DOE: PORTARIA N.º 31-R, DE 24 DE JULHO DE 2015.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DOE: PORTARIA N.º 31-R, DE 24 DE JULHO DE 2015."

Transcrição

1 DOE: PORTARIA N.º 31-R, DE 24 DE JULHO DE Credencia empresas do ramo de autopeças, veículos e pneus sediadas neste Estado como contribuintes substitutos, para recolhimento do imposto devido nas operações com mercadorias sujeitas ao regime de substituição tributária, nas condições que especifica. A SECRETÁRIA DE ESTADO DA FAZENDA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 98, II, da Constituição Estadual; Considerando o contido no processo n.º ; RESOLVE: Art. 1.º Ficam credenciados como contribuintes substitutos, devendo apurar o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação incidente sobre as operações sujeitas ao regime Substituição Tributária ICMS-ST, por ocasião das saídas internas, os contribuintes do ramo de autopeças, veículos e pneus relacionados no Anexo Único, que integra esta Portaria. Parágrafo único. As aquisições internas, a que se refere o Anexo Único, só poderão ser efetuadas junto aos fornecedores relacionados na forma da art. 185, 7.º, I, h, do. Art. 2.º O ICMS-ST será calculado da seguinte forma: I - a base de cálculo para retenção do imposto BCR, relativa à substituição tributária será o valor da operação praticada pelo remetente, constante da nota fiscal de aquisição, acrescido do IPI, quando for o caso, do valor do frete ou carreto, quando não incluído no preço, e demais despesas acessórias debitadas ao comprador, adicionando-se a respectiva margem de valor agregado MVA, prevista no Anexo V do ; II - nas operações com mercadorias que tenham preço máximo ao consumidor PMC, sugerido pelo fabricante, este será a base de cálculo para retenção do ICMS-ST; III - existindo preço a consumidor final PCF, constante dos Anexos V-A e V-B, esse será a base de cálculo para retenção do ICMS-ST; IV - sobre a base de cálculo apurada na forma dos incisos anteriores, aplicar-se-á a alíquota interna vigente neste Estado; e V - do montante do imposto calculado na forma dos incisos I a IV, será deduzido o imposto devido pelo remetente na sua operação própria, devido ao Estado de origem. 1.º Aplica-se a substituição tributária, em qualquer hipótese, na operação interna, quando destinada a pessoa física.

2 2.º Em se tratando de saídas internas sujeitas ao regime de substituição tributária, oriundas de outras unidades da Federação, para formação da BCR, a MVA a ser considerada deverá ser a ajustada, conforme previsto no Anexo V do. Art. 3.º A cada período de apuração do imposto, o valor a ser recolhido a título de substituição tributária será calculado de acordo com o Anexo LIX-A, do, da seguinte forma: I - por ocasião das saídas internas deverá ser calculado o valor do ICMS-ST, devido a título de substituição tributária de acordo com as regras previstas no art. 2.º; e II - por ocasião das saídas interestaduais deverá ser calculado o valor do imposto devido. 1.º Para o cálculo do valor do imposto devido em relação às saídas interestaduais, as empresas signatárias de termo de adesão às condições estipuladas no contrato de competitividade firmado entre a Secretaria de Estado de Desenvolvimento SEDES e a entidade representativa do respectivo segmento econômico, atenderão às normas regulamentares aplicáveis às operações praticadas pelo contribuinte. 2.º O valor do imposto a ser recolhido em favor deste Estado, será a soma dos valores apurados nos incisos I e II do caput, por meio do Documento Único de Arrecadação DUA, utilizando-se o código de receita º As operações de que trata esta Portaria deverão ser registradas nas colunas Valor Contábil e Outras, dos livros Registro de Entradas de Mercadorias, Registro de Saídas de Mercadorias e Registro de Apuração do ICMS. 4.º A apuração do imposto, nas operações de que trata esta Portaria, deverá constar do Anexo LIX-A, do, que será encaminhado à Subgerência Fiscal de Receitas Especiais da Gerência Fiscal, até o último dia útil do mês subsequente ao da apuração, na forma prevista no art. 185, 7.º-A, IV do. Art. 4.º O fornecimento de mercadorias a contribuintes localizados neste Estado somente poderá ser realizado por contribuinte credenciado na forma desta Portaria, ficando vedado o fornecimento pelo estabelecimento matriz, filial ou por outra empresa localizada em outra unidade da Federação, em que o credenciado participe do quadro societário. Art. 5.º A nota fiscal que acobertar mercadorias destinadas aos contribuintes relacionados no Anexo Único desta Portaria deverá conter a expressão Substituição Tributária - Portaria n.º 31/2015. Art. 6.º O disposto nesta Portaria não dispensa os contribuintes do cumprimento das demais obrigações contidas na legislação tributária estadual. Art. 7.º A Secretaria de Estado da Fazenda poderá alterar ou cassar o credenciamento de que trata esta Portaria, a qualquer tempo, tendo em vista: I - o interesse e a conveniência da Administração Tributária;

3 II - o descumprimento de obrigações exigidas do contribuinte; ou III - a participação do credenciado em processo de incorporação, fusão ou cisão com outro contribuinte. Art. 8.º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos a partir de 1.º de agosto de Vitória, 24 de julho de BRUNO PESSANHA NEGRIS Secretário de Estado da Fazenda (respondendo) PORTARIA N.º 31-R, DE 24 DE JULHO DE ANEXO ÚNICO Empresas Credenciadas como Substituto Tributário nas Aquisições Interestaduais (conforme o art. 1.º, I) Razão Social Antonio Auto Peças Antônio Auto Peças APS - Distribuidora de Auto Peças Atacado União Audi do Brasil Indústria e Comércio de Veículos Auto Peças Jaracatiá Auto Peças Nacional Balarini Auto Peças BapBressan Auto Peças Bressan Distribuidora de Peças e Motores Bressan Eletrodiesel Inscrição Prazo de Vigência /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a Mercadorias Relacionadas Aquisições Internas Itens: XII; XIII e XXVIII do Anexo V; item I, subitens: 6; 11; 12; 13; 14; 15 e 16 do Anexo VI do Itens XII, XIII, subitens a, b, c, d, e, f, g, h, i, e XXVIII do Anexo V; item I, subitens 6, 11, 12, 13, 14, 15 e 16 do Anexo VI do Itens: XII e XXVIII do Anexo V; I e II, subitens: 6; 11; 12; 13; 14; 15 e 16 do Anexo VI do Item XIV, alínea a do Anexo V do Itens: XII e XXVIII do Anexo V; item I, subitem 6 do Anexo VI, do Item XXVIII do Anexo V e item II, subitens 6, 11, 12, 13, 14 e 15 do Anexo VI do Aquisições Interestaduais Processo n.º X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X

4 British Cars do Brasil Vitória Cantu Comércio de Pneumáticos Capri Import&Export Caprini Auto Peças, Importação e Exportação Central Comércio e Importação de Rolamentos Cobra Rolamentos e Autopeças Comdip Comercial Distribuidora de Peças Comercial Automotiva CBA Comercial Automotiva S/A Comercial Automotiva S/A Comercial Motociclo S/A Distribuidora Automotiva S/A Distribuidora de Peças Novo Mundo Distribuidora Mza Distribuidora Nacional de Auto Peças F2 Distribuidora de Auto Partes Eireli Geral Parts Comércio de Peças e Abrasivos Hipervarejo Infinity Comércio de Auto Peças Isapa Importação e Comércio /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a J. de Paula Dias /08/2015 a Itens: XII; XIV e XXVIII, do Anexo V do Itens: XII, subitens: 1; 2; 3; 4 e 5; XXVIII, subitem 9, do Anexo V do Itens: XII; XVII; XVIII e XXVIII do Anexo V do Itens: XII; XIII, subitens: b, c; f; h; i; XXVIII; XXXII; subitens: 1; 10; 34; XXXIII; subitens: 8; 14; 62; do Anexo V; Itens: I e II, subitens: 6; 11; 12; 13; 14 e 15 do Anexo VI, do Anexo V, item XXVIII do Itens: XII e XXVIII do Anexo V do. Itens XII, XVII, XVIII e XXVIII do Anexo V e item 06 do Anexo VI do Itens: XII; XIII; XXVIII do Anexo V; item I, subitem 6 do Anexo VI, do Itens: XII; XXVIII do Anexo V do Itens: II; V; VI; XII; XXVIII; XXIX e XXXI, do Anexo V; Anexo V-A e V-B, do Itens: XII; XIII e XXVIII do Anexo V; subitens: 6; 11; 12; 13; 14; 15 e 16 do item II do Anexo VI, do. X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X

5 JB Distribuidora de Acessórios Automotivos Lider Peças para Implementos Rodoviários Luporini Distribuidora de Autopeças Macrolub Atacado Automotivo Merc Diesel Distribuidora de Peças MG Vidros Automotivos MG Vidros Automotivos Orion do Brasil Internacional Pacaembu AutoPeças Pasola Comercial Automotiva Renault do Brasil S/A Ret Comércio de Auto Peças Sfera Rolamentos Comércio e Importação Stuttgart Sportcar SP Veículos Tagia Comércio e Importação The Business Acessory Comércio e Repr. The Business Distrib. de Acessórios Automotivos Toyota do Brasil União Comércio de Peças VD Comércio de Veículos Venko Motors do Brasil Imp. Exp. De Veículos /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a /08/2015 a Itens: XIII, subitens: b; c; f; XXVIII; XXXII e XXXIII, do Anexo V; item II, subitens: 6 e 15 do Anexo VI, do Itens: XIII; XVII e XXVIII do Anexo V, bem como, Item I, subitem 6 do Anexo VI, do Itens: XXVIII; XIII, letras a, b, c do Anexo V do Item XII do Anexo V do Itens: XIII, subitens: b; c; f; h; i; XXVIII; XXXII, subitens: 1; 10; 34; XXXIII, subitens: 8; 14; 62; do Anexo V; Item II, subitens: 6; 11; 12; 13; 14 e 15 do Anexo VI; do. Item XIV, alínea a do Anexo V do Item XXVIII, subitem 48 do Anexo V do Item XIV, letra a do Anexo V do Item XIV, alínea a do Anexo V do Itens: XII; XXVIII do Anexo V; Subitens 6; 11; 12; 13; 14; 15 e 16 do Item II do Anexo VI, do Item XIV, alínea a do Anexo V do X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X

6 VesporAutomotiveDist. De Auto Peças Volvo Cars Brasil Import. e Comércio de Veículos /08/2015 a /08/2015 a Item XIV, alínea a do Anexo V do X X * Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 46.576, DE 20 DE AGOSTO DE 2009. (publicado no DOE nº 161, de 21 de agosto de 2009) Modifica o Regulamento

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS Substituição Tributação por CNAE

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS Substituição Tributação por CNAE ICMS Substituição Tributação por CNAE 18/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR DECRETO Nº 4.105, DE 29 DE JANEIRO DE 2009. ALTERA O REGULAMENTO DO ICMS, APROVADO PELO DECRETO Nº 35.245, DE 26 DE DEZEMBRO DE 1991, PARA IMPLEMENTAR DISPOSIÇÕES DOS PROTOCOLOS ICMS 107, DE 16 DE NOVEMBRO

Leia mais

DECRETO N , DE 06 DE AGOSTO DE 2009

DECRETO N , DE 06 DE AGOSTO DE 2009 DECRETO N 29.816, DE 06 DE AGOSTO DE 2009 * Publicado no DOE em 07/08/2009. ALTERA DISPOSIÇÕES DO DECRETO 24.569, DE 31 DE JULHO DE 1997, QUE CONSOLIDA E REGULAMENTA A LEGISLAÇÃO DO IMPOSTO SOBRE OPERAÇÕES

Leia mais

ÚLTIMAS ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL. 1- RS ICMS Obrigatoriedade da informação da NCM/SH nas notas fiscais

ÚLTIMAS ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL. 1- RS ICMS Obrigatoriedade da informação da NCM/SH nas notas fiscais ÚLTIMAS ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL 1- RS ICMS Obrigatoriedade da informação da NCM/SH nas notas fiscais Atráves do Decreto 46.81, de 11-1-009, foram realizadas alterações no RICMS/RS que tratam

Leia mais

http://www.cenofisco.com.br/links/documento/documentonews.aspx?id=24695227

http://www.cenofisco.com.br/links/documento/documentonews.aspx?id=24695227 Página 1 de 6 Cenofisco - Centro de Orientação Fiscal DECRETO Nº 27.552, DE 12 DE AGOSTO DE 2013 DOE-AL de 13/08/2013 (nº 148, pág. 4) Altera o regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto Estadual Nº 35.245,

Leia mais

Procedimento. Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto. Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA

Procedimento. Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto. Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA Procedimento Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA O contribuinte substituído, sujeito ao Regime Periódico de Apuração - RPA que,

Leia mais

CRÉDITO PRESUMIDO PARA INDÚSTRIA FABRICANTE DE PRODUTOS COM MATERIAL RECICLÁVEL - Aspectos relacionados ao ICMS/SC

CRÉDITO PRESUMIDO PARA INDÚSTRIA FABRICANTE DE PRODUTOS COM MATERIAL RECICLÁVEL - Aspectos relacionados ao ICMS/SC CRÉDITO PRESUMIDO PARA INDÚSTRIA FABRICANTE DE PRODUTOS COM MATERIAL RECICLÁVEL - Aspectos relacionados ao ICMS/SC Matéria elaborada com base na Legislação vigente em: 14.07.2011. SUMÁRIO: 1 - INTRODUÇÃO

Leia mais

PORTARIA N.º 266/SEFAZ DE 27 DE OUTUBRO DE 2015

PORTARIA N.º 266/SEFAZ DE 27 DE OUTUBRO DE 2015 PUBLICADA NO D.O.E. Nº 27.328 DE 03.11.2015 Institui e aprova o documento denominado Mapa de Apuração do ICMS - Segmento Atacadista de Medicamentos, drogas e produtos correlatos e o Manual de Instrução

Leia mais

REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE QUE APURA SEU ICMS PRÓPRIO EM CONTA GRÁFICA

REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE QUE APURA SEU ICMS PRÓPRIO EM CONTA GRÁFICA REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE QUE APURA SEU PRÓPRIO EM CONTA GRÁFICA A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (SefazMT) esclarece as regras para a operacionalização

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Redução do montante do impostos recolhido nas operações de importação - PE

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Redução do montante do impostos recolhido nas operações de importação - PE Redução do montante do impostos recolhido nas operações de importação - PE 24/06/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Construção Civil possui IE e não é contribuinte de ICMS

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Construção Civil possui IE e não é contribuinte de ICMS Construção Civil possui IE e não é contribuinte de ICMS 29/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão...

Leia mais

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIAA DE ESTADO DA FAZENDA GERÊNCIA TRIBUTÁRIA SUBGERÊNCIA DE LEGISLAÇÃO E ORIENTAÇÃO TRIBUTÁRIA

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIAA DE ESTADO DA FAZENDA GERÊNCIA TRIBUTÁRIA SUBGERÊNCIA DE LEGISLAÇÃO E ORIENTAÇÃO TRIBUTÁRIA PARECER N 266/2015 ASSUNTO: PARECER INFORMATIVO EMENTA: OBRIGATORIEDADE OU DISPENSA DA EMISSÃO DO CTRC E RECOLHIMENTO DE ICMS NAS OPERAÇÕES DE ENTREGA DE MERCADORIAS RELATÓRIO Versam os autos sobre solicitação

Leia mais

"24. soluções à base de acetona, em embalagens de conteúdo igual ou inferior a 500 ml, ;" (NR);

24. soluções à base de acetona, em embalagens de conteúdo igual ou inferior a 500 ml, ; (NR); Decreto nº 59.619, de 18.10.2013 - DOE SP de 19.10.2013 Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte

Leia mais

FIEMG. Tributos Estaduais e Municipais. Marcelo Jabour Rios

FIEMG. Tributos Estaduais e Municipais. Marcelo Jabour Rios FIEMG Tributos Estaduais e Municipais Marcelo Jabour Rios CRISE FINANCEIRA = NECESSIDADE DE PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO Elisão Fiscal x Evasão Fiscal As principais fraudes utilizadas na redução de tributos

Leia mais

SUCATA E LINGOTES E TARUGOS DE METAIS NÃO-FERROSOS

SUCATA E LINGOTES E TARUGOS DE METAIS NÃO-FERROSOS SUCATA E LINGOTES E TARUGOS DE METAIS NÃO-FERROSOS atualizado em 29/03/2016 ÍNDICE 1. CONCEITOS INICIAIS...4 1.1. Sucata...4 1.2. Diferimento...4 2. SISTEMA DE TRIBUTAÇÃO...4 3. NA AQUISIÇÃO DA SUCATA

Leia mais

Pergunte à CPA Decreto /2015

Pergunte à CPA Decreto /2015 Pergunte à CPA Decreto 61.084/2015 Alterações no artigo 132-A: Artigo 132-A - Ressalvado o disposto no artigo 132, nas demais hipóteses previstas na legislação, tais como não-obrigatoriedade de uso de

Leia mais

VENDAS FORA DO ESTABELECIMENTO

VENDAS FORA DO ESTABELECIMENTO atualizado em 01/03/2016 alterados os itens 2, 3, 4.1.1, 4.1.2, 4.2, 4.3 e Legislação Consultada 2 ÍNDICE 1. CONCEITO...5 2. FASES...5 3. CONTRIBUINTE DE OUTRO ESTADO...5 4. CONTRIBUINTE DESTE ESTADO...6

Leia mais

Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais SEF/MG. Subsecretaria da Receita Estadual - SRE. Superintendência de Tributação - SUTRI

Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais SEF/MG. Subsecretaria da Receita Estadual - SRE. Superintendência de Tributação - SUTRI Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais SEF/MG Subsecretaria da Receita Estadual - SRE Superintendência de Tributação - SUTRI ALTERAÇÕES NO SIMPLES NACIONAL E AS IMPLICAÇÕES NO ÂMBITO ESTADUAL

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO CAFÉ TORRADO E MOÍDO

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO CAFÉ TORRADO E MOÍDO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO CAFÉ TORRADO E MOÍDO Janeiro 2016 Substituição Tributária do Café Torrado e Moído Introdução Em função das modificações promovidas pela Lei Complementar n.º 147/2014 no Estatuto

Leia mais

Substituicao Tributaria

Substituicao Tributaria Substituicao Tributaria Apontamentos Juridicos e Administrativos Por Monique de Souza Pereira Email: m.pereira@diasdossantos.com.br Aspectos Juridicos Relevantes Nao-cumulatividade do ICMS Emenda Constitucional

Leia mais

Dos Créditos a Descontar na Apuração da Contribuição para o PIS/Pasep e da Cofins

Dos Créditos a Descontar na Apuração da Contribuição para o PIS/Pasep e da Cofins Assunto: Contribuição para PIS/PASEP e COFINS Instrução Normativa SRF nº 594, de 26 de dezembro de 2005 Dispõe sobre a incidência da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins, da Contribuição para o PIS/Pasep-Importação

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA Consolidado, alterado pelo Decreto: 18829, de 05.05.14 DOE nº 2450, de 05.05.14 GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA DECRETO N. 18426, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2013. PUBLICADO NO DOE Nº 2358, DE 10.12.13 Institui

Leia mais

RS - ICMS - REPETRO - Isenção, redução da base de cálculo e transferência de saldo credor - Alterações

RS - ICMS - REPETRO - Isenção, redução da base de cálculo e transferência de saldo credor - Alterações Edição nº. 07 Gestão 2011-2014 19 de setembro de 2011. ALERTA GERENCIAL RS - ICMS - REPETRO - Isenção, redução da base de cálculo e transferência de saldo credor - Alterações Por meio do Dec. Est. RS Nº

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA DECRETO Nº 16406, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2011 PUBLICADO NO DOE Nº 1876, DE 15 DE DEZEMBRO 2011

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA DECRETO Nº 16406, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2011 PUBLICADO NO DOE Nº 1876, DE 15 DE DEZEMBRO 2011 DECRETO Nº 16406, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2011 PUBLICADO NO DOE Nº 1876, DE 15 DE DEZEMBRO 2011 CONSOLIDADO ALTERADO PELO DECRETO: 16753 DOE Nº 1977, de 17.05.12 Dispõe sobre a exclusão do Simples Nacional.

Leia mais

ICMS OPERAÇÕES COM CONSUMIDOR FINAL. Perguntas & Respostas

ICMS OPERAÇÕES COM CONSUMIDOR FINAL. Perguntas & Respostas ICMS OPERAÇÕES COM CONSUMIDOR FINAL Perguntas & Respostas EMENDA CONSTITUCIONAL 87/2015 PRINCIPAIS CARACTERÍSITCAS PERGUNTAS E RESPOSTAS 1) O que é? A EC 87/2015 altera a sistemática de cobrança do ICMS

Leia mais

GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA DA FAZENDA

GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA DA FAZENDA GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA DA FAZENDA DECRETO Nº 43, de 23 de fevereiro de 2001 DOE 01.03.2001 Altera o Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto nº 35.245, de 26 de dezembro de 1991, implementando

Leia mais

ICMS: Os problemas e limites da utilização da substituição tributária. João Antônio Almeida Marins

ICMS: Os problemas e limites da utilização da substituição tributária. João Antônio Almeida Marins ICMS: Os problemas e limites da utilização da substituição tributária. João Antônio Almeida Marins A BONIFICAÇÃO NA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS NÚMEROS ICMS/ST ANO ARRECADAÇÃO INTERNA INTERESTADUAL

Leia mais

Substituição Tributária. Paraná

Substituição Tributária. Paraná Substituição Tributária Paraná O estado do Paraná celebrou Protocolo 92/2007 com os Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, prevalecendo as margens ali contempladas. RS denunciou protocolo 92/2007,

Leia mais

.Título V Das obrigações comuns..capítulo I Das disposições preliminares

.Título V Das obrigações comuns..capítulo I Das disposições preliminares .Título V Das obrigações comuns.capítulo I Das disposições preliminares Art. 98. É obrigação de todo contribuinte exibir os livros fiscais e comerciais, comprovantes da escrita e documentos instituídos

Leia mais

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO 1 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS Definição: A substituição tributária pode ser definida como sendo o regime que atribui a responsabilidade pelo ICMS Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços

Leia mais

O que houve? A Resolução nº 590/2013 alterou os dispositivos da Resolução SEFAZ nº 194/

O que houve? A Resolução nº 590/2013 alterou os dispositivos da Resolução SEFAZ nº 194/ Rio de Janeiro, 18 de fevereiro de 2013 Of. Circ. Nº 065/13 Ref.: Resolução SEFAZ-RJ nº 590/2013. Senhor Presidente, Seguem, para conhecimento, as informações pertinentes à Resolução SEFAZ-RJ nº 590/2013,

Leia mais

O que é isso? Emenda Constitucional nº 87/2015; Convênio ICMS 93/2015; NF-e Nota Técnica 2015/003; Ajuste SINIEF 5/2015; Lei 15.863/2015 SEFAZ/CE Decreto??? Alíquotas do ICMS = 7%, 12%, 4%; Alíquota

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Crédito Presumido de Incentivo à Produção de Cerveja e Chopes Artesanais no Estado de Santa Catariana

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Crédito Presumido de Incentivo à Produção de Cerveja e Chopes Artesanais no Estado de Santa Catariana Segmentos Crédito Presumido de Incentivo à Produção de Cerveja e Chopes Artesanais no Estado de Santa Catariana 19/02/2014 Título do documento Sumário 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente...

Leia mais

Carga Tributária dos Combustíveis por Estado. Referência: Setembro/2016

Carga Tributária dos Combustíveis por Estado. Referência: Setembro/2016 Carga Tributária dos Combustíveis por Estado Referência: Setembro/2016 Pontos importantes da Lei 12.741/2012 para a revenda de combustíveis Art. 1º Emitidos por ocasião da venda ao consumidor de mercadorias

Leia mais

Obrigações Acessórias Hipóteses e limites. Efeitos do descumprimento.

Obrigações Acessórias Hipóteses e limites. Efeitos do descumprimento. Simples Nacional em Debate Obrigações Acessórias Hipóteses e limites. Efeitos do descumprimento. Patrícia Lenz Koinaski Porto Alegre, 1º/10/2007 INSCRIÇÃO, OPÇÃO E CADASTRO Obrigação de inscrição nos entes

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 197, DE 2012 Altera o 2º do art. 155 da Constituição Federal, para modificar a sistemática de cobrança do imposto

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº. 669, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2015

MEDIDA PROVISÓRIA Nº. 669, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2015 MEDIDA PROVISÓRIA Nº. 669, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2015 Altera a Lei nº 12.546, de 14 de dezembro de 2011, quanto à contribuição previdenciária sobre a receita bruta; a Lei nº 12.469, de 26 de agosto de

Leia mais

DECRETO Nº , DE 22 DE NOVEMBRO DE 1999.

DECRETO Nº , DE 22 DE NOVEMBRO DE 1999. DECRETO Nº 10.198, DE 22 DE NOVEMBRO DE 1999. Concede incentivo fiscal ao estabelecimento da empresa M. M. TRANSFORMADORES LTDA., CAGEP Nº 19.442.800-1. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PIAUÍ, no uso da atribuição

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos IPI Devolução

Parecer Consultoria Tributária Segmentos IPI Devolução IPI Devolução Código Situação Tributária aplicado na NF-e 12/12/2013 Título do documento Sumário 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 3.1. Nota Técnica

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA No 609, DE 8 DE MARÇO DE 2013

MEDIDA PROVISÓRIA No 609, DE 8 DE MARÇO DE 2013 MEDIDA PROVISÓRIA No 609, DE 8 DE MARÇO DE 2013 Reduz a zero as alíquotas da Contribuição para o PIS/PASEP, da COFINS, da Contribuição para o PIS/PASEP-Importação e da COFINS-Importação incidentes sobre

Leia mais

ANEXO 4.7. Substituição Tributária nas Operações com Disco Fonográfico e Fita Virgem ou Gravada.

ANEXO 4.7. Substituição Tributária nas Operações com Disco Fonográfico e Fita Virgem ou Gravada. ANEXO 4.7 Substituição Tributária nas Operações com Disco Fonográfico e Fita Virgem ou Gravada. Protocolo ICMS 19/1985 Alterações: Protocolo ICMS 09/1986, 10/1987, 53/91, 05/98, 07/2000, 12/06, 72/07,

Leia mais

EMPRESA DE REFEIÇÕES COLETIVAS

EMPRESA DE REFEIÇÕES COLETIVAS atualizado em 10/12/2015 alterados os itens 1 e 3 2 ÍNDICE 1. REGRAS GERAIS...5 2. CREDENCIAMENTO PARA UTILIZAÇÃO DO CRÉDITO PRESUMIDO...6 3. RECUPERAÇÃO DOS CRÉDITOS RELATIVOS À MERCADORIA SUJEITA AO

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 45.741, DE 01 DE JULHO DE 2008. (publicado no DOE nº 125, de 02 de julho de 2008) (Vide ao final retificação

Leia mais

PESCADOS. atualizado em 09/06/2016 alterados os itens 2, 3.3.1, 3.3.2, 3.3.3, 3.5, 3.8, 4.1, 4.3, 6.1 e 6.2

PESCADOS. atualizado em 09/06/2016 alterados os itens 2, 3.3.1, 3.3.2, 3.3.3, 3.5, 3.8, 4.1, 4.3, 6.1 e 6.2 atualizado em 09/06/2016 alterados os itens 2, 3.3.1, 3.3.2, 3.3.3, 3.5, 3.8, 4.1, 4.3, 6.1 e 6.2 HISTÓRICO DE ATUALIZAÇÕES DATA ATUALIZAÇÃO ITENS ALTERADOS 11/04/2016 Alterados os itens 4 e 4.1 2 3 ÍNDICE

Leia mais

PORTARIA Nº 129/2016-SEFAZ

PORTARIA Nº 129/2016-SEFAZ PORTARIA Nº 129/2016-SEFAZ Altera a Portaria n 005/2014-SEFAZ, de 30/01/2014 (DOE 31/01/2014), que dispõe sobre o Cadastro de Contribuintes do ICMS do Estado de Mato Grosso e dá outras providências. O

Leia mais

GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA EXECUTIVA DE FAZENDA

GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA EXECUTIVA DE FAZENDA GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA EXECUTIVA DE FAZENDA DECRETO Nº 1.284, DE 06 DE JUNHO DE 2003. Publicado no DOE em 09 de junho de 2003. Dispõe sobre a sistemática de tributação do ICMS para operações realizadas

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Registro de Documento Fiscal pelo contribuinte substituído no recebimento de mercadorias retidas com ICMS-ST

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Registro de Documento Fiscal pelo contribuinte substituído no recebimento de mercadorias retidas com ICMS-ST Segmentos Registro de Documento Fiscal pelo contribuinte substituído no recebimento de mercadorias retidas com ICMS-ST nos produtos combustíveis e lubrificantes previstas pelo Convênio ICMS nº. 110/2007

Leia mais

GOVERNO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GETRI GERÊNCIA DE TRIBUTAÇÃO PARECER Nº 483/07/GETRI/CRE/SEFIN

GOVERNO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GETRI GERÊNCIA DE TRIBUTAÇÃO PARECER Nº 483/07/GETRI/CRE/SEFIN Interessado : DELEGACIA DA 4ª DRRE/CACOAL. Assunto : Tratamento tributário nas operações de substituição em garantia. EMENTA: OPERAÇÕES DE REMESSA PARA REPOSIÇÃO EM GARANTIA NOVAS DISPOSIÇÕES INTRODUZIDAS

Leia mais

ASPECTOS JURÍDICOS E TRIBUTÁRIOS NA COMPRA DE ENERGIA NO MERCADO LIVRE. Julho / 2005

ASPECTOS JURÍDICOS E TRIBUTÁRIOS NA COMPRA DE ENERGIA NO MERCADO LIVRE. Julho / 2005 ASPECTOS JURÍDICOS E TRIBUTÁRIOS NA COMPRA DE ENERGIA NO MERCADO LIVRE Julho / 2005 TRIBUTOS QUE PODERÃO INCIDIR SOBRE A ENERGIA ELÉTRICA Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) Imposto

Leia mais

ALTERAÇÕES: Decreto nº 20.407/04, Decreto nº 20.914/04 RESPONSABILIDADE

ALTERAÇÕES: Decreto nº 20.407/04, Decreto nº 20.914/04 RESPONSABILIDADE Anexos 4.0 Substituição Tributária Anexos 4.2 Substituição Tributária das Operações com Água Mineral, Água Potável, Cerveja, Chope, Gelo e Refrigerante. Protocolo ICMS 11/1991 Alterações: Protocolo ICMS

Leia mais

PARECER N.º 178/2006/GETRI/CRE/SEFIN SÚMULA: CONSULTA ACERCA DA INCIDÊNCIA DE ICMS NA CONSTRUÇÃO CIVIL QUANDO OCORRER VENDA DE PRODUTO

PARECER N.º 178/2006/GETRI/CRE/SEFIN SÚMULA: CONSULTA ACERCA DA INCIDÊNCIA DE ICMS NA CONSTRUÇÃO CIVIL QUANDO OCORRER VENDA DE PRODUTO Consulente: Coordenador Técnico da Secretaria de Finanças Localidade: Porto Velho RO Assunto: Incidência do ICMS na Construção Civil. PARECER N.º 178/2006/GETRI/CRE/SEFIN SÚMULA: CONSULTA ACERCA DA INCIDÊNCIA

Leia mais

Procedimentos de Escrituração dos Estoques e Principais Alterações na Substituição Tributária

Procedimentos de Escrituração dos Estoques e Principais Alterações na Substituição Tributária Procedimentos de Escrituração dos Estoques e Principais Alterações na Substituição Tributária Breve Histórico das alterações Lei Complementar 147 de 2014 O primeiro fator a impulsionar as alterações na

Leia mais

Parágrafo 1º Para a apuração do limite estabelecido no caput define-se como:

Parágrafo 1º Para a apuração do limite estabelecido no caput define-se como: CIRCULAR Nº 2894 Documento normativo revogado pela Circular 3.367, de 12/09/2007. Estabelece procedimentos para o cálculo do limite de exposição em ouro e em ativos e passivos referenciados em variação

Leia mais

BASE DE CÁLCULO E APLICAÇÃO MÍNIMA PELOS ENTES FEDERADOS EM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE

BASE DE CÁLCULO E APLICAÇÃO MÍNIMA PELOS ENTES FEDERADOS EM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE PELOS ENTES FEDERADOS EM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE A Constituição Federal de 1988 determina em seu art. 198 que: 1º. O sistema único de saúde será financiado, nos termos do art. 195, com recursos

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 15 14 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 202 - Data 11 de julho de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: SIMPLES NACIONAL Há redução dos percentuais relativos ao PIS/Pasep

Leia mais

RESOLUÇÃO CGSN Nº 60, DE 22 DE JUNHO DE 2009

RESOLUÇÃO CGSN Nº 60, DE 22 DE JUNHO DE 2009 DOU 24.06.2009 RESOLUÇÃO CGSN Nº 60, DE 22 DE JUNHO DE 2009 Altera as Resoluções CGSN n 4, de 30 de maio de 2007, n 10, de 28 de junho de 2007, n 18, de 10 de agosto de 2007, n 51, de 22 de dezembro de

Leia mais

DECRETO Nº , DE 10 DE NOVEMBRO DE 2004

DECRETO Nº , DE 10 DE NOVEMBRO DE 2004 DECRETO Nº 49.113, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2004 Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestações de Serviços - RICMS GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São

Leia mais

FORMULÁRIO RASCUNHO REGIMES NORMAL, ESTIMATIVA E OUTROS (PESSOA JURÍDICA) (ANTIGA DECLAN-IPM) IDENTIFICAÇÃO DA DECLARAÇÃO

FORMULÁRIO RASCUNHO REGIMES NORMAL, ESTIMATIVA E OUTROS (PESSOA JURÍDICA) (ANTIGA DECLAN-IPM) IDENTIFICAÇÃO DA DECLARAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA DECLARAÇÃO Ano-Base da Declaração: Nº Protocolo de Entrega: (anotar o número fornecido pelo Sistema da SEFAZ) Declaração de Baixa ( ) Sim ( ) Não Data encerramento atividades: / / Declaração

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RESOLUÇÃO STJ N. 4 DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013. Dispõe sobre o pagamento de custas judiciais e porte de remessa e retorno de autos no âmbito do Superior Tribunal de Justiça. O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL

Leia mais

Secretaria de Estado de Fazenda PRODUTOR RURAL RÔMULO LOPES DE CARVALHO

Secretaria de Estado de Fazenda PRODUTOR RURAL RÔMULO LOPES DE CARVALHO Secretaria de Estado de Fazenda PRODUTOR RURAL RÔMULO LOPES DE CARVALHO Produtor Rural Classificação; Forma de tributação; Diferimento; Diferencial de alíquota; Cta; Cndi; Nfi; Desincorporação de ativo

Leia mais

DECRETO N 28.746, DE 06 DE JUNHO DE 2007

DECRETO N 28.746, DE 06 DE JUNHO DE 2007 DECRETO N 28.746, DE 06 DE JUNHO DE 2007 * Publicado no DOE em 08/06/2007. DISPÕE SOBRE A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NAS OPERAÇÕES COM APARELHOS CELULARES. O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso das atribuições

Leia mais

AMAVI SEF LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA RELATIVA AOS PRODUTORES PRIMÁRIOS 2º ENCONTRO

AMAVI SEF LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA RELATIVA AOS PRODUTORES PRIMÁRIOS 2º ENCONTRO AMAVI SEF LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA RELATIVA AOS PRODUTORES PRIMÁRIOS 2º ENCONTRO Incidência e Não Incidência ICMS Não incidência Campo de incidência do ICMS O campo de incidência do ICMS IMPOSTO CIRCULAÇÃO

Leia mais

Instrução Normativa SRF nº 358, de 9 de setembro de 2003

Instrução Normativa SRF nº 358, de 9 de setembro de 2003 Instrução Normativa SRF nº 358, de 9 de setembro de 2003 Altera a Instrução Normativa SRF nº 247, de 21 de novembro de 2002, que dispõe sobre o PIS/Pasep e a Cofins. O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL, no

Leia mais

Caso não consiga visualizar este , acesse o link: 0231/11

Caso não consiga visualizar este  , acesse o link:  0231/11 Página 1 de 5 Caso não consiga visualizar este e-mail, acesse o link: 0231/11 05/12/2011 SIMPLES NACIONAL - CONSOLIDAÇÃO DAS NORMAS E REGULAMENTAÇÃO DA LC 139/2011 Senhor Presidente, No dia 1º de dezembro

Leia mais

Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo Projeto Nota Fiscal Paulista

Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo Projeto Nota Fiscal Paulista Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo Projeto Nota Fiscal Paulista 14/08/07 OBJETIVO Incentivar os adquirentes de mercadorias, bens e serviços de transporte interestadual e intermunicipal

Leia mais

JOAO BOSCO DE SANTANA

JOAO BOSCO DE SANTANA JOAO BOSCO DE SANTANA DFT/POUSO ALEGRE (35) 2103-2060 dftpousoalegre@fazenda.mg.gov.br Secretaria de Estado de Fazenda Superintendência Regional da Fazenda Varginha 1 AS RECENTES ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA ADJUNTA DA RECEITA ESTADUAL

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA ADJUNTA DA RECEITA ESTADUAL ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA ADJUNTA DA RECEITA ESTADUAL PORTARIA SARE Nº 45/2004 Publicado no DOE em 28 de maio de 2004 Estabelece base de cálculo do ICMS para fins de substituição tributária, nas operações

Leia mais

CARTA-CIRCULAR Nº 3089

CARTA-CIRCULAR Nº 3089 CARTA-CIRCULAR Nº 3089 Libera módulos do Sistema de Informações sobre Entidades de Interesse do Banco Central - Unicad. Em conformidade com o disposto nas Circulares 3.165 e 3.180, de 4 de dezembro de

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR ECRETO Nº 4.459, E 26 E JANEIRO E 2010. ALTERA O REGULAMENTO O ICMS, APROVAO PELO ECRETO Nº 35.245, E 26 E EZEMBRO E 1991, PARA IMPLEMENTAR AS ISPOSIÇÕES O CONVÊNIO ICMS Nº 84, E O AJUSTE SINIEF Nº 11,

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Relatório Anexo VIII do Ato Cotepe 23 de 2008 para Distribuidora de Combustível

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Relatório Anexo VIII do Ato Cotepe 23 de 2008 para Distribuidora de Combustível Distribuidora de Combustível 17/12/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 6 4. Conclusão... 6 5. Informações Complementares...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Venda Fora do Estabelecimento (Ambulante) - Tributação ICMS-IPI

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Venda Fora do Estabelecimento (Ambulante) - Tributação ICMS-IPI Venda Fora do Estabelecimento (Ambulante) - 28/05/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 5 3.1 Método convencional das vendas

Leia mais

INSTRUÇÕES GERADAPI SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MINAS GERAIS FORMATO DO ARQUIVO A SER IMPORTADO PELO DAPISEF VERSÃO

INSTRUÇÕES GERADAPI SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MINAS GERAIS FORMATO DO ARQUIVO A SER IMPORTADO PELO DAPISEF VERSÃO 2014 INSTRUÇÕES GERADAPI SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MINAS GERAIS FORMATO DO ARQUIVO A SER IMPORTADO PELO DAPISEF VERSÃO 8.00.00 SUMÁRIO INSTRUÇÕES:... 2 ESTRUTURA DO ARQUIVO... 3 Linha Tipo 00

Leia mais

Módulo 1 Princípios Básicos do Setor de Energia Elétrica

Módulo 1 Princípios Básicos do Setor de Energia Elétrica TRIBUTAÇÃO SOBRE ENERGIA ELÉTRICA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Módulo 1 Princípios Básicos do Setor de Energia Elétrica 1 Modelo atual do setor elétrico brasileiro a partir de 2004 2 Marcos Regulatórios do Novo

Leia mais

Adicional na alíquota do ICMS destinado ao Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná - FECOP Versão 1.0

Adicional na alíquota do ICMS destinado ao Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná - FECOP Versão 1.0 Perguntas & Respostas Adicional na alíquota do ICMS destinado ao Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná - FECOP Versão 1.0 1. Qual a legislação aplicável ao adicional na alíquota do ICMS destinado

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE DECRETO Nº , DE 09 DE JULHO DE 2015.

RIO GRANDE DO NORTE DECRETO Nº , DE 09 DE JULHO DE 2015. RIO GRANDE DO NORTE DECRETO Nº 25.338, DE 09 DE JULHO DE 2015. Altera o Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto Estadual n.º 13.640, de 13 de novembro de 1997, para implementar as disposições do Convênio

Leia mais

", em que: RWA CAM F EXP. Exp 1 CIRCULAR Nº 3.641, DE 4 DE MARÇO DE 2013

, em que: RWA CAM F EXP. Exp 1 CIRCULAR Nº 3.641, DE 4 DE MARÇO DE 2013 CIRCULAR Nº 3.641, DE 4 DE MARÇO DE 2013 Estabelece os procedimentos para o cálculo da parcela dos ativos ponderados pelo risco (RWA) referente às exposições em ouro, em moeda estrangeira e em ativos sujeitos

Leia mais

RESOLUÇÃO SMF Nº 2.670, DE 27 DE JUNHO DE [Publicada no D.O. Rio de 28 de junho de 2011]

RESOLUÇÃO SMF Nº 2.670, DE 27 DE JUNHO DE [Publicada no D.O. Rio de 28 de junho de 2011] RESOLUÇÃO SMF Nº 2.670, DE 27 DE JUNHO DE 2011. [Publicada no D.O. Rio de 28 de junho de 2011] Altera a Resolução SMF nº 2.617, de 17 de maio de 2010, estabelecendo novas regras relativas à emissão da

Leia mais

Acesso à informação Participe Serviços Legislação Canais

Acesso à informação Participe Serviços Legislação Canais Page 1 of 6 BRASIL Acesso à informação Participe Serviços Legislação Canais Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Links Fale conosco SEFAZ Menu Curtir 0 Tweetar 0 CONVÊNIO

Leia mais

LEI N Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a. seguinte lei:

LEI N Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a. seguinte lei: LEI N. 6.869 Altera, acrescenta e revoga dispositivos e tabelas que especifica, da Lei Municipal nº 1.389, de 27 de dezembro de 1966, que instituiu o Código Tributário do Município de Poços de Caldas,

Leia mais

Ao clicar no botão NOVO, o contribuinte deverá fazer o preenchimento da BASE LEGAL, seguinte forma:

Ao clicar no botão NOVO, o contribuinte deverá fazer o preenchimento da BASE LEGAL, seguinte forma: ORIENTAÇÕES SOBRE O PREENCHIMENTO DA DMS PARA OS OPTANTES DO SIMPLES NACIONAL Conforme a Resolução CGSN Nº 010 de 28/06/2007 do Comitê Gestor do Simples Nacional, as microempresas (ME) e as empresas de

Leia mais

Edição nº de abril de ALERTA GERENCIAL ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL

Edição nº de abril de ALERTA GERENCIAL ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL Edição nº 127 11 de abril de 2011. ALERTA GERENCIAL ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL 1) Procedimento Administrativo Tributário 1 Elevação de Multas 1 Instituição da Autoregularização: 2 Criação do Domicílio

Leia mais

Base legal: artigo 423-A do RICMS/SP, Cláusula vigésima sexta do Convênio ICMS n 110/2007. Ato COTEPE/ICMS n 37/2015.

Base legal: artigo 423-A do RICMS/SP, Cláusula vigésima sexta do Convênio ICMS n 110/2007. Ato COTEPE/ICMS n 37/2015. AGENDA TRIBUTÁRIA ICMS/SP PARA O MÊS DE FEVEREIRO 02/02 3 Feira Principal COMBUSTÍVEIS Arquivo Magnético Entrega, por transmissão eletrônica de dados, pelo Transportador Revendedor Retalhista TRR, das

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES INTERESTADUAIS DESTINADAS A CONSUMIDOR FINAL NÃO CONTRIBUINTE EC 87/15 e CONVÊNIO ICMS 93/2015 1. APRESENTAÇÃO Este documento visa traçar as orientações gerais sobre alterações promovidas

Leia mais

SISTEMA PUBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL - SPED

SISTEMA PUBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL - SPED SISTEMA PUBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL - SPED OUT/2010 REGIME NÃO-CUMULATIVO REGIME CUMULATIVO TRIBUTAÇÃO MONOFÁSICA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA VENDAS COM SUSPENSÃO VENDAS A ALÍQUOTA ZERO VENDAS COM ISENÇÃO

Leia mais

Da baixa do caminhão

Da baixa do caminhão PODER EXECUTIVO DECRETO Nº 44.332 DE 16 DE AGOSTO DE 2013 DISPÕE SOBRE PROCEDIMENTOS ADICIONAIS NECESSÁRIOS AO CUMPRIMENTO DO PROGRAMA DE INCENTIVO À MODERNIZAÇÃO, RENOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE DA FROTA

Leia mais

Matéria elaborada com base na legislação vigente em:

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: CALÇADOS E SUAS PARTES - Suspensão do IPI Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 19.07.2012. Sumário: 1 - INTRODUÇÃO 2 - AQUISIÇÕES DE MATÉRIA-PRIMA, PRODUTO INTERMEDIÁRIO E MATERIAL DE EMBALAGEM

Leia mais

CONVÊNIO ICMS 142/02

CONVÊNIO ICMS 142/02 CONVÊNIO ICMS 142/02 Altera o Convênio ICMS 57/95, de 28.06.95, que dispõe sobre a emissão de documentos fiscais e a escrituração de livros fiscais por contribuinte usuário de sistema eletrônico de processamento

Leia mais

Palestra. ICMS - Substituição Tributária - Atividades Sujeitas ao Regime. Julho 2010. Apoio: Elaborado por:

Palestra. ICMS - Substituição Tributária - Atividades Sujeitas ao Regime. Julho 2010. Apoio: Elaborado por: Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

Ceará > Março/2016. Data Tributos Descrição

Ceará > Março/2016. Data Tributos Descrição OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Ceará > Março/2016

Leia mais

DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA - Hipóteses de Incidência, Cálculo e Formas de Recolhimento. Matéria elaborada com base na Legislação vigente em: 06.10.2011.

DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA - Hipóteses de Incidência, Cálculo e Formas de Recolhimento. Matéria elaborada com base na Legislação vigente em: 06.10.2011. DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA - Hipóteses de Incidência, Cálculo e Formas de Recolhimento Matéria elaborada com base na Legislação vigente em: 06.10.2011. SUMÁRIO: 1 INTRODUÇÃO 2 HIPÓTESES DE INCIDÊNCIA 2.1

Leia mais

Janeiro-Dezembro/2014

Janeiro-Dezembro/2014 IRRF - Décimo terceiro salário 2014 - Roteiro Aqui serão analisados os aspectos gerais relacionados à retenção do Imposto de Renda incidente no pagamento do décimo terceiro salário. Introdução Os rendimentos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº RESOLVEU:

RESOLUÇÃO Nº RESOLVEU: RESOLUÇÃO Nº 3.334 Estabelece normas a serem observadas pelas instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, bem como altera e revoga disposições regulamentares

Leia mais

PROCEDIMENTO CRÉDITOS A RECEBER DE TRIBUTOS A RECUPERAR OU COMPENSAR RESPONSABILIDADE Coordenação-Geral de Contabilidade e Custos da União.

PROCEDIMENTO CRÉDITOS A RECEBER DE TRIBUTOS A RECUPERAR OU COMPENSAR RESPONSABILIDADE Coordenação-Geral de Contabilidade e Custos da União. PROCEDIMENTO CRÉDITOS A RECEBER DE TRIBUTOS A RECUPERAR OU COMPENSAR 1 REFERÊNCIAS 1.1 - RESPONSABILIDADE Coordenação-Geral de Contabilidade e Custos da União. 1.2 - COMPETÊNCIA - Portaria/STN N. 833,

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 11 A 17 DE AGOSTO DE 2016

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 11 A 17 DE AGOSTO DE 2016 AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 11 A 17 DE AGOSTO DE 2016 Até: Quinta-feira, dia 11 dígito do CNPJ corresponda a 1, devem efetuar o registro eletrônico dos documentos fiscais na Secretaria da Fazenda. Nota Na hipótese

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES: SINDICAL PATRONAL E PARA O SISTEMA S

CONTRIBUIÇÕES: SINDICAL PATRONAL E PARA O SISTEMA S CONTRIBUIÇÕES: SINDICAL PATRONAL E PARA O SISTEMA S CONTRIBUIÇÕES: SINDICAL PATRONAL E PARA O SISTEMA S Apresentamos nesta cartilha os esclarecimentos necessários sobre contribuições sindical patronal

Leia mais

CIRCULAR Nº 63. 1) o deferimento de empréstimo de soma utilizável de uma só vez, parceladamente ou sob a forma de conta corrente;

CIRCULAR Nº 63. 1) o deferimento de empréstimo de soma utilizável de uma só vez, parceladamente ou sob a forma de conta corrente; Às Instituições Financeiras e Seguradoras CIRCULAR Nº 63 Comunicamos que a Diretoria em sessão de 19-12-1966, com base na Lei nº 5.143, de 20-10-66, e considerando as disposições da Resolução nº 40, de

Leia mais

CFOP - Códigos fiscais de operações e prestações

CFOP - Códigos fiscais de operações e prestações CFOP - Códigos fiscais de operações e prestações A presente relação de códigos fiscais é baseada no Convênio SINIEF s/nº, de 15.12.1970, com suas respectivas alterações. A relação encontra-se devidamente

Leia mais

Instrução Normativa nº 432 de

Instrução Normativa nº 432 de SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL - SRF Instrução Normativa nº 432 de 22.07.2004 Aprova o Programa Pedido Eletrônico de Ressarcimento ou Restituição e Declaração de Compensação, versão 1.4 (PER/DCOMP 1.4),

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA N 6419, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2007.

RESOLUÇÃO CONJUNTA N 6419, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2007. RESOLUÇÃO CONJUNTA N 6419, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2007. Dispõe sobre a comprovação da condição de Pequena Empresa nas aquisições públicas do Estado de Minas Gerais, o compartilhamento de informações entre

Leia mais