Panorama evolutivo do mercado automotivo brasileiro e reflexos na indústria de lubrificantes

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Panorama evolutivo do mercado automotivo brasileiro e reflexos na indústria de lubrificantes"

Transcrição

1 Panorama evolutivo do mercado automotivo brasileiro e reflexos na indústria de lubrificantes Rafael Ribeiro Gerente de Mercado America Latina São Paulo, 19 de Maio 2015

2 Tópicos Nova fronteira tecnológica Economia de combustível Gases de efeito estufa CO2 Novas regras de emissões Impacto tecnológico Novos motores e lubrificação Panorama do Mercado Brasileiro OEMs Market Share e perfil de vendas INOVAR - AUTO EUA / Japão v.s Europa O que impulsiona as diferenças? EUA Tendências U.E Tendências

3 Material Particulado & NOx Principal Foco nos últimos 20 anos!

4 Pressão para Melhorar a Economia de Combustível Aumenta Redução de Emissões CO 2 Legislação Economia de Combustível Melhora na Economia de Combustível Aumento Constante no Custo do Combustível

5 Gases de Efeito Estufa (CO 2 ) Novo Foco para EUA/UE/Japão/Brasil

6 Economía de Combustível: Previsão das tecnologias a serem utilizadas Evolução de trem de potência para carros e caminhões pequenos a partir de 2012: Curto prazo ( ) Downsizing e sistemas de impulso: - Turbo - Sobre alimentação Melhorias no torque de baixa velocidade Stop-start e tecnologia micro híbrida de baixo custo Redução de atrito; Avançado controle térmico; Mais tipos de transmissão (2013 ZF 9- spd shown) Retorno da CVT Médio prazo ( ) Combustão avançada e de alta eficiência ICEs: - Injeção Direta - Combustão a baixa temperatura Combinação turbo/sistemas de sobre-alimentação (VW 1.4L Twincharger shown) Combustíveis com baixo teor de carbono Evs para veículos urbanos Transmissões elétricas A partir de 2025 Predomínio de PHEVs e HEVs: - Motores de alta potência exclusivos Combustíveis de baixo teor de carbono Várias aplicações de combustíveis com baixo teor de carbono Recuperação da energia de exaustão e refrigeração Ciclos termodinâmicos avançados - Motores a ciclo combinado-? - Bombas de calor-? Fonte: Ricardo, fabricantes de automóveis, AEI relatório

7 Notória Mundança na Redução do CO 2 : Downsized Motores à Gasolina/Alcool Nova tecnologia de motores: Alta densidade de potência; maior severidade para o óleo Volkswagen Fox Bluemotion 1.0 litros / 3 cilindros 75 cv (G) / 82 cv (E) 82,08 cv / litro : 13,9s (G) / 13,6s (E) Velocidade máx: 165 km/h (G) / 167 km/h (E) Consumo urbano: 12,7 km/l(g) / 8,8 km/l(e) Consumo rodoviário: 14,4 km/l(g) / 9,9 km/l(e) 130 g/km CO2 (G) / 137 g/km CO2 (E) Volkswagen Novo Fox 1.0 litros/ 4 cilindros 72 cv (G) / 76 cv (E) 76,08 cv / litro : 16,1 s (G) / 15,4 s (E) Velocidade máx: 156 km/h (G) / 158 km/h (E) Consumo urbano:11,5 km/l (G) / 7,5 km/l (E) Consumo rodoviário:12,7 km/l (G) / 8,8 km/l (E) 170 g/km CO2 (G) / 163 g/km CO2 (E) Fontes: 7

8 Economia de Combustível e Emissão de CO 2 : Novas Tecnologias vs Impacto no Lubrificante Tecnologia de Motores / Veículos Tempo de válvula variável (WTI) Turbo Diminuição do tamanho do motor Aumento da densidade de energia Melhora da aerodinâmica Híbrido Eléctrico Tolerâncias menores, materiais avançados, acabados e recobrimentos Combustíveis Renováveis Biodiesel Recuperação do calor residual (WHR) Impacto para o lubrificante Controle de aeração do lubrificante Aumento da resistência à oxidação, a alta temperatura e depósito Arranque/parada; rendimento a baixas temperaturas; tolerância à agua Menor grau de viscosidade e formulações com baixa fricção Aumento da resistência à oxidação, e controle de depósitos de pistão e operação a baixa temperatura Desconhecido

9 Tópicos Nova fronteira tecnológica Economia de combustível Gases de efeito estufa CO2 Novas regras de emissões Impacto tecnológico Novos motores e lubrificação Panorama do Mercado Brasileiro OEMs Market Share e perfil de vendas INOVAR - AUTO EUA / Japão v.s Europa O que impulsiona as diferenças? EUA Tendências U.E Tendências

10 Veículos de Passageiros Brasil Divisão de Mercado por OEMs :: Unidades Vendidas 2014: Vehicles (Crescimento: - 5%) OTHERS 4% 4% 3% 2% 2% 1% 21% 6% 7% 7% 17% 9% 17% Source: Anfavea 10

11 Unidades Veículos de Passageiros Brasil Evolução do Mercado :: Unidades Vendidas: Source: Anfavea 11

12 Units Veículos de Passageiros Brasil Cilindrada :: Vendas por cilindrada : Source: Anfavea 12

13 Tópicos Nova fronteira tecnológica Economia de combustível Gases de efeito estufa CO2 Novas regras de emissões Impacto tecnológico Novos motores e lubrificação Panorama do Mercado Brasileiro OEMs Market Share e perfil de vendas INOVAR - AUTO EUA / Japão v.s Europa O que impulsiona as diferenças? EUA Tendências U.E Tendências

14 ILSAC vs. ACEA O que impulsiona as diferenças nas especificações? ILSAC (API) ACEA Motores a gasolina/alcool somente Bom consenso acerca das especificações Menor interesse em intervalos de troca estendidos (Aprox: 12,000 km ou menos) Mercados impulsionados pelo preço do lubrificante Motores a Diesel e Gasolina Mínimo consenso acerca das specs (Muitos OEMs com specs próprias) Intervalo de troca estendido e durabilidade (Aprox 30,000 km ou mais) Estabilidade ou cisalhamento Grande interesse em economia de combustível

15 E.U.A Sumário de recomendações dos OEM s OEM Recomendação (primária) Graus SAE Marcas Intervalo de Troca GM 5W30 / 5W20 / 0W20 ACDelco 15k miles (~ km) Ford M2C945A (946A) 5W20 (5W30 turbo/ti-vvt) Motorcraft 10k miles (~ km) Toyota 0W20 TGMO (genuine) 10k miles Fiat/ Chrysler MS W20/5W20 (5W30 turbo) Mopar 5-8k miles Honda 0W20 Honda Motor Oil k miles Hyundai API SM, GF-4 and up (SL ok) Nissan API SM 5W30 5W20 (5W30 turbo) Quaker State Nissan Ester Engine Oil k miles 7.5k miles

16 E.U Sumário de recomendações dos OEM s OEM Especificação Intervalo Máximo para Drenagem de Óleo (monitorado tipicamente por algorítimo de bordo) Ou tempo máximo (anos) (O que acontecer primeiro) VW VW / Km / Mi (Outras VW specs: Km / 9375 Mi) 2 PSA Level 2, 3 & B Km / Mi (Depende do tipo do motor) 2 Ford 913-D/948-B Km / Mi (LCV: Km / Mi) 1 Renault RN0700/710/ Km / Mi 2 Opel Dexos Km / Mi 1 Fiat FIAT GS1/DS1/S1/S Km Km / Mi 2 (1 ano - caso seja menos que Km por ano) Toyota TGMO* or ACEA Km / Mi 1 BMW LL01/LL Km / Mi 2 Daimler 229.3/5 &229.5/51/52 Mínimo Km / Mi Mi (Depende do tipo do motor) 1 Porsche Porsche A Km / Mi 2 *TGMO = Óleo Genuino para Motores Toyota

17 ACEA & OEMs Necessidade de combinar especificações nos lubricantes "STANDARD" SAPS LOW & MID SAPS Mazda & Honda Diesel Service Fill Porsche A40 (or A3/B3 or C3) Fiat S1, Fiat GS1, DS1 PSA MB MB MB (=RN0710) Other Japanese if genuine oil not available MB MB MB Fiat G1 (HTHS 2.9) Fiat G2, Fiat D2 Fiat H2, Fiat M2,N2,Z2 Ford WSS-M2C 913 D/C PSA B (or 0.6% ash) PSA B Porsche C30 Porsche A40 (or A3/B3 or A3/B4) VW / VW / VW / STJLR BMW Longlife 12FE Fiat S2, S3, GH2 Fiat T2 STJLR STJLR PSA level 2 (old) PSA level 3 PSA level 2 (new) PSA Level 3 (or A3/B4) VW /509.00* BMW Longlife 04 BMW Longlife 14FE+* Porsche A40 (or A3/B4 or C3) RN 0710 RN 0700 (or A5/B5) RN 0700 (or A3/B4) STJLR Volvo RBS 0-2AE* GM dexos 2 RN 0720 PSA level 1 (ACEA-10 or older!) MB BMW Longlife 01 BMW Longlife 01FE Ford WSS-M2C 934B Ford-M2C 948-B* Ford-M2C 950-A VW / VW / MB (= RN 0720) A1/B1 A3/B3 A3/B4 A5/B5 C1 C2 C3 C4 Higher Quality, Fuel Economy & xw-20 included Standard Quality Higher Ash Highest Quality Highest Ash Highest TBN Higher Quality & Fuel Economy Low SAPS Fuel Economy Mid SAPS Fuel Economy Mid SAPS Low SAPS 17

18 ILSAC Desempenho GF-6 vs GF-5 (API SN) Estabilidade ao Cisalhamento (Sem alteração) GF-5 GF-6 Economia de combustível (Performance melhorada) Durabilidade de Sistema de Emissões (Sem mudanças de Performance) Pré-ignição a baixas velocidades (LSPI Novo teste potencial para GF-6) Proteção de borra no motor (Performance melhorada) Proteção do Turbo (Sem alteração) Proteção ao desgaste do comando de válvulas (Atualizada para motores modernos) Proteção ao desgaste da cadeia de distribuição (Novo teste potencial para GF-6) Volatilidade (Sem alteração de performance) Limpeza de Pistão (Performance melhorada) Controle de Oxidação (Performance melhorada) 18

19 E.U Impulsionadores Tecnológicos Preocupação dos OEM s + 10 anos Economia de Comb 1 Lubrificantes Baixa Viscosidade (0Wxx) Biofuel, LPG, LNG, Combustíveis de baixa qualidade Auto enxofre, aromáticos, gomas, etc. Aumento da oxidação Corrosão (ácidos orgânicos) Nitração Neutralização de ácido sulfúrico (TBN) & borra Economia de Comb 2 Novas Tecnologias de Motores Injeção direta (Gasolina) (Múltiplos) Turbos Redução do tamanho e aumento de potência Trem de válvulas variáveis e desativação de cilindros Baixas rotações: Alto torque a baixos RPMs -- LSPI Bomba variável de lubrificante Start/stop, novos materiais Legislação de Emissões Filtro de partículas para gasolina: Caixa química para cinzas média. ACEA somente" / API / lubrificantes baseados na ILSAC não cobrem todas as preocupações dos OEMs europeus NOTA: Os ensaios específicos de cada OEM determinarão o apetite dos aditivos 19

a linha de lubrificantes que torna a condução ainda mais agradável i-sint

a linha de lubrificantes que torna a condução ainda mais agradável i-sint a linha de lubrificantes que torna a condução ainda mais agradável i-sint i-sint eni i-sint, a linha de lubrificantes automóvel de eni Cada motor necessita de um lubrificante adequado que proteja e melhore

Leia mais

SHELL HELIX ULTRA CORE. Formulação Shell mais avançada para motores de elevado desempenho

SHELL HELIX ULTRA CORE. Formulação Shell mais avançada para motores de elevado desempenho 1 2 SHELL HELIX ULTRA CORE CATEGORIA VISCOSIDADE BENEFÍCIOS Shell Helix Ultra 0W-30, 0W-40, 5W-30, 5W-40 Formulação Shell mais avançada para motores de elevado desempenho Shell Helix Ultra Racing 10W-60

Leia mais

FORMULA FUTURE 5W-30

FORMULA FUTURE 5W-30 LUBRIFICANTES FORMULA FUTURE 5W-30 Óleo de motor sintético de alta tecnologia com qualidade mid SAPS para os modernos carros de turismo,gasolina/diesel com ou sem filtro de partículas DPF e com intervalos

Leia mais

O PAPEL DOS LUBRIFICANTES NA REDUÇÃO DE EMISSÕES

O PAPEL DOS LUBRIFICANTES NA REDUÇÃO DE EMISSÕES O PAPEL DOS LUBRIFICANTES NA REDUÇÃO DE EMISSÕES Ordem dos Engenheiros, Lisboa, 25.03.2015 Luis Gomes - Director Lubrificantes Galp Energia 1. TENDÊNCIAS MUNDIAS 2. PRINCIPAIS ESTRATÉGIAS UTILIZADAS 3.

Leia mais

PROPORÇÃO IDEAL DE BIODIESEL

PROPORÇÃO IDEAL DE BIODIESEL PROPORÇÃO IDEAL DE BIODIESEL Vicente Pimenta São Paulo 17/08/2011 vicente.pimenta@delphi.com 1 Considerações inicias 2 Há uma clara procura, em nível global, pela substituição dos combustíveis fósseis

Leia mais

Objetivos. Benefícios

Objetivos. Benefícios Objetivos Mais competitividade, tecnologia e segurança para os carros produzidos e vendidos no Brasil. Grande mercado nacional permite, via incentivo tributário, colocar os carros vendidos e produzidos

Leia mais

Por: Marco Lassen. Diesel

Por: Marco Lassen. Diesel Por: Marco Lassen Diesel Óleo Diesel e a Evolução do Teor de Enxofre Evolução do Teor de Enxofre 3 Legislação e Teor de Enxofre 2000 ppm 350 ppm 500 ppm 10 ppm 50 ppm 10 ppm EUROPA EURO III EURO IV EURO

Leia mais

lubrificantes para motores diesel

lubrificantes para motores diesel lubrificantes para motores diesel presente no mundo. no brasil. na sua vida. PETRONAS TOWERS SEDE PETRONAS NA MALÁSIA PETRONAS, NO CAMINHO DO DESENVOLVIMENTO. A PETRONAS foi incorporada como uma indústria

Leia mais

*Fonte: Fenabrave & Shell LubeMatch

*Fonte: Fenabrave & Shell LubeMatch LUBRIFICANTES E OFICINAS Ao procurar uma oficina para trocar o óleo de seu carro, o dono do veículo se sente mais seguro ao realizar esse serviço junto ao seu profissional de confiança. Com isso, aumenta

Leia mais

Óleos de Motor para Veículos Ligeiros de Passageiros

Óleos de Motor para Veículos Ligeiros de Passageiros Protecção de Alta Tecnologia para Motores Contacto/Distribuidor: Óleos de Motor para Veículos Ligeiros de Passageiros FUCHS LUBRIFICANTES, Unip. Lda. Zona Industrial Maia 1, Sector VII, Rua E 4470-435

Leia mais

WOLF VITALTECH 10W30 NOVOS PRODUTOS EM 06/2015 PRINCIPAIS VANTAGENS NÍVEL DE ESPECIFICAÇÃO EMBALAGEM DESCRIÇÃO DESEMPENHO NOVIDADE

WOLF VITALTECH 10W30 NOVOS PRODUTOS EM 06/2015 PRINCIPAIS VANTAGENS NÍVEL DE ESPECIFICAÇÃO EMBALAGEM DESCRIÇÃO DESEMPENHO NOVIDADE NOVOS PRODUTOS EM 06/2015 NOVIDADE 10W30 PRINCIPAIS VANTAGENS Introduzido especificamente para os motores a gasolina com injecção de combustível. Cumpre as exigências da maioria dos carros americanos e

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DA GAMA DE PRODUTOS 1T/14

ATUALIZAÇÃO DA GAMA DE PRODUTOS 1T/14 0W30 V Trata-se de um óleo de motor que foi especialmente desenvolvido para satisfazer os requisitos dos automóveis de passageiros da Volvo. Caraterizase pelas suas propriedades de lubrificação aumentadas

Leia mais

são mesmo o futuro? Pedro Meunier Honda Portugal, S.A.

são mesmo o futuro? Pedro Meunier Honda Portugal, S.A. Automóveis Híbridos: H são mesmo o futuro? Pedro Meunier Honda Portugal, S.A. Veículos em circulação por região Biliões de Veículos 2.5 2 1.5 1 0.5 0 2000 2010 2020 2030 2040 2050 Total África América

Leia mais

GNV. Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis.

GNV. Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis. GNV Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis. REUNIÃO DE ESPECIALISTAS SOBRE TRANSPORTE URBANO SUSTENTÁVEL MODERNIZAR E TORNAR ECOLÓGICA A FROTA DE TÁXIS NAS CIDADES LATINO AMERICANAS

Leia mais

XVII Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva SIMEA 2009 VEÍCULOS ELÉTRICOS HÍBRIDOS E A EMISSÃO DE POLUENTES

XVII Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva SIMEA 2009 VEÍCULOS ELÉTRICOS HÍBRIDOS E A EMISSÃO DE POLUENTES XVII Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva SIMEA 2009 VEÍCULOS ELÉTRICOS HÍBRIDOS E A EMISSÃO DE POLUENTES Sílvia Velázquez São Paulo, 17 de setembro de 2009. Resíduos Urbanos e Agrícolas Briquetes

Leia mais

Mudança tecnológica na indústria automotiva

Mudança tecnológica na indústria automotiva ESTUDOS E PESQUISAS Nº 380 Mudança tecnológica na indústria automotiva Dyogo Oliveira * Fórum Especial 2010 Manifesto por um Brasil Desenvolvido (Fórum Nacional) Como Tornar o Brasil um País Desenvolvido,

Leia mais

PROCONVE. As Fases Passadas e Futuras

PROCONVE. As Fases Passadas e Futuras PROCONVE (PROGRAMA DE CONTROLE DA POLUIÇÃO DO AR POR VEÍCULOS AUTOMOTORES) As Fases Passadas e Futuras Henry Joseph Jr Comissão de Energia e Meio Ambiente ANFAVEA Seminário sobre Emissões de Veículos Diesel

Leia mais

CAPITULO 2. Potência e pressões médias de um motor de combustão. Eng. Julio Cesar Lodetti

CAPITULO 2. Potência e pressões médias de um motor de combustão. Eng. Julio Cesar Lodetti CAPITULO 2 Potência e pressões médias de um motor de combustão Eng. Julio Cesar Lodetti Definição de Potência e rendimento A potência, é por definição função do torque fornecido sobre o virabrequim, e

Leia mais

Qualidade dos Combustíveis:

Qualidade dos Combustíveis: Qualidade dos Combustíveis: Desafios para a manutenção da qualidade Oswaldo Luiz de Mello Bonfanti Coordenador Nacional do Sistema de Garantia da Qualidade Gestor de Assistência Técnica Ribeirão Preto,

Leia mais

Catálogo de Produtos para Automóveis

Catálogo de Produtos para Automóveis Catálogo de Produtos para Automóveis Uma linha de cuidados completos para seu carro Líder mundial em lubrificantes 100% sintéticos Desde o seu desenvolvimento há mais de 35 anos, Mobil 1 proporciona níveis

Leia mais

nova geração de motores a gasolina Guia de produtos

nova geração de motores a gasolina Guia de produtos nova geração de motores a gasolina Guia de produtos VOLVO PENTA MOTORES MARÍTIMOS A GASOLINA O futuro está aqui. A Volvo Penta, líder absoluta em inovações náuticas, estabelece o novo padrão em tecnologia

Leia mais

Cenários e Tendências do Mercado de Lubrificantes Impacto sobre os Óleos Básicos. Marcelo Capanema

Cenários e Tendências do Mercado de Lubrificantes Impacto sobre os Óleos Básicos. Marcelo Capanema Cenários e Tendências do Mercado de Lubrificantes Impacto sobre os Óleos Básicos Marcelo Capanema Rio de Janeiro, 03 de Julho 2012 Tópicos 2 Frota Brasileira Evolução da Indústria Produção Brasileira de

Leia mais

SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística

SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística 13 de abril de 2009 1 O Papel da Tecnologia para o Futuro da GM Jaime Ardila Presidente, GM do Brasil & Operações Mercosul 2 O Papel da Tecnologia

Leia mais

Tecnologia aplicada aos veículos comerciais Nelson Kayano

Tecnologia aplicada aos veículos comerciais Nelson Kayano Tecnologia aplicada aos veículos comerciais Nelson Kayano Netz Engenharia Automotiva 06/10/2015 Drivers da mobilidade TCO Custos fixos Pessoal Custos variáveis Combustível Lubrificantes Pneus Manutenção

Leia mais

Manutenção e Combustível Adequados Garantia da Durabilidade de Emissões? PAP 0070

Manutenção e Combustível Adequados Garantia da Durabilidade de Emissões? PAP 0070 Manutenção e Combustível Adequados Garantia da Durabilidade de Emissões? PAP 0070 Tadeu Cavalcante Cordeiro de Melo Rogério Nascimento de Carvalho Ricardo Almeida Barbosa de Sá Mauri José Baldini Cardoso

Leia mais

Cláudio Casimiro Conferência Sustentabilidade Energética Local Barreiro 22 de Outubro de 2010

Cláudio Casimiro Conferência Sustentabilidade Energética Local Barreiro 22 de Outubro de 2010 Uma contribuição para a Mobilidade Sustentável! Cláudio Casimiro Conferência Sustentabilidade Energética Local Barreiro 22 de Outubro de 2010 1 Enquadramento Parque com cerca de 5,81 Milhões de veículos

Leia mais

Fluidos para transmissões automáticas (ATF)

Fluidos para transmissões automáticas (ATF) As informações dadas nesta brochura são baseadas nos conhecimentos e experiências gerais da FUCHS EUROPE SCHMIERSTOFFE GMBH no desenvolvimento e concepção de lubrificantes e correspondem aos nossos conhecimentos

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-10

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-10 DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-10 1) O que significa DBTE? Diesel de Baixo Teor de Enxofre. Aqui no Brasil são dois os tipos: o S-50 (2012) e o S-10 a partir de 2.013, onde S= enxofre, 10 ou 50 ppm=

Leia mais

Congresso Nacional Comissão Especial Carro Diesel

Congresso Nacional Comissão Especial Carro Diesel Congresso Nacional Comissão Especial Carro Diesel Brasília, 28 de Outubro de 2015 O que é a APROVE DIESEL Associados: Apoio Institucional: Contexto econômico e tecnológico brasileiro atual difere muito

Leia mais

Porquê o Diesel. Hoje, os veículos a diesel consomem em média menos 30% de combustível e produzem 25% menos emissões de CO 2

Porquê o Diesel. Hoje, os veículos a diesel consomem em média menos 30% de combustível e produzem 25% menos emissões de CO 2 Porquê o Diesel Porquê o Diesel O engenheiro alemão Rudolf Diesel (1858-1913) patenteou o seu projecto para um motor de combustão interna mais eficiente, em 1892. De início os motores diesel foram usados

Leia mais

Volvo HÍBRIDO. Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE

Volvo HÍBRIDO. Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE Volvo HÍBRIDO Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE O DESAFIO VERDE O cuidado com o meio ambiente está no centro das discussões da agenda social em todo o mundo. Cada vez mais,

Leia mais

A experiência da IVECO na substituição do diesel em veículos pesados

A experiência da IVECO na substituição do diesel em veículos pesados A experiência da IVECO na substituição do diesel em veículos pesados Uma parceria IVECO, FPT, BOSCH e RAIZEN Fabio Nicora IVECO - Innovation T&B LATAM (IVECO) 21 de Novembro 2013 VISÃO DO FUTURO ABORDAGEM

Leia mais

9o. Salão Latino-Americano de Veículos Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias Motores de combustão interna para os veículos elétricos híbridos

9o. Salão Latino-Americano de Veículos Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias Motores de combustão interna para os veículos elétricos híbridos Motores de combustão interna para os veículos elétricos híbridos Waldyr Luiz Ribeiro Gallo DE FEM - UNICAMP São Paulo, 12 de setembro de 2013 Sumário 1. Por que não veículos elétricos? 2. O papel do veículos

Leia mais

Novos motores Scania já disponíveis globalmente industriais, marítimos e de geração de energia

Novos motores Scania já disponíveis globalmente industriais, marítimos e de geração de energia Press info P11X27PT / Ann-Helen Tolleman 25 Out 2011 Novos motores Scania já disponíveis globalmente industriais, marítimos e de geração de energia Com a mudança para uma plataforma global de motores,

Leia mais

Indústria Automotiva

Indústria Automotiva UsodoAlumíniona na Indústria Automotiva Desenvolvimento de novos materiais metálicos para a indústria automotiva B.Horizonte 28.10.2010 Eng. Ayrton Filleti Diretor Técnico - ABAL Índice Introdução Porque

Leia mais

Ranking de Veículos em Emissões de CO2 por km rodado

Ranking de Veículos em Emissões de CO2 por km rodado 0 2012 Ranking de Veículos em Emissões de CO2 por km rodado Índice 1 1. Apresentação 2 1.1. Metodologia 2 2. Resultados 3 3. No Caminho da Sustentabilidade 5 3.1. Mercado Modelo 5 3.2. Iniciativas no Brasil

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO DO PIAUÍ SEAD CENTRAL DE LICITAÇÕES DO ESTADO CEL

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO DO PIAUÍ SEAD CENTRAL DE LICITAÇÕES DO ESTADO CEL GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO DO PIAUÍ SEAD CENTRAL DE LICITAÇÕES DO ESTADO CEL EXTRATO PUBLICAÇÃO PARCIAL XXXIV/2005 PROCESSO ADMINISTRATIVO 062/2005 CEL/SEAD SISTEMA

Leia mais

Resultados dos testes de Uso Experimental e Específico. Óleo diesel com teor de biodiesel superior ao disposto em lei

Resultados dos testes de Uso Experimental e Específico. Óleo diesel com teor de biodiesel superior ao disposto em lei Resultados dos testes de Uso Experimental e Específico Óleo diesel com teor de biodiesel superior ao disposto em lei Agenda Regulamentação; Resultados dos testes de uso experimental e específico; Companhia

Leia mais

VOLVO BUS latin america. ônibus volvo. qualidade de vida no transporte. www.volvo.com/onibus

VOLVO BUS latin america. ônibus volvo. qualidade de vida no transporte. www.volvo.com/onibus VOLVO BUS latin america ônibus volvo. qualidade de vida no transporte www.volvo.com/onibus EURO 5 ou PROCONVE FASE 7 é uma legislação ambiental, aplicada a caminhões e ônibus, com o objetivo de reduzir

Leia mais

Volvo Buses Volvo Buses

Volvo Buses Volvo Buses O Grupo Volvo é um dos líderes mundiais na fabricação de caminhões, ônibus, equipamentos de construção, motores marítimos e industriais. Volvo na América dos Sul Volvo Colômbia Bogotá Volvo Peru Lima Mack

Leia mais

SUGESTÃO PARA REDUÇÃO GLOBAL DA EMISSÃO DE POLUENTES DOS AUTOMOVEIS José Góes de Araujo Prof. Aposentado Abstract Comments about the reduction possibility of CO² on the atmosphere by the limitation of

Leia mais

A importância da eficiência energética para redução de consumo de combustíveis e emissões no transporte de cargas e passageiros

A importância da eficiência energética para redução de consumo de combustíveis e emissões no transporte de cargas e passageiros A importância da eficiência energética para redução de consumo de combustíveis e emissões no transporte de cargas e passageiros Brasíli, 05 de junho de 2013 1 Consumo Final Energético por Queima de Combustíveis

Leia mais

HISTÓRIA DO VEÍCULO ELÉTRICO

HISTÓRIA DO VEÍCULO ELÉTRICO HISTÓRIA DO VEÍCULO ELÉTRICO Veículo elétrico híbrido projetado por Ferdinand Porsche em 1900 Thomas Edson inspecionando um carro elétrico em 1913 1832 a 1839 Robert Anderson Eficiência energética Facilidade

Leia mais

CHAMPION OEM SPECIFIC 0W30 MS-BHDI

CHAMPION OEM SPECIFIC 0W30 MS-BHDI NOVOS PRODUTOS EM MARÇO 2015 PASSENGER CAR NOVIDADE 0W30 MS-BHDI PRINCIPAIS VANTAGENS Atende a especificação PSA B71 2312. Euro VI Azul HDI DW 10F. Beneficío da economia de combustível de 4,2% em relação

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS RESUMO

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS RESUMO UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS Luis Eduardo Machado¹ Renata Sampaio Gomes ² Vanessa F. Balieiro ³ RESUMO Todos sabemos que não é possível haver regressão nas tecnologias

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS JOINVILLE CENTRO DE ENGENHARIAS DA MOBILIDADE ENGENHARIA AUTOMOTIVA SEMESTRE 2015.1

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS JOINVILLE CENTRO DE ENGENHARIAS DA MOBILIDADE ENGENHARIA AUTOMOTIVA SEMESTRE 2015.1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS JOINVILLE CENTRO DE ENGENHARIAS DA MOBILIDADE ENGENHARIA AUTOMOTIVA SEMESTRE 2015.1 I. IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Código: EMB 5304 Nome: Motores de Combustão

Leia mais

Inovações das Tecnologias Diesel

Inovações das Tecnologias Diesel Inovações das Tecnologias Diesel Seminário Frotas e Fretes Verdes Dezembro 2013 Marco Rangel Cummins América do Sul 2 Inovações Tecnológicas Diesel e as Mudanças Climáticas Globais Qual o ambiente regulamentador

Leia mais

Inovação Colaborativa Ricardo Abreu 29.10.2015 MAHLE

Inovação Colaborativa Ricardo Abreu 29.10.2015 MAHLE Ricardo Abreu 29.10.2015 Resultados de Inovação 131 Novas Ideias 23 Projetos 4 Novos Produtos 55 Espontâneas 65 Campanhas 11 Externas Ideação Seleção de Ideias Projetos de P&D Desenvolvimento Lançamento

Leia mais

PROCONVE P7. Seminário sobre Emissões de Veículos a Diesel. As Tecnologias Necessárias. Ações para Atendimento aos Novos Limites do Proconve Fase 7

PROCONVE P7. Seminário sobre Emissões de Veículos a Diesel. As Tecnologias Necessárias. Ações para Atendimento aos Novos Limites do Proconve Fase 7 Seminário sobre Emissões de Veículos a Diesel Ações para Atendimento aos Novos Limites do Proconve Fase 7 As Tecnologias Necessárias Luso Martorano Ventura São Paulo, 27 de outubro de 2009 Conteúdo Evolução

Leia mais

A qualidade que você já conhece na quantidade que você precisa.

A qualidade que você já conhece na quantidade que você precisa. A qualidade que você já conhece na quantidade que você precisa. Troca Inteligente, a solução prática para você alcançar grandes resultados. Armazenagem 3no Distribuidor Os lubrificantes são armazenados

Leia mais

4. Dados técnicos. BMW 116i, BMW 118i.

4. Dados técnicos. BMW 116i, BMW 118i. Página 16 4. Dados técnicos. BMW 116i, BMW 118i. BMW 116i BMW 118i Carroceria Nº de portas / assentos 5/5 5/5 Compr/largura/altura (sem carga) 1) mm 4.324/1.765/1.421 4.324/1.765/1.421 Distância entre

Leia mais

Catálogo de Lubrificantes Automotivos

Catálogo de Lubrificantes Automotivos Catálogo de Lubrificantes Automotivos ÍNDICE INTRODUÇÃO... 4 VEÍCULOS LEVES... 6 (CLASSIFICAÇÃO: API SN) REPSOL ELITE COMPETICIÓN 5W40... 6 REPSOL ELITE MULTIVÁLVULAS 10W40... 6 REPSOL ELITE NEO BXT 5W30...

Leia mais

GAMA FIAT GPL BI-FUEL: PROJECTADA, FABRICADA E GARANTIDA PELA FIAT

GAMA FIAT GPL BI-FUEL: PROJECTADA, FABRICADA E GARANTIDA PELA FIAT GAMA FIAT GPL BI-FUEL: PROJECTADA, FABRICADA E GARANTIDA PELA FIAT GPL Euro 5 da Fiat Segurança Economia Tecnologia Ecologia A Gama Fiat GPL Bi-Fuel 1 GPL Euro 5 da Fiat A nova oferta GPL Euro 5 da Fiat

Leia mais

Utilização de óleo diesel e emissões de CO 2 por veículos rodoviários pesados

Utilização de óleo diesel e emissões de CO 2 por veículos rodoviários pesados Utilização de óleo diesel e emissões de CO 2 por veículos rodoviários pesados Brasília, 9 de abril de 2013 Milhões de tep Uso de energia fóssil no transporte rodoviário Título do Gráfico 60 50 GNV 40 2011

Leia mais

CatálogodeProdutos ÓleoseGraxas Automotivas

CatálogodeProdutos ÓleoseGraxas Automotivas CatálogodeProdutos ÓleoseGraxas Automotivas EMPRESA CERTIFICADA A Empresa Fundada em 1969, a ELVIN LUBRIFICANTES, acumula em seus 44 anos de história, capacidade fabril, know how e qualidade na fabricação

Leia mais

Catálogo Fiat presente no mundo, no brasil, na sua vida presente no mundo. no brasil. na sua vida.

Catálogo Fiat presente no mundo, no brasil, na sua vida presente no mundo. no brasil. na sua vida. Catálogo Fiat presente no mundo, no presente brasil, no na mundo. sua vidano brasil. na sua vida. PETRONAS TOWERS SEDE PETRONAS NA MALÁSIA PETRONAS, NO CAMINHO DO DESENVOLVIMENTO. A PETRONAS foi incorporada

Leia mais

Prof. Mario Eduardo Santos Martins, Phd.

Prof. Mario Eduardo Santos Martins, Phd. Seminário Internacional de Energia da AUGM Prof. Mario Eduardo Santos Martins, Phd. Universidade Federal de Santa Maria Grupo de Pesquisa em Motores, Combustíveis e Emissões Necessidade de energia Iluminação

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50. Fonte: Metalsinter

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50. Fonte: Metalsinter DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50 1) O que são os Diesel S-50 e S-10? Significa Diesel de Baixo Teor de Enxofre. Aqui no Brasil são dois os tipos que serão utilizados em veículos: o S-50 e o S-10.

Leia mais

Vinícius Ladeira Gerente de Projetos Ambientais da CNT Junho de 2010

Vinícius Ladeira Gerente de Projetos Ambientais da CNT Junho de 2010 Combustíveis Alternativos e a Redução das Emissões de Poluentes 12ª Transpo-Sul Vinícius Ladeira Gerente de Projetos Ambientais da CNT Junho de 2010 Tecnologias, Combustíveis mais limpos e Redução das

Leia mais

Aditivos para Redução de Atrito em Lubrificantes Industriais e Automotivos

Aditivos para Redução de Atrito em Lubrificantes Industriais e Automotivos Aditivos para Redução de Atrito em Lubrificantes Industriais e Automotivos Conteúdo Agente de Lubricidade Polimérico para Óleos Integrais de Usinagem Agente de Lubricidade Não-Polimérico para Fluidos Hidráulicos

Leia mais

NOVOS PRODUTOS EM MARÇO 2015 WOLF OFFICIALTECH 0W30 MS-BHDI PRINCIPAIS VANTAGENS NÍVEL DE ESPECIFICAÇÃO EMBALAGEM DESCRIÇÃO DESEMPENHO NOVIDADE

NOVOS PRODUTOS EM MARÇO 2015 WOLF OFFICIALTECH 0W30 MS-BHDI PRINCIPAIS VANTAGENS NÍVEL DE ESPECIFICAÇÃO EMBALAGEM DESCRIÇÃO DESEMPENHO NOVIDADE NOVOS PRODUTOS EM MARÇO 2015 PASSENGER CAR NOVIDADE 0W30 MS-BHDI PRINCIPAIS VANTAGENS Atende a especificação PSA B71 2312. Euro VI Azul HDI DW 10F. Beneficío da economia de combustível de 4,2% em relação

Leia mais

Solução Verde para o trasporte dacidade de São Paulo. Maio 2011, Rio de Janeiro

Solução Verde para o trasporte dacidade de São Paulo. Maio 2011, Rio de Janeiro Solução Verde para o trasporte dacidade de São Paulo Maio 2011, Rio de Janeiro Três principais questões ambientais Crise global de petróleo Emissões de CO2 Poluição do Ar 40%dos combustíveis fósseis líquidos

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50 DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50 1) O que são os Diesel S-50 e S-10? Significa Diesel de Baixo Teor de Enxofre. Aqui no Brasil são dois os tipos que serão utilizados em veículos: o S-50 e o S-10.

Leia mais

TERMO DE ADJUDICAÇÃO. Item 0001

TERMO DE ADJUDICAÇÃO. Item 0001 TERMO DE ADJUDICAÇÃO Às 09:54 horas do dia 11 de maio de 2012, o Pregoeiro Oficial da Prefeitura Municipal de Oliveira, designado pela portaria 1.595 após analise da documentação do Pregão Eletrônico PE

Leia mais

Prêmio AEA 2015 - Projetos de Meio Ambiente

Prêmio AEA 2015 - Projetos de Meio Ambiente Prêmio AEA 2015 - Projetos de Meio Ambiente Desenvolvimento de uma Bomba Elétrica de Combustível Flex com foco na Eficiência Responsáveis pelo Projeto (Erwin Franieck, Celso Favero, Lazaro Melo, Rafael

Leia mais

Sistema de Lubrificação dos Motores de Combustão Interna. Sistemas auxiliares dos motores

Sistema de Lubrificação dos Motores de Combustão Interna. Sistemas auxiliares dos motores Sistema de Lubrificação dos Motores de Combustão Interna Sistemas auxiliares dos motores SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO O sistema de lubrificação tem como função distribuir o óleo lubrificante entre partes móveis

Leia mais

Cogeração Motores a Gás e Diesel

Cogeração Motores a Gás e Diesel Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de Computadores 4º Ano, 2º Semestre Gestão de Energia 2002/2003 Cogeração Motores a Gás e Diesel Afonso Oliveira,

Leia mais

Engº Giuseppe Sarpa Field Specialist

Engº Giuseppe Sarpa Field Specialist Engº Giuseppe Sarpa Field Specialist 21 de Setembro 2015 Influências do Biodiesel na Vida do Lubrificante e do Motor Canada Óleo de peixe Sebo Europe Canola Norway Óleo de peixe Asia Pinhão Manso Óleo

Leia mais

Tecnologia Alternativa Combustíveis renováveis

Tecnologia Alternativa Combustíveis renováveis 1 2 Tecnologia Alternativa Combustíveis renováveis Portaria nº 3-A/2007 de 2 de Janeiro Promoção da utilização de biocombustíveis nos transportes foi objecto do Decreto - Lei nº 62/2006 Decreto - Lei nº

Leia mais

CAPITULO 2. Potência e pressões médias de um motor de combustão. Eng. Julio Cesar Lodetti

CAPITULO 2. Potência e pressões médias de um motor de combustão. Eng. Julio Cesar Lodetti CAPITULO 2 Potência e pressões médias de um motor de combustão Eng. Julio Cesar Lodetti Definição de Potência e rendimento A potência, é por definição função do torque fornecido sobre o virabrequim, e

Leia mais

Descrever o princípio de funcionamento dos motores Ciclo Otto Identificar os componentes básicos do motor.

Descrever o princípio de funcionamento dos motores Ciclo Otto Identificar os componentes básicos do motor. Objetivos Descrever o princípio de funcionamento dos motores Ciclo Otto Identificar os componentes básicos do motor. Descrição Neste módulo são abordados os princípios de funcionamento do motor Ciclo Otto,

Leia mais

MAN LATIN AMERICA. Uso de Biogás em Frotas de Transporte de Cargas e Passageiros 31 de Outubro de 2012

MAN LATIN AMERICA. Uso de Biogás em Frotas de Transporte de Cargas e Passageiros 31 de Outubro de 2012 MAN LATIN AMERICA Uso de Biogás em Frotas de Transporte de Cargas e Passageiros 31 de Outubro de 2012 MAN Latin America [opcional: departamento] Autor Título 00.00.2012 < 1 > Tecnologi Agenda 1 Tradição

Leia mais

Evolução e perspectivas dos veículos elétricos híbridos

Evolução e perspectivas dos veículos elétricos híbridos Evolução e perspectivas dos veículos elétricos híbridos 2 de julho de 2008 São Paulo - SP Antonio Nunes Jr ABVE- Associação Brasileira do Veículo Elétrico Como, em transporte, responder aos desafios da

Leia mais

Ciclo de motor de combustão interna, que se completa em duas revoluções(rotação) da árvore de manivelas.

Ciclo de motor de combustão interna, que se completa em duas revoluções(rotação) da árvore de manivelas. 1 3.0 Descrição do Funcionamento dos Motores O conjunto de processo sofrido pelo fluido ativo que se repete periodicamente é chamado de ciclo. Este ciclo pode acontecer em 2 ou 4 tempos. Figura 3: Nomenclatura

Leia mais

VEICULAR COMO VOCÊ DECIDE A COMPRA DO SEU CARRO

VEICULAR COMO VOCÊ DECIDE A COMPRA DO SEU CARRO VEICULAR A COMPRA DO? COMO VOCÊ DECIDE SEU CARRO Como você decide a compra do seu carro? A escolha de um veículo é resultado de uma análise que considera várias características. O preço é certamente uma

Leia mais

ESTUDO DE MERCADO DAS PRINCIPAIS INDÚSTRIAS CLIENTES DO SECTOR DE ENGINEERING AND TOOLING- -INDÚSTRIA AUTOMÓVEL

ESTUDO DE MERCADO DAS PRINCIPAIS INDÚSTRIAS CLIENTES DO SECTOR DE ENGINEERING AND TOOLING- -INDÚSTRIA AUTOMÓVEL ESTUDO DE MERCADO DAS PRINCIPAIS INDÚSTRIAS CLIENTES DO SECTOR DE ENGINEERING AND TOOLING- -INDÚSTRIA AUTOMÓVEL Oportunidades e estratégias para o sector da mobilidade Bernardo Sousa Ribeiro ÍNDICE Enquadramento.

Leia mais

SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA

SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA PROF. RAMÓN SILVA Engenharia de Energia Dourados MS - 2013 GRUPOS MOTOGERADORES GMG - DEFINIÇÃO O Grupo Motogerador consiste de um ou mais motores alternativos de combustão

Leia mais

Óleo Vinte dúvidas que você tinha sobre o assunto (e não tinha para quem perguntar) Eduardo Hiroshi Fotos João Mantovani e divulgação

Óleo Vinte dúvidas que você tinha sobre o assunto (e não tinha para quem perguntar) Eduardo Hiroshi Fotos João Mantovani e divulgação Óleo Vinte dúvidas que você tinha sobre o assunto (e não tinha para quem perguntar) Eduardo Hiroshi Fotos João Mantovani e divulgação Vamos dar uma olhada no óleo, doutor?" Antes de deixar o frentista

Leia mais

Motores para geração de energia

Motores para geração de energia Motores para geração de energia SCANIA MOTORES PARA GERAÇÃO DE ENERGIA Motores para gerar energia e excelentes resultados. As demandas por segurança, confiabilidade e eficiência na geração de energia crescem

Leia mais

Vantagens do Veículo Híbrido:

Vantagens do Veículo Híbrido: Vantagens do Veículo Híbrido: VANTAGENS PARA O OPERADOR É um veículo que não tem câmbio, sua aceleração e frenagem é elétrica, o motor a combustão, além de pequeno, opera numa condição ideal (rotação fixa).

Leia mais

mais do que uma forma de conduzir, ao serviço da mobilidade sustentável Tiago Lopes Farias

mais do que uma forma de conduzir, ao serviço da mobilidade sustentável Tiago Lopes Farias Eco-condução: mais do que uma forma de conduzir, uma forma de estar ao serviço da mobilidade sustentável Tiago Lopes Farias 24 de Maio 2010 Mobilidade e Energia Diagnóstico Mais de 5 milhões de veículos

Leia mais

ESTUDO DOS MOTORES DE COMBUSTÃO INTERNA

ESTUDO DOS MOTORES DE COMBUSTÃO INTERNA ESTUDO DOS MOTORES DE COMBUSTÃO INTERNA Luiz Atilio Padovan Prof. Eng. Agrônomo EVOLUÇÃO DA MECANIZAÇÃO 1 TREM DE FORÇA SISTEMA MECÂNICO Diferencial Motor Câmbio Embreagem FUNCIONAMENTO DO MOTOR Motor

Leia mais

Aplicação Flexível para Dinamômetros de Motor

Aplicação Flexível para Dinamômetros de Motor www.maua.br Aplicação Flexível para Dinamômetros de Motor Hugo Bernardes Gonçalves hugo@maua.br www.maua.br Formação Certified Developer Engenheiro da Computação Mestre em Controle e Automação de Processos:

Leia mais

Portas abertas na Total

Portas abertas na Total PERFIL DO FABRICANTE FABRICANTE Portas abertas na Total 44 LUBGRAX Edição 20 2012 Perfil do Fabricante - 20.indd 44 27/11/2012 19:24:14 Visando o melhor entendimento junto ao mercado de comunicação a fabricante

Leia mais

Câmara dos Deputados. Audiência Pública da Comissão Especial sobre o PL 1013-A/11 (motores a diesel para veiculos leves) Alfred Szwarc

Câmara dos Deputados. Audiência Pública da Comissão Especial sobre o PL 1013-A/11 (motores a diesel para veiculos leves) Alfred Szwarc Câmara dos Deputados Audiência Pública da Comissão Especial sobre o PL 1013-A/11 (motores a diesel para veiculos leves) Alfred Szwarc Brasilia, 03/12/2015 1. Mercado: Licenciamento de Veículos Leves Diesel

Leia mais

Parâmetros de performance dos motores:

Parâmetros de performance dos motores: Parâmetros de performance dos motores: Os parâmetros práticos de interesse de performance dos motores de combustão interna são: Potência, P Torque,T Consumo específico de combustível. Os dois primeiros

Leia mais

As novas aplicações para o alumínio na indústria automotiva

As novas aplicações para o alumínio na indústria automotiva As novas aplicações para o alumínio na indústria automotiva Preparado por: Eng. Ayrton Filleti Coordenador do Comitê de Mercado de Transportes da ABAL Roteiro Introdução Propriedades do alumínio Redução

Leia mais

Linha Economia Verde

Linha Economia Verde Linha Economia Verde QUEM SOMOS Instituição Financeira do Estado de São Paulo, regulada pelo Banco Central, com inicio de atividades em Março/2009 Instrumento institucional de apoio àexecução de políticas

Leia mais

Ant A ón io Costa Cost

Ant A ón io Costa Cost Futuro do Automóvel Respeitando os Recursos Naturais António Costa Relações Publicas Toyota & Lexus Comunicação e Marketing Out. 2013 A Natureza impõe-nos um novo paradigma Tempestades Secas EUA, 2010

Leia mais

Jorge Carrer Gerente Executivo Serviços e Ass. Técnica MAN Latin America. Serviços e Pós Vendas no auxílio à gestão e eficiência de frotas

Jorge Carrer Gerente Executivo Serviços e Ass. Técnica MAN Latin America. Serviços e Pós Vendas no auxílio à gestão e eficiência de frotas Jorge Carrer Gerente Executivo Serviços e Ass. Técnica MAN Latin America Serviços e Pós Vendas no auxílio à gestão e eficiência de frotas Importância do Custo Operacional TCO (Total Cost of Ownership)

Leia mais

Tecnologia nos Ônibus Mercedes-Benz

Tecnologia nos Ônibus Mercedes-Benz Tecnologia nos Ônibus Mercedes-Benz Brandão VEM Marketing de Produto Ônibus, Junho, 2011 Fábrica Principais atividades na planta de S. Bernardo do Campo Componentes de terceiros Montagem completa Banco

Leia mais

Rua Adelino Teste, 30 - Olhos D Água. BH. MG. CEP: 30390.070. Tel.: 31. 2125.2501. Fax: 31. 2125.2500 www.almaqsantanna.com.br

Rua Adelino Teste, 30 - Olhos D Água. BH. MG. CEP: 30390.070. Tel.: 31. 2125.2501. Fax: 31. 2125.2500 www.almaqsantanna.com.br ExpressoAlmaq Sant'anna nº 19 Lubrificação Importante ítem de manutenção preventiva e produtividade Editorial No primeiro Expresso Almaq Sant Anna de 2002, vamos começar do começo com o treinamento para

Leia mais

PETRONAS TROCA SOB MEDIDA TECNOLOGIA A SERVIÇO DA SUSTENTABILIDADE

PETRONAS TROCA SOB MEDIDA TECNOLOGIA A SERVIÇO DA SUSTENTABILIDADE PETRONAS TROCA SOB MEDIDA TECNOLOGIA A SERVIÇO DA SUSTENTABILIDADE presente no mundo. no brasil. na sua vida. Toda a qualidade e tecnologia dos lubrificantes PETRONAS na medida exata da sua necessidade,

Leia mais

O desafio dos Correios. para uma frota sustentável

O desafio dos Correios. para uma frota sustentável O desafio dos Correios para uma frota sustentável Ações para sustentabilidade nos Correios AGENDA 1. O Brasil 2. Os Correios 3. A frota dos Correios 4. As ações AGENDA 1. O Brasil 2. Os Correios 3. A frota

Leia mais

Gama Euro 6 da Scania: Tecnologia comprovada e uma solução para cada necessidade

Gama Euro 6 da Scania: Tecnologia comprovada e uma solução para cada necessidade PRESS info P13X02PT / Örjan Åslund 24 de oktober de 2013 Gama Euro 6 da Scania: Tecnologia comprovada e uma solução para cada necessidade Presentemente a Scania oferece nada menos do que onze motores Euro

Leia mais

APROVEITAMENTO DE ENERGIA DO HIDROGÊNIO EM MÁQUINAS TÉRMICAS E CÉLULAS A COMBUSTÍVEL

APROVEITAMENTO DE ENERGIA DO HIDROGÊNIO EM MÁQUINAS TÉRMICAS E CÉLULAS A COMBUSTÍVEL APROVEITAMENTO DE ENERGIA DO HIDROGÊNIO EM MÁQUINAS TÉRMICAS E CÉLULAS A COMBUSTÍVEL Carlos H. Coimbra-Araújo, Helton José Alves e Elisandro Pires Frigo Universidade Federal do Paraná, Setor Palotina Programa

Leia mais

Lubrificação Industrial & Atualização Linha Óleo de Motor. Apresentação SIMEPETRO São Paulo, Brasil 28 de agosto de 2009

Lubrificação Industrial & Atualização Linha Óleo de Motor. Apresentação SIMEPETRO São Paulo, Brasil 28 de agosto de 2009 Lubrificação Industrial & Atualização Linha Óleo de Motor Apresentação SIMEPETRO São Paulo, Brasil 28 de agosto de 2009 Agenda As tendencias dos lubrificantes industrias Óleos hidraulicos Óleos para engranagems

Leia mais

2º SIMPÓSIO DE LUBRIFICANTES E ADITIVOS. 29 de Outubro de Fuel Economy. Douglas McGregor (Afton Chemical) Em nome da ABRAFA

2º SIMPÓSIO DE LUBRIFICANTES E ADITIVOS. 29 de Outubro de Fuel Economy. Douglas McGregor (Afton Chemical) Em nome da ABRAFA Fuel Economy Douglas McGregor (Afton Chemical) Em nome da ABRAFA ABRAFA 2º SIMPÓSIO DE LUBRIFICANTES E ADITIVOS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FABRICANTES DE ADITIVOS Associação legalmente constituída pelos

Leia mais

Converter carro para GNV reduz gastos; veja prós e contras

Converter carro para GNV reduz gastos; veja prós e contras Converter carro para GNV reduz gastos; veja prós e contras Carro com dinheiro no compartimento do combustível: Para quem percorre quilometragens altas, a economia com o GNV pode compensar o custo do kit

Leia mais

Motores Térmicos. 9º Semestre 5º ano

Motores Térmicos. 9º Semestre 5º ano Motores Térmicos 9º Semestre 5º ano Aula 20. Sistema de Lubrificação Introdução Tipos de Sistemas de Lubrificação O percurso do óleo lubrificante Componentes do Sistema de lubrificação Óleo lubrificante

Leia mais