Prof. Marcos Valin Jr. Por quê Impermeabilização. 1

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prof. Marcos Valin Jr. Por quê Impermeabilização. www.mvalin.com.br 1"

Transcrição

1 Por quê Impermeabilizar 1

2 2

3 3

4 O concreto e as argamassas utilizadas nos revestimentos possuem poros, trincas epequenas fissuras, na maioria das vezes imperceptíveis, mas que, com a presença da água acabam dando origem a pontos de umidade ou atémesmovazamentos. A previne a ocorrência de tais problemas evitando ocontatodaáguacomaconstrução. 4

5 Aimpermeabilizaçãoéexecutada emáreas molhadas (banheiros, cozinhas, áreas de serviço), laje de cobertura, caixas d água de concreto armado, poços de elevadores, terraços efloreiras. Gênesis 6:14-16 "Faze uma arca de tábuas de cipreste; nela farás compartimentos eacalafetarás com betume por dentro epor fora. Deste modo a farás: de trezentos côvados será ocomprimento, de cinquenta, a largura, eaaltura, de trinta. Farás ao seu redor uma abertura de um côvado de alto; aporta da arca colocarás lateralmente; farás pavimentosna arca: umembaixo, umsegundo eumterceiro. 5

6 A impermeabilização é de fundamental importância na durabilidade das construções, pois os agentes trazidos pela água e os poluentes existentes no ar causam danos irreversíveis aestrutura eprejuízos financeiros difíceis de serem contornados. Aimpermeabilização éfator importantíssimo para asegurançadaedificação epara aintegridade física do usuário. Normas ABNT NBR 9575: Seleção e projeto ABNT NBR 9574:2008 -Execução de impermeabilização 6

7 Custo Preparação da Base Todo o serviço de impermeabilização deverá preceder-se da preparaçãodabase: Aárea de impermeabilização deverá estar isenta de qualquer tipo de sujeira (pó, restos de madeiras, pontas de ferro, tijolos, óleos ou graxas); Alimpeza daárea deveráserfeita comáguaemabundância; Todas as tubulações ou peças embutidas deverão já estar fixadas em seuslugares; Eventuais ninhos ou cavidades deverão ser cuidadosamente preenchidas, comargamassadecimentoeareia, no traço1:3 7

8 Preparação da Base Para preparação da base, deverão ser adotados alguns cuidados básicos,descritos aseguir: Aplicação de uma camada de argamassa de regularização, obedecendo os caimentos necessários; Os ralos deverãoserchumbados; O preparo da argamassa de regularização, se possível deverá ser feito em betoneira, com traço de 1:3; A textura do acabamento da superfície deverá ser rústica, obtida comdesempenadeira demadeira; Preparação da Base Após a aplicação da argamassa deverá se esperar no mínimo 48 horas, para o início dos serviços de impermeabilização; Acamada de regularização deverá ter no mínimo 2cm de espessura, devendo nos cantos e arestas (verticais e horizontais) seremarredondadas emmeia cana; As superfícies horizontais deverão ter caimento mínimo de 1%, emdireção aos pontosde escoamentodaágua; Em seguida será descrito alguns processos de impermeabilização: 8

9 Tipos de IMPERMEABILIZAÇÃORÍGIDA; CRISTALIZAÇÃO; MANTAASFÁLTICA; Existem outros métodos utilizados para impermeabilização, os citados acima são os mais comuns, em casos especiais recomenda-se tomar informações mais minuciosas sobre o assunto. Rígida Consiste na adição de produto impermeabilizante à argamassade cimentoeareia; Aargamassa poderá ser autilizada para revestimentos de subsolos, alicerces, caixas d água erevestimentos de paredes emgeral; Para se obter um funcionamento não podemos aplicar em superfícies queapresentarem trincas ou fissuras; A superfície deverá estar limpa e áspera para melhor aderência; Deve-se aplicar duas a três demãos de argamassa, intercalada comumacamadadechapisco entre elas; Aespessurafinal dorevestimentovariará entre2e3cm. 9

10 Cristalização Éexecutada com autilização de cimento cristalizante, que são cimentos dotados de aditivos químicos minerais, de pega rápida eultra-rápida, resistente asulfatos, que penetram por porosidade nos capilares da estrutura, cristalizando-se em presença deáguaouumidade; Após a execução do preparo da base a ser impermeabilizada,deve-seencharcarcomágua; Aplica-seumademãodoimpermeabilizante; Após um intervalo de 30 minutos, aplicar mais duas demãos,emsentidocruzadoao dademãoanterior; Em caso de se detectar um ponto de vazamento, poderá ser executado o tamponamento com cimento cristalizante de endurecimento rápido, aplicando-se purosobreofuro; Cristalização Esse processo de impermeabilização poderá ser utilizado em piscinas, poços de elevadoreseáreasmolhadas. 10

11 Manta Asfáltica Primeiramentefaz-sealimpezadasuperfície; Aplica-se uma demão de primer (pintura de ligação), com pincel ou rolo, aguardando aproximadamente 4 horaspara asecagemcompleta; Em seguida faz-se aaplicação com manta asfáltica, que deverá ser aquecida com maçarico junto àsuperfície,àmedidaque for sendo desenrolada, procedendo-se a colagem da mesma com o auxílio de espátula; Manta Asfáltica Após acolocação da primeira manta as demais serão colocadas com uma sobreposição de 10 cm nas bordas para que haja uma perfeita continuidade em toda a superfície impermeabilizada; Deverão eliminar todas as bolhas de ar que se formem entre amanta ea superfície; 11

12 Manta Asfáltica A seguir cobre-se essa manta com uma camada de proteção feita com argamassa de cimento eareia (traço 1:4) eespessura de 1cm, no caso de áreas molhadas; Quando for impermeabilizar lajes de subsolos, coberturas, terraços e piscinas recomenda-se utilizar uma manta asfáltica reforçada com asfaltooxidado; Manta Asfáltica Depois de prontofaz-se otestede eficiênciacom umalâmina de águacomduração de72 horas. 12

13 Marcas e Produtos 13

14 Prof. Marcos de Oliveira Valin Jr

Unisalesiano Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil. Construção Civil II. Impermeabilização. Prof. André L.

Unisalesiano Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil. Construção Civil II. Impermeabilização. Prof. André L. Unisalesiano Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Construção Civil II Impermeabilização Prof. André L. Gamino Normalização ABNT: Termos Gerais NBR 9575 (2010): Impermeabilização

Leia mais

VEDAJÁ é um revestimento impermeável de alta aderência e de fácil aplicação.

VEDAJÁ é um revestimento impermeável de alta aderência e de fácil aplicação. Descrição VEDAJÁ é um revestimento impermeável de alta aderência e de fácil aplicação. Pode ser aplicado sobre concreto, alvenaria e argamassa. VEDAJÁ proporciona impermeabilidade, mesmo com a ocorrência

Leia mais

Construção. Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos. Características / Vantagens.

Construção. Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos. Características / Vantagens. Ficha do Produto Edição 22/04/2011 Sikacim Impermeabilizante Construção Sikacim Impermeabilizante Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos Características

Leia mais

Impermeabilização de edificações residenciais urbanas

Impermeabilização de edificações residenciais urbanas Impermeabilização de edificações residenciais urbanas Serviços Reparo - Proteção Impermeabilização - Graute Atuação em todo território nacional em obras de infraestrutura www.rossetiimper.com.br Aplicador

Leia mais

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável e elástica.

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável e elástica. Descrição VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável e elástica. Características Densidade: 1,02 g/cm 3 Aparência: Cor preta Composição básica: emulsão asfáltica modificada com elastômeros

Leia mais

MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade.

MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade. Data da última revisão: 03/2011 DEFINIÇÃO MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade. MANTA POLIMÉRICA é fácil

Leia mais

Execução de projetos com vista à impermeabilização

Execução de projetos com vista à impermeabilização Execução de projetos com vista à impermeabilização O arquiteto e o engenheiro, ao realizar um projeto para qualquer tipo de construção, devem preocupar-se com os problemas de impermeabilização já durante

Leia mais

VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade.

VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade. Descrição VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade. Adere perfeitamente ao concreto, à alvenaria e à argamassa. VEDATOP não é tinta de acabamento,

Leia mais

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia MEMORIAL DESCRITIVO Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Sumário 1.Considerações gerais...1 2.Serviços

Leia mais

Construção. Aditivo impermeabilizante de pega normal para argamassa e concreto não armado. Descrição do Produto. Usos. Características/ Vantagens

Construção. Aditivo impermeabilizante de pega normal para argamassa e concreto não armado. Descrição do Produto. Usos. Características/ Vantagens Ficha do Produto Edição 18/5/2010 Sika 1 Construção Sika 1 Aditivo impermeabilizante de pega normal para argamassa e concreto não armado Descrição do Produto Usos Características/ Vantagens Dados do Produto

Leia mais

lwarflex Manta asfáltica

lwarflex Manta asfáltica 8 lwarflex Manta asfáltica Manta impermeabilizante pré-fabricada à base de asfalto modificado com polímeros estruturada com poliéster pré-estabilizado. É necessário fazer proteção mecânica para proteção

Leia mais

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar:

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar: COMO INSTALAR : Importante para uma perfeita instalação, obter o resultado especificado pela Revitech Pisos e esperado pelo cliente, a utilização das ferramentas corretas. Ferramentas como a desempenadeira,

Leia mais

MOGIBASE IMPERMEABILIZANTE DE CONCRETO E ARGAMASSAS

MOGIBASE IMPERMEABILIZANTE DE CONCRETO E ARGAMASSAS MOGIBASE IMPERMEABILIZANTE DE CONCRETO E ARGAMASSAS COMPOSIÇÃO: Sais inorgânicos e estabilizantes. PROPRIEDADES: Impermeabilizante de concreto e argamassas. MOGIBASE é de fácil aplicação e não altera os

Leia mais

O QUARTO ELEMENTO DA CONSTRUÇÃO

O QUARTO ELEMENTO DA CONSTRUÇÃO O QUARTO ELEMENTO DA CONSTRUÇÃO Porque Impermeabilizar? O que leva construtoras, construtores, proprietários de imóveis, etc... a procura de impermeabilizantes? De cada 10 pessoas que procuram produtos

Leia mais

Em toda construção o natural é ter técnica.

Em toda construção o natural é ter técnica. Em toda construção o natural é ter técnica. A TECNIKA iniciou suas atividades em meados de 2003, impulsionada pela demanda do mercado, sempre preocupada em buscar e oferecer soluções técnicas inovadoras,

Leia mais

IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES

IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES Prof. Marco Pádua A cobertura é uma fase importante da edificação. Não só a questão estética deve ser considerada, como a escolha dos elementos, a posição

Leia mais

Internacional SOLUTIONS

Internacional SOLUTIONS Internacional SOLUTIONS SILICONE NEUTRO Silicone neutro Impermeabilizante de uso profissional. Inodoro e com fungicida. ADERE EM: Madeira, concreto, tijolo, vidro, PVC, plástico, alumínio, etc. APLICAÇÃO:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV Técnicas Construtivas. Prof. Guilherme Brigolini

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV Técnicas Construtivas. Prof. Guilherme Brigolini UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV Técnicas Construtivas Prof. Guilherme Brigolini Impermeabilidade das construções Impedir a passagem indesejável água, fluído e vapores Pode conter

Leia mais

Soluções de Alto Desempenho para Construção PRODUTO MULTIUSO PARA OBRAS ECONÔMICAS

Soluções de Alto Desempenho para Construção PRODUTO MULTIUSO PARA OBRAS ECONÔMICAS Soluções de Alto Desempenho para Construção PRODUTO MULTIUSO PARA OBRAS ECONÔMICAS + + desempenho por m² AMP ARGAMASSA MODIFICADA COM POLÍMERO ( + ) MEMBRANA POLIMÉRICA O BAUCRYL ECOVEDA é um polímero

Leia mais

Sistemas de Impermeabilização

Sistemas de Impermeabilização Sistemas de Impermeabilização Projecto de Construção CET Seia Eng. Sá Neves Eng. Sá Neve Sistema invertido ou tradicional : Os sistemas em cobertura invertida são os mais aconselháveis devido a maior durabilidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV Patologia das Construções. Patologia: Impermeabilização X Umidade

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV Patologia das Construções. Patologia: Impermeabilização X Umidade UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV Patologia das Construções Patologia: Impermeabilização X Umidade Impermeabilidade das construções Impedir a passagem indesejável água, fluído e

Leia mais

MACTRASET foi desenvolvido para evitar e eliminar definitivamente umidade e infiltrações, sendo de preparo e aplicação muito fáceis.

MACTRASET foi desenvolvido para evitar e eliminar definitivamente umidade e infiltrações, sendo de preparo e aplicação muito fáceis. Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO MACTRASET foi desenvolvido para evitar e eliminar definitivamente umidade e infiltrações, sendo de preparo e aplicação muito fáceis. MACTRASET resiste às pressões

Leia mais

UMIDADES E IMPERMEABILIZAÇÕES

UMIDADES E IMPERMEABILIZAÇÕES 200888 Técnicas das Construções I UMIDADES E IMPERMEABILIZAÇÕES Prof. Carlos Eduardo Troccoli Pastana pastana@projeta.com.br (14) 3422-4244 AULA 5 o Impermeabilização é a proteção das construções contra

Leia mais

Passo a passo: Impermeabilização em drywall

Passo a passo: Impermeabilização em drywall Passo a passo: Impermeabilização em drywall Banheiros de casa em steel frame são fechados com chapas de gesso específicas para esse fim. Veja como impermeabilizar corretamente esses ambientes Casas em

Leia mais

VEDBEM PRESSÃO é uma argamassa polimérica acrílica de alta performance, totalmente flexível, resistente à trincas, movimentações e grandes pressões.

VEDBEM PRESSÃO é uma argamassa polimérica acrílica de alta performance, totalmente flexível, resistente à trincas, movimentações e grandes pressões. Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO VEDBEM PRESSÃO é uma argamassa polimérica acrílica de alta performance, totalmente flexível, resistente à trincas, movimentações e grandes pressões. VEDBEM PRESSÃO

Leia mais

Belo Horizonte - MG Interface com Outros Subsistemas

Belo Horizonte - MG Interface com Outros Subsistemas Belo Horizonte - MG Interface com Outros Subsistemas 10/11/2009 Carlos Chaves LOG Gestão de Obras Subsistemas Deus está nos detalhes Mies van der Rohe (1886-1969) Pavilhão alemão na Feira Mundial de Barcelona

Leia mais

Resistente à altas pressões hidrostáticas, tanto positivas quanto negativas; Não altera a potabilidade da água, sendo atóxico e inodoro;

Resistente à altas pressões hidrostáticas, tanto positivas quanto negativas; Não altera a potabilidade da água, sendo atóxico e inodoro; VIAPLUS BRANCO 1. Descrição Revestimento impermeabilizante, semiflexível, bicomponente (A+B), à base de cimentos especiais, aditivos minerais e polímeros de excelentes características impermeabilizantes.

Leia mais

Construção Civil. Impermeabilização e Injeção

Construção Civil. Impermeabilização e Injeção Construção Civil Impermeabilização e Injeção Membranas moldadas in loco Vantagens da aplicação moldada in loco Agilidade na aplicação Requer cota mínima Aplicado a frio Molda-se perfeitamente ao substrato

Leia mais

MASSA LISA PROTEC. Embalagem: Saco de 20 kg Consumo: 1,0 a 1,3 kg/m² por milímetro de espessura

MASSA LISA PROTEC. Embalagem: Saco de 20 kg Consumo: 1,0 a 1,3 kg/m² por milímetro de espessura MASSA LISA Massa extra-lisa para revestimento de paredes e tetos. Substitui a massa corrida e o gesso, reduzindo o uso de lixas. Sem desperdício e de rápida aplicação; Reduz o uso de lixas; Aplicação sobre

Leia mais

IMPERMEABILIZAÇÃO EM EDIFICAÇÕES

IMPERMEABILIZAÇÃO EM EDIFICAÇÕES IMPERMEABILIZAÇÃO EM EDIFICAÇÕES Necessidade da impermeabilização Introdução a Impermeabilização Projeto de impermeabilização Execução de impermeabilização 1 - A NECESSIDADE DA IMPERMEABILIZAÇÃO Problemas

Leia mais

APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5

APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5 APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5 1.0 - DESCRIÇÃO Esta literatura tem por finalidade servir de guia de aplicação do Elastron sobre Estruturas de Concreto e a Preparação do Substrato. O Sistema consistirá

Leia mais

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável, elástica e de grande durabilidade.

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável, elástica e de grande durabilidade. Descrição VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável, elástica e de grande durabilidade. Aplicação Campos de Aplicação - Impermeabilização de:. lajes de cobertura;. terraços;. calhas de concreto;.

Leia mais

Excelente aderência quando aplicado sobre superfícies de concreto ou argamassa;

Excelente aderência quando aplicado sobre superfícies de concreto ou argamassa; VIAPLUS 7000-FIBRAS 1. Descrição Impermeabilizante à base de resinas termoplásticas e cimentos com aditivos e incorporação de fibras sintéticas (polipropileno). Essa composição resulta em uma membrana

Leia mais

VEDAPREN. Densidade: 1,02 g/cm³ Aparência: Preto(a) Composição básica: Emulsão asfáltica modificada com elastômeros. Validade: 24 meses

VEDAPREN. Densidade: 1,02 g/cm³ Aparência: Preto(a) Composição básica: Emulsão asfáltica modificada com elastômeros. Validade: 24 meses Produto VEDAPREN é uma manta líquida, de base asfalto e aplicação a frio, pronta para uso e moldada no local. Cobre a estrutura com uma proteção impermeável. Apresenta ótimas características de elasticidade

Leia mais

Ficha Técnica de Produto Biomassa Piso e Azulejo Rápido Código: APR001

Ficha Técnica de Produto Biomassa Piso e Azulejo Rápido Código: APR001 1. Descrição: A é mais uma argamassa inovadora, de alta tecnologia e desempenho, que apresenta vantagens econômicas e sustentáveis para o assentamento e sobreposição de pisos, azulejos e pastilhas. O principal

Leia mais

Prefeitura Municipal de Piratini

Prefeitura Municipal de Piratini MEMORIAL DESCRITIVO O presente Memorial Descritivo visa estabelecer as condições de materiais e execução referentes à construção de um Vestiário Esportivo, localizado na Av. 6 de julho s/n, em Piratini/RS,

Leia mais

IMPERMEABILIZAÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II

IMPERMEABILIZAÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II IMPERMEABILIZAÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II SISTEMAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO Conjunto de produtos e serviços destinados a conferir

Leia mais

A OCORRÊNCIA DE EFLORESCÊNCIA EM LOCAIS IMPERMEABILIZADOS COM MANTA ASFÁLTICA

A OCORRÊNCIA DE EFLORESCÊNCIA EM LOCAIS IMPERMEABILIZADOS COM MANTA ASFÁLTICA A OCORRÊNCIA DE EFLORESCÊNCIA EM LOCAIS IMPERMEABILIZADOS COM MANTA ASFÁLTICA IRENE DE AZEVEDO LIMA JOFFILY (1) ANA LUIZA ALVES DE OLIVEIRA (2) (1) Professora UniCeub/Virtus Soluções (2) Graduanda em Engenharia

Leia mais

CONTRAPISO Documentos de referência Condições para o início dos trabalhos Preparo da base Marcação do nível do contrapiso

CONTRAPISO Documentos de referência Condições para o início dos trabalhos Preparo da base Marcação do nível do contrapiso CONTRAPISO 1 camada (s) de argamassa (s) que pode ser aplicada sobre a laje ou lastro de concreto, sobre camada de impermeabilização* ou sobre camada de isolamento térmico/acústico* (* na maioria das vezes

Leia mais

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos Paredes internas Estrutura leve GESSO ACARTONADO Fixado em perfis de chapa de aço galvanizado (esqueleto de guias e montantes) Parede: chapas de gesso em uma ou mais camadas Superfície pronta para o acabamento

Leia mais

Sika Lâmina Asfáltica Alumínio. Lâmina asfáltica com acabamento em alumínio para sistemas impermeabilizantes multicamadas.

Sika Lâmina Asfáltica Alumínio. Lâmina asfáltica com acabamento em alumínio para sistemas impermeabilizantes multicamadas. Ficha do Produto Edição 29/10/2015 Erro! Fonte de referência não encontrada. Lâmina asfáltica com acabamento em alumínio para sistemas impermeabilizantes multicamadas. Descrição do Produto Usos é um produto

Leia mais

Revestimentos de Alto Desempenho - RAD

Revestimentos de Alto Desempenho - RAD Revestimentos de Alto Desempenho - RAD O mercado de revestimentos para pisos de concreto se desenvolveu mais expressivamente no Brasil na década de 1980. Foi nesse momento que os revestimentos autonivelantes

Leia mais

Impermeável Protector Resistente impermeabilizações objectivo - problema - solução objectivo 1 Prevenir a infiltração de água para os pavimentos e paredes das cozinhas, casas de banho, balneários e outros

Leia mais

BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL

BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL Indice ALVENARIA ESTRUTURAL MANUAL DE EXECUÇÃO E TREINAMENTO...1 O QUE É ALVENARIA ESTRUTURAL?...1 Seu trabalho fica mais fácil...1 CUIDADOS QUE

Leia mais

Aula 24: IMPERMEABILIZAÇÃO SISTEMAS E EXECUÇÃO

Aula 24: IMPERMEABILIZAÇÃO SISTEMAS E EXECUÇÃO PCC-2436 ecnologia da Construção de Edifícios II Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Construção Civil PCC-2436 ecnologia da Construção de Edifícios II SISEMAS

Leia mais

membrana impermeabilizante

membrana impermeabilizante 01 Descrição: votomassa é uma impermeável flexível e antifissura resistente a cargas, que dispensa o uso de telas, para aplicação em diversos substratos. 02 Classificação técnica: ANTES Hydro Ban votomassa

Leia mais

Construção de Edifícios I Instalações Sanitárias 21-26

Construção de Edifícios I Instalações Sanitárias 21-26 Construção de Edifícios I Instalações Sanitárias 21-26 6. FOSSAS SEPTICAS As fossas sépticas são unidades de tratamento primário de esgotos domésticos que detêm os despejos por um período que permita a

Leia mais

Elastron, membrana anticorrosiva e impermeabilizante. Fácil, a frio e sem juntas.

Elastron, membrana anticorrosiva e impermeabilizante. Fácil, a frio e sem juntas. Elastron, membrana anticorrosiva e impermeabilizante. Fácil, a frio e sem juntas. SOMA DE VALORES A JR Tecnologia em Superfícies (nome fantasia) iniciou suas atividades em 1991 com o nome JR Gonçalves

Leia mais

Gesso Acartonado CONCEITO

Gesso Acartonado CONCEITO CONCEITO As paredes de gesso acartonado ou Drywall, são destinados a dividir espaços internos de uma mesma unidade. O painel é composto por um miolo de gesso revestido por um cartão especial, usado na

Leia mais

Manual do impermeabilizador

Manual do impermeabilizador 1 Manual do impermeabilizador Preparação e aplicação em superfícies cimenticia Índice INTRODUÇÃO PROJETO DE IMPERMEABILIZAÇÃO ESTATÍSTICAS NORMAS TÉCNICAS ELABORAÇÃO DO PROJETO DE IMPERMEABILIZAÇÃO NBR

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DE PROJETOS E DESENHOS FICA NESSA OPÇÃO JUNTAS DE CONCRETAGEM PISO E PAREDES 14 JUNTAS DE CONCRETAGEM INTERFACE PISO E PAREDE 15

ESPECIFICAÇÕES DE PROJETOS E DESENHOS FICA NESSA OPÇÃO JUNTAS DE CONCRETAGEM PISO E PAREDES 14 JUNTAS DE CONCRETAGEM INTERFACE PISO E PAREDE 15 ESPECIFICAÇÕES DE PROJETOS E DESENHOS FICA NESSA OPÇÃO JUNTAS DE CONCRETAGEM PISO E PAREDES 14 JUNTAS DE CONCRETAGEM INTERFACE PISO E PAREDE 15 PAREDES DE FUNDAÇÃO APLICAÇÃO INTERNA 16 PAREDES DE BLOCOS

Leia mais

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 07. PISOS

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 07. PISOS DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 07. PISOS Av. Torres de Oliveira, 76 - Jaguaré CEP 05347-902 - São Paulo / SP PISOS 1. CONTRAPISO E REGULARIZAÇÃO COM ARGAMASSA No caso de fundação em radier os pisos já contarão

Leia mais

SIGMA IMPERMEABILIZANTE 1

SIGMA IMPERMEABILIZANTE 1 1 A manta líquida SIGMA foi especialmente desenvolvida para ser aplicada nas áreas da construção civil formando uma camada impermeável e elástica, impedindo a umidade e infiltração de água em materiais

Leia mais

Sika Manta PS Tipo II 3mm Alumínio. Manta asfáltica com acabamento em alumínio para impermeabilização. 10 metros 1 metro. 3 mm.

Sika Manta PS Tipo II 3mm Alumínio. Manta asfáltica com acabamento em alumínio para impermeabilização. 10 metros 1 metro. 3 mm. Ficha do Produto Edição 16/09/2015 Sika Manta PS Tipo II 3mm Alumínio Manta asfáltica com acabamento em alumínio para impermeabilização. Descrição do Produto Sika Manta PS Tipo II 3mm Alumínio é uma manta

Leia mais

Mantas pré-fabricadas, a base de asfaltos modificados e estruturadas com armadura de alta performance.

Mantas pré-fabricadas, a base de asfaltos modificados e estruturadas com armadura de alta performance. ATENDEMOS: Aterros Sanitários Bacias de Contenção de Dejetos Box / Banheiros Box / Banheiros Sistema Drywall Espelhos D' água Estações de Tratamento de Água Estações de Tratamento de Efluentes Floreiras

Leia mais

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER 1. INTRODUÇÃO Este Manual de Aplicação do GS-Super demonstra passo a passo o procedimento correto para aplicação do material bem como os cuidados necessários

Leia mais

09/05/2014. Execução de Contrapiso. Daniel Mussato Nº 091175 Erom Vyctor - Nº 091135. Daniel

09/05/2014. Execução de Contrapiso. Daniel Mussato Nº 091175 Erom Vyctor - Nº 091135. Daniel Execução de Contrapiso Daniel Mussato Nº 091175 Erom Vyctor - Nº 091135 Daniel 2 1 Estrutura do Trabalho Dados da obra Definição de Contrapiso /Principal função Principais Materiais e Equipamentos Utilizados

Leia mais

Manual do Impermabilizador

Manual do Impermabilizador Rev.05 Manual do Impermabilizador Esta especificação técnica tem por objetivo fornecer subsídios na metodologia adequada de impermeabilização com mantas asfálticas. Em cada caso, deverão ser analisadas

Leia mais

37 3231-4615 www.levemix.com.br GUIA PRÁTICO DE APLICAÇÃO CONCRETO LEVEMIX. Comodidade, economia e segurança ENTREGAMOS PEQUENAS QUANTIDADES

37 3231-4615 www.levemix.com.br GUIA PRÁTICO DE APLICAÇÃO CONCRETO LEVEMIX. Comodidade, economia e segurança ENTREGAMOS PEQUENAS QUANTIDADES GUIA PRÁTICO DE APLICAÇÃO CONCRETO LEVEMIX Orientações técnicas para o melhor desempenho de sua concretagem Comodidade, economia e segurança 37 3231-4615 www.levemix.com.br ENTREGAMOS PEQUENAS QUANTIDADES

Leia mais

REVESTIMENTO CIMENTÍCIO AUTONIVELANTE

REVESTIMENTO CIMENTÍCIO AUTONIVELANTE REVESTIMENTO CIMENTÍCIO AUTONIVELANTE DESCRIÇÃO: O Penetron Industrial Self-Leveling Topping é um revestimento cimentício, autonivelante, monocomponente, fluído, bombeável e de rápida liberação ao tráfego

Leia mais

SISTEMAS DE PISO EPOXI

SISTEMAS DE PISO EPOXI SISTEMAS DE PISO EPOXI PRODUTO DESCRIÇÃO VEC-601 TUBOFLOOR TEE-556 AUTONIVELANTE Selador epóxi de dois componentes de baixa viscosidade. Revestimento epóxi com adição de sílica para regularização de pisos.

Leia mais

AMPLIAÇÃO ESCOLA DO JARDIM YPE

AMPLIAÇÃO ESCOLA DO JARDIM YPE AMPLIAÇÃO ESCOLA DO JARDIM YPE LUIZA DE LIMA TEIXEIRA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA BOA VISTA SP. PROJETO ESTRUTURAL 1 I - MEMORIAL DESCRITIVO DE CIVIL ESTRUTURAL 1 - Serviços Iniciais: ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO. Primeira linha em impermeabilizante acrílico. Rua Moisés Marx nº. 494 Vila Aricanduva, SP CEP 03507-000 -Fone / Fax : (11) 6191-2442

BOLETIM TÉCNICO. Primeira linha em impermeabilizante acrílico. Rua Moisés Marx nº. 494 Vila Aricanduva, SP CEP 03507-000 -Fone / Fax : (11) 6191-2442 1 SELOFLEX R Primeira linha em impermeabilizante acrílico BOLETIM TÉCNICO Como qualquer tipo de impermeabilização flexível, a estrutura deverá estar seca, mínimo de 7 dias após a regularização, limpa de

Leia mais

Dicas Qualyvinil PROCESSOS DE PINTURA

Dicas Qualyvinil PROCESSOS DE PINTURA Processos de pintura Existem diferentes processos de pintura, mas o segredo para o sucesso e durabilidade do acabamento final, depende invariavelmente da habilidade do profissional e da preparação da superfície.

Leia mais

Sistema para Tratamento de Juntas Brasilit. Leveza, resistência e rapidez para sua obra.

Sistema para Tratamento de Juntas Brasilit. Leveza, resistência e rapidez para sua obra. Sistema para Tratamento de Juntas Brasilit Leveza, resistência e rapidez para sua obra. Tratamento de Juntas Brasilit Existem vários tipos de tratamento de junta para as Placas Cimentícias. O tipo de tratamento

Leia mais

CONSTRUÇÃO CIVIL. Impermeabilização e

CONSTRUÇÃO CIVIL. Impermeabilização e CONSTRUÇÃO CIVIL Impermeabilização Impermeabilização e e Injeção Injeção PROJETO E EXECUÇÃO DE IMPERMEABILIZAÇÃO EM PISCINAS COM MEMBRANA DE POLIURETANO PALESTRANTE: ENG. PAULO ROBERTO FERRAZ DATA: 14/10/2015

Leia mais

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011 1 - PRODUTO: Acrílico Standard mais rendimento Natrielli. 2 - DESCRIÇÃO: É uma tinta acrílica de alto rendimento apresenta um excelente acabamento em superfícies externas e internas de alvenaria, reboco,

Leia mais

Utilize os produtos Ciplak e garanta uma impermeabilização durável e segura.

Utilize os produtos Ciplak e garanta uma impermeabilização durável e segura. A Ciplak Impermeabilizantes é uma divisão da LWART Química, empresa do Grupo Lwart, especializada na fabricação de produtos impermeabilizantes, isolantes termo acústicos e outros produtos para proteção

Leia mais

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó Dê asas à sua imaginação nas diversas aplicações do Pó Xadrez. Aplicações Xadrez Pigmento em Pó O PÓ XADREZ é um pigmento concentrado que proporciona efeitos decorativos em diversas aplicações. Mais econômico,

Leia mais

MÉTODO EXECUTIVO ME 09

MÉTODO EXECUTIVO ME 09 Objetivo: FOLHA 1 de 7 O método tem como objetivo detalhar o processo de proteção estanque para piscina, utilizando membrana polimérica, de modo a propiciar o treinamento da mão de obra e por conseqüência

Leia mais

Curso Aproveitamento de água de chuva em cisternas para o semi-árido 5 a 8 de maio de 2009. Construção de cisternas

Curso Aproveitamento de água de chuva em cisternas para o semi-árido 5 a 8 de maio de 2009. Construção de cisternas Curso Aproveitamento de água de chuva em cisternas para o semi-árido 5 a 8 de maio de 2009 Tema 3: Construção de cisternas Rodolfo Luiz Bezerra Nóbrega Universidade Federal de Campina Grande Financiadores:

Leia mais

G U I A T É C N I C O

G U I A T É C N I C O Os produtos da Brogliato passam por um processo de controle de qualidade em seu processo produtivo, assim qualquer dano e irregularidade são corrigidos imediatamente na empresa para que os revestimentos

Leia mais

E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S

E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S SUBGRUPO: 180100 PAVIMENTAÇÃO DE PASSEIOS FOLHA: SUMÁRIO 1. PASSEIO EM PEDRA PORTUGUESA...1 1.1 OBJETIVO E DEFINIÇÕES...1 1.2 MATERIAIS...1 1.3 EQUIPAMENTOS...1 1.4 EXECUÇÃO...1 1.5 CONTROLE...2 2. PASSEIO

Leia mais

MEMORIAL DE INSTALAÇÕES HIDROSANITÁRIAS

MEMORIAL DE INSTALAÇÕES HIDROSANITÁRIAS 1 MEMORIAL DE INSTALAÇÕES HIDROSANITÁRIAS A presente especificação destina-se a estabelecer as diretrizes básicas e definir características técnicas a serem observadas para execução das instalações da

Leia mais

DRYBOX IMPERMEABILIZANTE - PISCINAS

DRYBOX IMPERMEABILIZANTE - PISCINAS ETAPA I LIMPEZA DA ÁREA PROCEDER A LIMPEZA DA ÁREA A SER IMPERMEABILIZADA. -RETIRAR MATERIAIS SOLTOS. -FAZER PEQUENOS REPAROS DE FALHAS NO REBOCO SE HOUVER. -FAZER AJUSTES NAS SAÍDAS DOS EQUIPAMENTOS.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Construção de Galpão p/ Depósito de Ferramentas Prop.: Município de Mato Queimado Local: Av. Albino Welter Mato Queimado - RS

MEMORIAL DESCRITIVO. Construção de Galpão p/ Depósito de Ferramentas Prop.: Município de Mato Queimado Local: Av. Albino Welter Mato Queimado - RS MEMORIAL DESCRITIVO Construção de Galpão p/ Depósito de Ferramentas Prop.: Município de Mato Queimado Local: Av. Albino Welter Mato Queimado - RS 01 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1.1 SERVIÇOS INICIAIS: A presente

Leia mais

Sistema de Impermeabilização (Membrana)

Sistema de Impermeabilização (Membrana) Sistema de Impermeabilização (Membrana) MI - Membrana Impermeável Locais de Aplicação: Lajes, piscinas, banheiros, cozinhas, caixas d água, reservatórios, baldrames, calhas, muros de arrimo, alvenaria,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA IMPERMEABILIZAÇÃO DE LAJE DO 14º ANDAR DO EDIFÍCIO-SEDE

TERMO DE REFERÊNCIA IMPERMEABILIZAÇÃO DE LAJE DO 14º ANDAR DO EDIFÍCIO-SEDE TERMO DE REFERÊNCIA IMPERMEABILIZAÇÃO DE LAJE DO 14º ANDAR DO EDIFÍCIO-SEDE 1. OBJETO Contratação de empresa especializada em engenharia para execução de impermeabilização da laje de cobertura no 14º andar

Leia mais

BIANCO é uma resina sintética de alto desempenho que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos.

BIANCO é uma resina sintética de alto desempenho que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos. Descrição BIANCO é uma resina sintética de alto desempenho que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos. BIANCO confere maior elasticidade e, assim, maior resistência

Leia mais

INSTALAÇÕES HIDRO-SANITÁRIAS

INSTALAÇÕES HIDRO-SANITÁRIAS INSTALAÇÕES HIDRO-SANITÁRIAS Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II ESGOTO SANITÁRIO 1 Conjunto de tubulações, conexões e

Leia mais

ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II

ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II E ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II MÉTODO EXECUTIVO Cuidados no Recebimento Formas de Instalação

Leia mais

Soluções Técnicas em Construção

Soluções Técnicas em Construção Betumanta E Composto de asfalto elastomerico (S.B.S.), reforçado por um filme de polietileno de alta densidade com 50 micra de espessura. Esse produto foi desenvolvido para ser aplicado à maçarico. O produto

Leia mais

2QUALIDADE DAS ESTRUTURAS

2QUALIDADE DAS ESTRUTURAS 2.1 Condições gerais 1 2 2QUALIDADE DAS ESTRUTURAS As estruturas de concreto devem atender aos requisitos mínimos de qualidade, durante sua construção e serviço, e aos requisitos adicionais estabelecidos

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DRENO CORRUGADO CIMFLEX

MANUAL TÉCNICO DRENO CORRUGADO CIMFLEX 1. INTRODUÇÃO O DRENO CIMFLEX é um tubo dreno corrugado fabricado em PEAD (Polietileno de Alta Densidade), de seção circular e com excelente raio de curvatura, destinado a coletar e escoar o excesso de

Leia mais

ADESIVO BISCUIT CASCOREZ

ADESIVO BISCUIT CASCOREZ ADESIVO SCUIT CASCOREZ ADITIVOS 008 HB002402. 464 500g porcelana fria 46436 1kg porcelana fria 14077 14079 15995 750 gramas 531000 ADESIVO CONTATO TRADICIONAL ADESIVO MADEIRA CASCOREZ EXTRA 881448 887268

Leia mais

- Pisos e revestimentos Industriais (pinturas especiais, autonivelantes, uretânicas, vernizes...);

- Pisos e revestimentos Industriais (pinturas especiais, autonivelantes, uretânicas, vernizes...); A TECNIKA iniciou suas atividades em meados de 2003, impulsionada pela demanda do mercado, sempre preocupada em buscar e oferecer soluções técnicas inovadoras, tendo como focos principais as áreas de impermeabilização

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada:

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada: PROJETO Nº 051/2013 Solicitação: Memorial Descritivo Tipo da Obra: Reforma, ampliação e adequação acesso Posto de Saúde Santa Rita Área existente: 146,95 m² Área ampliar: 7,00 m² Área calçadas e passeio:

Leia mais

Blocos e Alicerces CONCEITO

Blocos e Alicerces CONCEITO CONCEITO Os blocos são elementos estruturais de grande rigidez que são ligados pelas vigas baldrame. Sua profundidade varia de 0,5 a 1 metro. São utilizados quando há atuação de pequenas cargas, como em

Leia mais

DTA 11 SISTEMA. com base. de fibra de. O sistema. caleiras. Massa nominal: kg/ m2. Armadura 4,0 4,0. PY 150g/m2. Delegação Coimbra: Lugar do Brejo

DTA 11 SISTEMA. com base. de fibra de. O sistema. caleiras. Massa nominal: kg/ m2. Armadura 4,0 4,0. PY 150g/m2. Delegação Coimbra: Lugar do Brejo DOCUMENTO TÉCNICO DE APLICAÇÃO SISTEMA SOTECNISOL FV40 + PY40G IMRMEABILIZAÇÃO DE CALEIRAS DTA 11 Impermeabilização de caleiras ABRIL DE 2011 1. DESCRIÇÃO As membranas ECOPLAS 40, ECOPLAS PY 40G são fabricadas

Leia mais

Como Construir 1- Escavação do buraco 2- Fabricação das Placas

Como Construir 1- Escavação do buraco 2- Fabricação das Placas Como Construir Para construir uma cisterna, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) investe R$ 1,6 mil. Além de materiais de construção, o recurso também é utilizado para a mobilização

Leia mais

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética REVESTIMENTO DE FACHADA Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética Documentos de referência para a execução do serviço: Projeto arquitetônico Projeto de esquadrias NR 18 20

Leia mais

GINÁSIO ESPORTIVO DA COMUNIDADE RIO BONITO ALTO - PONTÃO - RS

GINÁSIO ESPORTIVO DA COMUNIDADE RIO BONITO ALTO - PONTÃO - RS MEMORIAL DESCRITIVO Obra: GINÁSIO ESPORTIVO DA COMUNIDADE RIO BONITO ALTO - PONTÃO - RS Área: 488,50 m² Local: Comunidade de Rio Bonito Alto Bairro: Rio Bonito Alto Cidade: Pontão - RS Proprietário: Comunidade

Leia mais

SISTEMA CONSTRUTIVO ISOCRET ESTRUTURA /REVESTIMENTO

SISTEMA CONSTRUTIVO ISOCRET ESTRUTURA /REVESTIMENTO Sistema Construtivo Fabricado de acordo com a ISO 9002 Conforto as normas ASTM( EUA) e ABNT (Brasil). Comprovada em testes de desempenho realizados pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo

Leia mais

Aula 23: IMPERMEABILIZAÇÃO

Aula 23: IMPERMEABILIZAÇÃO PCC-2436 ecnologia da Construção de Edifícios II Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Construção Civil PCC-2436 ecnologia da Construção de Edifícios II Aula 23:

Leia mais

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO:

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO: INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível de alta adesividade para áreas internas e externas. Assenta e rejunta pastilhas de porcelana e cerâmica até 7,5 x 7,5 cm,

Leia mais

Problemas Comuns. Eflorescência

Problemas Comuns. Eflorescência Problemas Comuns Como em qualquer outra área na construção civil, geralmente ocorrem problemas, seja na preparação da superfície ou no acabamento. Os problemas mais freqüentes são: Eflorescência São manchas

Leia mais

Patologia em Revestimentos de Fachada

Patologia em Revestimentos de Fachada PATOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES Revestimentos de 1 Nome:Fernando Marques Ribeiro Matricula: 27667 Docente: Orlando Carlos B. Damin Artigo: Fonte: Editora: Ordem dos Engenheiros Região Norte / 2011 Autores: Ana

Leia mais

ESTUDO PARA IMPERMEABILIZAÇÃO NA INTERFACE ESTRUTURA METÁLICA E ALVENARIA

ESTUDO PARA IMPERMEABILIZAÇÃO NA INTERFACE ESTRUTURA METÁLICA E ALVENARIA ESTUDO PARA IMPERMEABILIZAÇÃO NA INTERFACE ESTRUTURA METÁLICA E ALVENARIA Joel Henrique Rohr 1 Resumo: Uma das patologias existentes na construção civil são as infiltrações. Um dos pontos críticos das

Leia mais

PISCINAS EM CONCRETO ARMADO

PISCINAS EM CONCRETO ARMADO PISCINAS EM CONCRETO ARMADO PISCINAS EM CONCRETO ARMADO COM TELAS SOLDADAS CONCEITOS BÁSICOS As telas soldadas são armaduras prontas para concreto armado, produzidas com aço de alta resistência (CA 60),

Leia mais

MEMBRANAS DE POLIURETANO DE ALTO DESEMPENHO SISTEMA A BASE DE POLIURETANO PARA LAJES C/ TRANSITO DE PEDESTRE E TRANSITO DE VEÍCULOS

MEMBRANAS DE POLIURETANO DE ALTO DESEMPENHO SISTEMA A BASE DE POLIURETANO PARA LAJES C/ TRANSITO DE PEDESTRE E TRANSITO DE VEÍCULOS MEMBRANAS DE POLIURETANO DE ALTO DESEMPENHO SISTEMA A BASE DE POLIURETANO PARA LAJES C/ TRANSITO DE PEDESTRE E TRANSITO DE VEÍCULOS Angelo Derolle Filho SISTEMA VULKEM PRINCIPAIS VANTAGENS Sistema Impermeável

Leia mais