A Astronomia como parte integrante da disciplina Ciências no ensino fundamental. Roberto Ortiz Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Astronomia como parte integrante da disciplina Ciências no ensino fundamental. Roberto Ortiz Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP"

Transcrição

1 A Astronomia como parte integrante da disciplina Ciências no ensino fundamental. Roberto Ortiz Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP

2 A Astronomia e o Ensino Fundamental no Brasil O Ensino de Astronomia é realmente necessário? Como a Astronomia se insere dentro do contexto de Ciências? Quais são os tópicos de Astronomia que devem ser abordados na disciplina de Ciências? Como ensinar Astronomia? Onde encontrar material?

3 Parâmetros Curriculares Nacionais O PCN estabeleceu que a organização dos conteúdos é feita segundo três grandes áreas: Linguagens, incluindo se as línguas estrangeiras, a Educação Física e as Artes como formas de expressão. Ciências Humanas, incluindo se História e Geografia. Ciências Naturais e Matemática, que inclui as disciplinas de Física, Química, Biologia, Matemática, entre outras.

4 A Lei de Diretrizes e Bases (LDB): A lei 9394 de 1996 deslocou o foco do ensino para a aprendizagem. Desafio: Com a universalização do ensino fundamental e considerando a heterogeneidade do povo brasileiro, a Escola, para ser democrática, tem que ser igualmente acessível a todos, diversa no tratamento de cada um e unitária nos resultados.

5 A relação entre Teoria e Prática: A LDB determina que a relação entre Teoria e Prática se dê em cada disciplina do currículo. Segundo a LDB, boa parte dos problemas de qualidade no Ensino decorre da dificuldade em destacar a dimensão prática do conhecimento.

6 A Proposta para São Paulo: Em 2008, a Secretaria da Educação do estado de São Paulo propôs que o Ensino deve ter uma linha mestra única, a ser seguida por todas as escolas. Os Cadernos do Professor, organizados por semestre e por disciplina visam orientar o trabalho do professor no ensino dos conteúdos disciplinares específicos. Os cadernos trazem sugestões de métodos e estratégias de trabalho nas aulas, experimentações, projetos coletivos, atividades extraclasse e estudos interdisciplinares.

7 Exemplo de alguns temas a serem abordados em Ciências: Compreender o papel do homem na transformação do meio ambiente. Posicionar se quanto ao problema da falta d'água. Posicionar se quanto ao problema da produção e consumo de energia. Uso consciente dos meios de transporte. Refletir sobre a existência do homem, da Terra, do Universo e o próprio significado da vida.

8 Eixos temáticos de Ciências, da 5a. a 8a. série Vida e Ambiente Ciência e Tecnologia Ser Humano e Saúde Terra e Universo

9 Eixos temáticos de Ciências, da 5a. a 8a. série Vida e Ambiente Ciência e Tecnologia Ser Humano e Saúde Terra e Universo

10 Tópicos de Astronomia definidos pela Secretaria da Educação: A Astronomia está presente em todas as séries do Ginasial (5a. a 8a. série) Na 5a. e 6a. séries: Ênfase na realidade mais imediata do aluno, suas vivência e percepção individual. Na 7a. e 8a. séries: Temáticas mais abrangentes e suas interpretações. Percepções cósmicas da Terra e do Universo

11

12

13

14

15 Conclusões: A Astronomia está hoje, firmemente incorporada ao programa de ensino do 1o. grau. Não é um tema transversal ou interdisciplinar, mas uma participante efetiva do elenco de Ciências. O professor poderá adquirir mais conhecimentos a partir de inúmeras fontes, entre as quais cursos de atualização, bibliografia e internet.

16 É possível (e aconselhável) realizar demonstrações em classe. A maioria delas não requer recursos sofisticados. A participação do aluno como atuante direto nas demonstrações valoriza o ensino do conteúdo e transforma o aluno em protagonista do processo cognitivo.

17 Bibliografia recomendada (em português): Nossa estrela, o Sol, Adriana Válio Roque Silva, Editora Livraria da Física, 194 p.p., 1a. edição 2006 Hubble, a expansão do Universo, Augusto Damineli, Odysseus Editora, 179 p.p., 1a. edição 2003 À luz das estrelas, Lilia Arany Prado, DP&A editora, 160 p.p., 1a. edição 2006 Astronomia e Astrofísica, Kepler Oliveira & Maria de Fátima Saraiva, Editora Livraria da Física, 557 p.p., 2a. edição 2004

18 Bibliografia contendo demonstrações de Astronomia: Apostila Oficina de Astronomia, João Batista Garcia Canalle (colaborador Rodrigo Moura), Instituto de Física, UERJ. Astronomy for every kid, Janice van Cleave, John Wiley & Sons, 1981, First edition, ISBN A+ Projects in Astronomy, Janice van Cleave, John Wiley & Sons, 2002, First edition, ISBN Astronomy Projects with an Observatory you can build, Robert Gardner, Enslow Publishers Inc., 2008, First edition, ISBN

19 Sítios na internet: Projeto: Telescópios na Escola: Astronomia & Astrofísica: Stellarium (software): Celestia (software para ruindows, linux e Mc):

20 Instituições de Astronomia que oferecem cursos de atualização: Departamento de Astronomia do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP: Divisão de Astrofísica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE): Observatório Nacional (RJ): Planetário do Ibirapuera.

21 Roberto Ortiz

Objetivos gerais. Metodologia de trabalho

Objetivos gerais. Metodologia de trabalho Fundamentos de Astronomia e Astrofísica: plano de ensino Alexei Machado Müller, Maria de Fátima Oliveira Saraiva Objetivos gerais Importante Fique atento aos prazos de entrega das atividades de avaliação

Leia mais

AGA 0100 Astronomia: Uma Visão Geral I EMENTA. Ementa Detalhada. 1 Telescópios 2 Radiação e estrutura do átomo 3 O Sol, nossa estrela

AGA 0100 Astronomia: Uma Visão Geral I EMENTA. Ementa Detalhada. 1 Telescópios 2 Radiação e estrutura do átomo 3 O Sol, nossa estrela 1 AGA 0100 Astronomia: Uma Visão Geral I EMENTA 1 Telescópios 2 Radiação e estrutura do átomo 3 O Sol, nossa estrela 4 Planetas, asteroides e cometas do Sistema Solar 5 Exoplanetas 6 Bio-astronomia 7 Magnitude,

Leia mais

Telescópios na Escola. Osvaldo Souza Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas USP Instituto de Física - USP

Telescópios na Escola. Osvaldo Souza Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas USP Instituto de Física - USP Telescópios na Escola Osvaldo Souza (osvald.souza@usp.br) Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas USP Instituto de Física - USP Recentemente o sistema educacional brasileiro vem aumentando

Leia mais

AGA 0100 Astronomia: Uma Visão Geral I EMENTA. Ementa Detalhada

AGA 0100 Astronomia: Uma Visão Geral I EMENTA. Ementa Detalhada 1 AGA 0100 Astronomia: Uma Visão Geral I EMENTA 1 Telescópios 2 Radiação e estrutura do átomo 3 O Sol, nossa estrela 4 Planetas, asteroides e cometas do Sistema Solar 5 Exoplanetas 6 Bio-astronomia 7 Magnitude,

Leia mais

Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Profª Welessandra A. Benfica- Doutoranda FAE- UFMG

Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Profª Welessandra A. Benfica- Doutoranda FAE- UFMG Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Profª Welessandra A. Benfica- Doutoranda FAE- UFMG Não é possível apresentar um manual ou receita para se construir uma escola democrática ou para implantar

Leia mais

Avaliação da Educação Básica em Nível Estadual

Avaliação da Educação Básica em Nível Estadual Avaliação da Educação Básica em Nível Estadual Avaliação da Educação Básica em Nível Estadual. SARESP Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo Avaliação de Aprendizagem em Processo

Leia mais

Telescópios na Escola: observações astronômicas via Internet. Alberto Krone-Martins em nome da Equipe do TnE

Telescópios na Escola: observações astronômicas via Internet. Alberto Krone-Martins em nome da Equipe do TnE Telescópios na Escola: observações astronômicas via Internet Alberto Krone-Martins em nome da Equipe do TnE Telescópios na Escola A importância da Astronomia Astronomia na Escola? O TnE hoje O projeto

Leia mais

Fundamentos Metodologia do Ensino dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental III (Educação Física/Ciências) (Educação Física): (Ciências):

Fundamentos Metodologia do Ensino dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental III (Educação Física/Ciências) (Educação Física): (Ciências): Disciplina: Fundamentos Metodologia do Ensino dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental III (Educação Física/Ciências) Código da Disciplina: EDU333 Curso: Pedagogia Semestre de oferta da disciplina: 6º P

Leia mais

RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR

RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR Este documento é referente à conclusão dos grupos de trabalho do 3º turno do Seminário Estadual de GOIÁS, no dia 03/08/2016, com aproximadamente

Leia mais

Educação Pré-Escolar

Educação Pré-Escolar Educação Pré-Escolar Sendo a primeira etapa na educação básica, as competências gerais para a Educação Pré Escolar constituem um conjunto de princípios para apoiar o Educador de Infância na sua prática,

Leia mais

Competências leitoras e escritoras no ensino da Geografia 22/09/2016

Competências leitoras e escritoras no ensino da Geografia 22/09/2016 Competências leitoras e escritoras no ensino da Geografia 22/09/2016 Professor do Núcleo Pedagógico de Geografia- Marco Antonio Bolotario PAUTA 1º Momento Objetivos gerais; Objetivo da Geografia e o saber

Leia mais

Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE. Disciplina: Projetos Educacionais para o Ensino de Biologia

Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE. Disciplina: Projetos Educacionais para o Ensino de Biologia Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Disciplina: Projetos Educacionais para o Ensino de Biologia Professor(es): Rosana dos Santos Jordão Carga horária:

Leia mais

Unidade III METODOLOGIA E PRÁTICA DO ENSINO DA MATEMÁTICA E CÊ CIÊNCIASC. Prof. Me. Guilherme Santinho Jacobik

Unidade III METODOLOGIA E PRÁTICA DO ENSINO DA MATEMÁTICA E CÊ CIÊNCIASC. Prof. Me. Guilherme Santinho Jacobik Unidade III METODOLOGIA E PRÁTICA DO ENSINO DA MATEMÁTICA E CÊ CIÊNCIASC Prof. Me. Guilherme Santinho Jacobik O ensino de ciências segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais O ensino de Ciências tem

Leia mais

APRENDER E ENSINAR CIÊNCIAS NATURAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL Apresentação do PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) de Ciências Naturais

APRENDER E ENSINAR CIÊNCIAS NATURAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL Apresentação do PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) de Ciências Naturais APRENDER E ENSINAR CIÊNCIAS NATURAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL Apresentação do PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) de Ciências Naturais INTRODUÇÃO Para o ensino de Ciências Naturais é necessária a construção

Leia mais

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR (BNCC)

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR (BNCC) BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR (BNCC) Análise da segunda versão ANÁLISE GERAL Principais pontos de atenção nas etapas e componentes curriculares foco no essencial O documento está muito extenso, com excesso

Leia mais

ASTROBIOLOGIA: UMA CIÊNCIA EMERGENTE NO CONTEXTO DO ENSINO FUNDAMENTAL.

ASTROBIOLOGIA: UMA CIÊNCIA EMERGENTE NO CONTEXTO DO ENSINO FUNDAMENTAL. ASTROBIOLOGIA: UMA CIÊNCIA EMERGENTE NO CONTEXTO DO ENSINO FUNDAMENTAL. Autor: André Mandelli de Carvalho Marques Orientador: Ivan Paulino Gláucio Lima RELEVÂNCIA A sociedade em geral não possui familiaridade

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS JOINVILLE CENTRO DE ENGENHARIAS DA MOBILIDADE CURSO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM MOBILIDADE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS JOINVILLE CENTRO DE ENGENHARIAS DA MOBILIDADE CURSO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM MOBILIDADE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS JOINVILLE CENTRO DE ENGENHARIAS DA MOBILIDADE CURSO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM MOBILIDADE SEMESTRE 2016/1 I. IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Nome: Astrofísica

Leia mais

Os objetivos fundamentais da disciplina de Contabilidade e Finanças Públicas consistem na análise e compreensão:

Os objetivos fundamentais da disciplina de Contabilidade e Finanças Públicas consistem na análise e compreensão: CONTABILIDADE E FINANÇAS PÚBLICAS [12505] GERAL Ano Letivo: 201617 Grupo Disciplinar: Administração e Finanças Públicas ECTS: 4,5 Regime: D, PL Semestre: S1 OBJETIVOS Os objetivos fundamentais da disciplina

Leia mais

O USO DE DESENHOS ANIMADOS PARA A POPULARIZAÇÃO DE CONCEITOS DE ASTRONOMIA

O USO DE DESENHOS ANIMADOS PARA A POPULARIZAÇÃO DE CONCEITOS DE ASTRONOMIA O USO DE DESENHOS ANIMADOS PARA A POPULARIZAÇÃO DE CONCEITOS DE ASTRONOMIA Geni da Silva Costa 1 ; Edmilson de Souza 2 1 Estudante do Curso de Física da UEMS, Unidade Universitária de Dourados, geni_scosta@yahoo.com.br

Leia mais

Gabarito Avaliação Nacional 1/2014

Gabarito Avaliação Nacional 1/2014 4 o ano Ensino Fundamental 1 C Matemática 7 B Matemática 13 A Ciências 19 C Português 25 B História 2 E Matemática 8 C Matemática 14 C Ciências 20 A Português 26 C História 3 D Matemática 9 E Matemática

Leia mais

Livros Grátis. Milhares de livros grátis para download.

Livros Grátis.  Milhares de livros grátis para download. Livros Grátis http://www.livrosgratis.com.br Milhares de livros grátis para download. C512 Chaves, Maria Margarete Pinto Rumos do brincar na família média urbana de Coronel Xavier Chaves / Maria Margarete

Leia mais

PASSAPORTE DA ASTRONOMIA

PASSAPORTE DA ASTRONOMIA COORDENAÇÃO: Profa.EDUARDO NETO FERREIRA PASSAPORTE DA ASTRONOMIA PROJETO eduneto@fumec.br Professor Colaborador: Orlando Abreu Gomes (FACE; orlando.gomes@fumec.br) Professor Voluntário: Alair Dias Júnior

Leia mais

I A Importância da Formação de Professores de Sociologia para a Educação Básica.

I A Importância da Formação de Professores de Sociologia para a Educação Básica. UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE APLICAÇÃO FERNANDO RODRIGUES DA SILVEIRA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E INTEGRAÇÃO SOCIAL DISCIPLINA DE SOCIOLOGIA PROFESSOR: ROGERIO MENDES DE

Leia mais

CADERNO IV ÁREAS DE CONHECIMENTO E INTEGRAÇÃO CURRICULAR

CADERNO IV ÁREAS DE CONHECIMENTO E INTEGRAÇÃO CURRICULAR CADERNO IV ÁREAS DE CONHECIMENTO E INTEGRAÇÃO CURRICULAR CURRÍCULO PROJETO DE FORMAÇÃO CULTURAL PARA A NAÇÃO. QUEM DOMINA O CURRÍCULO ESCOLAR, DOMINA A NAÇÃO (FOUCAULT) PROCESSO DE CONTRUÇÃO E SISTEMATIZAÇÃO

Leia mais

Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC. BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017

Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC. BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017 Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017 1 INTRODUÇÃO 1.3. Os fundamentos pedagógicos da BNCC Compromisso com a formação e o desenvolvimento humano global (dimensões

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Etec: Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã/SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza Componente Curricular: Biologia

Leia mais

ESTRUTURA, FORMATO E OBJETIVOS DA ESCOLA DE PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO (EPEM)

ESTRUTURA, FORMATO E OBJETIVOS DA ESCOLA DE PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO (EPEM) 1 REDEENSINAR JANEIRO DE 2001 ESTRUTURA, FORMATO E OBJETIVOS DA ESCOLA DE PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO (EPEM) Guiomar Namo de Mello Diretora Executiva da Fundação Victor Civita Diretora de Conteúdos da

Leia mais

A COSMOLOGIA EM TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE ENSINO DE ASTRONOMIA NO BRASIL

A COSMOLOGIA EM TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE ENSINO DE ASTRONOMIA NO BRASIL I Simpósio Nacional de Educação em Astronomia Rio de Janeiro - 2011 1 A COSMOLOGIA EM TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE ENSINO DE ASTRONOMIA NO BRASIL Maria Cecilia Queiroga Bazetto 1, Paulo Sergio Bretones 2

Leia mais

PROJETOS COM OBJETIVOS QUE INTEGRAM ENSINO. Claudianny Amorim Noronha

PROJETOS COM OBJETIVOS QUE INTEGRAM ENSINO. Claudianny Amorim Noronha PROJETOS COM OBJETIVOS QUE INTEGRAM ENSINO Claudianny Amorim Noronha A PERSPECTIVA DE ENSINO NO EDITAL DE AÇÕES INTEGRADAS Melhoria do processo de ensino e aprendizagem dos cursos de graduação e pós-graduação,

Leia mais

BNC - Ciências da Natureza - Anexo 5

BNC - Ciências da Natureza - Anexo 5 BNC Ciências da Natureza Anexo 5 BNC - Ciências da Natureza - Anexo 5 AT A ÁREA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA A sociedade contemporânea está fortemente organizada com base no desenvolvimento científico e tecnológico.

Leia mais

ENSINO MÉDIO COM VISTAS A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR

ENSINO MÉDIO COM VISTAS A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR V Fórum das Licenciaturas ENSINO MÉDIO COM VISTAS A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR Os Desafios da Formação Humana Integral Reconhecimento da escola como espaço de cidadania o Ensino Médio é um direito

Leia mais

Matemática e Astronomia

Matemática e Astronomia Título: Matemática e Astronomia Descrição: Construção de um autómato METADATA Keywords: autómato, adição, estrelas, estrela cadente, Sol, movimento. Classificação Área Disciplinar Matemática e Ciências

Leia mais

ANEXO II. Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura)

ANEXO II. Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura) AEXO II Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA ISTITUCIOAL DE BOLSA DE IICIAÇÃO À DOCÊCIA - PIBID DETALHAMETO DO SUBPROJETO (Licenciatura) 1. ome da Instituição UF Universidade Federal de Roraima 2. Subprojeto

Leia mais

Telescópios na Escola: observações astronômicas via Internet. Osvaldo de Souza (Grupo de Astronomia Sputnik)

Telescópios na Escola: observações astronômicas via Internet. Osvaldo de Souza (Grupo de Astronomia Sputnik) Telescópios na Escola: observações astronômicas via Internet Osvaldo de Souza (Grupo de Astronomia Sputnik) Telescópios na Escola Astronomia na Escola? O TnE hoje O projeto para amanhã Astronomia na Escola

Leia mais

LEITURA E ESCRITA COM ÊNFASE NA PRODUÇÃO DE CORDEL DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA ESTADUAL JOÃO TOMÁS NETO

LEITURA E ESCRITA COM ÊNFASE NA PRODUÇÃO DE CORDEL DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA ESTADUAL JOÃO TOMÁS NETO LEITURA E ESCRITA COM ÊNFASE NA PRODUÇÃO DE CORDEL DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA ESTADUAL JOÃO TOMÁS NETO Maria Solange de Lima Silva FCU/UNIFUTURO Sol_lyma@hotmail.com INTRODUÇÂO A característica básica

Leia mais

UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIOS DE EXAMES

UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIOS DE EXAMES UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIOS DE EXAMES ANO LETIVO 2016/2017 ÉPOCA ESPECIAL Calendário de Exames da Época Especial 1º semestre Ano Letivo 2016/2017 DATA: De 17 a 29 de julho de

Leia mais

N Disciplina Nº CR C. H. Conteúdo Natureza. Introdução a EAD 4 60 DP Mód. 1 Obrigatória. Introdução à Filosofia 4 60 FG Mód.

N Disciplina Nº CR C. H. Conteúdo Natureza. Introdução a EAD 4 60 DP Mód. 1 Obrigatória. Introdução à Filosofia 4 60 FG Mód. Apresentação O curso de Filosofia licenciatura, na modalidade a distância, é resultado do desejo de iniciar um trabalho inter e multidisciplinar na qualificação de profissionais que atuam ou atuarão na

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Plano de Curso nº aprovado pela portaria Cetec nº de / / Etec: Código: 208 Município: São Paulo Eixo Tecnológico: Habilitação Profissional:

Leia mais

Diretoria de Ensino Região de São Bernardo do Campo Núcleo Pedagógico

Diretoria de Ensino Região de São Bernardo do Campo Núcleo Pedagógico Equipe Melhor Gestão Melhor Ensino Ciências da Natureza SBC Encontros Presenciais Charlene Profª de Ciências/Química PC do EM da EE Pe. Alexandre Grigoli Erica Prof. de Ciências/Química PCNP de Ciências

Leia mais

CURRÍCULO DAS ÁREAS DISCIPLINARES / CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3ºciclo Geografia 7ºano

CURRÍCULO DAS ÁREAS DISCIPLINARES / CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3ºciclo Geografia 7ºano CURRÍCULO DAS ÁREAS DISCIPLINARES / CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3ºciclo Geografia 7ºano Metas de Aprendizagem Conteúdos Programáticos Critérios de Avaliação Instrumentos de Avaliação Domínio I A TERRA : Estudos

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Etec: Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã/SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza Componente Curricular: Biologia

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: Prof.ª Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Componente

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES Situação Legal: Reconhecido Integralização: Mínimo 5 anos / Máximo 8 anos Carga Horária: 2.820h (188 créditos)

Leia mais

INSTRUÇÃO Nº 021/2010-SUED/SEED

INSTRUÇÃO Nº 021/2010-SUED/SEED INSTRUÇÃO Nº 021/2010-SUED/SEED A Superintendente da Educação, no uso de suas atribuições e considerando: a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n 9.394/96; a Lei Federal n 10.793/03 e o Parecer

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS DISCIPLINAS 1. Introdução à Pesquisa em Letras 2. Metodologia de ensino de línguas estrangeiras I: perspectivas teóricas e abordagens

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA E MATEMÁTICA CADERNO 2

LÍNGUA PORTUGUESA E MATEMÁTICA CADERNO 2 PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO 2008 ETAPA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO 2º ANO - CICLO II LÍNGUA PORTUGUESA E MATEMÁTICA CADERNO 2 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA E MATEMÁTICA CADERNO 1

LÍNGUA PORTUGUESA E MATEMÁTICA CADERNO 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO 2008 ETAPA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO 2º ANO - CICLO II LÍNGUA PORTUGUESA E MATEMÁTICA CADERNO 1 ESCOLA: NOME: TURMA:

Leia mais

O PLANEJAMENTO DA PRÁTICA DOCENTE: PLANO DE ENSINO E ORGANIZAÇÃO DA AULA

O PLANEJAMENTO DA PRÁTICA DOCENTE: PLANO DE ENSINO E ORGANIZAÇÃO DA AULA O PLANEJAMENTO DA PRÁTICA DOCENTE: PLANO DE ENSINO E ORGANIZAÇÃO DA AULA PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO (PPP) OU PROPOSTA PEDAGÓGICA Representa a ação intencional e um compromisso sociopolítico definido coletivamente

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Leia mais

ATLAS ESCOLAR HISTÓRICO, GEOGRÁFICO, AMBIENTAL DE ITABUNA BAHIA: Sistema Pedológico

ATLAS ESCOLAR HISTÓRICO, GEOGRÁFICO, AMBIENTAL DE ITABUNA BAHIA: Sistema Pedológico ATLAS ESCOLAR HISTÓRICO, GEOGRÁFICO, AMBIENTAL DE ITABUNA BAHIA: Sistema Pedológico Ailto Rodrigues Damaceno Filho Discente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ensino de Geografia (UESC/BA) Graduação

Leia mais

PCN - PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS

PCN - PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS PCN - PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS 01. Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) são referências para o ensino fundamental e médio de todo Brasil, tendo como objetivo: (A) Garantir, preferencialmente,

Leia mais

Matemática para todos: questões das salas de aula multiculturais

Matemática para todos: questões das salas de aula multiculturais Matemática para todos: questões das salas de aula multiculturais Darlinda Moreira Universidade Aberta ProfMat-2003 Santarém A complexidade da realidade social O mundo foi sempre multicultural, sempre coexistiram

Leia mais

Grade Bacharelado

Grade Bacharelado Grade 2015.1 Bacharelado 1º semestre CH Disciplina 1Psicologia, Ciência e Profissão Disciplina 2Origens Evolucionárias do comportamento Disciplina 3Teorias da Personalidade Disciplina 4Processos Psicológicos

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Plano de Curso nº aprovado pela portaria Cetec nº de / / Etec: Código: 208 Município: São Paulo Eixo Tecnológico: Habilitação Profissional:

Leia mais

UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIOS DE EXAMES

UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIOS DE EXAMES UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIOS DE EXAMES ANO LETIVO 2016/2017 1º Semestre Calendário de Exames do 1º Semestre - Ano Letivo 2016/2017 DATA: De 23 de jan. a 04 de fev. 2017 CURSO:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Médio Etec PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: CIENCIAS DA NATUREZA, MATEMATICA E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular: BIOLOGIA

Leia mais

META Apresentar os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio Matemática

META Apresentar os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio Matemática PARÂMETROS NACIONAIS CURRICULARES DO ENSINO MÉDIO - MATEMÁTICA META Apresentar os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio Matemática OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: identificar,

Leia mais

Consumo e Educação Financeira como tema integrador na BNCC Profa. Erondina Barbosa da Silva

Consumo e Educação Financeira como tema integrador na BNCC Profa. Erondina Barbosa da Silva Consumo e Educação Financeira como tema integrador na BNCC Profa. Erondina Barbosa da Silva 1988 Constituição Federal Conteúdos Mínimos 1996 LDB (Lei 9394/1996) - BNCC 1997 a 2000 PCN 2008 a 2010 Currículo

Leia mais

SUMÁRIO. Língua Portuguesa

SUMÁRIO. Língua Portuguesa Língua Portuguesa Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados... 3 Domínio da ortografia oficial... 21 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais... 9 Domínio da estrutura morfossintática

Leia mais

CURRÍCULO ESCOLAR VMSIMULADOS

CURRÍCULO ESCOLAR VMSIMULADOS CURRÍCULO ESCOLAR 01. Segundo a LDB (Lei no 9394/96), os currículos do ensino fundamental e médio devem ter uma base nacional comum, a ser complementada, em cada sistema de ensino e estabelecimento escolar,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA PLANO DE ENSINO Semestre 2015.1 IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DISCIPLINA PRÉ-REQUISITOS EXA 471 Metodologia e didática do ensino --------------------------------------------- de química CURSO DEPARTAMENTO ÁREA

Leia mais

FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR

FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR Profª. Carla Verônica AULA 03 SUPERVISÃO E PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO Identificar os princípios da gestão participativa; Analisar a dialética do ambiente escolar; Perceber

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO Serão tidos em consideração os elementos de avaliação a seguir enumerados, essenciais para o desenvolvimento do

Leia mais

CONEXÕES E REGULARIDADES NO ENSINO DA MATEMÁTICA. Rudinei José Miola

CONEXÕES E REGULARIDADES NO ENSINO DA MATEMÁTICA. Rudinei José Miola CONEXÕES E REGULARIDADES NO ENSINO DA MATEMÁTICA Rudinei José Miola rmiola@positivo.com.br PARA INÍCIO DE CONVERSA ATIVIDADE MATEMÁTICA Por atividade matemática deve entender-se uma mescla entre tarefa,

Leia mais

A N A L Ú C I A D O S S A N T O S

A N A L Ú C I A D O S S A N T O S CONCEPÇÕES EPISTEMOLÓGICAS A N A L Ú C I A D O S S A N T O S OBJETIVOS D E S C O N S T R U I R E R E C O N S T R U I R A I D E N T I D A D E P R O F I S S I O N A L D O S F U N C I O N Á R I O S DA E D

Leia mais

FARINA. anos. Fazendo sucesso em aprovações! SISTEMA DE ENSINO SISTEMA ARI DE SÁ

FARINA. anos. Fazendo sucesso em aprovações! SISTEMA DE ENSINO SISTEMA ARI DE SÁ FARINA SISTEMA DE ENSINO SISTEMA ARI DE SÁ anos Fazendo sucesso em aprovações! Parceria FARINA SISTEMA DE ENSINO ENEM 1 PENTACAMPEÃ LUGAR Em Mato Grosso anos Fazendo sucesso em aprovações! Parceria SISTEMA

Leia mais

Astronomia em Sala de Aula. Patrícia F. Spinelli (MAST)

Astronomia em Sala de Aula. Patrícia F. Spinelli (MAST) Astronomia em Sala de Aula Patrícia F. Spinelli (MAST) I. Por que estudar astronomia? Tecnologias e descobertas oriundas da pesquisa em Astronomia Detecção de objetos fracos Busca de planetas extrassolares

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Plano de Trabalho Docente 2014

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Plano de Trabalho Docente 2014 Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Ensino Médio ETEC MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ/SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas tecnologias Componente Curricular: Química Série:

Leia mais

CURSOS / OFICINAS DE ENSINO 1º SEMESTRE 2017 (2016.2)

CURSOS / OFICINAS DE ENSINO 1º SEMESTRE 2017 (2016.2) CURSOS / OFICINAS DE ENSINO 1º SEMESTRE 2017 (2016.2) MUNICIPIOS CURSO / OFICINA / CH OBJETIVO PÚBLICO ALVO DATAS Água Branca Amarante Anísio de Abreu Estatística Básica aplicada a Educação 30h Computação

Leia mais

Ensino Fundamental 1

Ensino Fundamental 1 Relação de livros adotados - Moderna.Compartilha Ensino Fundamental 1 1º Ano Ensino Fundamental 1. Integrado: Projeto Buriti Ciências História Geografia 1º ano - 3ª edição 2. Inglês: Fun Way 1 Premium

Leia mais

O processo de ensino e aprendizagem em Ciências no Ensino Fundamental. Aula 2

O processo de ensino e aprendizagem em Ciências no Ensino Fundamental. Aula 2 O processo de ensino e aprendizagem em Ciências no Ensino Fundamental Aula 2 Objetivos da aula Conhecer os a pluralidade de interpretações sobre os processos de ensino aprendizagem em Ciências; Discutir

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: Padre José Nunes Dias Código: 075 Município: Monte Aprazível Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO INTERNA TERCEIRO CICLO DO ENSINO BÁSICO 7.º ANO. Ano letivo 2013/2014

AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO INTERNA TERCEIRO CICLO DO ENSINO BÁSICO 7.º ANO. Ano letivo 2013/2014 AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO TERCEIRO CICLO DO ENSINO BÁSICO 7.º ANO Ano letivo 2013/2014 AVALIAÇÃO INTERNA A avaliação é um elemento integrante e regulador da prática educativa que permite a recolha

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE CURSOS DE ATUALIZAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO, COM FORMAÇÃO CONTINUADA

PROJETO BÁSICO DE CURSOS DE ATUALIZAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO, COM FORMAÇÃO CONTINUADA 1 PROJETO BÁSICO DE CURSOS DE ATUALIZAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO, COM FORMAÇÃO CONTINUADA 1. JUSTIFICATIVA DA PROPOSIÇÃO: 1.1.1. O Programa de Formação Continuada, para a Coordenação e Implementação das Diretrizes

Leia mais

Escola Superior de Educação Instituto Politécnico de Bragança. Mestrado Educação Pré-Escolar e Professor do 1.º Ciclo do Ensino Básico

Escola Superior de Educação Instituto Politécnico de Bragança. Mestrado Educação Pré-Escolar e Professor do 1.º Ciclo do Ensino Básico Escola Superior de Educação Instituto Politécnico de Bragança Mestrado Educação Pré-Escolar e Professor do 1.º Ciclo do Ensino Básico Unidade Curricular Didáctica da Matemática Algumas Tarefas 2008 / 2009

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2º TRIMESTRE

PLANO DE ENSINO 2º TRIMESTRE Componente Curricular: GEOGRAFIA Professor: AYANNE, ANDREIA, CLEYDI, FRANCISCA, JULIANY, MARIA DO CARMO, MARIA EVILÂNIA Segmento: ENS. FUND. I Ano/Série: 4º ANO Apresentação da disciplina A educação em

Leia mais

Características das questões Abordagem direta de conceitos clássicos e de temas da atualidade Interligação com assuntos do cotidiano Emprego de

Características das questões Abordagem direta de conceitos clássicos e de temas da atualidade Interligação com assuntos do cotidiano Emprego de Prof. Paulo Inácio Características das questões Abordagem direta de conceitos clássicos e de temas da atualidade Interligação com assuntos do cotidiano Emprego de Pequenos textos (geógrafos clássicos,

Leia mais

CONEXÃO FAMETRO: ÉTICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE XII SEMANA ACADÊMICA ISSN:

CONEXÃO FAMETRO: ÉTICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE XII SEMANA ACADÊMICA ISSN: CONEXÃO FAMETRO: ÉTICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE XII SEMANA ACADÊMICA ISSN: 2357-8645 PROMOVENDO O MELHOR APRENDIZADO DOS ALUNOS: ELABORAÇÃO DE APOSTILA DE CITOLOGIA Camilla Maria Campelo De Araújo

Leia mais

FACULDADE INTERDISCIPLINAR DE HUMANIDADES CURSO: BACHARELADO EM HUMANIDADES CURSOS: LICENCIATURAS GEOGRAFIA, HISTÓRIA, LETRAS PORTUGUÊS/INGLÊS,

FACULDADE INTERDISCIPLINAR DE HUMANIDADES CURSO: BACHARELADO EM HUMANIDADES CURSOS: LICENCIATURAS GEOGRAFIA, HISTÓRIA, LETRAS PORTUGUÊS/INGLÊS, FACULDADE INTERDISCIPLINAR DE HUMANIDADES CURSO: BACHARELADO EM HUMANIDADES CURSOS: LICENCIATURAS GEOGRAFIA, HISTÓRIA, LETRAS PORTUGUÊS/INGLÊS, LETRAS PORTUGUÊS/ESPANHOL, PEDAGOGIA EIXO DE FORMAÇÃO DE

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 5º semestre

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 5º semestre EIXO TECNOLÓGICO: Ensino Superior Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU:( )integrado( )subsequente( ) concomitante ( ) bacharelado( x )licenciatura( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL - NÍVEL 1 C

EDUCAÇÃO INFANTIL - NÍVEL 1 C EDUCAÇÃO INFANTIL - NÍVEL 1 A Linguagem Música Matemática Estudos Sociais Linguagem Matemática Linguagem Religião Recreação Ciências Ciências Matemática Estudos Sociais EDUCAÇÃO INFANTIL - NÍVEL 1 B Linguagem

Leia mais

AGA 210 Introdução à Astronomia. Apresentação do Curso

AGA 210 Introdução à Astronomia. Apresentação do Curso AGA 210 Introdução à Astronomia 2o Semestre de 2015 Apresentação do Curso Segundas e quintas das 16h as 18h, site: www.astro.iag.usp.br/~aga210 Disponibilização dos Roteiros-Aulas Profa. Sandra dos Anjos,

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de São Paulo. Curso 08LEM11 - Licenciatura em Educação Musical. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de São Paulo. Curso 08LEM11 - Licenciatura em Educação Musical. Ênfase Curso 08LEM11 - Licenciatura em Educação Musical Ênfase Identificação Disciplina LEM1275T1 - Educação Musical I Docente(s) Margarete Arroyo Unidade Instituto de Artes Departamento Departamento de Música

Leia mais

1º ANO ENSINO MÉDIO FEVEREIRO

1º ANO ENSINO MÉDIO FEVEREIRO FEVEREIRO 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 1 INÍCIO DAS AULAS 2016 4 REUNIÃO INICIAL - 18h40 8 A 12 RECESSO MARÇO 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL MATERIAL

EDUCAÇÃO INFANTIL MATERIAL MATERIAIS DIDÁTICOS DO SISTEMA POSITIVO DE ENSINO 2013 alunos * professor º EDUCAÇÃO INFANTIL Grupo 1 Grupo 2 Grupo 3 Grupo 4 Grupo 5 Eixos: Movimento, Música, Artes Visuais, Linguagem Oral e Escrita,

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC)

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) Ano letivo 2015-2016 Ano/Semestre curricular 1º Semestre Curso Unidade Curricular [designação e tipo/se é do tipo obrigatório ou optativo] (máx100 caracteres) Língua de

Leia mais

Oficina de Apropriação de Resultados PAEBES 2013

Oficina de Apropriação de Resultados PAEBES 2013 Oficina de Apropriação de Resultados PAEBES 2013 Oficina de Apropriação de Resultados de BIOLOGIA Dinâmica Eu não sou eu.sou o momento:passo. Mario Quintana Objetivos: Interpretar os resultados da avaliação

Leia mais

CURSO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM. AULA 1 Busca de materiais pedagógicos na Internet e sua aplicação em sala de aula

CURSO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM. AULA 1 Busca de materiais pedagógicos na Internet e sua aplicação em sala de aula CURSO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM Lisiane Cristina Amplatz CRTE Toledo AULA 1 Busca de materiais pedagógicos na Internet e sua aplicação em sala de aula Navegando pelo Portal Dia a dia Educação www.diaadia.pr.gov.br

Leia mais

INSTRUÇÃO Nº 015/2010-SUED/SEED

INSTRUÇÃO Nº 015/2010-SUED/SEED INSTRUÇÃO Nº 015/2010-SUED/SEED A Superintendente da Educação, no uso de suas atribuições e considerando: - a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n.o 9.394/96; - a Lei Federal n. 10.793/03 e

Leia mais

Do Alicerce ao Telhado E.E. Prof. Gabriel Pozzi Sala 3 / Sessão 1

Do Alicerce ao Telhado E.E. Prof. Gabriel Pozzi Sala 3 / Sessão 1 Do Alicerce ao Telhado E.E. Prof. Gabriel Pozzi Sala 3 / Sessão 1 Professor(es) Apresentador(es): Altair Aparecido Gonçalves Ângela de Moura Alves Dias Realização: Foco A disciplina Eletiva Do Alicerce

Leia mais

A INSERÇÃO DA DANÇA NO CURRÍCULO EM ESCOLAS PÚBLICAS DO RIO DE JANEIRO/BRASIL. Cecília Silvano Batalha UFRJ Giseli Barreto da Cruz UFRJ

A INSERÇÃO DA DANÇA NO CURRÍCULO EM ESCOLAS PÚBLICAS DO RIO DE JANEIRO/BRASIL. Cecília Silvano Batalha UFRJ Giseli Barreto da Cruz UFRJ A INSERÇÃO DA DANÇA NO CURRÍCULO EM ESCOLAS PÚBLICAS DO RIO DE JANEIRO/BRASIL Cecília Silvano Batalha UFRJ Giseli Barreto da Cruz UFRJ A INSERÇÃO DA DANÇA NO CURRÍCULO EM ESCOLAS PÚBLICAS DO RIO DE JANEIRO/BRASIL

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE 2ª COORDENADORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE 2ª COORDENADORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE 2ª COORDENADORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO 8º ENCONTRO PARA ESTUDOS COM ORIENTADORES Agosto de 2014 FORMADORA REGIONAL: Elyda Cristina

Leia mais

PROJETO DO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO EM INFORMÁTICA

PROJETO DO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO EM INFORMÁTICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO. CAMPUS CERES DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL PROJETO DO

Leia mais

Ensino Fundamental 1

Ensino Fundamental 1 Relação de livros adotados - Moderna.Compartilha Ensino Fundamental 1 1º Ano Ensino Fundamental 1. Integrado: Projeto Buriti Ciências História Geografia 1º ano - 3ª edição 2. Inglês: Fun Way 1 Premium

Leia mais

BERÇARISTA. CURSO 180h: CURSO 260h:

BERÇARISTA. CURSO 180h: CURSO 260h: ARTES ENSINO FUNDAMENTAL Histórico do ensino da arte no brasil. Educação por meio da arte. Histórico do ensino da arte no brasil. Educação por meio da arte. Artes e educação, concepções teóricas. Histórico

Leia mais

Matrículas no 12.º ano- Ano letivo 2014/2015 Elencos de disciplinas. Curso científico-humanístico de Ciências e Tecnologias

Matrículas no 12.º ano- Ano letivo 2014/2015 Elencos de disciplinas. Curso científico-humanístico de Ciências e Tecnologias Matrículas no 1.º ano- Ano letivo 014/015 Elencos de disciplinas Curso científico-humanístico de Ciências e Tecnologias Alunos do 11.º Ano -Turmas 1,, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 1,5 Matemática A 3,5

Leia mais

A MODELIX ROBOTICS INOVA NA METODOLOGIA DE ENSINO DA ROBÓTICA

A MODELIX ROBOTICS INOVA NA METODOLOGIA DE ENSINO DA ROBÓTICA A MODELIX ROBOTICS INOVA NA METODOLOGIA DE ENSINO DA ROBÓTICA A novidade agora é que os kits didáticos, que ensinam desde os fundamentos das ciências até a programação de robôs, podem ser adquiridos pelas

Leia mais

Turismo - Voyage Tour E.E. Prof. Francisco Pereira da Silva Sala 13-1ª Sessão

Turismo - Voyage Tour E.E. Prof. Francisco Pereira da Silva Sala 13-1ª Sessão Turismo - Voyage Tour E.E. Prof. Francisco Pereira da Silva Sala 13-1ª Sessão Professor(es) Apresentador(es): Kamila Vieira Machado Realização: Foco Nosso trabalho foi multidisciplinar, com foco nas disciplinas

Leia mais