 2. Calcule a distância mínima que um carro percorre depois que o motorista avista o perigo, quando ele trafega a 60,0 km/h. Resposta: 34,8 m 10. O sinal amarelo num cruzamento fica ligado durante 3,0 s. A largura do cruzamento é de 15 m. A aceleração máxima de um carro que se encontra a 30 m do cruzamento, quando o sinal muda para o amarelo, é de 3,0 m/s 2, e ele pode ser freiado a 5,0 m/s 2. (a) Que velocidade mínima o carro precisa ter na mudança do sinal para amarelo a fim de que possa atravessar no amarelo? (b) Qual é a velocidade máxima que ainda lhe permite parar antes de atingir o cruzamento? Observação: Respeite a vida. Não reproduza este exercício em campo. Resposta: (a) v min = 45 km/h (b) v máx = 51 km/h 11. Numa rodovia de mão dupla, um carro encontra-se 15 m atrás de um caminhão (distância entre os pontos médio de cada veículo), ambos trafegando a 80 km/h. O carro tem uma aceleração máxima de 3,0 m/s 2. O motorista deseja ultrapassar o caminhão e voltar para sua mão 15 m adiante do caminhão. No momento em que começa a ultrapassagem, avista um carro que vem vindo em sentido oposto, também a 80 4

5 km/h. A que distância mínima precisa estar do outro carro para que a ultrapassagem seja segura? Observação: Respeite a vida. Não reproduza este exercício em campo. Resposta: 229 m 5

1 LISTA DE EXERCÍCIOS FUNDAMENTOS DE MECÂNICA CLÁSSICA. Prof. Marcio Solino Pessoa

1 LISTA DE EXERCÍCIOS FUNDAMENTOS DE MECÂNICA CLÁSSICA. Prof. Marcio Solino Pessoa 1 LISTA DE EXERCÍCIOS FUNDAMENTOS DE MECÂNICA CLÁSSICA. Prof. Marcio Solino Pessoa 1 O gráfico abaixo representa a marcação do velocímetro de um automóvel em função do tempo. Trace os gráficos correspondentes

Leia mais

F-128 Física Geral I 2 o Semestre 2012 LISTA DO CAPÍTULO 2

F-128 Física Geral I 2 o Semestre 2012 LISTA DO CAPÍTULO 2 Questão 1 Um motorista de um carro que vai 52 km/h freia, desacelera uniformemente e para em 5 segundos. Outro motorista, que vai a 34 km/h, freia mais suavemente, e para em 10 segundos. Represente em

Leia mais

Movimento uniformemente variado. Capítulo 4 (MUV)

Movimento uniformemente variado. Capítulo 4 (MUV) Movimento uniformemente variado Capítulo 4 (MUV) Movimento uniformemente variado MUV aceleração escalar (α) é constante e não nula. O quociente α = v t é constante e não nulo. Função horária da velocidade

Leia mais

FÍSICA I LISTA 5 DIVERSOS EXERCÍCIOS GABARITO Orientação para V2 e VS 1. Um ônibus passa pelo km 30 de uma rodovia às 6 h, e às 9 h 30 min passa

FÍSICA I LISTA 5 DIVERSOS EXERCÍCIOS GABARITO Orientação para V2 e VS 1. Um ônibus passa pelo km 30 de uma rodovia às 6 h, e às 9 h 30 min passa FÍSICA I LISTA 5 DIVERSOS EXERCÍCIOS GABARITO Orientação para V2 e VS. Um ônibus passa pelo km 30 de uma rodovia às 6 h, e às 9 h 30 min passa pelo km 240. Determine: a) a velocidade escalar média desenvolvida

Leia mais

Lista de Exercícios - Movimento em uma dimensão

Lista de Exercícios - Movimento em uma dimensão UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE FÍSICA E MATEMÁTICA Departamento de Física Disciplina: Física Básica II Lista de Exercícios - Movimento em uma dimensão Perguntas 1. A Figura 1 é uma gráfico

Leia mais

Exercícios cinemática Conceitos básicos e Velocidade média

Exercícios cinemática Conceitos básicos e Velocidade média Física II Professor Alexandre De Maria Exercícios cinemática Conceitos básicos e Velocidade média COMPETÊNCIA 1 Compreender as Ciências Naturais e as tecnologias a elas associadas como construções humanas,

Leia mais

Prof. Rogério Porto. Assunto: Cinemática em uma Dimensão II

Prof. Rogério Porto. Assunto: Cinemática em uma Dimensão II Questões COVEST Física Mecânica Prof. Rogério Porto Assunto: Cinemática em uma Dimensão II 1. Um carro está viajando numa estrada retilínea com velocidade de 72 km/h. Vendo adiante um congestionamento

Leia mais

Professora Bruna FÍSICA A. Aula 13 Aceleração escalar média classificação dos movimentos. Página - 181

Professora Bruna FÍSICA A. Aula 13 Aceleração escalar média classificação dos movimentos. Página - 181 FÍSICA A Aula 13 Aceleração escalar média classificação dos movimentos Página - 181 PARA COMEÇAR Você sabe o que é um porta-aviões? Você sabia que a pista de um porta-aviões tem cerca de 100 metros de

Leia mais

Gráficos: Q2)Para cada função posição x(t) diga se a aceleração é positiva, negativa ou nula.

Gráficos: Q2)Para cada função posição x(t) diga se a aceleração é positiva, negativa ou nula. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA-CFM DEPARTAMENTO DE FÍSICA FSC 5107 FÍSICA GERAL IA Semestre 2012.2 LISTA DE EXERCÍCIOS 2 - MOVIMENTO EM UMA DIMENSÃO Gráficos: Q1) Para cada gráfico seguinte de

Leia mais

COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE/ EM 2011 FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS: CINEMÁTICA Prof. Carlos Frederico (Fred)

COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE/ EM 2011 FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS: CINEMÁTICA Prof. Carlos Frederico (Fred) COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE/ EM 2011 FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS: CINEMÁTICA Prof. Carlos Frederico (Fred) 1) (UFRJ) Um maratonista percorre a distância de 42 km em duas

Leia mais

UNIDADE 10 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO LISTA DE EXERCÍCIOS

UNIDADE 10 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO LISTA DE EXERCÍCIOS INTRODUÇÃO À FÍSICA turma MAN 26/2 profa. Marta F. Barroso UNIDADE 1 LISTA DE EXERCÍCIOS UNIDADE 1 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO Exercício 1 Movendo-se com velocidade constante de 15 m/s, um trem, cujo

Leia mais

Exemplos de aceleração Constante 1 D

Exemplos de aceleração Constante 1 D Exemplos de aceleração Constante 1 D 1) Dada a equação de movimento de uma partícula em movimento retilíneo, s=-t 3 +3t 2 +2 obtenha: a) A velocidade média entre 1 e 4 segundos; e) A velocidade máxima;

Leia mais

3) A velocidade escalar de um carro varia com o tempo conforme indica o gráfico.

3) A velocidade escalar de um carro varia com o tempo conforme indica o gráfico. Lista Movimento Retilíneo Uniformemente Variado 1) Um ciclista realiza um movimento uniforme e seu espaço s varia com o tempo conforme indica o gráfico. Determine o espaço inicial s 0 e a velocidade escalar

Leia mais

MUV. constante igual a a 2,0 m/s. O veículo B, distando d = 19,2 km do veículo A, parte com aceleração constante igual a veículos, em segundos.

MUV. constante igual a a 2,0 m/s. O veículo B, distando d = 19,2 km do veículo A, parte com aceleração constante igual a veículos, em segundos. MUV 1. (Espcex (Aman) 013) Um carro está desenvolvendo uma velocidade constante de 7 km h em uma rodovia federal. Ele passa por um trecho da rodovia que está em obras, onde a velocidade máxima permitida

Leia mais

COLÉGIO JOÃO PAULO I UNIDADE SUL

COLÉGIO JOÃO PAULO I UNIDADE SUL COLÉGIO JOÃO PAULO I UNIDADE SUL Marcelo Rolim EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE CIÊNCIAS (FÍSICA) 8ª SÉRIE ENSINO FUNDAMENTAL 2º TRIMESTRE/2012 Exercícios de Revisão 01. Calcule a distância percorrida por um móvel

Leia mais

A Matemática mais perto de você.

A Matemática mais perto de você. Cinemática Velocidade Média (UFMS) Um corredor percorre 0,2 quilômetros em linha reta, em um intervalo de tempo de 6,0 minutos. Qual é a sua velocidade média em km/h? a) 0,55 b) 0,2 c) 2 d) 0,03 e) 1,8

Leia mais

Ensino Médio Unidade Parque Atheneu Professor (a): Junior Condez Aluno (a): Série: 1ª Data: / / 2015. LISTA DE FÍSICA II

Ensino Médio Unidade Parque Atheneu Professor (a): Junior Condez Aluno (a): Série: 1ª Data: / / 2015. LISTA DE FÍSICA II Ensino Médio Unidade Parque Atheneu Professor (a): Junior Condez Aluno (a): Série: 1ª Data: / / 2015. LISTA DE FÍSICA II Obs: A lista somente será aceita com os cálculos. 1) Duas bolas de dimensões desprezíveis

Leia mais

Dependência 1ª série 2016. Conteúdo programático. 1- Cinemática. Cronograma de Avaliação

Dependência 1ª série 2016. Conteúdo programático. 1- Cinemática. Cronograma de Avaliação Dependência 1ª série 2016 Conteúdo programático 1- Cinemática 1.1 Movimento Uniforme 1.2 - Movimento Uniformemente Variado 1.3 Cinemática Vetorial 2 Dinâmica 2.1 Princípios Fundamentais da dinâmica 2.2

Leia mais

APLICANDO OS CONCEITOS DE VELOCIDADE.

APLICANDO OS CONCEITOS DE VELOCIDADE. APLICANDO OS CONCEITOS DE VELOCIDADE. OBJETIVO: Resolver problemas simples utilizando o conceito de velocidade média (v = distância percorrida dividida pelo intervalo de tempo transcorrido no percurso),

Leia mais

- A mecânica é a parte da Física que estuda os movimentos; - Estuda o movimento dos corpos sem abordar as causas desse movimento. RESPONDA!

- A mecânica é a parte da Física que estuda os movimentos; - Estuda o movimento dos corpos sem abordar as causas desse movimento. RESPONDA! CAPÍTULO 11 O MOVIMENTO COM VELOCICADE CONSTANTE - A mecânica é a parte da Física que estuda os movimentos; - Ela pode ser dividida em: A) CINEMÁTICA - Estuda o movimento dos corpos sem abordar as causas

Leia mais

2 Com base na situação apresentada no exercício número 1, reescreva as afirmativas incorretas, fazendo as correções necessárias, justificando-as.

2 Com base na situação apresentada no exercício número 1, reescreva as afirmativas incorretas, fazendo as correções necessárias, justificando-as. EXERCÍCIOS CONCEITOS BÁSICOS DE CINEMÁTICA 9ºANO 3ºBIMESTRE 1-Uma pessoa (A), parada ao lado da via férrea, observa uma locomotiva passar sem vagões. Ela vê o maquinista (B) e uma lâmpada (C) acessa dentro

Leia mais

MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO (M.U.V)

MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO (M.U.V) INSTITUTO DE EDUCAÇÃO PROF. DENIZARD RIVAIL A Educação é a base da vida 1ºAno do Ensino médio. Turmas: Jerônimo de Mendonça e Pedro Alcantara Disciplina: Física Prof. Dr. Mário Mascarenhas Aluno (a): 1.

Leia mais

Movimento Uniformemente Variado (MUV)

Movimento Uniformemente Variado (MUV) Movimento Uniformemente Variado (MUV) É o movimento no qual a aceleração escalar é constante e diferente de zero. Portanto, a velocidade escalar sofre variações iguais em intervalos de tempos iguais Observe

Leia mais

Lista de Exercícios de Recuperação do 1 Bimestre

Lista de Exercícios de Recuperação do 1 Bimestre Lista de Exercícios de Recuperação do 1 Bimestre Instruções gerais: Resolver os exercícios à caneta e em folha de papel almaço ou monobloco (folha de fichário). Copiar os enunciados das questões. Entregar

Leia mais

A unidade de freqüência é chamada hertz e simbolizada por Hz: 1 Hz = 1 / s.

A unidade de freqüência é chamada hertz e simbolizada por Hz: 1 Hz = 1 / s. Movimento Circular Uniforme Um movimento circular uniforme (MCU) pode ser associado, com boa aproximação, ao movimento de um planeta ao redor do Sol, num referencial fixo no Sol, ou ao movimento da Lua

Leia mais

04) A posição de um objeto movendo-se ao longo do eixo x é dada por x = 3t - 4t² + t³, onde x está em metros e t em segundos.

04) A posição de um objeto movendo-se ao longo do eixo x é dada por x = 3t - 4t² + t³, onde x está em metros e t em segundos. Código: FISAP Disciplina: Física Aplicada Preceptores: Marisa Sayuri e Rodrigo Godoi Semana: 27/04/15 Lista 3- Movimento Retilíneo 01) A distância média da Terra ao Sol é igual a 150 milhões de quilômetros.

Leia mais

Física. Cinemática EDUCACIONAL EXERCÍCIOS. 01.(FM-Santos) Considere um ponto na superfície da Terra. É correto afirmar que:

Física. Cinemática EDUCACIONAL EXERCÍCIOS. 01.(FM-Santos) Considere um ponto na superfície da Terra. É correto afirmar que: Física Cinemática EXECÍCIOS 1.(FM-Santos) Considere um ponto na superfície da Terra. É correto afirmar que: a) o ponto descreve uma trajetória circular b) o ponto está em repouso c) o ponto descreve uma

Leia mais

material, porque seus 4 m de comprimento tornam-se desprezíveis se comparados aos 20000 m de percurso. Ponto Material

material, porque seus 4 m de comprimento tornam-se desprezíveis se comparados aos 20000 m de percurso. Ponto Material Estudante: 9º Ano/Turma: Data / /2014 Educadora: Daiana Araújo C.Curricular: Ciências Naturais/ Física A Mecânica é o ramo da Física que tem por finalidade o estudo do movimento e do repouso. É dividida

Leia mais

Lista de Exercícios - Força e Movimento I

Lista de Exercícios - Força e Movimento I UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE FÍSICA E MATEMÁTICA Departamento de Física Disciplina: Física Básica I Lista de Exercícios - Força e Movimento I Perguntas: 1. Na figura 1 as forças F 1 e F

Leia mais

Gráficos no MU e MUV. E alguns exercícios de vestibulares

Gráficos no MU e MUV. E alguns exercícios de vestibulares Gráficos no MU e MUV E alguns exercícios de vestibulares Tipos de movimentos -MU Velocidade positiva Velocidade negativa v = s t Que tipo de informação tiramos s x t V x t v = s t s = v. t MUV -espaço

Leia mais

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

----------------------------------------------------------------------------------------------------------- CINEMÁTICA DO MOVIMENTO CIRCULAR www.nilsong.com.br I) RESUMO DE FÓRMULS DO MOVIMENTO CIRCULAR ( circular uniforme e uniformente variado) -----------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Capítulo 5. Sensores Digitais

Capítulo 5. Sensores Digitais Sensores Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Capítulo 5 Sensores Digitais Capítulo 5 Codificador Incremental de Posição Capítulo 5 Codificador Incremental

Leia mais

Lista de Exercícios CINEMÁTICA PROF.: MIRANDA

Lista de Exercícios CINEMÁTICA PROF.: MIRANDA Lista de Exercícios CINEMÁTICA PROF.: MIRANDA I Unidade 1 ANO 01. Um carro com uma velocidade de 80 Km/h passa pelo Km 240 de uma rodovia às 7h e 30 mim. A que horas este carro chegará à próxima cidade,

Leia mais

1º ANO 20 FÍSICA 1º Bimestral 28/03/12

1º ANO 20 FÍSICA 1º Bimestral 28/03/12 Nome do aluno Turma Nº Questões Disciplina Trimestre Trabalho Data 1º ANO 20 FÍSICA 1º Bimestral 28/03/12 1. (Faap-1996) A velocidade de um avião é de 360km/h. Qual das seguintes alternativas expressa

Leia mais

Antes do sinal vertical, posso ultrapassar? Não. Sim.

Antes do sinal vertical, posso ultrapassar? Não. Sim. Antes do sinal vertical, posso ultrapassar? Não. Sim. Ao efectuar a ultrapassagem, devo estar especialmente atento: À sinalização existente. Às características do meu veículo e à largura da faixa de rodagem.

Leia mais

Atividade de Recuperação- Física

Atividade de Recuperação- Física Atividade de Recuperação- Física 1º Ano- 1º Trimestre Prof. Sérgio Faro Orientação: Refazer os exemplos seguintes no caderno e resolver os demais exercícios. Anotar eventuais dúvidas para esclarecimento

Leia mais

Lista de exercícios comitê. (Professor BOB)

Lista de exercícios comitê. (Professor BOB) Lista de exercícios comitê (Professor BOB) 1. (Fuvest) Dois carros, A e B, movem-se no mesmo sentido, em uma estrada reta, com velocidades constantes VÛ=l00km/h e V½=80km/h, respectivamente. a) Qual é,

Leia mais

Física. Pré Vestibular / /2015. Aluno: Nº: Turma: ENSINO MÉDIO. Movimento uniforme variado

Física. Pré Vestibular / /2015. Aluno: Nº: Turma: ENSINO MÉDIO. Movimento uniforme variado Pré Vestibular Física / / luno: Nº: Turma: Movimento uniforme variado (UFPR) Um motorista dirige um carro na rodovia lexandra-matinhos do litoral do Paraná a 9, km/h O motorista vê uma placa de aviso de

Leia mais

Prova da segunda fase: Ensino Fundamental 16 de outubro de 2010

Prova da segunda fase: Ensino Fundamental 16 de outubro de 2010 Primeira Olimpíada Sul Fluminense de Ciências Prova da segunda fase: Ensino Fundamental 16 de outubro de 2010 Apoio: INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Prezado candidato, esta prova contém 18 (dezoito) questões,

Leia mais

Regras de trânsito do Japão para pedestres e ciclistas

Regras de trânsito do Japão para pedestres e ciclistas Regras de trânsito do Japão para pedestres e ciclistas Regras básicas de trânsito Regras básicas para pedestres Regras básicas para ciclistas Tem ocorrido frequentes acidentes de trânsito em Aichi e também

Leia mais

Série 3 Movimento uniformemente variado

Série 3 Movimento uniformemente variado Resoluções Segento: Pré-vestibular Coleção: Alfa, Beta e Gaa. Disciplina: Física Caderno de Exercícios 1 Unidade I Cineática Série 3 Moviento uniforeente variado 1. D Substituindo o valor de t = 4 s, na

Leia mais

Lista 1 Cinemática em 1D, 2D e 3D

Lista 1 Cinemática em 1D, 2D e 3D UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA DEPARTAMENTO DE ESTUDOS BÁSICOS E INSTRUMENTAIS CAMPUS DE ITAPETINGA PROFESSOR: ROBERTO CLAUDINO FERREIRA DISCIPLINA: FÍSICA I Aluno (a): Data: / / NOTA: Lista

Leia mais

Gráficos de MUV Movimento Uniformemente Variado

Gráficos de MUV Movimento Uniformemente Variado Gráficos de MUV Movimento Uniformemente Variado 1. (Uel 1994) Dois móveis partem simultaneamente de um mesmo ponto e suas velocidades estão representadas no mesmo gráfico a seguir. A diferença entre as

Leia mais

MRUV - MOVIMENTO RETILÍNEO UNIFORMEMENTE VARIADO

MRUV - MOVIMENTO RETILÍNEO UNIFORMEMENTE VARIADO DISCIPLINA: FÍSICA MODERNA ALUNO(A): SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE

Leia mais

Nome: Nº: Classificação: O EE: Leia, atentamente, cada uma das questões e apresente todos os cálculos que efectuar.

Nome: Nº: Classificação: O EE: Leia, atentamente, cada uma das questões e apresente todos os cálculos que efectuar. ESCOLA SECUNDÁRIA C/º CEB DE RIO TINTO Novembro 21 2ª FICHA DE AVALIAÇÃO Ciências Físico-Químicas - 9º Ano - Turma B PROFESSOR: Miguel Viveiros Núcleo de Estágio: Filipa Vilaça e Mariana Silva Nome: Nº:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA POLITÉCNICA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA ENG 008 Fenômenos de Transporte I A Profª Fátima Lopes

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA POLITÉCNICA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA ENG 008 Fenômenos de Transporte I A Profª Fátima Lopes Equações básicas Uma análise de qualquer problema em Mecânica dos Fluidos, necessariamente se inicia, quer diretamente ou indiretamente, com a definição das leis básicas que governam o movimento do fluido.

Leia mais

Aulas 8 e 9. Aulas 10 e 11. Colégio Jesus Adolescente. a n g l o

Aulas 8 e 9. Aulas 10 e 11. Colégio Jesus Adolescente. a n g l o Colégio Jesus Adolescente a n g l o Ensino Médio 1º Bimestre Disciplina Física Setor A Turma 1º ANO Professor Gnomo Lista de Exercício Bimestral SISTEMA DE ENSINO Aulas 8 e 9 1) Um autorama descreve uma

Leia mais

SuperPro copyright 1994-2011 Colibri Informática Ltda.

SuperPro copyright 1994-2011 Colibri Informática Ltda. mesmo percurso. 1. (Ufpe 2005) Um submarino em combate lança um torpedo na direção de um navio ancorado. No instante do lançamento o submarino se movia com velocidade v = 14 m/s. O torpedo é lançado com

Leia mais

XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO)

XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO) XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO) 1) Uma bola de 0,70 kg está se movendo horizontalmente com uma velocidade de 5,0 m/s quando se choca com uma parede vertical e

Leia mais

Exercícios complementares envolvendo a equação de Torricelli

Exercícios complementares envolvendo a equação de Torricelli 01. (Vunesp-SP) Um veículo está rodando à velocidade de 36 km/h numa estrada reta e horizontal, quando o motorista aciona o freio. Supondo que a velocidade do veículo se reduz uniformemente à razão de

Leia mais

Cinemática Escalar. DEFINIÇÃO: estudo do movimento sem se

Cinemática Escalar. DEFINIÇÃO: estudo do movimento sem se Cinemática Escalar DEFINIÇÃO: estudo do movimento sem se preocupar com suas causas. REFERENCIAL: É o lugar onde está localizado de fato um observador em relação ao qual um dado fenômeno está sendo analisado.

Leia mais

Faculdades Anhanguera

Faculdades Anhanguera 2º Aula de Física 2.1 Posição A posição de uma partícula sobre um eixo x localiza a partícula em relação á origem, ou ponto zero do eixo. A posição é positiva ou negativa, dependendo do lado da origem

Leia mais

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS 1 a LISTA DE EXERCÍCIOS DE MECÂNICA - NOTURNO. Sejam 3 vetores a, b e c dados por.

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS 1 a LISTA DE EXERCÍCIOS DE MECÂNICA - NOTURNO. Sejam 3 vetores a, b e c dados por. Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS 1 a LISTA DE EXERCÍCIOS DE MECÂNICA - NOTURNO Questão 1 Sejam 3 vetores a, b e c dados por a = (2, 1, 3), b = ( 1, 1, 0) e c = (0, 2, 1). Determine: a)

Leia mais

FICHA DE ATIVIDADE - FÍSICA: MRU E MRV

FICHA DE ATIVIDADE - FÍSICA: MRU E MRV Alexandre Santos (Xandão) 9º FICHA DE ATIVIDADE - FÍSICA: MRU E MRV 1 Assinale na coluna I as afirmativas verdadeiras e, na coluna II as falsas. A velocidade da partícula varia de acordo com o gráfico

Leia mais

Gráficos de M.U. Movimento Uniforme

Gráficos de M.U. Movimento Uniforme Gráficos de M.U. Movimento Uniforme 1. (Fuvest 1989) O gráfico a seguir ilustra a posição s, em função do tempo t, de uma pessoa caminhando em linha reta durante 400 segundos. Assinale a alternativa correta.

Leia mais

Pré Universitário Uni-Anhanguera

Pré Universitário Uni-Anhanguera Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Velocidade média V m, Aceleração Média A m e Movimento Retilíneo Uniforme

Leia mais

INTRODUÇÃO À CINEMÁTICA (ATÉ VELOCIDADE ESCALAR MÉDIA) NÍVEL 1

INTRODUÇÃO À CINEMÁTICA (ATÉ VELOCIDADE ESCALAR MÉDIA) NÍVEL 1 INTRODUÇÃO À CINEMÁTICA (ATÉ VELOCIDADE ESCALAR MÉDIA) 1) Marque com V de verdadeiro ou F de falso: NÍVEL 1 ( ) 1. Denominamos ponto material aos corpos de pequenas dimensões. ( ) 2. Um ponto material

Leia mais

Atividade de revisão do 1º semestre de 2009 e autoavaliação de recuperação

Atividade de revisão do 1º semestre de 2009 e autoavaliação de recuperação Física Atividade 3 os anos Glorinha ago/09 Nome: Nº: Turma: Atividade de revisão do 1º semestre de 2009 e autoavaliação de recuperação Essa atividade tem o objetivo de revisar alguns conceitos estudados

Leia mais

-ESTRUTURA VIÁRIA TT048 SUPERELEVAÇÃO

-ESTRUTURA VIÁRIA TT048 SUPERELEVAÇÃO INFRAINFRA -ESTRUTURA VIÁRIA TT048 SUPERELEVAÇÃO Profa. Daniane Franciesca Vicentini Prof. Djalma Pereira Prof. Eduardo Ratton Profa. Márcia de Andrade Pereira DEFINIÇÕES CORPO ESTRADAL: forma assumida

Leia mais

Cinemática Unidimensional

Cinemática Unidimensional Cinemática Unidimensional 1 INTRODUÇÃO Na Cinemática Unidimensional vamos estudar o movimento de corpos e partículas, analisando termos como deslocamento, velocidade, aceleração e tempo.os assuntos que

Leia mais

Se inicialmente, o tanque estava com 100 litros, pode-se afirmar que ao final do dia o mesmo conterá.

Se inicialmente, o tanque estava com 100 litros, pode-se afirmar que ao final do dia o mesmo conterá. ANÁLISE GRÁFICA QUANDO y. CORRESPONDE A ÁREA DA FIGURA Resposta: Sempre quando o eio y corresponde a uma taa de variação, então a área compreendida entre a curva e o eio do será o produto y. Isto é y =

Leia mais

Sobre a Cinemática dos Mapas. (a) [ pontos] Norte e Sul Geográficos são conceitos relativos? Explique!

Sobre a Cinemática dos Mapas. (a) [ pontos] Norte e Sul Geográficos são conceitos relativos? Explique! Lista de Cinemática - Prof. Sérgio F. Lima - Colégio Pedro II Questão 1: Um grupo de estudantes resolve acampar na Ilha Grande. Durante o deslocamento para o local onde iriam montar as barracas eles percorrem

Leia mais

REVISÃO DE FÉRIAS FÍSICA 2 E 3 ANOS PROFESSOR SÉRGIO NEGÃO

REVISÃO DE FÉRIAS FÍSICA 2 E 3 ANOS PROFESSOR SÉRGIO NEGÃO REVISÃO DE FÉRIAS FÍSICA 2 E 3 ANOS PROFESSOR SÉRGIO NEGÃO 01. (CEFET) Num Shopping há uma escada rolante de 6 m de altura e 8 m de base que transporta uma pessoa entre dois andares consecutivos num intervalo

Leia mais

Movimento Retilíneo Uniforme (MRU) Equação Horária do MRU

Movimento Retilíneo Uniforme (MRU) Equação Horária do MRU Movimento Retilíneo Uniforme (MRU) velocímetro do automóvel da figura abaixo marca sempre a mesma velocidade. Quando um móvel possui sempre a mesma velocidade e se movimenta sobre uma reta dizemos que

Leia mais

Movimento Uniformemente Variado

Movimento Uniformemente Variado Movimento Uniformemente Variado Parte I 1. (Uel 014) O desrespeito às leis de trânsito, principalmente àquelas relacionadas à velocidade permitida nas vias públicas, levou os órgãos regulamentares a utilizarem

Leia mais

5 0,2 m Vamos determinar quanto tempo a bala levou para atravessar a caixa: 5 v c

5 0,2 m Vamos determinar quanto tempo a bala levou para atravessar a caixa: 5 v c Resolução das atividades complementares Física F3 Cinemática escalar p. 3 Duas bolas de dimensões desprezíveis se aproximam uma da outra, executando movimentos retilíneos e uniformes (veja figura). Sabendo-se

Leia mais

(S.I.) = 10 + 6 3) (FP) O

(S.I.) = 10 + 6 3) (FP) O Lista Cinemática 1) (FP) Um motorista pretende realizar uma viagem com velocidade média de 90 km/h. A primeira terça parte do percurso é realizada à 50km/h e os próximos 3/5 do restante é realizado à 80

Leia mais

(b) para o trajeto todo, desde o momento em que ele é retirado do ninho até o seu retorno?

(b) para o trajeto todo, desde o momento em que ele é retirado do ninho até o seu retorno? 1. Em uma experiência, um pombo-correio foi retirado de seu ninho, levado para um local a 5150 km do ninho e libertado. Ele retorna ao ninho depois de 13,5 dias. Tome a origem no ninho e estenda um eixo

Leia mais

Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.)

Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) 3.1- Aceleração Escalar (a): Em movimentos nos quais as velocidades dos móveis variam com o decurso do tempo, introduz-se o conceito de uma grandeza

Leia mais

Exercícios de Movimento Uniforme

Exercícios de Movimento Uniforme Exercícios de Movimento Uniforme 1- Uma viagem é realizada em duas etapas. Na primeira, a velocidade média é de 80km/h; na segunda é de 60km/h. Sendo a distância percorrida, na segunda etapa, o triplo

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro - Instituto de Matemática Bacharelado de Ciências Matemáticas e da Terra Introdução ao Cálculo

Universidade Federal do Rio de Janeiro - Instituto de Matemática Bacharelado de Ciências Matemáticas e da Terra Introdução ao Cálculo Universidade Federal do Rio de Janeiro - Instituto de Matemática Bacharelado de Ciências Matemáticas e da Terra Introdução ao Cálculo 1 a Questão: Observando, em cada caso, os gráficos apresentados, responda

Leia mais

Para cada partícula num pequeno intervalo de tempo t a percorre um arco s i dado por. s i = v i t

Para cada partícula num pequeno intervalo de tempo t a percorre um arco s i dado por. s i = v i t Capítulo 1 Cinemática dos corpos rígidos O movimento de rotação apresenta algumas peculiaridades que precisam ser entendidas. Tem equações horárias, que descrevem o movimento, semelhantes ao movimento

Leia mais

Professor : Vinicius Jacques Data: 03/08/2010 EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES / LEIS DE NEWTON

Professor : Vinicius Jacques Data: 03/08/2010 EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES / LEIS DE NEWTON Aluno (a): N Série: 1º Professor : Vinicius Jacques Data: 03/08/2010 Disciplina: FÍSICA EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES / LEIS DE NEWTON 01. Explique a função do cinto de segurança de um carro, utilizando o

Leia mais

LISTA EXTRA MRU e MRUV - 2ª SÉRIE

LISTA EXTRA MRU e MRUV - 2ª SÉRIE LISTA EXTRA MRU e MRUV - ª SÉRIE 1. (Unicamp 014) Correr uma maratona requer preparo físico e determinação. A uma pessoa comum se recomenda, para o treino de um dia, repetir 8 vezes a seguinte sequência:

Leia mais

Física. Questão 1. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor:

Física. Questão 1. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Física Questão 1 No setor de testes de velocidade de uma fábrica de automóveis, obteve-se o seguinte gráfico para o desempenho de um modelo novo: Com relação

Leia mais

Nome: N.º: Turma: Data de entrega: Data da Avaliação P3

Nome: N.º: Turma: Data de entrega: Data da Avaliação P3 Nome: N.º: Turma: Data de entrega: Disciplina: FÍSICA Educador: RODRIGO Data da Avaliação P3 Observações: Letra legível, uso de caneta azul ou preta; Questões objetivas com rasuras serão anuladas; Todas

Leia mais

1 Introdução a Cinemática

1 Introdução a Cinemática 1 Introdução a Cinemática A cinemática é a parte da mecânica que estuda e descreve os movimentos, sem se preocupar com as suas causas. Seu objetivo é descrever apenas como se movem os corpos. A parte da

Leia mais

Neste ano estudaremos a Mecânica, que divide-se em dois tópicos:

Neste ano estudaremos a Mecânica, que divide-se em dois tópicos: CINEMÁTICA ESCALAR A Física objetiva o estudo dos fenômenos físicos por meio de observação, medição e experimentação, permite aos cientistas identificar os princípios e leis que regem estes fenômenos e

Leia mais

Lista de Exercícios: CINEMÁTICA (MRU e MUV)

Lista de Exercícios: CINEMÁTICA (MRU e MUV) Lista de Exercícios: CINEMÁTICA (MRU e MUV) 8 1 A luz caminha, no espaço, com velocidade finita de 3,0 10 m / s. A luz que é emitida pelo Sol demora cerca de 8,5 minutos para atingir a Terra. Ano-luz é

Leia mais

Prof. Vinícius C. Patrizzi ESTRADAS E AEROPORTOS

Prof. Vinícius C. Patrizzi ESTRADAS E AEROPORTOS Prof. Vinícius C. Patrizzi ESTRADAS E AEROPORTOS GEOMETRIA DE VIAS Elementos geométricos de uma estrada (Fonte: PONTES FILHO, 1998) CURVAS HORIZONTAIS Estudo sobre Concordância Horizontal: O traçado em

Leia mais

a) O movimento do ciclista é um movimento uniforme, acelerado ou retardado? Justifique.

a) O movimento do ciclista é um movimento uniforme, acelerado ou retardado? Justifique. NOME: Nº. Progressão Parcial da1 a série (EM) TURMA: 21D DATA: 23/ 03/ 12 DISCIPLINA: Física PROF. : Petrônio ASSUNTO: Exercício de revisão sobre movimento acelerado VALOR: NOTA: 1) Escreva no espaço abaixo

Leia mais

Física. do Ensino Médio. 1. série AULA 1. t 0 = 0 v 0 = [3,0. (0) 2 ] (1,0. 0) + 7,0 v 0 = 7,0 m/s Do exercício 1: v 1 = 51,0 m/s γ m = v 40, 0

Física. do Ensino Médio. 1. série AULA 1. t 0 = 0 v 0 = [3,0. (0) 2 ] (1,0. 0) + 7,0 v 0 = 7,0 m/s Do exercício 1: v 1 = 51,0 m/s γ m = v 40, 0 Física a 1. série do Ensino Médio AULA 1 VELOCIDADE ESCALAR INSTANTÂNEA E ACELERAÇÃO ESCALAR INSTANTÂNEA Roteiro de estudo t 0 = 0 v 0 = [3,0. (0) 2 ] (1,0. 0) + 7,0 v 0 = 7,0 m/s Do exercício 1: v 1 =

Leia mais

LINEARIZAÇÃO DE GRÁFICOS

LINEARIZAÇÃO DE GRÁFICOS LINEARIZAÇÃO DE GRÁFICOS Física Básica Experimental I Departamento de Física / UFPR Processo de Linearização de Gráficos O que é linearização? procedimento para tornar uma curva que não é uma reta em uma

Leia mais

ATENÇÃO: A atividade avaliativa deve ser respondida no ambiente virtual, não deixe de marcar o gabarito.

ATENÇÃO: A atividade avaliativa deve ser respondida no ambiente virtual, não deixe de marcar o gabarito. ATENÇÃO: A atividade avaliativa deve ser respondida no ambiente virtual, não deixe de marcar o gabarito. Questões de Mecânica Básica para EAD: UNIDADE 1 01 Digamos que você esteja responsável para trabalhar

Leia mais

Ondas EM no Espaço Livre (Vácuo)

Ondas EM no Espaço Livre (Vácuo) Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Santa Catarina Campus São José Área de Telecomunicações ELM20704 Eletromagnetismo Professor: Bruno Fontana da Silva 2014-1 Ondas EM

Leia mais

Questões Conceituais

Questões Conceituais Questões em Aula Questões Conceituais QC.1) Determine os sinais positivo ou negativo da posição, da velocidade e da aceleração da partícula da Fig. Q1.7. QC.) O movimento de uma partícula é apresentado

Leia mais

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 16 GRÁFICOS DA CINEMÁTICA REVISÃO

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 16 GRÁFICOS DA CINEMÁTICA REVISÃO FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 16 GRÁFICOS DA CINEMÁTICA REVISÃO Como pode cair no enem? O estudo dos movimentos (Uniforme e Uniformemente Variado) é a aplicação física do estudo das funções em Matemática. As

Leia mais

Aula de Exercícios Recuperação Paralela (Leis de Newton)

Aula de Exercícios Recuperação Paralela (Leis de Newton) Aula de Exercícios Recuperação Paralela (Leis de Newton) Exercício 1. (TAUBATÉ) Um automóvel viaja com velocidade constante de 72km/h em trecho retilíneo de estrada. Pode-se afirmar que a resultante das

Leia mais

Lista de Exercícios- PRA Física Geral Experimental I

Lista de Exercícios- PRA Física Geral Experimental I I Velocidade Média: Lista de Exercícios- PRA Física Geral Experimental I 1 - Um avião vai de São Paulo a Recife, em 1 h 40. A distância entre as cidades é aproximadamente 3 000km. Qual a velocidade média

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 4º BIMESTRE 9º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ

CIÊNCIAS PROVA 4º BIMESTRE 9º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 4º BIMESTRE 9º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ 2010 01. Paulo e

Leia mais

Exercícios resolvidos recomendados para consolidação do estudo:

Exercícios resolvidos recomendados para consolidação do estudo: Exercícios resolvidos recomendados para consolidação do estudo: 1. (PUC-SP) A função horária das posições de um móvel sobre uma trajetória retilínea é S= 10 2t (no SI). Pede-se: b) a posição do móvel no

Leia mais

Prof. Neckel FÍSICA 1 PROVA 1 TEMA 2 PARTE 1 PROF. NECKEL POSIÇÃO. Sistema de Coordenadas Nome do sistema Unidade do sistema 22/02/2016.

Prof. Neckel FÍSICA 1 PROVA 1 TEMA 2 PARTE 1 PROF. NECKEL POSIÇÃO. Sistema de Coordenadas Nome do sistema Unidade do sistema 22/02/2016. FÍSICA 1 PROVA 1 TEMA 2 PARTE 1 PROF. NECKEL Cinemática 1D POSIÇÃO Sistema de Coordenadas Nome do sistema Unidade do sistema Reta numérica real com origem Crescimento para direita, decrescimento para esquerda

Leia mais

ELEMENTOS BÁSICOS PARA O PROJETO DE UMA ESTRADA

ELEMENTOS BÁSICOS PARA O PROJETO DE UMA ESTRADA ELEMENTOS BÁSICOS PARA O PROJETO DE UMA ESTRADA Introdução Um bom projeto de uma estrada procura evitar: Curvas fechadas e frequentes Greide muito quebrado Declividades fortes Visibilidade deficiente Elementos

Leia mais

CINEMÁTICA VETORIAL. Observe a trajetória a seguir com origem O.Pode-se considerar P a posição de certo ponto material, em um instante t.

CINEMÁTICA VETORIAL. Observe a trajetória a seguir com origem O.Pode-se considerar P a posição de certo ponto material, em um instante t. CINEMÁTICA VETORIAL Na cinemática escalar, estudamos a descrição de um movimento através de grandezas escalares. Agora, veremos como obter e correlacionar as grandezas vetoriais descritivas de um movimento,

Leia mais

1 Considere o gráfico da figura a seguir, que representa a funçãov(t), relativa a um dado movimento rectilineo. v(ms 1 )

1 Considere o gráfico da figura a seguir, que representa a funçãov(t), relativa a um dado movimento rectilineo. v(ms 1 ) Parte B Física 1- Movimento a uma dimensão 1 Considere o gráfico da figura a seguir, que representa a funçãov(t), relativa a um dado movimento rectilineo. v(ms 1 ) 1.1 Qualovalordavelocidadeinicialdomóvel?

Leia mais

Programa de Retomada de Conteúdo - 3º Bimestre

Programa de Retomada de Conteúdo - 3º Bimestre Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular. Rua Cantagalo 313, 325, 337 e 339 Tatuapé Fones: 2293-9393 e 2293-9166 Diretoria de Ensino Região LESTE 5 Programa de Retomada de Conteúdo

Leia mais

a) Considere que, durante um lançamento, o VLS percorre uma distância de 1200km em

a) Considere que, durante um lançamento, o VLS percorre uma distância de 1200km em 1. (Unicamp 015) A Agência Espacial Brasileira está desenvolvendo um veículo lançador de satélites (VLS) com a finalidade de colocar satélites em órbita ao redor da Terra. A agência pretende lançar o VLS

Leia mais

nicobelo@hotmail.com NICOLAU BELLO

nicobelo@hotmail.com NICOLAU BELLO NICOLAU BELLO 1 * ATUALMENTE EXISTEM NO TRÂNSITO NO BRASIL MAIS DE CINCO MILHÕES DE MOTOS NO TRÂNSITO. * 10 MILHÕES DE CARROS, ONIBUS, TAXIS E CAMINHÕES. * MOTOS PASSAM CÉLERES ENTRE OS CARROS, ESTES DÃO

Leia mais

Velocidade Média. Se um

Velocidade Média. Se um Velocidade Média 1. (Unicamp 2013) Para fins de registros de recordes mundiais, nas provas de 100 metros rasos não são consideradas as marcas em competições em que houver vento favorável (mesmo sentido

Leia mais

a) DIGA qual a distância percorrida pelo ônibus durante o seu itinerário. R: Distância igual a 9 km.

a) DIGA qual a distância percorrida pelo ônibus durante o seu itinerário. R: Distância igual a 9 km. Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais